PLANO DE ACTIVIDADES 2007

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO DE ACTIVIDADES 2007"

Transcrição

1 MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL PLANO DE ACTIVIDADES 2007 DEZEMBRO/2006 1

2 ÍNDICE PLANO DE ACTIVIDADES/ INTRODUÇÃO METODOLOGIA ESTRUTURA SÍNTESE DOS PROJECTOS A DESENVOLVER LISTAGEM DOS SERVIÇOS

3 1. INTRODUÇÃO O Planeamento constitui um processo permanente e contínuo, tendo como peça fundamental o Plano de Actividades, cuja elaboração se tornou obrigatória, com a publicação do Decreto-Lei n.º 183/96, de 27 de Setembro, o qual estatuiu que todos os serviços e organismos da administração pública central, institutos públicos que revistam a natureza de serviços personalizados e fundos públicos deverão obrigatoriamente elaborar os respectivos Planos. Em conformidade com o D. L. acima referido, têm sido elaborados anualmente Planos de Actividades, coordenados pela DGEEP 1, nos quais se incorpora a actividade desenvolvida no âmbito do MTSS. Nessa medida, na qualidade de organismo coordenador, a DGEEP, após a apresentação de uma proposta aprovada superiormente, desencadeou o processo para preparação dos Planos de Actividades dos Organismos do MTSS, com vista à elaboração de um único documento, com a integração dos principais projectos em execução no MTSS, enquadrados em Objectivos e Programas comuns. O Plano de Actividades (PA) do Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social foi elaborado tendo em atenção as orientações contidas no Programa do XVII Governo e nas Grandes Opções do Plano para , a partir das quais se constituiu a estrutura que originou a formulação dos Objectivos, Programas e Projectos a desenvolver no âmbito do MTSS. 1 Segundo as orientações gerais relativas à reorganização dos serviços centrais do MTSS Resolução do Conselho de Ministros nº 39/2006 de 21 de Abril é ao Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação e Relações Internacionais, denominado Gabinete de Estratégia e Planeamento na Lei Orgânica do Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social (Decreto-Lei nº 211/2006 de 27 de Outubro), o qual integrará a DGEEP, que são cometidas as atribuições para a a elaboração de instrumentos de planeamento 3

4 Deste modo foram identificados quatro Objectivos Estratégicos de natureza substantiva, onde se inserem as várias medidas de política, e dois Objectivos Instrumentais de natureza operacional. A cada um dos Objectivos Principais corresponde um conjunto de Objectivos Intermédios que, por sua vez, se consubstanciam em Programas e estes em Projectos. Foi assim construída uma matriz, superiormente aprovada, a partir da qual os serviços do MTSS, à semelhança de anos anteriores, seguindo uma metodologia comum, formularam os projectos a desenvolver em À data da preparação do PA e uma vez conhecida a Resolução do Conselho de Ministros nº 39/2006, de 21 de Abril (PRACE), foram contactados para o efeito os Organismos dependentes do MTSS à luz da nova estrutura orgânica, com excepção dos Órgãos Consultivos e Comissões. Por este motivo os Serviços sujeitos a alterações, terão necessariamente que ajustar os seus Planos de Actividades, pelo que a DGEEP, isto é, o GEP reformulará o presente documento logo que oportuno. Do trabalho desenvolvido resultou o Plano de Actividades do MTSS para 2007, que agora se apresenta, onde se descreve a metodologia utilizada na sua programação, a sua estrutura e enquadramento, seguida de uma listagem sintética dos projectos a desenvolver em

5 2. METODOLOGIA O Plano de Actividades do MTSS como instrumento fundamental de gestão e peça central do modelo de planeamento, dá resposta ao preceituado no Decreto-Lei n.º 183/96, 27 de Setembro, através da integração dos projectos a desenvolver pelos serviços do âmbito do Ministério, num único documento. Este plano possibilita, aos níveis mais elevados da hierarquia, uma visão integrada da actividade dos vários organismos, permitindo uma avaliação global da actividade do Ministério e do desempenho dos seus serviços face aos objectivos superiormente fixados. A elaboração do documento procurou articular os objectivos de nível estratégico e operacional e contou com a participação activa dos serviços nas suas sucessivas fases de elaboração, com excepção do IGFCSS, que desde o lançamento do processo não respondeu às solicitações desta Direcção Geral. Este trabalho coordenado pela DGEEP, contou com o contributo de 15 organismos e/ou serviços e obedeceu à seguinte metodologia, previamente aprovada pela Tutela: Apresentação dos Objectivos Estratégicos e dos Objectivos Intermédios aprovados pela Tutela; Lançamento do processo junto das entidades envolvidas. Após aprovação superior, a DGEEP enviou aos serviços as linhas de orientação estratégica do Plano de Actividades, juntamente com instruções sobre o preenchimento das fichas de projecto e disponibilizou uma aplicação informática actualizada a 2007, com a inclusão de programas, construídos com base nas principais linhas de acção a desenvolver. Preenchimento das fichas pelos serviços. Os serviços preencheram as fichas de projecto, no quadro de cada objectivo e programa, e enviaramnas à DGEEP; 5

6 Análise das fichas de projecto pela DGEEP. Foram analisadas as várias fichas, em termos de correcção de preenchimento, em conformidade com os objectivos aprovados e, quando foi necessário, procedeu-se à reformulação dos projectos numa óptica integrada. Foi ainda avaliada, a existência de sobreposições, incoerências e inconsistências; Contactos informais com os serviços, através de reuniões de trabalho, de forma a serem ultrapassadas deficiências detectadas, duplicações e inconsistências; Validação dos contributos pelos Serviços, depois de corrigidos pela DGEEP; Elaboração da versão final e submissão da mesma à aprovação da Tutela. A informação recolhida baseou-se nas fichas preenchidas pelos serviços que depois dos ajustamentos necessários foram integradas na base de dados. Cada ficha corresponde a um projecto, devidamente codificado, com indicação do Objectivo Operacional, informação sobre os serviços envolvidos, os agentes responsáveis e o prazo previsto de execução. Cada projecto desdobra-se ainda, em acções devidamente calendarizadas. O conjunto das fichas está agrupado, segundo os Objectivos Estratégicos, Objectivos Intermédios e Programas, constituindo a estrutura do Plano de Actividades, sendo possível identificar serviços executores, técnicos responsáveis e ainda ter uma percepção da sua tramitação temporal. Relativamente a alguns Serviços não foi possível obter informação nominal sobre o técnico ou técnicos responsáveis, pelo que se indicam as unidades orgânicas, como por exemplo é o caso do IGFSE ou em alguns projectos da DGERT e ainda o IEFP, que considera responsável o próprio Instituto no seu todo, dada a abrangência da actividade. Para permitir uma visão de conjunto da actividade programada, o PA integra informação sumária sobre os projectos que os diferentes organismos e serviços do MTSS se propõem efectivar em 2007, através do exercício de 6

7 atribuições próprias ou, conjunta e integradamente, com outros Serviços do Ministério e/ou da Administração do Estado. No ponto 4. apresenta-se uma síntese dos projectos programados. O número total de projectos é de 395 distribuindo-se da seguinte forma: 64% (253 projectos) correspondem a actuações de política, enquadradas nos objectivos estratégicos e 36% (142 projectos) situam-se no âmbito dos objectivos instrumentais. De notar que, dos programas previamente equacionados se encontram alguns sem conteúdo, pelo facto de corresponderem ao desenvolvimento de actividades de áreas que se encontram em processo de reestruturação, como por exemplo o trabalho infantil, cobertura da população migrante, segurança e higiene no trabalho. 7

8 3. ESTRUTURA A estrutura do Plano de Actividades assenta fundamentalmente nas orientações estratégicas definidas nas Grandes Opções do Plano para , para os vários domínios de política de responsabilidade chave do MTSS, designadamente nas áreas do Emprego e Formação Profissional, Relações e Condições de Trabalho, Protecção e Inclusão Social e Reabilitação. Como já foi referido o PA do MTSS encontra-se organizado em torno de seis Objectivos Principais, quatro de natureza estratégica (01 a 04) mais directamente ligados ao desenvolvimento das áreas substantivas de actuação do MTSS e dois com uma natureza mais funcional e instrumental. A cada um desses Objectivos Principais corresponde um conjunto de Objectivos Intermédios, com a indicação dos respectivos Programas e Projectos (ponto 4). Objectivos Estratégicos (01) Promover a criação de emprego, combater o desemprego, melhorar a qualidade e a produtividade do trabalho e reforçar a coesão social e territorial; (02) Melhorar a protecção social e proporcionar uma maior inclusão; (03) Melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência, no domínio da prevenção, habilitação, reabilitação e participação. (04) Modernizar o MTSS tornando-o mais eficiente e ajustado aos recursos existentes e mais próximo dos cidadãos e das empresas. Objectivos Operacionais/ Instrumentais (05) Melhorar quantitativa e qualitativamente a produção e a difusão interna e externa de estudos, de informação estatística e de outra informação científica e técnica, adequando o seu conteúdo às necessidades existentes; 8

9 (06) Desenvolver e aprofundar as relações do MTSS a nível comunitário e internacional, nas áreas da sua competência. O 1º Objectivo estratégico (01), desdobra-se em quatro objectivos intermédios, que agrupa os programas e projectos destinados a: Aumentar a participação no mercado de trabalho (01.01), onde se salientam a racionalização e simplificação das políticas activas do mercado de trabalho, os projectos ligados à modernização dos SPE, as medidas de apoio à transição dos jovens para a vida activa e as medidas activas destinadas ao combate ao desemprego e prevenção do desemprego de longa duração; Melhorar a adaptabilidade dos trabalhadores e das empresas, incluindo projectos nas áreas da legislação laboral e das relações de trabalho; Promover o desenvolvimento do capital humano, numa óptica de formação ao longo da vida, incluindo projectos destinados a reforçar a qualidade da formação; Promover o emprego como pilar nuclear da coesão social e territorial, que agrupa um conjunto de projectos que reforçam a intervenção junto dos públicos com dificuldade de inserção e projectos destinados a promover a igualdade de oportunidades entre mulheres e homens. Nota-se, contudo, que estes projectos detém uma tradução mais integrada e completa no quadro do PNE O 2º Objectivo estratégico (02), desdobra-se em quatro objectivos intermédios: Garantir as bases de um sistema público e universal de segurança social sustentável, constituído por projectos destinados a reforçar a sustentabilidade financeira do sistema; 9

