Edição 02/2006. Nova Gama. Gama Separadores de hidrocarbonetos POLIETILENO. Uma gama completa de 1 a 50 l/s

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Edição 02/2006. Nova Gama. Gama Separadores de hidrocarbonetos POLIETILENO. Uma gama completa de 1 a 50 l/s"

Transcrição

1 Edição 0/00 Nova Gama Gama es de hidrocarbonetos POLIETILENO Uma gama completa de a 50

2 POLIETILENO Gama es de hidrocarbonetos Uma gama completa de a 50 ÍNDICE Introdução... Funcionamento... Cómo escolher?... 4 Instalação geral... 5 Instalações específicas... Opções : alarmes & dispositivos de despejo dos hidrocarbonetos... 7 Formulário... 8 Kit de ou bombas... 8 es de hidrocarbonetos Gama ELLIPSE e EH05 e DHFE com decantador e filtro... 9 EH0 e DHLFE com decantador, filtro e by-pass...0 EH5-EH e GDHFE com filtro e decantador de grande volume... EH0 e HFE com filtro... DHFRE com decantador, filtro e compartimento... Kit de ou bombas e quadro de mando... 4 EH5 e DHE com decantador...5 EH0 e DHLE com decantador e by-pass... EH5-EH e GDHE com decantador de grande volume... 7 EH40 e HE... 8 DHRE com decantador e compartimento... 9 Gamas complementares DE decantador... 0 CNE cuba de neutralização para ácidos de baterias... Certificado ISO 900 : 000 por Com o compromisso constante de melhorar a sua gama de produtos, a TECHNEAU reserva- se o dereito de modificar, sem pré-aviso, as dimensões dos seus equipamentos.

3 INTRODUÇÃO de hidrocarbonetos As nossas competências ao serviço do Meio Ambiente Porque? A contaminação por líquidos insolúveis (óleos, gorduras, hidrocarbonetos) que flutam á superfície da agua, causa uma grande disminução das transferências de oxígeno atmosférico. Portanto, temos a obrigação de preservar a qualidade biológica das aguas de escoamento. Como? Para captar os lodos, os sólidos e os hidrocarbonetos existentes nas aguas residuais, a Techneau tem desenvolvido uma gama completa de separadores de hidrocarbonetos em polietileno. O modo de funcionamento dos separadores é o seguinte : A separação por gravitação dos sólidos ( lodos ) A flutação dos hidrocarbonetos, melhorada por um filtro. Graças a nosso departamento de estudos e nosso centro de ensaios integrado na cadeia de fabricação, podemos garantir um produto que responda perfeitamente às necessidades da sua empresa e às normas existentes. o centros de ensaios verifica os resultados do separador de hidrocarbonetos As normas A construção de separadores de hidrocarbonetos deve cumprir com varias normas e, mais precisamente, com a norma francesa NF EN 858. NF EN 858- : Principios para o disenho, as capacidades e os ensaios, o marcado e a gestão da qualidade. NF EN 858- : es de líquidos ligeiros (por exemplo, os hidrocarbonetos) Parte : Escolha das características nominais, instalação, operação e manutenção Esta norma determina dois niveis de despejo : classe I : <5 mg/l classe II : <00 mg/l Para conhecer o método de cálculo, ver a página 4. A construção A rotomodelagem é uma técnica que permite construir corpos ocos em polietileno com paredes muito espesas, o que assegura uma boa resistência mecânica. São fabricados em monobloco (sem nehum ponto de soldadura), o que elimina o risco de fuga. O polietileno não é sensível aos fenómenos de corrosão.

4 FUNCIONAMENTO Do separador de hidrocarbonetos A inovação constante para um funcionamento óptimo Geralidades O separador de hidrocarbonetos é uma máquina disenhada para reter os hidrocarbonetos e sólidos existentes nas aguas contaminadas. Geralmente, o separador tém dois compartimentos : um decantador para os lodos e um separador. Um dispositivo de obturação automática impede a saída dos hidrocarbonetos. Existem classes de separador : Classe : Para teores inferiores a 5 mg/l, de acordo com o protócolo de ensaio da norma NF EN 858- Modelo com filtro Classe : Para teores inferiores a 00 mg/l, de acordo com o protócolo de ensaio da norma NF EN 858- Modelo sem filtro Dispositivo de entrada com orifício para toma de amostras de decantação Tampa com cesto amovível Flutuador do obturador Tabique amovivel Dispositivo de saída com orifício para toma de amostras de separação O separador de hidrocarbonetos com by-pass O separador de hidrocarbonetos com by-pass tem as mesmas funções que um separador clássico mas permite tratar caudais de enxurrada para 5 vezes o caudal nominal. A passagem da agua dentro do compartimento da separação é limitada; assim se o caudal é superior ao caudal nominal, o nível dentro do decantador sobe e passa através do by-pass, sem perturbar o bom funcionamento do separador. Gama ELLIPSE Saída Saída Entrada Entrada

5 CÓMO ESCOLHER? Um separador de hidrocarbonetos Uma gama completa para satisfazer todas suas necessidades Para escolher um separador, é necessário considerar o seguinte: caudal de ponta da instalação, carga contaminante a tratar, densidade dos hidrocarbonetos, 4 concentração a saída. A AS ÁREAS COBERTAS E calculado o caudal do separador à função do número de torneiras e de todos os resíduos carregados em hidrocarbonetos. Para os estacionamentos cobertos, o quadro a seguir dá-nos o tipo de aparato a escolher em função da área. m áreas cobertas -> > 50 -> > > > > 0 -> 500 O caudal depende da área a tratar e da pluviometria local (ZONA, o ). O valor será confirmado pelo organismo local competente. A seguir o exemplo para áreas diferentes. Para as áreas < m, o método de cálculo, segundo a norma NF EN 75-4, é o seguinte : ZONA (m ) à90 9 à 45 4 à 55 5 à 0 à à 0 à 80 8à40 à 50 5 à 00 0 à 50 5 à à à à 4800 ZONA (m ) à5 à à 90 9 à 50 5 à 00 0 à à 0 à 880 à 50 5 à à à 50 à 00 0 à à 00 Número de lugares ->0 -> > 5 -> > > 0 -> > 900 B AS ÁREAS DESCOBERTAS ZONA (m ) à55 5 à 85 8 à 55 5 à 00 0 à 5 à 75 7 à à 70 à 0 à 40 4 à à 00 0 à à 00 0 à 870, Q = Ψ x I x A Sem by-pass Com by-pass Geralmente, o caudal depende das áreas a tratar. E necessário pois destinguir três tipos de superfície: A As áreas cobertas B As áreas descobertas C As áreas de enchimento ou de distribução de combustível. < 5 mg/l. EH050 EH050 EH050 DHF08E EH050 DHF5E DHF0E, , decantador < 5 mg/l EH050 EH050 EH050 DHF08E EH050 DHF5E - DHF0E EH00 EH00 EH00 EH00 DHLF5E DHLF0E DHLF5E < 00 mg/l. EH50 EH50 EH50 - EH50 DH5E DH0E DH0E < 00 mg/l EH50 EH50 EH50 - EH50 DH5E DH0E DH0E EH00 EH00 EH00 EH00 DHL5E DHL0E DHL5E +decantador+bombagem < 5 mg/l. < 00 mg/l. DHFR0E DHFR0E DHFR0E DHFR08E Q : de ponta (litros/segundo) Ψ : coeficiente de escoamento (função da natura da superficie : 0,9 para o betão ou o revestimento) I : intensidade pluviométrica (litros/segundo/hectare) em função das três zonas geográficas (caudal decenal) : ZONA : 00 /ha - ZONA : 400 /ha - ZONA : 500 /ha A : superficíe descoberta (ha) AS ÁREAS DE ENCHIDO ou DE DISTRIBUÇÃO DE COMBUSTÍVEL DHR0E DHR0E DHR0E DHR08E DHRE Sem by-pass : Tratamento total do caudal que entra Com by-pass : Tratamento parcial do caudal que entra Atenção! São proibidos os aparatos com by-pass. O caudal dos aparatos de pretratamento para as zonas de enchido ou de distribução dos combustíveis é definido pelo decreto do 7/0/ 00. Conforme ao decreto, a unidade de referência é 45 l/h/m para as áreas descobertas. Deve ser aplicado um coeficiente de 0.5 para as áreas cobertas (com telhado). Ejemplo : Uma zona de distribução de combustível de uma superficie total de 550 m, dos cuais 00 m estão cobertos. Faz-se o seguinte cálculo : Q = (50 + (00 x 0.5) x 45 = 0 50 l/h, seja um caudal de 5,5 em. Como consequência, será instalado um separador de classe. Por fim, o decreto estipula que os efluentes procedentes da área de lavagem devem passar por uma unidade de pretratamento distinta da unidade utilizada pela área de distribução de combustível. 4

