CONCURSO!PÚBLICO!PARA!PROVIMENTO!DE!CARGO!EFETIVO!DE!DOCENTES! ) ÁREA:!Engenharia!Mecânica!<!Hidráulica!e!Pneumática;!Robótica!e!Automação!Industrial!

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONCURSO!PÚBLICO!PARA!PROVIMENTO!DE!CARGO!EFETIVO!DE!DOCENTES! ) ÁREA:!Engenharia!Mecânica!<!Hidráulica!e!Pneumática;!Robótica!e!Automação!Industrial!"

Transcrição

1 MINISTÉRIO)DA)EDUCAÇÃO) ) INSTITUTO)FEDERAL)DE)EDUCAÇÃO,)CIÊNCIA)E) TECNOLOGIA)DO)SUDESTE)DE)MINAS)GERAIS) CONCURSOPÚBLICOPARAPROVIMENTODECARGOEFETIVODEDOCENTES ) ÁREA:EngenhariaMecânica<HidráulicaePneumática;RobóticaeAutomaçãoIndustrial <PROVAOBJETIVA< CâmpusJuizdeFora<Edital013/2014 TEMPO DE DURAÇÃO DA PROVA: 03 (TRÊS) HORAS INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA PROVA 1. ABRA ESTE CADERNO DE PROVAS SOMENTE QUANDO AUTORIZADO. 2. Confira se sua prova corresponde ao cargo para o qual você se inscreveu. 3. Verifique se este Caderno de Provas contém 20 (vinte) questões. Cada questão é constituída de cinco alternativas. Caso haja algum problema, solicite a substituição de seu Caderno de Provas. 4. Seus dados pessoais, o cargo e o Câmpus para o qual concorre encontram-se no seu Comprovante Definitivo de Inscrição e na Folha de Respostas. 5. Você só poderá deixar o local de prova após 60 minutos do início da aplicação e poderá levar o Caderno de Provas após 90 minutos do início; quando deverá entregar apenas a folha de respostas. 6. Comunique sempre aos fiscais qualquer irregularidade observada durante a realização das provas. Não sendo tomadas as devidas providências a respeito da sua reclamação, solicite a presença do(a) Coordenador(a) ou comunique-se com ele(a), na secretaria, tão logo termine a prova. 7. Os 3 últimos candidatos deverão permanecer na sala para entrega simultânea da Folha de Respostas, e deverão assinar na Ata de Sala. 8. Você será avisado quando restarem 30 minutos para o final da prova. INSTRUÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DA FOLHA DE RESPOSTAS 1. Ao receber sua Folha de Respostas, verifique os seus dados pessoais, o nome do cargo e o Câmpus para o qual concorre. Caso esteja incorreta alguma informação, comunique ao fiscal. 2. É obrigatória a assinatura do candidato na Folha de Respostas. 3. Ao receber a Folha de Respostas, assine-a imediatamente, não deixe para depois. É de responsabilidade do candidato essa assinatura. A COPESE não se responsabilizará por Folhas de Respostas não assinadas. 4. Não amasse, não dobre, não rasgue, não rasure a Folha de Respostas, nem use corretivo. 5. A marcação de mais de uma opção para uma mesma questão implica a anulação da mesma. 6. Terminada a resolução da prova, preencha a Folha de Respostas com as suas opções, conforme instruções a seguir. A marcação das respostas deve OBRIGATORIAMENTE ser feita com caneta esferográfica com tinta azul ou preta. A letra correspondente à questão escolhida deve ser totalmente preenchida, evitando-se ultrapassar a linha que margeia a letra. A COPESE não se responsabiliza por problemas na leitura que advierem da marcação inadequada da Folha de Respostas ou da utilização de material não especificado para tal. 7. Em hipótese alguma haverá substituição da Folha de Respostas. 8. Não deixe para preencher sua Folha de Respostas na última hora, pois não haverá tempo adicional para a realização dessa atividade. AO ASSINALAR SUAS RESPOSTAS, PREENCHA TOTALMENTE A LETRA CORRESPONDENTE A SUA RESPOSTA, NÃO FAÇA UM X OU QUALQUER OUTRA MARCA. FORMA CORRETA DE PREENCHIMENTO: NÃO PREENCHA ASSIM: x *

2 ATENÇÃO) ) ) LeiaatentamenteoEditalcorrespondenteaoseuconcurso. Aseguir,chamamosaatençãoparaalgunsitenspresentesnorespectivoedital. = Será classificado, nesta etapa, o candidato que obtiver aproveitamento igual ou superior a 60%(sessenta por cento), respeitando o limite de, no máximo, 20(vinte) vezesonúmerodevagasoferecidasnaáreaobjetodoconcurso. = Todos os candidatos empatados na última classificação da prova objetiva serão considerados classificados nesta etapa nos termos do 3 o do Art.16 do Decreto n o 6.944/2009. = O resultado da prova objetiva será divulgado no endereço eletrônico:

3 Questão 01 CLP é: a) A consolidação das leis que regem a pneumática aplicada nas indústrias. b) Um circuito linear pneumático feito de válvulas direcionais e atuadores especiais. c) Um tipo de comunicação de linha de produção, que visa aos movimentos robóticos industriais. d) Um dispositivo eletroeletrônico de controle lógico programável. e) Um centro linha de produção, que é ao máximo evitado nas indústrias automatizadas em geral. Questão 02 Quais são as partes básicas de um CLP? a) Leis, dogmas, infrações e regimentos da ABNT. b) Válvulas direcionais de n/m vias com n e m podendo ser iguais e atuadores AD/AS. c) Elos, juntas, manipuladores e efetuadores. d) CPU, memória, módulos I/O, IHM e dispositivos de comunicação. e) Excesso de cabos, distâncias inadequadas das máquinas, falta de manutenção e falta de qualificação de funcionários. Questão 03 Sobre o CLP, é INCORRETO afirmar que: a) a saída digital a relé pode acionar cargas alimentadas por tensão contínua e alternada. b) a saída a TRIAC tem maior vida útil que a saída a relé. c) os optoacopladores servem para garantir a isolação elétrica do CLP. d) uma saída a transistor tipicamente aciona de forma direta cargas alimentadas por tensão alternada. e) as saídas analógicas convertem valores numéricos em tensão ou corrente. Questão 04 Um robô industrial é formado pela integração de vários componentes, que são: a) linhas de montagem automotiva, integração de motores linha, transferência, e máquinas operatrizes do tipo cnc. b) cabeça lógica de programação, corpo de cabos pp e membros axoniais comandados. c) detetores, osciladores, disparadores, amplificadores e carga. d) relés, maquiadores, contatores tipo red e temporizadores. e) manipulador mecânico, sensores, efetuadores, atuadores, unidade de controle e unidade de potência. Questão 05 Marque a alternativa INCORRETA. A perda de carga em um circuito hidráulico depende: a) da velocidade e da viscosidade. b) da rugosidade e do diâmetro da tubulação. c) do número de avarias e da pintura interna da tubulação a base de epóxi. d) do nº de reynolds e do comprimento da tubulação. e) da velocidade e do comprimento da tubulação. Pag.1de6

