T A B E L A ATOS DO OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Emolumentos Recompe-MG Emolumentos Taxa de Valor Final Código. (Fundo de Compensação)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "T A B E L A 4-2016 ATOS DO OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Emolumentos Recompe-MG Emolumentos Taxa de Valor Final Código. (Fundo de Compensação)"

Transcrição

1 T A B E L A ATOS DO OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS Emolumentos Recompe-MG Emolumentos Taxa Valor Final Código Brutos (B/C do Recompe-MG) (Fundo Compensação) Líquidos (Recompe-MG já duzidos) Fiscalização Judiciária ao Usuário Corregedoria 1 - AVERBAÇÃO (com todas as anotações e referências a outros livros). a) De cédula hipotecária. 14,35 0,81 13,54 4,51 18, b) De contrato promessa compra e venda, cessão direitos e promessa cessão - mesmos valores da alínea "e" do número 5, sta tabela. até 1.400,00 82,79 4,69 78,10 31,90 114, ,01 até 2.720,00 135,04 7,64 127,40 52,05 187, ,01 até 5.440,00 195,71 11,08 184,63 75,40 271, ,01 até 7.000,00 270,93 15,33 255,60 104,40 375, ,01 até ,00 361,31 20,45 340,86 139,21 500, ,01 até ,00 466,77 26,42 440,35 179,87 646, ,01 até ,00 587,12 33,23 553,89 226,24 813, ,01 até ,00 722,74 40,91 681,83 278, , ,01 até ,00 873,33 49,43 823,90 336, , ,01 até , ,16 62, ,95 423, , ,01 até , ,33 74, ,54 613, , ,01 até , ,86 90, ,48 884, , ,01 até , ,45 97, , , ,

2 ,01 até , ,26 114, , , , ,01 até , ,03 142, , , , acima , ,89 178, , , , c) qualquer documento que altere o valor do contrato ou da dívida, inserção ou alteração medidas ou área do imóvel - meta dos valores da alínea "e" do número 5 sta tabela até 1.400,00 41,39 2,34 39,05 15,95 57, ,01 até 2.720,00 67,52 3,82 63,70 26,02 93, ,01 até 5.440,00 97,85 5,54 92,31 37,71 135, ,01 até 7.000,00 135,47 7,67 127,80 52,20 187, ,01 até ,00 180,65 10,22 170,43 69,61 250, ,01 até ,00 233,39 13,21 220,18 89,94 323, ,01 até ,00 293,57 16,62 276,95 113,11 406, ,01 até ,00 361,37 20,45 340,92 139,24 500, ,01 até ,00 436,66 24,71 411,95 168,26 604, ,01 até ,00 549,58 31,11 518,47 211,76 761, ,01 até ,00 660,66 37,39 623,27 306,98 967, ,01 até ,00 798,43 45,19 753,24 442, , ,01 até ,00 864,73 48,94 815,79 571, , ,01 até , ,63 57,03 950,60 777, ,

3 ,01 até , ,52 71, ,23 972, , acima , ,44 89, , , , d) De qualquer documento que altere o registro em relação a pessoa, cláusula, condição, prazo, vencimento, plano pagamento ou outras circunstâncias. e) De qualquer título, documento ou requerimento sem conteúdo financeiro. 14,35 0,81 13,54 4,51 18, ,35 0,81 13,54 4,51 18, f) De quitação total ou parcial dívida constante registro, qualquer que seja o valor do recibo, do instrumento particular ou da escritura. 14,35 0,81 13,54 4,51 18, g) Para cancelamento ônus e direitos reais sobre imóveis: até 1.400,00 9,86 0,56 9,30 3,06 12, ,01 até 5.000,00 11,83 0,67 11,16 3,68 15, ,01 até ,00 23,67 1,34 22,33 7,37 31, acima ,00 39,45 2,23 37,22 12,28 51, h) Para cancelamento registro ou averbação, inpenntemente do haver conteúdo financeiro. i) Para cancelamento inscrição memorial loteamento ou incorporação imobiliária. 14,35 0,81 13,54 4,51 18, ,35 0,81 13,54 4,51 18, j) construção, baixa e habite-se - meta dos valores finais ao usuário da alínea "e" do número 5 sta tabela, por unida até 1.400,00 41,39 2,34 39,05 15,95 57, ,01 até 2.720,00 67,52 3,82 63,70 26,02 93, ,01 até 5.440,00 97,85 5,54 92,31 37,71 135, ,01 até 7.000,00 135,47 7,67 127,80 52,20 187, ,01 até ,00 180,65 10,22 170,43 69,61 250, ,01 até ,00 233,39 13,21 220,18 89,94 323, ,01 até ,00 293,57 16,62 276,95 113,11 406, ,01 até ,00 361,37 20,45 340,92 139,24 500,

4 56.000,01 até ,00 436,66 24,71 411,95 168,26 604, ,01 até ,00 549,58 31,11 518,47 211,76 761, ,01 até ,00 660,66 37,39 623,27 306,98 967, ,01 até ,00 798,43 45,19 753,24 442, , ,01 até ,00 864,73 48,94 815,79 571, , ,01 até , ,63 57,03 950,60 777, , ,01 até , ,52 71, ,23 972, , acima , ,44 89, , , , l) Da mudança nominação e da numeração dos prédios, do loteamento imóveis, da molição, do smembramento, da alteração stinação ou situação imóvel e da abertura vias e logradouros públicos. 14,35 0,81 13,54 4,51 18, m) Da alteração do nome por casamento ou por separação judicial, ou, ainda, outras circunstâncias que, qualquer modo, tenham influência no registro ou nas pessoas nele interessadas. 14,35 0,81 13,54 4,51 18, n) Do contrato locação, para os fins exercício do direito preferência. 14,35 0,81 13,54 4,51 18, o) Dos atos pertinentes a unidas autônomas condominiais a que refere a Lei n , 16 zembro 1964, quando a incorporação tiver sido formalizada anteriormente à vigência da Lei n , 31 zembro ,35 0,81 13,54 4,51 18, p) De cédulas e notas crédito industrial, crédito comercial, crédito rural e produto rural: até 7.500,00 20,93 1,18 19,75 6,97 27, ,01 até ,00 41,87 2,37 39,50 13,95 55, ,01 até ,00 62,81 3,56 59,25 20,93 83, acima ,00 83,76 4,74 79,02 27,91 111, EDITAL DE INTIMAÇÃO a) De promissário comprador e qualquer outro, em cumprimento a lei ou a terminação judicial, por pessoa intimada, exceto as spesas publicação, se for o caso. 4,45 0,25 4,20 1,38 5,

5 b) Intimação do fiduciante ou seu representante legal para fins do disposto no 1º do art. 26 da Lei Feral n , 20 novembro 1997, excluídas as spesas postais. 4,45 0,25 4,20 1,38 5, INDICAÇÃO DE REGISTRO OU AVERBAÇÃO a) Indicação registro ou averbação, com os números livro e folha ou matrícula, bem como referência ao objeto, datada e assinada pelo Oficial ou por Substituto signado, incluída a busca. 4,45 0,25 4,20 1,38 5, MATRÍCULA a) Matrícula ou cancelamento matrícula imóvel no livro registro geral. 18,05 1,02 17,03 5,68 23, REGISTRO a) Memorial loteamento: a.1) pelo processamento. 13,60 0,77 12,83 4,28 17, a.2) por lote ou gleba do memorial objeto registro. 3,24 0,18 3,06 1,02 4, b) Memorial incorporação imobiliária: b.1) pelo processamento. 13,60 0,77 12,83 4,28 17, b.2) por unida autônoma do memorial objeto registro. 6,35 0,36 5,99 2,00 8, c) Convenção condomínio, por escritura pública ou instrumento particular: c.1) edifício com até 12 (doze) unidas. 13,60 0,77 12,83 4,28 17, c.2) edifício com mais 12 (doze) unidas, por unida excente. 2,65 0,15 2,50 0,83 3, d) Escritura pública, instrumento particular e título judicial, sem conteúdo financeiro. 13,60 0,77 12,83 4,28 17, e) Escritura pública, instrumento particular e título judicial, com conteúdo financeiro:

