O Debate Sobre a Música Cristã

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Debate Sobre a Música Cristã"

Transcrição

1 O Debate Sobre a Música Cristã ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ Tim Fisher Apresentação por Dr. John C. Vaughn The Battle for Christian Music Por Dr. Tim Fisher editora batista regular "Construindo Vidas na Palavra de Deus" Rua Kansas, Brooklin - CEP São Paulo - SP 2005

2 2004, 1992 Sacred Music Services PO Box Greenville, SC Tradução por João Paulo Geraldo de Souza Correção Talita Rose Bauler Primeira edição em português: 2005 ISBN Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida ou transmitida de forma alguma, exceto citação breve, sem a permissão escrita do editor. editora batista regular Rua Kansas, Brooklin - CEP São Paulo - SP Telefone: (011) Site:

3 Sumário Agradecimentos... 5 Apresentação... 7 Prefácio (da segunda edição) Prefácio (da primeira edição) Prefácio (da primeira edição em português) Capítulo UM: Onde as Coisas Deram Errado? Capítulo DOIS: O Princípio do Novo Cântico...39 Capítulo TRÊS: O que é Música Cristã? Capítulo QUATRO: Deus como Compositor...53 Capítulo CINCO: Semelhança com Cristo na Letra Capítulo SEIS: Semelhança com Cristo na Música Capítulo SETE: A Música de Rebelião? Capítulo OITO: Mais do que Palavras Capítulo NOVE: Semelhança com Cristo na Vida do Músico Capítulo DEZ: Semelhança com Cristo em Nossa Performance Capítulo ONZE: Música e Adoração Capítulo DOZE: A Verdade sobre Lutero Capítulo TREZE: Culpa por Associação...225

4

5 Agradecimentos ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ A inda que somente um nome apareça como autor de um livro, geralmente há muitos outros nomes que deveriam aparecer; este é o caso deste livro. Eu presto um agradecimento especial a meu pastor, Dr. John Vaughn, pelo seu ensinamento claro no púlpito a cada semana, por sua vida transparente, e também por sua amizade; a ajuda dele neste manuscrito foi inestimável. Também quero agradecer ao meu amigo, Gordon Dickson, que dedicou seu tempo para me ajudar a entender a necessidade de saber. Quero agradecer a Sandy Stock por suas muitas horas de ajuda altruísta revisando cada fase do manuscrito. Há muitos outros que contribuíram de uma maneira ou de outra para este projeto, e quero destacar os seguintes: Dr. Dwight Gustafson, Pastor Danny Sweatt, Dr. Grace Collins e minha mãe, Lucille Fisher, por suas contribuições especiais. Meu versículo ao longo de todo este projeto foi Provérbios 15:22: Onde não há conselho os projetos saem vãos, mas, com a multidão de conselheiros, se confirmarão. Sou grato a Deus pelos conselheiros que Ele tem concedido em minha vida. Esta parte não estaria completa sem uma palavra de agradecimento à minha esposa, Deborah. Ela tem sobrevivido a muitas de minhas idéias no decorrer dos anos. Se alguma vez já houve um exemplo de auxiliadora idônea piedosa, este seria ela. Finalmente, devo adicionar uma palavra de agradecimento à nossa filha recém-nascida, Christina. Seu nascimento me permitiu estar em casa o tempo necessá- 5

6 rio para concluir o manuscrito original deste projeto. Eu oro para que ela cresça no amor de Deus e experimente tudo o que significa semelhança com Cristo. 6

7 Apresentação ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ N os últimos anos, diversos livros que expõem a insensatez de usar a música do mundo na igreja tem surgido. E surgirão outros. Este livro não é, nem reivindica ser, a palavra final sobre este assunto. Mas, também, ele não foge do fato de que nós estamos em uma batalha. Os evangélicos que colocam a paz acima de tudo, que querem fazer a paz antes que o primeiro projétil seja disparado, acharão que partes dos argumentos de Tim Fisher são incômodas, não porque não sejam bíblicas ou não tenham lógica, mas porque não proclamam a paz a qualquer custo. Pessoas rixosas que não deixam nenhum sobrevivente encontrarão pouco apoio para um espírito não perdoador. Mas os crentes bíblicos, que buscam informações equilibradas e racionais sobre o assunto controverso de música cristã, irão se deleitar neste livro. Aqueles que crêem nas verdades fundamentais do cristianismo e estão querendo obedecer a Bíblia se regozijarão no que o irmão Fisher escreveu. Os que desejam desenvolver e usar seus dons musicais para a glória de Deus terão um grande proveito em todos os capítulos. Aqueles que estão confusos sobre esta questão, ou que estão pesadamente envolvidos com a CCM (contemporary christian music música cristã contemporânea ou MCC) ou com a música do mundo, precisam desesperadamente deste livro. A primeira vez que ouvi Tim Fisher falar sobre O Debate Sobre a Música Cristã, eu sabia que o que ele tinha a dizer precisava ser impresso. Muitos de nós têm ouvido os argumentos que são muito facilmente rejei- 7

8 tados pelos jovens de hoje. Argumentos sobre ritmo, harmonia e melodia, com longas listas de ilustrações de apoio, são úteis e necessários; mas freqüentemente são tidos como questões de gosto e preferência. Outras obras sobre música cristã apresentadas por escritores que têm algum interesse em música servem para um propósito limitado. A maior parte da defesa dos padrões bíblicos em música têm vindo de músicos. Livros que trabalham quase que exclusivamente com princípios e práticas de música não exercem muita influência sobre o crente que não aprecia nenhum outro tipo de música além da que ele gosta. Tim Fisher aproxima-se deste tópico com uma rara combinação de conhecimento musical, habilidade e experiência, temperados com um entendimento completo de música na Palavra de Deus. Ele é tanto músico como professor, e não apenas um professor de música. Tim não é dotado somente como alguém que se comunica através da música, mas como quem comunica acerca da música. Sua proveitosa abordagem sobre música cristã está arraigada em sua recusa de deixar o inimigo da verdade ditar os termos da discussão. Ele começa com princípios bíblicos e avalia a CCM e seus perigos, com uma clara demonstração da falha dela em se conformar com a verdade. Ninguém pode argumentar honestamente que esta é uma matéria de preferência pessoal ou que o autor está meramente reforçando suas opiniões com textos comprobatórios. Tim Fisher declara agradavelmente, mas sem se desculpar, o que precisa ser dito, vez após vez, até que a vitória seja alcançada; nós estamos em uma batalha pela música cristã. Ela não será vencida por argumentações fracas sobre música; ela deve ser combatida sem 8

9 retroceder na batalha da Escritura. Se ainda existe um gênero musical chamado música cristã, nós iremos rapidamente perdê-lo para esse entretenimento banal e sensual que tem capturado uma geração e está conseguindo entrar cada vez mais em nossas igrejas. Esta é uma questão frívola? Será que a música é neutra, como a multidão da CCM alega ser? Será ela um instrumento eficaz para temperar nossos diferentes cultos áridos e sem vida? Ou será a música principalmente um meio de evangelizar uma maneira de alcançar com o evangelho aqueles que não viriam à igreja ou não ouviriam um testemunho pessoal? Tim Fisher responde com um enfático Não! Não é nada disso. Música é dádiva de Deus para ser usada em louvor a Ele. Como pastor, estou preocupado com os resultados de uma ênfase mal dirigida sobre evangelismo em nossas igrejas fundamentalistas ao longo de uma geração inteira. Evangelismo não é opcional para a igreja ou para qualquer crente, individualmente. No entanto, evangelismo não é a única razão da existência da igreja. Sim, Jesus Cristo veio ao mundo para salvar pecadores, e nós estamos aqui, agora, em Seu nome, suplicando aos homens que se reconciliem com Deus. Mas Cristo não veio somente para ser glorificado através da oferta de vida eterna aos pecadores; Ele concluiu Sua obra sobre a terra, revelando que a salvação não é apenas para o benefício de homens egoístas, mas é para a glória de Deus (João 17:1-6). Temos ouvido isto sendo falado por alguns que nos ensinariam a conduzir nossas igrejas: Não há lugar para adoração na igreja do Novo Testamento. Argumenta-se que nosso cultos são para pregação, ensino e comunhão, mas não para adoração. Todas as coisas devem contri- 9

