Complexo de Ensino Renato Saraiva (081) Profª Junia Andrade MPU 2010 Isolada Português PORTUGUÊS

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Complexo de Ensino Renato Saraiva (081) Profª Junia Andrade MPU 2010 Isolada Português PORTUGUÊS"

Transcrição

1 MPU técnicos e analistas JÚNIA ANDRADE Exemplos Cespe - Abin Mudado seu modo de pensar, o pesquisador já não concebe aquele tema da mesma forma e, assim, já não é capaz de estabelecer um relação exatamente igual à do experimento original. Em à do experimento (R.6), o sinal indicativo de crase está empregado de forma semelhante ao emprego desse sinal em expressões como à moda, às vezes, em que o uso do sinal é fixo. Exemplos Cespe/Abin...o terrorismo internacional continuará, por tempo indeterminado, a ser fator de ameaça aos interesses da comunidade internacional e à segurança dos povos. Em à segurança (R.5), o sinal indicativo de crase justifica-se pela regência de ameaça (R.4) e pela presença de artigo definido feminino singular. Estudo do sujeito Vale a pena repensar suas decisões. É bom resolvermos isso com antecedência. Convém aos candidatos ler bem o edital. Ouviram do Ipiranga as margens plácidas De um povo heróico o brado retumbante... Tipos de sujeito a. Sujeito simples um grupo de professores conversou com os vereadores. b. Sujeito composto Professores e alunos conversaram com os vereadores. Tipos de sujeito a. Sujeito subentendido Exemplo: podemos chegar a um acordo. b. Sujeito indeterminado Verbo na 3ª pessoa do plural Exemplo: ligaram para a polícia durante a briga. Complexo de Ensino Renato Saraiva (081)

2 Sujeito indeterminado Verbo na 3ª pessoa do singular + se Exemplo: Precisa-se de mais aulas. Sujeito inexistente - Presença de verbos impessoais. Impessoais principais: haver, fazer, tratar-se Aposto é termo que se junta a um substantivo para ampliar-lhe o significado (explicando-o, resumindoo, especificando-o). Vocativo é termo que usamos para nos dirigirmos a um interlocutor para chamá-lo. Predicativo é termo que se refere ao sujeito ou ao objeto para atribuir-lhe característica temporária. Adjunto adnominal é termo que determina ou acompanha um nome. Pode indicar qualidade típica ou posse. Os objetos Objeto direto é complemento de verbo que não exige preposição. Objeto indireto é complemento de verbo que exige preposição para sua complementação direta. Complemento nominal é termo que complementa substantivo abstrato, adjetivo e advérbio. O CN funciona como alvo destes nomes. O adjunto adnominal diferencia-se do CN pelo fato de não acompanhar adjetivo, advérbio e por dar ideia de posse. Adjunto adverbial é termo que intensifica adjetivos e outros advérbios. Também atua como modificador de ações verbais. Pode sugerir ideias de causa, finalidade, tempo, lugar, modo, negação etc. Sintaxe do período composto Orações subordinadas Adjetivas Iniciam-se com pronome relativo. Elas podem ser explicativas ou restritivas. Orações subordinadas Adverbiais Iniciam-se com conjunções subordinativas adverbiais. Orações subordinadas Substantivas Iniciam-se com conjunções subordinativas integrantes. Complexo de Ensino Renato Saraiva (081)

3 Sintaxe do período composto Orações subordinadas Adverbiais o Causais o Consecutivas o Concessivas o Finais o Conformativas o Condicionais o Proporcionais o Comparativas o Temporais Exemplos: Eles não vão falar sobre o caso, porquanto têm este direito. Eles não vão falar sobre o caso, conquanto sejamos os suspeitos. Se o caos imperasse, os homens não se respeitariam. Se o caos impera, os homens não se respeitam. Sintaxe do período composto Orações subordinadas substantivas o Subjetiva o Predicativa o Objetiva direta o Objetiva indireta o Completiva nominal o Apositiva Exemplos É bom que leiamos com cuidado o edital. A verdade parece que será esclarecida. Os fatos mostram que há muitos erros nas exames. Precisamos de que mais provas sejam apontadas. Temos certeza de que isso será esclarecido. Nosso desejo é este: que sejamos respeitados enquanto nação. Complexo de Ensino Renato Saraiva (081)

4 Pontuação e sinais gráficos Aspas: empregada sobre discurso alheio ou sobre uso de expressões que fogem ao padrão do português. Dois pontos: introdução de explicações, enumerações. Ponto e vírgula: enumeração de termos ou orações, tanto na horizontal quanto na vertical. Exemplos a) As funções da polícia civil são: exercer a segurança pública, manter a ordem, apurar infrações penais. b) Art. 5 o São requisitos básicos para investidura em cargo público: I - a nacionalidade brasileira; II - o gozo dos direitos políticos; III - a quitação com as obrigações militares e eleitorais; a) Enumerar elementos de mesma função sintática. Exemplo: eles insistem em ser atendidos, ter seus direitos respeitados, voltar para o trabalho. b) Isolar aposto Exemplo: O MPU, Ministério Público da União, mantém vigilância sobre os direitos coletivos. c) Entre orações coordenadas ligadas pela conjunção e, quando há sujeito diferenciado. Exemplo: os alunos pediram mais exercícios, e os professores atenderam ao pedido. d) Entre orações coordenadas ligadas pela conjunção e, quando há sujeito diferenciado. Exemplo: os alunos pediram mais exercícios, e os professores não atenderam. e) Para indicar orações subordinadas adjetivas explicativas as verduras, que fazem bem ao organismo, são pouco consumidas. f) Para isolar orações subordinadas adverbiais embora não tenhamos condições financeiras para tal, seguiremos viagem. g) Para isolar oração adverbial reduzida de gerúndio, particípio, infinitivo Saindo de casa, é bom levar um agasalho. Ao sair de casa, leve um agasalho. Feito o acordo, começamos nosso empreendimento. h) Para isolar expressões corretivas ou explicativas (isto é, ou seja, aliás, ou melhor etc.) Quero falar com seu patrão, aliás, vou conversar com você mesmo. i) Para marcar ausência de verbo A equipe de gerência irá trabalhar à tarde; já a equipe de supervisão, agora pela manhã. Complexo de Ensino Renato Saraiva (081)

