QUESTÕES ELABORADAS A PARTIR DO TEXTO O CARISMA FUNDADOR Discurso de Chantilly Pe. Henri Caffarel

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "QUESTÕES ELABORADAS A PARTIR DO TEXTO O CARISMA FUNDADOR Discurso de Chantilly Pe. Henri Caffarel"

Transcrição

1 QUESTÕES ELABORADAS A PARTIR DO TEXTO O CARISMA FUNDADOR Discurso de Chantilly Pe. Henri Caffarel 1. Pe. Caffarel afirma que carisma fundador é muito mais do que uma simples boa idéia. Então, o que ele é? Uma inspiração do Espírito Santo (um dinamismo) (página 05) 2. Aparece uma palavra italiana no texto que é muito importante em todo carisma fundador e na própria Igreja. Qual é esta palavra e o que ela significa? aggiornamento (renovação e renascimento) (página 06)

2 3. Quais os três elementos importantes citados pelo Pe. Caffarel para acontecer o aggiornamento? 1º voltar à nascente - 2º levar em conta as necessidades e os valores do período - 3º encarar uma prospectiva (o avançar) - (página 06 e 07) 4. Em ano se deu o primeiro encontro do Pe. Caffarel com os casais? Quantos eles eram? casais (página 07) 5 O motivo dos encontros do Pe. Caffarel com os casais era ajudá-los na conciliação de dois amores. Quais? 1º entre amor e casamento 2º religião e amor de Cristo é tudo a mesma coisa Amor ao Cônjuge e Amor a Cristo (página 09) 6. Após algumas reuniões, logo no início, aconteceu algo que interrompeu esses encontros. Quantas foram as primeiras reuniões e qual foi o motivo de terminarem? 4 reuniões a e guerra (página 11) 7. Numa dessas primeiras reuniões, uma mulher fez uma oração espontânea, de gratidão a Deus, que chamou a atenção do Pe. Caffarel, e que sempre foi de grande importância na vida das ENS. O que ela rezou? Senhor, nós te agradecemos pelo casamento dos nossos dois sacramentos: o sacerdócio e o matrimonio (página 11) 8. Após ter conseguido escapar dos alemães por três vezes, Pe. Caffarel retomou as reuniões, em julho de 1940, agora com outros casais. Nesses primeiros anos da ocupação alemã, os encontros dos casais foram para favorecer dois aprofundamentos de grande importância. Quais são?

3 Aprofundamento doutrinal e um aprofundamento da amizade (página 12) 9. Para que não houvesse um desmoronamento do grupo ou a perda de um ideal mais elevado, sentiu-se uma necessidade especial. Qual? Qual foi o nome particular que se deu ao resultado do esforço para suprir aquela necessidade? Regra Carta (página 13) 10. Em que data e local foi organizado pelo Pe Caffarel (Em que data e local aconteceu o primeiro encontro de) um encontro com todos os casais da região? Por coincidência ou providência, qual é a festa que a Igreja celebra nesta data? 08/12/1947 na cripta da Igreja Santo Agostinho (página 13) Festa da Imaculada Conceição (não esta no documento) 11. Em 1959, num encontro em Roma, levantou-se uma questão séria de orientação das ENS e no encontro de Roma a resposta foi dada ao movimento das ENS. Qual foi a questão? Qual foi a conclusão? São as ENS um movimento de iniciação à espiritualidade conjugal e familiar? Se assim é, se são movimento de iniciação, devemos deixá-lo logo que estejamos iniciados. Uma criança não fica toda a vida no jardim da infância. E, com efeito, sentíamos o perigo de as ENS se tornarem jardins de infância para adultos. Mas, então o nosso movimento não seria antes um Movimento de Perfeição? É preciso que as ENS sejam ao mesmo tempo um Movimento de iniciação e perfeição - ao mesmo tempo. (página 14) 12. Pe. Caffarel resumiu o carisma fundador em alguns elementos fundamentais. Quantos? Quais? São sete. São eles: 1) O casamento é uma obra de Deus, a ora-prima de Deus. 2) O casamento tem uma alma, que é o amor. E esquecer o amor e condenar o

4 matrimônio. 3) Os homens e as mulheres não podem ser fieis ao amor sem o auxilio de Cristo. Por isso ele inventou o sacramento do matrimônio, que é preciso aprofundar. 4) Os cristãos casados, tal como os outros, como os monges, são chamados à sanidade. Essa foi uma descoberta bastante original, porque ainda não tinha havido o Concilio, e foi aí que se instruiu muito sobre vocação dos leigos à santidade. 5) A vida conjugal comporta grandes riquezas e também grandes exigências. 6) É necessário e indispensável elaborar uma espiritualidade do casal. Não pode ser a espiritualidade do celibatário ou do monge. 7) Não pode viver isso senão com a ajuda de um Movimento, que oriente os pensamentos e enquadre a vida. (página 14 e 15) 13. Quando foi elaborado o carisma fundador, Pe. Caffarel afirma que num primeiro momento não foi muito bem visto, ou seja, passou meio despercebido. Do que se trata? Amor e abnegação (página 15) 14. Qual a relação entre amor e abnegação? Como é definido amor e abnegação no texto? Amor: dom de si. Abnegação: esquecimento de si (página 15) 15. Qual foi um segundo ponto que não foi visto de maneira suficientemente clara no carisma fundador? Sexualidade no matrimonio (17) 16. Num inquérito que o Pe. Caffarel fez com todos os casais equipistas, em 1969, sobre a vida sexual dos casais, constatou três coisas que o impressionaram fortemente. Quais são? Mutismo, a lei da igreja e a ignorância do sentido cristão da sexualidade (página 18 e 19) 17. Pe. Caffarel cita um terceiro aspecto do carisma fundador que lhe pareceu insuficientemente compreendido no início. Qual?

