CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO"

Transcrição

1 Despacho 2007 Nº PROJETO DE LEI Nº 1099/2007 Considera de utilidade pública o Grupo de Formadores de Educadores Populares GEFEP. Autor: Vereador Eliomar Coelho. DECRETA: A Câmara Municipal do Rio de Janeiro Art. 1º Fica considerado de utilidade pública o Grupo de Formadores de Educadores Populares GEFEP, com sede e foro no Município do Rio de Janeiro. Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Plenário Teotônio Villela, 3 de abril de 2007 Eliomar Coelho Vereador - PSOL

2 JUSTIFICATIVA O Grupo de Formação de Educadores Populares GEFEP é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, tendo por área de abrangência todo território nacional, atuando nas comunidades populares do Bairro do Rio Comprido, III RA, 1ª CAS, Município do Rio de Janeiro. Ao longo de 12 anos o GEFEP vem desenvolvendo vários Projetos junto às Comunidades do Complexo do Turano e Morro Santos Rodrigues no Complexo do São Carlos, no Bairro do Rio Comprido. As ações estão constituídas dentro de um sistema integrado de intervenção social, compreendendo as áreas: social-educativa, cultural e de saúde, beneficiando crianças, jovens adultos e seus familiares, que vivem em situação de extremo risco, vitimizados pela exclusão social. Essas ações visam intervir, integrar, prevenir e transformar buscando assim, a formação humana e cidadã da população usuária. A Instituição esta firmada em conceitos que fundamentam os movimentos sociais que estão dentro dos princípios da cidadania e da política de assistência social vigente, tendo por objetivos: - Promover a inclusão social e os direitos das camadas populares; - Contribuir para a transformação social dessa população; - Oferecer Assistência Social; - Fortalecer a cidadania e a democracia; - Resgatar a auto-estima; - Favorecer a intervenção sócio-educativa, cultural e de saúde junto à clientela usuária. Alguns dados são fundamentais para o entendimento do alcance das ações do GEFEP: ATENDIMENTO EM atendimentos à crianças, jovens, adultos e seus familiares atendimentos do Plantão de Serviço Social Espaços Físicos Utilizados Para o Desenvolvimento das Atividades, Cedidos Pela Paróquia Nossa Senhora das Dores: Gerência de Projetos, sala à Rua Paulo de Frontin Execução de projetos Centro Sócio Educ. Alois Schweizer, Rua Aureliano Portugal, 311 Atividades sócio-educativa e cultural, Espaço Saúde e Educação para Todos- Felippo Michelozzi- Sumaré 818 Largo do Bicão nº5 Projetos na área de educação: Nossa Senhora de Fátima na Comunidade 117, Nossa.Senhora.Aparecida na Comunidade do Sumaré e Nossa.Senhora. da Libertação na Comunidade.da Matinha Projetos na área de Saúde - Paróquia N. Senhora das Dores, Av. Paulo de Frontin 500. Projetos de Esporte - Colégio Santa Dorotéia, Rio Comprido ESTRUTURA DA GESTÂO O GEFEP é uma Instituição não Governamental, regido por Estatuto e pela legislação Civil, sob regime de colegiado, dirigido por um Conselho de Administração formado por 8 membros eleitos por 3 anos sendo formado por uma Diretoria: Presidente, Coordenador, Secretário, Tesoureiro e Suplentes de Diretoria: Presidente, Coordenador, Secretário, Tesoureiro

3 ATIVIDADES DO GEFEP Os projetos abrangem todas as faixas etárias, com especial interesse pela infância e adolescência, dando ênfase ao acompanhamento às famílias. Os mesmos estão divididos em quatro módulos : Educação, Cultura, Saúde e Assistência Social. Segue um breve resumo dos projetos em desenvolvimento. Área de Atuação das Atividades/Projetos em Desenvolvimento Educação: Reforço Escolar 1º à 4º série - Busca colaborar com as famílias no acompanhamento e apoio do aprendizado das crianças. É desenvolvido nas comunidade do 117, funciona em 1 turno atendendo 15 crianças. Alfabetização e atualização de 1º à 4º série para Adultos - Objetiva oportunizar a todos os cidadãos adultos, de ambos os sexos, a aprender a ler, escrever, contribuindo para sua formação humana. Funciona de 2º à 6º feira, das 19 às 21 horas em espaço cedido pela Paróquia Nossa Senhora das Dores, atendendo 50 alunos - Com profissionais voluntários. Recriarte- Busca oferecer às crianças menores de 6 anos que não conseguiram vagas em Escolas Públicas, atividades pré-escolar, sócio-educativas, de leitura e brinquedoteca. É desenvolvido na Comunidades, do Sumaré em espaço da Pastoral, no Centro Comunitário Nossa Senhora Aparecida, diariamente atendendo 12 crianças e na Matinha no Espaço Nossa Senhora da Libertação atendendo 12 crianças Educarte- Preparando Para o Futuro- Projeto realizado em parceria com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente desenvolvido através de oficinas de reforço escolar e artesanato para 50 crianças e adolescentes manhã/ tarde. Objetiva propiciar a inclusão social, através do aumento da escolaridade, geração de renda, auto-estima, valorização pessoal e abordagem à seus familiares, é desenvolvido no Centro de Atividades Alois Schweizer, atendendo as Comunidades do Complexo do Turano, carga horária de 20 horas semanais, financiado atualmente pelo CMDCA/ Fundo Rio/PMRJ com duração de 1 ano, prorrogado por mais 8 meses. Cultura: Capoeira- Busca resgatar elementos da cultura de origem africana, valorizando o respeito e a bagagem cultural e incentivando através dessa arte de expressão coletiva, a responsabilidade individual e com o grupo, a união e a auto-estima. Atende 1 turma com uma hora e meia de aula por semana para 12 integrantes no Centro de Atividades Alois Schweizer. Balé- Objetiva promover a iniciação à dança contemporânea, trabalhando postura e técnicas corporais, contribuindo para o desenvolvendo do senso critico, responsabilidade,

