.. : ''.lndlcjl. logla ExperlmeQtal.do Manguinhos. ~ 16Q. Id~rn,idenl..,.. -.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ".. : ''.lndlcjl. logla ExperlmeQtal.do Manguinhos. ~ 16Q. Id~rn,idenl..,.. -."

Transcrição

1

2

3 .. - ( : V. ".. ~...!.. :.lndlcjl.. Etico Coelho sobro ~ creaçlio do nstituto do Patbo logla ExperlmeQtal.do Manguinhos. ~ 16Q. d~rn,idenl..,.. -.!O ti dcin, idom,,. \...)... Extranhaudo uma tillta. do Diario tlo Congresso Sol>r? u. crea.ca!ofdo lnstlt!lto llxpotlmont~lde Manguinbo~ Propondo se consigno n~ acta monção honrosa aos nomes do- Alftedo Madureira e Monteiro Man~o,. Dando uma explicação passo~!,.,,,,, 4UO Feliciano Penun. sobro a creuciio do nstituto do Pu.thologili ExperlmÓntal do Mangulnhos Da.ndo. uma._. explicação _pcssoo.l.." _ 320 Sobre a preténçiio de ó. EmUla Josophlna Mello, ,.. F1anci&oo.Glycerio sobre o. redacição da.s omendas,.. do.senado.d. prjposlçilo da Camllla, roln.tiva u. soldo aos voluntarlos da,patrla.,. Dando uidq. explicação pessoal,.,... ~ Sol(re a equiparação de vencimentos dos empregn.dos. da Escola "., Paga,..,jf\. Polytecbnicu..,. 29 sobre a nlio suqpensão do jqlgamelito da p~rtllba. : : ; ao.. lde,rn, idem; t, o t,,,,.o o.31 sobre o direito _das, rámlllas: dos voluntarlos_ da. PÁtria flll,, lecldop ~mlllco!j1bate..,,,, _;, 50 Sobre a extensão ao tenente,.toiio Phlladelpho.dn Cunha, da... oicilpç~ do art. da lei n.- mil, do ;,, - _ 75. sobre a cominlsiãoe anttg.adade de posto do:ttiãento AntOnio. ~.. ~ "r ,,,... lo. \l <Nettode A~ambuja....:~:,.-!),. 92 -ldeal; idetit ~--- -! -....".~ -~-. :,~~1;:~\-: : oo., --~._,...r.._,. Propondo- menqllc!lbonrosa aos nomes do AlfJedo Madurolra e ~-. M 1 M ~f.,..._q... l ~.. - stl -,.~ ::. onig ro _auao_,:.,., -.; -.. ~ :: :.-_ )~5..._,,.,..,. i ~ ~ a~t~o~::~~~od~ree~~~::s.~:_;:t~~~~: ~[/~~~ -~ : t \. -.-da_-ldos-.,.,,.,,., [ :,, ",, +.,, o, ~,,.:..,,., -\, :,. Oll~elra Fi,::uelreclo sobro a niio suspàósiio do julgo:;. 1 \;} -mtiptõ,dépaltilha.s ~-.~. ;-~...- ~~:"._~.:._30-1, ~D."l};"~.. ~ :. \ ; ;,,. ~~J~7t_,, ~~~,, \,..,,,. ;jo L.. i ~. ~;... <.>. t\~ ~.".. -::....,... t..,l.., ~.. ~... J " lo ; jl,....,, ",..~.

4 ..-r..., : "~.,, -~ NDCE.. :"t t.i~-.....! Sobre o mesmo Ílssumpto. ; Sobre aprlitenção do D, Emlllo.Josepbinii:Mello.. Pires Ferreiro. sobre sàldo aos voluntarlos da Piltria Sobre o mesmo as&uinpto.., ;, Sobro o moamo assumpto. ; ; ; ;. v Pags,.S Sobro a :divida dó. Estodo do Piauby 11. Uni[Ó.." ; Sobre o indeforimento do. pretençii.o de D. Ann& COelho de F; guelredo. ~..,......, -~. 38. Sobr~ o direito das vluviis dos voluntarios da Patri&; 47 Sobre a prescirlpoiio em que ncorreu D. Laurinda Ercllla Adelaide da Rocha. ; ;, 91 Sobro SlÍido a voluntarlos da Patrla, ; :.,."194 Sobre a protono~o de D. Eolill~ Josepblno.l\fella : 384 Sobre os vencimentos doa pretores do Dlstrioto Federal,, t - Victorino jlonteiro sobro ÍL commlssiio o a antigtll.. dade de posto íi~ toncntil Antonio Netto do Azambuj~ Sobre negocias da Companhia Docas de SÍ.ntos Sobre O mcsmo assurripto.. ~ - ~ ~....; 197.Sobi-0 o nlemlo á.ssumpto." :.. ~ _. l. - - Sobre O fficbído HSUmpto,,,,,,,,, 27l Sobto ó mesnlo assurnpto..,.., " t-. Sobto o mesmo assumpti>..,,, 411,.,..,.,,,, -,, i~,"...,.., Vir&lllo J)a.~tililio, sobto,os.vone!menlos d~: p~rtelra, awdllar do ensino da olinlea.obstetrioa diih. faculdiidos. do.....,. : ~.... :,.:medicino.~,., :~...,:.:.,.,.~:...,c. 34 Sobre a.applioaqiio da dlsposiqito.da :lei n. 13B.de S93.a.o,... ~;:!;.. :. Dr. JulloJ:~lo.;Palma.,..;...,. 89 Sobro 11 orllaoãó:~o iilitltnto, de. P.lltltologla. Ez,Ílerimental de,... : :: :~~~i::~~ri~~,:~~~~~s~~fs:;. ; -~:..,: :.191 :,,? ,..,.,_ ~-. :.1 De Constitulç~o e Diplomacia. :.... "" -...,.~, -... Sobre a proposiçiio da Cama.ra que manda conshlerar pot aoto1 de :bravura :i commlssito do.aotunl2 tonento.. An,.... i : i.oalo lsettodo Ali~!lhu.la,,.. :; ::;.:, ;..:r.. ;:..:,: :c: ; " _, ".,.. ~. ~, <!... v v -~...

5 o Pnga. Do Fi!!&n911S : Sobr.e u. proposição da Camara relativa. a. concessão de 11 canoa a Ernesto Epamlnondas de Cestro... d~m. i~éll!~ o!ov~ndo ó~,(i~ciinc~tos dos pre~res d~ >i,trlcto Federal....,.... dem,!dom, autorizando a abertura. dos orodltos de 30:000$ o 70;p00$ suppjo~o~ta,re~.is v~~~~s 21l e ~o do ilf~ 45 ~o... oroamento de !~em, ~Bll!, r~ley~ndo a plescrlpgio om que lnoorr~n o 4ireUo de [!. Laur!n4~ Er~ilia. Ad~l~ide da. Rocha para receber pef!sii~ o _me!o ~al~o _...,... ~- 67 dem, idem, autorizando a. abertura do credito do 12:276$398, :....,, aupplementa.r â Terba. é Alfandegas do oroa.montq. ~ de ,.,. -,. 69 dem, dem, autorizando a concessão de licença ao continuo, r,, da Altandega. de Manáos Gonçalo Rodrigues Souto; 70 Sobre a represéjltaqilo do contra dos Vareglstas de Santos, o 0,,, i, reclamando providencias acerca. da. sollagem do marca - dorio.s.,,,, ;,. ~ ~, 70 Sobre o projecto do senado equiparando a.alfandega de Co rumbll. 11 de Para.naguó... Sobro a proposição da Camara,.autcrlzandb a concessão do.,. llcenon. ao escripturarlo da DeleBBcia do Thosouro no. Par4, Josi!Tiiomaz de Aguiar Gusmil.o.,. " - : < dem, dem; relevndo prescrlpçlio em favor.. do Dr, Joilo cordolroda.:graoo..-. :~--.:.,. ~ <--; dem,idàm; autorizando a abertura. do crodlio :do 30:000$ para pagamento de ajudas de custo a consuleauiemovldos. 110 dem, dem; autorizando a concessão de llcenoa ao :esorlptu ra~lo do Theso~ro Ra.ymundp Joil.o. dos R,els Lisboa lu Sobre emendas 4 1 proposloi!o da Camara, creando,.o. nstlt11to. - " " de Pathologla Experimental de Mangulnhos.,. tire a propusloi!o da Camara concedendo ponsiio a D. Aman ".. - dfna Esteves. ~ ,.126 )dom, dem,. mandando pag:ar a D. Maria Mathlldo.Barbosa : de O)l:velra 11 d111erenoa do mel~ soldo~qqe tem:dlrelfo, , ,

6 NDCE V Pngs,... dem, dem, autorizando a concossiio de licença a.o! tanonte machlnisto. da Armada, Aurelio da suvn. Reis,: dem, idem, supprimiod~, no.. Caixa da Oonveràilo, oa togares_ de, presidente o vlce~presidcinto c croando o de director., 132 Sobre o requàrlmeoto ile. D. llm!llà JosophlnO: de Mello, pedindo relov.amento de prascripcilo para receber o melo soldo a qu~ se jaigií comdlreito,,. ;... : 133 Sobro a: proposiciio da Caniara, relevlindo o. prescripqiio em que incorreu o.direito do tirchlvista da Secretaria das Relações Exteriores Eugillilo Ferraz do Abreu, para receber vencimentos.. ;. : 134!dom, ideio, _autorizando a concessão de licença ao alreresalumno Frederico Bueno Horta Barbosa., 134 dem, dem, dem, ao promotor publico do Alto J?ur~s Dr. Ma noel Felippe do Souza Leão ; 135 Sobre o roquorimento de Heracllto Augusto Moreira, fane cionnrlo dos Correio,, pedindo licença, 135 Sobre emendas à proposição da Camara, elevando os venci mantos dos preteres do Dlstrioto Federal ; 295 Sobre a pro;:.oslciio da Cama.ra autorizando a. éoncessiio ile li cençuo conservador de gabinete na. Faculdade demo-. diéina do ltlo.de J~lieiro, Alfredo Jeronymo Coelho da Rolfo.. ;.....;,. 29G dem; dem, autorizando a concessão do prélllio de vingam ao.. -~ oogenbelro civil Dr. Henrique Novaes.,. 297 d -...., ;.. i!.!dom, dem, autorizando a abertura do creditá de.70:000$ para ropreseri.taçito:do Brazil. no XV Congresso dó!jyglono e., Demo;irapbi~ ~,!98 ~ - j -., Sobre. o requerimento.de Paulo Ferreira Alves e Joio Pe- " ". " -~". ~ drelrado Coúto Ferraz, pedindo o conirllctoí,pal-a faze~ rem o ser.v!oo dá cargo, o doscll!go de mercadorias feito pela Alílmdàga do Rio de Janeiro. ;. ; 299 dem, dem, de D. r.ulza auuherri!loij. de Campos, pedindo reverslio do. pensão que percoblllom suas irmãs....., SOO dem, idem, do escr!vão_da.corte de.appella.çiio;;josê Gabriel de Toledo P!Sll,.ÍJedindo licença..,,,,, ;, 301 f W