5 j) Isolar objetos pleonásticos. Os aluguéis, sempre os pago em dia. k) Isolar vocativo Senhor, pegue sua senha. l) Isolar predicativo do sujeito antecipado ao verbo. Os homens, cansados, continuavam o trabalho. Emprego de vírgula m) Nas datas, separar o lugar. Brasília, 12 de junho de n) Separar conjunção coordenativa deslocada. Não falei diretamente com eles; comentei, porém, a separação do casal. o) Separar adjunto adverbial deslocado Eu, por exemplo, não quero falar disso. Complexo de Ensino Renato Saraiva (081)

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 Sumário Prefácio Apresentação XIII XV Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 1. Tipologia do sujeito 6 Método para identificar o sujeito 6 Sujeito simples

Leia mais

Período composto por coordenação

Período composto por coordenação Período composto por coordenação É o período composto por duas ou mais orações independentes. Estas orações podem ser assindéticas ou sindéticas. Orações coordenadas assindéticas Não apresentam conectivos

Leia mais

ORAÇÕES SUBORDINADAS. Professor: Aramis de Cássio

ORAÇÕES SUBORDINADAS. Professor: Aramis de Cássio ORAÇÕES SUBORDINADAS Professor: Aramis de Cássio ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS As ORAÇÕES SUBORDINADAS funcionam sempre como um termo essencial, integrante e acessório da oração principal.

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 13 Período composto por subordinação

Bárbara da Silva. Português. Aula 13 Período composto por subordinação Bárbara da Silva Português Aula 13 Período composto por subordinação No período composto por subordinação existe pelo menos uma oração principal e uma subordinada. A oração principal é sempre incompleta,

Leia mais

Orações subordinadas substantivas e adjetivas

Orações subordinadas substantivas e adjetivas Orações subordinadas substantivas e adjetivas Sintaxe do período simples Os termos podem ser compostos por: Substantivos (Sujeito, objeto direto, objeto indireto, predicativo do sujeito, complemento nominal

Leia mais

Lições de Português pela análise sintática

Lições de Português pela análise sintática Evanildo Bechara Professor Titular e Emérito da Universidade do Estado do Riy'deJãneÍro;(tJERj) e da Universidade Federal Fluminense (UFF) Membro da A caciemia 'Brasileira de Letras e da Academia Brasileira

Leia mais

FACULDADE GUANAMBI - FG EDITAL Nº. 09, DE 17 DE SETEMBRO DE 2014 OFICINAS DE APERFEIÇOAMENTO FG

FACULDADE GUANAMBI - FG EDITAL Nº. 09, DE 17 DE SETEMBRO DE 2014 OFICINAS DE APERFEIÇOAMENTO FG FACULDADE GUANAMBI - FG EDITAL Nº. 09, DE 17 DE SETEMBRO DE 2014 OFICINAS DE APERFEIÇOAMENTO FG O DIRETOR ACADÊMICO ADMINISTRATIVO DA FACULDADE GUANAMBI, no uso de suas atribuições legais, e entendendo

Leia mais

PERÍODO SIMPLES. Observe alguns exemplos de períodos simples e compostos e veja a diferença entre eles:

PERÍODO SIMPLES. Observe alguns exemplos de períodos simples e compostos e veja a diferença entre eles: PERÍODO SIMPLES Período simples é um enunciado de sentido completo construído com uma oração absoluta, ou seja, apenas um verbo. O período é um enunciado de sentido completo formado por duas ou mais orações.

Leia mais

Período Composto por Subordinação

Período Composto por Subordinação Período Composto por Subordinação Todo período composto por subordinação contém uma oração principal, acompanhada de uma ou mais orações subordinadas. A oração principal é a que encerra o sentido fundamental

Leia mais

Capítulo 2 - Acentuação gráfica Regras gerais...10 Casos especiais...10 Prosódia...12 Exercícios...14

Capítulo 2 - Acentuação gráfica Regras gerais...10 Casos especiais...10 Prosódia...12 Exercícios...14 Sumário Capítulo 1 - Noções de fonética... 2 Fonemas...2 Letra...2 Sílaba...2 Número de sílabas...3 Tonicidade...3 Posição da sílaba tônica...3 Dígrafos...3 Encontros consonantais...3 Encontros vocálicos...4

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 1º ANO E. M.

LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 1º ANO E. M. LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR EDUARDO BELMONTE 1º ANO E. M. FRASE NOMINAL: enunciado sem verbo. Pois não, senhor... ; senhoras e senhores,... FRASE VERBAL/ORAÇÃO: enunciado COM verbo. Ivo viu a uva.... O

Leia mais

Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa

Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa Aula IV Conhecimentos Linguísticos: Período Composto por Coordenação Período Composto por Subordinação PERÍODO COMPOSTO O período composto

Leia mais

ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA

ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA No que se refere às ideias e aos aspectos linguísticos do texto acima, julgue os itens subsequentes. 1) Não haveria prejuízo à correção gramatical ou alteração o sentido

Leia mais

CAPÍTULO 01 - INTERPRETAÇÃO DE TEXTO TIPOS DE TEXTO GÊNERO DE TEXTO TIPOS DE DISCURSO... 21

CAPÍTULO 01 - INTERPRETAÇÃO DE TEXTO TIPOS DE TEXTO GÊNERO DE TEXTO TIPOS DE DISCURSO... 21 sumário CAPÍTULO 01 - INTERPRETAÇÃO DE TEXTO...14 1.1.TIPOS DE TEXTO... 15 1.2.GÊNERO DE TEXTO... 20 1.3.TIPOS DE DISCURSO... 21 1.3.1. DISCURSO DIRETO... 22 1.3.2. DISCURSO INDIRETO... 22 1.3.3. DISCURSO

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS

CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS CAUSAIS Principais conjunções causais: porque, visto que, já que, uma vez que, como (= porque). Exemplos: - Não pude comprar o CD porque estava em falta. - Ele

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO Profª Giovana Uggioni Silveira

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO Profª Giovana Uggioni Silveira PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO Profª Giovana Uggioni Silveira ORAÇÕES SUBORDINADAS Exercem função sintática sobre as outras. Oração principal, orações desenvolvidas ou reduzidas. ORAÇÕES SUBORDINADAS

Leia mais

Lista 6 - Língua Portuguesa 1

Lista 6 - Língua Portuguesa 1 Lista 6 - Língua Portuguesa 1 Períodos compostos LISTA 6 - LP 1 - PERÍODOS COMPOSTOS Períodos compostos Em listas anteriores, vimos alguns conceitos sintáticos importantes para o domínio da norma culta

Leia mais

SUMÁRIO ORTOGRAFIA... 29

SUMÁRIO ORTOGRAFIA... 29 SUMÁRIO CAPÍTULO I ORTOGRAFIA... 29 1. Ditongo... 31 2. Formas variantes... 35 3. Homônimos e parônimos... 36 4. Porque, por que, por quê, porquê... 44 5. Hífen... 45 6. Questões desafio... 50 CAPÍTULO

Leia mais

Língua. Portuguesa. Sintaxe do Período

Língua. Portuguesa. Sintaxe do Período Língua Portuguesa Sintaxe do Período Orações Subordinadas Substantivas É necessário o seu auxílio. 1) Subjetivas: É necessário que me auxilie. Convém que me auxilie. Observou-se que foi um golpe de mestre.

Leia mais

Ex. A garota com quem simpatizei está à sua procura. Os alunos cujas redações foram escolhidas receberão um prêmio.

Ex. A garota com quem simpatizei está à sua procura. Os alunos cujas redações foram escolhidas receberão um prêmio. A) Restritiva: é aquela que limita, restringe o sentido do substantivo ou pronome a que se refere. A restritiva funciona como adjunto adnominal de um termo da oração principal e não pode ser isolada por

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis. MÓDULO 10 Sintaxe III

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis. MÓDULO 10 Sintaxe III LÍNGUA PORTUGUESA Professora Rosane Reis MÓDULO 10 Sintaxe III A SUBORDINAÇÃO No período composto por subordinação, há uma que traz presa a si, como dependente, outra ou outras. Dependentes porque cada

Leia mais

Língua Portuguesa. Mara Rúbia

Língua Portuguesa. Mara Rúbia Língua Portuguesa Mara Rúbia Atenção! Pare! Um vulto cresce na escuridão. Clarissa se encolhe. É Vasco. Convém que te apresses. Período Composto por Coordenação - Orações sintaticamente independentes.

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS DISCIPLINA: QUÍMICA RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2º EM DATA DA PROVA: /12/2016 CONTEÚDO:

ROTEIRO DE ESTUDOS DISCIPLINA: QUÍMICA RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2º EM DATA DA PROVA: /12/2016 CONTEÚDO: DISCIPLINA: QUÍMICA RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2º EM 1) Balanceamento pelo método das tentativas; 2) Leis de Lavoisier e Proust; 3) Cálculo estequiométrico; 4) Estudo dos gases; 5) Soluções Estudo das concentrações;

Leia mais

Orações Subordinadas Adverbiais

Orações Subordinadas Adverbiais Orações Subordinadas Adverbiais Finitas Consoante a natureza da relação existente entre a oração subordinada e a subordinante, aquela pode ser: 1. Temporal situa um acontecimento anterior ou posterior

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Sintaxe do período composto: parte I Conceitos

Leia mais

Coordenação e subordinação

Coordenação e subordinação Coordenação e subordinação As frases complexas podem relacionar-se por coordenação ou por subordinação. A coordenação consiste numa relação entre duas orações da mesma categoria por meio de conjunções

Leia mais

NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO (NUPEX) EDITAL 04/2015 OFICINAS DE APERFEIÇOAMENTO FG

NÚCLEO DE PESQUISA E EXTENSÃO (NUPEX) EDITAL 04/2015 OFICINAS DE APERFEIÇOAMENTO FG OFICINAS DE APERFEIÇOAMENTO FG O DIRETOR ACADÊMICO ADMINISTRATIVO DA FACULDADE GUANAMBI, no uso de suas atribuições legais, e entendendo a função da OFINICA DE APERFEIÇOAMENTO como atividade que visa suprir

Leia mais

Análise sintática do período composto por subordinação: uma viagem pelas relações sintático-semânticas.

Análise sintática do período composto por subordinação: uma viagem pelas relações sintático-semânticas. Análise sintática do período composto por subordinação: uma viagem pelas relações sintático-semânticas. As orações subordinadas podem ser: 1. Substantivas exercem na principal uma função própria do substantivo.