4 Questão 06 Analise a figura abaixo e marque a resposta CORRETA. a) O 0.0 é acionado assim que I 0.0 for acionado. b) O 0.0 é acionado no quarto SCAN. c) O 0.0 nunca será acionado. d) O 0.0 é acionado no terceiro SCAN. e) O 0.0 é acionado no segundo SCAN. Questão 07 Marque V se a afirmativa for verdadeira, F se for falsa e, em seguida, marque a alternativa correspondente. ( ) Podemos misturar aditivos no óleo hidráulico, antes de efetuar a troca, para prolongar sua vida útil. ( ) Para limpeza do reservatório hidráulico, utiliza-se um jato de óleo diesel e secagem com estopa limpa. ( ) Um filtro hidráulico deve possuir vazão equivalente à vazão da bomba. ( ) A válvula de by-pass, instalada em alguns filtros hidráulicos, visa proteger o sistema, quando o filtro entrar em colapso. ( ) Os filtros hidráulicos têm a finalidade de assegurar a limpeza do óleo. Marque a alternativa CORRETA. a) V; V; V; V; V b) V; V; F; F; V c) V; F; F; V; V d) F; F; V; V; F e) F; F; F; F; F Questão 08 Dentre as propriedades físicas do ar, quais são importantes no estudo da pneumática? a) Incompressibilidade e espacidade. b) Porosidade e Fluidibilidade. c) Elasticidade e Compressibilidade. d) Solubilidade e Expansividade. e) Fidelidade e Casualidade. Pag.2de6

5 Questão 09 Com relação à rede de distribuição pneumática, analise as afirmativas e marque a alternativa correspondente: I - O reservatório de ar comprimido serve, também, para equalizar a linha de pressão. II - Os purgadores devem ser instalados em todos os locais baixos da tubulação. III - As tomadas de ar devem ser feitas pela parte superior da tubulação principal. IV - Tubulações secundárias: geralmente são mangueiras à base de polietileno e poliamida combinadas com conexões engate rápido, instaladas após unidade de conservação, junto a equipamentos ou dispositivos. Marque a alternativa CORRETA. a) Somente I e II são corretas. b) Somente II e III são corretas. c) Somente I e IV são corretas. d) Somente III e IV são corretas. e) Todas estão corretas. Questão 10 Sobre as válvulas pneumáticas, marque a afirmativa FALSA. a) Válvulas direcionais: comandam o sentido de movimento do atuador. b) Válvulas de bloqueio: impedem o fluxo de ar preferencialmente num sentido e o liberam no sentido oposto. c) Válvulas de fluxo: influenciam na vazão do ar comprimido. d) Válvulas de pressão: influenciam na pressão do ar comprimido ou são comandadas pela pressão. e) Nenhuma das respostas anteriores. Questão 11 Leia a informação abaixo e marque a alternativa CORRETA. a) Bombas b) Filtros c) Motores elétricos d) Atuadores e) Reservatórios São elementos responsáveis pela função de aplicação de força e/ou movimento num circuito hidráulico. Pag.3de6

6 Questão 12 Analise as proposições abaixo. I - Os sensores indutivos reagem a qualquer tipo de material, menos metais. II - Os sensores capacitivos reagem na presença metais. III - Os sensores óticos monitoram a intensidade de luz que os atinge. IV - O encoder é um transdutor que converte um movimento angular ou linear em uma série de pulsos digitais elétricos. Marque a alternativa CORRETA. a) Somente a afirmativa I está errada; b) As afirmativas I e II estão erradas; c) Todas as afirmativas estão corretas; d) As afirmativas II e III estão erradas; e) A afirmativa III está errada. Questão 13 Sobre automação e automatização é CORRETO afirmar que: a) automatização é para designar o conjunto de técnicas e meios disponíveis para a concepção, projeto e construção de um equipamento automático. b) um sistema automatizado constitui-se dos componentes responsáveis pelo processo e pelo seu automatismo. c) os componentes responsáveis pelo processo correspondem à parte de comando. d) automação é tudo aquilo que se vê em movimento dentro de uma indústria. e) automação é um ramo de trabalho específico, que só se aplica na indústria. Questão 14 Quando se emprega a automação em uma determinada indústria, NÃO podemos afirmar que: a) automação diminui os esforços físicos intensos. b) automação elimina uma parte dos elementos eletroeletrônicos. c) automação facilita a manutenção de uma determinada máquina em uma linha de produção. d) automação elimina totalmente a intervenção humana em um determinado processo. e) automação é empregada desde os mais simples sistemas aos mais complexos. Pag.4de6

7 Questão 15 Quanto aos sistemas macroscópicos industriais, numere a 1ª coluna de acordo com a 2ª coluna e, em seguida, marque a alternativa CORRETA: ( )Movimento de um cilindro pneumático ( )Movimento de rotação de um motor hidráulico ( 1 )Sistema Contínuo ( )Movimento de uma serra manual ( 2 )Sistema Discreto ( )Movimento de uma válvula 5/2 vias ( )Movimento de um fluido hidráulico a) 2; 1; 2; 2; 1 b) 1; 1; 2; 2; 1 c) 2; 2; 1; 1; 2 d) 1; 1; 1; 2; 2 e) 2; 2; 2; 1; 1 Questão 16 Sobre um manipulador paralelo em cadeia cinemática fechada, pode-se afirmar que: a) todos os elos (ou corpos rígidos) que constituem a estrutura física do robô estão dispostos paralelamente uns aos outros. b) existem múltiplas cadeias cinemáticas conectando à base do manipulador ao efetuador. c) este tipo de estrutura é também denominada SCARA. d) todas as juntas que constituem este manipulador ficam dispostas sobre o mesmo plano em qualquer instante de tempo. e) quando comparados com os manipuladores com cadeia cinemática aberta, os manipuladores paralelos destacam-se por possuir baixas velocidades de operação e workspace maior. Questão 17 Sobre a pose do efetuador de um manipulador robótico, pode-se afirmar que: a) ela pode ser determinada pela orientação do frame anexado ao efetuador em relação ao frame da base do manipulador. b) ela pode ser determinada pelas coordenadas origem do frame anexado ao efetuador em relação ao frame da base do manipulador. c) ela pode ser completamente descrita pela matriz de transformação homogênea relacionando o frame do efetuador em relação ao frame da base. d) ela pode ser determinada pela representação quartenion-unitário associada ao frame do efetuador. e) ela pode ser determinada pelos ângulos roll-pitch-yaw associados ao frame do efetuador. Pag.5de6

