Catalogo VIC Controle Remoto e Monitoramento de Guindastes

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Catalogo VIC Controle Remoto e Monitoramento de Guindastes"

Transcrição

1 Controle Remoto e Monitoramento de Guindastes O projeto: trata-se de um equipamento para controlar e monitorar as operações de guindastes à distancia. Controle: O conceito aplicado é o de comando via rádio controle, possuímos dois tipos de controles: Botoeira: Console: (+55-11) Página 1

2 Sinais proporcionais: Catalogo VIC A botoeira possui o sinal proporcional de saída de acordo com a inclinação da mesma, ou seja, trata-se um equipamento mais leve, e de maior resistência, assim o operador escolhe qual a operação desejada, aciona o respectivo botão e gira o pulso para definir a velocidade desejada em tempo real. O console possui para cada função uma alavanca que gera o seu sinal de velocidade de atuação proporcional ao quanto o operador definir. Atuadores: Através da recepção dos sinais vindos dos controles, uma mini unidade central hidráulica fará a atuação da respectiva alavanca, este sistema é diretamente instalada nas alavancas manuais dos equipamentos, podendo desta forma ser facilmente implementado em qualquer guindaste. De acordo com o guindaste, deve ser definido o número de atuadores necessários, os guindaste de pequeno porte mais comuns utilizam 4 ou 6 atuadores normalmente, podemos avaliar qual o melhor produto para automatizar o seu guindaste. Bloco hidráulico de comando (+55-11) Página 2

3 Atuadores hidráulicos de posição Mini unidade hidráulica de comando independente (+55-11) Página 3

4 Válvula de segurança ( By Pass ) Sistema de segurança 1 ( By Pass ): Um sistema de segurança é implementado diretamente na atuação das válvulas do guindaste. Trata-se de uma válvula By Pass que mantém o fluxo de óleo diretamente ao reservatório de óleo e só permite a atuação de algum comando quando recebe o sinal do controle remoto. MONITORAMENTO Sistema de segurança 2 (Controle de momento do guindaste): Através do monitoramento da pressão no pistão principal de elevação, é possível controlar o momento em tempo real da capacidade do guindaste por meio de uma coluna luminosa de carga. Caso a carga exceda os limites definidos pelo fabricante, o sistema entrará em modo de emergência e apenas permitirá ao operador realizar movimentos que coloquem a operação em segurança, ex.: recolher a lança ou até mesmo baixar a carga. (+55-11) Página 4

5 Sistema de segurança 3 (Posicionamento das patolas): Através do monitoramento por 4 sensores é possível saber se as patolas estão recolhidas (em posição correta para locomoção), por meio de um display na cabine do caminhão é indicado ao motorista a posição das patolas, como opcional pode ser emitido um alerta sonoro dentro da cabine quando as patolas estão acionadas. Sistema de segurança 4 (Posicionamento da lança do guindaste): Através do monitoramento por sensores é possível saber se a lança do guindaste está recolhida (em posição correta para locomoção), por meio de um display na cabine do caminhão é indicado ao motorista a posição da lança, como opcional pode ser emitido um alerta sonoro dentro da cabine quando a lança está acionada. MONITORAMENTO OPCIONAL Inclinômetro: Sensor de monitoramento dos ângulos do implemento, pode ser utilizado em diversas aplicações, através deste sistema pode-se garantir a estabilidade do guindaste, desabilitando as funções que coloquem o operação em risco Carga das patolas: Monitoramento em tempo real da carga de cada patola a fim de garantir a estabilidade do guindaste dentro das faixas de trabalho recomendadas pelo fabricante. Monitoramento de vento: Controle da habilitação das funções do guindastes de acordo com as especificações de segurança do fabricante. (+55-11) Página 5

Catálogo de Produtos VIC Hidráulica e Automação. São Paulo, Brasil - 2012

Catálogo de Produtos VIC Hidráulica e Automação. São Paulo, Brasil - 2012 Catálogo de Produtos VIC Hidráulica e Automação São Paulo, Brasil - 2012 Índice Pág. Apresentação da empresa 3 Produtos Hidráulica VIC o Plataforma para acessibilidade veicular --------------------- 4

Leia mais

GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300. Capacidade de Elevação 130t

GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300. Capacidade de Elevação 130t GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300 Capacidade de Elevação 130t PÁGINA 01 GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300 Comprimento da extensão total da lança principal de 60m, perfil U, placa de aço WELDOX de alta resistência.

Leia mais

P623 - CONTROLE REMOTO

P623 - CONTROLE REMOTO P623 - CONTROLE REMOTO P623 Controle Remoto é um conjunto transmissor / receptor com até 12 funções programáveis para aplicações industriais, automotivas e residenciais. FUNCIONALIDADES Transmissor Comunicação

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS. Hidráulicos

CATÁLOGO DE PRODUTOS. Hidráulicos CATÁLOGO DE PRODUTOS Hidráulicos Cilindros Hidráulicos A Hyva é a empresa número 1 no mundo na fabricação de cilindros hidráulicos telescópicos. Utilizando materiais de alta qualidade a Hyva disponibiliza

Leia mais

GRANDES ALTURAS, FÁCIL LOCOMOÇÃO E MAIOR SEGURANÇA PARA AS APLICAÇÕES DE MONTAGEM, MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO DE ESTRUTURAS

GRANDES ALTURAS, FÁCIL LOCOMOÇÃO E MAIOR SEGURANÇA PARA AS APLICAÇÕES DE MONTAGEM, MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO DE ESTRUTURAS LINHA JUMBO LIFETIME EXCELLENCE GRANDES ALTURAS, FÁCIL LOCOMOÇÃO E MAIOR SEGURANÇA PARA AS APLICAÇÕES DE MONTAGEM, MANUTENÇÃO E INSPEÇÃO DE ESTRUTURAS A FERRAMENTA IDEAL MAIOR VERSATILIDADE AO SEU NEGÓCIO

Leia mais

Controle Remoto AFT-RCT-TRM6

Controle Remoto AFT-RCT-TRM6 Folha 01 de 08 Agência Nacional de Telecomunicações 1636-14-5663 7898911715990 PRODUTO NACIONAL APLICAÇÃO O C o n t r o l e R e m o t o A l f a t r o n i c A F T - R C T - TRM6(Transmissor e Receptor)

Leia mais

Transporte e elevação de carga ou pessoas, através de dispositivos concebidos pelo fabricante para o efeito.