6 INSTALAÇÃO GERAL De um separador de hidrocarbonetos Para facilitar a instalação, são entregues os nossos produtos com guías de montagem Precauções e recomendações O separador deverá ser preferencialmente instalado enterrado (ver a página seguinte para os separadores em elevação ). Colocar o aparato na horizontal sobre um fondo de excavação regularizado (areia ou betão ligeiro), Ligar a tubagem de entrada e saída à restante canalização, Conectar a ventilação, Colocar o acrescento se necessário, e regular a altura ao nível do solo, Encher o separador de agua limpa, Levantar a bóia de corte de fluxo e verificar a sua flutuabilidade quando o nível de agua estiver estabilizado, Encher de areia ou cascalho. Os nossos separadores estão equipados com tampas em polietileno para a passagem de peões. Caso o equipamento esteja colocado na rodovia ou em zona de passagem de veículos, ver a página seguinte. Condições de Instalação sem passagem Instalação se não existir um nível freático A profundidade máxima (P) para a excavação sem laje em betão de protecção será :,5 m para a gama ELLIPSE, m para a gama ARONDE. P Instalação se existir um nível freático Únicamente para a gama ELLIPSE. Os separadores da gama ARONDE nunca devem ser instalados se existir um nível freático. A cuba é ancorada em laje de betão. Caso a tampa esteja ao nível do solo, a altura máxima (H) do nível freático deverá ser inferior a 0,75 metro. Caso o separador esteja enterrado mais profundamente, deverá consultar o departamento de estudos para determinar o nível de H. 5 H Ancoragem da cuba Laje em betão

7 INSTALAÇÃO ESPECÍFICA De um separador de hidrocarbonetos Para cumplir com os varios requerimentos de instalação, propõem-se soluções adaptadas tipos de instalação Instalação na rodovia ou em zona de passagem de veículos ou Instalação em excavação muito profunda (Gama ELLIPSE : P >,5 m : P > m) Prestar muita atenção ao enchido da excavação ( atenção! Encher de agua ou separador antes da instalação). Se for necessário acrecentar o separador com um elemento de betão, o acrescento estará instalado em pé de apoio em betão. Calcular a laje de protecção em betão considerando varias solicitações : Altura do solo, Passagem de veículos. Massa do acrescento em betão, Entrada P Tampa de ferro fundido em betão Areia ou cascalho Perfis em betão Laje em betão Saída Instalação em elevação Para evitar a deformação da cuba ou qualquer risco de perforação por uma máquina, será indispensável proteger o separador por um murete periférico. O espaço entre o murete e o separador será enchido de areia. MANUTENÇÃO A periodicidade de limpeza do separador é função da quantidade de hidrocarbonetos e sólidos enviada ao separador. O decantador deverá ser limpiado regularmente, no mínimo limpezas anuais; deverá efectuar uma limpeza de cada anos. Se não houve derrames accidentais de hidrocarbonetos, deverá efectuar uma limpeza anual ao compartimento separador. Nesta ocasão, deverá limpar o flutuador e o filtro existentes. Deverá verificar e mudar a junta do obturador se necessário. Atenção! Não esquece de encher o equipamento com agua após cada limpeza e verificar a flutuabilidade da bóia. H / H Entrada Areia Saída Murete

8 OPÇÕES Para um separador de hidrocarbonetos Alarmes e dispositivos de despejo dos hidrocarbonetos Alarme óptico e acústico para os HIDROCARBONETOS : AH ou AH8 Este Alarme de nível de hidrocarbonetos permite detectar o nível dentro do separador antes de se efectuar a obturação do sistema. Um detector instalado dentro do separador detecta por diferença de densidade o nível dos hidrocarbonetos. Quando a bóia atinge o nível máximo, dispara o alarme óptico e acústico. possibilidades de alimentação eléctrica : Pela rede 0V Autónoma, por panel solar em 40V Por estar este dispositivo em zona de risco, tem uma seguridade intrínseca e a certificação ATEX. O quadro de mando : IP7 (dimensões : 80 x 0 profundidade : 0 mm) Na parte dianteira: Sinalizador de arranque e defeito comutador alarme óptico ou acústico, Pulsador de arranque e de ensaio, Buzzer, terminal marcado, contacto seco para o relé de alarme. El captor IP8, entregue com m de cable x 0.5 mm e um quadro de conexão para extensão, Corpo de aço inox ; a bóia está calibrada à função da densidade máxima dos hidrocarbonetos, Detector de proximidade inductivo. AH8 AH Alarme óptico e acústico para os LODOS : AB O alarme de nível de lodos permite detectar um depósito de lodos dentro do decantador. Um detector funcionando segundo a técnica dos infravermelhos pulsados, detecta a presença de lodos a cierta altura e arranca um alarme óptico e acústico. O quadro de mando : IP7 (dimensões : 80 x 0 profundidade: 0 mm), Na parte dianteira : Sinalizador presença de tensão e defeito Comutador Alarme óptico e acústico, Pulsador de arranque e de ensaio, Potenciometro para regular o nível de detecção, Buzzer, terminal marcado, contacto seco para o relé de alarme. O captor IP8, entregue com 0 m de cable blindado; está instalado em tubo em PVC Ø 5. Opçõa : cable adicional para a sonda. Dispositivo de despejo dos hidrocarbonetos ref. : DEH040, únicamente para a gama ARONDE Este dispositivo permite retirar regularmente os hidrocarbonetos para o reservatório de armazenamento colocado cerca do separador. E suficiente abrir a comporta situada no interior do separador, descer o escoadouro e os hidrocarbonetos que estão à superfície passam para o reservatório de armazenamento. A:Té de manobra amovível B : Comporta de isolamento C : Escoadouro regulável em altura D : Reservatório (Cuba) de armazenamento 7 OCB0 OCB0 OCB0 OCB40 Comprimento adicional 0 m 0 m 0 m 40 m AB

9 FORMULÁRIO De estudo de um separador de hidrocarbonetos Questionário a fotocopiar, completar e mandar por fax ao número () Datos Data :.../.../ Empresa :... Nome e prenome :... Endereço completo :... Teléfone :... Fax : Referências Projeito Concurso público Obra Estudo Referência :... Departamento :... DATOS DO ESTUDO Parametros para o cálculo Chuva : Superfície total da bacia vertente a tratar :... m Dividida em : Superfície(s) impermeabilizada(s) :... m Superfície(s) não impermeabilizada(s) :... m Superfície(s) telhado(s) :... m Natura do solo :... Declive medio (por defeito %) :... % Tratamento desejado : Q mes (0% Q 0 ) Q mes (% Q 0 ) Q 0 ano Outros :...}ou Características técnicas do lugar do projecto : Dn ligação com a rede :......mm Alimentação por gravidade Densidade dos hidrocarbonetos a recuperar (por defeito 0.85) :... Concentração dos hidrocarbonetos á entrada :... mg/l Despejo : rede aguas pluviales rede aguas contaminadas meio ambiente processo Área de distribução ou de despejo de combustível Área de Lavagem -> Número de estacionamentos :... ponta :... tratamento :... Quantidade de lodos : Pouca Media Alta Concentração sólidos suspensivos á saída :... mg/l Concentração sólidos suspensivos á entrada :... mg/l Velocidade de despejo :... m/h Capacidade de captação :... m Aguas processo industrial Características técnicas para a instalação do separador : Instalação em elevação Nível freático Agua de mar Utilização de acrescentos em betão Nível Fe (conforme ao diagrama adjunto) :...mm 8

10 EH05 de hidrocarbonetos com decantador e filtro com anéis de ancoragem, Manguitos de entrada e saída em polietileno com junta em nitrilo, Tabique amovível em polietileno, com porta filtro e filtro, vertical em polietileno, calibrado a 0.85 (outro calibre se necessário), Tampa (C) em polietileno fixada por rosca de aço inox, ou com orifício para inspecção (D), Opção : ver a página 7. C EH05 EH050C (tampa) ou D (registro) EH050C (tampa) ou D (registro) EH050C (tampa) ou D (registro) EH050C (tampa) ou D (registro) Gama ELLIPSE,5 0 D,5 0 Dn Dn P E S Classe despejo < 5 mg/l L Modelo registrado e patentado Fe Peso H DHFE Tampa em polietileno, passagem para peões, fixada por fecho /4 volta ou rosca em aço inox, Manguitos de entrada e saída em PVC, Tabique em polietileno com filtro, com balancim em polietileno, calibrado a 0.85 (diferente se necessário). OPÇÕES : fixo ou regulável, com ou sem tampa em ferro fundido, B E Alarme óptico e acústico (ver a página 7), Dispositivo de despejo dos hidrocarbonetos (ver a página 7), Registro de inspecção, DHF08E ADHF08E únicamente para o modelo 8 (opcional) DHFE AD* ou DHF08E AD* ou DHF5E AD* ou DHF0E Peso s B E Tampas Número * ADHF08E modelo com registro de inspecção. 9