5 A missão das equipes (página 19) 18. Em seu discurso, Pe. Caffarel cita esta frase de um grande santo da antiguidade: Quem não é casado não é um, é metade de um. De quem é esta frase e por que o Pe. Caffarel a cita? São João Crisóstomo (página 20) 19. No modo de falar sobre que tipo de Movimento são as ENS, Pe. Caffarel cita duas expressões que eram usadas e que não o agradavam e cita uma terceira que é a mais correta. Quais são as três expressões? **Que nomes recebeu o movimento até chegar a essa grande afirmação que devemos levar para a Igreja? Movimento de Família Movimento de Lares Movimento de Casais (página 21) 20. Pe. Caffarel usa a palavra revolução para afirmar uma mentalidade diferente que as ENS proporcionaram, como, por exemplo, o combate ao maniqueísmo. O que ele significa? O que quer dizer a palavra maniqueísmo segundo o Pe Caffarel? Libertar-se ao máximo da matéria da carne - Desprezo ao corpo (página 22) 21. Qual é a vocação das ENS? A vocação da Ens é ajudar os casais a se santificarem (página19 e 20) 22. O Pe Caffarel percebe que no Brasil acontecia algo de diferente em relação a outras equipes do mundo. O que era? O Brasil tinha instituído anos de propedêutica, de preparação para a entrada dos casais nas ENS. (página 24)

6 23. Padre Caffarel decide com os casais a fazer um retiro. Quais foram as 2 casas que Pe Caffarel procurou? E o que eles responderam? Casa de retiro do Jesuítas Mas haverá senhoras? Vade retro Satanás. Casa das freiras do Cenáculo Mas haverá homens? Impossível! (página 20)

7 QUESTÕES ELABORADAS A PARTIR DO LIVRO Pe. CAFFAREL PROFETA DO MATRIMÔNIO 24. Qual a data de seu nascimento e falecimento? Nasce 30/07/1903 morre 18/09/1996 (página 09) 25. Quantos anos de padre tinha o Pe. Caffarel quando faleceu? 93 anos 26. Qual a data da sua ordenação? 19/04/1930 (página 09) 26. (Introdução) No túmulo do Pe. Caffarel está escrita uma frase do Evangelho. Qual? Por quê? Vem e segue-me - Porque ele dizia que esta palavra é pronunciada num evento onde ele tem o seu encontro com Deus... onde ele diz ter encontrado ALGUÉM (página 09)

8 27. (Introdução) A vida do Pe. Caffarel, em relação às ENS, está dividida em três períodos. Quais são e quando começou e terminou cada um? 1º As fundações ( ) 2º O tempo de maturação ( ) 3º O aprofundamento ( ) (página10, 11 e12) 28. (Capítulo 2) Nos escritos do Pe. Caffarel sobre a meditação, em um deles ele afirma que é preciso cuidar das atitudes interiores mais ainda do que as do corpo. Quais são essas atitudes fundamentais do ser humano diante de Deus? Dependência e Arrependimento (página 26) 29 Num de seus textos sobre a espiritualidade conjugal, Pe. Caffarel afirma que a palavra espiritualidade é um problema. Por quê? (slide) 30 (capítulo 4) O que significa a palavra espiritualidade? Espiritualidade é a ciência que trata da vida cristã e dos caminhos que levam a seu pleno desabrochar. (página 39) 31.(Capítulo5) Quando escreve sobre o motivo dos casais se organizarem em equipe, Pe. Caffarel cita uma fala de Jesus na última ceia com os discípulos. Qual fala é esta? Onde ela está no Evangelho? que todos sejam um, assim como tu, Pai, estás em mim e eu em ti, para que também eles estejam em nós e o mundo creia que tu me enviaste. Dei-lhes a glória que me deste, para que sejam um, como nós somos um: eu neles e tu em mim, para que sejam perfeitos na unidade e o mundo reconheça que me enviaste e os amaste, como amaste a mim. (página 44) 32. (Capítulo 6) Pe. Caffarel afirma que há muitas intenções para os casais entrarem e permanecerem nas Equipes, mas somente uma é a verdadeira. Qual? Entra-se nas equipes para Deus, fica-se nelas por Deus. (página 54) 33. Na conclusão do livro Pe. Caffarel: profeta do matrimônio, o postulador da causa de beatificação do Pe. Caffarel afirma que um cardeal chamou-o profeta para o nosso

9 tempo. Por que ele usou a palavra profeta? Porque profeta é aquele que busca a vontade de Deus, aquele cuja paixão consiste em descobrir o desígnio de Deus que esta realizando nos corações e nos acontecimentos do homem. Um profeta é também aquele que tudo faz para fomentar a realização desse desígnio de Deus no mundo. (página70) 34 (Capítulo 6) Pe Caffarel tinha uma obsessão. Qual era? Buscar o Cristo, levar cada um a descobrir o Cristo que vive nele, essa era a sua obsessão, que ajuda a compreender sua firmeza. (página 50) 35 (capítulo 2) o Pe Caffarel diz que para podermos fazer uma meditação precisamos de 3 grandes faculdades sobrenaturais. Quais são? FÉ, ESPERANÇA E CARIDADE (página 27) 36 (Capitulo 2) O Pai diz uma Palavra, é seu Verbo e é seu Filho. Ele a diz num eterno silêncio e é no silêncio que a alma a ouve. De que santo é esta frase? São João da Cruz (página 24) 37 (Capítulo 2) a partir da casa de Troussures, que ele transforma num centro internacional de oração, ele anima e faz animar semanas de oração, noites de formação. E depois da casa de Troussures o que mais ele cria? O movimento dos intercessores (página 22) 38 (Capítulo 2) Aquele que me responde: Onde vou encontrar tempo para orar? Deixa-me pensativo... Ou ele não entendeu o caráter vital da oração para sustentar a vida religiosa, ou o seu caso é de alçada psiquiátrica, como seria o de uma de família numerosa, com grave anemia, caso respondesse ao seu médico: <<Como posso encontrar tempo para comer, com oito crianças e tudo o mais que disso decorre, mamadeiras, fraldas, banho dos pequenos, trabalhos escolares dos maiores..? O que nos responde o Padre Caffarel logo em seguida desse pensamento??? O problema todo é saber se é vital comer, o problema todo é saber se é vital orar. (página 23)

10 39 (Introdução) Destaca-se grandes encontros das ENS em que local e ano aconteceram estes encontros? Lourdes, 1954, Roma, 1959, Lourdes 1965 e Roma 1970 (página11) 40 (Introdução) O que o Padre Caffarel queria dizer com a frase: O jogo esta feito! não se discute mais, obedece-se, trabalha-se, não se fica todo inchado de orgulho por causa dos serviços prestados e, quando está acabado, vai-se embora... (página 10) 41 (Introdução) Como o autor define o Padre Caffarel? Rigor, exigência, precisão nos detalhes, vontade de ir até o fim, olhar concreto sobre os acontecimentos e os seres, capacidade de se desfazer de tudo o que não vai no sentido daquilo que ele vê... eis como é o Padre Caffarel (página 10) 42 (Introdução) Em que mês e ano Pe. Caffarel teve seu encontro com Jesus Cristo? Março 1923 (página 09)

Elementos da Vida da Pequena Comunidade

Elementos da Vida da Pequena Comunidade Raquel Oliveira Matos - Brasil A Igreja, em sua natureza mais profunda, é comunhão. Nosso Deus, que é Comunidade de amor, nos pede entrarmos nessa sintonia com Ele e com os irmãos. É essa a identidade

