Arranque das Comemorações 9 de Abril de 2006

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Arranque das Comemorações 9 de Abril de 2006"

Transcrição

1 Arranque das Comemorações 9 de Abril de 2006 SESSÃO SOLENE Discurso do Presidente da Direcção Excelentíssimas Senhoras e Senhores: 1. Em primeiro lugar, em nome dos Corpos Sociais, do Corpo Activo e do seu Comando, quero dar as boas vindas e agradecer as presenças de todos, que atendendo aos cargos de que são titulares, são bem representativas e demonstrativas do nosso valor e do nosso trabalho. Ao responderem, com a comparência, aos nossos convites estão a manifestar-nos, não só o reconhecimento do mérito da nossa actividade, mas também a transmitir-nos uma mensagem de apoio futuro. 2. Estamos hoje aqui para dar início às comemorações duma efeméride de enorme significado para a autonomia jurídica dos Bombeiros Voluntários de Melres: 24 de Novembro, dia em que se completarão 25 anos de vida da nossa Associação. Porém, neste ano de 2006 completa-se 31 anos de funcionamento de Bombeiros em Melres, tendo sido uma filial dos B. V. Gondomar entre 1975 e Pág.1/6

2 Esta é, também, uma data de grande significado para as populações de Melres e das freguesias vizinhas, e diria até, um dia com muito conteúdo para o próprio concelho de Gondomar, e porque não dizê-lo, mesmo para o Distrito do Porto, o que se comprova aqui hoje através da sua presença amiga e dos seus mais dignos representantes. Assim, decidimos comemorar as Bodas de Prata da nossa Associação realizando este ano, a partir de hoje, vários eventos, cujo resumo se encontra à vossa disposição na pequena brochura que foi distribuída. 3. Ainda que consideremos muito importantes todas as actividades previstas, destacamos a publicação do Livro 25 Anos, com a história dos Bombeiros de Melres, e não só. Escrito por um dos sócios mais antigos, melrense e com experiência literária, Dr. Joaquim Soares, encontra-se pronto para ser impresso, faltando apenas a resposta favorável de alguns eventuais patrocinadores. Este livro será distribuído durante um jantar de angariação de fundos, PAGO pelos convidados, a realizar no dia 27 de Maio. Esperamos também que o Dia Municipal do Bombeiro se venha a realizar, este ano, em Melres. Pág.2/6

3 Confiamos em que todos os senhores, e os vossos amigos e conhecidos não presentes nesta cerimónia, nos apoiarão nas comemorações que agora se iniciam, estando presentes nas várias realizações previstas e, se possível, relativamente às Entidades Públicas e às Empresas, além da comparência contamos com o reforço dos apoios financeiros. 4. Como reconhecimento a algumas pessoas que se têm distinguido durante estes 25 anos, não podemos oferecer mais nada a não ser os nossos sinceros agradecimentos, alguns louvores e os nossos serviços a quem deles precise (que desejamos que nunca necessitem). 5. Assim, decidimos distinguir, pelos serviços prestados, alguns sócios e não sócios, atribuindo, na Assembleia-geral realizada no passado dia 31/Março, o título de sócio honorário a quem vamos entregar os respectivos diplomas, às seguintes pessoas, que peço que se aproximem da Mesa: Sócio nº2 Sr. Eng. Agostinho Vieira Cruz, Sócio nº3 Sr. José Henrique Martins Alves, Sócio nº10 Sr. Cdt. Manuel Joaquim Teixeira Viana, Sócio nº72 Sr. Eng. Manuel Américo Castro Silva, Sócio nº73 Sr. Dr. Manuel David Gonçalves Rocha, Pág.3/6

4 - Sr.ª. Eng.ª. Margarida Martins Alves, - Sr. Joaquim Santos Viana. Para fazer a entrega dos respectivos Diplomas peço a colaboração de: Sr.ª. Governadora Civil, Sr. Presidente da C. M. Gondomar, Sr. Comandante Distrital do Porto, Sr. Presidente da Federação de Bombeiros do Distrito do Porto, Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Melres, Sr. Vereador da protecção Civil Sr. Presidente da Junta de Freguesia do Covelo 6. Uma palavra de agradecimento a todos os Familiares dos nossos Bombeiros, com farda e sem farda, pelos sacrifícios a que têm sido sujeitos e pelas ausências que têm sofrido, quando aqueles estão em serviço da nossa Associação, muitas vezes correndo perigo de perda das suas vidas, para salvarem as de terceiros ou os bens destes. 7. O nosso reconhecimento àqueles que durante todos estes anos, e alguns já há mais de 30, têm servido das mais diversas formas a causa dos Bombeiros, seja no Corpo Activo, seja nos Corpos Sociais, ou simplesmente como funcionários da Associação. Pág.4/6

5 8. Quero agradecer os apoios que de todos, em geral, a nossa Associação tem recebido. Porém, não posso deixar de destacar os apoios financeiros de algumas entidades particulares, individuais e colectivas, da nossa área de actuação (como, por ex., a Central Térmica de co-geração da Tapada do Outeiro), assim como dos Organismos Públicos (juntas de freguesia e SNBPC). 9. Por último, tenho de evidenciar, com a classificação de excelente, todos os apoios, nas diversas formas concedidos, desde há vários anos, pela Câmara Municipal de Gondomar, sob a presidência do Exmº. Senhor Major Valentim Loureiro. E não se pense que eles têm sido pequenos! A existência dos subsídios ordinários, pagos regular e pontualmente, todos os meses, é que têm possibilitado a manutenção de bombeiros, que são funcionários durante o dia, que asseguram os serviços urgentes neste horário. Já lá vão os tempos em que era possível a comparência de bombeiros, não profissionalizados, durante o dia. Actualmente, devido às distâncias aos locais de trabalho, no caso concreto de Melres, no horário diurno tal só é possível aos fins-desemana e nos períodos das suas férias. E os subsídios extraordinários atribuídos, e pagos, pela nossa Câmara, destinados à comparticipação na aquisição de viaturas, na formação do Corpo Activo, nas obras e manutenção dos edifícios, na compra de fardamentos e de outros equipamentos de Pág.5/6