Transporte e elevação de carga ou pessoas, através de dispositivos concebidos pelo fabricante para o efeito. FICHA DE SEGURANÇA EMPILHADOR DE MOVIMENTAÇÃO DE CARGA DE ALCANCE VARIÁVEL Fonte: ACT FUNÇÃO Transporte e elevação de carga ou pessoas, através de dispositivos concebidos pelo fabricante para o efeito.

Leia mais

Empilhadeiras a combustão:

Empilhadeiras a combustão: Empilhadeiras a combustão: 5FG/5FD A Teoria Toyota da Evolução: um triunfo da estabilidade e do desempenho. A Toyota introduz uma nova classe de empilhadeiras de alta performance: a nova série de 5 a 8

Leia mais

sapatas de 500mm sapatas de 600mm sapatas de 700mm sapatas de 800mm

sapatas de 500mm sapatas de 600mm sapatas de 700mm sapatas de 800mm sapatas de 500mm sapatas de 600mm sapatas de 700mm sapatas de 800mm Válvula de controle combinados a Válvula de Alívio Lança/Braço/ Freio hidrostático, Redução planetária. 12.9rpm. Grande diâmetro Acionado

Leia mais

Série Elevadores Comerciais

Série Elevadores Comerciais Série Elevadores Comerciais Equipamentos de alto desempenho para edifícios comerciais. Número de Paradas: Até 32 Paradas Grupo de Elevadores: Multiplex - Até 8 Elevadores Velocidades: Até 360 m / min.

Leia mais

O modelo da foto pode conter equipamentos opcionais.

O modelo da foto pode conter equipamentos opcionais. Contate o seu concessionário Hyundai para mais informações. O equipamento apresentado pode variar de acordo com normas internacionais. Todas as medidas em libras e polegadas estão arredondadas. Novo Conceito

Leia mais

NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO

NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO NR 18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO 1 Definição ANEXO I (Incluído pela Portaria SIT n.º 15, de 03 de julho de 2007) ANEXO IV PLATAFORMAS DE TRABALHO AÉREO (Alterado

Leia mais

0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br. Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná

0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br. Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná 0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná Santa Catarina. São Paulo. Rio Grande do Sul. Tocantins ÍNDICE Confiança

Leia mais

HSL650 7A/HSL850-7A CONSTRUINDO UM FUTURO MELHOR. MINI CARREGADEIRA HYUNDAI Motor Tier 3 aplicado

HSL650 7A/HSL850-7A CONSTRUINDO UM FUTURO MELHOR. MINI CARREGADEIRA HYUNDAI Motor Tier 3 aplicado CONSTRUINDO UM FUTURO MELHOR * Algumas fotos podem incluir equipamentos opcionais. MINI CARREGADEIRA HYUNDAI Motor Tier 3 aplicado HSL650 7A/HSL850-7A NOVAS Minicarregadeiras Hyundai HSL650-7A/HSL850-7A

Leia mais

AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL. Sistema Integrado de Teste em Umbilicais

AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL. Sistema Integrado de Teste em Umbilicais BI AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL Sistema Integrado de Teste em Umbilicais Objetivos da Apresentação Demonstrar a Arquitetura de hardware e software da National Instruments utilizada na solução; Discutir

Leia mais

TS-300BR. ( TRANSPORTADOR: VOLVO VM 6x4R 260) 4 seções, 10,0 m ~ 32,2 m DIMENSÕES GERAIS

TS-300BR. ( TRANSPORTADOR: VOLVO VM 6x4R 260) 4 seções, 10,0 m ~ 32,2 m DIMENSÕES GERAIS TDB GUINDASTE HIDRÁULICO SOBRE RODAS CATÁLOGO DE ESPECIFICAÇÕES N TS-300BR-1(VM6x4) TS-300BR ( TRANSPORTADOR: VOLVO VM 6x4R 260) DADOS GERAIS CAPACIDADE DO GUINDASTE 30.000 kg à 2,5 m LANÇA 4 seções, 10,0

Leia mais

Guindaste Truck Crane STC250H. Capacidade de carga: 25 t

Guindaste Truck Crane STC250H. Capacidade de carga: 25 t Guindaste Truck Crane STC250H Capacidade de carga: 25 t Sumário Grupo Sany... 4 Sany do Brasil... 5 Linha de produtos... 6 Apresentação do guindaste STC250H... 8 Velocidade de giro e ângulo de elevação...

Leia mais

Automação Hidráulica

Automação Hidráulica Automação Hidráulica Definição de Sistema hidráulico Conjunto de elementos físicos associados que, utilizando um fluido como meio de transferência de energia, permite a transmissão e o controle de força

Leia mais

Sistemas Pneumáticos

Sistemas Pneumáticos UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CENTRO DE ENGENHARIAS ENGENHARIA DE PRODUÇÃO AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Sistemas Pneumáticos Gilson PORCIÚNCULA wp.ufpel.edu.br/porciuncula Estrutura de um circuito Pneumático

Leia mais

ÍNDICE. Informações Técnicas... 12 Posição de montagem e dimensões... 13

ÍNDICE. Informações Técnicas... 12 Posição de montagem e dimensões... 13 1 ÍNDICE Função do detector de inclinação... 4 Instalação do módulo do sensor de ângulo... 5 Instalação do display... 6 Operação da unidade de display... 7 Reporte do display... 8 Parametrização do display...