7 -.. vur ~J?CE.... ~~;.,. Sobte a Ploposiçlio autoriz~ndo a concos~ãu. do. iiconc~ ao 1, t.. juiz iiubitituto leccionai em Mintis aeraos, bachnrorsozino Barbosa do Valia, : ", ;..;. :,.:. 353 dem, idell1,:mâod1úido vigôtat~odtspostçaeii daijprelíminares da Tarifa das Alfandegas : ~..., ;, 354 :.. - >.!dom, idem, autorizando a abertura do credito do 68:570$5116,. para cumprimento do carta rogatória om ravor do ex conlllronto dn Alfnndegu dorto i.lrando do Sul, Norbert.; do Azorcdo Coutinhri. :....,,,, 356 Sobro emond:l Õ. propos!q[o d:l Camara; estaboloconclo as porcontagens a que tem Ílireito oii collcctorer o oscriviicr pela arrecadação das rendas fcdoraos,..: ~, 357 Sobre. a proposição da Cnmara, autorizando n nbortulo do cm. <li to dó 2G:OOO$,:stippiemontar 1L verba «EvolltnaoR» do. otcàinunto do Ministmió <lo otoriol. ; ~,, ~104 dem,.idem, o ctodito de.~5:000$ supplementar á vorbns do. orçamento do Ministerio da ndustria. 361 Ídom,!dom, do 23:551$~84 parti.. occorror a d~spez" DO Alto. Acro.. ~... ~...: : ,... sos s~bre ó requerimento dri Aritonio ét~udlo souto, pedindo relo :,,,. -,,...,...,. va.çrro dilo presórlpçii.o em q 11e incolteu,parn rocebor con > slgnbq1les que lnstituhj om.lavo! lie:rou pne ~."it _.-.. -_._,_ , _., Sobro :t.proporiçuo. d& Camorn. autorizando o empr.ostimo dfl.. s.ooo:ooo$ osterliuos aó Estádode s. Pauto;,.;, ; dem, ld~m, autorizando a nbeilura do ctodito.de 87G:355.$340,.., i,j,, "..... supplemimtiir, pam o sorvi.qo gmn.l.d11o Sande Public11,. 4~1 -;,,... : ~;.. --~.,_...,,.. ". -. r De nstrucolio. Publica.:...,., o oo "t. o,,:,>. ~.;,... :::..,.,.:d Sobro a. propoaioilo d" Camara,. mandando,nppilcar no.prepa... ".... ".. radar nll Faculdade de Medicina da Bah!a, D1;, Juilo Ser"...,,..,.. _.,.,..., " " o.... gio Palma, odisposto na lei n. 138 de.1803,,... ~,., 56 J! -. ~ " o0 ;!~em, dem, conceclondo a.os ostadllnt.es clo;preparatorior uma... sogumla ~pocá de exame ertn ~nno..,,..,..,.,..,..4~7.... :: -~ ;.,,t,: ~ " - - Ue.tustiça. c LoglslncRo :.. : " :... sobro(,,;;,..é1i~imto,(: ~ósoiuçiio i\!iiulot.pilri díàí!tio~amtit -.. ~f -" - l,l.o -, t,. ~.!..._.:,.,,,,. \ <11.-~,., ,,,. <\,..,.. l;.j,~....

8 . o!no CE X PHS~ dos impostos por 10 annot, toiosos que.sc.propuzercm. construir casas para operarias. " Sobre o ~t!todo Prefeito 4 resoiuoiio Municipal, relativa.: a., nomeaoio de a.manueosea ~" :.- -, ~ 141 Sobre a. proposiçlo da Camara, determinando quaes os enioiu: mantos devidos ao pretor e ao ellclrivão pela. celebraoão de casamentos om casas. particulares. 359 ld em. relativa. 11 vitaliciedade dos funo~ionarlos ola.!uitloa... local do.disirloto.federal...,.., t. 361 De Marinha c Guerra: Sobre a P10posloão da Camara;. determinando.o, maneira por que eleve ser nsideru.da, a. commlssiio do actlhll2 te-.. nentc ela.cavallarla, Antonio Netto de Azambuja. lú!dom tornando ellenslva no 2~ tenente.!oito Pblladeipho cl:~ Rocha, a excepoão do alt. " ela lei de 7 de janeiro de 1909 t., t,f t_ t, t,f.t.,f,_.;, t.: Sobre o requerimento do 2 tenente Antenor dos Santos.Cruz. Pereira de Abreu,roiativamcnte a eontagem de Slla an tiguidade ;. -,. ~ ~ : ~- _.. 18 Sobr. a proposiqiio ela: Co.mara maudaudo considerar por acioadebravattl. a promoção: do c~pitfiomarcà Antnnio :: TellefiFerrelra ;,-. :, -;.-~:-.. ~-.: _170 idem éóncedilndo-vantagiln8 811peclac aos enfermelrari~m6te8.... do exercito grndlllliloll, que tivc!orn 20 : Í\QÍOR. aoi bonr!.. servioo8 ~-,:.,.- -., _ ~..--.(.. ;~.>:~ Sobre o roquorlineoto de D Anna. COelbo dê Figueiredo, pe;.. dindo olcviiqio da pelllão, que reoebe.. : 890. "-,~,.....,.,..,. _, dem de D; Maria Valller Cavalcanti de Aaaumpçi!o, pedindo, 0, - -,, O, t, o Pll8&mento do soldo por inteiro deizado por seu ma \: " Sobro n. emenda 1lo Seuado. A propostoiio da Ca.mal:l,. rela. ti va., : - ~,, : o, -, rido~- ~,.,,, : ~-,...,. S90_. ii contagem do tempo de serviço dos olllciaes e praon~. \> que ftaeram p11r1e das roroan mn.uttdo.s no,j111rasnay,após.,.. ~~osuorra., li, ;i i.,~ i 1, ; 1 ~:iii,,. 17._,._.

9 X ; NDCJ:. o Paga, Í>e Otiro.s.Pnbllcas o EmpreZÍPrlvlleg!adas:, >, Sobre o roqúcrlmonto. de Sto1fen Scbnacb Mlillcr & Gomp. -.. pedindo a conce~siio de umo. estrada do ferro que Uguo, a, bacio. da Prata ti. do.amazonas.:.,,,,,, Do. Redacção : Redigindo a emendo. do Senado 11 proposição do. Gamara, cono.eedendo llcença ao procurador da Republica no Estado do Amazonas, bacharel Joiío Pinto Martins do Oliveira o dem,!dom, a proposição da Gamo.ro., ré Mi vo. o. pàgo.monto do soldo aos voluntarios da PÍitrio.... ; s dem, dem, 11. proposiçiió da Gamara, regulando as férias roronses...-., : ; ; 46 dem o projecto dó Solio.do, concedendo 11 viuva o 11. filho. do. Visconde d8 S. Luiz do Maranhão a pensão mensal do 300$000~ dem o projecto do Senado augmontando os vencimentos das.,. parteiras auxiliares do ensino rias Faculdades : do Mo-.. dio~na ;... dem a emenda do Senado fi proposição da. Gamara, sobro contagem de tempo do serviço do cn.pitilootenento honoo rarlo Joiío Cordeiro da Graça... o, dem, dem, 11. proposição do. Gamara, supprlmindo lagares na catudo_oonvellio....:... ~ -... >.,... dem o projecto do.seriad!), equiparando a al!andogo. do Co ,._,.. rumbll s. do Paranr.gu4,,. o. :.., Proposições do. Gamara dos Deputados.:.,. :- :,.. J.., -. Determina quaes os omciaes que ftcn.m comprebondidos na ;.. : eltcspçlio do o.rt. da. lo! n.. 981,.do 7 de janolro de,190s, " para o ftm do contarem antiguidade das datas das raspe. otl~o.s :commt.~~õe_s _. ~ :... -~.., _. _... ;- ;-. :., 44,, Auiorlza. o Governo. a emprestar ao Estado do S; Paulo o.té:.a quantia de s.ooo.ooó do "librlll esterlinas. ; ~ (4. ".....iji~ ~:..... r

10 ,,. i..;;~ ~... lf-,!nd!oe..li :. Pogs. Autorizo. 11 conoesaio de llconono 1 tenente mo.cbinlsto.. da Armado.. Aurelio do. Silva. Reis. 44 Approva. 11 Convonoio lnternaoiono.l Rlldlograpblca, conoluida em Berlim o. 3 de novembro de ; 4lí Permltto qno os fnncciono.rios publicas civis!ederaes oon signem menslmento il ASBOciaoão dos Funcoiono.rios Pu blicos Civis atê 2/3 de seus ordono.dos : 45 Supprime os Jogares de presidenta e vice-presldente da catu. de Converslo e crell o cargo do dhector. ;.. 45 Manda. desarranchar os enfermolroa mores graduados que ti verem 20 annos de bons ierviços, no.s oondlçl!es que ostábelece....,... ~ : Autorizo. a concessão de licença 110 oscrlptura.rlo da Dele. gaclá FlsÓal do Thosouro no Amo.zorie.e, Lulz Egydlo Martins de Lemos.,.. ; ;...." 73 Autorizo. a concessão do llcenoo. ao tolegro.pblsta. Francisco Corrlla Pinto.. : 73 dem, idem, ao juiz substituí~ seoclcna.l em Mlne.e Geraes, Sezino Barbosa. do Vo.lle..,, 74 dem, dem, ao conservador de go.bin~to na FaÓuldade de Me- dlclno. do Rio de Janeiro, Al!redo Jeronymo Coelho da Ros& i4 Autorizo. a concesaão do premio do viagem a. que tem direito o bo.cbo.rel Antonio Mo.ximo N~guelra Penido,, :. 74 Fixo. o. de11peza. do" Minlsterio do.s Relo.oiles E~teriores para o exerclclo de :.,. 85. Mando.. vigorar as disposições do o.rt. 2, 3tl de.e Prelimi:. no.res. do. Tarif~ das Alfl11idegas, 86 Autorizo. o. conoossão do premio de viagem a que to i Julgado.. com dlrelto o engenheiro civil Dr. l!enrlquede Novaes Flxaasforoasdi!terraparo. oeitercia!ode 1908,.; : 103. Crea. vice~consüiados nas cidades de. Artlgas, San Eugenio.e So.ntil Roa~ no Estado Oriental do uruguo.y:. 105 concede aos dentiste.e. diplomados pelo. Escalo. de Odontologia de. S. Paulo, o.nteii do seu reconbecboento otllcial, os di- : reltoj,o regalias qüe docorreni: deài$ reoojibeàlmento. 105 it~. ~ \. ~

11 ,.. J.,...,,,.. X.. NDCE u... -:,.. Pngs. Autorlla. a abbrtura. do credito noceasarlo pura pagamonto de parte dos.venclmentola que,tem direito o director ) oulros tuncelonurlós da Escola. Quinze de Novembro, 105 Apprava a. Conveuoão.Postlll unlversal sobre permatu. do o e cai:ua, com o valor. deó1arado e o Aocôrdo sobro o servloo. de vales poat&es conclui dos em Roma a iio de mala de 1900,.... ;;, ~ ~., 100 Autoriza a abertura do credito do 70:000.$ para dospezdb com.. a rep~ent&qão.do BraZu llo XV. Congresso nternaolonal. dohygleno,odemographla,a reunir-se em Berlim. 193 Autoriza a abertura do credito de i99:080.$ para tormlnaoão.. das obras.do Quartel do Corpo de Bombeiros.. : dem, dem, do 68:570$576.para cumprlmento.dn. ca\ta roga,. tnrla.. orpedlda om,jàvor do elt conterente. da Al11!.ndoga.. do Rio. Grande do Su1,Norberto.do.Azorodo Couilnho,, 26n dem, dem, do.2.164:371$548 para saldar todas as.despeziis :feitas com a oonatrucção do ed111clo destinado àcallta da.. Amortlzaoio,,.. i.,,.,... ~.....,. ~.,,. r. 209 dem, dem, Íle87.6:335.,a40i1Upplomentará.vorba.21 do art. 2.,,. dalel.. n. l de 1906.,, " : ;. ",,.:., 269 dem, dem,. do. 45:065.~705 P&lll :cump~lmonto da. carta pra-.. caloria expedida.om Jà~or.. do dlrectoi aposentado do. Tbàsouro~ Carlos Pintó de.figuetredo...,,,, o <, Aator!Za. concessão de am a. uno.de licença ao lente da Facul, dado de,dl~olto de S. Pau!o, Dr. Alt.redo ;Moreira do. BarrosOJivetra: Llmn.,.,:.- -,.. ~...,::, dem,!dom, ao 3 escrlptumrlo dií Alfandega da ~bla,. a~-., mualdojustlno, Nelto,. i... é.,. 270 :Autoriza a abertura do credito do 6:000$ para~mento -... ~, do, a1ugeel da Clllla. om que funcclooâ~o ilstltuto de. Pto,o,. ~" 1ecgão e Aullltcncla 4 ntaocla. do Rio de Janeiro 271 dem,!dom, de.!.500:000$; p~pol; para oocorlor 1\ despí!zm.. da Entada de Ferro Centraldo Brazll,., 313 Eleva os veliclmentoa doa Uels doa guardllll dn lntoodeí!ola. Girai iiá Oiuill~ i. i.i i j r,. í j. ae?..