10 buir para o evangelismo, ou ele é considerado liberal. Este ensino tem levado a todo tipo de loucura em nome do ganhar almas. Embora o neo-evangelicalismo não necessite de nossa ajuda para levar adiante suas acomodações, nós, agora, nos encontramos em uma posição bastante simplória tentando expor seus erros sobre música. A música rock está sendo usada ostensivamente para alcançar jovens para Cristo, e os nossos próprios jovens têm ouvido por anos que este motivo, afinal, é supremo. É realmente irônico que este câncer de música carnal tenha exposto a falha em nosso raciocínio. Se é para influenciarmos nossos jovens, devemos ser consistentes e honestos em nossa aplicação das Escrituras. Adoração não é somente apropriada para a igreja; ela é o propósito da igreja. É a razão da existência do homem. Até que se reconheça este fato, iremos continuar a debater nossas preferências musicais, enquanto a cada vez mais fraca comunidade cristã é complacente consigo mesma. Este livro vai longe em estabelecer as linhas da batalha. Ele contribui grandemente para a literatura sobre o assunto, pois deixa clara a questão. A batalha tem se intensificado através dos anos, e nós estamos perdendo terreno semanalmente, visto que a fadiga dos que são mais conscientes, está aumentando no combate. O Debate Sobre a Música Cristã oferece auxílio para pastores que querem fazer o certo, mas têm sido influenciados por aqueles que, em alta voz, definem os padrões, mesmo sem ter estudado ou ensinado os princípios essenciais. Nesta obra encontram-se princípios ponderados e documentados que deveriam ser ensinados em nossas igrejas. Regentes de música e todos os que procuram servir ao Senhor através do canto encontrarão ajuda es- 10

11 piritual e encorajamento. Jovens que realmente querem entender os princípios de Deus e obter orientação no estabelecimento de padrões que honram a Cristo encontrarão muitas respostas aqui. Aqueles que sinceramente desejam ajudar os amigos que precisam de auxílio não serão envergonhados quando compartilharem este livro. Ele é direto, mas também amável. Minha oração por este livro e pela continuação do ministério de Tim é que, por meio deles, os cristão adquiram convicções bíblicas sobre música, retornem ao verdadeiro desejo de adorar ao Senhor e aperfeiçoem suas habilidades para recuperar irmãos que foram enfraquecidos pela confusão da CCM. Se você gosta da CCM e aprova o seu procedimento, eu rogo que você leia este livro em atitude de oração e de maneira objetiva. Estamos em uma batalha. A guerra foi vencida no Calvário, mas é nosso dever sustentar a linha até que Jesus volte. Tim Fisher já efetuou um poderoso disparo contra o erro em O Debate Sobre a Música Cristã. Dr. John C. Vaughn Setembro de 1992 Greenville, S.C. 11

12 Prefácio da Segunda Edição em Inglês ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ J á se passaram doze anos desde que escrevi a primeira edição de O Debate Sobre a Música Cristã. Naquele tempo, eu não compreendia como iria crescer a influência do movimento de CCM. Nesse mesmo período, no entanto, o movimento tem estado envolvido em problemas e controvérsias. Doze anos atrás, começamos a ver a indústria em transição, com companhias de gravação seculares começando a comprar marcas cristãs. No presente, o processo está virtualmente completo. Todas as principais produtoras de música cristã pertencem, agora, a gravadoras seculares. No mercado de varejo, essa tendência tem se confirmado pelo fato de as vendas de música cristã serem maiores nos estabelecimentos varejistas seculares. De fato, desde 1999, tem havido mais música cristã nos grandes grupos de varejo e lojas de música secular do que em livrarias cristãs. Em 2003, apenas 40% de música cristã foi vendida em estabelecimentos cristãos. Esta tendência meramente confirma que o comércio é a linha final da música cristã hoje não o ministério. Isto tem causado um crescente murmúrio de preocupação por muitos de dentro do movimento de CCM. Diversos artistas e produtores têm abandonado o movimento com desânimo e desgosto. Junte isso com o desvio cada vez maior em direção aos valores seculares, dentro da comunidade cristã. A década passada testemunhou dois dos maiores nomes da comunidade de CCM passando por divórcios difíceis; outros artistas de renome na música da CCM perderam a credibilidade por causa de conduta sexual imprópria ou uso de drogas. Estes são só uns poucos exemplos 12

13 dos processos alarmantes dentro do movimento. Nós certamente não estamos buscando uma razão para nos alegrar com essas tragédias; contudo, a resposta da comunidade da CCM tem justificado que continuemos preocupados com a tolerância e a cegueira extremas que revelam semelhantes ações. De fato, a World Magazine deixou escapar algo surpreendente em maio de 2000, com um artigo de Candi Cushman intitulado: Salt or Sugar [Sal ou Açúcar]. Discutindo as recentes tragédias (mencionadas acima) juntamente com uma gama de outros exemplos, o autor constrói um sábio casulo para a divisão acentuada dentro do movimento de CCM. O artigo esboça uma entrevista com Wes King, um artista popular da CCM que, depois de ganhar cinco prêmios Dove, foi enviado para uma escola profissionalizante dos artistas da CCM. Após uma pequena visita, o Sr. King abandonou abruptamente a escola profissionalizante, argumentando que ele havia sido recebido em um ambiente politicamente correto ao extremo, por uma atéia lésbica que o instruiu a usar termos como minha fé em lugar de Jesus, e disfunção em lugar de pecado. Ele admitiu: Eles queriam extirpar toda e qualquer coisa de minha fé que fosse ofensiva (p. 19). Qualquer um que lê regularmente a CCM Magazine deve se mostrar pelo menos um pouco surpreso com a evolução de seu formato. No presente, os filmes de Hollywood são avaliados em cada edição, sem nenhum comentário sobre os índices estatísticos ou conteúdo dos filmes. Os novos programas de televisão são examinados e saudados como sucessos comerciais da mesma forma como a mídia secular os louva. O artigo de destaque Quote This [Cite Isto], da CCM Magazine, sem comentários 13

14 editoriais, cita positivamente astros como Tom Cruise e sua conversão à Ciência Cristã, juntamente com o Papa e sua resposta aos problemas de abuso sexual dentro da Igreja Católica Romana. Anúncios publicitários de serviço de namoro online estão presentes na revista. Jesus Cristo está em segundo lugar, atrás de personalidades e mercados. Devo admitir, estes são todos sinais dos tempos e os tempos não são bons. Mais uma tendência a mencionar aqui é provavelmente a ascensão do Movimento de Louvor e Adoração. Embora ele já exista há algum tempo, na década passada foi elevado a um estado sem precendentes, caminhando lado a lado com o movimento da mega-igreja (amiga do usuário) iniciado pela Willow Creek Community Church em Chicago, Illinois, e a Saddleback Church em Lake Forest, California. A filosofia ecumênica do movimento de Louvor e Adoração, juntamente com as tradições carismáticas de música, concederam à igreja tradicional um inimigo aparentemente invencível na cultura de guerras de louvor. Mais e mais igrejas fundamentalistas estão desmoronando para a tendência corrente, com o intuito de não serem vistas como apáticas ou pior, como não sendo relevantes (o que muitos considerariam o pior pecado de nossos tempos). Como declarado no prefácio da primeira edição, um dos principais propósitos deste livro é delinear e defender uma posição bíblica de música cristã. Creio que a CCM tem minado o conceito de música cristã em geral, e promovido no mundo um ponto de vista distorcido acerca do cristianismo. Na década passada, um dos principais debates públicos dentro da comunidade da CCM foi sobre a verdadeira definição de música cristã. Justamente quando parecia que a Gospel Music Association (GMA) 14

