Ferramentas GPL para segurança de redes. Palestrante: Vanderlei Pollon

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ferramentas GPL para segurança de redes. www.tchelinux.org Palestrante: Vanderlei Pollon"

Transcrição

1 Ferramentas GPL para segurança de redes Palestrante: Vanderlei Pollon 2º Seminário de Software Livre Tchelinux Edição Porto Alegre 01/12/2007

2 Sobre o palestrante Nome: Vanderlei Pollon Graduação: Matemática (UFRGS) Pós-técnico: Redes de Computadores (UFRGS) Especialização 1: Informática e Telemática (UFRGS) Especialização 2: Tecnologias, Gerência e Segurança de Redes (UFRGS) Site:

3 Resumo deste trabalho Fazer uma breve análise das principais ferramentas GPL relacionadas a Redes de Computadores Abstract Making a brief analysis of the main tools GPL related to Computer Networks

4 legenda utilizada ferramenta nativa para Linux ferramenta nativa para MAC OS X ferramenta nativa para FreeBSD ferramenta nativa para Windows ferramenta paga é possível o acesso ao código fonte a ferramenta possui interface gráfica pode ser utilizada via linha de comando

5 Verificadores de senhas fracas (cracker) Tenta descobrir senhas utilizando-se de várias técnicas: utilizando força bruta capturando o tráfego da rede fazendo uma verificação do cache utilizando técnicas de criptoanálises Cain e Abel - RainbowCrack -(freeware) John the Ripper -

6 John the ripper Algumas possibilidades: > testar a força dassenhas dos usuários dos servidores da Rede > recuperar senhas perdidas Dicas de utilização: > ler os manuais e entender como funciona o arquivo de configuração > é um utilitário local não serve para utilização remota > fornecer pistas ao john acelera a obtenção dos resultados > a redução do tamanho dos arquivos, reduz o tempo de processamento > existem listas de palavras (dicionários) disponíveis na Internet que podem ser utilizadas como auxílio

7 John the ripper: formas de utilização no Linux #john /etc/shadow Loaded 8 passwords with 8 different salts (FreeBSD MD5 [32/32]) ovo (ovo) 3resu (user3) user22 (user2) 1user (user1) guesses: 4 time: 0:00:00:07 8% (2) c/s: 6476 trying: gocougs1 guesses: 4 time: 0:00:00:25 33% (2) c/s: 6475 trying: safety6 Session aborted #john wordfile=dicionario.lst /etc/shadow Loaded 5 passwords with 5 different salts (FreeBSD MD5 [32/32]) mimosa (user4) mimosa (tunia) cachorro (user3) guesses: 3 time: 0:00:00:00 100% c/s: trying:

8 John the ripper: formas de utilização no Windows

9 Varredores de portas (scanners) THC amap - (freeware) Superscan(freeware) nmap -

10 o nmap Algumas possibilidades: > determinar quais hosts estão disponíveis na rede > determinar quais serviços os hosts da rede estão oferecendo > determinar quais os sistemas operacionais dos hosts > determinar qual o firewall que os hosts estão utilizando > descobrir (mapear) a rede >...

11 nmap: exemplos de utilização tmp]# nmap O Starting nmap V ( ) Interesting ports on ( ): (The 1598 ports scanned but not shown below are in state: closed) Port State Service 22/tcp open ssh 80/tcp open http 3306/tcp open mysql Remote operating system guess: Linux Kernel Uptime 157 days (since Wed Dec 10 16:58: ) Nmap run completed 1 IP address (1 host up) scanned in 9 seconds tmp]# nmap lua.ceu Interesting ports on lua.ceu ( ): Not shown: 1693 filtered ports PORT STATE SERVICE 22/tcp open ssh 80/tcp open http 443/tcp open https 515/tcp open printer Nmap finished: 1 IP address (1 host up) scanned in seconds Descobrir o sistema operacional do alvo O sistema operacional do alvo Há um firewall filtrando as portas

12 nmap: a interface gráfica O comando que é executado pela interface gráfica.

13 Detectores de vulnerabilidades (scanners) Scanners de rede: analisam um host ou uma rede em busca de vulnerabilidades que possam ser exproradas por um atacante; relacionam as possíveis falhas de segurança encontradas; classifica as falhas de segurança encontradas; informam como as falhas de segurança poderiam ser utilizadas por um atacante; sugerem correções para as vulnerabilidades encontradas; utilizam plugins (para fácil atualização); geralmente possuem interfaces gráficas. Lado bom: utilizados pelo Administrador para fazer uma auditoria na Rede. Lado mau: utilizados por atacantes para a invasão de servidores.

14 Pricipais scanners de vulnerabilidades Sara (derivado do SATAN) arc.com/sara/ Retina Nessus Licenciamento, plataformas e interface do nessus: versões anteriores a 3 GPL versão 3 comercial (os binários, para uso interno, são gratuitos)

15 A interface do nessus

16 A interface do nessus

17 Exemplo de gráfico fornecido pelo Nessus

18 Exemplo de gráfico fornecido pelo Nessus

19 Exploradores de vulnerabilidades (exploits) Exploram vulnerabilidades dos Servidores de Rede. Um exploit pode dar a um atacante privilégio de superusuário. Canvas - Core Impact - Metasploit Framework -

20 Capturadores de pacotes (sniffers) Um sniffer é uma ferramenta que captura todos os pacotes que passam pela placa de rede. A maioria dos sniffers captura apenas os pacotes de seu domínio de colisão (bons para redes que usam HUBs). Sniffers mais sofisticados conseguem capturar os dados de máquinas conectadas a switches (cada porta é um domínio de colisão). Alguns switches permitem a utilização de mirror de porta. 4 domínios de colisão

21 Principais sniffers Tcpdump - A versão para o windows chama-se Windump. Kismet - Wireshark - monitora o tráfego de pacotes na rede ferramenta útil no diagnóstico de problemas suporta atualmente mais de 750 protocolos restrito ao domínio de colisão disponibiliza os resultados através de uma interface gráfica suporta a aplicação de filtros de captura e/ou display pode analisar arquivos gerados por outros capturadores de pacotes

22 A interface do Wireshark

23 Sistemas de detecção de intrusos: IDS Host intrusion detection system Network intrusion detection system

24 Principais IDSs Fragroute/Fragrouter Licença BSD OSSEC - SNORT - Quem paga tem acesso às novas regras 5 dias antes da comunidade.

