Perguntas de Revisão

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Perguntas de Revisão"

Transcrição

1 Perguntas de Revisão 1) Que tipo de estrutura de processamento, utilizando computadores, traria mais benefícios para a organização? Resp.: Os administradores precisam conhecer cada tipo de computador disponível no mercado e a capacidade de processamento dos mesmos. Assim, eles podem escolher dentre as tecnológicas de hardware e software existentes para processar e armazenar informações e selecionar adequadamente o que sua empresa precisa para solucionar os problemas. 2) Quais os componentes do computador? Descreva resumidamente cada um deles e dê exemplos. Resp.: Unidade central de processamento (UCP): Manipula símbolos, números e letras (dados brutos) passando para um formato mais adequado e também controla os outros dispositivos do É composta pela ULA e UC. Dispositivos de armazenamentos primários: armazena temporariamente dados e instruções do programa que estão sendo utilizados durante o processamento. Seu conteúdo é perdido quando o computador é desligado. Ex.: Memória Ram. Dispositivos de armazenamento secundário: armazena dados e programas (eletronicamente) quando não estão sendo utilizados no processamento por prazos relativamente longos. Seu conteúdo não é perdido quando o computador é desligado. Ex.: Disquetes,HD, discos ópticos (CDR, CDRW, CDROM, DVDS) e fitas magnéticas. Dispositivos de Entrada: Convertem dados e instruções para um formato eletrônico para entrada de dados no Ex. mouse, teclado, scanner. Dispositivos de Saída: Convertem dados eletrônicos processados pelo computador e apresenta de uma forma que as pessoas entendam. Ex.: impressora, vídeo e áudio. Dispositivos de comunicação: Provê conexões entre o computador e as redes de comunicação. Ex.: placa de rede, placa de modem. Barramentos: Funcionam como vias de transmissão de dados entre as partes de um 3) Cite e descreva os fatores que afetam a velocidade e o desempenho de um Resp.: Comprimento da palavra: Número de Bits que o computador pode processar ao mesmo tempo. Velocidade do ciclo: ritmo do chip determinado por um relógio interno medido em MHz. Largura do barramento: Determina quantos dados podem se movimentar ao mesmo tempo entre os dispositivos do 4) Descreva a diferença entre processamento seqüencial e processamento paralelo? Resp.: Processamento paralelo: o problema é dividido em partes menores e distribuído para vários processadores que executam múltiplas instruções simultaneamente. Seqüencial: as tarefas são organizadas em uma seqüência de modo que a execução de uma tarefa venha após a outra. Não pode executar duas tarefas ao mesmo tempo. Para que a próxima tarefa seja executada, precisa-se que a anterior já esteja encerrada. Ex.: Impressão no modo MS-DOS. Profa. Luciene C. R. Rodrigues 1

2 5) Qual a diferença entre processamento em lote e on-line? Resp.: Em lote: Suas transações são acumuladas e armazenadas até o processamento. Ex. cartão de ponto (pode ser semanalmente ou mensalmente). On-line: suas transações são registradas diretamente no computador e processadas imediatamente. Ex.: leitura do código de barra de um cheque no banco. 6) O que é multimídia? Quais são as tecnologias envolvidas? Resp.: São dois ou mais tipos de mídias como som, vídeo ou animações gráficas em uma aplicação computadorizada. Ex.: vídeo conferência e desenhos animados. 7) Qual a diferença entre mainframe, computador de médio porte, supercomputador, estações de trabalho e um PC? Resp.: Mainframe: É o maior computador (grande porte), tem memória enorme e capacidade de processamento rápido, sendo utilizado por grandes aplicações empresariais, como bancos, aplicações científicas e militares. Médio Porte (ou Minicomputador): Menos poderoso, mais barato e menor que um mainframe, sendo utilizado em universidades, fábricas e laboratórios de pesquisas, contando com grande capacidade de memória, armazenamento de disco, processamento em alta velocidade e CPUs poderosas. Supercomputador: Executa cálculos complexos extremamente rápidos. Utiliza processadores paralelos. É utilizado em aplicações científicas, militares e também para manipular ampla quantidade de dados. Workstation: Sua capacidade de processamento matemático e gráfico é maior que de um PC, podendo executar várias tarefas complexas na mesma quantidade de tempo, sendo utilizados em trabalhos científicos, de engenharia, gráficos, entre outros. PC: São aqueles que podem ser colocados sobre a mesa ou transportá-los de sala em sala. Dividido em Desktop (mesa), notebook (computadores pequenos, portáteis, mais caros e com capacidade de processamento similar ao computador de mesa) e palmtop (computadores pequenos, portáteis, mais caros e com capacidade de processamento menor). 8) Compare os modelos de computação Cliente/Servidor e Peer-to-peer. O que aconteceria se um dos computadores parasse de funcionar nos dois casos? Resp.: Cliente/Servidor: Divide o processamento entre os clientes e os servidores. Ambos fazem parte da mesma rede, mas cada um executa tarefas específicas. O cliente manipula a interface para entrar com os dados ou requisitá-los para análise e o servidor provê serviços ao cliente (que são invisíveis para o usuário). Peer-to-peer: Os computadores processam tarefas individualmente (sem um servidor central), ou seja, são computadores completos e interligados entre si através da rede de modo que possa compartilhar tarefas de processamento. Cliente/Servidor x Peer-to-peer: Na computação cliente/servidor se ocorrer uma falha na rede ou no servidor, todos os funcionários não poderiam usar seus computadores e dispositivos. Mas se ocorresse uma falha em um cliente, os outros podem continuar trabalhando normalmente. No peer-to-peer, todos possuem computadores completos e podem continuar trabalhando mesmo que um deles para de funcionar. Profa. Luciene C. R. Rodrigues 2