Leia mais

Catálogo de peças. Alavanca de seta XCMG. Alavanca de válvula manual das patolas. Alternador EURO II XCMG. Alternador EURO III XCMG

Catálogo de peças. Alavanca de seta XCMG. Alavanca de válvula manual das patolas. Alternador EURO II XCMG. Alternador EURO III XCMG Alavanca de seta XCMG Cod.761 Alavanca de válvula manual das patolas Cod.1189 Alternador EURO II XCMG Cod.566 Alternador EURO III XCMG Cod.565 Anéis da trava do pino pistão Weichai Cod.1301 Anel de vedação

Leia mais

Conheça nossas fábricas:

Conheça nossas fábricas: Guindastes Conheça nossas fábricas: UNIDADE 2 Fábrica complementar da Grimaldi, onde encontra-se os mais novos e tecnológicos processos de produção que garantem a excelência dos produtos Grimaldi. Santo

Leia mais

Aula 2. Carlos Amaral Fonte: Cristiano Quevedo Andrea

Aula 2. Carlos Amaral Fonte: Cristiano Quevedo Andrea Aula 2 Carlos Amaral Fonte: Cristiano Quevedo Andrea UTFPR - Universidade Tecnológica Federal do Paraná DAELT - Departamento Acadêmico de Eletrotécnica Curitiba, Agosto de 2011. Resumo Terminologias 1

Leia mais

O modelo da foto pode conter equipamentos opcionais.

O modelo da foto pode conter equipamentos opcionais. Contate o seu concessionário Hyundai para mais informações. O equipamento apresentado pode variar de acordo com normas internacionais. Todas as medidas em libras e polegadas estão arredondadas. Novo Conceito

Leia mais

LINHA SMART LIFETIME EXCELLENCE

LINHA SMART LIFETIME EXCELLENCE LINHA SMART LIFETIME EXCELLENCE AS PLATAFORMAS AÉREAS DA LINHA SMART SÃO EQUIPAMENTOS SEGUROS, ÁGEIS, PRECISOS E COM DESIGN COMPACTO, PARA A RÁPIDA INTERVENÇÃO EM CENTROS URBANOS OU ESPAÇOS RESTRITOS P

Leia mais

Que são sensores? São dispositivos que são sensíveis à um fenômeno físico (luz, temperatura, impedância elétrica etc.) e transmitem um sinal para um

Que são sensores? São dispositivos que são sensíveis à um fenômeno físico (luz, temperatura, impedância elétrica etc.) e transmitem um sinal para um Que são sensores? São dispositivos que são sensíveis à um fenômeno físico (luz, temperatura, impedância elétrica etc.) e transmitem um sinal para um dispositivo de medição ou controle. 1 Cite 05 tipos

Leia mais

SISTEMA DE SERVO FREIO LIDAN

SISTEMA DE SERVO FREIO LIDAN SISTEMA DE SERVO FREIO LIDAN Apostila de Introdução Funcional DBS Sistema do Servo Freio ADB Sistema Auto Driller BCS Sistema de Controle da Catarina Painel de Controle DBS / ADB-L com PLC PARA MECANISMOS

Leia mais

QY 50K. Guindaste XCMG Modelo QY 50K. Espaçosa Cabine de Transporte. Moderna Cabine de Operação

QY 50K. Guindaste XCMG Modelo QY 50K. Espaçosa Cabine de Transporte. Moderna Cabine de Operação 3Y 50K Guindaste Telescópico Classe Mundial Sistema Telescópico da Lança 30 QY 50K equipado com lança telescópica de 40,10 Lança Telescópica de Excelente Desempenho ü Lança de perfil OVIFORME reduz o peso

Leia mais

QY60K WORLD CLASS TRUCK CRANE. 60 t. 42m. 58m GUINDASTE TELESCÓPICO HIDRÁULICO. Capacidade Máxima MÁX. Altura Máxima de Elevação da Lança Telescópica

QY60K WORLD CLASS TRUCK CRANE. 60 t. 42m. 58m GUINDASTE TELESCÓPICO HIDRÁULICO. Capacidade Máxima MÁX. Altura Máxima de Elevação da Lança Telescópica GUINDASTE TELESCÓPICO HIDRÁULICO QY6K WORLD CLASS TRUCK CRANE Capacidade Máxia MÁX 6 t Altura Máxia de da Telescópica MÁX 2 Altura Máxia de Telescópica + JIB MÁX 5 Distribuidor Exclusivo QY6K GUINDASTE

Leia mais

16.5. Lança Telescópica de Excelente Desempenho

16.5. Lança Telescópica de Excelente Desempenho QY70K QY65K equipado com lança telescópica de perfil OVI ORME fabricada em aço estrutural de alta resistência WELDOX 860 (Thyssen Krupp) possibilitando elevada capacidade de levantamento com menor peso

Leia mais

Curso Automação Industrial Aula 3 Robôs e Seus Periféricos. Prof. Giuliano Gozzi Disciplina: CNC - Robótica

Curso Automação Industrial Aula 3 Robôs e Seus Periféricos. Prof. Giuliano Gozzi Disciplina: CNC - Robótica Curso Automação Industrial Aula 3 Robôs e Seus Periféricos Prof. Giuliano Gozzi Disciplina: CNC - Robótica Cronograma Introdução a Robótica Estrutura e Características Gerais dos Robôs Robôs e seus Periféricos

Leia mais

Manual; Módulo de Alarme com Sirene Piezo Elétrica Dedicada; Dois Transmissores com Bateria; Chicote de Potência.

