58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 7 de julho de 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 7 de julho de 2015"

Transcrição

1 Jornal Oficial C 222 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 7 de julho de 2015 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO EUROPEIA Conselho 2015/C 222/01 Ato do Conselho, de 4 de dezembro de 2014, que prorroga o mandato de um diretor-adjunto da Europol... 1 Comissão Europeia 2015/C 222/02 Taxas de câmbio do euro... 3 INFORMAÇÕES DOS ESTADOS-MEMBROS 2015/C 222/03 Notificação da autoridade reguladora nacional da Lituânia Comissão Nacional de Controlo dos Preços e da Energia (a seguir designada por «NCC») nos termos do artigo 10. o, n. o 2, da Diretiva 2009/73/CE do Parlamento Europeu e do Conselho que estabelece regras comuns para o mercado interno do gás natural e que revoga a Diretiva 2003/55/CE relativamente à designação da empresa AB Amber Grid como operador da rede de transporte de gás natural na Lituânia... 4 PT

2 V Avisos OUTROS ATOS Comissão Europeia 2015/C 222/04 Publicação de um pedido de registo em conformidade com o artigo 50. o, n. o 2, alínea a), do Regulamento (UE) n. o 1151/2012 do Parlamento Europeu e do Conselho, relativo aos regimes de qualidade dos produtos agrícolas e dos géneros alimentícios... 5

3 PT Jornal Oficial da União Europeia C 222/1 IV (Informações) INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO EUROPEIA CONSELHO ATO DO CONSELHO de 4 de dezembro de 2014 que prorroga o mandato de um diretor-adjunto da Europol (2015/C 222/01) O CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA, Tendo em conta a Decisão 2009/371/JAI do Conselho que cria o Serviço Europeu de Polícia (Europol) ( 1 ), nomeadamente o artigo 38. o, n. os 1 a 3, Tendo em conta a Decisão do Conselho de Administração da Europol, de 4 de junho de 2009, que estabelece o regime de seleção, prorrogação do mandato e exoneração do diretor e dos diretores-adjuntos da Europol ( 2 ), nomeadamente o artigo 12. o, n. o 1, Deliberando na qualidade de autoridade competente para nomear o diretor e os diretores-adjuntos da Europol, Tendo em conta o parecer do Conselho de Administração, CONSIDERANDO O SEGUINTE: (1) O mandato de um diretor-adjunto da Europol nomeado pelo Ato do Conselho de 20 de outubro de 2011 ( 3 ) expira em 31 de outubro de (2) Os diretores-adjuntos são nomeados para um mandato de quatro anos, renovável uma vez, nos termos do artigo 38. o, n. o 2, da Decisão do Conselho que cria o Serviço Europeu de Polícia (Europol). (3) O Conselho de Administração apresentou ao Conselho um parecer propondo a prorrogação do mandato do atual diretor-adjunto da Europol, Oldřich MARTINŮ. (4) Com base no parecer apresentado pelo Conselho de Administração, o Conselho propõe-se prorrogar o mandato de Oldřich MARTINŮ como diretor-adjunto, DECIDE: Artigo 1. o O mandato de Oldřich MARTINŮ é prorrogado de 1 de novembro de 2015 até 31 de outubro de 2019 no grau AD 14, escalão 1. ( 1 ) JO L 121 de , p. 37. ( 2 ) JO L 348 de , p. 3. ( 3 ) JO C 310 de , p. 5.

4 C 222/2 PT Jornal Oficial da União Europeia Artigo 2. o O presente ato produz efeitos a partir da data da sua adoção. O presente ato é publicado no Jornal Oficial da União Europeia. Feito em Bruxelas, em 4 de dezembro de Pelo Conselho O Presidente A. ORLANDO

5 PT Jornal Oficial da União Europeia C 222/3 COMISSÃO EUROPEIA Taxas de câmbio do euro ( 1 ) 6 de julho de 2015 (2015/C 222/02) 1 euro = Moeda Taxas de câmbio USD dólar dos Estados Unidos 1,1008 JPY iene 135,11 DKK coroa dinamarquesa 7,4610 GBP libra esterlina 0,70800 SEK coroa sueca 9,3699 CHF franco suíço 1,0422 ISK coroa islandesa NOK coroa norueguesa 8,9095 BGN lev 1,9558 CZK coroa checa 27,135 HUF forint 316,13 PLN zlóti 4,2005 RON leu romeno 4,4863 TRY lira turca 2,9622 AUD dólar australiano 1,4688 Moeda Taxas de câmbio CAD dólar canadiano 1,3914 HKD dólar de Hong Kong 8,5338 NZD dólar neozelandês 1,6440 SGD dólar singapurense 1,4876 KRW won sul-coreano 1 241,95 ZAR rand 13,6731 CNY iuane 6,8337 HRK kuna 7,5750 IDR rupia indonésia ,08 MYR ringgit 4,2018 PHP peso filipino 49,651 RUB rublo 62,1340 THB baht 37,257 BRL real 3,4659 MXN peso mexicano 17,4537 INR rupia indiana 69,8398 ( 1 ) Fonte: Taxas de câmbio de referência publicadas pelo Banco Central Europeu.

6 C 222/4 PT Jornal Oficial da União Europeia INFORMAÇÕES DOS ESTADOS-MEMBROS Notificação da autoridade reguladora nacional da Lituânia Comissão Nacional de Controlo dos Preços e da Energia (a seguir designada por «NCC») nos termos do artigo 10. o, n. o 2, da Diretiva 2009/73/CE do Parlamento Europeu e do Conselho que estabelece regras comuns para o mercado interno do gás natural e que revoga a Diretiva 2003/55/CE relativamente à designação da empresa AB Amber Grid como operador da rede de transporte de gás natural na Lituânia (2015/C 222/03) Na sequência da adoção da decisão final da autoridade reguladora da Lituânia, em 10 de abril de 2015, relativamente à certificação da empresa AB Amber Grid como operador da rede de transporte em regime de separação da propriedade (artigo 9. o da Diretiva 2009/73/CE) (Resolução n. o O3-242 da NCC, de 10 de abril de 2015, relativa à designação do operador da rede de transporte de gás natural e à emissão da licença de transporte de gás natural), a Lituânia notificou à Comissão Europeia a designação oficial desta empresa como operador da rede de transporte de gás natural na Lituânia, em conformidade com o artigo 10. o da Diretiva 2009/73/CE. Para mais informações, contactar: Rimgailė Baliūnaitė, chefe da divisão «Eletricidade» do Departamento «Gás e Eletricidade» da NCC, tel , correio eletrónico: Rimas Valungevičius, especialista principal da Divisão «Gás» do Departamento «Gás e Eletricidade» da NCC, tel , correio eletrónico: Sítio web da NCC consagrado à certificação da empresa AB Amber Grid:

7 PT Jornal Oficial da União Europeia C 222/5 V (Avisos) OUTROS ATOS COMISSÃO EUROPEIA Publicação de um pedido de registo em conformidade com o artigo 50. o, n. o 2, alínea a), do Regulamento (UE) n. o 1151/2012 do Parlamento Europeu e do Conselho, relativo aos regimes de qualidade dos produtos agrícolas e dos géneros alimentícios (2015/C 222/04) A presente publicação confere direito de oposição ao pedido, nos termos do artigo 51. o do Regulamento (UE) n. o 1151/2012 do Parlamento Europeu e do Conselho ( 1 ). 1. Nome(s) «Knack d Alsace» DOCUMENTO ÚNICO «KNACK D ALSACE» N. o UE: FR-PGI DOP ( ) IGP ( X ) 2. Estado-Membro ou país terceiro França 3. Descrição do produto agrícola ou género alimentício 3.1. Tipo de produto Classe 1.2. Produtos à base de carne (aquecidos, salgados, fumados, etc.) 3.2. Descrição do produto correspondente à denominação indicada no ponto 1 «Knack d Alsace» designa salsicha de massa fina cozida e ensacada em invólucro natural (exclusivamente intestino de ovino). O fumeiro processa-se a quente, com madeira de faia (serradura, raspas, troncos ou lascas). Composição da massa fina: Carne magra e toucinho de porco limpo de courato; Carne de vaca; Para além das matérias-primas à base de carne: gelo picado, açúcar, plasma sanguíneo (de suíno ou bovino), sal, produtos alcoólicos, especiarias, extratos de especiarias, plantas aromáticas, extratos de plantas aromáticas, aromas naturais e aditivos autorizados pelo caderno de especificações. Constituição da massa fina (exceto invólucro natural): 70 %, no mínimo, de matérias-primas cárneas (bovino e suíno); 7 %, no mínimo, de carne de bovino; 30 %, no mínimo, de carne de suíno (músculo e toucinho). Estas percentagens são expressas relativamente ao peso total da mistura laborada. ( 1 ) JO L 343 de , p. 1.

8 C 222/6 PT Jornal Oficial da União Europeia Características físicas: A «Knack d Alsace», de forma ligeiramente encurvada, apresenta 2 a 30 cm de comprimento e 20 a 28 mm de diâmetro. Apresenta aspeto maleável e liso, de invólucro bem esticado. Cor do invólucro da «Knack d Alsace»: Acastanhado homogéneo, quando simplesmente fumado; ou Rosado a alaranjado: depois de fumado, o «Knack d Alsace» pode ser submetido a coloração com corantes naturais ou derivados de matérias-primas naturais. A secção da «Knack d Alsace» apresenta massa rosado-clara, de textura firme e elástica. No palato, apresenta-se estaladiça. O fumeiro natural confere-lhe sabor fumado delicado. Características químicas ( s e m o i n v ó lucro): Teor de humidade do produto no extrato seco desengordurado (E.S.D.) 80 % Teor de lípidos 26 % Teor de açúcares solúveis totais 1 % Relação Colagénio/Prótidos 18 % Teor de nitrito 150 mg/kg Relativos a ESD de 80 % 3.3. Alimentos para animais (unicamente para os produtos de origem animal) e matérias-primas (unicamente para os produtos transformados) Utiliza-se carne fresca, exceto as aparas de corte, que podem ser congeladas, por motivos sanitários. É proibida a utilização de carne de machos inteiros ou afetados de criptorquidia (indivíduos cujos testículos não desceram da cavidade abdominal), bem como carne desmanchada mecanicamente (CDM). O músculo de suíno provém dos seguintes cortes: perna, pá, peito, lombo, aparas de corte. Utiliza-se toucinho firme do lombo, pá, perna e cachaço. É proibida a utilização de toucinho congelado ou ultracongelado e a adição de courato. Excluem-se as miudezas, exceto o timo presente no cachaço. A carne de bovino utilizada contém entre 15 e 20 % de matéria gorda Fases específicas da produção que devem ter lugar na área geográfica identificada Etapas de produção realizadas na área geográfica de produção: picado/trituração fina, ensacamento, fumeiro/cozedura, arrefecimento Regras específicas relativas à fatiagem, ralagem, acondicionamento, etc., do produto a que o nome registado se refere 3.6. Regras específicas relativas à rotulagem do produto a que o nome registado se refere A rotulagem compreende obrigatoriamente a denominação «Knack d Alsace» e o logótipo IGP da União Europeia. 4. Delimitação concisa da área geográfica A área geográfica de fabrico da «Knack d Alsace» é composta por toda a região da Alsácia, ou seja, as divisões administrativas (departamentos) do Baixo e Alto Reno. 5. Relação com a área geográfica 5.1. Especificidade da área geográfica Fatores naturais A área geográfica caracteriza-se pela predominância da faia na floresta alsaciana. É uma essência preponderante e, consequentemente, facilmente disponível na região.