Leia mais

PONTUAÇÃO. PONTUAÇÃO DO PERÍODO SIMPLES

PONTUAÇÃO.  PONTUAÇÃO DO PERÍODO SIMPLES PONTUAÇÃO GRAMÁTICA PONTUAÇÃO As regras de pontuação se baseiam, em sua maioria, nas regras de análise sintática, portanto saber pontuação requer conheciento prévio da sintaxe. PONTUAÇÃO DO PERÍODO SIMPLES

Leia mais

Orações Subordinadas Adverbiais

Orações Subordinadas Adverbiais Orações Subordinadas Adverbiais A oração subordinada adverbial desempenha a função de adjunto adverbial: indica uma circunstância em que ocorre a ação do verbo da oração à qual se liga. Observe: Normalmente

Leia mais

PARTE V UNIDADE 01: OS TERMOS DA ORAÇÃO

PARTE V UNIDADE 01: OS TERMOS DA ORAÇÃO PARTE V UNIDADE 01: OS TERMOS DA ORAÇÃO SUJEITO 01 1. comemorações 2. imagem 3. rio 4. soldados 5. major/coronel 6. quem 7. ninguém 8. alto-falantes 9. trocos 10. Tio 02 1. (3) 2. (2) 3. (1) 4. (2) 5.

Leia mais

COLÉGIO FERNÃO DIAS PAIS EXAME DE BOLSA º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

COLÉGIO FERNÃO DIAS PAIS EXAME DE BOLSA º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1. TEXTO: - Vocabulário; - Interpretação. 2. ASPECTOS GRAMATICAIS: - Encontros Vocálicos; - Encontros Consonantais; - Separação de sílabas e classificação quanto ao número

Leia mais

USo da VírGULA. Se o homem soubesse o valor que tem a mulher, andaria de quatro a sua procura.

USo da VírGULA. Se o homem soubesse o valor que tem a mulher, andaria de quatro a sua procura. O USo da VírGULA USo da VírGULA Observe o sentido destas duas frases: Se o homem soubesse o valor que tem a mulher, andaria de quatro a sua procura. Se o homem soubesse o valor que tem, a mulher andaria

Leia mais

Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS APRESENTAÇÃO PARTE I FONÉTICA

Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS APRESENTAÇÃO PARTE I FONÉTICA Súmario Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 15 APRESENTAÇÃO... 17 PARTE I FONÉTICA CAPÍTULO 1 ORTOGRAFIA... 21 1. Introdução... 21 2. O alfabeto...21 3. Emprego das letras

Leia mais

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos Espaço do Concurseiro Sinta-se a vontade para estudar conosco Português Prof. Joaquim Bispo O seu espaço de preparação para concursos públicos 1 Aulas Aula Conteúdo Página 1 Emprego das classes e palavras

Leia mais

AULA 11. Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA

AULA 11. Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA AULA 11 Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA Professor Marlus Geronasso Frase, período e oração Frase é todo enunciado suficiente por si mesmo para estabelecer comunicação. Expressa juízo,

Leia mais

ÍNDICE TEXTO E DISCURSO 4 CLASSES DE PALAVRAS 20 FUNÇÕES SINTÁTICAS 66

ÍNDICE TEXTO E DISCURSO 4 CLASSES DE PALAVRAS 20 FUNÇÕES SINTÁTICAS 66 ÍNDICE 1 TEXTO E DISCURSO 4 1.1. Coesão e coerência textual organização de parágrafos 4 1.2. Pontuação 7 1.3. Discurso direto / discurso indireto 10 1.4. Frase ativa / frase passiva 13 CONSOLIDAÇÃO: EXERCÍCIOS

Leia mais

Oração subordinada: substantiva relativa e adjetiva relativa

Oração subordinada: substantiva relativa e adjetiva relativa Oração subordinada: substantiva relativa e adjetiva relativa Relação entre um elemento subordinante (palavra, constituinte ou oração) e uma oração subordinada. As orações subordinadas podem ser: adverbiais

Leia mais

Sumário. A língua portuguesa e o ensino gramatical... 1. A língua portuguesa no ensino superior... 3. O novo acordo ortográfico...

Sumário. A língua portuguesa e o ensino gramatical... 1. A língua portuguesa no ensino superior... 3. O novo acordo ortográfico... Sumário I A língua portuguesa e o ensino gramatical... 1 A língua portuguesa no ensino superior... 3 POR QUE ESTUDAR PORTUGUÊS NO ENSINO SUPERIOR... 5 Concepções de gramática... 6 O novo acordo ortográfico...

Leia mais

PROF. MARCO ANTONIO MACARRÃO

PROF. MARCO ANTONIO MACARRÃO PROF. MARCO ANTONIO MACARRÃO NÃO SEPARAMOS POR VÍRGULA: SEPARAMOS OU MARCAMOS POR VÍRGULA: SUJEITO DO VERBO; APOSTO; VERBO DE SEUS COMPLEMENTOS; VOCATIVO; NOME DE SEUS COMPLEMENTOS OU ADJUNTOS. ORAÇÕES

Leia mais

PARTÍCULA EXPLETIVA OU DE REALCE

PARTÍCULA EXPLETIVA OU DE REALCE FUNÇÕES DO QUE? Aqui estudaremos todas as classes gramaticais a que a palavra que pertence. SUBSTANTIVO A palavra que será substantivo, quando tiver o sentido de qualquer coisa ou alguma coisa, é sempre