11 C de hidrocarbonetos com decantador, filtro e by-pass EH0 Gama ELLIPSE,5 0 com anéis de ancoragem, Dispositivo de entrada com escoadouro laminar e tabique sifóide para alimentar o by-pass, Dispositivo de saída em polietileno com junta em nitrilo, Tabique amovível em polietileno, com porta filtro e filtro, vertical em polietileno, calibrado a 0.85 (outro calibre se necessário), Tampa (C) em polietileno, passagem para peões, fixada por rosca em aço inox, ou com orifício para inspecção (D), Opção : ver a página 7. EH0 D EH00C (tampa) ou D (registro) EH00C (tampa) ou D (registro) EH00C (tampa) ou D (registro) EH00C (tampa) ou D (registro),5 0 Dn Dn P E S n * Otro calibre a petição Classe despejo < 5 mg/l L Modelo registrado e patentado Fe Peso H DHLFE Tampa em polietileno, passagem para peões, fixada por rosca em aço inox, Manguitos de entrada e saída em PVC, Tabique em polietileno com filtro, com balancim em polietileno, calibrado a 0.85 (outro calibre se necessário). (opcional) OPÇÕES fixo ou regulável, 490 a 0 mm, com perfis em aço galvanizado e tampa em ferro fundido, Alarme óptico e acústico (ver a página 7), Dispositivo de despejo dos hidrocarbonetos (ver a página 7). DHLFE AD* ou DHLF5E AD* ou DHLF0E AD* ou DHLF5E Peso s E Tampas Número 0

12 C de hidrocarbonetos com decantador de grande volume EH5-EH EH5-EH D EH50C (tampa) ou D (registro) EHC (tampa) ou D (registro) EH504C (tampa) ou D (registro) EH50C (tampa) ou D (registro),5 4 Modelo registrado e patentado Dn Dn P Especial para zona de lavagem E S Gama ELLIPSE,5 4 com anéis de ancoragem, Dispositivo de entrada e saída em polietileno com junta em nitrilo, Tabique amovível em polietileno, com porta filtro e filtro, vertical em polietileno, calibrado a 0.85 (outro calibre se necessário), Tampa (C) em polietileno, passagem para peões, fixada por rosca em aço inox, ou com orifício para inspecção (D), Opção : ver a página Classe despejo < 5 mg/l L Fe Peso H GDHFE 8 0 Tampa em polietileno, passagem para peões, fixada por fecho /4 ou por rosca em aço inox, Manguitos de entrada e saída em PVC, Tabique em polietileno com filtro, com balancim em polietileno, calibrado a 0.85 (outro calibre se necessário). Especial para zona de lavagem (opcional) OPÇÕES : fixo ou regulável, 490 a 0 mm, com perfis em aço galvanizado e tampa em ferro fundido 50 kn, Alarme óptico e acústico (ver a página 7), Dispositivo de despejo dos hidrocarbonetos (ver a página 7). GDHFE GDHF0E GDHF08E GDHF50E Peso s Tampas E Número

13 C de hidrocarbonetos com filtro EH0 Gama ELLIPSE 0 5 com anéis de ancoragem, Dispositivo de entrada e saída em polietileno com junta em nitrilo, Tabique amovível em polietileno, com porta filtro e filtro, vertical em polietileno, calibrado a 0.85 (outro calibre se necessário), Tampa (C) em polietileno, passagem para peões, fixada por rosca em aço inox, ou com orifício para inspecção, Opção : ver a página 7. EH0 D EH00C (tampa) ou D (registro) EH00C (tampa) ou D (registro) EH00C (tampa) ou D (registro) EH05C (tampa) ou D (registro) 0 5 Dn Dn P E S Classe despejo < 5 mg/l L Modelo registrado e patentado Fe Peso H HFE Tampa em polietileno, passagem para peões, fixada por rosca em aço inox, Manguitos de entrada e saída em PVC, Tabique em polietileno com filtro, em polietileno, calibrado a 0.85 (outro calibre se necessário). (opcional) OPÇÕES : fixo ou regulável, 490 a 0 mm, com perfis em aço galvanizado e tampa em ferro fundido 50 kn, Alarme óptico e acústico (ver a página 7), Dispositivo de despejo dos hidrocarbonetos (ver a página 7). HFE HF0E HF0E HF50E Peso s E Tampas Número

14 DHFRE de hidrocarbonetos,5 -> 8 Classe despejo < 5 mg/l com decantador, filtro e compartimento Tampa (C) em polietileno, passagem para peões, fixada por fecho /4 volta ou por rosca em aço inox, Dispositivo de entrada e saída em PVC. Equipo Três compartimentos distintos : : com um tabique que capta os lodos decantados : + filtro de tipo biodeck, com estrutura cruzada + obturador em polietileno calibrado a 0.85 (outro calibre se necessário). para bombagem : Solidário do separador; pode ser equipado de um kit completo (ver a página 4) composto de : Para bomba : barras guías + válvula de bola + regulador de nivel Para bombas : 4 barras guías + válvulas de bola + reguladores de nível + quadro de mando DHFR0E OPÇÕES de tipo A ou B fixo ou regulável, 490 a 0 mm, com perfis em aço galvanizado e tampa em ferro fundido 50 kn, (opcional) Alarme óptico e acústico (ver a página 7), Dispositivo de despejo dos hidrocarbonetos (ver a página 7). DHFRE DHFR0E DHFR0E DHFR0E DHFR08E,5 8 L P H E S Fe Dn Dn Volume Bombagem Peso s A B Tampas Número

15 Kit de ou bombas Para o compartimento do separador de hidrocarbonetos Para os modelos da gama ARONDE : DHFRE e DHRE, páginas & 9 Descripção Escolhe-se o kit em função do caudal e da altura manométrica (altura manométrica = altura geométrica a bombear + pérdida de carga). Para definir o kit necessário, devem utilizar a tabela e as curvas ou consultar o departamento de estudos. Estes kits são compostos por : ou bombas submersíveis com ou sem pés de apoio, Tubos em PVC de pressão com manguitos de ligação, ou válvulas de esfera, ou reguladores de nível contrapeso. Instalação com pé de apoio Instalação sem pé de apoio Para a manutenção, recomendamos duas visitas de manutenção por ano. No decorrer destas visitas, deverá : - retirar e limpar a ou as bombas, - controlar e mudar o óleo se necessário (ver a folha técnica da bomba), - controlar e limpar o(s) flutuador(es). DAB NOVA 00 JETLY SEMISOM 000/50 bomba KP KP5 KP8 Sem pé bombas KP KP5 KP8 Com pé bomba bombas KPP KP5P KP8P KPP KP5P KP8P Potência Tensão Intensidade 0,55 kw,5 kw, kw 0 V 400 V 400 V,8 A, A 4,8 A Tipo de bomba Nova 00 Semisom 800/50T Semisom 000/50T Tubagem (s) Dn 40 Dn 5 Dn 80 Curva n Quadro de mando (Obligátorio para o kit de bombas) Quer exterior (A), quer interior (B), o quadro assegura o arranque e a protecção de bombas de elevação. Permite a inversão automática a cada arranque e a posta simultânea em marcha das bombas acima do nível do flutuador. Está equipado com sinalizadores de arranque/disjuntor por cada bomba e presença da tensão. E imperativo controlar o quadro de mando com o equipo de bombas. As referências são : BSRMC o BSRMC. A 4 B

16 EH5 de hidrocarbonetos com decantador Gama ELLIPSE,5 0 com anéis de ancoragem, Dispositivo de entrada e saída em polietileno com junta em nitrilo, Tabique amovível em polietileno, vertical em polietileno, calibrado a 0.85 (outro calibre se necessário), Tampa (C) em polietileno, passagem para peões, fixada por rosca em aço inox, ou com orifício para inspecção (D), Opção : ver a página 7. Classe despejo < 00 mg/l Modelo registrado e patentado C EH5 D EH50C (tampa) ou D (registro) EH50C (tampa) ou D (registro) EH50C (tampa) ou D (registro) EH50C (tampa) ou D (registro), Peso DHE Tampa em polietileno, passagem para peões, fixada por fecho /4 volta ou rosca em aço inox, Manguitos de entrada e saída em PVC, Tabique em polietileno, em polietileno, calibrado a 0.85 (outro calibre se necessário). (opcional) OPÇÕES : fixo ou regulável, 490 a 0 mm, com perfis em aço galvanizado e tampa em ferro fundido 50 kn, Alarme óptico e acústico (ver a página 7), Dispositivo de despejo dos hidrocarbonetos (ver a página 7). DHE AD* o DH5E AD* o DH0E AD* o DH0E Peso s E Tampas Número

17 EH0 de hidrocarbonetos com decantador e by-pass Gama ELLIPSE,5 0 com anéis de ancoragem, Dispositivo de entrada com escoadouro laminar e tabique sifóide para alimentar o by-pass, Dispositivo de saída em polietileno com junta em nitrilo, Tabique amovível em polietileno, vertical em polietileno, calibrado a 0.85 (outro calibre se necessário), Tampa (C) em polietileno, passagem para peões, fixada por rosca em aço inox, ou com orifício para inspecção (D), Opção : ver a página 7. Classe despejo < 00 mg/l Modelo registrado e patentado C EH0 D EH00C (tampa) ou D (registro) EH00C (tampa) ou D (registro) EH00C (tampa) ou D (registro) EH00C (tampa) ou D (registro), Peso DHLE Tampa em polietileno, passagem para peões, fixada por rosca em aço inox, Manguitos de entrada e saída em PVC, Tabique em polietileno, em polietileno, calibrado a 0.85 (outro calibre se necessário). (opcional) OPÇÕES : fixo ou regulável, 490 a 0 mm, com perfis em aço galvanizado e tampa em ferro fundido 50 kn, Alarme óptico e acústico (ver a página 7), Dispositivo de despejo dos hidrocarbonetos (ver a página 7). DHLE AD* ou DHL5E AD* ou DHL0E AD* ou DHL5E Peso s E Tampas Número

