O Dep. Pastor Frankembergem pronuncia o seguinte discurso: Drogas. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados,

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Dep. Pastor Frankembergem pronuncia o seguinte discurso: Drogas. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados,"

Transcrição

1 1 O Dep. Pastor Frankembergem pronuncia o seguinte discurso: Drogas Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, A atual posição do Brasil no que se refere ao consumo de drogas ilícitas é assustadora. De acordo com diversas pesquisas, o número de usuários de drogas vem aumentando a cada ano. A população jovem é a que mais a utiliza; a família está perdendo o seu papel de educadora; a violência e o crime organizado se alimentam dos dependentes desse mal devastador; a população fecha os olhos com medo de perder a vida... O Brasil está mergulhando num mar de lama. Segundo o Relatório Mundial sobre Drogas do Escritório da Organização das Nações Unidas contra Drogas e Crime (Unodc), divulgado em junho deste ano, há uma tendência de alta no no consumo de drogas no Brasil, enquanto a tendência para a **

2 2 Europa e os Estados Unidos é de queda. Segundo os dados da Unodc, 5,8% da população brasileira com mais de 15 anos usam maconha, 0,8%, cocaína, e 0,7%, anfetaminas. Houve, também, um aumento no consumo de drogas sintéticas no país, anfetaminas e ecstasy. O Brasil já é, hoje, o país o que mais consome ecstasy dentre as nações do Cone Sul (Chile, Paraguai, Uruguai e Argentina) e o terceiro colocado no ranking de toda a América do Sul. Ocupamos o 9º lugar no consumo de cocaína (o líder é a Argentina, seguida do Chile e da Colômbia, principal exportador do entorpecente, com 72% da produção mundial) e o 2º no de maconha, atrás apenas da Venezuela. É uma lástima, Senhor Presidente. Nem a Capital Federal está imune à ação devastadora das drogas. Na Capital do Brasil, que deveria servir de exemplo para o resto do país, a situação é de alerta. O Consumo de drogas entre jovens de Brasília está acima da média nacional. É **

3 isso mesmo! Além de encontrarmos aqui uma droga devastadora, a merla! Estudos encomendados pela Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) ao Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (Cebrid), em 2004, nos mostra que meninos e meninas em situação de risco nas ruas do DF, com idades entre 10 e 18 anos, experimentaram mais drogas do que a média nacional. De acordo com o V Levantamento sobre o Uso de Álcool e Drogas entre Crianças e Adolescentes em Situação de Rua, divulgado durante o Fórum Nacional Sobre Drogas, o DF apresentou maior índice de consumo em todas as substâncias: tabaco, álcool, solventes, maconha, cocaína (e seus derivados) e medicamentos psicotrópicos. 3 Não podemos sustentar essa deprimente situação! O consumo de merla na Capital, uma substância derivada da cocaína, é tão sério que inspirou um best seller nacional, o livro Cabeça de **

4 4 Porco. Nele, seus autores descrevem o desespero e a fragilidade de quem consome essa droga abominável. Tão execrável que até traficantes do Rio e de São Paulo proibiram o comércio da merla nesses estados. A merla, droga típica do Distrito Federal, comercializada desde o início da década de 80, foi difundida na Penitenciária da Papuda e tem a Região Administrativa de Ceilândia como principal fabricante. O músico MV Bill, um dos autores de Cabeça de Porco, descreve a droga como o fundo do poço, segundo ele quem fuma merla não tem namorada, família ou amigos. É o ponto final porque daí não tem outro lugar para ir, a não ser a morte. Por ser uma droga barata, os consumidores são pessoas que chegaram ou estão próximos da miséria, gente muito pobre, que não têm perspectivas de um futuro melhor, que não têm sonhos e nem mais forças para lutar, estão entregues à caridade humana, que por vezes falha. Esse é o exemplo que a Capital Federal tem **

5 5 a oferecer ao resto do país: crianças abandonadas, pessoas miseráveis, elevado índice de consumo de drogas, violência e impunidade. Afinal, que país é esse? Estudos revelam a importância da família na decisão de largar as drogas. Conforme pesquisa realizada no DF, 33% dos usuários de drogas da capital não moram com os pais por causa de conflitos e agressões em casa, por isso abandonaram a família, optaram em viver nas ruas e se tornaram reféns das drogas. Outra pesquisa, feita pela Secretaria Nacional Antidrogas, mostra que o rompimento do vínculo familiar é o fator que apresenta maior associação com o uso diário de drogas. Precisamos dar condições para que as famílias se estruturem, pois são elas o sustentáculo da vida. É a família que alimenta a alma. Sem esse alicerce muitos se perdem. Precisamos criar meios de evitar que essa situação se expanda ainda mais. **

6 ** Precisamos de medidas eficientes, que impeça que mais jovens experimentem e tornem-se reféns das drogas, que roubam suas vidas, seus sonhos e suas esperanças. Precisamos, mais do que repreender, mais que proibir, educar e prevenir nossos jovens sobre os malefícios do uso de drogas. 6 Era o que tinha a dizer. Obrigado.

PROJETO DE LEI Nº., DE 2015. (Do Sr. Roberto de Lucena)

PROJETO DE LEI Nº., DE 2015. (Do Sr. Roberto de Lucena) PROJETO DE LEI Nº., DE 2015 (Do Sr. Roberto de Lucena) Altera a Lei nº 11.343 de 23 de agosto de 2006, que institui o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas - Sisnad; prescreve medidas para

Leia mais

RELATÓRIO MUNDIAL SOBRE DROGAS WDR 2009 Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC)

RELATÓRIO MUNDIAL SOBRE DROGAS WDR 2009 Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) RELATÓRIO MUNDIAL SOBRE DROGAS WDR 2009 Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) Referências ao Brasil 1 Consumo de opiáceos 2 A maior população de usuários de opiáceos (ópio, heroína,

Leia mais

RELATÓRIO MUNDIAL SOBRE DROGAS WDR 2010 Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC)

