FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica"

Transcrição

1 FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica I Encontro Nacional de Física na Indústria 4 e 5 de abril de 2013 São Carlos/SP Sérgio Queiroz Professor Associado DPCT/IG/Unicamp Coordenador Adjunto de Pesquisa para Inovação FAPESP

2 Tópicos Desafios do Sistema de Inovação no Brasil A contribuição da Fapesp para a pesquisa para inovação 2

3 Dispêndio em P&D: São Paulo e Brasil C.H. Brito Cruz e Fapesp 3

4 Intensidade do gasto total em P&D por país, 1996, 2001 e 2006 Brasil Fonte: OECD Science, Technology and Industry Outlook 2008

5 Gasto em P&D financiado pelo governo, 1996, 2001 e 2006 Brasil Fonte: OECD Science, Technology and Industry Outlook 2008

6 Intensidade do gasto empresarial em P&D por país, 1996, 2001 e 2006 Brasil Fonte: OECD Science, Technology and Industry Outlook 2008

7 Assimetria do sistema de inovação Forte avanço na ciência: doutores a cada ano no país artigos científicos publicados Mas a tecnologia fica para trás: 120 patentes no USPTO por ano 7

8 Assimetria do sistema de inovação Pequeno esforço em inovação realizado pelo setor empresarial: Baixo gasto em P&D das empresas 8

9 Assimetria do sistema de O problema está só no lado da tecnologia/inovação? E a ciência? inovação 9

10 Brasil: número de artigos científicos em revistas TR-ISI (Source: NSI, 2011) C.H. Brito Cruz e Fapesp 10

11 Artigos científicos, 2005 (por milhão de habitantes) Brasil Fonte: OECD Science, Technology and Industry Outlook

12 Articles and their impact Brazil and Spain, Fonte: Thomson-Reuters NSI 2010 C.H. Brito Cruz e Fapesp 12

13 Articles and their impact Brazil and China, Fonte: Thomson-Reuters NSI 2010 C.H. Brito Cruz e Fapesp 13

14 Impacto por área em relação à média mundial: Fonte: Thomson-Reuters NSI 2010 C.H. Brito Cruz e Fapesp 14

15 A contribuição da FAPESP para a pesquisa para inovação 15

16 FAPESP legislação 1947: Constituição Paulista, Art. 123 "O amparo à pesquisa científica será propiciado pelo Estado, por intermédio de uma fundação organizada em moldes a serem estabelecidos por lei". Determinava ainda: "Anualmente, o Estado atribuirá a essa fundação, como renda especial de sua privativa administração, a quantia não inferior a meio por cento de sua receita ordinária". 1960: Lei autoriza o Poder Executivo a instituir a FAPESP 1962: Decreto institui a FAPESP 1989: Constituição Estadual Artigo O Estado destinará o mínimo de um por cento de sua receita tributária à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, como renda de sua privativa administração, para aplicação em desenvolvimento científico e tecnológico. 16

17 O Objeto da Fapesp é a Pesquisa Pesquisa Investigação experimental ou teórica voltada primariamente para a aquisição de novos conhecimentos no domínio científico, literário, artístico etc Criação de conhecimento vs. Uso de conhecimento existente Todas as áreas do conhecimento 17

18 Pesquisa Inovativa na Pequena Empresa: PIPE Lançado em 1997 Objetivo Apoiar o desenvolvimento de pesquisas inovadoras, a serem executadas em pequenas empresas sediadas no Estado de São Paulo, sobre importantes problemas em ciência e tecnologia que tenham alto potencial de retorno comercial ou social 18

19 Pesquisa Inovativa na Pequena Empresa: PIPE Pesquisa na pequena empresa Potencial de retorno comercial Aumento da competitividade da empresa Estimular a criação de cultura de inovação permanente Condições Não se exige contrapartida Até R$ R$ por projeto Pesquisador principal deve ser vinculado à empresa 19

20 Pesquisa Inovativa na Pequena FASE I Estudo de viabilidade Recursos por projeto = R$ Possibilidade de sub-contratar até 1/3 do esforço, inclusive consultoria Duração de 9 meses Empresa: PIPE 20

21 Pesquisa Inovativa na Pequena FASE II Realização do projeto Recursos até R$ Empresa: PIPE Sub-contratar até 1/2 do esforço, inclusive consultoria Duração de até 2 anos 21

22 Pesquisa Inovativa na Pequena FASE III Empresa: PIPE Desenvolvimento e comercialização pioneira do produto Não financiada pela FAPESP Parcerias FINEP (PAPPE), BNDES e Empresas de Capital de Risco 22

23 Distribuição dos projetos PIPE em SP 23 Em

24 24

25 Lançado em 1995 Objetivo Parceria para Inovação Tecnológica: PITE Financiar projetos de pesquisa em instituições acadêmicas ou institutos de pesquisa, desenvolvidos em cooperação com pesquisadores de centros de pesquisa de empresas localizadas no Brasil ou no exterior e co-financiados por estas 25

26 Parceria para Inovação Tecnológica: PITE Parceria universidades/institutos - empresas Pesquisa desenvolvida em parceria FAPESP financia a pesquisa na universidade/instituto a fundo perdido - 20 a 70% Empresa aporta contrapartida Apresentação de propostas PITE Demanda espontânea (desde 1995) PITE Convênio (desde 2006) 26

27 PITE Convênio: chamadas públicas conjuntas FAPESP e empresa estabelecem acordo de cooperação para lançar chamadas conjuntas Temas propostos pela empresa Pesquisa exploratória (adequada à Academia) Comitê gestor paritário Mérito avaliado pela FAPESP (incluindo assessores indicados pela empresa) Embraer, Natura, Ouro Fino, Oxiteno, Microsoft Research, Telefonica, Dedini, PadTec, Ci&T, Braskem, Whirlpool, Sabesp, Vale, ETH, Agilent, Biolab... 27