3 9) Quais os principais softwares de sistema (S.O.)? Descreva resumidamente cada um deles. Resp.: MS-DOS: S.O. de 16 bits para PCs mais antigos.não suporta multitarefa, multiprocessamento e limita o tamanho da memória em 640 quilobytes. Windows XP: Sistema confiável e robusto para PCs poderosos para usuários e empresas. Possui suporte para Internet, multimídia, rede,segurança e segurança corporativa. Windows 98 / Me: Sistema Operacional de 32 bits, com interface simplificada para computadores pessoais. Possui suporte para Internet, multimídia, rede. Windows 2000: Sistema Operacional de 32 bits, para PCs, estações de trabalho e servidores de rede. Suporta multitarefa, multiprocessamento, serviços intensivos de rede, Internet, multimídia. Windows CE: Versão simplificada de S.O. para computadores pequenos e sem fio como os de mão (palmtop), agendas eletrônicas e dispositivos de comunicação. Unix: Para PCs poderosos, estações de trabalho e servidores de rede. Pode operar em diferentes tipos de hardware e software. Pode ser modificado pelo programador e é gratuito. Linux: é uma alternativa barata e confiável. Roda em diversos tipos de hardware, e pode ser modificado pelo programador. Os / 2: Para S.O. robustos, de 32 bits, para PCs da IBM munidos de processadores Intel. Utilizado para aplicações complexas, intensivos em memória, trabalho de rede, multitarefa e programas grandes. Tem sua própria interface gráfica (diferente do Windows) para usuários de mesa e servidor. Mac Os: S.O. para computadores da Macintosh. Possui suporte para Internet, multimídia, rede. 10) Quais os principais pacotes de software? Descreva resumidamente cada um deles. Resp.: Planilha Eletrônica: Armazena textos eletronicamente como arquivos em computador, em vez de papel. Ex. Excel. Processador de Texto: Ferramenta de modelagem financeira, como livro de registros. Oferece recursos de como quando trocamos um valor, os valores relacionados são automaticamente recalculados. Ex. Word. Software de Banco de Dados: Cria arquivos, armazena, modifica e manipula dados para consultas em relatórios. Combina informações extraídas de tabelas diferentes. Ex. Word. Apresentação de Gráfica: Permite que o usuário crie apresentações gráficas de qualidade profissional (slides). Incluem serviços de multimídia, de som, de animação, fotos e clips de vídeo. Ex. Power Point. Software de Integração Empresarial: integra funções e processos de negócios para melhorar o controle, a coordenação da organização permitindo que informações de diferentes departamentos fluam livremente entre diferentes partes da empresa. Groupware: Provê funções e serviços que dão suporte às atividades colaborativas de grupos de trabalho. Ex. Lotus Notes, Livelink e Groove.Software de É usado para troca de mensagens entre computadores. Ex. Outlook Navegadores Web: Projetados para apresentar páginas web e acessar outros recursos de Internet. Ex. Internet Explorer. Profa. Luciene C. R. Rodrigues 3

4 11) Quais as principais linguagens de programação? Descreva resumidamente cada uma delas. Resp.: Assembler: proporciona grande controle mas, aprende-la e escreve-la é difícil. Fortram: Desenvolvida para facilitar a escrita de aplicações cientificas e de engenharia, sendo útil para processamento de dados numéricos. Basic: Usado em educação para ensinar programação, é fácil de usar, mas mesmo utilizando todas as tarefas de processamento são poucas que executa bem. Cobol: Projetada tendo em vista a administração de empresas em mente com objetivo de processamento de grandes arquivos de dados. Executando tarefas repetitivas como folha de pagamento. É pobre em cálculos. Pascal: Usada primordialmente nos cursos de ciência da computação para ensinar práticas de programação; C: é utilizada por programadores profissionais. Combina a portabilidade de máquina com um rígido controle e utilização eficiente dos recursos computacionais. C ++ : Nova versão da linguagem C, orientada a objetos, tendo todas as capacidades do C e características para trabalhar com objetos de software, utilizados para desenvolver softwares aplicativos. 12) O que faz um Sistema Operacional? Resp.: É responsável por gerenciar e controlar as atividades do computador e também aloca e designa os recursos do sistema. Programa a utilização de recursos e tarefas, monitora as atividades do sistema, provê locais na memória primária para armazenamento de dados e programas e controla dispositivos de entrada e saída. 13) Que papel desempenha a multiprogramação, multiprocessamento, multitarefa, armazenamento virtual e tempo compartilhado. Resp.: Multiprogramação: Permite que múltiplos programas compartilhem os recursos de um sistema ao mesmo tempo. Multiprocessamento: é a capacidade do sistema operacional em conectar duas ou mais CPUs para que trabalhem em paralelo dentro de um único sistema de Multitarefa: Podem ser executadas várias tarefas ao mesmo tempo em um único Armazenamento Virtual: Administra programa com mais eficiência, dividindo-os em pequenas partes de comprimento fixo ou variável, armazenando uma pequena parte na memória principal a cada instante. Tempo Compartilhado: responsável pelo compartilhamento computacional de vários usuários que estão trabalhando simultaneamente alocando uma fatia de tempo para cada usuário. 14) O que é Java, HTML e XML? Resp.: Java: Linguagem de programação independente de plataforma e orientada a objeto, roda em qualquer computador e sistema operacional. Pode administrar textos, dados, recursos gráficos, som e vídeo tudo dentro de um único programa. HTML: Determina como os textos e imagens devem ser apresentados nos sites (como um xerox). Profa. Luciene C. R. Rodrigues 4

5 XML: Descreve o que significa os dados apresentados pelo html, de modo que possam ser utilizados pelos bancos de dados. 15) O que é Programação Orientada à Objetos? Resp.: Funciona como bloco de construção independente do software que pode ser usado em muitos sistemas diferentes sem alterar o código do programa. Reduz o tempo e o custo de escrever softwares produzindo códigos de programas reutilizáveis. As classes podem herdar toda a estrutura e comportamento de uma classe mais geral. (Estrutura de árvore). 16) Relacione e descreva as principais questões do gerenciamento de recursos de hardware e software para a montagem de Sistemas de Informação. Resp.: Tanto o hardware como o software, são importantes recursos organizacionais que devem ser cuidadosamente administrados. Gerentes e especialistas em SI precisam dar especial atenção ao planejamento da capacidade e a escalabilidade do hardware para assegurar que a empresa tenha capacidade computacional suficiente para suas necessidades correntes e futuras, eles também precisam pesar os custos e benefícios de adquirir e manter o próprio hardware e software ou alugar esses recursos e provedores de serviços externos. Profa. Luciene C. R. Rodrigues 5

