A Semana no Congresso Nacional

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A Semana no Congresso Nacional"

Transcrição

1 A Semana no Congresso Nacional Brasília, 10/08/2015 CÂMARA Câmara instalará seis comissões mistas para analisar MPs Relator da CPI do BNDES apresentará plano de trabalho Comissão de Finanças e Tributação discute manobras fiscais do governo Comissão aprova com emendas proposta sobre objeção a recuperação judicial de empresa SENADO Comissão que analisa participação obrigatória da Petrobras no pré-sal pode definir relator Comissão começa a votar nesta terça reforma política já aprovada na Câmara Câmara CÂMARA INSTALARÁ SEIS COMISSÕES MISTAS PARA ANALISAR MPS A Câmara dos Deputados instala, na quarta-feira (12), seis comissões mistas para análise de medidas provisórias. Após a instalação, serão eleitos os presidentes e os vicepresidentes dos colegiados. As MPs que serão analisadas são: - 680/15, que Institui o Programa de Proteção ao Emprego; - 681/15, que eleva o limite do crédito consignado dos trabalhadores em 35%; - 682/15, para estabelecer que a Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias (ABGF) ficará encarregada da gestão do Fundo de Estabilidade do Seguro Rural (FESR); - 683/15, que institui o Fundo de Auxílio à Convergência das Alíquotas do ICMS; - 684/15, que adia para fevereiro de 2016 a entrada em vigor das regras sobre parcerias voluntárias entre organizações da sociedade civil e a administração pública; e - 685/15, que institui o Programa de Redução de Litígios Tributários. O ato de instalação das comissões mistas ocorrerá a partir das 14 horas, no plenário 6 da Ala Nilo Coelho, no Senado.

2 RELATOR DA CPI DO BNDES APRESENTARÁ PLANO DE TRABALHO A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do BNDES se reúne amanhã (11), às 11 horas, para a apresentação do plano de trabalho do relator, deputado José Rocha (PR-BA). Instalada na última quinta-feira (6), a CPI elegeu, por unanimidade, o deputado Marcos Rotta (PMDB-AM) como presidente do colegiado. O pedido de criação da CPI foi feito pelo deputado Rubens Bueno (PPS-PR). A comissão vai investigar empréstimos considerados suspeitos pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal, concedidos tanto a empresas de fachada como a empreiteiras investigadas. O BNDES concedeu, entre 2003 e 2014, financiamentos de R$ 2,4 bilhões para as nove empreiteiras citadas na operação. O requerimento também pede a apuração de empréstimos classificados como secretos, concedidos a países como Angola e Cuba. A CPI se reunirá no plenário 11. COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO DISCUTE MANOBRAS FISCAIS DO GOVERNO A Comissão de Finanças e Tributação discute em audiência pública, nesta terça-feira (11), esclarecimentos sobre as manobras fiscais adotadas pela gestão econômica federal, em especial os atrasos dos repasses de recursos a bancos públicos federais. A audiência foi pedida pelo deputado Pauderney Avelino (DEM-AM). O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, foi convidado pela comissão para explicar declarações que deu sobre o assunto, mas ainda não confirmou presença. O parlamentar cita cálculos do Tribunal de Contas da União (TCU), segundo os quais mais de R$ 40 bilhões foram atrasados pelo governo e deixaram de entrar nas contas do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e BNDES nas datas devidas, com o intuito de inflar os números da contabilidade do fiscal e tentar alcançar de forma artificial a meta de superavit primário. A audiência ocorrerá a partir das 14h30, em plenário a definir. COMISSÃO APROVA COM EMENDAS PROPOSTA SOBRE OBJEÇÃO A RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESA A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio aprovou na quarta-feira (5), com emenda, o Projeto de Lei 2875/11, do deputado Carlos Bezerra (PMDB-MT), que proíbe o credor de desistir de qualquer objeção apresentada por ele ao plano de recuperação judicial em curso de uma empresa. A proposta altera a Lei de Falências (11.101/05).

3 Pelo texto aprovado, uma vez apresentada objeção de qualquer credor ao plano de recuperação judicial, uma assembleia-geral de credores será necessariamente convocada para deliberar sobre o referido plano, ainda que exista, a qualquer tempo, desistência por qualquer dos credores da objeção apresentada. O relator na comissão, deputado Mauro Pereira (PMDB-RS), defendeu a aprovação da matéria com emenda que torna mais claro o objetivo do projeto. Uma vez apresentada objeção por um dos credores ao plano de recuperação, consideramos que deverá necessariamente ser convocada a assembleia-geral, a partir dessa objeção, analisar o plano de recuperação judicial, ainda que posteriormente a objeção seja retirada, argumentou. Segundo Pereira, uma vez ultrapassado o prazo para apresentação das objeções, não é razoável supor que a eventual retirada pelo credor que a apresentou enseje o cancelamento da assembleia que deliberará sobre o plano de recuperação. Atualmente, a legislação determina que, após a publicação de edital com a relação de credores, qualquer um deles tem até 30 dias para apresentar ao juiz sua objeção ao plano de recuperação judicial. Feita a objeção, o juiz convoca assembleia geral de credores para analisar o plano. Se o plano for rejeitado, o juiz decretará a falência da empresa devedora. A lei não trata, porém, da desistência da objeção. Com isso, tem havido decisões judiciais permitindo que os credores voltem atrás. Tramitação A proposta será analisada em caráter conclusivo pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Senado COMISSÃO QUE ANALISA PARTICIPAÇÃO OBRIGATÓRIA DA PETROBRAS NO PRÉ-SAL PODE DEFINIR RELATOR Está marcada para quarta-feira (12), a partir das 15h, a reunião da comissão temporária criada pelo Senado para analisar o PLS 131/2015, de José Serra (PSDB-SP), que acaba com a obrigatoriedade da Petrobras atuar com participação mínima de 30% nas operações do pré-sal. Pela lei hoje vigente, a Petrobras também deve ser a responsável pela condução e execução, direta ou indireta, de todas as atividades de exploração, avaliação, desenvolvimento e produção nos campos de pré-sal. Na pauta, a designação do relator e do vice-presidente da comissão, que tem 45 dias concluir seus trabalhos. O colegiado foi instalado na última quarta-feira (5), tendo como presidente Otto Alencar (PSD-BA). Alencar escolheu para a relatoria o senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), porém seu nome foi contestado por ele fazer parte do mesmo bloco do presidente da Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI). Segundo alguns integrantes da comissão, isso feriria o princípio da

