Desenvolvimento de Aplicações Web Acessíveis

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Desenvolvimento de Aplicações Web Acessíveis"

Transcrição

1 Desenvolvimento de Aplicações Web Acessíveis Lucinéia Souza Maia, Marcelo A. Santos Turine, Débora M. Barroso Paiva Departamento de Computação e Estatística Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) Caixa Postal Campo Grande MS Brasil {lucineiamaia, turine, Abstract. The use of Internet has become common due to diversity of services and quick access to information. However, people with different disabilities face problems of web content accessibility. This subject has motivated researches to improve quality of access to content for any user. In this work we are investigating activities introduced in development process of web applications for ensure the accessibility. Additionally, we intend to adapt the Pantaneiro framework to support development of applications regarding elements of the model. Resumo. O uso da Internet é cada vez maior devido à diversidade de serviços oferecidos e ao rápido acesso às informações. Porém, pessoas com deficiência enfrentam problemas de acessibilidade ao conteúdo Web. Tal contexto tem motivado pesquisas computacionais para melhorar a qualidade de acesso ao conteúdo Web para todos os usuários. Neste trabalho, são propostas atividades a serem inseridas no processo de desenvolvimento de aplicações Web para garantir a acessibilidade. Pretende-se adaptar o framework Pantaneiro a fim de facilitar o desenvolvimento e a instanciação de novas aplicações. 1. Caracterização do Problema O crescimento da Internet, impulsionado pela popularização dos computadores pessoais, pelos serviços oferecidos na Web e pelas várias formas e locais de acesso, tem impactado na rotina em que as pessoas realizam seus trabalhos, estudos, negócios e entretenimento. Porém, esta tecnologia não pode atingir todo seu potencial se projetistas e desenvolvedores não seguirem as regras e recomendações de acessibilidade Web. Problemas de acessibilidade no conteúdo Web provocam a exclusão de pessoas com deficiência, pessoas com limitação física momentânea, idosos, usuários que possuem hardware e/ou incompatível com o desejado pela aplicação Web, pessoas com conexão de acesso a Internet lenta, dentre outras coisas. A acessibilidade Web permite reunir diferentes necessidades, preferências e situações do usuário [W3C/WAI 1997], diminuindo barreiras que impedem as pessoas de acessarem o conteúdo Web, além de adequar o website às leis e regulamentações de acessibilidade Web e aumentar a sua audiência [Paddison e Englefield 2003]. Logo, é necessário conduzir os projetistas na implantação da acessibilidade Web no processo de desenvolvimento, impulsionando a conscientização dos desenvolvedores sobre a importância do tema.

2 Existem várias publicações de técnicas e métodos para promover a acessibilidade Web [Law et al. 2005; Levi et al. 2006; Sloan et al. 2006; Martín et al. 2007] entretanto, eles não consideram a acessibilidade em todas as atividades do processo de desenvolvimento [Freire et al. 2007], dificultando a implantação da acessibilidade Web no projeto e a continuidade da mesma. Com este intuito, o presente trabalho propõe uma coleção de atividades a serem inseridas no processo de desenvolvimento de aplicações Web para garantir a conteúdo. Pretende-se ainda, adaptar o framework Pantaneiro de forma a atender o modelo durante a instanciação de aplicações. Na seção 2 será apresentado o conceito e as regulamentações de acessibilidade Web e a problematização da acessibilidade Web no Brasil. A seção 3 abordará o desenvolvimento de aplicações Web. A seção 4 apresentará a metodologia do trabalho e as atividades para o desenvolvimento de aplicações Web acessíveis. E a seção 5 constará de trabalhos relacionados ao tema deste artigo. 2. Acessibilidade Web Acessibilidade diz respeito ao direito de acesso a algo e a eliminação de barreiras que impeçam tal acesso [W3C/WAI 1997]. Uma forma de amenizar os obstáculos de acessibilidade Web é a utilização de recomendações que direcionam a promoção da mesma. A principal delas é o WCAG (Web Content Accessibility Guidelines) [WCAG ], criado pelo W3C/WAI (World Wide Web Consortium/Web Accessibility Initiative). O WCAG ampara o desenvolvimento da acessibilidade dentro de quatro princípios: perceptividade, operabilidade, compreensibilidade e robustez. Estes agrupam recomendações que reúnem critérios de sucesso divididos em níveis, sendo o Nível A o nível mínimo de acessibilidade e AAA o nível máximo observado. Para cada critério de sucesso o WCAG 2.0 disponibiliza técnicas direcionadas para HTML (HiperText Markup Language), CSS (Cascade Style Sheets), Scripting e SMIL (Synchronized Multimedia Integration Language). Diversos países têm suas próprias leis e regulamentações de acessibilidade Web, baseadas ou não no WCAG. No Brasil foram regulamentadas, em dezembro de 2004, as Leis e , através do Decreto-Lei [Brasil 2004]. E em janeiro de 2005 foi criado o e-mag (Modelo de Acessibilidade do Governo Eletrônico) [e-mag 2005] para padronizar a s websites e portais do governo eletrônico. Ele é baseado nos princípios, diretrizes, recomendações e níveis de prioridade do WCAG 1.0. Porém, mesmo com estas iniciativas, a acessibilidade é muito pouco observada em projetos de aplicações Web no Brasil, alguns fatores são: falta de conhecimento sobre como as pessoas com deficiência utilizam a Internet; falta de conhecimento das recomendações e do Decreto-Lei acima citados e falta de treinamento sobre acessibilidade Web [Freire et al. 2007]. Sendo assim, é necessário sensibilizar e informar os desenvolvedores e projetistas sobre o assunto e oferecer suporte aos mesmos para que eles possam promover a acessibilidade Web [Paiva et al. 2009].

3 3. Desenvolvimento de Aplicações Web As páginas Web combinam uma variedade de mídia, tais como textos, sons, vídeos e imagens que permitem diferentes representações de concepções e possibilidades de visualizar a informação. Sobretudo, elas exigem interações e operações com o usuário e possuem complexidade semelhante a aplicações não baseadas na Web. Logo, tornam-se necessários projetos Web com processos bem definidos. A definição do modelo de processo empregado é importante para o gerenciamento das atividades que envolvem a engenharia Web. Através dele é possível visualizar os estágios do desenvolvimento e como estes são integrados no processo de desenvolvimento geral. Ele não descreve técnicas específicas usadas para realizar as atividades, mas fornece um framework onde é possível entender e planejar o processo de desenvolvimento. Os processos, por vez, determinam atividades interrelacionadas que transformam entradas em saídas através de tarefas específicas [IEEE/EIA ]. A Norma ISO/IEC [IEEE/EIA ] oferece um padrão de desenvolvimento de que contém um conjunto de processos separados em fundamentais, de apoio e organizacionais. Cada um deles é dividido em atividades e cada atividade subdivide-se em tarefas. A definição clara destas atividades e tarefas é importante para direcionar o desenvolvimento de forma que os membros da equipe sejam conduzidos à criação de aplicações que atendam as necessidades de quem as adquire. 4. Metodologia e Estado Atual do Trabalho As atividades a serem acrescentadas no processo de desenvolvimento de aplicações Web de forma a garantir a acessibilidade foram baseadas nas atividades do Processo de Desenvolvimento da Norma ISO/IEC 12207, nas diretrizes do WCAG Nível A, outros documentos do W3C/WAI e publicações científicas. A Tabela 1 mostra as 13 atividades do Processo de Desenvolvimento da ISO/IEC 12207, as respectivas atividades para promoção da acessibilidade Web e resumidamente suas tarefas. Tabela 1. Atividades da ISO/IEC 12207, atividades de acessibilidade relacionadas e suas tarefas ISO/IEC Implementação do processo Análise de requisitos do Atividades de acessibilidade Implementação da acessibilidade no processo Análise dos requisitos de com Tarefas Planejar a implantação da acessibilidade Web na organização; adaptar as atividades de acessibilidade propostas em um modelo de ciclo de vida de e; selecionar padrões, métodos, ferramentas e linguagens de programação que apóiam a acessibilidade. Especificar os requisitos de (12 recomendações de WCAG 2.0) e; avaliar requisitos de. Definir arquitetura de ; avaliar os componentes de.