8 Questão 18 Sobre o problema denominado cinemática direta de um robô manipulador, pode-se afirmar que: a) dada a pose do efetuador, se obtém diretamente os valores de todas as juntas da cadeia cinemática. b) tem a função de avaliar as forças e torques atuantes nos componentes do sistema. c) tem o objetivo de avaliar as velocidades instantâneas de todas as juntas que constituem o manipulador. d) fornece diretamente as velocidades instantâneas do efetuador. e) dados os valores de todas as variáveis-junta que constituem a cadeia cinemática, se obtém a pose do efetuador. Questão 19 Sobre a convenção de Denavit-Hartenberg, é CORRETO afirmar que: a) Permite construir as equações de Cinemática Direta de um robô manipulador. b) Relaciona as forças e torques com as respectivas acelerações lineares e angulares das juntas. c) É um sistema de equações que avalia o deslocamento do efetuador em função do tempo. d) É um processo iterativo utilizado para resolver o problema da cinemática inversa do robô manipulador e) Relaciona a velocidade do efetuador com o tempo decorrido. Questão 20 Sobre o problema de cinemática inversa de um manipulador robótico, é INCORRETO afirmar que: a) as equações envolvidas são, em geral, não lineares. b) podem existir múltiplas soluções. c) podem existir soluções não admissíveis devido à estrutura cinemática do manipulador. d) o objetivo do problema é calcular a posição do efetuador, dado o valor das variáveis-junta que constituem a cadeia cinemática. e) podem existir infinitas soluções. Pag.6de6

- PROVA OBJETIVA - Câmpus Santos Dumont - Edital 005/2014

- PROVA OBJETIVA - Câmpus Santos Dumont - Edital 005/2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO DE DOCENTES ÁREA: Matemática - PROVA OBJETIVA - Câmpus

Leia mais

MINISTÉRIO)DA)EDUCAÇÃO) ) INSTITUTO)FEDERAL)DE)EDUCAÇÃO,)CIÊNCIA)E) TECNOLOGIA)DO)SUDESTE)DE)MINAS)GERAIS)

MINISTÉRIO)DA)EDUCAÇÃO) ) INSTITUTO)FEDERAL)DE)EDUCAÇÃO,)CIÊNCIA)E) TECNOLOGIA)DO)SUDESTE)DE)MINAS)GERAIS) MINISTÉRIODAEDUCAÇÃO INSTITUTOFEDERALDEEDUCAÇÃO,CIÊNCIAE TECNOLOGIADOSUDESTEDEMINASGERAIS CONCURSOPÚBLICOPARAPROVIMENTODECARGOEFETIVODEDOCENTES ÁREA:EngenhariaMecânica

Leia mais

- PROVA OBJETIVA - Câmpus Santos Dumont - Edital 001/2014

- PROVA OBJETIVA - Câmpus Santos Dumont - Edital 001/2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO DE DOCENTES ÁREA: Engenharia Mecânica - PROVA OBJETIVA

Leia mais

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

CONHECIMENTO ESPECÍFICO CONHECIMENTO ESPECÍFICO 6. O PID (Proporcional Integral Derivativo) é comumente usado na automação industrial para se encontrar um erro entre a entrada e a saída de um processo qualquer. Nesse processo,

Leia mais

9.356-019.0 09/02 Ind. c

9.356-019.0 09/02 Ind. c 9.356-019.0 09/02 Ind. c 1. Esquema da máquina 13 2. Elementos de comando 1 - Mangueira de alta pressão 2 - Pistola 3 - Tubeira 4 - Bicos 5 - Trava de Segurança 6 - Gatilho 7 - Saída de alta pressão 8

Leia mais

Sensores e Atuadores (2)

Sensores e Atuadores (2) (2) 4º Engenharia de Controle e Automação FACIT / 2009 Prof. Maurílio J. Inácio Atuadores São componentes que convertem energia elétrica, hidráulica ou pneumática em energia mecânica. Através dos sistemas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: COORDENADOR DE INCLUSÃO DIGITAL CADERNO DE PROVAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: COORDENADOR DE INCLUSÃO DIGITAL CADERNO DE PROVAS CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

Aula V Medição de Variáveis Mecânicas

Aula V Medição de Variáveis Mecânicas Aula V Medição de Variáveis Mecânicas Universidade Federal da Bahia Escola Politécnica Disciplina: Instrumentação e Automação Industrial I(ENGF99) Professor: Eduardo Simas(eduardo.simas@ufba.br) Sensores

Leia mais

EDITAL 2/2012. PROGEST Programa de Estudos em Engenharia, Sociedade e Tecnologia. Grupo de Pesquisa do CEFET-MG certificado pelo CNPq

EDITAL 2/2012. PROGEST Programa de Estudos em Engenharia, Sociedade e Tecnologia. Grupo de Pesquisa do CEFET-MG certificado pelo CNPq EDITAL 2/2012 Grupo de Pesquisa do CEFET-MG certificado pelo CNPq PROCESSO SELETIVO E MATRÍCULA DOS CANDIDATOS APROVADOS PARA OS CURSOS DE CAPACITAÇÃO - ANO 2012-2º SEMESTRE O Coordenador Geral do PROGEST

Leia mais

- PROVA OBJETIVA - Câmpus Santos Dumont - Edital 004/2014

- PROVA OBJETIVA - Câmpus Santos Dumont - Edital 004/2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO DE DOCENTES ÁREA: Engenharia de Transportes - PROVA

Leia mais

IMP CONCURSOS. Edital do Concurso Bolsas IMP / TURMA PLATINUM 1 /2015 - Brasília, 03 de novembro de 2015.

IMP CONCURSOS. Edital do Concurso Bolsas IMP / TURMA PLATINUM 1 /2015 - Brasília, 03 de novembro de 2015. IMP CONCURSOS Edital do Concurso Bolsas IMP / TURMA PLATINUM 1 /2015 - Brasília, 03 de novembro de 2015. O IMP Concursos e a Turma Platinum resolvem divulgar e estabelecer normas para a realização do 1

Leia mais

- PROVA OBJETIVA - Câmpus Santos Dumont - Edital 003/2014

- PROVA OBJETIVA - Câmpus Santos Dumont - Edital 003/2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO DE DOCENTES ÁREA: Engenharia Elétrica - PROVA OBJETIVA

Leia mais

2.1-A inscrição no processo avaliativo será realizada pelo telefone: (62) 3201-7007 ou pelo e-mail: casgoias@gmail.com

2.1-A inscrição no processo avaliativo será realizada pelo telefone: (62) 3201-7007 ou pelo e-mail: casgoias@gmail.com SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE ENSINO ESPECIAL CENTRO DE CAPACITAÇÃO DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO E DE ATENDIMENTO ÀS PESSOAS COM SURDEZ GOIÂNIA GOIÁS EDITAL Nº 001/2009 O Centro de Capacitação

Leia mais

EDITAL Nº. 81/2013 PROCESSO SELETIVO 2014/1

EDITAL Nº. 81/2013 PROCESSO SELETIVO 2014/1 EDITAL Nº. 81/2013 PROCESSO SELETIVO 2014/1 O Diretor Superintendente da Faculdade Autônoma de Direito FADISP, no uso de suas atribuições regimentais e em acordo com a Lei nº. 9394/1996 das Diretrizes

