DEMOGRAFIA. Prof. Maicon Fiegenbaum

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DEMOGRAFIA. Prof. Maicon Fiegenbaum"

Transcrição

1 DEMOGRAFIA Prof. Maicon Fiegenbaum

2 O estudo da população é fundamental para podermos verificar a realidade social e numérica da mesma. Através desses estudos, pode-se conhecer o grau de desenvolvimento de estados, regiões ou países. Através deles, pode-se elaborar projetos sociais e econômicos e, também, fazer projeções futuras de ocupação do espaço e de desenvolvimento. Na esfera governamental, esses estudos são de fundamental importância, pois, permite traçar planos e estratégias de atuação, além de poder desenvolver um planejamento de interesse social.

3 POPULOSO (POPULAÇÃO ABSOLUTA) *refere-se à população total de um determinado lugar (EX: o Brasil é o 5º país mais populoso do mundo, com aproximadamente 200 milhões de habitantes). *um país com grande número de habitantes será considerado um país populoso. *a população mundial é de aproximadamente 7,2 bilhões de habitantes. Destes, a Ásia concentra em torno de 4 bilhões de habitantes; China e Índia representam mas de 1/3 da população mundial, sendo os países mais populosos do mundo.

4 Ásia: 4,160 bilhões de habitantes África: 1,031 bilhão de habitantes América: 934,3 milhões de habitantes Europa: 749,6 milhões de habitantes Oceania: 37,1 milhões de habitantes Antártica: 4 mil habitantes (no verão) e 900 habitantes (no inverno)

5 POVOADO (POPULAÇÃO RELATIVA) *número de habitantes por Km 2 (densidade demográfica). *O Brasil é o 159º país mais povoado do mundo, com uma população de 23 hab/km 2 (população distribuída irregularmente pelo território).

6

7 *Ecúmeno: áreas mais favoráveis à ocupação humana (regiões de *Anecúmeno: áreas clima temperado, os desfavoráveis à planaltos tropicais, as ocupação humana, ou planícies, os vales, os seja, elevadas deltas e vales fluviais, os latitudes (regiões litorais e as regiões de polares); as elevadas solo e subsolo ricos). altitudes (altas montanhas); os desertos e as florestas equatoriais.

8 TAXAS DEMOGRÁFICAS Para o estudo do crescimento da população, os demógrafos utilizam algumas noções básicas como fecundidade, natalidade, mortalidade e crescimento vegetativo, expressas através de índices ou taxas.

9 TAXA DE NATALIDADE Relação entre o número de nascimentos em um ano e a população absoluta de determinado lugar. N de Nascimentos x 1000 População Total No Brasil, há uma sensível diminuição da natalidade nos últimos anos, devido ao aumento da população urbana, a difusão do controle de natalidade, e o custo de criação de um filho nas zonas urbanas. Em 2009, a taxa de natalidade no Brasil era de 15,7 crianças nascidas a cada grupo de mil pessoas (134º maior do mundo). No Brasil, a menor taxa de natalidade é do Rio Grande do Sul (11,6 ). A média mundial é em torno de 20,09. Das 10 maiores taxa de natalidade do mundo, 9 são de países africanos e uma de país asiático. E das 10 menores, 7 são de países europeus e 3 são de países asiáticos.

10 TAXA DE MORTALIDADE Relação entre o número de óbitos em um ano e a população absoluta de um determinado lugar. N de Óbitos x 1000 População Total Não é considerado um bom indicador de qualidade de vida. Os países que apresentam as menores taxas de mortalidade, inferiores a 5, não são os mais ricos, mas os que possuem uma população predominantemente jovem e dispõem de um serviço sanitário e médico com alguma qualidade. A taxa brasileira em 2007 era de 6,17 (150º do mundo). Algumas regiões subdesenvolvidas (América Latina e o Norte da África) apresentam taxas de mortalidade menores que as vigentes no continente europeu, devido à grande porcentagem de idosos na Europa.

11 CRESCIMENTO VEGETATIVO *É a diferença entre taxas de natalidade e de mortalidade. CV = TN TM 100 *Indica a velocidade de crescimento natural de uma população, desprezando-se os movimentos migratórios. O crescimento populacional médio mundial está em 1,17%. O brasileiro está em 1,26% (107º do mundo).

12 CRESCIMENTO POPULACIONAL *Calculado a partir do crescimento vegetativo mais o saldo migratório (crescimento global ou demográfico).

13 TAXA DE MORTALIDADE INFANTIL *Expressa o número de crianças que morrem antes de completar um ano de idade em cada mil nascimentos, em um determinado lugar durante um ano. N Óbitos Crianças (<1 ano) x 1000 Crianças nascidas vivas *Varia em função direta do nível de vida da população, já que depende da quantidade e da qualidade dos serviços médicos sanitários colocados à disposição da população. As taxas são muito mais altas em países subdesenvolvidos. Nos países desenvolvidos, a mortalidade infantil, quando ocorre, geralmente é precoce (até o 28º dia de vida), devido à fatores genéticos. Segundo a ONU, a taxa brasileira é de 20,5 (107º do mundo). Já o IBGE, em 2010, diz ser de 15,6. No RS, é de 11,3.