6 protecção e socorro, têm sido o complemento financeiro indispensável a um razoável funcionamento do Corpo Activo, quanto a meios e recursos, humanos e materiais. Estas ajudas financeiras têm permitido uma sua utilização mais eficiente e possibilitam uma maior eficácia nos resultados das actuações do Corpo de Bombeiros de Melres. Mas, claro está, ainda não são suficientes e continuaremos a pedir o aumento das actuais comparticipações, dentro das limitações orçamentais da Câmara, que nós também compreendemos. Muito obrigado Senhor Presidente da Câmara, Senhor Major Valentim Loureiro. A todos, em meu nome pessoal e de toda a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Melres, agradeço a vossa presença e faço Votos de uma Páscoa Feliz na companhia das vossas famílias. Rui Alberto Nunes Teixeira (Presidente da Direcção da A. H. B.V. Melres) FIM Pág.6/6

MUNICÍPIO DE AZAMBUJA REGULAMENTO DE MEDALHAS MUNICIPAIS DO

MUNICÍPIO DE AZAMBUJA REGULAMENTO DE MEDALHAS MUNICIPAIS DO MUNICÍPIO DE AZAMBUJA REGULAMENTO DE MEDALHAS MUNICIPAIS DO MUNICÍPIO DE AZAMBUJA Edital n.º 342/2003 (2.ª série) AP. José Manuel Isidoro Pratas, vereador da Câmara Municipal da Azambuja: Torna público

Leia mais

Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Melres

Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Melres Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Melres Regulamento da FANFARRA Artigo 1.º Denominação Ao abrigo do parágrafo único do artigo segundo dos seus Estatutos, a Associação Humanitária de Bombeiros

Leia mais

Associação Humanitária Dos Bombeiros Voluntários. Melres. Datas históricas

Associação Humanitária Dos Bombeiros Voluntários. Melres. Datas históricas Associação Humanitária Dos Bombeiros Voluntários De Melres Datas históricas Era o dia 24 de Novembro de 1981, e no 1º Cartório Notarial do Porto quando se constituía uma Associação denominada ASSOCIAÇÃO

Leia mais

Senhor Secretário de Estado da Administração Interna Excelência Senhores Presidente da Assembleia Municipal de Carregal do Sal Presidente da

Senhor Secretário de Estado da Administração Interna Excelência Senhores Presidente da Assembleia Municipal de Carregal do Sal Presidente da Senhor Secretário de Estado da Administração Interna Excelência Senhores Presidente da Assembleia Municipal de Carregal do Sal Presidente da Autoridade Nacional de Proteção Civil Comandante Operacional

Leia mais

REGULAMENTO DA MEDALHA MUNICIPAL

REGULAMENTO DA MEDALHA MUNICIPAL REGULAMENTO DA MEDALHA MUNICIPAL Capítulo I DAS MEDALHAS MUNICIPAIS Artigo 1º As medalhas municipais destinam-se a distinguir pessoas singulares ou colectivas, nacionais ou estrangeiras, que se notabilizarem

Leia mais

Transcrições do <>

Transcrições do <<LIVRO OURO>> Transcrições do Neste dia 2 de Outubro de 1994, na presença de todo o povo de Melres e das cercanias, aqui estivemos, com muita honra e gosto, a testemunhar a inauguração deste magnifico

Leia mais

Muito bom dia a todos. Muito obrigado pela Vossa presença.

Muito bom dia a todos. Muito obrigado pela Vossa presença. Muito bom dia a todos. Muito obrigado pela Vossa presença. Senhor Vereador Dr. Jorge Alves, em representação do Senhor Presidente da Camara Municipal de Coimbra, demais entidades civis, e militares, caros

Leia mais

REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE CONDECORAÇÕES MUNICIPAIS NOTA JUSTIFICATIVA

REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE CONDECORAÇÕES MUNICIPAIS NOTA JUSTIFICATIVA REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE CONDECORAÇÕES MUNICIPAIS Página 1 de 6 REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE CONDECORAÇÕES MUNICIPAIS NOTA JUSTIFICATIVA As Condecorações Municipais têm por finalidade distinguir as

Leia mais

REGULAMENTO DE MEDALHAS MUNICIPAIS. Capítulo I. Das Medalhas Municipais. Secção I. Generalidades. Secção II. Da Medalha de Honra da Cidade

REGULAMENTO DE MEDALHAS MUNICIPAIS. Capítulo I. Das Medalhas Municipais. Secção I. Generalidades. Secção II. Da Medalha de Honra da Cidade REGULAMENTO DE MEDALHAS MUNICIPAIS Capítulo I Das Medalhas Municipais Secção I Generalidades Artigo 1º - As Medalhas atribuídas pela Câmara Municipal do Funchal são: a) - Medalha de Honra da Cidade; b)

Leia mais

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DE BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE MELRES. Relatório da Direção. Exercício de 2012

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DE BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE MELRES. Relatório da Direção. Exercício de 2012 ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DE BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE MELRES Relatório da Direção Exercício de 2012 Exercício de 2012 pág. 1 / 18 A. H. B. V. M. Corpos Sociais em exercício até 31 de dezembro de 2014 e Comando

Leia mais

REGULAMENTO PARA A CONCESSÃO DE MEDALHAS E TÍTULOS HONORÍFICOS DO CONCELHO DE CAMINHA

REGULAMENTO PARA A CONCESSÃO DE MEDALHAS E TÍTULOS HONORÍFICOS DO CONCELHO DE CAMINHA REGULAMENTO PARA A CONCESSÃO DE MEDALHAS E TÍTULOS HONORÍFICOS DO CONCELHO DE CAMINHA 1988 1 ARTIGO 1º As medalhas da Câmara Municipal de Caminha, destinadas a dar público reconhecimento ou apreço a indivíduos,

Leia mais

Aprovação: CM em / AM em Alteração: CM em / AM em REGULAMENTO DAS DISTINÇÕES HONORÍFICAS

Aprovação: CM em / AM em Alteração: CM em / AM em REGULAMENTO DAS DISTINÇÕES HONORÍFICAS REGULAMENTO DAS DISTINÇÕES HONORÍFICAS Aprovação: CM em 1999.06.07 / AM em 1999.06.21 Alteração: CM em 2007.09.19 / AM em 2007.09.28 1 CAPÍTULO l DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1. A criação e concessão de distinções

Leia mais

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE CONDECORAÇÕES MUNICIPAIS CAPITULO I DAS MEDALHAS MUNICIPAIS. Artigo 1 º

REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE CONDECORAÇÕES MUNICIPAIS CAPITULO I DAS MEDALHAS MUNICIPAIS. Artigo 1 º REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE CONDECORAÇÕES MUNICIPAIS CAPITULO I DAS MEDALHAS MUNICIPAIS Artigo 1 º As Medalhas Municipais destinam-se a distinguir pessoas singulares ou colectivas, nacionais ou estrangeiras