18 de hidrocarbonetos com decantador de grande volume EH5-EH com anéis de ancoragem, Dispositivo de entrada e saída em polietileno com junta em nitrilo, Tabique amovível em polietileno, vertical em polietileno, calibrado a 0.85 (outro calibre se necessário), Tampa (C) em polietileno, passagem para peões, fixada por rosca em aço inox, ou com orifício para inspecção (D), Opção : ver a página 7. Gama ELLIPSE,5 4 Modelo registrado e patentado Classe despejo < 00 mg/l Especial para zona de lavagem C EH5-EH D EH50C (tampa) ou D (registro) EH0C (tampa) ou D (registro) EH504C (tampa) ou D (registro) EH50C (tampa) ou D (registro), Peso GDHE Tampa em polietileno, passagem para peões, fixada por fecho /4 volta ou rosca em aço inox, Manguitos de entrada e saída em PVC, Tabique em polietileno, com balancim em polietileno, calibrado a 0.85 (outro calibre se necessário). OPÇÕES : fixo ou regulável, 490 a 0 mm, com perfis em aço galvanizado e tampa em ferro fundido 50 kn, óptico e acústico (ver a página 7), de despejo dos hidrocarbonetos (ver a página 7). Alarme Dispositivo GDHE GDH0E GDH08E GDH0E GDH50E Especial para zona de lavagem (opcional) Peso s E Tampas Número

19 de hidrocarbonetos EH40 Gama ELLIPSE 0 5 com anéis de ancoragem, Dispositivo de entrada e saída em polietileno com junta em nitrilo, Tabique amovível em polietileno, vertical em polietileno, calibrado a 0.85 (outro calibre se necessário), Tampa (C) em polietileno, passagem para peões, fixada por rosca em aço inox, ou com orifício para inspecção (D), Opção : ver a página 7. Classe despejo < 00 mg/l Modelo registrado e patentado C EH40 D EH400C (tampa) ou D (registro) EH400C (tampa) ou D (registro) EH400C (tampa) ou D (registro) EH405C (tampa) ou D (registro) Peso HE, Tampa em polietileno, passagem para peões, fixada por rosca em aço inox, Manguitos de entrada e saída em PVC, Tabique em polietileno, com balancim em polietileno, calibrado a 0.85 (outro calibre se necessário). (opcional) OPÇÕES : com ou sem tampa em ferro fundido 50 kn, A B E Alarme óptico e acústico (ver a página 7), Dispositivo de despejo dos hidrocarbonetos (ver a página 7). HE H00E H0E H5E H0E H50E, Peso s A B E Tampas Número 8

20 com DHRE de hidrocarbonetos decantador e compartimento,5 -> 0 Classe despejo < 00 mg/l Tampa (C) em polietileno, passagem para peões, fixada por fecho /4 volta ou por rosca em aço inox, Manguitos de entrada e saída em PVC. Equipo Três compartimentos distintos : : com um tabique que capta os lodos decantados : + obturador em polietileno calibrado a 0.85 (outro calibre se necessário). : Solidario do separador; pode ser equipado de um kit completo (ver a página 4) composto de : Para bomba : barras guías + válvula de bola + regulador de nivel Para bombas : 4 barras guías + válvulas de bola + reguladores de nível + quadro de mando DHR0E OPÇÕES de tipo A ou B fixo ou regulável, 490 a 0 mm, com ou sem perfis de Aço galvanizado + tampa de ferro fundido 50 kn, (opcional) Alarme óptico e acústico (ver a página 7), Dispositivo de despejo dos hidrocarbonetos (ver a página 7). DHR0E DHR0E DHR0E DHR08E DHRE 9 DHRE,5 8 0 L P H E S Fe Dn Dn Volume r Bombagem Peso s A B Tampas Número

21 DE Tampa em polietileno, passagem para peões, fixada por fecho /4 volta ou por rosca em aço inox, Manguitos de entrada e saída em PVC. OPÇÕES de tipo A, B ou E fixo ou regulável, 490 a 0 mm, com ou sem perfis de Aço galvanizado + tampa de ferro fundido 50 kn 0 -> 000 litros A E B DE (opcional) DE D00E D090E D050E D0500E D0800E D000E DE D000/00E D850/00E D000/00E D5700/00E Peso s A B E Tampas Número

Sistemas de recuperação de águas pluviais

Sistemas de recuperação de águas pluviais Ambietel Tecnologias Ambientais, Lda UPTEC P.MAR Av. Liberdade, s/n 4450-718 Leça da Palmeira Telef: +351 225 096 087 Sistemas de recuperação de águas pluviais A água da chuva é um recurso natural que

Leia mais

Sistemas de recuperação de águas pluviais

Sistemas de recuperação de águas pluviais Ambietel Tecnologias Ambientais, Lda UPTEC P.MAR Av. Liberdade, s/n 4450-718 Leça da Palmeira Telef: +351 225 096 087 Sistemas de recuperação de águas pluviais A água da chuva é um recurso natural que

Leia mais

TÉCNICAS DE SEPARAÇÃO DE HIDROCARBONETOS

TÉCNICAS DE SEPARAÇÃO DE HIDROCARBONETOS DE HIDROCARBONETOS INDICE Separador de hidrocarbonetos em PEAD Reforçado 3-15 l/s modelo KESSEL Acessórios para Separadores de hidrocarbonetos em PEAD Reforçado 3-15 l/s modelo KESSEL Separador de hidrocarbonetos

Leia mais

v1.8-060312 Separadores de Hidrocarbonetos, tipo ECODEPUR, Gama DEPUROIL Classe 1 de acordo com a Norma EN858

v1.8-060312 Separadores de Hidrocarbonetos, tipo ECODEPUR, Gama DEPUROIL Classe 1 de acordo com a Norma EN858 Separadores de Hidrocarbonetos, tipo ECODEPUR, Gama DEPUROIL Classe 1 de acordo com a Norma EN858 APRESENTAÇÃO Os Separadores de Hidrocarbonetos, tipo ECODEPUR, Gama DEPUROIL, são equipamentos destinados

Leia mais

SEPARADORES DE GORDURAS E FÉCULAS DE MONTAGEM ENTERRADA

SEPARADORES DE GORDURAS E FÉCULAS DE MONTAGEM ENTERRADA DE MONTAGEM ENTERRADA INDICE Separador de Gorduras em aço inoxidável para montagem enterrada Separador de Gorduras em PEAD para montagem enterrada, para aplicação directa no terreno receptor Zonas de tráfego

Leia mais

Centrais Elevatórias de Efluentes

Centrais Elevatórias de Efluentes Centrais Elevatórias de Efluentes Série Ambibox A P L I C A Ç Õ E S Elevação para a rede pública de colectores Indústria Povoações Loteamentos habitacionais Parques de Campismo Garagens Caves, etc... C

Leia mais

ROTM800GF ROTM1000GF ROTM1500G2F

ROTM800GF ROTM1000GF ROTM1500G2F Apresentação Os es de Gorduras e Féculas, tipo EcoAlcance são recipientes estanques, destinados à recepção de águas residuais gordurosas procedentes do uso doméstico ou industrial, originadas pelo manuseamento

Leia mais

INDICE. Pag.2. Pag.3. Pag.4. Pag.5-6. Pag.7. Acessórios complementares

INDICE. Pag.2. Pag.3. Pag.4. Pag.5-6. Pag.7. Acessórios complementares INDICE Separador de Gorduras em PEAD para montagem apoiada: modelo KESSEL Euro G para aspiração directa ou aspiração à distância Separador de Gorduras em PEAD para montagem apoiada: modelo KESSEL Euro

Leia mais

Gama 2014. Acrescentos pág. 82 Alarmes pág. 83 Fixação dos equipamentos pág. 84 Opções complementares pág. 85-86. Opções comuns.