4 proporcionalidade. Mas Alencar alegou que, pelo fato da comissão temporária ter sido criada por iniciativa do presidente Renan Calheiros, não está submetida às mesmas regras vigentes para as comissões permanentes e para as CPIs. A reunião foi encerrada com a recomendação de que os líderes partidários chegassem a um consenso. Ferraço é o relator da proposta em Plenário, com parecer pela aprovação, e afirma que está aberto para sugestões de mudanças durante os trabalhos da comissão temporária. COMISSÃO COMEÇA A VOTAR NESTA TERÇA REFORMA POLÍTICA JÁ APROVADA NA CÂMARA A Comissão da Reforma Política se reúne nesta terça-feira (11) à tarde para começar a analisar as mudanças na legislação partidária e eleitoral já aprovadas pelos deputados. Vence na mesma data o prazo que os senadores têm para apresentar sugestões de mudanças ao texto. O relator da comissão, Romero Jucá (PMDB-RR), diz que, além das emendas dos parlamentares, vai agregar à proposta alguns temas já aprovados pelo colegiado. Jucá pretende ainda acrescentar sugestões recebidas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Nós estamos trabalhando para que as resoluções do TSE que dizem respeito a questões eleitorais, ao funcionamento de partidos e a regras que criam obrigações diretas ou acessórias sejam transformadas em lei informou. O PLC 75/2015 traz mudanças em três leis: a dos partidos (9.096/1995); a das eleições (9.504/1997) e o Código Eleitoral (4.737/1965). A proposta prevê medidas para a redução dos custos das campanhas eleitorais e determina um limite para os gastos. Segundo o projeto, o teto terá como base os custos declarados nas eleições anteriores, de acordo com o cargo em disputa. Para presidente da República, governador e prefeito, por exemplo, o limite fixado pela proposta é de 70% do maior gasto declarado na votação anterior. Esse limite vale quando houver apenas um turno. Favorável à medida, o consultor legislativo da Câmara dos Deputados Roberto Carlos Martins Fontes lembra que as campanhas estão cada vez mais caras e que atualmente são os próprios partidos que definem quanto vão gastar. Acrescentou que os limites previstos na proposta podem ser corrigidos no futuro se ficar claro que são baixos ou excessivos. Se traz corte nos custos, o PLC 75/2015 reduz o que pode ser doado às campanhas. O projeto não acaba com a doação empresarial, mas estabelece um valor máximo. O limite para doações é mantido em 2% do faturamento bruto das empresas no ano anterior às eleições, mas o teto é fixado em R$ 20 milhões. Segundo o consultor da Câmara, o objetivo é reduzir a influência do poder econômico no resultado das eleições. Na eleição passada, uma única empresa doou oficialmente R$ 360 milhões. É um número que causa certo espanto. O estabelecimento de um teto tem esse objetivo claro: limitar a influência do poder econômico afirma Roberto Carlos.

5 A proposta que começa a ser votada na Comissão da Reforma Política também prevê que as empresas contratadas para obras públicas não poderão doar para campanhas nas regiões onde os serviços são executados. Além disso, as doações devem ser feitas aos partidos políticos. "É vedado ao candidato receber doação em dinheiro ou estimável em dinheiro, inclusive por meio de publicidade de qualquer espécie, procedente de pessoa jurídica, determina o projeto. Coligações O projeto aprovado pelos deputados não altera as regras das coligações em eleições proporcionais (vereadores, deputados estaduais e distritais e deputados federais). Houve até uma tentativa para que isso acontecesse, mas a proposta foi rejeitada pela Câmara em maio último. O consultor Roberto Carlos Martins Fontes admite haver entre os deputados uma forte resistência à ideia e explica que o complicado nem é a grande quantidade de partidos, mas o grande número de partidos com representação no Parlamento. O problema que pode gerar uma quase disfuncionalidade do Parlamento é a fragmentação partidária. É necessário ter maioria clara. Inúmeros partidos, cada um com uma pequena parcela, de fato, são um problema acredita o consultor. A proposta muda os critérios para a distribuição do tempo de cada partido na propaganda eleitoral. Segundo o artigo 47 dalei 9.504/97, os horários reservados para propaganda serão distribuídos a todos os partidos e coligações com candidatos. Do total, dois terços serão divididos proporcionalmente ao número de representantes na Câmara. Do restante, um terço é distribuído igualmente e dois terços proporcionalmente ao número de representantes eleitos no pleito imediatamente anterior para a Câmara dos Deputados. O projeto muda isso e prevê que 90% devem ser distribuídos proporcionalmente ao número de representantes na Câmara dos Deputados e 10%, igualitariamente. Informativo A Semana no Congresso Nacional é um informativo semanal elaborado pela equipe de Relações Governamentais e Institucionais de Pinheiro Neto Advogados em Brasília. Contatos: Carlos Vilhena com. br) / Anna Beatriz Almeida com. br) As informações aqui contidas têm caráter apenas informativo e não refletem a opinião do Escritório. O uso indevido ou não autorizado de tais informações é proibido e está sujeito às penalidades descritas em Lei.

PARECER DO RELATOR * RELATÓRIO *

PARECER DO RELATOR * RELATÓRIO * PARECER DO RELATOR (Sr. Rodrigo Maia) * RELATÓRIO * Em síntese, as propostas constitucionais ora em análise têm por escopo alterar o sistema político-eleitoral em vigor, de modo a ajustar o sistema eleitoral

Leia mais

DIRETORIA LEGISLATIVA CONSULTORIA LEGISLATIVA. TIPO DE TRABALHO: ESTUDO TÉCNICO ESPECÍFICO ASSUNTO: Financiamento de campanhas nos Estados Unidos

DIRETORIA LEGISLATIVA CONSULTORIA LEGISLATIVA. TIPO DE TRABALHO: ESTUDO TÉCNICO ESPECÍFICO ASSUNTO: Financiamento de campanhas nos Estados Unidos DIRETORIA LEGISLATIVA CONSULTORIA LEGISLATIVA TIPO DE TRABALHO: ESTUDO TÉCNICO ESPECÍFICO ASSUNTO: Financiamento de campanhas nos Estados Unidos CONSULTORA: ANA LUIZA BACKES DATA: 21/09/2005 2 Neste trabalho,

Leia mais

A mais um CURSO realizado pela

A mais um CURSO realizado pela A mais um CURSO realizado pela Aqui tem qualificação de Verdade! CONTROLE INTERNO Reforma Política: o que podemos melhorar? Dr. Luiz Fernando Pereira PERÍODO 09h00 X 12h00 09/12/2015 15h às 17h Por gentileza

Leia mais

TEMAS DEBATIDOS DECISÕES DA COMISSÃO 1- SUPLÊNCIA DE SENADOR. Foram aprovadas as seguintes alterações:

TEMAS DEBATIDOS DECISÕES DA COMISSÃO 1- SUPLÊNCIA DE SENADOR. Foram aprovadas as seguintes alterações: Senado Federal Comissão da Reforma Política TEMAS DEBATIDOS DECISÕES DA COMISSÃO 1- SUPLÊNCIA DE SENADOR a) Redução de dois suplentes de Senador para um; b) Em caso de afastamento o suplente assume; em

Leia mais

Clipping CARF Matérias dos jornais que mencionam o CARF

Clipping CARF Matérias dos jornais que mencionam o CARF O Estado de S.Paulo Clipping CARF Matérias dos jornais que mencionam o CARF Nardes, do TCU, é citado na Zelotes O Estado de S. Paulo - 10/09/2015 Investigadores analisam informações sobre suposto envolvimento

Leia mais

A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff

A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff A perspectiva de reforma política no Governo Dilma Rousseff Homero de Oliveira Costa Revista Jurídica Consulex, Ano XV n. 335, 01/Janeiro/2011 Brasília DF A reforma política, entendida como o conjunto

Leia mais

HISTÓRICO DE REFORMAS A QUE SE REFERE A EXPRESSÃO

HISTÓRICO DE REFORMAS A QUE SE REFERE A EXPRESSÃO HISTÓRICO DE REFORMAS A QUE SE REFERE A EXPRESSÃO REFORMA POLÍTICA NAS DISCUSSÕES EM CURSO NO CONGRESSO NACIONAL MÁRCIO NUNO RABAT Consultor Legislativo da Área XIX Ciência Política, Sociologia Política,

Leia mais

DECRETO Nº 38.125 DE 29 DE NOVEMBRO DE 2013. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais e,

DECRETO Nº 38.125 DE 29 DE NOVEMBRO DE 2013. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais e, DECRETO Nº 38.125 DE 29 DE NOVEMBRO DE 2013 Cria a Empresa Pública de Saúde do Rio de Janeiro S/A RIOSAÚDE e aprova seu Estatuto. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015

Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015 Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015 A Coalizão é uma articulação da sociedade brasileira visando a uma Reforma Política Democrática. Ela é composta atualmente por 101 entidades,

Leia mais

SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS

SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS RESOLUÇÃO No- 1, DE 9 DE JUNHO DE 2015 Aprova o Regimento Interno do Conselho Nacional dos Direitos Humanos - CNDH. O PLENÁRIO DO CONSELHO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 22.579. INSTRUÇÃO Nº 111 CLASSE 12ª DISTRITO FEDERAL (Brasília).

RESOLUÇÃO Nº 22.579. INSTRUÇÃO Nº 111 CLASSE 12ª DISTRITO FEDERAL (Brasília). RESOLUÇÃO Nº 22.579 INSTRUÇÃO Nº 111 CLASSE 12ª DISTRITO FEDERAL (Brasília). Relator: Ministro Ari Pargendler. CALENDÁRIO ELEITORAL (Eleições de 2008) O Tribunal Superior Eleitoral, usando das atribuições

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 01.06.2015

C L I P P I N G DATA: 01.06.2015 C L I P P I N G DATA: 01.06.2015 Dívidas de Agnelo serão pagas pela ordem cronológica Para atender à lei, governo reformula cronograma para quitar débitos com mais de 900 fornecedores. Um questionamento

Leia mais

Proposta de Reforma Política

Proposta de Reforma Política Proposta de Reforma Política Proposta de Reforma Política - 2 de 7 Senhores Parlamentares, agradecemos a cordialidade em nos receber e a oportunidades para que falemos nesta casa sobre um tema crucial

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL PODER LEGISLATIVO

DIREITO CONSTITUCIONAL PODER LEGISLATIVO DIREITO CONSTITUCIONAL PODER LEGISLATIVO Atualizado em 03/11/2015 PODER LEGISLATIVO No plano federal temos o Congresso Nacional composto por duas casas (Câmara dos Deputados e Senado Federal). No âmbito

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL O ELEITOR E A REFORMA POLÍTICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL O ELEITOR E A REFORMA POLÍTICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL O ELEITOR E A REFORMA POLÍTICA JUNHO DE 2007 Dados Técnicos Pesquisa Pesquisa de opinião pública nacional Universo Eleitores e potenciais eleitores brasileiros que

Leia mais

Prestação de contas do Juízo comum e da Justiça Eleitoral:

Prestação de contas do Juízo comum e da Justiça Eleitoral: PRESTAÇÃO DE CONTAS Prestação de contas do Juízo comum e da Justiça Eleitoral: Conceitos: Nós juízes, em especial os que atuam na área cível, somos acostumados com a obrigação de prestação de contas de

Leia mais

Câmara Municipal de Caçapava CIDADE SIMPATIA - ESTADO DE SÃO PAULO

Câmara Municipal de Caçapava CIDADE SIMPATIA - ESTADO DE SÃO PAULO PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº 17 /2015 Padre Afonso Lobato. Concede o Título de Cidadão Caçapavense ao Deputado Art.1º Fica concedido o Título de Cidadão Caçapavense ao Deputado Padre Afonso Lobato.

Leia mais

Objetivos. Como conduzir meu voto de maneira consciente? Como funciona o cenário político?

Objetivos. Como conduzir meu voto de maneira consciente? Como funciona o cenário político? Objetivos Como conduzir meu voto de maneira consciente? Como funciona o cenário político? Como desenvolver a consciência de que fazemos parte do sistema político? 1. O que eu tenho a ver com isso? O que

Leia mais

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº. 3.761, DE 2004. Autor: Dep. Wilson Santos Relator: Dep. José Linhares

COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº. 3.761, DE 2004. Autor: Dep. Wilson Santos Relator: Dep. José Linhares COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº. 3.761, DE 2004 Cria o Fundo Nacional de Prevenção e de Combate ao Alcoolismo, e dá outras providências. Autor: Dep. Wilson Santos Relator: Dep.

