Universidade Estadual de Feira de Santana

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Universidade Estadual de Feira de Santana"

Transcrição

1 Universidade Estadual de Feira de Santana Pró-Reitoria de Administração e Finanças Assessoria Técnica de Recursos Humanos PLANO DE CAPACITAÇÃO 2013 Feira de Santana 2013

2 Universidade Estadual de Feira de Santana Pró-Reitoria de Administração e Finanças Assessoria Técnica de Recursos Humanos Reitor José Carlos Barreto de Santana Vice-Reitor Genival Corrêa de Souza Pró-Reitor Rossine Cerqueira da Cruz Assessora Técnica de Recursos Humanos Schirley Mendes Silva Moreira

3 SUMÁRIO 1. Introdução Objetivos Conceitos Metodologia Áreas Temáticas e Ações de Capacitação Das inscrições Da seleção dos servidores Eventos de Capacitação Da Avaliação e Certificação Da seleção de instrutores Das disposições finais ANEXOS... 21

4 1. INTRODUÇÃO A Universidade Estadual de Feira de Santana possui atualmente uma força de trabalho composta de 1834 servidores ativos. Dentre eles, 1001 compõem o corpo docente e 833 os técnicos administrativos, distribuídos entre os campi de Feira de Santana, Santo Amaro e Lençóis. Nos seus trinta e sete anos de criação, a UEFS vem buscando através da Assessoria Técnica de Recursos Humanos (ATRH) em parceria com a Secretaria de Administração do Estado da Bahia (SAEB), implementar políticas de capacitação a fim de contemplar os servidores nas diversas áreas de atuação, conforme os princípios emanados do Decreto n.º de 20 de outubro de Ressaltamos que este Plano de Capacitação é destinado aos servidores públicos como forma de garantir o constante desenvolvimento na carreira, refletindo na melhoria dos serviços prestados à comunidade com ações voltadas para o desenvolvimento dos indivíduos, objetivando treinar, capacitar, integrar e motivar os servidores. 2. OBJETIVOS O Plano de Capacitação 2013 tem como objetivos: Objetivos Gerais (conforme dispõe o art. 4º do Decreto de 20/10/2011): I - estimular a participação dos servidores públicos de carreira em ações de educação continuada, entendida como a oferta regular de cursos para o aprimoramento profissional, ao longo de sua vida funcional; II- oferecer e garantir cursos introdutórios ou de formação aos servidores que ingressarem no setor público, respeitadas as normas específicas aplicáveis a cada carreira ou cargo; III- incentivar o acesso dos servidores públicos a eventos de capacitação, desde que condizentes com os objetivos da sua carreira; IV - incentivar a inclusão das atividades de capacitação como requisito para a promoção funcional do servidor nas carreiras da Administração Pública Estadual Direta, Autárquica e Fundacional, assegurando-lhe a participação nessas atividades; V - oferecer aos participantes dos Programas marcos de referência teóricos e aplicados que possibilitem o aprimoramento de competências cognitivas,

5 instrumentais e interativas, com impactos no nível de desempenho profissional da carreira. Objetivos Específicos: I - Promover o desenvolvimento das competências e habilidades dos servidores, necessárias ao bom desempenho das atividades; II - propiciar ações de capacitação que incentivem a participação continuada dos servidores, mediante às demandas específicas de desenvolvimento; III - contribuir para o desenvolvimento integral do servidor, proporcionando atuação funcional mais eficiente e eficaz, e conseqüentemente melhoria na qualidade do trabalho. 3. DOS CONCEITOS UTILIZADOS No presente Plano de Capacitação, serão utilizados os conceitos constantes no Decreto de 20/10/2011: Programa de Formação e Aperfeiçoamento Continuado para o Desenvolvimento de Carreiras: conjunto articulado e contínuo de eventos de capacitação e aperfeiçoamento associados ao desenvolvimento das competências requeridas para o exercício dos cargos descritos na legislação específica de cada carreira; Competência: conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias ao desempenho das funções do servidor, observadas as atribuições da carreira previstas em legislação específica; Ações de Desenvolvimento: cursos presenciais, semipresenciais e à distância, aprendizagem em serviço, grupos formais de estudos, intercâmbios, estágios, seminários, congressos e outros correlatos; Desenvolvimento: aproveitamento e/ou aquisição de competências individuais com vistas a contribuir para o alcance dos resultados da instituição; Avaliação: atribuição de valor positivo ou negativo à ação de desenvolvimento ou ao plano anual de capacitação, com o objetivo de lhe aferir resultados, podendo ocorrer em diferentes modalidades, a exemplo da avaliação de reação, de aprendizagem, de transferência ou qualitativa;

6 Avaliação de Reação: medida perceptiva do grau de satisfação imediato, após o término da ação de desenvolvimento; Avaliação de Aprendizagem: medida perceptiva do grau de aquisição de conhecimentos, habilidades e atitudes individuais relativos aos objetivos da ação de desenvolvimento; Avaliação de Transferência: medida perceptiva da aplicação nos processos, sistemas e ambientes organizacionais dos conhecimentos, habilidades e atitudes individuais assimilados a partir da ação de desenvolvimento; Aprendizagem Organizacional: processos de aprendizagem em torno de competências organizacionais dentro do ambiente de trabalho; Modalidade de Educação Presencial: processo de desenvolvimento que acontece em comunicação face a face entre participante e mediador pedagógico; 4. DA METODOLOGIA PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE CAPACITAÇÃO/2013 Através de reuniões com os Instrutores Internos, representantes da Pró-Reitoria de Extensão PROEX, Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD, Unidade de Desenvolvimento Comunitário UNDEC e Unidade de Infra- Estrutura UNINFRA. Buscou-se, conforme orientações da Diretoria de Valorização e Desenvolvimento de Pessoas DDE, produzir o Plano de Capacitação/2013, com base na identificação de deficiências observadas dentro da Universidade, que poderiam ser amenizadas através da capacitação de pessoal. Feito este levantamento, os Instrutores se organizaram para propor melhorias e verificar de que forma poderiam contribuir de forma mais eficaz não só no planejamento, mas também na execução deste Plano.

7 5. DAS ÁREAS TEMÁTICAS E AÇÕES DE CAPACITAÇÃO Área Temática Evento Duração Vagas Modalidade 1. Plano de Capacitação 1. Workshop de Sensibilização e Apresentação do Plano de Capacitação horas 50 Presencial 2. Formação Inicial para Novos Servidores 2. Bem vindo! Serviço Público: Estrutura e Funcionamento 20 horas 35 Presencial 3. Relações Humanas 3. Curso Modular: I Módulo Conhecer a UEFS; II Módulo Atendimento nota 1.000; III Módulo Relações Interpessoais; IV Módulo Curso básico de Redação e Uso nas Ferramentas Digitais. 52 horas 35 Presencial 4. Curso Modular: I Módulo - Curso Básico de Administração e Finanças Públicas; II Módulo - Orçamento e Contabilidade Públicas; III Módulo - 4. Gestão Pública Execução da Despesa Pública sob Enfoque Administrativo: Licitação, 76 horas 35 Presencial Contratos e Compras; IV Módulo - Execução da Despesa Pública sob o Enfoque Financeiro: Empenho, Liquidação, Pagamento e Controle. 5. Legislação 5. Compreendendo o Estatuto do Servidor e sua Legislação Específica. 20 horas 35 Presencial 6. Gestão de Processos 6. Curso Modular: I Módulo - Análise e Melhoria de Processos; II Módulo - Técnicas de Arquivo. 40 horas 35 Presencial 7. Saúde 7. Seminário de Saúde, Trabalho e Cidadania. 12 horas 150 Presencial