6 até 1.400,00 82,79 4,69 78,10 31,90 114, ,01 até 2.720,00 135,04 7,64 127,40 52,05 187, ,01 até 5.440,00 195,71 11,08 184,63 75,40 271, ,01 até 7.000,00 270,93 15,33 255,60 104,40 375, ,01 até ,00 361,31 20,45 340,86 139,21 500, ,01 até ,00 466,77 26,42 440,35 179,87 646, ,01 até ,00 587,12 33,23 553,89 226,24 813, ,01 até ,00 722,74 40,91 681,83 278, , ,01 até ,00 873,33 49,43 823,90 336, , ,01 até , ,16 62, ,95 423, , ,01 até , ,33 74, ,54 613, , ,01 até , ,86 90, ,48 884, , ,01 até , ,45 97, , , , ,01 até , ,26 114, , , , ,01 até , ,03 142, , , , f) De penhora, arresto ou seqüestro imóveis: acima , ,89 178, , , , até 1.400,00 9,86 0,56 9,30 3,06 12, ,01 até 5.000,00 11,83 0,67 11,16 3,68 15, ,01 até ,00 23,67 1,34 22,33 7,37 31, acima ,00 39,45 2,23 37,22 12,28 51, g) De cédulas e notas crédito industrial, crédito comercial, crédito rural e produto rural:

7 até 7.500,00 20,93 1,18 19,75 6,97 27, ,01 até ,00 41,87 2,37 39,50 13,95 55, ,01 até ,00 62,81 3,56 59,25 20,93 83, acima ,00 83,76 4,74 79,02 27,91 111, h) De cédulas e letras crédito imobiliário e cédulas crédito bancário: até 7.500,00 20,93 1,18 19,75 6,97 27, ,01 até ,00 41,87 2,37 39,50 13,95 55, ,01 até ,00 62,81 3,56 59,25 20,93 83, acima ,00 83,76 4,74 79,02 27,91 111, REGISTRO TORRENS a) Registro Torrens, pelo registro completo e respectiva matrícula - os mesmos valores da alínea "e" do número 5, sta tabela. até 1.400,00 82,79 4,69 78,10 31,90 114, ,01 até 2.720,00 135,04 7,64 127,40 52,05 187, ,01 até 5.440,00 195,71 11,08 184,63 75,40 271, ,01 até 7.000,00 270,93 15,33 255,60 104,40 375, ,01 até ,00 361,31 20,45 340,86 139,21 500, ,01 até ,00 466,77 26,42 440,35 179,87 646, ,01 até ,00 587,12 33,23 553,89 226,24 813, ,01 até ,00 722,74 40,91 681,83 278, , ,01 até ,00 873,33 49,43 823,90 336, , ,01 até , ,16 62, ,95 423, ,

8 ,01 até , ,01 até , ,33 74, ,54 613, , ,86 90, ,48 884, , ,01 até , ,45 97, , , , ,01 até , ,26 114, , , , ,01 até , ,03 142, , , , acima , ,89 178, , , , PRENOTAÇÃO 27,61 1,56 26,05 5,57 33, NOTAS Nota I - Consiram-se registros com conteúdo financeiro aqueles referentes à transmissão e divisão, a qualquer título, da proprieda ou domínio útil, aqueles constitutivos direitos reais e as constrições judiciais correntes penhora, arresto ou sequestro imóveis. Nota II - Havendo mais um registro ou averbação no mesmo título apresentado, os emolumentos serão cobrados separadamente. Nota III - Na cobrança emolumentos vidos por atos relativos ao Sistema Financeiro da Habitação, atenr-se-á à redução prevista em lei feral, ficando a Taxa Fiscalização Judiciária reduzida em 50% na hipótese haver redução dos emolumentos. As reduções não se aplicam aos atos relacionados com operações financiamento imobiliário contratadas a taxas mercado, assim consiradas aquelas não inferiores a 70% do valor da taxa Selic vigente na data celebração do contrato, ainda que utilizem recursos captados em pósitos poupança pelas entidas integrantes do SBPE. (Nota acrescentada pela Lei Estadual nº , 13/8/2012. DISPOSITIVO SEM EFICÁCIA em virtu da revogação do 1º do art. 15 da Lei Estadual nº /2004 pela Lei Estadual nº , 31 julho 2013) Nota IV - Consiram-se sem conteúdo financeiro as averbações do "termo preservação permanente" e da "reserva florestal legal". Nota V - Na hipótese usufruto, será consirada a terça parte do valor do imóvel, para efeito enquadramento nesta tabela. Nota VI - Tratando-se um único imóvel, assim consirado aquele que configure uma unida resincial ou comercial indivisível, a ser registrado no nome várias pessoas, em regime condomínio, verá ser feito um único registro em nome todos, tendo por parâmetro para enquadramento nesta tabela o valor total do imóvel fixado na avaliação tributária estadual ou municipal ou pelo órgão feral competente. Nota VII - Pelo registro da consolidação da proprieda em nome do fiduciário, na forma prevista no art. 26, 7º, da Lei Feral nº 9.514, 20 novembro 1997, será utilizado como parâmetro para enquadramento nesta tabela o valor da avaliação realizada pela repartição fazendária, para efeito cobrança do imposto incinte sobre a transmissão do imóvel. Nota VIII - O registro ou a averbação da emissão cédulas e letras crédito imobiliário e cédulas crédito bancário, bem como o registro da garantia do crédito respectivo,

9 Nota VIII - O registro ou a averbação da emissão cédulas e letras crédito imobiliário e cédulas crédito bancário, bem como o registro da garantia do crédito respectivo, quando solicitados simultaneamente, serão consirados como ato único para efeito cobrança emolumentos e respectiva Taxa Fiscalização Judiciária. Nota IX - No registro transações imobiliárias relacionadas a imóveis contíguos pertencentes a um mesmo proprietário e registrados em uma mesma matrícula, o valor para enquadramento nesta tabela, para efeito cobrança emolumentos e respectiva Taxa Fiscalização Judiciária, será o corresponnte a cada unida imobiliária.