Leia mais

SENADO FEDERAL PARECER Nº 552, DE

SENADO FEDERAL PARECER Nº 552, DE SENADO FEDERAL PARECER Nº 552, DE 2015 Da COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE, DEFESA DO CONSUMIDOR E FISCALIZAÇÃO E CONTROLE, sobre o Projeto de Lei da Câmara nº 16, de 2015 (nº 178/2011, na Casa de origem), que

Leia mais

COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO. PROJETO DE LEI N o 3.230, DE 2008 (Apenso o Projeto de Lei n.º 1.701, de 2007)

COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO. PROJETO DE LEI N o 3.230, DE 2008 (Apenso o Projeto de Lei n.º 1.701, de 2007) COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO PROJETO DE LEI N o 3.230, DE 2008 (Apenso o Projeto de Lei n.º 1.701, de 2007) Acrescenta 1º e 2º ao art. 45 do Decreto n.º 70.235, de 6 de março de 1972, para vedar a

Leia mais

Resolução TSE n. 23.404 (27-02-2014) Capítulo VII artigos 33 a 48

Resolução TSE n. 23.404 (27-02-2014) Capítulo VII artigos 33 a 48 HORÁRIO ELEITORAL 2014 RESOLUÇÃO TSE 23404 Resolução TSE n. 23.404 (27-02-2014) Capítulo VII artigos 33 a 48 Capítulo VII Da Propaganda Eleitoral Gratuita no Rádio e na Televisão Art. 33 A propaganda eleitoral

Leia mais

AGENDA LEGISLATIVA DE 23 A 27 DE MAIO DE 2016 DIA 24/05/2016 TERÇA-FEIRA CONGRESSO NACIONAL

AGENDA LEGISLATIVA DE 23 A 27 DE MAIO DE 2016 DIA 24/05/2016 TERÇA-FEIRA CONGRESSO NACIONAL AGENDA LEGISLATIVA DE 23 A 27 DE MAIO DE 2016 DIA 24/05/2016 TERÇA-FEIRA CONGRESSO NACIONAL ITEM 1 - O CONGRESSO NACIONAL discutirá, em turno único, o VETO PARCIAL Nº 53/2015 aposto ao Projeto de Lei de

Leia mais

Doação irregular de campanha, Ministério Público e ativismo judiciário

Doação irregular de campanha, Ministério Público e ativismo judiciário Doação irregular de campanha, Ministério Público e ativismo judiciário Por: Carina Barbosa Gouvêa O Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu a repercussão geral, através do plenário virtual, do tema debatido

Leia mais

G.9 QUESTÕES DE ORDEM E SOLICITAÇÕES DE PROVIDÊNCIAS

G.9 QUESTÕES DE ORDEM E SOLICITAÇÕES DE PROVIDÊNCIAS G.9 QUESTÕES DE ORDEM E SOLICITAÇÕES DE PROVIDÊNCIAS G.9.1) Da 2ª Sessão Legislativa Extraordinária da 51ª Legislatura Número Leitura Autor Assunto Resultado 1/2000 21.1.2000 Eduardo Suplicy Solicita exame

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 32.453 - MT (2010/0118311-2) RELATOR : MINISTRO HERMAN BENJAMIN RECORRENTE : VIVO S/A ADVOGADO : SACHA CALMON NAVARRO COELHO RECORRIDO : ESTADO DE MATO GROSSO PROCURADOR

Leia mais

Ebserh, a crise dos planos de saúde e o financiamento de campanha eleitoral

Ebserh, a crise dos planos de saúde e o financiamento de campanha eleitoral Ebserh, a crise dos planos de saúde e o financiamento de campanha eleitoral Gibran Jordão Segundo dados do próprio Tribunal superior Eleitoral (TSE), as empresas de Plano de Saúde privado doaram nas eleições

Leia mais

Gilmar Mendes perde e STF veta doação de empresas Sex, 18 de Setembro de 2015 11:13

Gilmar Mendes perde e STF veta doação de empresas Sex, 18 de Setembro de 2015 11:13 Até Maradona coraria. Teve a mão de Deus, disse o ministro Gilmar Mendes na quarta 16 ao defender seu longo pedido de vista, de um ano e cinco meses, no julgamento do Supremo Tribunal Federal que analisa

Leia mais

COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA PROJETO DE LEI N.º 5.735, DE 2013

COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA PROJETO DE LEI N.º 5.735, DE 2013 COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA PROJETO DE LEI N.º 5.735, DE 2013 Altera dispositivos da Lei nº 4.737, de 15 de julho de 1965 (Código Eleitoral), da Lei nº 9.096, de 19 de setembro

Leia mais

Gabinete da Ministra Assessoria Parlamentar ASPAR em parceria com a Coordenação-Geral de Apoio às Câmaras Setoriais e Temáticas

Gabinete da Ministra Assessoria Parlamentar ASPAR em parceria com a Coordenação-Geral de Apoio às Câmaras Setoriais e Temáticas Gabinete da Ministra Assessoria Parlamentar ASPAR em parceria com a Coordenação-Geral de Apoio às Câmaras Setoriais e Temáticas Acompanhamento de Projetos de Lei na Câmara e Senado, em 01-04-2016 CACHAÇA

Leia mais

MANDADO DE SEGURANÇA PREVENTIVO E CPI ESTADUAL É cabível autorização para quebra de sigilo anteriormente ao ato?

MANDADO DE SEGURANÇA PREVENTIVO E CPI ESTADUAL É cabível autorização para quebra de sigilo anteriormente ao ato? MANDADO DE SEGURANÇA PREVENTIVO E CPI ESTADUAL É cabível autorização para quebra de sigilo anteriormente ao ato? * por Bruno Barata Magalhães (Advogado especializado em Direito Administrativo, Direito

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÂO DE CONVENÇÃO MUNICIPAL.

EDITAL DE CONVOCAÇÂO DE CONVENÇÃO MUNICIPAL. EDITAL DE CONVOCAÇÂO DE CONVENÇÃO MUNICIPAL. O Presidente da Comissão Executiva ou Comissão Provisória Municipal do Partido Democrático Trabalhista - PDT do Município de..., do Estado do..., na forma do

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES DECRETA E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI:

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES DECRETA E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI: Lei nº 7.084, de 02 de julho de 2001. Cria o Fundo de Desenvolvimento de Campos dos Goytacazes - FUNDECAM e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES DECRETA E EU SANCIONO A SEGUINTE

Leia mais

MPV 665/2014 - Comissão Mista aprova novas regras para o seguro desemprego

MPV 665/2014 - Comissão Mista aprova novas regras para o seguro desemprego Ano 17 ISSN 2358-8357 Informativo da CNI Ano 18 Nº 27 29 de abril de 2015 de fevereiro de 2015 de fevereiro de 2015 Nesta Edição: MPV 665/2014 - Comissão Mista aprova novas regras para o seguro desemprego;

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 08.01.2016

C L I P P I N G DATA: 08.01.2016 C L I P P I N G DATA: 08.01.2016 Projeto da terceirização será discutido pelo Senado após tramitar 20 anos na Câmara Atualmente, a legislação brasileira só permite a contratação de mão de obra terceirizada

Leia mais

PONTO DOS CONCURSOS Orçamento nas Constiuições Federais

PONTO DOS CONCURSOS Orçamento nas Constiuições Federais Olá, concurseiro (a)! Tenho observado que algumas bancas cobram um conhecimento histórico do orçamento público nas constituições federais brasileiras. Para facilitar tua vida, organizei a linha do tempo