9 PT Jornal Oficial da União Europeia C 222/7 Fatores humanos A Alsácia sempre foi uma região de tradição em charcutaria. O «Knackwurst», antepassado da «Knack d Alsace», surge em textos do início do século XVI, sendo citado em 1575 numa obra de Jean Fischart intitulada «Geschichtklitterung». Uma região marcada pela história A situação da Alsácia, na fronteira com a Alemanha, contribuiu grandemente para a sua história e para o desenvolvimento de saber no domínio da charcutaria. Ao longo da sua história, a Alsácia ora foi francesa, ora alemã. Nas vésperas da guerra de 1870, o trabalho dos charcuteiros alsacianos, muito embora parcialmente mecanizado, era feito essencialmente à mão. Após anexação da Alsácia ao Reich alemão, em 1871, instalaram-se na Alsácia milhares de alemães. Entre eles contavam-se cerca de trinta charcuteiros vindos de Vurtemberga, que se instalaram em Estrasburgo. Trouxeram com eles, nomeadamente, uma técnica de fabrico melhorada e material mais aperfeiçoado. A técnica, mais mecanizada, permitia trabalhar melhor a carne tendo em vista a preparação de recheio mais fino e no qual utilizavam já habitualmente carne de bovinos grandes. Com o aparecimento do motor elétrico, é de referir a introdução da tecnologia da trituração mesmo nas empresas artesanais pequenas. Ao empregarem mão-de-obra local e formarem aprendizes, estes artesãos permitiram a aquisição de técnicas e métodos modernos que se propagaram pouco a pouco a outras empresas. Nas vésperas da primeira Guerra Mundial, a introdução de novas disposições fiscais contribuiu, indiretamente, para o desenvolvimento da charcutaria alsaciana e, em especial, da «Knack d Alsace». A instauração de impostos sobre a carne a retalho amputou sensivelmente a margem de lucro dos açougueiros, que limitavam a sua atividade ao comércio de carne. Como a charcutaria não era afetada, os açougueiros tornaram-se açougueiros-charcuteiros. Desde essa época, na Alsácia, todos os artesãos do ramo da carne se tornaram açougueiros-charcuteiros. Saber específico O processo de fabrico da «Knack d Alsace» requer verdadeiro saber. Muito embora algumas fases do processo sejam automatizadas, a intervenção humana continua a ser indispensável a certas etapas fundamentais, como a trituração e o ensacamento. A etapa de trituração, realizada por operador especializado, consiste na realização de uma emulsão designada «massa fina». Nesta fase, o operador adiciona os ingredientes necessários à elaboração da massa, entre os quais as palhetas de gelo, que permitem evitar a subida da temperatura que desestabilizaria a emulsão. O operador ajusta a quantidade de gelo de acordo com o aspeto da mistura e a respetiva temperatura, que controla em permanência. Adapta igualmente o tempo e a velocidade da trituração e acompanha visual e tatilmente a evolução da mistura. Este controlo permite a obtenção de uma emulsão estável: massa viscosa, lisa, homogénea e bem ligada, sem pedaços. Esta etapa primordial, que exige qualificações específicas que se adquirem com a experiência, é frequentemente realizada pelo patrão nas pequenas empresas, ou por um operário especializado. A etapa de ensacamento consiste na introdução da massa fina assim obtida em tripa natural. Exige especialização, pois o operador deve saber avaliar, pelo tato, o enchimento da tripa natural, respeitando a sua fragilidade Especificidade do produto A «Knack d Alsace» caracteriza-se por textura firme e estaladiça, composição à base de carne de suíno e bovino e sabor delicado fumado. A textura estaladiça da «Knack d Alsace» é de tal modo característica que se utiliza frequentemente o termo «Knackant» para a designar. A palavra «knack» provém da onomatopeia que imita o som da dentada na salsicha. A utilização de carne de vaca, que contém fibras diferentes das da de porco, influencia a firmeza da «Knack d Alsace» e contribui para lhe conferir a sua textura estaladiça. O fumeiro natural com madeira de faia confere à «Knack d Alsace» um delicioso sabor fumado Relação causal entre a origem geográfica e a qualidade, a reputação e outras características do produto A relação causal entre a área geográfica da «Knack d Alsace» baseia-se na qualidade determinada e na reputação.

10 C 222/8 PT Jornal Oficial da União Europeia Tal como atestado por referências escritas do século XVI, a tradição de charcutaria na Alsácia vem de longe. A história da Alsácia, em especial com a anexação ao Reich alemão em 1871 e a introdução, após a primeira Guerra Mundial, de impostos específicos no comércio de carne a retalho, contribuiu para melhorar a técnica de fabrico da massa fina e desenvolver o ofício de açougueiro-charcuteiro. Este contexto histórico foi determinante na aquisição do saber específico dos charcuteiros alsacianos que determina as especificidades da «Knack d Alsace», ou seja, a sua textura estaladiça, a sua composição à base de carne de suíno e de bovino e o seu sabor delicado a fumeiro. A textura estaladiça da «Knack d Alsace» resulta do saber de um operário especializado, o operador de trituração, que sabe obter uma massa fina, viscosa, lisa, homogénea e bem ligada, e do ensacamento em tripa natural, que exige experiência na manipulação, para obtenção de tripa bem distendida apesar da sua fragilidade. O operador avalia pelo tato o grau de enchimento da tripa, fundamental para que o produto acabado seja estaladiço. A incorporação de carne de vaca está associada ao facto de os charcuteiros alsacianos serem tradicionalmente açougueiros-charcuteiros. Dispõem assim de matéria-prima variada que valorizam utilizando peças de cortes de bovino no fabrico da salsicha. Esta particularidade resulta igualmente da contribuição trazida com as técnicas de fabrico dos charcuteiros de Vurtemberga, que desde cedo dominaram a técnica de fabrico de salsichas integrando carne de vaca. O fumeiro natural com madeira de faia, tradicional na Alsácia, confere à «Knack d Alsace» uma nota aromática típica a fumeiro. A madeira de faia é utilizada no fumeiro da «Knack d Alsace» por a sua presença na Alsácia ser abundante e por permitir uma combustão lenta e incompleta da madeira necessária à produção de fumo sem os inconvenientes das resinosas, igualmente presentes na Alsácia, mas que entopem o fumeiro. Assim sendo, a charcutaria alsaciana soube tirar partido das características do seu meio natural e sobretudo das circunstâncias históricas, para adquirir o seu próprio saber, o qual confere à «Knack d Alsace» as suas características específicas e faz dela o produto emblemático da charcutaria alsaciana. Assim é que a «Knack d Alsace» beneficia de grande reputação, adquirida de longa data, desde o século XVII, quando se torna elemento preponderante nos festejos populares. Deste modo, nos festejos realizados para celebrar a convalescença do rei Luís XV, em setembro de 1744, ofereceram-se grandes quantidades de «Knack d Alsace» à população de Estrasburgo. A «Knack d Alsace» teve igualmente lugar de destaque na exposição universal de Paris, de 1867, designadamente através da charcutaria Frick. A «Knack d Alsace» está presente em todas as festas das aldeias da Alsácia e em cocktails ou buffets. A «Knack d Alsace» figura aí aos pares em pratos de papel com pão e mostarda não picante. A «Knack d Alsace» é igualmente um dos ingredientes principais da gama de charcutaria que acompanha a chucrute. A «Knack d Alsace» é hoje um símbolo da gastronomia e da cultura popular da Alsácia, mas a sua reputação vai muito além das suas fronteiras. É mencionada em todas as obras que evocam a gastronomia alsaciana, como «La gastronomie alsacienne», publicado em 1969 pela editora Saisons d Alsace, em que se especifica que a «Knack d Alsace» é a «salsicha mais célebre das salsichas da Alsácia», ou ainda no «Inventaire du patrimoine culinaire de la France», na edição consagrada à Alsácia, publicado pela Albin Michel S.A. Referência à publicação do caderno de especificações (Artigo 6. o, n. o 1, segundo parágrafo, do presente regulamento ( 2 )). https://info.agriculture.gouv.fr/gedei/site/bo-agri/document_administratif-3bb491ee-d1a8-433d-8da0-f8dca23e1b08 ( 2 ) Ver nota de rodapé 1.