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

Plano Pedagógico do Catecismo 6

Plano Pedagógico do Catecismo 6 Plano Pedagógico do Catecismo 6 Cat Objetivos Experiência Humana Palavra Expressão de Fé Compromisso PLANIFICAÇÃO de ATIVIDADES BLOCO I JESUS, O FILHO DE DEUS QUE VEIO AO NOSSO ENCONTRO 1 Ligar a temática

Leia mais

1º VESTIBULAR BÍBLICO DA UMADUP. Livro de João

1º VESTIBULAR BÍBLICO DA UMADUP. Livro de João Upanema/RN, 03 de Agosto de 2013 1º VESTIBULAR BÍBLICO DA Livro de João Leia com atenção as instruções abaixo: 1. Verifique se o caderno de prova contém 30 (trinta) questões. Em caso negativo, comunique

Leia mais

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral Advento 2014 (Campanha de Preparação para o Natal) A ALEGRIA E A BELEZA DE VIVER EM FAMÍLIA. O tempo do Advento, que devido ao calendário escolar

Leia mais

Técnicas de sobrevivência em meio à cultura contemporânea

Técnicas de sobrevivência em meio à cultura contemporânea Técnicas de sobrevivência em meio à cultura contemporânea Técnicas de sobrevivência em meio à cultura contemporânea Em meio à cultura da Inversão. Em meio à cultura do sexualismo. Técnicas de sobrevivência

Leia mais

O Baptismo Bíblico (Mateus 3:13-17)

O Baptismo Bíblico (Mateus 3:13-17) O Baptismo Bíblico (Mateus 3:13-17) Tivemos esta manhã a alegria de testemunhar vários baptismos bíblicos. Existem outras coisas e outras cerimónias às quais se dá o nome de baptismo. Existe até uma seita,

Leia mais

PARÓQUIA DE SÃO PEDRO DO PRIOR VELHO. Procissão em honra de Nossa Senhora de Fátima

PARÓQUIA DE SÃO PEDRO DO PRIOR VELHO. Procissão em honra de Nossa Senhora de Fátima PARÓQUIA DE SÃO PEDRO DO PRIOR VELHO Procissão em honra de Nossa Senhora de Fátima PRIOR VELHO 12-05-2007 Cântico de Entrada: 1. A treze de Maio, na Cova da Iria, apareceu brilhando a Virgem Maria. Ave,

Leia mais

A Santa Sé ENCONTRO COM OS JOVENS DE ROMA E DO LÁCIO EM PREPARAÇÃO À JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE DIÁLOGO DO PAPA BENTO XVI COM OS JOVENS

A Santa Sé ENCONTRO COM OS JOVENS DE ROMA E DO LÁCIO EM PREPARAÇÃO À JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE DIÁLOGO DO PAPA BENTO XVI COM OS JOVENS A Santa Sé ENCONTRO COM OS JOVENS DE ROMA E DO LÁCIO EM PREPARAÇÃO À JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE DIÁLOGO DO PAPA BENTO XVI COM OS JOVENS Quinta-feira, 25 de Março de 2010 (Vídeo) P. Santo Padre, o jovem

Leia mais

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 16 QUEDA E MALDIÇÃO Nome: Professor: Rebanho

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 16 QUEDA E MALDIÇÃO Nome: Professor: Rebanho MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 16 QUEDA E MALDIÇÃO Nome: Professor: Rebanho VERSÍCULOS PARA DECORAR ESTA SEMANA Usamos VERSÍCULOS a Bíblia na PARA Nova DECORAR Versão Internacional ESTA SEMANA NVI Usamos

Leia mais

Tema ASCENSÃO DO SENHOR

Tema ASCENSÃO DO SENHOR Encontro n. 6 ema ASCENSÃO DO SENHOR I. ACOLHIDA Ambiente: Lenço branco sobre a mesa, como sinal de despeida; uma cadeira vazia ou um banco próximo ao altar. Bíblia sobre o altar, vela acesa, com flores.

Leia mais

PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE

PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE Oo Índice Prefácio, por Gabriel Chalita...11 Introdução...19 1 O Verbo divino...27 2 As bodas de Caná...35 3 A samaritana...41 4 Multiplicação dos pães...49 5 A mulher adúltera...55

Leia mais

Para ser santo é preciso amar. Como progredir na caridade?

Para ser santo é preciso amar. Como progredir na caridade? Para ser santo é preciso amar. Como progredir na caridade? Extraído de https://padrepauloricardo.org/blog/direcao-espiritual-como-pro gredir-na-caridade com acréscimos das palavras extraída do vídeo, disponível

Leia mais

Prof. José Joaquim Fundador da Sociedade das Comunidades Catequéticas. Aprendendo com Jesus

Prof. José Joaquim Fundador da Sociedade das Comunidades Catequéticas. Aprendendo com Jesus Prof. José Joaquim Fundador da Sociedade das Comunidades Catequéticas Aprendendo com Jesus Apresentação É com a maior confiança na compreensão e aceitação dos nossos queridos catequistas que levo a público

Leia mais

HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo!

HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo! HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo! A vida e o ministério do padre é um serviço. Configurado a Jesus, que

Leia mais

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha.

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha. O Plano da Salvação Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 11 de outubro de 2009 Como o pecado entrou no mundo e atingiu toda a raça humana? [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo

Leia mais

Músicas para Páscoa. AO REDOR DA MESA F Gm C C7 F Refr.: Ao redor da mesa, repartindo o pão/ A maior riqueza dos que são irmãos.

Músicas para Páscoa. AO REDOR DA MESA F Gm C C7 F Refr.: Ao redor da mesa, repartindo o pão/ A maior riqueza dos que são irmãos. Músicas para Páscoa AO PARTIRMOS O PÃO E C#m #m B7 E7 A C#M Refr.: Ao partirmos o pão reconhecemos/ Jesus Cristo por nós ressuscitado./ Sua paz B7 E A B7 E recebemos e levamos,/ Ao nosso irmão que está

Leia mais

VIA HUMANITATIS O CAMINHO VOCACIONAL DA HUMANIDADE

VIA HUMANITATIS O CAMINHO VOCACIONAL DA HUMANIDADE ITINERÁRIO DE ORAÇÃO VOCACIONAL agosto 2013 novembro de 2014 VIA HUMANITATIS O CAMINHO VOCACIONAL DA HUMANIDADE DÉCIMO PRIMEIRO ESQUEMA junho de 2014 CHAMADOS À UNIDADE Guia: Uma das caraterísticas evidentes

Leia mais

Nº 03 - Setembro/2007

Nº 03 - Setembro/2007 Nº 03 - Setembro/2007 Setembro - Mês da Bíblia Deus viu quanto havia feito e era muito bom Gn 1,31. Por que a Igreja coloca o mês de setembro como Mês da Bíblia, se todos os dias do Ano devem ser Bíblicos?