Leia mais

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE VILA NOVA DE TAZEM

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE VILA NOVA DE TAZEM ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DE BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE VILA NOVA DE TAZEM PLANO DE ACTIVIDADES ORÇAMENTO 2012 Plano de Actividades e Orçamento de 2012 Página 1 ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIADE BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS

Leia mais

REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DAS DISTINÇÕES HONORÍFICAS

REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DAS DISTINÇÕES HONORÍFICAS REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DAS DISTINÇÕES HONORÍFICAS Artigo 1º OBJECTO 1 O presente regulamento estabelece o regime de atribuição das distinções honoríficas da Federação Portuguesa de Atletismo (adiante

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO CULTURAL E DESPORTIVO DOS TRABALHADORES DA CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO CULTURAL E DESPORTIVO DOS TRABALHADORES DA CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E O CENTRO CULTURAL E DESPORTIVO DOS TRABALHADORES DA CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS Considerando que: a) nos termos do disposto no artigo 23º da

Leia mais

(R ) 1 FREGUESIA DE FAZENDAS DE ALMEIRIM ACTA NÚMERO NOVENTA E NOVE DE DOIS MIL E NOVE

(R ) 1 FREGUESIA DE FAZENDAS DE ALMEIRIM ACTA NÚMERO NOVENTA E NOVE DE DOIS MIL E NOVE (R.2009.12.11) 1 FREGUESIA DE FAZENDAS DE ALMEIRIM --------ACTA NÚMERO NOVENTA E NOVE DE DOIS MIL E NOVE--------- --------Aos onze dias do mês de Novembro do ano de dois mil e nove, pelas dezanove horas,

Leia mais

MUNICÍPIO DE AZAMBUJA REGULAMENTO DO SERVIÇO MUNICIPAL DE PROTECÇÃO CIVIL

MUNICÍPIO DE AZAMBUJA REGULAMENTO DO SERVIÇO MUNICIPAL DE PROTECÇÃO CIVIL MUNICÍPIO DE AZAMBUJA REGULAMENTO DO SERVIÇO MUNICIPAL DE PROTECÇÃO CIVIL Edital n.º 82/2000 (2.ª série). AP. Carlos Alberto Pinto de Oliveira, presidente da Câmara Municipal da Azambuja: Torna público

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ANO DE 2010

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ANO DE 2010 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ANO DE 2010 I SALA DA ORDEM / SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS SALA DA ORDEM: Aquisição das seguintes obras para a Biblioteca: Código Civil; Código de Processo Civil; Código Penal;

Leia mais

Cerimónia de Tomada de Posse da Direcção do Colégio de Ortodontia da OMD. 19 de Setembro h30 Lisboa

Cerimónia de Tomada de Posse da Direcção do Colégio de Ortodontia da OMD. 19 de Setembro h30 Lisboa Cerimónia de Tomada de Posse da Direcção do Colégio de Ortodontia da OMD 19 de Setembro 2016 20h30 Lisboa Saudações Excelentíssimo Senhor Bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas, Doutor Orlando Monteiro

Leia mais

EXTRACTO DA ACTA DA ASSEMBLEIA GERAL ANUAL

EXTRACTO DA ACTA DA ASSEMBLEIA GERAL ANUAL EXTRACTO DA ACTA DA ASSEMBLEIA GERAL ANUAL Aos dez dias do mês de Abril do ano dois mil e catorze, pelas onze horas e dez minutos, na Rua Actor António Silva, n.º 7, 15.º andar, em Lisboa, por não haver

Leia mais

Regulamento das Medalhas Municipais

Regulamento das Medalhas Municipais Regulamento das Medalhas Municipais CAPÍTULO I DAS MEDALHAS MUNICIPAIS ARTº. 1º. A Câmara Municipal de Lamego institui as seguintes condecorações: a) Medalha de Ouro da cidade; b) Medalha de Mérito Municipal;

Leia mais

REGULAMENTO PARA ATRIBUIÇÃO DE MEDALHAS MUNICIPAIS

REGULAMENTO PARA ATRIBUIÇÃO DE MEDALHAS MUNICIPAIS REGULAMENTO PARA ATRIBUIÇÃO DE MEDALHAS MUNICIPAIS REGULAMENTO PARA ATRIBUIÇÃO DE MEDALHAS MUNICIPAIS Preâmbulo As Condecorações Municipais têm por finalidade distinguir as pessoas singulares ou colectivas

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 104/IX REFORÇA OS DIREITOS DA LIGA DOS BOMBEIROS PORTUGUESES. Preâmbulo

PROJECTO DE LEI N.º 104/IX REFORÇA OS DIREITOS DA LIGA DOS BOMBEIROS PORTUGUESES. Preâmbulo PROJECTO DE LEI N.º 104/IX REFORÇA OS DIREITOS DA LIGA DOS BOMBEIROS PORTUGUESES Preâmbulo O voluntariado em bombeiros desenvolve a sua acção há mais de 600 anos. Nasceu da necessidade de protecção contra

Leia mais

ATA Nº Estiveram presentes os seguintes membros:

ATA Nº Estiveram presentes os seguintes membros: ATA Nº 42 ----- Aos vinte e oito dias do mês de abril do ano de dois mil e dezasseis, pelas 15 horas, realizou-se na Câmara Municipal da Covilhã a quadragésima segunda reunião da Comissão de Defesa da

Leia mais

RESUMO DE CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA E EXPEDIDA SESSÃO ORDINÁRIA DE 25 DE SETEMBRO DE 2015

RESUMO DE CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA E EXPEDIDA SESSÃO ORDINÁRIA DE 25 DE SETEMBRO DE 2015 CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA: 1 A Assembleia Municipal recebeu convites de diversos Organismos, Associações e Entidades, a convidar o Exmo. Senhor Presidente deste Órgão Autárquico a participar e assistir

Leia mais

DECRETO LEGISLATIVO REGIONAL N.º 033/2002

DECRETO LEGISLATIVO REGIONAL N.º 033/2002 DECRETO LEGISLATIVO REGIONAL N.º 033/2002 INSÍGNIAS HONORÍFICAS AÇORIANAS A instituição de insígnias, condecorações ou medalhas que distingam ou agraciem pessoas, premeiem entidades ou assinalem acontecimentos

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DO AGRUPAMENTO VERTICAL IRENE LISBOA

ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DO AGRUPAMENTO VERTICAL IRENE LISBOA RELATÓRIO DE ACTIVIDADE ANO LECTIVO 2011/2012 Porto, 30 de Novembro de 2012 A. Órgãos Sociais ano lectivo 2011/2012 B. Pais Representantes no Conselho Geral ano lectivo 2011/2012 C. Associados ano lectivo