8 8. Gestão de Pessoas 8. Curso Modular: I Módulo Desenvolvimento de Pessoas; II Módulo - Curso de Gestão por Competência. 36 horas 30 Presencial 9. Inclusão Social 9. Curso de Atendimento a Pessoas com Deficiência Auditiva 20 horas 20 Presencial 6. DAS INSCRIÇÕES 6.1 As inscrições para os eventos serão feitas, exclusivamente, através de formulário eletrônico disponível no portal da UEFS. 6.2 Fica vedada a inscrição e a reserva de vagas via telefone, e comunicação oral. 6.3 Para preenchimento das vagas serão considerados a ordem de inscrição na ação de capacitação requerida, conforme relatório extraído do sistema de inscrição. 6.4 Após o encerramento das inscrições, a ATRH solicitará da chefia imediata o pronunciamento no prazo de 48 horas sobre a participação ou não do servidor na ação de capacitação, caso o curso escolhido seja em horário de expediente. 6.5 Caso a chefia imediata seja desfavorável a participação do servidor na ação de capacitação, será dado prioridade aos inscritos na lista de acordo com a ordem de inscrição e que tenha anuência da chefia. 6.6 Após cumprimento de todas as etapas do processo de inscrição, a ATRH divulgará a listagem dos candidatos selecionados, através do , os quais deverão assinar o Termo de Compromisso (Anexo I). 6.7 Os servidores já inscritos em algum curso não poderão se inscrever em outro que venha a ocorrer no mesmo período. 6.8 O cancelamento de inscrição somente será aceita com antecedência mínima de 02 (dois) dias do início dos cursos, por meio de Termo de Desistência (Anexo II) requerimento a ser entregue ATRH. 7. DA SELEÇÃO DOS SERVIDORES Caso o número de inscrições ultrapasse a quantidade de vagas oferecidas, será levado em consideração, como critério de seleção dos servidores, respectivamente: a) ordem de recebimento das inscrições; b) necessidade de progressão por capacitação no exercício de 2013;

9 c) possuir maior tempo de efetivo exercício na UEFS; d) maior idade; e) desenvolvimento de novas habilidades e competências compatíveis com o cargo/função; f) nota da avaliação de desempenho (quando houver). 8. DOS EVENTOS DE CAPACITAÇÃO 7.1 Evento: Workshop de Sensibilização e Apresentação do Plano de Capacitação da UEFS 2013 Objetivo: Apresentar a importância do Plano; Criar um ambiente favorável para o desenvolvimento do Plano; Divulgar as ações de Capacitação do ano de Público-alvo: Servidores públicos da UEFS Duração: 04 horas Período: março/2013 Conteúdo Programático: Plano de Capacitação da UEFS Instrutor (es): Schirley Mendes Silva Moreira (Graduada em Administração pela Universidade Estadual de Feira de Santana, Especialista em Gestão de Inovação Tecnológica pela Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS e em Gestão Pública pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB). 7.2 Evento: Curso Bem vindo! Serviço Público: Estrutura e Funcionamento Observação: Para receber o certificado, o servidor deverá participar de todos os módulos. Objetivo: Acolher, orientar e capacitar sobre o funcionamento da máquina estatal. I Módulo: Relações Interpessoais Público-alvo: Servidores recém empossados Duração: 04 horas Período: abril/2013

10 Conteúdo Programático: Acolhimento; Formas de Comunicação; Trabalho em equipe; Perfil Profissional; Feedback (dar e receber). Instrutor: Fornecido pela SAEB II Módulo: Estrutura e Legislação do Estado Público-alvo: Servidores recém empossados Duração: 08 horas Período: abril/2013 Conteúdo Programático: Fundamentos constitucionais: Federal e Estadual/Executivo (Princípios da Administração Pública); Contextualização: Estado Governo - Administração Pública - Serviço Público; (Secretaria; Autarquia; Fundação; Empresa Pública; Sociedade de Economia Mista); Agente Público: Servidor público efetivo e temporário sem vínculo e REDA; Direitos e deveres do Servidor; Orçamento (LDO/LOA). Instrutor: Fornecido pela SAEB III Módulo: Noções de Funcionamento do Estado Público-alvo: Servidores recém empossados Duração: 08 horas Período: abril/2013 Conteúdo Programático: Políticas púbicas; PPA; Noções de Ética e Cidadania; Planos, Programas e Projetos Organizacionais; Sistemas

11 Corporativos; Racionalidade no uso de Recursos Públicos; O Papel do servidor e do estagiário (RETORNO AO PERFIL). Instrutor: Fornecido pela SAEB 7.3 Evento: Curso Modular na área de Relações Humanas Observação: Cada servidor receberá um certificado específico para a carga horária cursada, sendo especificados os módulos selecionados. Módulo I - Conhecer a UEFS Objetivo: Apresentar aos servidores a estrutura organizacional da UEFS e as diversas áreas de atuação. Integrar e capacitar os servidores, recém empossados, nos diversos setores desta Instituição. Público-alvo: Servidores recém-empossados na Instituição Duração: 08 horas Período: abril/2013 Conteúdo Programático: Objetivo das Universidades; Bases de organização da UEFS; Elementos constituintes de estrutura e organização; A missão e objetivos; Descrição das áreas acadêmicas e administrativas; Visão organizacional, cultura organizacional; Treinamento nas áreas de atuação, legislação de pessoal. Instrutora: Maria Flor da Conceição Carneiro Santos Morais (Graduada em Administração pela Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS. Especialista em Economia e Gestão Pública pela Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS). Módulo II - Atendimento nota Objetivo: Estimular o servidor a prestar um serviço de excelência; Preparar o servidor para o bom atendimento ao publico; Aprimorar os conhecimentos em atendimento; Identificar situações desmotivadoras no ambiente de trabalho. Público-alvo: Servidores públicos da UEFS

12 Duração: 08 horas Período: maio/2013 Conteúdo Programático: Definindo qualidade; Razões para excelência no atendimento; Atendimento com qualidade; Comunicação - Falar com terceiros; Postura pessoal do atendente; Cinco pontos fortes para atender com qualidade; Motivação; Autoavaliação. Instrutora: Rejane Maria Rosa Ribeiro (Graduada em Biblioteconomia e Documentação pela Universidade Federal da Bahia - UFBA. Especialista em Bibliotecários de Instituições de Ensino Superior pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas. Especialista em Metodologia do Ensino Superior pela Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS. Especialista em Gestão da Inovação Tecnológica. Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS). Módulo III Relações Interpessoais Objetivos: Pretende-se com este curso discutir as relações interpessoais e a ética no trabalho; Fornecer subsídios para o desenvolvimento de um clima de integração e boas relações interpessoais no ambiente de trabalho; Apresentar fundamentos, conceitos e metodologia para tratar questões de conflitos que ocorrem nas relações entre pessoas; Propiciar oportunidade para a mudança de atitude das pessoas, de modo a assegurar um clima satisfatório entre funcionários e torná-los mais abertos às novas formas de gestão; Aprimorar relacionamentos entre pessoas com interesses e valores diferentes; Proporcionar condições que sejam facilitadoras para prática de comportamentos e atitudes assertivas e de contínuos feedbacks. Público-alvo: Servidores Efetivos, Comissionados e Terceirizados da UEFS. Duração: 20 horas Período: maio/2013 Conteúdo Programático: Entendendo o elemento humano; Relacionamento interpessoal; As bases do relacionamento Interpessoal; Atitudes favorecedoras para a qualidade no tratamento e no relacionamento interpessoal; Habilidades para lidar com pessoas; O comportamento Humano nas organizações; Desenvolvimento dos grupos; Tipos de equipes; Resistência a mudanças; Ética Profissional; Tipos de Feedback. Motivação Pessoal e Profissional. Conceitos. Teorias Motivacionais. Inteligência Emocional. Motivação Profissional.