25 Snort registra em logs as anomalias encontradas no sistema detecta uma variedade de ataques como: buffer overflows, scanners furtivos, ataques de CGI varreduras de nmap e outros Complementos: > swatch Monitorador de logs. Pode ser programado para tomar certas providências quando certa ocorrência é encontrada em determinada log. > ACID Analysis Console for Incident Databases. Útil para administrar o snort por interface gráfica.

26 ACID: a interface do Snort

27 Analisadores de vulnerabilidades de web servers Analisam servidores de páginas http e apontam as vulnerabilidades encontradas. Fazem mais de 3000 testes. São, na verdade, scanners especializados em descobrir falhas de segurança em servidores web. Geralmente utilizam os protocolos http e https e podem fazer scanners furtivos (para evitar a detecção por IDSs). WebScarab Paros proxy Nikto c

28 A interface do Nikto

29 Detectores de rootkits Verificam se há rootkits * instalados no servidor. chkrootkit - RKHunter AIDE * Rootkits é um conjunto de programas (kit) que tem como objetivo conseguir obter o acesso como superusuário (root) ao sistema.

30 O funcionamento do AIDE Procedimentos iniciais: => selecionar os diretórios que deverão ser protegidos => definir as regras de proteção => fotografar os diretórios que serão protegidos => gerar um hash dos arquivos básicos do Aide: conf, db, binário e setor de boot

31 Exemplos de assinaturas do AIDE =>#aide-gera-md5-para-arquivar.sh MD5 sum of /etc/aide.conf..: d68a8e95274ff866d2deb6980efea96d MD5 sum of /usr/bin/aide...: d4317d10928c9a0b71f2e052c320d5a8 MD5 sum of /var/aide/aide.db: bb74b2bad00af6d77219abf041d3c4b3 MD5 sum of boot sector...: bf619eac0cdf3f68d496ea e8b MD5 sum previous sums...: 5305aafe07abeb55da362460a3ed3997 Hash MD5 de 256 bits

32 Verificando a integridade #aide C AIDE, version 0.10 Verificação ok :) ### All files match AIDE database. Looks okay! Verificação #aide -C AIDE found differences between database and filesystem!! não ok :( Start timestamp: :07:42 Summary: Total number of files=9418,added files=0,removed files=0,changed files=2 Changed files: changed:/etc/adjtime changed:/etc/bwov019.tgz Detailed information about changes: File: /etc/adjtime Mtime: old = :23:45, new = :10:19 Ctime: old = :23:45, new = :10:19 MD5: old = ajzart+pdakkrp3fdr9ivg==, new = s1xusitvawyautfm50cfia== File: /etc/bwov019.tgz Mtime: old = :47:26, new = :49:51 Ctime: old = :47:26, new = :49:51 MD5: old = g4/h2gjhhpoabvzjcvvs+a==, new = lv5adkztxr2dpejau/ztja==

33 Monitores do tráfego da rede => mostram quais os protocolos que trafegam na rede; => mostram a porcentagem de tráfego de protocolo; cada => possibilitam a análise de um único endereço ou a análise de toda uma sub-rede; => geram relatórios/gráficos; => podem utilizar dados capturados por sniffers;

34 Os melhores monitores para o tráfego da rede. Ngrep EtherApe c Ntop c

35 Análise visual fornecida pelo etherape dominio dominio dominio dominio dominio

36 Exemplo de relatório fornecido pelo ntop Maquina 001 Maquina 002 Maquina 003 Maquina 004 Maquina 005 Maquina 006 Maquina 007 Maquina 008 Maquina 009 Maquina 010 Maquina 011 Maquina 012 Maquina 013 Maquina 014 Maquina 015 Maquina 016

37 Exemplo de relatório fornecido pelo ntop

38 Conclusões Não existe nenhuma ferramenta completa (ou definitiva) relacionada à Segurança das redes de Computadores. A Segurança dos dados de uma Empresa é uma questão cultural, ou seja, envolve todos os funcionários. Um Administrador experiente e que conheça o negócio da Empresa é uma figura essencial no processo de segurança.

39 Referências csrc.nist.gov/tools/tools.htm s-t-d.org/tools.html

40 Dúvidas? Esta apresentação estará disponível em: Obrigado!!!

Mecanismos para Controles de Segurança

Mecanismos para Controles de Segurança Centro Universitário de Mineiros - UNIFIMES Sistemas de Informação Segurança e Auditoria de Sistemas de Informação Mecanismos para Controles de Segurança Mineiros-Go, 12 de setembro de 2012. Profª. Esp.

Leia mais

Sistemas de Detecção de Intrusão

Sistemas de Detecção de Intrusão Sistemas de Detecção de Intrusão Características Funciona como um alarme. Detecção com base em algum tipo de conhecimento: Assinaturas de ataques. Aprendizado de uma rede neural. Detecção com base em comportamento

Leia mais

Marta Vuelma Alfasys Tecnologia. Hardening Linux Servers

Marta Vuelma Alfasys Tecnologia. Hardening Linux Servers Marta Vuelma Alfasys Tecnologia Hardening Linux Servers Agenda Apresentando fatos Obstáculos para a segurança O que é hardening Técnicas de hardening Perguntas Alguns fatos sobre segurança Os principais

Leia mais

Nova Prestech.net. Gerenciamento de Segurança da Informação com Software Livre. Consultoria e Soluções em Informática. http://www.prestech.com.