10 Assegurar e reforçar as bases da protecção social, nomeadamente no quadro dos serviços e equipamentos sociais; Combater a pobreza e salvaguardar a coesão social e intergeracional, incluindo-se aqui projectos ligados ao apoio a grupos mais desfavorecidos; Reforçar a eficiência administrativa do sistema de segurança social, constituído por projectos quer destinados a dinamizar a recuperação das dívidas à Segurança Social, quer a reforçar a fiscalização e moralização da atribuição das prestações sociais, quer ainda a garantir uma maior eficácia e melhoria do relacionamento do sistema com contribuintes e beneficiários. O 3º Objectivo estratégico (03) agrupa os projectos destinados a reforçar a protecção social das pessoas com deficiência O 4º Objectivo estratégico (04) é dirigido ao desenvolvimento de um sistema de gestão por objectivos (Plano e Relatórios de Actividades, Base de Dados de Estudos, Orçamento e PIDDAC) e de modelos organizacionais e de gestão financeira eficazes, bem como ao desenvolvimento de uma gestão de pessoal integrada e eficaz, reforçando a respectiva qualificação e à disseminação das TIC. Este objectivo vai integrar em especial, as novas leis orgânicas e respectivas implementações. No Objectivo 05 listam-se os estudos de base à concepção, acompanhamento e avaliação das políticas no âmbito do MTSS, assim como as operações estatísticas a realizar no ano de 2007 e projectos de difusão de informação. No âmbito das relações externas Objectivo 06, tratam-se de intervenções ligadas à participação activa de Portugal na concepção, acompanhamento e avaliação das políticas de emprego e formação profissional e protecção e inclusão social ao nível comunitário, bem como nas actividades de cooperação e noutras desenvolvidas a nível internacional (OCDE, OIT, ONU). 10

11 4. SÍNTESE DOS PROJECTOS A DESENVOLVER OBJECTIVOS ESTRATÉGICOS, OBJECTIVOS INTERMÉDIOS, 01 Promover a criação de emprego, combater o desemprego, melhorar a qualidade e a produtividade do trabalho e reforçar a coesão social e territorial 01 Aumentar a participação no mercado de trabalho 01 Reforma gradual das políticas de emprego 0001 Estratégia Nacional para o Desenvolvimento Sustentável - Plano de Implementação e Indicadores DGEEP Cândida Soares, Antonieta Ministro 0002 Grandes Opções do Plano 2008 DGEEP Cândida Soares 15/Jun/2007 a 31/Jul/ Racionalização e sistematização da legislação de política de emprego DGERT Fernando Lopes, Conceição Afonso, Nuno Pestana 0004 Participação nos trabalhos de formulação e acompanhamento do Plano Nacional de Emprego (PNE) 02 Modernização dos serviços públicos de emprego e formação DGERT Dirigentes e técnicos das áreas do emprego e condições de trabalho, incluindo a segurança, higiene e saúde no trabalho 0001 Livre Serviço para o Emprego IEFP IEFP 03 Políticas activas de apoio à transição dos jovens para a vida activa 0001 Promoção da formação qualificante e da transição para a vida activa IEFP IEFP 0002 Qualificação e inserção de jovens desempregados IEFP IEFP 0003 Unidades de Inserção na Vida Activa - UNIVA IEFP IEFP 04 Reforço da activação e prevenção do desemprego, nomeadamente do de longa duração 0001 Plano Nacional de Emprego (PNE) DGEEP Cândida Soares, Antonieta Ministro 0002 PNACE - Capítulo Emprego, Qualificação e Coesão Social DGEEP Cândida Soares, Antonieta Ministro 0003 Qualificação e inserção profissional de desempregados IEFP IEFP 0004 Programa de estímulo à oferta de emprego IEFP IEFP 0005 Apoio ao investimento em iniciativas locais criadoras de emprego IEFP IEFP 0006 Apoio à integração no mercado de trabalho IEFP IEFP 0007 Apoios ao emprego no artesanato IEFP IEFP 0008 Apoio ao desenvolvimento cooperativo IEFP IEFP 0009 Apoios à mobilidade regional e sectorial IEFP IEFP 0010 Planos regionais de emprego IEFP IEFP 0011 Clubes de emprego IEFP IEFP 02 Melhorar a adaptabilidade dos trabalhadores e das empresas 01 Antecipação e acompanhamento dos processos de reestruturação 0001 Adaptabilidade IEFP IEFP 11

12 0002 Viabilização de empresas através da entrada de investidores IGFSS José Mota Gomes 02 Desenvolvimento de medidas no âmbito da segurança e higiene no trabalho 0001 Campanha Europeia Movimentação Manual de Cargas IGT Joaquim Silva 0002 Duração do trabalho no transporte rodoviário IGT João Monteiro 0003 Prescrições mínimas de segurança e saúde no trabalho IGT Aurélio Paulino Pereira 0004 Actividades básicas de segurança e saúde no trabalho IGT Aurélio Paulino Pereira 03 Avaliação dos impactes do código do trabalho 0001 Responsabilidade Social das Empresas CITE Fátima Duarte, Fátima Azevedo Gomes 04 Aplicação do Código do Trabalho 0001 Organizações do trabalho: actos legais DGERT Chefe de Divisão e Técnicos e funcionários da DRCOT 0002 Regulamentação colectiva de trabalho: regulamento de condições mínimas para trabalhadores administrativos 0003 Estudos e pareceres sobre legislação do trabalho, regulamentação colectiva e organizações do trabalho DGERT Dirigentes da área das 1/Ago/2007 a 31/Dez/2007 trabalho e técnicos da DRCOT e do GERT DGERT Dirigentes da área das trabalho e técnicos da DGCT e DRCOT 0004 Regulamentação colectiva de trabalho: depósito DGERT Dirigentes da área das trabalho e técnicos da DRCOT 0005 Regulamentação colectiva de trabalho: avisos de cessação de vigência de convenções colectivas DGERT Dirigentes da área das trabalho e técnicos da DRCOT 0006 Regulamentação colectiva de trabalho: regulamentos de extensão DGERT Dirigentes da área das trabalho e técnicos da DRCOT e do GERT 0007 Mediação em conflitos colectivos de trabalho DGERT Dirigentes e técnicos da área das relações profissionais 0008 Conciliação em conflitos colectivos de trabalho DGERT Dirigentes e técnicos da área de relações profissionais 0009 Prevenção de conflitos colectivos de trabalho DGERT Dirigentes e técnicos da área de relações profissionais 0010 Participação nos processos de negociação inseridos em procedimentos de despedimento colectivo DGERT Dirigentes e técnicos da área de relações profissionais 0011 Acompanhamento dos processos de "lay off DGERT Dirigentes e técnicos da área de relações profissionais 0012 Definição de serviços mínimos em situações de greve susceptíveis de afectar a satisfação de necessidades sociais impreteríveis 03 Promover o desenvolvimento do capital humano 01 Apoio à qualificação profissional de activos e adultos desempregados DGERT Dirigentes e técnicos da área de relações profissionais 0001 Formação ao longo da vida IEFP IEFP 0002 Formação em cooperação IEFP IEFP 02 Promoção do desenvolvimento e racionalização das estruturas de formação 0001 Estruturas e serviços de apoio ao emprego e formação IEFP IEFP 03 Reforço da qualidade de formação 12

13 0001 Cursos de Especialização Tecnológica DGERT Conceição Afonso, Alexandra Teixeira, Fernanda Ferreira 0002 Formação de agentes da política de emprego e formação IEFP IEFP 04 Promover o emprego como pilar nuclear da coesão social e territorial, da igualdade e da inclusão 01 Reforço da intervenção junto dos públicos com dificuldades de inserção 0001 Desenvolvimento pessoal e profissional de pessoas com deficiência IEFP IEFP 0002 Apoios ao emprego e à contratação de pessoas com deficiência IEFP IEFP 0003 Formação profissional de grupos desfavorecidos IEFP IEFP 0004 Inserção social e profissional de grupos específicos em risco de exclusão IEFP IEFP 0005 Dinamização e promoção do mercado social de emprego IEFP IEFP 0006 Desenvolvimento da rede de equipamentos e serviços de promoção e desenvolvimento social IEFP IEFP 0007 Metodologias de acompanhamento dos desempregados IEFP IEFP 0008 ANIMAR - Desenvolvimento de Competências Técnicas na Área da Animação Desportiva CPL António Fiúza 0009 Jornadas da Área de Artes e Design CPL Ana Seruca 2/Jan/2007 a 31/Out/ UNIVA - Unidade de Inserção na Vida Activa CPL Aida Rosado, Maria Sobral Cid 02 Promoção da igualdade de oportunidades entre mulheres e homens 0001 Promoção da igualdade de oportunidades IEFP IEFP 0002 Emissão de pareceres, informações e recomendações sobre igualdade de oportunidades, protecção da maternidade e paternidade e conciliação da vida familiar/profissional CITE Fátima Duarte; Técnicos/as Juristas 0003 Análise e tratamento de queixas CITE Fátima Duarte; Técnicos/as Juristas 0004 Atendimento personalizado sobre direitos em matéria de igualdade de oportunidades, protecção da maternidade/paternidade, conciliação da actividade profissional / vida familiar CITE Fátima Duarte; Técnicos/as Juristas 0005 Análise de anúncios de oferta de emprego para detecção de situações discriminatórias ou violação das normas sobre igualdade de oportunidades entre homens e mulheres CITE Fátima Duarte, Rita Abrantes 0006 Resposta a consultas CITE Fátima Duarte; Técnicos/as Juristas 0007 Prémio "Igualdade é Qualidade CITE Fátima Duarte 0008 Rede Comunitária WES CITE Fátima Duarte, Anita Sares, Rita Abrantes 0009 PIC-EQUAL - Projecto "Formar para a Igualdade" - Acção 3 CITE Fátima Duarte, Luísa Moreno, Rita Abrantes 2/Jan/2007a 28/Fev/ Revalorizar o Trabalho para promover a Igualdade CITE Fátima Duarte, Luísa Moreno 0011 Projecto "Migrações e Desenvolvimento" (PIC EQUAL) CITE Fátima Duarte, Anita Sares, Luísa Moreno 2/Jan/2007 a 15/Mai/ Projecto "Agir para a Igualdade" (PIC EQUAL) CITE Fátima Duarte, Anita Sares 2/Jan/2007 a 28/Fev/ Diálogo Social e Igualdade nas Empresas" (PIC EQUAL) CITE Fátima Duarte, Clara de Jesus, Anita Sares, Ana Vicente, Filomena Oliveira, Luisa Moreno 0014 Análise da comunicação de não renovação de contratos de trabalho a termo de trabalhadoras grávidas, puérperas ou lactantes CITE Fátima Duarte 02 Melhorar a protecção social e proporcionar uma maior inclusão 01 Garantir as bases de um sistema público e universal de segurança social sustentável 13

