CORRESPONDENTES NO PAÍS Ouvidoria ANEPS para Certificação Profissional de Promotores de Correspondente Procedimentos Operacionais

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CORRESPONDENTES NO PAÍS Ouvidoria ANEPS para Certificação Profissional de Promotores de Correspondente Procedimentos Operacionais"

Transcrição

1 SUMÁRIO Histórico de Alterações Estrutura da Ouvidoria ANEPS Abertura do Processo Processo Disciplinar Comunicação aos Envolvidos... 5 Pág. 1

2 Histórico de Alterações Nº Revisão Data Sumário das Alterações Emissão inicial do documento Inserido termo Correspondentes no País no título do documento Alteração geral no documento alterando o termo Agente de Crédito para Agente de correspondente Alteração geral do documento alterando o processo de denúncia, estrutura da Ouvidoria, criação formal do Ouvidor e suas atribuições Mudança do termo Comissão de Ética para Comitê de Ética inclusão da disponibilidade dos dossiês dos processos por parte do relator para o Comitê de Ética atualização do Ouvidor - inclusão da citação ao FM.ANEPS.10 Formulário de Ouvidoria Alteração geral no documento alterando o termo Agente de correspondente para Promotor de Correspondente. Pág. 2

3 1. Estrutura da Ouvidoria ANEPS Responsável (Ouvidor): Antonio Mário Rinaldini Telefone: A Ouvidoria ANEPS é constituída conforme regras do Código de Ética e Conduta e da Certificação correspondente, documentos disponíveis no site Compete à Ouvidoria, dentro do escopo da Certificação correspondente: Recolher manifestações identificadas e nominadas a respeito da postura e conduta de promotores de correspondente que atuam no mercado de crédito; Recolher informações necessárias para a montagem do processo administrativo; Encaminhar as informações ao relator e ao Comitê de Ética ANEPS (conforme a instância); Comunicar denunciantes e denunciados sobre as decisões tomadas a respeito do processo; Representar a ANEPS, na figura do Ouvidor, junto ao Banco Central, órgãos de controle e demais partes interessadas (Promotores, Correspondentes, Instituições Financeiras, etc.); Reportar-se diretamente ao Comitê de Ética ANEPS, com autonomia para representar assuntos, independente de aprovação de pauta. 1.3 A instância superior à Ouvidoria (Ouvidor) é o Comitê de Ética ANEPS. 1.4 Alterações às disposições deste procedimento podem ser feitas e aprovadas pelo Comitê de Ética ANEPS, sempre que necessárias. 2. Abertura do Processo 2.1 A Ouvidoria da ANEPS estará aberta a qualquer manifestação fundamentada a respeito da conduta de Promotor de correspondente, que deve ser registrada oficialmente através do FM.ANEPS.10, disponível no site público da certificação. 2.2 Constitui infração disciplinar toda e qualquer conduta ativa ou passiva praticada por qualquer Promotor de correspondente Certificado ou em processo de Certificação, que viole os preceitos previstos no Código de Ética e Conduta (DC.ANEPS.05), sujeitando-se ao processo disciplinar previsto neste Código. Pág. 3

4 2.3 A postura da Ouvidoria, no caso de denúncias a respeito de Promotores de correspondente, será conduzida de forma específica, em função da situação de Certificação do Promotor de correspondente: Promotor de correspondente já Certificado: será aberto um processo interno de forma imediata; Promotor de correspondente em Processo de Certificação: será aberto processo interno, que aguardará seu encaminhamento em função do resultado do Exame de Certificação; Promotor de correspondente sem processo de Certificação Aberto: o processo interno somente será aberto após a inscrição do Candidato sendo porém, atribuição do Ouvidor manter contato com outros esquemas de Certificação similares no mercado para evitar atuação desregrada, desde que exista acordo previamente estabelecido com outras Certificadoras. 2.4 Caberá à Ouvidoria recolher as informações conforme modelo e encaminhar ao Comitê de Ética ANEPS para a designação do relator. 2.5 As seguintes informações mínimas serão levantadas pela Ouvidoria para abertura do processo: a) Parte que fez a representação (nome da empresa, nome do denunciante, telefone e do denunciante); b) Parte Denunciada (nome do Promotor de correspondente, nº do registro (em caso de promotor de correspondente já certificado), e outros dados que possibilitem sua identificação, tais como, RG, CPF, nome do correspondente para quem trabalha ou presta serviços, entre outras); c) Objeto da Denúncia (dados factuais e provas a respeito da denúncia e em que item do Código de Ética e Conduta poderia ser enquadrado); d) Outras Partes Envolvidas que poderiam elucidar o problema. 2.6 Caso a Ouvidoria constate que a denúncia não se enquadra no escopo de Promotores de correspondente, ou que não há evidências suficientes para abertura de processo disciplinar, enviará comunicado ao denunciante informando as razões para não enquadramento da denúncia. 2.7 Caso a Ouvidoria decida pela abertura do processo, encaminhará informação ao denunciado para que ele apresente sua defesa administrativa, e ao denunciante para ter ciência da abertura do processo. 2.8 Caso a Ouvidoria não consiga contato junto às partes envolvidas, o caso poderá ser julgado à revelia. Pág. 4