4 companheirismo e disciplina. Atendendo 40 crianças em duas turmas, totalizando 3 horas semanais. desenvolvido no Centro de Atividades Alois Schweizer É Som das Comunidades- Objetiva a inserção social e cultural ampliando o universo dessa clientela, aumentando suas oportunidades e perspectivas de vida. O projeto é um Ponto de Cultura oferecendo a formação de profissionais em música, produção de eventos, curso de multimídia para sonorização, iluminação, edição de áudio e vídeo. O Projeto já formou 3 Bandas que já se apresentam em diferentes espaços, festas, eventos propiciando geração de renda, valorização pessoal e desenvolvimento comunitário. Atende atualmente a 53 participantes financiado pelo Ministério da Cultura. Dança de Rua- A dança quando agregada a valores sociais e humanos se torna um veículo de transformação social, que propiciam o resgate da auto estima e de valores de cidadania. Através dela, objetivamos melhorar as condições de vida do indivíduo e do grupo, consequentemente e da comunidade em que vivem. Essa atividade é desenvolvida em 1 turma, com 2 horas de aula semanal, para 25 participantes - Profissional Voluntário. Arte e Artesanato: Grupo de Mães do Balé- Visa integrar as famílias das crianças participantes do balé no projeto de artesanato em material reaproveitável e bijouterias, busca desenvolver habilidades que propiciem geração de renda familiar. É desenvolvido no período em que as mães aguardam o término das aulas dos seus filhos. Esse grupo é composto por 25 mães que se reúnem 1 vez por semana, tendo carga horária de três horas, no Centro de Atividades Alois Schweizer- Profissional Voluntário. Saúde: Medicina Alternativa Grupo Saúde nas Mãos- Visa o resgate do saber popular sobre os cuidados com a saúde, através do incentivo ao uso das ervas medicinais, promovendo a confecção de tinturas, xaropes, pomadas, xampus, sabonetes etc. Objetiva envolver as agentes de comunidade em ações preventivas de saúde, buscando incentivar o uso de produtos naturais em lugar de medicamentos industrializados. Contribui para a melhoria dos índices de saúde da clientela, através de hábitos saudáveis e redução de gastos com medicamentos É um grupo constituído por 5 mulheres do Complexo do Turano, que funciona no Centro de Atividades Alois Schweizer, uma vez por semana, 4 horas - Profissionais Voluntários Ambulatório e Doação de Remédio- Objetiva atender as necessidades de saúde da população carente, do bairro do Rio Comprido e de outras localidades, através de consultas médicas gratuitas às 3º e 6º feiras e de doação de remédios de 2º à 5º feira, mediante a apresentação de receituário médico. Atende, em média 15 pessoas dia. É desenvolvido em espaço cedido pela Paróquia Nossa Senhora das Dores- Profissionais Voluntários. Massoterapia e Acupuntura- Busca atender à comunidade através de práticas alternativas em

5 saúde, que contribuem para uma vida mais saudável. Atende, em média, dez usuários, todas às 3ª feiras de 9:00 às 11:00h e funciona em espaço cedido na Paróquia Nossa Senhora das Dores- Profissionais Voluntários. Atendimento Psicológico- Objetiva melhorar a qualidade de saúde mental da população de baixa renda do bairro do rio Comprido, através de atendimento psicoterápico gratuito Funcionou às 3ª feiras manhã e tarde e 4ª feiras a tarde, 24 atendimentos semanais Assistência Social: Atendimento do Serviço Social- Busca atender aos eixos norteadores da Assistência Social: inserção, prevenção, promoção e proteção social, tendo por público- alvo os moradores das Comunidades do Complexo do Turano e adjacências. Funciona diariamente, em horários diversificados, com média de 100 atendimentos por mês. Funciona em espaço cedido na Paróquia Nossa Senhora das Dores- Profissionais Voluntários. Atendimento às Famílias- Visa conhecer melhor a realidade das famílias, através de atendimentos domiciliares, objetivando oferecer encaminhamentos mais adequados para os problemas levantados. Identifica e faz contato com os serviços públicos, privados e comunitários existentes na área de abrangência do Rio Comprido e adjacências- Profissionais Voluntários. Campo de Estágio em Serviço Social- Busca atender estudantes da faculdade de Serviço Social, através de projetos em lazer dirigido com crianças e jovens. Para realizar suas atividades utiliza oficinas, dinâmicas, discussão de vídeos educativos, distribuição de material informativo, visita domiciliar as famílias. É desenvolvido nas comunidades do 117 e do Sumaré, com a supervisão e o acompanhamento do Serviço Social do GEFEP. Atendendo 75 participantes, em vários grupos, em quatro horas semanais- Profissionais Voluntários. Futebol- Iniciação esportiva através de conhecimentos técnicos e práticos, promovendo a inserção social e cultural. Atendendo em duas turmas 40 pré-adolescentes e adolescentes, 3 horas semanais. Funciona em espaço cedido no Colégio Santa Dorotéia. Capacitação Profissional Projeto Ministério da Justiça - SENASP PAN Desenvolvido pelo GEFEP, visa capacitar 75 jovens das Comunidades do Complexo do Turano nas áreas de Agente deturismo, Agente de Segurança e Agentes da Brigada Socorrista para atuarem no PAN 2007, Funcionará de 2ª à 6ª feira pela manhã, carga horária 20h semanais. Pelo exposto considero justa e merecida a condição de utilidade pública para o Grupo de Formação de Educadores Populares GEFEP

PROJETO BOQUINHA ALEGRE

PROJETO BOQUINHA ALEGRE PROJETO BOQUINHA ALEGRE IDENTIFICAÇÃO DA INSTITUIÇÃO A instituição Casas Lares Humberto de Campos é uma entidade, na modalidade de associação, sem fins lucrativos, mantida pelo Grupo Educacional e Assistencial

Leia mais

Projeto Cardume CMDCA

Projeto Cardume CMDCA Projeto Cardume CMDCA Objetivo: Estabelecer rede de proteção integral a criança e ao adolescente,, bem como suas famílias, reunindo ações governamentais e atividades das organizações da sociedade civil,

Leia mais

Juventude com Arte, Saúde e Cidadania Autores: Ellen da Silva Mourão; Giovanna Grasiane de Sousa; Preceptora de Serviço: Maria Regina de Paula Fagundes Netto; Preceptora Acadêmica: Lêda Maria Leal de Oliveira.

