GUIA DE SELEÇÃO DE FIBRA ÓPTICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GUIA DE SELEÇÃO DE FIBRA ÓPTICA"

Transcrição

1 GUIA DE SELEÇÃO DE FIBRA ÓPTICA

2 Uma Seleção de Desenhos de Aplicação Detecção sem Contato de Líquido em Tubulação Sensor: D10DPFP, Fibra: PDI46U-LLD Controle de Nível de Laço de Arame de Solda Sensor: DSP6FP (2), Fibra: PBCT46U (2) Contagem de Peças Pequenas Sensor: D12DAB6FP, Fibra: PIRS1X166U Detecção de Centro de Pastilha Sensor: D12SP6FP, Fibra: PIT46UHT1 Contagem de Circuitos Integrados Sensor: D12SP6FPY (2), Fibra: PIPS26U (2) Detecção de Área de Impressão Sensor: D12EP6FP, Fibra: PBR1X26U Inspeção de Componente em Bobina Sensor: D12SP6FP, Fibra: PIT46U Detecção de Cassete em Banho de Enxágüe Sensor: D12SP6FP, Fibra: PIE46UT D Altura de Pilha de CD Sensor: D10DPFP, Fibra: PDIT26TM5 D O N O N Nunca use estes produtos como dispositivos de detecção para proteção pessoal. Isto poderia causar lesões graves ou morte. Os produtos desta brochura NÃO incluem os circuitos redundantes de autoverificação necessários para permitir seu uso em aplicações de segurança pessoal. Uma falha do sensor ou seu mau funcionamento podem causar uma condição de saída energizada ou não energizada. 2

3 Fibras Ópticas Fibras Plásticas e de Vidro Uma seleção inigualável de projetos padrão e personalizados. A Opção Mais Abrangente. As fibras ópticas da Banner permitem que você leve luz para ambientes que de outra forma seriam hostis ou inacessíveis. A Banner tem a linha de fibras mais variada e mais prontamente disponível do mundo. Você pode escolher dentre uma enorme seleção de fibras padrão virtualmente em todos os tamanhos e formas. Fibras personalizadas também podem ser rápida e facilmente projetadas para suas aplicações e fabricadas exatamente de acordo com suas especificações. Você pode escolher dentre dois estilos gerais: fibras individuais, usadas em pares em modo oposto de detecção, e fibras bifurcadas que emitem e recebem sinais de luz no mesmo conjunto. Fibras Plásticas. As fibras plásticas Banner oferecem centenas de soluções economicamente viáveis. Estas fibras acessíveis podem ser facilmente cortadas no tamanho desejado durante a instalação, usando o dispositivo de corte fornecido com cada fibra. Elas dobram facilmente para encaixarem precisamente onde necessário. Elas também são extremamente flexíveis e versões em espiral estão disponíveis para uso em uma variedade de aplicações que exigem movimento articulado ou recíproco. Você pode escolher diâmetros de 0,25; 0,5; 0,75; 1 ou 1,5. Quanto maior o diâmetro da fibra, maior o ganho excedente obtido. Fibras de Vidro. As fibras de vidro Banner resolvem inúmeros requisitos de detecção nos ambientes mais hostis, incluindo altas temperaturas de até 480 C, materiais corrosivos e umidade extrema. Devido à sua baixa massa, estas fibras podem suportar altos níveis de choque e vibração. Elas também são inerentemente imunes a ruído elétrico extremo. Nosso exclusivo sistema de montagem para vácuo fornece uma maneira fácil de acessar câmaras de vácuo. As fibras de vidro da Banner podem ser rapidamente projetadas sob medida e fabricadas para atender suas aplicações, incluindo fibras para criar um feixe que tenha precisamente o perfil do objeto que você precisa detectar. Para obter uma lista completa da extensa seleção de fibras ópticas plásticas e de vidro da Banner, visite nosso sítio na internet:

4 Especificações de Fibra Óptica Plástica Alcance de detecção: Consulte as especificações de alcance mostradas nas páginas com os desenhos de fibra óptica. Extremos de Temperatura: Temperaturas abaixo de -0º C tornam materiais plásticos quebradiços, mas não causam perda de transmissão. Temperaturas acima de +70º C causam perda de transmissão e encolhimento da fibra. Dobras/Flexões Repetidas: A expectativa de vida útil de cabos de fibra óptica é de mais de um milhão de ciclos com um raio de dobra de não menos que o mínimo (veja tabela à direita) e uma dobra de 90º ou menos. Evite fadiga no ponto onde o cabo entra no sensor ( extremidade do controle ) e na ponta de detecção. Conjuntos de fibra óptica em espiral são recomendados para qualquer aplicação que exija movimento recíproco da fibra. Temperatura de Operação: -0 a +70 C, a não ser que especificado de outra forma. Resistência Química: O núcleo acrílico da fibra óptica de monofilamento danifica-se em contato com ácidos, bases fortes (álcali) e solventes. O revestimento de polietileno protege a fibra da maioria dos ambientes químicos. Entretanto, em grandes períodos de exposição, materiais podem migrar através do revestimento. Amostras de material de fibra óptica estão disponíveis na Banner para testes. Raio de Dobra Mínimo: 8 para fibras Ø 0,25 ; 12 para fibras Ø 0,5 ; 25 para fibras Ø 1 ; 8 para fibras Ø 1,5. Construção: FIBRA ÓPTICA: monofilamento REVESTIMENTO DE PROTEÇÃO: polietileno preto, a não ser que especificado de outra forma EXTREMIDADES COM ROSCA E ÇAS DE MONTAGEM: aço inoxidável ou latão niquelado () EXTREMIDADES COM SONDA: aço inoxidável T04 recozido (dobrável) EXTREMIDADES EM ÂNGULO: aço inoxidável T04 temperado EXTREMIDADES COM PONTEIRA: aço inoxidável T0 BLINDAGEM DE AÇO INOXIDÁVEL: aço inoxidável T02 Esquema de numeração das fibras plásticas Banner designador da FAMÍLIA DA FIBRA PLÁSTICA (o mesmo para todas as fibras plásticas) designador de ESTILO: B = Fibra bifurcada I = Fibra individual Designador da EXTREMIDADE DE DETECÇÃO: A = em ângulo AT = com rosca em ângulo AF = com ponteira em ângulo AP = com sonda em ângulo CF = com ponteira coaxial CT = com rosca coaxial EFP = com sonda e com ponteira prolongada F = com ponteira FM = com ponteira miniatura FMP = com sonda e com ponteira miniatura FP = com sonda e com ponteira L = com lente P = com sonda PBP46UCX PF = com ponteira e com sonda PM = com sonda miniatura PMSB = com sonda miniatura, com vista lateral dobrável PS = com sonda, com vista lateral PSB = com sonda, com vista lateral dobrável PSM = com sonda miniatura, com vista lateral R = retangular RS = retangular com vista lateral T = com rosca TA = em ângulo com rosca TF = com ponteira, com rosca TR = retangular com rosca U = sem acabamento designador de COMPRIMENTO DE FIBRA: = ft. = ±914 6 = 6 ft. = ± = 15 ft. = 4572 designador de MODIFICAÇÃO: MXX = modificação do comprimento da extremidade de detecção designador da EXTREMIDADE DO CONTROLE (descreve a extremidade da fibra que é conectada ao sensor): T = Acabada (para D12) T1 = Acabada (para Q45, OMNI-BEAM) TS = Acabada em aço inoxidável (para D12) TS1 = Acabada em aço inoxidável (para Q45, OMNI-BEAM) U = Cabo reto sem acabamento UC = Cabo espiral sem acabamento designador de DIÂMETRO DO NÚCLEO DA FIBRA: 1 = 0,25 1X4 = 0,25 x 4 1X8 = 0,25 x 8 1X16 = 0,25 x 16 1X2 = 0,25 x 2 2 = 0,5 = 0,75 4 = 1 6 = 1,5 * Fibras plásticas que têm a letra U no sufixo de seu número de modelo têm a extremidade do controle sem acabamento e podem ser cortadas pelo cliente no comprimento necessário. Use os cortadores fornecidos com o cabo de fibra óptica. Fibras plásticas individuais são vendidas em pares. As fibras listadas nesta brochura são padrão; modificações podem ser feitas através de pedidos especiais. 4