Nova Prestech.net. Gerenciamento de Segurança da Informação com Software Livre. Consultoria e Soluções em Informática. http://www.prestech.com. Consultoria e Soluções em Informática Gerenciamento de Segurança da Informação com Software Livre http://www.prestech.com.br Victor Batista da Silva Santos victor@prestech.com.br +55 21 8762-6977 +55 21

Leia mais

Disciplina: Administração de Redes de Computadores.

Disciplina: Administração de Redes de Computadores. Disciplina: Administração de Redes de Computadores. Abordagem: Segurança Prof. Leandro Meireles 2011.2 Sistema Seguro Confidencialidade Integridade Disponibilidade Porque se preocupar com a segurança?

Leia mais

(In)segurança Utilizando Software Livre. Maycon Maia Vitali mayconmaia@yahoo.com.br

(In)segurança Utilizando Software Livre. Maycon Maia Vitali mayconmaia@yahoo.com.br (In)segurança Utilizando Software Livre Maycon Maia Vitali mayconmaia@yahoo.com.br Agenda Introdução Quem sou eu? Porque aprender sobre (in)segurança? Ferramentas nmap Scanner de rede iptables Firewall

Leia mais

O projeto Metasploit é um framework que foi criado em 2003 por HD Moore e é uma plataforma que permite a verificação do estado da segurança dos

O projeto Metasploit é um framework que foi criado em 2003 por HD Moore e é uma plataforma que permite a verificação do estado da segurança dos O projeto Metasploit é um framework que foi criado em 2003 por HD Moore e é uma plataforma que permite a verificação do estado da segurança dos computadores existentes numa determinada rede, permitindo

Leia mais

Políticas de Segurança de Sistemas

Políticas de Segurança de Sistemas Políticas de Segurança de Sistemas Profs. Hederson Velasco Ramos Henrique Jesus Quintino de Oliveira Estudo de Boletins de Segurança O que é um boletim de segurança? São notificações emitidas pelos fabricantes

Leia mais

(In)Segurança Virtual. Técnicas de Ataque e Defesa

(In)Segurança Virtual. Técnicas de Ataque e Defesa (In)Segurança Virtual Técnicas de Ataque e Defesa Expotec 2009 IFRN- Campus Mossoró Nícholas André - nicholasandreoliveira9@gmail.com www.iotecnologia.com.br Mossoró-RN Setembro-2009 O que é preciso! Engenharia

Leia mais

Planejando uma política de segurança da informação

Planejando uma política de segurança da informação Planejando uma política de segurança da informação Para que se possa planejar uma política de segurança da informação em uma empresa é necessário levantar os Riscos, as Ameaças e as Vulnerabilidades de

Leia mais

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Í n d i c e Considerações Iniciais...2 Rede TCP/IP...3 Produtos para conectividade...5 Diagnosticando problemas na Rede...8 Firewall...10 Proxy...12

Leia mais

Redes de computadores

Redes de computadores Redes de computadores Atividade realizada: Identificar serviços de portas aberta tanto na rede cabeada quanto wi-fi: Ferramenta utilizada para identificar serviços e portas abertas na rede foi o Nmap:

Leia mais

Curso Pentest Profissional

Curso Pentest Profissional Ementa Oficial do Curso Pentest Profissional Capítulo 01 Introdução Mercado de Segurança da Informação (Pentest) Preparação Entender o cliente Definir o escopo e limitações Janela de testes Contato Responsabilidades

Leia mais

Descrição da atividade: elaborar um relatório sobre Prova de Conceito de ataque Man in the Middle (MITM) através do transbordamento da tabela MAC.

Descrição da atividade: elaborar um relatório sobre Prova de Conceito de ataque Man in the Middle (MITM) através do transbordamento da tabela MAC. Tecnologia de Redes - Marissol Descrição da atividade: elaborar um relatório sobre Prova de Conceito de ataque Man in the Middle (MITM) através do transbordamento da tabela MAC. Definições e Conceitos

Leia mais

Administração de Redes Redes e Sub-redes

Administração de Redes Redes e Sub-redes 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS SÃO JOSÉ SANTA CATARINA Administração de Redes Redes e Sub-redes Prof.

Leia mais

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU

Auditoria e Segurança da Informação GSI536. Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Auditoria e Segurança da Informação GSI536 Prof. Rodrigo Sanches Miani FACOM/UFU Tópicos Motivação; Características; Histórico; Tipos de detecção de intrusão; Detecção de intrusão baseada na rede; Detecção

Leia mais

Introdução Modelo OSI Sistemas de firewall Bridge x roteamento Atuação de um IPS Funcionamento do Hogwash Instalação do Hogwash Configuração do

Introdução Modelo OSI Sistemas de firewall Bridge x roteamento Atuação de um IPS Funcionamento do Hogwash Instalação do Hogwash Configuração do São Paulo, 03 de novembro de 2005 Introdução Modelo OSI Sistemas de firewall Bridge x roteamento Atuação de um IPS Funcionamento do Hogwash Instalação do Hogwash Configuração do Hogwash Regras do Hogwash

Leia mais

O Nmap - Network Mapper é uma ferramenta de código aberto para exploração de rede e auditoria de segurança.

