RESOLUÇÃO Nº 19/04-CEPE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESOLUÇÃO Nº 19/04-CEPE"

Transcrição

1 RESOLUÇÃO Nº 19/04-CEPE Fixa o Currículo Pleno do Curso de Farmácia, do Setor de Ciências da Saúde. O, órgão normativo, consultivo e deliberativo da Administração Superior, no uso de suas atribuições conferidas pelo Artigo 21 do Estatuto da Universidade Federal do Paraná, RESOLVE: Art. 1º - O Currículo Pleno do Curso de Farmácia, do Setor de Ciências da Saúde, é constituído das seguintes disciplinas, práticas educativas e práticas profissionais: I. FORMAÇÃO BÁSICA Metodologia Farmacêutica Anatomia Geral - Farmácia Biologia Celular Fundamental dos Seres Vivos Química Geral Química Geral Experimental Química Inorgânica Biologia Celular e Tecidual dos Organismos Vivos Fisiologia Humana - Farmácia Bioquímica da Célula Química Analítica Fundamental Princípios de Físico-Química Físico-Química Experimental IV Química Orgânica Fundamental Patologia Aplicada à Farmácia Imunologia Aplicada à Farmácia Microbiologia Aplicada à Farmácia Farmacologia I Introdução à Bioquímica dos Tecidos Animais Genética para o Curso de Farmácia Cromatografia e Espectroscopia Química Orgânica II Botânica para Farmácia Parasitologia Aplicada à Farmácia Atuação Profissional em Farmácia Epidemiologia Química Medicinal Farmacêutica Química Orgânica Experimental Ciência de Alimentos Radioisótopos Aplicados à Farmácia II. FORMAÇÃO PROFISSIONAL ESPECÍFICA

2 Continuação da Resolução n fls. 02 Micologia Clínica Síntese de Fármacos Bromatologia Física Industrial Farmacognosia I Farmacotécnica III Farmacologia II Imunologia Clínica Sistemas da Qualidade Processamento e Conservação de Alimentos Farmácia Hospitalar Saúde Ambiental Farmacotécnica IV Farmacognosia II Hematologia I Citologia Clínica A Bioquímica Clínica I Tecnologia de Alimentos Dietéticos e Funcionais Saúde Publica I Toxicologia Geral Fitoquímica III Hematologia II Bioquímica Clínica II Bacteriologia Clínica Enzimologia e Tecnologia das Fermentações III Monografia I Atenção Farmacêutica I Vigilância Sanitária Tecnologia Farmacêutica I Tecnologia de Cosméticos Farmacotécnica Homeopática Deontologia Farmacêutica e Legislação Aplicada à Farmácia Toxicologia Clínica Enzimologia e Tecnologia das Fermentações IV Atenção Farmacêutica II Administração Farmacêutica Controle Biológico de Qualidade Parasitologia Clínica Controle de Qualidade Físico-Químico Monografia II Estágio Obrigatório de Observação A Estágio Obrigatório de Observação B Estágio Obrigatório de Observação C Estágio Obrigatório de Vivência Profissional A Estágio Obrigatório de Vivência Profissional B Estágio Obrigatório de Vivência Profissional C Estágio Obrigatório Profissionalizante A Estágio Obrigatório Profissionalizante B Estágio Obrigatório Profissionalizante C

3 Continuação da Resolução n fls. 03 III. FORMAÇÃO COMPLEMENTAR OPTATIVA (O aluno deverá cursar um mínimo de 240 horas dentre) Estágio Optativo de Aperfeiçoamento A Estágio Optativo de Aperfeiçoamento B Estágio Optativo de Aperfeiçoamento C Primeiros Socorros Virologia Controle e Gerenciamento da Qualidade Analítica Biologia Molecular: Princípios e Aplicações no Laboratório Clínico Toxicologia de Alimentos Controle Microbiológico de Alimentos Estatística II Saúde e Sociedade Imunogenética Básica Princípios Genéticos em Biotecnologia Tópicos de Genética Humana I Genética de Populações Citogenética Animal Art.2 - A integralização do currículo do curso de Farmácia não pode ocorrer em menos de 10 (dez) semestres ou mais de 15 (quinze) semestres, com as seguintes cargas horárias: Disciplinas Teórica Prática Total Formação Básica Formação Profissional Específica Estágio 900 Formação Complementar Optativa 240 Atividades Complementares 411 Tutoria 15 Total Geral 5496 Parágrafo único - Para efeitos de matrícula, a carga horária semanal poderá oscilar entre o mínimo de 24 (vinte e quatro) e o máximo de 37 (trinta e sete) horas. Art. 3º - O Estágio Supervisionado será regulamentado pela Comissão Organizadora do Estágio e terá duração de 900 horas, mais 200 horas de Estágio Voluntário, conforme estabelecido no artigo 5º. Parágrafo único Os estágios do décimo período realizar-se-ão em 20 (vinte) semanas. Art. 4º - A Carga horária do Estágio do 6º período deverá ser cumprida no Laboratório Escola, na Farmácia Escola e demais laboratórios que compõem o Curso de Graduação em Farmácia. Art. 5º - O aluno deverá cumprir, ainda, mais 411 horas de Atividades Complementares, sendo que destas, 200 horas deverão ser cumpridas em Estágios Voluntários. O Comissão Orientadora de Estágio -COE procederá análise e validação das mesmas, mediante documentação comprobatória apresentada pelo discente.

4 Continuação da Resolução n fls. 04 Art. 6º - As disciplinas FAR001 Monografia I, FAR002 Monografia II e FAR003 Tutoria, ficarão sob a responsabilidade da Coordenação do Curso. Parágrafo único Da disciplina FAR003 só será exigida freqüência. Art. 7º - Fica instituído o Conselho de Classe do Curso de Farmácia. Art. 8º - Acompanham a presente Resolução a Periodização Recomendada (Anexo I), o Plano de Adaptação Curricular (Anexo II), e o Regimento do Conselho de Classe do Curso de Farmácia (Anexo III). Art. 9º - Os alunos alcançados pela presente Resolução terão seus créditos adaptados pela Coordenação do Curso. Art Esta Resolução entra em vigor a partir de 2004 revogando-se as demais disposições em contrário. Sala de Sessões,

5 Continuação da Resolução n fls. 05 ANEXO I PERIODIZAÇÃO RECOMENDADA CÓDIGO DISCIPLINA C. H. SEMANAL CRÉD. PRÉ-REQ. 1 Período AT AP EST TOT MB023 Metodologia Farmacêutica MB040 Atuação Profissional em Farmácia MP023 Estágio Obrigatório de Observação A BA011 Anatomia Geral Farmácia BC034 Biologia Celular Fundamental dos Seres Vivos MB056 Estágio Obrigatório de Observação B CQ108 Química Geral CQ109 Química Geral Experimental CQ106 Química Inorgânica MB057 Estágio Obrigatório de Observação C Período MS049 Epidemiologia MB023 BC035 Biologia Celular e Tecidual do Organismo Humano BC034 BF028 Fisiologia Humana - Farmácia BA011BQ013 BQ013 Bioquímica da Célula BC034CQ108 CQ096 Química Analítica Fundamental CQ110 Princípios de Físico-Química CQ108 CQ111 Físico-Química Experimental IV CQ109 CQ094 Química Orgânica Fundamental º Período BP323 Patologia Aplicada à Farmácia BP324 Imunologia Aplicada à Farmácia BP321 Microbiologia Aplicada à Farmácia BC034BQ013 BQ027 Bioquímica Animal I BQ013 BG035 Genética para o Curso de Farmácia CQ040 Cromatografia e Espectroscopia MB064 Química Medicinal Farmacêutica CQ094CQ110CQ111 CQ107 Química Orgânica II CQ094 CQ095 Química Orgânica Experimental MB048 Ciência de Alimentos BQ013 33