Leia mais

A Historia de Martinho Lutero

A Historia de Martinho Lutero A Historia de Martinho Lutero Martinho foi dar aulas na Universidade de Wittenberg, construída pelo Duque Frederico da Saxônia. Os alunos achavam suas palestras sobre a Bíblia muito interessantes. Naquela

Leia mais

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. PRIMEIRA LEI ESPIRITUAL: O AMOR DE DEUS TEXTO: João 3:16 Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Jo 3:16 1 Qual

Leia mais

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você!

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você! MANUAL Esperança Casa de I G R E J A Esperança Uma benção pra você! I G R E J A Esperança Uma benção pra você! 1O que é pecado Sem entender o que é pecado, será impossível compreender a salvação através

Leia mais

Retiro de Revisão de Metas do Querigma

Retiro de Revisão de Metas do Querigma Pe. Marco Antonio Guerrero Guapacho - Colômbia 1. Evangelização Evangelizar é um verbo, derivado de evangelho, que faz referência à proclamação, ao anúncio de Jesus Cristo e da sua mensagem. No propósito

Leia mais

A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO

A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO CURSO A PRÁTICA DA FRATERNIDADE NOS CENTROS ESPÍRITAS A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO Vimos na videoaula anterior que nas diversas

Leia mais

Congregação dos Sagrados Estigmas de Nosso Senhor Jesus Cristo A VOCAÇÃO NO DOCUMENTO "PASTORES DABO VOBIS"

Congregação dos Sagrados Estigmas de Nosso Senhor Jesus Cristo A VOCAÇÃO NO DOCUMENTO PASTORES DABO VOBIS Congregação dos Sagrados Estigmas de Nosso Senhor Jesus Cristo 1 o Curso por Correspondência às Equipes Vocacionais Paroquiais SEGUNDO TEMA: A VOCAÇÃO NO DOCUMENTO "PASTORES DABO VOBIS" 1. Introdução É

Leia mais

Preparar o ambiente com Bíblia, Cruz, velas, fotos e símbolos missionários. 1. ACOLHIDA

Preparar o ambiente com Bíblia, Cruz, velas, fotos e símbolos missionários. 1. ACOLHIDA Preparar o ambiente com Bíblia, Cruz, velas, fotos e símbolos missionários. 1. ACOLHIDA Animador(a): Neste ano, em preparação para as comemorações de seu Centenário, a Diocese de Guaxupé iniciou, na quinta-feira

Leia mais

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida 32810 ~ USA

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida 32810 ~ USA 1 Dois Pais Espirituais Lição 1 (volte para as páginas 4, 5 e 6) Durante a história, Deus tem dado todo individo uma chance para aceitar o seu eterno plano da salvação. É triste, muitas pessoas tem rejeitado

Leia mais

10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja

10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja 10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja Aula 53 A primeira vez que a Igreja é profetizada diretamente, está em Mateus: Mateus 16:13~18;... edificarei a minha igreja. V.18; no original

Leia mais

Natal do Senhor de 2015. Missa Solene da Noite

Natal do Senhor de 2015. Missa Solene da Noite Natal do Senhor de 2015 Missa Solene da Noite Caríssimos Irmãos e Irmãs: Acabamos de ouvir no Evangelho a palavra que os Anjos, na Noite Santa, disseram aos pastores e que agora a Igreja grita para nós:

Leia mais

Você quer ser um Discípulo de Jesus?

Você quer ser um Discípulo de Jesus? Você quer ser um Discípulo de Jesus? A História do povo de Israel é a mesma história da humanidade hoje Ezequel 37:1-4 Eu senti a presença poderosa do Senhor, e o seu Espírito me levou e me pôs no meio

Leia mais

Pão ázimo. Há uma diferença entre o dia de sábado de senhores, e o que representa uma santa convocação.

Pão ázimo. Há uma diferença entre o dia de sábado de senhores, e o que representa uma santa convocação. Pão ázimo Neste último e-mail que você me enviou, eu tenho certeza que você está tentando me explicar. Quando disseste, "Páscoa em si é um Sabbath, veja abaixo, é para ser comido com pão ÁZIMO e ervas

Leia mais

A Bíblia nessa passagem a história de um homem que queria deixar de ser cego.

A Bíblia nessa passagem a história de um homem que queria deixar de ser cego. Mensagem: O HOMEM QUE ABRIU OS OLHOS PARA DEUS Pastor: José Júnior Dia: 22/09/2012 sábado AMAZON JOVENS Texto-base: Lucas 18:35-43 A Bíblia nessa passagem a história de um homem que queria deixar de ser

Leia mais

Desafio para a família

Desafio para a família Desafio para a família Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja um

Leia mais

REGIÃO SP - CAPITAL 1

REGIÃO SP - CAPITAL 1 Informativo Mensal das Equipes de Nossa Senhora - Ano 3 - nº 37 - Agosto de 2014 REGIÃO SP - CAPITAL 1 CALENDÁRIO 2014 Dia de Recolhimento para maiores de 65 anos 17 de setembro Instituto Pio 11 - Lapa

Leia mais

oda ALEGRIA da nossa vocação

oda ALEGRIA da nossa vocação oda ALEGRIA da nossa vocação Ao chamar-vos, Deus diz-vos: És importante para mim, Eu amote; conto contigo. (Papa Francisco) Não fostes vós que me escolhestes; fui Eu que vos escolhi. (Jo 15, 16) Acreditamos

Leia mais

Mosaicos #7 Escolhendo o caminho a seguir Hb 13:8-9. I A primeira ideia do texto é o apelo à firmeza da fé.