11

12 ISSN (edição eletrónica) ISSN (edição em papel) PT

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2015 Jornal Oficial C 269 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 9 de setembro de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 9 de setembro de 2015 Jornal Oficial C 297 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 9 de setembro de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 5 de setembro de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 5 de setembro de 2015 Jornal Oficial C 293 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 5 de setembro de 2015 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 31 de julho de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 31 de julho de 2015 Jornal Oficial C 250 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 31 de julho de 2015 Índice I Resoluções, recomendações e pareceres RECOMENDAÇÕES Conselho 2015/C

Leia mais

Quadro aplicável às taxas de câmbio de referência do euro

Quadro aplicável às taxas de câmbio de referência do euro Quadro aplicável às taxas de câmbio de referência do euro As taxas de câmbio de referência do euro publicadas pelo Banco Central Europeu (BCE) (também designadas taxas de referência do BCE ), o BCE, na

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 24 de dezembro de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 24 de dezembro de 2015 Jornal Oficial C 435 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 24 de dezembro de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 26 de junho de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 26 de junho de 2015 Jornal Oficial C 210 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 26 de junho de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 21-out-2015 (ÍNDICE) 1.1. Depósitos à ordem

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 21-out-2015 (ÍNDICE) 1.1. Depósitos à ordem 1.1. Depósitos à ordem Comissões Euros (Mín/Máx) Valor Anual Imposto 1ª Conta: O único titular é o menor que deverá ter entre 0 e 13 anos de idade; montante mínimo de abertura: 50 (ou equivalente noutra

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 4 de junho de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 4 de junho de 2015 Jornal Oficial C 183 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 4 de junho de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

Campo Formato Posição Conteúdo Descrição Data X(10) 1-10 Data da operação. Formato: AAAA-MM-DD.

Campo Formato Posição Conteúdo Descrição Data X(10) 1-10 Data da operação. Formato: AAAA-MM-DD. Termo de Moedas Nome do Arquivo Registro de Contrato do Participante Header Campo Formato Posição Conteúdo Descrição Data X(10) 1-10 Data da operação. Formato: AAAA-MM-DD. Registro Campo Formato Posição

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 30 de abril de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 30 de abril de 2015 Jornal Oficial C 143 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 30 de abril de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 3 de junho de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 3 de junho de 2015 Jornal Oficial C 182 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 3 de junho de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 4 de julho de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 4 de julho de 2015 Jornal Oficial C 220 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 4 de julho de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

União Europeia, 2010 Reprodução autorizada mediante indicação da fonte

União Europeia, 2010 Reprodução autorizada mediante indicação da fonte Comissão Europeia DOCUMENTO DE TRABALHO DOS SERVIÇOS DA COMISSÃO destinado a facilitar a compreensão de determinadas disposições de flexibilidade previstas no pacote legislativo em matéria de higiene Perguntas

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 1 de agosto de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 1 de agosto de 2015 Jornal Oficial C 253 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 1 de agosto de 2015 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: FL/SCIENT15 Serviços de tradução 2015/S 039-065697. Anúncio de concurso. Serviços

Luxemburgo-Luxemburgo: FL/SCIENT15 Serviços de tradução 2015/S 039-065697. Anúncio de concurso. Serviços 1/12 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:65697-2015:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: FL/SCIENT15 Serviços de tradução 2015/S 039-065697 Anúncio de concurso

Leia mais

Diretoria de Comércio Exterior GECEX Campinas Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior

Diretoria de Comércio Exterior GECEX Campinas Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior Diretoria de Comércio Exterior GECEX Campinas Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior CÂMBIO E POLÍTICA CAMBIAL Câmbio: compra e venda de moedas ou papéis conversíveis. Divisas - São as disponibilidades

Leia mais

PREAMBULO. pág.2. Regulamento para participação de produtores de Fumeiro

PREAMBULO. pág.2. Regulamento para participação de produtores de Fumeiro PREAMBULO Tendo em atenção que a Feira do Fumeiro de Vinhais, possuiu uma projeção a nível nacional e inclusivamente para além fronteiras, entendeu-se necessário proceder à sua regulamentação. Nestes termos,

Leia mais

Mercado Cambial é a parte do mercado financeiro onde se realizam as operações de compra e venda de moeda estrangeira Funciona 24 h à escala

Mercado Cambial é a parte do mercado financeiro onde se realizam as operações de compra e venda de moeda estrangeira Funciona 24 h à escala MERCADO CAMBIAL 1 Mercado Cambial é a parte do mercado financeiro onde se realizam as operações de compra e venda de moeda estrangeira Funciona 24 h à escala planetária (devido á diferença horária entre

Leia mais

(Texto relevante para efeitos do EEE)

(Texto relevante para efeitos do EEE) L 93/72 9.4.2015 DECISÃO DE EXECUÇÃO (UE) 2015/569 DA COMISSÃO de 7 de abril de 2015 que altera os anexos da Decisão de Execução 2011/630/UE no que diz respeito à equivalência entre efetivos bovinos oficialmente

Leia mais

Proposta de DIRETIVA DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO

Proposta de DIRETIVA DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 11.2.2014 COM(2014) 4 final 2014/0033 (COD) Proposta de DIRETIVA DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO que altera as Diretivas 89/608/CEE, 90/425/CEE e 91/496/CEE no que diz respeito

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 13 de agosto de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 13 de agosto de 2015 Jornal Oficial C 265 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 13 de agosto de 2015 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

REGULAMENTO DELEGADO (UE) N.º /.. DA COMISSÃO. de 21.8.2013

REGULAMENTO DELEGADO (UE) N.º /.. DA COMISSÃO. de 21.8.2013 COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 21.8.2013 C(2013) 5405 final REGULAMENTO DELEGADO (UE) N.º /.. DA COMISSÃO de 21.8.2013 que altera o Regulamento (UE) n.º 1169/2011 do Parlamento Europeu e do Conselho relativo

Leia mais

COMPRAR GATO POR LEBRE

COMPRAR GATO POR LEBRE PUBLICADO NA EDIÇÃO IMPRESSA SEGUNDA-FEIRA, 4 DE MARÇO DE 2013 POR JM CAVALO POR VACA É A VERSÃO ATUAL DE COMPRAR GATO POR LEBRE O consumo da carne de cavalo é encarado, ainda, com uma certa conotação

Leia mais

9.6.2012 Jornal Oficial da União Europeia L 150/71

9.6.2012 Jornal Oficial da União Europeia L 150/71 9.6.2012 Jornal Oficial da União Europeia L 150/71 REGULAMENTO DE EXECUÇÃO (UE) N. o 489/2012 DA COMISSÃO de 8 de junho de 2012 que estabelece as regras de execução do artigo 16. o do Regulamento (CE)

Leia mais

Comunicações e Informações

Comunicações e Informações Jornal Oficial da União Europeia C 224 A Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 58. o ano 9 de julho de 2015 Índice V Avisos PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS Serviço Europeu de Seleção do

Leia mais

Norma Portuguesa. Carnes e produtos cárneos Definição e classificação NP 588 2008. Viande et produits dérivés Définition et classification

Norma Portuguesa. Carnes e produtos cárneos Definição e classificação NP 588 2008. Viande et produits dérivés Définition et classification Norma Portuguesa NP 588 Carnes e produtos cárneos Definição e classificação Viande et produits dérivés Définition et classification Meat and meat products Definition and classification ICS 67.120.10 DESCRITORES