5 Dimensões (em ) Alcance (em ) PBCF21X46U Com ponteira coaxial bifurcada ø ø x ø 0, PBCF46U Com ponteira coaxial bifurcada 2x PBCT21X46U Com rosca coaxial bifurcada,25,25,25 M x 0,5 17 M4 x 0,7 M x 0,5 ø 5 M4 x 0, ø 5,1 M x 0,45 16x ø 0,265 4x ø 0,25 PBCT26U Coaxial bifurcada; pode ser usada com as lentes L4C6 ou L4C20 9x ø 0,25 PBCT26UM Com rosca coaxial bifurcada; pode ser usada com a lente LZC8 9x ø 0,25 PBCT26UM4M2.5 Com rosca coaxial bifurcada; pode ser usada com a lente L2 9x ø 0,

6 Dimensões (em ) Alcance (em ) PBCT46U Com rosca coaxial bifurcada 50 2x M6 x 0,75 ø x ø 0, PBE46UTMNL Encapsulada bifurcada 2x ø 5,7 FEP *Teflon < ø PBEFP26U Com ponteira prolongada bifurcada 10 ø 4,65,27 2x PBF26U Com ponteira bifurcada ø 4,1 2x 16 PBF46UMMJ1. Com ponteira bifurcada, ø 17 PBF66U Com ponteira bifurcada 2x ø 5,1,5 17 * Teflon FEP é uma marca registrada da Dupont Co

7 Dimensões (em ) Alcance (em ) PBFM16U Com ponteira bifurcada, miniatura M x 0, x ø 0, PBFMP16UMP.2 Com sonda miniatura, com ponteira bifurcada ø ø 0, x ø 0, PBP16U Com sonda bifurcada, dobrável M x 0,5 ø 0, x ø 0, PBPF26UMB Com sonda bifurcada, dobrável 2x 2x ø,4 2,75 ø 4,8 15 ø,2 14 AL 9,5, ø 2,1 5 10, ,0,27 PBPMSB6U Com sonda bifurcada, miniatura, vista lateral dobrável PBPS26U Com sonda bifurcada, vista lateral 2x ø 0,75 2x 2x C L 10,

8 Dimensões (em ) Alcance (em ) PBSP46U Com sonda bifurcada, vista lateral 2x ø 5, ø, PBPS46UMT Com sonda bifurcada, vista lateral 12 2x M6 x 0,75 ø PBPS66U Com sonda bifurcada, vista lateral 2x ø 5,1 ø, , PBR1X26U Matriz retangular bifurcada 2x x M x 0,5 AL C L 10, x ø 0, C L PBRS26U Retangular bifurcada, vista lateral (2x) 7,5 2x ø 4,4 2x ø,2 0,075 x 45º 5 7 1,6 P , PBT16U Com rosca bifurcada 1 2 M x 0, x ø 0,

9 Dimensões (em ) Alcance (em ) PBT26U Com rosca bifurcada M x 0,5 2x PBT26UHF Com rosca bifurcada, cabo com alta flexibilidade Dura-Bend XL* 2x 2x M x 0,5 PBT26UHT1 Com rosca bifurcada, cabo para alta temperatura, 125 C M x 0,5 PBT26UM6M.1 Com rosca bifurcada, espaçamento de fibras de PBT46U Com rosca bifurcada M6 x 0,75 M6 x 0, ø 4 ø 4 2x 2x 2x PBT46UC Com rosca bifurcada, espiral 2x M6 x 0,75 ø * polietileno (XL) 9

10 Dimensões (em ) Alcance (em ) PBT46UHF Com rosca bifurcada, cabo com alta flexibilidade Dura-Bend 2x M6 x 0,75 14 ø PBT46UHT1 Com rosca bifurcada, cabo para alta temperatura, 125 C XL* 2x M6 x 0,75 14 ø PBT66U Com rosca bifurcada 2x M6 x 0,75 14 ø 4, PIA16U Em ângulo individual ø 0,91,42 7,6 R,5 4,8 ø 0, PIA26U Em ângulo individual ø 0,91,42 7,6 25 R,5 4, PIAT16U Em ângulo individual, com rosca ,47 25,4 R 5,1 M x 0,5 9,6 ø 0, * polietileno (XL) 10

11 Dimensões (em ) Alcance (em ) PIAT26U Em ângulo individual, com rosca 25,4,47 R 5,1 9, M x 0, PIAT46U Em ângulo individual, com rosca; pode ser usada com a lente L2 ou L2RA 1,9 25,4 ø,,47 R 7,8 M4 x 0,7 M x 0,45 16,5 10, PIAT46UM.4X.4MT Em ângulo individual, com rosca; pode ser usada com a lente L2 / L2RA 12,7 10,1 ø,2 R 7,9,47 10, M x 0,45 ø 4 5, PIAT66U Em ângulo individual, com rosca 1,9 25,4 ø,,47 R 19,1 25, M4 x 0,7 10,9, M x 0,45

12 Dimensões (em ) PIE46UT Encapsulada individual; lente L2 adicionada internamente <--- ø 4 FEP *Teflon ø 5 L2** Alcance (em ) PIE66UTMNL Encapsulada individual <--- <---,5 ø 4 FEP *Teflon PIES46UT Encapsulada individual; prisma para vista lateral adicionado internamente ø 4 FEP *Teflon PIF26U Com ponteira individual ø, ø 5 18 ø 5 L2RA*** PIF26UMLS Com ponteira individual, revestimento modificado com diâmetro maior (2,2 ) PIF46U Com ponteira individual 17 ø, * Teflon FEP é uma marca registrada da Dupont Co. ** Lente L2 *** Prisma para vista lateral L2RA

13 Dimensões (em ) Alcance (em ) PIF46UHF Com ponteira individual, cabo com alta flexibilidade DuraBend 190 ø, PIF66U Com ponteira individual 80 ø, PIF66UM.52M.19D Com ponteira individual; use com VFT no lado ambiente do flange 1,2 ø 4,75, PIFM1X46U Com ponteira individual 50,5 4x ø 0, PIFM46U Com ponteira individual ø PIL46U Com lente individual* 2x P 0,8 7,6 P 19,1 M8 x 1 A * O gráfico de alcance inclui o modelo PIL415U (cabo de 5 m) para aplicações de alcance prolongado 12,

14 Dimensões (em ) Alcance (em ) PIP46U Com ponteira individual, dobrável M4 x 0,7, PIPS26U Com ponteira individual, vista lateral 10 ø ø 0, PIPS46U Com ponteira individual, vista lateral ø,18, PIPS66U Com ponteira individual, vista lateral ø ø 2,, PIPSB46U Com ponteira individual, vista lateral dobrável ø, PIPSM26U Com ponteira individual, vista lateral miniatura ø 0,82 0,8 ø 2,49 ø 0,82 1,5 saída do feixe ,

15 Dimensões (em ) Alcance (em ) PIR1X166U Matriz retangular individual x M x 0,5 AL C L 1 5, x ø 0, C L PIRS1X166U Matriz retangular individual 16x ø 0, C L 178 x M x 0,5 AL 5, C L PIRS1X166UM.4 Matriz retangular individual 2x ø,175 R,6 ø 7, ,2 16x ø O, ,2 PIRS1X166UMPM.75 Matriz retangular individual 9, x ø C L 16x ø 0,265 1,25 P 5, , 25 R 1,5 8 15

16 Dimensões (em ) Alcance (em ) PIRS1X166UMPMAL Matriz retangular individual 2,2 16x ø 0,265 C L 4, 2x ø P 5, , 25 R 1,5 8 PIT16U Com rosca individual M x 0,45 10 ø 0, PIT1X46U Com rosca individual M x 0,5 10 4x ø 0, PIT26U Com rosca individual M x 0, PIT26UHF Com rosca individual, cabo com alta flexibilidade DuraBend M x 0,

17 Dimensões (em ) Alcance (em ) PIT26UHT1 Com rosca individual, cabo para alta temperatura, 125 C XL* M x 0, PIT46U Com rosca individual; pode ser usada com a lente L2 ou L2RA M4 x 0,7 M x 0, PIT46UC Com rosca individual, espiral; pode ser usada com a lente L2 ou L2RA 200 XL* 2 M4 x 0,7 M4 x 0,7 M4 x 0,7 280 M x 0,45 M x 0,45 M x 0,45 PIT46UHF Com rosca individual, cabo com alta flexibilidade DuraBend ; pode ser usada com a lente L2 ou L2RA PIT46UHT1 Com rosca individual, cabo para alta temperatura, 125 C; pode ser usada com a lente L2 ou L2RA PIT66U Com rosca individual; pode ser usada com a lente L2 ou L2RA M4 x 0,7 M x 0,45, * polietileno (XL)