O Nmap - Network Mapper é uma ferramenta de código aberto para exploração de rede e auditoria de segurança. O Nmap - Network Mapper é uma ferramenta de código aberto para exploração de rede e auditoria de segurança. Ela foi desenvolvida para escanear rapidamente redes amplas, embora também funcione muito bem

Leia mais

Gerência de Redes Segurança

Gerência de Redes Segurança Gerência de Redes Segurança Cássio D. B. Pinheiro cdbpinheiro@ufpa.br cassio.orgfree.com Objetivos Apresentar o conceito e a importância da Política de Segurança no ambiente informatizado, apresentando

Leia mais

Segurança Básica. Grupo de Comunicações por Computador. 27 de Maio de 2004. Departamento de Informática Universidade do Minho

Segurança Básica. Grupo de Comunicações por Computador. 27 de Maio de 2004. Departamento de Informática Universidade do Minho Departamento de Informática Universidade do Minho 27 de Maio de 2004 (Conteúdo) 1 Vulnerabilidade Ataques 2 Firewalls 3 Sistemas de Vulnerabilidade Ataques sobre os sistemas informáticos Figura: Crescimento

Leia mais

Ferramentas de varredura de segurança para GNU/Linux

Ferramentas de varredura de segurança para GNU/Linux Ferramentas de varredura de segurança para GNU/Linux José Ricardo Simões Rodrigues Dezembro de 2003. Resumo Este breve texto procura falar acerca da experiência do autor no uso de ferrametas de varredura

Leia mais

Capítulo 5 Métodos de Defesa

Capítulo 5 Métodos de Defesa Capítulo 5 Métodos de Defesa Ricardo Antunes Vieira 29/05/2012 Neste trabalho serão apresentadas técnicas que podem proporcionar uma maior segurança em redes Wi-Fi. O concentrador se trata de um ponto

Leia mais

Segurança em Redes e Sistemas. Segurança da Informação

Segurança em Redes e Sistemas. Segurança da Informação Segurança em Redes e Sistemas Segurança da Informação Rafael Roque rra@cin.ufpe.br Eduardo Feitosa elf@cin.ufpe.br Djamel Sadok jamel@cin.ufpe.br Agenda Conceitos Gerenciamento e Avaliação de Riscos Políticas

Leia mais

Ementa Completa. Introdução

Ementa Completa. Introdução Ementa Completa Introdução Mercado de Segurança da Informação (Pentest) Preparação Entender o cliente Definir o escopo e limitações Janela de testes Contato Responsabilidades Autorização Non-Disclosure

Leia mais

Técnicas e ferramentas de ataque. Natiel Cazarotto Chiavegatti

Técnicas e ferramentas de ataque. Natiel Cazarotto Chiavegatti Técnicas e ferramentas de ataque Natiel Cazarotto Chiavegatti Preparação do ambiente Em relação a taques a redes sem fio deve-se ser levado em conta alguns aspectos, sendo que por sua vez devem se analisadas

Leia mais

FAE São José dos Pinhais

FAE São José dos Pinhais FAE São José dos Pinhais Detecção de Intrusos PR.GOV.BR Hermano Pereira Agenda Segurança na Rede PR.GOV.BR Sistemas de Detecção de Intrusão Segurança da Informação e Gerência de Eventos Soluções da Equipe

Leia mais

CISSP - MCSE CNE CCSE/I CCQE CCAE

CISSP - MCSE CNE CCSE/I CCQE CCAE HITECH Hacker Toys Anderson Ramos IT Security Consultant aramos@hitech.com.br CISSP - MCSE CNE CCSE/I CCQE CCAE Introdução Serão abordadas durante a palestra os ataques mais comuns e algumas ferramentas

Leia mais

Proposta de Implementação de uma Honeypot para Detecção de Vulnerabilidades

Proposta de Implementação de uma Honeypot para Detecção de Vulnerabilidades Proposta de Implementação de uma Honeypot para Detecção de Vulnerabilidades Marco A. Trentin 1, Gustavo S. Linden 2, Alcides A. S. Coelho Júnior 3, André L. Fávero 3 Universidade de Passo Fundo - Campus

Leia mais

Mestrado em Segurança da Informação e Direito no Ciberespaço

Mestrado em Segurança da Informação e Direito no Ciberespaço Mestrado em Segurança da Informação e Direito no Ciberespaço Segurança da informação nas organizações Analise da Informação na Rede Fernando Jorge Ribeiro Correia 1 Analise de tráfego 1.1 Objectivos Conhecer

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação Professor: Cleber Schroeder Fonseca cleberfonseca@charqueadas.ifsul.edu.br 8 1 SEGURANÇA EM REDES DE COMPUTADORES 2 Segurança em redes de computadores Consiste na provisão de políticas

Leia mais

Infra-Estrutura de Redes de Computadores

Infra-Estrutura de Redes de Computadores Infra-Estrutura de Redes de Computadores Atividade realizada: Identificar endereços ethernet das estações de trabalho e servidores. Método de uso: O Nmap ( Network Mapper ) uma ferramenta de código aberto

Leia mais

Parte II: Cenários de ataque e principais ferramentas de segurança

Parte II: Cenários de ataque e principais ferramentas de segurança Segurança em Ambiente Linux Uma visão geral das tecnologias, ferramentas e abordagens utilizadas na área de segurança do Sistema Operacional Linux Parte II: Cenários de ataque e principais ferramentas

Leia mais

METODOLOGIA HACKING E INVASÃO DA WEB AULA 09 Segurança de Sistemas Gil Eduardo de Andrade

METODOLOGIA HACKING E INVASÃO DA WEB AULA 09 Segurança de Sistemas Gil Eduardo de Andrade METODOLOGIA HACKING E INVASÃO DA WEB AULA 09 Segurança de Sistemas Gil Eduardo de Andrade O conteúdo deste documento é baseado nos livros Hack Notes Segurança na Web Mike Shema e Dossiê Hacker Wilson José

Leia mais

Algumas das características listada nela:

Algumas das características listada nela: Fazendo varredura e levantando vulnerabilidades com Nikto 5 DE NOVEMBRO DE 2015 O Nikto é uma ferramenta em Perl desenvolvida por Chris Solo e David Lodge, a qual foi escrita para validação de vulnerabilidade

Leia mais

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma 6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma empresa. Diferente do senso comum o planejamento não se limita

Leia mais

Uma poderosa ferramenta de monitoramento. Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP

Uma poderosa ferramenta de monitoramento. Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP Uma poderosa ferramenta de monitoramento Madson Santos - madson@pop-pi.rnp.br Técnico de Operação e Manutenção do PoP-PI/RNP Abril de 2008 O que é? Características Requisitos Componentes Visual O que é?