Leia mais

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013 Relatório Despertar 2013 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

Apoio às políticas públicas já existentes;

Apoio às políticas públicas já existentes; Uma voz complementa a outra, um sorriso cativa o próximo e é nesse pensamento que o Instituto Mundo Melhor, organização sem fins lucrativos liderada pelo Grupo MM Mercadomóveis, trabalha com projetos sociais

Leia mais

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de:

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de: Relatório Despertar 2014 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

VIII Jornada de Estágio de Serviço Social. A PRÁTICA DO SERVIÇO SOCIAL NA ASSOCIAÇÃO MINISTÉRIO MELHOR VIVER- AMMV

VIII Jornada de Estágio de Serviço Social. A PRÁTICA DO SERVIÇO SOCIAL NA ASSOCIAÇÃO MINISTÉRIO MELHOR VIVER- AMMV A PRÁTICA DO SERVIÇO SOCIAL NA ASSOCIAÇÃO MINISTÉRIO MELHOR VIVER- AMMV SILVA, D. Pollyane¹ MORO, M. Silvana ² SOUSA, G. Cristiane³ Resumo Este trabalho tem o intuito de descrever a Prática Profissional

Leia mais

NIAS/FESP - Núcleo Interdisciplinar de Ação Social da FESP Projeto Amar. Camilla Silva Machado Graciano Coordenadora do NIAS/FESP

NIAS/FESP - Núcleo Interdisciplinar de Ação Social da FESP Projeto Amar. Camilla Silva Machado Graciano Coordenadora do NIAS/FESP NIAS/FESP - Núcleo Interdisciplinar de Ação Social da FESP Projeto Amar Camilla Silva Machado Graciano Coordenadora do NIAS/FESP Mestre em Serviço Social pela Faculdade de História, Direito e Serviço Social/UNESP

Leia mais

Apresentação. SUPERINTEDÊNCIA GERAL Magda Fonseca Coutinho. COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA Mércia Corrêa de Oliveira

Apresentação. SUPERINTEDÊNCIA GERAL Magda Fonseca Coutinho. COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA Mércia Corrêa de Oliveira Apresentação SUPERINTEDÊNCIA GERAL Magda Fonseca Coutinho COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA Mércia Corrêa de Oliveira Descritivo: "A educação deve possibilitar ao corpo e à alma toda a perfeição e a beleza que podem

Leia mais

DEGRAU Desenvolvimento e Geração de Redes

DEGRAU Desenvolvimento e Geração de Redes Programa Convivência e Aprendizado no Trabalho M O V I M E N T O DEGRAU Desenvolvimento e Geração de Redes Ficha de Cadastro da Entidade Certificadora Dados da Entidade A. IDENTIFICACÃO 1. Entidade 2.

Leia mais

Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO NOME DA ENTIDADE: TIPO DE SERVIÇO: ( ) de convivência para crianças de 3

Leia mais

Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Proposta de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Proteção Social Básica do SUAS BLOCO I - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO NOME DA ENTIDADE: TIPO DE SERVIÇO: ( ) de convivência para crianças de 3

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Terceira Idade e Movimento

Mostra de Projetos 2011. Terceira Idade e Movimento Mostra de Projetos 2011 Terceira Idade e Movimento Mostra Local de: Campina Grande do Sul Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Secretaria

Leia mais

PROJETO PONTO DE CULTURA FAZENDO ARTE 1

PROJETO PONTO DE CULTURA FAZENDO ARTE 1 PROJETO PONTO DE CULTURA FAZENDO ARTE 1 MENDONÇA, Marcelo Rodrigues OLIVEIRA, João Manoel Borges RESUMO: O Ponto de Cultura Fazendo Arte é uma ação da Associação dos Moradores do Bairro Santa Terezinha

Leia mais

História. ADAV: Associação para o Desenvolvimento e a Assistência de Talentos e Vocações

História. ADAV: Associação para o Desenvolvimento e a Assistência de Talentos e Vocações História ADAV: Associação para o Desenvolvimento e a Assistência de Talentos e Vocações Em 1929, convidada a dirigir um dos primeiros laboratórios de psicologia de Minas Gerais, ligado à Escola de Aperfeiçoamento

Leia mais

P r o j e t o PREPARANDO A TRANSFORMAÇÃO DE FAMÍLIAS GERANDO RENDA E DIGNIDADE

P r o j e t o PREPARANDO A TRANSFORMAÇÃO DE FAMÍLIAS GERANDO RENDA E DIGNIDADE P r o j e t o PREPARANDO A TRANSFORMAÇÃO DE FAMÍLIAS GERANDO RENDA E DIGNIDADE Melhor do que dar é ensinar a fazer, este é o sentido da Cidadania HISTÓRICO A Diocese de Abaetetuba, localizada na região

Leia mais

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Programa Viver é Melhor Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Legião da Boa Vontade (LBV) Cidade: Londrina/PR

Leia mais

PROCESSO DE INSCRIÇÃO DO PROJETO DE EXTENSÃO FORMAÇÃO DE CUIDADORES DE CRIANÇAS DE 0 A 6 ANOS / 2013 EDITAL Nº. 02/2013 - UNCISAL