28 PITE: Embraer e IAE, CTA Fluidodinâmica Computacional 28

29 Centro de Engenharia de Conforto Embraer FAPESP 29

30 Centros de Pesquisa em Engenharia Novo instrumento de apoio a pesquisa em parceria com empresas FAPESP e Peugeot Citroën Co-financiamento do Centro Pesquisa exploratória avançada em temas escolhidos pela empresa Horizonte de longo prazo (até dez anos) Acesso pela empresa a instalações de pesquisa, professores e estudantes excelentes 30

31 Obrigado! Sérgio Queiroz

Programas de Pesquisa para Inovação Tecnológica e de apoio à Propriedade Intelectual da FAPESP

Programas de Pesquisa para Inovação Tecnológica e de apoio à Propriedade Intelectual da FAPESP Programas de Pesquisa para Inovação Tecnológica e de apoio à Propriedade Intelectual da FAPESP GT de PD&I do IPD Eletron 15/5/12 Sérgio Queiroz Professor Associado DPCT/IG/Unicamp Coordenador Adjunto de

Leia mais

Fapesp: apoio à pesquisa para inovação tecnológica no Estado de São Paulo

Fapesp: apoio à pesquisa para inovação tecnológica no Estado de São Paulo Fapesp: apoio à pesquisa para inovação tecnológica no Estado de São Paulo Sérgio Queiroz Professor Associado DPCT/IG/Unicamp Coordenador Adjunto de Pesquisa para Inovação FAPESP Tópicos Características

Leia mais

FAPESP: análise e seleção de propostas de pesquisa

FAPESP: análise e seleção de propostas de pesquisa WORKSHOP Extensão Universitária, Inovação Tecnológica e Desenvolvimento Regional Fapesp legislação Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas PIPE Douglas Eduardo Zampieri Coordenador Adjunto

Leia mais

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas Diálogo sobre apoio à Inovação na Pequena Empresa São Paulo, 18 de dezembro de 2013 Agenda da reunião Apresentação 1. Palavra da

Leia mais

I Conferência Estadual de Desenvolvimento Regional

I Conferência Estadual de Desenvolvimento Regional I Conferência Estadual de Desenvolvimento Regional Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica e o Desenvolvimento Regional: ações da FAPESP João Furtado (Escola Politécnica USP) Coordenador Adjunto de

Leia mais

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas Diálogos sobre apoio à Inovação Sorocaba, 9 de outubro de 2012 I Apresentação II Esclarecimentos das dúvidas dos participantes 1.

Leia mais

Alguns dados sobre C&T&I em São Paulo

Alguns dados sobre C&T&I em São Paulo Alguns dados sobre C&T&I em São Paulo Carlos Henrique de Brito Cruz Scientific Director FAPESP p&d-e-inovação-20140331.pptx;chbritocruz 1 São Paulo: R&D Expenditures, 2011, by source R&D expenditures total

Leia mais

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas Diálogo sobre Apoio à Pesquisa para Inovação na Pequena Empresa São Paulo, 25 de setembro de 2015 Diálogo sobre Apoio à Pesquisa

Leia mais

Apresentação Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE) Diego Felipe Muñoz Assessor Técnico da Diretoria Científica

Apresentação Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE) Diego Felipe Muñoz Assessor Técnico da Diretoria Científica Apresentação Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE) Diego Felipe Muñoz Assessor Técnico da Diretoria Científica Data: 23/04/2014 Sobre a FAPESP Fundação de Amparo à Pesquisa

Leia mais

Os Programas da FAPESP de Incentivo à Inovação

Os Programas da FAPESP de Incentivo à Inovação CONFERÊNCIA EXECUTIVA PROGRAMAS NACIONAIS E ESTADUAIS DE FOMENTO À INOVAÇÃO EM SAÚDE Os Programas da FAPESP de Incentivo à Inovação Douglas Eduardo Zampieri Coordenador Adjunto Fapesp 25/04/2016 Academia

Leia mais

Pesquisa e inovação em pequenas empresas

Pesquisa e inovação em pequenas empresas Pesquisa e inovação em pequenas empresas Carlos H Brito Cruz FAPESP 28/08/2015 fapesp12-20131115.pptx; C.H. Brito Cruz e Fapesp 1 Unicamp: 254 start-ups, >16.000 empregos, fatur. anual R$ 2 bilhões 28/08/2015

Leia mais

4ª Chamada de Propostas doprograma PAPPE/PIPE Subvenção Fase III

4ª Chamada de Propostas doprograma PAPPE/PIPE Subvenção Fase III Reunião de apresentação da Chamada PAPPE/PIPE Subvenção 4ª Chamada de Propostas doprograma PAPPE/PIPE Subvenção Fase III São Paulo, 14 de outubrode 2015 1 Reunião de apresentação da Chamada PAPPE/PIPE

Leia mais

Programa FAPESP. Pesquisa Inovativa EM. Pequenas Empresas

Programa FAPESP. Pesquisa Inovativa EM. Pequenas Empresas Programa FAPESP Pesquisa Inovativa EM Pequenas Empresas Foto CAPA: LÉO ramos Objetivos Criado em 1997, o Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) apoia a execução de pesquisa científica

Leia mais

Agência USP de Inovação A visão da Universidade sobre a importância da parceria com o setor empresarial

Agência USP de Inovação A visão da Universidade sobre a importância da parceria com o setor empresarial Agência USP de Inovação A visão da Universidade sobre a importância da parceria com o setor empresarial Prof. Dr. Vanderlei Salvador Bagnato Coordenador Missão Promover a utilização do conhecimento científico,

Leia mais

Desafios para C&T&I no Brasil

Desafios para C&T&I no Brasil Desafios para C&T&I no Brasil Carlos Henrique de Brito Cruz Diretor Científico FAPESP CONFAP 26 de Agosto de 2015 desafios-c+t-brasil-confap-20150825.pptx;chbritocruz 1 Desafios para a ciência e a tecnologia