5 2.9 Em casos excepcionais o processo de denúncia anônima poderá ser acatado pela Ouvidoria, desde que esteja bem fundamentado para a apuração dos fatos. 3. Processo Disciplinar 3.1 Aberto o processo pela Ouvidoria, o caso será repassado para o relator designado pelo Comitê de Ética ANEPS, que dará andamento ao processo. 3.2 O relator poderá solicitar informações adicionais por meio da Ouvidoria, que deverá manter-se passiva nessa fase do processo disciplinar. 3.3 O parecer final do relator deverá ser registrado na Ouvidoria para comunicação aos envolvidos. 4. Comunicação aos Envolvidos 4.1 O parecer final do relator será levado ao conhecimento das partes envolvidas por meio de comunicado padrão da Ouvidoria. Este comunicado padrão prevê a oportunidade de apelação junto ao Comitê de Ética ANEPS. A Ouvidoria franqueará ao Comitê de Ética o acesso aos dossiês dos processos para eventual consulta. 4.2 Caso seja solicitada uma apelação à Comitê de Ética ANEPS, a Ouvidoria fará o trabalho de intermediação entre as solicitações do Comitê de Ética ANEPS e os envolvidos. 4.3 Caso o parecer final do relator ou do Comitê de Ética ANEPS implique mudança na situação da Certificação Profissional do Promotor de correspondente, caberá à Ouvidoria notificar a Gestão da Certificação Profissional para o acionamento dos procedimentos cabíveis. Pág. 5

CONSIDERANDO as diretrizes do Código de Obras do Município de Macaé/RJ aprovadas através da Lei nº 016/1999 e alterações;

CONSIDERANDO as diretrizes do Código de Obras do Município de Macaé/RJ aprovadas através da Lei nº 016/1999 e alterações; DECRETO Nº 139 /2013 Dispõe sobre os procedimentos a serem adotados pela Secretaria Municipal de Obras Públicas e Urbanismo (SEMOB) na condução de processos administrativos que tenham por objeto requerimento

Leia mais

MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SECRETARIA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR INSTRUÇÃO Nº 13, DE 11 DE MAIO DE 2006.

MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SECRETARIA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR INSTRUÇÃO Nº 13, DE 11 DE MAIO DE 2006. Edição nº 90, Seção 01, Página 56, de 12/maio/2006 Edição nº 90, Seção 01, Página 56, de 12/maio/2006 MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SECRETARIA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR INSTRUÇÃO Nº 13, DE 11 DE MAIO

Leia mais

CIRCULAR Nº 3.501. Dispõe sobre o funcionamento de componente organizacional de ouvidoria das administradoras de consórcio.

CIRCULAR Nº 3.501. Dispõe sobre o funcionamento de componente organizacional de ouvidoria das administradoras de consórcio. CIRCULAR Nº 3.501 Dispõe sobre o funcionamento de componente organizacional de ouvidoria das administradoras de consórcio. A Diretoria Colegiada do Banco Central do Brasil, em sessão realizada em 15 de

Leia mais

REGIMENTO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA ENVOLVENDO SERES HUMANOS. Capítulo I DA NATUREZA

REGIMENTO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA ENVOLVENDO SERES HUMANOS. Capítulo I DA NATUREZA REGIMENTO DO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA ENVOLVENDO SERES HUMANOS Capítulo I DA NATUREZA Art. 1 - O Comitê de Ética em Pesquisa Envolvendo Seres Humanos da Faculdade ASCES (CEP- ASCES) é uma instância

Leia mais

COMUNICADO 01 EDITAL SEBRAE/SC Nº 002/2016 CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INSTRUTORIA E CONSULTORIA

COMUNICADO 01 EDITAL SEBRAE/SC Nº 002/2016 CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INSTRUTORIA E CONSULTORIA COMUNICADO 01 EDITAL SEBRAE/SC Nº 002/2016 CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE INSTRUTORIA E CONSULTORIA PUBLICADO EM 02/05/2016 O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA - CIDADÃO 1. PORTAL DA SALA DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO

MANUAL DO SISTEMA - CIDADÃO 1. PORTAL DA SALA DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO 1. PORTAL DA SALA DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO O portal da Sala de Atendimento ao Cidadão está disponível no endereço: www.cidadao.mpf.mp.br. Nesse ambiente é possível registrar uma manifestação, consultar

Leia mais

Inscrição de Estudantes Irregulares

Inscrição de Estudantes Irregulares 1 Inscrição de Estudantes Irregulares Estudante em situação irregular Portaria Normativa MEC nº 40/2007. Portaria Normativa MEC Nº 6/2013. 1. O que é? Consideram-se irregulares junto ao ENADE todos os

Leia mais

Coordenação de Recursos Humanos

Coordenação de Recursos Humanos Coordenação de Recursos Humanos NORMA INTERNA DE MOVIMENTAÇÃO DE PESSOAL 2ª versão A Norma Interna de Movimentação de Pessoal da Associação Saúde da Família ASF estabelece critérios e procedimentos para

Leia mais

Processo seletivo ADRA/Prefeitura Municipal de Cariacica. Conforme oferta descrita no quadro a seguir:

Processo seletivo ADRA/Prefeitura Municipal de Cariacica. Conforme oferta descrita no quadro a seguir: Processo seletivo ADRA/Prefeitura Municipal de Cariacica Conforme oferta descrita no quadro a seguir: FUNÇÃO Assistente Social REQUISITOS Completo em Serviço Social; Experiência profissional desejável:

Leia mais

RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 153/2004

RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 153/2004 RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 153/2004 Aprova o Programa de Financiamento da Pesquisa Docente na UnC O Reitor da Universidade do Contestado, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 25 do Estatuto da Universidade

Leia mais

Sistema de Cadastro de Pessoa Jurídica

Sistema de Cadastro de Pessoa Jurídica Manual do Usuário Sistema de Cadastro de Pessoa Jurídica SISTCADPJ Cadastro de Pessoa Jurídica Template Versão 1.1 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 3. Cadastro da Pessoa Jurídica...

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, conforme anexo, o Regulamento da Ouvidoria da FAE Centro Universitário. Curitiba, 11 de dezembro de 2009.