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Com fundamento na recente Lei n. 1.234, do Estado Y, que exclui as entidades de direito privado da Administração Pública do dever de licitar, o banco X (empresa pública

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL ACÓRDÃO

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL ACÓRDÃO PROCESSO: RE 13-17.2013.6.21.0077 PROCEDÊNCIA: OSÓRIO RECORRENTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELITORAL RECORRIDA: ANDREA SOUZA TEIXEIRA GONÇALVES Eleições 2012. Recurso Eleitoral. Representação. Doação acima do

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL O Partido Político "Z", que possui apenas três representantes na Câmara dos Deputados, por entender presente a violação de regras da CRFB, o procura para que, na

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS

CÂMARA DOS DEPUTADOS CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI Nº, DE 2004 (Da Comissão de Legislação Participativa) SUG nº 84/2004 Regulamenta o art. 14 da Constituição Federal, em matéria de plebiscito, referendo e iniciativa

Leia mais

Pautas nºs 5, 6 e 7/2011 REABERTURA ORDEM DO DIA

Pautas nºs 5, 6 e 7/2011 REABERTURA ORDEM DO DIA Continuação da 7ª Reunião Ordinária convocada para 1º/6/2011, às 14 horas (Reiniciada às 14h49min e encerrada às 14h56min) Pautas nºs 5, 6 e 7/2011 REABERTURA Os trabalhos foram reiniciados pelo Presidente,

Leia mais

PONTO DOS CONCURSOS DIREITO ELEITORAL CURSOS DE TEORIA E EXERCÍCIOS TREs. 16º Simulado de Direito Eleitoral para TRE/PA, TRE/ES, TRE/TO e TRE/RN

PONTO DOS CONCURSOS DIREITO ELEITORAL CURSOS DE TEORIA E EXERCÍCIOS TREs. 16º Simulado de Direito Eleitoral para TRE/PA, TRE/ES, TRE/TO e TRE/RN AVISOS: Estamos ministrando os seguintes CURSOS: REGIMENTO INTERNO DO TRE/PA REGIMENTO INTERNO DO TRE/TO REGIMENTO INTERNO DO TRE/ES PROCESSO ELEITORAL E CRIMINAL ELEITORAL TRE/RN ANALISTA JUDICIÁRIO E

Leia mais

O JUDICIÁRIO BRASILEIRO E A FIDELIDADE PARTIDÁRIA:

O JUDICIÁRIO BRASILEIRO E A FIDELIDADE PARTIDÁRIA: O JUDICIÁRIO BRASILEIRO E A FIDELIDADE PARTIDÁRIA: RETORNO À EMENDA N 1/69? Por Francisco de Guimaraens 1 Introdução O presente ensaio tem por finalidade analisar criticamente os principais aspectos jurídicos

Leia mais

Conselho Nacional de Justiça

Conselho Nacional de Justiça Conselho Nacional de Justiça Autos: PEDIDO DE PROVIDÊNCIAS - 0006845-87.2014.2.00.0000 Requerente: ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS BRASILEIROS - AMB Requerido: CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA - CNJ Ementa: PEDIDO

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 09.12.2015

C L I P P I N G DATA: 09.12.2015 C L I P P I N G DATA: 09.12.2015 DESTAQUE: Empresários protestam contra o projeto que prevê fim do PIS/Cofins Para o setor produtivo, haverá, na prática, aumento de tributo. Governo afirma que proposta

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 17.12.2015

C L I P P I N G DATA: 17.12.2015 C L I P P I N G DATA: 17.12.2015 DESTAQUE: SEAC/DF e SINDESP/DF ESTÃO DE CARA NOVA NA INTERNET É com prazer que nos apresentamos mais modernos, com uma aparência mais jovem, funções muito mais facilitadas

Leia mais

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013 Matérias na Câmara PEC 185/2012 Acrescenta parágrafos ao art. 37 da Constituição Federal para estabelecer data certa para a revisão geral anual da remuneração dos servidores públicos e dá outras providências.

Leia mais

Documento de Referência para Apresentação, Habilitação e Seleção de Núcleos de Tecnologia Assistiva

Documento de Referência para Apresentação, Habilitação e Seleção de Núcleos de Tecnologia Assistiva Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social Apoio a Projetos de Tecnologias Social e Assistiva Documento de Referência para Apresentação, Habilitação

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 23.089 INSTRUÇÃO N 126 - CLASSE 19ª - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL.

TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 23.089 INSTRUÇÃO N 126 - CLASSE 19ª - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 23.089 INSTRUÇÃO N 126 - CLASSE 19ª - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Arnaldo Versiani. CALENDÁRIO ELEITORAL (Eleições de 2010) O Tribunal Superior

Leia mais

Pedaladas hermenêuticas no pedido de impeachment de Dilma Rousseff

Pedaladas hermenêuticas no pedido de impeachment de Dilma Rousseff Pedaladas hermenêuticas no pedido de impeachment de Dilma Rousseff 4 de dezembro de 2015, 8h55 Por Ricardo Lodi Ribeiro Com o recebimento, pelo presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, do pedido

Leia mais

VEREADORA DRA. CRISTINA LOPES AFONSO

VEREADORA DRA. CRISTINA LOPES AFONSO A P E N A S Q U A N D O S O M O S I N S T R U Í D O S P E L A R E A L I D A D E É Q U E P O D E M O S M U D Á - L A B E R T O L T B R E C H T VEREADORA DRA. CRISTINA LOPES AFONSO 1 Eu sou aquela mulher

Leia mais

Histórico das constituições: direito de sufrágio

Histórico das constituições: direito de sufrágio 89 Histórico das constituições: direito de sufrágio André de Oliveira da Cruz Waldemar de Moura Bueno Neto José Carlos Galvão Goulart de Oliveira Graduandos pela Faculdade de Educação, Administração e

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL CÂMARA DOS DEPUTADOS DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO TRANSCRIÇÃO IPSIS VERBIS CPI - SIVAM EVENTO: Reunião Ordinária N : 0454/02 DATA: 21/05/02

Leia mais

Nota Tributária do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais

Nota Tributária do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais Nota Tributária do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais informativo tributário específico Informativo nº 38 Ano IV Maio/2011 www.ssplaw.com.br faz o que gosta e acredita no que faz Prezados Leitores:

Leia mais

CONTABILIDADE ELEITORAL PRESTAÇÃO DE CONTAS

CONTABILIDADE ELEITORAL PRESTAÇÃO DE CONTAS CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Departamento de Desenvolvimento Profissional www.crc.org.br - E-mail: cursos@crcrj.org.br CONTABILIDADE ELEITORAL PRESTAÇÃO DE CONTAS LUIS

Leia mais

PARECER Nº, DE 2015. O conteúdo da matéria vem disciplinado no primeiro artigo, restando ao seguinte a formulação da cláusula de vigência.