Leia mais

Fapesp: apoio à pesquisa para inovação tecnológica no Estado de São Paulo. Américo Craveiro Coordenador Adjunto de Pesquisa para Inovação FAPESP

Fapesp: apoio à pesquisa para inovação tecnológica no Estado de São Paulo. Américo Craveiro Coordenador Adjunto de Pesquisa para Inovação FAPESP Fapesp: apoio à pesquisa para inovação tecnológica no Estado de São Paulo Américo Craveiro Coordenador Adjunto de Pesquisa para Inovação FAPESP Tópicos Elementos do sistema de inovação no Brasil e em SP

Leia mais

Diálogo sobre Apoio à Pesquisa para Inovação na Pequena Empresa São Paulo, 28 de março de 2016

Diálogo sobre Apoio à Pesquisa para Inovação na Pequena Empresa São Paulo, 28 de março de 2016 FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas Diálogo sobre Apoio à Pesquisa para Inovação na Pequena Empresa São Paulo, 28 de março de 2016 Diálogo sobre Apoio à Pesquisa para

Leia mais

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas Diálogo sobre Apoio à Pesquisa para Inovação na Pequena Empresa São Paulo, 28 de junho de 2017 Diálogo sobre Apoio à Pesquisa para

Leia mais

Tutorial: Lei da Informática (Leis 8.248, 10.176 e 11.077)

Tutorial: Lei da Informática (Leis 8.248, 10.176 e 11.077) Tutorial: Lei da Informática (Leis 8.248, 10.176 e 11.077) Sobre a autora Eng. Adelice Leite de Godoy Obteve sua graduação em Engenharia Química pela Unicamp em 1992, completando sua formação com o Curso

Leia mais

SEMINÁRIOS TÉCNICOS Vale FAPs. Maio 2010

SEMINÁRIOS TÉCNICOS Vale FAPs. Maio 2010 SEMINÁRIOS TÉCNICOS Vale FAPs Maio 2010 Datas dos Seminários Técnicos Serão realizados seminários técnicos em todos os estados participantes de maneira a apresentar a parceria Vale-FAPs, as regras do Edital

Leia mais

CONSELHO CIENTÍFICO-ADMINISTRATIVO DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E INOVAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO RESOLUÇÃO Nº 113, DE 11 DE SETEMBRO DE 2014

CONSELHO CIENTÍFICO-ADMINISTRATIVO DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E INOVAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO RESOLUÇÃO Nº 113, DE 11 DE SETEMBRO DE 2014 CONSELHO CIENTÍFICO-ADMINISTRATIVO DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA E INOVAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO RESOLUÇÃO Nº 113, DE 11 DE SETEMBRO DE 2014 Regulamenta a concessão de Auxílio para Apoio a Incubadoras

Leia mais

Empreendedorismo de Inovação em TI: Caminhos e oportunidades. Rodrigo Franco Gonçalves

Empreendedorismo de Inovação em TI: Caminhos e oportunidades. Rodrigo Franco Gonçalves Empreendedorismo de Inovação em TI: Caminhos e oportunidades Rodrigo Franco Gonçalves Apresentação Rodrigo Franco Gonçalves Físico. Mestre e Doutor em Engenharia de Produção Professor de mestrado e doutorado

Leia mais

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas Diálogo sobre Apoio à Pesquisa para Inovação na Pequena Empresa São Paulo, 30 de setembro de 2016 Diálogo sobre Apoio à Pesquisa

Leia mais

Agência USP de Inovação Arcabouço Legal, Marco Regulatório e Incentivos à Inovação. Prof. Dr. Vanderlei Salvador Bagnato Coordenador

Agência USP de Inovação Arcabouço Legal, Marco Regulatório e Incentivos à Inovação. Prof. Dr. Vanderlei Salvador Bagnato Coordenador Agência USP de Inovação Arcabouço Legal, Marco Regulatório e Incentivos à Inovação Prof. Dr. Vanderlei Salvador Bagnato Coordenador Missão Promover a utilização do conhecimento científico, tecnológico

Leia mais

Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica

Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica Instrumentos de Apoio à Inovação Programas FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica Douglas Eduardo Zampieri Coordenador Adjunto Fapesp 24/06/2015 Parque

Leia mais

Agências de Fomento a Pesquisa no Pais. Disciplina: Metodologia do Ensino Superior em Ciências Exatas

Agências de Fomento a Pesquisa no Pais. Disciplina: Metodologia do Ensino Superior em Ciências Exatas Agências de Fomento a Pesquisa no Pais. Disciplina: Metodologia do Ensino Superior em Ciências Exatas Prof. Dr. Sergio Pilling 31/ago/2011 Agências de Fomento. As agências de fomento são instituições financeiras

Leia mais

Busca pela excelência em universidades no Brasil

Busca pela excelência em universidades no Brasil Busca pela excelência em universidades no Brasil Carlos Henrique de Brito Cruz Diretor Científico FAPESP 20130723 excellence-in-higher-ed-chbc20140122pptx; C.H. Brito Cruz e Fapesp 1 Determinants of Excellence

Leia mais

Inserção Internacional dos NITs Brasileiros

Inserção Internacional dos NITs Brasileiros Inserção Internacional dos NITs Brasileiros Denise Gregory Diretora de Cooperação para o Desenvolvimento INPI Seminário ETT/PUC-RS: Um decênio da história na gestão de PI e Transferência de Tecnologia

Leia mais

O desafio de aumentar o impacto da ciência brasileira

O desafio de aumentar o impacto da ciência brasileira O desafio de aumentar o impacto da ciência brasileira Carlos Henrique de Brito Cruz Diretor Científico FAPESP 23/05/2013 desafio-impacto-confap-20130522.pptx; C.H. Brito Cruz e Fapesp 1 Desafios para a

Leia mais

O Dispêndio Privado em P&D

O Dispêndio Privado em P&D Fórum Mundial de Ciência 2013 1 o Encontro Preparatório 30 de agosto de 2012 O Dispêndio Privado em P&D Pedro Wongtschowski 1 > Agenda Introdução Investimento privado em P&D - o Brasil e o mundo Suporte