Manual; Módulo de Alarme com Sirene Piezo Elétrica Dedicada; Dois Transmissores com Bateria; Chicote de Potência. COMPOSIÇÃO DO SISTEMA DE ALARME Manual; Módulo de Alarme com Sirene Piezo Elétrica Dedicada; Dois Transmissores com Bateria; Chicote de Potência. INFORMAÇÕES AO PROPRIETÁRIO 1. OPERAÇÕES BÁSICAS DO ALARME

Leia mais

Central de Alarme de Oito Zonas

Central de Alarme de Oito Zonas Central de Alarme de Oito Zonas R02 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS GERAIS:... 3 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS:... 3 CONHECENDO A CENTRAL:... 4 COMO A CENTRAL FUNCIONA:... 4 COMO APAGAR A MEMÓRIA DA CENTRAL:... 4 COMO

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES ALARME AUTOMOTIVO HBA-2000 RECURSOS DE CONFORTO & COMODIDADE PARA SEU VEÍCULO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA

MANUAL DE INSTRUÇÕES ALARME AUTOMOTIVO HBA-2000 RECURSOS DE CONFORTO & COMODIDADE PARA SEU VEÍCULO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA MANUAL DE INSTRUÇÕES ALARME AUTOMOTIVO HBA-2000 RECURSOS DE CONFORTO & COMODIDADE PARA SEU VEÍCULO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA ÍNDICE A H-Buster líder em Áudio e Vídeo automotivo lança o alarme automotivo

Leia mais

Sensoriamento A UU L AL A. Um problema. Exemplos de aplicações

Sensoriamento A UU L AL A. Um problema. Exemplos de aplicações A UU L AL A Sensoriamento Atualmente, é muito comum nos depararmos com situações em que devemos nos preocupar com a segurança pessoal e de nossos bens e propriedades. Daí decorre a necessidade de adquirir

Leia mais

Caminhão Munck. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho

Caminhão Munck. Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho Caminhão Munck Juarez Sabino da Silva Junior Técnico de Segurança do Trabalho O munck é um guindaste comandado hidraulicamente instalado sobre o chassi de um caminhão. Tem grande utilização na movimentação,

Leia mais

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES DOS EQUIPAMENTOS E ROTINAS DE MANUTENÇÃO ED. SEDE ELEVADORES ATLAS SCHINDLER

ANEXO II ESPECIFICAÇÕES DOS EQUIPAMENTOS E ROTINAS DE MANUTENÇÃO ED. SEDE ELEVADORES ATLAS SCHINDLER ANEXO II ESPECIFICAÇÕES DOS EQUIPAMENTOS E ROTINAS DE MANUTENÇÃO 1. Identificação: ED. SEDE ELEVADORES ATLAS SCHINDLER 1.1. Elevador nº 1 Uso privativo dos juízes 1.2. Elevador nº 2 Uso de Serviço (Cargas)

Leia mais

EQUIPAMENTO ESTERILIZADOR - Autoclave Horizontal - Especificação Técnica

EQUIPAMENTO ESTERILIZADOR - Autoclave Horizontal - Especificação Técnica EQUIPAMENTO ESTERILIZADOR - Autoclave Horizontal - Especificação Técnica Descrição Geral: Equipamento esterilizador horizontal automático para esterilização por vapor saturado de alta temperatura com duas

Leia mais

PROVA DE FÍSICA 1998 Segunda Etapa

PROVA DE FÍSICA 1998 Segunda Etapa PROVA DE FÍSICA 1998 Segunda Etapa QUESTÃO 01 Um cano de irrigação, enterrado no solo, ejeta água a uma taxa de 15 litros por minuto com uma velocidade de 10 m/s. A saída do cano é apontada para cima fazendo

Leia mais

Conceitos Básicos de Automação. Exemplo Motivador

Conceitos Básicos de Automação. Exemplo Motivador Conceitos Básicos de Automação Prof. Jeferson L. Curzel 2011/02 Exemplo Motivador Para uma furação manual o operador usava os olhos, o tato e a contração de seus braços para avaliar a evolução do furo

Leia mais

Carregadeira LW300K. Potência Motor: 124 HP - Capacidade da caçamba: 1,9 m³ - Peso operacional: 10.600 Kg

Carregadeira LW300K. Potência Motor: 124 HP - Capacidade da caçamba: 1,9 m³ - Peso operacional: 10.600 Kg Carregadeira LW300K Potência Motor: 124 HP - Capacidade da caçamba: 1,9 m³ - Peso operacional: 10.600 Kg Qualidade, confiabilidade e força, aliada ao baixo consumo de combustível. A Pá-carregadeira LW300K

Leia mais

Decibelímetro Modelo SL130

Decibelímetro Modelo SL130 Manual do Usuário Decibelímetro Modelo SL130 Introdução Parabéns pela sua compra do Decibelímetro SL130 Extech. Desenhado para montagem em parede, mesa, ou montagem em tripé, este medidor está de acordo

Leia mais

EMPILHADEIRAS HYUNDAI À DIESEL

EMPILHADEIRAS HYUNDAI À DIESEL GARFO (Comprimento X Largura x Bitola) (mm) HDF50-7S (TIPO EIXO - TIPO GANCHO) - 1.350 X 150 X 60-1.500 X 150 X 60-1.800 X 150 X 60-2.000 X 150 X 60-2.400 X 150 X 60 HDF70-7S (TIPO EIXO) - 1,350 X 180

Leia mais

Válvulas: Podem ser: -CONTROLADORAS DE DIREÇÃO. -CONTROLADORAS DE FLUXO. -CONTROLADORAS DE PRESSÃO. - DE BLOQUEIO.

Válvulas: Podem ser: -CONTROLADORAS DE DIREÇÃO. -CONTROLADORAS DE FLUXO. -CONTROLADORAS DE PRESSÃO. - DE BLOQUEIO. Válvulas: São os elementos utilizados para comando dos atuadores, exercendo função preponderante dentro dos circuitos fluídicos e são classificadas conforme suas funções. Podem ser: -CONTROLADORAS DE DIREÇÃO.