13 Motivação Pessoal. A importância da motivação para o desenvolvimento dos indivíduos. Estratégias Motivacionais. Motivação em instituições públicas (remuneração e benefícios). Instrutoras: Maria Lucia Oliveira (Graduação em Gestão em Recursos Humanos pela Faculdade de Tecnologia e Ciências, FTC. MBA Estratégia de Recursos Humanos pela Faculdade Católica de Ciências Econômicas da Bahia, FACCEBA). Wildacy Gonçalves Ribeiro Evangelista (Graduação em Administração pela Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS. Especialista em Gestão de Pessoas. Módulo IV - Curso básico de Redação e Uso nas Ferramentas Digitais Objetivos: Analisar a importância da Redação das Correspondências Oficiais e o uso das diversas ferramentas no processo de comunicação escrita que têm origem na instituição; Conhecer a relevância da qualidade da escrita oficial na percepção dos servidores envolvidos no processo; Investigar a produção das correspondências e os meios eletrônicos utilizados, a fim buscar eficiência na escrita oficial, utilizando conhecimento de ferramentas digitais e conhecimento da nova ortografia; Analisar o uso de meios digitais e o uso das normas cultas na produção escrita, bem como a clareza, a concisão e a coesão dessa produção escrita; e Promover reflexão quanto a necessidade de produzir a escrita da correspondência oficial observando os padrões das normas da língua e das ferramentas digitais. Público-alvo: Servidores públicos da UEFS, especialmente aqueles responsáveis pela produção da comunicação escrita. Duração: 20 horas Período: junho/2013 Conteúdo Programático: Comunicação e Serviço Público; Redação Oficial características; Uma revisita à Gramática (classes gramaticais); Nova Ortografia; Produção de textos; Ferramentas digitais conhecer para usar bem; Otimizar o uso das ferramentas para alcançar objetivos; Textos digitais: ofício, ata, parecer, s, malas diretas, grupos diversos. Instrutores:

14 Fátima Conceição Nogueira Parente Silva (Graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS e especialista em Metodologia e Prática do Ensino em Desenho pela Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS). Leonardo Nunes da Silva (Ensino Médio Completo, Graduação incompleta em Letras com Língua Francesa pela Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS) 7.4 Evento: Curso Modular na área de Gestão Pública Observações: - O módulo I é obrigatório para todos. Os módulos restantes poderão ser cursados de acordo com a necessidade e a vontade de cada servidor; - Cada servidor receberá um certificado específico para a carga horária cursada, sendo especificados os módulos selecionados. Módulo I - Curso Básico de Administração e Finanças Públicas Objetivos: Apresentar os aspectos do funcionamento do Estado; Evidenciar sua formação e estrutura, bem como suas fontes de financiamento e princípios; Trabalhar com estudos de caso de empresas que são destaque no serviço público; Apresentar possibilidades para o uso eficiente dos recursos (qualidade dos gastos públicos). Público-alvo: Servidores públicos da UEFS Duração: 20 horas Período: junho/2013 Conteúdo Programático: Introdução às Finanças Públicas. Funções do Governo. Governabilidade e Governança. Carga Fiscal. Dívida Pública. Administração Pública. Estudos de Caso no Serviço Público. Gastos no Setor Público. Instrutor: Fernando Gentil de Souza (Analista Contábil - Contador da UEFS, Graduação em Ciências Contábeis, Mestrado em Contabilidade e Finanças pela Universidad de Zaragoza, professor de Contabilidade Pública, Orçamento Público, Controle Interno e Teoria da Contabilidade nas Faculdades: FAT - Faculdade Anísio Teixeira, FSSS - Faculdade Santíssimo Sacramento, Alagoinhas, professor convidado da Universidade de Guadalajara no México no Curso Desenvolvimento Regional)

15 Módulo II - Orçamento e Contabilidade Públicas Objetivos: Apresentar e discutir o processo e o ciclo orçamentário, contabilização das autorizações orçamentárias. Verificar o Plano de Contas segundo instruções da STN. Praticar alguns lançamentos básicos na Contabilidade Pública. Apresentar os principais Demonstrativos Contábeis no setor Público. Discutir a transparência e controle social com base nos Demonstrativos estudados. Público-alvo: Servidores públicos da UEFS Duração: 20 horas Período: julho/2013 Conteúdo Programático: Processo e Ciclo Orçamentário. Contabilização da Autorização Orçamentária, despesas e Receitas. Apresentar aspectos patrimoniais da Contabilidade segundo MCASP e IPSAS. Depreciação, reavaliação e redução ao valor recuperável, atividades práticas. Lançamentos básicos no setor público. Plano de Contas aplicado ao Setor Público. Os demonstrativos contábeis no setor Público. Transparência e Controle Social. Instrutores: Fernando Gentil de Souza (Analista Contábil - Contador da UEFS, Graduação em Ciências Contábeis, Mestrado em Contabilidade e Finanças pela Universidad de Zaragoza, professor de Contabilidade Pública, Orçamento Público, Controle Interno e Teoria da Contabilidade nas Faculdades: FAT - Faculdade Anísio Teixeira, FSSS - Faculdade Santíssimo Sacramento, Alagoinhas, professor convidado da Universidade de Guadalajara no México no Curso Desenvolvimento Regional) Ednilzo Bispo dos Santos (Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS; Especialista em Economia e Gestão Pública pela Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS e especialista em Contabilidade Gerencial pela Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS) Módulo III - Execução da Despesa Pública sob Enfoque Administrativo: Licitação, Contratos e Compras Objetivos: Descrever conceitos, propósitos e processos inerentes a compras públicas; Aplicar os fundamentos legais das modalidades de compras na

16 administração pública; Identificar as modalidades de licitação e seus limites; Discutir as relações de interdependência entre licitação e compras. Público-alvo: Servidores públicos e Comissionados da UEFS Duração: 16 horas Período: julho/2013 Conteúdo Programático: O planejamento das contratações e aquisições públicas. A deflagração dos processos licitatórios. A licitação e seus princípios. Aspectos relacionados com a Lei nº Modalidades de licitação e seus respectivos limites. Dispensa e inexigibilidade. Compra direta. Registros cadastrais. Pregão presencial e eletrônico. Sistema de Registro de Preços. Termo de Referência. Fracionamento de Despesas. Fluxo processual de um processo licitatório. Acompanhamento e solicitação, em tempo hábil. Conferência quanto o efetivo recebimento do objeto contratado. Fiscalização da execução do contrato. Solicitação do pedido de licitação, em tempo hábil, de modo a eliminar contratações de mercadorias e serviços por meio de dispensa de licitação. Instrutor: Jasmo Dantas de Oliveira (Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS; Especialista em Administração Pública pela Faculdade de Tecnologia e Ciências - FTC) IV Módulo - Execução da Despesa Pública sob o Enfoque Financeiro: Empenho, Liquidação, Pagamento e Controle Objetivo: Discutir os aspectos financeiros relacionados a execução da despesa no setor público e, especificamente, explicar o processamento do empenho, da liquidação, do pagamento e da contabilização. Público-alvo: Servidores públicos da UEFS que atuam em atividades administrativas relacionadas à despesa, prioritariamente, aqueles lotados nas unidades demandantes. Duração: 20 horas Período: julho/2013 Conteúdo Programático: A despesa pública sob o enfoque financeiro; Conceito; Classificação segundo a Lei 4.320/64; A Execução Orçamentária; Dotação Orçamentária; Disponibilidade Orçamentária; Empenho; A Execução

17 Financeira; Documentos hábeis; Liquidação; Retenções e Consignações; Pagamento; Orçamentário; Extra-Orçamentário; Contabilização; Objetivo e Lançamentos. Instrutor: Ednilzo Bispo dos Santos (Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS; Especialista em Economia e Gestão Pública pela Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS e especialista em Contabilidade Gerencial pela Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS) 7.5 Evento: Curso: Compreendendo o Estatuto do Servidor e sua Legislação Específica Objetivo: Apresentar o Estatuto do Servidor; Discutir os deveres e direitos constantes no Estatuto. Público-alvo: Servidores públicos da UEFS Duração: 20 horas Período: agosto/2013 Conteúdo Programático: Noções de Direito Administrativo e Administração Pública. Compreensão do Estatuto do Servidor e de sua Legislação Específica. Regime Disciplinar. Direitos e vantagens do Servidor. Instrutor: Deibson de Souza Cavalcanti (Formado em Administração pela Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS, Especialista em Gestão Estratégica de Negócios formado pela FACCEBA). 7.6 Evento: Curso Modular de Gestão de Processos I Módulo: Análise e Melhoria de Processos Objetivo: Estimular a melhoria das rotinas dos processos administrativos da Instituição. Público-alvo: Servidores públicos da UEFS Duração: 20 horas Período: agosto/2013