Leia mais

EDITAL Nº. 011/2013 PROCESSO SELETIVO 2013/2 DOS CURSOS DE ENGENHARIA

EDITAL Nº. 011/2013 PROCESSO SELETIVO 2013/2 DOS CURSOS DE ENGENHARIA EDITAL Nº. 011/2013 PROCESSO SELETIVO 2013/2 DOS CURSOS DE ENGENHARIA A Diretoria da Faculdade Alves Faria ALFA, mantida pelo Centro Educacional Alves Faria Ltda., com base em dispositivo constante de

Leia mais

Prof. Daniel Hasse. Robótica Industrial

Prof. Daniel Hasse. Robótica Industrial Prof. Daniel Hasse Robótica Industrial Aula 02 - Robôs e seus Periféricos Tipos de Sistemas de Controle Volume de Trabalho Dinâmica e Precisão dos Movimentos Sistemas de Acionamentos Garras Tipos de Sistemas

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE COMISSÃO DE VESTIBULAR 2012/1

FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE COMISSÃO DE VESTIBULAR 2012/1 1 FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE COMISSÃO DE VESTIBULAR 12/1 EDITAL Nº 6-12/1 A Faculdade Católica Dom Orione, credenciada pelo Ministério da Educação sob as Portarias, n.º 4.044 de Novembro de 05 para

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 CARGO E UNIDADES: Técnico Operacional II Administração Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 3 (três) horas.

Leia mais

MEDICINA VETERINÁRIA

MEDICINA VETERINÁRIA assinatura do(a) candidato(a) Admissão para Portador de Diploma de Curso Superior. a DCS/0 Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. Confira atentamente se os dados pessoais transcritos

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Eletrônica Laboratório de Informática Industrial

Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Eletrônica Laboratório de Informática Industrial Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Eletrônica Laboratório de Informática Industrial 1 2 a AULA Controlador Lógico Programável: Características de software.

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016.1.1

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016.1.1 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016.1.1 A Diretoria da FACULDADE CARAJÁS, no uso de suas atribuições regimentais, na conformidade do que dispõe a legislação educacional vigente, torna público que as inscrições

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANDRÉ SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E MODERNIZAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANDRÉ SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E MODERNIZAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANDRÉ SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E MODERNIZAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANDRÉ SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E MODERNIZAÇÃO EDITAL Nº 02/2014 CONVOCAÇÃO PARA REALIZAÇÃO

Leia mais

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 Caderno de Provas BIOCOMBUSTÍVEIS Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES GERAIS PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o seu nome completo e o

Leia mais

Serviço Público Federal CONCURSO PÚBLICO 2014 INSTRUÇÕES GERAIS. Nº do doc. de identificação (RG, CNH etc.): Assinatura do(a) candidato(a):

Serviço Público Federal CONCURSO PÚBLICO 2014 INSTRUÇÕES GERAIS. Nº do doc. de identificação (RG, CNH etc.): Assinatura do(a) candidato(a): Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CONCURSO PÚBLICO 2014 PROVA TIPO 1 Cargo de Nível Médio: Código: 19 ASSISTENTE DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PROVA PRÁTICA 2014 Universidade Federal

Leia mais

Fundamentos de Automação. Atuadores e Elementos Finais de Controle

Fundamentos de Automação. Atuadores e Elementos Finais de Controle Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Fundamentos de Automação Atuadores

Leia mais

1.3. O resultado do Processo de Seleção ao ano letivo de 2016 é intransferível para a outra unidade do Sistema de Ensino Equipe.

1.3. O resultado do Processo de Seleção ao ano letivo de 2016 é intransferível para a outra unidade do Sistema de Ensino Equipe. EDITAL Nº 10/2015 Regulamento do Processo de Seleção de alunos para o Ano Letivo de 2016 Colégio Equipe, localizado na Av. Gentil Bittencourt, nº 706 O Sistema de Ensino Equipe torna públicas as normas

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 CARGO E UNIDADES: Técnico Operacional - Motorista (Natal) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 3 (três) horas.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: PROFESSOR NÍVEL III EDUCAÇÃO FÍSICA CADERNO DE PROVAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: PROFESSOR NÍVEL III EDUCAÇÃO FÍSICA CADERNO DE PROVAS CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

ASSOCIAÇÃO CARUARUENSE DE ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO ASCES EDITAL Nº 02/2016

ASSOCIAÇÃO CARUARUENSE DE ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO ASCES EDITAL Nº 02/2016 ASSOCIAÇÃO CARUARUENSE DE ENSINO SUPERIOR E TÉCNICO ASCES EDITAL Nº 02/2016 A Faculdade ASCES, mantida pela Associação Caruaruense de Ensino Superior e Técnico ASCES, torna público o Processo Seletivo

Leia mais

Estudo do sistema de IHM para automação de sistema de renovação de água dos chillers em processo de abate de aves.

Estudo do sistema de IHM para automação de sistema de renovação de água dos chillers em processo de abate de aves. Estudo do sistema de IHM para automação de sistema de renovação de água dos chillers em processo de abate de aves. TIAGO NELSON ESTECECHEN tiago_cascavel@hotmail.com UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ

Leia mais

FACULDADES PEQUENO PRÍNCIPE - FPP Comissão do Processo Seletivo Edital nº 005/2014

FACULDADES PEQUENO PRÍNCIPE - FPP Comissão do Processo Seletivo Edital nº 005/2014 FACULDADES PEQUENO PRÍNCIPE - FPP Comissão do Processo Seletivo Edital nº 005/2014 A Comissão do Processo Seletivo da Faculdades Pequeno Príncipe - FPP, designada pela Portaria nº 06/2010 faz saber aos

Leia mais

EDITAL FATEC SENAI Nº 02/2014

EDITAL FATEC SENAI Nº 02/2014 1 EDITAL FATEC SENAI Nº 02/2014 Processo Seletivo 2015 FATEC SENAI Campo Grande 1. Das disposições preliminares: 1.1 A Faculdade de Tecnologia SENAI Campo Grande, tendo em vista o disposto nas Leis nº

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DA GUARDA MUNICIPAL DE GARANHUNS-2016

CURSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DA GUARDA MUNICIPAL DE GARANHUNS-2016 CURSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DA GUARDA MUNICIPAL DE GARANHUNS-2016 Provimento de cargos da Guarda Municipal de Garanhuns. Nome do candidato: Número de inscrição: Assinatura do candidato: PROVA MÓDULO

Leia mais

EDITAL Nº 001/2016 DRF/JPA CONCURSO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS

EDITAL Nº 001/2016 DRF/JPA CONCURSO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS EDITAL Nº 001/2016 DRF/JPA CONCURSO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS O DELEGADO DA DELEGACIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL EM JOÃO PESSOA/PB, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo inciso

Leia mais

I) A prova de Redação será escrita e respondida em Língua Portuguesa, no valor total de 100 (cem) pontos.