T A B E L A 4-2015 ATOS DO OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Emolumentos Recompe-MG Emolumentos Taxa de Valor Final Código. (Fundo de Compensação)

T A B E L A 4-2015 ATOS DO OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Emolumentos Recompe-MG Emolumentos Taxa de Valor Final Código. (Fundo de Compensação) T A B E L A 4-2015 ATOS DO OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS Emolumentos Recompe-MG Emolumentos Taxa Valor Final Código Brutos (B/C do Recompe-MG) (Fundo Compensação) Líquidos (Recompe-MG já duzidos) Fiscalização

Leia mais

Tabela de Emolumentos / 2014

Tabela de Emolumentos / 2014 Tabela de / 2014 Anexo Único da Portaria nº 2.992/CGJ/2013 (a que se refere o 1º do art. 2º da Lei Estadual nº 15.424, de 30 de dezembro de 2004, com alterações posteriores, atualizado nos termos do artigo

Leia mais

TABELA 1 (R$) Taxa de Fiscalização Judiciária. Valor Final ao Usuário ATOS DO TABELIÃO DE NOTAS. Código

TABELA 1 (R$) Taxa de Fiscalização Judiciária. Valor Final ao Usuário ATOS DO TABELIÃO DE NOTAS. Código ANEXO II Códigos dos atos praticados pelos serviços notariais e de registro (a que se refere o art. 8º, inciso I, da Portaria-Conjunta nº 03/2005/TJMG/CGJ/SEF-MG, de 30 de março de 2005, com valores constantes

Leia mais

1 de 8 23/12/2011 23:24

1 de 8 23/12/2011 23:24 1 de 8 23/12/2011 23:24 TABELA 4 (R$) ATOS DO OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS Emolumentos Taxa de Fiscalização Judiciária Valor Final ao Usuário 1 Averbação (com todas as anotações e referências a outros

Leia mais

Válida até 30/03/2011

Válida até 30/03/2011 Tabela de Emolumentos / 2011 (1) Válida até 30/03/2011 Anexo da Portaria nº 1448 /CGJ/2010 (a que se refere o 1º do artigo 2º da Lei n.º 15.424, de 30 de dezembro de 2004, atualizado nos termos do artigo

Leia mais

T A B E L A 4 ATOS DO OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Liquidos. Valor - R$ Valor - R$ até 1.400,00 72,54 4,11 68,43 27,96 100,

T A B E L A 4 ATOS DO OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS. Liquidos. Valor - R$ Valor - R$ até 1.400,00 72,54 4,11 68,43 27,96 100, T A B E L A 4 ATOS DO OFICIAL DE REGISTRO DE IMÓVEIS Emolumentos Recompe-MG Emolumentos Liquidos Taxa Valor Final Código Brutos (B/C do (Fundo (Recompe-MG já Fiscalização Recompe-MG) Compensação) duzidos)

Leia mais

ANEXO II - Códigos dos atos praticados pelos serviços notariais e de registro

ANEXO II - Códigos dos atos praticados pelos serviços notariais e de registro ANEXO II - s dos atos praticados pelos serviços notariais e de registro ATOS DO TABELIÃO DE NOTAS TABELA 1 (R$) Valor Final ao Usuário 1 Aprovação de testamento cerrado 139,36 43,83 183,19 1101-5 2 Ata

Leia mais

1. Registro com valor declarado DISCRIMINAÇÃO (R$) OFICIAL ESTADO CARTEIRA REG CIVIL T JUSTIÇA TOTAL

1. Registro com valor declarado DISCRIMINAÇÃO (R$) OFICIAL ESTADO CARTEIRA REG CIVIL T JUSTIÇA TOTAL 1. Registro com valor declarado a De até 986,00 66,70 18,96 14,04 3,51 3,51 106,72 b 986,01 até 2.462,00 107,03 30,43 22,53 5,63 5,63 171,25 c 2.462,01 até 4.104,00 192,01 54,57 40,42 10,11 10,11 307,22

Leia mais

TABELA II Dos Ofícios de Registro de Imóveis

TABELA II Dos Ofícios de Registro de Imóveis TABELA II Dos Ofícios de Registro de Imóveis Tabela elaborada sob responsabilidade da Associação dos Registradores Imobiliários de São Paulo - ARISP. Em vigor a partir de 8 de janeiro de 2009. Lei Estadual

Leia mais

1. Registro com valor declarado DISCRIMINAÇÃO (R$) OFICIAL ESTADO CARTEIRA REG CIVIL T JUSTIÇA TOTAL

1. Registro com valor declarado DISCRIMINAÇÃO (R$) OFICIAL ESTADO CARTEIRA REG CIVIL T JUSTIÇA TOTAL TABELA II DOS OFÍCIOS DE REGISTRO DE IMÓVEIS Tabela elaborada sob responsabilidade da Associação dos Registradores Imobiliários de São Paulo ARISP. Em vigor a partir de 6 de janeiro de 2012. Lei 11.331,

Leia mais

1. Registro com valor declarado DISCRIMINAÇÃO (R$) OFICIAL ESTADO CARTEIRA REG CIVIL T JUSTIÇA TOTAL

1. Registro com valor declarado DISCRIMINAÇÃO (R$) OFICIAL ESTADO CARTEIRA REG CIVIL T JUSTIÇA TOTAL TABELA II DOS OFÍCIOS DE REGISTRO DE IMÓVEIS Tabela elaborada sob responsabilidade da Associação dos Registradores Imobiliários de São Paulo ARISP. Em vigor a partir de 8 de janeiro de 2013. Lei 11.331,

Leia mais

TABELA II DOS CARTÓRIOS DE REGISTROS DE IMÓVEIS. 1. Registro com valor declarado. Página 1 VALORES BÁSICOS (R$)

TABELA II DOS CARTÓRIOS DE REGISTROS DE IMÓVEIS. 1. Registro com valor declarado. Página 1 VALORES BÁSICOS (R$) 1. Registro com valor declarado TABELA II DOS CARTÓRIOS DE REGISTROS DE IMÓVEIS VALORES BÁSICOS (R$) a 0 até 854,00 57,81 16,43 12,17 3,04 3,04 92,49 b mais de 854,00 até 2.134,00 92,76 26,36 19,53 4,88

Leia mais

TABELA II ATOS DO OFICIAL DO REGISTRO DE IMÓVEIS

TABELA II ATOS DO OFICIAL DO REGISTRO DE IMÓVEIS TABELA II ATOS DO OFICIAL DO REGISTRO DE IMÓVEIS 1 - Registro, por todos os atos: I - com valor, inclusive certidão: de acordo com o ANEXO 3; II - sem valor (pactos antenupciais, citação, etc.): R$ 24,50

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 10.035, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2015.

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 10.035, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2015. RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 10.035, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2015. Dispõe sobre a complementação da receita a ser destinada as serventias extrajudicias deficitárias, altera a alíquota do Fundo de Compensação

Leia mais

TABELA II Dos Ofícios de Registro de Imóveis

TABELA II Dos Ofícios de Registro de Imóveis ABELA II Dos Ofícios de Registro de Imóveis Em vigor a partir de 8 de janeiro de 2009. Lei Estadual nº 11.331/02 com as alterações da Lei Estadual nº 13.290/08. Decreto nº 47.589/03. ermo de Acordo de

Leia mais

TABELA II DOS OFÍCIOS DE REGISTRO DE IMÓVEIS

TABELA II DOS OFÍCIOS DE REGISTRO DE IMÓVEIS TABELA II DOS OFÍCIOS DE REGISTRO DE IMÓVEIS Tabela elaborada sob responsabilidade da Associação dos Registradores Imobiliários de São Paulo - ARISP. Em vigor a partir de 8 de janeiro de 2010. Lei Estadual

Leia mais

TABELA II DOS OFÍCIOS DE REGISTRO DE IMÓVEIS

TABELA II DOS OFÍCIOS DE REGISTRO DE IMÓVEIS TABELA II DOS OFÍCIOS DE REGISTRO DE IMÓVEIS Tabela elaborada sob responsabilidade da Associação dos Registradores Imobiliários de São Paulo ARISP. Em vigor a partir de 7 de janeiro de 2011. Lei 11.331,

Leia mais

TABELA II VALORES DOS EMOLUMENTOS PARA OS ATOS NOTARIAIS E DE REGISTRO Lei nº 9.619 de 10/05/2012

TABELA II VALORES DOS EMOLUMENTOS PARA OS ATOS NOTARIAIS E DE REGISTRO Lei nº 9.619 de 10/05/2012 TABELA II VALORES DOS EMOLUMENTOS PARA OS ATOS NOTARIAIS E DE REGISTRO Lei nº 9.619 10/05/2012 DISCRIMINAÇÃO EMOLUMENTOS FDJ FRMP FCRCPN TOTAL PROTESTO DE TÍTULOS E OUTROS DOCUMENTOS Título apresentado