4 Análise de requisitos do detalhado do Codificação e teste do Integração do Teste de qualidade do Integração do Teste de qualidade do Instalação do Suporte do componentes de acessibilidade Análise dos requisitos de com componentes de acessibilidade acessível do Codificação assegurando a acessibilidade e teste de Integração dos itens de acessíveis Teste de Integração do acessível Teste de Instalação do acessível Suporte e manutenção da Estabelecer e documentar os requisitos de acessibilidade do (Critérios de Sucesso de Nível A do WCAG 2.0); avaliar os requisitos de. Descrever a estrutura e identificar os componentes de ; desenvolver interfaces externas acessíveis; definir requisitos de teste de acessibilidade e a integração do e; avaliar a s componentes de. Desenvolver design acessível e detalhado para cada componente do item de ; desenvolver design acessível e detalhado para as interfaces externas do item de ; definir requisitos de teste de acessibilidade e planejar testes de acessibilidade para as unidades de ; atualizar requisitos de teste de acessibilidade e cronograma para integração do e; avaliar a design detalhado e os requisitos de teste de. Desenvolver e documentar cada unidade de acessível com base nas técnicas suficientes do WCAG Nível A; desenvolver e documentar procedimentos de teste de acessibilidade e dados para teste de acessibilidade de cada unidade de ; testar acessibilidade de cada unidade de ; atualizar requisitos de teste e cronograma para integração do e; avaliar o código quanto à promoção da acessibilidade e testar os resultados. Desenvolver plano de integração mantendo a s itens de ; integrar as unidades de ; planejar teste de acessibilidade para o integrado e; avaliar o plano de integração do. Conduzir o teste de acessibilidade Web do e; avaliar os resultados do teste. Integrar os itens de configuração do acessível; planejar teste de e; avaliar integrado. Conduzir teste de acessibilidade Web do ; avaliar a cobertura do teste de e os resultados; atualizar e preparar a entrega do acessível. Desenvolver plano de instalação do mantendo a acessibilidade; instalar o acessível. Realizar revisão da ; entregar o produto de acessível e; oferecer suporte de

5 acessibilidade acessibilidade Web ao cliente. A etapa que sucede a definição das atividades é a adequação do framework Pantaneiro [Sandim, 2009] para o apoio ferramental de algumas das atividades. O Pantaneiro foi desenvolvido no LEDES/UFMS (Laboratório de Engenharia de Software da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul) com o objetivo de facilitar e agilizar o desenvolvimento de portais corporativos em uma plataforma e-gov. Sua arquitetura é composta pelos ambientes de Autoria, de Projeto Navegacional e de Publicação, fornecendo suporte às fases de modelagem conceitual, modelagem navegacional, modelagem da interface e publicação/teste. Para validar, avaliar e verificar a praticidade e eficiência das atividades de acessibilidade Web no processo de desenvolvimento e do Pantaneiro após os incrementos de acessibilidade, um projeto de portal e-gov será desenvolvido. As atividades propostas conduzem avaliações de acessibilidade, e ao final espera-se a certificação do portal pelo WCAG 2.0 Nível A. 5. Trabalhos relacionados Existem na literatura várias publicações referentes à promoção da acessibilidade em projetos Web, porém poucos deles tratam claramente de atividades que cobrem o processo de desenvolvimento que conduz a acessibilidade Web. Os estudos realizados por Freire mostram um levantamento de técnicas de desenvolvimento de aplicações Web acessíveis com base nas atividades do processo de desenvolvimento da Norma ISO/IEC [Freire et al. 2007]. Foi constatado que a maioria das publicações sobre acessibilidade Web trata da avaliação de acessibilidade, seguido por projeto de interfaces acessíveis. As fases de integração e instalação do não têm publicações específicas de acessibilidade Web. O Modelo de Processo para Inclusivo de Sistemas de Informação na Web proposto por Melo [Melo e Baranauskas 2006] é o que mais se aproxima da proposta deste trabalho, porém, baseia-se no modelo de processo da OMG (Object Managment Group) e não nos processos da ISO/IEC O modelo é composto de disciplinas, sendo elas: clarificação do problema, requisitos de s de informação, design da interface do usuário, design do de, implementação, verificação e validação, avaliação de interface do usuário, implantação e gerência de projeto. Agradecimentos Os autores agradecem ao CNPq (proc /2007-4) e (proc /2007-7) e à Fundect (proc. 23/ /2008) pelo apoio financeiro. 6. Referências Brasil (2004) Decreto-lei 5296, de 2 de dezembro de 2004, Regulamenta as Leis n s , de 8 de novembro de 2000, e , de 19 de dezembro de 2000, Publicado no D.O.U, nº 232, 03 de dezembro de e-mag (2005) Recomendações de Acessibilidade para a Construção e Adaptação de Conteúdos do Governo Brasileiro na Internet, Doc. de Ref., Versão 2.0., 13 p.

