Comissão de Conciliação Prévia (art. 625-A, e seguintes, CLT)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Comissão de Conciliação Prévia (art. 625-A, e seguintes, CLT)"

Transcrição

1 Aula 2: Direito Processual do Trabalho Comissão de Conciliação Prévia; Procedimentos, atos, termo e prazo processual. Trâmite processual até conciliação Maria Inês Gerardo Comissão de Conciliação Prévia (art. 625-A, e seguintes, CLT) CCP - Atribuição: tentar conciliar os conflitos individuais existentes (Art. 625-A, CLT) - Podem ser instituídas pelas empresas ou sindicatos - Instituída na empresa = metade indicada pelo empregador e a outra metade eleita pelos empregados (mínimo de 2 máximo de 10 membros) - Instituída pelo sindicado = constituição e funcionamento definidas em convenção ou acordo coletivo - A submissão da demanda à CCP suspende a contagem do prazo prescricional; 1

2 FACULTATIVIDADE DE SUBMISSÃO DA DEMANDA À CCP Art. 625-D da CLT: Qualquer demanda trabalhista será submetida à Comissão de Conciliação Prévia se, na localidade da prestação de serviços, houver sido instituída a Comissão no âmbito da empresa ou do sindicato da categoria. ADI nºs: e , em medida cautelar o STF conferiu interpretação conforme o art. 5º, XXXV, da CRFB/88, entendendo ser facultativa a submissão da demanda à Comissão de Conciliação Prévia. Se a demanda foi submetida a CCP e não houve acordo, informar na petição inicial (art. 625-D, 3º, CLT) TRÂMITE EXTRAJUDICIAL Partes firmaram acordo Será lavrado um termo de conciliação art. 625-E da CLT. Art. 625-E, parágrafo único da CLT - o termo de conciliação é título executivo extrajudicial e terá eficácia liberatória geral, exceto quanto às parcelas expressamente ressalvadas. Acordo firmado na CCP não cumprido Ação de execução art. 876 da CLT. Empregado fez acordo, mas pretende cobrar diferenças, por existir ressalvas, fraude ou vício de consentimento. Deve ajuizar Ação Trabalhista: 1º) Se existir ressalva, informar que houve acordo na CCP com ressalvas e requerer as parcelas ressalvadas no acordo; OU 2º) No caso de fraude ou vício de consentimento (erro, coação, etc), requerer a nulidade do acordo na CCP (art. 9º, CLT). 3º) Em ambos os casos fazer os pedidos normalmente 2

3 Acordo na Comissão de Conciliação Prévia FORMA-SE Título executivo extrajudicial Empregado fez acordo, só pretende receber o valor do acordo que não foi cumprido Deve ajuizar Ação Executiva Requer a citação do executado para pagar o valor devido no prazo de 48h. (arts. 876 c/c 880, CLT) Procedimentos Comum e Especiais PROCEDIMENTOS NO PROCESSO DO TRABALHO PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO SUMARÍSSIMO SUMÁRIO Regra: valor da causa superior a 40 salários mínimos. (art. 837 a 852 da CLT) Regra: valor da causa até 40 salários mínimos (art. 852-A até 852-I da CLT) Valor da causa até 2 salários mínimos (art. 2º, 3º e 4º da Lei nº 5.584/70) 3

4 Sumaríssimo Não será adotado o sumaríssimo quando: For parte na demanda ente da Administração Pública direta (União, Estados, Município de Distrito Federal), autárquica ou fundacional art. 852-A, parágrafo único, da CLT. Sociedade de economia mista Empresa pública Não estão incluídas na exceção (art. 173, 1º, II, CRFB/88 Não se fará citação por edital, incumbindo ao Autor a correta indicação do nome e endereço do Reclamado art. 852-B, II da CLT. 1 2 O pedido deverá ser certo ou determinado e indicará o valor correspondente (art. 852-B, I da CLT) Não se fará citação por edital, incumbindo ao Autor a correta indicação do nome e endereço do Reclamado art. 852-B, II da CLT. Inobservância dos itens 1 e 2 = arquivamento da reclamação e condenação ao pagamento de custas sobre o valor da causa (art. 852-B, 1º da CLT) Sumaríssimo A prova pericial é permitida quando a prova do fato o exigir ou for legalmente imposta (art. 852-H, 4º, CLT Sumaríssimo A apreciação da reclamação deve ocorrer no prazo máximo de 15 dias art. 852-B, III, CLT NOTA Interrompida a audiência, o seu prosseguimento e a solução do processo darse-ão no prazo máximo de 30 (trinta) dias, salvo motivo relevante justificado nos autos pelo juiz da causa. 4

5 INQUÉRITO JUDICIAL (ART. 853, CLT) Visa apurar a falta grave (justa causa) praticada pelo estável: decenal, dirigente sindical, diretor de cooperativa, empregado nomeado para representar trabalhadores no Conselho Nacional da Previdência Social PROCEDIMENTOS ESPECIAIS PREVISTOS NA CLT DÍSSÍDIO COLETIVO (ART. 114, 2º, CRFB/88) Poder Normativo da Justiça do Trabalho (sentença normativa) - art. 856 e seguintes da CLT AÇÃO DE CUMPRIMENTO (ART. 872, CLT) Cumprimento das normas coletivas (Sentença Normativa Acordo Coletivo Convenção Coletiva) AÇÃO RESCISÓRIA (art. 836, CLT) PROCEDIMENTOS ESPECIAIS PREVISTOS NO CPC AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO (art. 890, CPC) AÇÃO CAUTELAR (art. 796 e sgts, CPC Visa desconstituir sentença de mérito com trânsito em julgado (art. 485, CPC) Utilizada para o empregador depositar em Juízo as verbas da rescisão para não pagar a multa do art. 477, 8º da CLT Inominada: utilizada para dar efeito suspensivo a recurso (S. 414, I, TST) Demais casos previstos no CPC PROCEDIMENTO ESPECIAL MANDADO DE SEGURANÇA (Lei nº /09 Visa proteger direito líquido e certo, quando o responsável pela ilegalidade ou abuso de poder for autoridade pública 5

6 ATOS, TERMOS E PRAZOS PROCESSUAIS (artigos 770 a 782, CLT) ATO JURÍDICO É todo acontecimento voluntário, ou seja, aquele que depende da vontade humana, e que produz efeitos jurídicos ATOS PROCESSUAIS São os acontecimentos voluntários que ocorrem no curso do processo ATOS, TERMOS E PRAZOS PROCESSUAIS (Ler artigos 770 a 782, CLT) ATOS PROCESSUAIS SÃO PÚBLICOS Exceção: quando o contrário determinar o interesse social (Segredo de Justiça) (art. 770, CLT e art. 93, IX, CRFB/88) Serão realizados nos dias ÚTEIS 6h às 20 h Exceção: PENHORA pode ocorrer no domingo ou feriado, mediante autorização expressa do juiz 6

7 COMUNICAÇÃO DOS ATOS PROCESSUAIS NOTIFICAÇÃO CITAÇÃO INTIMAÇÃO Citação é o ato pelo qual se chama a juízo o réu ou interessado a fim de se defender (art. 213, do CPC) Intimação é o ato pelo qual se dá ciência a alguém dos atos e termos do processo, para que faça ou deixa de fazer alguma coisa (art. 234, do CPC) COMUNICAÇÃO DOS ATOS PROCESSUAIS No Processo do Trabalho a notificação abrange a citação e a intimação A notificação citatória é realizada pelo correio - registro postal (art. 841, 1º da CLT). Na execução o executado é citado por Oficial de Justiça, nos termos do art. 880, da CLT. TERMOS PROCESSUAIS Termo é a reprodução gráfica do ato processual Os termos relativos ao movimento dos processos constarão de simples notas, datadas e rubricadas pelos secretários ou escrivães (art. 773, CLT) 7