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, conforme anexo, o Regulamento da Ouvidoria da FAE Centro Universitário. Curitiba, 11 de dezembro de 2009. RESOLUÇÃO CONSUN 05/2009 APROVA O REGULAMENTO DA OUVIDORIA DA. O Presidente do Conselho Universitário CONSUN, no uso das atribuições que lhe confere o art. 13, I, do Estatuto, e em cumprimento à deliberação

Leia mais

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA Secretaria de Administração e Recursos Humanos

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA Secretaria de Administração e Recursos Humanos EDITAL Nº 080 - SARH O SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas, apenas pela internet, as inscrições para Processo Seletivo Simplificado-Prova

Leia mais

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DO SISTEMA TERRESTRE

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DO SISTEMA TERRESTRE REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DO SISTEMA TERRESTRE TÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO Art. 1 - O Curso de Doutorado em Ciência do Sistema Terrestre do INPE tem como objetivo a formação de recursos

Leia mais

SUZANO PAPEL E CELULOSE. Regimento Interno do Comitê de Auditoria

SUZANO PAPEL E CELULOSE. Regimento Interno do Comitê de Auditoria SUZANO PAPEL E CELULOSE Regimento Interno do Comitê de Auditoria Este Regimento estabelece a composição, a forma de funcionamento e as competências do Comitê de Auditoria ( Comitê ) da Suzano Papel e Celulose

Leia mais

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA Secretaria de Administração e Recursos Humanos

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA Secretaria de Administração e Recursos Humanos EDITAL Nº 240-SARH A SECRETÁRIA DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas, apenas pela internet, as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho CADASTRAMENTO DE INSTITUIÇÃO DE ENSINO E CURSOS IT. 41 04 1 / 5 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para o cadastramento e recadastramento de Instituições de Ensino e Cursos, de nível Médio, Tecnológico,

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE CURSOS E ATIVIDADES DE EXTENSÃO DA USP

ORIENTAÇÕES SOBRE CURSOS E ATIVIDADES DE EXTENSÃO DA USP ORIENTAÇÕES SOBRE CURSOS E ATIVIDADES DE EXTENSÃO DA USP FORMAÇÃO PROFISSIONAL Prática Programa de Residência Profissionalizante Atualização Graduação Sim Não Sim Concluída Carga horária mínima Definida

Leia mais

VESTIBULAR CEFET-SC 2008/2. EXAME DE CLASSIFICAÇÃO e. Educação Profissional e Tecnológica, Pública e Gratuita!

VESTIBULAR CEFET-SC 2008/2. EXAME DE CLASSIFICAÇÃO e. Educação Profissional e Tecnológica, Pública e Gratuita! EXAME DE CLASSIFICAÇÃO e VESTIBULAR CEFET-SC 2008/2 Educação Profissional e Tecnológica, Pública e Gratuita! EDITAL Nº 08/COING/2008 PROCESSO SELETIVO 2008/2 CURSO DE ENSINO MÉDIO PARA JOVENS E ADULTOS

Leia mais

PROCESSO SELETIVO ENEM 2015.1 EDITAL Nº 02

PROCESSO SELETIVO ENEM 2015.1 EDITAL Nº 02 PROCESSO SELETIVO ENEM 2015.1 EDITAL Nº 02 SUMÁRIO 1. Da Validade... 4 2. Das Inscrições... 5 3. Do calendário... 5 4. Da Avaliação... 6 5. Da matrícula... 6 6. Do regime escolar e semestralidade... 7

Leia mais

VIA FÁCIL - BOMBEIROS

VIA FÁCIL - BOMBEIROS SECRETARIA DO ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO CORPO DE BOMBEIROS VIA FÁCIL - BOMBEIROS MANUAL DO USUÁRIO Versão V1.0 1 Índice A INTRODUÇÃO, 4 B USUÁRIO NÃO

Leia mais

CIRCULAR INFORMATIVA Nº 246

CIRCULAR INFORMATIVA Nº 246 CIRCULAR INFORMATIVA Nº 246 LEGISLAÇÃO NACIONAL 23-12-2015 CERTIFICADOS ELECTRÓNICOS PARA GRANDES UTILIZADORES (CDI) Exmos. Senhores Associados, Visando atender às necessidades das empresas suas associadas

Leia mais

Esta lista de perguntas e respostas esclarece dúvidas sobre procedimentos:

Esta lista de perguntas e respostas esclarece dúvidas sobre procedimentos: FAQ Sistema de Informação e Gestão da FAPES (SIGFAPES) Esta lista de perguntas e respostas esclarece dúvidas sobre procedimentos: 1. Como posso me cadastrar na plataforma SigFapes? Acessando o site do

Leia mais

COMITÊ DE BACIA DA REGIÃO HIDROGRÁFICA DA BAÍA DA ILHA GRANDE CBH-BIG INSTITUIDO PELO DECRETO Nº 43.226 DE 07 DE OUTUBRO DE 2011 EDITAL DE CONVOCAÇÃO

COMITÊ DE BACIA DA REGIÃO HIDROGRÁFICA DA BAÍA DA ILHA GRANDE CBH-BIG INSTITUIDO PELO DECRETO Nº 43.226 DE 07 DE OUTUBRO DE 2011 EDITAL DE CONVOCAÇÃO Processo Eleitoral para composição do Plenário do Comitê de Bacia da Região Hidrográfica da Baía da Ilha Grande Biênio 2014 2016 CBH BIG O Comitê de Bacia da Região Hidrográfica da Baía da Ilha Grande,

Leia mais

Política de Comunicação Corporativa

Política de Comunicação Corporativa Assistência de Comunicação Institucional Julho de 2012 Introdução Nesta Política de Comunicação estão apresentados os fundamentos da estratégia de comunicação da Celesc Holding e das suas subsidiárias

Leia mais

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA Secretaria de Administração e Recursos Humanos

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA Secretaria de Administração e Recursos Humanos EDITAL Nº 081-SARH O SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas, apenas pela internet, as inscrições para Processo Seletivo Simplificado-Prova