Leia mais

Área Metropolitana de Lisboa: Ambiente Urbano e Riscos

Área Metropolitana de Lisboa: Ambiente Urbano e Riscos LIGA DOS BOMBEIROS PORTUGUESES Seminário Área Metropolitana de Lisboa: Ambiente Urbano e Riscos Lisboa Vice presidente Conselho Executivo Rui Santos Silva ISEL Instituto Superior de Engenharia de Lisboa

Leia mais

C Â M A R A M U N I C I P A L D E G R Â N D O L A EDITAL N.º 83 PUBLICIDADE DAS DELIBERAÇÕES

C Â M A R A M U N I C I P A L D E G R Â N D O L A EDITAL N.º 83 PUBLICIDADE DAS DELIBERAÇÕES PUBLICIDADE DAS DELIBERAÇÕES Carlos Vicente Morais Beato, Presidente da Câmara Municipal de Grândola, no uso da competência que lhe confere a alínea v) do nº 1 do artº 68º da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro

Leia mais

Capitulo I DAS MEDALHAS MUNICIPAIS

Capitulo I DAS MEDALHAS MUNICIPAIS Capitulo I DAS MEDALHAS MUNICIPAIS Artigo 1º As Medalhas Municipais destinam-se a distinguir pessoas singulares ou coletivas, nacionais ou estrangeiras, que se notabilizem pelos seus méritos pessoais ou

Leia mais

Luanda, 14 de Junho de 2016 EXCELÊNCIAS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO, SENHOR SECRETÁRIO-GERAL, SENHORES MINISTROS, DISTINTOS DELEGADOS,

Luanda, 14 de Junho de 2016 EXCELÊNCIAS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO, SENHOR SECRETÁRIO-GERAL, SENHORES MINISTROS, DISTINTOS DELEGADOS, DISCURSO PRONUNCIADO POR SUA EXCELÊNCIA JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS, PRESIDENTE DA REPÚBLICA DE ANGOLA, POR OCASIÃO DA 6ª CIMEIRA ORDINÁRIA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE

Leia mais

ACTA N.º

ACTA N.º -------------------------------------------------- ACTA N.º 1 ---------------------------------------------------- -----Aos dezanove dias do mês de Janeiro do ano de dois mil e seis, pelas quinze horas,

Leia mais

EDITAL PUBLICITAÇÃO DAS DELIBERAÇÕES DA CÂMARA MUNICIPAL TOMADAS NA SUA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 3 DE AGOSTO DE 2016

EDITAL PUBLICITAÇÃO DAS DELIBERAÇÕES DA CÂMARA MUNICIPAL TOMADAS NA SUA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 3 DE AGOSTO DE 2016 EDITAL PUBLICITAÇÃO DAS DELIBERAÇÕES DA CÂMARA MUNICIPAL TOMADAS NA SUA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 3 DE AGOSTO DE 2016 JOSÉ GABRIEL CALIXTO, Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, em conformidade

Leia mais

DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA MINISTRO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO-PROFISSIONAL

DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA MINISTRO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO-PROFISSIONAL República de Moçambique Ministério da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico-Profissional (MCTESTP) DISCURSO DE SUA EXCELÊNCIA MINISTRO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA, ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO-PROFISSIONAL

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E A FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SÃO PEDRO DO CONCELHO DE MANTEIGAS

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E A FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SÃO PEDRO DO CONCELHO DE MANTEIGAS PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO ENTRE O MUNICÍPIO DE MANTEIGAS E A FÁBRICA DA IGREJA PAROQUIAL DA FREGUESIA DE SÃO PEDRO DO CONCELHO DE MANTEIGAS Considerando que: a) nos termos do disposto no artigo 23º da Lei

Leia mais

Discurso do Comandante no 64º Aniversário

Discurso do Comandante no 64º Aniversário Discurso do Comandante no 64º Aniversário Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Palmela Dr. Álvaro Amaroi Exmo. Sr. Presidente do Conselho Executivo da Liga dos Bombeiros Portugueses Jaime Marta

Leia mais

Discurso de Tomada de Posse do Exmo. Senhor Presidente da Federação Portuguesa de Lutas Amadoras Dr. Pedro Silva

Discurso de Tomada de Posse do Exmo. Senhor Presidente da Federação Portuguesa de Lutas Amadoras Dr. Pedro Silva Discurso de Tomada de Posse do Exmo. Senhor Presidente da Federação Portuguesa de Lutas Amadoras Dr. Pedro Silva Almada, 12 de Janeiro de 2013 Sua Excelência Senhor Secretário de Estado do Desporto e Juventude

Leia mais

O programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República (AR) dirigida aos jovens do 2.º e do 3.ºciclos do ensino básico e do

O programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República (AR) dirigida aos jovens do 2.º e do 3.ºciclos do ensino básico e do O programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República (AR) dirigida aos jovens do 2.º e do 3.ºciclos do ensino básico e do ensino secundário Quem orienta este programa na Escola?

Leia mais

C. C. S. Moçambique Tete - Fingoé 1972 a 1974

C. C. S. Moçambique Tete - Fingoé 1972 a 1974 C. C. S. Batalhão de Caçadores 3885 Companhia de Comandos e Serviços Moçambique Tete - Fingoé 1972 a 1974 Lista de Militares à data do regresso a Lisboa Posto Nome Coronel José da Silva Pinto Ferreira

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO CÂMARA MUNICIPAL DE NORTELÂNDIA CNPJ /

ESTADO DE MATO GROSSO CÂMARA MUNICIPAL DE NORTELÂNDIA CNPJ / DISTRIBUIDOR PLENÁRIO RECEBEMOS 24/08/2015 às 11:25 hs A P R O V A D O E M: 25/08/2015 PROJETO DECRETO LEGISLATIVO 06/2015 AUTOR: JOSÉ DO EGITO ALVES LOBO P.S.D. EMENTA: Concede Título de Cidadão Nortelandense

Leia mais

Anexo 1. Ficha de Actividades B2

Anexo 1. Ficha de Actividades B2 Anexo 1 Ficha de Actividades B2 FICHA DE ACTIVIDADES B2 Designação MONTAGEM E EXECUÇÃO DE UM DISPOSITIVO DE ENTREVISTAS DE GRUPO (FOCUS GROUP) PARA RECOLHA DE OPINIÕES DE PROFESSORES, ALUNOS, PAIS, PESSOAL