14 01 Reforço da sustentabilidade financeira do sistema 0001 Regulamentação do Código das Contribuições DGSS Conceição Araújo 2/Jan/2007 a 31/Mar/ Assegurar e reforçar as bases da protecção social 01 Melhoria da protecção social 0001 Acompanhamento dos Programas de Investimento em Equipamentos Sociais 0002 Participação na Elaboração de um Novo Modelo de Financiamento para Funcionamento DGEEP Ricardo Rodrigues, Isabel Vaz DGEEP João Gonçalves 0003 Revisão do regime jurídico de protecção na invalidez e velhice DGSS Maria Andrea Marques 2/Jan/2007 a 30/Jun/ Regulamentação do regime jurídico de protecção nos encargos com a dependência 0005 Regulamentação de regime jurídico de protecção nos encargos com a deficiência DGSS Maria Andrea Marques 2/Jan/2007 a 30/Jun/2007 DGSS Maria Andrea Marques 2/Jan/2007 a 30/Jun/ Revisão do regime jurídico de protecção na maternidade DGSS Maria Andrea Marques 2/Jan/2007 a 30/Jun/ Revisão do regime jurídico de protecção na morte DGSS Maria Andrea Marques 0008 Regulamentação das situações de enquadramento e vinculação no âmbito dos regimes de segurança social. Inscrição no Sistema DGSS Conceição Araújo 2/Jan/2007 a 31/Mar/ Registo dos actos inerentes às Associações Mutualistas DGSS Zélia de Matos 0010 Directiva sobre a melhoria das condições de portabilidade dos direitos à pensão complementar 0011 Revisão do Estatuto das IPSS aprovado pelo DL n.º 119/83, de 25 de Fevereiro e preparação de legislação complementar 0012 Reorganização e modernização do sistema de registo das IPSS de harmonia com o Programa Simplex Concepção e desenvolvimento do Modelo de Cuidados Continuados Integrados no âmbito da saúde mental 0014 Avaliação da implementação das experiências piloto no âmbito da Rede de Cuidados Continuados Integrados 0015 Regulamentação das condições de instalação e funcionamento das Unidades e Equipas da Rede de Cuidados Continuados Integrados DGSS Maria Manuela Vitorino DGSS Fátima Barroco 2/Jan/2007 a 31/Mar/2007 DGSS António Teixeira DGSS Isabel Maria Saldida DGSS Cesarina Marques, Brenda Johnson DGSS Maria Violete Morgado 0016 Regulamentação das Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas DGSS Cesarina Marques, Teresa Santos 2/Jan/2007 a 31/Out/2007 1/Mar/2007 a 30/Out/ Regulamentação das Casas de Acolhimento Temporário DGSS Maria Violete Morgado 2/Jan/2007 a 30/Jun/ Regulamentação dos Lares de Infância e Juventude DGSS Maria Violete Morgado 2/Jan/2007 a 30/Jun/ Criação do regime de licenciamento das unidades e equipas da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados DGSS António Teixeira 0020 Associações de Família: proposta de alteração do enquadramento legal DGSS Maria da Conceição Prazeres 8/Jan/2007 a 30/Mai/ Acordos de cooperação na resposta Intervenção Precoce ISS Ana Lage 0022 Financiamento directo às Famílias na resposta Creche ISS Cristina Fangueiro 2/Jan/2007 a 30/Dez/ Rede de Cuidados Continuados ISS Ana Gomes 03 Combater a pobreza e salvaguardar a coesão social e intergeracional 01 Reforço da coesão intergeracional 0001 Regulamentação dos Centros e Núcleos de Atendimento para Mulheres Vítimas de Violência Doméstica 0002 Guião para Famílias Cuidadoras de Pessoas em Situação de Dependência 02 Reforço da coesão social e apoio dos grupos desfavorecidos DGSS Maria Jacinta Santos 2/Jan/2007 a 30/Jun/2007 DGSS Brenda Johnson 29/Jan/2007 a 30/Nov/ Participação na Preparação dos Contratos de Desenvolvimento Social DGEEP João Gonçalves 14

15 0002 Regulamentação do Novo Modelo de Financiamento Directo às Famílias DGSS Maria Violete Morgado 0003 Melhoria do conforto habitacional dos idosos ISS Ana Gomes 0004 Criação de redes locais de voluntários ISS Ana Gomes 2/Jan/2007 a 30/Jul/ Desinstitucionalização de Crianças e Jovens ISS Ana Lage 0006 Celebração de Acordos de Inserção ISS Joana Vallera 0007 PNAI ISS Cristina Fangueiro 0008 Inserção de famílias beneficiárias da acção social ISS Jacquelina Barreto 0009 L.A.R. - Lugares Para Acolher e Reintegrar CPL Ana Martins 0010 Integração Psico-Social "Era Uma Vez CPL Ana Cristina Conceição, Joana Leonardo 0011 Uma Aprendizagem de Excelência CPL Isabel Antunes 0012 RAIA - Residências e Apoio à Integração de Adolescentes CPL Isabel Morais 0013 Acompanhamento à Inserção CPL António Pedro Soares 0014 Projecto Integrado de Prevenção do Abuso Sexual - "PIPAS CPL Maria Joaquina Madeira 0015 Promoção do Sucesso Escolar de Crianças e Jovens em Risco de Exclusão CPL Pedro Figueiredo 0016 PIAF - Prevenção da Institucionalização e Apoio à Família CPL Alice Bastos 0017 Arrife Férias em Acção CPL Rui Eira 1/Mar/2007 a 31/Dez/ Apoio a Famílias Socialmente Desfavorecidas na Melhoria da Sua Qualidade de Vida e Bem-Estar CPL Graça Freitas 0019 Escola e Família no Mesmo Caminho CPL Leonor Araújo, Sofia Nuno 0020 Formação Parental CPL Guadalupe Almeida 04 Reforçar a eficiência administrativa do sistema de segurança social 01 Recuperação das dívidas à segurança social 0001 Acções de fiscalização a contribuintes ISS Zélia Brito 0002 Recuperação da Dívida à Segurança Social IGFSS Sandra Beja Pereira, José Mota Gomes 03 Maior eficácia na gestão e melhoria do relacionamento do sistema com contribuintes e beneficiários 0001 Concepção e divulgação de informação sobre as novas medidas legislativas no âmbito da revisão dos regimes jurídicos de protecção social e da elaboração dos códigos das contribuições e do enquadramento e vinculação DGSS Maria de Lurdes Pinto Ribeiro 0002 Declaração de Remunerações (DR) e Remunerações ISS Patrocínia Ramos 0003 Processamento da prestação de maternidade ISS Patrocínia Ramos 0004 Processamento da prestação de desemprego ISS Arlindo Lopes Cardoso 0005 Processamento do subsídio de doença ISS João Simões Ventura 0006 Processamento das prestações familiares (abono de família para crianças e jovens) ISS Patrocínia Ramos 0007 Processos de velhice ISS José Barrias 0008 Processos de Invalidez ISS José Barrias 0009 Processamento do RSI ISS Joana Vallera 0010 Serviço de Verificação de Incapacidades Temporárias (SVIT) ISS João Simões Ventura 2/Jan/2007 a 30/Dez/

16 0011 Melhoria do atendimento presencial ISS Filomena Gonçalo 0012 Tratamento de mensagens recebidas via correio electrónico ISS Filomena Gonçalo 2/Jan/2007 a 31/Jul/ Inquérito aos Utentes dos balcões de front-office do ISS,IP ISS Filomena Gonçalo 0014 Programa de transformação do património de renda livre IGFSS Filipe Silva 2/Jan/2007 a 31/Ago/ Melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência, no domínio da prevenção, habilitação, reabilitação e participação 01 Desenvolver medidas nas áreas da protecção e solidariedade social e nas do emprego e formação profissional, que promovam a não discriminação e a criação de condições de igualdade de oportunidades 01 Reforço da protecção social às pessoas com deficiência 0001 Revisão do regime jurídico das actividades sócio-ocupacionais DGSS Maria Luisa Carvalho 0002 Serviços de Informação e Mediação para Pessoas com Deficiência SIM- PD 0003 Sistema Integrado de Prescrição, Atribuição e Financiamento de Ajudas Técnicas SNRIPD José Dias Correia SNRIPD Adalberto Fernandes 2/Jan/2007 a 30/Dez/ Apoio Residencial a Crianças e Jovens Surdocegos CPL Dina Candeias 0005 Apoio à Pessoa Surdocega Adulta CPL Ana Luísa Marques 0006 Intervenção Precoce Junto de Bébés Surdos e Suas Famílias CPL Amândio Coutinho 02 Promover e/ou desenvolver medidas no âmbito da acessibilidade, da comunicação, da cultura, do desporto, do lazer, da educação e da sensibilização/informação, que promovam a construção de uma sociedade para todos e a inclusão social das pessoas com deficiência 0001 Escola Alerta SNRIPD Carlos Pereira 2/Jan/2007 a 30/Dez/ Praia - Acessível Praia para Todos SNRIPD Carlos Pereira 2/Jan/2007 a 30/Dez/ Turismo para Todos SNRIPD Carlos Pereira 1/Mai/2007 a 15/Out/ Informação sobre a aplicação do DL 163/2006, de 8 de Agosto SNRIPD Carlos Pereira 1/Mar/2007 a 30/Mai/ AJUTEC 2007 SNRIPD Ana Andrea Marques 2/Jan/2007 a 30/Mai/ Acessibilidade a Todos"- Mobilizar pelo RAP SNRIPD Carlos Pereira 2/Jan/2007 a 30/Dez/ Lançamento de uma Revista Institucional SNRIPD Adalberto Fernandes 2/Jan/2007 a 30/Dez/ Qualificação do Programa "Consigo" SNRIPD Adalberto Fernandes 2/Jan/2007 a 30/Dez/ Atribuição do Prémio de Mérito Científico Maria Cândida da Cunha em articulação com o Prémio Eng.º Jaime Filipe SNRIPD Adalberto Fernandes 2/Jan/2007 a 30/Dez/ Educação e Reabilitação de Crianças e Jovens Surdocegas CPL Maria da Graça Silva 0011 Centro de Novas Oportunidades CPL António Rebelo 0012 Acompanhamento Personalizado de Surdos na Fase de Transição Para a Vida Activa CPL Domingos Cardoso 0013 Educação e Ensino Bilingue a Crianças Surdas CPL José Luís 04 Modernizar o MTSS, tornando-o mais eficiente e ajustado aos recursos existentes e mais próximo dos cidadãos e das empresas 01 Desenvolver um sistema de gestão por objectivos e adoptar modelos organizacionais eficazes, num quadro de modernização da organização do trabalho, simplificação de procedimentos e de articulação entre serviços e organismos 01 Sistema integrado de planeamento e gestão 0001 Planos e Relatórios de Actividades (2006, 2007 e 2008) DGEEP Manuel João Duarte, Amélia Rézio, Artur Simões 2/Jan/2007 a 15/Dez/