15 iria tomar uma posição tradicional (e correta) sobre a letra da música cristã, o protesto de dentro da família da CCM suprimiu o esforço e abriu a porta para que no presente qualquer coisa seja permitida no que tange à definição de música cristã. Isto é explicado em mais detalhes no capítulo 1, mas eu o mencionei aqui para mostrar que todas essas tendências têm fortalecido minha resolução. O movimento de CCM representa um grave perigo para a igreja de Jesus Cristo, e estou mais convencido disto agora do que quando primeiramente me manifestei há doze anos. No lado positivo, louvo ao Senhor por outros que estão levantando a voz sobre este tópico. Embora muitos dos livros que têm sido publicados mereçam consideração, nos últimos anos, dois livros excelentes foram lançados, os quais recomendo muito. O primeiro é Measuring the Music, de John Makujina. John leva a interpretação erudita e bíblica a um novo nível em seu excelente estudo. O livro de John também é muito útil como resposta a duas das maiores obras escritas na década passada em apoio a CCM: The Contemporary Christian Music Debate: Worldly Compromise ou Agent of Renewal? [A Controvérsia de Música Cristã Contemporânea: Comprometimento Mundano ou Agente de Renovação?] (Wheaton, IL: Tyndale House, 1993) por Steve Miller, e Music Through the Eyes of Faith [Música através dos Olhos da Fé] (San Francisco, CA: Harper, 1993), de Harold Best. Outro livro de grande auxílio é Why I Left the Contemporary Christian Music Movement, Confessions of a Former Worship Leader [Confissões de um Ministro de Louvor, Editora Fiel, 2005], de Dan Lucarini. Dan apresenta um testemunho constrangedor sobre como Deus o resgatou do perigoso caminho que estava traçando dentro do movimento de 15

16 CCM, e então explica nos mínimos detalhes os princípios bíblicos para conduzir o leitor ao caminho certo. Finalmente, uns poucos comentários sobre esta segunda edição: eu não empreendi uma revisão completa, mas antes, uma atualização. Creio que as coisas estão um pouco mais fáceis de entender, mas os princípios permanecem os mesmos. As coisas que estamos testemunhando hoje são, na realidade, uma continuação de décadas de progresso sob a bandeira da filosofia da CCM. Esta é aquela filosofia que continuamos a tratar, e ela não mudou para qualquer grau significante na década passada. Eu asseveraria, de fato, que ela tem estado mais em foco. Os problemas que víamos nos primeiros anos da CCM estão mais acentuados e mais fáceis de definir do que já foram em qualquer outro tempo. A principal necessidade de uma nova edição foi atualizar muitas das citações e ilustrações. Embora haja diversas novas citações ao longo de todo o livro, também foi necessário deixar intactas muitas das citações anteriores. É importante percebermos a continuação do pensamento sobre um assunto específico. É importante vermos que as mesmas considerações do ponto de vista mundano da CCM realmente não mudaram. Podemos ter certeza de uma coisa: a música mudou. Doze anos atrás, falávamos sobre rock cristão, visto que o rock era a música pop que prevalecia na cultura. Hoje, o rock n roll está em terceiro lugar, atrás do hip hop (rap) e do country. A música cristã também está refletindo esta tendência. Mas, apesar dos tempos em constante mudança, nós ainda estamos cônscios dos principais temas da filosofia da CCM, e são estes que continuamos a discutir e comparar com as Escrituras. Eu oro para que, enquanto você lê este estudo, o 16

17 Senhor fale ao seu coração e lhe ajude a entender o que está em jogo. Tim Fisher Março de

18

19 Prefácio da Primeira Edição em Inglês ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ H á vinte e cinco anos atrás nós nunca teríamos feito a pergunta: O QUE É MÚSICA CRISTÃ? É engraçado como os tempos mudam! As concessões das pessoas na igreja têm apagado linhas divisórias claras, e a falta de conhecimento bíblico tem arruinado o fundamento da doutrina nas igrejas que dizem crer na coisa certa. Poucos têm certeza sobre alguma ou qualquer coisa. O termo música cristã pode significar coisas totalmente diversas para diferentes grupos dentro do cristianismo. Há espaço para diversidade na aplicação dos princípios bíblicos, mas não pode haver diversidade com respeito às verdades básicas que estão corretamente alicerçadas na Escrituras. Na geração passada, havia um consenso quase que universal sobre o conteúdo e propósito da música cristã. Havia diferenças, mas elas não eram nada comparadas à nossa presente situação. Quando entrei na adolescência (no final dos anos 60), se eu quisesse ouvir música do mundo, teria que escapar da influência da minha família, minha igreja, minha escola cristã, e até mesmo de meus amigos. Hoje, se um adolescente cristão quer ouvir a mesma música do mundo e, em muitos casos, uma música muito pior ele pode fazer isto com o encorajamento de sua família, igreja, escola cristã e amigos. O título deste livro é O Debate Sobre a Música Cristã, um título que escolhi deliberadamente. Quando Harold Lindsell escreveu sua tese monumental The Battle for the Bíble [Batalha pela Bíblia], havia a necessidade de combater em favor da posição que a igreja por longo tempo mantivera: a inerrância completa e autoritativa 19

20 das Escrituras. Cinqüenta anos antes de o Dr. Lindsell escrever esse livro, não havia uma necessidade tão grande de se defender a Bíblia geralmente entendia-se e aceitava-se que a Bíblia era o que ela reivindicava ser: a Palavra de Deus inspirada. No entanto, as concessões e o liberalismo corroeram estes fundamentos, até o ponto em que aqueles que criam nas doutrinas históricas estivessem em minoria. Em O Debate Sobre a Música Cristã, tentarei defender a posição histórica praticada e sustentada ao longo de toda a história da igreja. Esta não é uma batalha pela tradição humana ou até mesmo pelo estilo sacro. Eu oro para que o livro não seja recebido como uma defesa de meus gostos pessoais. Se as Escrituras têm verdades fundamentais sobre a música e seu uso na adoração, e se nós concordamos que a Bíblia é a Palavra de Deus inspirada e infalível, então, no fim, devemos nos encontrar em um terreno comum. Nesta defesa, vou focalizar a questão mais divisora enfrentada na música cristã hoje: um gênero de música que tem sido chamado de Contemporary Christian Music, ou CCM [Música Cristã Contemporânea-MCC]. Este estilo de música tem cativado as mentes e corpos de adolescentes cristãos, como nada mais em nossa moderna cultura cristã. É possível que você pergunte: O que é CCM? Há dois pensamentos principais guiando os compositores e artistas da CCM. O primeiro é que a música (as notas propriamente ditas) é neutra nem boa nem má. Aceita-se que a única música má é aquela que promove coisas más (na letra), que é executada por pessoas más (um grupo secular de rock), e é apresentada em lugares ruins (bares, danceterias, shows de rock). Se nós, como cristãos, pudermos pegar aquela mesma música e can- 20

21 tar acerca de coisas boas (Deus e Seu amor), executá-la com pessoas boas (cristãos), e apresentá-la em lugares bons (igrejas, shows jovens, reuniões), então poderemos usar a música para servir ao Senhor. A conclusão deste raciocínio é: Qualquer estilo de música é aceitável para comunicar a Palavra de Deus. O segundo princípio seguido pelo movimento de CCM é que a música é principalmente uma ferramenta de evangelismo. Visto que a música rock é a linguagem da cultura de hoje (como os defensores da CCM diriam), precisamos alcançar os de fora com uma linguagem que a cultura pode entender. Se popularidade fosse o único padrão pelo qual fôssemos avaliar o sucesso da CCM, então não teríamos queixas. Embora popularidade não seja pecado, a questão não é tão simples. Quando qualquer movimento divide tanto nossas igrejas, é imperativo que o examinemos à luz da Escritura para termos certeza de que ele é do Senhor. Defensores da CCM têm citado a declaração de Gamaliel em Atos 5:38-39: E agora digo-vos: Dai de mão a estes homens, e deixai-os, porque, se este conselho ou esta obra é de homens, se desfará, mas, se é de Deus, não podereis desfazê-la, para que não aconteça serdes também achados combatendo contra Deus. Naturalmente, foi o inimigo dos apóstolos quem fez esta afirmação. Os cristãos são sempre encorajados, nas Escrituras, a examinarem aqueles que alegam ser ministros de Deus, conferindo se sua mensagem e métodos estão de acordo com a Palavra de Deus. Esta não é uma questão de nós versus eles. É uma questão divisora de águas que está determinando o destino de muitas igrejas em nossa cultura. Aqueles que escolhem erradamente irão minar o alicerce de seus mi- 21