12 i.. J,,.,.. J ::\. ~;,., ~-~ ~~ ;:~~ : > /;.,,.... ~-.,. ":.,..... NDC!l Xi. Pags... Autorlz~ a conccssiio, no ccrronte anuo, do uma segunda época. tio eumos aos ostudante&,de PLopaLatorlos,,,,,.,, ; 3:17 Concedo a pensão, de 120$ mcnsaôj a D., PhllomeÚu.Nunos : t. do: Mello. o ~ua,111ínt,~o!suai ~~~.;.,,.,.,..:" 328 Approvu. o, protocollo, ~justa~o; e. firm~do. antro, o BLazll, o,, a ;.,. Bollvi!L contendo.... lnsilucqüos soule o loconboclmonio do ~ \ ~ :. Rio Verdo_e suas cabccalra.s cl Autoriza a concessão do um anuo do llconca ao D1 los!! do Souza. Pond~, nspector da sa.udo do polo da SuLgipo 328 Autoriza a concessão gratuita 1\ Assochw1io Aram\Juana. do Jlenellconcla, das terras do o~tincto onca~ollaclo do Santo Antonio do Araca.jú, nos suburbios da Ca.pltnl do Estado do Serslpe Autoriza a LU~Ltricula, om 1908, na Escola do Altllhnria o Engenharia, dos ex alumnos da Escola Militar 388 Autoriz~ a aborturí do credito de 80:000$, supplementar, para despezas com a roprcsontaçiio do ilrazil nos con gtessoslntornacionaos que se reuniram durante o corronlo axeroicio do 1907 ; Eleva os vcnoimentos dos empregados oivis dos hospltaos mili to.res...,, 410. Dispõe sobro a trailsoripção do titulos de transmissiio do lm.. movais susoaptlvels da hypothaoa o dos do lnstltuiqões da onus roaei!, bem oomo sobro a insoripçiio do hypotheoas 435 MÍLnda contar ao cíipltão do fragata graduado commlll8llrio da armada, reformada Pedro Antonio da SU Vl, para os. elfeitos de melhoria de sua racorma, o 1empo om que ser viu oomo operaria do Arsenal de Marinha do Par!l.., JSs Aut~rlza a. conoossiio do licença ao contador da Dologaola Fiscal. do ThesoULO em Pernambuco, bacharel Thomaz do Lemos Daarte PROJECTOS DO SENADO :. Manda que a nutiguidnda de poslo do 2.ieuento Antenor do$ Santos Cruz Poroira do Abreu, s~jí contada do 14 do ugosto de 1894., , i,j "..,, 1 :r,,, 1. l. ;, í.. ::_:r :-::1.\ v i "...,... 1 ":~ -t..

13 ._ % ~~,..., ~ _,,.,,.,...,,..r;l; :,~ -,~~...,...,-,\"-, 1-:"< ~.. li...,..,,.,,..!"... ~. \ (".,.,,-.".., - J.,..._. i d,.. ii/,,.:..:.: >:: :. i._...:~ ,, _... < < < J,, : : r,. _ o,.,. :..,...,. -, , : ~"~ <.. -~" i-.ti ~~ ;t ).., _,; o.... ;. : ~-.....!,.... o t ;,:...,..,_,- \. :.,. :., _-.._. _..,...-.Pags. -, : FaJ: reyilrter pará: D. Liúia Giillherinloai dli.cam~; un!oa., : libai sobre~ven,te: do. desemliargooor Jóiié lnuocilulil~ de cimpos, apírted& peilsãoi que com Oliai perceblâjiisuas ".-,...,. 1., rmas-... -;. --~,: Auterizni a conaesllão do l!oooa ao ósertviio da. Côrte do Appell~ dodlstriótc 1 Fàderii1Josi! Gabriel detoledo Pisa. :..,.,,,: 11..,.,. "., " ,;,, _, ".: ~--..,.... ;.... " " ",..,.,...., :..>: : J,, ~..!!. i,l.., ,, ),...,.,_ ". :.... \ i...,... i..,.,, ,....,,...." ;,..

14 r....., 1 ". --.,,., -.r,.. i...,. ;,; ~.<;,,. ~ 1-~--. ".. ""!N.,. "... ~..... }t.....,,.. _"\.:,. -!<r...,!!; ".,. ~--"+_,,.~ - ~".-~~~-...,.,!!~, -~;,.~. : 1.:1)..,.., - r. -,..,.. ---~ ,,/-~!} (r_;!),~ ~J/,~, ;-:j..i~:1 :,."; (...!. :. _:,;;:.. ::.,... -, ~, -... ~. :c:<f E N... ~A..,D o CE n E.-R,.A." "! ~ :-:._ ~:...~;":..... n~ ;.,:..: ""...,.. -. ~-.i~:_. -]~/ i i..,..,. - -r-.,;m~:;~ _;t~ - : Ar <.,._,., l....,..-.. ~.... /:.,.. \\,. ::. l ~~~u~ sess~ dajexta BÜslatlim ~, Conlf8~o. Nacioáài ~ , -" --~... :. : _....,:-:~..."!.. ~ -: " SESSÃO EH DE JULO P000i i,l" PresideliCia do Sr. Nilo Peçanha :..... l A moi!l horn depois do meio. dia!lbic Se a sessão.! que. COO" coram os Srs. Senadoras J; Ca.tunda,- Fcrtolra Chaves. Jonatbas. pc~ros!l, SáPoixoitoir, pdptd dof :ara?..u; Urbano :Santos,. Gomes dr/ Castro, Bolfor 1 V o a,- 1 rcs erre 1 ra.!ranolsco :sá, Pedro.. Velho,. Méir<L c S4; Gama e Mollo, Coelho. Lisboa; Gonçalves Ferroirw, ~:::. :Araujo Goos; Vieira Malta; Manuel:-Dua.rto,.Coelho e Ct~mpos,. OUvelra.:Va.ladiio,- Miirtlnho Ga.tcez, Virglllo.. Damazio, Montt.. Freire; Slquclra Lima, Lourenço Baptista., Olivelro Figueiredo, Erice.1 Coelho; Augusto do VllSConcollos;. LaulO: SodrE!, Fcl!cuwo Pcnnn;. 1 Ftancisco Glyccrio,.Altrodo E!Us; Lopes Chnvcs, Brn.. Abrantes,. A. Azoredo, JoaquimMurtinho, Candldo.dc.Abreu;. Xavlcr da Silva, 1i. Brazlllo da. Lu?.,.. Pinheiro Machado,,Julio Ftota c Vlotorlno Mo~tol~o (42).... :,.. # 1!.. Deixam de comparccor, com. cnust~ p:utlclpnda os Srs. Ruy Bntbost~,Buono Brandão, S!Jv_otlo. No.ry,.Justo Chormont. Anlzlo. do, Abreu, Raymundo ;~lrthur; POdto Botges,.>Alvaro Mnchnto;, :;íf Rol!\ o. S!lva,~Horcul!lnO B!lndolra, C loto Nnnes; B~rntil Ribeiro, Frn.ilolsco Su.llas; Urbano. de Gouveia,.Tot~qulni 1 dc Souzt~, Motollo,.,. :liotc!lloiluz;:lamo Mllllor o-folipposchmldt (19) ; o sem commu_.. i. i )...," nl.enqlto os Srs. Pnés do Carvt~lho _o, Sorotlno. V:lo!ta (2)... São SUCCBS!vamonto l!das,,po.itíls em: d!so&lilo o sem dc;bato.. ~, o n.pp!ovadns a nctil da ultima sessão o n do..rounmo. do rl!n 20 do D... ~.,t!ndo -": - "-l....,_..!., ~~ ",\,. VoJ;.m t..~ :. "J,. ",:. j,., j. r., ~...,..,.....tõ..~... f,, -,....,.,. --. ~ } :.. :.. : :-.. ~. r.-- -~". i....,!,r.,,. ::!.. ; ~t:,. t ;. ~l.,,,...,.. bi,~... "....,. ~ :.-!