Disciplina: Arquitetura de Computadores

Disciplina: Arquitetura de Computadores Disciplina: Arquitetura de Computadores Estrutura e Funcionamento da CPU Prof a. Carla Katarina de Monteiro Marques UERN Introdução Responsável por: Processamento e execução de programas armazenados na

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais 1 Sistema Operacional Um conjunto de programas que se situa entre os softwares aplicativos e o hardware Gerencia os recursos do computador (CPU, dispositivos periféricos). Estabelece

Leia mais

Flávia Rodrigues. Silves, 26 de Abril de 2010

Flávia Rodrigues. Silves, 26 de Abril de 2010 Flávia Rodrigues STC5 _ Redes de Informação e Comunicação Silves, 26 de Abril de 2010 Vantagens e Desvantagens da Tecnologia Acessibilidade, quer a nível pessoal quer a nível profissional; Pode-se processar

Leia mais

Hardware: Componentes Básicos. Sistema de Computador Pessoal. Anatomia de um Teclado. Estrutura do Computador. Arquitetura e Organização

Hardware: Componentes Básicos. Sistema de Computador Pessoal. Anatomia de um Teclado. Estrutura do Computador. Arquitetura e Organização Hardware: Componentes Básicos Arquitetura dos Computadores Dispositivos de Entrada Processamento Dispositivos de Saída Armazenamento Marco Antonio Montebello Júnior marco.antonio@aes.edu.br Sistema de

Leia mais

Processamento de Dados aplicado à Geociências. AULA 1: Introdução à Arquitetura de Computadores

Processamento de Dados aplicado à Geociências. AULA 1: Introdução à Arquitetura de Computadores 1 Processamento de Dados aplicado à Geociências AULA 1: Introdução à Arquitetura de Computadores UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CENTRO DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GEOPROCESSAMENTO

Leia mais

Conceitos Básicos INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO E SUAS APLICAÇÕES

Conceitos Básicos INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO E SUAS APLICAÇÕES FACULDADE DOS GUARARAPES INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO E SUAS APLICAÇÕES Conceitos Básicos Prof. Rômulo César romulodandrade@gmail.com romulocesar@faculdadeguararapes.edu.br www.romulocesar.com.br INTRODUÇÃO

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS SISTEMAS DISTRIBUÍDOS Introdução Slide 1 Nielsen C. Damasceno Introdução Tanenbaum (2007) definiu que um sistema distribuído é aquele que se apresenta aos seus usuários como um sistema centralizado, mas

Leia mais

PROGRAMAÇÃO I. Introdução

PROGRAMAÇÃO I. Introdução PROGRAMAÇÃO I Introdução Introdução 2 Princípios da Solução de Problemas Problema 1 Fase de Resolução do Problema Solução na forma de Algoritmo Solução como um programa de computador 2 Fase de Implementação

Leia mais

HARDWARE INFORMÁTICA. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br

HARDWARE INFORMÁTICA. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br INFORMÁTICA Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br HARDWARE O COMPUTADOR, INDEPENDENTE DO TIPO: PARA QUE ISTO POSSA OCORRER TEMOS QUE ALIMENTÁLO COM DADOS E AGUARDAR O RETORNO DESTE PROCESSAMENTO.

Leia mais

Tópicos Avançados em Sistemas Computacionais: Infraestrutura de Hardware Aula 06

Tópicos Avançados em Sistemas Computacionais: Infraestrutura de Hardware Aula 06 Tópicos Avançados em Sistemas Computacionais: Infraestrutura de Hardware Aula 06 Prof. Max Santana Rolemberg Farias max.santana@univasf.edu.br Colegiado de Engenharia de Computação COMO UM PROGRAMA ESCRITO

Leia mais

Hardware. Objetivos do Capítulo

Hardware. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Identificar os principais tipos, tendências e usos de microcomputadores, computadores de médio porte e mainframes. Caracterizar as principais tecnologias e usos de periféricos de

Leia mais

Tecnologias da Informação TI /2 Material de apoio ler bibliografia recomendada (Stair)

Tecnologias da Informação TI /2 Material de apoio ler bibliografia recomendada (Stair) Objetivos: Hardware, Software e Sistemas de gerenciamento de Banco de dados. Capítulos 3, 4 e 5 Stair. Hardware (HW) Qualquer maquinário que assiste nas atividades de: Entrada Processamento de um Sistema

Leia mais

Introdução à Informática. Professor: Francisco Ary

Introdução à Informática. Professor: Francisco Ary Professor: Francisco Ary O que vimos na ultima aula: O que é Software? parte lógica de um sistema computacional; sequência de instruções interpretada e executada por um computador(processador); Principais

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 1 OBJETIVOS 1. Qual é a capacidade de processamento e armazenagem que sua organização precisa para administrar suas informações e transações empresariais?

Leia mais

Informática I. Aula 19. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 19-20/06/06 1

Informática I. Aula 19. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 19-20/06/06 1 Informática I Aula 19 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 19-20/06/06 1 Ementa Histórico dos Computadores Noções de Hardware e Software Microprocessadores Sistemas Numéricos e Representação

Leia mais

Introdução à Informática

Introdução à Informática Introdução à Informática Alexandre Meslin (meslin@nce.ufrj.br) Objetivo do Curso Apresentar os conceitos básicos de informática, de software e de hardware. Introduzir os conceitos relativos à representação

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES. Professor: Clayton Rodrigues da Siva

ARQUITETURA DE COMPUTADORES. Professor: Clayton Rodrigues da Siva ARQUITETURA DE COMPUTADORES Professor: Clayton Rodrigues da Siva OBJETIVO DA AULA Objetivo: Conhecer a estrutura da arquitetura da Máquina de Von Neumann. Saber quais as funcionalidades de cada componente