22 nistérios. Escolhas musicais são escolhas direcionais. Da mesma forma, uma filosofia errada de música manifesta ou garante uma filosofia errada de ministério. Suponho que você vá ler isto com uma mente aberta. Se você não estivesse interessado no assunto, em primeiro lugar, nem teria escolhido este livro. Estou confiante de que este livro irá lhe ajudar, desde que você o leia honestamente, examinando a Palavra de Deus com espírito de humildade e vontade de aprender. O sucesso espiritual não depende de alguém aderir a minha filosofia. Antes, nosso sucesso como o corpo de Cristo depende de nossa lealdade para com os princípios bíblicos. Seria impossível discutir este assunto sem identificar nominalmente indivíduos e grupos. Isto possivelmente deixará alguém com raiva (especialmente fãs ), mas é necessário sermos específicos e dar crédito às citações utilizadas. Estou ciente de que um movimento inteiro não pode ser julgado a partir dos comentários de uma única pessoa de dentro deste movimento, e que ninguém que esteja envolvido com a música cristã contemporânea (CCM) se levanta contra todos os princípios promovidos neste livro. Há muitos no movimento de CCM que diriam Amém! para muitos destes argumentos. Meu único objetivo é mostrar uma abordagem bíblica de música e performance. Se estivermos corretos em nossa aplicação das Escrituras, devemos chegar a uma perspectiva diferente daquilo que é comumente mantido nos círculos da CCM. Alguns defensores da CCM se concentram nas exceções, ao invés de olharem objetivamente para o rumo que o seu movimento está tomando. Pode haver exceções, mas elas não podem corrigir o dano que está sendo causado de forma geral. Se você quiser saber para 22

23 onde alguém está indo, olhe para a estrada em que ele está para determinar onde eventualmente chegará. A CCM definitivamente está andando em uma nova estrada, uma estrada muito diferente daquela percorrida pela igreja histórica. Nós não veneramos a tradição, mas se a tradição está baseada na verdade, defendemos a verdade. Vamos olhar cuidadosamente a estrada que o movimento CCM escolheu, para ver onde ela vai dar. Você irá constatar que a documentação apresentada neste livro é extensiva. Algumas pessoas e grupos serão citados e/ou discutidos mais do que outros. Esses são normalmente os compositores que determinam a tendência da CCM. Eles encabeçam, enquanto os outros seguem. Finalmente, isto é uma batalha. Há aqueles que não somente discordam desta posição, mas também são antagonistas àqueles que tomam esta posição. Eles usam termos como legalistas, apegados à tradição, antiquados, parecidos com avestruz, despreocupados com as almas e fariseus, para descrever aqueles que sustentam um padrão elevado. Chegou a hora de nós, que sustentamos esse padrão elevado, começarmos (em um espírito amável) a tomar a ofensiva. Não deveríamos ter medo de identificar alguns destes pontos de vista (e alguns indivíduos que os promovem) como não-bíblicos, mundanos, comprometedores, faltos de entendimento espiritual, carnais, hipócritas, e egoístas. Esta é uma batalha espiritual: as armas da nossa milícia não são carnais (II Coríntios 10:4). Nosso entendimento e uso da Palavra de Deus é tanto nossa melhor defesa quanto nosso melhor ataque nesta batalha. Não estamos isentos de fazer inimigos ou causar divisão desnecessária no corpo, mas é preferível defender o nome de nosso melhor 23

24 Amigo, o Senhor Jesus Cristo. Tim Fisher Setembro de

25 Prefácio da Primeira Edição em Português ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ A través dos anos, nós, missionários e pastores brasileiros, temos observado o crescimento do movimento Música Cristã Contemporânea com preocupação. Temos lamentado a falta de recursos sobre música cristã. Conhecendo o Dr. Tim Fisher e seu trabalho, vimos em seu livro uma ferramenta para nos ajudar a definir o que realmente é música cristã. Assim surgiu a idéia de trazer para a língua portuguesa esta obra prima, de um músico respeitado no meio fundamentalista. Agradeço aos que se empenharam para que esta obra fosse produzida e reconheço que serão necessárias algumas revisões nas edições futuras. É devido um agradecimento especial ao Pr. Alexandre Nunes e ao Pr. Marcelo Martins, por sua ajuda na redação. É minha oração que esta obra ajude àqueles que ainda não levantaram a sua bandeira, a colocá-la no alto. E àqueles que têm ficado na dúvida com relação a alguns padrões de música, a acharem as respostas bíblicas para o que têm procurado. Pr. Edward Alexander Maio de

26

27 Capítulo UM Onde as Coisas Deram Errado? ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~ N a década de 90, testemunhamos o início de uma transformação que chegou à sua plenitude no novo milênio: artistas cristãos tendo êxito em cruzar a ponte para gravadoras seculares; grandes gravadoras assinaram contratos multimilionários com músicos cristãos; gravadoras cristãs entraram em acordos de marketing com gravadoras não cristãs, atingindo mercados anteriormente inatingíveis. No início dos anos 90, testemunhamos grupos como Stryper e U2 entrando em um estágio secular. Michael W. Smith assinou um contrato multimilionário com a gravadora Geffen (a mesma que trabalha com o grupo de rock Guns N Roses). A Word Records (a maior distribuidora de música cristã) assinou um acordo de distribuição e marketing de longo prazo com a Epic Records. A Benson Group Music fechou um contrato de marketing com a A&M Records. The Winans (um dueto de cristãos negros) atingiram o topo da lista de Rhythm and Blues em setembro de 1991 com a Capital Records. Também em 1991, pela primeira vez na história, uma música cristã (Baby, Baby, de Amy Grant) alcançou o primeiro lugar da lista de música popular secular dos Estados Unidos, inspirando clamores como Isto é uma resposta de oração. 1 Amy Grant (que, mais do que ninguém, foi a pio-

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

#62. O batismo do Espírito Santo (continuação)

#62. O batismo do Espírito Santo (continuação) O batismo do Espírito Santo (continuação) #62 Estamos falando sobre alguns dons do Espírito Santo; falamos de suas obras, dos seus atributos, como opera o novo nascimento e, por último, estamos falando

Leia mais

Consolidação para o Discipulado - 1

Consolidação para o Discipulado - 1 Consolidação para o Discipulado - 1 Fortalecendo o novo convertido na Palavra de Deus Rev. Edson Cortasio Sardinha Consolidador/a: Vida consolidada: 1ª Lição: O Amor de Deus O amor de Deus está presente

Leia mais

Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007)

Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007) Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007) Por favor, poderiam abrir em primeira aos Coríntios, a primeira

Leia mais

A Experiência do Novo Nascimento

A Experiência do Novo Nascimento Pr. Patrick Robert Briney Mission Boulevard Baptist Church A Experiência do Novo Nascimento A Série das Verdades do Evangelho (caderno 6) The Born Again Experience Tradução Pr. Anastácio Pereira de Sousa

Leia mais

Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO

Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO ORIENTAÇÕES GERAIS Bem-vindos à nova estação dos GFs: a estação do evangelismo! Nesta estação queremos enfatizar pontos sobre nosso testemunho de vida

Leia mais

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro?

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro? ...as religiões? Sim, eu creio que sim, pois não importa a qual religião pertença. O importante é apoiar a que tem e saber levá-la. Todas conduzem a Deus. Eu tenho minha religião e você tem a sua, e assim

Leia mais

Curso Bíblico. Discipulado de Integração. Discipulado de Integração

Curso Bíblico. Discipulado de Integração. Discipulado de Integração Curso Bíblico Discipulado de Integração Curso Bíblico Gratuito Para Novos Discípulos de Jesus Cristo Quando aceitamos o evangelho, cremos em Jesus Cristo como nosso Salvador e Senhor, temos o nascimento

Leia mais

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS.