Leia mais

Portaria nº 30 de 20 de Dezembro de 2001

Portaria nº 30 de 20 de Dezembro de 2001 Portaria nº 30 de 20 de Dezembro de 2001 A SECRETÁRIA DE INSPEÇAO DO TRABALHO e o DIRETOR DO DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO, no uso das atribuições legais que lhe conferem o Decreto n.º

Leia mais

Conexão da mangueira de tinta. Manômetro. Chave seletora de dreno na posição pintar. Mangueira de sucção e dreno. Tubo de sucção

Conexão da mangueira de tinta. Manômetro. Chave seletora de dreno na posição pintar. Mangueira de sucção e dreno. Tubo de sucção Manual de funcionamento e limpeza da DP-6840 Equipamento para pintura sem ar para látex, tintas a óleo, esmalte sintético, ou qualquer outra tinta com viscosidade semelhante Acionamento do equipamento

Leia mais

Manual de uso e guia de utilização do simulador de injetora

Manual de uso e guia de utilização do simulador de injetora Manual de uso e guia de utilização do simulador de injetora Versão: 902801_manualV01R00 Abril de 2012 Índice Introdução...4 Conhecendo uma injetora de termoplásticos...5 Partes de uma máquina injetora

Leia mais

INTRODUÇÃO À AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

INTRODUÇÃO À AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL INTRODUÇÃO À AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Treinamento Branqs Automação, 2007 Elaboração: Kauê Leonardo Gomes Ventura Lopes Aprovação: Fernando José Cesilio Branquinho Branqs Automação Ltda. Rua do Comércio, nº

Leia mais

Catálogo de Guindastes Articulados

Catálogo de Guindastes Articulados Catálogo de Guindastes Articulados A Consenso Movimentação comercializa guindastes modernos e versáteis à sua necessidade, e também oferecemos serviços de pós-venda. ÍNDICE Guindastes Articulados 2.8...03

Leia mais

Engenharia de Controle

Engenharia de Controle Engenharia de Controle Prof. Fernando de Oliveira Souza Contato: Sala 2523 (BLOCO 1) e-mail: fosouza@cpdee.ufmg.br www.cpdee.ufmg.br/ fosouza Terças-feiras (20h55 às 22h35) e Sextas-feiras (19h00 às 20h40)

Leia mais

Fundamentos de Automação. Pneumática 01/06/2015. Pneumática. Pneumática. Pneumática. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

Fundamentos de Automação. Pneumática 01/06/2015. Pneumática. Pneumática. Pneumática. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Considerações Iniciais "PNEUMÁTICA

Leia mais

Procure pensar em outros exemplos da nossa vida em que os sensores estão presentes.

Procure pensar em outros exemplos da nossa vida em que os sensores estão presentes. Sensores Fabrício Ramos da Fonseca Introdução aos Sensores Nas plantas automatizadas os sensores são elementos muito importantes. Na nossa vida cotidiana, os sensores estão presentes em várias situações,

Leia mais

> Guindastes leves, seguros e eficientes para o manuseio de cargas de até 2000kg.

> Guindastes leves, seguros e eficientes para o manuseio de cargas de até 2000kg. > A MKS Marksell FEITA NO BRASIL, PARA O MUNDO. A MKS Marksell é uma empresa 100% Brasileira, pioneira e líder no segmento de equipamentos para movimentação de carga e pessoas desde 1983. Instalada em

Leia mais

Fundamentos de Automação. Hidráulica 01/06/2015. Hidráulica. Hidráulica. Hidráulica. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

Fundamentos de Automação. Hidráulica 01/06/2015. Hidráulica. Hidráulica. Hidráulica. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Fundamentos de Automação CURSO

Leia mais

Apresentação Instalação Codificação dos Receptores Programações Operações

Apresentação Instalação Codificação dos Receptores Programações Operações Manual do Usuário Apresentação Instalação Codificação dos Receptores Programações Operações Módulo de Acesso com Teclado 3 ÍNDICE CAPÍTULO I - APRESENTAÇÃO...07 1.01 - Introdução...07 1.02 - Aplicações...07

Leia mais

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation

Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Instruções para Implementadores Volvo Truck Corporation Características Construtivas Tomada de Força VM Contents Generalidades, página 2 Tomada de força montada na caixa de mudanças, página 2 Tomada de

Leia mais

FAPERJ & PIUES/PUC-Rio FÍSICA E MATEMÁTICA DO ENSINO MÉDIO APLICADAS A SISTEMAS DE ENGENHARIA

FAPERJ & PIUES/PUC-Rio FÍSICA E MATEMÁTICA DO ENSINO MÉDIO APLICADAS A SISTEMAS DE ENGENHARIA FAPERJ & PIUES/PUC-Rio FÍSICA E MATEMÁTICA DO ENSINO MÉDIO APLICADAS A SISTEMAS DE ENGENHARIA 1) INTRODUÇÃO Rio de Janeiro, 05 de Maio de 2015. A equipe desenvolvedora deste projeto conta com: - Prof.

Leia mais

TRATORES FARMALL 60, 80 E 95

TRATORES FARMALL 60, 80 E 95 TRATORES FARMALL 60, 80 E 95 Potência, robustez e versatilidade. Desempenho inigualável em qualquer atividade. A alta tecnologia e a confiabilidade que só a marca Case IH oferece chegam aos tratores de

Leia mais

Teste de Sensores e Atuadores do sistema de Injeção Eletrônica de Motocicletas

Teste de Sensores e Atuadores do sistema de Injeção Eletrônica de Motocicletas Teste de Sensores e Atuadores do sistema de Injeção Eletrônica de Motocicletas 2 - Índice: - Introdução. 3 - Acessórios Utilizados. 4 - Funções: - Teste de Polaridade. 5 - Teste de Tensão Contínua: 1,5v

Leia mais

Parte 02 O Controlador Lógico Programável

Parte 02 O Controlador Lógico Programável Parte 02 O Controlador Lógico Programável 2.0 Introdução: Para controlar uma planta industrial, seja a mais simples ou complexa, necessitamos de um sistema de controle, obviamente que quanto mais complexa