Leia mais

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 6.1

Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 6.1 Laudon & Laudon Essentials of MIS, 5th Edition. Pg. 6.1 6 OBJETIVOS OBJETIVOS ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 6.1 2003 by Prentice Hall Qual é a capacidade de processamento e armazenagem

Leia mais

Fundamentos de Sistemas Operacionais

Fundamentos de Sistemas Operacionais Fundamentos de Sistemas Operacionais Aula 2 Princípios de Programação Prof. Belarmino Linguagem de Computadores Internamente os computadores usam instruções e armazenam os dados no formato numérico binário

Leia mais

Curso: Banco de Dados I. Conceitos Iniciais

Curso: Banco de Dados I. Conceitos Iniciais Curso: Conceitos Iniciais Discussão inicial O que são Bancos de Dados? Quais os programas de Bancos de Dados mais conhecidos no mercado? Quais as vantagens do uso de Bancos de Dados nas empresas? Como

Leia mais

Descubra as novas funcionalidades com Office 365 My I-365, uma nova forma de colaborar. 2013 Ipsos

Descubra as novas funcionalidades com Office 365 My I-365, uma nova forma de colaborar. 2013 Ipsos Descubra as novas funcionalidades com Office 365 My I-365, uma nova forma de colaborar Mensagens chave Ser lider com nossos clientes O que estamos falando e também sobre Ser moderno Ser eficiente Estar

Leia mais

Aula 03. Processadores. Prof. Ricardo Palma

Aula 03. Processadores. Prof. Ricardo Palma Aula 03 Processadores Prof. Ricardo Palma Definição O processador é a parte mais fundamental para o funcionamento de um computador. Processadores são circuitos digitais que realizam operações como: cópia

Leia mais

PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS

PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS PLANO DE ATUALIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DOS EQUIPAMENTOS 1. INTRODUÇÃO A Faculdade Fleming dispõe atualmente de infraestrutura de Tecnologia da Informação com rede de computadores que interliga em torno de 300

Leia mais

Curso de Sistemas de Informação Campus Guaíba Cursos de Informática Projeto de Inclusão Digital APOSTILA APOSTILA CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA

Curso de Sistemas de Informação Campus Guaíba Cursos de Informática Projeto de Inclusão Digital APOSTILA APOSTILA CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA CONCEITOS BÁSICOS DE INFORMÁTICA Agosto, 2006 Apresentação A apostila de Conceitos Básicos de Informática tem por objetivo apresentar aos alunos os conceitos relacionados à área de tecnologia. Esquema

Leia mais

Hardware. Organização Funcional de um. Computador. Arquitetura de Multiprocessadores. UCP Unidade Central de Processamento AMD. Sistema Central CPU

Hardware. Organização Funcional de um. Computador. Arquitetura de Multiprocessadores. UCP Unidade Central de Processamento AMD. Sistema Central CPU Hardware UCP Unidade Central de Processamento AMD Disciplina: Organização e Arquitetura de Computadores Prof. Luiz Antonio do Nascimento Faculdade Nossa Cidade Organização Funcional de um Computador Unidade

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC PROF. MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGOCIOS Habilitação Profissional: TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO DE TÉCNICO EM

Leia mais

Técnico em Radiologia. Prof.: Edson Wanderley

Técnico em Radiologia. Prof.: Edson Wanderley Técnico em Radiologia Prof.: Edson Wanderley Rede de Computadores Modelo Mainframe Terminal Computador de grande porte centralizado; Os recursos do computador central, denominada mainframe são compartilhadas

Leia mais

Informática Instrumental

Informática Instrumental 2 Informática Instrumental Prof. Ana Paula Domingos 3 Hardware 4 Software Parte Física do computador. Exemplos: Monitor, teclado, mouse, caixas de som, gabinete. São os programas do computador, parte lógica.

Leia mais

Informática Instrumental. Prof. Ana Paula Domingos

Informática Instrumental. Prof. Ana Paula Domingos Informática Instrumental Prof. Ana Paula Domingos 2 3 Hardware Parte Física do computador. Exemplos: Monitor, teclado, mouse, caixas de som, gabinete. 4 Software São os programas do computador, parte lógica.

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE Capítulo 6 ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 6.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Qual é a capacidade de processamento e armazenagem que sua organização precisa para administrar suas informações

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE 6 ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE HARDWARE E SOFTWARE OBJETIVOS Qual é a capacidade de processamento e armazenagem que sua organização precisa para administrar suas informações e transações empresariais?

Leia mais

Divisão do computador

Divisão do computador Divisão do computador Hardware: todo o equipamento, suas peças, isto é, tudo o que "pode ser tocado", denomina-se hardware. Alguns equipamentos, como monitor, teclado e rato são também chamados de periféricos.

Leia mais

Aula 05. Fundamentos de Hardware e Software. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr.

Aula 05. Fundamentos de Hardware e Software. Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. 05 Aula 05 Fundamentos de Hardware e Software Prof. Dr. Dilermando Piva Jr. Site Disciplina: http://fundti.blogspot.com.br/ Fundamentos de Hardware Sistemas de Computação Sistemas de Computação Computador

Leia mais

Email: professorclebermarques@hotmail.com Atualizada em 29/01/2010. 1

Email: professorclebermarques@hotmail.com Atualizada em 29/01/2010. 1 1- Software: É o elemento lógico (não palpável) do sistema computacional. 1.1- Classificação do Software: 1. Básico = fundamental para o processamento. Ex: Sistema Operacional. 2. Aplicativo = auxilia

Leia mais

Introdução aos computadores, à Internet e à World Wide Web. Prof. Marcelo Roberto Zorzan

Introdução aos computadores, à Internet e à World Wide Web. Prof. Marcelo Roberto Zorzan Introdução aos computadores, à Internet e à World Wide Web Prof. Marcelo Roberto Zorzan História do Java Origem Linguagem desenvolvida pela Sun Microsystems Sintaxe similar ao C++ Inicialmente chamada