14 TAXA DE FECUNDIDADE *Corresponde ao número médio de filhos por mulher. É calculado a partir das crianças com até 5 anos sobre o número de mulheres em idade reprodutiva (dos 15 aos 49 anos). N Crianças com menos de 5 a. x 1000 N Mulheres em idade reprodutiva *é diretamente proporcional à taxa de natalidade. *A taxa brasileira é de 1,83 filhos por mulher (140º do mundo). Está abaixo da taxa de reposição, que é de 2,1 filhos.

15 EXPECTATIVA DE VIDA *As nações mais desenvolvidas do ponto de vista econômico e social, apresentam as maiores expectativas de vida. *A expectativa de vida ao nascer no Japão, a maior do mundo, é de 82,73 anos. *A média mundial é de 67,88 (ONU, ). Expectativa de vida no Brasil (2010) Ambos os sexos Homens Mulheres 73,8 anos (74,1 em 2011) 70,2 anos 77,4 anos

16 TEORIAS DEMOGRÁFICAS Na maioria dos casos, as políticas demográficas estão ligadas quase que exclusivamente ao controle da natalidade. O interesse nesta questão deve-se ao crescimento demográfico acelerado, constatado em determinadas regiões, em especial as subdesenvolvidas. Em certos países periféricos praticam-se intensos programas de esterilização, geralmente condenados pela opinião pública esclarecida.

17 A explosão demográfica tem sido objeto de diversas teorias populacionais. Para frear esse aumento, alguns governos e entidades civis adotam programas de planejamento familiar que auxiliam as mulheres a ter menos gestações, porém mais seguras e saudáveis. Nas últimas três décadas o número de mulheres e homens que usam algum método anticoncepcional moderno excede 1 bilhão. O Japão instituiu a primeira política moderna de controle de natalidade após a Segunda Guerra Mundial. A China tem a mais severa política de controle de natalidade no mundo. Em nosso país não há uma política clara quanto á este assunto.

18 TEORIA MALTHUSIANA *Elaborada por Malthus em Economista e pastor da Igreja Anglicana. *Causa dos problemas socio-econômicos: crescimento populacional (mais pobres). *Base da teoria: a capacidade da produção de alimentos cresceria em progressão aritmética (1, 2, 3, 4,...), e a população cresceria em progressão geométrica (1, 2, 4, 8,...). Assim, em apenas dois séculos, o crescimento da população teria sido 28 vezes maior do que o crescimento da produção de alimentos.

19 *Análise: esse descompasso seria a razão da existência da fome e da miséria. Quando a desproporção chegasse ao extremo, a natureza encarrega-se de reequilibrar a situação (pestes, epidemias e guerras). É o reequilíbrio natural. *Solução: a sujeição moral (retardar o casamento, privação voluntária dos desejos sexuais, possuir somente o número de filhos que a família puder sustentar sem a ajuda do Estado, elevar o preço das mercadorias e reduzir os salários). -Objetivo: reduzir as taxas de natalidade. *Considerações: teoria desmentida após a Revolução Industrial e com o avanço das técnicas agrícolas (população não duplicou a cada 25 anos e aumentou a oferta de alimentos). Atualmente, suas ideias são consideradas ultrapassadas.

20 Não se elimina a falta de alimentos diminuindo o número de nascimentos entre a população mundial. É necessário redistribuir a riqueza produzida no mundo. Ocorre grande concentração de alimentos nos países ricos e, consequentemente, má distribuição nos países pobres. Há somente um homem excedente na Terra: Malthus. (P. J. Proudhon)

21 TEORIA NEOMALTHUSIANA *Origem nas ideias de Malthus. Se firmou após a II Guerra Mundial (em função da explosão demográfica ocorrida nos países subdesenvolvidos). Houve melhoras no desenvolvimento da medicina, diminuindo a mortalidade sem, no entanto, que a natalidade declinasse. *Causa dos problemas socio-econômicos: o esgotamento dos recursos naturais, o desemprego e a pobreza são obstáculos ao desenvolvimento (devido à uma população numerosa).

22 *Base da teoria: aumento populacional atrapalharia o desenvolvimento dos Estados pobres, desviando recursos para investimentos não-produtivos (educação, saúde) e diminuindo investimentos no setor agrícola e industrial (impede a melhoria das condições de vida e do desenvolvimento econômico). *Solução: políticas de controle de natalidade (anticoncepcionais, abortos, etc). Popularmente chamado de Planejamento Familiar. *Análise: apoiada por entidades mundiais (ONU, FMI, Banco Mundial, UNICEF). Opção pelo modelo capitalista (se temia que a desordem social poderia levar os países subdesenvolvidos a se alinhar com os países socialistas). Aumenta os contrastes entre países periféricos e centrais. Apesar de vários países terem adotados essas medidas, a situação de fome e miséria continua existindo.

