58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 26 de junho de 2015

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 26 de junho de 2015"

Transcrição

1 Jornal Oficial C 210 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 26 de junho de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO EUROPEIA Comissão Europeia 2015/C 210/01 Não oposição a uma concentração notificada (Processo M.7353 Airbus/Safran/JV) ( 1 ) /C 210/02 Não oposição a uma concentração notificada (Processo M.7627 Centerbridge/BFF) ( 1 ) /C 210/03 Não oposição a uma concentração notificada (Processo M.7598 Dr. Oetker/Coppenrath & Wiese) ( 1 )... 2 IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO EUROPEIA Conselho 2015/C 210/04 Aviso à atenção das pessoas e entidades sujeitas às medidas restritivas previstas na Decisão 2010/413/CFSP do Conselho e no Regulamento (UE) n. o 267/2012 do Conselho que impõem medidas restritivas contra o Irão... 3 Comissão Europeia 2015/C 210/05 Taxas de câmbio do euro... 4 PT ( 1 ) Texto relevante para efeitos do EEE

2 INFORMAÇÕES DOS ESTADOS-MEMBROS 2015/C 210/06 Atualização da lista dos títulos de residência referidos no artigo 2. o, n. o 15, do Regulamento (CE) n. o 562/2006 do Parlamento Europeu e do Conselho que estabelece o código comunitário relativo ao regime de passagem de pessoas nas fronteiras (Código das Fronteiras Schengen)... 5 V Avisos PROCEDIMENTOS RELATIVOS À EXECUÇÃO DA POLÍTICA DE CONCORRÊNCIA Comissão Europeia 2015/C 210/07 Notificação prévia de uma concentração [Processo M.7614 CVC Capital Partners/Royal DSM (Fibre Intermediates and Composite Resins)] ( 1 ) ( 1 ) Texto relevante para efeitos do EEE

3 PT Jornal Oficial da União Europeia C 210/1 II (Comunicações) COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO EUROPEIA COMISSÃO EUROPEIA Não oposição a uma concentração notificada (Processo M.7353 Airbus/Safran/JV) (Texto relevante para efeitos do EEE) (2015/C 210/01) Em 26 de novembro de 2014, a Comissão decidiu não se opor à concentração notificada e declará-la compatível com o mercado interno. Esta decisão baseia-se no artigo 6. o, n. o 1, alínea b), em conjugação com o n. o 2 do mesmo artigo do Regulamento (CE) n. o 139/2004 do Conselho ( 1 ). O texto integral da decisão apenas está disponível na língua inglesa e será tornado público após terem sido suprimidos quaisquer segredos comerciais que possa conter. Poderá ser consultado: no sítio web Concorrência da Comissão, na secção consagrada à política da concorrência (http://ec.europa.eu/ competition/mergers/cases/). Este sítio permite aceder às decisões respeitantes às operações de concentração a partir da denominação da empresa, do número do processo, da data e do setor de atividade, em formato eletrónico, no sítio EUR-Lex (http://eur-lex.europa.eu/homepage.html?locale=pt), que proporciona o acesso em linha ao direito comunitário, através do número do documento 32014M7353. ( 1 ) JO L 24 de , p. 1. Não oposição a uma concentração notificada (Processo M.7627 Centerbridge/BFF) (Texto relevante para efeitos do EEE) (2015/C 210/02) Em 18 de junho de 2015, a Comissão decidiu não se opor à concentração notificada e declará-la compatível com o mercado interno. Esta decisão baseia-se no artigo 6. o, n. o 1, alínea b), do Regulamento (CE) n. o 139/2004 do Conselho ( 1 ). O texto integral da decisão apenas está disponível na língua inglesa e será tornado público após terem sido suprimidos quaisquer segredos comerciais que possa conter. Poderá ser consultado: no sítio web Concorrência da Comissão, na secção consagrada à política da concorrência (http://ec.europa.eu/ competition/mergers/cases/). Este sítio permite aceder às decisões respeitantes às operações de concentração a partir da denominação da empresa, do número do processo, da data e do setor de atividade, em formato eletrónico, no sítio EUR-Lex (http://eur-lex.europa.eu/homepage.html?locale=pt), que proporciona o acesso em linha ao direito comunitário, através do número do documento 32015M7627. ( 1 ) JO L 24 de , p. 1.

4 C 210/2 PT Jornal Oficial da União Europeia Não oposição a uma concentração notificada (Processo M.7598 Dr. Oetker/Coppenrath & Wiese) (Texto relevante para efeitos do EEE) (2015/C 210/03) Em 17 de junho de 2015, a Comissão decidiu não se opor à concentração notificada e declará-la compatível com o mercado interno. Esta decisão baseia-se no artigo 6. o, n. o 1, alínea b), do Regulamento (CE) n. o 139/2004 do Conselho ( 1 ). O texto integral da decisão apenas está disponível na língua inglesa e será tornado público após terem sido suprimidos quaisquer segredos comerciais que possa conter. Poderá ser consultado: no sítio web Concorrência da Comissão, na secção consagrada à política da concorrência (http://ec.europa.eu/ competition/mergers/cases/). Este sítio permite aceder às decisões respeitantes às operações de concentração a partir da denominação da empresa, do número do processo, da data e do setor de atividade, em formato eletrónico, no sítio EUR-Lex (http://eur-lex.europa.eu/homepage.html?locale=pt), que proporciona o acesso em linha ao direito comunitário, através do número do documento 32015M7598. ( 1 ) JO L 24 de , p. 1.

5 PT Jornal Oficial da União Europeia C 210/3 IV (Informações) INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO EUROPEIA CONSELHO Aviso à atenção das pessoas e entidades sujeitas às medidas restritivas previstas na Decisão 2010/413/CFSP do Conselho e no Regulamento (UE) n. o 267/2012 do Conselho que impõem medidas restritivas contra o Irão (2015/C 210/04) Comunica-se a seguinte informação às pessoas e entidades que são designadas no Anexo II da Decisão 2010/413/PESC do Conselho ( 1 ) e no Anexo IX do Regulamento (CE) n. o 267/2012 do Conselho ( 2 ), que impõem medidas restritivas contra o Irão. O Conselho da União Europeia, depois de ter reapreciado a lista de pessoas e entidades que se encontram atualmente designadas nos anexos acima referidos, determinou que as medidas restritivas previstas na Decisão 2010/413/PESC e no Regulamento (UE) n. o 267/2012 devem continuar a ser aplicadas às referidas pessoas e entidades. Chama-se a atenção das pessoas e entidades em causa para a possibilidade de apresentarem às autoridades competentes do(s) Estado(s)-Membro(s) pertinentes(s), indicadas nos sítios web referidos no Anexo X do Regulamento (UE) n. o 267/2012, um requerimento no sentido de serem autorizadas a utilizar fundos congelados para satisfazer necessidades básicas ou efetuar pagamentos específicos (ver artigo 26. o do regulamento). As pessoas e entidades em causa podem enviar ao Conselho, antes de 31 de julho de 2015, para o endereço a seguir indicado, um requerimento, acompanhado de documentação justificativa, para que seja reapreciada a decisão de as incluir na lista supracitada: Council of the European Union General Secretariat DG C 1C Rue de la Loi/Wetstraat Bruxelles/Brussel BELGIQUE/BELGIË Endereço eletrónico: ( 1 ) JO L 195 de , p. 39. ( 2 ) JO L 88 de , p. 1.

6 C 210/4 PT Jornal Oficial da União Europeia COMISSÃO EUROPEIA Taxas de câmbio do euro ( 1 ) 25 de junho de 2015 (2015/C 210/05) 1 euro = Moeda Taxas de câmbio USD dólar dos Estados Unidos 1,1206 JPY iene 138,52 DKK coroa dinamarquesa 7,4598 GBP libra esterlina 0,71260 SEK coroa sueca 9,2276 CHF franco suíço 1,0507 ISK coroa islandesa NOK coroa norueguesa 8,7595 BGN lev 1,9558 CZK coroa checa 27,235 HUF forint 311,78 PLN zlóti 4,1727 RON leu romeno 4,4555 TRY lira turca 2,9845 AUD dólar australiano 1,4477 Moeda Taxas de câmbio CAD dólar canadiano 1,3878 HKD dólar de Hong Kong 8,6866 NZD dólar neozelandês 1,6211 SGD dólar singapurense 1,5032 KRW won sul-coreano 1 245,32 ZAR rand 13,5625 CNY iuane 6,9580 HRK kuna 7,5887 IDR rupia indonésia ,16 MYR ringgit 4,2107 PHP peso filipino 50,549 RUB rublo 61,2318 THB baht 37,830 BRL real 3,4689 MXN peso mexicano 17,3559 INR rupia indiana 71,2500 ( 1 ) Fonte: Taxas de câmbio de referência publicadas pelo Banco Central Europeu.