18 Fibras Plásticas Especiais Dimensões (em ) P12-C1 Convergente mecânica, alcance de 2x ø,4 ø ,2 8,4 ± 0,50 P 19 5 P22-C1 Convergente mecânica, alcance de 2x ø,4 ø ,2 8, P ± 0,50 P2-C2 Convergente mecânica, saída lateral, alcance de 2 P 7 8 Emissor x ø,1 ø 6 1,5 de profundidade Receptor PBE46UTMLLP Bifurcada com sonda de nível líquido, encapsulada 2x ø 5,7 FEP *Teflon 75 16,5 6 <--- ø * Teflon FEP é uma marca registrada da Dupont Co. 18

19 Fibras Plásticas Especiais Dimensões (em ) PBE46UTMLLPHT1 Com sonda com nível líquido encapsulada bifurcada, para alta temperatura, 125 C 2x ø 5,7 FEP *Teflon 75 16,5 6 <--- XL** 180 ø 6 PDI46U-LLD Tipo grampo com detector de nível líquido; use com tubo transparente (tubo de 2-25 ) 15,2 P 20 5,1 R 1,6 7, 4,8 4,2 4,1 4,5 9 PDIS46UM12 Fibra com sensor Slot, folga de 12 2x 2x ø,5 24 P 4 *** * Teflon FEP é uma marca registrada de Dupont Co. ** polietileno (XL) *** feixe de detecção 19

20 Fibras Plásticas Especiais Dimensões (em ) Alcance (em ) PDISM46UM5MA Fibra em 90 graus com sensor slot, folga de 5 7 6,2 P,6 2x ø,2 6,4 4x R 1,6 2x 2x 0, ,4 18,4 26,2 7,2 8, 14,5,5 PDIT26T5 Com rosca individual dupla, SOMENTE com sensores D ø 4,57 2x M x 0, P 2x PDIT4100U Com rosca individual dupla, cabo de fibra plástica duplex de 0 m 2x M4 x 0,7 M x 0, TGR/8MPFMQ Com sonda de quartzo com nível líquido, corpo com rosca de /8 de polegada; use com PBT46U ou PBT26UM6M.1 12,7 A 1,6 ø A,4 7,6 DETALHE DA SEÇÃO TRANSVERSAL A-A oring haste de vidro quartzo 15,7 90º 6,4 /8-2 PP acompanham 2 porcas de aperto de nylon M6 x 0,75 Arruela de aço inox 20

21 Fibras Plásticas SteelSkin Dimensões (em ) Alcance (em ) PBT4TMB5 Fibra bifurcada reforçada (comprimento de 1 m) PBT46TMB5 Fibra bifurcada reforçada (comprimento de 2 m) 15,7 blindagem inox sobre enrolamento simples ø 2,1 ø 4,6 ø 2,9 junção a quente ou 8 M6 x 0,75 2 porcas para fixação ø,6 e 1 arruela de pressão de aço inox. 17 ø PIT4TMB5 Fibra individual reforçada (comprimento de 1 m) PIT46TMB5 Fibra individual reforçada (comprimento de 2 m) ø 2,1 blindagem inox sobre enrolamento simples ø 4,6 ø 2,9 2 porcas para fixação de aço inox. M4 ø 4 M4 x 0,7 M x 0, ø , ou 1 22 Fibras plásticas STEELSKIN A fibras plásticas STEELSKIN são construídas para suportar esforço mecânico, fornecendo uma alternativa flexível para fibras de vidro com blindagem metálica. As fibras STEELSKIN resistem à torção, corte e superfícies ásperas, e são robustas o bastante para trabalhar em condições onde fibras plásticas comuns poderiam sofrer quebra e possível falha. Tecnologia de fibra óptica plástica multi-núcleo Facilmente dobrável para fácil embutimento em perfis de máquina sem perda de desempenho Pele de aço inox trançada fornece instalação discreta e estética C B D A Blindagem enrolada de aço inox B Arame de aço inox de reforço com enrolamento simples C Revestimento de polietileno D Multi-núcleo A 21

22 Acessórios para Fibras Ópticas Plásticas Conexões com Lente Convergente Use com conjuntos coaxiais de fibra óptica plástica com extremidades com rosca M4 Temperatura: -40 a +70 C Alojamento: alumínio anodizado preto Lente: acrílica (plástica) ou de vidro PBCT26U L4C ø 0,25 ø ø,2 L4C20 ø 5 PBCT26U PLI-A10 LZC8 PBCT26UM L4C6 Distância: 6 ± 1 L4C20 Distância: 20 ± 1 ø 4 ø 4 20,2 1,7 9 ø 6 ø 6 LZC8 Distância: 8 a 2 5,4 ø 4,5 lente (vidro) PLI-A10 Distância: 8 a 0 (com fibra de 2 metros conectada) 2x 1,25 2,2 15,5 ø 6 1 2x M6 x 0,75 M x 0,5 (entrada da fibra) M6 M6 x 0,75 ø 4,5 lente (vidro) 8,6 2x ø,1 2 9x ø 0,

23 Acessórios para Fibras Ópticas Plásticas Conexões com Lente com Prolongador de Alcance L2 Temperatura: -60 a +50 C Alojamento: latão niquelado Lente: vidro Conexão em 90 graus, L2RA Temperatura: -60 a +00 C Alojamento: latão niquelado Prisma: vidro (Use L2 e L2RA com pontas de fibra com rosca M2.5, como a PIT46U e PIT46UC) ø 4 ø 4 9,2 ø 4, 8,0 ø 2,8 L08FP, PIL46U & PIL415U O conjunto de lente L08FP de fácil instalação pode ser usado para prolongar o alcance de modo oposto de fibras ópticas plásticas sem acabamento de 1 modelos PIU40U ou PIU460U. Um par de fibras individuais de 2 m de comprimento e 1 de diâmetro com lentes modelo L08FP instaladas na fábrica está disponível como conjunto de fibra óptica plástica modelo PIL46U. Uma versão de 5 m também está disponível; peça o modelo PIL415U. D C B A A Diâmetro do núcleo da fibra B Porca C Arruela de compressão D Gaxeta de compressão E Lente, M8 x 1 F Porcas de montagem E F Kits de Fibra Plástica Estes kits são usados com os cabos de fibra plástica sem acabamento. O PFK20 é para uso com cabos de diâmetro 0,25 e 0,5. O PFK40 é para uso com os cabos de diâmetro 1 e 1,5. Cada kit contém 40 buchas e 10 dispositivos de corte. A B A Levante para abrir os orifícios B Orifícios de corte 2

24 Acessórios para Fibras Ópticas Plásticas Dimensões Blindagem para (em ) Fibra Plástica para Instalação no Campo PFS69S6T PFS5S6T PFS44S6T A blindagem de aço inox com encaixes de aço inox nas extremidades (uma extremidade com rosca interna para prender pontas de fibra, outra extremidade sem rosca) é usada em aplicações onde é necessária proteção para cabos de fibra óptica plástica. A PFS69S6T pode ser usada com conjuntos de fibra bifurcada, tendo pontas com rosca M6 x 0.75 (por exemplo, PBCT46U, PBP46U, PBT46UHT1, e PBT66U). A PFS5S6T pode ser usada com conjuntos de fibras individuais ou bifurcadas, tendo pontas com rosca M4 x 0.7 (por exemplo, PBCT26U, PBPF26U, PIP46U, PIT46U, PIT46UHT1, e PIT66U). A PFS44S6T pode ser usada com conjuntos de fibras individuais, tendo pontas com rosca M x 0.5 (por exemplo, PIP26U, PIT26U, PIT1X46U, e PITF26U). Todos os modelos listados têm 2 m de comprimento. Outros comprimentos estão disponíveis através do Departamento de Aplicação da Banner. Adaptadores de Fibra Plástica UPFA UPFA Adaptadores para encaixe de compressão usados com cabos de fibra plástica de pequeno diâmetro sem acabamento. Use ao fazer a interface de fibras plásticas de pequeno diâmetro com o QS18, Q2, R55F, D, D12, D10, e famílias de sensores de fibra plástica MINI-BEAM. Use o UPFA-1 para adaptar cabos de fibra óptica plástica com diâmetro de revestimento externo de 1, tal como PITZ6U e PB16U. Use o UPFA-2 para adaptar cabos de fibra óptica plástica com diâmetro de revestimento externo de 1,25 ou 1,, tal como PBCT26U e PBF46UMMJ1.. Cada kit contém 100 pares de adaptadores. Um par faz a interface de um cabo de fibra óptica bifurcado ou um par de cabos individuais com um amplificador de fibra óptica. adaptador ponta da fibra Fibras Plásticas Individuais e Bifurcadas sem Acabamento MODELO NÚCLEO COMPRIMENTO TIPO PIU20U PIU260U PIU40U PIU460U PIU60U PIU660U PBU40U PBU460U 0,5 0, ,5 1, m 18 m 9 m 18 m 9 m 18 m 9 m 18 m Simples Simples Simples Simples Simples Simples Duplo Duplo 24