Mosaicos #7 Escolhendo o caminho a seguir Hb 13:8-9. I A primeira ideia do texto é o apelo à firmeza da fé. 1 Mosaicos #7 Escolhendo o caminho a seguir Hb 13:8-9 Introdução: Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e para sempre. Não se deixem levar pelos diversos ensinos estranhos. É bom que o nosso coração seja

Leia mais

Hora Santa pela santificação do Clero

Hora Santa pela santificação do Clero Hora Santa pela santificação do Clero Solenidade do Sagrado Coração de Jesus - 12 de Junho de 2015 1. ABERTURA Animador: Caríssimos irmãos e irmãos, neste dia em que a Igreja celebra a Solenidade do Sagrado

Leia mais

OS MARAVILHOSOS PRESENTES DA GRAÇA DE DEUS

OS MARAVILHOSOS PRESENTES DA GRAÇA DE DEUS OS MARAVILHOSOS PRESENTES DA GRAÇA DE DEUS II Co 5.17-21 Introdução 1. Creio que uma das coisas gostosas desta vida é a experiência de se ganhar um presente. 07/07/96n a) ainda não encontrei uma pessoa

Leia mais

Felizes os puros de coração porque verão a Deus (Mt 5, 8)

Felizes os puros de coração porque verão a Deus (Mt 5, 8) Janeiro e Fevereiro 2015 Editorial Esta é a Síntese dos meses de Janeiro e Fevereiro, assim como a Palavra de Vida, em que o nosso diretor espiritual, Pe. Pedro, fala sobre Felizes os puros de coração

Leia mais

Deus o chamou para o ministério da palavra e do ensino também. Casou-se aos 21 de idade com a ministra de louvor Elaine Aparecida da Silva

Deus o chamou para o ministério da palavra e do ensino também. Casou-se aos 21 de idade com a ministra de louvor Elaine Aparecida da Silva Biografia Jessé de Souza Nascimento, nascido em 11/04/1986 em um lar evangélico. Filho de Adão Joaquim Nascimento e Maria de Souza Nascimento. Cresceu sendo ensinado dentro da palavra de Deus e desde muito

Leia mais

Ap. Ozenir Correia TEMA: OPERAÇÃO JERICÓ X OPERAÇÃO LAVA JATO.

Ap. Ozenir Correia TEMA: OPERAÇÃO JERICÓ X OPERAÇÃO LAVA JATO. Ap. Ozenir Correia TEMA: OPERAÇÃO JERICÓ X OPERAÇÃO LAVA JATO. TEXTO: 1 Entrando em Jericó, atravessava Jesus a cidade. 2 Eis que um homem, chamado Zaqueu, maioral dos publicanos e rico, 3 procurava ver

Leia mais

Obs.: José recebeu em sonho a visita de um anjo que lhe disse que seu filho deveria se chamar Jesus.

Obs.: José recebeu em sonho a visita de um anjo que lhe disse que seu filho deveria se chamar Jesus. Anexo 2 Primeiro momento: contar a vida de Jesus até os 12 anos de idade. Utilizamos os tópicos abaixo. As palavras em negrito, perguntamos se eles sabiam o que significava. Tópicos: 1 - Maria e José moravam

Leia mais

CANTOS DO FOLHETO O DOMINGO

CANTOS DO FOLHETO O DOMINGO CANTOS DO FOLHETO O DOMINGO 1. UM POUCO ALÉM DO PRESENTE (10º DOMINGO) 1. Um pouco além do presente, Alegre, o futuro anuncia A fuga das sombras da noite, A luz de um bem novo dia. REFRÃO: Venha teu reino,

Leia mais

DOMÍNIO DAS DOMÍNIO DAS

DOMÍNIO DAS DOMÍNIO DAS 1 Néfi 3:7 Eu irei e cumprirei. O Senhor ordenou a Néfi e a seus irmãos que retornassem a Jerusalém para buscar as placas de latão. O Senhor prepara um caminho para cumprirmos Seus mandamentos. O que o

Leia mais

Compartilhando a Sua Fé

Compartilhando a Sua Fé Livrinho 2 Pàgina 4 Lição Um Compartilhando a Sua Fé O Propósito desta Lição Agora que você descobriu a alegria de pecados perdoados e de uma nova vida em Cristo, sem dúvida quer que os seus familiares

Leia mais

Catequese da Adolescência 7º Catecismo Documentos de Apoio CATEQUESE 1 - SOMOS UM GRUPO COM JESUS. Documento I

Catequese da Adolescência 7º Catecismo Documentos de Apoio CATEQUESE 1 - SOMOS UM GRUPO COM JESUS. Documento I CATEQUESE 1 - SOMOS UM GRUPO COM JESUS Documento I CATEQUESE 1 - SOMOS UM GRUPO COM JESUS Documento 2 CATEQUESE 1 - SOMOS UM GRUPO COM JESUS Documento 3 CATEQUESE 2 - QUEM SOU EU? Documento 1 CATEQUESE

Leia mais

O SENHOR É A NOSSA BANDEIRA. William Soto Santiago Sábado, 28 de Fevereiro de 2015 Vila Hermosa -Tabasco México

O SENHOR É A NOSSA BANDEIRA. William Soto Santiago Sábado, 28 de Fevereiro de 2015 Vila Hermosa -Tabasco México O SENHOR É A NOSSA BANDEIRA William Soto Santiago Sábado, 28 de Fevereiro de 2015 Vila Hermosa -Tabasco México Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO http://www.cder.com.br

Leia mais

SOLENIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS PADROEIRO DA DIOCESE DE UNIÃO DA VITÓRIA (01/07/11)

SOLENIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS PADROEIRO DA DIOCESE DE UNIÃO DA VITÓRIA (01/07/11) Vivendo a Liturgia Julho/2011 SOLENIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS PADROEIRO DA DIOCESE DE UNIÃO DA VITÓRIA (01/07/11) É Importante lembrar que o Sagrado Coração de Jesus é o Padroeiro de nossa Diocese,

Leia mais

NOVENA PARA A FESTA DE SANTA MARIA EUGENIA FUNDADORA DAS RELIGIOSAS DA ASSUNÇÃO

NOVENA PARA A FESTA DE SANTA MARIA EUGENIA FUNDADORA DAS RELIGIOSAS DA ASSUNÇÃO NOVENA PARA A FESTA DE SANTA MARIA EUGENIA FUNDADORA DAS RELIGIOSAS DA ASSUNÇÃO Os santos são um projeto de Deus que se realizou, que deu certo. Por isso, eles são sinais indicadores, testemunhas, para

Leia mais

Centralidade da obra de Jesus Cristo

Centralidade da obra de Jesus Cristo Centralidade da obra de Jesus Cristo MÓDULO 3 3ª AULA AULA 3 MÓDULO 3 SALVAÇÃO EM CRISTO Jesus no Centro Por que deve ficar claro isso? Dá para evangelizar sem falar de Jesus? É possível partir de outro

Leia mais

JESUS ALIMENTA A MULTIDÃO

JESUS ALIMENTA A MULTIDÃO João 6 Nesta Lição Estudará... Jesus Alimenta a Multidão Jesus Anda em Cima das Águas O Povo Procura Jesus Jesus, o Pão da Vida As Palavras de Vida Eterna JESUS ALIMENTA A MULTIDÃO: Leia João 6:1-15. Mateus,

Leia mais

Nº34B 28º Domingo do Tempo Comum-11.10.2015 Partilhar o que temos

Nº34B 28º Domingo do Tempo Comum-11.10.2015 Partilhar o que temos Nº34B 28º Domingo do Tempo Comum-11.10.2015 Partilhar o que temos Ouvimos hoje, no Evangelho, Jesus dizer É mais fácil passar um camelo por um buraco de uma agulha, que um rico entrar no Reino dos Céus.