Leia mais

Aula 1: A Evolução dos Sistemas Computacionais

Aula 1: A Evolução dos Sistemas Computacionais Aula 1: A Evolução dos Sistemas Computacionais O primeiro computador digital foi projetado pelo matemático Charles Babbage (1792-1871). Embora Babbage tenha dispendido muito de sua vida e de sua fortuna

Leia mais

Introdução a Informática

Introdução a Informática Informática Introdução a Informática Carlos Eduardo da Silva carlos.silva@cefetrn.br Sistemas computacionais Sistemas computacionais O computador é uma máquina eletrônica capaz de receber informações,

Leia mais

Conceitos básicos sobre computadores

Conceitos básicos sobre computadores SSC0101 - ICC1 Teórica Introdução à Ciência da Computação I Conceitos básicos sobre computadores Prof. Vanderlei Bonato: vbonato@icmc.usp.br Sumário O que é um computador e onde podemos encontrá-los? Divisão:

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Capítulo 4 Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software 2 1 OBJETIVOS

Leia mais

TECNÓLOGO EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES I

TECNÓLOGO EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES I TECNÓLOGO EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES I Aula 02: Organização e Arquitetura de Computadores / Lógica Digital (Parte I) O conteúdo deste documento tem por objetivo

Leia mais

Cursos para turbinar a sua carreira profissional

Cursos para turbinar a sua carreira profissional Cursos para turbinar a sua carreira profissional CONTATOS: FONE: (92) 3216-3080 FUNDACAOREDEAM.COM.BR CERTIFICAÇÃO OFICIAL FURUKAWA FCP Data Cabling System (28 horas) Introduzir e direcionar profissionais

Leia mais

Redes sem Fio WPANs (IEEE ) Wireless Personal Area Networks. Ricardo Kléber. Ricardo Kléber

Redes sem Fio WPANs (IEEE ) Wireless Personal Area Networks. Ricardo Kléber. Ricardo Kléber Redes sem Fio 2016.1 WPANs (IEEE 802.15) Wireless Personal Area Networks Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Turma: TEC.SIS.5M Redes sem Fio Onde Estamos? Sistemas de comunicação wireless

Leia mais

INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA: TERMINOLOGIA BÁSICA RAÍ ALVES TAMARINDO RAI.TAMARINDO@UNIVASF.EDU.BR

INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA: TERMINOLOGIA BÁSICA RAÍ ALVES TAMARINDO RAI.TAMARINDO@UNIVASF.EDU.BR INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA: TERMINOLOGIA BÁSICA RAÍ ALVES TAMARINDO RAI.TAMARINDO@UNIVASF.EDU.BR SOFTWARE Dados: informações guardadas no computador. Instruções: Comando que define uma operação a ser executada.

Leia mais

Laboratório Virtual de Sistema de Controle Via Web em Labview. 1/6 www.ni.com

Laboratório Virtual de Sistema de Controle Via Web em Labview. 1/6 www.ni.com Laboratório Virtual de Sistema de Controle Via Web em Labview "Utilizou-se o Labview 8.6 para criar a VI, uma placa de aquisição da NI e uma webcam para poder acessar e visualizar a planta." - Fernando

Leia mais

VII SENABOM TEMA: O REGISTRO ELETRÔNICO DE EVENTOS (RE) Apresentado por: Ten Cel BM Flávio Rocha - CBMERJ

VII SENABOM TEMA: O REGISTRO ELETRÔNICO DE EVENTOS (RE) Apresentado por: Ten Cel BM Flávio Rocha - CBMERJ VII SENABOM TEMA: O REGISTRO ELETRÔNICO DE EVENTOS (RE) Apresentado por: Ten Cel BM Flávio Rocha - CBMERJ 1 SUMÁRIO! O que é a Assessoria de Informática e sua missão.! O Registro Eletrônico de Eventos

Leia mais

OI CLOUD SEJA BEM-VINDO!

OI CLOUD SEJA BEM-VINDO! OI CLOUD SEJA BEM-VINDO! O QUE É O OI CLOUD? O Oi Cloud é um serviço de armazenamento, compartilhamento e sincronização de arquivos. Esses arquivos ficarão acessíveis a partir de qualquer dispositivo,

Leia mais

Informática Básica. Ensino Fundamental II

Informática Básica. Ensino Fundamental II Informática Básica Ensino Fundamental II Caro(a) cursista, Estamos dando início a disciplina de informática básica, com o objetivo de auxiliá-lo nesta nova etapa produzimos e selecionamos materiais com

Leia mais

Banco de Dados e Engenharia de Software

Banco de Dados e Engenharia de Software Banco de Dados e Engenharia de Software Agenda Introdução a Banco de Dados Lógica Elementar, Conjuntos e Relações Arquitetura de Banco de Dados Linguagem SQL Modelo conceitual para Banco de Dados Transações

Leia mais

Introdução à Programação de Computadores Parte I

Introdução à Programação de Computadores Parte I Introdução à Programação de Computadores Parte I Prof. Dr. Edson Pimentel Centro de Matemática, Computação e Cognição Objetivos Compreender os componentes básicos de um programa... Objetivos Bacharelado

Leia mais

Sistemas Operacionais

Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais Artur Petean Bove Junior Mercado e Tecnologias futuras ETEP Faculdades Sistema operacional é o software responsável pela criação do ambiente de trabalho da máquina. Sendo a camada

Leia mais

Sistemas Computacionais e Hardware. Disciplina: Informática Prof. Higor Morais

Sistemas Computacionais e Hardware. Disciplina: Informática Prof. Higor Morais Sistemas Computacionais e Hardware Disciplina: Informática Prof. Higor Morais 1 Agenda Sistema Computacional O Computador e seus componentes Hardware 2 Unidade de entrada Unidade de saída Unidade de Processamento

Leia mais

DOCUMENTO DE REQUISITO DE SOFTWARE

DOCUMENTO DE REQUISITO DE SOFTWARE DOCUMENTO DE REQUISITO DE SOFTWARE PARTICIPANTES Belo Horizonte - 1

Leia mais

Sistemas Distribuídos Capítulo 3 - Aula 3

Sistemas Distribuídos Capítulo 3 - Aula 3 Sistemas Distribuídos Capítulo 3 - Aula 3 Aula passada Arquitetura de SDs Estilo Arquitetônico Arquitetura de Sistemas Sistemas Autogerenciáveis Aula de hoje Threads Threads em SDs Processos Clientes Processos

