Colóquio Internacional Democracia e interfaces digitais para a participação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Colóquio Internacional Democracia e interfaces digitais para a participação"

Transcrição

1 Colóquio Internacional Democracia e interfaces digitais para a participação pública (Projeto) PPG-AU/UFBA Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo 1

2 Contexto e justificativa Odesenvolvimento de plataformas digitais de comunicação tem redimensionado diversos âmbitos da vida social e política em boa parte do mundo nas últimas duas décadas. Agentes governamentais, parlamentares, candidatos, ativistas, partidos políticos e o próprio cidadão comum têm experimentado novas formas de relacionamento e têm se apropriado de plataformas como a internet, levantando novas questões para a democracia contemporânea. Nas últimas duas décadas, uma série de pesquisas, artigos, livros e estudos empíricos têm sido publicados e desenvolvidos a fim de averiguar de que modo o ambiente digital pode e vem sendo utilizado para mediar questões-cerne do sistema democrático. Governos de diversos países e instituições multilaterais têm produzido documentos que apontam a importância do ambiente digital para as democracias modernas e têm investido recursos financeiros significativos em pesquisa e desenvolvimento nesta área. No Brasil, universidades e centros de pesquisa direcionam estudos para este campo de investigação. Em várias partes do mundo, governos cada vez mais se apropriam das tecnologias de informação e comunicação para interagir de um novo modo com os cidadãos. Embora em países como os Estados Unidos, Canadá, Austrália, Japão e países europeus já seja comum a existência de seminários, congressos e colóquios sobre democracia digital, participação pública e novas mídias, o Brasil ainda carece de espaços de debate capazes de reunir autores e pesquisadores brasileiros e estrangeiros, agentes e gestores públicos, com o intuito de gerar discussão qualificada, refletir sobre práticas e trocar experiências. 2

3 O evento Diante da importância do tema e do contexto explicitado, será realizado o Colóquio Internacional Democracia e interfaces digitais para a participação, de 2 a 3 de setembro de 2010, na cidade de Salvador, Bahia. O evento será composto por conferências, painéis, apresentação de projetos e grupos de trabalho para os quais haverá chamada de trabalhos, a serem previamente selecionados por pareceristas convidados para este fim. Reunirá especialistas de renome nacional e internacional que irão tratar de temas vinculados ao atual debate sobre democracia digital; participação democrática, portais e sítios governamentais; interação Estado-cidadãos através da internet; movimentos sociais e internet; parlamentos online; uso da internet por atores políticos e representantes públicos; campanhas online; democracia e web 2.0; etc. Os papers e relatos de projetos enviados devem contemplar pelo menos um dos três eixos temáticos propostos pelo evento: Eixo I: Democracia digital e organizações democráticas Referese a trabalhos teóricos, pesquisas empíricas ou relatos de experiências que versem sobre a utilização do ambiente digital pelos diversos atores políticos na mediação de práticas vinculadas às instâncias e fenômenos institucionalizados da democracia contemporânea. Envolve temas que relacionam o ambiente digital com participação civil, accountability, transparência, deliberação pública, esfera pública, campanhas eleitorais, partidos políticos; sociedade civil; engajamento cívico e abordagens correlacionadas. Eixo II: Território, participação online e interatividade Referese a trabalhos teóricos, pesquisas empíricas ou relatos de experiências que versem sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação como canais para aglutinar e difundir o conhecimento acerca do território e do espaço público, tomando o cidadão como produtor e 3

4 consumidor deste conhecimento. Sobretudo, trata-se de relacionar o ambiente digital e suas potencialidades para contribuir na definição e solução de problemas que regulam a vida da comunidade; no planejamento e gerenciamento das cidades; na implementação de políticas de gestão e participação baseadas nos territórios e suas dimensões (o que geralmente se materializa em experimentos com uso de mapas interativos; geovisualização e interação com banco de dados; cidades digitais, dentre outros). Eixo III: Interface e mídias colaborativas Refere-se a trabalhos teóricos, pesquisas empíricas ou relatos de experiências que versem acerca da relação entre as interfaces digitais e a ampliação do diálogo entre cidadãos, comunidades e Poder Público (seja através de computador, telefone móvel ou outro dispositivo). Há particular interesse naquelas situações em que o cidadão é estimulado a dialogar e participar de decisões de interesse público através da mediação de dispositivos online de interação e colaboração. Isso envolve temas como o uso cidadão de ferramentas da web 2.0; o princípio do design universal das interfaces de sites; o fortalecimento da participação do cidadão através de dispositivos colaborativos online; mídias sociais e participação cidadã; usabilidade pública dos sítios na web, etc. Os artigos e relatos de projetos podem ser apresentados em três idiomas: português, espanhol e inglês. Serão aceitos trabalhos em andamento ou concluídos, prevalecendo aí os critérios de consistência, inovação e pertinência do tema abordado. O evento contará ainda com a premiação de sítios e blogs ativos que mais fomentem a interação e conteúdos relacionados com a democracia e participação pública. 4

5 Objetivos O evento tem o objetivo de aprofundar o debate sobre democracia e participação civil e sua relação com o ambiente digital. Os três eixos apontam as diversas faces deste fenômeno, compreendendo elementos dispostos tanto na esfera governamental como na esfera civil. Pretende-se realizar em Salvador um fórum de excelência acerca desses temas hoje em plena expansão no mundo, além de fomentar a troca de experiências e circulação de conhecimento, pesquisas e experimentos que hoje vêm sendo desenvolvidos no Brasil e em outros países. E para isso, pretende-se reunir gestores públicos e pesquisadores nacionais e estrangeiros que têm se ocupado deste tema na atualidade. A proposta deste projeto é promover o amadurecimento e acúmulo de experiências, transformando-o em um momento de encontro entre agentes e gestores públicos, pesquisadores e analistas atuantes no Brasil, na América Latina e em outros continentes. 5