7 PT Jornal Oficial da União Europeia C 210/5 INFORMAÇÕES DOS ESTADOS-MEMBROS Atualização da lista dos títulos de residência referidos no artigo 2. o, n. o 15, do Regulamento (CE) n. o 562/2006 do Parlamento Europeu e do Conselho que estabelece o código comunitário relativo ao regime de passagem de pessoas nas fronteiras (Código das Fronteiras Schengen) ( 1 ) (2015/C 210/06) A publicação da lista dos títulos de residência referidos no artigo 2. o, n. o 15, do Regulamento (CE) n. o 562/2006 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 15 de março de 2006, que estabelece o código comunitário relativo ao regime de passagem de pessoas nas fronteiras ( 2 ) (Código das Fronteiras Schengen) baseia-se nas informações comunicadas pelos Estados-Membros à Comissão nos termos do disposto no artigo 34. o do Código das Fronteiras Schengen. Além da publicação no Jornal Oficial, mensalmente é feita uma atualização no sítio Internet da Direção-Geral dos Assuntos Internos. REPÚBLICA DA ÁUSTRIA Substituição das informações publicadas no JO C 118 de Títulos de residência em conformidade com o artigo 2. o, n. o 15, alínea a), do Código das Fronteiras Schengen: 1. Títulos de residência que devem ser emitidos em conformidade com o modelo uniforme indicado no Regulamento (CE) n. o 1030/2002 do Conselho ( 3 ) Título de residência «Certificado de estabelecimento» (Niederlassungsnachweis) sob a forma do cartão ID1 previsto nas ações comuns adotadas com base no Regulamento (CE) n. o 1030/2002 (emitido na Áustria entre 1 de janeiro de 2003 e 31 de dezembro de 2005); Título de residência sob a forma de uma vinheta prevista nas ações comuns adotadas com base no Regulamento (CE) n. o 1030/2002 (emitido na Áustria entre 1 de janeiro de 2005 e 31 de dezembro de 2005); Títulos de residência «Autorização de estabelecimento» (Niederlassungsbewilligung) «membro da família», (Familienangehörige), «residência permanente UE» (Daueraufenthalt- EG), «residência permanente membro da família» (Daueraufenthalt-Familienangehöriger) e «autorização de residência» (Aufenthaltsbewilligung) sob a forma do cartão ID1 previsto nas ações comuns adotadas com base no Regulamento (CE) n. o 1030/2002 (emitidos na Áustria desde 1 de janeiro de 2006). A autorização de residência (Aufenthaltsbewilligung) indica o fim específico para que foi emitido. Uma autorização de residência (Aufenthaltsbewilligung) pode ser emitida para os seguintes fins: trabalhador em regime de rotação, trabalhador destacado, trabalhador por conta própria, artista, casos especiais de emprego, estudante do ensino secundário, estudante universitário, prestador de serviços sociais, investigador e reagrupamento familiar. A autorização de estabelecimento (Niederlassungsbewilligung) pode ser emitida sem informações complementares ou para os seguintes fins: «nenhuma atividade lucrativa» e «pessoa a cargo». A autorização de estabelecimento (Niederlassungsbewilligung) para quadros especializados, ilimitada e limitada foi emitido na Áustria até 30 de junho de Os títulos de «residência permanente UE» (Daueraufenthalt-EG e «residência permanente membro da família» (Daueraufenthalt-Familienangehöriger) foram emitidos na Áustria até 31 de dezembro de A «autorização de residência» (Aufenthaltsbewilligung) para efeitos do 69a da NAG foi emitida na Áustria até 31 de dezembro de Títulos de residência cartão vermelho-branco-vermelho (Rot-Weiß-Rot - Karte), «cartão vermelho-branco-vermelho plus» (Rot-Weiß-Rot - Karte plus) e «cartão azul UE» (Blaue Karte EU) sob a forma de cartão ID1 previsto nas ações comuns adotadas com base no Regulamento (CE) n. o 1030/2002 (emitidos na Áustria desde 1 de julho de 2011); Título de residência «residência permanente UE» (Daueraufenthalt-EU) previsto nas ações comuns adotadas com base no Regulamento (CE) n. o 1030/2002 (emitido na Áustria desde 1 de janeiro de 2014); ( 1 ) Ver a lista das publicações anteriores no final da presente atualização. ( 2 ) JO L 105 de , p. 1. ( 3 ) Regulamento (CE) n. o 1030/2002 do Conselho, de 13 de junho de 2002, que estabelece um modelo uniforme de título de residência para os nacionais de países terceiros (JO L 157 de , p. 1).

8 C 210/6 PT Jornal Oficial da União Europeia Título de residência «autorização de residência plus» (Aufenthaltsberechtigung) em conformidade com o artigo 56. o, n. o 1, ou com o artigo 56. o, n. o 1, da Lei do Asilo na versão constante do jornal oficial I n. o 100/2005 é conforme com as regras em vigor do artigo 41. o a, n. o 9, e 43. o, n. o 3, da NAG na versão constante do jornal oficial I n. o 38/2011, emitido na Áustria a partir de 1 de janeiro de 2014; O título de residência «autorização de residência» (Aufenthaltsberechtigung) em conformidade com o artigo 55. o, n. o 2, ou o artigo 56. o, n. o 2, da Lei do Asilo na versão constante do jornal oficial I n. o 100/2005 corresponde à atual autorização de estabelecimento de acordo com o artigo 43, n. os 3 e 4, da NAG na versão constante do jornal oficial I n. o 38/2011, emitido na Áustria a partir de 1 de janeiro de 2014; O título de residência «autorização de residência por motivos de proteção especial» (Aufenthaltsberechtigung aus besonderem Schutz) em conformidade com o artigo 57. o da Lei do Asilo na versão constante do jornal oficial I n. o 100/2005 transpõe as disposições da Diretiva 2004/81/CE do Conselho, de 29 de abril de 2004, relativa ao título de residência concedido aos nacionais de países terceiros que sejam vítimas do tráfico de seres humanos ou objeto de uma ação de auxílio à imigração ilegal, e que cooperem com as autoridades competentes ( 1 ). As disposições anteriores estavam estabelecidas no artigo 69. o, n. o 1, da NAG constante do jornal oficial I n. o 38/2011. Emitido na Áustria a partir de 1 de janeiro de Títulos de residência que não são emitidos em conformidade com o modelo uniforme indicado na Diretiva 2004/38/CE ( 2 ) O cartão de residência para membros da família de um cidadão do EEE (Aufenthaltskarte für Angehörige eines EWR-Bürgers) em conformidade com a Diretiva 2004/38/CE, que concede o direito de residência por mais de três meses a cidadãos de países terceiros que são membros da família de um cidadão do EEE que beneficia do direito de residência em virtude do direito da União, não corresponde ao modelo uniforme previsto no Regulamento (CE) n. o 1030/2002; O cartão de residência permanente (Daueraufenthaltskarte) em conformidade com a Diretiva 2004/38/CE, que concede o direito de residência permanente a membros da família de um cidadão do EEE que beneficia do direito de residência em virtude do direito da União, não corresponde ao modelo uniforme previsto no Regulamento (CE) n. o 1030/2002. Outros documentos que autorizam o titular a residir ou a regressar à Áustria em conformidade com o artigo 2. o, n. o 15, alínea b), do Código das Fronteiras Schengen: Cartão de identidade para titulares de privilégios e imunidade, cores vermelha, amarela e azul, emitido pelo ministro Federal dos Assuntos Europeus, da Integração e dos Negócios Estrangeiros; Cartão de identidade para titulares de privilégios e imunidade, cores vermelha, amarela, azul, castanha, cinzenta e cor de laranja, emitido pelo ministro Federal dos Assuntos Europeus, da Integração e dos Negócios Estrangeiros; Estatuto de pessoa com direito a asilo nos termos do artigo 7. o da Lei do asilo de 1997 na versão constante do jornal oficial I n. o 105/2003 (concedido até 31 de dezembro de 2005), regra geral comprovado por um passaporte em formato de caderno ID3 (emitido na Áustria no período compreendido entre 1 de janeiro de 1996 e 27 de agosto de 2006); Estatuto de pessoa com direito a asilo nos termos do artigo 3. o da Lei do asilo de 2005 (concedido desde 1 de janeiro de 2006), regra geral comprovado por um passaporte em formato de caderno ID3 (emitido na Áustria desde 28 de agosto de 2006); Estatuto de pessoa com direito a proteção subsidiária nos termos do artigo 8. o da Lei do asilo de 1997 na versão constante do jornal oficial I n. o 105/2003 (concedido até 31 de dezembro de 2005), regra geral comprovado por um passaporte estrangeiro em formato de caderno ID3 com microchip eletrónico integrado (emitido na Áustria no período compreendido entre 1 de janeiro de 1996 e 27 de agosto de 2006); Estatuto de pessoa com direito a proteção subsidiária nos termos do artigo 8. o da Lei do asilo de 2005 (concedido desde 1 de janeiro de 2006), regra geral comprovado por um passaporte estrangeiro em formato de caderno ID3 com microchip eletrónico integrado (emitido na Áustria desde 28 de agosto de 2006) ou por um cartão para pessoas com direito a proteção subsidiária nos termos do artigo 52. o da lei de asilo de 2005; ( 1 ) JO L 261 de , p. 19. ( 2 ) Diretiva 2004/38/CE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 29 de abril de 2004, relativa ao direito de livre circulação e residência dos cidadãos da União e dos membros das suas famílias no território dos Estados-Membros, que altera o Regulamento (CEE) n. o 1612/68 e que revoga as Diretivas 64/221/CEE, 68/360/CEE, 72/194/CEE, 73/148/CEE, 75/34/CEE, 75/35/CEE, 90/364/CEE, 90/365/CEE e 93/96/CEE (JO L 158 de , p. 77).

