Bio. Rubens Oda. Monitor: Rebeca Khouri

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Bio. Rubens Oda. Monitor: Rebeca Khouri"

Transcrição

1 Professor: Alexandre Bandeira Rubens Oda Monitor: Rebeca Khouri

2 Fanerógamas 11/13 set RESUMO O nome Fanerógamas se refere a plantas que possuem a estrutura produtora de gametas visível, ou seja, são as plantas que possuem sementes. Estão incluídos nesta classificação as Gimnospermas e as Angiospermas. O ciclo reprodutivo das Fanerógamas é haplodiplobionte, com alternância de gerações gametofítica (gametófitos haploides) com a esporofítica (esporófitos diploides). A reprodução é independente da água e a fase dominante é a esporofítica. Gimnospermas: Apresentam tecidos verdadeiros que formam raiz, caule, folhas e sementes. Os estróbilos são estruturas reprodutivas, e podem ser masculinos (produzem pólen) ou femininos (produzem óvulos). A polinização acontece principalmente pelo vento (anemofilia) e quando o pólen chega ao ovário, este desenvolve um tubo polínico para realizar a fecundação, formando o zigoto. O óvulo então irá formar a semente. Angiospermas: Apresentam tecidos verdadeiros que formam raiz, caule, folhas, sementes, flores e frutos. Ela pode ser dividida em o Monocotiledônea: Apenas um cotilédone, raiz fasciculada, feixes vasculares dispostos de maneira irregular, folha com nervura paralela, flores organizadas em múltiplos de 3 (número de pétalas e sépalas) o Dicotiledônea: Dois cotilédones, raiz pivotante ou axial, feixes vasculares organizados (xilema mais interno, floema mais externo), folhas com nervura reticulada, flores organizadas em múltiplos de 5 (número de pétalas e sépalas), podendo apresentar 2 ou 4.

3 O grão de pólen é produzido a partir de divisões celulares nas anteras e se deposita sobre o estigma no aparelho reprodutor feminino, dando origem a dois gametas (núcleos espermáticos). O tubo polínico se estende pelo estilete para conduzir os gametas até o óvulo. O primeiro gameta masculino fecunda o gameta feminino e dá origem ao zigoto. O segundo gameta se funde aos núcleos polares (gametófito feminino) e forma uma estrutura triploide (3n) chamada endosperma, que tem como função nutrir o embrião em estágios iniciais do desenvolvimento. O óvulo dará origem a semente enquanto o útero formará o fruto. O zigoto formará o embrião, que dará origem a uma plântula e crescerá em uma nova planta. O óvulo se desenvolve em semente, e, nela, está presente o endosperma, responsável pela nutrição do embrião na fase inicial de desenvolvimento. O ovário se desenvolve para formar o fruto, que protege a semente.