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA ANEXO I EMOLUMENTOS EXTRAJUDICIAIS (EM VIGOR A PARTIR DE 01.01.2013) TABELA "B" (Item IV) - ATOS DOS OFICIAIS DE DISTRIBUIÇÃO I - Pelo registro

Leia mais

TABELA DE EMOLUMENTOS ESTADO DO AMAZONAS

TABELA DE EMOLUMENTOS ESTADO DO AMAZONAS TABELA DE EMOLUMENTOS TABELA I - CAPITAL ATOS DOS OFÍCIOS NOTARIAIS (TABELIONATOS) Lei 2.620/00, Lei 3.257/08, Provimento 121/06, o Ato Normativo Conjunto 01/08, Lei 2.751/02 I - ESCRITURAS PÚBLICAS COM

Leia mais

PORTARIA-CONJUNTA Nº 09/2012/TJMG/CGJ/SEF-MG

PORTARIA-CONJUNTA Nº 09/2012/TJMG/CGJ/SEF-MG Publicação: 17/04/12 DJE: 16/04/12 PORTARIA-CONJUNTA Nº 09/2012/TJMG/CGJ/SEF-MG Institui o Selo de Fiscalização Eletrônico no âmbito dos serviços notariais e de registro do Estado de Minas Gerais. O PRESIDENTE

Leia mais

Registros Imóveis Perguntas e respostas. O que mudou no que se refere aos atos de Registros de Imóveis com a Lei Mineira nº 20.

Registros Imóveis Perguntas e respostas. O que mudou no que se refere aos atos de Registros de Imóveis com a Lei Mineira nº 20. 1 Registros Imóveis Perguntas e respostas O que mudou no que se refere aos atos de Registros de Imóveis com a Lei Mineira nº 20.379/2012 1) Prenotação (Protocolo) a) O Título apresentado para registro

Leia mais

Republicado por haver incorreção no Diário de Justiça Eletrônico - DJe do dia 23/12/2014, páginas 20 a 32.

Republicado por haver incorreção no Diário de Justiça Eletrônico - DJe do dia 23/12/2014, páginas 20 a 32. PODER JUDICIÁRIO Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco Gabinete da Presidência TABELA DE CUSTAS E EMOLUMENTOS N.º 1469 /2014 DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014 O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO

Leia mais

14/06/2013. Andréa Baêta Santos

14/06/2013. Andréa Baêta Santos Tema: DIREITO REGISTRAL IMOBILIÁRIO Questões de Registro de Imóveis 14/06/2013 1. Na certidão em relatório Oficial deve sempre se ater ao quesito requerente? formulado o pelo Não, pois sempre que houver

Leia mais

TABELA II ATOS DO OFICIAL DO REGISTRO DE IMÓVEIS

TABELA II ATOS DO OFICIAL DO REGISTRO DE IMÓVEIS TABELA II ATOS DO OFICIAL DO REGISTRO DE IMÓVEIS 1 - Registro, por todos os atos: I - com valor, inclusive certidão: de acordo com o ANEXO 3; II - sem valor (pactos antenupciais, citação, etc.): R$ 21,70

Leia mais

Presidência da República Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO N o 85.064, DE 26 DE AGOSTO DE 1980. Regulamenta a Lei nº 6.634, de 2 de maio de 1979, que dispõe sobre a Faixa de Fronteira O PRESIDENTE

Leia mais

Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas

Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas 1 de 9 14/04/2014 14:27 Imprimir Voltar Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas Lei Ordinária nº 2751/2002 de 24/09/2002 Ementa ADAPTA a legislação estadual às normas gerais instituídas pela Lei Federal

Leia mais

CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO N.º 04, DE 18 DE MARÇO DE 2015.

CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO N.º 04, DE 18 DE MARÇO DE 2015. CORREGEDORIA-GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO N.º 04, DE 18 DE MARÇO DE 2015. Cria o projeto Moradia legal II, no âmbito de competência da Corregedoria Geral da Justiça do Estado de Alagoas em conjunto com

Leia mais

LEI Nº 693/2006 DE 27 DE DEZEMBRO DE 2006.-

LEI Nº 693/2006 DE 27 DE DEZEMBRO DE 2006.- LEI Nº 693/2006 DE 27 DE DEZEMBRO DE 2006.- DISPÕE SOBRE A CONTRIBUIÇÃO DE MELHORIA, REVOGA ARTIGOS DA LEI Nº 094/93, DE 28 DE DEZEMBRO DE 1993 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. ABÍLIO GRAEF, PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

18/11/2013. Condomínio e Incorporação Lei 4.591/64 - Código Civil, Provimento 260/CGJ-MG/2013 - Lei 15.424/2004

18/11/2013. Condomínio e Incorporação Lei 4.591/64 - Código Civil, Provimento 260/CGJ-MG/2013 - Lei 15.424/2004 Seminário Código de Normas do Estado de Minas Gerais 13 e 14 de novembro de 2013 e Lei 4.591/64 - Código Civil, Provimento 260/CGJ-MG/2013 - Lei 15.424/2004 Fernando Pereira do Nascimento 1º Registro de

Leia mais

Apresentação. O Cartório de Registro de Imóveis

Apresentação. O Cartório de Registro de Imóveis Apresentação O Cartório de Registro de Imóveis A Corregedoria da Justiça apresenta aos cidadãos do Distrito Federal a série Conversando Sobre Cartórios, onde as dúvidas mais freqüentes são respondidas

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE VENDA E COMPRA - PARCELADO -

INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE VENDA E COMPRA - PARCELADO - INSTRUMENTO PARTICULAR DE PROMESSA DE VENDA E COMPRA - PARCELADO - 1 LOTE Nº: I PROMITENTE VENDEDOR II PROMITENTE COMPRADOR III IMÓVEL A SITUAÇÃO DO IMÓVEL ( ) OCUPADO ( ) DESOCUPADO ( ) FRAÇÃO IDEAL IV

Leia mais

Edição nº 238/2011 Brasília - DF, disponibilização quarta-feira, 21 de dezembro de 2011. Presidência RESOLUÇÃO 16, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2011

Edição nº 238/2011 Brasília - DF, disponibilização quarta-feira, 21 de dezembro de 2011. Presidência RESOLUÇÃO 16, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2011 Presidência RESOLUÇÃO 16, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2011 O CONSELHO DA MAGSTRATURA DO TRBUNAL DE JUSTÇA DO DSTRTO FEDERAL E DOS TERRTÓROS, no uso de sua competência, prevista no art. 10, inciso do Regimento

Leia mais

TABELA "A" - JUDICIAL DA SECRETARIA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

TABELA A - JUDICIAL DA SECRETARIA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA ANEXO DA RESOLUÇÃO Nº 19/2015 SECRETARA DE CONTAS JUDCAS E DE APOO AOS JUZADOS ESPECAS SUBSECRETARA DE CONTROLE GERAL DE CUSTAS E DE DEPÓSTOS JUDCAS REGMENTO DE CUSTAS / DECRETO-LE Nº 115/67 DEZEMBRO 2015

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO TOCANTINS PROVIMENTO Nº 14/2013/CGJUS-TO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO TOCANTINS PROVIMENTO Nº 14/2013/CGJUS-TO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO TOCANTINS Palácio da Justiça Rio Tocantins, Praça dos Girassóis, sn - Bairro Centro - CEP 77015007 - Palmas - TO - http://wwa.tjto.jus.br Tribunal de Justiça Texto Original

Leia mais

Informação para quem vai comprar, construir ou reformar.