RELATÓRIO MUNDIAL SOBRE DROGAS WDR 2010 Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) RELATÓRIO MUNDIAL SOBRE DROGAS WDR 2010 Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) Referências ao Brasil e ao Cone Sul 1 Cocaína Produção de cocaína A área global de cultivo de coca diminuiu

Leia mais

Cristina Almeida. Psicóloga escolar

Cristina Almeida. Psicóloga escolar Cristina Almeida Psicóloga escolar Preven Porque falar? Tema atual interfere direta e indiretamente na qualidade de vida. UNODC (Organização das Nações Unidas- Escritório contra Drogas e Crime Global Illicit

Leia mais

Espanha, Alemanha e Reino Unido também são usados como pontos de trânsito para precursores destinados à região. Pág. 85 Recentemente, vários países

Espanha, Alemanha e Reino Unido também são usados como pontos de trânsito para precursores destinados à região. Pág. 85 Recentemente, vários países Referências ao Brasil e ao Cone Sul Relatos da fabricação de ATS também surgiram em países da América Central e da América do Sul. Seis laboratórios ilícitos de ATS foram relatados apreendidos em 2009.

Leia mais

SENADO FEDERAL DIGA NÃO ÀS DROGAS SENADOR CLÉSIO ANDRADE

SENADO FEDERAL DIGA NÃO ÀS DROGAS SENADOR CLÉSIO ANDRADE SENADO FEDERAL DIGA NÃO ÀS DROGAS SENADOR CLÉSIO ANDRADE Diga não às drogas apresentação A droga oferece um único caminho: começa pela busca do prazer e da euforia e acaba no inferno para manter o vício.

Leia mais

O Brasil no Relatório Mundial sobre Drogas 2008

O Brasil no Relatório Mundial sobre Drogas 2008 O Brasil no Relatório Mundial sobre Drogas 2008 I. Ópio - Consumo De acordo com pesquisas domiciliares [CEBRID 2005], o maior mercado de opiáceos na América do Sul é o Brasil, com cerca de 600 mil usuários,

Leia mais

O PROBLEMA DAS DROGAS NA SOCIEDADE EM QUE VIVEMOS

O PROBLEMA DAS DROGAS NA SOCIEDADE EM QUE VIVEMOS O PROBLEMA DAS DROGAS NA SOCIEDADE EM QUE VIVEMOS O século XX viveu em guerra. Todas os habitantes da Terra sejam da Europa, da Ásia, das Américas, da pobre África sofreram demais até os anos 70; foram

Leia mais

ABUSO DO CONSUMO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS, UMA QUESTÃO DE SAÚDE PÚBLICA. Senhor Presidente,

ABUSO DO CONSUMO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS, UMA QUESTÃO DE SAÚDE PÚBLICA. Senhor Presidente, Discurso proferido pelo deputado GERALDO RESENDE (PMDB/MS), em sessão no dia 04/05/2011. ABUSO DO CONSUMO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS, UMA QUESTÃO DE SAÚDE PÚBLICA Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados,

Leia mais

O crack em números: Usuários de crack reunidos no centro de São Paulo em. imagem de janeiro (Foto: Yasuyoshi Chiba/AFP)

O crack em números: Usuários de crack reunidos no centro de São Paulo em. imagem de janeiro (Foto: Yasuyoshi Chiba/AFP) Brasil tem 370 mil usuários regulares de crack nas capitais, aponta Fiocruz Estudo indireto com 25 mil pessoas mediu consumo por 6 meses em 2012. Nordeste lidera lista em números absolutos, e 14% do total

Leia mais

Educação em Saúde: Dependência Química. Módulo 1: A dimensão do problema das drogas no Brasil

Educação em Saúde: Dependência Química. Módulo 1: A dimensão do problema das drogas no Brasil Educação em Saúde: Dependência Química Módulo 1: A dimensão do problema das drogas no Brasil MODULO 1: A dimensão do problema das drogas no Brasil Epidemiologia do consumo de substâncias psicoativas no

Leia mais

É assustador observarmos o elevado índice de crianças que são vítimas da prostituição, as quais são exploradas sexualmente em troca de alguma forma

É assustador observarmos o elevado índice de crianças que são vítimas da prostituição, as quais são exploradas sexualmente em troca de alguma forma É assustador observarmos o elevado índice de crianças que são vítimas da prostituição, as quais são exploradas sexualmente em troca de alguma forma de sustento ou amparo, e está situação vem ocorrendo

Leia mais

Bo Mathiasen Representante regional para o Brasil e Cone Sul

Bo Mathiasen Representante regional para o Brasil e Cone Sul Bo Mathiasen Representante regional para o Brasil e Cone Sul Mercados do Cone Sul mais atraentes - Avanços econômicos e sociais - Globalização - Maior acesso a bens e serviços X facilitação do crime organizado

Leia mais

Benefício libera 10 mil presos

Benefício libera 10 mil presos Clipping produzido pelo Instituto de Políticas Públicas de Segurança da Fundação Santo André INSEFUSA 10/04/2006 Benefício libera 10 mil presos Jornal da Tarde, 10 de abril de 2006 - As portas das penitenciárias

Leia mais

Até o fundo do poço: entrando e sobrevivendo no mundo das drogas 1

Até o fundo do poço: entrando e sobrevivendo no mundo das drogas 1 Até o fundo do poço: entrando e sobrevivendo no mundo das drogas 1 Ivan Martínez Vargas de SOUZA 2 Eliane Freire de OLIVEIRA 3 Universidade de Taubaté, Taubaté, SP RESUMO O livro-reportagem de perfis Até

Leia mais

I Jornada de Saúde Mental do Vale do Taquari: Crack e outras drogas: perspectivas na abordagem psicossocial

I Jornada de Saúde Mental do Vale do Taquari: Crack e outras drogas: perspectivas na abordagem psicossocial I Jornada de Saúde Mental do Vale do Taquari: Crack e outras drogas: perspectivas na abordagem psicossocial 14 de junho de 2014 FATORES DE RISCO E COMORBIDADES PSIQUIÁTRICAS ASSOCIADOS AOS TRANSTORNOS