Leia mais

REGULAMENTO DELEGADO (UE) N.º /.. DA COMISSÃO. de 4.3.2014

REGULAMENTO DELEGADO (UE) N.º /.. DA COMISSÃO. de 4.3.2014 COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 4.3.2014 C(2014) 1229 final REGULAMENTO DELEGADO (UE) N.º /.. DA COMISSÃO de 4.3.2014 que completa o Regulamento (UE) n.º 1299/2013 do Parlamento Europeu e do Conselho no que

Leia mais

Preçário BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 22-dez-2015

Preçário BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 22-dez-2015 Preçário BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 22-dez-2015 Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 03-fev-2016

Leia mais

Artigo 3º. Artigo 4º. Artigo 5º. Efeitos do certificado Sob reserva do artigo 4º, o certificado confere os mesmos direitos que os conferidos pela

Artigo 3º. Artigo 4º. Artigo 5º. Efeitos do certificado Sob reserva do artigo 4º, o certificado confere os mesmos direitos que os conferidos pela Regulamento (CE) nº 1610/96 do Parlamento Europeu e do Conselho de 23 de Julho de 1996 relativo à criação de um certificado complementar de protecção para os produtos fitofarmacêuticos Jornal Oficial nº

Leia mais

Carne de cavalo: um ano depois medidas anunciadas e realizadas!

Carne de cavalo: um ano depois medidas anunciadas e realizadas! COMISSÃO EUROPEIA MEMORANDO Bruxelas, 14 de fevereiro de 2014 Carne de cavalo: um ano depois medidas anunciadas e realizadas! Há cerca de um ano, o escândalo da carne de cavalo foi notícia de primeira

Leia mais

(Atos não legislativos) REGULAMENTOS

(Atos não legislativos) REGULAMENTOS L 115/12 Jornal Oficial da União Europeia 27.4.2012 II (Atos não legislativos) REGULAMENTOS REGULAMENTO DELEGADO (UE) N. o 363/2012 DA COMISSÃO de 23 de fevereiro de 2012 respeitante às normas processuais

Leia mais

Praça do Município, Posto de Turismo 5470-214 Montalegre Tel: 276-510-200 Fax: 276-510-201 Correio electrónico: fernandopreira@iol.

Praça do Município, Posto de Turismo 5470-214 Montalegre Tel: 276-510-200 Fax: 276-510-201 Correio electrónico: fernandopreira@iol. Praça do Município, Posto de Turismo 5470-214 Montalegre Tel: 276-510-200 Fax: 276-510-201 Correio electrónico: fernandopreira@iol.pt 1 2 Boaventura Silva Mendes Moura Manuel João Soeira de Moura Germano

Leia mais

Países Baixos-Haia: Limpeza e serviços conexos 2014/S 099-172131. Anúncio de concurso. Serviços

Países Baixos-Haia: Limpeza e serviços conexos 2014/S 099-172131. Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:172131-2014:text:pt:html Países Baixos-Haia: Limpeza e serviços conexos 2014/S 099-172131 Anúncio de concurso Serviços

Leia mais

REGULAMENTOS. (Texto relevante para efeitos do EEE)

REGULAMENTOS. (Texto relevante para efeitos do EEE) 5.6.2014 PT L 166/11 REGULAMENTOS REGULAMENTO (UE) N. o 601/2014 DA COMISSÃO de 4 de junho de 2014 que altera o anexo II do Regulamento (CE) n. o 1333/2008 do Parlamento Europeu e do Conselho no que diz

Leia mais

COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 003/03

COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 003/03 COMUNICADO SISTEMA DE CONTRATOS A TERMO Nº 003/03 Aos Participantes do Sistema de Contratos a Termo Ref.: Trata de alteração no layout dos arquivos de movimentação DMOVIMENTO e de posição DPOSICAO de contratos

Leia mais

ROTULAGEM RASTREABILIDADE COMERCIALIZAÇÃO do QUEIJO. José António Rousseau - Director Geral 1

ROTULAGEM RASTREABILIDADE COMERCIALIZAÇÃO do QUEIJO. José António Rousseau - Director Geral 1 ROTULAGEM RASTREABILIDADE COMERCIALIZAÇÃO do QUEIJO José António Rousseau - Director Geral 1 ÍNDICE 1- INTRODUÇÃO 2- ROTULAGEM 3- RASTREABLILIDADE 4- DENOMINAÇÃO DE ORIGEM PROTEGIDA 5- PROGRAMA EUROPEU-

Leia mais

DECISÃO DE EXECUÇÃO DA COMISSÃO

DECISÃO DE EXECUÇÃO DA COMISSÃO L 247/22 Jornal Oficial da União Europeia 24.9.2011 DECISÃO DE EXECUÇÃO DA COMISSÃO de 20 de Setembro de 2011 que altera o anexo D da Directiva 88/407/CEE do Conselho no que diz respeito ao comércio na

Leia mais

DIRECTIVA 94/65/CE DO CONSELHO

DIRECTIVA 94/65/CE DO CONSELHO DIRECTIVA 94/65/CE DO CONSELHO de 14 de Dezembro de 1994 que institui os requisitos de produção e de colocação no mercado de carnes picadas e de preparados de carnes O CONSELHO DA UNIAO EUROPEIA, Tendo

Leia mais

Em Portugal o Produto Interno Bruto per capita expresso em Paridades de Poder de Compra situou-se em 79,0% da média da União Europeia em 2013

Em Portugal o Produto Interno Bruto per capita expresso em Paridades de Poder de Compra situou-se em 79,0% da média da União Europeia em 2013 Paridades de Poder de Compra 2013 11 de dezembro de 2014 Em Portugal o Produto Interno Bruto per capita expresso em Paridades de Poder de Compra situou-se em 79,0% da média da União Europeia em 2013 O

Leia mais

Atualizações de políticas anteriores

Atualizações de políticas anteriores Atualizações da política Page 1 of 16 Atualizações de políticas anteriores Esta página mostra alterações importantes feitas no serviço do PayPal, seu Contrato do Usuário ou outras políticas. Data de vigência:

Leia mais

(Texto relevante para efeitos do EEE) (2011/874/UE)

(Texto relevante para efeitos do EEE) (2011/874/UE) 23.12.2011 Jornal Oficial da União Europeia L 343/65 DECISÃO DE EXECUÇÃO DA COMISSÃO de 15 de Dezembro de 2011 que estabelece a lista de países terceiros e territórios autorizados para as importações de

Leia mais

Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL

Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL Instituição de Crédito com sede em território nacional, de acordo com o previsto no Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras Consulte o FOLHETO

Leia mais

Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL

Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL Instituição de Crédito com sede em território nacional, de acordo com o previsto no Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras Consulte o FOLHETO