IGREJA CRISTÃ MARANATA PRESBITÉRIO ESPÍRITO SANTENSE EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL 21-jun-2015 - TEMA: A FÉ Assunto: INTERFERÊNCIAS NO PROCESSO DA SALVAÇÃO Texto fundamental: JOÃO CAP. 9 EM EFÉSIOS 2.8 PAULO VINCULA A SALVAÇÃO À FÉ QUE VEM DE DEUS. COMENTAR OS

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER INTRODUÇÃO: Qualquer que seja meu objetivo, ler é a atividade básica do aprendizado. Alguém já disse: Quem sabe ler, pode aprender qualquer coisa. Se quisermos estudar a Bíblia,

Leia mais

Sola Scriptura Somos diferentes?

Sola Scriptura Somos diferentes? Sola Scriptura Somos diferentes? Introdução: 3 pilares da Reforma Protestante: sola Scriptura, sola fide, sola gratia Mesmo em forma de afirmação, cada pilar também é negação. Por exemplo, a expressão,

Leia mais

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ EBD DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ OLÁ!!! Sou seu Professor e amigo Você está começando,hoje, uma ETAPA muito importante para o seu CRESCIMENTO ESPIRITUAL e para sua

Leia mais

ATRAINDO E MANTENDO A MULTIDÃO

ATRAINDO E MANTENDO A MULTIDÃO ATRAINDO E MANTENDO A MULTIDÃO ANOTAÇÕES Como Planejar Um Culto Sensível Aos Não-crentes INTRODUÇÃO Uma das características do ministério de Jesus é que ele atraía muitas pessoas A Bíblia diz que "Numerosas

Leia mais

YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos

YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos 4.12) Quando você se arrepende dos seus pecados e crê

Leia mais

Direitos reservados Domingos Sávio Rodrigues Alves Uso gratuito, permitido sob a licença Creative Commons 1

Direitos reservados Domingos Sávio Rodrigues Alves Uso gratuito, permitido sob a licença Creative Commons 1 1 O caminho da harmonia. Colossenses 3 e 4 Col 3:1-3 Introdução: Portanto, já que vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus. Mantenham

Leia mais

Propósito n. 1 VOCÊ FOI PLANEJADO PARA AGRADAR A DEUS. 8º. Dia 06 de Março Planejado para agradar a deus

Propósito n. 1 VOCÊ FOI PLANEJADO PARA AGRADAR A DEUS. 8º. Dia 06 de Março Planejado para agradar a deus Propósito n. 1 VOCÊ FOI PLANEJADO PARA AGRADAR A DEUS Porque o Senhor vai plantar esse povo; eles serão fortes e belos como carvalhos, e darão glória a Ele. Isaías 61.3b 8º. Dia 06 de Março Planejado para

Leia mais

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO O que é uma pessoa cristã? É a pessoa que acredita que o Deus vivo é revelado em e por meio de Jesus Cristo, que aceita Jesus Cristo como Senhor e Salvador, que

Leia mais

CONHECENDO O ESPÍRITO SANTO. APOSTILA DA CLASSE DE NOVOS MEMBROS Volume 06 de 07

CONHECENDO O ESPÍRITO SANTO. APOSTILA DA CLASSE DE NOVOS MEMBROS Volume 06 de 07 CONHECENDO O ESPÍRITO SANTO APOSTILA DA CLASSE DE NOVOS MEMBROS Volume 06 de 07 A trindade sempre existiu, mas se apresenta com maior clareza com vinda de Cristo e a redação do Novo Testamento. Por exemplo,

Leia mais

VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE

VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE É Preciso saber Viver Interpretando A vida na perspectiva da Espiritualidade Cristã Quem espera que a vida seja feita de ilusão Pode até ficar maluco ou morrer na solidão É

Leia mais

Disciplina de Leitura Pessoal Manual do Aluno David Batty

Disciplina de Leitura Pessoal Manual do Aluno David Batty Disciplina de Leitura Pessoal Manual do Aluno David Batty Nome Data de início: / / Data de término: / / 2 Leitura Pessoal David Batty 1ª Edição Brasil As referências Bíblicas usadas nesta Lição foram retiradas

Leia mais

I Plenitude do Espírito e vida familiar

I Plenitude do Espírito e vida familiar 13 I Plenitude do Espírito e vida familiar E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito, falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com

Leia mais

Romanos 1-6. A Justiça de Deus. editora batista regular. Por JOHN A. STEWART

Romanos 1-6. A Justiça de Deus. editora batista regular. Por JOHN A. STEWART Romanos 1-6 A Justiça de Deus Por JOHN A. STEWART editora batista regular "Construindo Vidas na Palavra de Deus" Rua Kansas, 770 - Brooklin - CEP 04558-002 - São Paulo - SP 2010 2009 Lamplighters International.

Leia mais

Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão:

Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão: II) NOSSA VISÃO Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão: A) Adorar a Deus em espírito e verdade Queremos viver o propósito para o qual Deus

Leia mais

NOME DO CURSO ORAR É AÇÃO EBA. Nome do professor

NOME DO CURSO ORAR É AÇÃO EBA. Nome do professor ORAR É AÇÃO EBA Aprendendo a ORAR com Paulo Ef. 1:15-19. Por isso também eu, tendo ouvido da fé que há entre vós no Senhor Jesus e o amor para com todos os santos, não cesso de dar graças por vós, fazendo

Leia mais

Lição 8 Trabalhar com Líderes

Lição 8 Trabalhar com Líderes Lição 8 Trabalhar com Líderes Já havia mais de um ano que o António se tornara membro da sua igreja. Ele tinha aprendido tanto! Começou a pensar nos líderes da igreja que o tinham ajudado. Pensava naqueles

Leia mais

O CAMINHO PARA A ESPIRITUALIDADE

O CAMINHO PARA A ESPIRITUALIDADE José Carlos Pezini Luis Alexandre Ribeiro Branco O CAMINHO PARA A ESPIRITUALIDADE Uma Espiritualidade Cristocêntrica 1 Revisão: Bruna Perrella Brito 2 Prefácio Introdução 1 Índice O Que é Espiritualidade

Leia mais

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Copyright 2009 por Marcos Paulo Ferreira Eliézer dos Santos Magalhães Aridna Bahr Todos os direitos em língua portuguesa reservados por: A. D. Santos Editora Al. Júlia da Costa, 215 80410-070 - Curitiba

Leia mais

Jovens Líderes. Resumindo: O líder íntegro tem uma vida Reta diante de Deus e das pessoas.

Jovens Líderes. Resumindo: O líder íntegro tem uma vida Reta diante de Deus e das pessoas. Jovens Líderes Estudo preparado para a UniJovem dia 27/11/2010 Por Paulo Berberth Hoje teremos a eleição para a diretoria da UniJovem 2011 2012. Então achei importante destacar algumas Qualidades Imprescindíveis

Leia mais

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESTUDO 4 Palavra Viva RELEMBRANDO SANTIFICAÇÃO Nossos três grandes inimigos: O MUNDO A CARNE O D IABO 'Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne, porque

Leia mais

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11)

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Mensagem 1 A metáfora do Caminho Introdução: A impressão que tenho é que Jesus escreveu isto para os nossos dias. Embora

Leia mais

Eu acredito que a Bíblia é a melhor dádiva que Deus deu à humanidade. Todas as coisas boas do Salvador do mundo nos são ditas através deste Livro.