Leia mais

Drogas. Prevenção no ambiente de trabalho

Drogas. Prevenção no ambiente de trabalho Saiba mais: Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime UNODC Brasil e Cone Sul SHIS QI 25 conj 3 casa 7 Brasília DF Brasil 70266-230 Tel: 55 (61) 3367-7353 www.unodc.org.br unodc.brasil@unodc.org.br

Leia mais

PURANA: Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP)

PURANA: Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) PURANA: Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) Fundação: Dia Internacional da Mulher em 2010 Florianópolis Causa: Sempre externa à Sede De forma lúdica, efetuando shows e apresentações

Leia mais

O USO DO ÁLCOOL ENTRE OS JOVENS: HISTÓRIA, POLÍTICAS GOVERNAMENTAIS, CONSEQÜÊNCIAS SOCIAIS E TRATAMENTO.

O USO DO ÁLCOOL ENTRE OS JOVENS: HISTÓRIA, POLÍTICAS GOVERNAMENTAIS, CONSEQÜÊNCIAS SOCIAIS E TRATAMENTO. ANTONIO WILKER BEZERRA LIMA O USO DO ÁLCOOL ENTRE OS JOVENS: HISTÓRIA, POLÍTICAS GOVERNAMENTAIS, CONSEQÜÊNCIAS SOCIAIS E TRATAMENTO. 1ª Edição Arneiroz Edição do Autor 2013 [ 2 ] Ficha catalográfica. Lima,

Leia mais

Senado Federal. Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas SENAD Ministério da Justiça

Senado Federal. Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas SENAD Ministério da Justiça Senado Federal Comissão de Assuntos Sociais i Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas SENAD Ministério da Justiça Contexto mundial: Consumo de drogas ilícitas Estima, entre 149 e 272 milhões, o nº

Leia mais

ONU: 50 mil pessoas foram assassinadas no Brasil em 2012. Isto equivale a 10% dos homicídios no mundo

ONU: 50 mil pessoas foram assassinadas no Brasil em 2012. Isto equivale a 10% dos homicídios no mundo ONU: 50 mil pessoas foram assassinadas no Brasil em 2012. Isto equivale a 10% dos homicídios no mundo 10/04/2014 Manifestação dos movimentos sociais em frente ao Fórum Cível de Marabá, no Pará, contra

Leia mais

substâncias psicoativas entre estudantes da rede pública e particular das 26 capitais e Distrito Federal -- 2010

substâncias psicoativas entre estudantes da rede pública e particular das 26 capitais e Distrito Federal -- 2010 Levantamento sobre o uso de substâncias psicoativas entre estudantes da rede pública e particular das 26 capitais e Distrito Federal -- 2010 -- PESQUISA POLÍTICAS PÚBLICAS EDUCAÇÃO TRATAMENTO RED.DANOS

Leia mais

Alienação das drogas

Alienação das drogas Alienação das drogas Que relação podemos fazer entre os personagens mortos-vivos da ficção e os usuários de drogas em geral. São substâncias, naturais ou sintéticas que, introduzidas no organismo, podem

Leia mais

A Legislação e a Política de Drogas na Holanda. Edward MacRae

A Legislação e a Política de Drogas na Holanda. Edward MacRae A Legislação e a Política de Drogas na Holanda Edward MacRae O conceito básico é o de redução de danos. São quatro os objetivos principais da política: Evitar o uso recreativo de drogas e reabilitar os

Leia mais

2 Conversando sobre drogas famílias APRESENTAÇÃO

2 Conversando sobre drogas famílias APRESENTAÇÃO 2 Conversando sobre drogas famílias APRESENTAÇÃO 3 Você já deve ter percebido que a família é a base de tudo, tendo papel decisivo na formação do sujeito e da própria sociedade. Sabendo da relevância do

Leia mais

seguinte discurso: Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, entre jovens, que, independentemente da classe social,

seguinte discurso: Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, entre jovens, que, independentemente da classe social, O SR. JOSUÉ BENGTSON (PTB-PA) pronuncia o seguinte discurso: Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, a sociedade brasileira está sob nova e seriíssima ameaça. É sobre essa ameaça que desejo nesta oportunidade

Leia mais

Relatório Mundial sobre Drogas 2013

Relatório Mundial sobre Drogas 2013 Relatório Mundial sobre Drogas 2013 Metodologia e fontes de dados Questionários dos relatórios anuais Pesquisas feitas pelo UNODC Relatórios dos governos Relatórios de outras organizações internacionais/regionais

Leia mais

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE A Novena de Natal deste ano está unida à Campanha da Fraternidade de 2013. O tema Fraternidade e Juventude e o lema Eis-me aqui, envia-me, nos leva para o caminho da JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE Faça a

Leia mais

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Lato Sensu em Gestão Educacional Trabalho de Conclusão de Curso

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Lato Sensu em Gestão Educacional Trabalho de Conclusão de Curso Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Lato Sensu em Gestão Educacional Trabalho de Conclusão de Curso O USO INDEVIDO DE DROGAS: OPORTUNIDADE PARA A VIOLÊNCIA DESAFIO PARA A GESTÃO ESCOLAR Autora: Ludmilla

Leia mais

IDH do Brasil melhora, mas país cai no ranking Mudança se deve a desempenho melhor de outro país

IDH do Brasil melhora, mas país cai no ranking Mudança se deve a desempenho melhor de outro país Material embargado até dia 9 de novembro, às 11h do Brasil IDH do Brasil melhora, mas país cai no ranking Mudança se deve a desempenho melhor de outro país O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil

Leia mais

Referências ao Brasil

Referências ao Brasil Referências ao Brasil II. Funcionamento do sistema internacional de controle de drogas Cooperação dos governos com a Junta 2. Submissão de relatórios estatísticos p. 21 149. Dentre os países que não foram

