Domingo. Acorda, seu dorminhoco, está na hora de levantar! De manhã? Meus pais esqueceram que os zumbis pegam fogo com a luz do sol?

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Domingo. Acorda, seu dorminhoco, está na hora de levantar! De manhã? Meus pais esqueceram que os zumbis pegam fogo com a luz do sol?"

Transcrição

1

2 Domingo Cocoricóóó! Acorda, seu dorminhoco, está na hora de levantar! Urrggghhoquefoi? Eu disse que já é de manhã e está na hora de você sair da cama. De manhã? Meus pais esqueceram que os zumbis pegam fogo com a luz do sol? Mãe, não tem graça nenhuma, estou tentando dormir. 3

3 Quem você está chamando de mãe? O quê? Ai, cara! Não foi um sonho. Eu troquei mesmo de corpo com o Steve! Agora esse aldeão está tentando me fazer sair da cama e me mandando para a luz do dia. É melhor eu entrar no clima, assim não vão desconfiar. Olá... hum... senhor aldeão. Como vai a vida... hum... na aldeia? Qual é o seu problema, Steve? Foi mordido por um zumbi ou algo assim? Ha-ha-ha... Essa foi muito boa! Ha-ha-ha. Cara, você está muito esquisito disse o aldeão. Acho que não sou um ator muito talentoso. Mas tenho que melhorar logo, porque vou ter que fingir que sou o Steve durante as próximas semanas até a lua cheia. É só nesse período que a bruxa do 4

4 pântano vai voltar à casa dela e destrocar nossos corpos. Eu só preciso me lembrar das dicas que o Steve me deu. Ele falou para eu me misturar aos humanos e me concentrar no básico: Os humanos são simples explicou Steve. Desde que você imite tudo que eles fazem, vai se encaixar direitinho. Certo! Então, o que o Steve faz o dia inteiro? Deixa eu ver... Sei que ele gosta de minerar, de cultivar e de dar socos em árvores. Se eu fizer essas três coisas, vou conseguir me misturar direitinho. Mas como é que eu vou aprender? Nunca fiz nada disso antes! Então um raio de sol entrou no meu quarto. No começo, eu fiquei em pânico porque achei que a minha pele ia fritar que nem bacon. Mas aí percebi que ser o Steve tem suas vantagens. Não preciso mais ter medo da luz do sol! 5

5 Assim, a primeira coisa que fiz foi correr até lá fora e aproveitar aquele sol. Foi gostoso sentir o calor no meu rosto e no meu corpo, mas a luz era um pouco forte demais. Consegui enxergar todos os campos, as árvores, o lago... O lago! Acabei de me dar conta de que posso pular na água! Normalmente, zumbis evitam a água como se fosse uma praga, mas agora posso nadar, como todos os outros humanos. Então corri até o lago, escalei uma árvore bem grande e... SPLAAASH! Só que a alegria não durou muito. Por algum motivo, achei que os humanos conseguissem respirar debaixo d água... cof, cof. À noite, fui visitar o Steve no nosso lugar de sempre. Mal pude acreditar no que vi! Só tinha passado um dia e o Steve já estava mandando muito bem na vida de zumbi! 6

6 Como foi o seu primeiro dia como zumbi? perguntei a ele. Ah, cara, a vida de zumbi é muito legal! Eu podia me acostumar fácil. É mesmo? Achei que ser zumbi era a maior chatice. Bom, o cheiro é bem ruim, mas já me acostumei respondeu Steve. E você? Como está sobrevivendo à minha velha vida chata? Já conheceu aqueles aldeões malucos? 7

7 Já. Steve, pode me explicar melhor sua vida? perguntei. Achei que você morasse com os seus pais. Bom, por incrível que pareça, não sei de onde vim respondeu Steve. Passei a vida toda com os aldeões. Nunca conheci os meus pais. Você não perguntou para os aldeões de onde veio? Não. Eles só contaram que um dia eu acordei na cama deles. Não fazem ideia de como apareci lá. Nossa! Tem muita coisa que você vai achar esquisita, espera só para ver. Tipo o quê? Você vai ver. Então nos separamos. Cara, nunca pareci tão bacana quanto ele quando era zumbi. Como é que ele faz isso? Assim que cheguei em casa, um dos aldeões disse: 8

8 Nossa, Steve, você está fedendo! Precisa tomar um banho para tirar esse cheiro de carne podre. Parece que brigou com um zumbi! Tirar esse cheiro de carne podre? Mas eu estava gostando de ter o meu cheirinho de volta... O aldeão me deu um negócio retangular chamado sabonete e um pedaço de pano chamado toalha, então me disse para ir até o chuveiro. Perguntei onde ficava isso e ele apontou para um lugar chamado banheiro. Cara, eu estava ficando tonto tentando decorar todos os nomes. Quando entrei no banheiro, passei na frente do espelho e tomei um susto. Tive a oportunidade de ver o meu rosto. Como era esquisito! Eu tinha olhos, nariz, orelhas e pele em todo lugar. Também tinha uns pelinhos no queixo. Aí abri a boca e notei que tinha, tipo, um milhão de dentes! Eu parecia um tubarão. Nossa! O que o Steve faz com todos esses dentes? Será que os 9

9 humanos realmente comem zumbis, como a gente vê nos filmes? Talvez eu pudesse aproveitar o espelho para treinar minhas expressões de Steve. Então tentei fazer várias caras diferentes. Olha, não sei se vou conseguir viver assim, mas vou tentar. Depois que tomei banho, fui para a cama. Mas foi meio difícil dormir com as roupas molhadas. 10