18 Conteúdo Programático: Apresentação e Objetivos do Curso; Conceitos (conhecendo termos-chaves); Pessoas x Instituição; Trabalhando em Equipe; Planejamento, Organização e Controle de Processos; Administrativos na UEFS; Etapas dos processos, procedimentos e ferramentas. Instrutor: Patrícia Guimarães Costa (Graduada em Administração pela Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS; Especialista em Economia e Gestão Pública pela Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS e Especialista em Gestão da Inovação Tecnológica pela Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS). II Módulo: Técnicas de Arquivo Objetivos: Expor Métodos e Técnicas de Arquivamento, dando ênfase ao arquivo corrente; apresentar regras para alfabetar corretamente e enfatizar a qualidade no trabalho arquivístico. Público-alvo: Servidores públicos da UEFS, principalmente os que lidam com arquivos administrativos Duração: 20 horas Período: setembro/2013 Conteúdo Programático: Arquivo; Documentos; Classificação ou idade dos arquivos; Métodos de arquivamento; Regras de Alfabetação e ordenação; Prazos e fases de arquivamento; Arquivos de material especial; Microfilmagem e digitalização; Preservação de documentos; Qualidade em arquivos. Instrutor: Rejane Maria Rosa Ribeiro (Graduada em Biblioteconomia e Documentação pela Universidade Federal da Bahia - UFBA. Especialista em Bibliotecários de Instituições de Ensino Superior pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, PUC Minas. Especialista em Metodologia do Ensino Superior pela Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS. Especialista em Gestão da Inovação Tecnológica pela Universidade Estadual de Feira de Santana UEFS). 7.7 Evento: Seminário de Saúde, Trabalho e Cidadania

19 Objetivo: Motivar os servidores e colaboradores a cuidar da sua saúde, através da prevenção e adoção de práticas que promovam bem-estar; fortalecer a qualidade de vida no trabalho; promover o desenvolvimento do servidor como profissional e cidadão. Público-alvo: Servidores públicos da UEFS Duração: 08 horas Período: maio/2013 Atividades: Palestras, serviços de saúde, ginástica laboral e relaxamento. 7.8 Evento: Curso de Atendimento a Pessoas com Deficiência Auditiva Objetivo: Contribuir para a capacitação dos servidores para o atendimento às pessoas com deficiência auditiva; Preparar o servidor para o bom atendimento às pessoas com deficiência auditiva; Compartilhar conhecimentos básicos para a comunicação com deficientes auditivos; Identificar situações que dificultam a comunicação entre ouvintes e deficientes auditivos. Público-alvo: Servidores públicos da UEFS Duração: 20 horas Período: maio/2013 Conteúdo Programático: Caracterizando a pessoa com deficiência auditiva; Comunicação entre ouvintes e surdos; O alfabeto manual; Noções de LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais); Treinando a comunicação entre ouvinte e surdo. Instrutor: A Definir 8. DA AVALIAÇÃO E CERTIFICAÇÃO 10.1 Será emitido certificado para os servidores que obtiverem frequência mínima de 75% da DURAÇÃO, e forem aprovados na prova de conhecimento específico (quando for o caso) Não serão abonadas faltas em nenhuma hipótese Poderá ser exigida prova de conhecimento específico (avaliação de aprendizagem) ao final do curso, valendo 100 (cem) pontos; a nota mínima para aprovação ao aluno será 70 (setenta).

20 10.4 Ao final de cada ação de capacitação, o participante preencherá a avaliação de reação, mensurando seu grau de satisfação quanto à ação O certificado de cada ação de capacitação será emitido no prazo máximo de até 30 (trinta) dias. 9. DA SELEÇÃO DE INSTRUTORES: Os instrutores serão selecionados através de cadastramento interno divulgado no âmbito da Instituição, para serem formados por Programa especifico oferecido pela Secretaria de Administração do estado da Bahia SAEB. 10. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS 10.1 As informações gerais sobre as ações de capacitação estarão disponíveis na Assessoria Técnica de Recursos Humanos e no site: No caso dos cursos modulares, o servidor receberá certificação referente à carga horária total dos módulos cumpridos, podendo escolher o módulo que deseja participar (quando for o caso) Os cursos sempre ocorrerão em horário de expediente, nos dias úteis Poderá ocorrer, a critério da ATRH, o cancelamento e/ou adiamento do curso É de responsabilidade da ATRH comunicar ao servidor qualquer alteração na programação das Ações de Capacitação O abandono do curso, sem a devida comunicação, implicará em impedimento de participação em cursos de capacitação por um período de 6 (seis) meses da data de encerramento da ação de capacitação, justificando-se os fatos citados quando o servidor tiver de interromper sua participação no curso por necessidade do serviço, licença para tratamento de saúde ou por motivo de doença em pessoa da família. Nesses casos a justificativa da desistência deverá ser formalizada através do Termo de Desistência (Anexo II) e encaminhado à Assessoria Técnica de Recursos Humanos Os casos omissos serão analisados e tratados pela Assessoria Técnica de Recursos Humanos. Feira de Santana, 15 de fevereiro de Rossine Cerqueira Cruz Pró-Reitor de Administração e Finanças Schirley Mendes Silva Moreira Assessora Técnica de Recursos Humanos

21 ANEXO I TERMO DE COMPROMISSO Termo de compromisso que entre si fazem a Assessoria Técnica de Recursos Humanos da Universidade Estadual de Feira de Santana e o (a) servidor (a), ocupante do cargo, matrícula, lotado no (a), que compromete-se a participar integralmente do Evento, constante do Plano de Capacitação/2013, promovido por esta Universidade, nas seguintes condições: 1. Compromete-se a participar do evento acima citado. 2. Compromete-se, quando solicitado pela ATRH, a preencher questionários e/ou formulários concernentes à capacitação. 3. Declara, ainda, conhecer e concordar com as condições acima, estando ciente, inclusive, de que o não cumprimento total ou parcial do presente termo, acarretará impedimento para novas solicitações. Feira de Santana, de de Assinatura do Servidor Ciência da chefia imediata: Data: / / Assinatura da Chefia

PORTARIA PGR Nº 198 DE 15 DE ABRIL DE 2011. Regulamenta o Programa de Treinamento, Desenvolvimento e Educação do Ministério Público da União.

PORTARIA PGR Nº 198 DE 15 DE ABRIL DE 2011. Regulamenta o Programa de Treinamento, Desenvolvimento e Educação do Ministério Público da União. PORTARIA PGR Nº 198 DE 15 DE ABRIL DE 2011 Regulamenta o Programa de Treinamento, Desenvolvimento e Educação do Ministério Público da União. O PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA, no uso de suas atribuições,

Leia mais

NORMAS PARA PARTICIPAÇÃO DOS SERVIDORES EM CURSOS DE CAPACITAÇÃO

NORMAS PARA PARTICIPAÇÃO DOS SERVIDORES EM CURSOS DE CAPACITAÇÃO NORMAS PARA PARTICIPAÇÃO DOS SERVIDORES EM CURSOS DE CAPACITAÇÃO 1. DOS CURSOS 1.1 Os cursos poderão ser presenciais ou à Distância. Para os técnico-administrativos, deverão ter correlação com o cargo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 26/2012-CUn

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 26/2012-CUn ANEXO I DA RESOLUÇÃO Nº 26/2012-CUn PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO PARA OS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DESTA UNIVERSIDADE 1. APRESENTAÇÃO O Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DDP),

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIFEI CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIFEI CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA UNIFEI CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1 - Objetivo Geral: Implantar na UNIFEI um Programa de Capacitação que seja continuado

Leia mais

DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENAÇÃO DE CAPACITAÇÃO E AVALIAÇÃO FUNCIONAL PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2015

DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENAÇÃO DE CAPACITAÇÃO E AVALIAÇÃO FUNCIONAL PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2015 DIRETORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENAÇÃO DE CAPACITAÇÃO E AVALIAÇÃO FUNCIONAL PLANO ANUAL DE CAPACITAÇÃO 2015 TERESINA,PI 2015 1 APRESENTAÇÃO A educação profissional e tecnológica brasileira vivencia

Leia mais

Art. 5º O Plano de Capacitação dos Servidores compreende as seguintes ações:

Art. 5º O Plano de Capacitação dos Servidores compreende as seguintes ações: PORTARIA Nº 2143, DE 12 DE JUNHO DE 2003. Institui o Plano de Capacitação de Servidores e regulamenta a participação de servidores em eventos de capacitação no âmbito do TRT da 4ª Região. A PRESIDENTE

Leia mais

Edital EDITAL Nº 001/2011 PROGEPE/CDP/UCAP PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO

Edital EDITAL Nº 001/2011 PROGEPE/CDP/UCAP PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS UNIDADE DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAS Edital EDITAL Nº 001/2011 PROGEPE/CDP/UCAP

Leia mais

CURSO DE CAPACITAÇÃO NOÇÕES EM GESTÃO E PROCESSOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

CURSO DE CAPACITAÇÃO NOÇÕES EM GESTÃO E PROCESSOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS PAU DOS FERROS COORDENAÇÃO DE GESTÃO DE PESSOAS CURSO DE CAPACITAÇÃO NOÇÕES

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DOS SERVIDORES DO QUADRO TÉCNICO/ADMINISTRATIVO ORIENTAÇÕES GERAIS

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DOS SERVIDORES DO QUADRO TÉCNICO/ADMINISTRATIVO ORIENTAÇÕES GERAIS PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DOS SERVIDORES DO QUADRO TÉCNICO/ADMINISTRATIVO ORIENTAÇÕES GERAIS A Universidade Federal do Amapá UNIFAP em cumprimento às diretrizes do Plano de Carreira dos

Leia mais

NORMA DE EXECUÇÃO/INCRA/Nº 12, DE 30 DE ABRIL DE 2001. (Publicação: Boletim de Serviço n 18, de 30/4/2001)

NORMA DE EXECUÇÃO/INCRA/Nº 12, DE 30 DE ABRIL DE 2001. (Publicação: Boletim de Serviço n 18, de 30/4/2001) NORMA DE EXECUÇÃO/INCRA/Nº 12, DE 30 DE ABRIL DE 2001. (Publicação: Boletim de Serviço n 18, de 30/4/2001) Dispõe sobre critérios e parâmetros de participação dos servidores do INCRA em cursos e seminários.

Leia mais

1. DA MODALIDADE DO PROGRAMA E DOS SEUS OBJETIVOS

1. DA MODALIDADE DO PROGRAMA E DOS SEUS OBJETIVOS REGIMENTO INTERNO DOS CURSOS DE DESENVOLVIMENTO DE SERVIDORES PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS 1. DA MODALIDADE DO PROGRAMA E DOS SEUS OBJETIVOS

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O PROGRAMA SERVIDOR MULTIPLICADOR EDITAL EGP Nº 002/2015

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O PROGRAMA SERVIDOR MULTIPLICADOR EDITAL EGP Nº 002/2015 EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O PROGRAMA SERVIDOR MULTIPLICADOR EDITAL EGP Nº 002/2015 A Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos, por meio da Escola de Gestão Pública de Palmas, torna

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2015

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2015 1 A Coordenação do Curso de Administração, da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas atribuições e em cumprimento ao Art. 5 o do Regulamento de Monitoria, Anexo da Resolução de 21 de dezembro

Leia mais

PROEX E DIREÇÃO DO CURSO DE DIREITO 1º/2013

PROEX E DIREÇÃO DO CURSO DE DIREITO 1º/2013 PROEX E DIREÇÃO DO CURSO DE DIREITO 1º/2013 EDITAL Nº 1, 9 DE ABRIL DE 2013 A Direção do Curso de Direito da Universidade Católica de Brasília UCB, no uso de suas atribuições institucionais, torna pública

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 83 DE 04 DE JULHO DE 2013

RESOLUÇÃO Nº. 83 DE 04 DE JULHO DE 2013 RESOLUÇÃO Nº. 83 DE 04 DE JULHO DE 2013 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais RESOLVE: Aprovar o PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu FACULDADE SATC

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu FACULDADE SATC REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Lato Sensu FACULDADE SATC 2014 ÍNDICE CAPÍTULO I... 3 Da Constituição, Natureza, Finalidade e Objetivos dos Cursos... 3 CAPÍTULO II... 3 Da Implantação dos Cursos...

Leia mais

Nº OE Objetivos Estratégicos (OE) que se relacionam ao plano de capacitação 3

Nº OE Objetivos Estratégicos (OE) que se relacionam ao plano de capacitação 3 Nº OE Objetivos Estratégicos (OE) que se relacionam ao plano de capacitação 3 3 Investir no recrutamento, capacitação e desenvolvimento de seus profissionais. 7 7 Implementar ações de modernização administrativa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 12/2013 ABERTURA E DISPOSIÇÕES GERAIS DOS CURSOS DE CAPACITAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 21/2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 21/2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 21/2013 ABERTURA E DISPOSIÇÕES GERAIS DOS CURSOS DE CAPACITAÇÃO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO EDITAL PROGRAD Nº 18/2008, DE 22 DE JULHO DE 2008 SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DO PROGRAMA PRÓ-ESTÁGIO UFGD 2008 O PRÓ-REITOR DE ENSINO DE GRADUAÇÃO da Fundação Universidade Federal da Grande Dourados, no uso

Leia mais

PROCESSO PERMANENTE PARA CADASTRAMENTO DE INSTRUTORES PARA OS CURSOS PRESENCIAIS PROMOVIDOS PELO CENTRESAF/SP

PROCESSO PERMANENTE PARA CADASTRAMENTO DE INSTRUTORES PARA OS CURSOS PRESENCIAIS PROMOVIDOS PELO CENTRESAF/SP PROCESSO PERMANENTE PARA CADASTRAMENTO DE INSTRUTORES PARA OS CURSOS PRESENCIAIS PROMOVIDOS PELO CENTRESAF/SP O Diretor do CENTRO REGIONAL DE TREINAMENTO DA ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO FAZENDÁRIA EM SÃO PAULO,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL CÂMPUS CANOAS PROJETO PEDAGÓGICO CURSO FIC PRONATEC Canoas

Leia mais

ESTADO DO ACRE ESCOLA DO SERVIDOR PÚBLICO DO ACRE REGULAMENTO PARA OS CURSOS DE CAPACITAÇÃO DA ESCOLA DO SERVIDOR PÚBLICO

ESTADO DO ACRE ESCOLA DO SERVIDOR PÚBLICO DO ACRE REGULAMENTO PARA OS CURSOS DE CAPACITAÇÃO DA ESCOLA DO SERVIDOR PÚBLICO REGULAMENTO PARA OS CURSOS DE CAPACITAÇÃO DA ESCOLA DO SERVIDOR PÚBLICO CAPÍTULO I DA FINALIDADE E OBJETIVOS Dispõe sobre as normas para participação dos servidores públicos em Cursos de Capacitação promovidos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/PRH Nº 004/2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/PRH Nº 004/2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/PRH Nº 004/2013 ABERTURA E DISPOSIÇÕES GERAIS DO CURSO DE GESTÃO DE

Leia mais

IMPORTANTE: Este documento não substitui o original aprovado pela Decisão n o 11/2007 da Congregação da FFFCMPA em 21 de dezembro de 2007

IMPORTANTE: Este documento não substitui o original aprovado pela Decisão n o 11/2007 da Congregação da FFFCMPA em 21 de dezembro de 2007 COMISSÃO DE ELABORAÇÃO DO PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO E DO PROGRAMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS INTEGRANTES DO PLANO DE CARREIRA DOS CARGOS TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO PROGRAMA

Leia mais

Regulamenta a validação e registro das Atividades Complementares dos cursos de Graduação das Faculdades Projeção.

Regulamenta a validação e registro das Atividades Complementares dos cursos de Graduação das Faculdades Projeção. RESOLUÇÃO Nº 01/2011 Regulamenta a validação e registro das Atividades Complementares dos cursos de Graduação das Faculdades Projeção. O Conselho Superior da Faculdade Projeção, com base nas suas competências

Leia mais

Desenvolver noções básicas da expressão oral e escrita da Língua Inglesa.