Leia mais

L 176/38 Jornal Oficial da União Europeia 6.7.2012

L 176/38 Jornal Oficial da União Europeia 6.7.2012 L 176/38 Jornal Oficial da União Europeia 6.7.2012 REGULAMENTO (UE) N. o 593/2012 DA COMISSÃO de 5 de julho de 2012 que altera o Regulamento (CE) n. o 2042/2003 relativo à aeronavegabilidade permanente

Leia mais

Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL

Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL Instituição de Crédito com sede em território nacional, de acordo com o previsto no Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras Consulte o FOLHETO

Leia mais

Aplicação do Regulamento «Reconhecimento Mútuo» a suplementos alimentares

Aplicação do Regulamento «Reconhecimento Mútuo» a suplementos alimentares COMISSÃO EUROPEIA DIRECÇÃO-GERAL DAS EMPRESAS E DA INDÚSTRIA Bruxelas, 1.2.2010 - Documento de orientação 1 Aplicação do Regulamento «Reconhecimento Mútuo» a suplementos alimentares 1. INTRODUÇÃO O presente

Leia mais

Jornal Oficial da União Europeia L 170. Legislação. Atos não legislativos. 58. o ano. Edição em língua portuguesa. 1 de julho de 2015.

Jornal Oficial da União Europeia L 170. Legislação. Atos não legislativos. 58. o ano. Edição em língua portuguesa. 1 de julho de 2015. Jornal Oficial da União Europeia L 170 Edição em língua portuguesa Legislação 58. o ano 1 de julho de 2015 Índice II Atos não legislativos ACORDOS INTERNACIONAIS Informação relativa à entrada em vigor

Leia mais

DECISÃO DE EXECUÇÃO DA COMISSÃO

DECISÃO DE EXECUÇÃO DA COMISSÃO L 194/12 Jornal Oficial da União Europeia 21.7.2012 DECISÕES DECISÃO DE EXECUÇÃO DA COMISSÃO de 17 de julho de 2012 que altera os anexos I a IV da Decisão 2006/168/CE no que se refere a certos requisitos

Leia mais

DIRETIVA 2013/56/UE DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO

DIRETIVA 2013/56/UE DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO 10.12.2013 Jornal Oficial da União Europeia L 329/5 DIRETIVA 2013/56/UE DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO de 20 de novembro de 2013 que altera a Diretiva 2006/66/CE do Parlamento Europeu e do Conselho

Leia mais

Comunicações e Informações

Comunicações e Informações Jornal Oficial da União Europeia C 222 A Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 58. o ano 7 de julho de 2015 Índice V Avisos PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS Comissão Europeia 2015/C 222 A/01

Leia mais

Tipo de custo Situação Condições Unidade Notas

Tipo de custo Situação Condições Unidade Notas Despesas de manutenção da conta A tramitação de eventos corporativos, quer sejam voluntários ou obrigatórios Conta sem actividade durante 6 meses 100 USD Aplicar-se-á uma comissão de inactividade de 100

Leia mais

O TRANSPORTE RODOVIÁRIO: INTERNACIONAL E DE CABOTAGEM

O TRANSPORTE RODOVIÁRIO: INTERNACIONAL E DE CABOTAGEM O TRANSPORTE RODOVIÁRIO: INTERNACIONAL E DE CABOTAGEM Na sequência da adoção de vários atos legislativos europeus, tanto os transportes rodoviários internacionais como a cabotagem de mercadorias e de pessoas

Leia mais

PARLAMENTO EUROPEU CONSTITUIÇÃO:

PARLAMENTO EUROPEU CONSTITUIÇÃO: CONSTITUIÇÃO: PARLAMENTO EUROPEU É a instituição parlamentar da União Europeia. Eleito por um período de 5 anos por sufrágio universal directo pelos cidadãos dos estados-membros Presidente do Parlamento

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:126814-2015:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:126814-2015:text:pt:html 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:126814-2015:text:pt:html Alemanha-Karlsruhe: Serviços de gestão de projetos e planeamento para projetos de construção

Leia mais

L 129/28 Jornal Oficial da União Europeia 14.5.2013

L 129/28 Jornal Oficial da União Europeia 14.5.2013 PT L 129/28 Jornal Oficial da União Europeia 14.5.2013 REGULAMENTO (UE) N. o 438/2013 DA COMISSÃO de 13 de maio de 2013 que altera e retifica o anexo II do Regulamento (CE) n. o 1333/2008 do Parlamento

Leia mais

(Texto relevante para efeitos do EEE)

(Texto relevante para efeitos do EEE) 26.6.2015 L 161/9 REGULAMENTO (UE) 2015/1005 DA COMISSÃO de 25 de junho de 2015 que altera o Regulamento (CE) n. o 1881/2006 no que diz respeito aos teores máximos de chumbo em certos géneros alimentícios

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:260109-2015:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:260109-2015:text:pt:html 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:260109-2015:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Estudo de viabilidade sobre um «portal europeu de mobilidade em matéria de

Leia mais

EUROPA CRIATIVA (2014-2020) Subprograma «Cultura» Convite à apresentação de candidaturas n.º

EUROPA CRIATIVA (2014-2020) Subprograma «Cultura» Convite à apresentação de candidaturas n.º EUROPA CRIATIVA (2014-2020) Subprograma «Cultura» Convite à apresentação de candidaturas n.º EACEA 32/2014 : Projetos de cooperação europeia Execução das ações do subprograma «Cultura»: projetos de cooperação

Leia mais

Pilhas e acumuladores portáteis que contenham cádmio ***I

Pilhas e acumuladores portáteis que contenham cádmio ***I P7_TA-PROV(2013)0417 Pilhas e acumuladores portáteis que contenham cádmio ***I Resolução legislativa do Parlamento Europeu, de 10 de outubro de 2013, sobre a proposta de diretiva do Parlamento Europeu

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:215101-2013:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:215101-2013:text:pt:html 1/8 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:215101-2013:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Apoio no âmbito do trabalho preparatório de medidas de conceção ecológica

Leia mais

17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) (ÍNDICE)

17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) (ÍNDICE) 17.1. Depósitos à ordem Contas de Depósitos à Ordem Produtos em comercialização - Conta Standard - Maxi-Conta Superior a 0 euros Até 2.500,00 Euros De 2.500,00 Euros a 5.000,00 Euros De 5.000,00 Euros

Leia mais

Iogurte Sólido com Aroma

Iogurte Sólido com Aroma Escola Superior Agrária de Coimbra Licenciatura Engenharia Alimentar Processamento Geral dos Alimentos Iogurte Sólido com Aroma Elaborado por: Joana Rodrigues nº 20703020 José Sousa nº 20708048 Luís Jordão

Leia mais

Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL

Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL Preçário CAIXA ECONÓMICA MONTEPIO GERAL Instituição de Crédito com sede em território nacional, de acordo com o previsto no Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras Consulte o FOLHETO