I) A prova de Redação será escrita e respondida em Língua Portuguesa, no valor total de 100 (cem) pontos. EDITAL DO PROCESSO SELETIVO E MATRÍCULA DOS CANDIDATOS APROVADOS NO CURSO PRESENCIAL OFERECIDO PARA O PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 DA FACULDADE MODAL (INÍCIO DAS AULAS EM FEVEREIRO DE 2016). De ordem do Sr.

Leia mais

ANÁLISE E APLICABILIDADE DE UMA MÁQUINA DE FIXAÇÃO DA COLUNA DE DIREÇÃO NA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA

ANÁLISE E APLICABILIDADE DE UMA MÁQUINA DE FIXAÇÃO DA COLUNA DE DIREÇÃO NA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA ANÁLISE E APLICABILIDADE DE UMA MÁQUINA DE FIXAÇÃO DA COLUNA DE DIREÇÃO NA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA Pedro Henrique Ribeiro pedro_rib_@hotmail.com FER Halison Crispim Franco halisoncrispim@yahoo.com.br FER

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: MONITOR DE INCLUSÃO DIGITAL CADERNO DE PROVAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: MONITOR DE INCLUSÃO DIGITAL CADERNO DE PROVAS CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

Edson Duarte Sistemas Eletropneumáticos Lista Geral

Edson Duarte Sistemas Eletropneumáticos Lista Geral 1) Calcule o volume de ar comprimido necessário para o acionamento de 10 cilindros pneumáticos (modelo A), 4 cilindros pneumáticos com retorno por mola (modelo B) e 2 cilindros sem haste (modelo C), todos

Leia mais

1º EDITAL DE PRORROGAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO 001/2013. Manaus,05 de Abril de 2013.

1º EDITAL DE PRORROGAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO 001/2013. Manaus,05 de Abril de 2013. 1º EDITAL DE PRORROGAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO 001/2013. Por determinação do SENAR-AR/AM, fica prorrogado o prazo de inscrições para o Processo Seletivo SENAR-AR/AM 001/2013, até as 18 horas do dia 12 de

Leia mais

5Manutenções no Sistema de

5Manutenções no Sistema de Manutenção Preventiva dos Filtros do Ar A manutenção adequada deve incluir, também, uma inspeção completa dos sistemas. Todas as conexões, as tubulações ou dutos entre o filtro e o motor devem ser mantidos

Leia mais

Edital. Processo Seletivo 2016

Edital. Processo Seletivo 2016 Edital Processo Seletivo 2016 O Diretor Executivo da Fundação Educacional Nordeste Mineiro FENORD, no uso de suas atribuições, faz saber aos interessados que, no período indicado neste Edital, estarão

Leia mais

ANEXO IV. UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REGULAÇÃO E GESTÃO DE NEGÓCIOS EDITAL No.002/2010

ANEXO IV. UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REGULAÇÃO E GESTÃO DE NEGÓCIOS EDITAL No.002/2010 ANEXO IV UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REGULAÇÃO E GESTÃO DE NEGÓCIOS EDITAL No.002/2010 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO MESTRADO PROFISSIONAL DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PROPEP COORDENADORIA INSTITUCIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CIED

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PROPEP COORDENADORIA INSTITUCIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CIED UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PROPEP COORDENADORIA INSTITUCIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CIED PROCESSO SELETIVO DE TUTORES 2012 PROVA TIPO 2 Tutor do Curso

Leia mais

FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA FACENS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO / 1º SEMESTRE DE 2015

FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA FACENS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO / 1º SEMESTRE DE 2015 1 DA ABERTURA FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA FACENS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO / 1º SEMESTRE DE 2015 O Diretor da Faculdade de Engenharia de Sorocaba FACENS, mantida pela Associação Cultural de Renovação

Leia mais

EDITAL 03/2016 SELEÇÃO DE TUTOR BOLSISTA

EDITAL 03/2016 SELEÇÃO DE TUTOR BOLSISTA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE-FURG SECRETARIA GERAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA SEaD EDITAL 03/2016 SELEÇÃO DE TUTOR BOLSISTA A Secretária de Educação a

Leia mais

CONCURSO!PÚBLICO!PARA!PROVIMENTO!DE!CARGO!EFETIVO!DE!DOCENTES! ) ÁREA:!Informática! <!PROVA!OBJETIVA!<! Câmpus!Juiz!de!Fora!<!Edital!012/2013!

CONCURSO!PÚBLICO!PARA!PROVIMENTO!DE!CARGO!EFETIVO!DE!DOCENTES! ) ÁREA:!Informática! <!PROVA!OBJETIVA!<! Câmpus!Juiz!de!Fora!<!Edital!012/2013! MINISTÉRIO)DA)EDUCAÇÃO) ) INSTITUTO)FEDERAL)DE)EDUCAÇÃO,)CIÊNCIA)E) TECNOLOGIA)DO)SUDESTE)DE)MINAS)GERAIS) CONCURSOPÚBLICOPARAPROVIMENTODECARGOEFETIVODEDOCENTES ) ÁREA:Informática

Leia mais

AUTOMAÇÃO DE CÚPULA DE OBSERVATÓRIO ASTRONÔMICO

AUTOMAÇÃO DE CÚPULA DE OBSERVATÓRIO ASTRONÔMICO AUTOMAÇÃO DE CÚPULA DE OBSERVATÓRIO ASTRONÔMICO Marcella Scoczynski Ribeiro (UTFPR/UEPG) marcella_engcomp@yahoo.com.br Matheus Safraid (UEPG) msafraid@hotmail.com Resumo Este trabalho apresenta os benefícios

Leia mais

1) Entendendo a eletricidade

1) Entendendo a eletricidade 1) Entendendo a eletricidade 1 2) Circuitos Modelix 2 3) Utilizando o Sistema Esquemático Modelix-G (Modelix-Grafix) 6 4) Fazendo montagens com os Circuitos Modelix 7 5) Exercícios para treinar 8 Objetivo:

Leia mais

C.N.P.J 44.364.826/0002-96

C.N.P.J 44.364.826/0002-96 EDITAL DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO Nº3/2013 A Santa Casa de Misericórdia de Assis, por seu Provedor, Sebastião Carlos Aizo, torna pública a abertura de inscrições ao Processo Seletivo, para preenchimento

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO REIS EDITAL Nº 002/ 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO REIS EDITAL Nº 002/ 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ REITORIA DE GRADUAÇÃO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO REIS EDITAL Nº 002/ 2015 SORTEIO PARA ADMISSÃO DE ALUNOS AO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO

Leia mais

Edital 009/16 DAC Apucarana, 02 de maio de 2016. EDITAL

Edital 009/16 DAC Apucarana, 02 de maio de 2016. EDITAL Edital 009/16 DAC Apucarana, 02 de maio de 2016. A Direção Acadêmica da Faculdade de Apucarana - FAP, no uso de suas competências e demais disposições legais, aprova e torna público o seguinte EDITAL 1.