4 EXERCÍCIOS DE AULA 1. As angiospermas constituem um grande grupo de plantas, cujas características são: a) Presença de flores que podem ser hermafroditas, ou masculinas, ou femininas. b) Presença de estróbilos femininos e estróbilos masculinos, sem formação de flores. c) Produção de sementes sem proteção de um fruto. d) Reprodução dependente da água para a fertilização e flores exclusivamente monoicas. e) Alternância de gerações e fase esporofítica haploide. 2. O pinheiro-do-paraná (Araucaria angustifolia) apresenta plantas portadoras de pinhas, local de produção de estruturas comestíveis denominadas pinhão. Os termos destacados acima referem-se, respectivamente, a: a) gametófito - estróbilo feminino - semente. b) esporófito - estróbilo feminino - semente. c) esporófito - estróbilo masculino - semente. d) esporófito fruto - estróbilo feminino. e) gametófito semente - cone feminino. 3. No planeta, são referidas aproximadamente 800 espécies de gimnospermas e espécies de angiospermas. Sobre essa diferença numérica, foram feitas as seguintes afirmações: I. Em certo momento, no passado geológico, houve mais espécies de gimnospermas que de angiospermas. Porém, o surgimento da flor nas angiospermas conferiu um maior sucesso adaptativo a esse grupo. II. O surgimento das sementes nas gimnospermas já representou um grande passo na conquista do ambiente terrestre. Porém, com a presença dos frutos, as angiospermas tiveram maior dispersão assegurada. III. As angiospermas ocorrem nas regiões mais quentes do globo e as gimnospermas estão restritas às áreas não-tropicais e mais frias. Como existem mais áreas quentes, há mais angiospermas que gimnospermas no planeta. IV. A dupla fecundação, que surgiu nas gimnospermas, foi aperfeiçoada nas angiospermas com o surgimento do envoltório da semente. Isso também explica a maior dispersão e o maior número de angiospermas. Considerando a evolução das plantas no ambiente terrestre, estão corretas somente: a) I e II. b) I e IV. c) II e III. d) I, II e III. e) II, III e IV. 4. Na história biológica das plantas, muitos eventos ocorreram durante a seleção para a vida no ambiente terrestre. Sobre esta história, só é CORRETO afirmar que a) o desenvolvimento de vasos condutores de seivas é característica que surgiu nos ancestrais das pteridófitas. b) as primeiras fanerógamas eram dotadas de frutos sem sementes. c) as gimnospermas foram selecionadas para diversidade de agentes polinizadores. d) as angiospermas constituíram as primeiras espermáfitas.

5 EXERCÍCIOS DE CASA 1. Observe a figura abaixo. Na formação das estruturas reprodutivas presentes na flor e apontadas pelas setas na figura, é correto afirmar: a) Não ocorre meiose em nenhuma delas. b) Ocorre meiose apenas no interior do ovário. c) Ocorre meiose apenas no interior da antera. d) Ocorre meiose no interior do ovário e da antera. e) Ocorre meiose apenas depois da fecundação da oosfera. 2. Analise as afirmativas quanto à polinização e à reprodução nas plantas gimnospermas. I - Algumas espécies de pinheiro do gênero Pinus são monoicas, e outras, como o pinheiro-do-paraná, são dioicas. II - Os morcegos, as abelhas e os pássaros são os principais agentes polinizadores. III - As flores apresentam autofecundação, e o vento contribui para autofecundação transportando as oosferas. IV - Sementes de gimnospermas não estão localizadas no interior de um fruto. V - O grão de pólen possui sacos aéreos que, durante o dia, ao se manterem aquecidos, são carregados pelo vento; e à noite, quando a temperatura é reduzida, eles caem sobre as flores femininas. Assinale a alternativa correta. a) Somente as afirmativas IV e V são verdadeiras. b) Somente as afirmativas I, II e III são verdadeiras. c) Somente as afirmativas III e V são verdadeiras. d) Somente as afirmativas I, IV e V são verdadeiras e) Somente as afirmativas I, II e IV são verdadeiras. 3. As plantas portadoras de frutos surgiram na Terra depois das coníferas, provavelmente há cerca de 135 milhões de anos. A análise dos fósseis indica que a quantidade de angiospermas foi rapidamente aumentando na Terra, enquanto as gimnospermas foram se tornando menos abundantes. Assim, as coníferas dominaram a paisagem dos ecossistemas terrestres em tempos passados, mas as angiospermas dominam a paisagem atual, com cerca de 250 mil espécies conhecidas. (Paulino, W.R., Biologia Atual) Usando as afirmações do texto e os conhecimentos sobre botânica, pode-se afirmar que: a) no período anterior a 135 milhões de anos do presente só havia coníferas e, portanto, não havia plantas com frutos, com flores ou com produção de sementes. b) ao longo dos últimos 135 milhões de anos, as estruturas flor, fruto e semente surgiram nessa sequência evolutiva, dando origem às angiospermas, com cerca de 250 mil espécies conhecidas. c) as coníferas, embora não produzam flores, frutos ou sementes, puderam propagar-se e chegar aos dias atuais graças aos mecanismos de reprodução vegetativa.