Leia mais

Curso: 3.º Ciclo do Ensino Básico Disciplina: Português Ano: 7º, 8.º e 9.º

Curso: 3.º Ciclo do Ensino Básico Disciplina: Português Ano: 7º, 8.º e 9.º DOMÍNIOS A AVALIAR INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO Tipo 1 Leitura, Educação Literária, Gramática e Escrita. Testes de avaliação (leitura, educação literária, gramática e escrita) DOMÍNIO COGNITIVO (COMPETÊNCIAS

Leia mais

CURSO INTENSIVO MÓDULO 11 NEXOS

CURSO INTENSIVO MÓDULO 11 NEXOS 1) (I) Certo: o pronome relativo refere-se ao substantivo anterior. (II) Errado: nesse caso, LOGO é adjunto adverbial de tempo, e PORTANTO, conjunção conclusiva. (III) Certo: o sentido permaneceria igual,

Leia mais

COLÉGIO FERNÃO DIAS PAIS EXAME DE BOLSA º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

COLÉGIO FERNÃO DIAS PAIS EXAME DE BOLSA º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: 1. TEXTO: - Vocabulário; - Interpretação. 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 2. ASPECTOS GRAMATICAIS: - Encontros Vocálicos; - Encontros Consonantais; - Separação de sílabas e classificação quanto ao número

Leia mais

SINTAXE. Período Composto. Conjunto de orações constituído por mais de uma oração.

SINTAXE. Período Composto. Conjunto de orações constituído por mais de uma oração. SINTAXE Período Composto Conjunto de orações constituído por mais de uma oração. O período composto pode ser período composto por coordenação ou subordinação. Período composto por subordinação No período

Leia mais

INTRODUÇÃO À SINTAXE DA LÍNGUA PORTUGUESA

INTRODUÇÃO À SINTAXE DA LÍNGUA PORTUGUESA INTRODUÇÃO À SINTAXE DA LÍNGUA PORTUGUESA FRASE, ORAÇÃO E PERÍODO FRASE: todo enunciado de sentido completo capaz de estabelecer comunicação. Pode ser nominal ou verbal. Nominal: não possui verbo Exemplos:

Leia mais

AULA Nº 1 TCE PORTUGUÊS. Pronomes Pessoais, Relativos, Demonstrativos, Conjunções e Verbos. Professor Junia Andrade.

AULA Nº 1 TCE PORTUGUÊS. Pronomes Pessoais, Relativos, Demonstrativos, Conjunções e Verbos. Professor Junia Andrade. AULA Nº 1 Pronomes Pessoais, Relativos, Demonstrativos, Conjunções e Verbos Professor Junia Andrade PDF PDF VÍDEO www.ricardoalexandre.com.br Pronomes pessoais a) Pronomes retos: eu, tu, ele/a, nós, vós,

Leia mais

UDESC 2015/2 PORTUGUÊS. Gabarito do departamento de português sem resposta. Comentário

UDESC 2015/2 PORTUGUÊS. Gabarito do departamento de português sem resposta. Comentário PORTUGUÊS Gabarito do departamento de português sem resposta. a) Incorreta. As orações iniciadas pela partícula se são subordinadas substantivas objetivas diretas do verbo discutir. b) Correta. Todas as

Leia mais

Capítulo1. Capítulo2. Índice A LÍNGUA E A LINGUAGEM O PORTUGUÊS: uma língua, muitas variedades... 15

Capítulo1. Capítulo2. Índice A LÍNGUA E A LINGUAGEM O PORTUGUÊS: uma língua, muitas variedades... 15 Capítulo1 Capítulo2 A LÍNGUA E A LINGUAGEM............................................. 9 Linguagem: aptidão inata.............................................. 10 Funções.............................................................

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS Profª Raquel Sampaio LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS Profª. Raquel

Leia mais

PORTUGUÊS III Semestre

PORTUGUÊS III Semestre Universidad Nacional Autónoma de México Facultad de Filosofía y Letras Colegio de Letras Modernas Letras Portuguesas PORTUGUÊS III Semestre 2019-1 Profa. Cristina Díaz Padilla Horário: segunda a sexta

Leia mais

5 CLASSE, ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS, 7/ Palavra e morfema, 7/ Formação de palavras, 82 Famílias de palavras, 83

5 CLASSE, ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS, 7/ Palavra e morfema, 7/ Formação de palavras, 82 Famílias de palavras, 83 Prefácio, XIII i CONCEITOS GERAIS, / Linguagem, língua, discurso, estilo i Língua e sociedade: variação e conservação linguística, 2 Diversidade geográfica da língua: dialecto e falar, 4 A noção de correcto,

Leia mais

índice geral Prefácio, X/77

índice geral Prefácio, X/77 índice geral Prefácio, X/77 Capítulo I CONCEITOS GERAIS, / Linguagem, língua, discurso, estilo / Língua e sociedade: variação e conservação linguística, 2 Diversidade geográfica da língua: dialecto e falar,

Leia mais

Prof.ª Cristiana Ferreira Nunes

Prof.ª Cristiana Ferreira Nunes Prof.ª Cristiana Ferreira Nunes 2012 São Subordinadas Substantivas as orações equivalentes a substantivos dos períodos simples. Exemplos: Período simples: Substantivo (núcleo do OD) Quero a sua presença

Leia mais

Valor modal e aspetual.

Valor modal e aspetual. ÍNDICE GERAL Índice de conteúdos 4 Apresentação 6 Ficha 1 7 Subclasses de palavras. Ficha 2 12 Classes Palavras convergentes. Ficha 3 17 Subclasses de palavras. Orações coordenadas. Ficha 4 22 Ficha 5

Leia mais

Polícia Civil - MG Língua Portuguesa Estrutura das Palavras Macedo Martins

Polícia Civil - MG Língua Portuguesa Estrutura das Palavras Macedo Martins Polícia Civil - MG Língua Portuguesa Estrutura das Palavras Macedo Martins 2014 2014 Copyright. Curso Agora Eu Eu Passo - - Todos os direitos reservados ao ao autor. Estudo das Orações Só pode haver oração

Leia mais

ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS

ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS GRAMÁTICA ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS As orações coordenadas e subordinadas fazem parte do período composto, ou seja, o período em que temos duas ou mais orações.