17 0002 Gestão do PIDDAC no âmbito do MTSS - execução 2006, acompanhamento 2007 e preparação Coordenação dos Programas Orçamentais P03 - Formação Profissional e Emprego e P17 - Serviços e Equipamentos Sociais DGEEP Isabel Vaz, Aida Lorga, Rosália Silveira, Isabel Matias, Sofia Almeida DGEEP Isabel Vaz, Aida Lorga, Rosália Silveira, Isabel Matias, Sofia Almeida 0008 Business Intelligence IIESS Helena Rodrigues 1/Abr/2007 a 31/Dez/ Sistema de Controlo Interno IGFSE Unidade de Auditoria Interna 1/Jun/2007 a 31/Dez/ Balanced Scorecard IGFSE Unidade de Auditoria Interna 1/Jul/2007 a 31/Dez/ Gestão e desenvolvimento organizacional 0001 Desenvolvimento de Instrumentos de Gestão DGEEP Victor Baptista 0002 Reorganização orgânica da DGEEP DGEEP Sílvia Matos 0003 Desenvolvimento dos sistemas de informação e das comunicações DGEEP José Martinho 0004 Elaboração do Manual do Processo de Aquisição de Bens e Serviços da SG SGMTSS José Tavares da Silva 0005 Sistema de gestão da Qualidade no Ministério SGMTSS Amélia Cardoso 0006 Criação de um centro de serviços partilhados para as áreas administrativa e logística do Ministério SGMTSS Amélia Cardoso 0007 Desenvolvimento do sistema de gestão da Qualidade na SG SGMTSS Amélia Cardoso 0008 Implementação do sistema de compras por via electrónica SGMTSS Teresa Branco 0009 SGIIGT IGT Maria José Cardoso 0010 Qualidade IIESS Mário Lavado 0011 Desenvolvimento de Iniciativas na Responsabilidade Social e Ambiental IGFSE Unidade de Auditoria Interna 0012 Reconhecimento "Committed to Excellence" da European Foundation for Quality Management 0013 Desenvolvimento e Simplificação de Processos e Procedimentos Inerentes ao Sistema de Gestão, com base na Norma ISO 9001:2000 IGFSE Unidade de Auditoria Interna IGFSE Unidade de Auditoria Interna 0014 Normalização e Simplificação de Procedimentos IGFSE Unidade de Apoio à Gestão 0015 Implementação de uma Gestão por Objectivos ISS Tânia Fernandes 0016 Regularização dos imóveis transferidos do ISS para o IGFSS IGFSS Francisco Marinho 0017 Implementação do Sistema de Gestão da Qualidade do IGFSS IGFSS Paula Pedro 0018 Gabinete Médico IGFSS Francisco Nunes, Marta Cerdeira 2/Jan/2007 a 31/Jul/ Optimização do modelo de funcionamento do Fundo de Garantia Salarial IGFSS Maria de Fátima Mestre 0020 Manual de Procedimentos SNRIPD José Madeira Serôdio 1/Mai/2007 a 30/Dez/ Educação/Formação Ambiental CPL Rui Eira 0022 Escuta Aos Utentes CPL Lucinda Correia 0023 Descentralização de Procedimentos Administrativos CPL Álvaro Amaral 0024 Interacção entre os Níveis Local e Central no Âmbito dos Serviços de Gestão e Administração CPL Álvaro Amaral 0025 Modernização dos Serviços Administrativos do Colégio de Pina Manique CPL Armindo Jordão 0026 Projecto CPL - RIS(s) - Rede de Intervenção Social (Serviços) CPL Maria Joaquina Madeira 0027 Gestão Administrativa e de Pessoal CITE Fátima Duarte 17

18 03 Gestão financeira 0001 Contabilidade Analítica IIESS Ângela Palha 1/Fev/2007 a 31/Ago/ Avaliação dos prestadores dos serviços financeiros IGFSS Paula Guerra 1/Jul/2007 a 31/Dez/ Implementação da Tesouraria Única IGFSS Leonilda Silva 2/Jan/2007 a 31/Out/ Infra-estruturas físicas edifícios e equipamentos 0001 Obras de Remodelação, Conservação e Apetrechamento de Instalações SGMTSS SGMTSS António F. Ribeiro dos Santos 1/Mar/2007 a 31/Dez/ Infra-estruturas físicas IEFP IEFP 0003 Obras de beneficiação/melhoramento no edifício sede do IGFSS IGFSS Maria João Costa 2/Jan/2007 a 31/Out/ Qualificação das Instalações do SNRIPD, IP SNRIPD Carla Duarte 2/Jan/2007 a 30/Dez/ Unidade de Tratamento e Socialização CPL Maria Joaquina Madeira 05 Auditoria e inspecção 0001 Auditoria ao Programa Comunitário de Ajuda Alimentar a Carenciados IGMTSS Paulo Brito 2/Jan/2007 a 30/Mai/ Auditoria Social a Lares de Crianças e Jovens de Estabelecimentos Integrados IGMTSS Laurentina Custódio 2/Jan/2007 a 30/Mai/ Auditoria ao Programa de Apoio Integrado a Idosos IGMTSS Mafalda Bettencourt 2/Mai/2007 a 31/Dez/ Auditoria às Contra-ordenações no âmbito do Sistema de Solidariedade e Segurança Social IGMTSS Mafalda Bettencourt 1/Mar/2007 a 31/Jul/ Auditoria aos subsídios por utilização de Lares com fins Lucrativos IGMTSS Paulo Brito 1/Set/2007 a 31/Dez/ Auditoria às Unidades Orgânicas dos CDSS com atribuições de enquadramento, vinculação e registo de remunerações IGMTSS Mafalda Bettencourt 1/Fev/2007 a 30/Nov/ Auditoria ao Sistema de Verificação de Incapacidades IGMTSS Mafalda Bettencourt 1/Jul/2007 a 31/Dez/ Auditoria ao Sistema de Concessão de Visto das Contas das IPSS IGMTSS Paulo Brito 2/Jan/2007 a 5/Jun/ Auditoria ao Sistema de Aprendizagem IGMTSS Mafalda Bettencourt 2/Mai/2007 a 31/Dez/ Auditoria às Iniciativas Locais de Emprego IGMTSS Mafalda Bettencourt 1/Mar/2007 a 31/Out/ Auditoria à medida de Formação para Pessoas com Deficiência - Acções em Cooperação 0012 Auditoria à Aquisição de Bens e Serviços e Empreitadas de Obras Públicas 0013 Auditoria ao Sistema e aos Procedimentos de Controlo Interno das operações de execução do orçamento (controlo da despesa pública) IGMTSS Mafalda Bettencourt 2/Jan/2007 a 31/Jul/2007 IGMTSS Paulo Brito 1/Set/2007 a 12/Nov/2007 IGMTSS Paulo Brito 1/Mar/2007 a 30/Jun/ Actividade Reactiva IGMTSS Alexandra Costa Gomes 0015 Plano de Auditoria Interna IGFSE Unidade de Auditoria Interna 0016 Auditoria ao circuito e processos da gestão de Tesouraria no SSSS IGFSS Albertina Duarte 0017 Auditoria Interna ao Sector de Conservação, Património e Aquisição de Bens e Serviços e Secções de Processo do IGFSS 02 Desenvolver uma gestão integrada e racional do pessoal, reforçando a sua valorização individual e profissional 01 Desenvolvimento do potencial humano através da sua qualificação IGFSS Albertina Duarte 0001 Plano de Formação Profissional da DGEEP 2008 DGEEP Sílvia Matos, Margarida Ferreira 0002 SIADAP 2006 e 2007 DGEEP Sílvia Matos 0003 Centro de Competências SGMTSS Alice Coutinho 0004 Plano de Formação 2008 SGMTSS Alice Coutinho 18

19 0005 Desenvolvimento de competências na área da "Gestão e Qualidade IGFSE Unidade de Auditoria Interna 0006 Plano de Formação IGFSE Unidade de Apoio à Gestão 0007 Formação Interna IEFP IEFP 0008 Requalificação dos Recursos Humanos do ISS,IP ISS Carla Peixe 0009 Recrutamento IGFSS Mariana Canto e Castro 0010 Combate ao absentismo IGFSS Francisco Nunes, Patrícia Reis 0011 Quem Sai Aos Seus CPL Sandra Queirós, Isabel Prata 0012 Programa de Hábitos e Métodos de Estudo CPL Lurdes Madeira, Carla Rebelo 2/Jan/2007 a 31/Mar/ Formação/Acção em "Desenvolvimento de Competências Pessoais e Sociais" e "Psicologia Positiva CPL Lucinda Correia 0014 Processo de Orientação CPL Lucinda Correia, Sandra 2/Jan/2007 a 30/Abr/2007 Esteves 0015 Curso de "Acolhimento em Instituição CPL Pedro Figueiredo 2/Jan/2007 a 31/Jan/ Projecto Piloto: "Transfert des profils métiers-formations pour développer la relation d'aide aux publics en situation d'abandon" RELAIS II CPL Pedro Figueiredo 0017 Candidatura no Âmbito do programa Sócrates - Acção Arion CPL Pedro Figueiredo 0018 Formação Interna CITE Fátima Duarte, Rita Abrantes 03 Desenvolver e incrementar os meios multimédia e as TIC, numa perspectiva de apoio à celeridade da gestão e decisão e ao relacionamento Administração- Sociedade 01 Sistemas de informatização e comunicação 0001 Sistema de Informação e Comunicação Interna e Externa: Gestão e actualização da Intranet e do sítio da DGEEP na internet 0002 Criação de suportes de informação no âmbito da revisão e regulamentação dos regimes jurídicos de protecção social e da elaboração dos projectos de códigos das contribuições e do enquadramento e da vinculação 0003 Actualização dos suportes de informação de acordo com as alterações legislativas e adequação dos mesmos às especificidades das aplicações informáticas no âmbito do sistema de informação da segurança social 0004 Implementação do site da autoridade central para adopção internacional (www.adopcaointernacional-acai.gov.pt) DGEEP Teresa Feliciano DGSS Maria do Carmo Martins 1/Mar/2007 a 31/Dez/2007 DGSS Maria do Carmo Martins DGSS Maria Graciete Palma da Silva 2/Jan/2007 a 31/Mar/ Implementação da página institucional da SG do Ministério SGMTSS Amélia Cardoso 2/Jan/2007 a 30/Jun/ Actualização de infra-estrutura de rede de segurança informática SGMTSS Amélia Cardoso 0007 Implementação do Contact - Center da SG SGMTSS Amélia Cardoso 0008 INTRANET IGT Alexandre Marques 0009 Portal da Segurança Social IIESS Fernando Pereira 0010 Instrumentos de Comunicação Interna do IGFSE IGFSE Unidade de Comunicação 0011 Informatização IEFP IEFP 0012 Sistema de Gestão de Devedores Estratégicos IGFSS Sandra Beja Pereira, José Mota Gomes, Ana Vasques 0013 Migração da Plataforma de Integração do IGFSS IGFSS João Pedro Elvas 1/Ago/2007 a 31/Dez/ Sistema de Informação de Recursos Humanos IGFSS Francisco Nunes 0015 Implementação do SmartDocs no IGFSS IGFSS Rui Apolinário 1/Abr/2007 a 31/Dez/ Intranet na CPL CPL António Diogo 1/Fev/2007 a 31/Out/ Actualização e Gestão do "Site" da CITE CITE Fátima Duarte, Ana Paula Salada 19