6 d) as coníferas, presentes apenas no registro fóssil, são as ancestrais das atuais gimnospermas e angiospermas. e) as coníferas, ou gimnospermas, não se extinguiram e constituem-se na vegetação dominante de algumas formações florestais atuais. 4. Em determinado parque da capital de São Paulo, os visitantes são alertados por uma placa colocada ao lado de um enorme pinheiro-do-paraná, com o seguinte aviso: Cuidado com os frutos que caem. Esse alerta está a) correto, porque o que cai são os enormes estróbilos femininos (pinhas) que constituem os frutos. b) correto, porque o que cai são os pinhões, frutos pequenos que podem cair muitos ao mesmo tempo. c) incorreto, porque os pinhões que caem são sementes desenvolvidas nos estróbilos femininos. d) incorreto, porque os pinhões que caem são sementes produzidas nos enormes estróbilos femininos que constituem os frutos. e) incorreto, porque o que cai são estróbilos masculinos que são maiores do que os femininos. 5. Uma pessoa, ao encontrar uma semente, pode afirmar, com certeza, que dentro dela há o embrião de uma planta, a qual, na fase adulta, a) forma flores, frutos e sementes. b) forma sementes, mas não produz flores e frutos. c) vive exclusivamente em ambiente terrestre. d) necessita de água para o deslocamento dos gametas na fecundação. e) tem tecidos especializados para condução de água e de seiva elaborada. 6. A respeito do ciclo reprodutivo das plantas fanerógamas (gimnospermas e angiospermas), considere as seguintes afirmações: I. Formam tubo polínico para que o gameta masculino possa alcançar o gameta feminino no interior do ovário. II. Apresentam alternância de gerações, sendo que a geração esporofítica é predominante sobre a gametofítica. III. Após a fecundação, o óvulo origina a semente com endosperma 3n. IV. o grão-de-pólen é formado a partir do micrósporo haploide. Estão corretas, apenas: a) I e II. b) I e III. c) I e IV. d) II e III. e) II e IV 7. Os principais grupos de plantas que colonizaram o ambiente terrestre foram as gimnospermas e as angiospermas. Muitos autores acreditam que os insetos tiveram um papel importante no sucesso das angiospermas nesse ambiente. Uma característica das angiospermas que possibilitou a associação com os insetos é a presença de a) fruto com mesocarpo carnoso, que impede a ingestão das sementes pelos insetos durante a polinização. b) grãos de pólen com envoltórios resistentes, produzidos em estróbilos com áreas secretoras, que atraem os insetos polinizadores. c) carpelos múltiplos não ovulados e anteras plumosas, que forçam insetos polinizadores a visitar muitas plantas. d) flores com pétalas com cores, aromas ou secreções, que atraem insetos que atuarão na polinização da planta. e) sementes descobertas, formadas em flores rudimentares, que facilitam sua dispersão pelos insetos