Leia mais

Bélgica-Bruxelas: Estudo sobre a legislação aplicável aos contratos de seguro 2014/S 149-267125. Anúncio de concurso. Serviços

Bélgica-Bruxelas: Estudo sobre a legislação aplicável aos contratos de seguro 2014/S 149-267125. Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:267125-2014:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Estudo sobre a legislação aplicável aos contratos de seguro 2014/S 149-267125

Leia mais

REGULAMENTOS. Tendo em conta o Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia,

REGULAMENTOS. Tendo em conta o Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia, 16.5.2014 L 145/5 REGULAMENTOS REGULAMENTO DELEGADO (UE) N. o 499/2014 DA COMISSÃO de 11 de março de 2014 que completa os Regulamentos (UE) n. o 1308/2013 e (UE) n. o 1306/2013 do Parlamento Europeu e

Leia mais

DESCRIÇÃO DOS PROCESSOS DE FABRICO DO SALPICÃO

DESCRIÇÃO DOS PROCESSOS DE FABRICO DO SALPICÃO DESCRIÇÃO DOS PROCESSOS DE FABRICO DO SALPICÃO Trata-se de um enchido fumado a partir de matérias-primas tradicionais da região. O fabrico é do tipo tradicional, tendo especial atenção com a origem das

Leia mais

Dynamic Currency Conversion

Dynamic Currency Conversion Serviço (DCC) Perguntas Frequentes 1- Quais as moedas abrangidas pelo serviço DCC? Com o serviço DCC o comerciante pode oferecer aos seus clientes com cartões emitidos em Libras Esterlinas, Dólares Norte-Americanos,

Leia mais

FAQ. Regulamento CLP

FAQ. Regulamento CLP FAQ Regulamento Questões mais frequentes no âmbito do Regulamento n.º 1272/2008 () Versão 2.1 novembro 2012 Índice Âmbito 3 O que é o? 3 Quem é afetado pelo? 3 O que acontece à anterior legislação sobre

Leia mais

Solução Conta de Pagamento Internacional (IPA) do Citi. Globalização ativada

Solução Conta de Pagamento Internacional (IPA) do Citi. Globalização ativada Solução Conta de Pagamento Internacional (IPA) do Citi Globalização ativada Para multinacionais operando em diferentes mercados no mundo todo, é essencial contar com uma solução eficiente, econômica e

Leia mais

Proposta de DIRECTIVA DO CONSELHO

Proposta de DIRECTIVA DO CONSELHO COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 23.6.2011 COM(2011) 377 final 2011/0164 (NLE) Proposta de DIRECTIVA DO CONSELHO que altera a Directiva 76/768/CEE relativa aos produtos cosméticos, a fim de adaptar o seu anexo

Leia mais

Perguntas e Respostas sobre Aditivos Alimentares

Perguntas e Respostas sobre Aditivos Alimentares MEMO/11/783 Bruxelas, 14 de Novembro de 2011 Perguntas e Respostas sobre Aditivos Alimentares O que são aditivos alimentares? Os aditivos são substâncias utilizadas para vários fins conservação, coloração,

Leia mais

RESOLUÇÃO SESA Nº 465/2013 (Publicada no Diário Oficial do Estado nº 9036, de 04/09/13)

RESOLUÇÃO SESA Nº 465/2013 (Publicada no Diário Oficial do Estado nº 9036, de 04/09/13) RESOLUÇÃO SESA Nº 465/2013 (Publicada no Diário Oficial do Estado nº 9036, de 04/09/13) O SECRETÁRIO DE ESTADO DA SAÚDE, usando da atribuição que lhe confere o Art. 45, Inciso XIV, da Lei Estadual nº 8.485

Leia mais

VERSÕES CONSOLIDADAS

VERSÕES CONSOLIDADAS 9.5.2008 PT Jornal Oficial da União Europeia C 115/1 VERSÕES CONSOLIDADAS DO TRATADO DA UNIÃO EUROPEIA E DO TRATADO SOBRE O FUNCIONAMENTO DA UNIÃO EUROPEIA (2008/C 115/01) 9.5.2008 PT Jornal Oficial da

Leia mais

relativas às listas provisórias nacionais dos serviços mais representativos associados a contas de pagamento e sujeitos a comissões

relativas às listas provisórias nacionais dos serviços mais representativos associados a contas de pagamento e sujeitos a comissões EBA/GL/2015/01 11.05.2015 Orientações da EBA relativas às listas provisórias nacionais dos serviços mais representativos associados a contas de pagamento e sujeitos a comissões 1 Obrigações em matéria

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Equipamento e serviços centrais de digitalização de documentos 2014/S 236-414235. Anúncio de concurso

Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Equipamento e serviços centrais de digitalização de documentos 2014/S 236-414235. Anúncio de concurso 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:414235-2014:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Equipamento e serviços centrais de digitalização de documentos

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de abril de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de abril de 2015 Jornal Oficial C 120 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de abril de 2015 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

(Texto relevante para efeitos do EEE)

(Texto relevante para efeitos do EEE) 13.3.2015 L 68/9 DIRETIVA (UE) 2015/413 D PARLAMENT EURPEU E D CNSELH de 11 de março de 2015 que visa facilitar o intercâmbio transfronteiriço de informações sobre infrações às regras de trânsito relacionadas

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Proposta de DECISÃO DO CONSELHO

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Proposta de DECISÃO DO CONSELHO PT PT PT COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 3.8.2009 COM(2009) 411 final Proposta de DECISÃO DO CONSELHO relativa à assinatura do Acordo sobre certos aspectos dos serviços aéreos entre a Comunidade

Leia mais

AGRICULTURA BIOLÓGICA, AUTO- SUFICIÊNCIA E SEGURANÇA ALIMENTAR POLITICAS DE APOIO À SEGURANÇA ALIMENTAR

AGRICULTURA BIOLÓGICA, AUTO- SUFICIÊNCIA E SEGURANÇA ALIMENTAR POLITICAS DE APOIO À SEGURANÇA ALIMENTAR AGRICULTURA BIOLÓGICA, AUTO- SUFICIÊNCIA E SEGURANÇA ALIMENTAR POLITICAS DE APOIO À SEGURANÇA ALIMENTAR Ana Paula Bico Out, 2011 POLITICAS DE APOIO À SEGURANÇA ALIMENTAR 2 perspectivas: Redução da dependência

Leia mais

Manual de Apreçamento da BM&FBOVESPA

Manual de Apreçamento da BM&FBOVESPA Classificação das Informações [ ] Confidencial [ ] Uso Interno [ x ] Uso Público ÍNDICE CONTRATOS FUTUROS FINANCEIROS E AGROPECUÁRIOS... 3 1. CONTRATOS FUTUROS SOBRE ATIVOS FINANCEIROS... 3 1.1. Contrato

Leia mais

Como ler. Quantidade. Denominação do produto. Lista de ingredientes. Durabilidade. Fabricante/ Importador. Junho de 2008