15 r. ft ~ ~~ 1,, - " :i~ ~ ~ --,.. r;. ~ ~..,, -~ J :{r, ". ~ \ ;.,, ~ ~,, 1 :J: r..., i J <,,..,, :o: i :;1,. i ~. it, -~ :,. i i _:!!,, f" r t.. l lf.....,. 2.., ~. ~. 9r~ 1 Secretarlo:dÍ!. conta.. do sogui~t? EXPEDENTE ~ ~ ~.. Dons officios do Secretario da. Camara "doa Deputados, de ~ &28 de junh9 1 u!timo, ~ emettcndo as seguintes,projosioilesda mesma 1jf1F Camara. i: :,,~~~;>:..N ,.;..-:._ ~,,. J~lt 4f.;. ;.!r: o. Congrésso Nacional resolve:..,,li.lart. 1. Fica o Presidente da Republica autorizado a conceder ao ur. Manoel Folippe de Souza. Leão, promotor publico do depar- :<t. tamcnto do Aito Pnrlls, no Torritorio do Acre, um anno do!lcencn.. com ordenado, a contar da data cm que for concedida, para tratar llesoa:ll!ludc,onde.lljoconmr...,. :. :......ifl;tt. l\rt, 2~ 1 Re>Vogilm,se as di1ip~liioões etil~contlallo "...,.,_":... Camara dos Deputados. 28. do junho tio Carlos Peixoto.! tlo. Mel/o Fill1o, Prosldentc.-Mi!ciades lfario de Sd.J!re.irc,! Socrc-..!li. tatlo.-antmiio Simeao dos Santos Leal, 4 Secretario, sorvindo.dc 2. <. -A Commlssiio de :F:nanÇS..N, " O Congresso Nacional decreta., " Art, 1. E.coilsidcrada por actos de bravnla a promoção no posto que tom o capitão do 2 regimento de ciwallaria Marcos An tonio Telles Ferreira,.. ;.. : A~t~ 2:. A. data des.sa _promoção)líe sel>il. cqntada,.dj o de..-.,janeiro.-~ 1894;,em. attonçao 110s relevantes serv1oos de.. g11erra., ~tados Por esse.oll!c.. lal;n?s:~o;,. d.ias. de, r,esl*noil!- ao.. :çe,rco: de. ~,)lo,.rjo~gra"d:de do Sul......! _,. -..: -~. ~...., :..,. :, :!.:~..1\:rt; s: :nevogam"se,as dlsposiç1iel em:<:ontrario..,, Cllmaril,dos;-Deputlldôs, 28-:deJilnho do:.j907 :;--Carló~ Pei,iiló:éli: Milll<>, Jiilho,~~es!dente,;;..,Vélcl<itLí&,JtàrlQ. do Sà..:F\qire,.. Sccletairio; -.À ntllnia. Simcao doi ~tintos Lilal;, 4.~, Silcretiirio,, servindo.de;2~: - A;ÇPJl1ml~.dll~a;iiiha.;~~u~a..~,,,,,, >,.,. G,sa.:,;,. 8ecuetoirto>l6.osiseg~intes", :..; ; (".,;; 1....:; :.: : l.pa1tecere8.... Rlàtiaçao: {lnak tlaj amen<la dor Sonado à; proporiçao.dti Catno.;. do.t :.DOft!tadól,.. n<iil20,de;f905, QtAB autoria--ilo<dfiul anno..;,,, r di:;lic"""; com,, ardf. nado ao:; bachorol4 JDD Pttlfo~~rll" di w... O~eira,:lloauredo~do:-~bliCa~ soogtfo do &lado,do.ama.ronor... A~~râiàaute~~:ona~~~OnVt~r.:,..,_ -:;_ :..._~ :::~:.; <~: : :::: ~ ::~ ;~:.->_.~~.. :. DOJ!ols do.lliipcccioo&do pcla. junta.desa.ude.-..:..,o,,:..,,,, ~Saia diií! CommissõeS 28 do junho do 1907:- LóJÍis:.CJ;;,De,.;.. Podho Lll&oa i ~. ~ óf- 1 " i... :r~.,,_..!~ :!. ~ ~-..~

16 ,...,.,..,":;J~ BBBsiO ÍM l-db JtlLH:~. DB ,,,, ~ ;;t(f;, Fica sobre a mesa; para ser discutido na; sessão seguinte, dopols de ptiblicado 1 DO ojjiario do Corigrc&srJ. ;>(...,,J(t;,..~,.t... N: ss: l redacçaa (inal da ciíiênda.. do.senado, subsliluliúa da:,pr~poslçaoda Camara dos Deputados n. 180,. ds 1905, ooncedondo iklliclamonte aos officlaes o }raças de prel dos corpos de uolunlarlos:dâl}\alrla;:,gue ainda e.visiem, aos membros dos lribufldes mililar~i:ilm,. C<Z panha e aos estudantes de medicina que serolram como cónlraota;:.. ".:; dos no corpo de sauda do ea~ercito em campanha, o soldo 1 pó; 1. inteiro de saus postos noquello.tfmpo ~ :..~ O Congresso Nacional decreta :... Art. L E concedido vlt.~lielamoíite a;os. ~mciaes e prâças, de pret sobrovlvcntes: do~ corpos de voluntarios da patria <i da 0,~. guarda nd.oional, que. serviram no.. exoroito.e na armada por.. ~. OCCB$liLO da guerra do. Paragua.y, o soldo, regulado poln. tauolla uctualmente vigente, corrospondont<i aos postos e.:1,situação.. em que se achavam ao: tampo em que foram dispensados do serviço militar;,,,,., ~ gual concessão é extensiva e n:is mosinas condiqõcs.aos ~uditores de guerro.:e estudantes dp.medicina,e.,pb~rmacla ;que sotviram como voluntarlos.no. referida crlmp~nba..,. _ 2; Os officlaes e :praoas que já eàtlvercm no góso : de pensão torno de optar entre clla e O soldo que a presente.lellhils con cede.,, ,.... Art; 2:~ Para que OS. interess~dos :possam,percebet o soldo vlto;jlolo cque esro;lellhes assegura, é lndlspenso.vjll que so mostrem :" haçlilltados com.as respectivas patentes, bo.lxas.. ou dooumentos equivalentes;.assim como: os, actos. expedidos palas repartloõés!íl depondentes:dos Mlnisterlos da Guerra, da Marinha e.da,justlça, ott pot certidões authentlco.s, isentas de sellos, extrabido.s das.mesmas, on.. de quaesqúor outras. repartições.publicas. da Unliio : ou do! Estn.dos ! ;.. :.,.: " Att: s; FJcD.o"Govern<niutOrlza;do a abrires credltos necos cossarlospara.aexocuoiiodelltalel.- :...- ~-... " Art; 4. Revogam-se as dlsposlçlíes cm"oontratlo;.. SÍila,dáscoiitmlssõeá; 29dé junho dô 1007;...:. a~ello.úslioa;- Loplls cha~,. : :. :,.... Ó l!b~ ;, cioelijo.ltiim~à...:.sr Présld~llto, tendo sido! do iuii}!esa o parccór dll.commlsmo-: de Redticçiio das.lels,: sobt8 as -rmien s votadas polo.seiiàdo ~pràposloiio dacamara, aqtt!conhe cida. por-"projeotó doscvoluntatio; : da Patrla-tequelro 11. y;. Ex; ~,qne sedlgno"consultarl Caso..si concede dispensa; do impressão e " distribuição em<avulso,.po.ro. entro.r immedio.tamonteem dlacussiio. ~qaeua redn.cçiio:..-..,,.,.,...,.,. :,.,..... d Stt.Ptibls Fi:!U\eiit,t::...:Ahtdn: nr.~ so slibi,- il udfà p~lecilt a jtl V. Ex. podo dlsponso. do mpressão... " : A j ". "

17 ~, ,.. ~i<..;i."l ;~ ~- \ t.NlUES;,DO. SN ADO ~ O Sa,. CoEr,uo LtsuoJ.-O:pnrocor da CommliSiio do Rodacf,lio toi litlci pbitl Mcsn c ns,im procedo pam niio se demoro:t mais a gestuç~o dost~ ptoj~cto, que vem tomh multa panutla o >occortor multa miserin. :... St. Presidente, uma voz.mt trilmnn. me pormittirr\.v. Ex. o mo JlOrmittlt ll. o.senndo que ou oxpliqnc a mziio do meu slioncio na <lis.c~ssii9.;dtis emendns orn. rcdrgid:ui,.... WD!JlDJl volho n.mlgo o chefo dos tampos do ~t opnganda Dpn ultcnnn,lo hontado Sonn.dorpot S. Paulo, gononllllycorio, oxplicott 11cssó siloitclo qn:tntlo disso <1uo lmviamos entrado em acoôrdo oin lb.vut da causa qno ndopt.rltnmos m. conr1ulstn do actnnl soldo do exercito pntn os Voluntnrlo~ da Pntrla. A idóo. lililovnntmla o lcmdn n.. cllolto paio illustto choro rln politica gemi o Sr. general PiohoiN ll!ncht~do, c satislnz bom 11 ~spfraçíio do8 vcluntarios.. Si, Presidente, tendo eu trnzldo á. consideração do Senado uma cmooua que mandam pagai os soldos attazados, pelo. tnbclln. n.ntiga, nos.totmos da proposição da Camaro. dos Deputados nos voluntailos da gucira do Pnrnguny, cm apoucas do rliv.dn publica <lo juros modicas, do J\lrmt~ a tornai m~is suave este sncriftcio ao Governo actual, o meu silencie, quando esta minha ld~n tilta :1doptarln pela. illust!e Commlssiio úo Finanças, tendo antes morc cido um parecer cnthustastico, poiso assim tltzor, dn. Commlssilo do Mntinha c GucJrn c apptov!ldo pelo Senado, nilo se poderio., oxpllcar, som fluo ou mo tivesse COitVcncldo do que alguma cousa houvcrnmos conscguldc. justamente o quo ora passive! consogulr actunlmento, Sr. PJcsidente, a melhora do soldo. Ptwecc-mo, Sr. Prosldcnto, que os volnntlllios da pu.trln, roccbonmhojo o soldo poln. tn.belln actual; se aobam mais 011 monos ao,n.btlgo da mlsorin. O que ou niio poderia supportn.r, como ropjc sontanto do povo, cm que ollc> tivessem o solilo n.ntlgo, <iunndo a t!ufctonça do camt>lo cas vantngen; quo tinham, quando estavam nn. cu.mjlanha, componsn.vam melhor ns c~igoncms da vltla.. 0 Sn. AT,FREDO ELUS-Estiio melhor compons~!os, O SR. Cor~Lno Lrsnoo~...,.Estiio melhor componsndós, como multo bem ttlz o homndo Scnadot por S. Paulo.. No.da pretondlo. dizct, St. Presidente, si um amigo mo uiio tivosso hoje cbnm<ldo a attencão,. paro. um Mtlgci insetto no.s colum,,ns do :r.,.,"z do Brnzil n bl tcspolto, que procu!cl ler o no qual dcpo.rci com uma das diversas roptescntaçilos que Jécohl, rlumnto o tempo cnt que aqurrulvoguol a.causo. tios voluntartos da pat1tn. o u. nonhuma das quncs ptootnoi dar publicidade, porqun, 6 :mou.ow-stoma não.iazotliniullto cm torno. do mou nome.,,.. Lido.; pot ~m. csto..1jpro~ontnciío,. vonho pedir tl.y. Ex. quo " consulte rl Casa al}lcrmltto que soja olla tr:msotlptu. com o mo11 discurso, JlOrquo n,otla os volunbrtos fazom.rofctuncias aoministto Jo. Gue!ta, c ou dosc,lo que o vulto qno dirige Btlnclla pastn mllltllt,. tecobn este appotlo com tclo.çiio ao Asylo dos Volnnto.rlos do. Pattil o no Cotlc.~lo MllltnJ, <