PROCESSO DE INSCRIÇÃO DO PROJETO DE EXTENSÃO FORMAÇÃO DE CUIDADORES DE CRIANÇAS DE 0 A 6 ANOS / 2013 EDITAL Nº. 02/2013 - UNCISAL PROCESSO DE INSCRIÇÃO DO PROJETO DE EXTENSÃO FORMAÇÃO DE CUIDADORES DE CRIANÇAS DE 0 A 6 ANOS / 2013 EDITAL Nº. 02/2013 - O Programa Pró-Criança, em parceria com a Pró-Reitoria de Extensão da Universidade

Leia mais

PROJETO. A inserção das Famílias no CAMP

PROJETO. A inserção das Famílias no CAMP PROJETO A inserção das Famílias no CAMP APRESENTAÇÃO O CAMP-Gna é uma entidade filantrópica sediada em Goiânia, no Setor Central, onde funciona ininterruptamente há 36 anos. Desde 01 de julho de 1973,

Leia mais

SERVIÇO: ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL PARA PESSOAS ADULTAS

SERVIÇO: ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL PARA PESSOAS ADULTAS SERVIÇO: ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL PARA PESSOAS ADULTAS DESCRIÇÃO: Modalidade: Centro Dia para pessoa Idosa Serviço voltado para o atendimento, regime parcial, de pessoas idosas de 60 anos ou mais, de

Leia mais

EIXO DE TRABALHO 01 DIREITO A CIDADANIA, PARTICIPAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA E A REPRESENTAÇÃO JUVENIL

EIXO DE TRABALHO 01 DIREITO A CIDADANIA, PARTICIPAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA E A REPRESENTAÇÃO JUVENIL EIXO DE TRABALHO 01 DIREITO A CIDADANIA, PARTICIPAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA E A REPRESENTAÇÃO JUVENIL Proposta I Fomentar a criação de grêmios estudantis, fóruns de juventude, diretórios centrais de estudantes,

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade

Mostra de Projetos 2011. Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade Mostra de Projetos 2011 Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade Mostra Local de: Piraquara Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais.

Leia mais

Plano de Ação. Colégio Estadual Ana Teixeira. Caculé - Bahia Abril, 2009.

Plano de Ação. Colégio Estadual Ana Teixeira. Caculé - Bahia Abril, 2009. Plano de Ação Colégio Estadual Ana Teixeira Caculé - Bahia Abril, 2009. IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE ESCOLAR Unidade Escolar: Colégio Estadual Ana Teixeira Endereço: Av. Antônio Coutinho nº 247 bairro São

Leia mais

PROJETOS DE EXTENSÃO 2011 CURSO RESPONSÁVEL PELO PROJETO

PROJETOS DE EXTENSÃO 2011 CURSO RESPONSÁVEL PELO PROJETO ATENÇÃO À CRIANÇA (S) DE EXECUÇÃO E FREQUÊNCIA Projeto Sorriso Visa proporcionar às crianças internas e usuárias do PSF do Crianças da Casa de Passagem e do PSF Santa Rita bairro Santa Rita o conhecimento

Leia mais

PREFEITURA DE MONTES CLAROS SECRETARIA MUNCIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO

PREFEITURA DE MONTES CLAROS SECRETARIA MUNCIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO 1ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 004/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PESSOAL PARA ATENDER A RECENSEAMENTO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA E A DIVERSOS OUTROS PROGRAMAS E SERVIÇOS

Leia mais

Projeto Jovem Aprendiz Irmã Scheilla. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Projeto Jovem Aprendiz Irmã Scheilla. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Mostra Local de: Londrina Projeto Jovem Aprendiz Irmã Scheilla Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Núcleo Esoirita Irmã Scheilla

Leia mais

Arvore da Vida Partnership para o desenvolvimento: Educação, Formação profissional e encaminhamento

Arvore da Vida Partnership para o desenvolvimento: Educação, Formação profissional e encaminhamento Arvore da Vida Partnership para o desenvolvimento: Educação, Formação profissional e encaminhamento Maio 2011 Arvore da Vida Partnership para o desenvolvimento: Educação, Formação profissional e encaminhamento

Leia mais

Indicador(es) Órgão(s) 26 - Ministério da Educação

Indicador(es) Órgão(s) 26 - Ministério da Educação Programa úmero de Ações 13 1060 Brasil Alfabetizado e Educação de Jovens e Adultos Objetivo Indicador(es) Garantir acesso e permanência de jovens e adultos a programas educacionais que visam atender as

Leia mais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Estatuto da Criança e do Adolescente: 18 anos, 18 Compromissos A criança e o adolescente no centro da gestão municipal O Estatuto

Leia mais

PROMOÇÃO DA SAÚDE ESCOLAR. Anabela Martins. Bragança, de 20 setembro de 2014

PROMOÇÃO DA SAÚDE ESCOLAR. Anabela Martins. Bragança, de 20 setembro de 2014 PROMOÇÃO DA SAÚDE ESCOLAR Anabela Martins Bragança, de 20 setembro de 2014 PROMOÇÃO DA SAÚDE ESCOLAR Sumário Nota prévia Objetivos da Saúde Escolar Literacia em saúde Eixo estratégicos Exemplos de Boas

Leia mais

LEI PAULISTA DE INCENTIVO AO ESPORTE PIE PROGRAMA DE INCENTIVO AO ESPORTE DECRETO 55.636/2010

LEI PAULISTA DE INCENTIVO AO ESPORTE PIE PROGRAMA DE INCENTIVO AO ESPORTE DECRETO 55.636/2010 LEI PAULISTA DE INCENTIVO AO ESPORTE PIE PROGRAMA DE INCENTIVO AO ESPORTE DECRETO 55.636/2010 ESCOLA DE Pedal Batatais Histórico da Entidade e Descritivo de Atividades Fundada em 1999 por JOSÈ REGINALDO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PILÕES CNPJ: 08.148.488/0001-00 CEP: 59.5960-000 GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PILÕES CNPJ: 08.148.488/0001-00 CEP: 59.5960-000 GABINETE DO PREFEITO LEI Nº. 277/2007. CEP: 5.50-000 Institui o Programa Casa da Família e dá outras providências. A Câmara Municipal aprovou e eu, Prefeito do Município de Pilões, sanciono e promulgo a seguinte lei: Art.