25 Acessórios para Fibras Ópticas Plásticas Dimensões Suportes de (em Montagem ) para Fibra Óptica SMBFP Suporte em 90 graus para fibra óptica plástica com ponta com rosca de Aço inoxidável (1,2 ) SMBFP4 Suporte em 90 graus para fibra óptica plástica com ponta com rosca de 4 Aço inoxidável (1,2 ) 4x R,2 4x R,2 2 x ø, 25,4 19,1,2 2 x ø, 25,4 19,1 4,2 12,7 6,4 1,2, 5,8 12,7 6,4 1,2, 5,8 12,7 10,6 12,7 10,6 SMBFP6 Suporte em 90 graus para fibra óptica plástica com ponta com rosca de 6 Aço inoxidável (1,2 ) SMBFP4N Suporte de perfil baixo para fibra óptica plástica com ponta com rosca de 4 Aço inoxidável (1,2 ),2 4x R 2 x ø, 25,4 19,1 4,6 8,9 ø 4,2 2x R 12 1,5 4,6 6,2 5,1 7,6 12,7 6,4 1,2, 5,8 1,2 15,2 12,7 10,6 25,4 90º 25

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS IFSC- JOINVILLE SANTA CATARINA DISCIPLINA DESENHO TÉCNICO CURSO ELETRO-ELETRÔNICA MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 2011.2 Prof. Roberto Sales. MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS A

Leia mais

GE Measurement & Control Solutions. Fibroscópios. Inspeção Visual Remota. Componentes ópticos de precisão Construção durável Bom custo-benefício

GE Measurement & Control Solutions. Fibroscópios. Inspeção Visual Remota. Componentes ópticos de precisão Construção durável Bom custo-benefício GE Measurement & Control Solutions Fibroscópios Inspeção Visual Remota Componentes ópticos de precisão Construção durável Bom custo-benefício Corpo ergonômico O corpo compacto e bem acabado é confortável

Leia mais

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET

CONJUNTOS DE FACAS DE AR WINDJET CONJUNTOS DE FACAS WINDJET CONJUNTO DE FACAS WINDJET SOPRADORES CONJUNTOS DE FACAS WINDJET SUMÁRIO Página Visão geral dos pacotes de facas de ar Windjet 4 Soprador Regenerativo 4 Facas de ar Windjet 4

Leia mais

Automação industrial Sensores

Automação industrial Sensores Automação industrial Sensores Análise de Circuitos Sensores Aula 01 Prof. Luiz Fernando Laguardia Campos 3 Modulo Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina Cora Coralina O que são sensores?

Leia mais

AUTOMATION. Soluções em sensoriamento industrial. Sensores fotoelétricos e laser, digitais e analógicos

AUTOMATION. Soluções em sensoriamento industrial. Sensores fotoelétricos e laser, digitais e analógicos Sensores fotoelétricos e laser, digitais e analógicos Sensores Indutivos, capacitivos e ultrassônicos Sistemas de medição laser e visão industrial Cabos e conectores de campo AUTOMATION. Soluções em sensoriamento

Leia mais

Sensores de temperatura e acessórios (português) Volume 1

Sensores de temperatura e acessórios (português) Volume 1 RTDs e termopares em modelos de sensores de elementos simples e duplos Poços termométricos em uma ampla gama de materiais e conexões de processo Recursos de calibração para aumentar a precisão de medições

Leia mais

Sensor de Imagem ivu TG para uso com um Display Remoto

Sensor de Imagem ivu TG para uso com um Display Remoto Sensor de Imagem ivu TG para uso com um Display Remoto Dados Técnicos O sensor de imagem ivu é usado para monitorar o tipo, tamanho, orientação, formato e localização de peças. O conjunto do Sensor de

Leia mais

Aquecedor Solar Tubos de Vácuo.

Aquecedor Solar Tubos de Vácuo. Aquecedor Solar Tubos de Vácuo. Manual de instalação Ultrasolar Tel: (11) 3361 3328 Fax: (11) 3361 5810 www.ultrasolar.com.br Aquecedor Solar de Agua. Os aquecedores solares de água a vácuo Ultrasolar,

Leia mais

PNEUMÁTICA. Enroladores de mangueiras e de cabos. Desempenho superior, design durável e facilidade de uso

PNEUMÁTICA. Enroladores de mangueiras e de cabos. Desempenho superior, design durável e facilidade de uso PNEUMÁTICA Enroladores de mangueiras e de cabos Desempenho superior, design durável e facilidade de uso 2 Para uso profissional em ambientes industriais. Satisfação das necessidades dos ambientes de trabalho

Leia mais

Seleção de Produtos. Sensor Fotoelétrico. Como especificar. TECNI-AR Ltda - Tel: 31 3362-2400 w.tecni-ar.com.br

Seleção de Produtos. Sensor Fotoelétrico. Como especificar. TECNI-AR Ltda - Tel: 31 3362-2400 w.tecni-ar.com.br Seleção de Produtos Sensor Fotoelétrico Como especificar Saída coletor PNP aberto Saída coletor NPN aberto Temporizador embutido Tipo padrão Tipo relflexivo (Tipo Difuso) Tipo feixe estreito Emissor Receptor

Leia mais

Produtos pneumáticos

Produtos pneumáticos » Produtos pneumáticos » da indústria há mais de 50 anos As vantagens do desenho de uma união pneumática inovadora foram suficientemente sólidos para, por si só, suportarem o lançamento da CEJN em 1955.

Leia mais

vendas1@juntasamf.com.br

vendas1@juntasamf.com.br À Sr( a) Ref.: Apresentação para Cadastro de Fornecedor Prezados Senhores, Vimos através desta, apresentar a Juntas AMF Ind. e Com. de Peças Ltda., uma empresa que já se tornou referencia no mercado de

Leia mais

isto é Magnet! 50 anos priorizando a qualidade,

isto é Magnet! 50 anos priorizando a qualidade, Catálogo 2012 50 anos priorizando a qualidade, isto é Magnet! Em 2012, a Magnet completa 50 anos de atividades, história que começou com a sua fundação, em 1962, na cidade de São Paulo, com uma produção,

Leia mais

Controlador de Garra Pneumática MTS Fundamental

Controlador de Garra Pneumática MTS Fundamental Controlador de Garra Pneumática MTS Fundamental Manual Title Manual Additional do Information Produto be certain. 100-238-337 A Informações sobre Direitos Autorais Informações sobre Marca Registrada 2011

Leia mais

Próxima geração! Compromisso com o futuro. Com os data loggers profissionais Testo, uma nova era começa para você! Logger série testo 174

Próxima geração! Compromisso com o futuro. Com os data loggers profissionais Testo, uma nova era começa para você! Logger série testo 174 Compromisso com o futuro Próxima geração! Com os data loggers profissionais Testo, uma nova era começa para você! Logger série testo 174 Logger série testo 175 Logger série testo 176 A nova geração de

Leia mais

Selo diafragma com conexão flangeada Com diafragma faceado ao processo Modelo 990.27

Selo diafragma com conexão flangeada Com diafragma faceado ao processo Modelo 990.27 Selo diafragma Selo diafragma com conexão flangeada Com diafragma faceado ao processo Modelo 990.27 WIKA Folha técnica DS 99.27 Outras aprovações veja página 3 Aplicações Indústria de processos químicos

Leia mais

Fresas. Informações Técnicas. Router & Tupia HW CW SSP. (11) 3726-4400 placart@uol.com.br www.placart.com. Símbolos

Fresas. Informações Técnicas. Router & Tupia HW CW SSP. (11) 3726-4400 placart@uol.com.br www.placart.com. Símbolos Informações Técnicas Símbolos HW CW Fresas Router & Tupia Madeira Dura Mógno, Cerejeira Madeira Composta MDF, Aglomerado, Compensado SW Madeira Macia LW Lâminados e Folhados M A HP Plástico Duro CP Plástico