20 0018 Desenvolvimento das infraestruturas informáticas CITE Fátima Duarte, Luís André Brito e Abreu 0019 Comunicação e Promoção da Missão da CITE CITE Fátima Duarte 02 Marketing e imagem 0001 Actualização e desenvolvimento da informação ao cidadão, no âmbito do sistema de segurança social, no site e no Portal do Cidadão DGSS M.ª de Lurdes Ribeiro, Ester Liñares 0002 Projecto Pedagógico-Didáctico "Levar o Ministério às Escolas" - 2ª Etapa SGMTSS Leonor Madeira 0003 Elaboração de um inquérito presencial aos cidadãos-utentes, a SGMTSS João Caldas implementar na Linha Azul, tratamento dos dados obtidos e elaboração de Relatório 0004 Edição de um Folheto descritivo das actividades nucleares do Ministério, destinado aos cidadãos-utentes do edifício da Praça de Londres SGMTSS Leonor Madeira 0005 Comunicação e Imagem IEFP IEFP 0006 Definição e Implementação da Estratégia de Comunição e Relações Públicas da Casa Pia de Lisboa CPL João Louro 05 Melhorar quantitativa e qualitativamente a produção e a difusão interna e externa de estudos, de informação estatística e de outra informação científica e técnica, adequando o seu conteúdo às necessidades existentes 01 Elaborar ou promover a realização de estudos e análises básicas à definição, acompanhamento e avaliação das políticas 01 Estudos, análises e levantamentos nas áreas do emprego e formação profissional, da protecção e inclusão social e da reabilitação 0001 Cenarização Prospectiva do Emprego e da Segurança Social DGEEP Rute Guerra, Isabel Faria Vaz, Manuela Paixão, Fátima Nascimento, Nuno Santos 0002 Pobreza, Desigualdades e Inclusão Social DGEEP Carla Machado, Rita Fernandes, Vitor Junqueira 0003 Tráfico de Pessoas para Trabalho Forçado DGEEP Joana Figueiredo 0004 A Segurança Social ao Longo do Ciclo de Vida DGEEP Rui Nicola 0005 Conciliação da Vida Familiar e da Actividade Profissional: Problemáticas e Políticas DGEEP Rui Nicola 2/Jan/2007 a 1/Abr/ Os Equipamentos Sociais em Portugal Continental DGEEP João Gonçalves 0007 As Creches em Portugal Continental: Caracterização e Funcionamento DGEEP José Miguel Nogueira 0008 Carta Social: Rede de Serviços e Equipamentos Sociais - Relatório 2006 DGEEP Irene Miralto 1/Jul/2007 a 31/Dez/ Protecção Social no Desemprego: Análise da Incidência Pessoal das Prestações Sociais 0010 Participação e Acompanhamento do Estudo: "Modelização das Políticas na Área da Reabilitação e Integração das Pessoas com Deficiência DGEEP Ricardo Rodrigues DGEEP José Miguel Nogueira 0011 Demografia de Empresas e Estabelecimentos 2004/05 DGEEP Manuel João Duarte, Helena Robarts 0012 Evolução das remunerações e promoções e sua relação com turnover, relativamente a Quadros e Trabalhadores não qualificados 0013 Os fluxos e as remunerações de sub e sobre escolarizados em Portugal no período DGEEP Manuel João Duarte DGEEP Manuel João Duarte, Lourdes Pisco 15/Abr/2007 a 15/Dez/ /Abr/2007 a 15/Dez/ Estudo sobre a estrutura e a distribuição das remunerações DGEEP Maria do Céu Godinho 0015 Duração e organização do tempo de trabalho: elemento de ajustamento e flexibilidade ou factor de rigidez DGEEP Lourdes Pisco 1/Mar/2007 a 30/Nov/ Prevenção e Sinistralidade em Portugal nos últimos cinco anos DGEEP Lourdes Pisco 1/Mar/2007 a 30/Nov/ Medidas Activas de emprego: impactos na flexigurança DGEEP Antonieta Ministro 1/Abr/2007 a 31/Dez/ Boletim Estatístico DGEEP Teresa Feliciano, Joana Matos 0019 Colecção Cadernos de Emprego e Relações de Trabalho DGERT Nuno Pestana 20

Sistemas de Protecção Social: experiência de Portugal

Sistemas de Protecção Social: experiência de Portugal Sistemas de Protecção Social: experiência de Portugal José Luís Albuquerque Subdirector-Geral do Gabinete de Estratégia e Planeamento (GEP) do Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social (MTSS) VIII

Leia mais

BASES GERAIS DO REGIME JURÍDICO DA PREVENÇÃO, HABILITAÇÃO, REABILITAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA. Lei n.º 38/2004, de 18 de Agosto

BASES GERAIS DO REGIME JURÍDICO DA PREVENÇÃO, HABILITAÇÃO, REABILITAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA. Lei n.º 38/2004, de 18 de Agosto BASES GERAIS DO REGIME JURÍDICO DA PREVENÇÃO, HABILITAÇÃO, REABILITAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA Lei n.º 38/2004, de 18 de Agosto Define as bases gerais do regime jurídico da prevenção,

Leia mais

Câmara Municipal de Almeida Plano de Prevenção de Riscos de Gestão Enquadramento legal

Câmara Municipal de Almeida Plano de Prevenção de Riscos de Gestão Enquadramento legal 1 Câmara Municipal de Almeida Plano de Prevenção de Riscos de Gestão Enquadramento legal 1. A Câmara Municipal de Almeida tem, nos termos da lei e dos estatutos, autonomia administrativa, financeira e

Leia mais

Estatuto das Instituições Particulares de Solidariedade Social

Estatuto das Instituições Particulares de Solidariedade Social TÍTULO DO CAPÍTULO CORRESPONDENTE Estatuto das Instituições Particulares de Solidariedade Social ANOTADO REGIME JURÍDICO DAS ENTIDADES DA ECONOMIA SOCIAL 2015 2ª Edição Apelles J. B. Conceição Atualização

Leia mais

LISTA DE ORDENAÇÃO ENSINO INGLÊS ANO LETIVO 2012-2013

LISTA DE ORDENAÇÃO ENSINO INGLÊS ANO LETIVO 2012-2013 LISTA DE ORDENAÇÃO ENSINO INGLÊS ANO LETIVO 2012-2013 OFERTA 2737 433133 2737 435006 2737 433645 2737 431145 2737 411431 2737 447993 2737 432457 2737 412330 2737 415973 2737 427952 2737 417413 2737 417268

Leia mais

EIXO PRIORITÁRIO VI ASSISTÊNCIA TÉCNICA

EIXO PRIORITÁRIO VI ASSISTÊNCIA TÉCNICA EIXO PRIORITÁRIO VI ASSISTÊNCIA TÉCNICA Convite Público à Apresentação de Candidatura no Domínio da Assistência Técnica aos Organismos Intermédios Eixo Prioritário VI - Assistência Técnica Convite para

Leia mais

Índice Descrição Valor

Índice Descrição Valor 504448064 Índice Descrição Valor 1 Missão, Objectivos e Princípios Gerais de Actuação 11 Cumprir a missão e os objectivos que lhes tenham sido determinados de forma económica, financeira, social e ambientalmente

Leia mais

SECRETÁRIO REGIONAL DA PRESIDÊNCIA Despacho Normativo n.º 69/2010 de 22 de Outubro de 2010

SECRETÁRIO REGIONAL DA PRESIDÊNCIA Despacho Normativo n.º 69/2010 de 22 de Outubro de 2010 SECRETÁRIO REGIONAL DA PRESIDÊNCIA Despacho Normativo n.º 69/2010 de 22 de Outubro de 2010 Considerando o Regime de enquadramento das políticas de juventude na Região Autónoma dos Açores, plasmado no Decreto

Leia mais

EEMI ITTI IDO PPOR: : Ministério do Trabalho DATTA 1976-12-28. ASSSSUNTTO Regime Legal dos Mapas dos Quadros de Pessoal DATTA 1980-09-17

EEMI ITTI IDO PPOR: : Ministério do Trabalho DATTA 1976-12-28. ASSSSUNTTO Regime Legal dos Mapas dos Quadros de Pessoal DATTA 1980-09-17 DEESSI IGNAÇÇÃO: : EEmpprreeggoo ee FFoorrmaaççããoo DIÁRIOS DA REPUBLLI ICA EEMI ITTI IDO PPOR: : Ministério do Trabalho e Segurança Social ASSSSUNTTO Férias / Faltas IDEENTTI I IFFI ICCAÇÇÃO Decreto Lei

Leia mais

MAPA DE PESSOAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE CARNIDE - Ano 2014 Nos termos da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro

MAPA DE PESSOAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE CARNIDE - Ano 2014 Nos termos da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro MAPA DE PESSOAL DA JUNTA DE FREGUESIA DE CARNIDE - Ano 204 Nos termos da Lei n.º 2-A/2008, de 27 de Fevereiro SECÇÃO DE APOIO E DE COORDENAÇÃO GERAL (Capitulo III do Regulamento da Organização dos Serviços)

Leia mais

Decreto-Lei n.º 56/2006, de 15 de Março

Decreto-Lei n.º 56/2006, de 15 de Março Decreto-Lei n.º 56/2006, de 15 de Março EXPLORAÇÃO DE JOGOS SOCIAIS (DISTRIBUIÇÃO DOS RESULTADOS LÍQUIDOS) (LOTARIAS - TOTOBOLA TOTOLOTO TOTOGOLO LOTO 2 JOKER - EUROMILHÕES) A afectação das receitas dos

Leia mais

UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu. Guia de preenchimento do Formulário de Candidatura da Entidade Organizadora

UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu. Guia de preenchimento do Formulário de Candidatura da Entidade Organizadora UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu Guia de preenchimento do Formulário de Candidatura da Entidade Organizadora ÍNDICE ENQUADRAMENTO... 3 1. Descrição... Erro! Marcador não definido. 2. Entidade Gestora...