Leia mais

Educação Integral, Escola de Tempo Integral e Aluno em Tempo Integral na Escola.

Educação Integral, Escola de Tempo Integral e Aluno em Tempo Integral na Escola. Educação Integral, Escola de Tempo Integral e Aluno em Tempo Integral na Escola. Chico Poli Algumas vezes, fora da escola há até mais formação do que na própria escola. (M. G. Arroyo) É preciso toda uma

Leia mais

O PROGRAMA ASSISTÊNCIA SÓCIO-JURÍDICA E OS DIREITOS DO IDOSO

O PROGRAMA ASSISTÊNCIA SÓCIO-JURÍDICA E OS DIREITOS DO IDOSO O PROGRAMA ASSISTÊNCIA SÓCIO-JURÍDICA E OS DIREITOS DO IDOSO Maria Salete da Silva Josiane dos Santos O Programa Assistência Sócio-Jurídica, extensão do Departamento de Serviço Social, funciona no Núcleo

Leia mais

A PRÁTICA PROFISSIONAL DO ASSISTENTE NA APAM-ASSOCIAÇÃO DE PROMOÇÃO A MENINA DE PONTA GROSSA.

A PRÁTICA PROFISSIONAL DO ASSISTENTE NA APAM-ASSOCIAÇÃO DE PROMOÇÃO A MENINA DE PONTA GROSSA. A PRÁTICA PROFISSIONAL DO ASSISTENTE NA APAM-ASSOCIAÇÃO DE PROMOÇÃO A MENINA DE PONTA GROSSA. SILVA, Jessica Da¹. NADAL, Isabela Martins². GOMES, R.C. Ana³. RESUMO: O presente trabalho é referente à prática

Leia mais

Declara de Utilidade Pública o Grupo Obreiros da Luz Divina, com sede no Município de Itanhaém.

Declara de Utilidade Pública o Grupo Obreiros da Luz Divina, com sede no Município de Itanhaém. PROJETO DE LEI No 541, DE 2013 Declara de Utilidade Pública o Grupo Obreiros da Luz Divina, com sede no Município de Itanhaém. A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECRETA: Artigo 1o - Fica

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS SCFV

SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS SCFV SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS SCFV SOCIOASSISTENCIAL X SOCIOEDUCATIVO SOCIOASSISTENCIAL apoio efetivo prestado a família, através da inclusão em programas de transferência de renda

Leia mais

CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CRAS

CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CRAS CENTRO DE REFERÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - CRAS Porta de entrada dos munícipes que necessitam das ações de assistência social que potencializam a família, a comunidade de referência, fortalecendo seus

Leia mais

Qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público OSCIP em 2009.

Qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público OSCIP em 2009. MISSÃO O Instituto LOCUS é uma associação civil sem fins lucrativos, fundada em 2005 por um grupo de arquitetos, urbanistas, educadores e assistentes sociais. Qualificada como Organização da Sociedade

Leia mais

Descrição do Programa SESI para a Terceira Idade São Paulo - BRASIL. Walid Makin Fahmy

Descrição do Programa SESI para a Terceira Idade São Paulo - BRASIL. Walid Makin Fahmy Descrição do Programa SESI para a Terceira Idade São Paulo - BRASIL Walid Makin Fahmy Sistema SESI SESI - Serviço Social da Indústria Entidade de direito privado, nos termos da lei civil, estruturada em

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA

PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROJETO JUDÔ NA ESCOLA: A SALA DE AULA E O TATAME Projeto: Domingos Sávio Aquino Fortes Professor da Rede Municipal de Lorena Semeie um pensamento,

Leia mais

O trabalho social com famílias. no âmbito do Serviço de Proteção e. Atendimento Integral à Família - PAIF

O trabalho social com famílias. no âmbito do Serviço de Proteção e. Atendimento Integral à Família - PAIF O trabalho social com famílias no âmbito do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família - PAIF Contexto Social: Acesso diferencial às informações Uso e abuso de substâncias psicoativas Nulo ou

Leia mais

PATRULHA JUVENIL DE GARÇA

PATRULHA JUVENIL DE GARÇA Rua Baden Powell, 451 Telefone: (14) 3471-1630 / 3471-1816 CEP 17400-000 Garça - S P Fundada em 26 de Setembro de 1972 CNPJ 47.645.809/0001-34 Isenta de Contribuições Sociais conforme Decreto nº 3.048

Leia mais

PLANO ANUAL FESTIVAL DE DANÇA CRIANÇA INDAIATUBANA FELIZ 2016 Nº PRONAC151188

PLANO ANUAL FESTIVAL DE DANÇA CRIANÇA INDAIATUBANA FELIZ 2016 Nº PRONAC151188 PLANO ANUAL FESTIVAL DE DANÇA CRIANÇA INDAIATUBANA FELIZ 2016 Nº PRONAC151188 Síntese do Projeto Realização de oficinas de dança gratuitas, voltadas para crianças e adolescentes de comunidades carentes,

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE. CAPÍTULO I Da Finalidade. CAPÍTULO II Dos Princípios, Objetivos e Metas Seção I Dos Princípios LEI N. 1.343, DE 21 DE JULHO DE 2000 Institui a Política Estadual do Idoso - PEI e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER que a Assembléia Legislativa do Estado

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Serviço Social: inovação dos serviços em Bibliotecas Públicas

Serviço Social: inovação dos serviços em Bibliotecas Públicas Serviço Social: inovação dos serviços em Bibliotecas Públicas SERVIÇO SOCIAL NA BSP SERVIÇO SOCIAL NA BSP BSP COMO ESPAÇO CULTURAL COM AÇÃO CENTRADA NA LEITURA A LEITURA é vista pela BSP como fundamento