Informação para quem vai comprar, construir ou reformar. Informação para quem vai comprar, construir ou reformar. Última Alteração - Dez/2007 Guia SUA CASA Orientação para quem vai comprar ou construir casas, terrenos e apartamentos. Importante: Este guia oferece

Leia mais

http://www6.senado.gov.br/sicon/listareferencias.action?codigobase=2&codigodocumento=122860

http://www6.senado.gov.br/sicon/listareferencias.action?codigobase=2&codigodocumento=122860 Lei 6216/75 Lei no 6.216, de 30 de junho de 1975 http://www.jusbrasil.com.br/legislacao/111119/lei-6216-75 http://www6.senado.gov.br/sicon/listareferencias.action?codigobase=2&codigodocumento=122860 Altera

Leia mais

TABELA DE EMOLUMENTOS. Índice de reajuste 12,74%, conforme IPC/IEPE/UFRGS. VIGÊNCIA 01.01.2016. ANEXO LEI ESTADUAL 12.692/06

TABELA DE EMOLUMENTOS. Índice de reajuste 12,74%, conforme IPC/IEPE/UFRGS. VIGÊNCIA 01.01.2016. ANEXO LEI ESTADUAL 12.692/06 TABELA DE EMOLUMENTOS Índice de reajuste 12,74%, conforme IPC/IEPE/UFRGS. VIGÊNCIA 01.01.2016. ANEXO LEI ESTADUAL 12.692/06 EMOLUMENTOS RELATIVOS AOS SERVIÇOS DE TABELIONATO DE NOTAS 1- Escritura pública,

Leia mais

15 Disponível. 1. Adições. 4 Recebível. (+) Contribuições. 398 Investimento. -1 Empréstimos e Financiamentos. 2. Destinações - - - (-) Benefícios

15 Disponível. 1. Adições. 4 Recebível. (+) Contribuições. 398 Investimento. -1 Empréstimos e Financiamentos. 2. Destinações - - - (-) Benefícios Demonstração do Ativo Líquido por Plano Benefícios PBS Telemig Celular Período: 015 e 0 zembro R$ Mil Demonstração da Mutação do Ativo Líquido por Plano Benefícios PBS Telemig Celular / Período: 015 e

Leia mais

ANEXO RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO IMOBILIÁRIA E PATRIMONIAL

ANEXO RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO IMOBILIÁRIA E PATRIMONIAL Câmara Municipal Loures Departamento Planeamento e Gestão Urbanística Divisão Planeamento Municipal Ornamento do Território RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO IMOBILIÁRIA E PATRIMONIAL ANEXO Janeiro 2012 1. Introdução

Leia mais

LEI N.º 4.598/15 DE 28 DE JULHO DE 2015

LEI N.º 4.598/15 DE 28 DE JULHO DE 2015 LEI N.º 4.598/15 DE 28 DE JULHO DE 2015 Dispõe sobre condomínios por unidades autônomas e dá outras providências... TEODORA BERTA SOUILLJEE LÜTKEMEYER, PREFEITA DO MUNICÍPIO DE NÃO-ME-TOQUE/RS. FAÇO SABER

Leia mais

LEI Nº 9.074, DE 18 DE JANEIRO DE 2005. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 9.074, DE 18 DE JANEIRO DE 2005. O Povo do Município de Belo Horizonte, por seus representantes, decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 9.074, DE 18 DE JANEIRO DE 2005 Dispõe sobre a regularização de parcelamentos do solo e de edificações no Município de Belo Horizonte e dá outras providências. O Povo do Município de Belo Horizonte,

Leia mais

TABELA II Dos Ofícios de Registro de Imóveis

TABELA II Dos Ofícios de Registro de Imóveis TABELA II Dos Ofícios de Registro de Imóveis Tabela elaborada sob responsabilidade da Associação dos Registradores Imobiliários de São Paulo ARISP. Em vigor a partir de 8 de janeiro de 2014. Lei 11.331,

Leia mais

DECISÃO NORMATIVA Nº 104, DE 29 DE OUTUBRO DE 2014

DECISÃO NORMATIVA Nº 104, DE 29 DE OUTUBRO DE 2014 DECISÃO NORMATIVA Nº 104, DE 29 DE OUTUBRO DE 2014 Altera o Quadro Anexo da Decisão Normativa nº 47, 16 zembro 1992, que dispõe sobre as atividas Parcelamento do Solo Urbano, as competências para executá-las

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL Capítulo I Do objetivo Art. 1º - O Programa de Assistência Educacional do Centro Universitário

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL Capítulo I Do objetivo Art. 1º - O Programa de Assistência Educacional do Centro Universitário REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL Capítulo I Do objetivo Art. 1º - O Programa de Assistência Educacional do Centro Universitário Franciscano para estudantes dos cursos de graduação, executado

Leia mais

CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DE SANTA CATARINA NÚCLEO IV - SERVENTIAS EXTRAJUDICIAIS

CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DE SANTA CATARINA NÚCLEO IV - SERVENTIAS EXTRAJUDICIAIS Categoria : Averbação e Cancelamento 50555 A averbação possui número do protocolo? CNCGJ, art. 684-50556 O oficial indica na averbação o número e a data do protocolo do documento apresentado? 50557 Se

Leia mais

RESOLUCAO 254 -------------

RESOLUCAO 254 ------------- RESOLUCAO 254 ------------- O BANCO CENTRAL DO BRASIL, na forma art. 9º da Lei nº 4.595, 31 zembro 1964, torna público que o Conselho Monetário Nacional, em sessão realizada nesta data, ten em vista dispições

Leia mais

PORTARIA PREVI-RIO Nº 885 DE 20 DE MARÇO DE 2012

PORTARIA PREVI-RIO Nº 885 DE 20 DE MARÇO DE 2012 PORTARIA PREVI-RIO Nº 885 DE 20 DE MARÇO DE 2012 Dispõe sobre o cadastramento dos cartórios de ofício de notas para fins de celebração de escritura de compra e venda com pacto adjeto de hipoteca por instrumento

Leia mais

Nota 1 - Escrituras com valor declarado 1.1.- Nas hipóteses de hipoteca e penhor os emolumentos serão calculados sobre o débito confessado ou

Nota 1 - Escrituras com valor declarado 1.1.- Nas hipóteses de hipoteca e penhor os emolumentos serão calculados sobre o débito confessado ou Nota 1 - Escrituras com valor declarado 1.1.- Nas hipóteses de hipoteca e penhor os emolumentos serão calculados sobre o débito confessado ou estimado. 1.1.1.- Quando dois ou mais bens forem dados em garantia,

Leia mais

Presidência da República. Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente. Secretaria Especial dos Direitos Humanos

Presidência da República. Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente. Secretaria Especial dos Direitos Humanos Presidência da República Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente Secretaria Especial dos Direitos Humanos EDITAL N o 1, DE 21 DE FEVEREIRO DE 2003 O Conselho Nacional dos Direitos da

Leia mais

PARCELAMENTO ORDINÁRIO DE TRIBUTOS FEDERAIS

PARCELAMENTO ORDINÁRIO DE TRIBUTOS FEDERAIS PARCELAMENTO ORDINÁRIO DE TRIBUTOS FEDERAIS PARCELAMENTO ORDINÁRIO DE TRIBUTOS FEDERAIS 1 Os débitos de qualquer natureza para com a Fazenda Nacional podem ser parcelados em até 60 (sessenta) prestações

Leia mais

LEI N 1.672-03/2015 I - DAS ATIVIDADES PASSÍVEIS DE DECLARAÇÃO DE ISENÇÃO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE COLINAS

LEI N 1.672-03/2015 I - DAS ATIVIDADES PASSÍVEIS DE DECLARAÇÃO DE ISENÇÃO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE COLINAS LEI N 1.672-03/2015 CONSOLIDA AS TAXAS DE ISENÇÃO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL, DE ATPF E DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE COLINAS PARA O EXERCÍCIO DE 2016, e dá outras providências. IRINEU HORST,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 12.882

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 12.882 Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 12.882 Regulamenta as normas relativas ao Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis ITBI, instituído pela Lei 3.571, de 24 de janeiro de 1989. O Prefeito Municipal de

Leia mais

O que é o FGTS? Quem tem direito ao FGTS? Qual o valor do depósito?