Eu acredito que a Bíblia é a melhor dádiva que Deus deu à humanidade. Todas as coisas boas do Salvador do mundo nos são ditas através deste Livro. A importância do estudo bíblico para a vida cristã 2 Pedro 1.12-2121 Pr. Fernando Fernandes Eu acredito que a Bíblia é a melhor dádiva que Deus deu à humanidade. Todas as coisas boas do Salvador do mundo

Leia mais

Roberto Serpa Ser CRENTE

Roberto Serpa Ser CRENTE Ser CRENTE Roberto Serpa Ser CRENTE romance www.booksprintedizioni.it Copyright 2012 Roberto Serpa Tutti i diritti riservati Sobre o autor Roberto Serpa, brasileiro, nascido no Rio de Janeiro, onde viveu

Leia mais

LEVANTAMENTO DOS DONS ESPIRITUAIS

LEVANTAMENTO DOS DONS ESPIRITUAIS LEVANTAMENTO DOS DONS ESPIRITUAIS INSTRUÇÕES: I Nas páginas seguintes, responda a cada afirmação do Levantamento de Dons Espirituais, utilizando a escala abaixo: 3 = CONSTANTEMENTE, DEFINITIVAMENTE CERTO.

Leia mais

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado LIÇÃO 1 - EXISTE UM SÓ DEUS 18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado A Bíblia diz que existe um único Deus. Tiago 2:19, Ef. 4 1- O Deus que Criou Todas as coisas, e que conduz a sua criação e

Leia mais

Obedecer a Deus, Honrar aos pais e viver bem!

Obedecer a Deus, Honrar aos pais e viver bem! Obedecer a Deus, Honrar aos pais e viver bem! Obedecer. Palavra fácil de entender, mas muitas vezes difícil de colocar em prática. Principalmente quando não entendemos ou concordamos com a orientação dada.

Leia mais

Igreja Cristã Maranata. Trabalho com Surdos. Orientações gerais. Trabalho de LIBRAS

Igreja Cristã Maranata. Trabalho com Surdos. Orientações gerais. Trabalho de LIBRAS Orientações gerais Trabalho de LIBRAS Orientações quanto ao. Vimos, através desta, informar sobre a conduta básica para recepção dos nossos irmãos surdos e sobre procedimentos no tocante à introdução e

Leia mais

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula XXII A PRIMEIRA CARTA DE PEDRO E REFLEXÕES SOBRE O SOFRIMENTO Até aqui o Novo Testamento tem dito pouco sobre

Leia mais

PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:27-30

PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:27-30 PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:2730 FILIPENSES 1:2730 Somente deveis portarvos dignamente conforme o evangelho de Cristo, para que, quer vá e vos

Leia mais

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO 1 ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO LIÇÃO Nº 01 DIA 16/06/2014 INTRODUÇÃO: Vamos começar uma nova série de estudos em nossas células. Esta será uma série muito interessante

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CONSELHEIROS BÍBLICOS (ABCB)

DECLARAÇÃO DE FÉ ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CONSELHEIROS BÍBLICOS (ABCB) DECLARAÇÃO DE FÉ ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CONSELHEIROS BÍBLICOS (ABCB) A Igreja de Jesus Cristo está comprometida somente com o Antigo e Novo Testamentos como a única autoridade escrita de fé e conduta.

Leia mais

Quão Longe é Muito Longe?

Quão Longe é Muito Longe? 1 Quão Longe é Muito Longe? Tim Challies Num momento ou outro, todo mundo já fez ou precisou responder as seguintes perguntas: Quando se trata do componente físico de um relacionamento de namoro, quão

Leia mais

#68. 10.21 Introdução à Escatologia

#68. 10.21 Introdução à Escatologia 10.21 Introdução à Escatologia #68 Daqui para frente, estamos entrando na parte escatológica da Bíblia. O que é escatologia? É o estudo das últimas coisas. Vivemos a época da Igreja, a qual terminará com

Leia mais

REVENDO A VISÃO E A NOSSA ESTRUTURA

REVENDO A VISÃO E A NOSSA ESTRUTURA AS CINCO FUNÇÕES ESSENCIAIS DA CÉLULA REVENDO A VISÃO E A NOSSA ESTRUTURA A célula tem muitas funções na igreja local, mas queremos ver o que na nossa opinião seriam as funções mais essenciais e indispensáveis.

Leia mais

A FAMILIA DE DEUS TEM UM NOME

A FAMILIA DE DEUS TEM UM NOME A FAMILIA DE DEUS TEM UM NOME Toda família tem um nome, este nome é o identificador de que família pertence esta pessoa, o qual nos aqui no Brasil chamamos de Sobrenome. Então este nome além de identificar

Leia mais

NOVE FORMAS DE SE TORNAR UMA IGREJA GUIADA POR PROPÓSITO. Como Equilibrar os Cinco Propósitos. Níveis de Compromisso

NOVE FORMAS DE SE TORNAR UMA IGREJA GUIADA POR PROPÓSITO. Como Equilibrar os Cinco Propósitos. Níveis de Compromisso NOVE FORMAS DE SE TORNAR UMA IGREJA GUIADA POR PROPÓSITO Como Equilibrar os Cinco Propósitos INTRODUÇÃO Comece a ver cinco grupos-alvo a quem você ministra: CÍRCULOS DE COMPROMISSO Alvo EVANGELISMO ADORAÇÃO

Leia mais

JESUS CRISTO É O FILHO DE DEUS

JESUS CRISTO É O FILHO DE DEUS JESUS CRISTO É O FILHO DE DEUS SOBRE ESTA REVELAÇÃO EDIFICAREI A MINHA IGREJA Mateus 16: 13 E, chegando Jesus às partes de Cesaréia de Filipe, interrogou os seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens

Leia mais

Primeiros Passos na Vida Cristã

Primeiros Passos na Vida Cristã IGREJA BATISTA FUNDAMENTALISTA CRISTO É VIDA D I S C I P U L A D O Primeiros Passos na Vida Cristã C a p í t u l o ADEUS 1À VIDA VELHA Discipulador: / / No Culto... APÓS O Culto... Agora você é um nascido

Leia mais

A Identidade da Igreja do Senhor Jesus

A Identidade da Igreja do Senhor Jesus A Identidade da Igreja do Senhor Jesus Atos 20:19-27 (Ap. Paulo) Fiz o meu trabalho como Servo do Senhor, com toda a humildade e com lágrimas. E isso apesar dos tempos difíceis que tive, por causa dos

Leia mais

SEÇÃO 2 COMO ADORAR?

SEÇÃO 2 COMO ADORAR? SEÇÃO 2 COMO ADORAR? 1. Conhecendo o Deus que adoramos 2. A maior tragédia humana 3. Quem sou eu? 4. O caminho dado por Deus 5. Saindo da zona de conforto 6. Ouvindo o mundo 7. Ouvindo a Deus 8. O que

Leia mais

A Igreja é uma santa sociedade cristã para santa comunhão ordinária e ajuda mútua no culto público a Deus e no santo viver.

A Igreja é uma santa sociedade cristã para santa comunhão ordinária e ajuda mútua no culto público a Deus e no santo viver. A Igreja é uma santa sociedade cristã para santa comunhão ordinária e ajuda mútua no culto público a Deus e no santo viver. Richard Baxter Contexto: Os puritanos surgiram para apoiar e desejar a reforma

Leia mais

1 - CONCEITOS GERAIS

1 - CONCEITOS GERAIS 15 1 - CONCEITOS GERAIS Estamos oferecendo a você este treinamento não com a intenção de que após este curto espaço de tempo, você saia um expert em discipulado, mas incentivá-lo a cuidar e ser instrumento

Leia mais

A DÁDIVA DE LIDERANÇA SOBRE O CONTENTAMENTO BÍBLICO. Filipenses 4:10-20

A DÁDIVA DE LIDERANÇA SOBRE O CONTENTAMENTO BÍBLICO. Filipenses 4:10-20 A DÁDIVA DE LIDERANÇA SOBRE O CONTENTAMENTO BÍBLICO Filipenses 4:10-20 Já aprendi a contentar-me com as circunstâncias em que me encontre. Sei passar falta, e sei também ter abundância; em toda maneira

Leia mais

Livre arbítrio, eleição, predestinação: dá para conciliar?