Leia mais

DECRETO LEGISLATIVO REGIONAL N.º 8/2007 REGIME DAS PRECEDÊNCIAS PROTOCOLARES E DO LUTO REGIONAL NA REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES

DECRETO LEGISLATIVO REGIONAL N.º 8/2007 REGIME DAS PRECEDÊNCIAS PROTOCOLARES E DO LUTO REGIONAL NA REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES DECRETO LEGISLATIVO REGIONAL N.º 8/2007 REGIME DAS PRECEDÊNCIAS PROTOCOLARES E DO LUTO REGIONAL NA REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES A particular configuração que as regras das precedências protocolares assumem

Leia mais

Actas da Associação Cultural, Recreativa, Desportiva, e Social Maljoga de Proença-a- ova

Actas da Associação Cultural, Recreativa, Desportiva, e Social Maljoga de Proença-a- ova ACTA DA ELEIÇÃO DOS CORPOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO CULTURAL, RECREATIVA, DESPORTIVA E SOCIAL DA MALJOGA PROENÇA-A-NOVA TRIÉNIO DE 2010-2012 ---- Aos dezasseis dias do mês de Agosto de dois mil e nove, reuniu-se

Leia mais

Regulamento de Utilização das Casas Mortuárias

Regulamento de Utilização das Casas Mortuárias Regulamento de Utilização das Casas Mortuárias Lei Habilitante Atendendo ao disposto no Artº 116 do Código Administrativo e no uso das competências previstas pelos artigos 112º e 241º da Constituição da

Leia mais

Esta cerimónia, que hoje aqui nos reúne, assume um significado. único no calendário anual de actos académicos da Universidade de

Esta cerimónia, que hoje aqui nos reúne, assume um significado. único no calendário anual de actos académicos da Universidade de Esta cerimónia, que hoje aqui nos reúne, assume um significado único no calendário anual de actos académicos da Universidade de Aveiro. Teve sempre uma atmosfera especial, talvez porque represente o mais

Leia mais

Capítulo I. Composição/eleição do Delegado. Artº 1º. Definição

Capítulo I. Composição/eleição do Delegado. Artº 1º. Definição Regimento do Grupo de Recrutamento 530 Secretariado Capítulo I Composição/eleição do Delegado Artº 1º Definição O Grupo de Recrutamento 530 é uma estrutura pertencente ao Departamento Curricular de Ciências

Leia mais

JORGE GALAMBA MARQUES

JORGE GALAMBA MARQUES JORGE GALAMBA MARQUES O ARQUITECTO DO GINÁSIO MODERNO Foi em finais de 1954 que Jorge Galamba Marques, natural de Torres Novas onde nasceu a 23 de Agosto de 1917, se veio fixar na Figueira por razões profissionais,

Leia mais

de Estudos de Impacte Ambiental de Projectos do EFMA

de Estudos de Impacte Ambiental de Projectos do EFMA Guia Técnico T para a Elaboração de Estudos de Impacte Ambiental de Projectos do EFMA Avaliação de Impacte Ambiental AIA da Globalidade do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva 1995 Estudo Integrado

Leia mais

CONFEDERAÇÃO NACIONAL INDEPENDENTE DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO - CNIPE ACTA DA ASSEMBLEIA GERAL CONSTITUINTE. PENICHE 19 de Abril de 2008

CONFEDERAÇÃO NACIONAL INDEPENDENTE DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO - CNIPE ACTA DA ASSEMBLEIA GERAL CONSTITUINTE. PENICHE 19 de Abril de 2008 [ACTA ASSEMBLEIA CONSTITUTIVA ] CONFEDERAÇÃO NACIONAL INDEPENDENTE DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO - ACTA DA ASSEMBLEIA GERAL CONSTITUINTE PENICHE 19 de Abril de Aos 19 dias do mês de Abril do ano de,

Leia mais

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE MEDALHAS CAPÍTULO I

REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE MEDALHAS CAPÍTULO I REGULAMENTO PARA CONCESSÃO DE MEDALHAS CAPÍTULO I Artigo 1.º As Medalhas da Câmara Municipal de Barcelos visam dar público apreço aos indivíduos ou entidades, nacionais ou estrangeiros que por qualquer

Leia mais

Relações de Cooperação de Portugal com os países da CPLP em matéria de protecção civil. Cooperação a nível bilateral

Relações de Cooperação de Portugal com os países da CPLP em matéria de protecção civil. Cooperação a nível bilateral Relações de Cooperação de Portugal com os países da CPLP em matéria de protecção civil A cooperação em matéria de protecção civil no quadro da CPLP tem vindo a ser desenvolvida a 2 níveis: no plano bilateral,

Leia mais

Capítulo I. Definição, Objecto e Objectivos da RBAL. Cláusula 1.ª. Definição. Cláusula 2.ª. Objecto. Cláusula 3.ª. Objectivos

Capítulo I. Definição, Objecto e Objectivos da RBAL. Cláusula 1.ª. Definição. Cláusula 2.ª. Objecto. Cláusula 3.ª. Objectivos PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO Preâmbulo A Rede de Bibliotecas de Alcochete, adiante designada RBAL, visa a prossecução de uma dinâmica de trabalho colaborativo quer ao nível da organização, gestão e disponibilização

Leia mais

Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Arganil. Plano de Actividades para Efectuar levantamento das iniciativas de

Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Arganil. Plano de Actividades para Efectuar levantamento das iniciativas de ACÇÃO Nº I NOVOS (PER)CURSOS DE VIDA Caracterização da Acção Recursos a Afectar Calendarização Público-Alvo Grupo de Trabalho - Efectuar levantamento das iniciativas de 1. Estimular a participação dos

Leia mais

Plano de Actividades e Orçamento 2016

Plano de Actividades e Orçamento 2016 Plano de Actividades e Orçamento 2016 0 Índice 1- Mensagem do Mordomo-mor 2- Plano de Actividades para 2016 2.1 Introdução 2.2 - Actividades 2016 3- Orçamento 2016 4- Anexos 4.1- Referenciais Estratégicos

Leia mais

Assembleia Municipal de Chaves

Assembleia Municipal de Chaves 1 MINUTA DA SESSÃO ORDINÁRIA DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE CHAVES, REALIZADA NO DIA 13 DE ABRIL DE 2016, NO AUDITÓRIO DO CENTRO CULTURAL, COM INÍCIO ÀS 14,00 HORAS E FIM ÀS 20,45horas.-----------------------

Leia mais

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DE BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE RIO MAIOR