6 Realização e parcerias Oprojeto será realizado pela Universidade Federal da Bahia (UFBa), através do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo e do Laboratório de Computação Gráfica Aplicada a Arquitetura e ao Desenho (da Faculdade de Arquitetura) sendo previsto também a participação de outras unidades da UFBa. Contará com a parceria da Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia (Prodeb). Também se buscará apoio de instituições e entidades interessadas em contribuir ou vincular sua marca ao evento. Podemos dividir os apoios em três categorias: (a) apoio científico - destinado a entidades e instituições que estarão contribuindo com know how para o planejamento e execução do projeto (seja através de aportes financeiros, logísticos ou recursos humanos); (b) apoio institucional - destinado a instituições que vincularão sua marca ao evento dando apoio logístico e infra-estrutural ao Colóquio; (c) apoio comercial-publicitário - sobretudo destinado à empresas cujo feedback será basicamente de cunho publicitário, configurando contratos de publicidade e patrocínio com o evento mediante o repasse de aporte financeiro (direto ou indireto) que serão utilizadas para a infra-estrutura e logística do evento. É previsto cobrança de inscrições. 6

7 Formato Terá o formato de colóquio científico composto por mesas principais com palestrantes convidados, Grupos de Trabalhos e apresentação de projetos, concluídos ou em andamento, selecionados mediante chamada de trabalhos. Ocorrerá de 2 a 3 de setembro de No primeiro dia, em seguida à abertura oficial das atividades, haverá uma conferência internacional com autor convidado para este fim (podendo também ser um debate com dois autores internacionais). No segundo dia, haverá um painel com 3 pesquisadores e autores brasileiros e estrangeiros. Nos horários diurnos ocorrerão as atividades dos Grupos de Trabalho (GTs) temáticos, com apresentações e debates dos papers selecionados (10 artigos por GT. Os GTs serão criados por temas e divulgados após a aprovação dos artigos analisados). Haverá apresentação de projetos a cada dia, após as atividades dos GTs. A divulgação dos sítios e blogs premiados se dará no encerramento do Colóquio, conforme plano de programação a seguir: 1º dia (manhã e tarde): 8:00 Café e credenciamento 9:00 - Abertura oficial das atividades 9:30 - Conferência ou debate com um ou dois autores de renome internacional 10:30 Coffee break 10:45 Grupos de Trabalhos (2 papers por GT) 12:15 Almoço 14:00 GTs (3 papers por GT) 16:00 Coffee break 16:30 Apresentação de projetos 17:30 Coquetel de congraçamento 2º dia (manhã e tarde): 8:30 Café 9:00 Painel com 3 painelistas 10:30 Coffee break 10:45 Continuidade dos GTs (2 papers por GT) 12:15 Almoço 14:00 GTs (3 papers por GT) 16:00 Coffee break 16:30 Apresentação de projetos 17:30 Premiação 18:00 Coquetel de encerramento 7

8 Difusão e publicação OColóquio será veiculado via Internet, e serão utilizados outros recursos de TIC para estimular a interação com o público, a exemplo de votação online para a seleção dos sítios e blogs premiados. Serão publicadas na íntegra as apresentações das mesas (conferência e painel) bem como todos os artigos e relatos de projetos aprovados na forma de anais versão online. Também poderá haver publicação de versão impressa de conteúdo selecionado (a partir de pareceres técnicos) no formato livro. A proposta é publicar todas as falas de mesas dos palestrantes convidados e selecionar os melhores artigos e relatos de projeto, contemplando os trabalhos mais representativos e melhor avaliados por Comissão composta para tal. 8

9 Investimento Em fase de prospecção, prevê-se os seguintes itens de despesas: Hospedagem e diárias Passagens aéreas e traslados Salas e equipamentos (projetores, telas, mobiliário) Coffee break e coquetel Material gráfico e divulgação (crachás, banners, pastas e material para anotações, material da premiação) Serviços de terceiros (produção, secretaria e pessoal de apoio, filmagem e fotografia, sonorização, transmissão, tradução simultânea, assessoria de imprensa) 9

10 Cronograma nov dez jan fev mar abr mai jun jul ago set Fechamento de parcerias e patrocínios Fechamento de lista de palestrantes convidados Chamada, Seleção e Divulgação de trabalhos aprovados Preparação do evento Realização do evento 10

PROJETO CIDADÃO EM REDE: DE CONSUMIDOR A PRODUTOR DE INFORMAÇÃO SOBRE O TERRITÓRIO PLANO DE TRABALHO

PROJETO CIDADÃO EM REDE: DE CONSUMIDOR A PRODUTOR DE INFORMAÇÃO SOBRE O TERRITÓRIO PLANO DE TRABALHO PROJETO CIDADÃO EM REDE: DE CONSUMIDOR A PRODUTOR DE INFORMAÇÃO SOBRE O TERRITÓRIO PLANO DE TRABALHO CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TECNOLÓGICA PRODEB-UFBA PRODEB/DSS Diretoria de Sistemas e Serviços UFBA/LCAD

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Detalhamento dos itens do orçamento 1. Planejamento, coordenação e articulação do FSM 2003 - Organização

Leia mais

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA DE EUNÁPOLIS

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA DE EUNÁPOLIS PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA DE EUNÁPOLIS Eunápolis, Julho/2013 1. CONTEXTUALIZAÇÃO Eunápolis possui a terceira maior população do Extremo Sul da Bahia estimada em 102 mil habitantes, sendo

Leia mais

A Escola. Com uma média de 1.800 alunos por mês, a ENAP oferece cursos presenciais e a distância

A Escola. Com uma média de 1.800 alunos por mês, a ENAP oferece cursos presenciais e a distância A Escola A ENAP pode contribuir bastante para enfrentar a agenda de desafios brasileiros, em que se destacam a questão da inclusão e a da consolidação da democracia. Profissionalizando servidores públicos

Leia mais

PLANO SETORIAL DE DANÇA. DOCUMENTO BASE: Secretaria de Políticas Culturais - SPC Fundação Nacional de Artes FUNARTE Câmaras Setoriais de Dança

PLANO SETORIAL DE DANÇA. DOCUMENTO BASE: Secretaria de Políticas Culturais - SPC Fundação Nacional de Artes FUNARTE Câmaras Setoriais de Dança PLANO SETORIAL DE DANÇA DOCUMENTO BASE: Secretaria de Políticas Culturais - SPC Fundação Nacional de Artes FUNARTE Câmaras Setoriais de Dança MARÇO DE 2009 CAPÍTULO I DO ESTADO FORTALECER A FUNÇÃO DO ESTADO