6 Freire, A. P., Goularte, R., Fortes, R. P. M. (2007) Techniques for Developing More Accessible Web Applications: a Survey Towards a Process Classification, 25 th Annual ACM International Conference on of Communication (SIGDOC 07), October 22-24, El Paso, Texas, USA, p IEEE/EIA (1998) Industry Implementation of International Standard ISO/IEC 12207: (ISO/IEC 12207) Standard for Information Technology Software life cycle processes. The Institute of Electrical and Electronics Engineers, Inc, New York, NY, USA. Law, C., Jacko, J., Edwards, P. (2005) Programmer-Focused Website Accessibility Evaluations, ACM SIGACCESS Conference on Assistive Technologies, Proceedings of the 7th International ACM SIGACCESS Conference on Computers and Accessibility, SESSION: Evaluating Accessibility, Baltimore, MD, USA. p Levi, F., Melo, P., Lucena, U. (2006) Accessibility Implementation Planning for Large Governmental Websites: a Case Study, Proceedings of the Fourth Latin American Web Congress (LA-WEB'06), Mexico City, p Martín, A., Cechich, A., Gordillo, S., Rossi, G. A (2007) Three-Layered Approach to Model Web Accessibility for Blind Users, Fifth Latin American Web Congress (LA-Web 2007), Santiago de Chile, p Melo, A. M., Baranauskas, M.C.C. (2006) para a Inclusão: Desafios e Proposta, IHC 2006 VII Simpósio Sobre Fatores Humanos em Sistemas Computacionais, Novembro, 2006, Natal, Rio Grande do Norte, Brasil, p Paddison, C., Englefield, P. (2003) Applying Heuristics to Perform a Rigorous Accessibility Inspection in a Commercial Context, ACM Conference on Universal Usability, Proceedings of the 2003 Conference on Universal Usability 2003, Vancouver, British Columbia, Canada, p Paiva, D. M. B., Maia, L. S., Fortes, R. P. M., Turine, M. A. S., Freire, A. P (2009) Implantação de Acessibilidade em Organizações de Software, minicurso a ser apresentado no V Simpósio Brasileiro de Sistemas de Informação, Brasília, DF. Sandim, H. C. (2009) Pantaneiro: Framework de Aplicações Web para Plataformas E- Gov, Qualificação de Mestrado em Ciência da Computação, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, abril de 2009, 101p. Sloan, D., Heath, A., Fraser, H., Kelly, B., Petrie, H., Phipps, L., (2006) Contextual Web Accessibility Maximizing the benefit of Accessibility Guidelines, ACM, W4A at WWW2006, Edinburgh, UK, p W3C/WAI (1997) Introduction to Web Accessibility, Abril. WCAG 2.0 (2008) Introduction to Understanding WCAG 2.0, Abril.

UMA ANÁLISE PRELIMINAR DA ACESSIBILIDADE WEB DOS SITES DE SERVIÇOS DE DIVULGAÇÃO E ACESSO A INFORMAÇÃO PÚ- BLICA NO BRASIL COM BASE NO E-MAG 1

UMA ANÁLISE PRELIMINAR DA ACESSIBILIDADE WEB DOS SITES DE SERVIÇOS DE DIVULGAÇÃO E ACESSO A INFORMAÇÃO PÚ- BLICA NO BRASIL COM BASE NO E-MAG 1 XVI Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação (XVI ENANCIB) ISSN 2177-3688 GT5 Política e Economia da Informação Pôster UMA ANÁLISE PRELIMINAR DA ACESSIBILIDADE WEB DOS SITES DE SERVIÇOS DE

Leia mais

UM PROCESSO PARA O DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB ACESSÍVEIS

UM PROCESSO PARA O DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB ACESSÍVEIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL UM PROCESSO PARA O DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES WEB ACESSÍVEIS LUCINÉIA SOUZA MAIA Dissertação de Mestrado em Ciência da Computação Área: Engenharia de Software

Leia mais

Projeto e Desenvolvimento de Aplicações Web Acessíveis no Domínio e-gov

Projeto e Desenvolvimento de Aplicações Web Acessíveis no Domínio e-gov Projeto e Desenvolvimento de Aplicações Web Acessíveis no Domínio e-gov Lucinéia Souza Maia, Hércules da Costa Sandim, Marcelo A. Santos Turine, Débora M. Barroso Paiva Faculdade de Computação (FACOM)

Leia mais

Projeto e Desenvolvimento de Aplicações Web Acessíveis no Domínio e-gov

Projeto e Desenvolvimento de Aplicações Web Acessíveis no Domínio e-gov Projeto e Desenvolvimento de Aplicações Web Acessíveis no Domínio e-gov Lucinéia Souza Maia, Hércules da Costa Sandim, Marcelo A. Santos Turine, Débora M. Barroso Paiva Faculdade de Computação (FACOM)

Leia mais

ACESSIBILIDADE WEB: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO DO CONHECIMENTO DO DESENVOLVEDOR WEB BRASILEIRO

ACESSIBILIDADE WEB: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO DO CONHECIMENTO DO DESENVOLVEDOR WEB BRASILEIRO ACESSIBILIDADE WEB: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO DO CONHECIMENTO DO DESENVOLVEDOR WEB BRASILEIRO Timóteo Moreira Tangarife, Cláudia Mont Alvão Laboratório de Ergonomia e Usabilidade de Interfaces LEUI Programa

Leia mais

Implantando um Programa de Melhoria de Processo: Uma Experiência Prática

Implantando um Programa de Melhoria de Processo: Uma Experiência Prática Implantando um Programa de Melhoria de Processo: Uma Experiência Prática Evandro Polese Alves Ricardo de Almeida Falbo Departamento de Informática - UFES Av. Fernando Ferrari, s/n, Vitória - ES - Brasil

Leia mais

UMA ABORDAGEM SOBRE OS PADRÕES DE QUALIDADE DE SOFTWARE COM ÊNFASE EM SISTEMAS PARA WEB

UMA ABORDAGEM SOBRE OS PADRÕES DE QUALIDADE DE SOFTWARE COM ÊNFASE EM SISTEMAS PARA WEB UMA ABORDAGEM SOBRE OS PADRÕES DE QUALIDADE DE SOFTWARE COM ÊNFASE EM SISTEMAS PARA WEB Alan Francisco de Souza¹, Claudete Werner¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil alanfsouza.afs@gmail.com,

Leia mais

Departamento de Governo Eletrônico Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Departamento de Governo Eletrônico Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. 215 Departamento de Governo Eletrônico Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. www.governoeletronico.gov.br Recomendações de Acessibilidade para

Leia mais

Análise de Acessibilidade em Páginas Web Acessíveis

Análise de Acessibilidade em Páginas Web Acessíveis Análise de Acessibilidade em Páginas Web Acessíveis Laís Falcade, Fabio Diniz Rossi, Andressa Falcade, Ana Paula Rodrigues Kuhls Lemos Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha Campus

Leia mais

Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais.

Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais. Desenvolvimento de um CMS 1 para a criação e publicação de web sites acessíveis por deficientes visuais. Tales Henrique José MOREIRA 1 ; Gabriel da SILVA 2 ; 1 Estudante de Tecnologia em Sistemas para

Leia mais

Acessibilidade na Web para Deficientes Auditivos: Um Estudo de Caso do Site do Vestibular da UFG

Acessibilidade na Web para Deficientes Auditivos: Um Estudo de Caso do Site do Vestibular da UFG Acessibilidade na Web para Deficientes Auditivos: Um Estudo de Caso do Site do Vestibular da UFG Adoniran Dias Ribeiro Andrade, Renato de Freitas Bulcão Neto Instituto de Informática Universidade Federal

Leia mais

ESTUDO DA ADERÊNCIA AOS PADRÕES WEB DOS 26 SÍTIOS DOS MINISTÉRIOS PÚBLICOS ESTADUAIS

ESTUDO DA ADERÊNCIA AOS PADRÕES WEB DOS 26 SÍTIOS DOS MINISTÉRIOS PÚBLICOS ESTADUAIS ESTUDO DA ADERÊNCIA AOS PADRÕES WEB DOS 26 SÍTIOS DOS MINISTÉRIOS PÚBLICOS ESTADUAIS STUDY OF ADHERENCE TO STANDARDS OF WEB SITES OF 26 STATE GOVERNMENT MINISTRIES Alexandre Galvão Leite 1 (1) Pós-Graduando,