Livre arbítrio, eleição, predestinação: dá para conciliar? Livre arbítrio, eleição, predestinação: dá para conciliar? O livre arbítrio tem sido definido como a capacidade que o homem tem de escolher entre o bem e o mal, entre o certo e o errado, e é óbvio, a de

Leia mais

Lição 7 Compreendendo a Visão da nossa Igreja

Lição 7 Compreendendo a Visão da nossa Igreja Lição 7 Compreendendo a Visão da nossa Igreja 1. O PROPÓSITO DESTA LIÇÃO Nesta lição queremos estudar e compreender melhor a visão que Deus tem nos dado como Convenção para nossas Igrejas locais. Já explicamos

Leia mais

#DesafioLeitorInsano? 3ª EDIÇÃO +++ Ano 2015

#DesafioLeitorInsano? 3ª EDIÇÃO +++ Ano 2015 #DesafioLeitorInsano? 3ª EDIÇÃO +++ Ano 2015 Dedique à disciplina o seu coração, e os seus ouvidos às palavras que dão conhecimento. Provérbios 23.12 Regulamento Para receber a camiseta como prêmio do

Leia mais

Você se lembra das três palavras abordadas na lição anterior: Revelação, inspiração e iluminação?

Você se lembra das três palavras abordadas na lição anterior: Revelação, inspiração e iluminação? A BÍBLIA Parte 2 Objetivo para mudança de vida: Dar ao estudante um senso profundo e duradouro de confiança em sua capacidade de entender a Bíblia. Capacidade esta que lhe foi dada por Deus. Você se lembra

Leia mais

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você!

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você! MANUAL Esperança Casa de I G R E J A Esperança Uma benção pra você! I G R E J A Esperança Uma benção pra você! 1O que é pecado Sem entender o que é pecado, será impossível compreender a salvação através

Leia mais

Apostila de Fundamentos. Arrependimento. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados...

Apostila de Fundamentos. Arrependimento. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados... Apostila de Fundamentos Arrependimento Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados... (Atos 3:19) A r r e p e n d i m e n t o P á g i n a 2 Arrependimento É muito importante

Leia mais

A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações I. O CONVITE

A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações I. O CONVITE A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações como ordenado pelo Capítulo Interprovincial da Terceira Ordem na Revisão Constitucional de 1993, e subseqüentemente

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

Mantendo uma Posição Firme

Mantendo uma Posição Firme Livro 1 página 65 Lição Nove Mantendo uma Posição Firme (O Batismo e a Membresia na Igreja) Introdução: O batismo e a membresia na igreja säo coisas inteiramente diferentes. Eles estão juntos nesta lição

Leia mais

Escola de Discipuladores Vida na Vida. Módulo 1

Escola de Discipuladores Vida na Vida. Módulo 1 Escola de Discipuladores Vida na Vida Módulo 1 1. A IGREJA E OS PEQUENOS GRUPOS A Igreja do Senhor Jesus está atualmente experimentando uma mudança de paradigma ao redor do mundo. Eu me refiro ao resgate

Leia mais

Lição 9 Completar com Alegria

Lição 9 Completar com Alegria Lição 9 Completar com Alegria A igreja estava cheia. Era a época da colheita. Todos tinham trazido algo das suas hortas, para repartir com os outros. Havia muita alegria enquanto as pessoas cantavam louvores

Leia mais

Mensagem: Fé provada. Por David Keeling.

Mensagem: Fé provada. Por David Keeling. Mensagem: Fé provada. Por David Keeling. Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renunciese a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Porque aquele que quiser salvar

Leia mais

Implantar o Seu Reino na Terra

Implantar o Seu Reino na Terra CHAMADOS PARA RESPLANDECER A LUZ DO SENHOR ENTRE TODOS OS POVOS Disse Jesus: Venham a mim todos que estão cansados e oprimidos e eu darei alivio para vocês Mat. 11.28 VISÃO DO MDA MÉTODO DE DISCIPULADO

Leia mais

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal.

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. ONDA GOSPEL - Quando revelou ao seu amigo, Luis Melancia a vontade de adquirir a rádio,

Leia mais

JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13

JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13 JESUS É A LUZ DO MUNDO João 8.12 Pr. Vlademir Silveira IBME 24/03/13 INTRODUÇÃO O Evangelho de João registra 7 afirmações notáveis de Jesus Cristo. Todas começam com Eu sou. Jesus disse: Eu sou o pão vivo

Leia mais

CARNE UM LIVRETE SOBRE CRESCIMENTO ESPIRITUAL PARA CRISTÃOS FAMINTOS

CARNE UM LIVRETE SOBRE CRESCIMENTO ESPIRITUAL PARA CRISTÃOS FAMINTOS CARNE UM LIVRETE SOBRE CRESCIMENTO ESPIRITUAL PARA CRISTÃOS FAMINTOS 2 SÉRIE CRESCIMENTO CRISTÃO Por Jerry Dean e Frank Hamrick editora batista regular CONSTRUINDO VIDAS NA PALAVRA DE DEUS Rua Kansas,

Leia mais

É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón. www.sisac.org.br

É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón. www.sisac.org.br É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón www.sisac.org.br "No capítulo 7 da epístola aos Romanos, encontramos o grito desesperado de um homem que não conseguia viver à altura dos princípios que conhecia.

Leia mais

SEMINÁRIO TEOLÓGICO COMO ELABORAR ESBOÇOS DE SERMÕES

SEMINÁRIO TEOLÓGICO COMO ELABORAR ESBOÇOS DE SERMÕES SEMINÁRIO TEOLÓGICO Prof. Herbert A. Pereira LOCAL Igreja Evangélica Deus Todo Poderoso Rua Schoroeder, 410 Jardim Santa Maria Guarulhos - SP. COMO ELABORAR ESBOÇOS DE SERMÕES Os esboços de pregação não

Leia mais

JOVENS COM UMA MISSÃO JOCUM ARACAJU PROJETO INTERCESSÃO INTERCESSORES E GRUPOS DE INTERCESSÃO

JOVENS COM UMA MISSÃO JOCUM ARACAJU PROJETO INTERCESSÃO INTERCESSORES E GRUPOS DE INTERCESSÃO JOVENS COM UMA MISSÃO JOCUM ARACAJU PROJETO INTERCESSÃO INTERCESSORES E GRUPOS DE INTERCESSÃO Miss. Gustavo Lima Silva (Beréu) & Wanessa S. B. Santos Silva (Brasil) Recife, 2010. SUMÁRIO INTRODUÇÃO...

Leia mais

O INVESTIMENTO. 4 pontos principais para apresentar a mensagem do Evangelho a qualquer pessoa:

O INVESTIMENTO. 4 pontos principais para apresentar a mensagem do Evangelho a qualquer pessoa: Lição 5 O INVESTIMENTO QUEBRA GELO: Compartilhe qual foi o maior investimento que você fez em sua vida. Por que você investiu? O que lhe garantiu o sucesso? VERSO DA SEMANA: Estejam sempre preparados para

Leia mais

Estudos na Palavra de Deus. Jovens

Estudos na Palavra de Deus. Jovens Estudos na Palavra de Deus Jovens Grandes Santos de Deus Jovens programação Jovens Sirvo a um Deus preciso Richard Roger (1550-1618) Jovens Família Igreja Sociedade Jovens CTB Os Puritanos Juliano Heyse

Leia mais

13. O DEUS QUE NOS COMPLETA Páginas 272-278

13. O DEUS QUE NOS COMPLETA Páginas 272-278 13. O DEUS QUE NOS COMPLETA Páginas 272-278 ENCONTRO: Se você pudesse levar um amigo para morar com você, quem seria? EXALTAÇÃO: Leia Efésios 4.1-15. Peça que compartilhem em que o Gf tem ajudado a cada

Leia mais

Deus está implantando o Seu Reino aqui na Terra e Ele tem deixado bem claro qual é a visão dele para nós:

Deus está implantando o Seu Reino aqui na Terra e Ele tem deixado bem claro qual é a visão dele para nós: Visão do MDa Na visão do MDA, é possível à Igreja Local ganhar multidões para Jesus sem deixar de cuidar bem de cada cristão é o modelo de discipulado um a um em ação. O MDA abrange diversos fatores desenvolvidos

Leia mais

www.comunidadepedraviva.com.br TRILHO PEDRA VIVA

www.comunidadepedraviva.com.br TRILHO PEDRA VIVA TRILHO PEDRA VIVA ROTEIRO PARA PLANTAÇÃO DE VIDAS Um provérbio chinês nos lembra : se sua visão é para um ano, plante trigo; se sua visão é para uma década, plante árvores; se sua visão é para toda a vida,

Leia mais

Mas isso irá requerer uma abordagem pessoal, persistente, muita oração e uma ferramenta poderosa para nos ajudar a fazer isso!