23 TEORIA REFORMISTA (MARXISTA) *Idéias desta teoria negam o princípio malthusiano, segundo o qual a superpopulação é a causa da pobreza. Para os reformistas, é a pobreza que gera a superpopulação. *Base da teoria: se não houvesse pobreza as pessoas teriam acesso à educação, saúde, etc., o que regularia, naturalmente, o crescimento populacional. Portanto, é exatamente a falta dessas condições o que acarreta o crescimento desenfreado da população. *Solução: adoção de profundas reformas sociais e econômicas nos países subdesenvolvidos -OBS: citam o exemplo dos países desenvolvidos, cuja redução do crescimento só foi possível após a adoção de reformas sócio-econômicas e consequente melhoria do padrão de vida das suas populações.

24 *Análise: a origem da pobreza é causada pela má divisão de renda na sociedade, gerando a pobreza, que geraria a superpopulação. A causa é a exploração a que os países desenvolvidos submetem os países subdesenvolvidos. Os governos deveriam implantar uma política de reformas sociais - na tecnologia, para aumentar a produção e resolver definitivamente o problema da sobrevivência humana, e na distribuição da renda, visando o acesso da maioria às riquezas produzidas. Só assim o problema da pobreza se resolveria. E, resolvendo o problema da pobreza, se resolveria também o problema da superpopulação. Ou seja, não haveria mais desequilíbrio entre uma e outra.

25 TRANSIÇÃO DEMOGRÁFICA *Fase I (pré-moderna): em sociedades rurais; taxas de natalidade e mortalidade altas. Há uma grande população jovem. No Brasil essa fase já foi ultrapassada, mas ainda é a fase de vários países da África. *Fase II (moderna): houve melhora nas técnicas agrícolas, maior acesso à tecnologia e educação. As taxas de mortalidade caem (maior oferta de alimentos e de condições sanitárias). Aumento da taxa de natalidade, com aumento da população. Ex: China e algumas regiões do Brasil. *Fase III (industrial): caracterizada pela urbanização, contracepção, melhora da renda, queda da taxa de nascimentos. Número inicial grande de crianças, com diminuição na taxa de natalidade (jovens concentrados em cidades). O saldo é a estabilização da população. O Brasil está no ciclo final dessa fase. *Fase IV (pós-industrial): baixas taxas de natalidade e mortalidade; taxas de fecundidade abaixo da taxa de reposição populacional. Há três conseqüências: aumento da proporção de idosos; encolhimento da população e necessidade de imigrantes para trabalhar nos empregos de mais baixo salário. Situação comum na Europa. No Brasil, a cidade de São Paulo é o exemplo típico dessa situação. *Fase V? Atualmente se aceita uma quinta fase, onde a mortalidade superará a natalidade (famílias optam por ter entre 1 e nenhum filhos). Efeito muito temido, iniciando em países como a Alemanha e Itália (crescimento populacional negativo, a população terá num futuro próximo mais idosos do que jovens).

26 TRANSIÇÃO DEMOGRÁFICA NO BRASIL Entre o primeiro censo demográfico (1872), e o de 2010, houve alteração radical nos indicadores de mortalidade e natalidade no país. O Brasil encontra-se no início do quarto estágio de transição demográfica. Nossa taxa de fertilidade está entre 1,9 e 1,8 filho por mulher, a de mortalidade está abaixo de 6,5 pessoas a cada mil habitantes e a expectativa de vida do brasileiro supera os 72 anos. Ou seja, o país está envelhecendo rapidamente o que traz os problemas próprios do desequilíbrio entre a proporção de idosos e a da população em idade de trabalhar. Esse envelhecimento poderá vir acompanhado de outros problemas: segundo estudo divulgado em abril de 2011 pelo Banco Mundial, o país está envelhecendo sem se desenvolver o suficiente para bancar as alterações em seu perfil populacional. Enquanto a França levou mais de um século para que os habitantes com idade acima de 65 anos saltassem de 7% para 14% da população total, no Brasil essa passagem se dará em pouco mais de duas décadas: entre 2011 e O novo censo confirmou esse envelhecimento da sociedade: todas as faixas etárias inferiores a 25 anos passaram a representar parcela menor sobre o total da população,enquanto a faixa acima dos 65 anos cresceu. Entre 2000 e 2010, o crescimento médio anual foi de 1,7% (menor da história).

27

Professor Hudson de Paula

Professor Hudson de Paula Professor Hudson de Paula Há cerca de 2000 anos atrás, a população global era de cerca de 300 milhões de habitantes. Decorreram-se mais de 1600 anos para que a população do mundo dobrasse para 600 milhões.

Leia mais

População absoluta: é o número total de habitantes de um determinado lugar;

População absoluta: é o número total de habitantes de um determinado lugar; População absoluta: é o número total de habitantes de um determinado lugar; População relativa (densidade demográfica): é o número de habitantes de um determinado lugar em relação a área ocupada/ número

Leia mais

DEMOGRAFIA II Prof ª Gustavo Silva de Souza

DEMOGRAFIA II Prof ª Gustavo Silva de Souza DEMOGRAFIA II Prof ª Gustavo Silva de Souza POPULAÇÃO TOTAL - CRESCIMENTO POPULACIONAL - 1 DC - 250 milhões de habitantes 1650-500 milhões de habitantes 1850-1 bilhão de habitantes 1950-2,5 bilhões de

Leia mais

Geografia. A Distribuição da População Brasileira. Professor Luciano Teixeira.