Leia mais

ツVivo Feliz Sem Drogas. Capa

ツVivo Feliz Sem Drogas. Capa Capa ツVivo Feliz Sem Drogas Projeto ツVivo Feliz Sem Drogas Prevenindo o uso indevido de drogas Capa fim MUNICIPIO DE ITAPEVA SP Secretaria Municipal de Defesa Social Projeto ツVivo Feliz Sem Drogas Prevenindo

Leia mais

ATENÇÃO: O RELATÓRIO ESTÁ SOB EMBARGO INTERNACIONAL. QUALQUER DADO SÓ PODERÁ SER PUBLICADO DIA 26/6 A PARTIR DE 10H30 HORA BRASÍLIA

ATENÇÃO: O RELATÓRIO ESTÁ SOB EMBARGO INTERNACIONAL. QUALQUER DADO SÓ PODERÁ SER PUBLICADO DIA 26/6 A PARTIR DE 10H30 HORA BRASÍLIA 1 ATENÇÃO: O RELATÓRIO ESTÁ SOB EMBARGO INTERNACIONAL. QUALQUER DADO SÓ PODERÁ SER PUBLICADO DIA 26/6 A PARTIR DE 10H30 HORA BRASÍLIA O Brasil no Relatório Mundial de Drogas 2007 TENDÊNCIAS DO MERCADO

Leia mais

INSTRUÇÕES. Maconha Legal

INSTRUÇÕES. Maconha Legal INSTRUÇÕES Leia o texto a seguir, pesquise sobre o assunto e produza um texto dissertativoargumentativo entre 20 e 30 linhas sobre o tema Legalização da Maconha (Aproveite as anotações feitas em sala de

Leia mais

A RELAÇÃO ENTRE O USO DO CRACK E A VIOLÊNCIA URBANA EM SANTA MARIA

A RELAÇÃO ENTRE O USO DO CRACK E A VIOLÊNCIA URBANA EM SANTA MARIA A RELAÇÃO ENTRE O USO DO CRACK E A VIOLÊNCIA URBANA RESUMO EM SANTA MARIA Raisa Crestani Calegaro 1 Carolina Elisa Suptitz 2 O uso do crack tem aumentado cada vez mais no Brasil, principalmente em grandes

Leia mais

A Política Nacional sobre Drogas e o Atendimento a Usuários de Drogas no Horto Medicinal da SEMAS de Goiânia-Go.

A Política Nacional sobre Drogas e o Atendimento a Usuários de Drogas no Horto Medicinal da SEMAS de Goiânia-Go. A Política Nacional sobre Drogas e o Atendimento a Usuários de Drogas no Horto Medicinal da SEMAS de Goiânia-Go. Marlene Fátima Stach Alves* Roberto Alves Pereira ** RESUMO: O presente artigo faz uma breve

Leia mais

GALBA TACIANA SARMENTO VIEIRA

GALBA TACIANA SARMENTO VIEIRA GALBA TACIANA SARMENTO VIEIRA No Brasil, a questão do combate ao uso de drogas teve início na primeira metade do século XX, nos governos de Eptácio Pessôa e Getúlio Vargas; A primeira regulamentação sobre

Leia mais

Universidade Federal do Vale do São Francisco Colegiado de Psicologia. Avaliando a atenção à saúde oferecidas pelo CAPS ad de Petrolina-PE

Universidade Federal do Vale do São Francisco Colegiado de Psicologia. Avaliando a atenção à saúde oferecidas pelo CAPS ad de Petrolina-PE Universidade Federal do Vale do São Francisco Colegiado de Psicologia Avaliando a atenção à saúde oferecidas pelo CAPS ad de Petrolina-PE Silvoney Matos Jr Orientador: Prof. Msc. Angelo A. S. Sampaio Petrolina,

Leia mais

PAPO LEGAL CONVERSANDO COM JOVENS SOBRE PREVENÇÃO AO USO ABUSIVO DE DROGAS

PAPO LEGAL CONVERSANDO COM JOVENS SOBRE PREVENÇÃO AO USO ABUSIVO DE DROGAS PAPO LEGAL CONVERSANDO COM JOVENS SOBRE PREVENÇÃO AO USO ABUSIVO DE DROGAS APRESENTAÇÃO: A Secretaria de Assistência Social e Cidadania (SASC) por meio da Diretoria de Programas sobre Drogas (DPSD) do

Leia mais

O Dep. Pastor Frankembergen pronuncia o seguinte discurso: O poder da mídia. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados.

O Dep. Pastor Frankembergen pronuncia o seguinte discurso: O poder da mídia. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados. 1 O Dep. Pastor Frankembergen pronuncia o seguinte discurso: O poder da mídia Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados. Hoje estou aqui para, mais uma vez, alertar sobre o mal que a televisão pode

Leia mais

JUNTA INTERNACIONAL DE FISCALIZAÇÃO DE ENTORPECENTES Relatório Anual 2010 Referências ao Brasil

JUNTA INTERNACIONAL DE FISCALIZAÇÃO DE ENTORPECENTES Relatório Anual 2010 Referências ao Brasil JUNTA INTERNACIONAL DE FISCALIZAÇÃO DE ENTORPECENTES Relatório Anual 2010 Referências ao Brasil II. Funcionamento do sistema internacional de fiscalização de drogas A. Promoção da aplicação sistemática

Leia mais

1 A pesar de não existir uma definição estabelecida de consumidor problemático, os países costumam

1 A pesar de não existir uma definição estabelecida de consumidor problemático, os países costumam SUMÁRIO Desenvolvimento Global do consumo, produção e tráfico de drogas ilícitas Consumo O UNODC estima que em 2009, entre 149 e 272 milhões de pessoas no mundo (ou entre 3,3% e 6,1% da população de 15-64

Leia mais

MERCOSUL / SGT Nº 11 SAÚDE / COMISSÃO DE PRODUTOS PARA A SAÚDE / GRUPO AD HOC PSICOTRÓPICOS E ENTORPECENTES / ATA Nº 01/10