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Plano de estrutura do escritório de São Paulo Secretariado Internacional e evento FSM Com o retorno

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ HOSPITAL OPHIR LOYOLA - HOL DIRETORIA DE ENSINO E PESQUISA - DEP

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ HOSPITAL OPHIR LOYOLA - HOL DIRETORIA DE ENSINO E PESQUISA - DEP GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ HOSPITAL OPHIR LOYOLA - HOL DIRETORIA DE ENSINO E PESQUISA - DEP ORIENTAÇÕES PARA ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS 1. Preencher Requerimento padrão solicitando o evento, encaminhando-o

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR PESSOA FÍSICA MODALIDADE PRODUTO

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR PESSOA FÍSICA MODALIDADE PRODUTO TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR PESSOA FÍSICA MODALIDADE PRODUTO Número e Título do Projeto Função no Projeto: Resultado: Atividades: Antecedentes: (breve histórico justificando a contratação)

Leia mais

Manual de Eventos da Comissão Especial de Realidade Virtual (CERV) Versão 0.4

Manual de Eventos da Comissão Especial de Realidade Virtual (CERV) Versão 0.4 Manual de Eventos da Comissão Especial de Realidade Virtual (CERV) Versão 0.4 Este manual tem o objetivo de servir como guia para a organização de eventos da Comissão Especial de Realidade Virtual. Quaisquer

Leia mais

FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS. Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília

FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS. Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília Nome do Evento: Fórum Mundial de Direitos Humanos Tema central: Diálogo e Respeito às Diferenças Objetivo: Promover um

Leia mais

2.1 A duração do programa de residência será de até dois meses para o desenvolvimento de cada projeto selecionado.

2.1 A duração do programa de residência será de até dois meses para o desenvolvimento de cada projeto selecionado. Convocatória Residência Internacional LABMIS 2013 O Museu da Imagem e do Som abre inscrições para o programa Residência Internacional LABMIS 2013, abrangendo projetos artísticos nas áreas de fotografia

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS CATEGORIAS: Estudantes, Graduados e Especialista, Pós-graduados Stricto Sensu 1. Participação 1.1. Para o VI Fórum serão aceitos trabalhos de graduação,

Leia mais

COMO SE ASSOCIAR 2014

COMO SE ASSOCIAR 2014 2014 QUEM SOMOS FUNDADO EM 2004, O CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL CHINA CEBC É UMA INSTITUIÇÃO BILATERAL SEM FINS LUCRATIVOS FORMADA POR DUAS SEÇÕES INDEPENDENTES, NO BRASIL E NA CHINA, QUE SE DEDICA À PROMOÇÃO

Leia mais

oportunidades de investimento 9 de abril

oportunidades de investimento 9 de abril oportunidades de investimento Fórum 2015 da ASAP 9 de abril 1 QUEM SOMOS A Aliança para a Saúde Populacional - ASAP, é uma entidade sem fins econômicos, cuja meta é estimular ações de Gestão de Saúde Populacional

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE EDUCAÇÃO LABORATÓRIO DE CULTURA DIGITAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE EDUCAÇÃO LABORATÓRIO DE CULTURA DIGITAL A coordenadoria do projeto Laboratório de Cultura Digital, vinculado ao Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, torna pública a seleção de equipe para o referido projeto, conforme previsto

Leia mais

10º FÓRUM INTERNACIONAL DE TURISMO DO IGUASSU FOZ DO IGUAÇU-PR 15 A 17 DE JUNHO DE 2016 Tema: TURISMO E OS MEGAEVENTOS NO BRASIL

10º FÓRUM INTERNACIONAL DE TURISMO DO IGUASSU FOZ DO IGUAÇU-PR 15 A 17 DE JUNHO DE 2016 Tema: TURISMO E OS MEGAEVENTOS NO BRASIL 10º FÓRUM INTERNACIONAL DE TURISMO DO IGUASSU FOZ DO IGUAÇU-PR 15 A 17 DE JUNHO DE 2016 Tema: TURISMO E OS MEGAEVENTOS NO BRASIL EDITAL PARA SUBMISSÃO DE TRABALHO Objeto: O presente edital versa sobre

Leia mais

PLANO COMERCIAL. 03 a 06. de Agosto de 2015. Centro de Convenções Goiânia - GO. Realização: Promoção:

PLANO COMERCIAL. 03 a 06. de Agosto de 2015. Centro de Convenções Goiânia - GO. Realização: Promoção: PLANO COMERCIAL O melhoramento de plantas, o futuro da agricultura e a soberania nacional 03 a 06 de Agosto de 2015 Centro de Convenções Goiânia - GO Realização: Promoção: APRESENTAÇÃO A Associação Brasileira

Leia mais

1.º Curso de Verão Pesquisa em Comunicação na América Latina Chamada de Propostas (Prazo limite 23/12/2013)

1.º Curso de Verão Pesquisa em Comunicação na América Latina Chamada de Propostas (Prazo limite 23/12/2013) 1 1.º Curso de Verão Pesquisa em Comunicação na América Latina Chamada de Propostas (Prazo limite 23/12/2013) Realizadores: Associação Latino-Americana de Investigadores da Comunicação (ALAIC), Universidade

Leia mais

ANEXO I. PROJETO DE LONGA DURAÇÃO

ANEXO I. PROJETO DE LONGA DURAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA REITORIA ANEXO I. PROJETO DE LONGA DURAÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1 Título do Projeto: Políticas públicas: a cultura como fator de desenvolvimento econômico

Leia mais

III SEMINÁRIO NACIONAL METRÓPOLE: GOVERNO, SOCIEDADE E TERRITÓRIO II COLÓQUIO INTERNACIONAL METRÓPOLES EM PERSPECTIVAS

III SEMINÁRIO NACIONAL METRÓPOLE: GOVERNO, SOCIEDADE E TERRITÓRIO II COLÓQUIO INTERNACIONAL METRÓPOLES EM PERSPECTIVAS III SEMINÁRIO NACIONAL METRÓPOLE: GOVERNO, SOCIEDADE E TERRITÓRIO II COLÓQUIO INTERNACIONAL METRÓPOLES EM PERSPECTIVAS TERRITÓRIO USADO E CARTOGRAFIA DA AÇÃO: NOVOS ELEMENTOS PARA A GESTÃO METROPOLITANA