8 PRAZO PROCESSUAL Prazo processual período de tempo em que determinado ato processual deve ser praticado Prazo é o espaço de tempo em que deve realizar-se alguma coisa Comum - começa ao mesmo tempo para ambas as partes Sucessivo - o prazo começa para uma parte e depois para a outra PRAZO PROCESSUAL Prazo legal - é o prazo fixado em lei. Prazo judicial é aquele determinado pelo Juiz. Prazo convencional são aqueles que decorrem de um acordo entre as partes, que o estipulam. Ex: art. 265, 3º, do CPC) Prazos peremptórios são aqueles fatais e improrrogáveis, não podendo ser alterados pelas partes Prazos dilatórios são aqueles que podem que podem ser prorrogados, podendo ser alterados pelas partes. INÍCIO DO PRAZO PROCESSUAL (Art. 774, CLT) Salvo disposição em contrário, os prazos previstos neste Título contam-se, conforme o caso, a partir da data em que for feita pessoalmente, ou recebida a notificação, daquela em que for publicado o edital no jornal oficial ou no que publicar o expediente da Justiça do Trabalho, ou, ainda, daquela em que for afixado o edital na sede da Junta, Juízo ou Tribunal 8

9 INÍCIO DO PRAZO PROCESSUAL (Art. 774, CLT) Tratando-se de notificação postal, no caso de não ser encontrado o destinatário ou no de recusa de recebimento, o Correio ficará obrigado, sob pena de responsabilidade do servidor, a devolvê-la, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, ao Tribunal de origem. SÚMULA 16, TST - NOTIFICAÇÃO Presume-se recebida a notificação 48 (quarenta e oito) horas depois de sua postagem. O seu não recebimento ou a entrega após o decurso desse prazo constitui ônus de prova do destinatário. INÍCIO DA CONTAGEM DO PRAZO PROCESSUAL Art. 775, CLT - Os prazos estabelecidos neste Título contam-se com exclusão do dia do começo e inclusão do dia do vencimento, e são contínuos e irreleváveis, podendo, entretanto, ser prorrogados pelo tempo estritamente necessário pelo juiz ou tribunal, ou em virtude de força maior, devidamente comprovada. Art. 775, Parágrafo único, CLT - Os prazos que se vencerem em sábado, domingo ou dia feriado, terminarão no primeiro dia útil seguinte INÍCIO DA CONTAGEM DO PRAZO PROCESSUAL SÚMULA Nº 1, TST - PRAZO JUDICIAL Quando a intimação tiver lugar na sexta-feira, ou a publicação com efeito de intimação for feita nesse dia, o prazo judicial será contado da segunda-feira imediata, inclusive, salvo se não houver expediente, caso em que fluirá no dia útil que se seguir. SÚMULA Nº 387, III, TST PRAZO PARA JUNTAR ORIGINAIS RECURSO VIA FAC SÍMILE 9

10 SÚMULA Nº 262, TST - PRAZO JUDICIAL. NOTIFICAÇÃO OU INTIMAÇÃO EM SÁBADO. RECESSO FORENSE I - Intimada ou notificada a parte no sábado, o início do prazo se dará no primeiro dia útil imediato e a contagem, no subsequente. II - O recesso forense e as férias coletivas dos Ministros do Tribunal Superior do Trabalho (art. 177, 1º, do RITST) suspendem os prazos recursais. PROCESSO ELETRÔNICO Lei nº /2006 ART. 3º, Lei / Consideram-se realizados os atos processuais por meio eletrônico no dia e hora do seu envio ao sistema do Poder Judiciário, do que deverá ser fornecido protocolo eletrônico. Parágrafo único. Quando a petição eletrônica for enviada para atender prazo processual, serão consideradas tempestivas as transmitidas até as 24 (vinte e quatro) horas do seu último dia. 10

11 A única forma de chegar ao impossível, é acreditar que é possível. (Alice no País das Maravilhas) Lewis Carroll Maria Inês Gerardo Escultura - O Pensador Auguste Rodin Trâmite processual Trâmites Iniciais Fase Postulatória Juízes do Trabalho (Vara do Trabalho) AÇÃO TRABALHISTA - Rito Sumário: V. C. até 2 Sal. Mín. - Rito Sumaríssimo: V. C. até 40 Sal.M. - Rito Ordinário: V. C. (+) 40 Sal. Mín. 11

12 PETIÇÃO INICIAL Ação Trabalhista pode ser escrita ou verbal - artigos 786 e 787 da CLT Art. 840, 1º, CLT (Observar requisitos do art. 282, CPC) Tem que ser por escrito: Inquérito para apuração de falta grave (art. 853 da CLT) Dissídios Coletivos (art. 856 da CLT). A ação trabalhista escrita deverá ser formulada em duas vias e desde logo acompanhada dos documentos em que se fundar art. 787 da CLT (Sumaríssimo = todas as provas serão produzida em audiência, ainda que não requeridas previamente); A reclamação verbal será reduzida a termo. Ação Trabalhista - processamento Art. 841, CLT Recebida e protocolada a reclamação, o escrivão ou chefe de Secretaria, dentro de 48 horas, remeterá a segunda via da petição ou termo, ao reclamado, notificando-o ao mesmo tempo, para comparecer à audiência de julgamento, que será a primeira desimpedida, depois de cinco dias. - O Reclamado será notificado (citado) via postal. Se criar embaraços ao seu recebimento ou não for encontrado, farse-á a notificação por edital. NOTIFICAÇÃO - O Reclamante será notificado no ato da apresentação da reclamação ou por notificação postal. ARTIGOS IMPORTANTES!!! Art. 765, CLT Os juízos e Tribunais terão ampla liberdade na direção do processo e velarão pelo andamento rápido das causas, podendo determinar diligências necessárias ao esclarecimento delas Art. 769, CLT Nos casos OMISSOS, o direito processual comum será fonte subsidiária do processo do trabalho, EXCETO naquilo em que for INCOMPATÍVEL com as normas desse título 12

13 AUDIÊNCIA UNA/ÚNICA Art. 849, CLT e Art. 852-C, CLT. Art. 843, caput, CLT Na audiência de julgamento deverão estar presentes o reclamante e o reclamado, independentemente do comparecimento dos seus representantes, salvo nos casos de Reclamatórias Plúrimas ou Ações de Cumprimento, quando os empregados poderão fazer-se representar pelo Sindicato de sua categoria. REPRESENTAÇÃO DAS PARTES EM AUDIÊNCIA EMPREGADOR: é facultado ao empregador fazer-se substituir pelo gerente, ou qualquer outro preposto que tenha conhecimento dos fatos, e cujas declarações obrigarão o preponente (art. 843, 1º da CLT). EMPREGADO: se por doença ou qualquer outro motivo ponderoso, devidamente comprovado, não for possível ao empregado comparecer pessoalmente, poderá fazer-se representar por outro empregado que pertença à mesma profissão, ou pelo seu sindicato. (art. 843, 2º da CLT). PREPOSTO Deve ser, necessariamente, empregado da Reclamada (art. 843, 1º, CLT) salvo quanto à Reclamação Trabalhista de empregado doméstico e micro empresa ou empresa de pequeno porte (art. 54, Lei Complementar 123/06 (Súmula nº 377 do TST). 13