Leia mais

SUMÁRIO PERÍODO SIMPLES............................. 01

SUMÁRIO PERÍODO SIMPLES............................. 01 SUMÁRIO Capítulo 1 PERÍODO SIMPLES... 01 Frase... 02 Oração... 02 Oração coordenada... 03 Oração justaposta... 03 Oração principal... 03 Oração reduzida... 03 Oração relativa... 03 Oração subordinada...

Leia mais

Sintaxe do Período Composto

Sintaxe do Período Composto Sintaxe do Período Composto Gramática Material Complementar Saudações, guerreiro (a) do concurso, tudo bem? Aqui é o professor Pablo Jamilk. Nós teremos alguns momentos juntos doravante. Por isso, segure

Leia mais

Comentário da prova do MPU 2010

Comentário da prova do MPU 2010 Comentário da prova do MPU 2010 Fiz a revisão da prova, verificando se há alguma incompatibilidade do gabarito preliminar do CESPE com a prova e não encontrei questões para recurso. A prova que verifiquei

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA FRENTE B PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS Profª. Raquel Freitas Sampaio ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVERBIAIS É aquela que se encaixa na oração principal, funcionando

Leia mais

Professora Patrícia Lopes

Professora Patrícia Lopes Professora Patrícia Lopes É a junção entre a morfologia e a sintaxe. Trata-se de duas partes da gramática que apesar de estarem envolvidas entre si, constituem-se de particularidades distintas. A morfologia

Leia mais

4) Entre o verbo e o predicativo. Ex.: Eu já fui professor. Professor eu já fui.

4) Entre o verbo e o predicativo. Ex.: Eu já fui professor. Professor eu já fui. 4) Entre o verbo e o predicativo. Ex.: Eu já fui professor. Professor eu já fui. Obs.: Na inversão, aparecerá a vírgula se houver predicativo pleonástico. Ex.: Professor, eu já o fui. predicativo: professor.

Leia mais

Introdução: uma palavra inicial para confortar o coração...

Introdução: uma palavra inicial para confortar o coração... Sumário Introdução: uma palavra inicial para confortar o coração... Apresentação... XV XVII 1. Morfologia... 1 1.1. As 10 classes de palavras... 1 1.2. Os grupos de palavras... 2 2. Artigo... 3 2.1. Emprego

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO PRO R FES E SORA: A :F ER E NA N N A D N A D A SA S N A T N O T S 1

PERÍODO COMPOSTO PRO R FES E SORA: A :F ER E NA N N A D N A D A SA S N A T N O T S 1 PERÍODO COMPOSTO PROFESSORA: FERNANDA SANTOS 1 CONJUNÇÃO É a palavra ou locução invariável que liga orações ou termos semelhantes da mesma oração. Exemplos: ANÁLISE DO QUE Todos os alunos disseram que

Leia mais

Professora Patrícia Lopes

Professora Patrícia Lopes Professora Patrícia Lopes É a junção entre a morfologia e a sintaxe. Trata-se de duas partes da gramática que apesar de estarem envolvidas entre si, constituem-se de particularidades distintas. A morfologia

Leia mais

Funções morfológicas do FUNÇÕES DO QUE QUE

Funções morfológicas do FUNÇÕES DO QUE QUE Funções morfológicas do FUNÇÕES DO QUE QUE 1. Substantivo Notei um quê estranho em sua voz. Sofia tinha aquele quê sedutor de algumas mulheres. Havia somente dois quês empregados no texto. 2. Advérbio

Leia mais

Programação Anual. 7 ọ ano (Regime 9 anos) 6 ạ série (Regime 8 anos) VOLUME VOLUME

Programação Anual. 7 ọ ano (Regime 9 anos) 6 ạ série (Regime 8 anos) VOLUME VOLUME Programação Anual 7 ọ ano (Regime 9 anos) 6 ạ série (Regime 8 anos) 1 ọ 2 ọ 1. Amarrando as idéias COESÃO Introdução ao conceito de coesão Introdução aos mecanismos básicos de coesão Ordem das palavras

Leia mais

Sumário PARTE 1. MORFOLOGIA Pronomes demonstrativos Pronomes relativos O relativo que O relativo qual O relativo quem...

Sumário PARTE 1. MORFOLOGIA Pronomes demonstrativos Pronomes relativos O relativo que O relativo qual O relativo quem... Sumário Edital sistematizado... 15 Apresentação da Coleção... 17 Apresentação... 19 Sobre português...... 23 PARTE 1 Capítulo 1 MORFOLOGIA 1... 27 Substantivo Adjetivo Advérbio (Pré-requisitos para a concordância

Leia mais

Adjetivo (Adjunto Adnominal)

Adjetivo (Adjunto Adnominal) PROFESSOR(A): DISCIPLINA: ALUNO(A): Nº SÉRIE: TURMA: TURNO: DATA: / /2017. ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS Uma oração subordinada adjetiva é aquela que possui valor e função de adjetivo, ou seja, que a

Leia mais

A morfologia divide as palavras em classes gramaticais; já a sintaxe estuda a função das palavras dentro de um contexto oracional.