Leia mais

Requisitos de Ferramentas Especializadas de Gestão de Configuração de Software

Requisitos de Ferramentas Especializadas de Gestão de Configuração de Software Requisitos de Ferramentas Especializadas de Gestão de Configuração de Software Ricardo Terra 1 1 Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Campus da Pampulha 31.270-010

Leia mais

Em Busca de uma Arquitetura de Referência para Frameworks de Aplicação Dirigidos por Modelos para Sistemas de Informação

Em Busca de uma Arquitetura de Referência para Frameworks de Aplicação Dirigidos por Modelos para Sistemas de Informação Em Busca de uma Arquitetura de Referência para Frameworks de Aplicação Dirigidos por Modelos para Sistemas de Informação Valdemar Vicente GRACIANO NETO 1 ; Juliano Lopes DE OLIVEIRA 1 1 Instituto de Informática

Leia mais

Oficina: ASES 2.0 Beta 6.0

Oficina: ASES 2.0 Beta 6.0 Oficina: ASES 2.0 Beta 6.0 André Luiz Andrade Rezende ¹ ¹Rede de Pesquisa e Inovação em Tecnologias Digitais (RENAPI) Doutorando em Educação e Contemporaneidade (UNEB) Estes slides são concedidos sob uma

Leia mais

Um Modelo para o Desenvolvimento de Aplicações Web Acessíveis 1

Um Modelo para o Desenvolvimento de Aplicações Web Acessíveis 1 Lucinéia Souza Maia Faculdade de Computação Univ. Federal de Mato Grosso do Sul (+55) 67 3345 7506 neiamaia1@gmail.com Um Modelo para o Desenvolvimento de plicações Web cessíveis 1 Marcelo ugusto Santos

Leia mais

Estudo sobre acessibilidade em CMS

Estudo sobre acessibilidade em CMS Estudo sobre acessibilidade em CMS Matheus Ricardo Uihara Zingarelli Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação ICMC Universidade de São Paulo São Carlos São Paulo - Brasil zinga@icmc.usp.br Resumo.

Leia mais

Estudo Prospectivo da Aderência aos Padrões Web dos 27 sítios das Assembleias Legislativas

Estudo Prospectivo da Aderência aos Padrões Web dos 27 sítios das Assembleias Legislativas Estudo Prospectivo da Aderência aos Padrões Web dos 27 sítios das Assembleias Legislativas Prospective Study of Adherence to Standards of the 27 Web sites of the Legislative Assemblies Galvão, Alexandre;

Leia mais

Resumo. 1. Introdução. Abstract. 2. Motivação

Resumo. 1. Introdução. Abstract. 2. Motivação Um Estudo para a Definição de Processos das Gerências da Qualidade e da Configuração em um Ambiente Integrado para Apoio ao Desenvolvimento e Gestão de Projetos de Software Abdala, Martha A. D.; Lahoz,

Leia mais

Geração do Portal CPCX - UFMS pelo UNION: Um Estudo de Caso

Geração do Portal CPCX - UFMS pelo UNION: Um Estudo de Caso Geração do Portal CPCX - UFMS pelo UNION: Um Estudo de Caso Lourival dos Santos Pires Júnior, Tony Carlos Bignardi dos Santos, Amaury Antônio de Castro Junior, Carlos Alberto da Silva, Leila Lisiane Rossi

Leia mais

Processo de Software

Processo de Software Processo de Software Uma importante contribuição da área de pesquisa de processo de software tem sido a conscientização de que o desenvolvimento de software é um processo complexo. Pesquisadores e profissionais

Leia mais

Mediadores de Interação na Web: Acessibilidade Baseada em Gente

Mediadores de Interação na Web: Acessibilidade Baseada em Gente 1 Mediadores de Interação na Web: Acessibilidade Baseada em Gente Clarisse Sieckenius de Souza SERG - Semiotic Engineering Research Group Departamento de Informática, PUC-Rio clarisse@inf.puc-rio.br http://www.serg.inf.puc-rio.br

Leia mais

Procedimentos para a análise de acessibilidade de sites

Procedimentos para a análise de acessibilidade de sites Procedimentos para a análise de acessibilidade de sites Agebson Rocha Façanha, Renato Busatto Figueiredo, Phyllipe do Carmo Félix Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) Campus

Leia mais

HATEMILE: A biblioteca para gerar páginas web mais acessíveis

HATEMILE: A biblioteca para gerar páginas web mais acessíveis HATEMILE: A biblioteca para gerar páginas web mais acessíveis Carlson Santana Cruz, Carlos A. Estombelo-Montesco Departamento de Computação (DCOMP) Universidade Federal de Sergipe (UFS) São Cristóvão,

Leia mais

Acessibilidade na Web

Acessibilidade na Web Acessibilidade na Web Departamento de Computação - UFS Tópicos Especiais em Sistemas de Informação Lucas Augusto Carvalho lucasamcc@dcomp.ufs.br Prof. Rogério Vídeo Custo ou Benefício? http://acessodigital.net/video.html

Leia mais

Governo Eletrônico no Brasil

Governo Eletrônico no Brasil Governo Eletrônico no Brasil João Batista Ferri de Oliveira Natal, 18 de Setembro de 2009 II Simpósio de Ciência e Tecnologia de Natal Estrutura da apresentação Estrutura organizacional Diretrizes Principais

Leia mais

Test-Module: uma ferramenta para gerenciamento de testes de software integrada ao FireScrum

Test-Module: uma ferramenta para gerenciamento de testes de software integrada ao FireScrum Test-Module: uma ferramenta para gerenciamento de testes de software integrada ao FireScrum Audrey B. Vasconcelos, Iuri Santos Souza, Ivonei F. da Silva, Keldjan Alves Centro de Informática Universidade

Leia mais

Análise do formato semanal do AVEA Moodle utilizando o padrão WCAG 2.0 para alunos cegos

Análise do formato semanal do AVEA Moodle utilizando o padrão WCAG 2.0 para alunos cegos 10 Edição-2015 Análise do formato semanal do AVEA Moodle utilizando o padrão WCAG 2.0 para alunos cegos Eduardo Dalcin¹, Ana Cláudia Pavão Siluk² ¹Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha

Leia mais

AVALIANDO E PROPONDO AMPLIAÇÃO DE ACESSIBILIDADE EM SISTEMA WEB

AVALIANDO E PROPONDO AMPLIAÇÃO DE ACESSIBILIDADE EM SISTEMA WEB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DOUGLAS SEVERO SILVEIRA AVALIANDO E PROPONDO AMPLIAÇÃO DE ACESSIBILIDADE EM SISTEMA WEB Trabalho

Leia mais

Humano-Computador (IHC)

Humano-Computador (IHC) 1 INF1403 Introdução a Interação Humano-Computador (IHC) Turma 3WA Professora: Clarisse Sieckenius de Souza Acessibilidade: Uma questão de lei e direitos humanos 15/Mar/2010 Stephen Hawking um dos maiores