Leia mais

EDITAL DE CADASTRAMENTO 001/2012

EDITAL DE CADASTRAMENTO 001/2012 EDITAL DE CADASTRAMENTO 001/2012 O INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE IPERN, no uso de suas competências e, na qualidade de Unidade Gestora única do Regime Próprio

Leia mais

IAC 2306-0790 MINISTÉRIO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇAO CIVIL SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES SÍMBOLO DATA CATEGORIA DISTRIBUIÇÃO

IAC 2306-0790 MINISTÉRIO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇAO CIVIL SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES SÍMBOLO DATA CATEGORIA DISTRIBUIÇÃO IAC 2306-0790 MINISTÉRIO DA AERONÁUTICA DEPARTAMENTO DE AVIAÇAO CIVIL SUBDEPARTAMENTO DE OPERAÇÕES SÍMBOLO DATA CATEGORIA DISTRIBUIÇÃO IAC 2306-0790 EXPEDIÇÃO EFETIVAÇÃO 18.06.90 16.07.90 NOSER A-D-ET-EX-IN-

Leia mais

0. Histórico de Alterações:

0. Histórico de Alterações: 0. Histórico de Alterações: Data Revisão Item Descrição da Alteração Aprovação 1. Objetivo: Esse procedimento tem como objetivo informar ao CDARA quais são os alunos que estão interessados em participar

Leia mais

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA Secretaria de Administração e Recursos Humanos

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA Secretaria de Administração e Recursos Humanos EDITAL Nº 181-SARH O SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas, apenas pela internet, as inscrições para Processo Seletivo Simplificado-Prova

Leia mais

A T E N Ç Ã O 2 A ELEIÇÃO NÃO MAIS PODERÁ SER REALIZADA ATRAVÉS DE CHAPAS;

A T E N Ç Ã O 2 A ELEIÇÃO NÃO MAIS PODERÁ SER REALIZADA ATRAVÉS DE CHAPAS; A T E N Ç Ã O 1 OS DIRETORES CLÍNICO, TÉCNICO (RESPONSÁVEL TÉCNICO) E ADMINISTRATIVOS, ALÉM DOS MEMBROS DA COMISSÃO ELEITORAL, ESTÃO IMPEDIDOS DE SE CANDIDATAREM A COMISSÃO DE ÉTICA MÉDICA; 2 A ELEIÇÃO

Leia mais

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA Secretaria de Administração e Recursos Humanos

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA Secretaria de Administração e Recursos Humanos EDITAL Nº 058-SARH O SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas, apenas pela internet, as inscrições para Processo Seletivo Simplificado

Leia mais

CONTA DE EMAIL Apresentação

CONTA DE EMAIL Apresentação CONTA DE EMAIL Apresentação Através do serviço de e-mail (correio eletrônico) oferecido pela diretoria de gestão da tecnologia da informação (DGTI) do Instituto Federal da Bahia- IFBA é permitido que os

Leia mais

EDITAL Nº 001/2015 ACESSO POR TRANSFERÊNCIA CURSO DE MEDICINA ENTRADA 2015.2

EDITAL Nº 001/2015 ACESSO POR TRANSFERÊNCIA CURSO DE MEDICINA ENTRADA 2015.2 EDITAL Nº 001/2015 ACESSO POR TRANSFERÊNCIA CURSO DE MEDICINA ENTRADA 2015.2 A Faculdade Pernambucana de Saúde FPS, no uso de suas atribuições declara aberto processo seletivo para preenchimento de vagas

Leia mais

Edital Nº04/2008 Seleção de Tutores a Distância para os cursos de:

Edital Nº04/2008 Seleção de Tutores a Distância para os cursos de: Edital Nº04/2008 Seleção de Tutores a Distância para os cursos de: Gestão do Meio Ambiente: Educação, Direito e Análise Ambiental; Gestão Pública Municipal Integrada; Tecnologia de Informação e Comunicação

Leia mais

LEI Nº, DE DE 2003. Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº, DE DE 2003. Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: PROJETO DE LEI LEI Nº, DE DE 2003 Dispõe sobre o Plano Plurianual para o período 2004/2007. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º

Leia mais

Norma de Procedimento

Norma de Procedimento PREFEITURA DE VITÓRIA Controladoria Geral do Município Assessoria de Planejamento Organizacional Norma de Procedimento Código SCS-NP 01 Assunto: DIVULGAÇÃO DE CAMPANHAS INSTITUCIONAIS Versão: Data da elaboração:

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SERVIÇO VIRTUAL DE INFORMAÇÕES AO CIDADÃO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SERVIÇO VIRTUAL DE INFORMAÇÕES AO CIDADÃO TCE RS MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SERVIÇO VIRTUAL DE INFORMAÇÕES AO CIDADÃO 1 SOBRE A LEI DE ACESSO À INFORMAÇÃO E O SERVIÇO VIRTUAL DE INFORMAÇÕES AO CIDADÃO A Lei de Acesso à Informação, Lei Federal nº

Leia mais

EDITAL N 3/2015 SELEÇÃO DE ALUNO ESPECIAL 2015.2 PARA MESTRADO E DOUTORADO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

EDITAL N 3/2015 SELEÇÃO DE ALUNO ESPECIAL 2015.2 PARA MESTRADO E DOUTORADO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO EDITAL N 3/2015 SELEÇÃO DE ALUNO ESPECIAL 2015.2 PARA MESTRADO E DOUTORADO EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 1 INFORMAÇÕES PRELIMINARES 1.1. A Coordenação e a Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Ciência

Leia mais

Risco de Liquidez e Gerenciamento de Capital

Risco de Liquidez e Gerenciamento de Capital Risco de Liquidez e Gerenciamento de Capital Gerenciamento de Capital Política de Gerenciamento do Risco de Capital Plano de Capital: 2012-2015 Monitoramento mensal do nível de crise de capital As projeções

Leia mais

1) Qual a resolução que dispõe sobre a notificação da autuação e defesa da autuação?