18 01!1111 ; ~~.Jj:,... 1 f.,. ".r:!.,; 1.. SSSO BM 1 DE JU.!O DE ~ ~~. Como v. Bx. a~bo, o.ltos dous cst~bolocimontos!bram f11odndos o mantidos com rosnlt11~os d11 grande subswlpção popul~r. o Jev~o-. t~d\l pelo commcruio do Rio do Janoiro,.p~ri111UXU~r O Governo a n.syln~ os voluntalios d11 ultimn. on.mp~nha. Na acquisiçiio do tor!ooo, om quu. 1bl construilo o Collogio Militar, como n~.d~ llh~ do llom,jesus, onde se acha situado aquolle asylo,.entrn.ram trezentos o t11ntos contos de rllis dos~a subscrlpçiio. Nest~ represenhção, os v.oluntnjlos d11 pat1ia dizum que as portas d:loucllo azylo.lhos silo lllch~das, o,.jlol llvors~s out1 as rocl~mao5es dos voluntarios 1 tenho sabido JUO as portas do Collegio Militar tambom tcom est~uo cor Jadas nos filhos dos voluntarios. da camp:u1h11 ~o ParaguM. V mesmo recibos do mensalidade de alumnos do Collogio.Militl1l. filhos do voluniillios, o parece-me, que o!lustre Ministro da Gue1 r~. JUO \[O prevjdontemcnto acódo a todas as loc!amaçõcs ua Sll!L pasta, volverá os seus olhos par~ ossos dous.pontos nas duas cas~s a <JUO se refere aqnolla reclamação. Simp!osmento para liso, prolonguei 11 minha c>hdia n~ ii. buna,. do que poço dosoulp11 ao Senado. «Aa St, sen11dor Coelho Lisbô:i: ~ S!ncer11mentli gtatos 11 V. E~. pela desinteressada p;ot,ocçiio dispensada cm prjl d11 no>sa causa, tespeitosamento. chama mos sua. preciosa 11ttcnção pall o despacho tologra~blco de Buono~.Aires, illllota o<l>l. conco!tu;1das paginas do Jo111al do B aoil, assim concebido:. c Buenos AilOS, 16 do m:>io.-0 Governo A1gcntino m~atlou abonar aos veteranos do Paraguay o soldo. pot lntoho, como se cs t!vesmm om elfect!vidade >.. Egualmonto sol!oitamos a ftnozl1 de iol outta communlcaç:io tulegjaphica de Santiago do Chile, iosorh no JOnal ào úomnle>oio tlo 7, nestes termos: «S11ntiago 16 ilo, 1ii~io.- Governo do Chile mandou d!stlibult dous milhôos de [losos nos veteranos da gucla do Pacifico. O Bxm~.sr. m11rech11l Ministro da Guerta, no relatorlo JUO acab~ de o.pjcsonial ao Congresso; declara ainda um~.voz com das as portas do Asylo aos Volnntarlos da Patr!a, llliás, por vo lbiço, JllOC~mr1dos ln validos, pelo SaprQmo Tribunal, quando, pol um accor.i[o, doohl!u n. 110~iio intentada: coatjn. a Associner.u Commerc!al do Rio de J11nciro.. A pronrla Boi! via, JlOijllODO astor!<tico Clavado no madjla da Ametica do Sul, rlou JlCUSÕOS ao; exped!o!onarlos do AcrQ r Custa, pois; 11 rlctedit~l h:wor no gonorosu Braz!l quem.i ui gu~!lborr!rna< r.s disposlçües do uma lei quo nndtl m;toda diu.aos orvluores da Jlll.tr!", o sim pagar o compromisso caul!ahldo Jllilo Govd1no a unos..... tl!gurims fuml!ins do voinntajios da pat.tirl, lillecidos. om Matto lljosso, omm mondlgu: Jliio nn cidntlo do Asampcão, cttpltn! lo PaJrtguay. ;-:....,

19 , " e. A:Niü!CS DO SNA.DO : )\... \;. sto so pmsou oxactamonto qulllldo aqui se cogitava do,pm doar a dlvidã do Pnraguu.y..,.Esporamos quo.v. Jlx., nosso n.bonçondo.protootor, promova a..ontrll<il1 em discussílo.do prqjccto.que nos mn.udn,pogat o.soldpdosde 1870, fazendo.ver ao seu mostro c~lloga que aoha o projecto liberrlno, ser o -Drnz!l n.unic~ nação do mundo rjue não d!l. solrfo ou pensão nos patriotas guorroiros,sobrovivontos do oampanhu. lntor.au.oional..., Bem hajam o Chilo.c n.bollvia, quo doro.m boa u.pplicaçito. Ú.S indemnlzaçuos o. donativos. que receberam, verdadeiro.ensina monto nos po10s rtuc deixam morro1 11 mingua seus boncmotltos libertadores.. Vamos em breve receber faustosnmonto um monarcho. estran golro,. Que dosa! para o nosso paiz si o illustre visitante deparar entro o. muitidiio que o vao acolhet, osso grupo da ser.vldorcs dn. pntría mutuados na. guerm, escorraçados do asylo, csfa.trapados e CJUasl.mortas :t fome!. Os proyrios cbetbs, quo ftzolanl dos.nossos hamb!os dogrilos. pata. nlcançat o.r~stiglo das. grandezas, CO!~ramm pa1 a n_<ls _!S portas do Asylo, u.hds c!eado com o producto ela uma subscr1pçao popular, cujos romanascentes.fotam pa.tar nos col)ocs do.umn assooiaçiio <JUO. pelo ~011 zelo administrativo, riva.llsa com o.do bis to rico procurador decantado por Nicolilo Tolontino. Convencidos do que V. Ex. continuara. dispensando-nos sua vn liosa protecção subscrevemo-nos com Ospolto o reconhecimento. admiradores gra.tos :-Tenente-coronel Mm cos,da.oosto Brito, pro sidento do Gremlo Deneficonto.M!litar Brazllello.- Tenente Quiri>lo sidro da Ooncciçao, socreta1io. -Tenente-coronel Francisco Gon çal,vcs. Costa Sobri>lllo, thesoureíro. -Capitão Josd Jicrrci>:a G«erres Sobrin/10, vice-presldcnte~...:.coroneijirancisco AlvesPessoa);eal. - Josd Maximo.- JJelisario Antonio elo M8nc~os,- Ma,jor!lelisario Monteiro da Piulw.-losd Antonio Franoisco, - Adotplo Sabino de AZméida.-1 sargento Jlútrcellino Antonio de Oa valm. -Furriel Josd de Sa>Jia Arwa Om tloso.-furrlel :Vicente Jierroira Passos.- Joso da Cunha floras. - Geraldo Pcraira de A;ovcdo Oo><tinho. (Seguem-se mitras asslgnaturas.) 0 Sn~ PRES,FRRRF..RA.- Peco a pa.laya, O Sn. PitESDRNTE...,. Só lhe posso dat n palavra.p,nrn assum pto do expediente. Do nccôrdo com o art. l72 do Regimento, ~s!edncoõos lidas. d~vom ser impressa.s,,ent!ando.em disoussãono dia seguinte. Apoz_l!ol d!bo,, o. nobre Senado! pela Para.hyba requer dispeos~, do!mprossao para. que seja rlisoutida immedintameute a ledncqao que to! lda das emenda~ ao projecto sobro voluntarlos da. patjia... Os senhores que app!ova.m o requerimento queiram se leva.ntlll- (Pausa.) Não foi approvlldo. O Sn. ; CoELHo LisnoA- Roqueiro verifiencilo.

20 SESSÃO.. Elll,llB JULBO;.DB 1907 O Su. PRESDENT»-Os iodboros <juo npprovamo.requmlmonto do nobre Scn<>dor:peln Pnrabybn..quohllm se levnntàr_,(lausa,.),. VataTam o;!ator:23 Srs. :Sonndorcs. Foi app1atado o roque- ri monto Est~ cm d!scussiio a rcdnccilo final., O Sr. Pire,. Fc1rciro. ( )-S1. Presidente,. roqueiro que me sejam romott!dos a rodacl)iio ttna! o o 1Jiario Ofllcial dc27,. 28 o 20 do,i unho Sn. Pll.ESDENTE;..V,. Ex, vai ser attondido.,. O Stt. Pmns FennER.\-Niio oitli sem razão qno dcsojavii :t. publicação dosta Redacção dn.s omcndas quo o Senado appt;ovou il proposiçiro conhecida pela dos colllc!aos voluntatios da Patrln». Como pictcndia discutir esta redacção, prccisa.va ter dcllo; conhc~ cimento, fazer um estudo que não d possivcl com a simples audição da Joituro. fc!ta no. Mosl\,.. Eu pictendio. discutir a; roducç1io final porque o substitutivo Ponna fo! approvndo na ultima sossiio com o outro substltutivodas commlssõcs reunidos. Po.reco-mo que. as: emendas clu. Commissli.o a cada. um dos artigos do substitutivo Ponno. tinham por fim o.!teral, supprimíndo c restringindo, substituindo, sc,in-mo pormlttido dizer, todo o substi tutlvo Ponno. Si " todncciio foi feit~ do nccõrdo com o vencido, como dovc tet"sido!llitn; não ficou do substitutivo Ponna uma. unica: virgulit; 1\curom su~sist!ndo o.ponn.s as emendas nprosentadus pelo illustro relutor das CommissõcS leunidns.., E para este ponto; sr. Presidente; que chamo a nttcnçiio do V. Ex. o do. Casa.. A Commissiio dilrcdnccão:. c!ílgiu,so~.cm sou trnbnlho, u rc~ potir o substitutivo das.commtssõos reunidas, rtsca.ndc apenas o sou nrt; 2; o;.accrosccnto.ndo um puragru.pho primeiro o um artigo primo!ro ; nada mnis. De munelrn, Sr. P1esidimtc, que o substitutivo Pilnnn foi por complcto.climtnudc, com.violuçiio do dispositivo reg.!montnl.. A emenda substitutivn não se reteria n toda a propos!çito, como prosumiu o. commissilo.de Redacção. _... Desejava levar mais udclllltc esta qucstao, parn: mostra! que niio houve na ultimo. sessão, ncnhumo. correcção, pot occo.siiio d!l votaciio dil: materlil a que m& estou;refor.!ndo; porq.uo, si O"VOrdacio quc o substitntivo di\ Commissiio do Finnncns oro. tcproscntado poi partos, niio 6 menos corto que, por partes to.mbem eram toprcsantadaa tlll amondo.s quo apresento! ao substitutivo Ponna: P01que entro S minhas cmendn:s"suostitutivns hnvln umo::t um dos nt-tigosdo substitutivo Ponn~ quo rostringill dcspezns cnr relaq_iio ás propostas pela Cammis~iio do FlnllaQo.s, protestei úocllll rlllldo que n despozo:podida pelas Commissõos ora onormc om qullllto que n que ou propunha na minha cmonda. orn cxtrt\otdi- () E11to dtacnrso Ílito foi r~vi~!oltlo; oratler~,

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.)