10 Segunda-feira Steve, anda logo ou você vai se atrasar para a escola! disse o aldeão pela manhã. Ai, cara! Steve não tinha falado nada sobre escola! Achei que minerar e cultivar iam ser atividades difíceis, mas tentar me misturar em uma escola humana vai ser impossível! Quer dizer, o que eu vou vestir? Como vou me comportar? O que vou dizer para os outros alunos? Será que vão gostar de mim? E se descobrirem que na verdade sou um zumbi com a roupa de carne do Steve? 11

11 Cara, só dois dias como humano e a minha vida já está dramática. Olhei no armário para ver se tinha alguma roupa para vestir e não achei nada. Olhei nas gavetas e descobri que Steve tinha um monte de camisetas e calças iguais. Achava que só os zumbis fossem assim. Peguei uma camiseta e uma calça. Estava com a maior dificuldade de vestir a roupa, até que o aldeão apareceu. Você está tentando vestir a roupa limpa por cima da suja? perguntou o aldeão. Parece que nunca usou uma roupa na vida. Depois que ele saiu do quarto, tirei a roupa suja e não acreditei no que vi... A pele do Steve cobria todo o corpo dele! Não tinha nenhum buraco ou pedaços pendurados. Os órgãos dele nem estavam caindo para fora! Não dava para enfiar a mão na barriga para brincar com os intestinos ou com a espinha, como eu fazia quando era zumbi. 12

12 Que coisa esquisita, pensei. Então vesti minhas roupas e fui para a escola. Durante o dia a aldeia era bem movimentada! Tinha aldeões por todos os lados: com aventais pretos ou brancos, com mantos roxos... e muitos outros. Era uma loucura! Ainda bem que a escola ficava na aldeia. Foi superfácil de achar. Só que ela era ainda mais maluca! Tinha todo tipo de aluno: magros, gordos, altos e baixinhos. E esses garotos não vestiam túnicas; usavam tudo que é tipo de roupa maluca. Um deles parecia ter um porco-espinho na cabeça. Uma menina tinha o rosto todo pintado. E tinha um monte de outros garotos que eram quase tão grandes quanto o Mutante, mas tinham pele cobrindo o corpo. Praticavam um esporte chamado futebol americano. Eu até vi um zumbi na escola! Mas ele tinha mais carne no corpo do que um morto-vivo normal. 13

13 Talvez, no mundo do Steve, os zumbis comam bem mais bolo. A coisa mais estranha que notei foi que todos os garotos só andavam com garotos que tinham o mesmo visual que eles. Isso era muito diferente da turma de mobs na minha escola, onde todo mundo fala com todo mundo. É por isso que Esquely, Slimey, Creepy e eu somos melhores amigos. Mas, aqui, os humanos se comportam de um jeito muito esquisito. Acho que hoje vou mais cedo para casa... 14

14 Terça-feira de manhã Fiquei muito impressionado com o que vi ontem. Quer dizer, todos aqueles humanos juntos me deram calafrios. Sem falar no cheiro! Nenhum aluno tinha cheiro de carne podre, nem de muco rançoso, nem de meia de ginástica mofada. Sem contar um garoto que cheirava a essas três coisas juntas. Gostei muito dele. Resolvi que hoje ia encarar e me sair bem. Quer dizer, o Steve provavelmente também estava com dificuldades. Ser zumbi é difícil de verdade, sabia? Principalmente porque ele vai ter que se manter à altura do estilo de vida bacana e da reputação que eu tinha construído na escola. 15

15 Estou com muita pena dele. O bom é que o Steve me deu o celular dele, assim a gente pode ligar um para o outro se rolar uma situação difícil. Provavelmente vou ligar para ele umas cinquenta vezes hoje. Bom, vai começar mais um dia de loucura na escola humana de ensino fundamental... 16

16 Divirta-se ajudando o zumbi a resgatar as páginas perdidas do diário dele! Entre no site diariodeumzumbi.com.br para acessar o game gratuito ou acione o QR Code: Siga o zumbi! facebook.com/diariodeumzumbi twitter.com/zumbi_diario instagram.com/diariodeumzumbi

17 INFORMAÇÕES SOBRE A SEXTANTE Para saber mais sobre os títulos e autores da EDITORA SEXTANTE, visite o site e curta as nossas redes sociais. Além de informações sobre os próximos lançamentos, você terá acesso a conteúdos exclusivos e poderá participar de promoções e sorteios. facebook.com/esextante twitter.com/sextante instagram.com/editorasextante skoob.com.br/sextante Se quiser receber informações por , basta se cadastrar diretamente no nosso site ou enviar uma mensagem para Editora Sextante Rua Voluntários da Pátria, 45 / Botafogo Rio de Janeiro RJ Brasil Telefone: (21) Fax: (21)

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar

Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar Segmentos da Entrevista do Protocolo 5: Alunos do Pré-Escolar CATEGORIAS OBJECTIVOS ESPECÍFICOS S. C. Sim, porque vou para a beira de um amigo, o Y. P5/E1/UR1 Vou jogar à bola, vou aprender coisas. E,

Leia mais

Relato de parto: Nascimento do Thomas

Relato de parto: Nascimento do Thomas Relato de parto: Nascimento do Thomas Dia 15 de dezembro de 2008, eu já estava com 40 semanas de gestação, e ansiosa para ter meu bebê nos braços, acordei as 7h com uma cólica fraca, dormi e não senti

Leia mais

Entrevista com Aires Alves

Entrevista com Aires Alves 1 Entrevista com Aires Alves Hélder Bértolo (Professor da Faculdade de Medicina de Lisboa) e Maria Lúcia Batezat Duarte Transcrição: Maria Lúcia Batezat Duarte 1 38 anos técnico de computador - cego congênito

Leia mais

Só que tem uma diferença...