9 PT Jornal Oficial da União Europeia C 210/7 Lista dos participantes numa viagem escolar no interior da União Europeia na aceção da Decisão 94/795/JAI do Conselho, de 30 de novembro de 1994, relativa a uma ação comum, adotada pelo Conselho, com base no n. o 2, alínea b), do artigo K.3 do Tratado da União Europeia, respeitante à concessão de facilidades de viagem a estudantes de países terceiros residentes num Estado-membro ( 1 ); Autorização de trabalho em conformidade com a Lei relativa ao trabalho de estrangeiros (Ausländerbeschäftigungsgesetz) com validade máxima de seis meses, acompanhada de um documento de viagem válido; Título de residência permanente sob a forma de um visto ordinário na aceção do artigo 6. o, n. o 1, da Lei relativa aos estrangeiros, de 1992 (emitido até 31 de dezembro de 1992 pelas autoridades e representações austríacas em forma de carimbo); Título de residência sob a forma de uma vinheta verde até ao n. o Título de residência sob a forma de uma vinheta verde a partir do n. o Título de residência sob a forma de uma vinheta prevista na Ação Comum 97/11/JAI do Conselho, de 16 de dezembro de 1996, adotada pelo Conselho com base no artigo K.3 do Tratado da União Europeia, relativa a um modelo uniforme das autorizações de residência ( 2 ) (emitido na Áustria entre 1 de janeiro de 1998 e 31 de dezembro de 2004). HUNGRIA Substituição das informações publicadas no JO C 77 de Lista dos títulos de residência em conformidade com o artigo 2. o, ponto 15, alínea a), do Regulamento (CE) n. o 562/2006. a) Títulos de residência emitidos segundo o modelo uniforme TARTÓZKODÁSI ENGEDÉLY TÍTULO DE RESIDÊNCIA Código ifado: HUN-HO Formato: vinheta-autocolante aposta no passaporte nacional Primeira emissão: 1 de julho de 2007 Última emissão: 19 de maio de 2011 Período de validade máximo: cinco anos A secção OKMÁNY TÍPUSA (Tipo de documento) indica o tipo de estatuto de residência: serviço, investigação, reagrupamento familiar, tratamento médico, visita, estada no país, estudos, emprego remunerado, voluntariado, cartão azul, outro. A secção MEGJEGYZÉSEK (Observações) indica o tipo de estatuto de residência: a) «bevándorlási engedély» autorização de imigração b) «letelepedési engedély» autorização de estabelecimento c) «ideiglenes letelepedési engedély» autorização de estabelecimento temporário d) «nemzeti letelepedési engedély» autorização de estabelecimento nacional e) «huzamos tartózkodási engedéllyel rendelkező EK» autorização de residência de longa duração CE TARTÓZKODÁSI ENGEDÉLY TÍTULO DE RESIDÊNCIA Código ifado: HUN-HO Formato: cartão em formato ID-1 com chip; Primeira emissão: 20 de maio de 2011 ( 1 ) JO L 327 de , p. 1. ( 2 ) JO L 7 de , p. 1.

10 C 210/8 PT Jornal Oficial da União Europeia Última emissão: - Período de validade máximo: cinco anos A secção OKMÁNY TÍPUSA (Tipo de documento) indica o tipo de estatuto de residência: kishatárforgalmi engedély/autorização de pequeno tráfego fronteiriço tartózkodási engedély/autorização de residência humanitárius célú tartózkodási engedély/autorização de residência por motivos humanitários bevándorlási engedély/autorização de imigração letelepedési engedély/autorização de residência permanente az ideiglenes letelepedési engedély/autorização de residência permanente provisória nemzeti letelepedési engedély/autorização de residência permanente nacional az EK letelepedési engedély/autorização de residência permanente CE A secção MEGJEGYZÉSEK (Observações) indica a finalidade da estada: hivatalos/oficial kutatás/investigação científica családi együttélés/reagrupamento familiar gyógykezelés/tratamento médico látogatás/visita nemzeti tartózkodási engedély/autorização de residência nacional tanulmány/estudos keresőtevékenység folytatása/emprego ou atividade remunerada önkéntes tevékenység/voluntariado az EU Kék Kártya/Cartão Azul UE Munkaerőpiaci hozzáférés a kiadástól számított két évig korlátozott/ /acesso ao mercado de trabalho limitado a um período de 2 anos huzamos tartózkodási engedéllyel rendelkező EK/residente de longa duração CE befogadotti/pessoa cuja estada foi autorizada felügyelet nélkül maradt kiskorú/menor não acompanhado hontalan/apátrida egyéb/outra egyéb, Harmtv. 29. (1) f) pontja alapján/outra, em conformidade com a secção 29, subsecção (1), alínea f), da Lei II de 2007 egyéb, Harmtv. 29. (1a) pontja alapján/outra, em conformidade com a secção 29, subsecção (1a), da Lei II de 2007 az ideiglenesen munkát vállaló turisták programjáról szóló nemzetközi szerződés szerint kiadva/emitido em conformidade com o acordo sobre o programa de trabalho de férias