Leia mais

CRID - Centro de Recursos para a Inclusão Digital

CRID - Centro de Recursos para a Inclusão Digital CRID - Centro de Recursos para a Inclusão Digital Célia Sousa Coordenadora Técnica Escola Superior de Educação e Ciências Sociais Instituto Politécnico de Leiria Campus 1 R. Dr. João Soares Apartado 4045

Leia mais

IMPORTÂNCIA DOS PADRÕES DE DESENVOLVIMENTO WEB

IMPORTÂNCIA DOS PADRÕES DE DESENVOLVIMENTO WEB IMPORTÂNCIA DOS PADRÕES DE DESENVOLVIMENTO WEB Isadora dos Santos Rodrigues, Tiago Piperno Bonetti Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil isadora.santosrodrigues@hotmail.com, bonetti@unipar.br

Leia mais

Siep / Renapi Campus Bento Gonçalves / RS Jucélia Almeida DESENVOLVENDO UM SITE ACESSÍVEL

Siep / Renapi Campus Bento Gonçalves / RS Jucélia Almeida DESENVOLVENDO UM SITE ACESSÍVEL Siep / Renapi Campus Bento Gonçalves / RS Jucélia Almeida DESENVOLVENDO UM SITE ACESSÍVEL Web para todos De acordo com Cifuentes(2000), Caplan(2002) e Dias (2003), entende-se por acessibilidade à rede

Leia mais

Acessibilidade nos sites das Instituições da Rede Federal de EPT

Acessibilidade nos sites das Instituições da Rede Federal de EPT Acessibilidade nos sites das Instituições da Rede Federal de EPT Maurício Covolan Rosito Gerente do Núcleo de Bento Gonçalves do projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI Everaldo Carniel Pesquisador

Leia mais

Acessibilidade em Sites e Sistemas Web: estudo das tecnologias acessivas e diretrizes de acessibilidade web

Acessibilidade em Sites e Sistemas Web: estudo das tecnologias acessivas e diretrizes de acessibilidade web Acessibilidade em Sites e Sistemas Web: estudo das tecnologias acessivas e diretrizes de acessibilidade web Victor Adriel de Jesus Oliveira, Vânia Cordeiro da Silva Ciência da Computação Universidade Estadual

Leia mais

e-mag 3.0 Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico Projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI SETEC/MEC Andréa Poletto Sonza

e-mag 3.0 Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico Projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI SETEC/MEC Andréa Poletto Sonza e-mag 3.0 Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico SETEC/MEC Andréa Poletto Sonza Brasília, 21 de Setembro de 2011 e-mag Acessibilidade Conceitos Por que acessibilidade? e-mag Histórico Versão 3.0

Leia mais

Scrum-Half: Uma Ferramenta Web de Apoio ao Scrum

Scrum-Half: Uma Ferramenta Web de Apoio ao Scrum Scrum-Half: Uma Ferramenta Web de Apoio ao Scrum Diego R. Marins 1,2, José A. Rodrigues Nt. 1, Geraldo B. Xexéo 2, Jano M. de Sousa 1 1 Programa de Engenharia de Sistemas e Computação - COPPE/UFRJ 2 Departamento

Leia mais

Reuso de Software. Caixa Postal 10.011 CEP 86057-970 Londrina PR Brasil. cezbastos@gmail.com, jgpalma@uel.br

Reuso de Software. Caixa Postal 10.011 CEP 86057-970 Londrina PR Brasil. cezbastos@gmail.com, jgpalma@uel.br Reuso de Software Cezar Bastos Filho 1, Jandira Guenka Palma 1 1 Departamento de Computação Universidade Estadual de Londrina (UEL) Caixa Postal 10.011 CEP 86057-970 Londrina PR Brasil cezbastos@gmail.com,

Leia mais

Accessed : 18-Sep-2015 22:55:16

Accessed : 18-Sep-2015 22:55:16 Acessibilidade web em ambientes informacionais digitais: o olhar da ciência da informação Author(s: Published by: Persistent URL: DOI: Cusin, Cesar Augusto; Vidotti, Silvana Aparecida Borsetti Gregorio

Leia mais

Usabilidade e Acessibilidade na Web: Uma análise destes conceitos do ponto de vista de um deficiente visual

Usabilidade e Acessibilidade na Web: Uma análise destes conceitos do ponto de vista de um deficiente visual Usabilidade e Acessibilidade na Web: Uma análise destes conceitos do ponto de vista de um deficiente visual Gláucio Brandão de MATOS 1 ; Alisson RIBEIRO 2 ; Gabriel da SILVA 2 1 Ex-aluno do Curso Superior

Leia mais

Estudo Comparativo Utilizando uma Ferramenta de Avaliação de Acessibilidade para Web

Estudo Comparativo Utilizando uma Ferramenta de Avaliação de Acessibilidade para Web Estudo Comparativo Utilizando uma Ferramenta de Avaliação de Acessibilidade para Web Timóteo Tangarife Laboratório de Ergonomia e Usabilidade de Interfaces - LEUI Progr. Pós Graduação em Design/ PUC-Rio

Leia mais

PADRÃO DAISY 3 ou NORMA ANSI/NISO Z39.86-2002 SOLUÇÃO UNIVERSAL?

PADRÃO DAISY 3 ou NORMA ANSI/NISO Z39.86-2002 SOLUÇÃO UNIVERSAL? PADRÃO DAISY 3 ou NORMA ANSI/NISO Z39.86-2002 SOLUÇÃO UNIVERSAL? Ana Isabel B. B. Paraguay - Faculdade de Saúde Pública/USP - São Paulo Lêda Lúcia Spelta DATAPREV Rio de Janeiro - RJ Miriam Hitomi Simofusa

Leia mais

Acessibilidade dos sítios web dos governos estaduais brasileiros: uma análise quantitativa entre 1996 e 2007*

Acessibilidade dos sítios web dos governos estaduais brasileiros: uma análise quantitativa entre 1996 e 2007* issn 004-76 Acessibilidade dos sítios web dos governos estaduais brasileiros: uma análise quantitativa entre 996 e 007* André Pimenta Freire** Mário de Castro*** Renata Pontin de Mattos Fortes**** S u

Leia mais

Práticas de IHC versus Processos de Engenharia de Software: Uma Análise para Adoção

Práticas de IHC versus Processos de Engenharia de Software: Uma Análise para Adoção Práticas de IHC versus Processos de Engenharia de Software: Uma Análise para Adoção Joyce Cristina Souza Bastos 1, Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira 1 1 Faculdade de Computação - Instituto de Ciências Exatas

Leia mais

TECNOLOGIAS WEB AULA 8 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD

TECNOLOGIAS WEB AULA 8 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD TECNOLOGIAS WEB AULA 8 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD Objetivos: Apresentar os principais problemas de acessibilidade na Internet. Apresentar as principais deficiências e as tecnologias de apoio.