Leia mais

Novena de São Domingos Sávio

Novena de São Domingos Sávio Novena de São Domingos Sávio 1o Dia Ó São Domingos Sávio, que tiveste uma fé viva e um amor ardente a Jesus Eucarístico... Alcança-nos, por sua intercessão, a tua mesma fé na presença real de Jesus na

Leia mais

A Pedagogia do cuidado

A Pedagogia do cuidado Roteiro de Oração na Vida Diária nº 23 A Pedagogia do cuidado Tempo forte na Igreja, inicia-se hoje nossa caminhada de preparação para a Páscoa, no rico tempo da quaresma. Como nos ciclos da natureza,

Leia mais

Apostolado do Oratório Meditação dos Primeiros Sábados

Apostolado do Oratório Meditação dos Primeiros Sábados Apostolado do Oratório Meditação dos Primeiros Sábados 1º Mistério Luminoso Janeiro 2015 Batismo de Nosso Senhor Introdução: Vamos dar inicio à meditação reparadora dos primeiros sábados, que nos foi indicada

Leia mais

I DOMINGO DA QUARESMA

I DOMINGO DA QUARESMA I DOMINGO DA QUARESMA LITURGIA DA PALAVRA / I Gen 2, 7-9; 3, 1-7 Leitura do Livro do Génesis O Senhor Deus formou o homem do pó da terra, insuflou em suas narinas um sopro de vida, e o homem tornou-se

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

LECTIO DIVINA - 07 de dezembro de 2014 II Domingo do Advento

LECTIO DIVINA - 07 de dezembro de 2014 II Domingo do Advento Perguntas para a reflexão pessoal Qual o significado, hoje na minha vida concreta, desta pregação de João Batista? Animo-me a anunciar a Palavra de Deus como ele? Escuto a Palavra de Deus que me chega

Leia mais

POR AMOR AOS ESCOLHIDOS. William Soto Santiago Domingo, 12 de Junho de 2016 Venezuela. Solicite Literaturas Gratuitamente:

POR AMOR AOS ESCOLHIDOS. William Soto Santiago Domingo, 12 de Junho de 2016 Venezuela. Solicite Literaturas Gratuitamente: 20 POR AMOR AOS ESCOLHIDOS Solicite Literaturas Gratuitamente: William Soto Santiago Domingo, 12 de Junho de 2016 Venezuela CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO cder@mgconecta.com.br centroder@hotmail.com

Leia mais

3. QUEM SUGERIU A FUNDAÇÃO Foi o Sr. Arcebispo D. André e o Sr. Arcebispo D. Zacarias.

3. QUEM SUGERIU A FUNDAÇÃO Foi o Sr. Arcebispo D. André e o Sr. Arcebispo D. Zacarias. SERVOS DO BOM PASTOR Padre Dr. Manuel Sabino -Sacerdote, médico e fundador da Pia União dos Servos do Bom Pastor. -Director do Centro de Saúde da Mitcha no Lubango C. P. 74 Lubango ANGOLA -Os Servos do

Leia mais

Por isso, redescobrir a Eucaristia na plenitude é redescobrir o CRISTO. Hoje queremos agradecer este grande dom, que Cristo nos deu.

Por isso, redescobrir a Eucaristia na plenitude é redescobrir o CRISTO. Hoje queremos agradecer este grande dom, que Cristo nos deu. O Pão da Vida Na solenidade de Corpus Christi, queremos recordar que os atos redentores de Cristo, que culminam na sua morte e ressurreição, atualizam-se na Eucaristia, celebrada pelo Povo de Deus e presidida

Leia mais

Setor Pós-matrimonio. Fundamentos, Missão, Prioridades, Prática e Subsídios.

Setor Pós-matrimonio. Fundamentos, Missão, Prioridades, Prática e Subsídios. Setor Pós-matrimonio Fundamentos, Missão, Prioridades, Prática e Subsídios. Fundamentação: Familiaris Consortio Amar a família significa estimar os seus valores e possibilidades, promovendo-os sempre.

Leia mais

ALIANÇA MUNICIPAL ESPIRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA N 0 09 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADES: 09/10 PLANO DE AULA

ALIANÇA MUNICIPAL ESPIRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA N 0 09 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADES: 09/10 PLANO DE AULA ALIANÇA MUNICIPAL ESPIRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA N 0 09 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADES: 09/10 PLANO DE AULA 1. TEMA: Jesus e o Apóstolo Pedro (mediunidade purificada). 2.

Leia mais

Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 17/03/2013 A QUEDA. Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI)

Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 17/03/2013 A QUEDA. Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI) Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 17/03/2013 A QUEDA Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI) 1 - Sei que sou pecador desde que nasci, sim, desde

Leia mais

www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria

www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria www.aciportugal.org ESTOU NESTE MUNDO COMO NUM GRANDE TEMPLO Santa Rafaela Maria 2 www.aciportugal.org 11 ORAÇÃO FINAL Senhor Jesus Cristo, hoje sentimos a Tua paixão por cada um de nós e pelo mundo. O

Leia mais

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus

Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus Ensino - Ensino 11 - Anos 11 Anos Lição 10 Batismo Mergulhando em Jesus História Bíblica: Mateus 3:13 a 17; Marcos 1:9 a 11; Lucas 3:21 a 22 João Batista estava no rio Jordão batizando as pessoas que queriam

Leia mais

Natividade de Nossa Senhora

Natividade de Nossa Senhora Rita de Sá Freire Natividade de Nossa Senhora 8 de setembro Na Igreja católica celebramos numerosas festas de santos. Entretanto, não se celebra a data de nascimento do santo, mas sim a de sua morte, correspondendo

Leia mais

Sete Trombetas (Lauriete)

Sete Trombetas (Lauriete) Sete Trombetas (Lauriete) Uma mistura de sangue com fogo A terça parte deste mundo queimará Eu quero estar distante, quero estar no céu Quando o anjo a primeira trombeta tocar Um grande meteoro vai cair