Leia mais

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Nome da Escola : Agrupamento de Escolas de Almancil, Loulé Horário n.º: 27-18 horas 2013-10-09 Grupo de Recrutamento: 420 - Geografia LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Ordenação Graduação

Leia mais

6º Congresso Nacional da Administração Pública

6º Congresso Nacional da Administração Pública 6º Congresso Nacional da Administração Pública João Proença 30/10/08 Desenvolvimento e Competitividade: O Papel da Administração Pública A competitividade é um factor-chave para a melhoria das condições

Leia mais

Eixo Prioritário 2 Protecção e Qualificação Ambiental. Acções de Valorização e Qualificação Ambiental. Aviso - ALG-31-2010-02

Eixo Prioritário 2 Protecção e Qualificação Ambiental. Acções de Valorização e Qualificação Ambiental. Aviso - ALG-31-2010-02 Eixo Prioritário 2 Protecção e Qualificação Ambiental Acções de Valorização e Qualificação Ambiental Aviso - ALG-31-2010-02 AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS ACÇÕES DE VALORIZAÇÃO E QUALIFICAÇÃO

Leia mais

8226 Diário da República, 1.ª série N.º 215 8 de Novembro de 2007

8226 Diário da República, 1.ª série N.º 215 8 de Novembro de 2007 8226 Diário da República, ª série N.º 215 8 de Novembro de 2007 da Madeira os Drs. Rui Nuno Barros Cortez e Gonçalo Bruno Pinto Henriques. Aprovada em sessão plenária da Assembleia Legislativa da Região

Leia mais

PROTOCOLO SIMPLEX AUTÁRQUICO

PROTOCOLO SIMPLEX AUTÁRQUICO CONSIDERANDO QUE: PROTOCOLO SIMPLEX AUTÁRQUICO A simplificação administrativa e a administração electrónica são hoje reconhecidas como instrumentos fundamentais para a melhoria da competitividade e da

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 I ENQUADRAMENTO INSTITUCIONAL... 4 II PLANO DE ATIVIDADES PARA 2016... 6 1. EIXO 1 PROFISSIONALIZAÇÃO DE SERVIÇOS 6

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 I ENQUADRAMENTO INSTITUCIONAL... 4 II PLANO DE ATIVIDADES PARA 2016... 6 1. EIXO 1 PROFISSIONALIZAÇÃO DE SERVIÇOS 6 PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO 2016 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 I ENQUADRAMENTO INSTITUCIONAL... 4 1. Princípios de Ação.4 2. Recursos Organizacionais.4 3. Recursos Humanos 5 4. Recursos Físicos

Leia mais

Plano de Sustentabilidade e Gestão da Segurança Social PSGSS

Plano de Sustentabilidade e Gestão da Segurança Social PSGSS Plano de Sustentabilidade e Gestão da Segurança Social PSGSS Manuel Moreira Coordenador do PSGSS Benguela, 22 e 23 de Maio Agenda Objetivos Gerais Objectivos Estratégicos Estrutura do Projecto Inciativas

Leia mais

Ministério dos Petróleos

Ministério dos Petróleos Ministério dos Petróleos Decreto Lei nº 10/96 De 18 de Outubro A actividade petrolífera vem assumindo nos últimos tempos importância fundamental no contexto da economia nacional, constituindo por isso,

Leia mais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais A 796 Neuza Soraia Rodrigues Carvalhas Direito e Processual 729 Maria Teresa Barros Ferreira Direito e Processual 938 Rute Isabel Bexiga Ramos Direito e Processual 440 Inês Lopes Raimundo Direito e Processual

Leia mais

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20%

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20% ALCATEIA Sec NIN NOME NIN NOME Lob 1215050143005 Alice Neto Santos Nascimento 1215050143015 Afonso da Fonseca Machado Lob 1215050143010 Amélia Maria Mesquita Aleixo Alves 1115050143010 Afonso Jesus Dias

Leia mais

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE S. JOÃO DA MADEIRA REGULAMENTO INTERNO EQUIPA DE INTERVENÇÃO DIRECTA

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE S. JOÃO DA MADEIRA REGULAMENTO INTERNO EQUIPA DE INTERVENÇÃO DIRECTA Artigo 1º Âmbito 1. Este regulamento aplica-se à resposta social Equipa de Intervenção Directa (EID) resposta social dirigida à população toxicodependente, da Unidade de Apoio a Toxicodependentes e Seropositivos

Leia mais

GOVERNO. Estatuto Orgânico do Ministério da Administração Estatal

GOVERNO. Estatuto Orgânico do Ministério da Administração Estatal REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR LESTE GOVERNO Decreto N. 2/ 2003 De 23 de Julho Estatuto Orgânico do Ministério da Administração Estatal O Decreto Lei N 7/ 2003 relativo à remodelação da estrutura orgânica

Leia mais

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28 LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600 Horário 28 Graduação Profissional Nº Candidato Nome 24,508 4716699811 Vanda Isabel do Vale Silva Almeida 24,203 8219102942 Cristina Maria da

Leia mais

Artigo 23.º da Portaria 243/ 2012, de 10 de agosto 10.º ANO

Artigo 23.º da Portaria 243/ 2012, de 10 de agosto 10.º ANO Adriano Filipe Dias Sequeira Ana Carolina Leite da Silva 10.º ANO Ana Filipa Martins Façanha Marques Ana Laura Martins Dengucho Ana Luísa Marques Tomé Ana Sofia Tomé Vicente Andreia Cristina de Oliveira

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

Relatório de Transparência

Relatório de Transparência Relatório de Transparência Exercício de 2013 Relatório de Transparência 1. Introdução Em cumprimento do disposto no art. 62-A do Dec Lei n.º 487/99, de 16 de Novembro, vem esta sociedade apresentar o seu

Leia mais

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quarta-feira, 14 de outubro de 2015. Série. Número 158

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quarta-feira, 14 de outubro de 2015. Série. Número 158 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Quarta-feira, 14 de outubro de 15 Série Sumário SECRETARIAS REGIONAIS DAS FINANÇAS E DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DA INCLUSÃO E ASSUNTOS Portaria n.º 187/15 Procede

Leia mais

ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO DE PRODUTOS RESPOSTAS SOCIAIS

ORGANISMOS DE CERTIFICAÇÃO DE PRODUTOS RESPOSTAS SOCIAIS 1. bjectivo presente documento tem como objectivo definir o esquema de acreditação para a Certificação do Serviço proporcionado pelas várias Respostas Sociais, tendo em conta os Modelos de Avaliação da

Leia mais

Adenda aos Critérios de Selecção

Adenda aos Critérios de Selecção Adenda aos Critérios de Selecção... Critérios de Selecção SI Qualificação PME EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

O Que São os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO)?

O Que São os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO)? O Que São os Serviços de Psicologia e Orientação (SPO)? São unidades especializadas de apoio educativo multidisciplinares que asseguram o acompanhamento do aluno, individualmente ou em grupo, ao longo

Leia mais

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51 Nº Horário: 51 4625160693 Sofia Margarida Santos Ferreira Admitido 7197226139 Mónica Sofia Jesus Mateus Admitido 6392341730 Gonçalo Jorge Fernandes Rodrigues Fiúza Admitido 7816555741 Dora Maria Gonçalves

Leia mais

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes:

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes: EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO PME) O presente documento suporta a apreciação do ponto 3

Leia mais

Sistema de Informação e Comunicação da Rede Social de Alcochete. Sistema de Informação e Comunicação - REDE SOCIAL DE ALCOCHETE

Sistema de Informação e Comunicação da Rede Social de Alcochete. Sistema de Informação e Comunicação - REDE SOCIAL DE ALCOCHETE . Sistema de Informação e Comunicação da Rede Social de Alcochete . Objectivos e Princípios Orientadores O Sistema de Informação e Comunicação (SIC) da Rede Social de Alcochete tem como objectivo geral

Leia mais

22 e 23 de Setembro de 2014 Funchal

22 e 23 de Setembro de 2014 Funchal 22 e 23 de Setembro de 2014 Funchal Apoios Instituto de Direito do Trabalho da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (IDT) Empresa de Electricidade da Madeira ACIF - Associação Comercial e Industrial

Leia mais

CASA PIA DE LISBOA, I.P. Gabinete da Presidente do Conselho Directivo

CASA PIA DE LISBOA, I.P. Gabinete da Presidente do Conselho Directivo 1 CARTA DE MISSÃO Ministério: Trabalho e Solidariedade Social Serviço/Organismo: Casa Pia de Lisboa, I.P. Cargo e Titular: Presidente do Conselho Directivo Período da Comissão de Serviço: de 15 de Maio

Leia mais

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Gabinete/Cargo Nome Extensão E-mail Diretor Luiz Felipe Rocha de Faria 1450 lef@isep.ipp.pt Sub-diretor(es) António Constantino Lopes 1462 acm@isep.ipp.pt

Leia mais

Plano de Formação 2010

Plano de Formação 2010 Plano de Formação 2010 Formando Unidade Orgânica Designação das acções de formação Data e duração Entidade Formadora/ Local Custo c/iva DIRIGENTES Participação no Colóquio "Quality of Legislation" da International

Leia mais

www.sef.pt O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras assinalou da Sede do Serviço no Tagus Park.

www.sef.pt O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras assinalou da Sede do Serviço no Tagus Park. NEWSLETTER 0 JULHO 2009 O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras assinalou a comemoração do seu 33º Aniversário com a inauguração das novas instalações da Sede do Serviço no Tagus Park. As novas instalações

Leia mais

PROPOSTA DE REGULAMENTO INTERNO

PROPOSTA DE REGULAMENTO INTERNO PROPOSTA DE REGULAMENTO INTERNO VOLUNTARIOS SOCIAIS DO CONCELHO DE ALBERGARIA-A-VELHA - PROGRAMA ALBERGARIA SOLIDÁRIA NOTA JUSTIFICATIVA No âmbito de uma política social que se vem orientando para potenciar

Leia mais

GUIA PRÁTICO RESPOSTAS SOCIAIS POPULAÇÃO ADULTA PESSOAS IDOSAS

GUIA PRÁTICO RESPOSTAS SOCIAIS POPULAÇÃO ADULTA PESSOAS IDOSAS GUIA PRÁTICO RESPOSTAS SOCIAIS POPULAÇÃO ADULTA PESSOAS IDOSAS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/10 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Respostas Sociais População

Leia mais

European Foundation for Quality Management na Secretaria-Geral do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

European Foundation for Quality Management na Secretaria-Geral do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior European Foundation for Quality Management na Secretaria-Geral do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior 1 ÍNDICE 1. A Secretaria-Geral do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

Leia mais

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL Diretor Geral O Diretor Geral supervisiona e coordena o funcionamento das unidades orgânicas do Comité Olímpico de Portugal, assegurando o regular desenvolvimento das suas

Leia mais

(n.º/lote), (andar), (localidade) (cód. Postal), Freguesia de, com o telefone n.º, telemóvel n.º fax n.º e-mail Site (WWW):.

(n.º/lote), (andar), (localidade) (cód. Postal), Freguesia de, com o telefone n.º, telemóvel n.º fax n.º e-mail Site (WWW):. FORMULÁRIO DE CANDIDATURA Ano a que respeita a candidatura I. IDENTIFICAÇÃO DA ENTIDADE GESTORA (Designação da Entidade/Organização) n.º de contribuinte, com sede na (Rua, Av.) (n.º/lote), (andar), (localidade)

Leia mais

É aprovado o Regulamento dos Núcleos Distritais ou Regionais do Projecto VIDA, anexo a este despacho e que dele faz parte integrante.