A morfologia divide as palavras em classes gramaticais; já a sintaxe estuda a função das palavras dentro de um contexto oracional. Patrícia Lopes É a junção entre a morfologia e a sintaxe. Trata-se de duas partes da gramática que apesar de estarem envolvidas entre si, constituem-se de particularidades distintas. A morfologia divide

Leia mais

CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS

CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Índice CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS LIÇÃO 1 FONÉTICA...3 1.1. Fonema e letra... 3 1.2. Divisão dos fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 4 1.4. Encontro vocálico... 5 1.5. Encontro consonantal...

Leia mais

Funções do substantivo. Sujeito Objeto direto Objeto indireto Complemento nominal Predicativo Aposto

Funções do substantivo. Sujeito Objeto direto Objeto indireto Complemento nominal Predicativo Aposto Funções do substantivo Sujeito Objeto direto Objeto indireto Complemento nominal Predicativo Aposto Orações desenvolvidas São introduzidas por uma conjunção integrante (que,se); ou introduzidas por pronome

Leia mais

Coordenação e subordinação

Coordenação e subordinação Coordenação e subordinação As frases complexas podem relacionar-se por coordenação ou por subordinação. A coordenação consiste numa relação entre duas orações da mesma categoria por meio de conjunções

Leia mais

Funções do que e do se

Funções do que e do se Funções do que e do se Há muitas dúvidas quanto ao emprego do que e do se, pois podem ser empregados em várias funções morfossintáticas. Portanto, iremos analisar cada termo individualmente, a fim de que

Leia mais

CONTEÚDOS PARA O 3º. TESTE DE INGRESSO Dezembro 2018 MATEMÁTICA (ingresso em 2019) INGRESSO NO 7º. ANO/2019 DO ENSINO FUNDAMENTAL

CONTEÚDOS PARA O 3º. TESTE DE INGRESSO Dezembro 2018 MATEMÁTICA (ingresso em 2019) INGRESSO NO 7º. ANO/2019 DO ENSINO FUNDAMENTAL CONTEÚDOS PARA O 3º. TESTE DE INGRESSO Dezembro 2018 MATEMÁTICA (ingresso em 2019) INGRESSO NO 7º. ANO/2019 DO ENSINO FUNDAMENTAL Frações decimais e números decimais; Operações com frações; Operações com

Leia mais

Sumário PARTE 1. Apresentação da Coleção Apresentação Sobre português... 23

Sumário PARTE 1. Apresentação da Coleção Apresentação Sobre português... 23 Sumário... 15 Apresentação da Coleção... 17 Apresentação... 19 Sobre português...... 23 PARTE 1 Capítulo 1 MORFOLOGIA 1... 27 Substantivo Adjetivo Advérbio (Pré-requisitos para a concordância nominal)

Leia mais

02/03/2014 MORFOLOGIA X SINTAXE

02/03/2014 MORFOLOGIA X SINTAXE MORFOLOGIA X SINTAXE 1 TRANSITIVIDADE VERBAL OU PREDICAÇÃO VERBAL 1- VERBOS NOCIONAIS (significativos) ação, fenômeno e movimento VI, VTD, VTI ou VTDI 2- VERBOS RELACIONAIS (não-significativos) estado,

Leia mais

DICAS ÚTEIS PARA ORAÇÕES

DICAS ÚTEIS PARA ORAÇÕES DICAS ÚTEIS PARA ORAÇÕES SUBSTANTIVAS ORAÇÃO PRINCIPAL Nome da oração que não possui a conjunção. ORAÇÃO SUBORDINADA Nome da oração que tem no seu início a conjunção; completa uma oração principal. CONJUNÇÃO

Leia mais

FORMAS NOMINAIS. GERÚNDIO - indica uma ação verbal incompleta ou prolongada e possui a terminação -NDO.

FORMAS NOMINAIS. GERÚNDIO - indica uma ação verbal incompleta ou prolongada e possui a terminação -NDO. 3º ANO FORMAS NOMINAIS Para falarmos sobre as formas nominais do verbo, é importante sabermos o porquê desta denominação, ou seja, em certas circunstâncias, este verbo pode assumir o papel de um nome :

Leia mais

STJ Iraélcio Ferreira Macedo Néli Luiza Cavalieri Fetzner Nelson Carlos Tavares Junior. LiÇÕES DE GRAMÁTICA APLICADAS AO TEXTO JURíDICO

STJ Iraélcio Ferreira Macedo Néli Luiza Cavalieri Fetzner Nelson Carlos Tavares Junior. LiÇÕES DE GRAMÁTICA APLICADAS AO TEXTO JURíDICO STJ00100136 Iraélcio Ferreira Macedo Néli Luiza Cavalieri Fetzner Nelson Carlos Tavares Junior LiÇÕES DE GRAMÁTICA APLICADAS AO TEXTO JURíDICO Coordenadora Néli Luiza Cavalieri Fetzner 4 a edição revista.

Leia mais

Noções de Morfossintaxe

Noções de Morfossintaxe Noções de Morfossintaxe Orações Substantivas É introduzida pelas conjunções QUE ou SE Aprenda a analisar a oração principal Oração Completiva Nominal Há a orientação de que Há a esperança de que Há o estudo

Leia mais

Conteúdos para o teste de ingresso MATEMÁTICA agosto 2018 (Ingresso em 2019) INGRESSO DE 6ª PARA 7º. ANO/2019 DO ENSINO FUNDAMENTAL

Conteúdos para o teste de ingresso MATEMÁTICA agosto 2018 (Ingresso em 2019) INGRESSO DE 6ª PARA 7º. ANO/2019 DO ENSINO FUNDAMENTAL Conteúdos para o teste de ingresso MATEMÁTICA agosto 2018 (Ingresso em 2019) INGRESSO DE 6ª PARA 7º. ANO/2019 DO ENSINO FUNDAMENTAL Operações com números naturais: adição, subtração, multiplicação, divisão,

Leia mais

GRAMÁTICA MODERNA DA LÍNGUA PORTUGUESA

GRAMÁTICA MODERNA DA LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA MODERNA DA LÍNGUA PORTUGUESA Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Lição 1 Fonética 1.1. Fonema e letra 1.2. Divisão dos fonemas 1.3. Classificação dos fonemas 1.4. Encontro vocálico 1.5.