7 8. Duas células gaméticas haploides presentes no tubo polínico são transportadas até o óvulo. No interior do óvulo, uma delas une-se à oosfera (gameta feminino) dando origem ao zigoto, enquanto a outra une-se a dois núcleos haploides, originando uma célula triploide. A descrição acima refere-se a uma a) gimnosperma, cujo embrião é diploide e o endosperma é triploide. b) gimnosperma, cujo embrião é triploide e o endosperma é diploide. c) angiosperma, cujo embrião é diploide e o endosperma é triploide. d) angiosperma, cujo embrião é triploide e o endosperma é diploide. e) pteridófita, cuja semente tem origem a partir de fecundação dupla. 9. Dois amigos discutiam sobre o impacto do preço do milho (Zea mays) no índice de inflação. Por exemplo: variações no preço do milho resultam em variações no preço da ração animal e, consequentemente, no preço da carne. Embora os amigos soubessem que uma nova lavoura se forma a partir do plantio de sementes, discordavam sobre se o milho produz flores e frutos. Sobre o milho, é correto afirmar que: a) é uma gimnosperma, cujas sementes não fazem parte da estrutura de um fruto verdadeiro, mas de um pseudofruto. b) é uma gimnosperma, não apresenta flores verdadeiras e nem frutos. Pendão e espiga são ramos reprodutivos modificados. Cada grão de milho é uma semente aderida ao pedúnculo da espiga. c) é uma angiosperma, com flores e frutos de sementes monocotiledôneas. Cada espiga da planta é um fruto. d) é uma angiosperma, com flores e frutos de sementes monocotiledôneas. Cada grão de milho é um fruto. e) é uma angiosperma, com flores e frutos de sementes dicotiledôneas. Cada grão de milho é um fruto. 10. O Os frutos são exclusivos das angiospermas, e a dispersão das sementes dessas plantas é muito importante para garantir seu sucesso reprodutivo, pois permite a conquista de novos territórios. A dispersão é favorecida por certas características dos frutos (ex.: cores fortes e vibrantes, gosto e odor agradáveis, polpa suculenta) e das sementes (ex.: presença de ganchos e outras estruturas fixadoras que se aderem às penas e pelos de animais, tamanho reduzido, leveza e presença de expansões semelhantes a asas). Nas matas brasileiras, os animais da fauna silvestre têm uma importante contribuição na dispersão de sementes e, portanto, na manutenção da diversidade da flora. CHIARADIA, A. Mini-manual de pesquisa: Biologia. Jun (adaptado). Das características de frutos e sementes apresentadas, quais estão diretamente associadas a um mecanismo de atração de aves e mamíferos? a) Ganchos que permitem a adesão aos pelos e penas. b) Expansões semelhantes a asas que favorecem a flutuação. c) Estruturas fixadoras que se aderem às asas das aves. d) Frutos com polpa suculenta que fornecem energia aos dispersores. e) Leveza e tamanho reduzido das sementes, que favorecem a flutuação.

8 QUESTÃO CONTEXTO Leia a seguinte notícia: Horta Pedagógica e Comunitária do Pacuca aproxima gerações de desconhecidos em Florianópolis Projeto, sem fins lucrativos, existe desde 2015 no Campeche, Sul da Ilha. Um grupo de voluntários se reveza há dois anos nos cuidados e manutenção para fazer dar certo a Horta Pedagógica e Comunitária do Pacuca. [...] O projeto foi feito pela comunidade, com sistema de água de ponteira, processo de compostagem, separação de sementes e plantio de diversas mudas. Tudo sem agrotóxicos e feitas em processos de consócios, que permite otimizar o uso de recursos ambientais. Atualmente a área conta com roças e concentra a plantação de dezenas de opções: alface, couve, repolho, cenoura, cebolinha, pimentão, tomate, milho, morango, aipim, abobrinha, maracujá, entre outros. <Fonte: ; Data de acesso 05/07/2017 > No texto, vemos uma grande diversidade de alimentos que são plantados. Indique a que grupo vegetal eles pertencem, chegando ao nível mais inclusivo possível, e descreva as características destes grupos.

9 GABARITO Exercícios de aula 1. a 2. b 3. a 4. a Exercícios de casa 1. d 2. d 3. e 4. c 5. e 6. e 7. d 8. c 9. d 10. d Questão Contexto Todas as plantas citadas no texto fazem parte do grupo das Angiospermas. Elas podem ser agrupadas em monocotiledôneas (milho) e dicotiledôneas (alface, couve, repolho, cenoura, cebolinha, pimentão, tomate, morango, aipim, abobrinha e maracujá). As principais características destes grupos são que as monocotiledôneas possuem apenas um cotilédone na semente, xilema e floema desorganizados no caule e raiz fasciculada, enquanto as dicotiledôneas possuem dois cotilédones na semente, xilema e floema organizados e raiz pivotante.