6 Continuação da Resolução n fls. 06 4º Período BT013 Farmacologia I BF028BQ027 BB062 Botânica para Farmácia MB051 Radioisótopos Aplicados à Farmácia BP322 Parasitologia Aplicada à Farmácia MP015 Micologia Clínica BP321BP323BP324 MB041 Síntese de Fármacos CQ107 MB015 Bromatologia MB212 Física Industrial º Período MB004 Farmacognosia I BB062 MB042 Farmacotécnica III BT013 BT014 Farmacologia II BT013 MP021 Imunologia Clínica BP324BP322 MB052 Sistemas da Qualidade CQ040 MB049 Processamento e Conservação de Alimentos MB015 MB033 Farmácia Hospitalar MS050 Saúde Ambiental BP322BP º Período MB043 Farmacotécnica IV MB042 MB205 Farmacognosia II MB004 MP024 Estágio Obrigatório de Vivência Profissional A BP323BP321BQ013 MP012 Hematologia I MP011 Citologia Clínica A MP008 Bioquímica Clínica I MB058 Estágio Obrigatório de Vivência Profissional B MB050 Tecnologia de Alimentos Dietéticos e Funcionais MB049 MB059 Estágio Obrigatório de Vivência Profissional C BT º Período MS052 Saúde Publica I MS049 MF027 Toxicologia Geral BT014 MB0 Fitoquímica III CQ107 MP013 Hematologia II MP009 Bioquímica Clínica II MP014 Bacteriologia Clínica MB046 Enzimologia e Tecnologia das Fermentações III BP321 FAR001 Monografia I º Período MB038 Atenção Farmacêutica I BT013 MS051 Vigilância Sanitária MS050 MB044 Tecnologia Farmacêutica I MB043 MB014 Tecnologia de Cosméticos MB043 MB035 Farmacotécnica Homeopática II MB042MB043 MF026 Deontologia Farmacêutica e Legislação Aplicada à Farmácia BT013 MF028 Toxicologia Clínica MF027 MB047 Enzimologia e Tecnologia das Fermentações IV MB046

7 Continuação da Resolução n fls º Período MB039 Atenção Farmacêutica II MB038MB064 SA093 Administração Farmacêutica MF026 MB054 Controle Biológico de Qualidade MB047 MP022 Parasitologia Clínica BP322MP021 MB053 Controle de Qualidade Físico-Químico MB º Período MP025 *Estágio Obrigatório Profissionalizante A ou MP022/MP021/ MP014/MP013/ MP009/MP011 MB060 *Estágio Obrigatório Profissionalizante B MB061 *Estágio Obrigatório Profissionalizante C MB043/MB039/MB035 FAR002 Monografia II *ESTÁGIO: O aluno deverá cursar duas modalidades que podem iniciar a partir da metade do 9º período, ou seja, Estágio Obrigatório Profissionalizante (A ou B) e C. O estágio realizar-se-á em 20 semanas. FAR003 - A Tutoria acontece em todos os períodos O aluno deverá, ainda, cursar um mínimo de 240 horas de disciplinas optativas escolhidas dentre: MP026 Estágio Optativo de Aperfeiçoamento A MP022/MP021/ MP014/MP013/ MP009/MP011 MB062 Estágio Optativo de Aperfeiçoamento B MB063 Estágio Optativo de Aperfeiçoamento C MN074 Primeiros Socorros MP017 Virologia MP020 Controle & Gerenciamento da Qualidade Analítica MP008 MP019 Biologia Molecular: Princípios e Aplicações no Laboratório Clínico MF029 Toxicologia de Alimentos MB055 Controle Microbiológico de Qualidade de Alimentos MB049 CE003 Estatística II MS048 Saúde e Sociedade BG030 Imunogenética Básica BG026 Princípios Genéticos em Biotecnologia BG027 Tópicos de Genética Humana I BG028 Genética de Populações I BG034 Citogenética Animal

8 Continuação da Resolução n fls. 08 ANEXO II PLANO DE ADPATAÇÃO CURRICULAR Cód. Res. 09/92-CEPE C.H. Cód. Res. / 2004-CEPE C.H. MB203 Métodos Físicos Aplicados à Farmácia 105 Sem equivalência MB023 Metodologia Famacêutica 15 MB023 Metodologia Famacêutica 15 CQ031 Química Geral B 60 CQ109 CQ108 Química Geral Experimental Química Geral BA011 Anatomia Geral - Farmácia 60 BA011 Anatomia Geral Farmácia 60 CE001 Bioestatística 60 CE003 Estatística II 60 CQ038 Princípios de Química Orgânica 75 CQ107 CQ095 Química Orgânica II Química Orgânica Experimental I CQ032 Química Inorgânica I 30 CQ106 Química Inorgânica 30 CQ039 Mecanismos de Reações Orgânicas 105 CQ094 Química Orgânica Fundamental 60 CQ034 Química Analítica I 60 CQ096 Química Analítica Fundamental 90 CQ035 Química Analítica II 60 CQ096 Química Analítica Fundamental 90 CQ033 Físico-Química D 60 CQ111 CQ110 Físico-Química Experimental IV Princípios de Físico-Química 30 BC006 Citologia II 75 BC034 Biologia Celular e Fundamental dos 60 Seres Vivos BQ013 Bioquímica da Célula 90 BQ013 Bioquímica da Célula 90 BC007 Histologia e Embriologia Geral 75 BC035 Biologia Celular e Tecidual do 60 Organismo Humano CQ015 Análise Orgânica 90 CQ0 40 Cromatografia e Espectroscopia 60 BF028 Fisiologia Humana - Farmácia 90 BF028 Fisiologia Humana - Farmácia 90 BG004 Genética Humana 75 BG035 Genética Aplicada à Farmácia 60 BQ006 Bioquímica Animal 60 BQ027 Bioquímica Animal I 30 BB026 Botânica Aplicada à Farmácia 90 BB062 Botânica Aplicada à Farmácia BP201 Imunologia Básica Aplicada à Farmácia 60 BP324 Imunologia Aplicada à Farmácia BP311 Microbiologia Aplicada à Farmácia 105 BP321 Microbiologia Aplicada à Farmácia 90 BP312 Parasitologia Aplicada à Farmácia 90 BP322 Parasitologia Aplicada à Farmácia 60 BP313 Patologia Geral Aplicada à Farmácia 30 BP323 Patologia Aplicada à Farmácia 30 BT013 Farmacologia I 60 BT013 Farmacologia I 60 BT014 Farmacologia II 60 BT014 Farmacologia II 60 MB006 Farmacotécnica I 90 MB042 Farmacotécnica III 60 MB004 Farmacognosia I 60 MB004 Farmacognosia I 60 MF007 Deontologia e Legislação Farmacêutica 30 MF026 Deontologia Farmacêutica e Legislação Aplicada a Farmácia MS032 Saúde Pública 90 MS052 Saúde Pública MB029 Química Farmacêutica 60 MB064 Química Medicinal Farmacêutica 60 MB015 Bromatologia 60 MB015 Bromatologia 60 SA033 Economia e Administração (Empresas 60 SA093 Administração Farmacêutica Farmacêuticas) MB024 Metodologia de Radioisótopos 75 MB051 Radioisótopos Aplicados à Farmácia 60 MF008 Toxicologia 90 MF027 Toxicologia Geral MB007 Farmacotécnica II 90 MB043 Farmacotécnica IV