14 AUSÊNCIA INJUSTIFICADA DO RECLAMANTE À AUDIÊNCIA AUSÊNCIA INJUSTIFICADA DA RECLAMADA À AUDIÊNCIA ARQUIVAMENTO (art. 844 da CLT) Revelia e confissão da matéria de fato (art. 844 da CLT). Extinção do processo sem resolução de mérito. AUSÊNCIA DA RÉ, OU PREPOSTO, MAS PRESENTE O ADVOGADO, COM PROCURAÇÃO AUDIÊNCIA FASE INICIAL A.C.I.J. Rte. Presente Rda. Ausente Rda. Presente Revelia e Confissão da Matéria Fática Tentativa de Conciliação Rte. Ausente Arquivamento FIM Partes Presentes Proposta de Conciliação Rito Ordinário 1ª tentativa = abertura da audiência (art. 846, CLT). Última tentativa = após a apresentação das razões finais pelas partes (art. 850, CLT). Rito Sumaríssimo Em qualquer fase da audiência (art. 852-E da CLT) 14

15 AUDIÊNCIA FASE CONCILIATÓRIA Revelia e Confissão da Matéria Fática Tentativa de Conciliação Sentença Acordo Conciliação Rejeitada pelas Partes Recurso Título Executivo Judicial FIM (art. 876, CLT) Defesa do Reclamado FASE CONCILIATÓRIA Art. 764, caput, CLT Os dissídios individuais ou coletivos submetidos à apreciação da Justiça do Trabalho serão SEMPRE sujeitos à conciliação. 3º, CLT É licito às partes celebrar acordo que ponha termo ao processo, ainda mesmo depois de encerrado o juízo conciliatório - S. 418, TST A concessão de liminar ou a homologação de acordo constituem faculdade do juiz, inexistindo direito líquido e certo tutelável pela via do mandado de segurança. FASE CONCILIATÓRIA Art. 831, p. único, CLT No caso de conciliação, o termo que for lavrado valerá como decisão irrecorrível (para as partes), salvo para a Previdência Social (União), quanto às contribuições que lhe forem devidas. - Art. 832, 3º, CLT As decisões cognitivas ou homologatórias deverão SEMPRE indicar a natureza jurídica das parcelas constantes da condenação ou acordo homologado, inclusive o limite de responsabilidade de cada parte pelo recolhimento da contribuição previdenciária, se for o caso. 15

16 TERMO DE CONCILIAÇÃO - Art. 832, 4º, CLT A União será intimada das decisões homologatórias de acordos que contenham parcela indenizatória, facultada a interposição de recurso (recurso ordinário fase de conhecimento / agravo de petição fase de execução - no prazo de 16 (dezesseis) dias - DL 779/69), relativo aos tributos que lhe forem devidos. - Art. 831, P. Único, CLT O acordo para as partes transita em julgado na data da homologação. (S. 100, V, TST) e só poderá ser desconstituída por ação rescisória S. 259, TST. APLICANDO OS CONHECIMENTOS (OAB/FGV - VIII EXAME NACIONAL UNIFICADO ) A respeito do procedimento sumaríssimo no processo do trabalho, assinale a afirmativa correta. A) A apreciação da reclamação trabalhista deverá ocorrer no prazo máximo de quinze dias da data de seu ajuizamento. B) A citação por edital somente é cabível se esgotadas todas as tentativas de se localizar o reclamado. C) As partes devem ser intimadas da sentença por notificação postal. D) Não cabe a interposição de recurso de revista

17 Que as derrotas da vida não sejam motivo para tristeza, lute, hoje e sempre, pois só assim você será um vencedor. Autor desconhecido Autorretrato (1889) Vincent van Gogh Maria Inês Gerardo 17

Comentários: (Gabarito Letra E). A questão abordou apenas os artigos 770 e 775 da CLT.

Comentários: (Gabarito Letra E). A questão abordou apenas os artigos 770 e 775 da CLT. Olá pessoal! Na aula de hoje comentarei a prova de Processo do Trabalho de Técnico Judiciário do TRT/Campinas que foi aplicada este ano, cuja banca organizadora foi a Fundação Carlos Chagas (FCC). Direito

Leia mais

Procedimentos Especiais No Processo do Trabalho. Por Luiz Cesar K. Ayub luiz@ayubeanzzulin.com.br

Procedimentos Especiais No Processo do Trabalho. Por Luiz Cesar K. Ayub luiz@ayubeanzzulin.com.br Procedimentos Especiais No Processo do Trabalho Por Luiz Cesar K. Ayub luiz@ayubeanzzulin.com.br Consignação em Pagamento: A ação de consignação, na Justiça do Trabalho, é substitutiva ao pagamento, para

Leia mais

MANUAL DOS PRAZOS PROCESSUAIS: A CONTAGEM DOS PRAZOS NO NOVO CPC 1. MUDANÇAS GERAIS APLICÁVEIS A TODOS OS PRAZOS PROCESSUAIS:

MANUAL DOS PRAZOS PROCESSUAIS: A CONTAGEM DOS PRAZOS NO NOVO CPC 1. MUDANÇAS GERAIS APLICÁVEIS A TODOS OS PRAZOS PROCESSUAIS: MANUAL DOS PRAZOS PROCESSUAIS: A CONTAGEM DOS PRAZOS NO NOVO CPC 1. MUDANÇAS GERAIS APLICÁVEIS A TODOS OS PRAZOS PROCESSUAIS: Mudança no modo de contagem dos prazos: A partir do novo CPC, os prazos processuais

Leia mais

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS

PROCEDIMENTOS ESPECIAIS Aula 6: Direito Processual do Trabalho Procedimentos especiais e Dissídio Coletivo Maria Inês Gerardo PROCEDIMENTOS ESPECIAIS CONSIGNA- ÇÃO EM PAGAMENTO AÇÃO RESCISÓRIA AÇÕES ESPECIAIS PROCESSO TRABALHO

Leia mais

PONTO 1: Execução Trabalhista. Fase de Liquidação de Sentença Trabalhista é uma fase preparatória da execução trabalhista art. 879 da CLT.

PONTO 1: Execução Trabalhista. Fase de Liquidação de Sentença Trabalhista é uma fase preparatória da execução trabalhista art. 879 da CLT. 1 DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PONTO 1: Execução Trabalhista 1. EXECUÇÃO TRABALHISTA: ART. 876 ART. 892 da CLT Fase de Liquidação de Sentença Trabalhista é uma fase preparatória da execução trabalhista

Leia mais

PORTARIA Nº 530, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2014

PORTARIA Nº 530, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2014 PORTARIA Nº 530, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2014 (Publicada no D.O.U. de 25/11/2014) Disciplina o Processo Administrativo Previdenciário - PAP para análise e julgamento das irregularidades em Regime Próprio

Leia mais

PORTARIA Nº 910, DE 7 DE ABRIL DE 2015.