Leia mais

DOCUMENTO IDENTIFICAÇÃO - BI nº Passaporte nº PARTE I QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA

DOCUMENTO IDENTIFICAÇÃO - BI nº Passaporte nº PARTE I QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA PARTE I QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA 1. O controlo orçamental: a) Apresenta limitações para atividades que não sejam contínuas; b) Não é ideal a induzir ações de correção na implementação; c) Deve ser

Leia mais

(E) (A) A bobina do rele de tempo dt1 está queimada. (B) A1. (B) A bobina do contator 1K3 está queimada. (C) A2

(E) (A) A bobina do rele de tempo dt1 está queimada. (B) A1. (B) A bobina do contator 1K3 está queimada. (C) A2 Técnico de Lab.: Automação Industrial 31. De acordo com a norma NBR 8403/1984: Aplicação de linhas em desenhos Tipos de linhas - Larguras das linhas e a norma NBR 198/1995: Representação de área de corte

Leia mais

Número máximo de alunos por turma. Total de Vagas. Curso/Habilitação/ Modalidade. Local de Funcionamento. Legislação do curso.

Número máximo de alunos por turma. Total de Vagas. Curso/Habilitação/ Modalidade. Local de Funcionamento. Legislação do curso. De acordo com a Lei nº 9.394 de 20/12/96 e o Regimento Geral, a Reitora da Universidade Salvador - UNIFACS, no uso de suas atribuições, torna pública a abertura das inscrições do Processo Seletivo EAD

Leia mais

Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 QUÍMICA (NOTURNO)

Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 QUÍMICA (NOTURNO) assinatura do(a) candidato(a) Admissão por Transferência Facultativa. a Transferência Facultativa/00 Segunda Etapa Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. Confira atentamente se os dados

Leia mais

Apresentação PROVA BRASIL PREMIADA 2015

Apresentação PROVA BRASIL PREMIADA 2015 Apresentação PROVA BRASIL PREMIADA 2015 A Prova Brasil Premiada é um projeto exclusivo do NAME, que tem como objetivo simular a avaliação oficial realizada pelo MEC, contribuir para que nossos parceiros

Leia mais

Fundamentos de Automação. Pneumática 01/06/2015. Pneumática. Pneumática. Pneumática. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

Fundamentos de Automação. Pneumática 01/06/2015. Pneumática. Pneumática. Pneumática. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Considerações Iniciais "PNEUMÁTICA

Leia mais

Processo Seletivo Simplificado Nº 314405

Processo Seletivo Simplificado Nº 314405 Processo Seletivo Simplificado Nº 314405 Contratação de Pessoal para a função de Monitor (a) do Programa de Aprendizagem Rural Jovem Aprendiz, no município de Cambará do Sul, RS, por prazo determinado,

Leia mais

Introdução à pneumática

Introdução à pneumática Introdução à pneumática Introdução: A palavra pneumática tem origem grega Pneuma que significa respiração, sopro e é definido como a parte da física que se ocupa dos fenômenos relacionados com os gases

Leia mais

Faculdade La Salle Mantida pela Sociedade Porvir Científico Credenciada pela Portaria Ministerial nº. 2.653 de 07/12/01 D.O.U. de 10/12/01.

Faculdade La Salle Mantida pela Sociedade Porvir Científico Credenciada pela Portaria Ministerial nº. 2.653 de 07/12/01 D.O.U. de 10/12/01. EDITAL Nº. 03/2009 Art. 1º O Diretor Geral da FACULDADE LA SALLE, na forma do disposto no art. 44, Inciso II da Lei de Diretrizes e Bases Nº 9.394, de 20/12/96, Portaria Ministerial Normativa MEC Nº 2.941,

Leia mais

BS 7 Sistema de Detecção e Extinção de Faíscas Segurança Para a Sua Produção

BS 7 Sistema de Detecção e Extinção de Faíscas Segurança Para a Sua Produção BS 7 Sistema de Detecção e Extinção de Faíscas Segurança Para a Sua Produção G Sistema de Detecção/Extinção de Faíscas Segurança para a sua produção Sistemas de Detecção e Extinção de Faíscas são capazes

Leia mais

EDITAL Nº 002/2012 PROCESSO SELETIVO - 2013

EDITAL Nº 002/2012 PROCESSO SELETIVO - 2013 EDITAL Nº 002/2012 PROCESSO SELETIVO - 2013 PROCESSO SELETIVO UNIFICADO COMPLEMENTAR DA FAI CENTRO DE ENSINO SUPERIOR EM GESTÃO, TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO, DE SANTA RITA DO SAPUCAÍ, MANTIDA PELA FUNDAÇÃO EDUCANDÁRIO

Leia mais

Manutenção Elétrica. Entre os elementos de processamento de sinais podemos citar:

Manutenção Elétrica. Entre os elementos de processamento de sinais podemos citar: Manutenção Elétrica Elementos de Processamento de Sinais Os componentes de processamento de sinais elétricos são aqueles que analisam as informações emitidas ao circuito pelos elementos de entrada, combinando-as

Leia mais

pontuação Discursiva 02 questões 15 pontos 30 pontos Múltipla escolha 25 questões 2,8 pontos 70 pontos

pontuação Discursiva 02 questões 15 pontos 30 pontos Múltipla escolha 25 questões 2,8 pontos 70 pontos Caderno de Provas CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL E ÁLGEBRA LINEAR Edital Nº. 36/2011 REITORIA/IFRN 29 de janeiro de 2012 INSTRUÇÕES GERAIS PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul

Leia mais

COREME Comissão de Residência Médica

COREME Comissão de Residência Médica EDITAL Nº 001/2016 - COREME A Comissão de Residência Médica (COREME) do CESUMAR Centro Universitário de Maringá e Hospital Municipal de Maringá através de convênio com a Prefeitura Municipal de Maringá

Leia mais

COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA ESPECIALIDADE EM CARDIOLOGIA COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA EDITAL Nº 007/2012- COREME

COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA ESPECIALIDADE EM CARDIOLOGIA COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA EDITAL Nº 007/2012- COREME COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA ESPECIALIDADE EM CARDIOLOGIA COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA EDITAL Nº 007/2012- COREME ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA

Leia mais

Automação Industrial AULA 04: Sensores e atuadores OBJETIVO: Apresentar os sensores e atuadores mais utilizados nos projetos de automação..