1) Qual a resolução que dispõe sobre a notificação da autuação e defesa da autuação? Diante da veiculação e circulação de e-mails falsos, o DER/MG esclarece que não faz uso de correio eletrônico para notificar sobre a existência de multas. 1) Qual a resolução que dispõe sobre a notificação

Leia mais

Efetuar correção no formulário e retornar por email 4.2. Arquivar formulário com solicitação errada 4.10. Sim. Solicitação contém irregularidades?

Efetuar correção no formulário e retornar por email 4.2. Arquivar formulário com solicitação errada 4.10. Sim. Solicitação contém irregularidades? 1/6 nício Consultar o Material ou Serviço no SSA Solicitar inclusão, alteração ou inativação do item através do formulário por email 4.1 Efetuar correção no retornar por email 4.2 J Analisar solicitação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO EDITAL Nº 001/2014- PPGGP PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM GESTÃO PÚBLICA TURMA 2014 A Coordenação do torna público que estarão abertas as inscrições ao Processo Seletivo

Leia mais

TERMO DE USO DO SISTEMA DE GESTÃO DE PROCESSOS DISCIPLINARES

TERMO DE USO DO SISTEMA DE GESTÃO DE PROCESSOS DISCIPLINARES TERMO DE USO DO SISTEMA DE GESTÃO DE PROCESSOS DISCIPLINARES APRESENTAÇÃO O Sistema de Gestão de Processos Disciplinares (CGU-PAD) é um software desenvolvido e atualizado sob a coordenação da Controladoria-Geral

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO GESTÃO 2016/1

EDITAL PROCESSO SELETIVO GESTÃO 2016/1 EDITAL PROCESSO SELETIVO GESTÃO 2016/1 A torna pública, por meio deste edital, a abertura do processo seletivo destinado a recrutar e selecionar novos membros, dentre os alunos que atenderem aos prérequisitos

Leia mais

RESOLUÇÃO CFESS Nº 704, de 23 de março de 2015

RESOLUÇÃO CFESS Nº 704, de 23 de março de 2015 RESOLUÇÃO CFESS Nº 704, de 23 de março de 2015 EMENTA: Regulamenta a padronização do módulo cadastro do SISCAF (pessoa física) no âmbito do Conjunto CFESS-CRESS. O Presidente do Conselho Federal de Serviço

Leia mais

ATESTE DE NOTA NO SIASG

ATESTE DE NOTA NO SIASG Inserir o CPF, sem pontos ou traços A mesma senha da tela anterior Opcionalmente, poderá ser informado nesta linha de comando a sigla SS (SIASG). Sempre digitar enter após cada comando Sempre digitar enter

Leia mais

Norma para a criação da Comissão de Apoio Técnico à Tecnologia da Informação CATI

Norma para a criação da Comissão de Apoio Técnico à Tecnologia da Informação CATI Norma para a criação da Comissão de Apoio Técnico à Tecnologia da Informação CATI Justificativa A Norma Derivada nº 005/95, de 14 de dezembro de 1995 instituiu o Conselho de Usuários de Informática CI

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO. Instituição Criança Somos o Amanhã Nº 01/2016

EDITAL PROCESSO SELETIVO. Instituição Criança Somos o Amanhã Nº 01/2016 EDITAL PROCESSO SELETIVO Instituição Criança Somos o Amanhã Nº 01/2016 A Instituição Beneficente De Assistência A Criança: Criança Somos O Amanhã PROJETO SOL, com se na Av. Região Suste, nº 495, Barcelona,

Leia mais

Informe Técnico Agência das Bacias PCJ n 01/2015

Informe Técnico Agência das Bacias PCJ n 01/2015 Informe Técnico Agência das Bacias PCJ n 01/2015 Procedimentos e Requisitos Necessários para a Solicitação de inclusão no Mecanismo Diferenciado de Pagamento Abatimento do ValorDBO, referente a cobrança

Leia mais

Ministério da Saúde Secretária de Vigilância em Saúde Comitê de Ética em Pesquisa do Instituto Evandro Chagas. Regimento Interno

Ministério da Saúde Secretária de Vigilância em Saúde Comitê de Ética em Pesquisa do Instituto Evandro Chagas. Regimento Interno Ministério da Saúde Secretária de Vigilância em Saúde Comitê de Ética em Pesquisa do Instituto Evandro Chagas Regimento Interno Capítulo I Categoria e Finalidade Art. 1º. O Comitê de Ética em Pesquisa

Leia mais

AUDITORIA INTERNA Secretaria de Educação

AUDITORIA INTERNA Secretaria de Educação 1. Objetivo Esta norma estabelece o procedimento, requisitos básicos e a metodologia a ser obedecida para o planejamento, a execução e o registro de auditorias internas do Sistema de Gestão da Qualidade

Leia mais

Há um único número 0800 para resolução de problemas relativos a todos os negócios fornecidos pela instituição financeira?