PORTARIA Nº 910, DE 7 DE ABRIL DE 2015. PORTARIA Nº 910, DE 7 DE ABRIL DE 2015. Define os procedimentos para apuração da responsabilidade administrativa e para celebração do acordo de leniência de que trata a Lei nº 12.846, de 1º de agosto de

Leia mais

Nota: Redação dada pelo Decreto-lei nº 229/67 Redação anterior: Redação original

Nota: Redação dada pelo Decreto-lei nº 229/67 Redação anterior: Redação original TÍTULO VI - Das Convenções Coletivas de Trabalho Art. 611 Convenção Coletiva de Trabalho é o acordo de caráter normativo, pelo qual dois ou mais Sindicatos representativos de categorias econômicas e profissionais

Leia mais

Autor: SINDICATO DOS TRABALHADORES EM HOTÉIS, APART HOTÉIS, MOTÉIS, FLATS, RESTAURANTES, BARES, LANCHONETES E SIMILARES DE SÃO PAULO E REGIÃO,

Autor: SINDICATO DOS TRABALHADORES EM HOTÉIS, APART HOTÉIS, MOTÉIS, FLATS, RESTAURANTES, BARES, LANCHONETES E SIMILARES DE SÃO PAULO E REGIÃO, ATENÇÃO - Texto meramente informativo, sem caráter intimatório, citatório ou notificatório para fins legais. PODER JUDICIÁRIO FEDERAL Justiça do Trabalho - 2ª Região Número Único: 01497003320065020075

Leia mais

PORTARIA Nº 1 DE 25 DE MAIO DE 2006.

PORTARIA Nº 1 DE 25 DE MAIO DE 2006. PORTARIA Nº 1 DE 25 DE MAIO DE 2006. (Publicada no DOU, 26 de maio de 2006, Seção 1, pág. 101) Aprova Ementas Normativas da Secretaria de Relações do Trabalho. O SECRETÁRIO DE RELAÇÕES DO TRABALHO DO MINISTÉRIO

Leia mais

RESOLUÇÃO N 344, DE 25 DE MAIO DE 2007

RESOLUÇÃO N 344, DE 25 DE MAIO DE 2007 RESOLUÇÃO N 344, DE 25 DE MAIO DE 2007 Regulamenta o meio eletrônico de tramitação de processos judiciais, comunicação de atos e transmissão de peças processuais no Supremo Tribunal Federal (e-stf) e dá

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO COMPETÊNCIA DA J. TRABALHO COMPETÊNCIA DA JT COMPETÊNCIA DA JT

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO COMPETÊNCIA DA J. TRABALHO COMPETÊNCIA DA JT COMPETÊNCIA DA JT DIREITO PROCESSUAL DO Preparatório para a carreira de Técnico judiciário do TRT da12ª Região Prof.. LAIS KUIASKI CLT - art. 644 Juízos de Direito (somente no caso de localidade não compreendida pela jurisdição

Leia mais

O Processo Trabalhista

O Processo Trabalhista Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos Profa. Barbara Mourão O Processo Trabalhista Princípios gerais do processo Constituição Federal de 1988; Código de Processo Civil (CPC). Princípios

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL FALÊNCIA. Cláudio Basques. A garantia dos credos é o patrimônio do devedor.

DIREITO EMPRESARIAL FALÊNCIA. Cláudio Basques. A garantia dos credos é o patrimônio do devedor. DIREITO EMPRESARIAL FALÊNCIA Cláudio Basques A garantia dos credos é o patrimônio do devedor. LEI N. 11.101, DE 9 DE FEVEREIRO DE 2005 Nova Lei de Falências Art. 1º Esta lei disciplina a recuperação judicial,

Leia mais

Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil - São Paulo

Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil - São Paulo REGULAMENTO DO CENTRO DE MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM DA CÂMARA PORTUGUESA DE COMÉRCIO NO BRASIL SÃO PAULO Artigo 1º O Centro de Arbitragem 1.1. O Centro de Mediação e Arbitragem da Câmara Portuguesa de Comércio

Leia mais

Efeitos a partir de 1º de janeiro de 2010)

Efeitos a partir de 1º de janeiro de 2010) Artigo 586-4º - 3 - o contribuinte detentor do crédito acumulado, por qualquer de seus estabelecimentos, não poderá ter débito pendente de liquidação, inclusive decorrente de auto de infração e imposição

Leia mais

Resolução nº 9, de 16 de julho de 1997 (publicada no Diário Oficial da União de 13.8.97)

Resolução nº 9, de 16 de julho de 1997 (publicada no Diário Oficial da União de 13.8.97) Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE SCN Quadra 2 Projeção C, Brasília, DF CEP 70712-902 Tel.: (61) 426-8599 Fax: (61) 328-5523 cade@cade.gov.br Resolução nº 9, de 16

Leia mais

Direito do Trabalho IV. Direito do Trabalho IV

Direito do Trabalho IV. Direito do Trabalho IV Direito do Trabalho IV»Material de Dependência Liquidação Sentença e Execução Parte 1 Tipos e espécies de Execução Direito do Trabalho IV»Aula 6 Liquidação de Sentença Parte 2 1 VIII Liquidação de sentença

Leia mais

http://www.profmarcelomoura.blogspot.com EXAME DE ORDEM ( CESPE/UnB ) 2009.2

http://www.profmarcelomoura.blogspot.com EXAME DE ORDEM ( CESPE/UnB ) 2009.2 EXAME DE ORDEM ( CESPE/UnB ) 2009.2 OBSERVAÇÃO O gabarito pretende abranger diversos aspectos do tema abordado. Assim, o fato do candidato não ter abordado todos os temas referidos neste comentário não

Leia mais

REGULAMENTO - PROCEDIMENTO ARBITRAL NA ÁREA TRABALHISTA

REGULAMENTO - PROCEDIMENTO ARBITRAL NA ÁREA TRABALHISTA REGULAMENTO - PROCEDIMENTO ARBITRAL NA ÁREA TRABALHISTA A CMAC CÂMARA DE MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM DE CAMPINAS, com sede nesta Cidade, na Rua Barbosa da Cunha, 03 Jd. Guanabara Campinas - SP PARTE I DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

FENAJ - Federação Nacional dos Jornalistas REGIMENTO INTERNO DAS COMISSÕES DE ÉTICA DOS SINDICATOS DOS JORNALISTAS

FENAJ - Federação Nacional dos Jornalistas REGIMENTO INTERNO DAS COMISSÕES DE ÉTICA DOS SINDICATOS DOS JORNALISTAS FENAJ - Federação Nacional dos Jornalistas REGIMENTO INTERNO DAS COMISSÕES DE ÉTICA DOS SINDICATOS DOS JORNALISTAS RESOLUÇÃO CNE Nº 01/2009 DE 05/05/2009 Título I - Do Regimento Art. 1º Este Regimento

Leia mais

PROVIMENTO Nº 04/2008

PROVIMENTO Nº 04/2008 PROVIMENTO Nº 04/2008 Disciplina os procedimentos relativos aos débitos das Fazendas Públicas Federal, Estadual e Municipal, em virtude de sentença judicial transitada em julgado, sujeitos ao regime de

Leia mais

Exercícios de Direito Processual do Trabalho para Concursos

Exercícios de Direito Processual do Trabalho para Concursos de Direito Processual do Trabalho para Concursos 1. No que diz respeito ao jus postulandi, conforme entendimento sumulado, é correto afirmar: (Juiz do Trabalho FCC TRT/SP 2011). (A) Pode ser exercido em

Leia mais

A execução incide somente sobre o patrimônio do executado. É sempre real.