Só que tem uma diferença... Só que tem uma diferença... Isso não vai ficar assim! Sei. Vai piorar. Vai piorar para o lado dela, isso é que vai! Por enquanto, só piorou para o seu, maninho. Pare de me chamar de maninho, Tadeu. Você

Leia mais

TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA. (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico)

TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA. (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico) TEXTO: Texto Warley di Brito A TURMA DA ZICA (Esta é uma versão adaptada, da turma do zico) Januária setembro/2011 CENÁRIO: Livre, aberto, porém, deve se haver por opção uma cadeira, uma toalha e uma escova

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

Dilemas de Adolescente

Dilemas de Adolescente Dilemas de Adolescente Quando pensamos que a vida está parada, ai temos uma grande surpresa. Meu nome é Ellen Ster, tenho 14 anos, loura, olhos castanhos, cabelos ondulados. Minha vida é composta de amigos,

Leia mais

www.rockstarsocial.com.br

www.rockstarsocial.com.br 1 1 Todos os Direitos Reservados 2013 Todas As Fotos Usadas Aqui São Apenas Para Descrição. A Cópia Ou Distribuição Do Contéudo Deste Livro É Totalmente Proibida Sem Autorização Prévia Do Autor. AUTOR

Leia mais

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br

Alô, alô. www.bibliotecapedrobandeira.com.br Alô, alô Quero falar com o Marcelo. Momento. Alô. Quem é? Marcelo. Escuta aqui. Eu só vou falar uma vez. A Adriana é minha. Vê se tira o bico de cima dela. Adriana? Que Adriana? Não se faça de cretino.

Leia mais

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento Eu e umas amigas íamos viajar. Um dia antes dessa viagem convidei minhas amigas para dormir na minha casa. Nós íamos para uma floresta que aparentava ser a floresta do Slender-Man mas ninguém acreditava

Leia mais

A CURA DE UM MENINO Lição 31

A CURA DE UM MENINO Lição 31 A CURA DE UM MENINO Lição 31 1 1. Objetivos: Mostrar o poder da fé. Mostrar que Deus tem todo o poder. 2. Lição Bíblica: Mateus 17.14-21; Marcos 9.14-29; Lucas 9.37-43 (Leitura bíblica para o professor)

Leia mais

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Autora: Tell Aragão Personagens: Carol (faz só uma participação rápida no começo e no final da peça) Mãe - (só uma voz ela não aparece) Gigi personagem

Leia mais

As coisas estavam indo bastante bem. Na verdade, eu diria que uma onda de paradas maneiras vinha rolando há uns seis meses. Por exemplo: mamãe se

As coisas estavam indo bastante bem. Na verdade, eu diria que uma onda de paradas maneiras vinha rolando há uns seis meses. Por exemplo: mamãe se 1 As coisas estavam indo bastante bem. Na verdade, eu diria que uma onda de paradas maneiras vinha rolando há uns seis meses. Por exemplo: mamãe se livrou do Steve, o namorado escroto dela. Por exemplo:

Leia mais

O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB!

O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB! O Ponto entrevista Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para ATRFB! A história da Letícia Odorizi, aprovada em 1º lugar para Analista Tributário da Receita Federal do Brasil, é mais uma das histórias

Leia mais

Bons Hábitos de Higiene: Essenciais para a sua saú de!

Bons Hábitos de Higiene: Essenciais para a sua saú de! Bons Hábitos de Higiene: Essenciais para a sua saú de! Programa de 21 Dias de Boas Práticas de Higiene Contra 10 Doenças Uma Proteção Avançada olá! Você sabia que o simples hábito de lavar as mãos evita

Leia mais

Existe espaço para os covers mostrarem seus trabalhos? As pessoas dão oportunidades?

Existe espaço para os covers mostrarem seus trabalhos? As pessoas dão oportunidades? A Estação Pilh@ também traz uma entrevista com Rodrigo Teaser, cover do Michael Jackson reconhecido pela Sony Music. A seguir, você encontra os ingredientes da longa história marcada por grandes shows,

Leia mais

Casa Templária, 9 de novembro de 2011.

Casa Templária, 9 de novembro de 2011. Casa Templária, 9 de novembro de 2011. Mais uma vez estava observando os passarinhos e todos os animais que estão ao redor da Servidora. Aqui onde estou agora é a montanha, não poderia ser outro lugar.

Leia mais

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias Lucas Zanella Collin Carter & A Civilização Sem Memórias Sumário O primeiro aviso...5 Se você pensa que esse livro é uma obra de ficção como outra qualquer, você está enganado, isso não é uma ficção. Não

Leia mais

- Não me arrependo de nada. Quebrei o círculo. - Nem de ter assassinado uns cinco ou seis ou até mais, D. Eloisa?

- Não me arrependo de nada. Quebrei o círculo. - Nem de ter assassinado uns cinco ou seis ou até mais, D. Eloisa? A Quebra do Círculo Cristovam Buarque - Não me arrependo de nada. Quebrei o círculo. - Nem de ter assassinado uns cinco ou seis ou até mais, D. Eloisa? - Foi mais, e vou contar tudo. Mas não me arrependo.

Leia mais

Entendendo o que é Gênero

Entendendo o que é Gênero Entendendo o que é Gênero Sandra Unbehaum 1 Vila de Nossa Senhora da Piedade, 03 de outubro de 2002 2. Cara Professora, Hoje acordei decidida a escrever-lhe esta carta, para pedir-lhe ajuda e trocar umas

Leia mais

QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com

QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com QUASE NADA Peça de Marcos Barbosa marcosbarbosa@hotmail.com Antônio, Sara, Vânia e César. Sala da casa de Antônio e Sara. 1 Um longo silêncio. ANTÔNIO. Vai me deixar falando sozinho? Sara o fita e fica

Leia mais

WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR

WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR WWW.MUSICALLEIZER.COM.BR Índice Índice Prefácio Sobre o autor Introdução Como ser produtivo estudando corretamente Você já organizou o seu tempo e os seus dias para estudar? Definir o que vai estudar Organizando

Leia mais

Realizado a partir do Roteiro para grupo focal com monitores - Pesquisa UCA/BA [Escola CETEP/Feira de Santana] 1

Realizado a partir do Roteiro para grupo focal com monitores - Pesquisa UCA/BA [Escola CETEP/Feira de Santana] 1 Realizado a partir do Roteiro para grupo focal com monitores - Pesquisa UCA/BA [Escola CETEP/Feira de Santana] Categorias Apresentação do instrumento [-] Mobilidade/ portabilidade [,] 0 0 Transcrição Alguns

Leia mais

Mandei um garoto para a câmara de gás em Huntsville. Foi só um. Eu prendi e testemunhei contra ele. Fui até lá con versar com ele duas ou três vezes.