9 Continuação da Resolução n fls. 09 ANEXO II PLANO DE ADPATAÇÃO CURRICULAR Cód. Res.09/92-CEPE C.H. Cód. Res. / 2004-CEPE C.H. MB205 Farmacognosia II 60 MB205 Farmacognosia II 60 MB019 Estágio Supervisionado em Farmácia 180 MB057 MB059 Estágio Obrigatório de Observação C Estágio Obrigatório de Vivência Profissional C MB009 Síntese de Medicamentos Orgânicos 90 MB041 Síntese de Fármacos 75 MP014 Bacteriologia Clínica 90 MP014 Bacteriologia Clínica 90 MP005 Parasitologia Clínica 90 MP022 Parasitologia Clínica 75 MP008 Bioquímica Clínica I 60 MP008 Bioquímica Clínica I 60 MP012 Hematologia I 60 MP012 Hematologia I 60 MP016 Imunologia Clínica 90 MP021 Imunologia Clínica 75 MP011 Citologia Clínica A 60 MP011 Citologia Clínica A 60 MP013 Hematologia II 60 MP013 Hematologia II 60 MP009 Bioquímica Clínica II 60 MP009 Bioquímica Clínica II 60 MP018 Estágio Supervisionado em Farmácia Bioquímica 580 MP025 MP023 MP024 Estágio Obrigatório Profissionalizante A Estágio Obrigatório de Observação A Estágio Obrigatório de Vivência Profissional A MB001 Enzimologia e Tecnologia das Fermentações I 90 MB046 Enzimologia e Tecnologia das Fermentações III MB212 Física Industrial 90 MB212 Física Industrial 90 MB027 Controle de Qualidade I 75 MB053 Controle de Qualidade Físico-Química 60 MB013 Tecnologia Farmacêutica 60 MB044 Tecnologia Farmacêutica I 90 MB002 Enzimologia e Tecnologia da Fermentações 90 MB047 Enzimologia e Tecnologia das 60 II Fermentações IV MB014 Tecnologia de Cosméticos 75 MB014 Tecnologia de Cosméticos 75 MB011 Controle de Qualidade II MB054 Controle de Qualidade Biológico 60 MB016 Tecnologia de Alimentos Dietéticos 60 MB050 Tecnologia de Alimentos Dietéticos e 60 Funcionais MB034 Fitoquímica 105 MB0 Fitoquímica III 90 MB030 Estágio Supervisionado em Farmácia Industrial MB060 MB056 MB058 Estágio Obrigatório Profissionalizante B Estágio Obrigatório de Observação B Estágio Obrigatório de Vivência Profissional B CI228 Laboratório de Informática I 60 Sem equivalência MB035 Farmacotécnica Homeopática II 60 MB035 Farmacotécnica Homeopática II 60 MB033 Farmácia Hospitalar 60 MB033 Farmácia Hospitalar 60 SA018 Técnica Comercial I Sem equivalência SA019 Técnica Comercial II Sem equivalência SA203 Técnicas de Decisão 60 Sem equivalência SC003 Contabilidade Geral I 60 Sem equivalência SC007 Contabilidade de Custos 60 Sem equivalência MB031 Estágio de Aperfeiçoamento em Farmácia 580 Sem equivalência

10 Continuação da Resolução n fls. 10 ANEXO II PLANO DE ADPATAÇÃO CURRICULAR Cód. Res. 09/92-CEPE C.H. Cód. Res. / 2004-CEPE C.H. HC187 Tópicos Especiais em Sociologia XI 60 Sem equivalência MN074 Primeiros Socorros 60 MN074 Primeiros Socorros 60 MB037 Estágio Supervisionado em Farmácia 120 Sem equivalência Homeopática BQ010 Bioquímica Experimental 60 Sem equivalência BQ009 Anomalias Metabólicas 30 Sem equivalência MP017 Virologia 90 MP017 Virologia 90 MP015 Micologia Clínica 60 MP015 Micologia Clínica 60 MP019 Biologia Molecular: Princípios e Aplicações 60 Sem equivalência no Laboratório Clínico BQ008 Bioquímica de Microorganismos Sem equivalência BP315 Microbiologia de Alimentos 90 Sem equivalência MB028 Operações e Controle de Bioprocessos 75 Sem equivalência MB036 Tecnologia Farmacêutica II 60 MB044 Tecnologia Farmacêutica I 90 MP020 Controle & Gerenciamento de Qualidade 60 Sem equivalência Analítica MB038 Atenção Farmacêutica I 60 MB038 Atenção Farmacêutica I 60 MB039 Atenção Farmacêutica II 90 MB039 Atenção Farmacêutica II 90 Sem equivalência MB040 Atuação Profissional em Farmácia 30 Sem equivalência MS049 Epidemiologia 30 Sem equivalência MB048 Ciência de Alimentos 30 Sem equivalência MB052 Sistemas de Qualidade 30 Sem equivalência MB049 Processamento e Conservação de Alimentos 30 Sem equivalência MS050 Saúde Ambiental Sem equivalência FAR001 Monografia I 15 Sem equivalência MB051 Vigilância Sanitária 30 Sem equivalência MF028 Toxicologia Clínica 75 Sem equivalência FAR002 Monografia II 15 Sem equivalência FAR003 Tutoria 15 Sem equivalência MB061 Estágio Obrigatório Profissionalizante C 360 Sem equivalência MP026 Estágio Optativo de Aperfeiçoamento A 270 Sem equivalência MB062 Estágio Optativo de Aperfeiçoamento B 270 Sem equivalência MB063 Estágio Optativo de Aperfeiçoamento C 270 MP020 Controle e Gerenciamento da Qualidade 90 MP020 Controle e Gerenciamento da Qualidade 90 Analítica Analítica MP019 Biologia Molecular: Princípios e Aplicações 60 MP019 Biologia Molecular: Princípios e 60 no Laboratório Clínico Aplicações no Laboratório Clínico Sem equivalência MF029 Toxicologia de Alimentos 75 Sem equivalência MB055 Controle Microbiológico de Qualidade de 60 Alimentos Sem equivalência MS048 Saúde e Sociedade 30

11 Continuação da Resolução n fls. 11 ANEXO III REGIMENTO DO CONSELHO DE CLASSE DO CURSO DE FARMÁCIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Art.1º - Farão parte do Conselho de Classe professores efetivos ou substitutos que atendam as disciplinas do referido curso, no respectivo período. Art. 2º - O Conselho de Classe deverá reunir-se periodicamente, em data pré-determinada. Parágrafo-único As reuniões devem atender solicitações da Coordenação do Curso ou Professor responsável. Art. 3º - É função do Conselho de Classe, atender as demandas relativas à Comissão de Permanência Acadêmica, que deverá tratar especificamente de assuntos pertinentes: I) ao rendimento acadêmico e suas dificuldades, no que se refere a matrículas, trancamentos, corequisitos, rendimento cognitivo, evolução do acadêmico no curso, disciplina; II) ao acompanhamento de tratamentos especiais em saúde; e III) a integração acadêmica entre as demais disciplinas. Art. 4º - É fundamental a presença do professor ou seu representante na reunião do Conselho de Classe. Art. 5º - O Conselho de Classe não possui autonomia para: intervir no projeto pedagógico, no plano de ensino, no processo de avaliação das disciplinas, alteração de nota de prova, relatório ou qualquer forma de avaliação. Art. 6º - Todas as reuniões devem ser secretariadas por um membro do Conselho de Classe. 1º Após o término da reunião deverá ser encaminhado um extrato de ata à secretaria do curso, segundo modelo fornecido pela Coordenação. 2º - Quando houver necessidade da presença da Coordenação, Vice-Coordenação e/ou CASA3, deverá ser comunicada com antecedência de 48 horas. 3º - Deve ser mantido sigilo absoluto sobre as discussões realizadas nas reuniões do Conselho. Art. 7º - O aluno poderá presenciar a reunião quando convidado ou quando solicitar participar da mesma, no momento em que este for objeto de discussão, desde que previamente autorizado pelo Conselho ou Colegiado. Art. 8º - O Conselho tem autonomia para contatar com os pais ou responsáveis quando entender necessário. Art. 9º - Ao Conselho caberá a Tutoria acadêmica ficando: I Primeiro período sob a tutela do corpo docente responsável pelas disciplinas do segundo período;

12 Continuação da Resolução n fls. 12 II Segundo período sob tutela do corpo docente responsável pelas disciplinas do terceiro período; e assim sucessivamente até o décimo período. Desse modo possibilitando que o aluno perpasse por diferentes tutores, dando a este oportunidade de vivenciar práticas distintas de aconselhamento acadêmico. Art. 10º - Não será permitido que o mesmo tutor oriente o mesmo aluno por dois semestres consecutivos, sendo necessário um intervalo de dois semestres entre cada tutoria. Art. 11 Ficará sob a responsabilidade da Coordenação de Curso a divisão igualitária dos alunos entre os professores da graduação de Farmácia, no respectivo período. Art. 12 O professor que entender não haver possibilidade de integrar-se ao sistema de tutoria deverá comunicar a Coordenação de Curso por escrito. Art. 13 Caberá à Coordenação apresentar publicamente em edital, a lista de tutores responsáveis e referidos alunos, todos os semestres. Art. 14 Estando o aluno desperiodizado, este deverá integrar-se ao período em que o mesmo estiver cursando o maior número de disciplinas. Art. 15 O professor tutor poderá considerar como hora/aula, desde que este apresente à Coordenação de Curso os protocolos de Atendimento Acadêmico, conforme modelo estabelecido pela Coordenação, para que possa integrar os registros da freqüência. Parágrafo único A carga horária poderá ser no máximo 07 (sete) horas/semestre por aluno, considerando-se 14 (catorze) atendimentos por semestre. Art. 16 Cada visita do aluno ao tutor, com referido preenchimento de protocolo, poderá somar ½ hora no atendimento do aluno por semestre no registro da GED, até um máximo de 07 (sete) horas/aula por semestre, para cada aluno atendido durante o semestre (*). 1 1 (*) Ex. 05 alunos, 4 atendimentos para cada aluno durante o semestre (devidamente protocolados), perfazem um total de 10 horas/aula no semestre. 04 alunos, 14 atendimentos para cada aluno durante o semestre (devidamente protocolados), perfazem um total de 28 horas/aula no semestre.