A execução incide somente sobre o patrimônio do executado. É sempre real. PRINCÍPIOS DA EXECUÇÃO - Princípio da Patrimonialidade A execução incide somente sobre o patrimônio do executado. É sempre real. Art. 591. O devedor responde, para o cumprimento de suas obrigações, com

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 182 DE 09 DE SETEMBRO DE 2005

RESOLUÇÃO N.º 182 DE 09 DE SETEMBRO DE 2005 RESOLUÇÃO N.º 182 DE 09 DE SETEMBRO DE 2005 Dispõe sobre uniformização do procedimento administrativo para imposição das penalidades de suspensão do direito de dirigir e de cassação da Carteira Nacional

Leia mais

Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT)

Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT) Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT) 1) ATOS NORMATIVOS: 1º e 2º do art. 154 do CPC (com a redação que lhe deu a Lei n. 11.280, de 16 de fevereiro de 2006) Lei n. 11.419, de 19

Leia mais

1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA.

1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. 1. PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. Fundamento legal: Art. 840 CLT Subsidiariamente: 282 do CPC. Partes: Reclamante (autor), Reclamada (ré). Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz do Trabalho da ª Vara

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 1ª REGIÃO-RJ. CAPÍTULO I Constituição e Jurisdição

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 1ª REGIÃO-RJ. CAPÍTULO I Constituição e Jurisdição REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 1ª REGIÃO-RJ CAPÍTULO I Constituição e Jurisdição Art. 1º - O Conselho Regional de Economia da 1ª Região tem sede e foro na cidade do Rio de Janeiro e

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 003, de 13 de Abril de 2012. (Publicado no DODF, Nº 78 de 19 de abril de 2012).

RESOLUÇÃO Nº 003, de 13 de Abril de 2012. (Publicado no DODF, Nº 78 de 19 de abril de 2012). RESOLUÇÃO Nº 003, de 13 de Abril de 2012. Disciplina os procedimentos a serem observados nos processos administrativos instaurados pelo prestador de serviços públicos de abastecimento de água e de esgotamento

Leia mais

Prática Jurídica 1. Verônica Duarte Empresarial Karen - Trabalhista

Prática Jurídica 1. Verônica Duarte Empresarial Karen - Trabalhista Prática Jurídica 1 Verônica Duarte Empresarial Karen - Trabalhista 17/02 Quanto à bibliografia, a professora recomenda apenas o Curso de direito processual do trabalho de Carlos Henrique Bezerra Leite.

Leia mais

SEMINÁRIO - O PODER JUDICIÁRIO E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL ENUNCIADOS APROVADOS

SEMINÁRIO - O PODER JUDICIÁRIO E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL ENUNCIADOS APROVADOS 1) Entende-se por fundamento referido no art. 10 do CPC/2015 o substrato fático que orienta o pedido, e não o enquadramento jurídico atribuído pelas partes. 2) Não ofende a regra do contraditório do art.

Leia mais

Resumo Aula-tema 07: Negociação coletiva e greve. Dissídio individual e coletivo.

Resumo Aula-tema 07: Negociação coletiva e greve. Dissídio individual e coletivo. Resumo Aula-tema 07: Negociação coletiva e greve. Dissídio individual e coletivo. Negociação Coletiva de trabalho é o termo genérico a significar o ajuste feito entre as entidades sindicais e as entidades

Leia mais

RESOLUÇÃO 001/2015/CE/SINJOR-PA

RESOLUÇÃO 001/2015/CE/SINJOR-PA RESOLUÇÃO 001/2015/CE/SINJOR-PA O Presidente da Comissão de Ética do Sindicato dos Jornalistas no Estado do Pará, no uso das atribuições que lhes são conferidas, etc CONSIDERANDO a decisão da Assembleia

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO N.º 01/2009-CEUNI, de 01 de abril de 2009

ORDEM DE SERVIÇO N.º 01/2009-CEUNI, de 01 de abril de 2009 ORDEM DE SERVIÇO N.º 01/2009-CEUNI, de 01 de abril de 2009 (Disponibilizada no Diário Eletrônico da Justiça Federal da 3ª Região em 03/04/2009) Texto atualizado com as Ordens de Serviço nºs 02 e 03 até

Leia mais

GRUPO III ESPELHO DE CORREÇÃO CRITÉRIO GERAL:

GRUPO III ESPELHO DE CORREÇÃO CRITÉRIO GERAL: GRUPO III ESPELHO DE CORREÇÃO CRITÉRIO GERAL: Nos termos do art. 20 do Regulamento do Concurso para Ingresso na Carreira do Ministério Público, na correção da prova escrita levar-se-á em conta o saber

Leia mais

COMPLEXO EDUCACIONAL DAMÁSIO DE JESUS EXAME DA OAB 2011.2 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO AULA AÇÃO RESCISÓRIA E AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

COMPLEXO EDUCACIONAL DAMÁSIO DE JESUS EXAME DA OAB 2011.2 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO AULA AÇÃO RESCISÓRIA E AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO COMPLEXO EDUCACIONAL DAMÁSIO DE JESUS EXAME DA OAB 2011.2 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO AULA AÇÃO RESCISÓRIA E AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO I) AÇÃO RESCISÓRIA ESTRUTURA DA AÇÃO RESCISÓRIA 1. Endereçamento

Leia mais

decorrentes de descumprimento total ou parcial de contrato fica regulamentado por

decorrentes de descumprimento total ou parcial de contrato fica regulamentado por c Poder Judiciário ctóáça INSTRUÇÃO NORMATIVA N5 24, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2013 Dispõe sobre o procedimento de apuração e aplicação de penalidades às empresas contratadas pelo Conselho Nacional de Justiça.

Leia mais

Considerando o constante no Processo nº 80001.002866/2003-35;

Considerando o constante no Processo nº 80001.002866/2003-35; RESOLUÇÃO 363 DE 28 DE OUTUBRO DE 2010. Dispõe sobre padronização dos procedimentos administrativos na lavratura de auto de infração, na expedição de notificação de autuação e de notificação de penalidade

Leia mais

Comissão Permanente de Relações Sindicais e do Trabalho COPERSIND

Comissão Permanente de Relações Sindicais e do Trabalho COPERSIND C a r t i l h a d e P r o c e d i m e n t o s d o S i n d i c a t o P a t r o n a l n a N e g o c i a ç ã o C o l e t i v a e n o s P r o c e s s o s d e D i s s í d i o C o l e t i v o Comissão Permanente

Leia mais

Direito Processual do Trabalho Profa. Dra. Adriana Goulart de Sena Orsini EXECUÇÃO

Direito Processual do Trabalho Profa. Dra. Adriana Goulart de Sena Orsini EXECUÇÃO Direito Processual do Trabalho Profa. Dra. Adriana Goulart de Sena Orsini EXECUÇÃO Execução Características ( ação ) Títulos executivos judiciais (fase) e extrajudiciais Art. 876, CLT Cumprimento da decisão:

Leia mais

PROCESSO DO TRABALHO. Justiça do Trabalho

PROCESSO DO TRABALHO. Justiça do Trabalho PROCESSO DO TRABALHO Justiça do Trabalho Processo do Trabalho O processo é entendido como uma relação jurídica processual, que tem por finalidade um provimento jurisdicional compondo o conflito de interesses,

Leia mais

PROVIMENTO Nº 148, DE 16 DE ABRIL DE 2008. (Ver Provimento n. 70, de 9.1.2012 DJMS, de 17.1.2012.)