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DE BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE RIO MAIOR REGULAMENTO DO PRÉMIO BOMBEIRO DO ANO COMANDANTE DR. EDUARDO AGOSTINHO 1 PREÂMBULO Este prémio tem como objectivo reconhecer publicamente e valorizar a actividade de cada homem e mulher enquanto sócio

Leia mais

Junta de Freguesia da Marinha Grande ATA NÚMERO VINTE

Junta de Freguesia da Marinha Grande ATA NÚMERO VINTE ATA NÚMERO VINTE Aos dez dias do mês de novembro de dois mil e quinze, pelas dezanove horas, nas instalações da Junta de Freguesia de Marinha Grande, sitas na Rua 25 de Abril, reuniu em sessão ordinária

Leia mais

Sr Secretário de Estado da Administração Local, Dr. Leitão Amaro. Sr Presidente da Assembleia Municipal de Ribeira de Pena

Sr Secretário de Estado da Administração Local, Dr. Leitão Amaro. Sr Presidente da Assembleia Municipal de Ribeira de Pena 1 Ex.mos Sr Secretário de Estado da Administração Local, Dr. Leitão Amaro Sr Presidente da Assembleia Municipal de Ribeira de Pena Sra Deputada Manuela Tender e Srs Deputados Agostinho Santa e vo Oliveira

Leia mais

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL INTERVENÇÃO DA SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL BERTA DE MELO CABRAL Cerimónias Oficiais de Comemoração do 31.º Aniversário da Associação Nacional dos Combatentes do Ultramar Tondela,

Leia mais

Regulamento Feira de Antiguidades e Artesanato

Regulamento Feira de Antiguidades e Artesanato Regulamento Feira de Antiguidades e Artesanato Preâmbulo As Antiguidades e o Artesanato são elementos representativos do passado, cuja preservação e salvaguarda têm vindo a agregar um cada vez maior número

Leia mais

ORDEM DE TRABALHOS 1 DIVISÃO ADMINISTRATIVA. 1.1 Aprovação da acta da reunião ordinária do dia 2007/12/12 e da acta da reunião

ORDEM DE TRABALHOS 1 DIVISÃO ADMINISTRATIVA. 1.1 Aprovação da acta da reunião ordinária do dia 2007/12/12 e da acta da reunião 3 ORDEM DE TRABALHOS 1 DIVISÃO ADMINISTRATIVA 1.1 Aprovação da acta da reunião ordinária do dia 2007/12/12 e da acta da reunião extraordinária do dia 2007-12-19. 1.2 Ofício do Presidente da Junta de Freguesia

Leia mais

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS MARCO DE CANAVESES APRESENTAÇÃO DE CONTAS RELATÓRIO DE GESTÃO EXERCÍCIO DE 2014.

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS MARCO DE CANAVESES APRESENTAÇÃO DE CONTAS RELATÓRIO DE GESTÃO EXERCÍCIO DE 2014. ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DE BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE MARCO DE CANAVESES APRESENTAÇÃO DE CONTAS E RELATÓRIO DE GESTÃO EXERCÍCIO DE 2014 Página 1 de 13 Parecer do Conselho Fiscal Introdução O Conselho Fiscal

Leia mais

PROPOSTA N.º 46/P/2011

PROPOSTA N.º 46/P/2011 Fls. 253 REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA REALIZADA NO DIA 12 DE SETEMBRO DE 2011 ACTA N.º 18 Aos doze dias do mês de Setembro do ano de dois mil e onze, nesta Vila de Ourique, no Salão Nobre, no Edifício dos Paços

Leia mais

Programa de Promoção de Competências

Programa de Promoção de Competências Programa de Promoção de Competências Início: 15 de Junho Fim: 26 de Outubro Duração por sessão: 90 minutos Periodicidade: semanal / Bi-semanal Horário: 10h00 11h30 / 14h30 16h00 População Abrangida: Casais

Leia mais

1. A associação tem os seguintes associados fundadores:

1. A associação tem os seguintes associados fundadores: ASSOCIAÇÃO Artigo 1.º Denominação e sede 1. A associação adopta a denominação. 2. A associação tem a sua sede na, freguesia de, concelho de. 3. A associação tem o número de pessoa colectiva e o número

Leia mais

SESSÃO SOLENE DE ABERTURA DO ANO LETIVO 2015/2016

SESSÃO SOLENE DE ABERTURA DO ANO LETIVO 2015/2016 No passado dia 29 de outubro, pelas 10 horas, nas instalações do IPTrans em Loures teve lugar a Sessão Solene de Abertura do Ano Letivo. Num momento marcado por uma forte mudança institucional, com a participação,

Leia mais

RESUMO DA ATA Nº 27/2016 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 07 DE NOVEMBRO DE 2016

RESUMO DA ATA Nº 27/2016 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 07 DE NOVEMBRO DE 2016 RESUMO DA ATA Nº 27/2016 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 07 DE NOVEMBRO DE 2016 ------ Em cumprimento do disposto nos n.ºs. 1 e 2, do art.º 56.º, do anexo I, da Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro, que estabelece

Leia mais

Apresentação e Planeamento de Atividades CPSU. Ano 2015

Apresentação e Planeamento de Atividades CPSU. Ano 2015 Apresentação e Planeamento de Atividades CPSU Ano 2015 O QUE É O CPSU CPSU Conselho Português de Saúde do Úbere Associação sem fins lucrativos Apresentação Missão Objetivos Estrutura Participação Projetos

Leia mais

MUNICÍPIO DE ALJEZUR Relação de subvenções e Benefícios Públicos Ano 2015

MUNICÍPIO DE ALJEZUR Relação de subvenções e Benefícios Públicos Ano 2015 (503661821) Suportar os encargos com a funcionária. (503661822) Projeto de valorização do sítio da Barrada. (503661823) Aquisição de material de limpesa e manutenção do espólio de arqueologia. Deliberação:

Leia mais

DA ADvoCACiA CoM o exercício De outra ACtiviDADe PúBliCA

DA ADvoCACiA CoM o exercício De outra ACtiviDADe PúBliCA incompatibilidade Do exercício DA ADvoCACiA CoM o exercício De outra ACtiviDADe PúBliCA Proc. n.º 4/PP/2012-G relator: Dr. Marcelino Pires Parecer o requerente vem pedir parecer sobre a eventual incompatibilidade

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE GÂMBIA-PONTES-ALTO DA GUERRA