(Às Co missões de Re la ções Exteriores e Defesa Na ci o nal e Comissão Diretora.) 32988 Quarta-feira 22 DIÁRIO DO SENADO FEDERAL Ou tu bro de 2003 Art. 3º O Gru po Parlamentar reger-se-á pelo seu regulamento in ter no ou, na falta deste, pela decisão da ma i o ria absoluta de seus mem

Leia mais

Tropa de Elite - Polícia Militar Legislação da Polícia Militar Parte 05 Wagner Gomes

Tropa de Elite - Polícia Militar Legislação da Polícia Militar Parte 05 Wagner Gomes Tropa de Elite - Polícia Militar Legislação da Polícia Militar Parte 05 Wagner Gomes 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. PROMOÇÃO CONCEITO: O acesso na hierarquia

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL CÂMARA DOS DEPUTADOS DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO TRANSCRIÇÃO IPSIS VERBIS CPI - SIVAM EVENTO: Reunião Ordinária N : 0454/02 DATA: 21/05/02

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR Marcha Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe me disse Que é

Leia mais

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10

Resolução de Matemática da Prova Objetiva FGV Administração - 06-06-10 QUESTÃO 1 VESTIBULAR FGV 010 JUNHO/010 RESOLUÇÃO DAS 15 QUESTÕES DE MATEMÁTICA DA PROVA DA MANHÃ MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A O mon i tor de um note book tem formato retangular com a di ag o nal medindo

Leia mais

REGULAMENTO DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS ESTABELECIMENTOS DE HOSPEDAGEM No u s o d a c o mp e t ê n c i a p r e v i s t a al í n e a v ) d o n. º 1 d o ar t i g o 64º d o De c r e t o -Le i n. º 1

Leia mais

CAPITULO I DA INCIDENCIA

CAPITULO I DA INCIDENCIA Regulamento a que se refere o decreto n. 13.051, de 5 de junho de 1918, para execução do art. 1º, n. 35, e art. 60 da lei n. 3.446, de 31 de dezembro de 1917. CAPITULO I DA INCIDENCIA Art. 1º O imposto

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010

P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010 P R E G Ã O P R E S E N C I A L N 145/2010 D A T A D E A B E R T U R A : 2 9 d e d e z e m b r o d e 2 0 1 0 H O R Á R I O : 9:0 0 h o r a s L O C A L D A S E S S Ã O P Ú B L I C A: S a l a d a C P L/

Leia mais

16 CARLOS RODRIGUES BRANDÃO

16 CARLOS RODRIGUES BRANDÃO 16 CARLOS RODRIGUES BRANDÃO 1 a Começa assim Este jogo começa com todos os participantes procurando as PA LAVRAS SEMENTES. E isso não é nada difícil! Basta as pessoas que vão jogar o jogo saírem conversando

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO GABINETE DO EXMO. DES. MÁRCIO MURILO DA CUNHA RAMOS

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO GABINETE DO EXMO. DES. MÁRCIO MURILO DA CUNHA RAMOS f.- ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO GABINETE DO EXMO. DES. MÁRCIO MURILO DA CUNHA RAMOS ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL N 018.2010.001180-0/001 r Vara da Comarca de Guarabira RELATOR: Dr. João Batista Barbosa,

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de lançamento do Programa Nacional de Saúde Bucal

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de lançamento do Programa Nacional de Saúde Bucal , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de lançamento do Programa Nacional de Saúde Bucal Sobral-CE, 17 de março de 2004 Meu caro governador do estado do Ceará, Lúcio Alcântara, Meu caro companheiro

Leia mais

DECRETO Nº 15.248, DE 02 DE JULHO DE 2013

DECRETO Nº 15.248, DE 02 DE JULHO DE 2013 DECRETO Nº 15.248, DE 02 DE JULHO DE 2013 Regulamenta a concessão da licença para atividade política, do afastamento para o exercício de mandato eletivo e da licença para desempenho de mandato classista

Leia mais

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e :

Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ 13 DE JULH DE 2015! Ac esse o sit e w w w. d e ca c lu b.c om.br / es t u dos 2 0 1 5 e f a ç a s u a insc riçã o cl ica nd o e m Pa r t i c i p e : Caso vo cê nunca t e nh a pa

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 98-A, DE 2015 (Do Sr. Alceu Moreira)

PROJETO DE LEI N.º 98-A, DE 2015 (Do Sr. Alceu Moreira) *C0053558A* C0053558A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 98-A, DE 2015 (Do Sr. Alceu Moreira) Confere o título de "Capital Nacional do Tropeirismo" à cidade de Bom Jesus, no Estado do Rio Grande do

Leia mais

Questionário sobre o Ensino de Leitura

Questionário sobre o Ensino de Leitura ANEXO 1 Questionário sobre o Ensino de Leitura 1. Sexo Masculino Feminino 2. Idade 3. Profissão 4. Ao trabalhar a leitura é melhor primeiro ensinar os fonemas (vogais, consoantes e ditongos), depois as

Leia mais

Nós não estamos aqui para dizer que Davi foi o maior exemplo de pai

Nós não estamos aqui para dizer que Davi foi o maior exemplo de pai E há de ser que, se ouvires tudo o que eu te mandar, e andares pelos meus caminhos, e fizeres o que é reto aos meus olhos, guardando os meus estatutos e os meus mandamentos, como fez Davi, meu servo, eu

Leia mais

COMUNIDADE DA VILA IGREJA PRESBITERIANA. Som da Vila. Cifras e Fichas Técnicas

COMUNIDADE DA VILA IGREJA PRESBITERIANA. Som da Vila. Cifras e Fichas Técnicas COMUNIDADE DA VILA IGREJA PRESBITERIANA Som da Vila Cifras e Fichas Técnicas Músicas 1. Nosso Louvor... 3 2. És... 4 3. Toda Honra, Glória e Louvor... 5 4. Agora e Sempre... 6 5. Àquele que pode... 7 6.

Leia mais

Jesus contou aos seus discípulos esta parábola, para mostrar-lhes que eles deviam orar sempre e nunca desanimar.

Jesus contou aos seus discípulos esta parábola, para mostrar-lhes que eles deviam orar sempre e nunca desanimar. Lc 18.1-8 Jesus contou aos seus discípulos esta parábola, para mostrar-lhes que eles deviam orar sempre e nunca desanimar. Ele disse: "Em certa cidade havia um juiz que não temia a Deus nem se importava

Leia mais

REGIME E TABELA DE EMOLUME TOS DO TRIBU AL DE CO TAS. CAPÍTULO I Disposições Gerais. ARTIGO 1. (Emolumentos e encargos)

REGIME E TABELA DE EMOLUME TOS DO TRIBU AL DE CO TAS. CAPÍTULO I Disposições Gerais. ARTIGO 1. (Emolumentos e encargos) REGIME E TABELA DE EMOLUME TOS DO TRIBU AL DE CO TAS CAPÍTULO I Disposições Gerais ARTIGO 1. (Emolumentos e encargos) 1. Pelos serviços prestados pelo Tribunal de Contas e pela Direcção dos serviços Técnicos

Leia mais

Resolução feita pelo Intergraus! Módulo Objetivo - Matemática FGV 2010/1-13.12.2009

Resolução feita pelo Intergraus! Módulo Objetivo - Matemática FGV 2010/1-13.12.2009 FGV 010/1-13.1.009 VESTIBULAR FGV 010 DEZEMBRO 009 MÓDULO OBJETIVO PROVA TIPO A PROVA DE MATEMÁTICA QUESTÃO 1 (Prova: Tipo B Resposta E; Tipo C Resposta C; Tipo D Resposta A) O gráfico abaio fornece o

Leia mais

Músicas Para Casamento

Músicas Para Casamento Músicas Para Casamento 01. Você e Eu - Eliana Ribeiro 7M 7M C#m7 F#7/5+ F#7 Bm7 Quero estar com você, / Lembrar de cada momento bom; C#m7 m7 C#m7 #m7 Em7 7/9 Reviver a nossa história, nosso amor. 7M #m7/5-

Leia mais

Decreto n.º 24/01 De 12 de Abril

Decreto n.º 24/01 De 12 de Abril Decreto n.º 24/01 De 12 de Abril Considerando que pelos serviços prestados pelo Tribunal de Contas e pela sua Direcção dos serviços Técnicos, em conformidade com o disposto no n.º 1 do artigo 43.º,da lei

Leia mais

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO B

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 1ª TURMA RECURSAL JUÍZO B JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº201070500116485/PR RELATORA : Juíza Narendra Borges Morales RECORRENTE : KANAYO TAKII NITTA E JULIANE NITTA RECORRIDO : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL INSS

Leia mais

AHU, Alagoas Avulsos, Documento 34(Versão Adaptada) 1

AHU, Alagoas Avulsos, Documento 34(Versão Adaptada) 1 AHU, Alagoas Avulsos, Documento 34(Versão Adaptada) 1 Documento 34 Requerimento do Padre António Correia Pais, sacerdote do habito de São Pedro e morador do termo da vila de Alagoas, ao ouvidor e auditor-geral

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 1.656-A, DE 2015 (Do Sr. Cabo Daciolo)

PROJETO DE LEI N.º 1.656-A, DE 2015 (Do Sr. Cabo Daciolo) *C0055732A* C0055732A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 1.656-A, DE 2015 (Do Sr. Cabo Daciolo) Cria o Programa de Financiamento Habitacional para os Militares da Defesa Nacional e agentes de Segurança

Leia mais

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha.

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha. O Plano da Salvação Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 11 de outubro de 2009 Como o pecado entrou no mundo e atingiu toda a raça humana? [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo

Leia mais

-",, -- - - O Presidente da Comissão de. :z:: o Presidente da Comissão de. k Ao Sr...

-,, -- - - O Presidente da Comissão de. :z:: o Presidente da Comissão de. k Ao Sr... .--------------- ------- - ------ - República Federativa do Brasil ASSUNTO: Câmara dos Deputados (DO SR. PACHE CO CHAVES) PROTOCOLO N.o N... p..i...p.q....()pl:. a.. 11.()... i..ll.çi..c:l;:p..çjª... 4....

Leia mais

Lote / Série Quantidade

Lote / Série Quantidade Lote / Série Quantidade Cliente / Paciente Endereço Município UF CEP Telefone Email 3512120105 1 Hosp Santa Luzia Avenida St Hls 716 Conj E Lote,5 Brasilia DF 70390-903 3445-6438 engenharia.clinica@caxiasdor.com.br

Leia mais

51 ANOS DA LEI N.º 4.320, DE 17 DE MARÇO DE 1964

51 ANOS DA LEI N.º 4.320, DE 17 DE MARÇO DE 1964 51 ANOS DA LEI N.º 4.320, DE 17 DE MARÇO DE 1964 Conselheiro Inaldo da Paixão Santos Araújo Presidente do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) Campo Grande, 12 de junho de 2015 Ontem Hoje Amanhã

Leia mais

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Brasília-DF, 30 de outubro de 2006 Jornalista Ana Paula Padrão: Então vamos às perguntas, agora ao vivo, com

Leia mais

PARECER Nº, DE 2011. RELATOR: Senador JOSÉ PIMENTEL

PARECER Nº, DE 2011. RELATOR: Senador JOSÉ PIMENTEL PARECER Nº, DE 2011 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS, sobre o Projeto de Lei da Câmara nº 132, de 2008 Complementar (Projeto de Lei Complementar nº 182, de 2004, na origem), do Deputado José Carlos Aleluia,

Leia mais

Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros do Governo.

Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros do Governo. Intervenção proferida pelo Deputado Luís Henrique Silva, na Sessão Plenária de Novembro de 2006 Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros

Leia mais

SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE 2ª DIVISÃO, 8ª SECÇÃO

SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE 2ª DIVISÃO, 8ª SECÇÃO DIRECÇÃO DE CULTURA E HISTÓRIA MILITAR ARQUIVO HISTÓRICO MILITAR SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE 2ª DIVISÃO, 8ª SECÇÃO INVENTÁRIO DE DOCUMENTOS Lisboa 2007 FICHA TÉCNICA: Direcção de Cultura e História Militar Arquivo

Leia mais

Conselho Nacional de Justiça

Conselho Nacional de Justiça Conselho Nacional de Justiça Autos: PEDIDO DE PROVIDÊNCIAS - 0006845-87.2014.2.00.0000 Requerente: ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS BRASILEIROS - AMB Requerido: CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA - CNJ Ementa: PEDIDO

Leia mais

t " u _A ~ _t-º-!):_~_ª _

t  u _A ~ _t-º-!):_~_ª _ 0 0,_,_,, 0.0 _ 0.0. _. _ ' ASSUNTO CÂMARA DOS DEPUTADOS (' 1J?l J77 f3,4 ) t " u _A ~ _t-º-!):_~_ª _ uºu._ $ _~~_h? _~.P _~p~ t:_a9 C? u!l.ªq _~E.1a._~u_ªe. u _B.?:! :"fg s._ Xt. _~ _b-º-_ u_ªu up.9._~_t.j.