Mandei um garoto para a câmara de gás em Huntsville. Foi só um. Eu prendi e testemunhei contra ele. Fui até lá con versar com ele duas ou três vezes. I Mandei um garoto para a câmara de gás em Huntsville. Foi só um. Eu prendi e testemunhei contra ele. Fui até lá con versar com ele duas ou três vezes. Três vezes. A última foi no dia da execução. Eu não

Leia mais

Pessoal das comunidades, Sonho lúcido e Viagem astral. Ao youtube a internet em geral e a minha cama. xd

Pessoal das comunidades, Sonho lúcido e Viagem astral. Ao youtube a internet em geral e a minha cama. xd Projeção Astral de Iniciante pra iniciante. Contato: marionunes7@yahoo.com.br Sem sumario 6 paginas também xd. Agradecimento. Pessoal das comunidades, Sonho lúcido e Viagem astral. Ao youtube a internet

Leia mais

Pequena História do meu Estágio de Português orientado pelo Senhor Dr. Virgílio Couto na Escola Comercial de Veiga Beirão

Pequena História do meu Estágio de Português orientado pelo Senhor Dr. Virgílio Couto na Escola Comercial de Veiga Beirão Pequena História do meu Estágio de Português orientado pelo Senhor Dr. Virgílio Couto na Escola Comercial de Veiga Beirão Ano Primeiro (1948-1949) Janeiro, 11 Para começar, falou connosco durante uma hora

Leia mais

Judith H. Katz e Frederick A. Miller. seja. grande

Judith H. Katz e Frederick A. Miller. seja. grande Judith H. Katz e Frederick A. Miller seja grande Com amor, para David, meu parceiro de vida, que mantém sua fé em meu desejo de ser GRANDE; para Fred, que me ensinou o que realmente significa ousar dar

Leia mais

Do meio das árvores secas da floresta escura emer giu o maníaco com a máscara de pele humana. Motosserra em mãos, desceu-a entre as pernas do pobre

Do meio das árvores secas da floresta escura emer giu o maníaco com a máscara de pele humana. Motosserra em mãos, desceu-a entre as pernas do pobre 1 Do meio das árvores secas da floresta escura emer giu o maníaco com a máscara de pele humana. Motosserra em mãos, desceu-a entre as pernas do pobre paraplégico, cortando-o ao meio, assim como a sua cadeira

Leia mais

INDICE Introdução 03 Você é muito bonzinho 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade Pg: 05 Evite pedir permissão

INDICE Introdução 03 Você é muito bonzinho 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade Pg: 05 Evite pedir permissão 1 INDICE Introdução... Pg: 03 Você é muito bonzinho... Pg: 04 Vamos ser apenas amigos dicas para zona de amizade... Pg: 05 Evite pedir permissão... Pg: 07 Não tenha medo de ser você mesmo... Pg: 08 Não

Leia mais

Rio de Janeiro, 2 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 2 de junho de 2008 Rio de Janeiro, 2 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Meu nome é Ivo Barcelos Assumpção, nasci dia 13 do doze de 1954 em Rezende, Estado do Rio de Janeiro. FORMAÇÃO Eu estudei engenharia química na UFRJ, entrei

Leia mais

Dieta faz mal ao cérebro

Dieta faz mal ao cérebro Dieta faz mal ao cérebro AGRADECIMENTOS Sempre fui um homem de dimensões exageradas e, para falar a verdade, me orgulhava disso. No entanto, quando comecei a escrever este livro, eu havia batido um novo

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro

Acólitos. São João da Madeira. Cancioneiro Acólitos São João da Madeira Cancioneiro Índice Guiado pela mão...5 Vede Senhor...5 Se crês em Deus...5 Maria a boa mãe...5 Quanto esperei por este momento...6 Pois eu queria saber porquê?!...6 Dá-nos

Leia mais

O Coração Sujo. Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse? Tuca Parece cheiro de gambá morto afogado no esgoto.

O Coração Sujo. Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse? Tuca Parece cheiro de gambá morto afogado no esgoto. O Coração Sujo Personagens - Tuca - Teco - Tatá - Tia Tuca e Tatá estão conversando. Teco chega. Teco Oi, meninas, sobre o que vocês estão falando? Tuca Estávamos falando sobre... hm, que cheiro é esse?

Leia mais

Sei... Entra, Fredo, vem tomar um copo de suco, comer um biscoito. E você também, Dinho, que está parado aí atrás do muro!

Sei... Entra, Fredo, vem tomar um copo de suco, comer um biscoito. E você também, Dinho, que está parado aí atrás do muro! Capítulo 3 N o meio do caminho tinha uma casa. A casa da Laila, uma menina danada de esperta. Se bem que, de vez em quando, Fredo e Dinho achavam que ela era bastante metida. Essas coisas que acontecem

Leia mais

Material Didáctilo Raul Ventura o Cosmonauta!