Leia mais

Segurança de Redes. Funcionamento de um ataque. Varreduras Analisadores de vulnerabilidades. Levantamento de informações.

Segurança de Redes. Funcionamento de um ataque. Varreduras Analisadores de vulnerabilidades. Levantamento de informações. Segurança de Redes Varreduras Analisadores de vulnerabilidades Prof. Rodrigo Rocha Prof.rodrigorocha@yahoo.com Funcionamento de um ataque Levantamento de informações footprint fingerprint varreduras Explorações

Leia mais

O que temos pra hoje?

O que temos pra hoje? O que temos pra hoje? Temas de Hoje: Firewall Conceito Firewall de Software Firewall de Softwares Pagos Firewall de Softwares Grátis Firewall de Hardware Sistemas para Appliances Grátis UTM: Conceito Mão

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação INF-108 Segurança da Informação Firewalls Prof. João Henrique Kleinschmidt Middleboxes RFC 3234: Middleboxes: Taxonomy and Issues Middlebox Dispositivo (box) intermediário que está no meio do caminho dos

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Capítulo 7: IDS e Honeypots Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução IDS = Intrusion Detection Systems (Sistema de Detecção de Invasão) O IDS funciona sobre

Leia mais

Sniffers de Rede e Kismet

Sniffers de Rede e Kismet Sniffers de Rede e Kismet Prof. Rafael Guimarães Redes sem Fio Aula 12 Aula 12 Rafael Guimarães 1 / 21 Sumário Sumário 1 Motivação e Objetivos 2 Wireshark 3 Kismet Aula 12 Rafael Guimarães 2 / 21 Motivação

Leia mais

AVDS Vulnerability Management System

AVDS Vulnerability Management System DATA: Agosto, 2012 AVDS Vulnerability Management System White Paper Brazil Introdução Beyond Security tem o prazer de apresentar a nossa solução para Gestão Automática de Vulnerabilidade na núvem. Como

Leia mais

Segurança da Informação Segurança de Redes Segurança de Sistemas Segurança de Aplicações

Segurança da Informação Segurança de Redes Segurança de Sistemas Segurança de Aplicações Segurança da Informação Segurança de Redes Segurança de Sistemas Segurança de Aplicações Símbolos Símbolos: S 1, S 2,..., S n Um símbolo é um sinal (algo que tem um caráter indicador) que tem uma determinada

Leia mais

DickRips Informatica e Atualidade

DickRips Informatica e Atualidade DickRips Informatica e Atualidade Pagina dedicada ao Linux, Tecnologias e diversidades Início Curriculum Sobre Mim Categorias Carreira Jogos Linux Pessoal Programação Redes Segurança Servidores Tecnico

Leia mais

Hardening de Servidores O que é Mitm? Hardening

Hardening de Servidores O que é Mitm? Hardening Hardening de Servidores O que é Mitm? O man-in-the-middle (pt: Homem no meio, em referência ao atacante que intercepta os dados) é uma forma de ataque em que os dados trocados entre duas partes, por exemplo

Leia mais

DISCIPLINA: Criminalística e virtualização aplicada à computação forense.

DISCIPLINA: Criminalística e virtualização aplicada à computação forense. Conteúdo Programático por disciplina: Essa informação é preliminar e visa a interação inicial do aluno com o curso, após a opção o aluno recebe o cronograma completo, incluindo a metodologia e demais informações

Leia mais

Congresso de Tecnologia FATEC-SP / 2005

Congresso de Tecnologia FATEC-SP / 2005 Congresso de Tecnologia FATEC-SP / 2005 GNU/LINUX Validação de Pacotes e mídias, um caso de SEGURANÇA Pedro Moura AS2MWPC OBJETIVO: Alertar usuários de ambientes GNU/LINUX a respeito da importância de

Leia mais

Objetivos deste capítulo

Objetivos deste capítulo 1 Objetivos deste capítulo Identificar a finalidade de uma política de segurança. Identificar os componentes de uma política de segurança de rede. Identificar como implementar uma política de segurança

Leia mais

Implementando um sistema IDS Nível Básico v 1.0 IDS. http://pplware.sapo.pt/wp-content/uploads/2009/09/snort1.jpg. Nível Básico

Implementando um sistema IDS Nível Básico v 1.0 IDS. http://pplware.sapo.pt/wp-content/uploads/2009/09/snort1.jpg. Nível Básico IDS http://pplware.sapo.pt/wp-content/uploads/2009/09/snort1.jpg Nível Básico Índice Índice 2 Apresentação 3 O que é um IDS 4 Entendendo melhor o funcionamento de um IDS 4 Características de um IDS 5 Vantagens

Leia mais

Analisar e demonstrar a aplicação da ferramenta Metasploit. Vmware Player, Putty, Backtrack, Windows Server 2003, CentOS e Metasploit.