PARECER Nº, DE 2015. O conteúdo da matéria vem disciplinado no primeiro artigo, restando ao seguinte a formulação da cláusula de vigência. PARECER Nº, DE 2015 Da COMISSÃO DE EDUCAÇÃO, CULTURA E ESPORTE, em decisão terminativa, sobre o Projeto de Lei do Senado (PLS) nº 515, de 2015, das Senadoras Fátima Bezerra e Vanessa Grazziotin e do Senador

Leia mais

RESOLUÇÃO N 23.195. QUESTÃO DE ORDEM NO PROCESSO ADMINISTRATIVO N 20.154 - CLASSE 26 a - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL.

RESOLUÇÃO N 23.195. QUESTÃO DE ORDEM NO PROCESSO ADMINISTRATIVO N 20.154 - CLASSE 26 a - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 23.195 QUESTÃO DE ORDEM NO PROCESSO ADMINISTRATIVO N 20.154 - CLASSE 26 a - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Ayres Britto. Interessado: Tribunal Superior

Leia mais

PROJETO DE LEI N o 526, DE 2007. (Apenso o Projeto de Lei nº 5.584, de 2005)

PROJETO DE LEI N o 526, DE 2007. (Apenso o Projeto de Lei nº 5.584, de 2005) COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI N o 526, DE 2007 (Apenso o Projeto de Lei nº 5.584, de 2005) Altera o art. 60 da Lei nº 8.212, de 24 de julho de 1991, e revoga o art. 8º da Medida

Leia mais

Empresas recuperam em contratos até 39 vezes o valor doado a políticos Seg, 30 de Março de 2015 12:52

Empresas recuperam em contratos até 39 vezes o valor doado a políticos Seg, 30 de Março de 2015 12:52 É política de boa vizinhança. Evidentemente quando você apoia um partido ou um candidato, no futuro eles vão procurar ajudá-lo, afirmou o empresário Cristiano Kok, da empreiteira Engevix, em entrevista

Leia mais

CONTRICOM REÚNE CONSELHO E DIRETORIA PARA DISCUTIR CRISE NA CONSTRUÇÃO

CONTRICOM REÚNE CONSELHO E DIRETORIA PARA DISCUTIR CRISE NA CONSTRUÇÃO BOLETIM 2 Brasília, 3 de novembro de 2015 CONTRICOM REÚNE CONSELHO E DIRETORIA PARA DISCUTIR CRISE NA CONSTRUÇÃO A diretoria da CONTRICOM realizará esta semana, entre os dias 5 e 6 de novembro, reunião

Leia mais

Processo Legislativo

Processo Legislativo Processo Legislativo Os Projetos de Lei Ordinária e de Lei Complementar são proposições que visam regular toda a matéria legislativa de competência da Câmara e devem ser submetidos à sanção do prefeito

Leia mais

PARECER Nº, DE 2009. RELATOR: Senador EDUARDO AZEREDO RELATOR ad hoc: Senador TASSO JEREISSATI I RELATÓRIO

PARECER Nº, DE 2009. RELATOR: Senador EDUARDO AZEREDO RELATOR ad hoc: Senador TASSO JEREISSATI I RELATÓRIO PARECER Nº, DE 2009 Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, em caráter terminativo, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 147, de 2006, que altera a Lei nº 4.950-A, de 22 de abril de 1966, que

Leia mais

Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013) Proposta Plano de Trabalho. Programa Nacional de Banda Larga (PNBL)

Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013) Proposta Plano de Trabalho. Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Avaliação de Políticas Públicas (Resolução nº 44, de 2013) Proposta Plano de Trabalho Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) Presidente:

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 24.02.2016

C L I P P I N G DATA: 24.02.2016 C L I P P I N G DATA: 24.02.2016 Presidente do TST defende regulamentação da terceirização O novo presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra Martins Filho, defendeu nesta terça-feira

Leia mais

Glossário do Portal da Câmara dos Deputados URL: http://www2.camara.leg.br/glossario

Glossário do Portal da Câmara dos Deputados URL: http://www2.camara.leg.br/glossario Abertura de crédito adicional Abstenção Ação (orçamento) Ação declaratória de constitucionalidade Decreto do Poder Executivo determinando a disponibilidade do crédito orçamentário, com base em autorização

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 5.797, DE 2009

PROJETO DE LEI Nº 5.797, DE 2009 COMISSÃO DE EDUCAÇÃO PROJETO DE LEI Nº 5.797, DE 2009 (Apensado o projeto de lei nº 325, de 2011) Altera o art. 1º da Lei nº 10.260, de 12 de julho de 2001, e o art. 1º da Lei nº 11.096, de 13 de janeiro

Leia mais

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Relatório Quadrimestral da Saúde e sua apresentação em audiência pública nas Casas do Congresso Nacional (art. 36 da Lei Complementar nº 141, de 2012) Nota Técnica n.º 05/2015 Elaboração: Área Temática

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA AS ELEIÇÕES 2008: Condutas Vedadas aos Gestores PúblicosP

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA AS ELEIÇÕES 2008: Condutas Vedadas aos Gestores PúblicosP Eleições 2008 ORIENTAÇÕES GERAIS PARA AS ELEIÇÕES 2008: Condutas Vedadas aos Gestores PúblicosP Escola Fazendária Teresina, 16 de Junho de 2008 O Art. 73, da Lei nº n 9.504/97, dispõe serem proibidas aos

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 549-A, DE 2011 (Do Sr. Weliton Prado)

PROJETO DE LEI N.º 549-A, DE 2011 (Do Sr. Weliton Prado) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 549-A, DE 2011 (Do Sr. Weliton Prado) Dispõe sobre a criação do Selo Verde de controle e redução do esgotamento sanitário; tendo parecer da Comissão de Meio Ambiente

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 78, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2008. RESOLVE: REGIMENTO INTERNO DO COLÉGIO DE PROCURADORES DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DA COMPOSIÇÃO

RESOLUÇÃO Nº 78, DE 13 DE NOVEMBRO DE 2008. RESOLVE: REGIMENTO INTERNO DO COLÉGIO DE PROCURADORES DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO DA COMPOSIÇÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA GERAL DO TRABALHO CONSELHO SUPERIOR (Publicada no DJ, de 28/11/2008, págs. 11/12) (Alterada pela Resolução nº 80, de 24/03/2009) (Alterada pela Resolução nº

Leia mais

PERFIL DOS MEMBROS DA MESA DIRETORA DO SENADO FEDERAL 52ª LEGISLATURA 3ª SESSÃO LEGISLATIVA

PERFIL DOS MEMBROS DA MESA DIRETORA DO SENADO FEDERAL 52ª LEGISLATURA 3ª SESSÃO LEGISLATIVA Editorial PERFIL DOS MEMBROS DA MESA DIRETORA DO SENADO FEDERAL 52ª LEGISLATURA 3ª SESSÃO LEGISLATIVA fevereiro/2005 PRESIDENTE Nome Parlamentar: Renan Calheiros Partido: PMDB/AL Data de Nascimento: 16/09/1955

Leia mais

RESOLUÇÃO N 23.219 INSTRUÇÃO N 296-67.2010.6.00.0000 - CLASSE 19 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL.