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA 30-30 02

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA 30-30 02 MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA 1º SEMESTRE 1. Anatomia Humana 30 30 60 04-2. Bioestatística Geral 30-30 02-3. Bioética 30-30 02-4. Biofísica 60-60 04-5. Citologia, Histologia e Embriologia

Leia mais

Matriz Curricular Bacharelado em Farmácia

Matriz Curricular Bacharelado em Farmácia Matriz Curricular Bacharelado em Farmácia Semestre 1 01 Introdução às Ciências Farmacêuticas 30 30-2 - 02 Anatomia 75 30 45 5-03 Biologia Celular e Molecular 60 30 30 4-04 Química Geral e Inorgânica 75

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO EM FARMÁCIA-FORMAÇÃO FARMACÊUTICO GENERALISTA

CURSO DE BACHARELADO EM FARMÁCIA-FORMAÇÃO FARMACÊUTICO GENERALISTA CURSO DE BACHARELADO EM FARMÁCIA-FORMAÇÃO FARMACÊUTICO GENERALISTA Coordenaçăo: Profª. MS. Érika Guimarães Costa E-mail: farmacia@immes.com.br Telefone (96)3223-4244 ramal: 217 O Curso forma o profissional

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 08/2009 Aprova a estrutura curricular do Curso de do Centro de Educação e Saúde

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 02/2011 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular do Curso de Nutrição, na modalidade bacharelado,

Leia mais

FFARM Faculdade de Farmácia

FFARM Faculdade de Farmácia FFARM Faculdade de Farmácia Secretaria: Prédio12 - Bloco A Fone: 3320-3512 E-mail: farmácia@pucrs.br www.pucrs.br/farmacia Departamentos: Análises Clínicas e Toxicológicas n.º 351 Desenvolvimento e Produção

Leia mais

Matriz Curricular. 1º Período Nome da disciplina

Matriz Curricular. 1º Período Nome da disciplina Matriz Curricular A grade curricular proposta para o Curso de Farmácia abrange três modalidades de disciplinas: disciplinas básicas, que serão comuns aos cursos de Bioquímica, Enfermagem e Medicina, disciplinas

Leia mais

Colegiado do Curso de Biomedicina Matriz Curricular 2012.1 2015.2

Colegiado do Curso de Biomedicina Matriz Curricular 2012.1 2015.2 Colegiado do Curso de Biomedicina Matriz Curricular 2012.1 2015.2 1 o SEMESTRE Química Geral e Inorgânica 3 1 4 80 ---- Citologia e Genética 3 1 4 80 ---- Fundamentos de Biomedicina e Ética Profissional

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE TEOLOGIA APLICADA INTA ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM BIOMEDICINA 1º SEMESTRE

INSTITUTO SUPERIOR DE TEOLOGIA APLICADA INTA ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM BIOMEDICINA 1º SEMESTRE 1º SEMESTRE 1.1 Anatomia Humana I 30 15 45 03-1.2 Antropologia Teológica 30-30 02-1.3 Biologia Celular e Molecular 45 15 60 04-1.4 Biossegurança 30-30 02-1.5 Ética, Bioética e Legislação 30-30 02-1.6 Informática

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia Fundação Centro Universitário Estadual da Zona Oeste

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia Fundação Centro Universitário Estadual da Zona Oeste CURSO DE FARMÁCIA 1 Biossegurança FAR1201 2 40 Cálculo Aplicado FAR1202 3 60 Química Geral Teórica FAR1203 3 60 Química Geral Experimental FAR1204 3 60 Anatomia FAR1205 5 100 Biologia Celular FAR1206 3

Leia mais

CURSO DE BIOMEDICINA TURMA 380116

CURSO DE BIOMEDICINA TURMA 380116 CURSO DE BIOMEDICINA TURMA 380116 MATEMÁTICA APLICADA 25/05 14h00 às 15h40 ANATOMIA HUMANA 26/05 14h00 às 15h40 QUÍMICA GERAL & FÍSICO-QUÍMICA 27/05 14h00 às 15h40 Até dia 10/06 BIOMEDICINA, ÉTICA &LEGISLAÇÃO

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR Página 1/3 CURSO: FARMÁCIA - GRADUAÇÃO - BACHAREL GRADE: INGRESSANTES 2015/1

MATRIZ CURRICULAR Página 1/3 CURSO: FARMÁCIA - GRADUAÇÃO - BACHAREL GRADE: INGRESSANTES 2015/1 Página 1/3 Período: 1 ANATOMIA HUMANA I 72 BIOLOGIA CELULAR 36 BIOSSEGURANÇA 36 CIÊNCIAS SOCIAIS 36 ENADE INGRESSANTE 0 GENÉTICA HUMANA 72 PSICOLOGIA APLICADA A SAÚDE 36 QUÍMICA GERAL E ORGÂNICA 72 Período:

Leia mais

Missão. - Estimular a capacidade de análise dos problemas que se apresentam no campo da Saúde Pública e Privada;

Missão. - Estimular a capacidade de análise dos problemas que se apresentam no campo da Saúde Pública e Privada; CURSO: Farmácia Missão O curso tem como missão formar profissionais farmacêuticos capazes de exercer atividades referentes aos fármacos e aos medicamentos, às análises clínicas e toxicológicas, ao controle,

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR Página 1/3 CURSO: BIOMEDICINA - GRADUAÇÃO - BACHAREL GRADE: INGRESSANTES 2015/1

MATRIZ CURRICULAR Página 1/3 CURSO: BIOMEDICINA - GRADUAÇÃO - BACHAREL GRADE: INGRESSANTES 2015/1 Página 1/3 Período: 1 ANATOMIA HUMANA I 72 BIOLOGIA CELULAR 36 BIOSSEGURANÇA 36 CIÊNCIAS SOCIAIS 36 ENADE INGRESSANTE 0 GENÉTICA HUMANA 72 PSICOLOGIA APLICADA A SAÚDE 36 QUÍMICA GERAL E ORGÂNICA 72 Total

Leia mais

Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas

Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas UNIVERSIDAD DE COIMBRA (PORTUGAL) PROGRAMA DE FARMACIA Mestrado Integrado em Ciências s Ciências s voltar ao curso Plano de Estudos: Nome da Biologia Celular 1 01550003 Física Aplicada 1 01550014 Histologia

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 08/2011 Aprova a estrutura curricular do Curso de Enfermagem, modalidade bacharelado,

Leia mais

FACIDER FACULDADE DE COLIDER. FACIDER atualizado 2014/1 FARMACIA, BACHARELADO ESTUDOS FORMATIVOS Página 1

FACIDER FACULDADE DE COLIDER. FACIDER atualizado 2014/1 FARMACIA, BACHARELADO ESTUDOS FORMATIVOS Página 1 Portaria Credenciamento IES: Portaria 1658 D.O.U. 25/07/01. Portaria Autorização Administração : Portaria 1658 D.O.U. 25/07/01 Portaria Reconhecimento Administração : Portaria 3.519 D.O.U.14/10/05. Portaria

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 02/2012 Aprova a estrutura curricular contida no Projeto

Leia mais

a) ÁREA DE CONHECIMENTO BÁSICO: História do Pensamento Econômico/História Econômica.

a) ÁREA DE CONHECIMENTO BÁSICO: História do Pensamento Econômico/História Econômica. Campus Governador Valadares Concurso 106: Departamento de Economia Proc. nº 23071.009825/2013-25 Vaga(s): 01(uma) Classe A: Professor Assistente A a) ÁREA DE CONHECIMENTO BÁSICO: Econometria. DAS PROVAS:

Leia mais

Matriz Curricular do curso de FARMÁCIA da Faculdade Santa Rita - FaSaR

Matriz Curricular do curso de FARMÁCIA da Faculdade Santa Rita - FaSaR 1º Período SEMANAL Introdução às Ciências Farmacêuticas 02-02 40 Anatomia Humana I 02 02 04 80 Citologia e Histologia 02 02 04 80 Química Geral e Inorgânica 02 02 04 80 Física Aplicada à Farmácia 02-02

Leia mais

Estrutura Curricular - Vigência a partir do 2º semestre de 2006 (Alteração homologada pela Resolução nº 36 CONSEPE, de 12/12/2008).