PROVIMENTO Nº 148, DE 16 DE ABRIL DE 2008. (Ver Provimento n. 70, de 9.1.2012 DJMS, de 17.1.2012.) PROVIMENTO Nº 148, DE 16 DE ABRIL DE 2008. (Ver Provimento n. 70, de 9.1.2012 DJMS, de 17.1.2012.) Institui, no âmbito da Justiça de Primeiro Grau do Estado de Mato Grosso do Sul, o sistema eletrônico

Leia mais

egrégio Conselho da Magistratura a aplicação da pena, nos termos da Lei Estadual 4.930/85. 3.3.8.2 - A aplicação das penalidades de advertência e

egrégio Conselho da Magistratura a aplicação da pena, nos termos da Lei Estadual 4.930/85. 3.3.8.2 - A aplicação das penalidades de advertência e egrégio Conselho da Magistratura a aplicação da pena, nos termos da Lei Estadual 4.930/85. 3.3.8.2 - A aplicação das penalidades de advertência e censura independe de sindicância ou processo, podendo ser

Leia mais

REGULAMENTO PROCESSUAL DA BSM

REGULAMENTO PROCESSUAL DA BSM REGULAMENTO PROCESSUAL DA BSM O Conselho de Supervisão da BM&FBOVESPA SUPERVISÃO DE MERCADOS (BSM), no uso das atribuições que lhe confere o Estatuto Social da entidade e após a autorização da Comissão

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 11.419, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2006. Mensagem de veto Dispõe sobre a informatização do processo judicial; altera a Lei no 5.869,

Leia mais

Conselho da Justiça Federal

Conselho da Justiça Federal RESOLUÇÃO Nº 559, DE 26 DE JUNHO 2007. Regulamenta, no âmbito da Justiça Federal de primeiro e segundo graus, os procedimentos relativos à expedição de requisições, ao cumprimento da ordem cronológica

Leia mais

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO E AÇÃO DE DEPÓSITO 1 Parte I AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO 2 1) O DIREITO MATERIAL DE PAGAMENTO POR CONSIGNAÇÃO a) Significado da palavra consignação b) A consignação

Leia mais

Estabilidade e Garantia de Emprego:

Estabilidade e Garantia de Emprego: AULA 9 Estabilidade e Garantia de Emprego: A CLT inicialmente previa o pagamento de uma indenização ao empregado sempre que este fosse despedido sem justa causa, sendo que após dez anos de serviço a empresa,

Leia mais

Processo Eletrônico. Produto das revoluções tecnológicas; Consequência direta da EC 45/04; Princípios norteadores:

Processo Eletrônico. Produto das revoluções tecnológicas; Consequência direta da EC 45/04; Princípios norteadores: Processo Eletrônico Produto das revoluções tecnológicas; Consequência direta da EC 45/04; Princípios norteadores: Princípio da Universalidade; Princípio da Uniquidade; Princípio da Publicidade; Princípio

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL Boa Vista, 14 de abril de 2015 Diário da Justiça Eletrônico ANO XVIII - EDIÇÃO 5487 242/249 Expediente de 13/04/2015 ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL RESOLUÇÃO Nº 001/2015 Dispõe sobre a aprovação do Regimento

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PROVIMENTO N. 23/2015-CM

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PROVIMENTO N. 23/2015-CM PROVIMENTO N. 23/2015-CM Dispõe sobre o envio, por meio digital, pelo Portal Eletrônico do Advogado PEA, das petições iniciais e intermediárias de processos físicos que tramitam na Primeira e Segunda Instância

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PROVIMENTO N. 26/2014/CM

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PROVIMENTO N. 26/2014/CM PROVIMENTO N. 26/2014/CM Dispõe sobre o envio, por meio digital, pelo Portal Eletrônico do Advogado - PEA, das petições iniciais e intermediárias de processos físicos que tramitam na Primeira e Segunda

Leia mais

O empregado caminhando na empresa, cai e se machuca vai pedir uma indenização na justiça do trabalho. (empregado x empregador);

O empregado caminhando na empresa, cai e se machuca vai pedir uma indenização na justiça do trabalho. (empregado x empregador); Turma e Ano: Flex B (2014) Matéria / Aula: Processo do Trabalho / Aula 04 Professor: Leandro Antunes Conteúdo: Procedimento Sumário, Procedimento Sumaríssimo. A competência para julgar acidente de trabalho:

Leia mais

CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO Nº 03, DE 19 FEVEREIRO DE 2013.

CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO Nº 03, DE 19 FEVEREIRO DE 2013. PROVIMENTO Nº 03, DE 19 FEVEREIRO DE 2013. Dispõe sobre o procedimento das hastas públicas unificadas no âmbito do Poder Judiciário do Estado de Alagoas. O Desembargador ALCIDES GUSMÃO DA SILVA, Corregedor

Leia mais

NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA EXAME DE ORDEM. Peça Treino 8

NÚCLEO PREPARATÓRIO PARA EXAME DE ORDEM. Peça Treino 8 Peça Treino 8 Refrigeração Nacional, empresa de pequeno porte, contrata os serviços de um advogado em virtude de uma reclamação trabalhista movida pelo exempregado Sérgio Feres, ajuizada em 12.04.2013

Leia mais

JUSTIÇA FEDERAL/TRF 3ª REGIÃO

JUSTIÇA FEDERAL/TRF 3ª REGIÃO JUSTIÇA FEDERAL/TRF 3ª REGIÃO Lei nº 9.289/1996 - Art. 14 e Resolução nº 278/2007, alterada pela Resolução nº 411/2010 DO RECOLHIMENTO DAS CUSTAS Custas, despesas processuais e preparo para recursos que

Leia mais

Considerando a necessidade de uniformização de procedimentos na formalização e instrução de processos de fiscalização no Crea-ES.

Considerando a necessidade de uniformização de procedimentos na formalização e instrução de processos de fiscalização no Crea-ES. Ato 015/2004 Dispõe sobre a formalização, trâmite, procedimentos, infringências e valores de multas das Notificações e Autos de Infração NAIs e da outras providências. O Presidente do Conselho Regional

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DO MINIJO CURSO DE DIREITO CADEIRA OPCIONAL RECURSOS E PROCESSOS ESPECIAIS ANO LECTIVO 2005-2006 5º ANO 2º SEMESTRE

ESCOLA DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DO MINIJO CURSO DE DIREITO CADEIRA OPCIONAL RECURSOS E PROCESSOS ESPECIAIS ANO LECTIVO 2005-2006 5º ANO 2º SEMESTRE ESCOLA DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DO MINIJO CURSO DE DIREITO CADEIRA OPCIONAL RECURSOS E PROCESSOS ESPECIAIS ANO LECTIVO 2005-2006 5º ANO 2º SEMESTRE 6 de Junho de 2006 Nome: N.º Leia atentamente as questões

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010

PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE PORTARIA NORMATIVA N 119, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 Dispõe sobre o horário de funcionamento do Instituto Chico Mendes, jornada de trabalho e controle

Leia mais

O OFICIAL DE JUSTIÇA E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

O OFICIAL DE JUSTIÇA E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL O OFICIAL DE JUSTIÇA E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL O novo Código de Processo Civil revela-se positivo para atuação dos Oficiais de Justiça, pelo menos essa foi a perspectiva desde a criação do projeto.