RESOLUÇÃO N 23.219 INSTRUÇÃO N 296-67.2010.6.00.0000 - CLASSE 19 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL RESOLUÇÃO N 23.219 INSTRUÇÃO N 296-67.2010.6.00.0000 - CLASSE 19 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL. Relator: Ministro Arnaldo Versiani. Interessado: Tribunal Superior Eleitoral.

Leia mais

opiniões do IPEA ou da SRI

opiniões do IPEA ou da SRI Antonio Lassance Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada IPEA antonio.lassance@ipea.gov.br As opiniões expressas neste documento não representam opiniões do IPEA ou da SRI Questões centrais do mês: Executivo:

Leia mais

ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO EGRÉGIO COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA, REALIZADA NO DIA 3/4/2014 às 10h. Aos três dias do mês de abril do ano de dois

ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO EGRÉGIO COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA, REALIZADA NO DIA 3/4/2014 às 10h. Aos três dias do mês de abril do ano de dois 1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO EGRÉGIO COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA, REALIZADA NO DIA 3/4/2014

Leia mais

Maurício Piragino /Xixo Escola de Governo de São Paulo. mauxixo.piragino@uol.com.br

Maurício Piragino /Xixo Escola de Governo de São Paulo. mauxixo.piragino@uol.com.br Democracia Participativa e Direta: conselhos temáticos e territoriais (Conselhos Participativos nas Subprefeituras); Iniciativa Popular, Plebiscitos e Referendo" Maurício Piragino /Xixo Escola de Governo

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO FREI OTHMAR Trav. Prof. José Agostinho, s/n. Santíssimo CEP 68010-230 - Santarém - Pará

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO FREI OTHMAR Trav. Prof. José Agostinho, s/n. Santíssimo CEP 68010-230 - Santarém - Pará ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO FREI OTHMAR Trav. Prof. José Agostinho, s/n. Santíssimo CEP 68010-230 - Santarém - Pará REGIMENTO ELEITORAL PARA ESCOLHA DE DIRETORIA DO GRÊMIO ESDANTIL DA

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE RESOLUÇÃO N o 124, DE 2012 Altera a redação do 4º do art. 7º e de incisos do 4º do art. 14 da Resolução nº 25, de 10 de outubro de 2001, com

Leia mais

OS EFEITOS DA DECISÃO DO STF NA ADI Nº 4.560 E DA LEI Nº 13.165/15 NAS REPRESENTAÇÕES POR EXCESSO DE DOAÇÃO POR PESSOA JURÍDICA

OS EFEITOS DA DECISÃO DO STF NA ADI Nº 4.560 E DA LEI Nº 13.165/15 NAS REPRESENTAÇÕES POR EXCESSO DE DOAÇÃO POR PESSOA JURÍDICA OS EFEITOS DA DECISÃO DO STF NA ADI Nº 4.560 E DA LEI Nº 13.165/15 NAS REPRESENTAÇÕES POR EXCESSO DE DOAÇÃO POR PESSOA JURÍDICA 1. Introdução Edson de Resende Castro* Promotor de Justiça Coordenador Eleitoral

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 100, DE VINTE E SEIS DE ABRIL DE 2006.

RESOLUÇÃO N. 100, DE VINTE E SEIS DE ABRIL DE 2006. RESOLUÇÃO N. 100, DE VINTE E SEIS DE ABRIL DE 2006. Dispõe sobre a estrutura do roteiro básico destinado à elaboração de Relatórios de Informação Técnica das prestações de contas anuais das entidades e

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 528, DE 2011 NOTA DESCRITIVA

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 528, DE 2011 NOTA DESCRITIVA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 528, DE 2011 NOTA DESCRITIVA ABRIL/2011 Nota Descritiva 2 SUMÁRIO 1. PRAZOS PARA APRECIAÇÃO... 3 2. TEXTO ORIGINAL... 3 3. CLÁUSULA DE VIGÊNCIA... 6 4. ADMISSIBILIDADE... 6 5. IMPACTOS

Leia mais

PROJETO DE LEI N o, DE 2008. (Do Sr. Maurício Quintella Lessa) O Congresso Nacional decreta:

PROJETO DE LEI N o, DE 2008. (Do Sr. Maurício Quintella Lessa) O Congresso Nacional decreta: PROJETO DE LEI N o, DE 2008 (Do Sr. Maurício Quintella Lessa) Dispõe sobre a legalização de cassinos, hotéis-cassinos e outros, no Brasil, e dá outras providências. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º

Leia mais

Proposta aprovada: utilizar as duas estratégias no esforço para aprovação do PL7027/2013.

Proposta aprovada: utilizar as duas estratégias no esforço para aprovação do PL7027/2013. RELATÓRIO DE SUELY SILVEIRA, COORDENADORA DO SINDJUFE Como afirmou o coordenador da FENAJUFE e servidor do TRE-GO, João Batista, a Fenajufe realizou intervenção junto ao TSE sobre a majoração do auxílio

Leia mais

ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 12.165 (39513-54.2009.6.00.0000) - CLASSE 6 - BITURUNA - PARANÁ

ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 12.165 (39513-54.2009.6.00.0000) - CLASSE 6 - BITURUNA - PARANÁ I TRIBUNAL SUPERIOR ELE.ITORAL ACÓRDÃO AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 12.165 (39513-54.2009.6.00.0000) - CLASSE 6 - BITURUNA - PARANÁ Relator: Ministro Arnaldo Versiani Agravantes: Lauro

Leia mais

COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO NACIONAL, DESENVOLVIMENTO REGIONAL E DA AMAZÔNIA PROJETO DE LEI Nº 6.689, DE 2009 VOTO EM SEPARADO

COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO NACIONAL, DESENVOLVIMENTO REGIONAL E DA AMAZÔNIA PROJETO DE LEI Nº 6.689, DE 2009 VOTO EM SEPARADO ** COMISSÃO DE INTEGRAÇÃO NACIONAL, DESENVOLVIMENTO REGIONAL E DA AMAZÔNIA PROJETO DE LEI Nº 6.689, DE 2009 Dispõe sobre a instalação e o funcionamento do Banco de Desenvolvimento do Centro-Oeste (BDCO),

Leia mais

MANUAL DE OFICINA VOTO CONSCIENTE - VOTO VAI ALÉM Metodologias & Informações extras

MANUAL DE OFICINA VOTO CONSCIENTE - VOTO VAI ALÉM Metodologias & Informações extras MANUAL DE OFICINA VOTO CONSCIENTE - VOTO VAI ALÉM Metodologias & Informações extras INTRODUÇÃO & OBJETIVOS 1. O QUE EU TENHO A VER COM ISSO? CONTEÚDOS: O QUE É POLÍTICA? Enfatizar a presença da política

Leia mais

Emenda nº - CAS Substitutiva (ao PLS 607, de 2007)

Emenda nº - CAS Substitutiva (ao PLS 607, de 2007) Emenda nº - CAS Substitutiva (ao PLS 607, de 2007) Dispõe sobre a regulamentação do exercício da profissão de Analista de Sistemas e suas correlatas, autoriza o Poder Executivo a criar o Conselho Federal

Leia mais

SINDICATO DAS EMPRESAS DO TRANSPORTE DE CARGAS E LOGÍSTICA DO RIO DE JANEIRO - SINDICARGA - REGULAMENTO ELEITORAL

SINDICATO DAS EMPRESAS DO TRANSPORTE DE CARGAS E LOGÍSTICA DO RIO DE JANEIRO - SINDICARGA - REGULAMENTO ELEITORAL 1 Estatuto Social - ANEXO I SINDICATO DAS EMPRESAS DO TRANSPORTE DE CARGAS E LOGÍSTICA DO RIO DE JANEIRO - SINDICARGA - REGULAMENTO ELEITORAL Dispõe sobre o processo eleitoral nos âmbitos da Assembléia

Leia mais

Riscos e oportunidades. Agosto 2009

Riscos e oportunidades. Agosto 2009 Riscos e oportunidades Agosto 2009 3 Retorno dos trabalhos no Congresso e no Judiciário (fim do recesso). 10º Congresso Nacional da CUT (de 3 e 7 de agosto, em São Paulo). Reunião do Ministério da Saúde

Leia mais

Subseção I Disposição Geral

Subseção I Disposição Geral Subseção I Disposição Geral Art. 59. O processo legislativo compreende a elaboração de: I - emendas à Constituição; II - leis complementares; III - leis ordinárias; IV - leis delegadas; V - medidas provisórias;

Leia mais

http://blog.jornalpequeno.com.br/johncutrim

http://blog.jornalpequeno.com.br/johncutrim ASSUNTO: SITE: EDITORIA: Incerteza ronda a CPI da Saúde http://blog.jornalpequeno.com.br/johncutrim POLÍTICA DATA: 29/07/2015 Incerteza ronda a CPI da Saúde Othelino Neto, Rogério e Levi Pontes estão otimistas

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 1ª REGIÃO-RJ. CAPÍTULO I Constituição e Jurisdição

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 1ª REGIÃO-RJ. CAPÍTULO I Constituição e Jurisdição REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 1ª REGIÃO-RJ CAPÍTULO I Constituição e Jurisdição Art. 1º - O Conselho Regional de Economia da 1ª Região tem sede e foro na cidade do Rio de Janeiro e

Leia mais

REGISTRO DE CANDIDATO

REGISTRO DE CANDIDATO LEGISLAÇÃO APLICÁVEL - Constituição Federal - Código Eleitoral (Lei n. 4737/65) - Lei n. 9.504/97 (Lei das Eleições) - Lei Complementar n. 64/90 (Lei das Inelegibilidades) DISPOSIÇÕES GERAIS REGISTRO DE

Leia mais

ARTIGO - A AÇÃO REVISIONAL DE CONTRATOS NO DIREITO BRASILEIRO

ARTIGO - A AÇÃO REVISIONAL DE CONTRATOS NO DIREITO BRASILEIRO ARTIGO - A AÇÃO REVISIONAL DE CONTRATOS NO DIREITO BRASILEIRO *Maraísa Santana No mês passado (abril/2014) escrevi artigo (AÇÃO REVISIONAL DE FINANCIAMENTO DE VEÍCULOS É GARANTIDA POR LEI), que foi publicado

Leia mais

CONGRESSO NACIONAL Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização

CONGRESSO NACIONAL Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização ATA DA OITAVA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA 4ª SESSÃO LEGISLATIVA ORDINÁRIA, DA 53ª LEGISLATURA, DA COMISSÃO MISTA DE PLANOS, ORÇAMENTOS PÚBLICOS E FISCALIZAÇÃO, REALIZADA EM 23 DE NOVEMBRO DE 2010. Aos vinte

Leia mais

DECRETO Nº 5.933, DE 20 DE ABRIL DE 2004.

DECRETO Nº 5.933, DE 20 DE ABRIL DE 2004. DECRETO Nº 5.933, DE 20 DE ABRIL DE 2004. (PUBLICADO NO DOE DE 26.04.04) Este texto não substitui o publicado no DOE Regulamenta a Lei nº 14.546, de 30 de setembro de 2003, que dispõe sobre a criação do

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO SECRETARIADO NACIONAL DA MULHER

REGIMENTO INTERNO DO SECRETARIADO NACIONAL DA MULHER REGIMENTO INTERNO DO SECRETARIADO NACIONAL DA MULHER PREÂMBULO O Estatuto do PSDB, aprovado em 1988, previu em sua Seção V, art. 73, 2º a criação do Secretariado da Mulher como parte integrante da Executiva

Leia mais

DO PARCELAMENTO DO DÉBITO TRIBUTÁRIO DO DEVEDOR EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL

DO PARCELAMENTO DO DÉBITO TRIBUTÁRIO DO DEVEDOR EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL DO PARCELAMENTO DO DÉBITO TRIBUTÁRIO DO DEVEDOR EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL José da Silva Pacheco SUMÁRIO: 1. Introdução. 2. Do projeto sobre parcelamento dos créditos tributários de devedores em recuperação

Leia mais

e) Liberdade assistida; f) Semiliberdade; g) Internação, fazendo cumprir o Estatuto da Criança e do Adolescente.

e) Liberdade assistida; f) Semiliberdade; g) Internação, fazendo cumprir o Estatuto da Criança e do Adolescente. REGIMENTO INTERNO DO COMDICA Título I DO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Capítulo I - DA NATUREZA Art.1º - O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente COMDICA,

Leia mais