Automação Industrial AULA 04: Sensores e atuadores OBJETIVO: Apresentar os sensores e atuadores mais utilizados nos projetos de automação.. AULA 04: Sensores e atuadores OBJETIVO: Apresentar os sensores e atuadores mais utilizados nos projetos de automação.. A pirâmide de automação Nível 5: Gerenciamento corporativo Nível 3: Nível 2: Nível

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º Semestre

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico 1º Semestre Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico 1º Semestre ETEC Dr. Júlio Cardoso Código: : 078 Município: Franca Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em

Leia mais

Cursos de Especialização Enfermagem Estomaterapia e Intensivista

Cursos de Especialização Enfermagem Estomaterapia e Intensivista 1) A Resolução 196/96 trata da(s): a) lei do exercício profissional do enfermeiro b) pesquisa com seres humanos no território nacional c) atribuições do estomaterapeuta no território nacional d) permissão

Leia mais

Edital do Processo Seletivo

Edital do Processo Seletivo Edital do Processo Seletivo EDITAL GERAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO SELETIVO DO PRÉ UNIVERSITÁRIO MUNICIPAL 2016 A prefeitura municipal de São Mateus do Maranhão, por meio da secretaria

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI-DR/TO Nº 19/2013

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI-DR/TO Nº 19/2013 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI-DR/TO Nº 19/2013 O SESI Serviço Social da Indústria Departamento Regional do Estado do Tocantins para suprir vagas em seu quadro de colaboradores, realizará processo

Leia mais

Alagoas CASAL. Saneamento de 2014. Companhia de. Prova Prática ENCANADOR CONCURSO PÚBLICO. Estado de Alagoas COMPANHIA DE SANEAMENTO DE ALAGOAS

Alagoas CASAL. Saneamento de 2014. Companhia de. Prova Prática ENCANADOR CONCURSO PÚBLICO. Estado de Alagoas COMPANHIA DE SANEAMENTO DE ALAGOAS Estado de Alagoas COMPANHIA DE SANEAMENTO DE ALAGOAS CONCURSO PÚBLICO PROVA TIPO 2 Companhia de Saneamento de 2014 Alagoas CASAL Cargo Nível Fundamental: CADERNO DE QUESTÕES Prova Prática ENCANADOR 1.

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS RECONHECIDO PELA LEI Nº 11.892, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2008

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS RECONHECIDO PELA LEI Nº 11.892, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2008 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS RECONHECIDO PELA LEI Nº 11.892, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2008 - E D I T A L N 2 - O Reitor Pro Tempore do Instituto Federal de

Leia mais

E D I T A L 02/2015 02. CURSOS, ATOS AUTORIZATIVOS, TEMPO DE INTEGRALIZAÇÃO, NÚMERO DE VAGAS, TURNOS E TURMAS

E D I T A L 02/2015 02. CURSOS, ATOS AUTORIZATIVOS, TEMPO DE INTEGRALIZAÇÃO, NÚMERO DE VAGAS, TURNOS E TURMAS E D I T A L 02/2015 Processo Seletivo para os Cursos de Graduação do Instituto Nacional de Telecomunicações Inatel, para o segundo semestre de 2015. Marcelo de Oliveira Marques, Diretor, em cumprimento

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO DO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016

EDITAL DE RETIFICAÇÃO DO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016 EDITAL DE RETIFICAÇÃO DO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016 O Diretor da Faculdade de Direito do Sul de Minas, no uso de suas atribuições, torna público, para conhecimento dos interessados, a Retificação

Leia mais

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Caderno de Provas REFRIGERAÇÃO E CLIMATIZAÇÃO Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o seu nome completo

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE COMISSÃO DE VESTIBULAR 2011/2

FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE COMISSÃO DE VESTIBULAR 2011/2 1 FACULDADE CATÓLICA DOM ORIONE COMISSÃO DE VESTIBULAR 11/2 EDITAL Nº 5/11 1.0 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES O Processo Seletivo 11/2 dos cursos de Administração e de Direito da Faculdade Católica Dom Orione

Leia mais

Técnico/a de Refrigeração e Climatização

Técnico/a de Refrigeração e Climatização Técnico/a de Refrigeração e Climatização 1315 Eletricidade e eletrónica - programação de autómatos 2013/ 2014 Gamboa 1 Introdução Automação, estudo dos métodos e procedimentos que permitem a substituição

Leia mais

REGULAMENTO DO 1º PROCESSO SELETIVO DE 2014

REGULAMENTO DO 1º PROCESSO SELETIVO DE 2014 REGULAMENTO DO 1º PROCESSO SELETIVO DE 2014 REGULAMENTO PARA ABERTURA DE INSCRIÇÕES E REALIZAÇÃO DO 1º PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES, PELO AGENTE DE INTEGRAÇÃO SUPER ESTÁGIOS LTDA ME, PARA INGRESSO NO

Leia mais

MANUAL ALIMENTADORES INDIVIDUAIS TRIFÁSICOS 1 - DESCRIÇÃO 2 - INSTALAÇÃO 3 OPERAÇÃO 4 MANUTENÇÃO 5 - GARANTIA

MANUAL ALIMENTADORES INDIVIDUAIS TRIFÁSICOS 1 - DESCRIÇÃO 2 - INSTALAÇÃO 3 OPERAÇÃO 4 MANUTENÇÃO 5 - GARANTIA MANUAL ALIMENTADORES INDIVIDUAIS TRIFÁSICOS 1 - DESCRIÇÃO 2 - INSTALAÇÃO 3 OPERAÇÃO 4 MANUTENÇÃO 5 - GARANTIA 1 1 - DESCRIÇÃO DO EQUIPAMENTO Os Alimentadores Individuais básicos trabalham por meio de vácuo.

Leia mais

ENSINO SECUNDÁRI O (11º e 12º ano)

ENSINO SECUNDÁRI O (11º e 12º ano) Governo dos Açores Escola Básica e Secundária de Velas ENSINO SECUNDÁRI O (11º e 12º ano) 2014 NORMAS GERAIS PARA A REALIZAÇÃO DOS EXAMES FINAIS NACIONAIS/PROVAS DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO

Leia mais

ITAIPU BINACIONAL R E F. E D I T A L N º 0 0 5 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES

ITAIPU BINACIONAL R E F. E D I T A L N º 0 0 5 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES ITAIPU BINACIONAL R E F. E D I T A L N º 0 0 5 / 2 0 0 9 - C O N C U R S O P Ú B L I C O INSTRUÇÕES Você está recebendo do fiscal um Caderno de Questões com 30 (trinta) questões numeradas sequencialmente,

Leia mais

CONCURSO DE BOLSAS MONITORIA DE SALA

CONCURSO DE BOLSAS MONITORIA DE SALA CONCURSO DE BOLSAS MONITORIA DE SALA O UNICURSOS, escola preparatória para concursos públicos, faz saber que será realizado o Concurso de Bolsas para concessão de 16 (dezesseis) bolsas de 80% para Monitorias

Leia mais

EDITAL Nº 09/2015 PROCESSO SELETIVO TRADICIONAL 2015/2 CONSOLIDADO

EDITAL Nº 09/2015 PROCESSO SELETIVO TRADICIONAL 2015/2 CONSOLIDADO EDITAL Nº 09/2015 PROCESSO SELETIVO TRADICIONAL 2015/2 CONSOLIDADO O Diretor da FACULADE CENECISTA DE OSÓRIO - FACOS, com sede no município de Osório, Estado do RS, torna público, na forma regimental e

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO

MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO 1 1. AVISOS Leia este manual cuidadosamente antes de instalar e operar o equipamento. A operação da máquina deve estar de acordo com as instruções

Leia mais

Manual de Instalação e Operações

Manual de Instalação e Operações Manual de Instalação e Operações Acionador On/Off Bivolt Sistema de Aquecimento para banheira de hidromassagem PARA SUA SEGURANÇA: Antes de Instalar este produto, leia atentamente este manual de instruções.