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA N.º

TERMO DE REFERÊNCIA N.º MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO E DIVERSIDADE DIRETORIA DE EDUCAÇÃO INTEGRAL, DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA COORDENAÇÃO GERAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL TERMO DE REFERÊNCIA

Leia mais

ESPAÇO INOVAÇÃO 2015 ITS

ESPAÇO INOVAÇÃO 2015 ITS CIAB FEBRABAN 2015 25 Anos XXV Congresso e Exposição de Tecnologia da Informação das Instituições Financeiras Transamérica Expo Center 16 a 18 Junho de 2015 INTRODUÇÃO O ITS com apoio da FEBRABAN organizará,

Leia mais

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014

Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014 Faça parte da nossa história! Plano de Patrocínio 2º semestre 2014 Sobre a FNQ História Criada em 1991, por um grupo de representantes dos setores público e privado, a Fundação Nacional da Qualidade (FNQ)

Leia mais

GUIA DE EXPOSIÇÃO E PATROCÍNIO. Uma parceria:

GUIA DE EXPOSIÇÃO E PATROCÍNIO. Uma parceria: GUIA DE EXPOSIÇÃO E PATROCÍNIO Uma parceria: (ISC)² Security Congress Latin America Com o crescimento das ameaças e ataques cibernéticos, o objetivo do (ISC)² Security Congress Latin America é difundir

Leia mais

Projeto de Patrocínio. Curitiba - PR. 7 Fórum de Tecnologia em Software Livre

Projeto de Patrocínio. Curitiba - PR. 7 Fórum de Tecnologia em Software Livre Projeto de Patrocínio Curitiba - PR 2015 2014 VI FÓRUM TECNO SOFTW LIVRE VI Fó Te So Liv 16 a 18 de setembro de 2015 Curitiba PR Brasil Sumário 1 Apresentação...1 2 Local, data e site...1 3 Público alvo...1

Leia mais

Regulamento Prêmio Bom Design 2015

Regulamento Prêmio Bom Design 2015 Regulamento Prêmio Bom Design 2015 (Projetos de janeiro de 2014 até julho 2015) a. CARACTERIZAÇÃO O Prêmio Bom Design é uma premiação dos trabalhos de graduação e equivalentes das instituições de ensino

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA CONFERÊNCIA EM DIREITO AMBIENTAL. CHILE 2015

PROCESSO SELETIVO PARA CONFERÊNCIA EM DIREITO AMBIENTAL. CHILE 2015 PROCESSO SELETIVO PARA CONFERÊNCIA EM DIREITO AMBIENTAL. CHILE 2015 CONFERENCIA INTERNACIONAL: ADJUDICACIÓN DE CONTROVERSIAS AMBIENTALES VALDIVIA, CHILE. ORGANIZAÇÃO: TERCEIRO TRIBUNAL AMBIENTAL DO CHILE,

Leia mais

I. De uma maneira geral, do que trata a sua pesquisa? Qual é a área temática?

I. De uma maneira geral, do que trata a sua pesquisa? Qual é a área temática? 1 SITES GOVERNAMENTAIS ENQUANTO MECANISMOS DE INFORMAÇÃO, TRANSPARÊNCIA E PARTICIPAÇÃO: TEORIA, INSTITUIÇÕES E ATORES Joscimar Souza Silva 1 Mestrando Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) Resumo:

Leia mais

EDITAL 2012 PARA APOIO À REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES ARTÍSTICO - CULTURAIS NA UFSCar - CCult

EDITAL 2012 PARA APOIO À REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES ARTÍSTICO - CULTURAIS NA UFSCar - CCult EDITAL 2012 PARA APOIO À REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES ARTÍSTICO - CULTURAIS NA UFSCar - CCult JUSTIFICATIVA O estatuto da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) no Capítulo 1, artigo 3º. define como finalidade

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR)

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultor para a elaboração e execução do Projeto Conceitual e do Planejamento

Leia mais

EXECUÇÃO DE PROGRAMAS ESTRATÉGICOS

EXECUÇÃO DE PROGRAMAS ESTRATÉGICOS EXECUÇÃO DE PROGRAMAS ESTRATÉGICOS 6º FÓRUM NACIONAL DE ESTRATÉGIA NA PRÁTICA & GESTÃO POR PROCESSOS Conteúdo da Apresentação Modelo de Gestão de Porto Alegre Alinhamento Planejamento Estratégico e Orçamento

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org FÓRUM SOCIAL MUNDIAL 2002 DETALHAMENTO DE ATIVIDADES Secretaria Executiva/SP Comitê Organizador

Leia mais

PROJETOS ESPECIAIS JL

PROJETOS ESPECIAIS JL PERFIL DE LONDRINA 2 a cidade do Paraná com o maior número de indústrias e empresas ligadas ao comércio. 24 a cidade com maior frota de veículos do Brasil. Possui o maior centro de pesquisas em soja do

Leia mais

Participação Social como Método de Governo. Secretaria-Geral da Presidência da República

Participação Social como Método de Governo. Secretaria-Geral da Presidência da República Participação Social como Método de Governo Secretaria-Geral da Presidência da República ... é importante lembrar que o destino de um país não se resume à ação de seu governo. Ele é o resultado do trabalho

Leia mais

PROPOSTA DE PATROCÍNIO 2015

PROPOSTA DE PATROCÍNIO 2015 VII Congresso de Reestruturação e Recuperação de Empresas PROPOSTA DE PATROCÍNIO 2015 LOCAL: HOTEL RENAISSANCE - SP A TMA Brasil TMA Brasil é o capítulo brasileiro da Turnaround Management Association,

Leia mais

PROGRAMA CIDADES SUSTENTÁVEIS

PROGRAMA CIDADES SUSTENTÁVEIS PROGRAMA CIDADES SUSTENTÁVEIS 2014 1 Índice 1. Contexto... 3 2. O Programa Cidades Sustentáveis (PCS)... 3 3. Iniciativas para 2014... 5 4. Recursos Financeiros... 9 5. Contrapartidas... 9 2 1. Contexto

Leia mais

PROJETO OUVIDORIA VAI À ESCOLA

PROJETO OUVIDORIA VAI À ESCOLA PROJETO OUVIDORIA VAI À ESCOLA SALVADOR 2012 GOVERNADOR Jaques Wagner VICE-GOVERNADOR Otto Alencar SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO Osvaldo Barreto Filho SUB-SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO Aderbal de Castro Meira Filho

Leia mais

É a oportunidade de promoção da marca da empresa ou do produto junto aos especialistas durante um longo período.