Leia mais

ENGENHARIA DE USABILIDADE Unidade V Acessibilidade à Web. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com

ENGENHARIA DE USABILIDADE Unidade V Acessibilidade à Web. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático Conceitos e Importância Projeto e desenvolvimento de Web acessível Acessibilidade É o processo e as técnicas usadas para criar

Leia mais

Relato das experiências da área de IHC nos cursos de graduação e ações na universidade

Relato das experiências da área de IHC nos cursos de graduação e ações na universidade Relato das experiências da área de IHC nos cursos de graduação e ações na universidade Isabela Gasparini, Avanilde Kemczinski Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) Motivação IHC está relacionada

Leia mais

Uma proposta de um processo prático para apoiar o reuso de software

Uma proposta de um processo prático para apoiar o reuso de software Uma proposta de um processo prático para apoiar o reuso de software Rosangela Kronig (UNIP) rkronig.mes.engprod@unip.br Ivanir Costa (UNIP) icosta@unip.br Mauro Spínola (UNIP) mspinola@unip.br Resumo A

Leia mais

Introdução. Ciência da Computação DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES PARA WEB. Claudinei Dias email: prof.claudinei.dias@gmail.com

Introdução. Ciência da Computação DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES PARA WEB. Claudinei Dias email: prof.claudinei.dias@gmail.com Ciência da Computação DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES PARA WEB Introdução Prof. Claudinei Dias email: prof.claudinei.dias@gmail.com INTERNET Criada a ARPANET em 1970 com a finalidade de conectar departamentos

Leia mais

escanner: uma ferramenta para validação de páginas Web segundo o e-mag - Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico.

escanner: uma ferramenta para validação de páginas Web segundo o e-mag - Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico. escanner: uma ferramenta para validação de páginas Web segundo o e-mag - Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico. Victor Adriel de Jesus Oliveira¹, Vânia Cordeiro da Silva² ¹Instituto de Informática

Leia mais

Boas Práticas para Acessibilidade Digital na Contratação de Desenvolvimento WEB

Boas Práticas para Acessibilidade Digital na Contratação de Desenvolvimento WEB Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão Secretaria de Tecnologia da Informação Departamento de Governo Digital www.governoeletronico.gov.br Boas Práticas para Acessibilidade Digital na Contratação

Leia mais

APLICAÇÃO DE CRITÉRIOS DE USABILIDADE EM FERRAMENTA DE INCLUSÃO DE CONTEÚDOS ACESSÍVEIS NO MOODLE PARA CEGOS

APLICAÇÃO DE CRITÉRIOS DE USABILIDADE EM FERRAMENTA DE INCLUSÃO DE CONTEÚDOS ACESSÍVEIS NO MOODLE PARA CEGOS APLICAÇÃO DE CRITÉRIOS DE USABILIDADE EM FERRAMENTA DE INCLUSÃO DE CONTEÚDOS ACESSÍVEIS NO MOODLE PARA CEGOS APPLICATION OF USABILITY CRITERIA ON THE TOOL OF INCLUSION OF ACCESSIBLE CONTENT ON MOODLE FOR

Leia mais

APRENDENDO SOBRE ACESSIBILIDADE

APRENDENDO SOBRE ACESSIBILIDADE APRENDENDO SOBRE ACESSIBILIDADE E CONSTRUÇÃO DE WEBSITES PARA TODOS Vagner F. de Santana vagner.santana@students.ic.unicamp.br Leonelo D. A. Almeida leonelo.almeida@ic.unicamp.br M. Cecília C. Baranauskas

Leia mais

SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA 2014 FORMULÁRIO PARA SUBMISSÃO DE PROJETOS

SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA 2014 FORMULÁRIO PARA SUBMISSÃO DE PROJETOS SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA 2014 FORMULÁRIO PARA SUBMISSÃO DE PROJETOS Formulário para submissão de projeto Dados do Projeto e do (a) Orientador (a) do Projeto Título do Projeto: Um aplicativo

Leia mais

Spider-PM: Uma Ferramenta de Apoio à Modelagem de Processos de Software

Spider-PM: Uma Ferramenta de Apoio à Modelagem de Processos de Software Spider-PM: Uma Ferramenta de Apoio à Modelagem de Processos de Software Renan Sales Barros 1, Sandro Ronaldo Bezerra Oliveira 1 1 Faculdade de Computação Instituto de Ciências Exatas e Naturais (ICEN)

Leia mais

Uma Abordagem para Gerência Estratégica de Portfólio com Foco na Seleção de Projetos

Uma Abordagem para Gerência Estratégica de Portfólio com Foco na Seleção de Projetos Uma Abordagem para Gerência Estratégica de Portfólio com Foco na Seleção de Projetos Adler Diniz de Souza 1,2, Ana Regina Rocha 1, Gleison Santos 1, Tiago Vinícius Paiva do Carmo 2, Douglas Batista Alexandre

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Web

Desenvolvimento de Aplicações Web Desenvolvimento de Aplicações Web André Tavares da Silva andre.silva@udesc.br Método de Avaliação Serão realizadas duas provas teóricas e dois trabalhos práticos. MF = 0,1*E + 0,2*P 1 + 0,2*T 1 + 0,2*P

Leia mais

Os idosos e as barreiras de acesso às novas tecnologias da informação e comunicação

Os idosos e as barreiras de acesso às novas tecnologias da informação e comunicação Os idosos e as barreiras de acesso às novas tecnologias da informação e comunicação Marília Matias Kestering Tavares Universidade Federal de Santa Catarina marilia.kestering@gmail.com Samara Tomé Correa

Leia mais

TÍTULO: UM ESTUDO CONCEITUAL SOBRE CERTIFICAÇÃO DE SOFTWARE EMBARCADO AERONÁUTICO

TÍTULO: UM ESTUDO CONCEITUAL SOBRE CERTIFICAÇÃO DE SOFTWARE EMBARCADO AERONÁUTICO TÍTULO: UM ESTUDO CONCEITUAL SOBRE CERTIFICAÇÃO DE SOFTWARE EMBARCADO AERONÁUTICO CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: COMPUTAÇÃO E INFORMÁTICA INSTITUIÇÃO: FACULDADE ANHANGUERA

Leia mais

5 Diretrizes e recomendações para promover a acessibilidade web

5 Diretrizes e recomendações para promover a acessibilidade web Diretrizes e recomendações para promover a acessibilidade web 171 5 Diretrizes e recomendações para promover a acessibilidade web Atualmente existem vários documentos internacionais que propõem regras,

Leia mais

Prof. Dr. Ivanir Costa. Unidade III QUALIDADE DE SOFTWARE

Prof. Dr. Ivanir Costa. Unidade III QUALIDADE DE SOFTWARE Prof. Dr. Ivanir Costa Unidade III QUALIDADE DE SOFTWARE Normas de qualidade de software - introdução Encontra-se no site da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) as seguintes definições: Normalização

Leia mais

WWW - World Wide Web

WWW - World Wide Web WWW World Wide Web WWW Cap. 9.1 WWW - World Wide Web Idéia básica do WWW: Estratégia de acesso a uma teia (WEB) de documentos referenciados (linked) em computadores na Internet (ou Rede TCP/IP privada)