Estrutura Curricular - Vigência a partir do 2º semestre de 2006 (Alteração homologada pela Resolução nº 36 CONSEPE, de 12/12/2008). MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA Estrutura Curricular - Vigência a partir do 2º

Leia mais

DISCIPLINAS CHP CHS CHST CHSP

DISCIPLINAS CHP CHS CHST CHSP MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA (Bacharelado) Aplicada aos Ingressantes a partir de 2011/1 Turnos Integral Matutino/Vespertino e Integral Vespertino/Noturno 1 o Período BIOLOGIA CELULAR

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO - UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 60/00-CEPE RESOLVE:

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO - UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 60/00-CEPE RESOLVE: RESOLUÇÃO Nº /00-CEPE 1 Fixa o Currículo Pleno do Curso de Comunicação Social, Habilitações em Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade e Propaganda, do Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes. O,

Leia mais

LISTAGEM DAS UNIDADES DE ENSINO OFERTADAS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM 2015/1 * EM REGIME DE DEPENDÊNCIA/ADAPTAÇÃO

LISTAGEM DAS UNIDADES DE ENSINO OFERTADAS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM 2015/1 * EM REGIME DE DEPENDÊNCIA/ADAPTAÇÃO Administração da Enfermagem na Atenção Primária a Saúde Enfermagem Administração de Produção Administração Administração de Produção II Administração Administração de Sistemas de Informação Administração/

Leia mais

TOTAL: 215 créditos ou 3225 horas Conteúdos biológicos: 107+24+28+14= 173 créditos ou 2595 horas.

TOTAL: 215 créditos ou 3225 horas Conteúdos biológicos: 107+24+28+14= 173 créditos ou 2595 horas. Curso de Bacharelado em Ciências Biológicas- Período Integral NÚCLEO BÁSICO BA281 Anatomia Humana Geral 04 BB281 Bioquímica de Proteínas 04 BB381 Metabolismo 04 BC182 Biologia Celular I 04 BC282 Biologia

Leia mais

C.H. Sema nal. 01 Seminário de Introdução ao Curso 1h 15-15 - 02 Anatomia 6h 60 30 90 - 03 Biologia Celular e Molecular 3h 30 15 45 -

C.H. Sema nal. 01 Seminário de Introdução ao Curso 1h 15-15 - 02 Anatomia 6h 60 30 90 - 03 Biologia Celular e Molecular 3h 30 15 45 - 1) MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM NUTRIÇÃO Nº 1º SEMESTRE DISCIPLINA(S) ( BLOCO I ) 01 Seminário de Introdução ao Curso 1h 15-15 - 02 Anatomia 6h 60 30 90-03 Biologia Celular e Molecular 3h 30 15 45-04

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 21/2011 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular do Curso de Ciências Biológicas, modalidade

Leia mais

Curso. Administração. Arquitetura. Ciências Biológicas

Curso. Administração. Arquitetura. Ciências Biológicas FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA /FCSES EDITAL Nº002/2014 EDITAL DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA PARA O 2º SEMESTRE DE 2014 1 A Secretária Geral da Faculdade Católica

Leia mais

Matriz Curricular Atual

Matriz Curricular Atual Faculdades INTA Centro de Ciências da Saúde Curso de Nutrição Matriz Curricular Atual (Em vigor desde Janeiro de 2012) NIVELAMENTO Nº 0 Português Instrumental 45-45 03-1º SEMESTRE 1. Anatomia Humana I

Leia mais

FEFUC - FOLDER EXPLICATIVO DE FUNCIONAMENTO DE CURSOS CURSO DE FARMÁCIA 1ª LINHA CONCEITUAL: CARACTERIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DE FARMÁCIA

FEFUC - FOLDER EXPLICATIVO DE FUNCIONAMENTO DE CURSOS CURSO DE FARMÁCIA 1ª LINHA CONCEITUAL: CARACTERIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DE FARMÁCIA 1 FEFUC - FOLDER EXPLICATIVO DE FUNCIONAMENTO DE CURSOS CURSO DE FARMÁCIA 1ª LINHA CONCEITUAL: CARACTERIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DE FARMÁCIA O PROFISSIONAL FARMACÊUTICO O Farmacêutico é um profissional da

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA /FCSES EDITAL Nº002/2013 EDITAL DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA PARA O 1º SEMESTRE DE 2013 A Secretária Geral da Faculdade Católica

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : MEDICINA VETERINÁRIA. CRÉDITOS Obrigatórios: 249 Optativos: 12.

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : MEDICINA VETERINÁRIA. CRÉDITOS Obrigatórios: 249 Optativos: 12. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:10:25 Curso : MEDICINA

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM NUTRIÇÃO

MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM NUTRIÇÃO MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM PRIMEIRO PERÍODO / 1 O ANO CIÊNCIAS SOCIAIS, HUMANAS E CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Sociologia, Antropologia e Filosofia 2-40 Iniciação à Pesquisa em Nutrição 2-40 Leitura

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 012/2007 CONSUNIV

RESOLUÇÃO Nº 012/2007 CONSUNIV RESOLUÇÃO Nº 012/2007 CONSUNIV Fixa o currículo do Curso de Graduação em Medicina, na modalidade Bacharelado, da Universidade do Estado do Amazonas. A REITORA DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS e PRESIDENTE

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCB UFV CIÊNCIAS BIOLÓGICAS. COORDENADOR DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Marco Aurélio Pedron e Silva pedron@mail.ufv.

Currículos dos Cursos do CCB UFV CIÊNCIAS BIOLÓGICAS. COORDENADOR DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Marco Aurélio Pedron e Silva pedron@mail.ufv. 88 Currículos dos Cursos do CCB UFV CIÊNCIAS BIOLÓGICAS COORDENADOR DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Marco Aurélio Pedron e Silva pedron@mail.ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 89 Bacharelado e Licenciatura

Leia mais

C.H DISCIPLINAS T P CRÉDITO

C.H DISCIPLINAS T P CRÉDITO Resolução UNICASTELO GR/ nº. 070 / 09 O Reitor e Presidente do Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão CONSEPE e do Conselho Universitário CONSUN, Gilberto Luiz Moraes Selber, no uso das atribuições legais,

Leia mais

Disciplina. Matemática - 1

Disciplina. Matemática - 1 FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA /FCSES EDITAL Nº00/204 EDITAL DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA PARA O º SEMESTRE DE 204 A Secretária Geral da Faculdade Católica

Leia mais

1. GRADE CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA BIOTECNOLÓGICA

1. GRADE CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA BIOTECNOLÓGICA 1. GRADE CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA BIOTECNOLÓGICA 1 2. CARACTERÍSTICAS GERAIS DO CURSO DE ENGENHARIA BIOTECNOLÓGICA Para melhor entendimento desta proposta de reestruturação curricular apresentamos

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 81/2010 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Altera a Resolução nº. 46/2009 do CONSEPE, que aprova o Projeto Pedagógico do

Leia mais

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS. COORDENADORA Mara Garcia Tavares mtavares@ufv.br

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS. COORDENADORA Mara Garcia Tavares mtavares@ufv.br CIÊNCIAS BIOLÓGICAS COORDENADORA Mara Garcia Tavares mtavares@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 117 Bacharelado ATUAÇÃO O Bacharelado em Ciências Biológicas tem como objetivo principal formar e capacitar

Leia mais

Onde os Biomédicos atuam?