Analisar e demonstrar a aplicação da ferramenta Metasploit. Vmware Player, Putty, Backtrack, Windows Server 2003, CentOS e Metasploit. Unidade Curricular Segurança em Redes Prof. Eduardo Maroñas Monks Aluno Gérson Porciúncula Siqueira Roteiro de Laboratório Ferramentas de Segurança - Metasploit Objetivo: Analisar e demonstrar a aplicação

Leia mais

Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes

Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes SOBRE A AUTORA Estudante de graduação do curso de Bacharelado em Informática Biomédica da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Atualmente participa do grupo

Leia mais

Ataques e Intrusões. Invasões Trashing e Engenharia Social. Classificação de Hackers

Ataques e Intrusões. Invasões Trashing e Engenharia Social. Classificação de Hackers Ataques e Intrusões Professor André Cardia andre@andrecardia.pro.br msn: andre.cardia@gmail.com Ataques e Intrusões O termo genérico para quem realiza um ataque é Hacker. Essa generalização, tem, porém,

Leia mais

Conceitos de Criptografia e o protocolo SSL

Conceitos de Criptografia e o protocolo SSL Conceitos de Criptografia e o protocolo SSL TchêLinux Ulbra Gravataí http://tchelinux.org/gravatai Elgio Schlemer Ulbra Gravatai http://gravatai.ulbra.tche.br/~elgio 31 de Maio de 2008 Introdução Início

Leia mais

Análise e Concepção de Servidores Linux Seguros

Análise e Concepção de Servidores Linux Seguros Vitor Manuel Brandão Moreira da Silva Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto Tese submetida no âmbito do Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Major de Telecomunicações

Leia mais

Segurança no Linux. Guilherme Pontes. Pós-graduação em Segurança de Redes com Linux. lgapontes@gmail.com www.guilhermepontes.eti.

Segurança no Linux. Guilherme Pontes. Pós-graduação em Segurança de Redes com Linux. lgapontes@gmail.com www.guilhermepontes.eti. Segurança no Linux Guilherme Pontes lgapontes@gmail.com www.guilhermepontes.eti.br Pós-graduação em Segurança de Redes com Linux Rede Local As redes de computadores nem sempre tiveram dimensão mundial.

Leia mais

Ricardo Lino Olonca. Novatec

Ricardo Lino Olonca. Novatec Ricardo Lino Olonca Novatec Copyright 2015 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta obra, mesmo parcial, por qualquer

Leia mais

Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes

Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes Sobre os autores Marjorie Roberta dos Santos Rosa Estudante de graduação do curso de Bacharelado em Informática Biomédica da Universidade Federal do Paraná

Leia mais

Nesse artigo abordaremos os principais aspectos de instalação e uso do NTOP no Fedora Core 4.

Nesse artigo abordaremos os principais aspectos de instalação e uso do NTOP no Fedora Core 4. Diego M. Rodrigues (diego@drsolutions.com.br) O NTOP é um programa muito simples de ser instalado e não requer quase nenhuma configuração. Ele é capaz de gerar excelentes gráficos de monitoramento das

Leia mais

TRABALHO INTRUSÃO DE REDES

TRABALHO INTRUSÃO DE REDES TRABALHO INTRUSÃO DE REDES Software Metasploit Framework O que é > Metasploit Framework é uma avançada plataforma Open Source, concebida especificamente com o objetivo de reforçar e acelerar o desenvolvimento,

Leia mais

Segurança na Rede Local Redes de Computadores

Segurança na Rede Local Redes de Computadores Ciência da Computação Segurança na Rede Local Redes de Computadores Disciplina de Desenvolvimento de Sotware para Web Professor: Danilo Vido Leonardo Siqueira 20130474 São Paulo 2011 Sumário 1.Introdução...3

Leia mais

Capítulo 2: Introdução às redes comutadas (configuração switch)

Capítulo 2: Introdução às redes comutadas (configuração switch) Unisul Sistemas de Informação Redes de Computadores Capítulo 2: Introdução às redes comutadas (configuração switch) Roteamento e Switching Academia Local Cisco UNISUL Instrutora Ana Lúcia Rodrigues Wiggers

Leia mais

Cartilha de Segurança para Internet

Cartilha de Segurança para Internet Comitê Gestor da Internet no Brasil Cartilha de Segurança para Internet Parte VII: Incidentes de Segurança e Uso Abusivo da Rede Versão 3.1 2006 CERT.br Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes

Leia mais

FIREWALL. Prof. Fabio de Jesus Souza. fabiojsouza@gmail.com. Professor Fabio Souza

FIREWALL. Prof. Fabio de Jesus Souza. fabiojsouza@gmail.com. Professor Fabio Souza FIREWALL Prof. Fabio de Jesus Souza fabiojsouza@gmail.com Professor Fabio Souza O que são Firewalls? Os firewalls são sistemas de segurança que podem ser baseados em: um único elemento de hardware; um

Leia mais

Nmap Diferenças entre estados de porta (Parte 1)

Nmap Diferenças entre estados de porta (Parte 1) Autor: ryuuu Contato: ryuuu @hotmail.com Nmap Diferenças entre estados de porta (Parte 1) Embora o Nmap tenha crescido em funcionalidade ao longo dos anos, ele começou como um eficiente scanner de portas,

Leia mais

Exercícios da Parte II: Segurança da Informação Walter Cunha PSI

Exercícios da Parte II: Segurança da Informação Walter Cunha PSI Exercícios da Parte II: Segurança da Informação Walter Cunha PSI 1. (CESGRANRIO/Analista BNDES 2008) NÃO é uma boa prática de uma política de segurança: (a). difundir o cuidado com a segurança. (b). definir

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto

Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 Protocolo de rede... 3 Protocolo TCP/IP... 3 Máscara de sub-rede... 3 Hostname... 3

Leia mais

S.I.M - Uma aplicação para o Monitoramento Integrado de Redes de Computadores

S.I.M - Uma aplicação para o Monitoramento Integrado de Redes de Computadores S.I.M - Uma aplicação para o Monitoramento Integrado de Redes de Computadores Taciano Balardin de Oliveira 1, Henrique Sobroza Pedroso 2, Érico Marcelo Hoff do Amaral 1,2,3 1 Universidade Luterana do Brasil