Leia mais

Audiência Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) Senado Federal

Audiência Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) Senado Federal Audiência Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) Senado Federal Brasília 22 de março o de 2009 Inovação Chave para a competitividade das empresas e o desenvolvimento do país Determinante para o aumento

Leia mais

EDITAL FAPEMIG 13/2013 PROGRAMA DE APOIO À INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE TECNOVA MINAS GERAIS

EDITAL FAPEMIG 13/2013 PROGRAMA DE APOIO À INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE TECNOVA MINAS GERAIS EDITAL FAPEMIG 13/2013 PROGRAMA DE APOIO À INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM MICROEMPRESAS E EMPRESAS DE PEQUENO PORTE TECNOVA MINAS GERAIS Objetivos da apresentação Exposição dos principais detalhes do edital,

Leia mais

Desenvolvimento de Novos Produtos e Serviços para a Área Social

Desenvolvimento de Novos Produtos e Serviços para a Área Social Programa 0465 SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO - INTERNET II Objetivo Incrementar o grau de inserção do País na sociedade de informação e conhecimento globalizados. Público Alvo Empresas, usuários e comunidade

Leia mais

Avaliação dos critérios dos programas de fomento à Inovação Tecnológica Pág. 2 de 11 RESUMO

Avaliação dos critérios dos programas de fomento à Inovação Tecnológica Pág. 2 de 11 RESUMO o Avaliação dos critérios dos programas de fomento à Inovação Tecnológica Pág. 2 de 11 RESUMO O intuito deste estudo é analisar os critérios de avaliação da viabilidade técnica e econômica dos projetos

Leia mais

PIPE FAPESP: Pesquisa para Inovação em São Paulo

PIPE FAPESP: Pesquisa para Inovação em São Paulo PIPE FAPESP: Pesquisa para Inovação em São Paulo Carlos Henrique de Brito Cruz Diretor Científico FAPESP 08/10/15 pesq-para-inovacao-sp-020150818.pptx; C.H. Brito Cruz e Fapesp 1 Pesquisa Inovativa na

Leia mais

Recursos subsidiados disponíveis hoje. empresas. para investimentos, giro e inovação nas. Palestrante: Antônio Carlos Rocha

Recursos subsidiados disponíveis hoje. empresas. para investimentos, giro e inovação nas. Palestrante: Antônio Carlos Rocha Competitividade para Gerar Negócios Recursos subsidiados disponíveis hoje para investimentos, giro e inovação nas empresas Palestrante: Antônio Carlos Rocha Coordenação: Nicolás Honorato SINAIS DA RECUPERAÇÃO

Leia mais

Abrangência do Programa de Expansão do ITA

Abrangência do Programa de Expansão do ITA Abrangência do Programa de Expansão do ITA Programa de Expansão do ITA EDUCAÇÃO (Ensino e Pesquisa) INOVAÇÃO (P,D & I) Projetos Cooperações ITA Projeto Cooperações Infraestrutura 5 IFES Centro de Inovação

Leia mais

EVENTO SINDIPEÇAS. Programas de Pesquisa para Inovação Tecnológica da FAPESP

EVENTO SINDIPEÇAS. Programas de Pesquisa para Inovação Tecnológica da FAPESP EVENTO SINDIPEÇAS Programas de Pesquisa para Inovação Tecnológica da FAPESP Douglas Eduardo Zampieri Coordenador Adjunto Fapesp 13/04/2016 Centro Tecnológico MAHLE 1 A FAPESP Missão: apoiar a pesquisa

Leia mais

Título da Apresentação

Título da Apresentação Título da Apresentação Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil 2º Workshop Platec E&P Onshore - Sondas de Perfuração e Workover - Equipamentos

Leia mais

POLÍTICA DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

POLÍTICA DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA POLÍTICA DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA ESTEVÃO FREIRE estevao@eq.ufrj.br DEPARTAMENTO DE PROCESSOS ORGÂNICOS ESCOLA DE QUÍMICA - UFRJ Tópicos: Ciência, tecnologia e inovação; Transferência de tecnologia; Sistemas

Leia mais

Política de C & T > Indicadores O retorno do investimento Avaliação revela alto grau de eficiência em quatro programas da FAPESP Fabrício Marques

Política de C & T > Indicadores O retorno do investimento Avaliação revela alto grau de eficiência em quatro programas da FAPESP Fabrício Marques Pesquisa FAPESP - Maio 2008 - Edição 147 Política de C & T > Indicadores O retorno do investimento Avaliação revela alto grau de eficiência em quatro programas da FAPESP Fabrício Marques Quatro grandes

Leia mais

InovaCamp. Dezembro / 2014

InovaCamp. Dezembro / 2014 InovaCamp Dezembro / 2014 O Programa São Paulo Inova é uma iniciativa do Estado de São Paulo para apoiar empresas paulistas de base tecnológica e de perfil inovador em estágio inicial ou em processo. O

Leia mais

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas Diálogo sobre Apoio à Pesquisa para Inovação na Pequena Empresa São Paulo, 1º de abril de 2015 Diálogo sobre Apoio à Pesquisa para

Leia mais

Instituição privada dedicada a promover negócios em ciências da vida no Brasil

Instituição privada dedicada a promover negócios em ciências da vida no Brasil Instituição privada dedicada a promover negócios em ciências da vida no Brasil Biominas Brasil tem 21 anos de experiência na criação e desenvolvimento de empresas de ciências da vida. A Biominas Brasil

Leia mais

Apoio para fornecedores do setor de Petróleo & Gás em São Paulo

Apoio para fornecedores do setor de Petróleo & Gás em São Paulo Apoio para fornecedores do setor de Petróleo & Gás em São Paulo Ubirajara Sampaio de Campos Subsecretário de Petróleo e Gás Secretaria de Energia do Estado de São Paulo Santos Offshore 09 Abril 2014 Indústria