Leia mais

SENSORES INDUSTRIAIS. Prof. Jeferson L. Curzel 2013/01

SENSORES INDUSTRIAIS. Prof. Jeferson L. Curzel 2013/01 SENSORES INDUSTRIAIS Prof. Jeferson L. Curzel 2013/01 Tópicos 1. Chaves fim de curso 2. Sensores de proximidade indutivos 3. Sensores de proximidade capacitivos 4. Sensores fotoelétricos 5. Seleção de

Leia mais

A escolha desses itens é importante pois interfere no custo das interfaces de rede. Cabo coaxial Par trançado Fibra ótica

A escolha desses itens é importante pois interfere no custo das interfaces de rede. Cabo coaxial Par trançado Fibra ótica Meios físicos de transmissão Objetivos: 1 - Definir os termos referentes a cabeamento. 2 - Identificar os principais tipos de cabos de rede. 3 - Determinar o tipo de cabeamento apropriado para cada tipo

Leia mais

Opere sua válvula diafragma da forma que mais lhe convier

Opere sua válvula diafragma da forma que mais lhe convier Opere sua válvula diafragma da forma que mais lhe convier Válvula diafragma asséptica - Todos os nossos atuadores padrão possuem uma peça de ligação/distanciamento em aço inoxidável, que permite a operação

Leia mais

EZ-SCREEN LS. Barreira Óptica de Segurança

EZ-SCREEN LS. Barreira Óptica de Segurança Barreira Óptica de Segurança EZ-SCREEN LS Excelente Desempenho: Barreiras ópticas de segurança intuitivas e fáceis de usar para proteção de máquinas, construídas para suportar os ambientes desafiadores

Leia mais

Centro de Suporte Técnico 0800 015 1500 projetos@valemam.com.br Canaletas de Alumínio - Linha Frog CONTEÚDOS 1. Linha 2. Acessórios de acabamento 3. Acessórios complementares 4. Suporte para Equipamentos

Leia mais

TUBOS DE PROTEÇÃO TUBOS DE PROTEÇÃO

TUBOS DE PROTEÇÃO TUBOS DE PROTEÇÃO TUBOS METÁLICOS São feitos em metal (normalmente aço inox), fechado em uma das extremidades através de solda ou caldeamento, e, quase sempre rosqueado na outra parte e fixo ao. TUBOS CERÂMICOS São muito

Leia mais

Aplicações. Certificações de Conformidade Brasileiras - NBR IEC

Aplicações. Certificações de Conformidade Brasileiras - NBR IEC Aplicações As caixas de junção para instrumentação são usadas para executar processos ou informações remotas para a sala de comandos. Projetadas para áreas de Zona 1 ou 2, onde gases ou vapores in amáveis

Leia mais

SISTEMA ECO PIPE ALCANCE GLOBAL, SOLUÇÕES ESPECÍFICAS

SISTEMA ECO PIPE ALCANCE GLOBAL, SOLUÇÕES ESPECÍFICAS SISTEMA ECO PIPE ALCANCE GLOBAL, SOLUÇÕES ESPECÍFICAS Características técnicas: Temperatura trabalho: - C a +70 C Pressão de trabalho: -0,13 a 13 bar Material: Tubo de alumínio estrudado sem costura, passagem

Leia mais

Uso de ferramentas. Um aprendiz de mecânico de manutenção. Ferramentas de aperto e desaperto

Uso de ferramentas. Um aprendiz de mecânico de manutenção. Ferramentas de aperto e desaperto A U A UL LA Uso de ferramentas Um aprendiz de mecânico de manutenção verificou que uma máquina havia parado porque um parafuso com sextavado interno estava solto. Era preciso fixá-lo novamente para pôr

Leia mais

Podemos filtrar ou separar para aproveitar tanto a parte líquida quanto a parte sólida.

Podemos filtrar ou separar para aproveitar tanto a parte líquida quanto a parte sólida. 1. FILTRAGEM 1/6 É o processo que tem como objetivo de separar mecanicamente sólidos de líquidos ou gases. Quando a separação se faz por meio de coalescência ou centrifugação, dizemos que se trata apenas

Leia mais

Kit de conexão EMK padrão

Kit de conexão EMK padrão EMK Kits de conexão Kit de conexão EMK padrão Vantagens Todos os componentes de conexão necessários em um kit Seleção simples dos componentes necessários Grande diversidade Economia de tempo; manuseio

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS

CATÁLOGO DE PRODUTOS CATÁLOGO DE PRODUTOS Índice 1.0 Conexões Pneumática Instantâneas...... 4 1.1 - Redutores... 7 1.2 Válvulas Manuais... 8 2.0 Acessórios Pneumáticos... 8 3.0 Válvulas Mecânicas... 10 3.1 Piloto... 10 3.2

Leia mais

Explicação dos Tipos de Válvula Solenóide

Explicação dos Tipos de Válvula Solenóide Explicação dos Tipos Válvula Solenói Todas as válvulas da Danfoss possuem agora uma signação que talha sua estrutura e operação.vários números e letras finem se a válvula é operada diretamente ou servocontrolada,

Leia mais

DESCRIÇÃO DETALHADA DO ANALISADOR DE CO E DE SEU FUNCIONAMENTO

DESCRIÇÃO DETALHADA DO ANALISADOR DE CO E DE SEU FUNCIONAMENTO DESCRIÇÃO DETALHADA DO ANALISADOR DE CO E DE SEU FUNCIONAMENTO O analisador de CO para baixas concentrações (ppm - partes por milhão) no ar ambiente é um instrumento de alta sensibilidade, usado para monitorar

Leia mais

SUPORTE LATERAL componentes. VARANDA componentes. SUPORTE LATERAL componentes. Tel: 55 11 4177-2244 plasnec@plasnec.com.br l www.plasnec.com.

SUPORTE LATERAL componentes. VARANDA componentes. SUPORTE LATERAL componentes. Tel: 55 11 4177-2244 plasnec@plasnec.com.br l www.plasnec.com. VARANDA 5 6 9 SUPORTE LATERAL 12 4 7 10 8 Código: 17010101 Descrição: Conjunto suporte lateral regulável Ø 13mm: 1 - Manopla - PA rosca M10 SS 304 2 - Arruela - M12 24mm SS 304 3 - Olhal - M10 PA M10 SS

Leia mais

Validade: Os valores e medidas apresentadas são válidas salvo erro de edição e são sujeitos a alteração sem aviso prévio. Validade dos Preços: salvo

Validade: Os valores e medidas apresentadas são válidas salvo erro de edição e são sujeitos a alteração sem aviso prévio. Validade dos Preços: salvo TUBOS INOX Validade: Os valores e medidas apresentadas são válidas salvo erro de edição e são sujeitos a alteração sem aviso prévio. Validade dos Preços: salvo erro de edição, os preços são válidos para

Leia mais

Sensores de condição. Projetado para produzir resultados de alta qualidade em uma variedade de ambientes robustos

Sensores de condição. Projetado para produzir resultados de alta qualidade em uma variedade de ambientes robustos Sensores de condição Projetado para produzir resultados de alta qualidade em uma variedade de ambientes robustos DETECÇÃO DE CONDIÇÃO A Rockwell Automation oferece uma linha impressionante de produtos

Leia mais

PROJETOS EM INSTRUMENTAÇÃO E AUTOMAÇÃO INSTRUMENTAÇÃO - TEMPERATURA

PROJETOS EM INSTRUMENTAÇÃO E AUTOMAÇÃO INSTRUMENTAÇÃO - TEMPERATURA MÉTODO DE MEDIÇÃO Podemos dividir os medidores de temperatura em dois grandes grupos, conforme a tabela abaixo: 1º grupo (contato direto) Termômetro à dilatação de líquidos de sólido Termômetro à pressão

Leia mais

E-mail: vendas@bratal.com.br

E-mail: vendas@bratal.com.br CENTRAL DE VENDAS Consulte-nos pelo fone/fax : (19) 341.0081 E-mail: vendas@bratal.com.br 603 - Tubos 01 ESCOLHA ADEQUADA DA TUBULAÇÃO.... 1 DIAGRAMA TEÓRICO PARA CÁLCULO DE TUBULAÇÕES...........................