Gama 2014. Acrescentos pág. 82 Alarmes pág. 83 Fixação dos equipamentos pág. 84 Opções complementares pág. 85-86. Opções comuns. Gama 2014 Acrescentos pág. 82 Alarmes pág. 83 Fixação dos equipamentos pág. 84 complementares pág. 85-86 edição 06/2014 81 Acrescentos para separadores óleo / água ou de gorduras / féculas Acrescentos

Leia mais

SEPARADORES DE GORDURAS TUBOFURO NATUR-GREASE

SEPARADORES DE GORDURAS TUBOFURO NATUR-GREASE SEPARADORES DE GORDURAS TUBOFURO EN 109 Km 160,3 2425-737 Ortigosa Leiria ; Telf, 244616073 / Fax: 244616074 E-mail: geo@tubofuro,pt www.tubofuro.pt Apresentação Os Separadores de Gorduras são construídos

Leia mais

conforto com estilo radiadores

conforto com estilo radiadores conforto com estilo CLASSIC Toalheiros planos Os toalheiros Classic caracterizam-se por apresentarem um design moderno e harmonioso, permitindo uma perfeita integração em qualquer ambiente. Construção

Leia mais

DESDE. Catálogo de Produtos

DESDE. Catálogo de Produtos DESDE Catálogo de Produtos 2004 FILTROS PARA APROVEITAMENTO DA ÁGUA DA CHUVA Ciclo 250 Realiza a separação automática de até 99% dos resíduos sólidos; Filtra até 90% da água captada; Fácil manutenção,

Leia mais

CAIXAS SEPARADORAS NUPI BRASIL - MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO -

CAIXAS SEPARADORAS NUPI BRASIL - MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO - CAIXAS SEPARADORAS NUPI BRASIL - MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO - INTRODUÇÃO Conforme a Resolução CONAMA 273 de 2000, postos de revenda e de consumo de combustíveis devem ser dotados de sistema de drenagem

Leia mais

APROVEITAMENTO DE ÁGUAS PLUVIAIS

APROVEITAMENTO DE ÁGUAS PLUVIAIS APROVEITAMENTO DE ÁGUAS PLUVIAIS Pré-filtro com efeito vortex Bomba submersível Filtro flutuante de aspiração Sistema de adição de água da rede pública Entrada anti-turbulência Indicador de nível de água

Leia mais

TABELA DE PREÇOS 2014

TABELA DE PREÇOS 2014 TABELA DE PREÇOS 2014 ECODEPUR - Tecnologias de Protecção Ambiental, Lda Urbanização da Chã Av. 21 de Junho, n.º 103 Apartado 8 2435-087 Caxarias PORTUGAL T. +351 249 571 500 F. +351 249 571 501 geral@ecodepur.pt

Leia mais

ELEVAÇÃO DE ÁGUAS RESIDUAIS DOMÉSTICAS

ELEVAÇÃO DE ÁGUAS RESIDUAIS DOMÉSTICAS ELEVAÇÃO DE ÁGUAS RESIDUAIS DOMÉSTICAS Águas Negras Gama Ecolift - Montagem enterrada Figura Memória Descritiva KESSEL Ecolift 1 Com secção superior com tampa rebaixada e ralo sifonado (X) 2 - Com secção

Leia mais

Pág.2. Pag.3. Pág.4. Pág. 5. Pág.6. Pag.7. Pág.8. Pág.9

Pág.2. Pag.3. Pág.4. Pág. 5. Pág.6. Pag.7. Pág.8. Pág.9 INDICE Separador de Gorduras em aço inoxidável para montagem enterrada, para aplicação no interior de cozinhas comerciais Separador de Gorduras em PEAD para montagem enterrada com ou sem aspiração à distância

Leia mais

Posto de transformação compacto de manobra interior MT/BT até 1000 kva - 24/36 KV KIOBLOC. índice. apresentação 2. características 3.

Posto de transformação compacto de manobra interior MT/BT até 1000 kva - 24/36 KV KIOBLOC. índice. apresentação 2. características 3. Posto de transformação compacto de manobra interior MT/BT até 1000 kva - 24/36 KV KIOBLOC índice apresentação 2 características 3 componentes 4 instalação 5 gama 6 escolha 8 planos 10 MERLIN GERIN 3 apresentação

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO ÁGUAS PLUVIAIS

MEMORIAL DESCRITIVO ÁGUAS PLUVIAIS MEMORIAL DESCRITIVO ÁGUAS PLUVIAIS Considerando o índice pluvialmétrico histórico da Cidade do Salvador, de 1800 mm por ano. Tendo em mente a correspondência de 1 mm de chuva ser equivalente a 1 (um) litro

Leia mais

SEPARADORES DE HIDROCARBONETOS TUBOFURO NATUR-OIL

SEPARADORES DE HIDROCARBONETOS TUBOFURO NATUR-OIL SEPARADORES DE HIDROCARBONETOS TUBOFURO SEPARADORES DE HIDROCARBONETOS TUBOFURO Os Separadores de Hidrocarbonetos são construídos com base na Norma EN858-1:2002 e cumprem os requisitos legais da Directiva

Leia mais

Reservatórios de ar comprimido

Reservatórios de ar comprimido Reservatórios de ar Capacidades de 90 a 10 000 l www.kaeser.com Reservatórios de ar Segurança garantida: estanques por muito mais tempo! Completa eficiência Os reservatórios de ar desempenham funções importantes

Leia mais

Instalação. Mini-separadores de gorduras: polietileno + inox ligação sob o lava-louça pág. 102, 103

Instalação. Mini-separadores de gorduras: polietileno + inox ligação sob o lava-louça pág. 102, 103 Princípios de instalação: equipamentos de tratamento de águas: polietileno / gama Ellipse pág. 90 a 92 polietileno / cilíndrico horizontal grande dimensão pág. 93, 94 polietileno / com filtro coalescente

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO Os equipamentos do Kit Chuva atendem as exigências da norma NBR 15527: Água de chuva - Aproveitamento de coberturas em áreas urbanas para fins não potáveis Requisitos. KIT CHUVA Filtro

Leia mais

Soluções FORTLEV para a Sua Obra

Soluções FORTLEV para a Sua Obra Soluções FORTLEV para a Sua Obra 1 2 3 6 9 8 7 5 Soluções para Cuidar da Água 1. Caixa de Polietileno FORTLEV 2. Tanque Fortplus FORTLEV 3. Filtro de Entrada FORTLEV Soluções para Cuidar do Meio Ambiente

Leia mais

TABELA PREÇOS 2014 rev02 TABELA DE PREÇOS

TABELA PREÇOS 2014 rev02 TABELA DE PREÇOS TABELA DE PREÇOS DEPÓSITOS HORIZONTAIS HORIZONTAL DE PEQUENA CAPACIDADE Imagem Ref. Vol Diâm Comp Alt Tampa Preço Sup. Preço Ref. Lt mm mm mm mm DHS500 500 750 1250 830 300 192 239 DHS1000 1000 900 1550

Leia mais

Nota Técnica. Requisitos Gerais para a armazenagem de óleos usados:

Nota Técnica. Requisitos Gerais para a armazenagem de óleos usados: Nota Técnica ARMAZENAGEM DE ÓLEOS USADOS Para efeitos do presente documento, considera-se a definição de óleos usados constante na alínea b) do artigo 2.º do Decreto-lei n.º 153/2003. Define-se reservatório

Leia mais

6As áreas de abastecimento representam uma possível fonte de poluição ao meio

6As áreas de abastecimento representam uma possível fonte de poluição ao meio ÁREA DE ABASTECIMENTO E ARMAZENAMENTO DE COMBUSTÍVEL 6As áreas de abastecimento representam uma possível fonte de poluição ao meio ambiente e seu manuseio e armazenagem também apresentam considerável grau

Leia mais

Conjunto gerador de hipoclorito de sódio

Conjunto gerador de hipoclorito de sódio Conjunto gerador de hipoclorito de sódio Modelo Clorotec 150 Manual de Operação e Instalação ISO 9001:2008 FM 601984 (BSI) Caro Cliente, Obrigado por escolher à Difiltro! Neste Manual você encontrará todas

Leia mais

VIESMANN VITOSOLIC. Dados técnicos VITOSOLIC 100 VITOSOLIC 200. Controlador para sistemas de energia solar

VIESMANN VITOSOLIC. Dados técnicos VITOSOLIC 100 VITOSOLIC 200. Controlador para sistemas de energia solar VIESMANN VITOSOLIC Controlador para sistemas de energia solar Nº de referência e preços: ver lista de preços VITOSOLIC 100 Controlador electrónico por diferença de temperatura Para sistemas com produção

Leia mais

NOTA TÉCNICA nº 14 Complementar do Regime Jurídico de SCIE

NOTA TÉCNICA nº 14 Complementar do Regime Jurídico de SCIE FONTES ABASTECEDORAS DE ÁGUA NOTA TÉCNICA nº 14 Complementar do Regime Jurídico de SCIE FONTES ABASTECEDORAS DE ÁGUA OBJECTIVO Enunciar os tipos de fontes de alimentação de água permitidos pelo RT-SCIE

Leia mais

Construção de Edifícios I Instalações Sanitárias 21-26

Construção de Edifícios I Instalações Sanitárias 21-26 Construção de Edifícios I Instalações Sanitárias 21-26 6. FOSSAS SEPTICAS As fossas sépticas são unidades de tratamento primário de esgotos domésticos que detêm os despejos por um período que permita a

Leia mais

» AUTOCLAVES MOTORES & ACESSÓRIOS

» AUTOCLAVES MOTORES & ACESSÓRIOS » AUTOCLAVES MOTORES & ACESSÓRIOS www.luisgoncalves.pt HIDROSFERA C/ MEMBRANA INOX IX.001.001 25 L 1 84,00 IX.001.002 60 L ESP 1 210,00 Caracteristicas: Construção em aço IX.001.003 100 L ESP 1 252,00

Leia mais

FreziPUMP Com Sol, tenha Água!