Há um único número 0800 para resolução de problemas relativos a todos os negócios fornecidos pela instituição financeira? 1. SAC O SAC - Serviço de Apoio ao Consumidor -, conforme disciplinado no Decreto 6523/08, é o serviço prestado pelos fornecedores, pela via telefônica, para resolução de problemas na relação de consumo,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 39/2002 CSPP RESOLVE: Juiz de Fora, 29 de agosto de 2002. Prof. Dr. Murilo Gomes Oliveira Pró-Reitor de Pós-Graduação e Pesquisa

RESOLUÇÃO Nº. 39/2002 CSPP RESOLVE: Juiz de Fora, 29 de agosto de 2002. Prof. Dr. Murilo Gomes Oliveira Pró-Reitor de Pós-Graduação e Pesquisa CONSELHO SETORIAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA RESOLUÇÃO Nº. 39/2002 CSPP Ética para Trabalho Científico com Animais na Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF O Conselho Setorial de Pós-Graduação e

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN

PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DO PAPIC- EINSTEIN Nº 01/2015 A Comissão Científica do

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES PERGUNTAS FREQUENTESPERGUNTAS PERGUNTAS MAIS FREQUENTES PEPPPPPPPPPPPPRGPEPERGUNTAS FPERREQUENTESUNTAS FREQUENTES 1 O que é o FIES? O Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (FIES) é um

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS DA INCUBADORA DE EMPREENDIMENTOS INOVADORES DE MACAÉ

EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS DA INCUBADORA DE EMPREENDIMENTOS INOVADORES DE MACAÉ EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS DA INCUBADORA DE EMPREENDIMENTOS INOVADORES DE MACAÉ 1. DO OBJETIVO O Instituto Macaé de Ciência e Tecnologia (IMCT)

Leia mais

COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU INSTRUÇÃO NORMATIVA PRPG Nº 002/2012 PROCESSO SELETIVO

COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU INSTRUÇÃO NORMATIVA PRPG Nº 002/2012 PROCESSO SELETIVO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU INSTRUÇÃO NORMATIVA PRPG Nº 002/2012 PROCESSO SELETIVO 1. EDITAL 1.1. É

Leia mais

RESOLVE: SS 1º A documentação pertinente consiste em: I - identificação do requerente; II - justificativa do requerimento;

RESOLVE: SS 1º A documentação pertinente consiste em: I - identificação do requerente; II - justificativa do requerimento; Dispõe sobre os procedimentos e normas internas de instrução dos processos de Registro de bens culturais de natureza imaterial ou intangível, no âmbito do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico

Leia mais

REGULAMENTO E CONTRATO FINANCEIRO PARA CURSO DE ATUALIZAÇÃO A DISTÂNCIA 2016. 1. Título do Curso Estratégias de Mídias Sociais e Marketing de Conteúdo

REGULAMENTO E CONTRATO FINANCEIRO PARA CURSO DE ATUALIZAÇÃO A DISTÂNCIA 2016. 1. Título do Curso Estratégias de Mídias Sociais e Marketing de Conteúdo REGULAMENTO E CONTRATO FINANCEIRO PARA CURSO DE ATUALIZAÇÃO A DISTÂNCIA 2016 1. Título do Curso Estratégias de Mídias Sociais e Marketing de Conteúdo 2. Objetivo Capacitar profissionais para desenvolverem

Leia mais

Normas para apresentação dos trabalhos

Normas para apresentação dos trabalhos Normas para apresentação dos trabalhos 1. Da inscrição Os trabalhos só poderão ser inscritos mediante submissão de resumo. O resumo deverá obedecer ao seguinte formato: - ter no mínimo de 350 e no máximo

Leia mais

POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLÉIAS GERAIS TOV GESTÃO DE RECURSOS LTDA. ( Sociedade ) CNPJ: 12.747.548/0001-89

POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLÉIAS GERAIS TOV GESTÃO DE RECURSOS LTDA. ( Sociedade ) CNPJ: 12.747.548/0001-89 POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLÉIAS GERAIS TOV GESTÃO DE RECURSOS LTDA. ( Sociedade ) CNPJ: 12.747.548/0001-89 CAPÍTULO I DEFINIÇÃO E FINALIDADE Artigo 1⁰ A presente Política de Exercício

Leia mais

Disposições preliminares

Disposições preliminares REGIMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DA FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS DA UNICAMP Disposições preliminares Art. 1º O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é atividade obrigatória do Curso

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS MAIO / 2016 SUMÁRIO POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS... 3 1.1. Objetivo... 3 1.2. Princípios Gerais... 3 1.3. Metodologia... 3 1.4. Diretor e Organograma da Área de Risco... 6

Leia mais

Procedimento para a Certificação de Conformidade com a Directiva de Produtos da Construção 89/106/CEE

Procedimento para a Certificação de Conformidade com a Directiva de Produtos da Construção 89/106/CEE 1 Objectivo Este procedimento tem como objectivo descrever o procedimento seguido pela EIC como Organismo de Certificação Notificado para a avaliação da conformidade dos agregados de acordo com os requisitos

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE MONOGRAFIA 2010

REGULAMENTO DO TRABALHO DE MONOGRAFIA 2010 1 REGULAMENTO DO TRABALHO DE MONOGRAFIA 2010 1. O presente Regulamento normatiza as atividades de pesquisa orientada, bem como o Trabalho de Monografia dela resultante, requisito indispensável para a aprovação

Leia mais

MOSTRA DE PROJETOS 2015. Iniciativas Sociais que contribuem para o desenvolvimento local REGULAMENTO

MOSTRA DE PROJETOS 2015. Iniciativas Sociais que contribuem para o desenvolvimento local REGULAMENTO MOSTRA DE PROJETOS 2015 Iniciativas Sociais que contribuem para o desenvolvimento local REGULAMENTO O Sesi Paraná, por meio do programa Sesi Indústria e Sociedade e do Movimento Nós Podemos Paraná, visando

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 122, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 122, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 122, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR SECRETARIA DE COMÉRCIO E SERVIÇOS DEPARTAMENTO NACIONAL DE REGISTRO DO COMÉRCIO DOU de

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES

RELATÓRIO DE ATIVIDADES TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DA BAHIA ASSESSORIA ESPECIAL DA PRESIDÊNCIA OUVIDORIA RELATÓRIO DE ATIVIDADES **** Salvador ** Jan a Mar/2012 ****** O presente relatório resume as principais atividades desenvolvidas