Mas isso irá requerer uma abordagem pessoal, persistente, muita oração e uma ferramenta poderosa para nos ajudar a fazer isso! 2015 NOSSO CONTEXTO GLOBAL: Quase 3 bilhões de pessoas online Quase 2 bilhões de smartphones 33% de toda a atividade online é assistindo a vídeos BRAZIL: Mais de 78% dos jovens (15-29) usam internet. São

Leia mais

Igreja Pentecostal da Bíblia

Igreja Pentecostal da Bíblia Igreja Pentecostal da Bíblia 2014 O Ano de Josué ** Fidelidade Josué cap. 24 ** Pastoreio # 014 Direção Nacional Retorno: Antes do pastoreio #014 é hora de ouvir: Motive os envolvidos no pastoreio a relatar

Leia mais

1 com satisfação que me dirijo a você agradecendo a sua companhia e convidandoo

1 com satisfação que me dirijo a você agradecendo a sua companhia e convidandoo Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia. É 1 com satisfação que me dirijo a você agradecendo a sua companhia e convidandoo para mais um tempo de reflexão e estudo com base

Leia mais

Como Estudar a Bíblia

Como Estudar a Bíblia Como Estudar a Bíblia Caderno de Estudos Por David Batty Estudos em Grupo Para Novos Cristãos 2 Direitos Reservados 2003 Comitê Acadêmico do Teen Challenge Internacional, EUA. Todos os direitos, incluindo

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

A Liderança do Espírito

A Liderança do Espírito A Liderança do Espírito Autor : Andrew Murray Para muitos Cristãos a liderança do Espírito é considerada como uma sugestão de pensamentos para nossa orientação. Eles almejam e pedem por ela em vão. Quando

Leia mais

#61. 10.14 O batismo do Espírito Santo

#61. 10.14 O batismo do Espírito Santo 10.14 O batismo do Espírito Santo #61 Estudamos o novo nascimento e vimos como o Espírito Santo realiza essa obra juntamente com a Palavra de Deus. Tínhamos que entender o novo nascimento e como alguém

Leia mais

AS CONEXÕES. QUEBRA GELO: Cite o nome de uma pessoa que mais te influenciou na vida. Comente como essa pessoa é, e explique como te influenciou.

AS CONEXÕES. QUEBRA GELO: Cite o nome de uma pessoa que mais te influenciou na vida. Comente como essa pessoa é, e explique como te influenciou. Lição 4 AS CONEXÕES QUEBRA GELO: Cite o nome de uma pessoa que mais te influenciou na vida. Comente como essa pessoa é, e explique como te influenciou. VERSO DA SEMANA: Sim, qualquer que seja o tipo de

Leia mais

SEMINÁRIO TEOLÓGICO NAZARENO DO BRASIL Cátedra: Formação Espiritual Docente: Rev. Luciano Duarte

SEMINÁRIO TEOLÓGICO NAZARENO DO BRASIL Cátedra: Formação Espiritual Docente: Rev. Luciano Duarte SEMINÁRIO TEOLÓGICO NAZARENO DO BRASIL Cátedra: Formação Espiritual Docente: Rev. Luciano Duarte QUESTÕES SOBRE FORMAÇÃO ESPIRITUAL por Sandro Rogério Ribeiro Hortolândia, SP 2014 SUMÁRIO 1 Introdução...

Leia mais

Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher. LIÇÃO 1 SUA MAIOR PRIORIDADE - Colossenses 3:1-4

Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher. LIÇÃO 1 SUA MAIOR PRIORIDADE - Colossenses 3:1-4 Estudo Bíblico Colossenses Guia do Líder Por Mark Pitcher Os quatro estudos a seguir tratam sobre a passagem de Colossenses 3:1-17, que enfatiza a importância de Jesus Cristo ter sua vida por completo.

Leia mais

Retroceder? Só se for pra pegar impulso!

Retroceder? Só se for pra pegar impulso! Retroceder? Só se for pra pegar impulso! Hb 10:35-39 "Por isso, não abram mão da confiança que vocês têm; ela será ricamente recompensada. Vocês precisam perseverar, de modo que, quando tiverem feito a

Leia mais

UMA AVALIAÇÃO DA MÚSICA DA NOSSA IGREJA

UMA AVALIAÇÃO DA MÚSICA DA NOSSA IGREJA UMA AVALIAÇÃO DA MÚSICA DA NOSSA IGREJA Aula 8 Objetivo: Capacitar o aluno para avaliar toda música (os hinos, cânticos espirituais, solos, cânticos para o coral, etc.) que cantamos e ouvimos. Segunda

Leia mais

2015 O ANO DE COLHER MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE?

2015 O ANO DE COLHER MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE? MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE? Texto: Apocalipse 21:1-2 Então vi um novo céu e uma nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra tinham passado; e o mar já não existia. Vi a cidade santa, a nova Jerusalém,

Leia mais

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves CAMINHOS Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves Posso pensar nos meus planos Pros dias e anos que, enfim, Tenho que, neste mundo, Minha vida envolver Mas plenas paz não posso alcançar.

Leia mais

Lição 01 O propósito eterno de Deus

Lição 01 O propósito eterno de Deus Lição 01 O propósito eterno de Deus LEITURA BÍBLICA Romanos 8:28,29 Gênesis 1:27,28 Efésios 1:4,5 e 11 VERDADE CENTRAL Deus tem um propósito original e eterno para minha vida! OBJETIVO DA LIÇÃO Que eu

Leia mais

revista FIDELIDADE - A vida cristã dinâmica Preparando a aula Plano de aula

revista FIDELIDADE - A vida cristã dinâmica Preparando a aula Plano de aula Base bíblica: João 3.1-23 Texto áureo: Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus (João 3.5). Preparando a aula Ore

Leia mais

NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) modelo da mensagem

NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) modelo da mensagem NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) modelo da mensagem Tudo bem. Eu vou para casa! Foi o que uma moça disse a seu namorado, na República Central-Africana. Tudo começou porque ele ia fazer uma viagem

Leia mais

AS DUAS GRANDES BIZARRICES UNICISTAS

AS DUAS GRANDES BIZARRICES UNICISTAS AS DUAS GRANDES BIZARRICES UNICISTAS (Atenção: esse texto visa apenas a esclarecer aos estudantes da doutrina da Mensagem acerca de como foi possível ao longo dos anos em nosso país, os ministros distorcerem

Leia mais

MISSÃO E CRESCIMENTO DA IGREJA IGREJA: CORPO VIVO DE CRISTO. Estudo Bíblico

MISSÃO E CRESCIMENTO DA IGREJA IGREJA: CORPO VIVO DE CRISTO. Estudo Bíblico MISSÃO E CRESCIMENTO DA IGREJA IGREJA: CORPO VIVO DE CRISTO Estudo Bíblico Bispo Luiz Vergílio / Caxias do Sul/RS Abril de 2009 Ministerial de Pastores e Pastoras 1 MISSÃO DA IGREJA E CRESCIMENTO I. IGREJA

Leia mais

SENDO UMA PESSOA MANSA E CONTROLADA.

SENDO UMA PESSOA MANSA E CONTROLADA. SENDO UMA PESSOA MANSA E CONTROLADA. Chegamos à reta final de nossa caminha de transformação, restando apenas os dois últimos gomos do Fruto do Espírito. Estes dois últimos gomos, são os mais difíceis

Leia mais