FreziPUMP Com Sol, tenha Água! FreziPUMP Com Sol, tenha Água! A Frezite apresenta uma vasta gama de equipamentos para captação e gestão da água, o que permite escolher a melhor solução para o seu projeto. Apostamos em soluções autónomas

Leia mais

bombas águas limpas acessórios de instalação de bombas bomba auto-ferrante sondas de nível ligação PPAR latão válvula de retenção

bombas águas limpas acessórios de instalação de bombas bomba auto-ferrante sondas de nível ligação PPAR latão válvula de retenção bombas águas limpas acessórios de instalação de bombas sondas de nível ligação PPAR latão válvula de retenção acessórios aperto tubagens tubagens válvula de esfera autoclave quadro protecção e controle

Leia mais

SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA - 3P TECHNIK

SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA - 3P TECHNIK SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA DE CHUVA - 3P TECHNIK INSTALAÇÃO: Figura 1 Para instalação e montagem das conexões, siga os seguintes passos: 1) Os tubos que descem das calhas são conectados nas entradas

Leia mais

Instruções complementares Flutuador para detecção de óleo/água para VEGACAP 63

Instruções complementares Flutuador para detecção de óleo/água para VEGACAP 63 Instruções complementares Flutuador para detecção de óleo/água para VEGACAP 63 Document ID: 31595 1 Índice Índice 1 Sobre o presente documento 1.1 Função.................................. 3 1.2 Grupo-alvo................................

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SILO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SILO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SILO UTILIZADOR TABAL-SEPOR, LDA. PÁGINA 2 DE 20 ÂMBITO... 3 SILO DE PRESSÃO... 3 Válvula de Segurança... 4 Funcionamento do silo de 2 bar de pressão... 4 Tubagens de entrada de

Leia mais

Manual de Referência Técnica Elevac 200

Manual de Referência Técnica Elevac 200 Apresentação O Elevador Pneumático Elevac, fabricado pela Elevac Tecnologia em Elevadores, indústria brasileira, com patente registrada, é um sistema de transporte vertical pneumático, sem cabos, pistões

Leia mais

Ensaios de Pressão em Colectores de Águas Residuais Domésticas Especificação Técnica

Ensaios de Pressão em Colectores de Águas Residuais Domésticas Especificação Técnica 1. ÂMBITO Esta especificação diz respeito à instalação de tubagem e realização de ensaios em redes de colectores nos sistemas de drenagem de águas residuais domésticas. Tem por objectivo garantir a boa

Leia mais

Lança de sucção para bombas de dosagem do motor PVC com interruptor de nível e retorno

Lança de sucção para bombas de dosagem do motor PVC com interruptor de nível e retorno Lança de sucção para bombas de dosagem do motor PVC com interruptor de nível e retorno Segurança Geral CUIDADO! Ter em atenção a ficha de segurança do meio de dosagem! O perigo para o pessoal operador

Leia mais

RECUPERADORES DE CALOR DE FLUXO CRUZADO Série CADB/T-N F7+F7

RECUPERADORES DE CALOR DE FLUXO CRUZADO Série CADB/T-N F7+F7 Recuperadores de calor, com permutador de fluxos cruzados, certificado por EUROVENT, montados em caixas de aço galvanizado plastificado de cor branca, duplo painel com isolamento interior termoacústico

Leia mais

302.7D Mini-escavadora hidráulica

302.7D Mini-escavadora hidráulica 302.7D Mini-escavadora hidráulica Motor Potência líquida 15,2 kw 20,7 hp Potência bruta 17,9 kw 24,3 hp Peso Peso de transporte 2670 kg 5890 lb Dimensões compactas Danos reduzidos Confiança do operador

Leia mais

Política da Qualidade da Canoliva:

Política da Qualidade da Canoliva: catálogo geral A CANOLIVA é uma empresa que comercializa todo o tipo de mercadoria para águas residuais, pluviais e potáveis que estejam de acordo com as normas e regulamentos aplicáveis. Política da Qualidade

Leia mais

Manual de Referência Técnica ELEVAC 200

Manual de Referência Técnica ELEVAC 200 Manual de Referência Técnica ELEVAC 200 t e c n o l o g i a em e l e v a d o r e s t e c n o l o g i a em e l e v a d o r e s APRESENTAÇÃO O Elevador Pneumático Elevac-200, com patente registrada, fabricado

Leia mais

AMBIENTAL MS PROJETOS EQUIPAMENTOS E SISTEMAS

AMBIENTAL MS PROJETOS EQUIPAMENTOS E SISTEMAS AMBIENTAL MS PROJETOS EQUIPAMENTOS E SISTEMAS MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SISTEMA DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA PLUVIAL MS TAC 4000 REV.02 2 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO AO SISTEMA DE TRATAMENTO PARA REUSO....

Leia mais

Separadores Água/Óleo

Separadores Água/Óleo Separador Água/Óleo Separadores Água/Óleo Tratamento de Água e Efluentes Folheto Técnico Separadores Água-Óleo (SAO) A poluição da água pela presença de hidrocarbonetos oleosos é especialmente danosa a

Leia mais

Válvula da ilustração: MONOVAR DN2000 (80 )

Válvula da ilustração: MONOVAR DN2000 (80 ) SAPAG MONOVAR é a válvula de dissipação de energia. Características Design extremamente simples (patenteado) Características de cavitação excelentes Regulação de caudal ou de pressão muito precisos Controlo

Leia mais

Válvula Redutora de Pressão Tipo 2422/2424. Instruções de Montagem e Operação EB 2547 PT

Válvula Redutora de Pressão Tipo 2422/2424. Instruções de Montagem e Operação EB 2547 PT Válvula Redutora de Pressão Tipo 2422/2424 Válvula Redutora de Pressão Tipo 2422/2424 Instruções de Montagem e Operação EB 2547 PT Edição de Outubro de 2006 Conteúdo Conteúdo Página 1 Concepção e princípio

Leia mais

1.1.2. Gama Platinum PLUS. Componentes opcionais GAMA PLATINUM. Caldeiras murais, de condensação, com painel digital BIOS PLUS (GRANDE POTÊNCIA)

1.1.2. Gama Platinum PLUS. Componentes opcionais GAMA PLATINUM. Caldeiras murais, de condensação, com painel digital BIOS PLUS (GRANDE POTÊNCIA) 1.1. Caldeiras murais a gás de condensação 1.1.2. Gama Platinum PLUS Componentes opcionais GAMA PLATINUM 140040385 Regulador climático programável THINK com cabos 145,00 140040437 Regulador climático programável

Leia mais

BOMBAS AUTOFERRANTES ASTRAL

BOMBAS AUTOFERRANTES ASTRAL BOMBAS AUTOFERRANTES ASTRAL BOMBAS SPRINT Baixo nível sonoro devido aos suportes de borracha em que se apoia. Motor protecção IP-55. Cesto pré-filtro de grande capacidade. Caudais em 11h a 8 m.c.a. p/

Leia mais

Energia Solar Térmica Ecosolar - Ecotop - Ecotube - Ecompack

Energia Solar Térmica Ecosolar - Ecotop - Ecotube - Ecompack Energia Solar Térmica Ecosolar - Ecotop - Ecotube - Ecompack Colectores Solares Equipamentos compactos Central de regulação Ecosolar Painel solar plano Provas de Certificação pelo CENER (cumpre EN-12975).

Leia mais

Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência

Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência Gama 04 Gama de 2013 O que é Therma V? 06 O que é Therma V? Vantagens Therma V 08 Elevada Eficiência Energética 10 Programação Semanal 12 Instalação

Leia mais

Construção de Edifícios I Instalações Sanitárias 10-26

Construção de Edifícios I Instalações Sanitárias 10-26 5. MATERIAIS Construção de Edifícios I Instalações Sanitárias 10-26 Numa instalação hidráulica, os materiais são classificados em tubos, conexões e válvulas, os quais abrangem uma grande variedade de tipos,

Leia mais

DG BluePRO. Rotor vórtex recuado. eletrobombas submersíveis CATÁLOGO DE PRODUTOS 3/2010. Características gerais

DG BluePRO. Rotor vórtex recuado. eletrobombas submersíveis CATÁLOGO DE PRODUTOS 3/2010. Características gerais eletrobombas submersíveis AÁLOO DE PRODUOS /00 Rotor vórtex recuado aracterísticas gerais Rotor vórtex recuado Potência Polos Saída Vazão máx. Altura máx. 0,7,5 kw AS / - vertical max 50 mm.6 l/s 5. m

Leia mais

EXECUÇÃO DE REBAIXAMENTO DO NÍVEL D ÁGUA ATRAVÉS DE POÇOS COM INJETORES

EXECUÇÃO DE REBAIXAMENTO DO NÍVEL D ÁGUA ATRAVÉS DE POÇOS COM INJETORES pág.1 EXECUÇÃO DE REBAIXAMENTO DO NÍVEL D ÁGUA ATRAVÉS DE POÇOS COM INJETORES O presente trabalho vem apresentar metodologia básica a serem empregadas na instalação e operação de sistema de rebaixamento

Leia mais

DODF Nº 237 14 de dezembro de 2000 CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL PORTARIA Nº 49/2000-CBMDF, DE 7 DE DEZEMBRO DE 2000

DODF Nº 237 14 de dezembro de 2000 CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL PORTARIA Nº 49/2000-CBMDF, DE 7 DE DEZEMBRO DE 2000 DODF Nº 237 14 de dezembro de 2000 CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL PORTARIA Nº 49/2000-CBMDF, DE 7 DE DEZEMBRO DE 2000 Aprova a Norma Técnica nº 004/2000-CBMDF, sobre o Sistema de Proteção