Material Didáctilo Raul Ventura o Cosmonauta! Raul Ventura o Cosmonauta! Narrador: Raul era um menino muito curioso! Adorava fazer experiências, conhecer coisas novas! Já tinha efectuado várias viagens a volta de sua casa, na companhia do seu gato

Leia mais

O setor bancário reavalia a inovação

O setor bancário reavalia a inovação O setor bancário reavalia a inovação Knowledge@Wharton: Vamos conversar hoje com Franklin Allen, professor de finanças da Wharton e co-autor de Financing the Future (Financiando o Futuro), e com Pierre

Leia mais

Bons tempos. Trecho do livro Whatever. de Leonardo Brasiliense. (Artes e Ofícios, Porto Alegre, 2010)

Bons tempos. Trecho do livro Whatever. de Leonardo Brasiliense. (Artes e Ofícios, Porto Alegre, 2010) Bons tempos Trecho do livro Whatever de Leonardo Brasiliense (Artes e Ofícios, Porto Alegre, 2010) Era difícil o tempo todo. Mas acordar cedo nunca me incomodou, eu dormia bem. Vi num documentário na TV

Leia mais

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas).

Titulo - VENENO. Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Titulo - VENENO Ext Capital de São Paulo Noite (Avista-se a cidade de cima, forrada de prédios, algumas luzes ainda acesas). Corta para dentro de um apartamento (O apartamento é bem mobiliado. Estofados

Leia mais

Quero agradecer e dedicar este livro a todos que acreditaram no meu sonho...

Quero agradecer e dedicar este livro a todos que acreditaram no meu sonho... Autora: Marieli Bueno Diagramação: Milena Thaís Machado Capa: Luana Venâncio Revisão: Luana Venâncio Editora: Perse Quero agradecer e dedicar este livro a todos que acreditaram no meu sonho... O Meu nome

Leia mais

Série: CRESCIMENTO Preletor: Dr. Bob Harrison Cd: 1/11

Série: CRESCIMENTO Preletor: Dr. Bob Harrison Cd: 1/11 TEMA: CRESCIMENTO, AVANÇO E CONQUISTA! 1/11. PRINCIPES E PRINCESAS SE VOCÊ É UMA DAS MILHARES DE PESSOAS QUE DESEJAM CRESCER, QUE DE VERDADE QUEREM CRESCIMENTO PARA SUA VIDA, AQUI VÃO ALGUMAS BOAS NOTÍCIAS.

Leia mais

Amanda Pereira de Farias Fernandes Lima. A Boneca da Imaginação. Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE

Amanda Pereira de Farias Fernandes Lima. A Boneca da Imaginação. Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE Amanda Pereira de Farias Fernandes Lima A Boneca da Imaginação Biblioteca Popular de Afogados BPA Recife - PE Amanda Pereira de Farias Fernandes Lima Capa e pesquisa de imagens Amanda P. F. Lima A Boneca

Leia mais

Introdução. Minha formação

Introdução. Minha formação Introdução Minha formação Aos 26 anos eu tinha cinco filhos, sendo que os mais novos eram gêmeos. Quando eles nasceram, eu tinha uma menina de oito anos, um menino de sete e uma caçula de dois. Pode-se

Leia mais

Coragem, Solidariedade, Confiança, Justiça.

Coragem, Solidariedade, Confiança, Justiça. Valores: Coragem, Solidariedade, Confiança, Justiça. Competências -chave: Saber reagir a atentados à integridade física ou psicológica; Saber medir consequências de um segredo; Ser capaz de confiar e pedir

Leia mais

Laranja-fogo. Cor-de-céu

Laranja-fogo. Cor-de-céu Laranja-fogo. Cor-de-céu Talita Baldin Eu. Você. Não. Quero. Ter. Nome. Voz. Quero ter voz. Não. Não quero ter voz. Correram pela escada. Correram pelo corredor. Espiando na porta. Olho de vidro para quem

Leia mais

O Laboratório de. Lelê & Trix. A Experiência Investigativa. Patrícia Engel Secco. Ilustrações Fábio Sgroi

O Laboratório de. Lelê & Trix. A Experiência Investigativa. Patrícia Engel Secco. Ilustrações Fábio Sgroi O Laboratório de Lelê & Trix A Experiência Investigativa Patrícia Engel Secco Ilustrações Fábio Sgroi Coleção Lelê e Trix Projeto Gráfico & Editoração Lili Tedde Revisão Trisco Comunicação O Laboratório

Leia mais

MUDANÇA DE IMAGEM. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br

MUDANÇA DE IMAGEM. Site Oficial: http://www.tfca.com.br E-mail: tfca@tfca.com.br MUDANÇA DE IMAGEM Os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Isto porque eu não tinha a quem relatar o que me havia acontecido. Eu estava com medo de sair do meu corpo novamente, mas também não

Leia mais

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008

Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Meu nome é Alexandre da Silva França. Eu nasci em 17 do sete de 1958, no Rio de Janeiro. FORMAÇÃO Eu sou tecnólogo em processamento de dados. PRIMEIRO DIA

Leia mais

O que eu quero ser quando crescer?

O que eu quero ser quando crescer? por Aryane Cararo 24.abril.2010 07:30:01 O que eu quero ser quando crescer? Você, com certeza, já pensou nisso. Mas já se perguntou por que fez essa escolha? E o quanto ela ainda pode mudar até ficar adulto?