O que é o FGTS? Quem tem direito ao FGTS? Qual o valor do depósito? O que é o FGTS? O FGTS - Fundo de Garantia do Tempo de Serviço - é um fundo composto por depósitos bancários em dinheiro, compulsório, vinculado, realizado pelo empregador em favor do trabalhador, visando

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 355/2009 Poder Executivo

PROJETO DE LEI Nº 355/2009 Poder Executivo DIÁRIO OFICIAL DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Porto Alegre, sexta-feira, 20 de novembro de 2009. PRO 1 PROJETO DE LEI Nº 355/2009 Poder Executivo Introduz modificações nos arts. 4º, II, e e f, 7º, II, V, e

Leia mais

TABELIONATO DE PROTESTO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS DE DÍVIDA. Comarca: Entrância: Juiz(a) Diretor(a) do Foro: Município/Distrito: Serventia:

TABELIONATO DE PROTESTO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS DE DÍVIDA. Comarca: Entrância: Juiz(a) Diretor(a) do Foro: Município/Distrito: Serventia: TABELIONATO DE PROTESTO DE TÍTULOS E DOCUMENTOS DE DÍVIDA Comarca: Entrância: Juiz(a) Diretor(a) do Foro: Município/Distrito: Serventia: Titular/Responsável: Substituto: CABEÇALHO Data da correição: Horário

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO PODER JUDICIÁRIO

ESTADO DO MARANHÃO PODER JUDICIÁRIO ESTADO DO MARANHÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA ATO DA PRESIDÊNCIA Nº. 1226/2011 O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO MARANHÃO, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista o disposto

Leia mais

Introdução. Artigo 1.º Objecto e âmbito de aplicação

Introdução. Artigo 1.º Objecto e âmbito de aplicação 1 REGULAMENTO DA VENDA DE LOTES PARA CONSTRUÇÃO DE HABITAÇÃO EM LOTEAMENTOS MUNICIPAIS A JOVENS NATURAIS OU RESIDENTES NO CONCELHO DAS CALDAS DA RAINHA Introdução Com o objectivo de fixar jovens nas freguesias

Leia mais

Total (F. corrente + intermediária) 3 - SERVIÇOS NOTARIAIS E DE REGISTRO - PROCESSOS E DOCUMENTOS 3-1 - REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS

Total (F. corrente + intermediária) 3 - SERVIÇOS NOTARIAIS E DE REGISTRO - PROCESSOS E DOCUMENTOS 3-1 - REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS 3 - SERVIÇOS NOTARIAIS E DE REGISTRO - PROCESSOS E DOCUMENTOS 3-1 - REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS 3-1 - REGISTRO CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS -1-1 - -1-1-1-3-1-1 - Livros 3-1-1-1 - Livro tombo Lei

Leia mais

3 O INSTRUMENTO PARTICULAR NO REGISTRO DE IMÓVEIS A PARTIR DO CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO DE 1916... 85 3.1 Evolução histórica... 85 3.1.

3 O INSTRUMENTO PARTICULAR NO REGISTRO DE IMÓVEIS A PARTIR DO CÓDIGO CIVIL BRASILEIRO DE 1916... 85 3.1 Evolução histórica... 85 3.1. SUMÁRIO RESUMO... 13 PREFÁCIO... 15 INTRODUÇÃO... 19 1 CONTRATOS... 23 1.1 Noções gerais... 23 1.2 Conceito... 25 1.3 Elementos do contrato... 26 1.3.1 Elementos essenciais... 26 1.3.1.1 Agente capaz...

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E GESTÃO SOCIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E GESTÃO SOCIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E GESTÃO SOCIAL CAPGS/NDE - RESOLUÇÃO Nº 03/2015 11 DE NOVEMBRO DE 2015 QUE DISPÕE SOBRE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I - DEFINIÇÕES

Leia mais

SEÇÃO XXXI. Das Operações Realizadas por Estabelecimento de Construção Civil e Assemelhados

SEÇÃO XXXI. Das Operações Realizadas por Estabelecimento de Construção Civil e Assemelhados SEÇÃO XXXI Das Operações Realizadas por Estabelecimento de Construção Civil e Assemelhados NOTA: O art. 1º do Decreto nº 28.346, de 11/08/2006, alterou os arts. 725 a 731, nos seguintes termos: "Art. 725.

Leia mais

ATOS DO PODER EXECUTIVO

ATOS DO PODER EXECUTIVO ATOS DO PODER EXECUTIVO Decreto nº 7.499, de 16 de junho de 2011 Regulamenta dispositivos da Lei no 11.977, de 7 de julho de 2009, que dispõe sobre o Programa Minha Casa, Minha Vida, e dá outras providências.

Leia mais

OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS POR ALIENAÇÃO DE CONTROLE DE EMISSÃO DA

OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS POR ALIENAÇÃO DE CONTROLE DE EMISSÃO DA 1 OFERTA PÚBLICA DE AQUISIÇÃO DE AÇÕES ORDINÁRIAS POR ALIENAÇÃO DE CONTROLE DE EMISSÃO DA BUETTNER S/A INDÚSTRIA E COMÉRCIO EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL Cia. Aberta em Recuperação Judicial - Brusque/SC CNPJ/MF

Leia mais

I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) PRODUTO(S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL

I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) PRODUTO(S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL Nº DA CÉDULA CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO I - EMITENTE II - INTERVENIENTE(S) / AVALISTA(S) III - CARACTERÍSTICAS DO(S) (S) MARCA MODELO ANO/MODELO COR COMBUSTÍVEL RENAVAN CHASSI PLACA NOTA FISCAL (CASO VEÍCULO

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO. RESOLUÇÃO Nº 36, DE 6 DE ABRIL DE 2009 (Alterada pela Resolução nº 51, de 09 de março de 2010)

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO. RESOLUÇÃO Nº 36, DE 6 DE ABRIL DE 2009 (Alterada pela Resolução nº 51, de 09 de março de 2010) RESOLUÇÃO Nº 36, DE 6 DE ABRIL DE 2009 (Alterada pela Resolução nº 51, de 09 de março de 2010) Dispõe sobre o pedido e a utilização das interceptações telefônicas, no âmbito do Ministério Público, nos

Leia mais

Estado do Acre DECRETO Nº 4.971 DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012

Estado do Acre DECRETO Nº 4.971 DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012 DECRETO Nº 4.971 DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012. Publicado no DOE nº 10.952 de 21-12-2012.. Alterado pelos Decretos nºs 5.089/2013, 6.287/2013, 7.299, 8.251/2014, 1.490/2015, 2.301/2015, 2.884/2015 e 3.472/2015..

Leia mais

MODELO DE CONTRATO SALARIO MINIMO

MODELO DE CONTRATO SALARIO MINIMO MODELO DE CONTRATO SALARIO MINIMO IMOBILIÁRIA : EMPRETUR EMPREEND. TURIST.E IMOB.LTDA. EMPREENDIMENTO : QUINTA DOS AÇORIANOS(Residencial Lagoa do Encanto) PROPRIETÁRIO : EMPRETUR EMPREEND. TURIST.E IMOB.LTDA.