JUNTA DE FREGUESIA DE GÂMBIA-PONTES-ALTO DA GUERRA Para dar cumprimento ao disposto na alínea o) do n.º 1 do art.º 17º da Lei 169/99, de 18 de Setembro, com a redacção dada pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro, apresentamos a informação escrita sobre

Leia mais

Informativo Semanal N 29

Informativo Semanal N 29 Informativo Semanal N 29 Valter Kwast e Sandra Governador 2016-2017 VISITA DO PRESIDENTE DE ROTARY INTERNATIONAL Jantar festivo em homenagem ao Presidente de RI, John Germ e sua esposa Judy, dia 23/02,

Leia mais

Decreto n.º 19/94 Acordo de Cooperação em Matéria de Protecção Civil entre o Governo da República Portuguesa e o Governo do Reino de Marrocos

Decreto n.º 19/94 Acordo de Cooperação em Matéria de Protecção Civil entre o Governo da República Portuguesa e o Governo do Reino de Marrocos Decreto n.º 19/94 Acordo de Cooperação em Matéria de Protecção Civil entre o Governo da República Portuguesa e o Governo do Reino de Marrocos Nos termos da alínea c) do n.º 1 do artigo 200.º da Constituição,

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL, REALIZADA EM

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL, REALIZADA EM REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL, REALIZADA EM 09/10/2014 PRESIDENTE DA CÂMARA: Raul Jorge Fernandes da Cunha, Dr VEREADORES PRESENTES: Pompeu Miguel Noval da Rocha Martins, Dr. Helena Marta de Oliveira

Leia mais

TÍTULO VIII PODER LOCAL

TÍTULO VIII PODER LOCAL TÍTULO VIII PODER LOCAL CAPÍTULO I Princípios gerais Artigo 235.º Autarquias locais 1. A organização democrática do Estado compreende a existência de autarquias locais. 2. As autarquias locais são pessoas

Leia mais

Gabinete de Mercados e Feiras e Eventos Promocionais EDITAL

Gabinete de Mercados e Feiras e Eventos Promocionais EDITAL EDITAL JOSÉ FERNANDO DA SILVA MOREIRA, VEREADOR DA CÂMARA MUNICIPAL DE GONDOMAR: Ao abrigo da delegação de competências que lhe foi conferida por despacho do Senhor Presidente da Câmara Municipal, e tendo

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MOURA

CÂMARA MUNICIPAL DE MOURA Projecto de Alteração ao Regulamento de Atribuição de Distinções Honoríficas do Município de Moura (Publicado no Boletim Municipal n.º 42 Julho/Agosto 2005) PREÂMBULO O actual Regulamento de concessão

Leia mais

4042 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N.o de Julho de 2004 N.o de Julho de 2004 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A 4041

4042 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N.o de Julho de 2004 N.o de Julho de 2004 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A 4041 4042 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N.o 154 2 de Julho de 2004 N.o 154 2 de Julho de 2004 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A 4041 Declaração de Rectificação n.o 60/2004 Para os devidos efeitos, se declara que

Leia mais

Discurso para a Cerimónia dos 25 Anos da FAP. Sebastião Feyo de Azevedo. em 8 de julho de 2014, Palácio da Bolsa

Discurso para a Cerimónia dos 25 Anos da FAP. Sebastião Feyo de Azevedo. em 8 de julho de 2014, Palácio da Bolsa Discurso para a Cerimónia dos 25 Anos da FAP Sebastião Feyo de Azevedo em 8 de julho de 2014, Palácio da Bolsa Senhor Presidente da FAP, caro Ruben Alves Senhor Presidente da Câmara Municipal do Porto;

Leia mais

ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DOS LOUROS ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCAREGADOS DE EDUCAÇÃO

ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DOS LOUROS ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCAREGADOS DE EDUCAÇÃO CAPITULO I ARTIGO 1.º (Denominação, natureza, sede e âmbito) 1. A Associação adopta a designação de Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos dos Louros. 2. É uma

Leia mais

DAF/ID Ata da reunião ordinária de 19 de dezembro de /12

DAF/ID Ata da reunião ordinária de 19 de dezembro de /12 ATA Nº 24 - REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA EM DEZANOVE DE DEZEMBRO DE DOIS MIL E DOZE Aos dezanove dias do mês de dezembro, do ano dois mil e doze, nesta Vila de Vieira do Minho, no Edifício dos Paços do

Leia mais

3. OBRAS, PLANEAMENTO, ADMINISTRAÇÃO DO TERRITÓRIO, DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO E ARTE CONTEMPORÂNEA

3. OBRAS, PLANEAMENTO, ADMINISTRAÇÃO DO TERRITÓRIO, DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO E ARTE CONTEMPORÂNEA Reunião de Câmara de 12 de agosto de 2016 José Manuel Raposo Gonçalves, vice-presidente da Câmara Municipal de Almada, torna pública a Ordem de Trabalhos da Reunião de Câmara (Ordinária) que se realizará

Leia mais

FAMÍLIA R&B 12º ANIVERSÁRIO CASAMENTO COMEMORAÇÃO JANTAR DE FAMÍLIA 1 DE MARÇO

FAMÍLIA R&B 12º ANIVERSÁRIO CASAMENTO COMEMORAÇÃO JANTAR DE FAMÍLIA 1 DE MARÇO ARRANJACASA REPARAMOS E REMODELAMOS O SEU LAR, EMPRESA, JARDIM 938664495 FAMÍLIA R&B EDIÇÃO ESPECIAL S. VALENTIM DIRECÇÃO TÉCNICA OLÍVIA 14 DE FEVEREIRO DE 2015 FOTOGRAFIA MARGARIDA RETIRO DA QUARESMA

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REGIONAL COMISSÃO PERMANENTE DE ASSUNTOS SOCIAIS

REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES ASSEMBLEIA LEGISLATIVA REGIONAL COMISSÃO PERMANENTE DE ASSUNTOS SOCIAIS COMISSÃO PERMANENTE DE ASSUNTOS SOCIAIS RELATÓRIO E PARECER AO PROJECTO DE DECRETO-LEI QUE REGULAMENTA OS CONSELHOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO E APROVA O PROCESSO DE ELABORAÇÃO DA CARTA EDUCATIVA, TRANSFERINDO

Leia mais

SOCIEDADE FINANCEIRA DE INVESTIMENTOS E GESTÕES AÇORES. Relatório e Balanço de Contas Nº SN/1979 de 31 de Maio