MERCOSUL / SGT Nº 11 SAÚDE / COMISSÃO DE PRODUTOS PARA A SAÚDE / GRUPO AD HOC PSICOTRÓPICOS E ENTORPECENTES / ATA Nº 01/10 MERCOSUL / SGT Nº 11 SAÚDE / COMISSÃO DE PRODUTOS PARA A SAÚDE / GRUPO AD HOC PSICOTRÓPICOS E ENTORPECENTES / ATA Nº 01/10 Realizou-se na cidade de Porto Alegre, República Federativa do Brasil, entre os

Leia mais

Em nome do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime. UNODC quero agradecer ao coordenador residente, sr. Jorge

Em nome do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime. UNODC quero agradecer ao coordenador residente, sr. Jorge Boa tarde! Em nome do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime UNODC quero agradecer ao coordenador residente, sr. Jorge Chediek, e a toda sua equipe, pela oportunidade em participar desse importante

Leia mais

Políticas Públicas sobre drogas no Brasil. Luciana Cordeiro Aline Godoy

Políticas Públicas sobre drogas no Brasil. Luciana Cordeiro Aline Godoy Políticas Públicas sobre drogas no Brasil Luciana Cordeiro Aline Godoy O que são políticas públicas? Para que servem? Como são elaboradas? Políticas Públicas para quê? Instrumento na organização da sociedade

Leia mais

Antes de conhecer algumas informações fornecidas pela Epidemiologia, vamos relembrar alguns conceitos:

Antes de conhecer algumas informações fornecidas pela Epidemiologia, vamos relembrar alguns conceitos: Módulo1:: CAPÍTULO 2: Epidemiologia do uso de substâncias psicoativas no Brasil: peculiaridades regionais e populações específicas José Carlos Fernandes Galduróz Antes de conhecer algumas informações fornecidas

Leia mais

O PODER DO USO DE DROGAS NA FRAGILIDADE EGÓICA DO ADOLESCENTE

O PODER DO USO DE DROGAS NA FRAGILIDADE EGÓICA DO ADOLESCENTE O PODER DO USO DE DROGAS NA FRAGILIDADE EGÓICA DO ADOLESCENTE 2015 Mariana Santos Romão Graduanda do Curso Superior em Medicina da Universidade do Oeste Paulista (Brasil) Rita de Cassia Bomfim Leitão Higa

Leia mais

TÍTULO: FATORES DE RISCO E DE PROTEÇÃO NA PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS EM CIDADE DO INTERIOR DE SÃO PAULO

TÍTULO: FATORES DE RISCO E DE PROTEÇÃO NA PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS EM CIDADE DO INTERIOR DE SÃO PAULO TÍTULO: FATORES DE RISCO E DE PROTEÇÃO NA PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS EM CIDADE DO INTERIOR DE SÃO PAULO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: PSICOLOGIA INSTITUIÇÃO: FACULDADE

Leia mais

Equipe: Ronaldo Laranjeira Helena Sakiyama Maria de Fátima Rato Padin Sandro Mitsuhiro Clarice Sandi Madruga

Equipe: Ronaldo Laranjeira Helena Sakiyama Maria de Fátima Rato Padin Sandro Mitsuhiro Clarice Sandi Madruga Equipe: Ronaldo Laranjeira Helena Sakiyama Maria de Fátima Rato Padin Sandro Mitsuhiro Clarice Sandi Madruga 1. Por que este estudo é relevante? Segundo o relatório sobre a Carga Global das Doenças (Global

Leia mais

DROGAS: legalizar ou não? Um grande desafio! RESUMO

DROGAS: legalizar ou não? Um grande desafio! RESUMO 40 DROGAS: legalizar ou não? Um grande desafio! Eduardo Barcaro Carnavali RESUMO O presente artigo tem o intuito de explanar acerca da discussão de um tema cujo debate é extremamente urgente e importante,

Leia mais

Eduardo Stranz Mariana Boff Barreto Rosângela Ribeiro Virna Limongi

Eduardo Stranz Mariana Boff Barreto Rosângela Ribeiro Virna Limongi O Crack na Fronteira Brasileira Eduardo Stranz Mariana Boff Barreto Rosângela Ribeiro Virna Limongi Resumo: O Observatório do Crack, projeto elaborado e mantido pela Confederação Nacional de Municípios

Leia mais

VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA ou ADOLESCENTE

VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA ou ADOLESCENTE VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA ou ADOLESCENTE Equipe LENAD: Ronaldo Laranjeira Clarice Sandi Madruga IlanaPinsky Maria Carmen Viana Divulgação: Maio de 2014. 1. Porque esse estudo é relevante? Segundo a Subsecretaria

Leia mais

Viagens Perigosas Diga não as drogas!

Viagens Perigosas Diga não as drogas! Viagens Perigosas Diga não as drogas! Quem somos...!!! Ciência Divertida é a empresa líder em atividades científicas interativas para crianças entre 04 e 17 anos. Nossos programas educativos estão focados

Leia mais

Governo lança campanha de prevenção dos riscos do consumo de bebidas alcoólicas Resultados das pesquisas:

Governo lança campanha de prevenção dos riscos do consumo de bebidas alcoólicas Resultados das pesquisas: Governo lança campanha de prevenção dos riscos do consumo de bebidas alcoólicas O Ministério da Saúde lançou, nesta sexta-feira (10) no Rio de Janeiro (RJ), uma campanha publicitária alertando sobre os

Leia mais

MÓDULO 2. Neste módulo você conhecerá a epidemiologia do consumo de substâncias psicoativas e os padrões de consumo do álcool e crack.