Leia mais

Oração ao finalizar o Ano 2015

Oração ao finalizar o Ano 2015 Oração ao finalizar o Ano 2015 QUE SEU AMOR SE EXTENDA POR TODA A TERRA Reunimos em oração no último dia do Ano para dar graças a Deus por tantos dons recebidos pessoalmente, na família, na comunidade,

Leia mais

ESCOLA BÍBLICA I. E. S.O.S JESUS

ESCOLA BÍBLICA I. E. S.O.S JESUS Data: 03/03/08 COMO A MORTE ENTROU NO MUNDO PECADO Significa errar o alvo, rebelião, desobediência. etc. HERMENEUTICA A arte de interpretar o sentido das palavras em leis, textos, Romanos, 5 : 12 12 Portanto,

Leia mais

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai BOM DIA DIÁRIO Segunda-feira (04.05.2015) Maria, mãe de Jesus e nossa mãe Guia: 2.º Ciclo: Padre Luís Almeida 3.º Ciclo: Padre Aníbal Afonso Mi+ Si+ Uma entre todas foi a escolhida, Do#- Sol#+ Foste tu,

Leia mais

NORMATIVAS PARA A CELEBRAÇÃO DE CERIMÔNIAS DO RITUAL E OUTRAS

NORMATIVAS PARA A CELEBRAÇÃO DE CERIMÔNIAS DO RITUAL E OUTRAS NORMATIVAS PARA A CELEBRAÇÃO DE CERIMÔNIAS DO RITUAL E OUTRAS INTRODUÇÃO O Colégio Episcopal da Igreja Metodista, no exercício de sua competência estabelecida no art. 66, incisos 1, 2 e 32, da Lei Ordinária,

Leia mais

*Analisar a ressurreição de Lázaro, à luz do entendimento espírita. * Enfatizar as lições de natureza espiritual de que o episódio se reveste.

*Analisar a ressurreição de Lázaro, à luz do entendimento espírita. * Enfatizar as lições de natureza espiritual de que o episódio se reveste. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III - Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo VI Aprendendo com fatos extraordinários Roteiro 1 Analisar a ressurreição de

Leia mais

NORMATIVAS PARA A CELEBRAÇÃO DE CERIMÔNIAS DO RITUAL E OUTRAS

NORMATIVAS PARA A CELEBRAÇÃO DE CERIMÔNIAS DO RITUAL E OUTRAS NORMATIVAS PARA A CELEBRAÇÃO DE INTRODUÇÃO O Colégio Episcopal da Igreja Metodista, no exercício de sua competência, estabelecida no art. 66, incisos 1, 2 e 32, da Lei Ordinária, normatizando o Capítulo

Leia mais

VOCÊ É MOTIVO DE LOUVOR? MARCAS DE LOUVOR

VOCÊ É MOTIVO DE LOUVOR? MARCAS DE LOUVOR 1 VOCÊ É MOTIVO DE LOUVOR? MARCAS DE LOUVOR Fp 1 3 Agradeço a meu Deus toda vez que me lembro de vocês. 4 Em todas as minhas orações em favor de vocês, sempre oro com alegria 5 por causa da cooperação

Leia mais

Transformação. Texto Bíblico

Transformação. Texto Bíblico Texto Bíblico Havia um fariseu chamado Nicodemos, uma autoridade entre os judeus. Ele veio a Jesus, à noite, e disse: Mestre, sabemos que ensinas da parte de Deus, pois ninguém pode realizar os sinais

Leia mais

CARTA INTERNACIONAL. Indice:

CARTA INTERNACIONAL. Indice: CARTA INTERNACIONAL Indice: Introdução. I. Equipas de Jovens de Nossa Senhora II. A equipa III. As funções na equipa IV. A vida em equipa V. Abertura ao mundo, compromisso VI. O Movimento das E.J.N.S.

Leia mais

LIÇÃO 5 Outros Dons de Serviço: (Parte 1) Ministrar, Ensinar, Exortar

LIÇÃO 5 Outros Dons de Serviço: (Parte 1) Ministrar, Ensinar, Exortar LIÇÃO 5 Outros Dons de Serviço: (Parte 1) Ministrar, Ensinar, Exortar Terminámos o nosso estudo dos quatro dons a que chamámos dons de serviço. Embora a lista de Efésios 4 indique cinco dons, considerámos

Leia mais

Koinonia, descobrindo a alegria de pertencer.

Koinonia, descobrindo a alegria de pertencer. ESTUDO 24 SIRVAM UNS AOS OUTROS Sinônimos: Ajudem-se mutuamente. Cada um use o seu próprio dom para o bem dos outros. O nosso mundo emprega vários critérios para avaliar a grandeza de alguém. É grande

Leia mais

A Identidade da Igreja do Senhor Jesus

A Identidade da Igreja do Senhor Jesus A Identidade da Igreja do Senhor Jesus Atos 20:19-27 (Ap. Paulo) Fiz o meu trabalho como Servo do Senhor, com toda a humildade e com lágrimas. E isso apesar dos tempos difíceis que tive, por causa dos

Leia mais

MARIA, MÃE DA MISERICÓRDIA! INTRODUÇÃO

MARIA, MÃE DA MISERICÓRDIA! INTRODUÇÃO MARIA, MÃE DA MISERICÓRDIA! INTRODUÇÃO A pessoa de Maria foi desde os primeiros séculos do cristianismo uma grade fonte de inspiração para o povo cristão. De fato nas catacumbas de Roma, onde os cristãos

Leia mais

O rei Davi e o seu palácio

O rei Davi e o seu palácio O rei Davi e o seu palácio 2 Sm 11:1-5 Estes versículos registram um terrível e assustador período na vida do rei Davi que poderia ter sido evitado, se o mesmo não escolhesse desprezar suas responsabilidades

Leia mais

Semana Missionária Salesiana II Manda-me, Senhor!

Semana Missionária Salesiana II Manda-me, Senhor! 2ª feira, 23 de fevereiro: Empenho missionário de D. Bosco Bom dia! Hoje iremos aprofundar uma das cenas que será representada na cerimónia de abertura dos jogos nacionais salesianos. Vamos falar sobre

Leia mais

1915-2015 SUBSÍDIOS E HORA SANTA. Por ocasião dos 100 anos do MEJ MEJ BRASIL. 1º ROTEIRO PAZ Dom e compromisso para viver melhor!