11 PT Jornal Oficial da União Europeia C 210/9 A secção MEGJEGYZÉSEK a hátoldalon (Observação no verso) indica: Munkavégzésre jogosult [munkáltató neve]-ná/nél/autorizado a trabalhar em [nome da empresa] b) Cartões de residência emitidos em conformidade com a Diretiva 2004/38/CE TARTÓZKODÁSI KÁRTYA EGT ÁLLAMPOLGÁR CSALÁDTAGJA RÉSZÉRE CARTÃO DE RESIDÊNCIA para familiares de cidadãos do EEE Código ifado: HUN-HO Formato: cartão plastificado com frente e verso em formato ID-2 Primeira emissão: 1 de julho de 2007 Última emissão: 31 de dezembro de 2012 Validade: cinco anos no máximo A secção EGYÉB MEGJEGYZÉSEK (Outras observações) indica: «Tartózkodási kártya EGT állampolgár családtagja részére» (Cartão de residência para familiares de cidadãos do EEE) TARTÓZKODÁSI KÁRTYA EGT ÁLLAMPOLGÁR CSALÁDTAGJA RÉSZÉRE CARTÃO DE RESIDÊNCIA para familiares de cidadãos do EEE Código ifado: HUN-HO Formato: cartão plastificado com frente e verso em formato ID-2 Primeira emissão: 1 de janeiro de 2013 Última emissão: Validade: cinco anos no máximo A secção EGYÉB MEGJEGYZÉSEK (Outras observações) indica: «Tartózkodási kártya EGT állampolgár családtagja részére» (Cartão de residência para familiares de cidadãos do EEE) TARTÓZKODÁSI ENGEDÉLY TÍTULO DE RESIDÊNCIA para nacionais de países terceiros familiares de nacionais húngaros Código ifado: HUN-HO Formato: Cartão em formato ID-1 com chip (emitido em conformidade com o Regulamento (CE) n. o 1030/2002 do Conselho de 13 de junho de 2002) Primeira emissão: 20 de maio de 2011 Última emissão: Validade: cinco anos no máximo A secção MEGJEGYZÉSEK (Observações) indica: «Título de residência para os familiares de nacionais húngaros (tartózkodási kártya magyar állampolgár családtagja részére)» c) Cartões de residência permanente emitidos em conformidade com a Diretiva 2004/38/CE ÁLLANDÓ TARTÓZKODÁSI KÁRTYA Cartão de residência permanente Código ifado: HUN-HO Formato: Cartão plastificado com frente e verso em formato ID-2 Primeira emissão: 1 de julho de 2007

12 C 210/10 PT Jornal Oficial da União Europeia Última emissão: 31 de dezembro de 2012 Validade: 10 anos no máximo 17/06/ Nota: Quando emitido aos cidadãos do EEE e aos seus familiares que beneficiam do direito de residência permanente, o cartão é válido se for acompanhado de um bilhete de identidade ou de um passaporte nacional. Para os nacionais de países terceiros, só é válido se for acompanhado do seu passaporte nacional. ÁLLANDÓ TARTÓZKODÁSI KÁRTYA Cartão de residência permanente Código ifado: HUN-HO Formato: Cartão plastificado com frente e verso em formato ID-2 Primeira emissão: 1 de janeiro de 2013 Última emissão: Validade: 10 anos no máximo Nota: Quando emitido aos cidadãos do EEE e aos seus familiares que beneficiam do direito de residência permanente, o cartão é válido se for acompanhado de um bilhete de identidade ou de um passaporte nacional. Para os nacionais de países terceiros, só é válido se for acompanhado do seu passaporte nacional. Lista das publicações anteriores JO C 247 de , p. 1. JO C 153 de , p. 5. JO C 192 de , p. 11. JO C 271 de , p. 14. JO C 57 de , p. 31. JO C 134 de , p. 14. JO C 207 de , p. 12. JO C 331 de , p. 13. JO C 3 de , p. 5. JO C 64 de , p. 15. JO C 198 de , p. 9. JO C 239 de , p. 2. JO C 298 de , p. 15. JO C 308 de , p. 20. JO C 35 de , p. 5. JO C 82 de , p. 26. JO C 103 de , p. 8. JO C 108 de , p. 6. JO C 157 de , p. 5. JO C 201 de , p. 1. JO C 216 de , p. 26. JO C 283 de , p. 7. JO C 199 de , p. 5. JO C 214 de , p. 7. JO C 298 de , p. 4. JO C 51 de , p. 6. JO C 75 de , p. 8. JO C 77 de , p. 4. JO C 118 de , p. 9. JO C 200 de , p. 59. JO C 304 de , p. 3. JO C 390 de , p. 12.

13 PT Jornal Oficial da União Europeia C 210/11 V (Avisos) PROCEDIMENTOS RELATIVOS À EXECUÇÃO DA POLÍTICA DE CONCORRÊNCIA COMISSÃO EUROPEIA Notificação prévia de uma concentração [Processo M.7614 CVC Capital Partners/Royal DSM (Fibre Intermediates and Composite Resins)] (Texto relevante para efeitos do EEE) (2015/C 210/07) 1. Em 17 de junho de 2015, a Comissão recebeu a notificação de um projeto de concentração, nos termos do artigo 4. o do Regulamento (CE) n. o 139/2004 do Conselho ( 1 ), pelo qual a CVC Capital Partners SICAV-FIS SA («CVC», Luxemburgo) adquire, na aceção do artigo 3. o, n. o 1, alínea b), do Regulamento das Concentrações, o controlo da totalidade do negócio de produtos intermédios em fibra e de resinas compostas da Royal DSM NV's (Países Baixos), mediante aquisição de ações. 2. As atividades das empresas em causa são as seguintes: CVC: empresa de gestão de fundos de private equity ativa em vários setores, incluindo a distribuição de produtos químicos; Negócio de produtos intermédios em fibra e de resinas compostas da Royal DSM's: inclui a DSM Fibre Intermediates International BV, DSM Composite Resins Holding International BV, DSM Fibre Intermediates China BV e certas entidades afiliadas, empresas ativas no negócio de resinas compósitas e produtos intermédios em fibra. 3. Após uma análise preliminar, a Comissão considera que a operação notificada pode estar abrangida pelo Regulamento das Concentrações. Reserva-se, contudo, o direito de tomar uma decisão definitiva sobre este ponto. 4. A Comissão solicita aos terceiros interessados que lhe apresentem eventuais observações sobre o projeto de concentração. As observações devem chegar à Comissão no prazo de 10 dias após a data da presente publicação. Podem ser enviadas por fax ( ), por correio eletrónico para ou por via postal, com a referência M.7614 CVC Capital Partners/Royal DSM (Fibre Intermediates and Composite Resins), para o seguinte endereço: Comissão Europeia Direção-Geral da Concorrência Registo das Concentrações 1049 Bruxelles/Brussel BELGIQUE/BELGIË ( 1 ) JO L 24 de , p. 1 («Regulamento das Concentrações»).

14

15

16 ISSN (edição eletrónica) ISSN (edição em papel) PT

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2015 Jornal Oficial C 269 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 9 de setembro de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 9 de setembro de 2015 Jornal Oficial C 297 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 9 de setembro de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 5 de setembro de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 5 de setembro de 2015 Jornal Oficial C 293 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 5 de setembro de 2015 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 8 de setembro de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 8 de setembro de 2015 Jornal Oficial C 295 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 8 de setembro de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

59. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 14 de janeiro de 2016

59. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 14 de janeiro de 2016 Jornal Oficial C 11 da União Europeia 59. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 14 de janeiro de 2016 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 31 de julho de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 31 de julho de 2015 Jornal Oficial C 250 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 31 de julho de 2015 Índice I Resoluções, recomendações e pareceres RECOMENDAÇÕES Conselho 2015/C

Leia mais

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 26 de julho de 2017

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 26 de julho de 2017 Jornal Oficial C 241 da União Europeia 60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 26 de julho de 2017 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de agosto de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de agosto de 2015 Jornal Oficial C 276 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de agosto de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de setembro de 2017

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de setembro de 2017 Jornal Oficial C 313 da União Europeia 60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 21 de setembro de 2017 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2017

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2017 Jornal Oficial C 270 da União Europeia 60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 15 de agosto de 2017 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 7 de junho de 2017

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 7 de junho de 2017 Jornal Oficial C 179 da União Europeia 60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 7 de junho de 2017 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 19 de julho de 2017

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 19 de julho de 2017 Jornal Oficial C 233 da União Europeia 60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 19 de julho de 2017 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 22 de agosto de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 22 de agosto de 2015 Jornal Oficial C 278 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 22 de agosto de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 20 de setembro de 2017

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 20 de setembro de 2017 Jornal Oficial C 312 da União Europeia 60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 20 de setembro de 2017 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 18 de junho de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 18 de junho de 2015 Jornal Oficial C 201 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 18 de junho de 2015 Índice III Atos preparatórios Banco Central Europeu 2015/C 201/01 Recomendação

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 4 de junho de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 4 de junho de 2015 Jornal Oficial C 183 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 4 de junho de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 25 de junho de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 25 de junho de 2015 Jornal Oficial C 209 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 25 de junho de 2015 Índice I Resoluções, recomendações e pareceres PARECERES Comissão Europeia 2015/C

Leia mais

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 20 de junho de 2017

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 20 de junho de 2017 Jornal Oficial C 196 da União Europeia 60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 20 de junho de 2017 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 11 de junho de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 11 de junho de 2015 Jornal Oficial C 193 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 11 de junho de 2015 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 19 de setembro de 2017

60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 19 de setembro de 2017 Jornal Oficial C 310 da União Europeia 60. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 19 de setembro de 2017 Índice I Resoluções, recomendações e pareceres RECOMENDAÇÕES Banco Central

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 30 de abril de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 30 de abril de 2015 Jornal Oficial C 143 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 30 de abril de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

Campo Formato Posição Conteúdo Descrição Data X(10) 1-10 Data da operação. Formato: AAAA-MM-DD.