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado e Doutorado em Educação

Universidade Estadual de Maringá Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado e Doutorado em Educação EDITAL Nº 019/2016-PPE A Professora Dr.ª Elma Júlia Gonçalves de Carvalho, Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da Universidade Estadual de

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO. Instituição Criança Somos o Amanhã Nº 02/2015

EDITAL PROCESSO SELETIVO. Instituição Criança Somos o Amanhã Nº 02/2015 EDITAL PROCESSO SELETIVO Instituição Criança Somos o Amanhã Nº 02/2015 A Instituição Beneficente De Assistência A Criança: Criança Somos O Amanhã PROJETO SOL, com se na Av. Região Suste, nº 495, Barcelona,

Leia mais

PROCESSO COTAÇÃO DE PREÇO PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO POP.COTAÇÃO DE PREÇO

PROCESSO COTAÇÃO DE PREÇO PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO POP.COTAÇÃO DE PREÇO Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região Assessoria de Gestão Estratégica Núcleo de Processos Formulário 6 COTAÇÃO DE PREÇO PROCESSO COTAÇÃO DE PREÇO PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO POP.COTAÇÃO DE PREÇO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 249, de 2012.

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 249, de 2012. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 249, de 2012. Dispõe sobre a atividade dos corretores de seguros de ramos elementares e dos corretores de seguros de vida,

Leia mais

A JUÍZA PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 13ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

A JUÍZA PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 13ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, h, da RA nº 065/2007. A JUÍZA PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 13ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO a necessidade de estabelecer normas e procedimentos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 015/08 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 015/08 CONSUNI RESOLUÇÃO Nº 015/08 CONSUNI APROVA O REGULAMENTO QUE NORMATIZA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS. A Presidente do Conselho Universitário CONSUNI do Centro Universitário de Jaraguá

Leia mais

CENTRO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO (CPP)

CENTRO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO (CPP) CENTRO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO (CPP) MANUAL DE NORMAS - ASSESSORIA ACADÊMICA: ASSESSORIA ESTATÍSTICA ASSESSORIA EM PESQUISA APLICADA Novo Hamburgo 2016 SUMÁRIO 1. ASSESSORIA ESTATÍSTICA... 3 1.1 QUEM

Leia mais

DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO SUL-3

DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO SUL-3 DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO SUL-3 INSCRIÇÕES PARA CEL EDITAL 2015 O Dirigente Regional de Ensino da Diretoria de Ensino Região Sul-3, em atendimento às disposições da Resolução SE 03, de 28/01/2011, Resolução

Leia mais

EDITAL Nº 007, DE 22 DE JULHO DE 2013 CAE/STI/UFMT REGISTRO DE DIPLOMAS DE INSTITUIÇÕES NÃO-UNIVERSITÁRIAS

EDITAL Nº 007, DE 22 DE JULHO DE 2013 CAE/STI/UFMT REGISTRO DE DIPLOMAS DE INSTITUIÇÕES NÃO-UNIVERSITÁRIAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO APLICADAS À EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR EDITAL Nº 007, DE 22 DE JULHO

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ UESPI CAMPUS POETA TORQUATO NETO PIRAJÁ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS CCHL

GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ UESPI CAMPUS POETA TORQUATO NETO PIRAJÁ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS CCHL GOVERNO DO ESTADO DO PIAUÍ UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ UESPI CAMPUS POETA TORQUATO NETO PIRAJÁ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS CCHL EDITAL N 001/2012 DO CENTRO DE CIENCIAS HUMANAS E LETRAS - CCHL

Leia mais

EDITAL DE CONCORRÊNCIA nº. CONCESSÃO DO SERVIÇO DE TRANSPORTE PÚBLICO COLETIVO URBANO NO MUNICÍPIO DE BLUMENAU

EDITAL DE CONCORRÊNCIA nº. CONCESSÃO DO SERVIÇO DE TRANSPORTE PÚBLICO COLETIVO URBANO NO MUNICÍPIO DE BLUMENAU EDITAL DE CONCORRÊNCIA nº. CONCESSÃO DO SERVIÇO DE TRANSPORTE PÚBLICO COLETIVO URBANO NO MUNICÍPIO DE BLUMENAU ANEXO I.7 Diretrizes para a implantação do Serviço de Atendimento ao Cliente SAC 1 1. Aspectos

Leia mais

EDITAL DE EXTENSÃO Nº 02/2016 PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA IDIOMAS APLICADOS A SERVIÇO DE TURISMO

EDITAL DE EXTENSÃO Nº 02/2016 PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA IDIOMAS APLICADOS A SERVIÇO DE TURISMO EDITAL DE EXTENSÃO Nº 02/2016 PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA IDIOMAS APLICADOS A SERVIÇO DE TURISMO A Pró-Reitora de Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - UFOP PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - UFOP PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - UFOP PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL EDITAL PROGRAD/PET nº 16/2015, de 11 de março de 2015 Dispõe sobre o processo de seleção de tutor

Leia mais

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO

COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO PROJETO DE LEI N o 6.287, DE 2009 Altera a Lei nº 9.279, de 14 de maio de 1996, para regular o registro de contrato de transferência de tecnologia.

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTÁGIO DE PÓS-DOUTORADO COM BOLSA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO (PNPD/CAPES)

EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTÁGIO DE PÓS-DOUTORADO COM BOLSA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO (PNPD/CAPES) EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTÁGIO DE PÓS-DOUTORADO COM BOLSA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO (PNPD/CAPES) A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Letras (Ciência da Literatura) da UFRJ torna pública

Leia mais

ADMISSÃO DE PORTADOR DE DIPLOMA 2016.2 EDITAL Nº 02

ADMISSÃO DE PORTADOR DE DIPLOMA 2016.2 EDITAL Nº 02 ADMISSÃO DE PORTADOR DE DIPLOMA 2016.2 EDITAL Nº 02 SUMÁRIO 1 Da Validade... 3 2. Das Inscrições... 4 3. Da Avaliação... 4 4. Do Resultado... 5 5. Da Matrícula... 5 6. Do regime escolar e semestralidade...