Leia mais

SHORT TRAVEL STANDARD SH ST ALVENARIA

SHORT TRAVEL STANDARD SH ST ALVENARIA 2 SHORT TRAVEL STANDARD SH ST ALVENARIA Com um conceito que busca facilidades, desenvolvemos uma plataforma cabinada, compacta e moderna, perfeita para o tipo de aplicação em estrutura de alvenaria. Com

Leia mais

AUC1. Circuitos Eletrohidráulicos e Eletropneumáticos. Parte III 14/02/2015 1

AUC1. Circuitos Eletrohidráulicos e Eletropneumáticos. Parte III 14/02/2015 1 AUC1 Circuitos Eletrohidráulicos e Eletropneumáticos Parte III 14/02/2015 1 Atuadores 14/02/2015 2 Atuador Pneumático Os atuadores pneumáticos, assim como os atuadores hidráulicos, são componentes que

Leia mais

MANUAL TÉCNICO POTENZA ANALÓGICA. Rev. 0

MANUAL TÉCNICO POTENZA ANALÓGICA. Rev. 0 Rev. 0 MANUAL TÉCNICO POTENZA ANALÓGICA ÍNDICE INSTRUÇÕES IMPORTANTES DE SEGURANÇA Instruções importantes de segurança...3 Características técnicas...4 Ferramentas necessárias para instalação...5 Instalação

Leia mais

Sensor Hall A tecnologia dos Posicionadores Inteligentes de última geração

Sensor Hall A tecnologia dos Posicionadores Inteligentes de última geração Sensor Hall A tecnologia dos Posicionadores Inteligentes de última geração César Cassiolato Gerente de Produtos - Smar Equipamentos Industriais Ltda INTRODUÇÃO É notável o avanço da Física e eletrônica

Leia mais

Instrumentação Industrial. Fundamentos de Instrumentação Industrial: Conceitos Básicos e Definições

Instrumentação Industrial. Fundamentos de Instrumentação Industrial: Conceitos Básicos e Definições Instrumentação Industrial Fundamentos de Instrumentação Industrial: Conceitos Básicos e Definições Instrumentação Industrial De acordo com a organização norte-americana Instrument Society of America -

Leia mais

Servos - Analo gicos e Digitais - Funcionamento, uso e diferenças entre eles!

Servos - Analo gicos e Digitais - Funcionamento, uso e diferenças entre eles! Servos - Analo gicos e Digitais - Funcionamento, uso e diferenças entre eles! É importante lembrar que esta matéria serve para qualquer tipo de servo utilizado em aeromodelismo. Figura 1 Um dos diversos

Leia mais

Módulo de Acesso com Teclado 1. Manual do Usuário. Apresentação Instalação Codificação dos Receptores Programações Operações

Módulo de Acesso com Teclado 1. Manual do Usuário. Apresentação Instalação Codificação dos Receptores Programações Operações Módulo de Acesso com Teclado 1 Manual do Usuário Apresentação Instalação Codificação dos Receptores Programações Operações 2 Manual do Usuário Módulo de Acesso com Teclado 3 ÍNDICE CAPÍTULO I - APRESENTAÇÃO...07

Leia mais

Sistemas para Estacionamento e Vagas de Garagem DUPLIKAR. Projetamos e desenvolvemos inúmeras soluções para estacionamentos.

Sistemas para Estacionamento e Vagas de Garagem DUPLIKAR. Projetamos e desenvolvemos inúmeras soluções para estacionamentos. A Empresa A Duplikar é representante autorizado da marca Engecass, queremos apresentar uma solução caso tenha necessidades de aumentar suas vagas de garagem. A Engecass é uma indústria Brasileira, fabricante

Leia mais

Exercícios de Eletrônica Digital Instrutor Gabriel Vinicios Tecnologia Eletrônica II - Tarde

Exercícios de Eletrônica Digital Instrutor Gabriel Vinicios Tecnologia Eletrônica II - Tarde Exercícios de Eletrônica Digital Instrutor Gabriel Vinicios Tecnologia Eletrônica II - Tarde 1.0 - Projeto de ircuitos ombinacionais 1.1 Três botões controlam três motores de potências diferentes. O botão

Leia mais

Ness P2 Compressor Parafuso

Ness P2 Compressor Parafuso Ness P2 Compressor Parafuso Índice 1. Descritivo de Funcionamento do Compressor...3 2. Descrição das Setagens...4 2.1.Setagens de Operação de Controle do Compressor...5 2.2.Setagens do Controle de Capacidade...5

Leia mais

REGISTRADOR DE EVENTOS SISTEMA INTELIGENTE DE AUXÍLIO, SUPERVISÃO E CONTROLE DE TRENS METROVIÁRIOS

REGISTRADOR DE EVENTOS SISTEMA INTELIGENTE DE AUXÍLIO, SUPERVISÃO E CONTROLE DE TRENS METROVIÁRIOS REGISTRADOR DE EVENTOS SISTEMA INTELIGENTE DE AUXÍLIO, SUPERVISÃO E CONTROLE DE TRENS METROVIÁRIOS Resumo O transporte público atualmente vem passando por diversas mudanças e uma delas é a qualidade nos

Leia mais

Controle Remoto + Inclinometro + Limitador de Momento AFT-RCT-TRM6+LME

Controle Remoto + Inclinometro + Limitador de Momento AFT-RCT-TRM6+LME Folha 01 de 12 APLICAÇÃO O C o n t r o l e R e m o t o A l f a t r o n i c A F T - R C T - TRM6+LME(Transmissor e Receptor) foi desenvolvido para a operação à distância de equipamentos tais como guindastes

Leia mais

Válvula direcional 3/2, Série CD07 Qn= 1400 l/min conexão de tubo conexão de ar comprimido saída: G 1/4 apropriado para ATEX