Leia mais

4º Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família Ministério da Saúde: Pesquisa e inovação em APS no SUS

4º Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família Ministério da Saúde: Pesquisa e inovação em APS no SUS 4º Seminário Internacional de Atenção Primária/ Saúde da Família Ministério da Saúde: Pesquisa e inovação em APS no SUS Reinaldo Guimarães Secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos Brasília,

Leia mais

Fapesp: apoio à Ciência e Tecnologia em SP

Fapesp: apoio à Ciência e Tecnologia em SP Fapesp: apoio à Ciência e Tecnologia em SP Carlos H. de Brito Cruz Diretor Científico Fapesp Mario Saad Coordenador Adjunto 1 Sumário História da Fapesp Receitas e Despesas Programa de Bolsas Auxílios

Leia mais

FORTALECIMENTO DA INDÚSTRIA BRASILEIRA

FORTALECIMENTO DA INDÚSTRIA BRASILEIRA FORTALECIMENTO DA INDÚSTRIA BRASILEIRA DE MÁQUINAS E IMPLEMENTOS AGRÍCOLAS Cooperação CSMIA-ABIMAQ/ IPT / POLI-USP 29 de Abril 2013 - AGRISHOW Desafios da Competitividade e Consolidação do Setor 1. A maioria

Leia mais

V - promover a cooperação internacional na área de ciência, tecnologia e inovação;

V - promover a cooperação internacional na área de ciência, tecnologia e inovação; DECRETO Nº 7.642, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 * Programa Ciência sem Fronteiras. * Institui o Programa Ciência sem Fronteiras. A Presidenta da República, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84,

Leia mais

Da Ideia ao Recurso: apoio financeiro para Inovação Tecnológica

Da Ideia ao Recurso: apoio financeiro para Inovação Tecnológica Da Ideia ao Recurso: apoio financeiro para Inovação Tecnológica Christimara Garcia CEO Inventta+bgi São Paulo, 29 de abril de 2015 CONTEXTO BRASILEIRO APOIO DIRETO Captação de Recursos Evolução dos desembolsos

Leia mais

BENEFÍCIOS DO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA: UM ESTUDO DE CASO

BENEFÍCIOS DO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA: UM ESTUDO DE CASO BENEFÍCIOS DO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA: UM ESTUDO DE CASO Aline Bellintani Calligaris Universidade Federal de São Carlos DEP/UFSCar - Email:alinebcd@hotmail.com Via Washington

Leia mais

CT-ENERG/Empresas: FINEP 02/2002 CARTA CONVITE ÀS EMPRESAS DA CADEIA PRODUTIVA VINCULADA AO SETOR DE ENERGIA ELÉTRICA

CT-ENERG/Empresas: FINEP 02/2002 CARTA CONVITE ÀS EMPRESAS DA CADEIA PRODUTIVA VINCULADA AO SETOR DE ENERGIA ELÉTRICA CT-ENERG/Empresas: FINEP 02/2002 CARTA CONVITE ÀS EMPRESAS DA CADEIA PRODUTIVA VINCULADA AO SETOR DE ENERGIA ELÉTRICA O MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA - MCT, em cumprimento à recomendação do Comitê

Leia mais

Inovação. no Estado de São Paulo. Políticas Públicas para a promoção da Ciência, Tecnologia e

Inovação. no Estado de São Paulo. Políticas Públicas para a promoção da Ciência, Tecnologia e Políticas Públicas para a promoção da Ciência, Tecnologia e no Estado de São Paulo Inovação Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia Subsecretaria de Ciência e Tecnologia Vantagens

Leia mais

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO MISSÃO Ser um instrumento de Desenvolvimento Econômico Sustentável do Estado de São Paulo. OBJETIVOS DA SD Elaborar e implantar políticas públicas para o desenvolvimento econômico

Leia mais

PARCERIA COM FAPESP PARA CRIAÇÃO DO CAT-CEPID

PARCERIA COM FAPESP PARA CRIAÇÃO DO CAT-CEPID O QUE É O COINFAR? É uma ação coordenada entre as empresas Biolab Sanus, Biosintética (Aché) e União Química para investimentos em projetos tecnológicos, principalmente aqueles derivados das universidades

Leia mais

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas Diálogo sobre apoio à Inovação na Pequena Empresa São Paulo, 19 de março de 2014 Agenda da reunião Apresentação 1. Palavra da Diretoria

Leia mais

Formulário de Apresentação de Proposta - TECNOVA PB

Formulário de Apresentação de Proposta - TECNOVA PB Formulário de Apresentação de Proposta - TECNOVA PB Secretaria de Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia - SERHMACT Fundação de Apoio à Pesquisa - FAPESQ Setembro/Outubro de 2013 TECNOVA

Leia mais

Estratégias de Comercialização de Ativos Intangíveis: formação de gestores. Rio de Janeiro, RJ 28 de Novembro, 2012

Estratégias de Comercialização de Ativos Intangíveis: formação de gestores. Rio de Janeiro, RJ 28 de Novembro, 2012 Estratégias de Comercialização de Ativos Intangíveis: formação de gestores Rio de Janeiro, RJ 28 de Novembro, 2012 Apresentação A OMPI O Brasil Formação de Gestores de Tecnologia e PI no Brasil parcerias

Leia mais

Reunião Conselho Superior de Inovação e Competitividade CONIC/FIESP 09/10/2015

Reunião Conselho Superior de Inovação e Competitividade CONIC/FIESP 09/10/2015 Reunião Conselho Superior de Inovação e Competitividade CONIC/FIESP 09/10/2015 1 INTERAÇÃO COM O SETOR PRODUTIVO PIPE - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas O PIPE é um programa concebido para estimular

Leia mais

Anotações sobre Formação de Recursos Humanos no Brasil

Anotações sobre Formação de Recursos Humanos no Brasil Anotações sobre Formação de Recursos Humanos no Brasil Carlos H de Brito Cruz Diretor Científico, Fapesp http://www.ifi.unicamp.br/~brito 15/03/10; formacao-rh-cinfra-senado-15032010.pptx 1 Sumário Necessidade

Leia mais

SECRETARIA DE INOVAÇÃO

SECRETARIA DE INOVAÇÃO SECRETARIA DE INOVAÇÃO EDITAL Nº 01, DE 30 DE JANEIRO DE 2013 SEGUNDA CHAMADA PARA A APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS DE COOPERAÇÃO TECNOLÓGICA ENTRE BRASIL E ISRAEL O SECRETÁRIO DE INOVAÇÃO DO MINISTÉRIO DO

Leia mais

Inovação e Competitividade! João Alberto De Negri! Secretario Executivo MCTI!