MÓDULO 2. Neste módulo você conhecerá a epidemiologia do consumo de substâncias psicoativas e os padrões de consumo do álcool e crack. MÓDULO 2 Neste módulo você conhecerá a epidemiologia do consumo de substâncias psicoativas e os padrões de consumo do álcool e crack. Você aprenderá alguns conceitos relacionados à temática, como os padrões

Leia mais

Revista Pandora Brasil O JOVEM, O ÁLCOOL, A ESCOLA E SEUS ENTORNOS:

Revista Pandora Brasil O JOVEM, O ÁLCOOL, A ESCOLA E SEUS ENTORNOS: 32 Revista Pandora Brasil Home Índice Minicurrículos dos autores O JOVEM, O ÁLCOOL, A ESCOLA E SEUS ENTORNOS: MODELOS DE PREVENÇÃO E CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA AMBIENTAL UM ENSAIO Aurélio Fabrício Torres

Leia mais

Principais Resultados Estudo Comparativo: Brasil - 2001 e 2005

Principais Resultados Estudo Comparativo: Brasil - 2001 e 2005 303 Principais Resultados Estudo Comparativo: - 2001 e 2005 304 I ESTUDO COMPARATIVO: BRASIL 2001 E 2005 I Dados Gerais 1. População brasileira: 169.799.170 habitantes*. 2. População das 108 cidades brasileiras

Leia mais

Criminalidade no Brasil

Criminalidade no Brasil Criminalidade no Brasil Instituto Avante Brasil Diretor- Presidente: Luiz Flávio Gomes Coordenação e elaboração de pesquisa: Flávia Mestriner Botelho De acordo com um levantamento realizado pelo Instituto

Leia mais

Mário Coelho Lima Filho

Mário Coelho Lima Filho Mário Coelho Lima Filho AS POLÍTICAS PÚBLICAS E OS DEPENDENTES QUÍMICOS DO CRACK NO DISTRITO FEDERAL E ENTORNO Projeto de Pesquisa apresentado ao Programa de Pós-Graduação do Cefor como parte das exigências

Leia mais

Convivência Familiar e Comunitária: O papel das famílias no apoio ao jovem usuário de drogas

Convivência Familiar e Comunitária: O papel das famílias no apoio ao jovem usuário de drogas MOVIMENTO TORTURA NUNCA MAIS DE PERNAMBUCO PROJETO FAMÍLIA SOLIDÁRIA: UMA ESTRATÉGIA DE ENFRENTAMENTO À INSTITUCIONALIZAÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES NO PPCAAM/PE. SEGUNDO CURSO, EM METODOLOGIA EAD, DE

Leia mais

INTOXICAÇÃO POR NOVAS DROGAS

INTOXICAÇÃO POR NOVAS DROGAS Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro Grupamento de Socorro de Emergência Seção de Desastres INTOXICAÇÃO POR NOVAS DROGAS Edna Maria de Queiroz Capitão Médica CBMERJ Médica HUAP / UFF

Leia mais

Referências ao Brasil

Referências ao Brasil EMBARGADO até 26 de Junho de 2013, às 5h, horário de Brasília (10h horário de Viena) Referências ao Brasil Prefácio As conclusões do Relatório Mundial sobre Drogas 2013 apresentam lições importantes para

Leia mais

LISTAS DE FIGURAS, GRÁFICOS E TABELAS

LISTAS DE FIGURAS, GRÁFICOS E TABELAS LISTAS DE FIGURAS, GRÁFICOS E TABELAS FIGURAS Figura A Distribuição das porcentagens da amostra total e população total por sexo. 41 Figura B Distribuição das porcentagens da amostra e da população, para

Leia mais

PROJETO ESPORTE À MEIA-NOITE

PROJETO ESPORTE À MEIA-NOITE PROJETO ESPORTE À MEIA-NOITE OBJETIVO GERAL Combater, de forma preventiva, a criminalidade juvenil, por meio do desenvolvimento de ações esportivas, de qualificação profissional e de lazer, destinadas

Leia mais

O Enfermeiro na Prevenção do Uso/Abuso de Drogas: uma perspectiva para o Programa Saúde da Família

O Enfermeiro na Prevenção do Uso/Abuso de Drogas: uma perspectiva para o Programa Saúde da Família O Enfermeiro na Prevenção do Uso/Abuso de Drogas: uma perspectiva para o Programa Saúde da Família Autoras: Margarida Maria Rocha Bernardes Elaine Cristina Valadares Gertrudes Teixeira Lopes Grupo de Estudos

Leia mais

Brasil avança, mas é quarto país mais desigual da América Latina, diz ONU

Brasil avança, mas é quarto país mais desigual da América Latina, diz ONU Brasil avança, mas é quarto país mais desigual da América Latina, diz ONU Estudo faz balanço de serviços urbanos básicos, como a gestão dos resíduos sólidos. (Foto: Reprodução) Apesar do crescimento econômico,

Leia mais

O Jovem, o Ócio e a Ocupação:

O Jovem, o Ócio e a Ocupação: O Jovem, o Ócio e a Ocupação: Um dado recente editado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostrou o perfil do jovem estudante no Brasil. Trata-se da Pesquisa Nacional de Saúde Escolar

Leia mais

OS JOVENS PORTUGUESES E O CONSUMO DE DROGAS

OS JOVENS PORTUGUESES E O CONSUMO DE DROGAS OS JOVENS PORTUGUESES E O CONSUMO DE DROGAS Tema 1, Nº 2 Junho 2001 Margarida Gaspar de Matos e Susana Fonseca Carvalhosa Equipa do Aventura Social e Saúde Estudo realizado em co-financiamento pela Faculdade

Leia mais

Álcool, Drogas e o Jovem

Álcool, Drogas e o Jovem Álcool, Drogas e o Jovem Sub-Secretaria de Políticas sobre Drogas do Estado de Minas Gerais Amadeu Roselli Cruz Primavera de 2012 1 Jovens e Conflitos com a Família 1. Escola 2. Limpeza do corpo 3. Limpeza

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 20 Discurso na cerimónia "Jovens

Leia mais

Ações de Prevenção nas empresas, baseadas em evidencias.