Geografia. A Distribuição da População Brasileira. Professor Luciano Teixeira. Geografia A Distribuição da População Brasileira Professor Luciano Teixeira www.acasadoconcurseiro.com.br Geografia A DISTRIBUIÇÃO DA POPULAÇÃO BRASILEIRA Demografia - Estudos de População Demografia

Leia mais

dinâmica Populacional Prof. Bruno

dinâmica Populacional Prof. Bruno dinâmica Populacional Prof. Bruno População mundial crescimento da população Crescimento e distribuição da População População Urbana e principais cidades Apenas para começar Qual a tendência da população

Leia mais

A POPULAÇÃO MUNDIAL A NOVA QUESTÃO DEMOGRÁFICA

A POPULAÇÃO MUNDIAL A NOVA QUESTÃO DEMOGRÁFICA POPULAÇÃO MUNDIAL A NOVA QUESTÃO DEMOGRÁFICA População mundial atualmente 2016 2025 mais de 7 bilhões de pessoas 7,5 bilhões de pessoas 8 bilhões de pessoas concentrada em algumas partes e vazios demográficos

Leia mais

A POPULAÇÃO MUNDIAL A NOVA QUESTÃO DEMOGRÁFICA

A POPULAÇÃO MUNDIAL A NOVA QUESTÃO DEMOGRÁFICA POPULAÇÃO MUNDIAL altitude A POPULAÇÃO MUNDIAL A NOVA QUESTÃO DEMOGRÁFICA atualmente mais de 7,5 bilhões de pessoas População mundial 2011 2025 7 bilhões de pessoas 8 bilhões de pessoas concentrada em

Leia mais

GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO - I -

GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO - I - GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO - I - DEMOGRAFIA POPULAÇÃO - conjunto de pessoas que habitam uma determinada área, classificada de vários aspectos: religião, etnia, local de moradia, atividades econômicas, faixa

Leia mais

AULA 2 - Assíncrona Conteúdo:

AULA 2 - Assíncrona Conteúdo: 2 - Assíncrona Conteúdo: Crescimento da População Mundial Distribuição Geográfica 1.1 Habilidades: Compreender a estrutura atual da população mundial por faixa etária e por sexo, utilizando as pirâmides

Leia mais

A população mundial COC 7 Turma : 6º ano Geografia Conteúdo: 1ª prova do 3º trim/2017

A população mundial COC 7 Turma : 6º ano Geografia Conteúdo: 1ª prova do 3º trim/2017 A população mundial COC 7 Turma : 6º ano Geografia Conteúdo: 1ª prova do 3º trim/2017 O crescimento da população É importante conhecer os dados populacionais para : planejar a produção de alimentos, formação

Leia mais

A POPULAÇÃO MUNDIAL SUA DISTRIBUIÇÃO, CRESCIMENTO E SUAS CONSEQUÊNCIAS

A POPULAÇÃO MUNDIAL SUA DISTRIBUIÇÃO, CRESCIMENTO E SUAS CONSEQUÊNCIAS A POPULAÇÃO MUNDIAL SUA DISTRIBUIÇÃO, CRESCIMENTO E SUAS CONSEQUÊNCIAS A contagem da população mundial é feita por um censo, que nada mais é que uma contagem de pessoas, o sexo, o trabalho, a idade, a

Leia mais

CRESCIMENTO POPULACIONAL, UM FENÔMENO DESIGUAL

CRESCIMENTO POPULACIONAL, UM FENÔMENO DESIGUAL A população mundial CRESCIMENTO POPULACIONAL, UM FENÔMENO DESIGUAL ACENTUOU-SE APÓS A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL. OCORRERAM MELHORES CONDIÇOES DE VIDA.(RENDA, ALIMENTAÇÃO,SANEAMENTO) ACESSO A SERVIÇOS DE SAÚDE

Leia mais

DEMOGRAFIA DO BRASIL Profº Gustavo Silva de Souza

DEMOGRAFIA DO BRASIL Profº Gustavo Silva de Souza DEMOGRAFIA DO BRASIL Profº Gustavo Silva de Souza POPULAÇÃO TOTAL MUNDIAL - CRESCIMENTO POPULACIONAL - 1 DC - 250 milhões de habitantes 1650-500 milhões de habitantes 1850-1 bilhão de habitantes 1950-2,5

Leia mais

Demografia. A palavra demografia possui origem grega e. significa, povo e, descrição. Podemos então afirmar que a mesma é a ciência

Demografia. A palavra demografia possui origem grega e. significa, povo e, descrição. Podemos então afirmar que a mesma é a ciência Demografia A palavra demografia possui origem grega e significa, povo e, descrição. Podemos então afirmar que a mesma é a ciência geográfica que estuda os. Sua área de estudo envolve as estatísticas, a

Leia mais

Conceitos e taxas demográficas

Conceitos e taxas demográficas POPULAÇÃO Conceitos e taxas demográficas POPULAÇÃO ABSOLUTA: Refere-se ao total de habitantes de um país. POPULAÇÃO RELATIVA OU DENSIDADE DEMOGRÁFICA: Corresponde ao número de habitantes por quilômetro