Leia mais

DECRETO Nº 42.992, DE 20 DE MARÇO DE 2003. MARTA SUPLICY, Prefeita do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei,

DECRETO Nº 42.992, DE 20 DE MARÇO DE 2003. MARTA SUPLICY, Prefeita do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei, DECRETO Nº 42.992, DE 20 DE MARÇO DE 2003 Regulamenta disposições da Lei n 13.478, de 30 de dezembro de 2002, alterada pela Lei nº 13.522, de 19 de fevereiro de 2003, que instituiu a Taxa de Resíduos Sólidos

Leia mais

Índice Sistemático do Novo Código de Processo Civil

Índice Sistemático do Novo Código de Processo Civil Índice Sistemático do Novo Código de Processo Civil LEI CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Parte Geral Livro I DAS NORMAS PROCESSUAIS CIVIS TÍTULO ÚNICO DAS NORMAS FUNDAMENTAIS E DA APLICAÇÃO DAS NORMAS PROCESSUAIS

Leia mais

LEGALE RESPONDE DIREITO DO TRABALHO. Aula 2

LEGALE RESPONDE DIREITO DO TRABALHO. Aula 2 LEGALE RESPONDE DIREITO DO TRABALHO Aula 2 Mais que um curso prático, uma nova ferramenta que surge para auxiliar o operador do Direito! É o LEGALE mais uma vez preocupado com seu SUCESSO PROFISSIONAL!!

Leia mais

RELATÓRIO DA CORREIÇÃO EXTRORDINÁRIA PARCIAL REALIZADA NA SEGUNDA AUDITORIA DA JUSTIÇA MILITAR ESTADUAL

RELATÓRIO DA CORREIÇÃO EXTRORDINÁRIA PARCIAL REALIZADA NA SEGUNDA AUDITORIA DA JUSTIÇA MILITAR ESTADUAL RELATÓRIO DA CORREIÇÃO EXTRORDINÁRIA PARCIAL REALIZADA NA SEGUNDA AUDITORIA DA JUSTIÇA MILITAR ESTADUAL Período da realização da correição: de 23 de maio a 13 de junho de 2014. Juiz de Direito Titular:

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA TRIBUNAL DO PLENO RESOLUÇÃO Nº 11, DE 28 DE MAIO DE 2010. DJe-CE de 31/05/2010 (nº 99, pág. 9)

TRIBUNAL DE JUSTIÇA TRIBUNAL DO PLENO RESOLUÇÃO Nº 11, DE 28 DE MAIO DE 2010. DJe-CE de 31/05/2010 (nº 99, pág. 9) TRIBUNAL DE JUSTIÇA TRIBUNAL DO PLENO RESOLUÇÃO Nº 11, DE 28 DE MAIO DE 2010 DJe-CE de 31/05/2010 (nº 99, pág. 9) Institui, no âmbito da Justiça do Estado do Ceará, o sistema eletrônico de tramitação de

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 273, de 14.09.2010

RESOLUÇÃO Nº 273, de 14.09.2010 RESOLUÇÃO Nº 273, de 14.09.2010 (Processo nº 10342/2010) (O Presidente do Tribunal, no uso de suas atribuições legais e regimentais, apresenta diversas considerações e submete ao Pleno desta Corte proposta

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 043/2010-CPJ

RESOLUÇÃO Nº 043/2010-CPJ RESOLUÇÃO Nº 043/2010-CPJ O COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MATO GROSSO, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista o disposto no artigo 29-A da Lei nº 8.229, de 07 de dezembro de

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 TCE-TO de 07 de março de 2012. Dispõe sobre o processo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 TCE-TO de 07 de março de 2012. Dispõe sobre o processo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 TCE-TO de 07 de março de 2012. Dispõe sobre o processo eletrônico no âmbito do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins. O TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS, no uso de

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 ANTAQ, DE 14 DE OUTUBRO DE 2008.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 ANTAQ, DE 14 DE OUTUBRO DE 2008. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002 ANTAQ, DE 14 DE OUTUBRO DE 2008. Fixa os critérios e procedimentos para a realização de concursos públicos de provas e títulos, destinados ao provimento dos cargos efetivos do

Leia mais

Lote Item Descrição do produto Unidade de Quantidad Preço Preço total

Lote Item Descrição do produto Unidade de Quantidad Preço Preço total CONTRATO Nº. 154/2011 Licitação Processo dispensa N 012/2011 Contrato que entre si celebram de um lado o MUNICÍPIO DE SÃO JORGE D`OESTE e de outro a empresa ANDRESSA CRISTINA KREMER Pelo presente instrumento,

Leia mais

Prova comentada FCC - TRT 24ª Região - 2011 Professora Deborah Paiva

Prova comentada FCC - TRT 24ª Região - 2011 Professora Deborah Paiva Prova comentada FCC - TRT 24ª Região - 2011 Professora Deborah Paiva Olá pessoal, Conforme prometido aí está mais uma prova comentada da FCC! Analista Judiciário Execução de Mandados Direito Processual

Leia mais

GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº. 671, DE 20 DE MAIO DE 2015

GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº. 671, DE 20 DE MAIO DE 2015 GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº. 671, DE 20 DE MAIO DE 2015 Altera a Portaria nº. 326, de 01 de março de 2013, que dispõe sobre os pedidos de registro das entidades sindicais de primeiro grau no Ministério

Leia mais

Conselho da Justiça Federal

Conselho da Justiça Federal RESOLUÇÃO Nº 058, DE 25 DE MAIO DE 2009 Estabelece diretrizes para membros do Poder Judiciário e integrantes da Polícia Federal no que concerne ao tratamento de processos e procedimentos de investigação

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO 2003/2004 ACORDO COLETIVO DE TRABALHO Acordo Coletivo de Trabalho, parcial, que entre si celebram, de um lado a Empresa Teresinense de Processamento de Dados - PRODATER, empresa pública de direito privado,

Leia mais

JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA

JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA JUIZADO ESPECIAL DA FAZENDA PÚBLICA O termo Fazenda Pública significa a presença em juízo de pessoa jurídica de direito público interno, descritas no artigo 41 do Código Civil como sendo a União, os Estados,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO BIBLIOTECA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 4ª REGIÃO BIBLIOTECA PRESIDÊNCIA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 25, DE 29 DE SETEMBRO DE 2014. Uniformiza procedimentos de atendimento às partes e advogados no âmbito das secretarias judiciárias do TRF4. O PRESIDENTE DO, no uso de

Leia mais

CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO Nº 13/2009.

CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO Nº 13/2009. CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA PROVIMENTO Nº 13/2009. DISPÕE SOBRE ATOS DO JUIZ E ATOS ORDINATÓRIOS QUE DEVEM SER PRATICADOS PELO ESCRIVÃO, CHEFE DE SECRETARIA OU SERVIDOR DEVIDAMENTE AUTORIZADO, INDEPENDENTE

Leia mais

Guia de Tramitação de um Pedido de Patente

Guia de Tramitação de um Pedido de Patente Guia de Tramitação de um Pedido de Patente O objetivo do presente guia é facilitar a compreensão em relação ao trâmite de um pedido de patente, do seu depósito até a concessão da patente em nosso país.

Leia mais

Preliminarmente à inscrição em dívida ativa, é necessário, sob pena de nulidade, a constituição do crédito tributário através do lançamento.