Onde os Biomédicos atuam? Onde os Biomédicos atuam? Os profissionais Biomédicos estão distribuídos por todas as esferas científicas públicas e privadas das universidades, faculdades, centros universitários, institutos de pesquisas,

Leia mais

FACULDADES INTA CURSOS DE GRADUAÇÃO EQUIVALÊNCIAS INTERCURSOS

FACULDADES INTA CURSOS DE GRADUAÇÃO EQUIVALÊNCIAS INTERCURSOS 1 FACULDADES INTA CURSOS DE GRADUAÇÃO EQUIVALÊNCIAS INTERCURSOS 2 CURSO DISCIPLINA SEM. H/A EQUIVALÊNCIAS TODOS. Antropologia Teológica. - 30h Equivalência para todos os Cursos. TODOS. Português Instrumental.

Leia mais

FACULDADE DE SAÚDE IBITURUNA - FASI CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINA Autorizada pela Portaria 2857 de 13 de setembro de 2004

FACULDADE DE SAÚDE IBITURUNA - FASI CURSO DE GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINA Autorizada pela Portaria 2857 de 13 de setembro de 2004 MATRIZ CURRICULAR PERÍODOS UNIFICADOS - ENTRADA JANEIRO PRIMEIRO PERÍODO CH. Morfologia I 3 2 5 100 Morfologia II 3 2 5 100 Filosofia da Ciência 2-2 40 Introdução e História da Biomedicina 2-2 40 Metodologia

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCB UFV NUTRIÇÃO. COORDENADOR DO CURSO DE NUTRIÇÃO Gilberto Paixão Rosado gilberto@ufv.br

Currículos dos Cursos do CCB UFV NUTRIÇÃO. COORDENADOR DO CURSO DE NUTRIÇÃO Gilberto Paixão Rosado gilberto@ufv.br 88 NUTRIÇÃO COORDENADOR DO CURSO DE NUTRIÇÃO Gilberto Paixão Rosado gilberto@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 89 Bacharelado ATUAÇÃO O Nutricionista é um profissional de saúde, legal e tecnicamente

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 01/2011 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular do Curso de, na modalidade bacharelado,

Leia mais

FLUXOGRAMA DO CURSO DE BACHARELADO EM MEDICINA VETERINÁRIA 2011.2

FLUXOGRAMA DO CURSO DE BACHARELADO EM MEDICINA VETERINÁRIA 2011.2 FLUXOGRAMA DO CURSO DE BACHARELADO EM MEDICINA VETERINÁRIA 2011.2 1 SEMESTRE DISCIPLINA TEORICA PRÁTICA C/H CR 1. Ecologia e Manejo Ambiental 60-60 04 2. Informática Básica 30-30 02 3. Sociologia Rural

Leia mais

Estrutura Curricular do Curso de Medicina Habilitação: Bacharel em Medicina Carga Horária: 8220 horas Regime: Semestral Turno de Aplicação: Integral

Estrutura Curricular do Curso de Medicina Habilitação: Bacharel em Medicina Carga Horária: 8220 horas Regime: Semestral Turno de Aplicação: Integral FAHESA - Faculdade de Ciências Humanas, Econômicas e da Saúde de Araguaína. ITPAC - INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS LTDA. Av. Filadélfia, 568 Setor Oeste Araguaína TO CEP 77.816-540 Fone:

Leia mais

35434 Trabalho de Conclusão I 6º semestre 3549E Estágio Supervisionado I 6º Semestre

35434 Trabalho de Conclusão I 6º semestre 3549E Estágio Supervisionado I 6º Semestre Currículo Novo - 2009/01 Reconhecido pela Portaria Ministerial 1.409, de 19/05/2004. 35332 Bioética e Regulamentação Biomédica - 11184 Anatomia Humana I - 35322 Biossegurança - 11304 Biofísica - 11404

Leia mais

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO

FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO FACULDADE CATÓLICA SALESIANA DO ESPÍRITO SANTO SECRETARIA GERAL/FCSES EDITAL Nº009/2010 EDITAL DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA PARA O 2º SEMESTRE DE 2010 A Secretária Geral da Faculdade

Leia mais

Resenha Histórica: O início do ensino farmacêutico na Universidade de Coimbra remonta aos finais do séc. XVI. Finais do séc. XVI: Curso prático de

Resenha Histórica: O início do ensino farmacêutico na Universidade de Coimbra remonta aos finais do séc. XVI. Finais do séc. XVI: Curso prático de Resenha Histórica: O início do ensino farmacêutico na Universidade de Coimbra remonta aos finais do séc. XVI. Finais do séc. XVI: Curso prático de boticários na Universidade de Coimbra. 1772: Reforma da

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

A Câmara Superior de Ensino da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 07/2009 Aprova a estrutura curricular do Curso de do Centro de Educação e Saúde

Leia mais

Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 54 TEÓRICA 36. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 36. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 18. Natureza - OBRIGATÓRIA TEÓRICA 36

Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 54 TEÓRICA 36. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 36. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 18. Natureza - OBRIGATÓRIA TEÓRICA 36 1 de 6 Nível:BACHARELADO 01 VET101 - Anatomia Veterinária I - Ativa VET102 - Biologia Celular - Ativa desde: VET103 - Bioquímica e Biofísica - Ativa VET104 - Técnica Hospitalar - Ativa desde: VET105 -

Leia mais

LISTAGEM DAS UNIDADES DE ENSINO OFERTADAS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM 2015/2 * EM REGIME DE DEPENDÊNCIA/ADAPTAÇÃO

LISTAGEM DAS UNIDADES DE ENSINO OFERTADAS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM 2015/2 * EM REGIME DE DEPENDÊNCIA/ADAPTAÇÃO Administração de Adm. em Serviços de Enfermagem Hospitalar Enfermagem Administração Mercadológica I / Marketing / Administração Mercadológica II Algoritmos e Técnicas de Programação Análise Ambiental Biomedicina

Leia mais

FABIO Faculdade de Biociências

FABIO Faculdade de Biociências FABIO Faculdade de Biociências Secretaria: Prédio 12 - Bloco A - sala 204 Fone: 33.20.35.45 E-mail: biociencias@pucrs.br www.pucrs.br/fabio Departamentos: Ciências Morfológicas n.º 311 Ciências Fisiológicas

Leia mais

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO Administração de Produção I Administração de Recursos Humanos I Administração de Recursos Materiais Administração de Sistemas de Informação Administração Financeira e Orçamentária

Leia mais

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO Administração de Produção Administração Financeira Administração Mercadológica II Análise das Demonstrações Financeiras Auditoria Comércio Exterior e Economia Internacional

Leia mais

RESOLUÇÃO N 005, DE 9 DE FEVEREIRO DE 2010, DA CONGREGAÇÃO DA UFTM.

RESOLUÇÃO N 005, DE 9 DE FEVEREIRO DE 2010, DA CONGREGAÇÃO DA UFTM. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO UBERABAMG RESOLUÇÃO N 005, DE 9 DE FEVEREIRO DE 2010, DA CONGREGAÇÃO DA UFTM. Dispõe sobre a Matriz Curricular do Curso de Graduação em.

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR. Patologia Clínica Veterinária

MATRIZ CURRICULAR. Patologia Clínica Veterinária MATRIZ CURRICULAR No Quadro II está apresentada a estrutura curricular do Curso de Medicina Veterinária da FATENE, distribuída de acordo com os conteúdos essenciais profissionais, definidos pelo Parecer

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS. B) TEMPO ÚTIL (Carga Horária) = 3.840 H/AULA CURRÍCULO PLENO 1.