Leia mais

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

Lions Clube Centro-São José dos Campos

Lions Clube Centro-São José dos Campos Lions Clube Centro-São José dos Campos Projeto Transformação BRASIL Transformação é um projeto que visa ampliar as oportunidades educativas, investindo no desenvolvimento do potencial de cada criança e

Leia mais

SERVIÇO DE CONVIVENCIA E FORTALECIMENTO DE VINCULOS PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES. PRINCIPIOS FUNDAMENTAIS & Algumas reflexões

SERVIÇO DE CONVIVENCIA E FORTALECIMENTO DE VINCULOS PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES. PRINCIPIOS FUNDAMENTAIS & Algumas reflexões SERVIÇO DE CONVIVENCIA E FORTALECIMENTO DE VINCULOS PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES. PRINCIPIOS FUNDAMENTAIS & Algumas reflexões ASSISTÊNCIA SOCIAL ASSISTENTE SOCIAL CARIDADE? FAVOR? O QUE OS VEREADORES FAZEM?

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 Institui o Programa Mais Educação, que visa fomentar a educação integral de crianças, adolescentes e jovens, por meio do apoio a atividades

Leia mais

Província Carmelitana de Santo Elias. Endereço: Rua Grão Mogol 502 Bairro Carmo Belo Horizonte - MG CNPJ: 33.621.319/0013-27

Província Carmelitana de Santo Elias. Endereço: Rua Grão Mogol 502 Bairro Carmo Belo Horizonte - MG CNPJ: 33.621.319/0013-27 Minas Gerais - Belo Horizonte 1º Conviver no Carmo Província Carmelitana de Santo Elias. Endereço: Rua Grão Mogol 502 Bairro Carmo Belo Horizonte - MG CNPJ: 33.621.319/0013-27 Paróquia Nossa Senhora do

Leia mais

THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES.

THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES. THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES. ANA LUCIA MESQUITA DUMONT; Elisa Nunes Figueiredo. Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte SMSA-BH (Atenção Básica)

Leia mais

LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de

Leia mais

RESOLUÇÃO CONJUNTA CNAS/CONANDA Nº 001 DE 09 DE JUNHO DE 2010

RESOLUÇÃO CONJUNTA CNAS/CONANDA Nº 001 DE 09 DE JUNHO DE 2010 RESOLUÇÃO CONJUNTA CNAS/CONANDA Nº 001 DE 09 DE JUNHO DE 2010 Estabelece parâmetros para orientar a constituição, no âmbito dos Estados, Municípios e Distrito Federal, de Comissões Intersetoriais de Convivência

Leia mais

Resultados do Serviço Preparação para o Primeiro Emprego Ano 2012

Resultados do Serviço Preparação para o Primeiro Emprego Ano 2012 Resultados do Serviço Preparação para o Primeiro Emprego Ano 2012 Administração: Rodrigo Antônio de Agostinho Mendonça Secretária do Bem Estar Social: Darlene Martin Tendolo Diretora de Departamento: Silmaire

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÃO E ORÇAMENTO 2015. Servir a comunidade; educar para a cidadania e incluir os mais vulneráveis

PROGRAMA DE AÇÃO E ORÇAMENTO 2015. Servir a comunidade; educar para a cidadania e incluir os mais vulneráveis PROGRAMA DE AÇÃO E ORÇAMENTO 2015 Servir a comunidade; educar para a cidadania e incluir os mais vulneráveis CAPÍTULO I AETP: A INSTITUIÇÃO 1. Introdução No decorrer do ano de 2015 prevê-se que a AETP

Leia mais

Bacharelado em Serviço Social

Bacharelado em Serviço Social Informações gerais: Bacharelado em Serviço Social Duração do curso: 04 anos (08 semestres) Horário: Vespertino e Noturno Número de vagas: 300 vagas anuais Coordenador do Curso: Profª Ms. Eniziê Paiva Weyne

Leia mais

Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis.

Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis. Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis Localização Missão, Valores e Visão Os 5 Pilares Objetivos e estratégias

Leia mais

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL ANEXO IV Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO 1-Promoção dos Direitos de Crianças e Adolescentes Buscar apoio das esferas de governo (Federal e Estadual)

Leia mais

PROTEÇÃO INTEGRAL EM REDES SOCIAIS

PROTEÇÃO INTEGRAL EM REDES SOCIAIS PROTEÇÃO INTEGRAL EM REDES SOCIAIS ENCONTRO DE GRUPOS REGIONAIS DE ARTICULAÇÃO- ABRIGOS - SÃO PAULO O QUE É UMA REDE DE PROTEÇÃO SOCIAL? sistemas organizacionais capazes de reunir indivíduos e instituições,

Leia mais

Associação dos Lojistas de Decoração do ABC

Associação dos Lojistas de Decoração do ABC Associação dos Lojistas de Decoração do ABC Projeto Social: Desde 2005, o Polo Design Center, realiza projetos de revitalização nas estruturas físicas de Instituições Assistenciais da região do ABC paulista.

Leia mais

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE IV. CÂMARA TEMÁTICA DA EDUCACÃO, CULTURA E DESPORTOS Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE Meta 1 Toda criança e jovem de 4 a 17 anos na escola; Meta 2 Até 2010, 80% e,

Leia mais

Capacitação Gerencial PST

Capacitação Gerencial PST Capacitação Gerencial PST Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social SNELIS Ministério do Esporte Direito Social É dever do estado fomentar práticas desportivas formais e não formais:

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 1559/02, DE 16 DE JULHO DE 2002.

LEI MUNICIPAL Nº 1559/02, DE 16 DE JULHO DE 2002. LEI MUNICIPAL Nº 1559/02, DE 16 DE JULHO DE 2002. Cria e extingue cargos na estrutura do Quadro Permanente de Cargos, lei Municipal 1338/98, e dá outras providências. WOLMIR ÂNGELO DALL`AGNOL, Prefeito

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 030/2013.