Preliminarmente à inscrição em dívida ativa, é necessário, sob pena de nulidade, a constituição do crédito tributário através do lançamento. A intimação do contribuinte por edital e o protesto da dívida tributária à luz da A constituição da dívida ativa tributária e não tributária do Município pressupõe a inscrição do crédito tributário e não

Leia mais

ATA DA CORREIÇÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO POSTO AVANÇADO DE VALENÇA

ATA DA CORREIÇÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO POSTO AVANÇADO DE VALENÇA 1 ATA DA CORREIÇÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO POSTO AVANÇADO DE VALENÇA Aos treze dias do mês de setembro do ano de dois mil e onze, compareceu à sede do Posto Avançado de Valença o Excelentíssimo Senhor FERNANDO

Leia mais

AUDIÊNCIA TRABALHISTA

AUDIÊNCIA TRABALHISTA Carlos Augusto Marcondes de Oliveira Monteiro advogado, mestre e doutorando em direito do trabalho pela PUC-SP, coordenador e professor do curso de pós-graduação da Escola Paulista de Direito EPD, professor

Leia mais

STJD para eventos LNB

STJD para eventos LNB SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA DESPORTIVA CAPÍTULO I DA JURISDIÇÃO E ESTRUTURA Art. 1º. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva da STJD para eventos LNB, com sede em São Paulo SP, é órgão da Justiça Desportiva,

Leia mais

RESOLUÇÃO CFN N.º 178/96

RESOLUÇÃO CFN N.º 178/96 RESOLUÇÃO CFN N.º 178/96 INSTITUI O CÓDIGO DE PROCESSAMENTO DISCIPLINAR PARA O NUTRICIONISTA HABILITADO (INSCRITO NO CONSELHO) O Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) no uso das atribuições que lhe

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MEDIDA PROVISÓRIA Nº 201, DE 31 DE JULHO DE 2015 Dispõe sobre as formas de cumprimento da jornada de trabalho e o banco de horas no âmbito do Instituto Geral de Perícias (IGP) e estabelece outras providências.

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL. Falência e Recuperação de Empresas

DIREITO EMPRESARIAL. Falência e Recuperação de Empresas Falência e Recuperação de Empresas 1. Considere as afirmativas a respeito das manifestações processuais nos processos de falência e de recuperação judicial de empresas, nos termos da Lei 11.101/05: I.

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 12.690, DE 19 DE JULHO DE 2012. Mensagem de veto Dispõe sobre a organização e o funcionamento das Cooperativas de Trabalho;

Leia mais

Atualizações Jurisprudenciais 2012 Professoras Ana Paula Alvares e Simone Belfort

Atualizações Jurisprudenciais 2012 Professoras Ana Paula Alvares e Simone Belfort Na 2ª Semana do TST realizada no início do mês de setembro de 2012, algumas súmulas e orientações jurisprudências sofreram alterações e cancelamentos. Abaixo as alterações separadas por assunto em direito

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 07 DE 30/05/2014 (DJE 04/06/2014)

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 07 DE 30/05/2014 (DJE 04/06/2014) INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 07 DE 30/05/2014 (DJE 04/06/2014) EMENTA: Implanta o Sistema Processo Judicial Eletrônico-PJe nas Varas Cíveis da Capital e dá outras providências. O Presidente do Tribunal de Justiça

Leia mais

Ano 2015, Número 242 Brasília, quarta-feira, 23 de dezembro de 2015 Página 2

Ano 2015, Número 242 Brasília, quarta-feira, 23 de dezembro de 2015 Página 2 Ano 2015, Número 242 Brasília, quarta-feira, 23 de dezembro de 2015 Página 2 PRESIDÊNCIA (NÃO HÁ PUBLICAÇÕES NESTA DATA) SECRETARIA JUDICIÁRIA Coordenadoria de Acórdãos e Resoluções Resolução PUBLICAÇÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 114/2013/TCE-RO

RESOLUÇÃO N. 114/2013/TCE-RO RESOLUÇÃO N. 114/2013/TCE-RO Dá nova redação ao artigo 86 e revoga o 1º do artigo 247 e o inciso XII do artigo 187, todos do Regimento Interno do TCE/RO, relativos à vista, carga e devolução de processos

Leia mais

CANCELAMENTO DE SÚMULAS E ORIENTAÇÕES JURISPRUDENCIAIS

CANCELAMENTO DE SÚMULAS E ORIENTAÇÕES JURISPRUDENCIAIS CANCELAMENTO DE SÚMULAS E ORIENTAÇÕES JURISPRUDENCIAIS COMO ERA OJ 156 SDI 1 COMPLEMENTAÇÃO DE APOSENTADORIA. DIFERENÇAS. PRESCRIÇÃO (inserida em 26.03.1999) Ocorre a prescrição total quanto a diferenças

Leia mais

Instrução Normativa nº 1, de 30 de dezembro de 2010 (Pág. 46) Estabelece procedimentos relativos à certificação de entidades beneficentes de

Instrução Normativa nº 1, de 30 de dezembro de 2010 (Pág. 46) Estabelece procedimentos relativos à certificação de entidades beneficentes de Instrução Normativa nº 1, de 30 de dezembro de 2010 (Pág. 46) Estabelece procedimentos relativos à certificação de entidades beneficentes de assistência social, no âmbito do Ministério do Desenvolvimento

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES SINDICAIS 2015/2018.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES SINDICAIS 2015/2018. EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES SINDICAIS 2015/2018. O SINDICATO DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO ESTADO DO AMAZONAS SINDUSCON/AM, inscrito no CNPJ sob o n.04.535.704/0001-10, com sede na Avenida

Leia mais

Recuperação Extrajudicial, Judicial e Falência. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Recuperação Extrajudicial, Judicial e Falência. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Recuperação Extrajudicial, Judicial e Falência Recuperação Extrajudicial, Judicial e Falência Decreto-lei nº 7.661, de 21 de junho de 1945 Lei de Falências revogado. Lei nº 11.101, de 09 de fevereiro de

Leia mais

Direito Constitucional Peças e Práticas

Direito Constitucional Peças e Práticas PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO CONSTITUCIONAL ASPECTOS JURÍDICOS E PROCESSUAIS DA RECLAMAÇÃO Trata-se de verdadeira AÇÃO CONSTITUCIONAL, a despeito da jurisprudência do STF a classificar como direito de petição

Leia mais

DA REPOSIÇÃO SALARIAL

DA REPOSIÇÃO SALARIAL SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE COMPRA, VENDA, LOCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS E COMERCIAIS NO ESTADO DE GOIÁS. Fundada em 21/07/1983 - Reconhecido em: 03/01/1988 - (D.O.U.) 14/10/1988

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MEDIDA PROVISÓRIA Nº 203, DE 31 DE JULHO DE 2015 Dispõe sobre as formas de cumprimento da jornada de trabalho e o banco de horas no âmbito da Polícia Civil do Estado de Santa Catarina e estabelece outras

Leia mais

LICITAÇÃO Nº 238/2013 CONCORRÊNCIA

LICITAÇÃO Nº 238/2013 CONCORRÊNCIA LICITAÇÃO Nº 238/2013 CONCORRÊNCIA O Município de Eldorado do Sul, de conformidade com a Lei Federal nº 8.666/93 e Lei Municipal nº 3.907, de 05 de julho de 2013, torna público, para conhecimento dos interessados

Leia mais

PORTARIA MJ Nº 2.523, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2008 DOU 18.12.2008. O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso das suas atribuições, resolve:

PORTARIA MJ Nº 2.523, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2008 DOU 18.12.2008. O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso das suas atribuições, resolve: PORTARIA MJ Nº 2.523, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2008 DOU 18.12.2008 O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso das suas atribuições, resolve: Art. 1º Aprovar as Normas Procedimentais da Comissão de Anistia, na

Leia mais