Leia mais

Tecnologia para o reaproveitamento de água de chuva. Catálogo de Produtos 2011

Tecnologia para o reaproveitamento de água de chuva. Catálogo de Produtos 2011 Tecnologia para o reaproveitamento de água de chuva Catálogo de Produtos 2011 Soluções profissionais Wisy Aquastock A WISY AG, sediada na Alemanha e fundada em 1989, foi a pioneira na busca de soluções

Leia mais

Sistemas Solares VELUX. Fevereiro 2009

Sistemas Solares VELUX. Fevereiro 2009 Sistemas Solares VELUX Fevereiro 2009 Racionalidade, benefícios e economia Porquê utilizar a energia solar? Racionalidade O sol produz uma quantidade de energia que nunca seremos capazes de consumir na

Leia mais

Central de Produção de Energia Eléctrica

Central de Produção de Energia Eléctrica Central de Produção de Energia Eléctrica Ref.ª CPEE Tipo 1 Tipo 2 Tipo 3 Tipo 4 Tipo 5 5 a 25 kva 25 a 150 kva 150 a 500 kva 500 a 1.000 kva 1.000 a 2.700 kva Pág. 1 ! Combustível Diesel! Frequência 50

Leia mais

Composição. Paredes. Cobertura. Parafusos. Fundo. Betonagem da base. Juntas

Composição. Paredes. Cobertura. Parafusos. Fundo. Betonagem da base. Juntas Depósitos em Aço Composição Paredes Chapa de aço galvanizada a quente, ondulada em perfil 18/76-R18 de desenho especial que lhe confere grande resistência e capacidade forte da chapa. Isto deve-se essencialmente

Leia mais

Mezzo Compensação. cozinhas. Hottes > hottes tradicionais grande conforto. descrição técnica. p. 926. hotte de cozinha tradicional Conforto.

Mezzo Compensação. cozinhas. Hottes > hottes tradicionais grande conforto. descrição técnica. p. 926. hotte de cozinha tradicional Conforto. Hottes > hottes tradicionais grande conforto cozinhas Mezzo Compensação hotte de cozinha tradicional Conforto vantagens Compensação integrada. Filtros de choque montados de série. Iluminação encastrada

Leia mais

MUITO MAIS TECNOLOGIA E VERSATILIDADE PARA CUIDAR DA ÁGUA

MUITO MAIS TECNOLOGIA E VERSATILIDADE PARA CUIDAR DA ÁGUA MUITO MAIS TECNOLOGIA E VERSATILIDADE PARA CUIDAR DA ÁGUA A FORTLEV é a maior empresa de soluções para armazenamento de água no Brasil. Campeã de vendas no seu segmento, garante a liderança no mercado

Leia mais

CONCEPÇÃO DE REDES INTERIORES DE ÁGUAS E ESGOTOS EM EDIFÍCIOS PRINCÍPIOS GERAIS ORIENTADORES NOTA TÉCNICA

CONCEPÇÃO DE REDES INTERIORES DE ÁGUAS E ESGOTOS EM EDIFÍCIOS PRINCÍPIOS GERAIS ORIENTADORES NOTA TÉCNICA CONCEPÇÃO DE REDES INTERIORES DE ÁGUAS E ESGOTOS EM EDIFÍCIOS PRINCÍPIOS GERAIS ORIENTADORES NOTA TÉCNICA 1. ÂMBITO DA NOTA TÉCNICA A presente nota técnica diz respeito aos princípios gerais orientadores

Leia mais

índice Rigsun 04 Sistema SANI 06 Sistema POLI 08 Sistema MEGA 10 Sistema GIGA 10 Legislação 11

índice Rigsun 04 Sistema SANI 06 Sistema POLI 08 Sistema MEGA 10 Sistema GIGA 10 Legislação 11 A sua energia solar índice Rigsun 04 Sistema SANI 06 Sistema POLI 08 Sistema MEGA 10 Sistema GIGA 10 Legislação 11 A sua energia solar.rigsun. A Rigsun é a nova marca nacional de sistemas solares térmicos.

Leia mais

Soluções para limpeza profissional Catálogo de Produtos

Soluções para limpeza profissional Catálogo de Produtos Soluções para limpeza profissional Catálogo de Produtos GARANTIA E QUALIDADE AO MELHOR PREÇO A melhor relação qualidade/preço do mercado em máquinas de limpeza profissional. Fundada em 1982 e adquirida

Leia mais

Enunciar as formas de proteção e sinalização adequadas aos diversos tipos de marcos e bocas de incêndio.

Enunciar as formas de proteção e sinalização adequadas aos diversos tipos de marcos e bocas de incêndio. OBJETIVO Definir quais os tipos e especificações técnicas dos modelos de hidrantes exteriores, de modo a cumprirem com a Regulamentação Nacional e Comunitária. Enunciar as formas de proteção e sinalização

Leia mais

Recuperadores de Energia RIS H/V...3.2. Recuperadores de Energia RECUP...3.6. Recuperadores de Energia RIS P...3.8

Recuperadores de Energia RIS H/V...3.2. Recuperadores de Energia RECUP...3.6. Recuperadores de Energia RIS P...3.8 Índice Recuperadores de Energia Recuperadores de Energia Recuperadores de Energia RIS H/V...3.2 Recuperadores de Energia RECUP...3.6 Recuperadores de Energia RIS P...3.8 Unidade de Fluxos Cruzados EBF...3.11

Leia mais

Soluções para ventilação e desenfumagem F400-120 (400º/2H) > caixas de ventilação

Soluções para ventilação e desenfumagem F400-120 (400º/2H) > caixas de ventilação Soluções para ventilação e desenfumagem F400-120 ventilação Défumair XTA caixa de desenfumagem à transmissão F400-120 vantagens Desempenhos optimizados. Modularidade: 4 versões possíveis. Construção monobloco.

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MONTA-AUTOS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MONTA-AUTOS ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MONTA-AUTOS MODELOS MCH 1/8 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS MONTA AUTOS APLICAÇÃO APLICAÇÃO Transporte vertical de veículos acompanhados do condutor, a cabina terá as dimensões adequadas

Leia mais

VÁLVULAS DE RETENÇÃO MANUAL DE INSTRUÇÕES E MANUTENÇÃO SÉRIE: R

VÁLVULAS DE RETENÇÃO MANUAL DE INSTRUÇÕES E MANUTENÇÃO SÉRIE: R 22/04/2013 MANUAL DE INSTRUÇÕES E MANUTENÇÃO SÉRIE: R cmo@cmo.es http://www.cmo.es pág. 1 MONTAGEM DESCRIÇÃO Directiva sobre máquinas: DIR 2006/42/CE (MÁQUINAS). Directiva sobre equipamentos sob pressão:

Leia mais

SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA

SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA C A T Á L O G O T É C N I C O SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA CAIXA D ÁGUA EM FIBRA DE VIDRO MUITO MAIS TECNOLOGIA E VERSATILIDADE PARA CUIDAR DA ÁGUA A FORTLEV é a maior empresa produtora de soluções

Leia mais

Construction. Peças em fibras de carbono para reforço estrutural ao corte. Descrição do produto

Construction. Peças em fibras de carbono para reforço estrutural ao corte. Descrição do produto Ficha de Produto Edição de Maio de 2011 Nº de identificação: 04.002 Versão nº 1 Sika CarboShear L Peças em fibras de carbono para reforço estrutural ao corte Construction Descrição do produto Utilizações

Leia mais

SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DO MEIO AMBIENTE

SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DO MEIO AMBIENTE C A T Á L O G O D E P R O D U T O S SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DO MEIO AMBIENTE CISTERNA MUITO MAIS INOVAÇÃO E FACILIDADE PARA ARMAZENAR ÁGUA DA CHUVA A FORTLEV é a maior empresa produtora de soluções

Leia mais

Problemas de Fluidos

Problemas de Fluidos Problemas de Fluidos DADOS: ρ água = g cm 3 γ água = 0,073 N m ρ mercúrio = 3,6 g cm 3 γ mercúrio = 0,54 N m ρ glicerina =,6 g cm 3 ρ ar =,5 kg m 3 g = 9,8 m s Densidade; Pressão; Tensão Superficial; Capilaridade

Leia mais

ANALISADORES DE GASES

ANALISADORES DE GASES BGM BOMBA DE SUCÇÃO SÉRIE COMPACTA ANALISADORES DE GASES Descrição: Gera uma depressão no processo, succionando a amostra e criando a vazão exata para atender o tempo necessário de condicionamento do gás

Leia mais

www.kaeser.com Compressores Portáteis MOBILAIR M 200 Com o mundialmente reconhecido PERFIL SIGMA Caudal: 14,5 a 21,2 m³/min.

www.kaeser.com Compressores Portáteis MOBILAIR M 200 Com o mundialmente reconhecido PERFIL SIGMA Caudal: 14,5 a 21,2 m³/min. www.kaeser.com Compressores Portáteis MOBILAIR M 200 Com o mundialmente reconhecido PERFIL SIGMA Caudal: 14,5 a 21,2 m³/min. Made in Germany Os MOBILAIR compressores portáteis da KAESER COMPRESSORES são

Leia mais

SP8 (redes de águas e esgotos) a o Praça D. Manuel I, 48 - Novelhos, S. Paio 4970-595 Arcos de Valdevez Tel. 258 521 811 Fax 258 521 818