Leia mais

ANALISADORES DE GASES

ANALISADORES DE GASES BGM BOMBA DE SUCÇÃO SÉRIE COMPACTA ANALISADORES DE GASES Descrição: Gera uma depressão no processo, succionando a amostra e criando a vazão exata para atender o tempo necessário de condicionamento do gás

Leia mais

Descrição e dimensões dos itens elétricos

Descrição e dimensões dos itens elétricos Descrição e dimensões dos itens elétricos Item 2 2.1 Condutivímetro (Kit 01 Química - Compostos Iônicos) Lâmpada miniatura rosca. Voltagem 6 volts. Corrente 150 ma à 250 ma Diâmetro 9,5 mm e altura 22

Leia mais

V Á L V U L A S SÉRIE 1800

V Á L V U L A S SÉRIE 1800 V Á L V U L A S SÉRIE 1800 As válvulas de agulha miniatura da Série 1800 foram desenvolvidas para regulagem e bloqueio de fluidos para os mais diversos tipos de aplicação em laboratórios,amostragem de

Leia mais

Catálogo de produtos

Catálogo de produtos Catálogo de produtos Escovas Cilíndricas As escovas cilíndricas SUISSA são usadas em diversos tipos de máquinas, algumas de suas aplicações são nas varredeiras industriais de pisos, nos equipamentos de

Leia mais

ALUTECH. Alumínios. Catálogo de Produtos

ALUTECH. Alumínios. Catálogo de Produtos Catálogo de Produtos ALUTECH Alumínios Rua Acácio Patrício Lima, 403 Humaitá de Cima - Tubarão - SC CEP.: 88708-265 Fone.: (48) 3628-2654, (48) 9625-6586 Índice Temperado 8mm... 03 Temperado 10mm... 05

Leia mais

Nossa história. Ron Souders, Diretor Técnico da Micro-Coax. Dupont e KEVLAR são marcas registradas da E. I. du Pont de Nemours and Company.

Nossa história. Ron Souders, Diretor Técnico da Micro-Coax. Dupont e KEVLAR são marcas registradas da E. I. du Pont de Nemours and Company. Nossa história Na metade da década de 90, a Micro-Coax estava lutando para penetrar no mercado espacial com nossos conjuntos de cabos coaxiais flexíveis de micro-ondas. Não conseguimos nos diferenciar

Leia mais

Caixas de junção de poliéster reforçado com fibra de vidro vazias, pré-furadas e não furadas Série NJBEP Segurança Aumentada.

Caixas de junção de poliéster reforçado com fibra de vidro vazias, pré-furadas e não furadas Série NJBEP Segurança Aumentada. não furadas Série NJEP Segurança umentada. Para customização NR IEC: plicações Projetadas para áreas de Zona 1 ou 2, onde gases ou vapores in amáveis estão presentes de forma contínua, frequente ou acidental,

Leia mais

STATUS CHECK. Visão Geral do Produto

STATUS CHECK. Visão Geral do Produto STATUS CHECK Visão Geral do Produto Soluções em Monitoramento da Condição Sistema StatusCheck 2.4GHz 2 Visão Geral do Sistema StatusCheck : O Status Check monitora os parâmetros de vibração e temperatura

Leia mais

Furação NOMENCLATURA A B C D E F G H I J K L M N O P Q

Furação NOMENCLATURA A B C D E F G H I J K L M N O P Q NOMENCLATURA A B C D E F G H I J K L M N O P Q Comprimento Total Haste Corpo Extremidade cônica neste comprimento Largura do Campo Largura das Costas Ângulo da Ponta Aresta Principal de Corte Diâmetro

Leia mais

Nosso negócio é criar soluções para ambientes

Nosso negócio é criar soluções para ambientes COMPONENTES Nosso negócio é criar soluções para ambientes Há 14 anos atuando no mercado, a Base home solutions é uma das principais empresas especializadas em criar, desenvolver e fabricar componentes

Leia mais

V Á L V U L A S SÉRIE 2700

V Á L V U L A S SÉRIE 2700 V Á L V U L A S SÉRIE 2700 Válvulas de agulha compactas de alta confiabilidade e versatilidade para controle de processos e uso geral na indústria. As modernas válvulas de agulha Série 2700 da Detroit

Leia mais

6 e 2 metros da Praça Dipoles cobre

6 e 2 metros da Praça Dipoles cobre 6 e 2 metros da Praça Dipoles cobre George, Geo "(K0FF) em 18 de dezembro, 2002 KOFF derruba Homebrew: A dois metros da Praça de cobre Dipolo por Koff Originalmente publicado e direitos autorais por Koff

Leia mais

MANUAL DE MONTAGEM. Revisão 10 MONTAGEM DO DISCO SOLAR PARA AQUECIMENTO DE ÁGUA

MANUAL DE MONTAGEM. Revisão 10 MONTAGEM DO DISCO SOLAR PARA AQUECIMENTO DE ÁGUA MANUAL DE MONTAGEM Revisão 10 MONTAGEM DO DISCO SOLAR PARA AQUECIMENTO DE ÁGUA Parabéns por adquirir um dos mais tecnológicos meios de aquecimento de água existentes no mercado. O Disco Solar é por sua

Leia mais

Índice. 1. A empresa...3 2. Introdução...4 3. Itens para montagem...5 4. Variações do sistema e cálculo da porta...6 5. Esquema de montagem...

Índice. 1. A empresa...3 2. Introdução...4 3. Itens para montagem...5 4. Variações do sistema e cálculo da porta...6 5. Esquema de montagem... Índice 1. A empresa...3 2. Introdução...4 3. Itens para montagem...5 4. Variações do sistema e cálculo da porta...6 5. Esquema de montagem...7 5.1. Freio...8 5.2. Amortecedor...9 5.3. Suporte para TV...11

Leia mais

Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática

Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática Curso Técnico Integrado em Manutenção e Suporte em Informática Disciplina: Infraestrutura de Redes de Computadores 04. Meios Físicos de Transmissão Prof. Ronaldo Introdução n

Leia mais

Ferramentas especiais e de medição

Ferramentas especiais e de medição Ferramentas especiais e de medição COMPASSOS (INTERNO / EXTERNO / DE PONTA) CAIBRE DE FOGA CAIBRE DE ROSCA IMA PARA ROSCAS PAQUÍMETRO DIGITA ARCOS DE SERRA PARA META PINÇAS (PONTAS CURVAS / RETAS) PINÇA

Leia mais

Roteiro elaborado com base na documentação que acompanha o conjunto por: Osvaldo Guimarães PUC-SP

Roteiro elaborado com base na documentação que acompanha o conjunto por: Osvaldo Guimarães PUC-SP 1 Roteiro elaborado com base na documentação que acompanha o conjunto por: Osvaldo Guimarães PUC-SP Alguns experimentos de óptica básica Este item é composto por um conjunto de peças avulsas que permitem

Leia mais

C A P Í T U L O I 1 FERRAMENTAS 1.1 FINALIDADE

C A P Í T U L O I 1 FERRAMENTAS 1.1 FINALIDADE Curso Técnico em Eletrotécnica Professor: Ronimack Trajano C A P Í T U L O I 1 FERRAMENTAS 1.1 FINALIDADE Os trabalhos com eletricidade exigem procedimentos e técnicas específicas para que os mesmos possam

Leia mais

Relógios www.internacionalferramentas.com.br

Relógios www.internacionalferramentas.com.br Relógios Relógio Comparador Digital Dígitos grandes, com 9mm de altura Resolução: 0,01mm/.0005. Sete teclas: Liga/desliga, tolerância, set, zero absoluto/incremental,range (congelamento), direção de contagem

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Módulo IV Aula 04 Isolamento térmico AQUECIMENTO DE TUBULAÇÕES Motivos Manter em condições de escoamento líquidos de alta viscosidade ou materiais que sejam sólidos

Leia mais

ÍNDICE. 11. Instalação do CONTROLADOR ELETRO ELETRÔNICO E SENSORES...31. 13. Capa TÉRMICA...33

ÍNDICE. 11. Instalação do CONTROLADOR ELETRO ELETRÔNICO E SENSORES...31. 13. Capa TÉRMICA...33 ÍNDICE 1. PRODUTO SORIA...04 2. ALGUMAS VANTAGENS...05 3. PRODUTO SORIA...06 4. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS...07 5. KIT DE INSTALAÇÃO...08 6. ACESSÓRIOS...09 7. DIMENSIONAMENTO DOS COLETORES...10 8. Dimensionamento

Leia mais

dmtech Booster Amplificador de Volume Descrição Características

dmtech Booster Amplificador de Volume Descrição Características Booster Amplificador de Volume Descrição O Booster - Amplificador de volume - tem como função reproduzir sinais pneumáticos com aumento da capacidade de vazão. É utilizado quando a tubulação entre o instrumento