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

SPE N O. ficar ou nao ficar

SPE N O. ficar ou nao ficar HQ4 SPE N O ficar ou nao ficar i ċ Edição 4 - Ficar ou não Ficar? Partes 1 e 2 Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e Ministério da Educação (MEC). BR/2010/PI/H/4

Leia mais

Nilton Brotto, recém chegado, assevera:

Nilton Brotto, recém chegado, assevera: (foto cedida pelo Reginaldo) Na janela do ônibus:?, Zé Amâncio,?, Reginaldo. De pé: 1, 2,, Belíssimo, Rato, Fabio, Euclides, 7, 8, Perrone atrás do Paulo, Alvaro, Garrafa, Abdo,? Agachados: Moreau, Luis

Leia mais

O Renal é um ser humano como todos e tem seu direito de ser respeitado e não ter vergonha de ser renal. Jaderson

O Renal é um ser humano como todos e tem seu direito de ser respeitado e não ter vergonha de ser renal. Jaderson Jaderson é um garoto de 11 anos, portador de insuficiência renal crônica, paciente do Serviço de Hemodiálise Pediátrica do Hospital Roberto Santos em Salvador-BA. É uma criança muito inteligente e talentosa,

Leia mais

Trabalhar em Casa. Um Guia para quem quer iniciar um trabalho em casa e não sabe por onde começar. 2015 bastianafutebol.com @bastianafutebol

Trabalhar em Casa. Um Guia para quem quer iniciar um trabalho em casa e não sabe por onde começar. 2015 bastianafutebol.com @bastianafutebol Trabalhar em Casa Um Guia para quem quer iniciar um trabalho em casa e não sabe por onde começar 2015 bastianafutebol.com @bastianafutebol Como Começar? Primeiro você deve escolher o tipo de trabalho que

Leia mais

Unidades de sentido Indicadores Unidades de Sentido Indicadores

Unidades de sentido Indicadores Unidades de Sentido Indicadores das dos tratamentos sobre a Imagem o que me incomodou foi a perda do cabelo quando me começou a cair o cabelo, eu tive 2 ou 3 dias que não me quis ver ao espelho (M1); e custou-me muito, quando o médico

Leia mais

Trecho do livro Nora Webster (Companhia das Letras), de Colm Tóibín Tradução de Rubens Figueiredo. Capítulo Um

Trecho do livro Nora Webster (Companhia das Letras), de Colm Tóibín Tradução de Rubens Figueiredo. Capítulo Um Trecho do livro Nora Webster (Companhia das Letras), de Colm Tóibín Tradução de Rubens Figueiredo Capítulo Um Você deve estar de saco cheio deles. Será que nunca vão parar de vir aqui? Tom O Connor, seu

Leia mais

3 Truques Para Obter Fluência no Inglês

3 Truques Para Obter Fluência no Inglês 3 Truques Para Obter Fluência no Inglês by: Fabiana Lara Atenção! O ministério da saúde adverte: Os hábitos aqui expostos correm o sério risco de te colocar a frente de todos seus colegas, atingindo a

Leia mais

- Se for pra mim, eu não estou. - Ah. Oi... Está sim. Espera um minutinho.

- Se for pra mim, eu não estou. - Ah. Oi... Está sim. Espera um minutinho. 1 AMAR... dir: Carlos Gregório CASA DE LAURA... - Você não vai dizer nada? - O que você quer que eu diga? - Qualquer coisa. - Olha,... Não foi tão importante pra mim... - Não... foi!!? - É... É isso mesmo.

Leia mais

PROJETANDO PARA O FUTURO, V PRÊMIO CRIANDO ASAS 2011-2012

PROJETANDO PARA O FUTURO, V PRÊMIO CRIANDO ASAS 2011-2012 GEISSON SILVA Por Maria Beatriz Alves de Araújo, em 13.11.2012 PROJETANDO PARA O FUTURO, V PRÊMIO CRIANDO ASAS 2011-2012 GEISSON SILVA. NO PULSO, SEU MANTRA POSSO MUDAR O MUNDO GEISSON SILVA tem convicção

Leia mais

Maria Shriver. Quem você quer ser? Nunca é tarde para se tornar a pessoa que você quer ser

Maria Shriver. Quem você quer ser? Nunca é tarde para se tornar a pessoa que você quer ser Maria Shriver Quem você quer ser? Nunca é tarde para se tornar a pessoa que você quer ser DEDICATÓRIA g Este pequeno livro é dedicado às pessoas de todas as idades que buscam respostas. Lembre-se sempre

Leia mais

A DIVERSIDADE NA ESCOLA

A DIVERSIDADE NA ESCOLA Tema: A ESCOLA APRENDENDO COM AS DIFERENÇAS. A DIVERSIDADE NA ESCOLA Quando entrei numa escola, na 1ª série, aos 6 anos, tinha uma alegria verdadeira com a visão perfeita, não sabia ler nem escrever, mas

Leia mais

Um havia um menino diferente dos outros meninos: tinha o olho direito preto, o esquerdo azul e a cabeça pelada. Os vizinhos mangavam dele e gritavam: Ó pelado! Tanto gritaram que ele se acostumou, achou

Leia mais

Escrito por WEBMASTER Douglas Ter, 25 de Setembro de 2012 10:07 - Última atualização Ter, 25 de Setembro de 2012 10:09

Escrito por WEBMASTER Douglas Ter, 25 de Setembro de 2012 10:07 - Última atualização Ter, 25 de Setembro de 2012 10:09 BÃO OCÊ QUERIA O QUE, SALÁRIO PRESIDIARIO R$ 960,00 REAIS PROS BANDIDO, TRAFICANTE, ESTRUPADOR E ASSASINOS E UM PAI DE FAMILIA TRABALHADOR UM SALARIO MINIMO DE R$ 622,00 REAIS, AI JA É MAIS DA CONTA, ACHO

Leia mais

CIFRAS - CUKA FRESCA

CIFRAS - CUKA FRESCA INTRODUÇÃO: D9 A/C# Bm7/11 G7+ D9 A/C# G7+ G/A A/C# CIFRAS - CUKA FRESCA EU VOU TE AMAR Bm7/11 G7+ G/A A/C# QUANDO SENTIR TRISTEZA E NÃO PUDER TE ACALMAR Bm7/11 G7+ G/A QUANDO HOUVER UM VAZIO QUE NÃO POSSA