Leia mais

Acessibilidade Introdução. M. Cecília C. Baranauskas Instituto de Computação

Acessibilidade Introdução. M. Cecília C. Baranauskas Instituto de Computação Acessibilidade Introdução M. Cecília C. Baranauskas Instituto de Computação Acessibilidade - Demo Esta parte é baseada no video em http://www.doit.wisc.edu/accessibility/video Liste os principais problemas

Leia mais

Web Design Aula 01: Conceitos Básicos

Web Design Aula 01: Conceitos Básicos Web Design Aula 01: Conceitos Básicos Professora: Priscilla Suene priscilla.silverio@ifrn.edu.br Motivação Motivação Motivação Motivação Roteiro Introdução Papéis e Responsabilidades Construindo um site

Leia mais

Noções Sobre: Usabilidade Web Móvel

Noções Sobre: Usabilidade Web Móvel Noções Sobre: Usabilidade Web Móvel Igor Goes Pontes Franklin Magalhães Ribeiro Junior Maria Augusta Silveira Netto Nunes Railan Xisto Silva Christiano Santos Ferreira de Santana Suzana Leitão Russo Henrique

Leia mais

Proposta de abordagem de desenvolvimento de software orientado a modelos para empresas

Proposta de abordagem de desenvolvimento de software orientado a modelos para empresas Proposta de abordagem de desenvolvimento de software orientado a modelos para empresas Tânia Eiko Eishima 1, Jandira Guenka Palma 1 1 Departamento de Computação Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Leia mais

Interface BVS-Site. Arquiteturta e Personalização da Interface

Interface BVS-Site. Arquiteturta e Personalização da Interface Interface BVS-Site Arquiteturta e Personalização da Interface Julio Takayama takayama@bireme.ops-oms.org Desenho Gráfico e Interfaces DGI-GA BIREME/PAHO/WHO Tópicos Arquitetura da BVS Modelo de Interfaces

Leia mais

Arquitetura para Adaptação de Cursos na Modalidade de Educação a Distância empregando Objetos de Aprendizagem

Arquitetura para Adaptação de Cursos na Modalidade de Educação a Distância empregando Objetos de Aprendizagem 266 - Encontro Anual de Tecnologia da Informação Arquitetura para Adaptação de Cursos na Modalidade de Educação a Distância empregando Objetos de Aprendizagem Naidú Gasparetto de Souza1, Sidnei Renato

Leia mais

+Acesso Ferramenta para análise da Acessibilidade em sítios Web

+Acesso Ferramenta para análise da Acessibilidade em sítios Web +Acesso Ferramenta para análise da Acessibilidade em sítios Web P.A. Alves 1 y R.A. Esteves 2 1 Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Bragança, http://www.estig.ipb.pt/homepages/palves

Leia mais

Dublin Core e MARC 21 : um estudo de correspondência de elementos de metadados

Dublin Core e MARC 21 : um estudo de correspondência de elementos de metadados Dublin Core e MARC 21 : um estudo de correspondência de elementos de metadados Maria das Dores Rosa Alves¹, Marcia Izabel Fugisawa Souza¹ ¹Embrapa Informática Agropecuária Caixa postal 6014 Campinas, SP

Leia mais

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Aula 2 Computação em Nuvem Desafios e Oportunidades A Computação em Nuvem

Leia mais

TAW Tópicos de Ambiente Web

TAW Tópicos de Ambiente Web TAW Tópicos de Ambiente Web Teste rveras@unip.br Aula 11 Agenda Usabilidade Compatibilidade Validação Resolução de tela Velocidade de carregação Acessibilidade Testes Nesta etapa do projeto do web site

Leia mais

Métrica para Acessibilidade em Software usando Análise de Pontos de Função

Métrica para Acessibilidade em Software usando Análise de Pontos de Função Métrica para Acessibilidade em Software usando Análise de Pontos de Função Trabalho de Conclusão de Curso Engenharia da Computação Henrique Specht de Souza Monteiro Orientador: Prof. ELIANE MARIA LOIOLA

Leia mais

Usabilidade de Aplicações SIG Web na Perspectiva do Usuário: um Estudo de Caso

Usabilidade de Aplicações SIG Web na Perspectiva do Usuário: um Estudo de Caso Usabilidade de Aplicações SIG Web na Perspectiva do Usuário: um Estudo de Caso Juliano Schimiguel, M. Cecília C. Baranauskas, Claudia Bauzer Medeiros Instituto de Computação Universidade Estadual de Campinas

Leia mais

INSTITUTO DE COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS

INSTITUTO DE COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS INSTITUTO DE COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Jogos com Propósito e Construção de Conhecimento em Design R. Romani M. C. C. Baranauskas Technical Report - IC-09-28 - Relatório Técnico August

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DO AMBIENTE EXPSEE SEGUNDO O MÉTODO CATALYSIS

ESPECIFICAÇÃO DO AMBIENTE EXPSEE SEGUNDO O MÉTODO CATALYSIS ESPECIFICAÇÃO DO AMBIENTE EXPSEE SEGUNDO O MÉTODO CATALYSIS RESUMO Este artigo apresenta a especificação de um sistema gerenciador de workflow, o ExPSEE, de acordo com a abordagem de desenvolvimento baseado

Leia mais

Capítulo 2 Usabilidade... 24 2.1 Definição de usabilidade... 25 2.2 Resumo... 39 2.3 Leitura recomendada... 39

Capítulo 2 Usabilidade... 24 2.1 Definição de usabilidade... 25 2.2 Resumo... 39 2.3 Leitura recomendada... 39 Prefácio... IX Lista de Siglas e Abreviaturas... XIII Lista de Figuras e Quadros... XVI Capítulo 1 Portal web... 1 1.1 Definição de portal web... 3 1.2 Portal corporativo... 8 1.3 Resumo... 22 1.4 Leitura

Leia mais

Acessibilidade Web na Universidade O que é? Por quê? Como Fazer? Amanda Meincke Melo amanda.melo@unipampa.edu.br http://ammelobr.blogspot.

Acessibilidade Web na Universidade O que é? Por quê? Como Fazer? Amanda Meincke Melo amanda.melo@unipampa.edu.br http://ammelobr.blogspot. Acessibilidade Web na Universidade O que é? Por quê? Como Fazer? Amanda Meincke Melo amanda.melo@unipampa.edu.br http://ammelobr.blogspot.com/ 2 Agenda Conceitos Acessibilidade Web Cenários Estudos de

Leia mais

AGENDA. O Portal Corporativo. Arquitetura da Informação. Metodologia de Levantamento. Instrumentos Utilizados. Ferramentas

AGENDA. O Portal Corporativo. Arquitetura da Informação. Metodologia de Levantamento. Instrumentos Utilizados. Ferramentas AGENDA O Portal Corporativo Arquitetura da Informação Metodologia de Levantamento Instrumentos Utilizados Ferramentas PORTAL CORPORATIVO Na sociedade da informação é cada vez mais presente a necessidade

Leia mais

Criação e publicação de um dataset de dados interligados das edições passadas do Simpósio Brasileiro de Banco de Dados

Criação e publicação de um dataset de dados interligados das edições passadas do Simpósio Brasileiro de Banco de Dados U NIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA 2 0 1 2. 2 Criação e publicação de um dataset de dados interligados das edições passadas do Simpósio Brasileiro

Leia mais

Sessão de Esclarecimento. Curso de Webdesign

Sessão de Esclarecimento. Curso de Webdesign Sessão de Esclarecimento Curso de Webdesign Alguns factos: A industria de serviços de Webdesign representa um mercado de $24B apenas nos EUA. Todos os meses são publicados cerca de 16M novos websites.