Ações de Prevenção nas empresas, baseadas em evidencias. Aspectos Legais, Econômicos e de Saúde Associados aos Programas (Exames Toxicológicos) UFRJ/CEPRAL / Curso: Prevenindo Dependências nas Empresas Ações de Prevenção nas empresas, baseadas em evidencias.

Leia mais

CISOTTO, Laurindo ROSSETO, Marisa, Ester, A.

CISOTTO, Laurindo ROSSETO, Marisa, Ester, A. ... Cuidar é mais que um ato; é uma atitude. Portanto, abrange mais um momento de atenção, de zelo e desvelo. Representa uma atitude de ocupação, preocupação, de responsabilidade, de envolvimento afetivo

Leia mais

Ins$tuto Nacional de Ciência e Tecnologia para Polí$cas Públicas do Álcool e Outras Drogas Consumo de Álcool no Brasil: Tendências entre 2006/2012

Ins$tuto Nacional de Ciência e Tecnologia para Polí$cas Públicas do Álcool e Outras Drogas Consumo de Álcool no Brasil: Tendências entre 2006/2012 Ins$tuto Nacional de Ciência e Tecnologia para Polí$cas Públicas do Álcool e Outras Drogas Consumo de Álcool no Brasil: Tendências entre 26/212 Direção: Ronaldo Laranjeira Coordenação: Clarice Sandi Madruga

Leia mais

PROGRAMA DE PREVENÇÃO NA EMPRESA: DA IMPLANTAÇÃO À TESTAGEM TOXICOLÓGICA

PROGRAMA DE PREVENÇÃO NA EMPRESA: DA IMPLANTAÇÃO À TESTAGEM TOXICOLÓGICA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Faculdade de Ciências Farmacêuticas Departamento de Análises Clínicas e Toxicológicas Laboratório de Análises Toxicológicas PROGRAMA DE PREVENÇÃO NA EMPRESA: DA IMPLANTAÇÃO À

Leia mais

CONHECIMENTO DE UM GRUPO DE PROFESSORES DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO SOBRE DROGAS PSICOTRÓPICAS

CONHECIMENTO DE UM GRUPO DE PROFESSORES DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO SOBRE DROGAS PSICOTRÓPICAS CONHECIMENTO DE UM GRUPO DE PROFESSORES DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO SOBRE DROGAS PSICOTRÓPICAS Carla Cristina de Araujo 1 Flávia Nogueira e Ferreira 1 Gleyton Gomes Porto 1 Rodrigo Santos de Queiroz

Leia mais

II Fórum de Qualidade de Vida do Senado Federal

II Fórum de Qualidade de Vida do Senado Federal II Fórum de Qualidade de Vida do Senado Federal "O dependente químico e a responsabilidade social" Patrícia Oliveira Barbosa Assistente Social PADQ/SEE Responsabilidade Social É a forma de gestão que se

Leia mais

ÍNDICE - 17/06/2006 Folha de Boa Vista (RR)...2 Cidades...2 Jornal do Commercio (PE)...4 Cidades...4 Correio Braziliense...5 Cidades...

ÍNDICE - 17/06/2006 Folha de Boa Vista (RR)...2 Cidades...2 Jornal do Commercio (PE)...4 Cidades...4 Correio Braziliense...5 Cidades... ÍNDICE - Folha de Boa Vista (RR)...2...2 Venda de cola de sapateiro terá cadastro...2 Jornal do Commercio (PE)...4...4 Vigilância diz que água de clínica não tem toxinas...4 Correio Braziliense...5...5

Leia mais

Anais do! V Seminário Nacional Sociologia & Política!

Anais do! V Seminário Nacional Sociologia & Política! Anais do V Seminário Nacional Sociologia & Política 14, 15 e 16 de maio de 2014, Curitiba - PR ISSN: 2175-6880 América Latina: A nova rota do tráfico no século XXI Caroline Cordeiro Viana e Silva 1 Resumo:

Leia mais

Nome: APADD - Associação de Prevenção e Assistência aos Dependentes de Drogas

Nome: APADD - Associação de Prevenção e Assistência aos Dependentes de Drogas 1- NOME DO PROJETO PROJETO FALA GAROTO 2- IDENTIFICAÇÃO DA ORGANIZAÇÃO EXECUTORA Nome: APADD - Associação de Prevenção e Assistência aos Dependentes de Drogas Razão social e CNPJ: 31.754.914/0001-71 Endereço:

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 83 Papo Reto com José Junior 12 de junho de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura

Leia mais

PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS POR ADOLESCENTES EM CAMPINA GRANDE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS POR ADOLESCENTES EM CAMPINA GRANDE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS POR ADOLESCENTES EM CAMPINA GRANDE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA Tatianne Da Costa Sabino¹; Ana Cristina Martins de Lemos²; Sabrina Silva Antunes 3 ; Rosângela Vidal de Negreiros

Leia mais

Patrocínio Institucional Parcerias Apoio

Patrocínio Institucional Parcerias Apoio Patrocínio Institucional Parcerias Apoio O Grupo Cultural AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam

Leia mais

DROGAS. a vida é SEM ELAS. bem melhor

DROGAS. a vida é SEM ELAS. bem melhor DROGAS a vida é bem melhor SEM ELAS Ficha Técnica União Norte Brasileira de Educação e Cultura UNBEC DIRETORIA GERAL Wellington Mousinho de Medeiros Diretor-presidente José de Assis Elias de Brito Diretor

Leia mais

TELEFONES (11) 9 5707-6072 (11) 905810-9400 E-mail: newsfrancodarocha@hotmail.com

TELEFONES (11) 9 5707-6072 (11) 905810-9400 E-mail: newsfrancodarocha@hotmail.com 1 CONFIRMADO REALIZAÇÃO DO EVENTO NO SALÃO NOBRE DA CÂMARA MUNICIPAL DE FRANCO DA ROCHA EM 21 DE AGOSTO DE 2015 O IEP Instituto Educando Para a Paz, Observando o Principio 5 do Pacto Global das Nações