Leia mais

MEMÓRIAS GEOGRÁFICAS À TONA:

MEMÓRIAS GEOGRÁFICAS À TONA: MEMÓRIAS GEOGRÁFICAS À TONA: Uma retomada da história do Curso de Geografia da UFU a partir de uma entrevista com a Profa. Dra. Suely Regina Del Grossi Revista OBSERVATORIUM: Qual (ais) a (s) razão (ões)

Leia mais

AÇÃO SOCIAL DAS EMPRESAS PRIVADAS: UMA METODOLOGIA PARA AVALIAÇÃO DE RESULTADOS

AÇÃO SOCIAL DAS EMPRESAS PRIVADAS: UMA METODOLOGIA PARA AVALIAÇÃO DE RESULTADOS FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA BRASILEIRA DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS CENTRO DE FORMAÇÃO ACADÊMICA E PESQUISA CURSO DE DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO AÇÃO SOCIAL DAS EMPRESAS PRIVADAS: UMA METODOLOGIA

Leia mais

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1 Entrevista G1.1 Entrevistado: E1.1 Idade: Sexo: País de origem: Tempo de permanência 51 anos Masculino Cabo-verde 40 anos em Portugal: Escolaridade: Imigrações prévias : São Tomé (aos 11 anos) Língua materna:

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 70 Cerimónia de sanção do projeto

Leia mais

Cercado de verde por todos os lados

Cercado de verde por todos os lados Cercado de verde por todos os lados Verde-claro. Verde-escuro. Verde-musgo. Verde pálido. Verde superanimado. Verde sendo bicado por passarinhos. Verde sendo engolido por macacos. Verde subindo pelos troncos

Leia mais

Apoio: Patrocínio: Realização:

Apoio: Patrocínio: Realização: 1 Apoio: Patrocínio: Realização: 2 CINDERELA 3 CINDERELA Cinderela era uma moça muito bonita, boa, inteligente e triste. Os pais tinham morrido e ela morava num castelo. A dona do castelo era uma mulher

Leia mais

Onde você vai encontrar as suas futuras iniciadas?????

Onde você vai encontrar as suas futuras iniciadas????? Há 16 anos quando entrou na MK, a consagrada Diretora Nacional, Gloria Mayfield, não sabia como chegar ao topo, hoje ela dá o seguinte conselho. As lições que eu aprendi na Mary Kay para me tornar uma

Leia mais

ATENDIMENTO 24 HORAS NA CLÍNICA VETERINÁRIA HOMEOPÁTICA

ATENDIMENTO 24 HORAS NA CLÍNICA VETERINÁRIA HOMEOPÁTICA ATENDIMENTO 24 HORAS NA CLÍNICA VETERINÁRIA HOMEOPÁTICA Dr. Elias Carlos Zoby Médico Veterinário Homeopata Clínica Hahnemanniana de Animais R. Mário Carpenter, 5/112. Santos SP Brasil 11055-250 O que vou

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

Geração Graças Peça: O livro das Parábolas A parábola do tesouro escondido (Mt 13:44)

Geração Graças Peça: O livro das Parábolas A parábola do tesouro escondido (Mt 13:44) Geração Graças Peça: O livro das Parábolas A parábola do tesouro escondido (Mt 13:44) Autora: Tell Aragão Colaboração: Marise Lins Personagens Menina Zé Bonitinho +++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Leia mais

Bang, Bang 2008. VOZ A (masculina) BANG! Chega disso. Tic-tac-tic-tac.

Bang, Bang 2008. VOZ A (masculina) BANG! Chega disso. Tic-tac-tic-tac. Bang, Bang 2008 Texto de Nuno Ramos reproduzido por alto-falante: (masculina) BANG! Chega disso. Tic-tac-tic-tac. VOZ B (feminina) Domingo, 27 de janeiro de dois mil e lá vai pedrada. BOA NOITE. Está começando.

Leia mais

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você!

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Este Livro Digital (Ebook) é fruto de uma observação que eu faço no mínimo há dez anos nas Redes Sociais, e até pessoalmente na convivência

Leia mais

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta

MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta MERGULHO de Betina Toledo e Thuany Motta Copyright Betina Toledo e Thuany Motta Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 MERGULHO FADE IN: CENA 1 PRAIA DIA Fotografia de

Leia mais

Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira CÃO ESTELAR. EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados

Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira CÃO ESTELAR. EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira O CÃO ESTELAR EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados Texto e Pesquisa de Imagens Arthur de Carvalho Jaldim e Rubens de Almeida Oliveira O CÃO ESTELAR

Leia mais

Lição. História Bíblica II Timóteo 3:16; II Pedro 1:20, 21; Salmos 119:4 Na lição de hoje, as crianças aprenderão que a

Lição. História Bíblica II Timóteo 3:16; II Pedro 1:20, 21; Salmos 119:4 Na lição de hoje, as crianças aprenderão que a FRUTOS-1 Descoberta Lição 1 4-6 Anos História Bíblica II Timóteo 3:16; II Pedro 1:20, 21; Salmos 119:4 Na lição de hoje, as crianças aprenderão que a CONCEITO CHAVE A Bíblia é o livro de Deus e nós sabemos

Leia mais

SEGREDO NO CAIR DA TARDE

SEGREDO NO CAIR DA TARDE SEGREDO NO CAIR DA TARDE Ele chegou a galope, num alazão que eu não conhecia. Depois o alazão ergueu-se em duas patas e desapareceu e meu irmão também desapareceu. Fazia tempo que eu o chamava e ele não

Leia mais

CURSO CASAMENTO FELIZ NAMORANDO - SE ESBOÇO DA NOITE: INTRODUÇÃO - JÖRG PALESTRA JÖRG - LADO TEOLÓGICO UMA DADIVA DE DEUS!