Leia mais

Sistemas Operacionais. Prof. Andrique Amorim

Sistemas Operacionais. Prof. Andrique Amorim Sistemas Operacionais Prof. Andrique Amorim A disciplina Conceitos básicos Arquitetura e organização dos computadores Evolução dos sistemas operacionais Estruturas de sistemas operacionais Gerência de

Leia mais

Conhecer algumas funcionalidades do software VMware Player e do sistema operacional

Conhecer algumas funcionalidades do software VMware Player e do sistema operacional ROTEIRO: CONFIGURANDO O WINDOWS 7 OBJETIVO Conhecer algumas funcionalidades do software VMware Player e do sistema operacional Windows 7. INTRODUÇÃO Devido à necessidade de de auxilio nesta configuração.

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Curso Profissional de Cozinha/Pastelaria. Competências

PLANIFICAÇÃO ANUAL TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Curso Profissional de Cozinha/Pastelaria. Competências Agrupamento Vertical de Escolas Dr. João Lúcio Competências Tratamento de Informação Rentabilizar as Tecnologias da Informação e Comunicação nas tarefas de construção do conhecimento em diversos contextos

Leia mais

EXERC EXAME DISCIPLINA: ALG ESTRUTURA DE DADOS I

EXERC EXAME DISCIPLINA: ALG ESTRUTURA DE DADOS I EXERC EXAME DISCIPLINA: ALG ESTRUTURA DE DADOS I CURSO: ENG CIVIL PROFESSOR: ANDRÉ LUÍS DUARTE PERÍODO 1º BIMESTRE 1 1) Identifique as afirmações como verdadeira (V) ou falsa (F): a) Existem três tipos

Leia mais

- Bibliografia: Sistemas de Informação e as Decisões Gerenciais na Era da Internet, de James A. O'Brien.

- Bibliografia: Sistemas de Informação e as Decisões Gerenciais na Era da Internet, de James A. O'Brien. Exercício 01 SAD 2011/02 Revisão Sistemas de Informação Valor: 12 pontos Entrega: 02/09/2011 Grupos de até 02 alunos Obs: - Bibliografia: Sistemas de Informação e as Decisões Gerenciais na Era da Internet,

Leia mais

INTRODUÇÃO À ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES. Função e Estrutura. Introdução Organização e Arquitetura. Organização e Arquitetura

INTRODUÇÃO À ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES. Função e Estrutura. Introdução Organização e Arquitetura. Organização e Arquitetura Introdução Organização e Arquitetura INTRODUÇÃO À ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Eduardo Max Amaro Amaral Arquitetura são os atributos visíveis ao programador. Conjunto de instruções, número

Leia mais

Informática CESGRANRIO

Informática CESGRANRIO Informática CESGRANRIO Todas as disciplinas 1 01. (Banco do Brasil/CESGRANRIO/2014) Informações importantes de uma pessoa que teve seu computador invadido foram coletadas e enviadas para terceiros. Um

Leia mais

Sistema de Gestão de Banco de Dados SGBD. David Fernandes França

Sistema de Gestão de Banco de Dados SGBD. David Fernandes França Sistema de Gestão de Banco de Dados SGBD David Fernandes França dffranca@gmail.com Desenvolvimento Bancos de Dados Através de Projeto de Dados O projeto de dados é o processo de identificar e formalizar

Leia mais

Laboratório 2.6.1: Orientação de Topologia e Construção de uma Pequena Rede

Laboratório 2.6.1: Orientação de Topologia e Construção de uma Pequena Rede Laboratório 2.6.1: Orientação de Topologia e Construção de uma Pequena Rede Diagrama de Topologia Rede Peer-to-Peer Objetivos Rede Comutada Com a conclusão deste laboratório, você será capaz de: Identificar

Leia mais

Manipulação de Arquivos e Pastas no Windows 7

Manipulação de Arquivos e Pastas no Windows 7 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS SÃO GONÇALO DO AMARANTE Informática Básica Manipulação de Arquivos e Pastas no Windows 7 Eliezio Soares eliezio.soares@ifrn.edu.br

Leia mais

Histórico e Evolução da Computação

Histórico e Evolução da Computação Lista de Exercícios Introdução à Informática Professor: Sérgio Salazar Histórico e Evolução da Computação O 1º computador foi o ENIAC, utilizado para montar tabelas para o cálculo de projéteis na 2ª Guerra

Leia mais

Administração de Sistemas GNU/Linux

Administração de Sistemas GNU/Linux Administração de Sistemas GNU/Linux GRACO - Gestores da Rede Acadêmica de Computação Instrutor: Ibirisol Fontes Ferreira Monitor: Jundai Halim Abdon DCC: Departamento

Leia mais

Sistemas Operacionais I

Sistemas Operacionais I Sistemas Operacionais I Gerações dos computadores: Evolução e Eficiência Sistemas Operacionais I Dionisio Gava Junior Reynaldo G. de Oliveira Reynaldg@brfree.com.br Tópicos Histórico e Eficiência. Primeira

Leia mais

O que é um banco de dados? Banco de Dados. Banco de dados

O que é um banco de dados? Banco de Dados. Banco de dados COLÉGIO EST. JOÃO MANOEL MONDRONE - ENS. FUNDAMENTAL, MÉDIO, PROFISSIONAL E NORMAL Rua Mato Grosso n.2233 - Fone/Fax (045) 3264-1749-3264-1507 Banco de Dados O que é um banco de dados? Um conjunto de informações

Leia mais

Introdução ao Processamento de Dados (I P D)

Introdução ao Processamento de Dados (I P D) Introdução ao Processamento de Dados (I P D) O ponto mais significativo da evolução dos computadores, começou na década de 40, durante a 2ª guerra mundial, onde vários equipamentos foram desenvolvidos.