MATRIZ CURRICULAR SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS. B) TEMPO ÚTIL (Carga Horária) = 3.840 H/AULA CURRÍCULO PLENO 1. MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Regime: Duração: NUTRIÇÃO BACHARELADO SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS - MÁIMO = 7 (SETE)

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO EM NUTRIÇÃO-FORMAÇÃO NUTRICIONISTA

CURSO DE BACHARELADO EM NUTRIÇÃO-FORMAÇÃO NUTRICIONISTA CURSO DE BACHARELADO EM NUTRIÇÃO-FORMAÇÃO NUTRICIONISTA Coordenaçăo: Profª. MS. Mara Rosana dos Santos E-mail: nutricao@immes.com.br Telefone (96)3223-4244 ramal: 211 Ser Nutricionista É atuar em todas

Leia mais

CONSIDERANDO: os critérios e os padrões de qualidade estabelecidos pela UFPB para formação de profissionais;

CONSIDERANDO: os critérios e os padrões de qualidade estabelecidos pela UFPB para formação de profissionais; SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 34/2011 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Química Industrial, Bacharelado,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 95/ 2011 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em, Bacharelado, do Centro

Leia mais

ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR

ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR ANEXO 1 PERFIS DE PROFESSOR EDITAL 162/2013 Curso Sem. Disciplina Perfil do Docente Administração 1º Teoria Geral da Administração Administração 1º Empreendedorismo Administração 1º Sociologia das Organizações

Leia mais

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO Administração de Produção I Administração de Produção II Administração de Recursos Humanos I Administração de Recursos Materiais Administração Financeira e Orçamentária I Administração

Leia mais

FACULDADES UNIDAS DO VALE DO ARAGUAIA

FACULDADES UNIDAS DO VALE DO ARAGUAIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC O Trabalho de Conclusão de Curso está estruturado sob a forma de elaboração de um artigo científico, sendo este resultado de um trabalho integrado entre as disciplinas

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 23/2011 Aprova a estrutura curricular do Curso de Graduação em Engenharia de

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS. Duração do Curso: semestral mínimo de 09 e máximo de 18 em horas-aula: 4.320. Vagas oferecidas: 50 semestrais - matutino)

INFORMAÇÕES GERAIS. Duração do Curso: semestral mínimo de 09 e máximo de 18 em horas-aula: 4.320. Vagas oferecidas: 50 semestrais - matutino) INFORMAÇÕES GERAIS Habilitação: Farmacêutico, podendo exercer todas as competências inerentes ao profissional farmacêutico, incluindo atuação em Farmácia Comunitária, manipulação de fórmulas magistrais,

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições;

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições; SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº /2010 Altera a estrutura curricular do Curso de Graduação em Medicina, do Centro

Leia mais

Reitoria EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA MONITORIA DE ENSINO

Reitoria EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA MONITORIA DE ENSINO 1 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA MONITORIA DE ENSINO EDITAL Nº 26/2015 Estarão abertas as inscrições para o preenchimento de vagas de Monitoria de Ensino, no período de 03 a 14.08.2015, na secretaria

Leia mais

FLUXOGRAMA DO CURSO DE ENFERMAGEM DAS FACULDADES INTA

FLUXOGRAMA DO CURSO DE ENFERMAGEM DAS FACULDADES INTA FLUXOGRAMA DO CURSO DE ENFERMAGEM DAS FACULDADES INTA 1º SEMESTRE 1. Anatomia Humana 90 60 30 06 2. Biologia (Citologia/Genética) 60 45 15 04 3. Educação em Saúde 30 20 10 02 4. Introdução a Enfermagem

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA. PRIMEIRO PERÍODO 2º SEMESTRE / 2008 CARGA HORÁRIA Disciplina

CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA. PRIMEIRO PERÍODO 2º SEMESTRE / 2008 CARGA HORÁRIA Disciplina PRIMEIRO PERÍODO 2º SEMESTRE / 08 - (Português Instrumental) - 02 - Filosofia da Ciência 02 - - - Introdução e História da Farmácia 02 - - - Metodologia Científica 02 - - - Morfologia I 100 03 02 - - Morfologia

Leia mais

CARGA HORÁRIA. Anatomia Humana I 72 36 36 - Biologia Celular e Genética 72 36 36 - Introdução à Enfermagem 36 36 - Introdução á Filosofia 36 36 -

CARGA HORÁRIA. Anatomia Humana I 72 36 36 - Biologia Celular e Genética 72 36 36 - Introdução à Enfermagem 36 36 - Introdução á Filosofia 36 36 - MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 2012.2 1º SEMESTRE Anatomia Humana I 72 36 36 - Biologia Celular e Genética 72 36 36 - Introdução à 36 36 - Fundamentos Sócio-antropológicos: Cultura e Relações

Leia mais

PRÉ REQUISITOS* DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM. 1º Semestre Pré requisito. Estar regularmente matriculado no curso de bacharelado em

PRÉ REQUISITOS* DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM. 1º Semestre Pré requisito. Estar regularmente matriculado no curso de bacharelado em PRÉ REQUISITOS* DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 1º Semestre Pré requisito bacharelado em Metodologia da Pesquisa aplicada à Saúde Embriologia Humana Biologia Celular Psicologia Sociologia Produção

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA PRIMEIRO PERÍODO Código Disciplina CR CH CH CH Pré-requisitos Co-requisitos Equivalência Tipo VETR0005 ANATOMIA VETERINÁRIA I 5 30 90 120 -- -- VETR0002 OBR BIOQ0004 BIOQUÍMICA I - VET 3 30 30 60 -- --

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO Edital Nº 7/205 ANEXO II QUADRO DE VAGAS CAMPUS SIGLA ÁREA PERFIL TOTAL ARRAIAL DO CABO CAC Geografia Licenciatura em Geografia. Análise Instrumental Química Industrial ou Engenharia Química ou Farmácia

Leia mais

Currículo 2º/2010 Currículo 2º/2003. Semestre Disciplina Semestre Disciplina. Anatomia e Laboratório Biossegurança e. Biossegurança e 1º

Currículo 2º/2010 Currículo 2º/2003. Semestre Disciplina Semestre Disciplina. Anatomia e Laboratório Biossegurança e. Biossegurança e 1º NORMAS DE MATRÍCULA PARA O 2º SEMESTRE DE 2014 (Orientações para alunos do curso de Biomedicina) A matrícula deverá ser realizada pela internet conforme calendário institucional. Informações que você deverá

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 179/2012

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 179/2012 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 179/2012 Altera o Currículo do Curso de Medicina, para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº MED- 035/2012, aprovou e eu promulgo

Leia mais

FACULDADES INTA CURSOS DE GRADUAÇÃO MATRIZES DOS CURSOS

FACULDADES INTA CURSOS DE GRADUAÇÃO MATRIZES DOS CURSOS 1 FACULDADES INTA CURSOS DE GRADUAÇÃO MATRIZES DOS CURSOS 2 MATRIZ DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL-JORNALISMO 1º. SEMESTRE TOTAL TEORIA PRÁTICA CRÉDITOS PRÉ-REQUISITOS 1. Antropologia Teológica 30 30-02

Leia mais

Av. Francisco Samuel Lucchesi Filho, 770 Penha / Bragança Paulista - SP CEP: 12.929-600 Fone/Fax: (11) 4035 7800 / e-mail: faculdade@fesb.edu.