PROJETO DE LEI N.º 030/2013. PROJETO DE LEI N.º 030/2013. Institui o Programa Menor Aprendiz no âmbito do Município de Bela Vista de Minas e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Bela Vista de Minas, Estado de Minas Gerais,

Leia mais

EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA

EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA Autores: FIGUEIREDO 1, Maria do Amparo Caetano de LIMA 2, Luana Rodrigues de LIMA 3, Thalita Silva Centro de Educação/

Leia mais

VIII CONFERENCIA MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE UBERABA

VIII CONFERENCIA MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE UBERABA VIII CONFERENCIA MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE DE UBERABA 27 DE MARÇO DE 2015 CENTRO ADMINISTRATIVO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE UBERABA TEMA: POLÍTICA E O PLANO DECENAL DE DIREITOS

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Projovem em Ação

Mostra de Projetos 2011. Projovem em Ação Mostra de Projetos 2011 Projovem em Ação Mostra Local de: Londrina. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Prefeitura Municipal Santa Cecilia

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE FUNDAÇÃO ASSISTÊNCIA SOCIAL E CIDADANIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE FUNDAÇÃO ASSISTÊNCIA SOCIAL E CIDADANIA PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE FUNDAÇÃO ASSISTÊNCIA SOCIAL E CIDADANIA 1 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PROJETO TÉCNICO: ACESSUAS TRABALHO / PRONATEC EQUIPE RESPONSÁVEL: Proteção Social Básica PERÍODO: Setembro

Leia mais

Edital de Convocação nº 01/2015. Convocação para Inscrição de Entidades e Organizações Não-Governamentais

Edital de Convocação nº 01/2015. Convocação para Inscrição de Entidades e Organizações Não-Governamentais Edital de Convocação nº 01/2015 Convocação para Inscrição de Entidades e Organizações Não-Governamentais A Presidente do CMAS Conselho Municipal de Assistência Social de Cáceres, no uso de suas atribuições

Leia mais

LEI Nº 310/2009, DE 15 DE JUNHO DE 2009.

LEI Nº 310/2009, DE 15 DE JUNHO DE 2009. LEI Nº 310/2009, DE 15 DE JUNHO DE 2009. DISPÕE SOBRE A REESTRUTURAÇÃO DO DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE SAÚDE, CRIAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL, DA DIVISÃO DE MEIO-AMBIENTE E

Leia mais

EXTRATO DE CONVÊNIOS 2007 CONVÊNIO Nº 004/2007

EXTRATO DE CONVÊNIOS 2007 CONVÊNIO Nº 004/2007 EXTRATO DE CONVÊNIOS 2007 CONVÊNIO Nº 004/2007 Nº Processo 23000.007317-2007-57 CNPJ Concedente: 00394.445/0019-22 ALFABETIZAÇÃO E DIVERSIDADE. CNPJ Convenente: 19.134.584/0001-16 Convenente: CENTRO DE

Leia mais

IX JORNADA DE ESTÁGIO: FORMAÇÃO E PRÁTICA PROFISSIONAL DO SERVIÇO SOCIAL.

IX JORNADA DE ESTÁGIO: FORMAÇÃO E PRÁTICA PROFISSIONAL DO SERVIÇO SOCIAL. IX JORNADA DE ESTÁGIO: FORMAÇÃO E PRÁTICA PROFISSIONAL DO SERVIÇO SOCIAL. A PRÁTICA DO SERVIÇO SOCIAL NA COMUNIDADE TERAPEUTICA MARCOS FERNANDES PINHEIRO SILVA, Pollyane Ditoza (estagio II), CORREIA, Valeria

Leia mais

Capítulo I Dos Princípios. Art. 2º - A Política de Assuntos Estudantis do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas

Capítulo I Dos Princípios. Art. 2º - A Política de Assuntos Estudantis do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas REGULAMENTO DA POLÍTICA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS CEFET-MG Aprovado pela Resolução CD-083/04, de 13/12/2004 Capítulo I Dos Princípios Art. 1º - A

Leia mais

SERVI O SOCIAL NOVA JERUSAL M

SERVI O SOCIAL NOVA JERUSAL M SERVI O SOCIAL NOVA JERUSAL M Jardim das Paineiras Campinas/SP - Brasil - CEP.: 13.091-107 Fone.(19) 3255-8350 e-mail: falecom@ssnjcamp.org CNPJ: 67.170993/0001-10 Site: www.ssnjcamp.org SERVI O SOCIAL

Leia mais

CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002 Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002 Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo Ao Ministério da Saúde Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Departamento de Gestão da Educação na Saúde E-mail: deges@saude.gov.br - prosaude@saude.gov.br CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002

Leia mais

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária / Saúde da Família Brasília, 05 a 08 de Agosto de

III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária / Saúde da Família Brasília, 05 a 08 de Agosto de III Mostra Nacional de Produção em Saúde da Família IV Seminário Internacional de Atenção Primária / Saúde da Família Brasília, 05 a 08 de Agosto de 2008 Apoio Matricial em Saúde Mental: a Iniciativa de

Leia mais

Deixe-me ser feliz CAPI - Casa de Amparo e Proteção à Infância

Deixe-me ser feliz CAPI - Casa de Amparo e Proteção à Infância Deixe-me ser feliz CAPI - Casa de Amparo e Proteção à Infância Objetivo: Como previsto pelo estatuto da entidade, Art 2º, tem por finalidade a proteção e o amparo à crianças na faixa etária de 0 (zero)

Leia mais

Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência

Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência Segurança e Manutenção das Atividades da APAE/DF em benefício dos Programas de Autogestão da Pessoa com Deficiência Proposta de Parceria BRASÍLIA, JUNHO DE 2011. Nome do Projeto Segurança e Manutenção

Leia mais

BRIEFING CRIATIVO / PEDIDO DE CRIAÇÃO

BRIEFING CRIATIVO / PEDIDO DE CRIAÇÃO BRIEFING CRIATIVO / PEDIDO DE CRIAÇÃO Cliente: Porto Seguro Seguros Produto: Casa Campos Elísios Melhor Campanha: cursos de capacitação profissional e geração de trabalho e renda Área: sustentabilidade