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA ESPECIALIZAÇÃO EM OFTALMOLOGIA

EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA ESPECIALIZAÇÃO EM OFTALMOLOGIA EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO PARA ESPECIALIZAÇÃO EM OFTALMOLOGIA A Fundação Dr. João Penido Burnier torna público a abertura de inscrições ao CONCURSO DE SELEÇÃO para o preenchimento de vagas da especialidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO. EDITAL Nº 238 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2016

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO. EDITAL Nº 238 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO EDITAL Nº 238 - ADMISSÃO DE ALUNOS AO CAp 2016 A Diretora do Colégio de Aplicação da UFRJ, no uso de suas

Leia mais

UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO UPE CAMPUS PETROLINA ESCOLA ESTADUAL DE APLICAÇÃO PROFª VANDE DE SOUZA FERREIRA ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO EDITAL

UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO UPE CAMPUS PETROLINA ESCOLA ESTADUAL DE APLICAÇÃO PROFª VANDE DE SOUZA FERREIRA ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO EDITAL 1 UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO UPE CAMPUS PETROLINA ESCOLA ESTADUAL DE APLICAÇÃO PROFª VANDE DE SOUZA FERREIRA ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO EDITAL O Diretor da Escola de Aplicação Professora Vande de Souza

Leia mais

MISTURADOR E DIRECIONADOR DE ÁGUA

MISTURADOR E DIRECIONADOR DE ÁGUA MISTURADOR E DIRECIONADOR DE ÁGUA MANUAL DE INSTRUÇÕES (UTILIZAÇÃO E INSTALAÇÃO) MODELO: AMX-102 UT-1 PARABÉNS!!!! VOCÊ ACABOU DE ADQUIRIR UMA DAS MELHORES VÁLVULAS MISTURADORA E DIRECIONADORA DE ÁGUA.

Leia mais

CAPÍTULO X DOS RESÍDUOS GASOSOS

CAPÍTULO X DOS RESÍDUOS GASOSOS CAPÍTULO X DOS RESÍDUOS GASOSOS Art. 76 Com o propósito de proteger a população ficam estabelecidos, em toda a extensão do Município de Volta Redonda os seguintes padrões de qualidade do ar, como metas

Leia mais

Lágrimas não são argumentos.

Lágrimas não são argumentos. FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL DO PODER EXECUTIVO FUNPRESP-EXE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO POR TEMPO DETERMINADO DE PROFISSIONAIS DE NÍVEL SUPERIOR

Leia mais

1 ATUADORES HIDRÁULICOS

1 ATUADORES HIDRÁULICOS 1 ATUADORES HIDRÁULICOS Danniela Rosa Sua função é aplicar ou fazer atuar energia mecânica sobre uma máquina, levando-a a realizar um determinado trabalho. Aliás, o motor elétrico também é um tipo de atuador.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2011 EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES. VAGAS VAGAS OFERECIDAS DURAÇÃO CREDENCIADAS Mastologia 06 06 2 anos

PROCESSO SELETIVO 2011 EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES. VAGAS VAGAS OFERECIDAS DURAÇÃO CREDENCIADAS Mastologia 06 06 2 anos Instituto Brasileiro de Controle do Câncer - IBCC Residência Médica PROCESSO SELETIVO 2011 EDITAL DE ABERTURA DAS INSCRIÇÕES O Centro de Estudos Prof. Dr. João Sampaio Góes Junior do Instituto Brasileiro

Leia mais

Edital Nº. 08/2009-DIGPE 13 de dezembro de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA

Edital Nº. 08/2009-DIGPE 13 de dezembro de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Caderno de Provas HIGIENE E SAÚDE DO TRABALHO Edital Nº. 08/2009-DIGPE 13 de dezembro de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o seu nome completo

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ DAS EMPRESAS ELETROBRÁS ELETRONORTE E ELETROBRÁS DISTRIBUIÇÃO ACRE. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ DAS EMPRESAS ELETROBRÁS ELETRONORTE E ELETROBRÁS DISTRIBUIÇÃO ACRE. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PROGRAMA JOVEM APRENDIZ DAS EMPRESAS ELETROBRÁS ELETRONORTE E ELETROBRÁS DISTRIBUIÇÃO ACRE. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO O SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, com base na Lei nº 10.097/2000,

Leia mais

Serviço Público Federal CONCURSO PÚBLICO 2014 INSTRUÇÕES GERAIS. Nº do doc. de identificação (RG, CNH etc.): Assinatura do(a) candidato(a):

Serviço Público Federal CONCURSO PÚBLICO 2014 INSTRUÇÕES GERAIS. Nº do doc. de identificação (RG, CNH etc.): Assinatura do(a) candidato(a): Serviço Público Federal UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CONCURSO PÚBLICO 2014 PROVA TIPO 1 Cargo de Nível Médio: Código: 17 TÉCNICO EM AUDIOVISUAL 2014 Universidade Federal de Alagoas (Edital nº 025/2014)

Leia mais

CONTROLADOR LÓGICO PROGRAMAVEL

CONTROLADOR LÓGICO PROGRAMAVEL CONTROLADOR LÓGICO PROGRAMAVEL Controlador Lógico Programável ( Hardware ) Para aprendermos como funciona um CLP, é necessário uma análise de seus componentes básicos, utilizados por todos os CLPs disponíveis

Leia mais

REGIONAL: Nome: 1ª Fase: Prova Objetiva Dia: 15 de novembro de 2009. SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO

REGIONAL: Nome: 1ª Fase: Prova Objetiva Dia: 15 de novembro de 2009. SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO IMEDIATA DE VIGILANTES PENITENCIÁRIOS TEMPORÁRIOS (VPT) EDITAL Nº. 17/2009 REGIONAL: Nome: 1ª Fase: Prova Objetiva Dia: 15 de novembro de 2009. SÓ ABRA QUANDO

Leia mais

Em hipótese alguma haverá devolução da taxa de inscrição.

Em hipótese alguma haverá devolução da taxa de inscrição. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA VAGA REMANESCENTE DA RESIDÊNCIA MÉDICA DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE VOTUPORANGA A Santa Casa de Misericórdia de Votuporanga e o Centro Universitário de Votuporanga,

Leia mais