Desenvolver noções básicas da expressão oral e escrita da Língua Inglesa. UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 08/ 2011 ABERTURA E DISPOSIÇÕES GERAIS DO CURSO DE LÍNGUA INGLESA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 04/2011

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 04/2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 04/2011 ABERTURA E DISPOSIÇÕES GERAIS DO CURSO DE GESTÃO HOSPITALAR

Leia mais

6h diárias - 11 meses

6h diárias - 11 meses 6h diárias - 11 meses PROPOSTA PEDAGÓGICA PROGRAMA DE APRENDIZAGEM EM AUXILIAR DE VAREJO ÍNDICE 1 - Apresentação da Entidade ijovem 3 2 - Justificativa do Programa. 3 3 Público-alvo: 4 4 Objetivo geral:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei nº 10.435, de 24 de abril de 2002

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Criada pela Lei nº 10.435, de 24 de abril de 2002 NORMA PARA PARTICIPAÇÃO DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO DA, EM TREINAMENTO REGULARMENTE INSTITUÍDO EDUCAÇÃO FORMAL CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Estabelece critérios para participação

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO NÚCLEO DE CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS - NUCSA DEPARTAMENTO ACADEMICO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL Nº 001/2014

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO NÚCLEO DE CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS - NUCSA DEPARTAMENTO ACADEMICO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL Nº 001/2014 PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO NÚCLEO DE CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS - NUCSA DEPARTAMENTO ACADEMICO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL Nº 001/2014 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA 1 A Fundação Universidade

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SME nº 03/2014

CHAMADA PÚBLICA SME nº 03/2014 GOVERNO MUNICIPAL DE CAUCAIA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SME DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO PEDAGÓGICO ANOS FINAIS CHAMADA PÚBLICA SME nº 03/2014 Chamada Pública para Participação em Curso de Língua

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/PRH Nº 003/2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/PRH Nº 003/2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/PRH Nº 003/2013 ABERTURA E DISPOSIÇÕES GERAIS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 11/2011

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 11/2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 11/2011 ABERTURA E DISPOSIÇÕES GERAIS DO CURSO DE ATUALIZAÇÃO

Leia mais

EDITAL 01/2015 - UEFS/TOPA/SERVIDOR

EDITAL 01/2015 - UEFS/TOPA/SERVIDOR UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA Autorizada pelo Decreto Federal nº 77.496 de 27-04-76 Reconhecida pela Portaria Ministerial nº 874/86 de 19-12-86 Recredenciada pelo Decreto Estadual nº 9.271

Leia mais

Chamada Prointer 02/2013 CURSO PREPARATÓRIO PARA O EXAME TOEFL

Chamada Prointer 02/2013 CURSO PREPARATÓRIO PARA O EXAME TOEFL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESPÍRITO SANTO Autarquia criada pela Lei n o. 11.892, de 29 de dezembro de 2008 PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENADORIA

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA 007/2012 PARA INSCRIÇÕES E SELEÇÃO CURSO DE EXTENSÃO EM GESTÃO DE PROCESSOS ADMINISTRATIVOS E CONTÁBEIS

EDITAL DE ABERTURA 007/2012 PARA INSCRIÇÕES E SELEÇÃO CURSO DE EXTENSÃO EM GESTÃO DE PROCESSOS ADMINISTRATIVOS E CONTÁBEIS EDITAL DE ABERTURA 007/2012 PARA INSCRIÇÕES E SELEÇÃO CURSO DE EXTENSÃO EM GESTÃO DE PROCESSOS ADMINISTRATIVOS E CONTÁBEIS 1. DA REALIZAÇÃO A Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH),

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA O CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR

EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA O CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PARA O CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR A PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS em parceria

Leia mais

ATO PGJ Nº 0215/2012. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS, no uso de suas atribuições legais, e

ATO PGJ Nº 0215/2012. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS, no uso de suas atribuições legais, e ATO PGJ Nº 0215/2012 APROVA O REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES DO MINISTÉRIO PÚBLICO PROSERV. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS, no uso de suas atribuições

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Campina Grande Secretaria de Recursos Humanos

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Campina Grande Secretaria de Recursos Humanos MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Campina Grande Secretaria de Recursos Humanos EDITAL DE CREDENCIAMENTO DE INSTRUTORES CGDP/SRH Nº 01/2010 CREDENCIAMENTO DE INSTRUTORES PARA CURSOS DO PROGRAMA

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS

REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS REGULAMENTO GERAL DE ESTÁGIOS Dispõe sobre os estágios realizados pelos discentes do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais - IFMG, em cumprimento da Lei nº 11.788, de 25 de setembro

Leia mais

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS, usando das atribuições legais e regimentais,

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS, usando das atribuições legais e regimentais, DECRETO JUDICIÁRIO Nº 1543/2013. Dispõe sobre a Regulamentação da concessão de Bolsa de Graduação e Pós-Graduação no âmbito do Poder Judiciário do Estado de Goiás. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO

Leia mais

M I N U T A POLÍTICA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA

M I N U T A POLÍTICA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA M I N U T A POLÍTICA DE CAPACITAÇÃO DOS SERVIDORES INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA Porto Velho,

Leia mais

PROGRAMA VIVENDO E APRENDENDO 2013

PROGRAMA VIVENDO E APRENDENDO 2013 DIRETORIA GERAL DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL PROGRAMA VIVENDO E APRENDENDO 2013 João Pessoa, PB Abril

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 010/2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 010/2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 010/2013 ABERTURA E DISPOSIÇÕES GERAIS DO CURSO DE ELABORAÇÃO

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015, DE 15 DE ABRIL DE

EDITAL Nº 01/2015, DE 15 DE ABRIL DE Edital nº 01, de 15 de abril de 2015, da Universidade Federal de Pelotas UFPEL, referente ao processo seletivo simplificado, para a função temporária de TUTOR PRESENCIAL para atuar no Curso de Especialização

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA Autorizada pelo Decreto Federal nº 77.496 de 27/04/76 Reconhecida pela Portaria Ministerial nº 874/86 de 19/12/86 Recredenciada pelo Decreto Estadual 9.271 de

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA Autorizada pelo Decreto Federal nº 77.496 de 27/04/76 Reconhecida pela Portaria Ministerial nº 874/86 de 19/12/86 Recredenciada pelo Decreto Estadual 9.271 de

Leia mais

Universidade Federal da Bahia Escola de Administração da UFBA Núcleo de Extensão em Administração

Universidade Federal da Bahia Escola de Administração da UFBA Núcleo de Extensão em Administração EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA Nº 02/2015 PARA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE PESSOAS COM ÊNFASE EM GESTÃO POR COMPETÊNCIA O da (NEA), em parceria com a Pró-Reitoria de Desenvolvimento de Pessoas-PRODEP

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS, BACHARELADO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições Gerais O estágio

Leia mais

ESCOLA DE GOVERNO DE ALAGOAS REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA DE GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS

ESCOLA DE GOVERNO DE ALAGOAS REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA DE GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS ESCOLA DE GOVERNO DE ALAGOAS REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA DE GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS ( Decreto nº 24.202, de 07 de janeiro de 2013 Anexo Único Publicado no Diário Oficial do Estado de 08 de janeiro

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 5.707, DE 23 DE FEVEREIRO DE 2006. Institui a Política e as Diretrizes para o Desenvolvimento de Pessoal da administração

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA CADASTRO DE DOCENTES

EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA CADASTRO DE DOCENTES EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA CADASTRO DE DOCENTES A Associação Brasileira de Orçamento Público - Unidade Regional do Rio Grande do Sul (ABOP-RS), fundada em 04 de dezembro de 1974, como uma associação civil

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com.