Leia mais

RESOLUÇÃO N 3. 347. Art. 2º (Revogado) (Revogado pela Resolução nº 3.706, de 27/3/2009.)

RESOLUÇÃO N 3. 347. Art. 2º (Revogado) (Revogado pela Resolução nº 3.706, de 27/3/2009.) RESOLUÇÃO N 3. 347 Dispõe sobre o direcionamento dos recursos captados em depósitos de poupança pelas entidades integrantes do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). O BANCO CENTRAL DO BRASIL,

Leia mais

ANEXO IV - OPERAÇÕES DE CRÉDITO, GARANTIAS BANCÁRIAS E DECLARAÇÕES DE CAPACIDADE FINANCEIRA. (Entrada em vigor: 01/11/2009)

ANEXO IV - OPERAÇÕES DE CRÉDITO, GARANTIAS BANCÁRIAS E DECLARAÇÕES DE CAPACIDADE FINANCEIRA. (Entrada em vigor: 01/11/2009) DE CAPACIDADE FINANCEIRA CONT. R.A. CONT. R. A. COMISSÕES COM ESTUDO E MONTAGEM 1. OPERAÇÕES DE CRÉDITO A PARTICULARES 1.1. CRÉDITO À HABITAÇÃO (compra, construção ou obras) / INVESTIMENTO EM IMOBILIÁRIO

Leia mais

PORTARIA Nº1006/2009. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARA, no exercício de suas atribuições legais, e

PORTARIA Nº1006/2009. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARA, no exercício de suas atribuições legais, e PORTARIA Nº1006/2009 Estabelece procedimentos administrativos para gestão das receitas obtidas com a venda de Selos de Autenticidade Extrajudicial e para concessão de subsídios aos cartórios de Registro

Leia mais

INFORMATIVO EDUCAR PROCEDIMENTOS PARA NOVOS CONTRATOS E ADITAMENTOS

INFORMATIVO EDUCAR PROCEDIMENTOS PARA NOVOS CONTRATOS E ADITAMENTOS INFORMATIVO EDUCAR PROCEDIMENTOS PARA NOVOS CONTRATOS E ADITAMENTOS 1º. CONTRATO 1. O aluno poderá efetuar matrícula já com o Crédito do Educar, mediante a entrega na Faculdade do Contrato e taxa administrativa

Leia mais

EDITAL DE LEILÃO PÚBLICO Nº 007/2014-1º LEILÃO CONDIÇÕES BÁSICAS

EDITAL DE LEILÃO PÚBLICO Nº 007/2014-1º LEILÃO CONDIÇÕES BÁSICAS EDITAL DE LEILÃO PÚBLICO Nº 007/2014-1º LEILÃO CONDIÇÕES BÁSICAS A CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF, instituição financeira sob a forma de empresa pública, dotada de personalidade jurídica de direito privado,

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SRF Nº 1.058, DE 26 DE JULHO DE 2010 DOU 27.07.2010

INSTRUÇÃO NORMATIVA SRF Nº 1.058, DE 26 DE JULHO DE 2010 DOU 27.07.2010 INSTRUÇÃO NORMATIVA SRF Nº 1.058, DE 26 DE JULHO DE 2010 DOU 27.07.2010 Dispõe sobre a apresentação da Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (DITR) referente ao exercício de 2010

Leia mais

LEI Nº 4.201, DE 02 DE SETEMBRO DE 2008 DODF de 04.09.2008 (Autoria do Projeto: Poder Executivo)

LEI Nº 4.201, DE 02 DE SETEMBRO DE 2008 DODF de 04.09.2008 (Autoria do Projeto: Poder Executivo) LEI Nº 4.201, DE 02 DE SETEMBRO DE 2008 DODF de 04.09.2008 (Autoria do Projeto: Poder Executivo) Dispõe sobre o licenciamento para o exercício de atividades econômicas e sem fins lucrativos no âmbito do

Leia mais

Ass.: Programa BNDES para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação BNDES Prosoft - Comercialização

Ass.: Programa BNDES para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação BNDES Prosoft - Comercialização Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR Nº 40/2013-BNDES Rio de Janeiro, 06 de dezembro de 2013. Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Programa BNDES para o Desenvolvimento da Indústria

Leia mais

TABELA DE RETRIBUIÇÕES PELOS SERVIÇOS DO INPI (valores em Reais) SERVIÇOS DA DIRETORIA DE MARCAS DIRMA

TABELA DE RETRIBUIÇÕES PELOS SERVIÇOS DO INPI (valores em Reais) SERVIÇOS DA DIRETORIA DE MARCAS DIRMA Anexo da Resolução INPI/PR Nº 274, 24 novembro 2011 TABELA DE RETRIBUIÇÕES PELOS SERVIÇOS DO INPI (valores em Reais) SERVIÇOS DA DIRETORIA DE MARCAS DIRMA pedido registro e petições eletrônicos pedido

Leia mais

Usucapião O que muda com o novo CPC?

Usucapião O que muda com o novo CPC? Usucapião O que muda com o novo CPC? Em março de 2016, entra em vigor o novo Código de Processo Civil (CPC), que com significativas mudanças, busca dar mais agilidade às ações judiciais. Uma das principais

Leia mais

DA ADESÃO AO CONTRATO

DA ADESÃO AO CONTRATO Anexo 1 CONTRATO DE ADESÃO PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS CURSOS DE EXTENSÃO E DE ATUALIZAÇÃO PROFISSIONAL INSTITUTO METODISTA DE ENSINO SUPERIOR UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO UMESP CONTRATADO:

Leia mais

Regulamento do Programa de Bolsas de Estudos da da Faculdade Arthur Thomas REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FACULDADE ARTHUR THOMAS

Regulamento do Programa de Bolsas de Estudos da da Faculdade Arthur Thomas REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FACULDADE ARTHUR THOMAS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDOS DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DO PROGRAMA Art. 1. O presente Regulamento disciplina o processo de seleção, concessão, manutenção e acompanhamento dos

Leia mais

LEI Nº 886, DE 24 DE OUTUBRO DE 1949

LEI Nº 886, DE 24 DE OUTUBRO DE 1949 CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro Documentação e Informação LEI Nº 886, DE 24 DE OUTUBRO DE 1949 Dispõe sobre a organização e quadros do pessoal do Tribunal Contas. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o

Leia mais

As precauções a tomar no momento de adquirir um imóvel - Portal de Paulínia

As precauções a tomar no momento de adquirir um imóvel - Portal de Paulínia {jathumbnail off}apesar de o mercado imobiliário estar aquecido, principalmente em decorrência das facilidades decorrentes do aumento das linhas de financiamento e crédito, o comprador deve tomar uma série

Leia mais

CAPÍTULO I DA BOLSA DE ESTUDO

CAPÍTULO I DA BOLSA DE ESTUDO RESOLUÇÃO Nº 01, de 01 de agosto de 2012 Estabelece procedimentos para o processo seletivo de Bolsas de Estudos do INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO NOSSA SENHORA DE SION. A Diretora do INSTITUTO SUPERIOR

Leia mais

USUCAPIÃO EXTRAJUDICIAL

USUCAPIÃO EXTRAJUDICIAL USUCAPIÃO EXTRAJUDICIAL DOCUMENTOS: Requerimento com a qualificação completa dos interessados, firmado por advogado devidamente constituído. Não há necessidade de reconhecimento de firma (item 2.1 da Circular

Leia mais

Capinzal - TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTO DE TITULO ALIOMAR JOSÉ AÇUCENO MALISKA