Leia mais

Onde: P o = população conhecida no instante t o. N (t o, t x ) = nascimentos registrados e ocorridos no período t o, a t x

Onde: P o = população conhecida no instante t o. N (t o, t x ) = nascimentos registrados e ocorridos no período t o, a t x Conceito: a população é dinâmica Os elementos que definem a dinâmica da população são: NASCIMENTOS ÓBITOS MIGRAÇÃO POPULAÇÃO Nascimentos Imigração Onde: P X = P O + N (to,tx) O (to, tx) + I (to, tx) E

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA 3 o TRIMESTRE DE 2015

PROVA DE GEOGRAFIA 3 o TRIMESTRE DE 2015 PROVA DE GEOGRAFIA 3 o TRIMESTRE DE 2015 PROF. MÁRCIO NOME N o 6 º ANO A prova deve ser feita com caneta azul ou preta. É terminantemente proibido o uso de corretor. Respostas com corretor serão anuladas.

Leia mais

DEMOGRAFIA Prof. Gustavo Silva de Souza

DEMOGRAFIA Prof. Gustavo Silva de Souza DEMOGRAFIA Prof. Gustavo Silva de Souza GEOGRAFIA, 9º ano A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais. POPULAÇÃO: ALGUNS CONCEITOS A população corresponde ao contingente de pessoas

Leia mais

POPULAÇÃO DO BRASIL NO CONTEXTO MUNDIAL

POPULAÇÃO DO BRASIL NO CONTEXTO MUNDIAL ARGUMENTO 2017 2º ANO E.M. MÓDULO 2 POPULAÇÃO DO BRASIL NO CONTEXTO MUNDIAL INTRODUÇÃO O estudo da população de qualquer área deve ser iniciado com a obtenção de informações sobre os valores de sua POPULAÇÃO

Leia mais

Teorias Demográficas. Módulo 4 Livro 1 páginas 154 a 156

Teorias Demográficas. Módulo 4 Livro 1 páginas 154 a 156 Teorias Demográficas Módulo 4 Livro 1 páginas 154 a 156 Thomas Robert Malthus Pastor da Igreja Anglicana, publivcou em 1798 o livro Um ensaio sobre o princípio da população Final do Sec. XVIII Revolução

Leia mais

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano TEORIAS DEMOGRÁFICAS. Prof. Esp. Claudimar Fontinele

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano TEORIAS DEMOGRÁFICAS. Prof. Esp. Claudimar Fontinele Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano TEORIAS DEMOGRÁFICAS Prof. Esp. Claudimar Fontinele TEORIA DE MALTHUS Conforme seu estudo, Ensaio sobre o princípio da população, Malthus

Leia mais

LISTA EXERCÍCIOS 8 DEMOGRAFIA. Tendências globais em fecundidade

LISTA EXERCÍCIOS 8 DEMOGRAFIA. Tendências globais em fecundidade LISTA EXERCÍCIOS 8 DEMOGRAFIA Tendências globais em fecundidade 1) A população mundial ultrapassou os 7 bilhões e está projetada para alcançar 9 bilhões até 2050. Em termos gerais, o crescimento populacional

Leia mais

População: Características e crescimento da população mundial

População: Características e crescimento da população mundial População: Características e crescimento da população mundial IFMG - Campus Betim Professor Diego Alves de Oliveira Disciplina de Geografia - 3º Ano 2016 7 bilhões de pessoas no planeta em 2012; Distribuição

Leia mais

Equipe de Geografia GEOGRAFIA

Equipe de Geografia GEOGRAFIA Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 8R Ensino Médio Equipe de Geografia Data: GEOGRAFIA DEMOGRAFIA População absoluta: População total de um determinado local (cidade, estado ou país); População relativa:

Leia mais

TRABALHO DE GEOGRAFIA DE RECUPERAÇÃO 2º ANO

TRABALHO DE GEOGRAFIA DE RECUPERAÇÃO 2º ANO TRABALHO DE GEOGRAFIA DE RECUPERAÇÃO 2º ANO 1.(Ufla-MG) Uma análise da sequência histórica dos censos do Brasil indica que o censo de 2000 demonstrava um país que se encontrava na chamada fase de transição

Leia mais

L/O/G/O Evolução da população

L/O/G/O Evolução da população L/O/G/O Evolução da população Comportamento dos indicadores demográficos Resumo 1 2 Indicadores demográficos Evolução da população 3 4 Click t add title in here Click to add title in here Indicadores demográficos

Leia mais

Controle de natalidade e estrutura etária

Controle de natalidade e estrutura etária Controle de natalidade e estrutura etária GG.10 PAG.06 Teorias o Malthus o Neomathusiana o Reformista As ideias de Malthus 1798, Thomas Malthus alertou que as populações tenderiam a crescer em progressão

Leia mais

Equipe de Geografia GEOGRAFIA

Equipe de Geografia GEOGRAFIA Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 8B Ensino Médio Equipe de Geografia Data: GEOGRAFIA DEMOGRAFIA População absoluta: População total de um determinado local (cidade, estado ou país); População relativa:

Leia mais

Thomas Robert Malthus. Teoria Populacional Malthusiana

Thomas Robert Malthus. Teoria Populacional Malthusiana Thomas Robert Malthus Teoria Populacional Malthusiana Thomas Robert Malthus nasceu a 14 de Fevereiro de 1766, Rookery, Surrey, Inglaterra. E faleceu a 23 de Dezembro de 1834, Bath. Thomas Malthus foi um

Leia mais

Paulo Tumasz Junior. Migrações Brasileiras II

Paulo Tumasz Junior. Migrações Brasileiras II Paulo Tumasz Junior Migrações Brasileiras II APRESENTAÇÕES Slides - Efeitos das migrações: - Econômicas, demográficas e sociais; - Chega e saída; - Consequências populacionais: - Chegada: Aumento da população,

Leia mais

MÓDULO 4 TEORIAS DEMOGRÁFICAS

MÓDULO 4 TEORIAS DEMOGRÁFICAS ARGUMENTO 2017 2º ANO E.M. MÓDULO 4 TEORIAS DEMOGRÁFICAS INTRODUÇÃO A preocupação com o crescimento da população não é recente, ao longo da história, encontramos políticas voltadas para o estímulo (ou,

Leia mais

GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 39 AS TEORIAS POPULACIONAIS

GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 39 AS TEORIAS POPULACIONAIS GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 39 AS TEORIAS POPULACIONAIS Como pode cair no enem (FATEC) Em 1994, na Conferência do Cairo, duas posturas sobre a questão populacional ficaram evidentes: a posição daqueles

Leia mais

"Ensinar e aprender é o nosso OBJETIVO" C O L É G I O I N T E G R A D O D E O S A S C O Ensino de Educação Infantil, Fundamental e Médio

Ensinar e aprender é o nosso OBJETIVO C O L É G I O I N T E G R A D O D E O S A S C O Ensino de Educação Infantil, Fundamental e Médio VALOR DEZ NOTA Aluno(a): N.º R.M.: Data: 26/03/2015 Série: 2ªC Período: Tarde Ensino: Médio Bim.: Disciplina: 1 o Geografia Professor (a): Humberto Tarefa de Casa Nº. 02 1- Leia o texto a seguir e assinale

Leia mais

T O E RIA I S S D A A P O P PU P LA L ÇÃO E E DEM E O M GRAFI F A

T O E RIA I S S D A A P O P PU P LA L ÇÃO E E DEM E O M GRAFI F A Aula 3 TEORIAS DA POPULAÇÃO E DEMOGRAFIA Objetivos Compreender quais são os problemas existentes na dinâmica populacional no mundo; Compreender as teorias populacionais Analisar os problemas sociais relacionados

Leia mais

AMÉRICA LATINA: ASPECTOS HUMANOS

AMÉRICA LATINA: ASPECTOS HUMANOS AMÉRICA LATINA: ASPECTOS HUMANOS BLOCO 11 POPULAÇÃO ABSOLUTA América Latina: 47 unidades políticas. 2011 quase 500 milhões de habitantes Destaques: Brasil e México POPULAÇÃO ABSOLUTA POPULAÇÃO ABSOLUTA

Leia mais

O Brasil possui uma população de , com uma densidade demográfica de 22,42 hab/km²;

O Brasil possui uma população de , com uma densidade demográfica de 22,42 hab/km²; A POPULAÇÃO BRASILEIRA Características Gerais O Brasil possui uma população de 191.715.083, com uma densidade demográfica de 22,42 hab/km²; A população brasileira ocupa o território de modo bastante irregular.

Leia mais

Colégio Ressurreição

Colégio Ressurreição Colégio Ressurreição Atividade de revisão para a prova específica do 2º bimestre Responda em seu caderno as questões abaixo: 1. (Ufrgs 2005) Sobre a demografia brasileira, são feitas as seguintes afirmações:

Leia mais

Teorias demográficas e o mito da superpopulação

Teorias demográficas e o mito da superpopulação Teorias demográficas e o mito da Durante a história da humanidade a sociedade passou por momentos de grande crescimento populacional seguido por períodos de diminuição no crescimento a esse fenômeno denomina-se

Leia mais

PERCURSO 5 Brasil: distribuição e crescimento da população. 7º ano EBS Prof. Gabriel Rocha

PERCURSO 5 Brasil: distribuição e crescimento da população. 7º ano EBS Prof. Gabriel Rocha PERCURSO 5 Brasil: distribuição e crescimento da população 7º ano EBS Prof. Gabriel Rocha PAÍSES MAIS POPULOSOS DO MUNDO 1 China: 1.372.470.000 2 Índia: 1.278.160.000 3 EUA: 321.968.000 4 Indonésia: 255.780.000

Leia mais

a) Encarecimento do custo de vida b) Problemas com a previdência social c) Maiores investimentos na educação infantil d) Redução dos gastos com saúde

a) Encarecimento do custo de vida b) Problemas com a previdência social c) Maiores investimentos na educação infantil d) Redução dos gastos com saúde 1) A despeito das taxas de fecundidade apresentadas, a estabilidade demográfica, projetada para vários países desenvolvidos em 2050, baseia-se em fenômenos atuais, com destaque para: a) redução da natalidade,