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA Nº 1235/MD, DE 11 DE MAIO DE 2012 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

PORTARIA NORMATIVA Nº 1235/MD, DE 11 DE MAIO DE 2012 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS PORTARIA NORMATIVA Nº 1235/MD, DE 11 DE MAIO DE 2012 Estabelece normas para o funcionamento e a tramitação de demandas do Sistema de Informações ao Cidadão no âmbito da administração central do Ministério

Leia mais

RESOLUÇÃO CFP N 011/ 2012

RESOLUÇÃO CFP N 011/ 2012 RESOLUÇÃO CFP N 011/ 2012 Regulamenta os serviços psicológicos realizados por meios tecnológicos de comunicação a distância, o atendimento psicoterapêutico em caráter experimental e revoga a Resolução

Leia mais

Programa de Pós-Graduação Mestrado em Ciências Contábeis Coordenação

Programa de Pós-Graduação Mestrado em Ciências Contábeis Coordenação EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS NÃO MATRICULADOS INTERESSADOS EM CURSAR DISCIPLINAS ISOLADAS 1º. Semestre 2016 O Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, no uso

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 03

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 03 1/ 8 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão e Adequação integral do PO 02 Adequação dos Registros e Padrões 03 Adequação das responsabilidades ao e alteração da área

Leia mais

Edital N 09/2016 SRI Programa BRAMEX

Edital N 09/2016 SRI Programa BRAMEX Edital N 09/2016 SRI Programa BRAMEX Dispõe sobre o programa de Mobilidade Internacional de alunos de graduação da Universidade Federal Fluminense Programa BRAMEX de Intercâmbio de Estudantes Brasil-México

Leia mais

02 Manual de Políticas e Procedimentos 02.02 Processo de Pagamento 02.02.01 Pagamento de Bolsa Atualizado em 15/07/2014

02 Manual de Políticas e Procedimentos 02.02 Processo de Pagamento 02.02.01 Pagamento de Bolsa Atualizado em 15/07/2014 Dispõe sobre as políticas, procedimentos e prazos necessários para a realização do pagamento de bolsas sujeitas à realização de empenho. 1. DA POLÍTICA 1.1 O pagamento de bolsas de auxílio financeiro a

Leia mais

Concurso Natal Ecológico. Regulamento

Concurso Natal Ecológico. Regulamento Concurso Natal Ecológico Regulamento Dos Objetivos 1.1 O Concurso Natal Ecológico, realizado pelo Serviço Colatinense de Meio Ambiente e Saneamento Ambiental SANEAR, tem por objetivos: a) Sensibilizar

Leia mais

FIN Ficha de Informação Normalizada

FIN Ficha de Informação Normalizada Designação Conta NB 100% Condições de acesso Modalidade Pessoas Singulares, maiores, residentes e não residentes em Portugal. Exclui-se a sua utilização por ENI s ou Profissionais Liberais no âmbito da

Leia mais

CHAMADA INTERNA Nº 14/2016/PROPPI

CHAMADA INTERNA Nº 14/2016/PROPPI CHAMADA INTERNA Nº 14/2016/PROPPI CHAMADA INTERNA PARA CONTINUIDADE DO AFASTAMENTO INTEGRAL PARA CURSOS DE MESTRADO E DOUTORADO COM CONCESSÃO DE PROFESSOR SUBSTITUTO. EXECUÇÃO: 2016/2 ATÉ 2017/1 APRESENTAÇÃO

Leia mais

Seleção: Dinâmica de Grupo com as Diretorias acontecerá no dia 16 de abril 2016, de 09h ás 12h. Local: FS- Faculdade de Ciências da Saúde.

Seleção: Dinâmica de Grupo com as Diretorias acontecerá no dia 16 de abril 2016, de 09h ás 12h. Local: FS- Faculdade de Ciências da Saúde. PROCESSO SELETIVO 1/2016 PARA PROGRAMA TRAINEE TERAPEUTICA JR. A Terapêutica Empresa Júnior de Farmácia da Universidade de Brasília faz saber que estão abertas as inscrições para candidatos ao Processo

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DELIBERAÇÃO N 020 /01 Aprova a criação do Curso de Especialização em Direito do Consumidor O CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, no uso da competência que lhe atribui o artigo 11, parágrafo

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO BOLSAS DEMANDA SOCIAL/2013

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO BOLSAS DEMANDA SOCIAL/2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CENTRO DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO BOLSAS DEMANDA SOCIAL/2013 O Programa de Pós-Graduação

Leia mais

CADASTRO PESSOA JURÍDICA

CADASTRO PESSOA JURÍDICA CADASTRO PESSOA JURÍDICA Nº Conta Corrente Elaboração Renovação Alteração 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Identificação da empresa CNPJ Nome fantasia N o de registro Data de constituição Capital social realizado

Leia mais

EDITAL BOM NEGOCIO PARANÁ 009/2015 BOM NEGÓCIO PARANÁ UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS 1 DAS VAGAS, DEDICAÇÃO AO PROJETO, VALOR E DURAÇÃO DA BOLSA.

EDITAL BOM NEGOCIO PARANÁ 009/2015 BOM NEGÓCIO PARANÁ UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS 1 DAS VAGAS, DEDICAÇÃO AO PROJETO, VALOR E DURAÇÃO DA BOLSA. EDITAL BOM NEGOCIO PARANÁ 009/2015 BOM NEGÓCIO PARANÁ UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS REPUBLICADO EDITAL COM ALTERAÇÕES EM DESTAQUE. A Universidade Estadual do Norte do Paraná, por meio da Pró-Reitoria de

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA EAD 2º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA EAD 2º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA EAD 2º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para

Leia mais