CURSO CASAMENTO FELIZ NAMORANDO - SE ESBOÇO DA NOITE: INTRODUÇÃO - JÖRG PALESTRA JÖRG - LADO TEOLÓGICO UMA DADIVA DE DEUS! CURSO CASAMENTO FELIZ NAMORANDO - SE ESBOÇO DA NOITE: Colocar as perguntas na caixa Introdução Rodada: Quem te explicou a sexualidade e como? Palestra Jorge Palestra Judite Respostas Conversa Tarefa INTRODUÇÃO

Leia mais

O Que Os Homens Realmente Pensam E Não Tem Coragem De Falar

O Que Os Homens Realmente Pensam E Não Tem Coragem De Falar O Que Os Homens Realmente Pensam E Não Tem Coragem De Falar Pedimos perdão pela sinceridade mas o manifesto vai mostrar que você foi totalmente iludida sobre o que um homem procura em uma mulher. E digo

Leia mais

4 Educação Profissional: o que dizem os jovens oriundos do projovem urbano

4 Educação Profissional: o que dizem os jovens oriundos do projovem urbano 78 4 Educação Profissional: o que dizem os jovens oriundos do projovem urbano No presente capítulo apresentaremos as percepções dos jovens entrevistados em nossa pesquisa. Conforme o exposto nos capítulos

Leia mais

A Sociedade dos Espiões Invisíveis

A Sociedade dos Espiões Invisíveis A Sociedade dos Espiões Invisíveis Tem dias em que tudo o que mais quero é embarcar na minha rede mágica e viajar para bem longe! Talvez, em algum outro lugar, não me sinta tão, tão... diferente! Eu sei

Leia mais

INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA

INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA Carolina e, acompanhados de, estão na biblioteca, no mesmo lugar em que o segundo episódio se encerrou.os jovens estão atrás do balcão da biblioteca,

Leia mais

ANDERSON CAVALCANTE. Meu pai, meu herói

ANDERSON CAVALCANTE. Meu pai, meu herói ANDERSON CAVALCANTE Meu pai, meu herói Dedicatória Ao meu pai, Eraldo, meu herói e minha referência de vida. 5 Agradecimentos A Deus, por sempre me ajudar a cumprir minha missão. A todos os pais que são

Leia mais

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15

KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15 KIT CÉLULA PARA CRIANÇAS: 28/10/15 A mentira não agrada a Deus Principio: Quando mentimos servimos o Diabo o Pai da mentira. Versículo: O caminho para vida é de quem guarda o ensino, mas o que abandona

Leia mais

COMO CRIAR UMA LOJA VIRTUAL DE ROUPA

COMO CRIAR UMA LOJA VIRTUAL DE ROUPA COMO CRIAR UMA LOJA VIRTUAL DE ROUPA Lojas de roupa, acessórios, sapatos e outros produtos de moda. Autor: Fernando Teixeira da Silva Edições Venda Otimizada Todos os direitos reservados. É proibida a

Leia mais

Divulgação Gratuita - Kit Concursos

Divulgação Gratuita - Kit Concursos Por Alexandre L.C. Versão 2014 Divulgação Gratuita - Kit Concursos Introdução Parabéns! Você deu um grande passo para conquistar sua vaga em um concurso público. Depois de muitos estudos e muito interesse

Leia mais

entre as crianças Ciate: sucesso absoluto Conheça o Iate

entre as crianças Ciate: sucesso absoluto Conheça o Iate Ciate: sucesso absoluto entre as crianças Em 2008, o Iate Clube de Brasília comemora o sucesso do Centro Infanto Juvenil - Ciate. Depois de 12 anos de fundação, o espaço é muito procurado pelos sócios,

Leia mais

MÉTODO DE APROVAÇÃO 2.0

MÉTODO DE APROVAÇÃO 2.0 MÉTODO DE APROVAÇÃO 2.0 Os 3 Passos Estratégicos para ser Aprovado em Concursos Priorizando os temas do Edital Gerson Aragão Ex-Defensor Público VERSÃO 2.1 Atualizado 12.11.2015 Índice Apresentação.. 03

Leia mais

P/1 Roberto Carlos, você pode falar o seu nome completo, local e data de nascimento?

P/1 Roberto Carlos, você pode falar o seu nome completo, local e data de nascimento? museudapessoa.net Correios 350 anos Aproximando Pessoas Depoimento de Roberto Carlos Bezerra Oliveira Entrevistado por Rosana Miziara Laranjal do Jari, 29 de Julho de 2013 HVC073_Roberto Carlos Bezerra

Leia mais

REVISTA SENAC - ENTREVISTA COM ESPEDITO SELEIRO. Com trabalhos que aliam tradição e modernidade, inovação e manutenção dos

REVISTA SENAC - ENTREVISTA COM ESPEDITO SELEIRO. Com trabalhos que aliam tradição e modernidade, inovação e manutenção dos REVISTA SENAC - ENTREVISTA COM ESPEDITO SELEIRO Valeska Zuim 1 Com trabalhos que aliam tradição e modernidade, inovação e manutenção dos traços culturais, Espedito Veloso de Carvalho, mais conhecido como

Leia mais

O beijo na parede. romance

O beijo na parede. romance O beijo na parede romance Autores, 2013 Capa: Letícia Lampert (sobre foto de Luis Antônio Gomes) Projeto gráfico e editoração: Niura Fernanda Souza Preparação de originais: Eduardo Cabeda Revisão: Matheus

Leia mais

ENTRE FRALDAS E CADERNOS

ENTRE FRALDAS E CADERNOS ENTRE FRALDAS E CADERNOS Entre Fraldas e Cadernos Proposta metodológica: Bem TV Educação e Comunicação Coordenação do projeto: Márcia Correa e Castro Consultoria Técnica: Cláudia Regina Ribeiro Assistente

Leia mais