Av. Francisco Samuel Lucchesi Filho, 770 Penha / Bragança Paulista - SP CEP: 12.929-600 Fone/Fax: (11) 4035 7800 / e-mail: faculdade@fesb.edu. MATRIZ CURRICULAR SESTRAL DO CURSO DE NUTRIÇÃO 1º SESTRE CIÊNCIAS SOCIAIS, HUMANAS E ECONÔMICAS Biologia (Genética/Citologia/Evolução) 04 68 Microbiologia e Imunologia 02 34 Anatomia Humana 04 68 Histologia

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV ENFERMAGEM. COORDENADOR Pedro Paulo do Prado Júnior pedro.prado@ufv.br

Currículos dos Cursos UFV ENFERMAGEM. COORDENADOR Pedro Paulo do Prado Júnior pedro.prado@ufv.br 114 ENFERMAGEM COORDENADOR Pedro Paulo do Prado Júnior pedro.prado@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 115 Currículo do Curso de Bacharelado ATUAÇÃO O Curso de Graduação em da UFV apresenta como perfil

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 14.02.06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 1548 CURSO DE MEDICINA

Aprovado no CONGRAD: 14.02.06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 1548 CURSO DE MEDICINA Aprovado no CONGRAD: 14..06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 48 CURSO DE MEDICINA EIXOS TRANSVERSAIS E ÁREAS DO CONHECIMENTO DO CURRÍCULO PLENO ACADÊMI COS I FUNDAMENTOS CONCEITUAIS DO CURSO

Leia mais

LISTAGEM DAS UNIDADES DE ENSINO OFERTADAS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM 2016/1 * EM REGIME DE DEPENDÊNCIA/ADAPTAÇÃO

LISTAGEM DAS UNIDADES DE ENSINO OFERTADAS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM 2016/1 * EM REGIME DE DEPENDÊNCIA/ADAPTAÇÃO Adm. em Serviços de Enfermagem Hospitalar Enfermagem Administração da Enf. na Atenção Primária a Saúde Enfermagem Administração de Produção Administração Administração de Sistemas de Informação Administração

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições,

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições, RESOLUÇÃO Nº 07/2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO Aprova a estrutura curricular contida no Projeto Pedagógico do Curso

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA PROPOSTA DE DIRETRIZES CURRICULARES

CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA PROPOSTA DE DIRETRIZES CURRICULARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA PROPOSTA DE DIRETRIZES CURRICULARES 1 1. PERFIL DO FORMANDO EGRESSO/PROFISSIONAL 1.1. Perfil Comum: Farmacêutico, com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva.

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA MATRÍCULA 2011.2-CURSO DE FARMÁCIA. Seguem algumas recomendações para facilitar o processo de matrícula dos discentes de Farmácia.

ORIENTAÇÕES PARA MATRÍCULA 2011.2-CURSO DE FARMÁCIA. Seguem algumas recomendações para facilitar o processo de matrícula dos discentes de Farmácia. ORIENTAÇÕES PARA MATRÍCULA 2011.2-CURSO DE FARMÁCIA Prezados(as) Seguem algumas recomendações para facilitar o processo de matrícula dos discentes de Farmácia. ORIENTAÇÕES GERAIS: Atividades Complementares

Leia mais

Estrutura Curricular do Curso de Medicina

Estrutura Curricular do Curso de Medicina Quadro I. Disciplinas obrigatórias por carga horária (horas), créditos e pré-requisitos, aprovado na 63ª reunião do CEPE, de 25 de novembro de 2014. 2015/2º 1ª FASE Anatomia Médica I 1 33h20 50h00 83h20

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 60/09-CEPE

RESOLUÇÃO Nº 60/09-CEPE RESOLUÇÃO Nº 60/09-CEPE Estabelece o Currículo Pleno do Curso de Direito, do Setor de Ciências Jurídicas, O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, órgão normativo, consultivo e deliberativo da administração

Leia mais

1º SEMESTRE 30 30-02 2º SEMESTRE CARGA HORÁRIA TOTAL TEORIA PRÁTICA

1º SEMESTRE 30 30-02 2º SEMESTRE CARGA HORÁRIA TOTAL TEORIA PRÁTICA 1º SEMESTRE Introdução a 90 60 30 06 Anatomia Humana 90 60 30 06 Biologia Celular e Molecular Embriologia e Histologia Humana Antropologia da Saúde Educação em Saúde Relações Étnico-Raciais Metodologia

Leia mais

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA Instituição Adventista Nordeste Brasileira de Educação e Assistência Social CURSO DE ODONTOLOGIA

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA Instituição Adventista Nordeste Brasileira de Educação e Assistência Social CURSO DE ODONTOLOGIA MATRIZ CURRICULAR - FADBA Período Núcleos Componente curricular Créditos Anatomia geral 1º período Básica Bioquímica Citologia, Histologia e Embriologia Humanas 5 72 18 90 Políticas de Saúde Anatomia e

Leia mais

CURSO: MEDICINA 1º PERÍODO Nº DE AULAS SEMANAIS AULAS. Anatomia Sistêmica e Aplicada I 04 06 200 166. Histologia 03 03 120 100

CURSO: MEDICINA 1º PERÍODO Nº DE AULAS SEMANAIS AULAS. Anatomia Sistêmica e Aplicada I 04 06 200 166. Histologia 03 03 120 100 CURSO: MEDICINA 1º PERÍODO Anatomia Sistêmica e Aplicada I 04 06 200 166 Histologia 03 03 120 100 Biologia Celular 03-60 50 Bioquímica Celular 04-80 66 Embriologia Aplicada 01 02 60 50 Iniciação á Prática

Leia mais

Mantenedora FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA. Mantida FACULDADE FASIPE MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

Mantenedora FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA. Mantida FACULDADE FASIPE MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM Mantenedora FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA. Mantida FACULDADE FASIPE MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM SINOP / MATO GROSSO MATRIZ CURRICULAR ENFERMAGEM 1º SEMESTRE Anatomia Humana I

Leia mais

Maria Augusta Soares. 15-16 de Dezembro 2010

Maria Augusta Soares. 15-16 de Dezembro 2010 Maria Augusta Soares F ld d de Faculdade d Farmácia F á da d Universidade U d d de d Lisboa L b 15-16 de Dezembro 2010 Panorama Farmacêutico em Portugal Ensino em Ciências i Farmacêuticas Pré graduado

Leia mais

RESOLUÇÃO. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no 2º semestre letivo de 2001 para os alunos matriculados no 4º semestre.

RESOLUÇÃO. Artigo 2º - O Currículo, ora alterado, será implantado no 2º semestre letivo de 2001 para os alunos matriculados no 4º semestre. RESOLUÇÃO CONSEPE 38/2001 ALTERA O CURRÍCULO DO CURSO DE ENFERMAGEM, REGIME SERIADO SEMESTRAL, DO CÂMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIOS DO CURSO DE BIOMEDICINA I. INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIOS DO CURSO DE BIOMEDICINA I. INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIOS DO CURSO DE BIOMEDICINA I. INTRODUÇÃO Este documento regulamenta os estágios obrigatórios e não obrigatórios do Curso de Bacharelado em Biomedicina visando à formação integral do

Leia mais

DISCIPLINA. Anatomia Descritiva Animais Domésticos I 40 40 80 Citologia 30 10 40

DISCIPLINA. Anatomia Descritiva Animais Domésticos I 40 40 80 Citologia 30 10 40 1º ANO 1º SEMESTRE Anatomia Descritiva Animais Domésticos I Citologia Bioquímica I Conservação dos Recursos Naturais Genética Animal Básica Microbiologia Veterinária I Bioestatística aplicada a Medicina

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE BIOMEDICINA. Matriz Curricular vigente a partir de 2012/1

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE BIOMEDICINA. Matriz Curricular vigente a partir de 2012/1 CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE BIOMEDICINA Matriz Curricular vigente a partir de 2012/1 Fase Cod. Disciplina P.R Carga Horária Teórica Prática

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.605, DE 10 DE SETEMBRO DE 2007

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.605, DE 10 DE SETEMBRO DE 2007 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.605, DE 10 DE SETEMBRO DE 2007 Homologa o Parecer n. 092/07-CEG, que aprova o Projeto

Leia mais

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP

VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ GABINETE DA REITORIA EDITAL Nº 12/2012 CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR EFETIVO ANEXO I VAGAS POR ÁREA DE CONHECIMENTO VAGAS NO CAMPUS MARCO ZERO, EM MACAPÁ-AP 1) Área de Conhecimento:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO Edital Nº 7/205 ANEXO II QUADRO DE VAGAS (RETIFICADO) CAMPUS SIGLA ÁREA PERFIL TOTAL ARRAIAL DO CABO DUQUE DE CAXIAS CAC Geografia Análise Instrumental Biologia Geral/ Bioquímica / Processos Bioquímicos

Leia mais

EDITAL PROGRAD nº 48 de 03 de dezembro de 2014 PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA VOLUNTÁRIA

EDITAL PROGRAD nº 48 de 03 de dezembro de 2014 PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA VOLUNTÁRIA EDITAL PROGRAD nº 48 de 03 de dezembro de 2014 PROCESSO SELETIVO PARA TRANSFERÊNCIA VOLUNTÁRIA A Pró-Reitoria de Graduação da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), no uso

Leia mais