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

Apostila de Fundamentos. Arrependimento. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados...

Apostila de Fundamentos. Arrependimento. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados... Apostila de Fundamentos Arrependimento Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados... (Atos 3:19) A r r e p e n d i m e n t o P á g i n a 2 Arrependimento É muito importante

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 52 Discurso por ocasião da inauguração

Leia mais

O MENSALÃO E A PERDA DE MANDATO ELETIVO

O MENSALÃO E A PERDA DE MANDATO ELETIVO O MENSALÃO E A PERDA DE MANDATO ELETIVO José Afonso da Silva 1. A controvérsia 1. A condenação, pelo Supremo Tribunal Federal, na Ação Penal 470, de alguns deputados federais tem suscitado dúvidas relativamente

Leia mais

PRESENÇAS E FALTAS -----------------------------------------------------------------------------------

PRESENÇAS E FALTAS ----------------------------------------------------------------------------------- DATA DA REUNIÃO: AOS SETE DIAS DO MÊS DE DEZEMBRO DO ANO DE DOIS MIL E CINCO. ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- LOCAL

Leia mais

O Papel da Mulher Cristã

O Papel da Mulher Cristã O Papel da Mulher Cristã Hoje as mulheres estão bem mais interessadas em carreiras profissionais e menos desejosas do papel no lar. Porém cada um tem a sua importância. Qual será então, o papel da mulher

Leia mais

LEI N 951, DE 18 DE MARÇO DE 2003

LEI N 951, DE 18 DE MARÇO DE 2003 LEI N 951, DE 18 DE MARÇO DE 2003 Dispõe sobre as Normas do Cerimonial Público e Ordem de Precedência no Município de Bonito-MS., e dá outras providências. Autor: Luemir do Couto Coelho O Prefeito Municipal

Leia mais

MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR

MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR MATERIAL DO ALUNO PARA RECORTAR O Sonho de Renato O Sonho de Renato a e i o u A E I O U so nho de Re na to Eu sou Renato Valadares Batista. Tenho 14 anos. Sou filho de Pedro Batista e Luzia Valadares.

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69. 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos

DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69. 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos DANIEL EM BABILÔNIA Lição 69 1 1. Objetivos: Ensinar que devemos cuidar de nossos corpos e recusar coisas que podem prejudicar nossos corpos 2. Lição Bíblica: Daniel 1-2 (Base bíblica para a história e

Leia mais

Autor: SINDICATO DOS TRABALHADORES EM HOTÉIS, APART HOTÉIS, MOTÉIS, FLATS, RESTAURANTES, BARES, LANCHONETES E SIMILARES DE SÃO PAULO E REGIÃO,

Autor: SINDICATO DOS TRABALHADORES EM HOTÉIS, APART HOTÉIS, MOTÉIS, FLATS, RESTAURANTES, BARES, LANCHONETES E SIMILARES DE SÃO PAULO E REGIÃO, ATENÇÃO - Texto meramente informativo, sem caráter intimatório, citatório ou notificatório para fins legais. PODER JUDICIÁRIO FEDERAL Justiça do Trabalho - 2ª Região Número Único: 01497003320065020075

Leia mais

n o m urd ne Hel e n o mis

n o m urd ne Hel e n o mis Em nosso cotidiano existem infinitas tarefas que uma criança autista não é capaz de realizar sozinha, mas irá torna-se capaz de realizar qualquer atividade, se alguém lhe der instruções, fizer uma demonstração

Leia mais

Lei de 11 de Agosto de 1827 - Crêa dous Cursos de sciencias Juridicas e Sociaes, um na cidade de S. Paulo e outro na de Olinda.

Lei de 11 de Agosto de 1827 - Crêa dous Cursos de sciencias Juridicas e Sociaes, um na cidade de S. Paulo e outro na de Olinda. Lei de 11 de Agosto de 1827 - Crêa dous Cursos de sciencias Juridicas e Sociaes, um na cidade de S. Paulo e outro na de Olinda. Decreto de 9 de Janeiro de 1825 - Crêa provisoriamente um Curso Jurídico

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO 1ª VARA DO TRABALHO DE MACEIÓ/AL PROCESSO: 00377-2007-001-19-00-6

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO 1ª VARA DO TRABALHO DE MACEIÓ/AL PROCESSO: 00377-2007-001-19-00-6 TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO 1ª VARA DO TRABALHO DE MACEIÓ/AL PROCESSO: 00377-2007-001-19-00-6 Aos 09 dias do mês de maio do ano dois mil e sete, às 15:18 horas, estando aberta a audiência

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 4.682, DE 24 DE JANEIRO DE 1923. Crea, em cada uma das emprezas de estradas de ferro existentes no paiz, uma caixa de aposentadoria

Leia mais

1ª Leitura - Ex 17,3-7

1ª Leitura - Ex 17,3-7 1ª Leitura - Ex 17,3-7 Dá-nos água para beber! Leitura do Livro do Êxodo 17,3-7 Naqueles dias: 3 O povo, sedento de água, murmurava contra Moisés e dizia: 'Por que nos fizeste sair do Egito? Foi para nos

Leia mais

Koinonia, descobrindo a alegria de pertencer.

Koinonia, descobrindo a alegria de pertencer. ESTUDO 24 SIRVAM UNS AOS OUTROS Sinônimos: Ajudem-se mutuamente. Cada um use o seu próprio dom para o bem dos outros. O nosso mundo emprega vários critérios para avaliar a grandeza de alguém. É grande

Leia mais

LIVRO DE CIFRAS Página 1 colodedeus.com.br

LIVRO DE CIFRAS Página 1 colodedeus.com.br LIVRO DE CIFRAS Página 1 Página 2 Página 3 ACENDE A CHAMA AUTOR: HUGO SANTOS Intro: A F#m D A F#m D A F#m D Quero Te ver, acende a Chama em mim Bm F#m A Vem com Teu Fogo, vem queimar meu coração Bm F#m

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 18. ENTREVISTAS FORTALEZA, CE, 30

Leia mais

O Espírito de Religiosidade

O Espírito de Religiosidade O Espírito de Religiosidade Pr. Alcione Emerich Como vive um Cristão Salvo contaminado ou infectado pelo Espírito de Religiosidade Hoje será um Culto de Libertação, vamos quebrar esta maldição em nossas

Leia mais

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR?

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? Esse texto é um dos mais preciosos sobre Davi. Ao fim de sua vida,

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 3.905-B, DE 2012 (Do Sr. Paulo Pimenta)

PROJETO DE LEI N.º 3.905-B, DE 2012 (Do Sr. Paulo Pimenta) *C0049483A* C0049483A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 3.905-B, DE 2012 (Do Sr. Paulo Pimenta) Denomina o trecho da BR 158, entre a cidade de Santa Maria e a cidade de Rosário do Sul, como "Rodovia

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REVISÃO DE COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REVISÃO DE COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REVISÃO DE COMISSÕES TEXTO COM COMISSÃO ESPECIAL PEC 151-A/95-SEGURANÇA PÚBLICA EVENTO : Reunião ordinária Nº: 0341/00 DATA: 25/04/00 INÍCIO: 15h10min

Leia mais

DISTRIBUIÇÃü. o DESPACHO:CNNST. E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO(ADM) TRABALHO, DE ADMINIS'i'RAÇÃO E. a: O Presidente da Comissão de ~ A o Sr.

DISTRIBUIÇÃü. o DESPACHO:CNNST. E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO(ADM) TRABALHO, DE ADMINIS'i'RAÇÃO E. a: O Presidente da Comissão de ~ A o Sr. (DO SR. FARABULINI JONIOR) ASSUNTO: Dispõe sobre o comércio de lentes de contato, sua prescrição e adaptação,..,... «o DESPACHO:CNNST. E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO(ADM) TRABALHO, DE ADMINIS'i'RAÇÃO E SERV.POBLICO

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO I. DENOMINAÇÃO / SEDE

REGULAMENTO INTERNO I. DENOMINAÇÃO / SEDE I. DENOMINAÇÃO / SEDE Art.º 1.º A Instinto, Associação Protetora de Animais da Covilhã, é uma associação sem fins lucrativos, que se rege pelos Estatutos, pelo presente Regulamento Interno e demais disposições

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 30 Discurso na inauguração da nova

Leia mais

ar, Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Desembargador Jorge Ribeiro Nábrega

ar, Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Desembargador Jorge Ribeiro Nábrega :._ * 190\' ar, Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Desembargador Jorge Ribeiro Nábrega ACÓRDÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO N. 200.2004.0624948 Oriundo a 8a Vara Cível da Comarca da Capital

Leia mais

Tradução da Carta: Dor de Mãe

Tradução da Carta: Dor de Mãe Carta Dor de Mãe Esta carta consta no livro de registro, possivelmente escrito por uma mãe ao deixar seu filho na Roda dos Expostos. Datado de 21 de Maio de 1922. Tradução da Carta: 21 05 1922 Dor de Mãe

Leia mais

O Exmº. Sr. Desembargador Federal EDILSON PEREIRA NOBRE JÚNIOR (Relator):

O Exmº. Sr. Desembargador Federal EDILSON PEREIRA NOBRE JÚNIOR (Relator): PROCESSO Nº: 0802543-39.2013.4.05.8300 - APELAÇÃO APELANTE: ELIZABETH VIRGINIA MACHADO MOURA DE PAIVA (e outro) ADVOGADO: LOUISE MARIE BRUÈRE DE CARVALHO PAIVA (e outros) APELADO: CAIXA ECONOMICA FEDERAL

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO ARNALDO ESTEVES LIMA EMENTA DIREITO ADMINISTRATIVO. RECURSO ESPECIAL. MILITAR. "AJUDA-DE-CUSTO". MUDANÇA TEMPORÁRIA DE SEDE. POSSIBILIDADE. "INDENIZAÇÃO DE TRANSPORTE". MUDANÇA DE DOMICÍLIO.

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL N 272.739 - MINAS GERAIS (2000/0082405-4) EMENTA ALIENAÇÃO FÍDUCIÁRIA. Busca e apreensão. Falta da última prestação. Adimplemento substancial. O cumprimento do contrato de financiamento,

Leia mais

Bernardino Duarte e Associados SOCIEDADE DE ADVOGADOS, RL

Bernardino Duarte e Associados SOCIEDADE DE ADVOGADOS, RL Exmos Senhores Juizes do Tribunal Administrativo e Fiscal de Proc. Nº 747/13.1BELLE LOULÉ Associação dos Investidores do Hotel Apartamento Neptuno, pessoa colectiva nº 507788648, com sede no Centro de

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES RECURSO Nº - 31.744 (23.816) ACORDÃO Nº 8.463 RECORRENTE COMPANHIA BRASILEIRA DE OFFSHORE

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES RECURSO Nº - 31.744 (23.816) ACORDÃO Nº 8.463 RECORRENTE COMPANHIA BRASILEIRA DE OFFSHORE PUBLICADA A DECISÃO DO ACÓRDÃO No D.O. de 24/06/2010 Fls. 06 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA CONSELHO DE CONTRIBUINTES Sessão de 25 de maio de 2010 TERCEIRA CÂMARA RECURSO Nº - 31.744 (23.816) ACORDÃO

Leia mais

2ª FASE OAB CIVIL Direito Processual Civil Prof. Renato Montans Aula online. EMBARGOS INFRINGENTES (Art. 530 534 do CPC)

2ª FASE OAB CIVIL Direito Processual Civil Prof. Renato Montans Aula online. EMBARGOS INFRINGENTES (Art. 530 534 do CPC) 2ª FASE OAB CIVIL Direito Processual Civil Prof. Renato Montans Aula online EMBARGOS INFRINGENTES (Art. 530 534 do CPC) Cabe de acórdão não unânime por 2x1 3 modalidades: a) Julgamento da apelação b) Julgamento

Leia mais

CRIA O ISNTITUTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DE CAMPO GRANDE, REGULA O SEU FUNCIONAMENTO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

CRIA O ISNTITUTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DE CAMPO GRANDE, REGULA O SEU FUNCIONAMENTO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 711, de 17 de fevereiro de 1961. CRIA O ISNTITUTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DE CAMPO GRANDE, REGULA O SEU FUNCIONAMENTO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE: Faço saber

Leia mais

Material: Uma copia do fundo para escrever a cartinha pra mamãe (quebragelo) Uma copia do cartão para cada criança.