Leia mais

TÍTULO: REFORÇO ESCOLAR: CONTRIBUINDO PARA O APRENDIZADO DAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES. TEMA: BRINCAR DE APRENDER. GRUPO:

TÍTULO: REFORÇO ESCOLAR: CONTRIBUINDO PARA O APRENDIZADO DAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES. TEMA: BRINCAR DE APRENDER. GRUPO: TÍTULO: REFORÇO ESCOLAR: CONTRIBUINDO PARA O APRENDIZADO DAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES. TEMA: BRINCAR DE APRENDER. GRUPO: Alda Nery Danielle Alvarenga Gieze Belleza Margareth Gonçalves Jucilene Dias Luciana

Leia mais

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE 1. INTRODUÇÃO A ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE LUZIA LOPES GADÊLHA, por meio do Termo Convênio nº 05/2015, como parte integrante do Projeto Fortalecendo

Leia mais

GOVERNO DO MUNICIPIO DE CONSELHEIRO LAFAIETE GABINETE DO PREFEITO

GOVERNO DO MUNICIPIO DE CONSELHEIRO LAFAIETE GABINETE DO PREFEITO LEI N o 5.641, DE 23 DE JUNHO DE 2014. RECONHECE A PESSOA COM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA COMO PORTADORA DE DEFICIÊNCIA PARA OS FINS DE FRUIÇÃO DOS DIREITOS ASSEGURADOS PELA LEI ORGÂNICA E PELAS DEMAIS

Leia mais

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE MARANGUAPE-CE

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE MARANGUAPE-CE EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE MARANGUAPE-CE EDITAL N 20/2015 1. INTRODUÇÃO A ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE LUZIA LOPES GADÊLHA, por meio do Termo Convênio nº 05/2015, como parte integrante

Leia mais

COLÉGIO J. OLIVEIRA PROJETO PEDAGÓGICO DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

COLÉGIO J. OLIVEIRA PROJETO PEDAGÓGICO DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS COLÉGIO J. OLIVEIRA PROJETO PEDAGÓGICO DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS 01. JUSTIFICATIVA: Entendemos que a Educação de Jovens e Adultos foi concebida para resgatar aqueles que por vários motivos tenham

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 2008

PLANO DE TRABALHO 2008 PLANO DE TRABALHO 2008 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1.1. NOME DA ENTIDADE: Casa de Nazaré Centro de Apoio ao Menor 1.2. Endereço: Rua Coronel Timóteo nº 350 1.3. Bairro: Cristal 1.4. Região CORAS: 05 1.5.

Leia mais

3.1 Planejar, organizar e realizar oficinas de mapeamento participativo utilizando técnicas de educação popular e promoção da saúde;

3.1 Planejar, organizar e realizar oficinas de mapeamento participativo utilizando técnicas de educação popular e promoção da saúde; EDITAL DO CENTRO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE TERMO DE REFERÊNCIA Nº 05/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 05/2012 TIPO: MELHOR TÉCNICA O Centro de Promoção da Saúde, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita

Leia mais

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social II Fórum de Informação em Saúde IV Encontro da Rede BiblioSUS O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social Maria de Fátima Ramos Brandão Outubro/2007 1 Apresentação O Projeto Casa Brasil Modelos

Leia mais

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional)

COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão. Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) COORDENADORA: Profa. Herica Maria Castro dos Santos Paixão Mestre em Letras (Literatura, Artes e Cultura Regional) Universidade Federal de Roraima UFRR Brasil Especialista em Alfabetização (Prática Reflexiva

Leia mais

GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM CARACTERIZAÇÃO DO CURSO DENOMINAÇÃO: CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DIPLOMA CONFERIDO: BACHAREL NÚMERO DE VAGAS: 100 VAGAS ANUAIS NÚMERO DE ALUNOS POR TURMA: 50 ALUNOS TURNOS

Leia mais

Câmara Municipal de Uberaba A Comunidade em Ação LEI Nº 7.904

Câmara Municipal de Uberaba A Comunidade em Ação LEI Nº 7.904 A Comunidade em Ação LEI Nº 7.904 Disciplina a Política Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual e dá outras providências. O Povo do Município de Uberaba, Estado de Minas Gerais, por seus representantes

Leia mais

Ações e Projetos Sociais

Ações e Projetos Sociais Ações e Projetos Sociais 1º - TROTE SOLIDÁRIO O Trote Solidário tem como objetivo principal atender às necessidades das Instituições beneficentes carentes da região de Barretos através da arrecadação e

Leia mais

PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária

PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária Apoio: Secretária municipal de educação de santo Afonso PROJETO INTERAÇÃO FAMÍLIA X ESCOLA: UMA RELAÇÃO NECESSÁRIA. É imperioso que dois dos principais

Leia mais

Projetos Financiados em 2008. CMDCA de Guarujá

Projetos Financiados em 2008. CMDCA de Guarujá Projetos Financiados em 2008 CMDCA de Guarujá APAE - Guarujá Projeto: Valorizando a Vida. Objetivo: Dar continuidade as atividade para melhorar as capacidades de comunicação, expressão, sociabilidade dos

Leia mais

Horário de Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h30 às 17h

Horário de Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h30 às 17h Programa e Projetos Secretaria Municipal de Assistência Social Rua José Teodoro Ramos, nº 16 - Fones (18) 3341-1412 - 3341-4681 Horário de Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h30

Leia mais

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade?

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Perguntaram à teóloga alemã Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Não explicaria, Daria uma bola para que ele jogasse... ESPORTE EDUCAÇÃO CULTURA QUALIFICAÇÃO PLACAR

Leia mais

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FIA 2011. Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FIA 2011. Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas 1. APRESENTAÇÃO Faça um resumo claro e objetivo do projeto, considerando a situação da criança e do adolescente, os dados de seu município, os resultados da

Leia mais