É a oportunidade de promoção da marca da empresa ou do produto junto aos especialistas durante um longo período. ESPAÇOS PUBLIICIITÁRIIOS DO EVENTO 1.. SIIMPÓSIIO SATÉLIITE A empresa poderá organizar um simpósio no auditório principal, veiculando sua logomarca em banners e faixas, distribuindo brindes, resumo das

Leia mais

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL Eixos Temáticos, Diretrizes e Ações Documento final do II Encontro Nacional de Educação Patrimonial (Ouro Preto - MG, 17 a 21 de julho

Leia mais

Resenha Internet e Participação Política no Brasil

Resenha Internet e Participação Política no Brasil Resenha Internet e Participação Política no Brasil (Orgs. MAIA, Rousiley Celi Moreira; GOMES, Wilson; MARQUES, Paulo Jamil Almeida. Porto Alegre: Ed. Sulina, 2011.) Átila Andrade de CARVALHO 1 A democracia

Leia mais

Nossa Visão. E, por meio da Divisão Global Santander Universidades, reforça seu compromisso com a comunidade acadêmica

Nossa Visão. E, por meio da Divisão Global Santander Universidades, reforça seu compromisso com a comunidade acadêmica Nossa Visão O Santander acredita que o investimento no ensino superior é a forma mais direta e eficaz de apostar no desenvolvimento nos 20 países em que está presente E, por meio da Divisão Global Santander

Leia mais

Mobilização e Participação Social no

Mobilização e Participação Social no SECRETARIA-GERAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Mobilização e Participação Social no Plano Brasil Sem Miséria 2012 SUMÁRIO Introdução... 3 Participação

Leia mais

SOMOS TOD@S UFRB. Síntese da Proposta de Trabalho

SOMOS TOD@S UFRB. Síntese da Proposta de Trabalho SOMOS TOD@S UFRB Síntese da Proposta de Trabalho Chapa SOMOS TOD@S UFRB Reitor: Silvio Soglia Vice-Reitora: Georgina Gonçalves "Aquele que quer aprender a voar um dia precisa primeiro aprender a ficar

Leia mais

Local e data: Brasília/DF, ------- de ------------------ de 2013. Assinatura do Consultor:

Local e data: Brasília/DF, ------- de ------------------ de 2013. Assinatura do Consultor: Projeto PNUD BRA/12/018 Documento com as propostas de wireframes, telas e userstories para o tema padrão do portal contendo definições, orientações e códigos. Consultor (a): Fabiano Rangel Cidade Contrato

Leia mais

1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014

1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014 1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014 1 INTRODUÇÃO O 1º Prêmio de Comunicação Grupo SMS 2014, com o tema Mobilidade Urbana é uma iniciativa do Grupo SMS, formado pelas empresas Auto Viação Salineira,

Leia mais

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI ANEXO III Cronograma detalhado do PROAVI 65 PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA PUC-CAMPINAS CRONOGRAMA COMPLEMENTAR DETALHANDO AS ATIVIDADES E AS AÇÕES DE DIVULGAÇÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

Leia mais

FCGTURH III FÓRUM CIENTÍFICO DE GASTRONOMIA,

FCGTURH III FÓRUM CIENTÍFICO DE GASTRONOMIA, FCGTURH III 18, 19 e 20 DE NOVEMBRO DE Tema: A INOVAÇÃO E A INTERNACIONALIZAÇÃO NO ENSINO E NA PESQUISA EM GASTRO- NOMIA, PROMOÇÃO ABBTUR Seccional Santa Catarina UNIVALI Universidade do Vale do Itajaí

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO TRIÉNIO 2014-2016

PLANO ESTRATÉGICO TRIÉNIO 2014-2016 PLANO ESTRATÉGICO TRIÉNIO 2014-2016 MENSAGEM INICIAL Assimilar um saber, um conteúdo, uma praxis em Terapia da Fala é uma condição sine quo non para que haja uma base científica. Contudo, esta base de

Leia mais

ANEXO V À RESOLUÇÃO Nº XX/2015, DE XX DE XXXX DE 2015.

ANEXO V À RESOLUÇÃO Nº XX/2015, DE XX DE XXXX DE 2015. ANEXO V À RESOLUÇÃO Nº XX/2015, DE XX DE XXXX DE 2015. 1 OBJETIVO O objetivo deste documento é estipular um plano de ação para criar e gerenciar perfis do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1.1 APRESENTAÇÃO O Plano de Comunicação e Participação Social subsidiará a elaboração do Plano Diretor de Mobilidade Urbana, criando as bases para

Leia mais

2015 Oportunidades de Auspicios

2015 Oportunidades de Auspicios 2015 Oportunidades de Auspicios officialsite POR QUE SER UM PATROCINADOR Posicionar sua Empresa, Instituição ou Organismo frente aos principais líderes da indústria mundial. Obter uma exposição única no

Leia mais

Dias 12 e 13 de fevereiro de 2014 João Pessoa - Paraíba

Dias 12 e 13 de fevereiro de 2014 João Pessoa - Paraíba Realização: Apoio Técnico e Institucional Secretaria do Estado da Educação Dias 12 e 13 de fevereiro de 2014 João Pessoa - Paraíba Dia 12 de fevereiro de 2014 15h Novas e antigas tecnologias devem se combinar