Leia mais

TERMO DE INTEGRAÇÃO OPERACIONAL PARA INSTITUIR O FÓRUM PERMANENTE DE PREVENÇÃO À VENDA E AO CONSUMO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS POR CRIANÇAS E ADOLESCENTES

TERMO DE INTEGRAÇÃO OPERACIONAL PARA INSTITUIR O FÓRUM PERMANENTE DE PREVENÇÃO À VENDA E AO CONSUMO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS POR CRIANÇAS E ADOLESCENTES TERMO DE INTEGRAÇÃO OPERACIONAL PARA INSTITUIR O FÓRUM PERMANENTE DE PREVENÇÃO À VENDA E AO CONSUMO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS POR CRIANÇAS E ADOLESCENTES CONSIDERANDO que o art. 227 da Constituição da República

Leia mais

JORGE TASSI Diretor de Projetos em Prevenção à Violência Scienco Gestão de Projetos

JORGE TASSI Diretor de Projetos em Prevenção à Violência Scienco Gestão de Projetos JORGE TASSI Diretor de Projetos em Prevenção à Violência Scienco Gestão de Projetos O uso e abuso de drogas são marcas da História do Homem. Há relatos sobre o uso de drogas por seres humanos desde que

Leia mais

consulta participativa de opinião

consulta participativa de opinião consulta participativa de opinião Interesses e perspectivas dos jovens da Brasilândia, Cachoeirinha e Freguesia do Ó CONSULTA PARTICIPATIVA DE OPINIÃO: INTERESSES E PERSPECTIVAS DOS JOVENS DA BRASILÂNDIA,

Leia mais

O Crack na Cidade de Salvador

O Crack na Cidade de Salvador O Crack na Cidade de Salvador Esdras Cabus Moreira Centro de Estudos e Tratamento do Abuso de Drogas CETAD/UFBA (vimeo.com/48998209) Realmente, o Brasil perde somente para os Estados Unidos

Leia mais

CRACK. Alexandre de Araújo Pereira. Psiquiatra Mestre em Educação Médica ENSP/UECE Docente da Faculdade de Ciências Médicas UNIFENAS BH/ IPEMED

CRACK. Alexandre de Araújo Pereira. Psiquiatra Mestre em Educação Médica ENSP/UECE Docente da Faculdade de Ciências Médicas UNIFENAS BH/ IPEMED CRACK Alexandre de Araújo Pereira Psiquiatra Mestre em Educação Médica ENSP/UECE Docente da Faculdade de Ciências Médicas UNIFENAS BH/ IPEMED Breve histórico do uso de drogas Pré História 4.000 à 5.000

Leia mais

Perfil de País Brasil 2003. Perfil de País. Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC)

Perfil de País Brasil 2003. Perfil de País. Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC) Perfil de País Brasil 2003 Perfil de País Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC) Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime 2003 Este não é um documento oficial das Nações Unidas.

Leia mais

REFERÊNCIAS AO BRASIL

REFERÊNCIAS AO BRASIL REFERÊNCIAS AO BRASIL PREFÁCIO Todos os anos a Junta Internacional de Fiscalização de Entorpecentes (JIFE) informa sobre o funcionamento do sistema internacional de controle de drogas e novidades a respeito

Leia mais

COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS DO SENADO FEDERAL. Brasília maio 2010

COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS DO SENADO FEDERAL. Brasília maio 2010 COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS DO SENADO FEDERAL Brasília maio 2010 Audiência Pública: o avanço e o risco do consumo de crack no Brasil Francisco Cordeiro Coordenação de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas

Leia mais

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. coleção Conversas #6 Eu Posso com a s fazer próprias justiça mãos? Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo

Leia mais

Brasil fica em quarto lugar em desigualdade social

Brasil fica em quarto lugar em desigualdade social Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Prova bimestral 4 o Bimestre 5 o ano Geografia 1. Leia a notícia, divulgada em vários jornais brasileiros, no dia 21

Leia mais

Dicas aos pais para evitar que seus filhos entrem nas drogas

Dicas aos pais para evitar que seus filhos entrem nas drogas Dicas aos pais para evitar que seus filhos entrem nas drogas Colunista Capitão Marcelo Sançana Comandante da 2ª Companhia da Polícia Militar Segundo estudos científicos, até os dezoito anos de idade, o

Leia mais

Programa Nacional de Controle do Tabagismo AMBIENTE LIVRE DO TABACO

Programa Nacional de Controle do Tabagismo AMBIENTE LIVRE DO TABACO Programa Nacional de Controle do Tabagismo AMBIENTE LIVRE DO TABACO Coordenação de Vigilância em Saúde do Trabalhador Gerência de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Superintendência de

Leia mais

Deputado Donisete Braga Coordenador da Frente Parlamentar de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas da Assembleia Legislativa de São Paulo.

Deputado Donisete Braga Coordenador da Frente Parlamentar de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas da Assembleia Legislativa de São Paulo. Deputado Donisete Braga Coordenador da Frente Parlamentar de Enfrentamento ao Crack e Outras Drogas da Assembleia Legislativa de São Paulo. Coordenador da Pesquisa: Shocrats Patrício da Guarda (CRA-SP

Leia mais

O SR. REMI TRINTA (PL-MA) pronuncia o seguinte. discurso: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores

O SR. REMI TRINTA (PL-MA) pronuncia o seguinte. discurso: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores O SR. REMI TRINTA (PL-MA) pronuncia o seguinte discurso: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, levantamento do Governo Federal mostra que 135 pessoas, entre homens e mulheres, moram em logradouros

Leia mais

Respostas não definitivas em uma sabatina sobre drogas

Respostas não definitivas em uma sabatina sobre drogas Respostas não definitivas em uma sabatina sobre drogas Gerivaldo Neiva * - Professor, mas o senhor não acha que um mundo sem drogas seria melhor para todos? - Definitivamente, não! Um mundo sem drogas

Leia mais