Leia mais

IDENTIFICANDO VULNERABILIDADES DE SEGURANÇA COMPUTACIONAL

IDENTIFICANDO VULNERABILIDADES DE SEGURANÇA COMPUTACIONAL IDENTIFICANDO VULNERABILIDADES DE SEGURANÇA COMPUTACIONAL Raquel Fonseca da Silva¹, Julio César Pereira¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil raquel-fenix@hotmail.com, juliocesarp@unipar.br

Leia mais

BRUNO PEREIRA PONTES

BRUNO PEREIRA PONTES BRUNO PEREIRA PONTES Introdução O que é um Firewall? Um pouco de história Firewall nos dias atuais IPTables O FirewallBuilder Hands- On Conclusão Open Systems Interconnection. Possui 7 camadas, numeradas

Leia mais

Implementação de IDS Open Source 1

Implementação de IDS Open Source 1 Universidade Católica de Brasília Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Coordenação de Pós-Graduação em Lato Sensu em Informática Implementação de IDS Open Source 1 Laerte Peotta de Melo 2, Érico Mascarenhas

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Universidade Federal do Rio Grande do Norte Universidade Federal do Rio Grande do Norte Redes de Computadores - Camada de Aplicação Curso de Engenharia de Software Prof. Marcos Cesar Madruga/Thiago P. da Silva Material basedado em [Kurose&Ross 2009]

Leia mais

Segurança de Redes de Computadores

Segurança de Redes de Computadores Segurança de Redes de Computadores Aula 8 Segurança nas Camadas de Rede, Transporte e Aplicação Firewall (Filtro de Pacotes) Prof. Ricardo M. Marcacini ricardo.marcacini@ufms.br Curso: Sistemas de Informação

Leia mais

SNORT IDS para todos os níveis

SNORT IDS para todos os níveis SNORT IDS para todos os níveis Rodrigo Montoro aka Sp0oKeR Analista Segurança BRconnection EU Analista Segurança BRconnection Certificados RHCE (Redhat Certified Engineer) LPI Nível I SnortCP ( Snort Certified

Leia mais

A gestão e monitoria é feita via interfaceweb no estilo Dashboard com idioma em português e inglês. Um solução da VAMIZI, LDA.

A gestão e monitoria é feita via interfaceweb no estilo Dashboard com idioma em português e inglês. Um solução da VAMIZI, LDA. INTRODUÇÃO O Vamizi Firewall é uma plataforma baseada em Linux especializada na proteção e monitoria de rede que possui uma interface WEB de gestão, agregando diversos serviços em um pacote integrado de

Leia mais

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO ::

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: 1 de 5 Firewall-Proxy-V4 D O C U M E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L FIREWALL, PROXY, MSN :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: Se o foco do seu negócio não é tecnologia, instalar e manter por conta própria

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS (INPE)

INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS (INPE) INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS (INPE) Concurso Público - NÍVEL MÉDIO CARGO: Técnico da Carreira de Desenvolvimento Tecnológico Classe: Técnico 1 Padrão I (TM13) CADERNO DE PROVAS PROVA DISCURSIVA

Leia mais

Fundamentos de Administração de Sistemas

Fundamentos de Administração de Sistemas Fundamentos de Administração de Sistemas Este curso tem como objetivo ensinar aos alunos conceitos de administração de um sistema Linux. Isto inclui o gerenciamento de contas de usuários, automação de

Leia mais

Payment Card Industry (PCI)

Payment Card Industry (PCI) Payment Card Industry (PCI) Indústria de Cartões de Pagamento (PCI) Padrão de Segurança de Dados Procedimentos para o Scanning de Segurança Version 1.1 Portuguese Distribuição: Setembro de 2006 Índice

Leia mais

Firewall. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática

Firewall. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Firewall Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Firewall (definições) Por que do nome firewall? Antigamente, quando as casas

Leia mais

ll a w ire F e ota Filho ai. 2014 s d a m as, SP, 06 m pin Cam iste S João Eriberto M Eriberto mai. 14

ll a w ire F e ota Filho ai. 2014 s d a m as, SP, 06 m pin Cam iste S João Eriberto M Eriberto mai. 14 Sistemas de Firewall Campinas, SP, 06 mai. 2014 João Eriberto Mota Filho 1. Introdução 2. Conceitos > O modelo OSI > Roteamento de rede x bridges > Sistemas de firewall > Criptografia x firewalls 3. Conclusão

Leia mais

Kelvin Lopes Dias Diego dos Passos Silva (kld/dps4@cin.ufpe.br)

Kelvin Lopes Dias Diego dos Passos Silva (kld/dps4@cin.ufpe.br) Kelvin Lopes Dias Diego dos Passos Silva (kld/dps4@cin.ufpe.br) Uma ferramenta de gerenciamento é qualquer utilitário que possa auxiliar no trabalho de gerenciamento da rede; Podem ser comandos simples

Leia mais

Para a prova de conceito utilizamos o kit de ferramentas do Backtrack 5 r3 (SET + ETTERCAP). Demostraremos a seguir o processo utilizado.

Para a prova de conceito utilizamos o kit de ferramentas do Backtrack 5 r3 (SET + ETTERCAP). Demostraremos a seguir o processo utilizado. PROVA DE CONCEITO Para a prova de conceito utilizamos o kit de ferramentas do Backtrack 5 r3 (SET + ETTERCAP). Demostraremos a seguir o processo utilizado. 1) No Backtrack, executaremos a ferramenta SET.