Leia mais

PRÊMIO CNH INDUSTRIAL DE JORNALISMO ECONÔMICO

PRÊMIO CNH INDUSTRIAL DE JORNALISMO ECONÔMICO PRÊMIO CNH INDUSTRIAL DE JORNALISMO ECONÔMICO REGULAMENTO EDIÇÃO 2015 O Prêmio CNH Industrial de Jornalismo Econômico é um concurso cultural, promovido pela CNH Industrial, que tem como objetivo valorizar

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Prefeitura Municipal de Cachoeiro de Itapemirim - ES PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Introdução O Programa Municipal de Educação Ambiental estabelece diretrizes, objetivos, potenciais participantes, linhas

Leia mais

DESENHANDO O FUTURO 2011 1º Congresso Nacional de Design - REGULAMENTO

DESENHANDO O FUTURO 2011 1º Congresso Nacional de Design - REGULAMENTO DESENHANDO O FUTURO 2011 1º Congresso Nacional de Design - REGULAMENTO Chamada de artigos Convidamos acadêmicos, pesquisadores, professores e estudantes a participarem do DESENHANDO O FUTURO 2011 1º Congresso

Leia mais

PROJETO COMERCIAL NOVAS DIRETRIZES PRODUÇÃO ANIMAL: De 11 a 14 de Novembro de 2014 CENTRO DE CONVENÇÕES LUÍS EDUARDO MAGALHÃES ILHÉUS - BAHIA - BRASIL

PROJETO COMERCIAL NOVAS DIRETRIZES PRODUÇÃO ANIMAL: De 11 a 14 de Novembro de 2014 CENTRO DE CONVENÇÕES LUÍS EDUARDO MAGALHÃES ILHÉUS - BAHIA - BRASIL PROJETO COMERCIAL BEM VINDOS AO CNPA 2014 IX CONGRESSO NORDESTINO DE PRODUÇÃO ANIMAL A Sociedade Nordestina de Produção Animal (SNPA) é uma instituição científica de pesquisa, de âmbito regional, que congrega

Leia mais

Manual para envio de candidaturas

Manual para envio de candidaturas Manual para envio de candidaturas Encontro Nacional de Coordenadores de Curso de Engenharia de Produção e/ou Encontro Nacional de Engenharia de Produção Guia elaborado em junho/2014 por Gabriela Olivato

Leia mais

3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA

3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA 3601 - SECRETARIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS - ADMINISTRAÇÃO DIRETA Legislação: Lei nº 15.506, de 31 de julho de 1991; Decreto nº 15.813, de 24 de abril de 1992; Lei nº 15.738, de

Leia mais

1. Apresentação. 2. Pontos Fixos de Comercialização Solidária

1. Apresentação. 2. Pontos Fixos de Comercialização Solidária Edital de Seleção de Pontos Fixos de Comercialização Solidária Candidatos para Participar da Rede Brasileira de Comercialização Solidária - Rede Comsol (Edital - Ubee/Ims N. 01/2014) 1. Apresentação A

Leia mais

Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras

Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras 1. Introdução O Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras foi idealizado pelo Conselho Gestor da Escola,

Leia mais

Dinâmica e Regras de Participação

Dinâmica e Regras de Participação Dinâmica e Regras de Participação 1. Objetivo O Programa Avançado de Planejamento Financeiro Pessoal promovido pelo IBCPF visa proporcionar aos participantes a experiência de desenvolver, na prática, um

Leia mais

Participação política na internet: o caso do website Vote na web

Participação política na internet: o caso do website Vote na web Participação política na internet: o caso do website Vote na web Lívia Cadete da Silva 1 Lucas Arantes Zanetti 2 Orientadora: Caroline Kraus Luvizotto 3 Universidade Estadual Paulista, Bauru, SP RESUMO

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO 001/2015

EDITAL DE SELEÇÃO 001/2015 EDITAL DE SELEÇÃO 001/2015 A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e em Matemática PPGECM/UFPR, conforme decisão do Colegiado, torna pública a abertura de inscrições à seleção

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA DADOS DA CONSULTORIA

TERMO DE REFERÊNCIA DADOS DA CONSULTORIA TERMO DE REFERÊNCIA DADOS DA CONSULTORIA Função no Projeto: Contratação de consultoria especializada para desenvolver e implementar estratégias de impacto e sustentabilidade da Campanha Coração Azul no

Leia mais

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social II Fórum de Informação em Saúde IV Encontro da Rede BiblioSUS O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social Maria de Fátima Ramos Brandão Outubro/2007 1 Apresentação O Projeto Casa Brasil Modelos

Leia mais

PRÓ-DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU - PROPESP POLÍTICA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

PRÓ-DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU - PROPESP POLÍTICA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU PRÓ-DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU - PROPESP POLÍTICA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU A Pesquisa e a Pós-Graduação Stricto Sensu são atividades coordenadas por uma mesma

Leia mais

SOBRATEMA CONGRESSO 2013 05 a 07 de junho de 2013

SOBRATEMA CONGRESSO 2013 05 a 07 de junho de 2013 SOBRATEMA CONGRESSO 2013 05 a 07 de junho de 2013 O Sobratema Congresso l Edificações & Obras de Infraestrutura vem sendo uma oportunidade ímpar de difundir informações e trocar experiências entre os profissionais,

Leia mais

Fomento a Projetos Culturais nas Áreas de Música e de Artes Cênicas

Fomento a Projetos Culturais nas Áreas de Música e de Artes Cênicas Programa 0166 Música e Artes Cênicas Objetivo Aumentar a produção e a difusão da música e das artes cênicas. Público Alvo Sociedade em geral Ações Orçamentárias Indicador(es) Número de Ações 7 Taxa de

Leia mais

Evento de Lançamento do Processo ISE 2015

Evento de Lançamento do Processo ISE 2015 Evento de Lançamento do Processo ISE 2015 25 de fevereiro de 2015 Carteira ISE 2015 R$ 1.224.784.660.586,93-49,87% do valor total de mercado (base 24/11/2014) Carteira ISE 2015 R$ 1.224.784.660.586,93-49,87%