Leia mais

Testes. volume 1 GEOGRAFIA

Testes. volume 1 GEOGRAFIA Testes volume 1 Mundo contemporâneo 01. b A Guerra Fria foi o período caracterizado pela bipolarização mundial; de um lado, o bloco socialista, liderado pela URSS, e do outro, o bloco capitalista, liderado

Leia mais

CIPD ALÉM DE 2014: DIÁLOGO COM JORNALISTAS

CIPD ALÉM DE 2014: DIÁLOGO COM JORNALISTAS CIPD ALÉM DE 2014: DIÁLOGO COM JORNALISTAS INDICADORES DEMOGRÁFICOS AMÉRICA LATINA E CARIBE José Eustáquio Diniz Alves e Débora Thomé Rio de Janeiro, 17 de julho de 2013 Indicadores Demográficos para América

Leia mais

CHINA Aspectos naturais e humanos

CHINA Aspectos naturais e humanos OBJETIVO 2016 1º ANO E. M. A MÓDULO 35 CHINA Aspectos naturais e humanos REPÚBLICA POPULAR DA CHINA Localização: LESTE DA ÁSIA - País mais populoso do mundo: 1,393 bilhão de habitantes. - 3º em área territorial:

Leia mais

DEMOGRAFIA DEMOGRAFIA

DEMOGRAFIA DEMOGRAFIA DEMOGRAFIA DEMOGRAFIA - Refere-se ao estudo das populações humanas e sua evolução temporal no tocante ao seu tamanho, distribuição espacial, composição e características gerais TRANSIÇÃO DEMOGRÁFICA Refere-se

Leia mais

DINÂMICA POPULACIONAL E INDICADORES DEMOGRÁFICOS. Aula 4

DINÂMICA POPULACIONAL E INDICADORES DEMOGRÁFICOS. Aula 4 DINÂMICA POPULACIONAL E INDICADORES DEMOGRÁFICOS Aula 4 NOS DÁ A IDÉIA DA COMPOSIÇÃO DA POPULAÇAO... Década de 30 A ESPERANÇA DE VIDA AO NASCER passou de aproximadamente 41 anos Década de 50 Viviam média

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS SOBRE DEMOGRAFIA

LISTA DE EXERCÍCIOS SOBRE DEMOGRAFIA LISTA DE EXERCÍCIOS SOBRE DEMOGRAFIA 1) O envelhecimento da população está mudando radicalmente as características da população da Europa, onde o número de pessoas com mais de 60 anos deverá chegar nas

Leia mais

A POPULAÇÃO DO BRASIL E DO MUNDO O CRESCIMENTO POPULACIONAL RECENTE

A POPULAÇÃO DO BRASIL E DO MUNDO O CRESCIMENTO POPULACIONAL RECENTE A POPULAÇÃO DO BRASIL E DO MUNDO O CRESCIMENTO POPULACIONAL RECENTE A POPULAÇÃO MUNDIAL POPULAÇÃO É O CONJUNTO DE PESSOAS QUE VIVEM EM UMA DETERMINADA ÁREA COMO UMA CIDADE, UMA VILA, UM PAÍS E ATÉ MESMO

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Alta Floresta, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 8983,98 km² IDHM 2010 0,714 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 49164 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Nova Monte Verde, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 6528,7 km² IDHM 2010 0,691 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 8093 hab. Densidade

Leia mais

População mundial. População mundial superará 9,2 bilhões em 2050, estima ONU BBC Brasil. Casais ricos burlam lei do filho único na China BBC Brasil

População mundial. População mundial superará 9,2 bilhões em 2050, estima ONU BBC Brasil. Casais ricos burlam lei do filho único na China BBC Brasil População mundial Leia as manchetes abaixo: População mundial superará 9,2 bilhões em 2050, estima ONU BBC Brasil Casais ricos burlam lei do filho único na China BBC Brasil A população mundial atingiu

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Nova Bandeirantes, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 9573,21 km² IDHM 2010 0,650 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 11643 hab.

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Palmeira dos Índios, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 462,76 km² IDHM 2010 0,638 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Guarujá, SP 30/07/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 143,71 km² IDHM 2010 0,751 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 290752 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Belém, AL 13/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 48,36 km² IDHM 2010 0,593 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 4551 hab.

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Quebrangulo, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 300,93 km² IDHM 2010 0,559 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010)

Leia mais

A formação e a diversidade cultural da população brasileira; Aspectos demográficos e estrutura da população brasileira.