É aprovado o Regulamento dos Núcleos Distritais ou Regionais do Projecto VIDA, anexo a este despacho e que dele faz parte integrante. PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS E MINISTÉRIOS DA DEFESA NACIONAL, DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA, DA JUSTIÇA, DA EDUCAÇÃO, DA SAÚDE E DO EMPREGO E DA SEGURANÇA SOCIAL. Despacho conjunto. - Considerando

Leia mais

PLANO DE GESTÃO DE RISCOS DE CORRUPÇÃO E INFRACÇÕES CONEXAS RELATÓRIO DE MONITORIZAÇÃO

PLANO DE GESTÃO DE RISCOS DE CORRUPÇÃO E INFRACÇÕES CONEXAS RELATÓRIO DE MONITORIZAÇÃO PLANO DE GESTÃO DE RISCOS DE CORRUPÇÃO E INFRACÇÕES CONEXAS RELATÓRIO DE MONITORIZAÇÃO Novembro/2014 Índice INTRODUÇÃO... 3 Balanço da execução do plano... 4 Conclusão... 5 Recomendações... 8 REVISÃO DO

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Assunto: Para: Organização de Serviços de Segurança e Saúde do Trabalho/Saúde Ocupacional (SST/SO) nos Cuidados Primários de Saúde - ACES e Sede de ARS(s) Todos os serviços do Ministério da Saúde Nº: 05/DSPPS/DCVAE

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO 2008

PROGRAMA DE FORMAÇÃO 2008 PROGRAMA DE FORMAÇÃO 2008 ÁREA ALIMENTAR GESTÃO DE SERVIÇOS DE ALIMENTAÇÃO Formador: Eng. João Bruno da Costa TRIVALOR, SGPS NUTRIÇÃO Formador: Dr. Lino Mendes - ESTeSL - Escola Superior de Tecnologia

Leia mais

INSTITUCIONAL. Eixo Prioritário 5 GOVERNAÇÃO E CAPACITAÇÃO. Operações no Domínio da Administração em Rede

INSTITUCIONAL. Eixo Prioritário 5 GOVERNAÇÃO E CAPACITAÇÃO. Operações no Domínio da Administração em Rede Eixo Prioritário 5 GOVERNAÇÃO E CAPACITAÇÃO INSTITUCIONAL Operações no Domínio da Administração em Rede Aviso para apresentação de candidaturas - Eixo Prioritário V Governação e Capacitação Institucional

Leia mais

O P E R A C I O N A L I Z A Ç Ã O D A S U N I D A D E S D E S A Ú D E F A M I L I A R E S. Carlos Nunes. Missão para os Cuidados de Saúde Primários

O P E R A C I O N A L I Z A Ç Ã O D A S U N I D A D E S D E S A Ú D E F A M I L I A R E S. Carlos Nunes. Missão para os Cuidados de Saúde Primários O P E R A C I O N A L I Z A Ç Ã O D A S U N I D A D E S D E S A Ú D E F A M I L I A R E S Carlos Nunes Missão para os Cuidados de Saúde Primários VILAMOURA 23 Março 2007 C A N D I D A T U R A S A U S F

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ANO 2008

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ANO 2008 RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ANO 2008 AREA DE FORMAÇÃO - ESTRUTURAÇÃO DA ÁREA Foi possível no decorrer de 2008 encontrar na ÁREA DE FORMAÇÃO uma estabilidade ao nível dos recursos humanos que proporcionou

Leia mais

AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO

AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO Eixo Prioritário IV Protecção e Valorização Ambiental ACÇÕES DE VALORIZAÇÃO E QUALIFICAÇÃO AMBIENTAL GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS ÁGUAS INTERIORES Aviso nº : CENTRO-VQA-2009-14-PIN-07

Leia mais

Introdução. 1 Direcção Geral da Administração Interna, Violência Doméstica 2010 Ocorrências Participadas às

Introdução. 1 Direcção Geral da Administração Interna, Violência Doméstica 2010 Ocorrências Participadas às Câmara Municipal da Departamento de Educação e Desenvolvimento Sociocultural Divisão de Intervenção Social Plano Municipal contra a Violência Rede Integrada de Intervenção para a Violência na Outubro de

Leia mais

Matriz de Competências

Matriz de Competências Adriano José Vaz Domingos Ana Cristina Pereira Borges Ana Maria Craveiro Ana Paula Monteiro António Cardoso Simões António José C. Castro Pita Carla Alexandra Ferreira Santos GRH Conhecimentos básicos

Leia mais

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012 Plano de Acção - Rede Social Plano de Acção Rede Social Conselho Local da Acção Social de Figueira de Castelo Plano de Acção Rede Social Acções a desenvolver Objectivos Resultados esperados Calendarização

Leia mais

Estrutura de Gestão do Programa Rumos

Estrutura de Gestão do Programa Rumos Estrutura de Gestão do Programa Rumos Modelo de Gestão do Programa Rumos Comissão Europeia Orientações Fundamentais IGF Autoridade de Auditoria Observatório do QREN Comissão Técnica de Coordenação Comissão

Leia mais

Câmara Municipal de Cascais é uma boa prática no relacionamento com os cidadãos

Câmara Municipal de Cascais é uma boa prática no relacionamento com os cidadãos 27 LEADERSHIP AGENDA a inovação na gestão do relacionamento compensa Câmara Municipal de Cascais é uma boa prática no relacionamento com os cidadãos A participação activa dos cidadãos é vital para a promoção

Leia mais

APOIO AO INVESTIMENTO EM EQUIPAMENTOS SOCIAIS. Porto 30-01-2008

APOIO AO INVESTIMENTO EM EQUIPAMENTOS SOCIAIS. Porto 30-01-2008 APOIO AO INVESTIMENTO EM EQUIPAMENTOS SOCIAIS Porto 30-01-2008 AGENDA AS MARCAS DO POPH I INVESTIMENTO EM EQUIPAMENTOS SOCIAIS CANDIDATURAS II III I AS MARCAS DO POPH AS MARCAS DO POPH 1 O MAIOR PROGRAMA

Leia mais

Lista Ordenada. Ponderação da Avaliação do Portefólio - 30%

Lista Ordenada. Ponderação da Avaliação do Portefólio - 30% Técnicos Especializados da Escola : Agrupamento de Escolas de Santo António, Barreiro Nº Escola : 121216 Data final da candidatura : 214-1-29 Nº Horário : 41 Disciplina Projeto: Gabinete GISP Nº Horas:

Leia mais

Projeto de Movimento dos Oficiais de Justiça de junho de 2015

Projeto de Movimento dos Oficiais de Justiça de junho de 2015 Projeto de Movimento dos Oficiais de Justiça de junho de 2015 Alexandre Luís Albuquerque E Quinhones Gaiolas, 3274/10, Bom com Distinção, Transição, Ana Maria Pires Matias Soares, 3149/10, Muito Bom, Transferência,

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA 2.º Ciclo - TABUADA 1.ºs 6.º Ac 7 Fernando Miguel L. Fontes 100,0 6.º Ac 8 Francisca Vicente Silva 100,0 6.º Bc 2 Daniel Henriques Lourenço 99,6 3.ºs 5.º Bc 16 Simão Pedro Tojal Almeida 99,6 5.º Ac 10

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Inclusão Social e Emprego

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Inclusão Social e Emprego Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Inclusão Social e Emprego Eixo 5 - Emprego e Valorização Económica dos Recursos Endógenos Objectivo Temático 8 - Promoção da sustentabilidade e qualidade

Leia mais

E1 - Recuperação de Ativos (com avaliação)

E1 - Recuperação de Ativos (com avaliação) E1 - Recuperação de Ativos (com avaliação) 99203 NÉLIA VILARES VALENTE PR - 3 563 223 JOÃO MANUEL DE VASCONCELOS MACHADO TEIXEIRA ALVES JOSÉ MANUEL GONÇALVES OLIVEIRA FONSECA PA - 49 262 867 694 577 622

Leia mais

Princípios de Bom Governo

Princípios de Bom Governo Princípios de Bom Governo Regulamentos internos e externos a que a empresa está sujeita O CHC, E.P.E. rege-se pelo regime jurídico aplicável às entidades públicas empresariais, com as especificidades previstas

Leia mais

um espaço de partilha e de conhecimento

um espaço de partilha e de conhecimento um espaço de partilha e de conhecimento Durante o mês de Junho está a decorrer na Livraria Sociedade e Trabalho a exposição bibliográfica: Carta da criança hospitalizada : comentários / ed. lit. Leonor

Leia mais

PROJECTOS DE EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO

PROJECTOS DE EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Nº 12 / SI / 2009 SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO (SI INOVAÇÃO) PROJECTOS DE EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO Nos termos do Regulamento do SI Inovação, a apresentação

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2008 PRINCIPAIS ASPECTOS

GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2008 PRINCIPAIS ASPECTOS GRANDES OPÇÕES DO PLANO 2008 PRINCIPAIS ASPECTOS I. INTRODUÇÃO O Governo apresentou ao Conselho Económico e Social o Projecto de Grandes Opções do Plano 2008 (GOP 2008) para que este Órgão, de acordo com

Leia mais

Apresentação do Projeto do Centro Social Paroquial de Lustosa

Apresentação do Projeto do Centro Social Paroquial de Lustosa Centro Social Paroquial de Lustosa Apresentação do Projeto do Centro Social Paroquial de Lustosa 1. Identificação da Instituição: Centro Social Paroquial de Lustosa, NPC: 502431440, com sede em Alameda

Leia mais

ARS Norte, I.P. Gabinete de Gestão do Conhecimento. Plano de Formação 2011. Aprovação do Conselho Directivo

ARS Norte, I.P. Gabinete de Gestão do Conhecimento. Plano de Formação 2011. Aprovação do Conselho Directivo ARS Norte, I.P. Gabinete de Gestão do Conhecimento Plano de Formação 2011 Aprovação do Conselho Directivo A intervenção integrada na Saúde Mental nos CSP 1 24 Rita Oliveira do Carmo Abordagem ao Doente

Leia mais

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR. 2638 Diário da República, 1.ª série N.º 93 14 de Maio de 2008

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR. 2638 Diário da República, 1.ª série N.º 93 14 de Maio de 2008 2638 Diário da República, 1.ª série N.º 93 14 de Maio de 2008 4 Ratificar a decisão de início de procedimento e de escolha do procedimento prévio à contratação, bem como todos os actos procedimentais subsequentes

Leia mais

Plano a Médio Prazo e Orçamento 2005. Intervenção no Plenário Assembleia Legislativa da R.A.A. 5 a 8 de Abril de 2005