Leia mais

Documento referencial: uma contribuição para o debate

Documento referencial: uma contribuição para o debate Documento referencial: uma contribuição para o debate desenvolvimento integração sustentável participação fronteiriça cidadã 1. Propósito do documento O presente documento busca estabelecer as bases para

Leia mais

Workshops de Revisão Março 2015

Workshops de Revisão Março 2015 Workshops de Revisão Março 2015 Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVces) Escola de Administração de Empresas da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP) GVces Criado em 2003, o GVces é uma iniciativa da

Leia mais

AGENDA. O Portal Corporativo. Arquitetura da Informação. Metodologia de Levantamento. Instrumentos Utilizados. Ferramentas

AGENDA. O Portal Corporativo. Arquitetura da Informação. Metodologia de Levantamento. Instrumentos Utilizados. Ferramentas AGENDA O Portal Corporativo Arquitetura da Informação Metodologia de Levantamento Instrumentos Utilizados Ferramentas PORTAL CORPORATIVO Na sociedade da informação é cada vez mais presente a necessidade

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS São Paulo Presença nacional, reconhecimento mundial. Conheça a Fundação Dom Cabral Uma das melhores escolas de negócios do mundo, pelo ranking de educação executiva

Leia mais

1 a MOSTRA NACIONAL DE SAÚDE DA CRIANÇA APRESENTAÇÃO

1 a MOSTRA NACIONAL DE SAÚDE DA CRIANÇA APRESENTAÇÃO 1 1 a MOSTRA NACIONAL DE SAÚDE DA CRIANÇA APRESENTAÇÃO O compromisso do Brasil com os Objetivos do Milênio, de redução da mortalidade infantil, coloca como prioritárias as ações que se dirigem à saúde

Leia mais

PLANO DE TRABALHO Período: 2014/2015 1 CONTEXTO INSTITUCIONAL

PLANO DE TRABALHO Período: 2014/2015 1 CONTEXTO INSTITUCIONAL PLANO DE TRABALHO Período: 2014/2015 1 CONTEXTO INSTITUCIONAL De 1999 até o ano de 2011 o Instituto Adventista de Ensino do Nordeste (IAENE) congregava em seu espaço geográfico cinco instituições de ensino

Leia mais

CHAMADA DE ARTIGOS do SUPLEMENTO TEMÁTICO A EDUCAÇÃO POPULAR EM SAÚDE NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE

CHAMADA DE ARTIGOS do SUPLEMENTO TEMÁTICO A EDUCAÇÃO POPULAR EM SAÚDE NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE 1 CHAMADA DE ARTIGOS do SUPLEMENTO TEMÁTICO A EDUCAÇÃO POPULAR EM SAÚDE NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE No dia 16 de novembro último, durante o 10o Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, realizado em Porto

Leia mais

1. Introdução. 2. Objetivo

1. Introdução. 2. Objetivo Termos de Referência (TDR) para a contratação de um consultor individual (CI) ou consultoria para o componente 2: " Benchmarking de regulamentações para produtos químicos" do projeto "Estratégia Regional

Leia mais

ANEXO Indicadores ENP! Tabela

ANEXO Indicadores ENP! Tabela ANEXO Indicadores ENP! Tabela Rua Bruxelas, nº 169 São Paulo - SP CEP 01259-020 Tel: (11) 2506-6570 escravonempensar@reporterbrasil.org.br www.escravonempensar.org.br Diminuir o número de trabalhadores

Leia mais

Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido.

Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido. Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido. Criar novos mecanismos de intercâmbio e fortalecer os programas de intercâmbio já existentes,

Leia mais

portais corporativos

portais corporativos agenda portais corporativos O portal como ferramenta de engajamento e interatividade D 11 de Dezembro? Hotel Staybridge São Paulo W Mantenha os seus pertences à vista. A Corpbusiness não se responsabiliza

Leia mais

Fundo Brasileiro para a Biodiversidade

Fundo Brasileiro para a Biodiversidade TERMO DE REFERÊNCIA nº 013/2015 Contratação na Área de Projetos Especiais Responsável: Leonardo Geluda Setor: Área de Projetos Especiais Rio de Janeiro, 2 de junho de 2015 1. Identificação Recrutamento

Leia mais

Política da IFC sobre Divulgação de Informações Análise e Atualização Visão Geral do Processo de Consulta e Participação

Política da IFC sobre Divulgação de Informações Análise e Atualização Visão Geral do Processo de Consulta e Participação Política da IFC sobre Divulgação de Informações Análise e Atualização Visão Geral do Processo de Consulta e Participação Corporação Financeira Internacional 26 de agosto de 2009 SUMÁRIO PÁGINA Resumo executivo...

Leia mais

Proponente: Associação Paranaense de Cultura Executor: Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Proponente: Associação Paranaense de Cultura Executor: Pontifícia Universidade Católica do Paraná Proponente: Associação Paranaense de Cultura Executor: Pontifícia Universidade Católica do Paraná Metodologias de Avaliação de Estratégias de Promoção de Saúde no Brasil Março 2006 1. Justificativa A avaliação

Leia mais

NOVAS OPORTUNIDADES Congressos. Seminários. Credit Field Trips. CMSpeople.com

NOVAS OPORTUNIDADES Congressos. Seminários. Credit Field Trips. CMSpeople.com NOVAS OPORTUNIDADES Congressos. Seminários. Credit Field Trips. Bem-vindo à CMS 380 EVENTOS 4.500 ORADORES 20 PAÍSES +100.000 EXECUTIVOS 220.000 VISITAS EM NOSSAS PÁGINAS 140 MEIOS 55.000 SEGUIDORES VIA

Leia mais

Projeto Empreendedores Cívicos

Projeto Empreendedores Cívicos Projeto Empreendedores Cívicos I. Conceito Empreendedores Cívicos são agentes de inovação social que fomentam e promovem transformações positivas em benefício da coletividade rumo a um Brasil Sustentável.