1915-2015 SUBSÍDIOS E HORA SANTA. Por ocasião dos 100 anos do MEJ MEJ BRASIL. 1º ROTEIRO PAZ Dom e compromisso para viver melhor! 1º ROTEIRO PAZ Dom e compromisso para viver melhor! 2º ROTEIRO EUCARISTIA Mistério Pascal celebrado na comunidade de fé! 3º ENCONTRO EVANGELHO Amor para anunciar e transformar o mundo! 1915-2015 SUBSÍDIOS

Leia mais

O PODER ESPIRITUAL E O SOBRENATURAL Por David Batty

O PODER ESPIRITUAL E O SOBRENATURAL Por David Batty O PODER ESPIRITUAL E O SOBRENATURAL Por David Batty CADERNO DE ESTUDO Estudos em Grupo Para Novos Cristãos O PODER ESPIRITUAL E O SOBRENATURAL Caderno de Estudo Primeira Edição em Português Por David Batty

Leia mais

CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA

CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA PARÓQUIA DE SANTA MARIA DE BORBA CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA Feliz o homem que ama a Palavra do Senhor e Nela medita dia e noite (Sl 1, 1-2) 4º ANO da CATEQUESE 17 de Janeiro de 09 ENTRADA PROCESSIONAL

Leia mais

LIÇÃO 1 - COMEÇANDO A VIDA CRISTÃ

LIÇÃO 1 - COMEÇANDO A VIDA CRISTÃ 2015 MDA REDE JOVEM Tornar-se um cristão espiritualmente maduro é a ação de maior valor que podemos fazer por nós mesmos. LIÇÃO 1 - COMEÇANDO A VIDA CRISTÃ Jesus foi maior evangelista que o mundo já viu.

Leia mais

Dia 11. Tornando-se amigo de Deus

Dia 11. Tornando-se amigo de Deus Dia 11 Tornando-se amigo de Deus Como tivemos restaurada a nossa amizade com Deus pela morte de seu Filho, enquanto éramos seus inimigos, certamente seremos libertos da punição eterna por meio de sua vida.

Leia mais

QUEM É PIERRE VIGNE? PIERRE VIGNE, MESTRE ESPIRITUAL

QUEM É PIERRE VIGNE? PIERRE VIGNE, MESTRE ESPIRITUAL QUEM É PIERRE VIGNE? Pierre Vigne nasceu em Privas, na França, no dia 20 de agosto de 1670. Com a idade de 11 anos, ele é observado pelo seu pároco que já lhe pode confiar responsabilidades em sua paróquia,

Leia mais

A parábola das dez virgens: Amanhã eu vou. (Mt 25.1-13)

A parábola das dez virgens: Amanhã eu vou. (Mt 25.1-13) 1 A parábola das dez virgens: Amanhã eu vou. (Mt 25.1-13) Na cultura judaica, as meninas eram entregues em casamento entre 13 e 14 anos de idade. Muitos casamentos já eram arranjados quando do nascimento

Leia mais

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 04 RESSURREIÇÃO DE DORCAS / CORNÉLIO E PEDRO Nome: Professor: Sala

MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 04 RESSURREIÇÃO DE DORCAS / CORNÉLIO E PEDRO Nome: Professor: Sala MEDITAÇÃO SALA LARANJA SEMANA 04 RESSURREIÇÃO DE DORCAS / CORNÉLIO E PEDRO Nome: Professor: Sala VERSÍCULOS PARA DECORAR ESTA SEMANA VERSÍCULOS PARA DECORAR ESTA SEMANA Usamos a Bíblia na Nova Versão Internacional

Leia mais

Quem vem a mim não terá mais fome, e quem crê em mim nunca mais terá sede

Quem vem a mim não terá mais fome, e quem crê em mim nunca mais terá sede 18º DOMINGO DO TEMPO COMUM 02 de agosto de 2015 Quem vem a mim não terá mais fome, e quem crê em mim nunca mais terá sede Leituras: Êxodo 16, 2-4.12-15; Salmo 77 (78), 3.4bc.23-24.25.54; Carta de São Paulo

Leia mais

Jesus declarou: Digo-lhe a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo. (João 3:3).

Jesus declarou: Digo-lhe a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo. (João 3:3). Jesus declarou: Digo-lhe a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo. (João 3:3). O capítulo três do Evangelho de João conta uma história muito interessante, dizendo que certa noite

Leia mais

SAMUEL, O PROFETA Lição 54. 1. Objetivos: Ensinar que Deus quer que nós falemos a verdade, mesmo quando não é fácil.

SAMUEL, O PROFETA Lição 54. 1. Objetivos: Ensinar que Deus quer que nós falemos a verdade, mesmo quando não é fácil. SAMUEL, O PROFETA Lição 54 1 1. Objetivos: Ensinar que Deus quer que nós falemos a verdade, mesmo quando não é fácil. 2. Lição Bíblica: 1 Samuel 1 a 3 (Base bíblica para a história o professor) Versículo

Leia mais

SÃO JOSÉ: A ENVERGADURA MORAL DO ESPOSO DA VIRGEM MARIA

SÃO JOSÉ: A ENVERGADURA MORAL DO ESPOSO DA VIRGEM MARIA SÃO JOSÉ: A ENVERGADURA MORAL DO ESPOSO DA VIRGEM MARIA Amados irmãos e irmãs em CRISTO, Neste pequeno artigo vou falar um pouco sobre São José, o esposo da Virgem Maria e o pai terreno de Nosso Senhor

Leia mais

I Tessalonicensses 4:13~18; a descrição do encontro

I Tessalonicensses 4:13~18; a descrição do encontro Arrebatamento (continuação) #70 Vamos agora, ver em detalhes a descrição do encontro de Jesus com a Igreja e a transformação dos nossos corpos para corpos gloriosos, iguais ao de Jesus. I Tessalonicensses

Leia mais

Lição 11. Batismo nas águas. Comuidade Ev. Amanhecer com Jesus QUESTIONAMENTOS: O batismo salva? O batismo como mandamento

Lição 11. Batismo nas águas. Comuidade Ev. Amanhecer com Jesus QUESTIONAMENTOS: O batismo salva? O batismo como mandamento Lição 11 Batismo nas águas Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e

Leia mais

A Bíblia realmente afirma que Jesus

A Bíblia realmente afirma que Jesus 1 de 7 29/06/2015 11:32 esbocandoideias.com A Bíblia realmente afirma que Jesus Cristo é Deus? Presbítero André Sanchez Postado por em: #VocêPergunta Muitas pessoas se confundem a respeito de quem é Jesus

Leia mais

Encontro a propósito do inquérito do Sínodo dos Bispos sobre a família

Encontro a propósito do inquérito do Sínodo dos Bispos sobre a família METANOIA em Lisboa Encontro a propósito do inquérito do Sínodo dos Bispos sobre a família Algumas notas a partir da reflexão havida no dia 13 de dezembro de 2013 na qual participaram 43 pessoas Contexto

Leia mais