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com. A pós-graduação é fundamental para manter-se bem colocado no mercado de trabalho e para aperfeiçoar competências profissionais. Além de enriquecer o currículo, este tipo de especialização ajuda a melhorar

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO. EDITAL ESMPU n. 177/2008

ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO. EDITAL ESMPU n. 177/2008 ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO EDITAL ESMPU n. 177/2008 A Escola Superior do Ministério Público da União ESMPU comunica que estarão abertas, no período de 13 a 15 de outubro de 2008, as

Leia mais

MBA EM CONSULTORIA E GESTÃO DE NEGÓCIOS 2014.1

MBA EM CONSULTORIA E GESTÃO DE NEGÓCIOS 2014.1 NÚMERO DE VAGAS: 45 (Quarenta e cinco) vagas. PREVISÃO DE INÍCIO DAS AULAS Abril de 2014 APRESENTAÇÃO / JUSTIFICATIVA MBA EM CONSULTORIA E GESTÃO DE NEGÓCIOS 2014.1 O MBA EM CONSULTORIA & GESTÃO DE NEGÓCIOS,

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA 008/2012 PARA INSCRIÇÕES E SELEÇÃO CURSO DE EXTENSÃO EM GESTÃO DE PROCESSOS ADMINISTRATIVOS

EDITAL DE ABERTURA 008/2012 PARA INSCRIÇÕES E SELEÇÃO CURSO DE EXTENSÃO EM GESTÃO DE PROCESSOS ADMINISTRATIVOS ecretaria da dministração e dos ecursos umanos EDITAL DE ABERTURA 008/2012 PARA INSCRIÇÕES E SELEÇÃO CURSO DE EXTENSÃO EM GESTÃO DE PROCESSOS ADMINISTRATIVOS 1. DA REALIZAÇÃO A Fundação para o Desenvolvimento

Leia mais

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial

Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu. MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Programa do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu MBA em Estratégia e Liderança Empresarial Apresentação O programa de MBA em Estratégia e Liderança Empresarial tem por objetivo preparar profissionais para

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE NUTRIÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE NUTRIÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE NUTRIÇÃO Dispõe sobre os princípios e diretrizes para disciplinar e regulamentar os procedimentos a serem adotados pelo Curso de Nutrição da Faculdade de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E EXTENSÃO PRAÇA DAS PROFISSÕES

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E EXTENSÃO PRAÇA DAS PROFISSÕES Edital Praça das Nº 1-2015 Seleção de Bolsistas e Voluntários -2016 Aos estudantes dos Cursos de Graduação da UFCG: A Unidade Suplementar Praça das, desta Universidade, nos termos das disposições normativas

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA Nº 03 /2015

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA Nº 03 /2015 1 CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA Nº 03 /2015 A Coordenação do Curso de Ciências Contábeis, da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas atribuições

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS 2011 1. CARACTERIZAÇÃO O Estágio Supervisionado do Curso de Administração realizar-se-á sob a supervisão indireta de um professor, nas seguintes áreas, entre outras:

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS BACHARELADO

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS BACHARELADO FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA. Mantenedora Faculdade Cenecista de Sinop Facenop/FASIPE Mantida REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS BACHARELADO SINOP / MATO GROSSO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS DIVISÃO DE CAPACITAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS DIVISÃO DE CAPACITAÇÃO EDITAL INTERNO Nº 002/2009-PRH A PRÓ-REITORA DE RECURSOS HUMANOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela Portaria GR nº 406/2007- MR, torna público para

Leia mais

MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO-GERAL - CAMPUS JOÃO PESSOA EDITAL N 07/2015

MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO-GERAL - CAMPUS JOÃO PESSOA EDITAL N 07/2015 MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO-GERAL - CAMPUS JOÃO PESSOA EDITAL N 07/2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DO IFPB CAMPUS JOÃO PESSOA EDITAL

Leia mais

PROGRAMA VIVENDO E APRENDENDO 2013

PROGRAMA VIVENDO E APRENDENDO 2013 DIRETORIA GERAL DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL PROGRAMA VIVENDO E APRENDENDO 2013 João Pessoa, PB Abril

Leia mais

ATO Nº 32/2009. O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABA- LHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

ATO Nº 32/2009. O DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABA- LHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, ATO Nº 32/2009 Dispõe sobre a concessão de Bolsa de Estudo de cursos de pós-graduação lato e strito sensu, na forma de reembolso parcial, para magistrados e servidores do Tribunal Regional do Trabalho

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA EDITAL N.º 004/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA A Direção Geral da Faculdade de Americana - FAM torna público que até 12 horas do dia 12 de janeiro de

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA Nº 03/2015

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA Nº 03/2015 1 CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA Nº 03/2015 A Coordenação do Curso de Ciências Contábeis, da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas atribuições

Leia mais

EDITAL Nº 038, DE 15 DE MARÇO DE 2013.

EDITAL Nº 038, DE 15 DE MARÇO DE 2013. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS EDITAL Nº 038, DE 15 DE MARÇO DE 2013. Dispõe sobre o processo

Leia mais

05 - Como faço para acessar um curso no Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle/UFGD.

05 - Como faço para acessar um curso no Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle/UFGD. DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE CURSOS DE CAPACITAÇÃO 01 - O que é o Plano Anual de Capacitação? O Plano Anual de Capacitação tem como norteador o Decreto 5.707/06 que institui a Política e as Diretrizes para

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO FACULDADE NACIONAL DE DIREITO Edital Interno - Programa de Monitoria 2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO FACULDADE NACIONAL DE DIREITO Edital Interno - Programa de Monitoria 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO FACULDADE NACIONAL DE DIREITO Edital Interno - Programa de Monitoria 2014 A Coordenação de Graduação da Faculdade Nacional de Direito (FND) torna público que a Pró-Reitoria

Leia mais

Adendos do Curso de Zootecnia aos Regulamentos de Estágios da UFPel

Adendos do Curso de Zootecnia aos Regulamentos de Estágios da UFPel Adendos do Curso de Zootecnia aos Regulamentos de Estágios da UFPel MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS COLEGIADO DO CURSO DE BACHARELADO EM ZOOTECNIA ADENDOS DO CURSO DE ZOOTECNIA AS

Leia mais

Universidade Federal de Pelotas Coordenação Universidade Aberta do Brasil Curso de Letras-Espanhol a Distância

Universidade Federal de Pelotas Coordenação Universidade Aberta do Brasil Curso de Letras-Espanhol a Distância Edital nº 09, de 24 de setembro de 2014, da Universidade Federal de Pelotas UFPEL, referente ao processo seletivo simplificado, para a função temporária de TUTOR PRESENCIAL para atuar no Curso de Letras-Espanhol

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 20, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2010

RESOLUÇÃO Nº 20, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2010 RESOLUÇÃO Nº 20, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2010 Dispõe sobre a realização dos Estágios destinados a estudantes regularmente matriculados na Universidade Federal do Pampa e sobre os Estágios realizados no âmbito

Leia mais

Edital UAB-UFABC Nº 004/2015

Edital UAB-UFABC Nº 004/2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Núcleo de Tecnologias Educacionais Av. dos Estados, 5001 Bairro Bangu Santo André - SP CEP 09210-580 Fone: (11) 3356.7646 seletivo.ead@ufabc.edu.br

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS E ESTUDANTIS Av. Getúlio Guaritá, 159 - Sala 230 - CE Abadia - 38.025-440 UBERABA MG Tel: (34) 3318-5901

Leia mais

FACULDADE FRUTAL - FAF PERTENCENTE AO GRUPO EDUCACIONAL UNIESP

FACULDADE FRUTAL - FAF PERTENCENTE AO GRUPO EDUCACIONAL UNIESP FACULDADE FRUTAL - FAF PERTENCENTE AO GRUPO EDUCACIONAL UNIESP REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA LICENCIATURA Frutal/MG 2014 1 UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES EDUCACIONAIS

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 62 DE 26 DE SETEMBRO DE 2013

RESOLUÇÃO Nº 62 DE 26 DE SETEMBRO DE 2013 RESOLUÇÃO Nº 62 DE 26 DE SETEMBRO DE 2013 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sua 45ª Reunião Ordinária, realizada no dia 26 de setembro de 2013, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

N o DE VAGAS PREVISTO* I Salvador Inglês 15 Francês 01 Espanhol 05 Italiano 02 V Santo Antônio de Jesus Inglês 06 Espanhol 01

N o DE VAGAS PREVISTO* I Salvador Inglês 15 Francês 01 Espanhol 05 Italiano 02 V Santo Antônio de Jesus Inglês 06 Espanhol 01 EDITAL UNEB Nº 051/2015 O Reitor da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, torna público, a abertura das inscrições para Seleção Pública Simplificada para