A formação e a diversidade cultural da população brasileira; Aspectos demográficos e estrutura da população brasileira. A formação e a diversidade cultural da população brasileira; Aspectos demográficos e estrutura da população brasileira. A formação e a diversidade cultural da população brasileira Os primeiros habitantes

Leia mais

Estrutura Populacional

Estrutura Populacional Estrutura Populacional A estrutura populacional consiste na divisão dos habitantes, de acordo com aspectos estruturais, possibilitando sua análise por meio: da idade (jovens, adultos e idosos); do sexo

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Esperança, PB 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 166,54 km² IDHM 2010 0,623 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 31095 hab. Densidade

Leia mais

ALUNO(a): LISTA DE ATIVIDADES P2 B2 DATA DA PROVA: 9/6/2017. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

ALUNO(a): LISTA DE ATIVIDADES P2 B2 DATA DA PROVA: 9/6/2017. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2017 PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES DISCIPLINA: GEOGRAFIA SÉRIE:1ª ALUNO(a): LISTA DE ATIVIDADES P2 B2 DATA DA PROVA: 9/6/2017 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios

Leia mais

5. A POPULAÇÃO BRASILEIRA. Páginas 04 à 33.

5. A POPULAÇÃO BRASILEIRA. Páginas 04 à 33. 5. A POPULAÇÃO BRASILEIRA Páginas 04 à 33. Diversidade... Demografia Estudo da população de uma localidade, em um país ou conjunto de países a partir de seus indicadores estatísticos relativos à nascimentos,

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Campo Novo do Parecis, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 9480,98 km² IDHM 2010 0,734 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 27577

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Paranatinga, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 24272,24 km² IDHM 2010 0,667 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 19290 hab. Densidade

Leia mais

Geografia 8.º. População e povoamento - 1

Geografia 8.º. População e povoamento - 1 Geografia 8.º População e povoamento - 1 GRUPO I A figura 1 representa as fases da evolução da população mundial, entre o ano 500 e 2050* (*estimativa). A figura 2 representa a repartição da taxa bruta

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Rio Branco, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 530,1 km² IDHM 2010 0,707 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 5070 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Rosário Oeste, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 8061,98 km² IDHM 2010 0,650 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 17679 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Patos, PB 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 515,74 km² IDHM 2010 0,701 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 100674 hab. Densidade demográfica

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Castanheira, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 3966,38 km² IDHM 2010 0,665 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 8231 hab. Densidade

Leia mais

A população mundial. Já somos 7 bilhões.

A população mundial. Já somos 7 bilhões. A população mundial Já somos 7 bilhões. Distribuição da população Recenseamentos: fundamental para conhecer melhor a população mundial à relevante para o setor público e privado. Ocorre de forma irregular.

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Alto Araguaia, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 5557,93 km² IDHM 2010 0,704 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 15644 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Várzea Grande, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 940,83 km² IDHM 2010 0,734 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 252596 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Nova Maringá, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 11554,5 km² IDHM 2010 0,663 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 6590 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Sinop, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 3204,92 km² IDHM 2010 0,754 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 113099 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Cáceres, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 24478,87 km² IDHM 2010 0,708 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 87942 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Diamantino, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 7657,48 km² IDHM 2010 0,718 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 20341 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Canarana, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 10877,15 km² IDHM 2010 0,693 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 18754 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Nova Guarita, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 1091,25 km² IDHM 2010 0,688 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 4932 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Batalha, AL 13/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 322,26 km² IDHM 2010 0,594 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 17076

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Guarabira, PB 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 166,77 km² IDHM 2010 0,673 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 55326 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Nova Marilândia, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 1946,65 km² IDHM 2010 0,704 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 2951 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Juara, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 21474,36 km² IDHM 2010 0,682 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 32791 hab. Densidade demográfica

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Pedra Preta, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 4205,57 km² IDHM 2010 0,679 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 15755 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Barra do Garças, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 9176,17 km² IDHM 2010 0,748 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 56560 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Feliz Natal, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 11491,38 km² IDHM 2010 0,692 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 10933 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Novo São Joaquim, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 5039,25 km² IDHM 2010 0,649 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 6042 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Penedo, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 690,81 km² IDHM 2010 0,630 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 60378

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Pontes E Lacerda, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 8455,3 km² IDHM 2010 0,703 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 41408 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Barra de São Miguel, AL 13/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 75 km² IDHM 2010 0,615 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010)

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Bom Jesus do Araguaia, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 4299,96 km² IDHM 2010 0,661 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 5314 hab.

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Matupá, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 5172,94 km² IDHM 2010 0,716 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 14174 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Rondonópolis, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 4181,58 km² IDHM 2010 0,755 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 195476 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Chapada dos Guimarães, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 5657,43 km² IDHM 2010 0,688 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 17821 hab.

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Barão de Melgaço, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 11217,65 km² IDHM 2010 0,600 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 7591 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Campo Verde, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 4810,5 km² IDHM 2010 0,750 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 31589 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Piranhas, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 408,47 km² IDHM 2010 0,589 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 23045

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Confresa, MT 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 5819,29 km² IDHM 2010 0,668 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 25124 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Santa Luzia do Norte, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 28,6 km² IDHM 2010 0,597 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Lucas do Rio Verde, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 3674,76 km² IDHM 2010 0,768 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 45556 hab.

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Santo Antônio do Leverger, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 12301,06 km² IDHM 2010 0,656 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 18463

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Jaciara, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 1663,25 km² IDHM 2010 0,735 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 25647 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de São Brás, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 140,32 km² IDHM 2010 0,572 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 6718

Leia mais