Leia mais

Roteiro... Sistemas Distribuídos Aula 4. Troca de mensagens. Comunicação entre processos. Conceitos de SD, vantagens e desvantagens

Roteiro... Sistemas Distribuídos Aula 4. Troca de mensagens. Comunicação entre processos. Conceitos de SD, vantagens e desvantagens Roteiro... Conceitos de SD, vantagens e desvantagens Infra-estrutura de um SD Considerações de projeto Sistemas Distribuídos Aula 4 Karine de Pinho Peralta Modelos de Comunicação - comunicação entre processos

Leia mais

4/11/2010. Computadores de grande porte: mainframes e supercomputadores. Sistemas Computacionais Classificação. Sistemas Computacionais Classificação

4/11/2010. Computadores de grande porte: mainframes e supercomputadores. Sistemas Computacionais Classificação. Sistemas Computacionais Classificação Arquitetura de Computadores Quanto ao princípio de construção Computador Analógico: Computadores de grande porte: mainframes e supercomputadores Prof. Marcos Quinet Universidade Federal Fluminense UFF

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Sistemas de Informação Prof. M.Sc. Diego Fernandes Emiliano Silva diego.femiliano@gmail.com Agenda Infraestrutura de TI Infraestrutura de TI: hardware Infraestrutura de TI: software Administração dos recursos

Leia mais

Apresentando a impressora

Apresentando a impressora Apresentando a impressora Visão geral da impressora 1 Trava do papel Porta frontal Painel do operador Unidade dúplex opcional Bandeja padrão de 250 folhas Bandeja opcional de 500 folhas Bandeja de saída

Leia mais

Entrada e Saída (E/S)

Entrada e Saída (E/S) Organização e Arquitetura de Computadores Entrada e Saída (E/S) Givanaldo Rocha de Souza http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br Baseado no material do prof. Sílvio Fernandes

Leia mais

PLANIFICAÇÃO INTRODUÇÃO ÀS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO BLOCO I

PLANIFICAÇÃO INTRODUÇÃO ÀS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO BLOCO I PLANIFICAÇÃO INTRODUÇÃO ÀS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO BLOCO I MÉDIO PRAZO 1 TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E INFORMÁTICA OBJECTIVOS CONTEÚDOS DATA Conceitos Introdutórios Conhecer os conceitos básicos relacionados

Leia mais

Os salários de 15 áreas de TI nas cinco regiões do Brasil

Os salários de 15 áreas de TI nas cinco regiões do Brasil Os salários de 15 áreas de TI nas cinco regiões do Brasil Entre 2011 e 2012, os salários na área de tecnologia da informação (TI) cresceram em média 10,78% um número animador, que pode motivar jovens estudantes

Leia mais

Professor: Gládston Duarte

Professor: Gládston Duarte Professor: Gládston Duarte INFRAESTRUTURA FÍSICA DE REDES DE COMPUTADORES Computador Instalação e configuração de Sistemas Operacionais Windows e Linux Arquiteturas físicas e lógicas de redes de computadores

Leia mais

Documento de Arquitetura de Software- SGE

Documento de Arquitetura de Software- SGE Documento de Arquitetura de Software- SGE IFG Autor: Marcelo Roldrin Barros Silva 1. Introdução 1.1 Finalidade Este documento oferece uma visão geral arquitetural abrangente do sistema SGE (Sistema de

Leia mais

Laboratório de Mídias Sociais

Laboratório de Mídias Sociais Laboratório de Mídias Sociais Aula 05 Analítica de dispositivos móveis Prof. Dalton Martins dmartins@gmail.com Gestão da Informação Universidade Federal de Goiás Introdução Aplicações móveis estão se tornando

Leia mais

4 Sistema Computacional:

4 Sistema Computacional: 4 Sistema Computacional: Hardware: são os componentes e dispositivos eletrônicos que operando em conjunto com outros componentes ou mesmo individualmente realizam uma das funções de um sistema de computação.

Leia mais

Soluções em Tecnologia www.actualdigital.com.br Institucional Actual Digital A Actual Digital oferece uma linha de produtos e serviços em tecnologia, unificando todas as soluções disponíveis na organização

Leia mais

Unidade 1: O Computador

Unidade 1: O Computador Unidade : O Computador.3 Arquitetura básica de um computador O computador é uma máquina que processa informações. É formado por um conjunto de componentes físicos (dispositivos mecânicos, magnéticos, elétricos

Leia mais

Introdução à Ciência da Informação

Introdução à Ciência da Informação Introdução à Ciência da Informação Prof. Edberto Ferneda Software 1 Software Níveis de Software Hardware Software Aplicativos Software Tipos de Software Softwares Aplicativos de Sistema (Utilitários) Finalidades

Leia mais

Aula 02: Tendências Tecnológicas e Custos

Aula 02: Tendências Tecnológicas e Custos Aula 02: Tendências Tecnológicas e Custos Cadeia Alimentar Figura Original Regra: Peixes maiores comem peixes menores Tubarões e Comidas O que é um tubarão? sistema de computação PC Mainframe comer: seguindo

Leia mais

Depois do estudo deste capítulo, o estudante deve ser capaz de:

Depois do estudo deste capítulo, o estudante deve ser capaz de: 1 Introdução 1.1 Objetivos: Depois do estudo deste capítulo, o estudante deve ser capaz de: Definir o modelo de Turing de um computador; Definir o modelo de von Neumann do computador; Descreve os três

Leia mais

Banco de Dados I. Prof. Edson Thizon ethizon@bol.com.br

Banco de Dados I. Prof. Edson Thizon ethizon@bol.com.br Banco de Dados I Prof. Edson Thizon ethizon@bol.com.br Conceitos Dados Fatos conhecidos que podem ser registrados e que possuem significado implícito Banco de dados (BD) Conjunto de dados interrelacionados

Leia mais

REDES LOCAIS. Quando você precisar ir além do computador em cima de sua mesa, esta na hora de instalar uma rede local.