Leia mais

CATÁLOGO DE AÇÕES EDUCACIONAIS DA ESCOEX PREVISTOS - 2013 CURSOS A DISTÂNCIA- EAD PARA SERVIDORES DO TCE E JURISDICIONADOS

CATÁLOGO DE AÇÕES EDUCACIONAIS DA ESCOEX PREVISTOS - 2013 CURSOS A DISTÂNCIA- EAD PARA SERVIDORES DO TCE E JURISDICIONADOS CATÁLOGO DE AÇÕES EDUCACIONAIS DA ESCOEX PREVISTOS - 2013 CURSOS - EAD PARA SERVIDORES DO TCE E CURSOS OBJETIVO PÚBLICO-ALVO CARGA HORÁRIA N. DE VAGAS MODALIDADE 1. As Novas Normas de Contabilidade Aplicada

Leia mais

POLÍTICA INSTITUCIONAL DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DA UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA

POLÍTICA INSTITUCIONAL DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DA UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA POLÍTICA INSTITUCIONAL DE FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DA UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA Capítulo I Do Regulamento Art. 1º. O presente Regulamento define e regula a Política de Formação e Desenvolvimento

Leia mais

Programa de Capacitação

Programa de Capacitação Programa de Capacitação 1. Introdução As transformações dos processos de trabalho e a rapidez com que surgem novos conhecimentos e informações têm exigido uma capacitação permanente e continuada para propiciar

Leia mais

PÓS GRADUAÇÃO EMPRESARIAL EM GESTÃO DE NEGÓCIOS COM ÊNFASE EM MARKETING

PÓS GRADUAÇÃO EMPRESARIAL EM GESTÃO DE NEGÓCIOS COM ÊNFASE EM MARKETING PÓS GRADUAÇÃO EMPRESARIAL EM GESTÃO DE NEGÓCIOS COM ÊNFASE EM MARKETING Manual do Curso São Paulo Educação Executiva 2014 Apresentação Pós-Graduação Empresarial em Gestão de Negócios com Ênfase em Marketing

Leia mais

Manual do Candidato PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013 CURSOS:

Manual do Candidato PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013 CURSOS: Manual do Candidato PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013 CURSOS: Bacharelado em Sistemas de Informação (Reconhecido pela Portaria MEC nº 315 D.O.U. 31/12/2012) Bacharelado em Administração de Empresas (Reconhecido

Leia mais

EDITAL Nº 01/2014. Seleção Pública de Profissional de Educação Física para Academia de Ginástica do Centro Administrativo Fernando Ferrari

EDITAL Nº 01/2014. Seleção Pública de Profissional de Educação Física para Academia de Ginástica do Centro Administrativo Fernando Ferrari ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SAÚDE EDITAL Nº 01/2014 Seleção Pública de Profissional de Educação Física para Academia de Ginástica do Centro Administrativo Fernando Ferrari 1.DA NATUREZA DAS

Leia mais

QUADRO RESUMO DOS CURSOS E RECURSOS

QUADRO RESUMO DOS CURSOS E RECURSOS Pública no 1 20 3 30 A DEFINIR Módulo I: Gestão Pública A DEFINIR R$ 1.014,00 Pública no 2 20 3 30 A DEFINIR A DEFINIR Módulo II: Noções de R$ 1.014,00 Direito Administrativo Pública no 3 20 3 30 A DEFINIR

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01/2011

RESOLUÇÃO Nº 01/2011 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO ACADÊMICO DE PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 01/2011 Aprova as Normas Complementares para Cursos de Pós-Graduação

Leia mais

DIÁRIO ELETRÔNICO DA JUSTIÇA FEDERAL DA 3ª REGIÃO Edição nº 160/0 São Paulo, segunda feira, 31 de agosto de 2015

DIÁRIO ELETRÔNICO DA JUSTIÇA FEDERAL DA 3ª REGIÃO Edição nº 160/0 São Paulo, segunda feira, 31 de agosto de 2015 DIÁRIO ELETRÔNICO DA JUSTIÇA FEDERAL DA 3ª REGIÃO Edição nº 160/0 São Paulo, segunda feira, 31 de agosto de 2015 SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DE SÃO PAULO PUBLICAÇÕES ADMINISTRATIVAS CENTRAL DE CONCILIAÇÃO

Leia mais

EDITAL Nº 05 DDG/CGPROG/2013

EDITAL Nº 05 DDG/CGPROG/2013 PROCESSO SELETIVO DE SERVIDORES PÚBLICOS FEDERAIS PARA CADASTRO DE INSTRUTORES DOS CURSOS DE GESTÃO DE MATERIAIS E FUNDAMENTOS DA GESTÃO DA LOGÍSTICA PÚBLICA E TEORIA GERAL DA LICITAÇÃO EDITAL Nº 05 DDG/CGPROG/2013

Leia mais

EDITAL Nº 6/2011, de 23 de maio de 2011.

EDITAL Nº 6/2011, de 23 de maio de 2011. CÂMARA DOS DEPUTADOS DIRETORIA-GERAL DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS CENTRO DE FORMAÇÃO, TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM POLÍTICA E REPRESENTAÇÃO PARLAMENTAR

Leia mais

PORTARIA Nº 440, DE 23 DE MAIO DE 2006.

PORTARIA Nº 440, DE 23 DE MAIO DE 2006. PORTARIA Nº 440, DE 23 DE MAIO DE 2006. Disciplina as Ações de Capacitação e Desenvolvimento de Recursos Humanos no âmbito da PGFN. O PROCURADOR-GERAL DA FAZENDA NACIONAL, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 13/2011

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 13/2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 13/2011 ABERTURA E DISPOSIÇÕES GERAIS DO CURSO PREPARATÓRIO PARA

Leia mais

PORTARIA-R N.º 197/2012, de 01 de março de 2012

PORTARIA-R N.º 197/2012, de 01 de março de 2012 PORTARIA-R N.º 197/2012, de 01 de março de 2012 O Reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista a subdelegação

Leia mais

AVISO Nº 003/2014 RESOLUÇÃO Nº002/2013 CTP-ESMP/PE

AVISO Nº 003/2014 RESOLUÇÃO Nº002/2013 CTP-ESMP/PE AVISO Nº 003/2014 A Diretora da ESMP/PE, Dra. Deluse do Amaral Rolim Florentino, nos termos do Art.8º, VII, da Resolução RES-CSMP-001/00, de 31.03.2000, torna público o Regulamento da terceira turma do

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 043/2010 DO COLEGIADO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

RESOLUÇÃO Nº 043/2010 DO COLEGIADO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 043/2010 DO COLEGIADO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Dá nova redação à Resolução nº 07/2004 AD REFERENDUM do CEPE, que regulamenta as atividades de Estágio Extracurricular dos estudantes de

Leia mais

Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE Conselho Universitário - CONSUNI

Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE Conselho Universitário - CONSUNI REGULAMENTO DA CLÍNICA ESCOLA E SERVIÇOS DE PSICOLOGIA - CESP Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 11/15 de 08/04/15. CAPÍTULO I DO OBJETIVO DO REGULAMENTO Art. 1º A Clínica Escola de Psicologia é o ambiente

Leia mais

MODELO DE REGULAMENTO PARA CURSO DE APERFEIÇOAMENTO

MODELO DE REGULAMENTO PARA CURSO DE APERFEIÇOAMENTO MODELO DE REGULAMENTO PARA CURSO DE APERFEIÇOAMENTO Este modelo deve orientar a elaboração do Regulamento dos Cursos de Aperfeiçoamento, obedecendo às Normas para Aprovação e Acompanhamento de Cursos de

Leia mais

LEGISLAÇÃO E EXECUÇÃO DE

LEGISLAÇÃO E EXECUÇÃO DE LEGISLAÇÃO E EXECUÇÃO DE CONVÊNIOS SICONV E OBTV Carga Horária de 16 Horas 27 e 28 de Outubro Cuiabá - MT Apresentação: O curso enfoca as diversas etapas do SICONV Sistema de Gestão de Convênios e Contratos

Leia mais