Capinzal - TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTO DE TITULO ALIOMAR JOSÉ AÇUCENO MALISKA RELATÓRIO DE CORREIÇÃO Ordinária Geral Comarca de Capinzal Capinzal - TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTO DE TITULO ALIOMAR JOSÉ AÇUCENO MALISKA Período da inspeção - Data inicial:7/9/25 - Data final:7/9/25

Leia mais

Tomo I OFÍCIOS DE JUSTIÇA... 13 Tomo II CARTÓRIOS EXTRAJUDICIAIS... 165 Normas do Pessoal dos Serviços Extrajudiciais... 282

Tomo I OFÍCIOS DE JUSTIÇA... 13 Tomo II CARTÓRIOS EXTRAJUDICIAIS... 165 Normas do Pessoal dos Serviços Extrajudiciais... 282 SUMÁRIO NORMAS DE SERVIÇO Tomo I OFÍCIOS DE JUSTIÇA................................................. 13 Tomo II CARTÓRIOS EXTRAJUDICIAIS.......................................... 165 Normas do Pessoal

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS QUE ENTRE SI CELEBRAM A VIVA ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS E O SINTRASP/SC PARA ADMINISTRAÇÃO DE PLANO DE BENEFÍCIOS.

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS QUE ENTRE SI CELEBRAM A VIVA ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS E O SINTRASP/SC PARA ADMINISTRAÇÃO DE PLANO DE BENEFÍCIOS. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS QUE ENTRE SI CELEBRAM A VIVA ADMINISTRADORA DE BENEFÍCIOS E O SINTRASP/SC PARA ADMINISTRAÇÃO DE PLANO DE BENEFÍCIOS. CONTRATANTE: SINDICATO DOS TRABALHADORES EM SEGURANÇA

Leia mais

DECRETO-LEI Nº 05, DE 15 DE MARÇO DE 1975. (Redação atual) INSTITUI O CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

DECRETO-LEI Nº 05, DE 15 DE MARÇO DE 1975. (Redação atual) INSTITUI O CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. DECRETO-LEI Nº 05, DE 15 DE MARÇO DE 1975. (Redação atual) INSTITUI O CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, no uso das atribuições

Leia mais

CIRCULAR Nº 3.649, DE 11 DE MARÇO DE 2013

CIRCULAR Nº 3.649, DE 11 DE MARÇO DE 2013 CIRCULAR Nº 3.649, DE 11 DE MARÇO DE 2013 Dispõe sobre os procedimentos para instrução de processos de constituição, autorização para funcionamento, alterações de controle societário, reorganização societária,

Leia mais

113 Segunda-Feira 12 de dezembro de 2011 Edição nº 4170 D.J. ESPÍRITO SANTO

113 Segunda-Feira 12 de dezembro de 2011 Edição nº 4170 D.J. ESPÍRITO SANTO 113 Segunda-Feira 12 de dezembro de 2011 Edição nº 4170 D.J. ESPÍRITO SANTO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA ATO Nº 2.834/12/2011 O EXCELENTÍSSIMO SENHOR DESEMBARGADOR

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 1980 R E S O L V E U:

RESOLUÇÃO Nº 1980 R E S O L V E U: RESOLUÇÃO Nº 1980 Aprova regulamento que disciplina direcionamento dos recursos captados pelas entidades integrantes do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstismo (SBPE) e as operações de financiamento

Leia mais

JUSTIFICATIVAS PARA O PROJETO DE LEI SOBRE O FUNDO NACIONAL DE CULTURA

JUSTIFICATIVAS PARA O PROJETO DE LEI SOBRE O FUNDO NACIONAL DE CULTURA 1 JUSTIFICATIVAS PARA O PROJETO DE LEI SOBRE O FUNDO NACIONAL DE CULTURA É consenso universal: as artes e a cultura são direitos e necessidades fundamentais do ser humano. É através do imaginário e dos

Leia mais

Resolvem, na melhor forma de direito, celebrar o presente Contrato de Mútuo ( Contrato ), de acordo com os seguintes termos e condições:

Resolvem, na melhor forma de direito, celebrar o presente Contrato de Mútuo ( Contrato ), de acordo com os seguintes termos e condições: CONTRATO DE MÚTUO Prelo presente instrumento particular, [O Estudante, pessoa física proponente de empréstimo com determinadas características ( Proposta )], identificado e assinado no presente contrato

Leia mais

Regulamenta a Lei nº 9.841, de 5 de outubro de 1999, que institui o Estatuto da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, e dá outras providências.

Regulamenta a Lei nº 9.841, de 5 de outubro de 1999, que institui o Estatuto da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, e dá outras providências. DECRETO N o 3.474, DE 19 DE MAIO DE 2000. Regulamenta a Lei nº 9.841, de 5 de outubro de 1999, que institui o Estatuto da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, e dá outras providências. O PRESIDENTE

Leia mais

PROJETO DE LEI MUNICIPAL Nº 013 24 DE MARÇO DE 2015. GABINETE DO PREFEITO

PROJETO DE LEI MUNICIPAL Nº 013 24 DE MARÇO DE 2015. GABINETE DO PREFEITO 1 PROJETO DE LEI MUNICIPAL Nº 013 24 DE MARÇO DE 2015. GABINETE DO PREFEITO Altera a Lei nº 1456/2013, que dispõe sobre as taxas de serviços ambientais, institui seus valores, dispõem sobre sanções pelas

Leia mais

DECRETO Nº 5.933, DE 20 DE ABRIL DE 2004.

DECRETO Nº 5.933, DE 20 DE ABRIL DE 2004. DECRETO Nº 5.933, DE 20 DE ABRIL DE 2004. (PUBLICADO NO DOE DE 26.04.04) Este texto não substitui o publicado no DOE Regulamenta a Lei nº 14.546, de 30 de setembro de 2003, que dispõe sobre a criação do

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO MELHOR IDADE

CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO MELHOR IDADE CONDIÇÕES GERAIS DO PÉ QUENTE BRADESCO MELHOR IDADE I INFORMAÇÕES INICIAIS SOCIEDADE DE CAPITALIZAÇÃO: BRADESCO CAPITALIZAÇÃO S/A CNPJ: 33.010.851/0001-74 PÉ QUENTE BRADESCO MELHOR IDADE PLANO PM 60/60

Leia mais

S A I B A M quantos esta virem que, nesta Cidade de Brasília, DF, neste Serviço Notarial, perante mim, Escrevente, compareceram partes entre si,

S A I B A M quantos esta virem que, nesta Cidade de Brasília, DF, neste Serviço Notarial, perante mim, Escrevente, compareceram partes entre si, S A I B A M quantos esta virem que, nesta Cidade de Brasília, DF, neste Serviço Notarial, perante mim, Escrevente, compareceram partes entre si, justas e contratadas, a saber: de um lado, como Outorgante

Leia mais

ANEXO I INSTITUI O PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS SERVIDORES DA AUTORIDADE PUBLICA OLÌMPICA

ANEXO I INSTITUI O PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS SERVIDORES DA AUTORIDADE PUBLICA OLÌMPICA Publicado no: Boletim de Serviço Especial nº 01, de 13 de janeiro de 2015 ANEXO I INSTITUI O PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS SERVIDORES DA AUTORIDADE PUBLICA OLÌMPICA DA FINALIDADE Art. 1º - Regulamentar

Leia mais

a) operações cobertas de venda de ações ou de lançamento de opções;

a) operações cobertas de venda de ações ou de lançamento de opções; Dispõe sobre a Constituição de funcionamento de Clubes de Investimento. O PRESIDENTE DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS torna público que o Colegiado, em sessão realizada nesta data, e de acordo com o

Leia mais