Inovação e Competitividade! João Alberto De Negri! Secretario Executivo MCTI! Inovação e Competitividade! João Alberto De Negri! Secretario Executivo MCTI! 1 É preciso elevar a produtividade da economia brasileira (Fonte: BID ECLAC, Índice 1980=100) Produtividade na Ásia (média

Leia mais

Seminário Jurídico-Fiscal

Seminário Jurídico-Fiscal Seminário Jurídico-Fiscal Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação Tathiany R. Moreira de Camargo Superintendente-Adjunta de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico Recursos Destinados a P&D&I Mantém-se a obrigatoriedade,

Leia mais

http://www.receita.fazenda.gov.br/prepararimpressao/imprimepagina.asp

http://www.receita.fazenda.gov.br/prepararimpressao/imprimepagina.asp Page 1 of 5 Decreto nº 6.260, de 20 de novembro de 2007 DOU de 20.11.2007 Dispõe sobre a exclusão do lucro líquido, para efeito de apuração do lucro real e da base de cálculo da Contribuição Social sobre

Leia mais

SEMINÁRIO ANDIFES. Ana Gabas Assessora do Ministro Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação MCTI

SEMINÁRIO ANDIFES. Ana Gabas Assessora do Ministro Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação MCTI SEMINÁRIO ANDIFES Ana Gabas Assessora do Ministro Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação MCTI Brasília, 13 de março de 2012 Percentual do PIB aplicado em C,T&I Comparação Internacional Fontes: Main

Leia mais

Elaboração de Projetos

Elaboração de Projetos DE E DE Elaboração de Projetos PROGRAMAÇÃO DA AULA Estrutura de projetos de inovação Avaliação de projetos de inovação DE E DE Características dos Projetos de P&D DE E DE OPORTUNIDADES Parceiros Recursos

Leia mais

Seminário conjunto UE- FIESP 22 de maio de 2014. Julie Dumont Adida ciêntifica Wallonie-Bruxelles International (WBI)

Seminário conjunto UE- FIESP 22 de maio de 2014. Julie Dumont Adida ciêntifica Wallonie-Bruxelles International (WBI) Seminário conjunto UE- FIESP 22 de maio de 2014 Julie Dumont Adida ciêntifica Wallonie-Bruxelles International (WBI) BELGICA CONTEXTO INSTITUCIONAL No coração da Europa, sede das instituições da UE 3 Comunidades:

Leia mais

MACRO AMBIENTE DA INOVAÇÃO

MACRO AMBIENTE DA INOVAÇÃO MACRO AMBIENTE DA INOVAÇÃO Ambiente de Inovação em Saúde EVENTO BRITCHAM LUIZ ARNALDO SZUTAN Diretor do Curso de Medicina Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo SOCIEDADES CONHECIMENTO

Leia mais

Apresentação Institucional. Instrumentos de apoio. Evolução dos recursos. Apresentação de propostas

Apresentação Institucional. Instrumentos de apoio. Evolução dos recursos. Apresentação de propostas FINEP Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação da Finep São Paulo, 28/04/2009 O desenvolvimento das economias modernas demonstra o papel fundamental que, nesse processo, compete

Leia mais

Apoio financeiro da FINEP para Metrologia e Telecomunicações

Apoio financeiro da FINEP para Metrologia e Telecomunicações Apoio financeiro da FINEP para Metrologia e Telecomunicações Painel Setorial de Telecomunicações INMETRO 27 de outubro de 2006 Missão da FINEP Promover e financiar a inovação e a pesquisa científica e

Leia mais

A Relação dos Investimentos do Fundo Setorial Verde-Amarelo com a Produção Bibliográfica e Técnica de Projetos Científicos

A Relação dos Investimentos do Fundo Setorial Verde-Amarelo com a Produção Bibliográfica e Técnica de Projetos Científicos I CIGISP Congresso Internacional de Gestão de Inovação no Setor Público A Relação dos Investimentos do Fundo Setorial Verde-Amarelo com a Produção Bibliográfica e Técnica de Projetos Científicos ROSA R.;

Leia mais

Desafios da Inovação no Brasil

Desafios da Inovação no Brasil Jornada pela Inovação Audiência Pública Comissão de Ciência e Tecnologia Senado Federal Desafios da Inovação no Brasil Glauco Arbix Finep Brasília, 25 de maio de 2011 FINEP Empresa pública federal, não

Leia mais

CONFAP- UK ACADEMIAS Fellowships, Research Mobility, and Young Investigator Awards for UK researchers in Brazil

CONFAP- UK ACADEMIAS Fellowships, Research Mobility, and Young Investigator Awards for UK researchers in Brazil 1 CONFAP- UK ACADEMIAS Fellowships, Research Mobility, and Young Investigator Awards for UK researchers in Brazil A segunda rodada será aberta no dia 15 de julho para envio de propostas e encerrará no

Leia mais

Pesquisa para Inovação em São Paulo

Pesquisa para Inovação em São Paulo Pesquisa para Inovação em São Paulo Carlos Henrique de Brito Cruz Diretor Científico FAPESP pesq-para-inovacao-sp-020150818.pptx; C.H. Brito Cruz e Fapesp 1 pesq-para-inovacao-sp-020150818.pptx; C.H. Brito