Leia mais

CERTIFICADA ISO 9001-2008

CERTIFICADA ISO 9001-2008 CERTIFICADA ISO 9001-2008 ÍNDICE Conjuntos para ADSL & Filtros Pág 01 Eletrônica Pág 02 Emendas Pág 03 Modulares Pág 04 Extensões Pág 06 Kits Pág 09 Terminais Pág 11 Parafusos Pág 13 Régua Conectora Pág

Leia mais

Marcação máxima. Observar as informações na placa de características. II 1/2 G. Ex d + e/d IIC Ga/Gb I M 1. Ex d + e I Ma. Certificado Conformidade

Marcação máxima. Observar as informações na placa de características. II 1/2 G. Ex d + e/d IIC Ga/Gb I M 1. Ex d + e I Ma. Certificado Conformidade s relativas às instruções Ao trabalhar em zonas com risco de explosão, a segurança de pessoas e equipamentos depende do cumprimento dos regulamentos de segurança relevantes. As pessoas que são responsáveis

Leia mais

CATALOGO DE PEÇAS 2012 2

CATALOGO DE PEÇAS 2012 2 CATALOGO DE PEÇAS 2012 2 Capotaria Náutica Conexões de capota 100 UNIDADES BASE FRONTAL ESTAMPADO Cód. 6697-1 unidade Cód. 6877-100 unidades Peça de aço inox com parafusos e porca de aço BASE LATERAL ESTAMPADO

Leia mais

Dados Técnicos Sobre Tubos

Dados Técnicos Sobre Tubos www.swagelok.com Dados Técnicos Sobre Tubos Índice Serviço de Gás.......................... 2 Instalação.............................. 2 Tabelas de Pressão de Trabalho Sugeridas Tubos em Aço Carbono.....................

Leia mais

CONTEÚDO: Capítulo 4. Válvulas Industriais. Email: vendas@jefferson.ind.br Fone: 016 3622-5744/3622-9851 Site: www.jefferson.ind.

CONTEÚDO: Capítulo 4. Válvulas Industriais. Email: vendas@jefferson.ind.br Fone: 016 3622-5744/3622-9851 Site: www.jefferson.ind. CONTEÚDO: Capítulo 4 Válvulas Industriais Email: vendas@jefferson.ind.br Fone: 016 3622-5744/3622-9851 Site: 1 VÁLVULAS DEFINIÇÃO: DISPOSITIVOS DESTINADOS A ESTABELECER, CONTROLAR E INTERROMPER O FLUXO

Leia mais

SISTEMA DE MEDIÇÃO DIGITAL DIMES

SISTEMA DE MEDIÇÃO DIGITAL DIMES SISTEMA DE MEDIÇÃO DIGITAL DIMES AUMENTE O DESEMPENHO DE SEU SISTEMA FIREDETEC COM UM SISTEMA DE MEDIÇÃO DIGITAL DIMES Confirma que seu sistema estará pronto e carregado adequadamente Monitora continuamente

Leia mais

Transmissor de pressão para aplicações de refrigeração e ar-condicionado Modelo R-1, com sensor metálico thin-film hermeticamente soldado

Transmissor de pressão para aplicações de refrigeração e ar-condicionado Modelo R-1, com sensor metálico thin-film hermeticamente soldado Medição eletrônica de pressão Transmissor de pressão para aplicações de refrigeração e ar-condicionado Modelo R-1, com sensor metálico thin-film hermeticamente soldado WIKA folha de dados PE 81.45 Aplicações

Leia mais

V-PAD Termopares para superfície de tubos Modelo TC59-V

V-PAD Termopares para superfície de tubos Modelo TC59-V Medição Elétrica de Temperatura V-PAD Termopares para superfície de tubos Modelo TC59-V Folha de dados WIKA TE 65.59 Aplicações Indústrias Químicas Aplicações com vapor super aquecido Refinarias Fornos

Leia mais

Grupo 13 Bico quente especial + acessórios para sistemas de câmara quente

Grupo 13 Bico quente especial + acessórios para sistemas de câmara quente Grupo 13 Bico quente especial + acessórios para sistemas de câmara quente Fornecedor: Tipo Descrição Página -13 Introdução -01-01 + 02 Aplicação dos bicos especiais -02-01 Resistências para bicos 10 Resistência

Leia mais

Invólucros Metálicos. Cajas Salientes

Invólucros Metálicos. Cajas Salientes Invólucros Metálicos. Cajas Salientes ÍNDICE Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões Descrição Caixa metálica para instalação

Leia mais

Torres Luminosas Compactas e Modulares

Torres Luminosas Compactas e Modulares Torres Luminosas Compactas e Modulares Safe solutions for your industry Índice TLC-60 Torre Luminosa Compacta Página 4 TLM-70 Torre Luminosa Modular Página 10 3 TLC-60 Torre Luminosa Compacta Desenvolvida

Leia mais

Fundamentos de Automação. Sensores 17/03/2015. Sensores. Sensores Analógicos e Sensores Digitais. Sensores Analógicos e Sensores Digitais

Fundamentos de Automação. Sensores 17/03/2015. Sensores. Sensores Analógicos e Sensores Digitais. Sensores Analógicos e Sensores Digitais Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Fundamentos de Automação Sensores

Leia mais

bainha pote fio do termoelétrico solda do rabicho CARACTERÍSTICAS

bainha pote fio do termoelétrico solda do rabicho CARACTERÍSTICAS junta de medida bainha pote resina plug de fechamento isolação mineral fio do termoelétrico solda do rabicho rabicho TIPOS DE TERMOPARES: São: T, J, K, E, N na versão simples, duplo ou triplo isolados

Leia mais

terra midi DESCRIÇÃO CARACTERÍSTICAS PROJECTOR PRINCIPAIS VANTAGENS OPÇÕES

terra midi DESCRIÇÃO CARACTERÍSTICAS PROJECTOR PRINCIPAIS VANTAGENS OPÇÕES terra midi led terra midi CARACTERÍSTICAS PROJECTOR Estanquicidade: IP 67 (*) Resistência ao choque (vidro): IK 10 (**) Resistência a uma carga estática: 4000 kg (*) Tensão nominal: 230 V - AC Classe eléctrica:

Leia mais

TERMORESISTÊNCIA. pote. resina. rabicho. solda do. rabicho. pote. resina. rabicho. solda do. rabicho

TERMORESISTÊNCIA. pote. resina. rabicho. solda do. rabicho. pote. resina. rabicho. solda do. rabicho TERMORESISTÊNCIA GRÁFICO DEMONSTRATIVO DOS DESVIOS NAS TERMORESISTÊNCIAS CLASSES A e B TOLERÂNCIA ºC,,,0,,,,,0,,,,,0 0, 0, 0, 0, TERMORESISTÊNCIA CLASSE B TERMORESISTÊNCIA CLASSE A -00-00 0,0 00 00 00

Leia mais

Sistema de aspiração de fluidos

Sistema de aspiração de fluidos MAIORES INFORMAÇÕES WWW.VACUUBRAND.COM Sistema de aspiração de fluidos Econômico, seguro e confortável BVC basic, BVC control, BVC professional Tecnologia de vácuo Sistema de aspiração de fluidos BVC -

Leia mais

EC FX NH3. Uma abordagem nova e aprimorada para a detecção de gás de amônia

EC FX NH3. Uma abordagem nova e aprimorada para a detecção de gás de amônia EC FX NH3 Uma abordagem nova e aprimorada para a detecção de gás de amônia Sensor e transmissor EC-FX-NH3 apresentação de um sensor melhor, mais forte, mais duradouro para refrigeração industrial Tecnologia

Leia mais

Conexões para instalações pneumáticas Série CQ

Conexões para instalações pneumáticas Série CQ Conexões para instalações pneumáticas Série CQ 14662094 Info 181 Características de um sistema moderno de distribuição de ar comprimido: Instalação rápida e simples Montagem sem ferramentas Não há necessidade

Leia mais

Otimização de Painéis

Otimização de Painéis Otimização de Painéis RAOTM May 15 Vedação da passagem dos cabos: não está no topo da lista de prioridades até o momento em que ocorrerem falhas no sistema. Uma pequena alteração na especificação irá eliminar