Campo Formato Posição Conteúdo Descrição Data X(10) 1-10 Data da operação. Formato: AAAA-MM-DD. Termo de Moedas Nome do Arquivo Registro de Contrato do Participante Header Campo Formato Posição Conteúdo Descrição Data X(10) 1-10 Data da operação. Formato: AAAA-MM-DD. Registro Campo Formato Posição

Leia mais

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 21-out-2015 (ÍNDICE) 1.1. Depósitos à ordem

BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. 1. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) Entrada em vigor: 21-out-2015 (ÍNDICE) 1.1. Depósitos à ordem 1.1. Depósitos à ordem Comissões Euros (Mín/Máx) Valor Anual Imposto 1ª Conta: O único titular é o menor que deverá ter entre 0 e 13 anos de idade; montante mínimo de abertura: 50 (ou equivalente noutra

Leia mais

Jornal Oficial da União Europeia L 147. Legislação. Atos não legislativos. 59. o ano. Edição em língua portuguesa. 3 de junho de 2016.

Jornal Oficial da União Europeia L 147. Legislação. Atos não legislativos. 59. o ano. Edição em língua portuguesa. 3 de junho de 2016. Jornal Oficial da União Europeia L 147 Edição em língua portuguesa Legislação 59. o ano 3 de junho de 2016 Índice II Atos não legislativos REGULAMENTOS Regulamento de Execução (UE) 2016/869 da Comissão,

Leia mais

Quadro aplicável às taxas de câmbio de referência do euro

Quadro aplicável às taxas de câmbio de referência do euro Quadro aplicável às taxas de câmbio de referência do euro As taxas de câmbio de referência do euro publicadas pelo Banco Central Europeu (BCE) (também designadas taxas de referência do BCE ), o BCE, na

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 7 de julho de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 7 de julho de 2015 Jornal Oficial C 222 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 7 de julho de 2015 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

TABELA DE TAXAS E DEMAIS ENCARGOS A COBRAR PELOS PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS PREVISTOS NA LEI Nº23/2007, DE 04 DE JULHO

TABELA DE TAXAS E DEMAIS ENCARGOS A COBRAR PELOS PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS PREVISTOS NA LEI Nº23/2007, DE 04 DE JULHO TABELA DE TAXAS E DEMAIS ENCARGOS A COBRAR PELOS PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS PREVISTOS NA LEI Nº23/2007, DE 04 DE JULHO Com as alterações introduzidas pela Lei 29/2012, de 9 de agosto PORTARIA Nº 1334

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 24 de dezembro de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 24 de dezembro de 2015 Jornal Oficial C 435 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 24 de dezembro de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS

Leia mais

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 11 de Julho de 2007 (18.07) (OR. en) 11722/07 SCH-EVAL 131 SIRIS 133 COMIX 659

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 11 de Julho de 2007 (18.07) (OR. en) 11722/07 SCH-EVAL 131 SIRIS 133 COMIX 659 CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA Bruxelas, 11 de Julho de 2007 (18.07) (OR. en) 11722/07 SCH-EVAL 131 SIRIS 133 COMIX 659 NOTA de: para: Assunto: Presidência Grupo de Avaliação de Schengen Projecto de decisão

Leia mais

NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS:

NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS: NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS: Acesso a cuidados de saúde programados na União Europeia, Espaço Económico Europeu e Suiça. Procedimentos para a emissão do Documento

Leia mais

VERSÕES CONSOLIDADAS

VERSÕES CONSOLIDADAS 9.5.2008 PT Jornal Oficial da União Europeia C 115/1 VERSÕES CONSOLIDADAS DO TRATADO DA UNIÃO EUROPEIA E DO TRATADO SOBRE O FUNCIONAMENTO DA UNIÃO EUROPEIA (2008/C 115/01) 9.5.2008 PT Jornal Oficial da

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Proposta de REGULAMENTO DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Proposta de REGULAMENTO DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 18.10.2007 COM(2007) 619 final 2007/0216 (COD) Proposta de REGULAMENTO DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO que altera o Regulamento (CE) n. 2252/2004 do Conselho

Leia mais

Índice Geral. 1. Condições de entrada, permanência, saída e afastamento de estrangeiros do território nacional

Índice Geral. 1. Condições de entrada, permanência, saída e afastamento de estrangeiros do território nacional INTRODUCTION 5 Índice Geral Índice Alfabético 11 Índice Cronológico 15 Índice Sistemático 19 Nota Prévia 65 Parte I Estrangeiros em geral 1. Condições de entrada, permanência, saída e afastamento de estrangeiros

Leia mais

directamente o estabelecimento e o funcionamento do mercado interno; Considerando que é pois necessário criar um certificado complementar de

directamente o estabelecimento e o funcionamento do mercado interno; Considerando que é pois necessário criar um certificado complementar de Regulamento (CEE) nº 1768/92 do Conselho, de 18 de Junho de 1992, relativo à criação de um certificado complementar de protecção para os medicamentos Jornal Oficial nº L 182 de 02/07/1992 p. 0001-0005

Leia mais

Sistema de Informação Schengen - acesso pelos serviços de emissão de certificados de matrícula dos veículos ***II

Sistema de Informação Schengen - acesso pelos serviços de emissão de certificados de matrícula dos veículos ***II P6_TA(2005)044 Sistema de Informação Schengen - acesso pelos serviços de emissão de certificados de matrícula dos veículos ***II Resolução legislativa do Parlamento Europeu referente à posição comum adoptada

Leia mais

relativas às listas provisórias nacionais dos serviços mais representativos associados a contas de pagamento e sujeitos a comissões

relativas às listas provisórias nacionais dos serviços mais representativos associados a contas de pagamento e sujeitos a comissões EBA/GL/2015/01 11.05.2015 Orientações da EBA relativas às listas provisórias nacionais dos serviços mais representativos associados a contas de pagamento e sujeitos a comissões 1 Obrigações em matéria

Leia mais

CFDs Acções. País Divisa Posições longas Posições curtas Tarifário Pontos básicos Pontos básicos

CFDs Acções. País Divisa Posições longas Posições curtas Tarifário Pontos básicos Pontos básicos AUD 550 550 Standard Posições longas (investidor paga juros): Libor da Moeda AUD +550 pontos básicos; Posições curtas: Libid da moeda AUD - Canadá CAD 550 550 Standard Posições longas (investidor paga

Leia mais

CASSTM NOTA 376/03 ANEXO 2REV

CASSTM NOTA 376/03 ANEXO 2REV CASSTM NOTA 376/03 ANEXO 2REV DOCUMENTO 3 DIREITOS E OBRIGAÇÕES DOS TITULARES DOS CARTÕES EUROPEUS DE SEGURO DE DOENÇA OU DE DOCUMENTOS EQUIVALENTES NA SEQUÊNCIA DAS ALTERAÇÕES DO PONTO I DA ALÍNEA A)

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 4 de julho de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 4 de julho de 2015 Jornal Oficial C 220 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 4 de julho de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

União Europeia Acesso a cuidados de saúde Prestação de serviços de saúde

União Europeia Acesso a cuidados de saúde Prestação de serviços de saúde União Europeia Acesso a cuidados de saúde Prestação de serviços de saúde Legislação da União Europeia Legislação nacional Jurisprudência TJUE Diretiva 2011/24 Proposta de Lei 206/XII Direitos e deveres

Leia mais

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Cartão Europeu de Seguro de Doença (N 39 - v4.12) PROPRIEDADE Instituto da Segurança

Leia mais

GOLDEN VISA Junho 2013 AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA ATRAVÉS DE INVESTIMENTO EM PORTUGAL