Material: Uma copia do fundo para escrever a cartinha pra mamãe (quebragelo) Uma copia do cartão para cada criança. Radicais Kids Ministério Boa Semente Igreja em células Célula Especial : Dia Das mães Honrando a Mamãe! Principio da lição: Ensinar as crianças a honrar as suas mães. Base bíblica: Ef. 6:1-2 Texto chave:

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Área de Planejamento 3.2 (Méier)

Área de Planejamento 3.2 (Méier) Clínicas de Saúde da Família e Centros Municipais de Saúde administrados pela SPDM/PAIS e Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil do Rio de Janeiro: Área de Planejamento 3.2 (Méier) CMS AMAPAN(ANTENOR

Leia mais

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral Advento 2014 (Campanha de Preparação para o Natal) A ALEGRIA E A BELEZA DE VIVER EM FAMÍLIA. O tempo do Advento, que devido ao calendário escolar

Leia mais

202a SessAo Recurso no 6352 Processo SUSEP n 15414.100238/2008-13 RECORRENTE BRADESCO AUTO/RE COMPANHIA DE SEGUROS

202a SessAo Recurso no 6352 Processo SUSEP n 15414.100238/2008-13 RECORRENTE BRADESCO AUTO/RE COMPANHIA DE SEGUROS I * L-.AQ MINISTERIO PA FAZENDA CONSELSO DE RECUIISOS DO SISTEMA NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS, DE PREVIDENCIA PRIVADA ABERTA E DE CAPITALIZAcAO - CRSNSP 202a SessAo Recurso no 6352 Processo SUSEP n 15414.100238/2008-13

Leia mais

Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.

Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. A VIDA DE ISAQUE Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. (Rm 8,28) 1. Hoje você terá a consciência das promessas e

Leia mais

Aviso de abertura do concurso de recrutamento e selecção de juízes de paz

Aviso de abertura do concurso de recrutamento e selecção de juízes de paz Aviso de abertura do concurso de recrutamento e selecção de juízes de paz Nos termos do n.º 1 do artigo 24.º da Lei n.º 78/2001, de 13 de Julho e da Portaria n.º575/2007 que aprova o regulamento do concurso

Leia mais

JURISPRUDÊNCIA ADMINISTRATIVA

JURISPRUDÊNCIA ADMINISTRATIVA JURISPRUDÊNCIA ADMINISTRATIVA ACÓRDÃO N. 351 Shwarz, Felkmann & Comp. v. Departamento Nacional da Propriedade Industrial. Vistos, relatados, etc... acordam os membros do Conselho de Recursos, por unanimidade

Leia mais

Comentários: (Gabarito Letra E). A questão abordou apenas os artigos 770 e 775 da CLT.

Comentários: (Gabarito Letra E). A questão abordou apenas os artigos 770 e 775 da CLT. Olá pessoal! Na aula de hoje comentarei a prova de Processo do Trabalho de Técnico Judiciário do TRT/Campinas que foi aplicada este ano, cuja banca organizadora foi a Fundação Carlos Chagas (FCC). Direito

Leia mais

Sinopse II. Idosos não institucionalizados (INI)

Sinopse II. Idosos não institucionalizados (INI) Sinopse II. Idosos não institucionalizados (INI) II 1 Indicadores Desqualificação Não poder fazer nada do que preciso, quero fazer as coisas e não posso ; eu senti-me velho com 80 anos. Aí é que eu já

Leia mais

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO Vós ouviste o que vos disse: Vou e retorno a vós. Se me amásseis, ficaríeis alegres por eu ir para o Pai, porque o Pai é maior do que eu. João

Leia mais

mdic.empauta.com Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior Clipping da imprensa Brasília, 15 de abril de 2008 às 14h20

mdic.empauta.com Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior Clipping da imprensa Brasília, 15 de abril de 2008 às 14h20 Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior Clipping da imprensa Brasília, 15 de abril de 2008 às 14h20 Diário de Cuiabá MT Novo perfil trará mudanças à Casa Civil...............................................

Leia mais

Ap. Ozenir Correia TEMA: OPERAÇÃO JERICÓ X OPERAÇÃO LAVA JATO.

Ap. Ozenir Correia TEMA: OPERAÇÃO JERICÓ X OPERAÇÃO LAVA JATO. Ap. Ozenir Correia TEMA: OPERAÇÃO JERICÓ X OPERAÇÃO LAVA JATO. TEXTO: 1 Entrando em Jericó, atravessava Jesus a cidade. 2 Eis que um homem, chamado Zaqueu, maioral dos publicanos e rico, 3 procurava ver

Leia mais

Uma reflexão sobre A Missão de Deus de Christopher Wright

Uma reflexão sobre A Missão de Deus de Christopher Wright Uma reflexão sobre A Missão de Deus de Christopher Wright A MISSÃO DE DEUS Christopher Wright Christopher Wright faz duas contribuições importantes. Primeiro, ele demonstra que a Bíblia, do início até

Leia mais

Diário Oficial. Índice do diário. Outros. Atos Oficiais. Contas Públicas. Licitações. Prefeitura Municipal de Petrolina. Outros - CONVOCAÇÃO

Diário Oficial. Índice do diário. Outros. Atos Oficiais. Contas Públicas. Licitações. Prefeitura Municipal de Petrolina. Outros - CONVOCAÇÃO Páginas: 8 Outros Outros - CONVOCAÇÃO Atos Oficiais Portaria - N 02590/2015 Portaria - Nº 2571/2015 Portaria - Nº 2572/2015 Portaria - Nº 022/2015 Contas Públicas Contratos - N 023/2015 Contratos - N 025/2015

Leia mais

ESTADO DA BAHIA CÂMARA MUNICIPAL DE ITARANTIM. Ata dasessãoordinártia da Câmara Municipal de Itarantim/BA, realizada no dia 06 de abril de 2015.

ESTADO DA BAHIA CÂMARA MUNICIPAL DE ITARANTIM. Ata dasessãoordinártia da Câmara Municipal de Itarantim/BA, realizada no dia 06 de abril de 2015. Ata dasessãoordinártia da Câmara Municipal de Itarantim/BA, realizada no dia 06 de abril de 2015. Aosseis dias do mês de abril, do ano dois mil e quinze, às 20:00 horas, na sede da Câmara Municipal de

Leia mais

Vamos Subir Nova Voz

Vamos Subir Nova Voz c c Vamos Subir Nova Voz 2 Letra e Música: Lucas Pimentel Arr: Henoch Thomas 2 5 2 to Eu-pos tem - po te-nho ou vi - do a pro- 2 g g 8 mes - sa de que vi - rás pra res -ga -tar os fi-lhos Teus Nem sem-pre

Leia mais

Acta da Assembleia Constitutiva da Sociedade Portuguesa de Psicologia Desportiva

Acta da Assembleia Constitutiva da Sociedade Portuguesa de Psicologia Desportiva Acta da Assembleia Constitutiva da Sociedade Portuguesa de Psicologia Desportiva Convocada pela Comissão Organizadora, esta Assembleia reuniu-se no Hotel Penta, às 21.30 horas do dia 10 de Julho de 1978,

Leia mais

O SR. ALVARO DIAS (Bloco Minoria/PSDB PR) pronuncia o seguinte discurso: Sr. Presidente, Srs. Senadores, Srªs Senadoras, hoje não falarei mal da

O SR. ALVARO DIAS (Bloco Minoria/PSDB PR) pronuncia o seguinte discurso: Sr. Presidente, Srs. Senadores, Srªs Senadoras, hoje não falarei mal da O SR. ALVARO DIAS (Bloco Minoria/PSDB PR) pronuncia o seguinte discurso: Sr. Presidente, Srs. Senadores, Srªs Senadoras, hoje não falarei mal da Presidente, Senador Requião. Trago a esta tribuna um assunto

Leia mais

30/07/2009. Entrevista do Presidente da República

30/07/2009. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em conjunto com a presidente do Chile, Michelle Bachelet, após encerramento do seminário empresarial Brasil-Chile

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DO SALVADOR, CAPITAL DO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições,

O PREFEITO MUNICIPAL DO SALVADOR, CAPITAL DO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições, CONSELHOS COMUNITÁRIOS Órgão/Sigla: Natureza Jurídica: Vinculação: Finalidade: CONSELHOS COMUNITÁRIOS ORGAO COLEGIADO GABINETE DO PREFEITO Tornar os cidadãos parte ativa no exercício do governo, mediante

Leia mais

Interessados: Responsável: Francisco de Sousa Filho, ex-secretário Municipal de Turismo e Desporto

Interessados: Responsável: Francisco de Sousa Filho, ex-secretário Municipal de Turismo e Desporto Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0198-47/99-P Identidade do documento: Acórdão 198/1999 - Plenário Ementa: Tomada de Contas Especial. Prefeitura Municipal de Aquiraz CE. Desvio de recursos

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MARVÃO

CÂMARA MUNICIPAL DE MARVÃO REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL ACTA N.º 20/02 REALIZADA EM 04 DE SETEMBRO DE 2002 Aos quatro dias do mês de Setembro do ano dois mil e dois, nesta Mui Nobre e Sempre Leal Vila de Marvão e Edifício

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 777.906 - BA (2005/0144695-7) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO : MINISTRO JOSÉ DELGADO : ADALTRO FERRERA DE SOUZA : YOLANDA SANTOS DE SANTANA E OUTROS : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF :

Leia mais

M I S S ÃO D E A S S I S T Ê N C I A À R E M O ÇÃO D E M I N A S N A A M É R I C A D O S U L

M I S S ÃO D E A S S I S T Ê N C I A À R E M O ÇÃO D E M I N A S N A A M É R I C A D O S U L M I S S ÃO D E A S S I S T Ê N C I A À R E M O ÇÃO D E M I N A S N A A M É R I C A D O S U L Nesta Edição SET.2012 Mensagem do Chefe 1 AD AUGUSTA PER ANGUSTA (Com satisfação eliminamos o sofrimento) MENSAGEM

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO BARROS DIAS

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO BARROS DIAS RELATÓRIO O Excelentíssimo Senhor Desembargador Federal FRANCISCO BARROS DIAS (Relator): Trata-se de recurso de apelação interposto por JOSÉ PINTO DA NÓBREGA contra a sentença que, em sede de mandado de

Leia mais