Leia mais

PLANEJAMENTO E GESTÃO PARTICIPATIVA

PLANEJAMENTO E GESTÃO PARTICIPATIVA PLANEJAMENTO E GESTÃO PARTICIPATIVA A EXPERIÊNCIA DA PREFEITURA DE PORTO ALEGRE Conteúdo da Apresentação Evolução do Modelo de Gestão de Porto Alegre Estruturas Coletivas de Gestão Mapa e Programas Estratégicos

Leia mais

JORNAL DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE OUVIDORES/OMBUDSMAN

JORNAL DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE OUVIDORES/OMBUDSMAN JORNAL DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE OUVIDORES/OMBUDSMAN 2 Edição Outubro / 2014 PALAVRA DO PRESIDENTE A nossa ABO realizou o XVII CONGRESSO BRASILEIRO DE OUVIDORES/ OMBUDMAN em Florianópolis nos dias 18,

Leia mais

UHE SANTO ANTÔNIO DE JARI

UHE SANTO ANTÔNIO DE JARI UHE SANTO ANTÔNIO DE JARI PLANO DE TRABALHO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PCS Plano de Trabalho ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. OBJETIVO... 1 2.1. Objetivos Específicos... 1 3. PÚBLICO ALVO... 2 4. METAS... 2 5.

Leia mais

PROJETO BRA/04/029. Seleciona CONSULTOR na modalidade PRODUTO* MAPEAMENTO DE

PROJETO BRA/04/029. Seleciona CONSULTOR na modalidade PRODUTO* MAPEAMENTO DE PROJETO BRA/04/029 Seleciona CONSULTOR na modalidade PRODUTO* MAPEAMENTO DE Os currículos deverão ser encaminhados para o endereço eletrônico seguranca.cidada@mj.gov.br até o dia 20 de dezembro de 2015.

Leia mais

Oportunidades de Patrocínio. cloudstackday. 12/02/2015 São Paulo. Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo

Oportunidades de Patrocínio. cloudstackday. 12/02/2015 São Paulo. Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo Oportunidades de Patrocínio 12/02/2015 São Paulo Auditório István Jancsó Universidade de São Paulo Situação do mercado brasileiro de TI O Brasil vive um déficit de mão-de-obra qualificada, especialmente

Leia mais

Sistematização do GT Capoeira, profissionalização, organização social e. internacionalização

Sistematização do GT Capoeira, profissionalização, organização social e. internacionalização 1 Sistematização do GT Capoeira, profissionalização, organização social e internacionalização Introdução: O Grupo de Trabalho Capoeira, Profissionalização, Organização Social e Internacionalização se reuniu

Leia mais

Com a sua atuação pró-ativa a SUCESU trouxe diversos benefícios em prol do setor que representa no Brasil, podendo destacar:

Com a sua atuação pró-ativa a SUCESU trouxe diversos benefícios em prol do setor que representa no Brasil, podendo destacar: Introdução É grande a parcela da população das nações mais desenvolvidas do mundo que está se organizando em sociedades e associações civis que defendem interesses comuns. Essas pessoas já perceberam que

Leia mais

MANUAL DE ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS SANKHYA

MANUAL DE ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS SANKHYA MANUAL DE ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS SANKHYA Produção: Marketing Sankhya sankhya@sankhya.com.br 34 3239 0732 MANUAL DE ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS SANKHYA Questões importantes para o processo de desenvolvimento

Leia mais

18 de setembro de 2013 Bahia Othon Palace Hotel Salvador BA

18 de setembro de 2013 Bahia Othon Palace Hotel Salvador BA 18 de setembro de 2013 Bahia Othon Palace Hotel Salvador BA DIRETORIA EXECUTIVA Ana Claudia Athayde Presidente Emydio Andrade Palmeira Vice-Presidente Patrícia Otero Nogueira Diretora Financeiro COORDENAÇÃO

Leia mais

Procedimentos para Organização de Eventos da SBF. Aos Coordenadores

Procedimentos para Organização de Eventos da SBF. Aos Coordenadores Procedimentos para Organização de Eventos da SBF Aos Coordenadores Atenção: Os preparativos dos eventos devem começar, no mínimo, oito meses antes. 1) CONSIDERAÇÕES GERAIS Esta cartilha de instruções destina-se

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PARA A ECONOMIA CÍVICA PORTUGAL

ASSOCIAÇÃO PARA A ECONOMIA CÍVICA PORTUGAL ASSOCIAÇÃO PARA A ECONOMIA CÍVICA PORTUGAL MISSÃO A Associação para a Economia Cívica Portugal é uma Associação privada, sem fins lucrativos cuja missão é: Promover um novo modelo de desenvolvimento económico

Leia mais

ANEXO IV - Configuração tecnológica exigida... 15 ANEXO V Ficha de Inscrição... 16

ANEXO IV - Configuração tecnológica exigida... 15 ANEXO V Ficha de Inscrição... 16 EDITAL DE SELEÇÃO SUMÁRIO 1. Apresentação... 01 2. Objetivo geral... 04 3. Objetivo específico... 04 4. Duração... 04 5. Público-alvo... 04 6. Critérios de seleção dos municípios... 04 7. Contrapartidas

Leia mais

AVISO DE RETIFICAÇÃO II CREDENCIAMENTO N.º 502/2009

AVISO DE RETIFICAÇÃO II CREDENCIAMENTO N.º 502/2009 AVISO DE RETIFICAÇÃO II CREDENCIAMENTO N.º 502/2009 O SESI/SENAI - PR, torna pública a RETIFICAÇÃO referente ao Edital de CREDENCIAMENTO N.º 502/2009, conforme segue: Fica Incluído no ANEXO III - ÁREAS

Leia mais

Ideias Criativas em Práticas Inovadoras

Ideias Criativas em Práticas Inovadoras Ideias Criativas em Práticas Inovadoras O Concurso Inovação na Gestão Pública Federal é promovido anualmente, desde 1996, pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap), em parceria com o Ministério

Leia mais

REGULAMENTO DO XII SEMINÁRIO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM TURISMO - ANPTUR

REGULAMENTO DO XII SEMINÁRIO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM TURISMO - ANPTUR REGULAMENTO DO XII SEMINÁRIO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM TURISMO - ANPTUR UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE 29 de setembro a 2 de outubro de 2015 Tema do evento:

Leia mais