GOLDEN VISA Junho 2013 AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA ATRAVÉS DE INVESTIMENTO EM PORTUGAL GOLDEN VISA Junho 2013 AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA ATRAVÉS DE INVESTIMENTO EM PORTUGAL Portugal já está a atribuir os Golden Residence Permit a cidadãos não- Europeus no caso de realização de determinados

Leia mais

Proposta de REGULAMENTO DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO

Proposta de REGULAMENTO DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 30.8.2011 COM(2011) 516 final 2011/0223 (COD) Proposta de REGULAMENTO DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO que altera o Regulamento (CE) n.º 810/2009, de 13 de Julho de 2009,

Leia mais

NEGOCIAÇÕES DE ADESÃO DA BULGÁRIA E DA ROMÉNIA À UNIÃO EUROPEIA

NEGOCIAÇÕES DE ADESÃO DA BULGÁRIA E DA ROMÉNIA À UNIÃO EUROPEIA NEGOCIAÇÕES DE ADESÃO DA BULGÁRIA E DA ROMÉNIA À UNIÃO EUROPEIA Bruxelas, 31 de Março de 2005 (OR. en) AA 15/2/05 REV 2 TRATADO DE ADESÃO: ACTO DE ADESÃO, ANEXO II PROJECTO DE ACTOS LEGISLATIVOS E OUTROS

Leia mais

Pedido de Visto Schengen

Pedido de Visto Schengen Pedido de Visto Schengen FOTO Este impresso é gratuito 1. Apelido PARTE RESERVADA À ADMINISTRAÇÃO 2. Apelido quando do nascimento (apelido anterior) Data do pedido: 3. Nome(s) próprio(s) Número do pedido

Leia mais

Mercado Cambial é a parte do mercado financeiro onde se realizam as operações de compra e venda de moeda estrangeira Funciona 24 h à escala

Mercado Cambial é a parte do mercado financeiro onde se realizam as operações de compra e venda de moeda estrangeira Funciona 24 h à escala MERCADO CAMBIAL 1 Mercado Cambial é a parte do mercado financeiro onde se realizam as operações de compra e venda de moeda estrangeira Funciona 24 h à escala planetária (devido á diferença horária entre

Leia mais

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR LESTE GOVERNO. Decreto n. o 4 /2004 de 7 de Maio REGULARIZAÇÃO DE ESTRANGEIROS EM TERRITÓRIO NACIONAL

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR LESTE GOVERNO. Decreto n. o 4 /2004 de 7 de Maio REGULARIZAÇÃO DE ESTRANGEIROS EM TERRITÓRIO NACIONAL REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR LESTE GOVERNO Decreto n. o 4 /2004 de 7 de Maio REGULARIZAÇÃO DE ESTRANGEIROS EM TERRITÓRIO NACIONAL A Lei de Imigração e Asilo N. 9/2003 de 15 de Outubro (LIA), veio definir

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 1 de agosto de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 1 de agosto de 2015 Jornal Oficial C 253 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 1 de agosto de 2015 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

ANEXOS COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO. relativa à iniciativa de cidadania «Um de nós»

ANEXOS COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO. relativa à iniciativa de cidadania «Um de nós» COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 28.5.2014 COM(2014) 355 final ANNEXES 1 to 5 ANEXOS à COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO relativa à iniciativa de cidadania «Um de nós» PT PT ANEXO I: ASPETOS PROCESSUAIS DA INICIATIVA

Leia mais

Dynamic Currency Conversion

Dynamic Currency Conversion Serviço (DCC) Perguntas Frequentes 1- Quais as moedas abrangidas pelo serviço DCC? Com o serviço DCC o comerciante pode oferecer aos seus clientes com cartões emitidos em Libras Esterlinas, Dólares Norte-Americanos,

Leia mais

AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA PARA ATIVIDADE DE INVESTIMENTO (ARI) PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA PARA ATIVIDADE DE INVESTIMENTO (ARI) PERGUNTAS MAIS FREQUENTES AUTORIZAÇÃO DE RESIDÊNCIA PARA ATIVIDADE DE INVESTIMENTO (ARI) PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. O que é o regime especial de Autorização de Residência para Atividade de Investimento (ARI)? O regime de ARI

Leia mais

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 27 de Abril de 2007 (02.05) (OR. en) 9032/07 SCH-EVAL 90 SIRIS 79 COMIX 427

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 27 de Abril de 2007 (02.05) (OR. en) 9032/07 SCH-EVAL 90 SIRIS 79 COMIX 427 CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA Bruxelas, 27 de Abril de 2007 (02.05) (OR. en) 9032/07 SCH-EVAL 90 SIRIS 79 COMIX 427 NOTA de: para: Assunto: Presidência Grupo de Avaliação de Schengen Projecto de decisão do

Leia mais

REGIME LEGAL DE ENTRADA E PERMANÊNCIA DE ESTRANGEIROS EM ANGOLA

REGIME LEGAL DE ENTRADA E PERMANÊNCIA DE ESTRANGEIROS EM ANGOLA REGIME LEGAL DE ENTRADA E PERMANÊNCIA DE ESTRANGEIROS EM ANGOLA Edição Online e Coordenação Técnica: Icep Portugal/Unidade Conhecimento de Mercado Elaboração: Delegação do Icep Portugal em Luanda Data:

Leia mais

Diretiva (UE) 2016/97 do Parlamento Europeu e do Conselho de 20 de janeiro de 2016 sobre a distribuição de seguros (reformulação) ( 1 )...

Diretiva (UE) 2016/97 do Parlamento Europeu e do Conselho de 20 de janeiro de 2016 sobre a distribuição de seguros (reformulação) ( 1 )... Jornal Oficial da União Europeia L 26 Edição em língua portuguesa Legislação 59. o ano 2 de fevereiro de 2016 Índice I Atos legislativos REGULAMENTOS Regulamento (UE) 2016/93 do Parlamento Europeu e do

Leia mais

Autorização de Permanência e Residência O Regime do Golden Visa

Autorização de Permanência e Residência O Regime do Golden Visa Autorização de Permanência e Residência O Regime do Golden Visa O Direito de Residência dos Cidadãos Europeus Qualquer cidadão da UE tem direito de residir em Portugal, por período até 3 meses, sendo titular

Leia mais

17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) (ÍNDICE)

17. CONTAS DE DEPÓSITO (PARTICULARES) (ÍNDICE) 17.1. Depósitos à ordem Contas de Depósitos à Ordem Conta Clássica Superior a 0 euros 0,000% Conta Excellence De 5.000,00 até 24.999,99 0,150% De 25.000,00 até 49.999,99 0,250% Superior a 50.000,00 0,500%

Leia mais

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Cartão Europeu de Seguro de Doença (N39 - v4.07) PROPRIEDADE Instituto da Segurança

Leia mais

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA PRIVADA

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA PRIVADA 300.35.01 Segurança Privada CIRCULAR N.º 7/SP/2014 07-04-2014 ASSUNTO: RECONHECIMENTO E EQUIVALÊNCIA DAS FORMAÇÕES OBTIDAS NO ESTRANGEIRO PARA AS CATEGORIAS PROFISSIONAIS DE VIGILANTE E DIRETOR DE SEGURANÇA

Leia mais

AUTORIZA O GOVERNO A ALTERAR A ESTRUTURA ORGÂNICA E AS ATRIBUIÇÕES DO SERVIÇO DE ESTRANGEIROS E FRONTEIRAS, REVOGANDO O DECRETO-LEI N

AUTORIZA O GOVERNO A ALTERAR A ESTRUTURA ORGÂNICA E AS ATRIBUIÇÕES DO SERVIÇO DE ESTRANGEIROS E FRONTEIRAS, REVOGANDO O DECRETO-LEI N DECRETO N.º 36/VIII AUTORIZA O GOVERNO A ALTERAR A ESTRUTURA ORGÂNICA E AS ATRIBUIÇÕES DO SERVIÇO DE ESTRANGEIROS E FRONTEIRAS, REVOGANDO O DECRETO-LEI N.º 440/86, DE 31 DE DEZEMBRO, ESPECIALMENTE PARA

Leia mais

Jornal Oficial da União Europeia L 170. Legislação. Atos não legislativos. 58. o ano. Edição em língua portuguesa. 1 de julho de 2015.