Leia mais

DISPONIBILIZAÇÃO DE SERVIÇOS BASEADOS EM LOCALIZAÇÃO VIA WEB SERVICES

DISPONIBILIZAÇÃO DE SERVIÇOS BASEADOS EM LOCALIZAÇÃO VIA WEB SERVICES DISPONIBILIZAÇÃO DE SERVIÇOS BASEADOS EM LOCALIZAÇÃO VIA WEB SERVICES GRACE KELLY DE CASTRO SILVA, PATRÍCIA MARIA PEREIRA e GEOVANE CAYRES MAGALHÃES (ORIENTADOR) CPqD Centro de Pesquisa e Desenvolvimento

Leia mais

PRnet/2013. Linguagem de Programação Web

PRnet/2013. Linguagem de Programação Web Linguagem de Programação Web Linguagem de Programação Web Prnet/2013 Linguagem de Programação Web» Programas navegadores» Tipos de URL» Protocolos: HTTP, TCP/IP» Hipertextos (páginas WEB)» HTML, XHTML»

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE - SGPS

SISTEMA DE GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE - SGPS SISTEMA DE GESTÃO DE PROJETOS DE SOFTWARE - SGPS Lilian R. M. Paiva, Luciene C. Oliveira, Mariana D. Justino, Mateus S. Silva, Mylene L. Rodrigues Engenharia de Computação - Universidade de Uberaba (UNIUBE)

Leia mais

Uma Integração entre Ferramentas de Gerência de Projetos Utilizando XML

Uma Integração entre Ferramentas de Gerência de Projetos Utilizando XML Uma Integração entre Ferramentas de Gerência de Projetos Utilizando XML Edson Leandro de Araújo Silva 2, Adailton Magalhães Lima 1,2, Ernani de Oliveira Sales 1, Anderson Jorge Serra da Costa 2 1 Laboratório

Leia mais

Documento de Requisitos

Documento de Requisitos Documento de Requisitos Projeto: Data 26/05/2005 Responsável Autor (s) Doc ID Localização Versão do Template Márcia Jacyntha Nunes Rodrigues Lucena Silvia Cássia Pereira Márcia Jacyntha Nunes Rodrigues

Leia mais

SIGECO07 Sistema Integrado de Gestão de Contas Universidade Federal de Lavras PLANO DE PROJETO 23/09/2007 SIGECO07/GERENCIA/PROJETOS/

SIGECO07 Sistema Integrado de Gestão de Contas Universidade Federal de Lavras PLANO DE PROJETO 23/09/2007 SIGECO07/GERENCIA/PROJETOS/ SIGECO07 Sistema Integrado de Gestão de Contas Universidade Federal de Lavras PLANO DE PROJETO 23/09/2007 SIGECO07/GERENCIA/PROJETOS/ ModeloPlanoProjeto_2007_04_24 SIGECO07_PlanoProjeto_2007_09_23 Página

Leia mais

APLICAÇÃO DE BOAS PRÁTICAS DE QUALIDADE DE SOFTWARE NO DESENVOLVIMENTO DE UM PROTÓTIPO DE SISTEMA DE REGISTRO ELETRÔNICO EM SÁUDE ASSISTENCIAL

APLICAÇÃO DE BOAS PRÁTICAS DE QUALIDADE DE SOFTWARE NO DESENVOLVIMENTO DE UM PROTÓTIPO DE SISTEMA DE REGISTRO ELETRÔNICO EM SÁUDE ASSISTENCIAL APLICAÇÃO DE BOAS PRÁTICAS DE QUALIDADE DE SOFTWARE NO DESENVOLVIMENTO DE UM PROTÓTIPO DE SISTEMA DE REGISTRO ELETRÔNICO EM SÁUDE ASSISTENCIAL Cristiane Machado de Vargas 1 Ana Marcia Debiasi Duarte 2

Leia mais

METODOLOGIA PARA PROJETO DE INTERFACES E EQUIPAMENTOS NUCLEARES COM ABORDAGEM CENTRADA NOS USUÁRIOS E NA SUA ATIVIDADE

METODOLOGIA PARA PROJETO DE INTERFACES E EQUIPAMENTOS NUCLEARES COM ABORDAGEM CENTRADA NOS USUÁRIOS E NA SUA ATIVIDADE 6 Disponibilizado no endereço http://www.acaoergonomica.ergonomia.ufrj.br Ação Ergonômica vol 3 nº. 1 (2007) pp. 01-06 METODOLOGIA PARA PROJETO DE INTERFACES E EQUIPAMENTOS NUCLEARES COM ABORDAGEM CENTRADA

Leia mais

Definição de Processos de Workflow

Definição de Processos de Workflow Definição de Processos de Tiago Telecken Universidade Federal do Rio Grande do Sul telecken@inf.ufrgs.br Resumo Este artigo apresenta uma introdução a tecnologia de workflow informando noções básicas sobre

Leia mais

Institucionalização de Processos no Setor de Produção de Software de uma Universidade Federal

Institucionalização de Processos no Setor de Produção de Software de uma Universidade Federal Institucionalização de Processos no Setor de Produção de Software de uma Universidade Federal Fabiana Freitas Mendes 2, Patrícia Gomes Fernandes 3, Caroline da Cunha Mota 1, Rosângela da Silva Nunes 1,

Leia mais

DEFINIÇÃO DE METADADOS PARA O REPOSITÓRIO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM DA EAD - UFSC

DEFINIÇÃO DE METADADOS PARA O REPOSITÓRIO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM DA EAD - UFSC DEFINIÇÃO DE METADADOS PARA O REPOSITÓRIO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM DA EAD - UFSC Projeto desenvolvido junto ao Departamento de EAD/UFSC 2007-2008. Equipe: Profª. Edna Lucia da Silva e Profª. Ligia Café

Leia mais

Projeto Inclusivo de Sítios: Por quê? Para quem?

Projeto Inclusivo de Sítios: Por quê? Para quem? 1 Projeto Inclusivo de Sítios: Por quê? Para quem? 05/2008 Ana Isabel Bruzzi Bezerra Paraguay Faculdade de Saúde Pública / USP anaparaguay@gmail.com Miriam Hitomi Simofusa SERPRO - miriamhs@gmail.com Augusto

Leia mais

Relatório apresentado na reunião em Karlsruher Institut für Technologie Karlsruhe, Alemanha

Relatório apresentado na reunião em Karlsruher Institut für Technologie Karlsruhe, Alemanha Relatório apresentado na reunião em Karlsruher Institut für Technologie Karlsruhe, Alemanha Arquitetura da Informação para o Sistema Brasileiro de Inventário de Ciclo de Vida (SICV BRASIL) Everson Andrade

Leia mais