Leia mais

Ana Lúcia Vitale Torkomian. Secretária Adjunta de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência e Tecnologia

Ana Lúcia Vitale Torkomian. Secretária Adjunta de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência e Tecnologia Sessão Plenária 5: Programas Nacionais de Estímulo e Apoio às Incubadoras de Empresas e Parques Tecnológicos Ana Lúcia Vitale Torkomian Secretária Adjunta de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério

Leia mais

Centro de Referência em Inovação (CRI) Multinacionais. Incentivos governamentais (financiamentos e subsídios) para a inovação no Brasil

Centro de Referência em Inovação (CRI) Multinacionais. Incentivos governamentais (financiamentos e subsídios) para a inovação no Brasil Centro de Referência em Inovação (CRI) Multinacionais Incentivos governamentais (financiamentos e subsídios) para a inovação no Brasil Carlos Arruda Erika Barcellos Cleonir Tumelero Agenda Abertura e apresentação

Leia mais

COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA PROJETO DE LEI Nº 3.728, DE 2012

COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA PROJETO DE LEI Nº 3.728, DE 2012 COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA PROJETO DE LEI Nº 3.728, DE 2012 Dispõe sobre o apoio tecnológico a micro e pequenas empresas e dá outras providências. Autor: Deputado ARIOSTO

Leia mais

GRUPO OURO FINO DEPARTAMENTO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO MODELO DE GESTÃO INOVAÇÃO ABERTA

GRUPO OURO FINO DEPARTAMENTO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO MODELO DE GESTÃO INOVAÇÃO ABERTA GRUPO OURO FINO DEPARTAMENTO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO MODELO DE GESTÃO INOVAÇÃO ABERTA Ms.Lucimara C. Toso Bertolini. Gerente PD&I OURO FINO AGRONEGÓCIOS DIVISÃO SAÚDE ANIMAL 1987: Nasce a Ouro Fino

Leia mais

Pesquisa Clínica Intercâmbio de Conhecimento e Fator Gerador de Riquezas. Dr. Mário Bochembuzio Merck Sharp Dohme

Pesquisa Clínica Intercâmbio de Conhecimento e Fator Gerador de Riquezas. Dr. Mário Bochembuzio Merck Sharp Dohme Pesquisa Clínica Intercâmbio de Conhecimento e Fator Gerador de Riquezas Dr. Mário Bochembuzio Merck Sharp Dohme Agenda Cadeia de valor e inovação em saúde Desafios e oportunidades Investimentos em P &

Leia mais

O País que Queremos Ser Os fatores de competitividade e o Plano Brasil Maior

O País que Queremos Ser Os fatores de competitividade e o Plano Brasil Maior O País que Queremos Ser Os fatores de competitividade e o Plano Brasil Maior Alessandro Golombiewski Teixeira Secretário-Executivo São Paulo, agosto de 2012 Introdução 1 Contexto Econômico Internacional;

Leia mais

Desafios na Realização de Investimento de P&D e a Destinação de Recursos. Chesf Companhia Hidro Elétrica do São Francisco

Desafios na Realização de Investimento de P&D e a Destinação de Recursos. Chesf Companhia Hidro Elétrica do São Francisco Desafios na Realização de Investimento de P&D e a Destinação de Recursos Chesf Companhia Hidro Elétrica do São Francisco AGENDA 1. Visão Macro do Cenário P&D Nacional 2. A formula da Inovação 3. Desafios

Leia mais

Chamada de Propostas de Pesquisa na área de Mudanças Climáticas Globais Convênio FAPESP-FAPERJ

Chamada de Propostas de Pesquisa na área de Mudanças Climáticas Globais Convênio FAPESP-FAPERJ Chamada de Propostas de Pesquisa na área de Mudanças Climáticas Globais Convênio FAPESP-FAPERJ 1) Introdução A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo FAPESP e a Fundação de Amparo à Pesquisa

Leia mais

Oportunidades de inovação ao alcance do empresariado 30/06/2009

Oportunidades de inovação ao alcance do empresariado 30/06/2009 Oportunidades de inovação ao alcance do empresariado 30/06/2009 Existem incentivos oficiais para inovação nem sempre usados por falta de conhecimento dos empreendedores. País investiu em torno de 1,2%

Leia mais

Inovação e Empreendedorismo A experiência da Inova Unicamp

Inovação e Empreendedorismo A experiência da Inova Unicamp Inovação e Empreendedorismo A experiência da Inova Unicamp Bastiaan Philip Reydon Inova Unicamp Seminário: Pesquisa e Inovação para melhores condições de trabalho e emprego 18 de Outubro de 2012, Brasilia

Leia mais

Oportunidades para Portugal, no âmbito da Exploração e Produção de Petróleo no Brasil. Sérgio C. Pinheiro

Oportunidades para Portugal, no âmbito da Exploração e Produção de Petróleo no Brasil. Sérgio C. Pinheiro Oportunidades para Portugal, no âmbito da Exploração e Produção de Petróleo no Brasil Sérgio C. Pinheiro 17 de Setembro de 2012 Conteúdo I. ENQUADRAMENTO II. APLICAÇÃO DOS RECURSOS III. INVESTIMENTO E

Leia mais

Desafio estrutural para P&D no Brasil: pesquisa na empresa. Ambiente de Inovação Políticas continuadas. Coordenação entre atores

Desafio estrutural para P&D no Brasil: pesquisa na empresa. Ambiente de Inovação Políticas continuadas. Coordenação entre atores Desafio estrutural para P&D no Brasil: pesquisa na empresa Apoio estatal para P&D em empresas Carlos H. de Brito Cruz Diretor Científico Fapesp Poucos cientistas nas empresas 23% dos cientistas no Brasil

Leia mais

Tema 4. Legislação educacional e gestão acadêmica para a qualidade do Ensino, Pesquisa e Extensão. Maria Zaíra Turchi