Jornal Oficial da União Europeia L 170. Legislação. Atos não legislativos. 58. o ano. Edição em língua portuguesa. 1 de julho de 2015. Jornal Oficial da União Europeia L 170 Edição em língua portuguesa Legislação 58. o ano 1 de julho de 2015 Índice II Atos não legislativos ACORDOS INTERNACIONAIS Informação relativa à entrada em vigor

Leia mais

Fusões e cisões transfronteiras

Fusões e cisões transfronteiras Fusões e cisões transfronteiras Fusões e cisões transfronteiras Consulta organizada pela Comissão Europeia (DG MARKT) INTRODUÇÃO Observações preliminares O presente questionário tem por objetivo recolher

Leia mais

(Texto relevante para efeitos do EEE) (2011/874/UE)

(Texto relevante para efeitos do EEE) (2011/874/UE) 23.12.2011 Jornal Oficial da União Europeia L 343/65 DECISÃO DE EXECUÇÃO DA COMISSÃO de 15 de Dezembro de 2011 que estabelece a lista de países terceiros e territórios autorizados para as importações de

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 30 de julho de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 30 de julho de 2015 Jornal Oficial C 249 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 30 de julho de 2015 Índice II Comunicações COMUNICAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA

Leia mais

Visto de Permanência Temporária

Visto de Permanência Temporária Visto de Permanência Temporária Documentos necessários: Requerimento fundamentado, dirigido à Missão Consular de Angola, a solicitar o Visto de Permanência Temporária, com assinatura reconhecida no Notário

Leia mais

Em Portugal o Produto Interno Bruto per capita expresso em Paridades de Poder de Compra situou-se em 79,0% da média da União Europeia em 2013

Em Portugal o Produto Interno Bruto per capita expresso em Paridades de Poder de Compra situou-se em 79,0% da média da União Europeia em 2013 Paridades de Poder de Compra 2013 11 de dezembro de 2014 Em Portugal o Produto Interno Bruto per capita expresso em Paridades de Poder de Compra situou-se em 79,0% da média da União Europeia em 2013 O

Leia mais

Cartilha de Câmbio. Envio e recebimento de pequenos valores

Cartilha de Câmbio. Envio e recebimento de pequenos valores 2009 Cartilha de Câmbio Envio e recebimento de pequenos valores Apresentação O Banco Central do Brasil criou esta cartilha para orientar e esclarecer você, que precisa negociar moeda estrangeira, sobre

Leia mais

S. R. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR

S. R. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR Regulamento de Formação Avançada e Qualificação de Recursos Humanos da Direção-Geral do Ensino Superior (Aprovado por despacho, de 15 de junho de 2012, do Presidente do Conselho Diretivo da Fundação para

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: FL/SCIENT15 Serviços de tradução 2015/S 039-065697. Anúncio de concurso. Serviços

Luxemburgo-Luxemburgo: FL/SCIENT15 Serviços de tradução 2015/S 039-065697. Anúncio de concurso. Serviços 1/12 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:65697-2015:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: FL/SCIENT15 Serviços de tradução 2015/S 039-065697 Anúncio de concurso

Leia mais

VISTO DE FIXAÇÃO E RESIDÊNCIA. e Residência, com assinatura reconhecida no Notário e visado por este Consulado;

VISTO DE FIXAÇÃO E RESIDÊNCIA. e Residência, com assinatura reconhecida no Notário e visado por este Consulado; VISTO DE FIXAÇÃO E RESIDÊNCIA Documentos necessários: ESTRANG e O Ã E AÇ Carta do requerente, devidamente fundamentada, dirigida à Missão Consular de Angola, a solicitar o Visto de Fixação R G I IRO e

Leia mais

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Cartão Europeu de Seguro de Doença (N 39 - v4.14) PROPRIEDADE Instituto da Segurança

Leia mais

VISTO DE TRATAMENTO MÉDICO

VISTO DE TRATAMENTO MÉDICO VISTO DE TRATAMENTO MÉDICO Documentos necessários: ESTRANG e O Ã E AÇ Carta do interessado, dirigida à Missão Consular de Angola, a solicitar o Visto de Tratamento Médico, com assinatura R G I reconhecida

Leia mais

Bélgica-Bruxelas: Recurso a informações públicas sobre sistemas de restrição de acesso 2013/S 138-239089. Anúncio de concurso.

Bélgica-Bruxelas: Recurso a informações públicas sobre sistemas de restrição de acesso 2013/S 138-239089. Anúncio de concurso. 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:239089-2013:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Recurso a informações públicas sobre sistemas de restrição de acesso 2013/S

Leia mais

VISTO DE PERMANÊNCIA TEMPORÁRIA

VISTO DE PERMANÊNCIA TEMPORÁRIA VISTO DE PERMANÊNCIA TEMPORÁRIA Documentos necessários: ESTRANG e O Ã E AÇ Requerimento fundamentado, dirigido à Missão Consular de Angola, a solicitar o Visto de Permanência Temporária, R G I com assinatura

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Ministério da Saúde Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Assunto: Cartão Europeu de Seguro de Doença Nº: 20/DSPCS DATA: 18/05/04 Para: Todos os serviços dependentes do Ministério da Saúde Contacto

Leia mais

C 326/266 Jornal Oficial da União Europeia 26.10.2012. PROTOCOLO (N. o 7) RELATIVO AOS PRIVILÉGIOS E IMUNIDADES DA UNIÃO EUROPEIA CAPÍTULO I

C 326/266 Jornal Oficial da União Europeia 26.10.2012. PROTOCOLO (N. o 7) RELATIVO AOS PRIVILÉGIOS E IMUNIDADES DA UNIÃO EUROPEIA CAPÍTULO I C 326/266 Jornal Oficial da União Europeia 26.10.2012 PROTOCOLO (N. o 7) RELATIVO AOS PRIVILÉGIOS E IMUNIDADES DA UNIÃO EUROPEIA AS ALTAS PARTES CONTRATANTES, CONSIDERANDO que, nos termos do artigo 343.

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:286241-2015:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:286241-2015:text:pt:html 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:286241-2015:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Estudo sobre o Certificado Sucessório Europeu eletrónico, os registos nacionais

Leia mais

CONSULADO DE PORTUGAL CURITIBA

CONSULADO DE PORTUGAL CURITIBA VISTO PARA TRABALHAR EM PORTUGAL Actividade profissional subordinado ( Artº 30) OU Actividade profissional independente ( Artº 31) Os pedidos de visto devem ser apresentados pelo requerente com uma antecedência

Leia mais

DIRETIVA 2013/56/UE DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO

DIRETIVA 2013/56/UE DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO 10.12.2013 Jornal Oficial da União Europeia L 329/5 DIRETIVA 2013/56/UE DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO de 20 de novembro de 2013 que altera a Diretiva 2006/66/CE do Parlamento Europeu e do Conselho

Leia mais

BANCO CENTRAL EUROPEU

BANCO CENTRAL EUROPEU 22.2.2014 Jornal Oficial da União Europeia C 51/3 III (Atos preparatórios) BANCO CENTRAL EUROPEU PARECER DO BANCO CENTRAL EUROPEU de 19 de novembro de 2013 sobre uma proposta de diretiva do Parlamento

Leia mais

Bélgica-Bruxelas: Apoio a iniciativas voluntárias de promoção da gestão de diversidade no local de trabalho na UE 2014/S 039-063712

Bélgica-Bruxelas: Apoio a iniciativas voluntárias de promoção da gestão de diversidade no local de trabalho na UE 2014/S 039-063712 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:63712-2014:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Apoio a iniciativas voluntárias de promoção da gestão de diversidade no local

Leia mais

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 11 de agosto de 2015

58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 11 de agosto de 2015 Jornal Oficial C 263 da União Europeia 58. o ano Edição em língua portuguesa Comunicações e Informações 11 de agosto de 2015 Índice IV Informações INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO

Leia mais

5 DUAS FOTOGRAFIAS IDENTIFICADAS COM NOME E NUMERO DE PRE- REGISTO 2 CI-CEPPQ

5 DUAS FOTOGRAFIAS IDENTIFICADAS COM NOME E NUMERO DE PRE- REGISTO 2 CI-CEPPQ 1 FICHA DE INSCRIÇÃO 1 2 FICHA DO CANDIDATO 2 3 CÓPIA DE DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO 4 CÓPIA DE COMPROVATIVO DE PAGAMENTO 5 DUAS FOTOGRAFIAS IDENTIFICADAS COM NOME E NUMERO DE PRE- REGISTO 2 CI-CEPPQ Universidade

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:260109-2015:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:260109-2015:text:pt:html 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:260109-2015:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Estudo de viabilidade sobre um «portal europeu de mobilidade em matéria de

Leia mais

Decreto do Governo n.º 6/84 Acordo Europeu sobre o Regime da Circulação das Pessoas entre os Países Membros do Conselho da Europa

Decreto do Governo n.º 6/84 Acordo Europeu sobre o Regime da Circulação das Pessoas entre os Países Membros do Conselho da Europa Decreto do Governo n.º 6/84 Acordo Europeu sobre o Regime da Circulação das Pessoas entre os Países Membros do Conselho da Europa O Governo decreta, nos termos da alínea c) do n.º 1 e do n.º 2 do artigo

Leia mais

Atualizações de políticas anteriores

Atualizações de políticas anteriores Atualizações da política Page 1 of 16 Atualizações de políticas anteriores Esta página mostra alterações importantes feitas no serviço do PayPal, seu Contrato do Usuário ou outras políticas. Data de vigência:

Leia mais

NOTA INFORMATIVA SINGLE EURO PAYMENTS AREA. 1. O que é a SEPA?

NOTA INFORMATIVA SINGLE EURO PAYMENTS AREA. 1. O que é a SEPA? 1 NOTA INFORMATIVA 1. O que é a SEPA? Para harmonização dos sistemas de pagamento no espaço europeu no sentido de impulsionar o mercado único, foi criada uma Área Única de Pagamentos em Euro (denominada

Leia mais

As respostas deverão ser enviadas para o fax +44 207198 0862 QUESTIONÁRIO SOBRE O MERCADO CAMBIAL 2006 EUROMONEY

As respostas deverão ser enviadas para o fax +44 207198 0862 QUESTIONÁRIO SOBRE O MERCADO CAMBIAL 2006 EUROMONEY As respostas deverão ser enviadas para o fax +44 207198 0862 QUESTIONÁRIO SOBRE O MERCADO CAMBIAL 2006 EUROMONEY Por favor responda a este questionário confidencial para ajudar o 28º estudo anual sobre

Leia mais

Preçário BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 22-dez-2015

Preçário BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 22-dez-2015 Preçário BANCO COMERCIAL PORTUGUÊS, S.A. BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 22-dez-2015 Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 03-fev-2016

Leia mais

COMISSÃO EUROPEIA. Artigo 7.º, n.º 3, da Diretiva 2002/21/CE: Sem observações

COMISSÃO EUROPEIA. Artigo 7.º, n.º 3, da Diretiva 2002/21/CE: Sem observações COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 30.7.2015 C(2015) 5529 final Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) Avenida José Malhoa n.º 12 1099-017 Lisboa Portugal Ao cuidado da Sr.ª D.ª Fátima Barros Presidente

Leia mais

Anúncio de concurso. Serviços

Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:198110-2014:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Concurso n.o 06A50/2014/M032 Contrato-quadro de serviços para controlo periódico

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA CONSULADO GERAL DA REPÚBLICA DE ANGOLA PEDIDO DE VISTO TRABALHO PRIVILEGIADO PARA FIXAÇÃO DE RESIDÊNCIA

REPÚBLICA DE ANGOLA CONSULADO GERAL DA REPÚBLICA DE ANGOLA PEDIDO DE VISTO TRABALHO PRIVILEGIADO PARA FIXAÇÃO DE RESIDÊNCIA Vistos de Privilegiado Documentos necessários: Carta do interessado, dirigida à Missão Consular de Angola, a solicitar o visto, com assinatura reconhecida pelo Notário e visado por este Consulado; Formulário

Leia mais

COLÓQUIO MOBILIDADE DE DOENTES ALTERNATIVA OU INEVITÁVEL? Acesso aos cuidados de saúde transfronteiriços na perspetiva do setor público

COLÓQUIO MOBILIDADE DE DOENTES ALTERNATIVA OU INEVITÁVEL? Acesso aos cuidados de saúde transfronteiriços na perspetiva do setor público COLÓQUIO MOBILIDADE DE DOENTES ALTERNATIVA OU INEVITÁVEL? Acesso aos cuidados de saúde transfronteiriços na perspetiva do setor público Cláudio Correia Divisão da Mobilidade de Doentes MOBILIDADE DE DOENTES:

Leia mais

PROGRAMA ESTAGIAR UE - QUADRO-RESUMO DOS ESTÁGIOS EM INSTITUIÇÕES E ÓRGÃOS DA UE

PROGRAMA ESTAGIAR UE - QUADRO-RESUMO DOS ESTÁGIOS EM INSTITUIÇÕES E ÓRGÃOS DA UE REGIÃO AUTÓNOMA DOS AÇORES Presidência do Governo Gabinete do Subsecretário Regional da Presidência para as Relações Externas PROGRAMA ESTAGIAR UE - QUADRO-RESUMO DOS S EM INSTITUIÇÕES E ÓRGÃOS DA UE ORGANISMO/

Leia mais

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES)

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) 3.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é aceite 1. Anuidades 1.º Titular Outros titulares Comissões (Euros) 2. Emissão de 3. Substituição de 4. Inibição do 5. Pagamento devolvido NB Verde --

Leia mais

Diretoria de Comércio Exterior GECEX Campinas Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior

Diretoria de Comércio Exterior GECEX Campinas Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior Diretoria de Comércio Exterior GECEX Campinas Gerência Regional de Apoio ao Comércio Exterior CÂMBIO E POLÍTICA CAMBIAL Câmbio: compra e venda de moedas ou papéis conversíveis. Divisas - São as disponibilidades

Leia mais

Protocolo Bilateral entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República de Angola sobre Facilitação de Vistos. Artigo 1.

Protocolo Bilateral entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República de Angola sobre Facilitação de Vistos. Artigo 1. Protocolo Bilateral entre o Governo da República Portuguesa e o Governo da República de Angola sobre Facilitação de Vistos Artigo 1.º (Objecto) O presente Protocolo tem por objecto a criação de um mecanismo

Leia mais

(Atos não legislativos) REGULAMENTOS

(Atos não legislativos) REGULAMENTOS L 115/12 Jornal Oficial da União Europeia 27.4.2012 II (Atos não legislativos) REGULAMENTOS REGULAMENTO DELEGADO (UE) N. o 363/2012 DA COMISSÃO de 23 de fevereiro de 2012 respeitante às normas processuais

Leia mais

Consulado Geral de Angola em Caracas/Venezuela

Consulado Geral de Angola em Caracas/Venezuela REPÚBLICA DE ANGOLA Consulado Geral de Angola em Caracas/Venezuela PEDIDO DE VISTO DE ENTRADA Tratamento Médico Trabalho Ordinário Fixação de Residência Trânsito Privilegiado Permanência Temporária Turismo

Leia mais

Reitoria. É revogado o Despacho RT-34/2014, de 2 junho. Universidade do Minho, 5 de dezembro de 2014. O Reitor. António M. Cunha. despacho RT-55/2014

Reitoria. É revogado o Despacho RT-34/2014, de 2 junho. Universidade do Minho, 5 de dezembro de 2014. O Reitor. António M. Cunha. despacho RT-55/2014 Reitoria despacho RT-55/2014 A Universidade do Minho tem vindo a atrair um número crescente de estudantes estrangeiros, que hoje representam um importante contingente da sua comunidade estudantil. Com

Leia mais

CONSILIUM. Schengen. A porta para a sua liberdade de circulação na Europa JUNHO DE 2011

CONSILIUM. Schengen. A porta para a sua liberdade de circulação na Europa JUNHO DE 2011 PT CONSILIUM Schengen A porta para a sua liberdade de circulação na Europa JUNHO DE 2011 Índice INTRODUÇÃO 1 LIVRE CIRCULAÇÃO DE PESSOAS 2 COOPERAÇÃO POLICIAL E ADUANEIRA 2 Fronteiras internas 2 Fronteiras

Leia mais