Leia mais

CANALETA EM ALUMÍNIO APARENTE LINHA PREMIUM

CANALETA EM ALUMÍNIO APARENTE LINHA PREMIUM CANALETA EM ALUMÍNIO APARENTE LINHA PREMIUM CANALETA 156/3 (150 X 60 mm) - 3 seções 0% BRASILEIRA Características das canaletas de alumínio Blindagem eletromagnética devido à liga 6060 - T5, eliminando

Leia mais

INSTITUTO LABORO ESCOLA TECNICA

INSTITUTO LABORO ESCOLA TECNICA INSTITUTO LABORO ESCOLA TECNICA PESQUISA CABO COAXIAIS ASPECTOS TECNICOS FIBRA OPTICA SISTEMA TIPICO DE COMUNICAÇÃO PTICA ESTRUTURA DE UMA FIBRA OPTICA TIPOS DE FIBRA OPTICA Por Ítalo da Silva Rodrigues

Leia mais

NTE - 011 PADRÕES PRÉ-FABRICADOS

NTE - 011 PADRÕES PRÉ-FABRICADOS NORMA TÉCNICA NTE - 011 PADRÕES PRÉ-FABRICADOS 1. OBJETIVO Esta norma tem por objetivo padronizar, especificar e fixar os critérios e as exigências técnicas mínimas relativas à fabricação e o recebimento

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES Barramento Elétrico Blindado KSL70 STEMMANN INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA. Avenida Stemmann N 204 Bairro Tanque Porto Feliz SP Brasil 18540-000 Fone 55 15 3261-9190 Fax 55 15 3261-9191

Leia mais

SOLUÇÕES PARA ARMÁRIOS SUSPENSOS ARTICULADORES

SOLUÇÕES PARA ARMÁRIOS SUSPENSOS ARTICULADORES www.hafele.com.br SOLUÇÕES PARA ARMÁRIOS SUSPENSOS ARTICULADORES IDEIAS EM MOVIMENTO ARTICULADORES DESENVOLVIDOS PELA HÄFELE A Häfele, por meio da linha Lift + Turn, oferece ao mercado uma completa gama

Leia mais

APLICAÇÃO CARACTERÍSTICAS DESCRIÇÃO

APLICAÇÃO CARACTERÍSTICAS DESCRIÇÃO APLICAÇÃO O Sensor Eletroquímico de H 2 S fornece monitoração contínua de concentrações de gás sulfídrico (H 2 S) na faixa de 0 a 100 partes por milhão (ppm). O Sensor pode ser utilizado com um transmissor

Leia mais

09/08/2015 DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES. Tecnologia em Jogos Digitais. Mídias (meios) de transmissão

09/08/2015 DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES. Tecnologia em Jogos Digitais. Mídias (meios) de transmissão Tecnologia em Jogos Digitais Mídias (meios) de transmissão DISCIPLINA: TECNOLOGIA DE REDES DE COMPUTADORES Mídias físicas: composta pelo cabeamento e outros elementos componentes utilizados na montagem

Leia mais

Termômetro bimetálico Modelo 55, série em aço inoxidável

Termômetro bimetálico Modelo 55, série em aço inoxidável Medição mecânica de temperatura Termômetro bimetálico Modelo 55, série em aço inoxidável WIKA folha de dados TM 55.01 outras aprovações veja página 7 Aplicações Instrumentação geral de s nas indústrias

Leia mais

conforto com estilo radiadores

conforto com estilo radiadores conforto com estilo CLASSIC Toalheiros planos Os toalheiros Classic caracterizam-se por apresentarem um design moderno e harmonioso, permitindo uma perfeita integração em qualquer ambiente. Construção

Leia mais

Acessórios Desconectáveis 200A

Acessórios Desconectáveis 200A 200A APLICAÇÃO Os Acessórios da Prysmian possuem uma concepção de projeto baseada no sistema plugue - tomada, porém para tensões, permitindo fácil conexão e desconexão de um cabo de potência, de um equipamento,

Leia mais

Sensores de proximidade e chaves fim de curso. Controle confiável, robusto e testado pelo tempo

Sensores de proximidade e chaves fim de curso. Controle confiável, robusto e testado pelo tempo Sensores de proximidade e chaves fim de curso Controle confiável, robusto e testado pelo tempo SENSOR INDUTIVO DESTAQUES DO PRODUTO Os sensores de proximidade Allen-Bradley definem o padrão para robustez,

Leia mais

Kit de água quente solar

Kit de água quente solar Kit de água quente solar Colector de módulos acumulador solar controlo solar Made in Tirol by Teufe & Schwarz Visão geral Kit de água quente solar O imprescindível kit inicial para o acesso inteligente

Leia mais

Sistema de tubulação multicamada para instalação de gases combustíveis PExb X AL X PExb.

Sistema de tubulação multicamada para instalação de gases combustíveis PExb X AL X PExb. Sistema de tubulação multicamada para instalação de gases combustíveis PExb AL PExb. MEMBRO Sistema de tubulações multicamadas para instalações de gases combustíveis Conforme com as Normas 1. Após cortar

Leia mais

Caixa de Inspeção e Interligação

Caixa de Inspeção e Interligação Caixa de Inspeção e Interligação Localização no website Tigre: Obra predial Esgoto CAIXA DE INSPEÇÃO e/ou Obra predial Águas Pluviais CAIXA DE INTERLIGAÇÃO Função/Aplicação: Caixa de Inspeção: destinada

Leia mais

Inspeção através de sistema de visão industrial Ergon

Inspeção através de sistema de visão industrial Ergon Inspeção através de sistema de visão industrial Ergon Introdução A Ergon Sistemas de Visão Industrial, parceira das empresas Industrial Vision Systems e Neurocheck, juntas formam importantes fornecedores

Leia mais

Cabos. Um motorista dirigia, quando, de repente, Conceito

Cabos. Um motorista dirigia, quando, de repente, Conceito A U A UL LA Cabos Introdução Um motorista dirigia, quando, de repente, surgiu um problema na embreagem do carro. Por mais que tentasse, o motorista não conseguia engatar a marcha. O carro foi rebocado

Leia mais

Técnica de drenagem. Sumidouros Advantix de pavimento medida do sistema 145

Técnica de drenagem. Sumidouros Advantix de pavimento medida do sistema 145 Sumidouros Advantix de pavimento medida do sistema 145 Técnica de drenagem X3 PT 3/15 Tabela de Preços 2015 Reservados os direitos a alteracoes tecnicas. Sumidouros Advantix de sistema 145 Os sumidouros

Leia mais

Sistemas de válvula Sistemas de válvulas conforme norma ISO 5599-1, tamanho 3, série 581. Catálogo impresso

Sistemas de válvula Sistemas de válvulas conforme norma ISO 5599-1, tamanho 3, série 581. Catálogo impresso ISO 5599-1, tamanho 3, série 581 Catálogo impresso 2 ISO 5599-1, tamanho 3, série 581 Acionamento elétrico Sistema de válvulas, Série 581, tamanho 3 Qn = 4100 l/min Largura da válvula piloto: 22 mm conexão

Leia mais

Meios de Transmissão. Conceito. Importância. É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede.

Meios de Transmissão. Conceito. Importância. É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede. Meios de Transmissão Conceito Importância É a conexão física entre as estações da rede. Influência diretamente no custo das interfaces com a rede. Meios de Transmissão Qualquer meio físico capaz de transportar

Leia mais

INTRODUÇÃO KS05 KS05 KS05

INTRODUÇÃO KS05 KS05 KS05 INTRODUÇÃO Parabéns! Você adquiriu um produto de 1ª linha e da mais alta tecnologia no ramo de detecção. Para que sua indústria possa produzir sem correr riscos de danos em suas máquinas ou contaminação

Leia mais

Capa TN. com Índice. Conheça os produtos TN Faça uma escolha inteligente

Capa TN. com Índice. Conheça os produtos TN Faça uma escolha inteligente Conheça os produtos TN Faça uma escolha inteligente Corrediça Oculta TN Slowmotion Corrediça Telescópica TN H45 Corrediça Telescópica TN H45 Slowmotion Corrediça Telescópica TN MINI H35 Capa TN Corrediça

Leia mais

TÍTULO: EMBALADORA DE TABULEIROS DE DAMAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E TECNOLOGIAS SUBÁREA: ENGENHARIAS

TÍTULO: EMBALADORA DE TABULEIROS DE DAMAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E TECNOLOGIAS SUBÁREA: ENGENHARIAS Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: EMBALADORA DE TABULEIROS DE DAMAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: ENGENHARIAS E TECNOLOGIAS SUBÁREA:

Leia mais