Leia mais

LUCAS GONÇALVES GRAMÁTICA

LUCAS GONÇALVES GRAMÁTICA LUCAS GONÇALVES GRAMÁTICA 1. Observe o seguinte excerto retirado do texto: Quando os pais usam sanções que não sejam físicas ou humilhantes (...) e assinale a alternativa correta com relação à formação

Leia mais

Profª. Raquel Freitas Sampaio

Profª. Raquel Freitas Sampaio LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA PONTUAÇÃO Profª. Raquel Freitas Sampaio 1 TIPOS DE PONTUAÇÃO Sinais que indicam que a frase não foi concluída: a vírgula (,) o ponto e vírgula (;) o travessão ( ) os dois pontos

Leia mais

Sumário. Edital sistematizado Apresentação da Coleção Apresentação Sobre português PARTE 1

Sumário. Edital sistematizado Apresentação da Coleção Apresentação Sobre português PARTE 1 Sumário Edital sistematizado... 15 Apresentação da Coleção... 17 Apresentação... 19 Sobre português... 23 PARTE 1 Capítulo 1 MORFOLOGIA 1... 27 Substantivo Adjetivo Advérbio (Pré-requisitos para a concordância

Leia mais

Vírgula. A vírgula assinala falta ou desvio de ligação sintática no discurso

Vírgula. A vírgula assinala falta ou desvio de ligação sintática no discurso PONTUAÇÃO (cont.) Vírgula A vírgula assinala falta ou desvio de ligação sintática no discurso Nem a toda pausa corresponde uma vírgula, nem a toda vírgula corresponde uma pausa. LUFT, Celso Pedro. A vírgula.

Leia mais

O ESTUDO DAS PALAVRAS

O ESTUDO DAS PALAVRAS Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Lição 1 Fonética...3 1.1. Fonema e letra... 3 1.2. Divisão dos fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 5 1.4. Encontro vocálico... 6 1.5. Encontro consonantal...

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Comunicação 1

Sumário. Capítulo 1 Comunicação 1 Sumário Capítulo 1 Comunicação 1 1.1 Elementos da comunicação 1 1.2 Linguagem, língua e fala 1 1.3 Significante e significado 2 1.4 Língua escrita e falada 2 1.5 Modalidades da língua 2 1.6 Funções da

Leia mais

o erro: Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra

o erro: Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra o erro: Neymar não admitiu o erro do juiz. suj VTD função: núcleo do direto classe: substantivo

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 1. INTERPRETAÇÃO DE TEXTO, 21

SUMÁRIO. Capítulo 1. INTERPRETAÇÃO DE TEXTO, 21 SUMÁRIO Capítulo 1. INTERPRETAÇÃO DE TEXTO, 21 1.1. Tipos de texto, 22 1.2. Gênero de texto, 26 1.3. Tipos de discurso, 27 1.3.1. Discurso direto, 27 1.3.2. Discurso indireto, 28 1.3.3. Discurso indireto

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Comunicação 1

Sumário. Capítulo 1 Comunicação 1 Sumário Capítulo 1 Comunicação 1 1.1 Elementos da comunicação 1 1.2 Linguagem, língua e fala 1 1.3 Significante e significado 2 1.4 Língua escrita e falada 2 1.5 Variedades linguísticas 2 1.6 Funções da

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves PERÍODO COMPOSTO As orações podem ser constituídas da seguinte forma: Períodos simples» são aqueles formados por uma só oração. Exemplo: O mar estava calmo. (Aparece apenas um verbo: estava. Logo, período

Leia mais

Soldado Polícia Militar do Estado de São Paulo Língua Portuguesa

Soldado Polícia Militar do Estado de São Paulo Língua Portuguesa Soldado Polícia Militar do Estado de São Paulo Língua Portuguesa Questões 1 a 20 1. Alternativa E Comentário único: Devido à falta de emprego, o personagem se tornou miserável; por isso, a letra e é a

Leia mais

Classes de Palavras (Morfologia) Flexão Nominal e Verbal. Prof Carlos Zambeli

Classes de Palavras (Morfologia) Flexão Nominal e Verbal. Prof Carlos Zambeli Classes de Palavras (Morfologia) Flexão Nominal e Verbal Prof Carlos Zambeli A morfologia está agrupada em dez classes, denominadas classes de palavras ou classes gramaticais. São elas: Substantivo, Artigo,

Leia mais

PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular SINTAXE 1. Profª Raquel Sampaio

PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular SINTAXE 1. Profª Raquel Sampaio PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular SINTAXE 1 Profª Raquel Sampaio LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA SINTAXE 1 Profª. Raquel Freitas Sampaio É a parte da gramática que estuda as relações entre as palavras dentro

Leia mais

Português. Índice de aulas. Tipologias textuais

Português. Índice de aulas. Tipologias textuais Índice de aulas Tipologias textuais Texto narrativo Ação e personagens Espaço e tempo Narrador e modalidades do discurso Narrativas de tradição popular Chocolate à Chuva: as férias de Mariana Chocolate

Leia mais