Válvula direcional 3/2, Série CD07 Qn= 1400 l/min conexão de tubo conexão de ar comprimido saída: G 1/4 apropriado para ATEX Válvulas direcionais Acionamento mecânico Válvula direcional /, Série CD07 Qn= 400 l/min conexão de tubo conexão de ar comprimido saída: G /4 apropriado para ATEX Modelo válvula corrediça, sem sobreposição

Leia mais

LANDING GEAR, BRAKES AND STEERING

LANDING GEAR, BRAKES AND STEERING LANDING GEAR, BRAKES AND STEERING OBJETIVO Identificar o funcionamento do trem de pouso, freios e sistema direcional da aeronave VC-99. ROTEIRO TREM DE POUSO FREIOS SISTEMA DIRECIONAL ROTEIRO TREM DE POUSO

Leia mais

A EMPRESA ISO 9001-2008

A EMPRESA ISO 9001-2008 Produtos Especiais A EMPRESA ISO 9001-2008 A solução mais eficiente e adequada para cada cliente. Pontes Rolantes LINHA INDUSTRIAL LINHA OFF SHO Pontes Padronizadas ou Especiais, com viga simples ou dupla.

Leia mais

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

CONHECIMENTO ESPECÍFICO CONHECIMENTO ESPECÍFICO 6. O PID (Proporcional Integral Derivativo) é comumente usado na automação industrial para se encontrar um erro entre a entrada e a saída de um processo qualquer. Nesse processo,

Leia mais

15/02/2012. IV.2_Controle e Automação II. Introdução. Conteúdo SENSORES

15/02/2012. IV.2_Controle e Automação II. Introdução. Conteúdo SENSORES IV.2_Controle e Automação II Formando Profissionais Para o Futuro SENSORES Introdução No estudo da automação em sistemas industriais, comerciais e/ou residenciais há a necessidade de determinar as condições

Leia mais

Turbocompressor modelo ABS HST 20

Turbocompressor modelo ABS HST 20 Turbocompressor modelo ABS HST 20 Principais Aplicações O turbocompressor modelo ABS HST 20 é altamente adequado para as seguintes áreas de aplicação: Aeração de água, efluentes ou outros líquidos Flotação

Leia mais

PL6 FOI SUBSTITUÍDA PELA PL7 PARA QUE CONTINUE ATENDENDO ÀS NOVAS NORMAS

PL6 FOI SUBSTITUÍDA PELA PL7 PARA QUE CONTINUE ATENDENDO ÀS NOVAS NORMAS APRESENTAÇÃO DE NOSSAS PLATAFORMAS ELEVATÓRIAS A DWA apresenta uma solução econômica para quem tem duplex, desníveis acentuados, acessos para pessoas que necessitam de auxílio na locomoção e outras soluções

Leia mais

VEMAQ 10-1 - CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS 1.1 - APRESENTAÇÃO

VEMAQ 10-1 - CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS 1.1 - APRESENTAÇÃO Equipamento: COLETOR COMPACTADOR DE LIXO 10 m³ Modelo : CCL-10 Aplicação: Coleta de resíduos domésticos e/ou industriais,selecionados ou não Fabricante: VEMAQ - Indústria Mecânica de Máquinas Ltda 1 -

Leia mais

ROBÓTICA ESTUDO DE PEÇAS E COMPONENTES

ROBÓTICA ESTUDO DE PEÇAS E COMPONENTES ROBÓTICA ESTUDO DE PEÇAS E COMPONENTES Introdução Este material visa facilitar o uso e o reconhecimento de peças dos kits de robótica da Lego para montagem dos projetos. Em uma primeira abordagem apresentaremos

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Discador GSM

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Discador GSM MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO www.compatec.com.br Indice: 1. Caracterísitcas... 2 2. Leds... 3 3. Programando os números telefonicos... 4 3.1. Para apagar números individualmente... 4 3.2. Para apagar

Leia mais

PORTARIA Nº 102, DE 30 DE OUTUBRO DE 2008

PORTARIA Nº 102, DE 30 DE OUTUBRO DE 2008 PORTARIA Nº 102, DE 30 DE OUTUBRO DE 2008 O DIRETOR DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO - DENATRAN, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo art. 19, inciso I, da Lei nº 9.503, de 23 de setembro

Leia mais

Didática Bosch Rexroth

Didática Bosch Rexroth Didática Bosch Rexroth 2 Introdução A Divisão Service da Bosch Rexroth oferece ao mercado a sua linha didática. Sempre preocupada com a qualificação técnica do profissional brasileiro, oferece à indústria

Leia mais

CSR/Instruções de inspeção para técnicos

CSR/Instruções de inspeção para técnicos INSTRUÇÕES DE INSPEÇÃO Escavadeiras CSR/Instruções de inspeção para técnicos Esta instrução é um recurso técnico informal. Para obter especificações e procedimentos corretos, refira-se sempre às instruções

Leia mais

Manual do Locatário. Plataforma de Trabalho Aéreo - PTA. Manual de Responsabilidade do Proprietário e Usuário do PTA CARIMBO DO ASSOCIADO

Manual do Locatário. Plataforma de Trabalho Aéreo - PTA. Manual de Responsabilidade do Proprietário e Usuário do PTA CARIMBO DO ASSOCIADO Manual do Locatário Plataforma de Trabalho Aéreo - PTA Manual de Responsabilidade do Proprietário e Usuário do PTA CARIMBO DO ASSOCIADO 1- DEFINIÇÃO 1.1- Plataforma de Trabalho Aéreo PTA, é um equipamento

Leia mais

Carlos Gabos CONSTRUTORA NORBERTO ODEBRECHT

Carlos Gabos CONSTRUTORA NORBERTO ODEBRECHT Segurança Carlos Gabos CONSTRUTORA NORBERTO ODEBRECHT SEGURANÇA e Mitigação dos Riscos em operações de Movimentação de Cargas Carlos Gabos 12 maio 2011 Riscos Toda operação de movimentação de carga possue