SOCIEDADE FINANCEIRA DE INVESTIMENTOS E GESTÕES AÇORES. Relatório e Balanço de Contas Nº SN/1979 de 31 de Maio SOCIEDADE FINANCEIRA DE INVESTIMENTOS E GESTÕES AÇORES Relatório e Balanço de Contas Nº SN/1979 de 31 de Maio Exmos. Senhores Accionistas, Nos termos dos estatutos e em função do mandato que nos foi conferido,

Leia mais

Associação Alentejo de Excelência ESTATUTOS. Artigo 1º Denominação, Sede e Duração

Associação Alentejo de Excelência ESTATUTOS. Artigo 1º Denominação, Sede e Duração Associação Alentejo de Excelência ESTATUTOS Artigo 1º Denominação, Sede e Duração 1. A associação, sem fins lucrativos, adopta a denominação de Alentejo de Excelência - Associação para a Competitividade,

Leia mais

DOSSIER DE PATROCÍNIOS

DOSSIER DE PATROCÍNIOS DOSSIER DE PATROCÍNIOS 01 Índice 03 // O CONSERVATÓRIO DE MÚSICA DE SINTRA 06 // ALGUMAS DAS NOSSAS CONQUISTAS MAIS ANTIGAS 08 // ALGUMAS DAS NOSSAS CONQUISTAS MAIS RECENTES 10 // PRECISAMOS DE MUDAR,

Leia mais

Edição Especial n.º de julho de 2014

Edição Especial n.º de julho de 2014 ISSN 1646-7027 Edição Especial n.º 15 31 de julho ASSEMBLEIA MUNICIPAL Pág.s 5, 10 ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE LOURES DIRETOR: Presidente da Câmara Municipal de Loures, Dr. Bernardino José Torrão Soares PERIODICIDADE:

Leia mais

***************************************************************** *** C A M A R A M U N I C I P A L D E S I N E S ***

***************************************************************** *** C A M A R A M U N I C I P A L D E S I N E S *** ***************************************************************** *** C A M A R A M U N I C I P A L D E S I N E S *** ***************************************************************** A C T A N.08/98 PAG.

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE CÂMARA DE LOBOS

CÂMARA MUNICIPAL DE CÂMARA DE LOBOS ---------------------------- ACTA NÚMERO 24/2004---------------------------- Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Câmara de Lobos, realizada em vinte e cinco de Novembro de dois mil e quatro. --- Aos

Leia mais

DIA MUNDIAL DO PROFESSOR MAPA DE INICIATIVAS OUTUBRO 2016

DIA MUNDIAL DO PROFESSOR MAPA DE INICIATIVAS OUTUBRO 2016 DIA MUNDIAL DO PROFESSOR MAPA DE INICIATIVAS OUTUBRO 2016 DIA HORA LOCAL ATIVIDADE 5 9h30 11h30 Angra do Heroísmo Percurso pedestre pela zona classificada de Angra do Heroísmo Ag. Escolas Marcelino Mesquita

Leia mais

Ata n.º 15/2013 de 05/06/2013

Ata n.º 15/2013 de 05/06/2013 ------------------------------------- ATA N.º 15/2013 ---------------------------------------- -------- Aos 05 dias do mês de junho de 2013, pelas 10h, no Salão Nobre dos Paços do Município de Celorico

Leia mais

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A ALI - ASSOCIAÇÃO DE APOIO DOMICILlÁRIO DE LARES E CASAS DE REPOUSO DE IDOSOS

PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A ALI - ASSOCIAÇÃO DE APOIO DOMICILlÁRIO DE LARES E CASAS DE REPOUSO DE IDOSOS PROTOCOLO ENTRE O EXÉRCITO PORTUGUÊS E A ALI - ASSOCIAÇÃO DE APOIO DOMICILlÁRIO DE LARES E CASAS DE REPOUSO DE IDOSOS 1. Preâmbulo A celebração do presente protocolo tem como objectivo assegurar aos militares

Leia mais

deliberações de eficácia externa proferidas na reunião ordinária do Órgão Executivo, realizada no dia 24 de junho de 2015:

deliberações de eficácia externa proferidas na reunião ordinária do Órgão Executivo, realizada no dia 24 de junho de 2015: EDITAL TOMÉ ALEXANDRE MARTINS PIRES, PRESIDENTE DA TORNA PÚBLICO, de harmonia com o artigo 56.º n.º 1 da Lei n.º 75/2013, de 12 de setembro, as deliberações de eficácia externa proferidas na reunião ordinária

Leia mais

CONVITE. 22 E 23 DE JUNHO 2012 VOZ DO OPERÁRIO Sociedade de Instrução e Beneficência Voz do Operário Rua da Voz do Operário, Lisboa

CONVITE. 22 E 23 DE JUNHO 2012 VOZ DO OPERÁRIO Sociedade de Instrução e Beneficência Voz do Operário Rua da Voz do Operário, Lisboa CONVITE 22 E 23 DE JUNHO 2012 VOZ DO OPERÁRIO Sociedade de Instrução e Beneficência Voz do Operário Rua da Voz do Operário, 13-1100 Lisboa CooperAção MOSTRA DE IDENTIDADE COOPERATIVA Exmos. Senhores, Integrada

Leia mais

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE VAGOS

ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE VAGOS 1 ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE VAGOS Plano e Orçamento 2016 2 Índice... 2 Nota Introdutória... 2 Órgãos Sociais da AHBV de Vagos... 4 Programa de Ação/Atividades para 2016... 5 Instalações

Leia mais

Assembleia Municipal de Fronteira. Reunião Ordinária de 29 de abril de 2016

Assembleia Municipal de Fronteira. Reunião Ordinária de 29 de abril de 2016 Assembleia Municipal de Fronteira Fl. 33 Reunião Ordinária de 29 de abril de 2016 ------------------------------------------ ATA Nº. 2/2016 ----------------------------------------- ---Aos vinte e nove

Leia mais

Sua Excelência Presidente da República de Angola, Engenheiro José Eduardo dos Santos,

Sua Excelência Presidente da República de Angola, Engenheiro José Eduardo dos Santos, Sua Excelência Presidente da República de Angola, Engenheiro José Eduardo dos Santos, Excelentíssima Primeira-Dama da República de Angola, Drª Ana Paula dos Santos, Excelentíssimo Senhor Vice-Presidente

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE SÃO BRÁS DE ALPORTEL. Acta N.º12

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE SÃO BRÁS DE ALPORTEL. Acta N.º12 CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE SÃO BRÁS DE ALPORTEL Acta N.º12 Aos vinte e oito dias do mês de Outubro do ano de dois mil e nove, pelas quinze horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal de São Brás de

Leia mais