Plano a Médio Prazo e Orçamento 2005. Intervenção no Plenário Assembleia Legislativa da R.A.A. 5 a 8 de Abril de 2005 Plano a Médio Prazo e Orçamento 2005 Intervenção no Plenário Assembleia Legislativa da R.A.A. 5 a 8 de Abril de 2005 Senhor Presidente da ALRAA Senhoras e Senhores Deputados Senhor Presidente do Governo

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 I ENQUADRAMENTO INSTITUCIONAL... 4 II PLANO DE ATIVIDADES PARA 2016... 6 1. EIXO 1 PROFISSIONALIZAÇÃO DE SERVIÇOS 6

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 I ENQUADRAMENTO INSTITUCIONAL... 4 II PLANO DE ATIVIDADES PARA 2016... 6 1. EIXO 1 PROFISSIONALIZAÇÃO DE SERVIÇOS 6 PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO 2016 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 I ENQUADRAMENTO INSTITUCIONAL... 4 1. Princípios de Ação.4 2. Recursos Organizacionais.4 3. Recursos Humanos 5 4. Recursos Físicos

Leia mais

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º s de Castro Daire Turma : A 1498 1 Ana Catarina Costa Esteves 14920 2 Ana Francisca da Silva Fernandes 16292 3 Beatriz Monteiro Andrade 14409 4 Camila Almeida Oliveira

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL PLANO DE ACTIVIDADES 2008 DO MTSS

MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL PLANO DE ACTIVIDADES 2008 DO MTSS MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL PLANO DE IVIDADES 2008 DO MTSS ÍNDICE 1. Introdução... 2 2. Metodologia... 3 3. Estrutura... 4 4. Quadro Descritivo dos Objectivos... 8 5. Listagem dos

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013 13897152 ALEXANDRE RIBEIRO DA SILVA Colocado em 0701 9011 11279428 ANA CATARINA MELO DE ALMEIDA Colocada em 0902 14423301 ANA CATARINA VITORINO DA SILVA Colocada em 0604 9229 14306028 ANA JOÃO REMÍGIO

Leia mais

ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º 1/2010

ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º 1/2010 ORIENTAÇÃO DE GESTÃO N.º 1/2010 APROVADA POR DELIBERAÇÃO DA COMISSÃO DIRECTIVA DE 19-03-2010 Altera o nº 4 da Orientação de Gestão nº 7/2008 e cria o ANEXO III a preencher pelos Beneficiários para registo

Leia mais

Nº Escola : 145464. Nº Horário : 79. Nº Horas: 25. Tempo de Serviço antes da profissionalização. Data de Nascimento

Nº Escola : 145464. Nº Horário : 79. Nº Horas: 25. Tempo de Serviço antes da profissionalização. Data de Nascimento Nome da Escola : Agrupamento de Escolas Manuel Teixeira Gomes, Portimão Nº Escola : 145464 Data final da candidatura : 2016-01-19 Nº Horário : 79 Grupo de Recrutamento: 110-1º Ciclo do Ensino Básico Nº

Leia mais

PLANO DESENVOLVIMENTO SOCIAL MAFRA 2013-2015

PLANO DESENVOLVIMENTO SOCIAL MAFRA 2013-2015 PLANO DESENVOLVIMENTO SOCIAL MAFRA 2013-2015 APROVADO EM SESSÃO PLENÁRIA DO CLAS 21 DE MAIO DE 2013 1 NOTA INTRODUTÓRIA O Diagnóstico Social constituiu a base de trabalho da ação dos Parceiros Locais.

Leia mais

( DR N.º 229 30 Setembro 1999 30 Setembro 1999 )

( DR N.º 229 30 Setembro 1999 30 Setembro 1999 ) LEGISLAÇÃO Decreto-Lei n.º 389/99, de 30 de Setembro, Regulamenta a Lei n.º 71/98, de 3 de Novembro, que estabeleceu as bases do enquadramento jurídico do voluntariado (JusNet 223/1999) ( DR N.º 229 30

Leia mais

Banco Local de Voluntariado de Gondomar

Banco Local de Voluntariado de Gondomar Regulamento Interno do Banco Local de Voluntariado de Gondomar (Aprovado em reunião de Câmara de 12 de Fevereiro e Assembleia Municipal de 18 de Fevereiro de 2009) Preâmbulo Entende-se por voluntariado

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO. Calendário Geral de Cursos

PROGRAMA DE FORMAÇÃO. Calendário Geral de Cursos PROGRAMA DE FORMAÇÃO 2013 Calendário Geral de Cursos FORMAÇÕES REGULARES 12 Concurso Público da Função Pública 20 horas 18 22 11 15 14 19 9 14 13 Elaboração de Projectos 60 horas 15 3 12 30 14 Gestão de

Leia mais

Técnicos Especializados

Técnicos Especializados Nome da Escola : Data final da candidatura : Disciplina Projeto: Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, Porto Nº Escola : 153000 2015-09-03 Nº Horário : 75 Escola de Referência para a Educação Bilingue

Leia mais

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015 LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110 Ano Letivo - 2014/2015 CANDIDATOS ADMITIDOS: Nº Candidato NOME OSERVAÇÕES 1367130034 Alexandra

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR DE ESTATÍSTICA

CONSELHO SUPERIOR DE ESTATÍSTICA DOCT/1078/CSE/DS 14 a DECISÃO DA SECÇÃO PERMANENTE S DEMOGRÁFICAS E SOCIAIS RELATIVA AO RELATÓRIO APRESENTADO PELO GRUPO DE TRABALHO SOBRE ESTATÍSTICAS DA PROTECÇÃO SOCIAL Considerando que constitui uma

Leia mais

Medidas Ativas de Emprego. Leiria 19.09.2014

Medidas Ativas de Emprego. Leiria 19.09.2014 Medidas Ativas de Emprego Leiria 19.09.2014 Formação em TÉCNICAS DE PROCURA DE EMPREGO Formação VIDA ATIVA GARANTIA JOVEM MEDIDAS ATIVAS DE EMPREGO: Apoios à contratação Estágios Emprego Emprego Jovem

Leia mais

Empresas que se mexem, são empresas que crescem!

Empresas que se mexem, são empresas que crescem! Empresas que se mexem, são empresas que crescem! Apresentação do Projecto/ Abertura de inscrições Introdução A Adere-Minho - Associação para o Desenvolvimento Regional do Minho, entidade de natureza associativa

Leia mais

Atividades de Enriquecimento Curricular Ensino do Inglês. Candidatos Excluídos Oferta 923

Atividades de Enriquecimento Curricular Ensino do Inglês. Candidatos Excluídos Oferta 923 Atividades de Enriquecimento Curricular Ensino do Inglês Candidatos Excluídos Oferta 923 Motivo de Exclusão candidatos excluídos pela plataforma da DGRHE por não apresentaram dados válidos no preenchimento

Leia mais

CAPÍTULO I. 'LVSRVLo}HVJHUDLV 2EMHFWLYRV. 2UJDQL]Do}HVSURPRWRUDV

CAPÍTULO I. 'LVSRVLo}HVJHUDLV 2EMHFWLYRV. 2UJDQL]Do}HVSURPRWRUDV 'HFUHWR/HLQž GHGH6HWHPEUR O voluntariado é uma actividade inerente ao exercício de cidadania que se traduz numa relação solidária para com o próximo, participando, de forma livre e organizada, na solução

Leia mais

GUIA PRÁTICO REDUÇÃO DA TAXA CONTRIBUTIVA - APOIO AO EMPREGO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS INTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO REDUÇÃO DA TAXA CONTRIBUTIVA - APOIO AO EMPREGO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS INTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO REDUÇÃO DA TAXA CONTRIBUTIVA - APOIO AO EMPREGO EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS INTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Redução da taxa contributiva - Apoio ao emprego

Leia mais

Pacto Europeu. para a Saúde. Conferência de alto nível da ue. Bruxelas, 12-13 de junho de 2008

Pacto Europeu. para a Saúde. Conferência de alto nível da ue. Bruxelas, 12-13 de junho de 2008 Pacto Europeu para a Saúde Mental e o Bem-Estar Conferência de alto nível da ue JUNTOS PELA SAÚDE MENTAL E PELO BEM-ESTAR Bruxelas, 12-13 de junho de 2008 Slovensko predsedstvo EU 2008 Slovenian Presidency

Leia mais

EEMI ITTI IDO PPOR: : Ministério da Educação. ASSSSUNTTO Estatuto do ensino particular e cooperativo DATTA 1980-11-21

EEMI ITTI IDO PPOR: : Ministério da Educação. ASSSSUNTTO Estatuto do ensino particular e cooperativo DATTA 1980-11-21 DIÁRIOS DA REPUBLLI ICA DEESSI IGNAÇÇÃO: : EEDUCCAÇÇÃO e Ciência ASSSSUNTTO Estatuto do ensino particular e cooperativo IDEENTTI I IFFI ICCAÇÇÃO Decreto lei nº 553/80 DATTA 1980-11-21 EEMI ITTI IDO PPOR:

Leia mais

Turnaround Social 26/07/2015. Instrumentos de Financiamento Portugal 2020. 27 junho 2015. Portugal 2020

Turnaround Social 26/07/2015. Instrumentos de Financiamento Portugal 2020. 27 junho 2015. Portugal 2020 Instrumentos de Financiamento Portugal 2020 27 junho 2015 Portugal 2020 1 Apoios ao setor social A estratégia constante do PO ISE procura dar resposta a um conjunto de compromissos assumidos por Portugal

Leia mais

COMBATE AO TRABALHO INFANTIL Nota de Imprensa

COMBATE AO TRABALHO INFANTIL Nota de Imprensa COMBATE AO TRABALHO INFANTIL Nota de Imprensa No próximo dia 12 de Junho, comemora-se o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. O PETI e o Escritório da OIT Organização Internacional do Trabalho em

Leia mais

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO CARTÃO EUROPEU DE SEGURO DE DOENÇA INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Cartão Europeu de Seguro de Doença (N39 - v4.07) PROPRIEDADE Instituto da Segurança

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos : A 12 1 Adriana Beatriz Pinto Pereira Cortez S 13078 2 Ana Francisca Conceição Costa S 136 3 Ana Francisca Rodrigues Preces 1307 4 António José da Silva Loreto S 13084 Beatriz Moura Neves Beja Facas S

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa

Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa I Curso de Extensão Universitária em Direito do Desporto 2010-2011 Coordenador científico Prof. Doutor José Manuel Meirim Coordenação Prof. Doutor José

Leia mais

Índice. CAPÍTULO III - Regime Financeiro Artigo 17.º Gestão Financeira do CICF Artigo 18.º Verbas do CICF

Índice. CAPÍTULO III - Regime Financeiro Artigo 17.º Gestão Financeira do CICF Artigo 18.º Verbas do CICF Regulamento do Centro de Investigação em Contabilidade e Fiscalidade (CICF) Homologado na reunião do Conselho Científico em 23 de Junho de 2010 1 Índice CAPÍTULO I - Disposições Gerais Artigo 1.º Natureza

Leia mais