Como ler. Quantidade. Denominação do produto. Lista de ingredientes. Durabilidade. Fabricante/ Importador. Junho de 2008 Como ler Flocos de arroz e de trigo integral, enriquecidos com vitaminas (B1, B2, B3, B6, ácido fólico, B12, C) e ferro Peso líquido: CONSUMIR DE PREFERÊNCIA ANTES DE Junho de 2008 Quantidade Denominação

Leia mais

Resolução RDC nº 273, de 22 de setembro de 2005

Resolução RDC nº 273, de 22 de setembro de 2005 Resolução RDC nº 273, de 22 de setembro de 2005 Aprova o "REGULAMENTO TÉCNICO PARA MISTURAS PARA O PREPARO DE ALIMENTOS E ALIMENTOS PRONTOS PARA O CONSUMO". D.O.U. - Diário Oficial da União; Poder Executivo,

Leia mais

Proposta de DECISÃO DO CONSELHO

Proposta de DECISÃO DO CONSELHO COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 7.4.2015 COM(2015) 150 final 2015/0075 (NLE) Proposta de DECISÃO DO CONSELHO relativa à assinatura, em nome da União Europeia, do Protocolo de Alteração do Acordo entre a Comunidade

Leia mais

Jornal Oficial da União Europeia L 176. Legislação. Atos não legislativos. 58. o ano. Edição em língua portuguesa. 7 de julho de 2015.

Jornal Oficial da União Europeia L 176. Legislação. Atos não legislativos. 58. o ano. Edição em língua portuguesa. 7 de julho de 2015. Jornal Oficial da União Europeia L 176 Edição em língua portuguesa Legislação 58. o ano 7 de julho de 2015 Índice II Atos não legislativos REGULAMENTOS Regulamento de Execução (UE) 2015/1086 da Comissão,

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:145006-2013:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:145006-2013:text:pt:html 1/7 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:145006-2013:text:pt:html B-Bruxelas: Serviços de formação profissional no domínio da vigilância, do combate a incêndios,

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: TM14-EN Serviços de tradução 2014/S 206-363883. Anúncio de concurso. Serviços

Luxemburgo-Luxemburgo: TM14-EN Serviços de tradução 2014/S 206-363883. Anúncio de concurso. Serviços 1/11 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:363883-2014:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: TM14-EN Serviços de tradução 2014/S 206-363883 Anúncio de concurso Serviços

Leia mais

Esclarecimento 8/2014

Esclarecimento 8/2014 Segurança Alimentar Aprovação de estabelecimentos industriais em casas particulares Esclarecimento 8/2014 Resumo: O presente esclarecimento pretende clarificar o enquadramento legal da aprovação e atribuição

Leia mais

Alemanha-Karlsruhe: Fornecimento de um analisador termogravimétrico (TGA) 2014/S 051-084398. Anúncio de concurso. Fornecimentos

Alemanha-Karlsruhe: Fornecimento de um analisador termogravimétrico (TGA) 2014/S 051-084398. Anúncio de concurso. Fornecimentos 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:84398-2014:text:pt:html Alemanha-Karlsruhe: Fornecimento de um analisador termogravimétrico (TGA) 2014/S 051-084398 Anúncio

Leia mais

Ministério d DL 141/2014 2014.04.03

Ministério d DL 141/2014 2014.04.03 DL 141/2014 2014.04.03 Nos últimos anos, tem vindo a registar-se uma procura crescente, por parte dos consumidores, em relação aos produtos do «porco preto», que se deve às características específicas

Leia mais

29.11.2005 Jornal Oficial da União Europeia L 312/3

29.11.2005 Jornal Oficial da União Europeia L 312/3 29.11.2005 Jornal Oficial da União Europeia L 312/3 REGULAMENTO (CE) N. o 1947/2005 DO CONSELHO de 23 de Novembro de 2005 que estabelece a organização comum de mercado no sector das sementes e que revoga

Leia mais

DECISÃO DE EXECUÇÃO DA COMISSÃO. de 4.5.2015

DECISÃO DE EXECUÇÃO DA COMISSÃO. de 4.5.2015 COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 4.5.2015 C(2015) 2806 final DECISÃO DE EXECUÇÃO DA COMISSÃO de 4.5.2015 que aprova a decisão de Portugal de utilizar mais de 13 do limite máximo nacional anual fixado no anexo

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Assistência em serviços de documentação, biblioteca, gestão de documentos e arquivos para o Grupo BEI 2015/S 016-023877

Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Assistência em serviços de documentação, biblioteca, gestão de documentos e arquivos para o Grupo BEI 2015/S 016-023877 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:23877-2015:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Assistência em serviços de documentação, biblioteca, gestão de documentos

Leia mais

DECISÕES. DECISÃO DO CONSELHO de 26 de maio de 2014 relativa ao sistema de recursos próprios da União Europeia. (2014/335/UE, Euratom)

DECISÕES. DECISÃO DO CONSELHO de 26 de maio de 2014 relativa ao sistema de recursos próprios da União Europeia. (2014/335/UE, Euratom) 271 der Beilagen XXV. GP - Beschluss NR - 17 Beschluss Portugiesisch (Normativer Teil) 1 von 7 L 168/105 DECISÕES DECISÃO DO CONSELHO de 26 de maio de 2014 relativa ao sistema de recursos próprios da União

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos. Calculo de IPI por Pauta para Sorvetes acondicionados em potes de 1 a 2 litros - Federal

Parecer Consultoria Tributária Segmentos. Calculo de IPI por Pauta para Sorvetes acondicionados em potes de 1 a 2 litros - Federal potes de 1 a 2 litros - Federal 18/12/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 5 3.1 Instrução Normativa nº 32 de 2012 do Estado

Leia mais

REGIME DE ROTULAGEM OBRIGATÓRIA DA CARNE DE BOVINO

REGIME DE ROTULAGEM OBRIGATÓRIA DA CARNE DE BOVINO REGIME DE ROTULAGEM OBRIGATÓRIA DA CARNE DE BOVINO 1. INTRODUÇÂO O Regulamento (CE) nº. 1760/2000 do Parlamento Europeu e do Conselho, aprovado em Conselho de Ministros da União Europeia em 17 de Julho

Leia mais

Comunicações e Informações

Comunicações e Informações Jornal Oficial da União Europeia C 249 A Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 58. o ano 30 de julho de 2015 Índice V Avisos PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS Serviço Europeu de Seleção do

Leia mais

DERIVATIVOS DE Balcão. Termo de Moedas

DERIVATIVOS DE Balcão. Termo de Moedas DERIVATIVOS DE Balcão Termo de Moedas Termo de Moedas Registro de negociação de taxas de câmbio ou de paridade futura O produto O Contrato a Termo de Moedas possibilita a negociação de taxa de câmbio ou

Leia mais