Leia mais

Fundamentos de Automação. Controladores

Fundamentos de Automação. Controladores Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Fundamentos de Automação Controladores

Leia mais

Divisão Administrativa e Financeira Seção de Suprimento e Material

Divisão Administrativa e Financeira Seção de Suprimento e Material 1. OBJETIVO O presente memorial descritivo tem por finalidade indicar os serviços a serem executados estabelecendo Normas, Especificação de Serviços e Materiais nos aspectos pertinentes às particularidades

Leia mais

Lista de Exercício 04 Projetos de Sistemas Digitais

Lista de Exercício 04 Projetos de Sistemas Digitais ELE 0316 / ELE 0937 Eletrônica Básica Departamento de Engenharia Elétrica FEIS - UNESP Lista de Exercício 04 Projetos de Sistemas Digitais Monte a tabela verdade para cada um dos projetos seguintes. Trabalho

Leia mais

GUINDASTE Agnaldo, Camila, Fábio, José Rubens, Luiz Henrique, Rodrigo, Wesley Amaral e Wesley Moreti

GUINDASTE Agnaldo, Camila, Fábio, José Rubens, Luiz Henrique, Rodrigo, Wesley Amaral e Wesley Moreti Agnaldo, Camila, Fábio, José Rubens, Luiz Henrique, Rodrigo, Wesley Amaral e Wesley Moreti Assuntos: História e Definição; Tipos de Guindaste; Capacidade de Carga; Plano de Rigging; Operação do Guindaste;

Leia mais

PLATAFORMA DE TRABALHO AÉREO PTA

PLATAFORMA DE TRABALHO AÉREO PTA Manual do Locatário PLATAFORMA DE TRABALHO AÉREO PTA Manual de Responsabilidade do Proprietário e Usuário do PTA CARIMBO DO ASSOCIADO 1 PLATAFORMA DE TRABALHO AÉREO - PTA 1- DEFINIÇÃO 1.1 - Plataforma

Leia mais

WWW.RENOVAVEIS.TECNOPT.COM

WWW.RENOVAVEIS.TECNOPT.COM Como funciona um aerogerador Componentes de um aerogerador Gôndola:contém os componentes chaves do aerogerador. Pás do rotor:captura o vento e transmite sua potência até o cubo que está acoplado ao eixo

Leia mais

pá carregadeira compacta série e

pá carregadeira compacta série e pá carregadeira compacta série e 321E PERFECT IN EVERY MISSION casece.com.br experts for the real world since 1842. pá carregadeira compacta série e 321E Repleta de recursos inovadores e apoiada pelo suporte

Leia mais

FINAL DE CURSO (A2B) ATÉ UM LMI. UM SISTEMA. UMA CHAMADA TELEFÔNICA

FINAL DE CURSO (A2B) ATÉ UM LMI. UM SISTEMA. UMA CHAMADA TELEFÔNICA O sistema Cranesmart é um investimento na tecnologia atual. Ele vai mudar a maneira de você pensar sobre a instalação de um sistema de segurança no seus guindastes. FINAL DE CURSO (A2B) ATÉ UM LMI. UM

Leia mais

Truck Crane TKA-420N TKA-420N TRUCK CRANE

Truck Crane TKA-420N TKA-420N TRUCK CRANE Truck Crane TKA-420N TKA-420N TRUCK CRANE DESTAQUES DO NOVO GUINDASTE TKA-420N Moderna e confortável cabina de comando, com amplo campo de visão e fácil acesso aos controles do guindaste. Possui ventilação,

Leia mais

1 COMPOSIÇÃO DO SISTEMA

1 COMPOSIÇÃO DO SISTEMA Índice 03 1 COMPOSIÇÃO DO SISTEMA 03 1.1.1 Central 04 1.1.2 Tela Touch Screen 04 1.1.3 Telefone Sem Fio 05 1.1.4 Painel de Mensagem 05 1.2 Estação de Leito 06 1.2.1 Expansão de Leito 06 1.2.2 Acionador

Leia mais

55MR. Escavadeira Compacta PC55MR-3. POTÊNCIA 39,6 HP @ 2.400 rpm. PESO OPERACIONAL 5.160-5.350 kg. CAPACIDADE DA CAÇAMBA 0,07-0,18 m³

55MR. Escavadeira Compacta PC55MR-3. POTÊNCIA 39,6 HP @ 2.400 rpm. PESO OPERACIONAL 5.160-5.350 kg. CAPACIDADE DA CAÇAMBA 0,07-0,18 m³ PC 55MR As fotos neste folheto são meramente ilustrativas, podendo incluir opcionais ou configurações diferentes do equipamento padrão. Escavadeira Compacta PC55MR-3 POTÊNCIA 39,6 HP @ 2.400 rpm PESO OPERACIONAL

Leia mais

TG-500E TRANSPORTADOR : KG56TXL / KG56TXN

TG-500E TRANSPORTADOR : KG56TXL / KG56TXN TADANO GUINDASTE HIDRÁULICO SOBRE RODAS CATÁLOGO DE ESPECIF. Nº. TG-500E-3-10505/EX-152(KG56TXL) CATÁLOGO DE ESPECIF. Nº. TG-500E-3-10605/EX-162(KG56TXN) TG-500E TRANSPORTADOR : KG56TXL / KG56TXN DADOS

Leia mais

SOLUÇÕES EM CONTROLE DE ACESSO, AUTOMAÇÃO E SEGURANÇA

SOLUÇÕES EM CONTROLE DE ACESSO, AUTOMAÇÃO E SEGURANÇA SOLUÇÕES EM CONTROLE DE ACESSO, AUTOMAÇÃO E SEGURANÇA APRESENTAÇÃO, DESCRIÇÕES E FOTOS EXPEDIDORES DE COMANDAS E ACESSÓRIOS DESCRIÇÕES DOS EQUIPAMENTOS ENTRADA EXPEDIDORA DE COMANDAS AUMENTE SEU FATURAMENTO:

Leia mais