Leia mais

Segurança da Internet no Brasil e Atuação do CERT.br

Segurança da Internet no Brasil e Atuação do CERT.br Segurança da Internet no Brasil e Atuação do CERT.br Aritana Pinheiro Falconi falconi@cert.br Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil Núcleo de Informação e Coordenação

Leia mais

Desenvolvendo MetasploitScanHTTP.pl para falhas HTTPS vulneráveis ao Metasploit. Inj3cti0n P4ck3t

Desenvolvendo MetasploitScanHTTP.pl para falhas HTTPS vulneráveis ao Metasploit. Inj3cti0n P4ck3t Desenvolvendo MetasploitScanHTTP.pl para falhas HTTPS vulneráveis ao Metasploit Inj3cti0n P4ck3t São Paulo 2010 Nome: Fernando Henrique Mengali de Souza Contato: fer_henrick@hotmail.com Linguagem de Programação:

Leia mais

PENTEST Técnicas de invasão e defesa. Cleber Souza Brandao clebeer@gmail.com

PENTEST Técnicas de invasão e defesa. Cleber Souza Brandao clebeer@gmail.com PENTEST Técnicas de invasão e defesa Cleber Souza Brandao clebeer@gmail.com Cleber Brandão cbrandao@brc.com.br About me Utilizo linux há 7 anos Aulas de linux Faculdades Radial Formado Gerenciamento de

Leia mais

Segurança de Redes. Firewall. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br

Segurança de Redes. Firewall. Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Segurança de Redes Firewall Filipe Raulino filipe.raulino@ifrn.edu.br Introdução! O firewall é uma combinação de hardware e software que isola a rede local de uma organização da internet; Com ele é possível

Leia mais

Criando scanner para FreeSSHd vulnerável ao exploit do Metasploit Inj3cti0n P4ck3t. Inj3cti0n P4ck3t

Criando scanner para FreeSSHd vulnerável ao exploit do Metasploit Inj3cti0n P4ck3t. Inj3cti0n P4ck3t Criando scanner para FreeSSHd vulnerável ao exploit do Metasploit Inj3cti0n P4ck3t. Inj3cti0n P4ck3t São Paulo 2010 Nome: Fernando Henrique Mengali de Souza Contato: fer_henrick@hotmail.com Linguagem de

Leia mais

Hardening de Servidores

Hardening de Servidores Hardening de Servidores O que é Mitm? O man-in-the-middle (pt: Homem no meio, em referência ao atacante que intercepta os dados) é uma forma de ataque em que os dados trocados entre duas partes, por exemplo

Leia mais

TESTE DE PENETRAÇÃO UTILIZANDO LINUX BACKTRACK ENEDINO PINTO DA SILVA FERNANDO HENRIQUE ALVES

TESTE DE PENETRAÇÃO UTILIZANDO LINUX BACKTRACK ENEDINO PINTO DA SILVA FERNANDO HENRIQUE ALVES CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA FACULDADE DE TECNOLOGIA DE LINS PROF. ANTONIO SEABRA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES ENEDINO PINTO DA SILVA FERNANDO HENRIQUE ALVES

Leia mais

PARA EMPRESAS COM MAIS DE 25 EQUIPAMENTOS

PARA EMPRESAS COM MAIS DE 25 EQUIPAMENTOS PARA EMPRESAS COM MAIS DE 25 EQUIPAMENTOS ESET Business Solutions 1/7 Vamos supor que você tenha iniciado uma empresa ou que já tenha uma empresa bem estabelecida, há certas coisas que deveria esperar

Leia mais

Segurança em Sistemas de Informação. Agenda. Conceitos Iniciais

Segurança em Sistemas de Informação. Agenda. Conceitos Iniciais Segurança em Sistemas de Informação Agenda 1. Conceitos Iniciais; 2. Terminologia; 3. Como funcionam; 4. : 1. Cache; 2. Proxy reverso; 5. Exemplos de Ferramentas; 6. Hands on; 7. Referências; 2 Conceitos

Leia mais

Para funcionamento do Netz, alguns programas devem ser instalados e alguns procedimentos devem ser seguidos. São eles:

Para funcionamento do Netz, alguns programas devem ser instalados e alguns procedimentos devem ser seguidos. São eles: Instalação do Netz Para funcionamento do Netz, alguns programas devem ser instalados e alguns procedimentos devem ser seguidos. São eles: Instalação do Java SE 6, que pode ser instalado através da JDK.

Leia mais

Bruno Anselmo Guilhen. Complemento MPU MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO. TÉCNICO DE INFORMÁTICA Conhecimentos Básicos e Específicos.

Bruno Anselmo Guilhen. Complemento MPU MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO. TÉCNICO DE INFORMÁTICA Conhecimentos Básicos e Específicos. Bruno Anselmo Guilhen Complemento MPU MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO TÉCNICO DE INFORMÁTICA Conhecimentos Básicos e Específicos Nível Médio 2010 Vestcon Editora Ltda. Todos os direitos autorais desta obra

Leia mais

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Manual do Nscontrol Principal Senha Admin Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Aqui, você poderá selecionar quais programas você quer que

Leia mais

Curso de Tecnologia em Redes de Computadores

Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Curso de Tecnologia em Redes de Computadores Disciplina: Auditoria e Análise de Segurança da Informação - 4º período Professor: José Maurício S. Pinheiro AULA 2: Segurança Física e Segurança Lógica Segurança

Leia mais

Gerenciamento de Redes

Gerenciamento de Redes Gerenciamento de Redes Licença de uso do material Esta apresentação está disponível sob a licença Creative Commons Atribuição Não a Obras Derivadas (by-nd) http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/legalcode

Leia mais

IDS - Implementando o SNORT Open Source

IDS - Implementando o SNORT Open Source Objetivos : apresentar ferramenta que auxilia na segurança das redes. Pré requisitos : Comandos Básicos Linux Comandos Básicos de Redes Linux Conhecimento do Padrão TCP/IP em especial protocolos : ICMP,

Leia mais

Componentes de um sistema de firewall - II. Segurança de redes

Componentes de um sistema de firewall - II. Segurança de redes Componentes de um sistema de firewall - II Segurança de redes O que são Bastion Hosts? Bastion host é o nome dado a um tipo especial de computador que tem funções críticas de segurança dentro da rede e

Leia mais