Tema 4. Legislação educacional e gestão acadêmica para a qualidade do Ensino, Pesquisa e Extensão. Maria Zaíra Turchi Tema 4 Legislação educacional e gestão acadêmica para a qualidade do Ensino, Pesquisa e Extensão Maria Zaíra Turchi Profª Drª Maria Zaíra Turchi Presidente da FAPEG A FAPEG E O FOMENTO À PESQUISA NO ESTADO

Leia mais

Diego Amorim. Publicação: 17/09/2013 18:26 Atualização: 17/09/2013 18:35

Diego Amorim. Publicação: 17/09/2013 18:26 Atualização: 17/09/2013 18:35 Conhecimentos produzidos em universidades garantem produção de patentes Instituições de ensino superior representam metade das 10 organizações que lideram o ranking de concessões feitas entre 2003 e 2012

Leia mais

REGULAMENTO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UTFPR CAPÍTULO I DA FINALIDADE E LEGISLAÇÃO DE REFERÊNCIA

REGULAMENTO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UTFPR CAPÍTULO I DA FINALIDADE E LEGISLAÇÃO DE REFERÊNCIA REGULAMENTO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL DA UTFPR CAPÍTULO I DA FINALIDADE E LEGISLAÇÃO DE REFERÊNCIA Art. 1º O presente Regulamento tem por finalidade regulamentar as atividades de propriedade intelectual

Leia mais

I SEMANA DE ZOOTECNIA: AS CIÊNCIAS AGRÁRIAS E SUAS INSTITUIÇÕES

I SEMANA DE ZOOTECNIA: AS CIÊNCIAS AGRÁRIAS E SUAS INSTITUIÇÕES I SEMANA DE ZOOTECNIA: AS CIÊNCIAS AGRÁRIAS E SUAS INSTITUIÇÕES A COLABORAÇÃO DA FAPEPI NA PRODUÇÃO CIENTÍFICA DO PIAUÍ Dra. BÁRBARA OLIMPIA RAMOS DE MELO PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO

Leia mais

História da tecnologia em São José dos Campos. Cbers. 1ª Exportação. Sistema Astros. Programa Bandeirante. Embraer 170/190

História da tecnologia em São José dos Campos. Cbers. 1ª Exportação. Sistema Astros. Programa Bandeirante. Embraer 170/190 São José dos Campos São Paulo Brasil, Junho de 2015 História da tecnologia em São José dos Campos 1947 1950 1961 1965 1969 1971 1975 1ª Exportação 1999 Cbers Sistema Astros Programa Bandeirante Embraer

Leia mais

Tabelas anexas Capítulo 7

Tabelas anexas Capítulo 7 Tabelas anexas Capítulo 7 Tabela anexa 7.1 Indicadores selecionados de inovação tecnológica, segundo setores das indústrias extrativa e de transformação e setores de serviços selecionados e Estado de São

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sua 69ª Reunião Ordinária, realizada no dia 26 de novembro de 2015, no uso das atribuições que

Leia mais

8. Excelência no Ensino Superior

8. Excelência no Ensino Superior 8. Excelência no Ensino Superior PROGRAMA: 08 Órgão Responsável: Contextualização: Excelência no Ensino Superior Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - SETI O Programa busca,

Leia mais

Bem Vindos NAGI P&G MOGI DAS CRUZES

Bem Vindos NAGI P&G MOGI DAS CRUZES Bem Vindos NAGI P&G MOGI DAS CRUZES Núcleo de Apoio à Gestão da Inovação da Cadeia de Petróleo e Gás do Estado de São Paulo 2013-2014 Edital Pro-Inova FINEP/2010 SETOR DE PETRÓLEO E GÁS NO BRASIL TIPOS

Leia mais

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES. ABIMAQ fevereiro de 2014

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES. ABIMAQ fevereiro de 2014 Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ fevereiro de 2014 Principais Linhas para o setor de BK FINAME: produção e comercialização de máquinas, equipamentos, bens de informática

Leia mais

EQPS Belo Horizonte. Política de Software e Serviços: Política Industrial & Plano de Ação C,T&I 2007-2010

EQPS Belo Horizonte. Política de Software e Serviços: Política Industrial & Plano de Ação C,T&I 2007-2010 EQPS Belo Horizonte Política de Software e Serviços: Política Industrial & Plano de Ação C,T&I 2007-2010 Antenor Corrêa Coordenador-Geral de Software e Serviços Ministério da Ciência e Tecnologia Secretaria

Leia mais

HORIZONTE 2020. Aberto para o mundo! O Programa da União Europeia para Pesquisa e Inovação. Dr. Piero Venturi Comissão Europeia DG Pesquisa e Inovação

HORIZONTE 2020. Aberto para o mundo! O Programa da União Europeia para Pesquisa e Inovação. Dr. Piero Venturi Comissão Europeia DG Pesquisa e Inovação HORIZONTE 2020 O Programa da União Europeia para Pesquisa e Inovação Aberto para o mundo! Dr. Piero Venturi Comissão Europeia DG Pesquisa e Inovação O que é HORIZONTE 2020? Um programa de financiamento

Leia mais

A importância do crédito para as pequenas e médias empresas. Condicionantes da oferta de crédito

A importância do crédito para as pequenas e médias empresas. Condicionantes da oferta de crédito A importância do crédito para as pequenas e médias empresas Condicionantes da oferta de crédito Distribuição de empresas por porte MICRO PEQUENA MÉDIA GRANDE 0,4% 0,7% 6,2% Micro e Pequenas empresas 98,9%

Leia mais

Minuta de Regulamento de Incentivo à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Telecomunicações. Maio de 2011 SUE/Anatel

Minuta de Regulamento de Incentivo à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Telecomunicações. Maio de 2011 SUE/Anatel Minuta de Regulamento de Incentivo à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Telecomunicações Maio de 2011 SUE/Anatel 1 PIB per Capita x Densidade STFC e SMP CENÁRIO PIB per Capita x Densidade da telef.

Leia mais