REDES LOCAIS. Quando você precisar ir além do computador em cima de sua mesa, esta na hora de instalar uma rede local. 1. Introdução 1.1. - Conceitos REDES LOCAIS Quando você precisar ir além do computador em cima de sua mesa, esta na hora de instalar uma rede local. 1 1.2. Tipos de Aplicações As Redes Locais têm em geral

Leia mais

SOFTWARE EDUCACIONAL PARA ELABORAÇÃO DE PROVAS E EXERCÍCIOS

SOFTWARE EDUCACIONAL PARA ELABORAÇÃO DE PROVAS E EXERCÍCIOS SUZETE KEINER SOFTWARE EDUCACIONAL PARA ELABORAÇÃO DE PROVAS E EXERCÍCIOS CIOS Orientador: Prof.. Carlos Eduardo Negrão Bizzotto ROTEIRO Introdução Objetivos Informática na Educação Etapas de Implantação

Leia mais

UFCD 0793 Scripts CGI e Folhas de Estilo Formadora: Sónia Rodrigues

UFCD 0793 Scripts CGI e Folhas de Estilo Formadora: Sónia Rodrigues UFCD 0793 Scripts CGI e Folhas de Estilo Formadora: Sónia Rodrigues 0793 Scripts CGI e folhas de estilo Objectivos da UFCD: Desenvolver páginas para a Web, através de scripts CGI e folhas de estilo. UFCD

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO PARA MONITORAMENTO DE SUBESTAÇÕES DE ENERGIA 1

DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO PARA MONITORAMENTO DE SUBESTAÇÕES DE ENERGIA 1 DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO PARA MONITORAMENTO DE SUBESTAÇÕES DE ENERGIA 1 Antonio Carlos Catani Neto 2, Guilherme Fabrin Franco 3, Paulo Sérgio Sausen 4. 1 Projeto de Iniciação Científica, realizado

Leia mais

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE PLANO DE CURSO. Código: FIS03 Carga Horária: 40 Créditos: 02 Pré-requisito(s): ---- Período: II Ano: 2015.

FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE PLANO DE CURSO. Código: FIS03 Carga Horária: 40 Créditos: 02 Pré-requisito(s): ---- Período: II Ano: 2015. PLANO DE CURSO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Licenciatura em Educação Física Disciplina: Informática Aplicada a Educação Física Professor: Denise Xavier Fortes e-mail: denisefortes6@gmail.com Código:

Leia mais

Engenharia de Software II

Engenharia de Software II Engenharia de Software II Aula 26 http://www.ic.uff.br/~bianca/engsoft2/ Aula 26-21/07/2006 1 Ementa Processos de desenvolvimento de software Estratégias e técnicas de teste de software Métricas para software

Leia mais

Assuma o controle da produção dos seus documentos e dos custos

Assuma o controle da produção dos seus documentos e dos custos i W A c c o u n t i n g M a n a g e r Versão 5. Assuma o controle da produção dos seus documentos e dos custos O iw Accounting Manager Coloca você no Controle Qualquer organização profissional, associação

Leia mais

Veeam Endpoint Backup FREE

Veeam Endpoint Backup FREE CONSULTORIA INFORMÁTICA DOWNLOAD GRATUITO Veeam Endpoint Backup FREE Visão Global do Produto Veeam Endpoint Backup FREE 1 Veeam Endpoint Backup está preparado para proteger a sua empresa. O Veeam Endpoint

Leia mais

O Sistema de Computação

O Sistema de Computação Departamento de Ciência da Computação - UFF O Sistema de Computação Profa. Débora Christina Muchaluat Saade debora@midiacom.uff.br O Sistema de Computação Capítulo 2 Livro do Mário Monteiro Componentes

Leia mais

O uso da Informática na Educação faz parte de um processo natural do avanço da ciência, não tendo mais sentido a discussão sobre usar ou não o

O uso da Informática na Educação faz parte de um processo natural do avanço da ciência, não tendo mais sentido a discussão sobre usar ou não o O uso da Informática na Educação faz parte de um processo natural do avanço da ciência, não tendo mais sentido a discussão sobre usar ou não o computador nas escolas, pois ele está inserido, diretamente

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores. Histórico. Gerações

Arquitetura e Organização de Computadores. Histórico. Gerações Histórico Gerações 00001 As gerações dos computadores Os computadores são máquinas capazes de realizar vários cálculos automaticamente, além de possuir dispositivos de armazenamento e de entrada e saída.

Leia mais

Deswik.Sched. Sequenciamento por Gráfico de Gantt

Deswik.Sched. Sequenciamento por Gráfico de Gantt Deswik.Sched Sequenciamento por Gráfico de Gantt SOLUÇÕES EM SEQUENCIAMENTO DE LAVRA QUE NOS DIFERENCIAM Uma abordagem dinâmica e moderna para o sequenciamento de lavra Desde gráficos de Gantt interativos

Leia mais

Servidor de Armazenamento em Nuvem

Servidor de Armazenamento em Nuvem Aula 10 Servidor de Armazenamento em Nuvem Prof. Roitier Campos Gonçalves Cloud Computing modelo tecnológico que habilita de forma simplificada o acesso on-demand a uma rede, a qual possui um pool de recursos

Leia mais

Planejamento e Desempenho de Custos. Disciplina: Gerenciamento de Projetos Docente: Cristina Almeida

Planejamento e Desempenho de Custos. Disciplina: Gerenciamento de Projetos Docente: Cristina Almeida Planejamento e Desempenho de Custos Disciplina: Gerenciamento de Projetos Docente: Cristina Almeida O que é um orçamento? É o planejamento financeiro para um determinado projeto. Objetivo da aula: apresentar

Leia mais

Informática Básica CONCEITOS DE SOFTWARE. Msc. Eliezio Soares eliezio.soares@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/elieziosoares

Informática Básica CONCEITOS DE SOFTWARE. Msc. Eliezio Soares eliezio.soares@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/elieziosoares Informática Básica CONCEITOS DE SOFTWARE Msc. Eliezio Soares eliezio.soares@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/elieziosoares Aviso! Avaliação bimestral em: 08/07/15 https://www.youtube.com/watch?v=0koosyqo2hk&feature=related

Leia mais