SP8 (redes de águas e esgotos) a o Praça D. Manuel I, 48 - Novelhos, S. Paio 4970-595 Arcos de Valdevez Tel. 258 521 811 Fax 258 521 818 SP8 (redes de águas e esgotos) 1- REDE DE ESGOTOS DE ÁGUAS RESIDUAIS ( domésticas ) Este artigo destina-se a estabelecer as condições a que devem satisfazer os trabalhos de fornecimento e montagem das

Leia mais

INFRAERO VT.06/557.92/04747/00 2 / 7

INFRAERO VT.06/557.92/04747/00 2 / 7 REV MODIFICAÇÃO DATA PROJETISTA DESENHISTA APROVO Coordenador Contrato: CREA/UF: Autor do Projeto Resp. Técnico: CREA/UF: Co-Autor: CREA/UF: MARGARET SIEGLE 4522D/ES ELISSA M. M. FRINHANI 5548/D-ES NUMERO:

Leia mais

RECOMENDAÇÕES CONSTRUTIVAS

RECOMENDAÇÕES CONSTRUTIVAS RECOMENDAÇÕES CONSTRUTIVAS O presente documento visa fornecer algumas indicações construtivas para uma correta conceção de uma rede predial. Desde já se pressupõe que a obra deve decorrer de acordo com

Leia mais

BK 212. Instruções de Instalação 810769-00 Purgador BK 212

BK 212. Instruções de Instalação 810769-00 Purgador BK 212 BK 212 Instruções de Instalação 810769-00 Purgador BK 212 1 Índice Advertências Importantes Seite Instruções de segurança... 7 Perigo... 7 Notas Explicativas Conteúdo da embalagem... 8 Descrição... 8 Funcionamento...

Leia mais

Guiade Projectoe Obra ANEXO II PORMENORES CONSTRUTIVOS

Guiade Projectoe Obra ANEXO II PORMENORES CONSTRUTIVOS Guiade Projectoe Obra ANEXO II ES CONSTRUTIVOS GUIADEPROJECTOEOBRA GPO- ANEXO II ES CONSTRUTIVOS Ediçãon.º1 Versãon.º0 Data: Nov/10 ÍNDICE PA1 AbastecimentodeÁgua Caixadecontador PA2 AbastecimentodeÁgua

Leia mais

SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA

SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA C A T Á L O G O T É C N I C O SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA CAIXA D ÁGUA EM POLIETILENO MUITO MAIS TECNOLOGIA E VERSATILIDADE PARA CUIDAR DA ÁGUA A FORTLEV é a maior empresa produtora de soluções

Leia mais

ETAMAX. Unidade de tratamento de ar autónoma de elevada eficiência. versões. principais características. Feio & Comp

ETAMAX. Unidade de tratamento de ar autónoma de elevada eficiência. versões. principais características. Feio & Comp ETAMAX Unidade de tratamento de ar autónoma de elevada eficiência Caudais: 4.000-25.000 m 3 /h alta eficiência ETAMAX, são unidades de tratamento de ar novo de elevada eficiência do tipo compacto com circuito

Leia mais

Electroválvulas Tipo 3963

Electroválvulas Tipo 3963 Instruções de Montagem e Operação Electroválvulas Tipo 3963 Fig. 1 Geral A montagem, colocação em funcionamento e operação destes equipamentos só podem ser efectuadas por pessoal experimentado. São assumidos

Leia mais

Detectores de Fumo por Aspiração Convencionais - Série FCS-320-TM

Detectores de Fumo por Aspiração Convencionais - Série FCS-320-TM Sistemas de Detecção de Incêndio Detectores de Fumo por Aspiração Convencionais - Série FCS-320-TM Detectores de Fumo por Aspiração Convencionais - Série FCS-320-TM Para ligar a painéis de incêndio convencionais

Leia mais

Este manual de instruções é parte integrante do produto e deve ficar na posse do cliente final. Imagem 1: Vista frontal

Este manual de instruções é parte integrante do produto e deve ficar na posse do cliente final. Imagem 1: Vista frontal Painel de comando e sinalização N.º art. MBT 2424 Manual de instruções 1 Indicações de segurança A instalação e a montagem de aparelhos eléctricos apenas devem ser realizadas por electricistas especializados.

Leia mais

DEPOSITOS HORIZONTAIS / VERTICAIS

DEPOSITOS HORIZONTAIS / VERTICAIS DEPOSITOS HORIZONTAIS / VERTICAIS 1. INTRODUÇÃO A família de produtos Ecoágua foi criada com o objectivo de responder às carências existentes, ao nível de armazenamento de líquidos diversos. Os depósitos

Leia mais

As máquinas de roscar VIRAX O desempenho. em acção!

As máquinas de roscar VIRAX O desempenho. em acção! As máquinas de roscar VIRAX O desempenho em acção! 2 Mandril de choque para um aperto rápido. Máquina de roscar de Roscar com precisão, com um golpe da mão! Com as máquinas de roscar Virax, esta operação

Leia mais

OPTIPROBE Ficha de dados técnicos

OPTIPROBE Ficha de dados técnicos OPTIPROBE Ficha de dados técnicos O indicador de caudal de baixo custo Instalação fácil Medidas exatas e estáveis Qualidade KROHNE KROHNE ÍNDICE DE OPTIPROBE 1 Características do Produto 3 1.1 O indicador

Leia mais

Sua solução - todos os dias

Sua solução - todos os dias Sua solução - todos os dias A produção de um leite de qualidade depende de diversos fatores, entre eles a higiene da ordenha e do tanque, a manutenção dos equipamentos, a disponibilidade de um ambiente

Leia mais

Manual de Instalação, Operação e Manutenção. Chave Eletrônica de Nível LIDEC 91-92

Manual de Instalação, Operação e Manutenção. Chave Eletrônica de Nível LIDEC 91-92 Chave Eletrônica de Nível LIDEC 91-92 Manual de Instalação, Operação e Manutenção INFORMAÇÕES DE DIREITOS AUTORAIS Este documento não pode ser reproduzido, no todo ou em parte e por quaisquer meios, sem

Leia mais

Reabilitar Portugal, 12 de Fevereiro 2015

Reabilitar Portugal, 12 de Fevereiro 2015 Reabilitar Portugal, 12 de Fevereiro 2015 Quem somos Cultura de empresa enraizada e com 90 anos de história 2 300 Colaboradores em todo o mundo Facturação de 450 M de Euros Anuais Quem somos Estamos presentes

Leia mais

Central Hidroeléctrica da Serra de Água

Central Hidroeléctrica da Serra de Água Central Hidroeléctrica da Serra de Água Descrição Geral A Central da Serra de Água foi inaugurada em 1953, fazendo parte da primeira fase dos aproveitamentos hidroagrícolas realizados na década de cinquenta.

Leia mais

Agricube Standard Utilidades Ligeiras

Agricube Standard Utilidades Ligeiras Standard Agricube Standard A nova Série Agricube Standard, com motores Iveco F5C, nasce para combinar as características de Desempenho, Qualidade e Fiabilidade, à Versatilidade das suas variadas utilizações.

Leia mais

NOTA TÉCNICA nº 15 Complementar do Regulamento Geral de SCIE Ref.ª VII.V.03/2007-05-31

NOTA TÉCNICA nº 15 Complementar do Regulamento Geral de SCIE Ref.ª VII.V.03/2007-05-31 NOTA TÉCNICA nº 15 Complementar do Regulamento Geral de SCIE Ref.ª VII.V.03/2007-05-31 CENTRAIS DE BOMBAGEM PARA O SERVIÇO DE INCÊNDIOS RESUMO Definir, na ausência de normas portuguesas, quais os requisitos

Leia mais

Proteja a qualidade do seu leite Tanques resfriadores DeLaval

Proteja a qualidade do seu leite Tanques resfriadores DeLaval DeLaval Brasil Rodovia Campinas Mogi-Mirim - KM 133,10 - S/N Bairro Roseira - Jaguariúna/SP - CEP: 13820-000 Telefone: (19) 3514-8201 comunicacao@delaval.com www.delaval.com.br Sua revenda DeLaval Proteja

Leia mais

AULA 23 ÓRGÃOS ESPECIAIS EM SISTEMAS DE DRENAGEM DE ÁGUAS RESIDUAIS. SANEAMENTO Aula 23 - Sumário

AULA 23 ÓRGÃOS ESPECIAIS EM SISTEMAS DE DRENAGEM DE ÁGUAS RESIDUAIS. SANEAMENTO Aula 23 - Sumário SANEAMENTO Aula 23 - Sumário AULA 23 ÓRGÃOS ESPECIAIS EM SISTEMAS DE DRENAGEM DE ÁGUAS RESIDUAIS Sifões invertidos, descarregadores e instalações elevatórias. Saneamento [A23.1] SIFÕES INVERTIDOS (Artº

Leia mais

Tecnologia para o reaproveitamento de água de chuva

Tecnologia para o reaproveitamento de água de chuva Tecnologia para o reaproveitamento de água de chuva Aquastock Catálogo de Produtos Soluções integradas Aquastock A Aquastock fornece soluções completas e integradas para o aproveitamento de água de chuva

Leia mais