UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PLANO DE ENSINO CURSO DE ZOOTECNIA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PLANO DE ENSINO CURSO DE ZOOTECNIA"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PLANO DE ENSINO CURSO DE ZOOTECNIA 1- IDENTIFICAÇÃO: Disciplina: Nutrição animal Código: Pré-requisitos: Unidade: FAEM Código Unidade: 100 Departamento: DZ Código Departamento: 024 Créditos: 02 CHT:34 T: 2 P: 0 E: 0 Semestre letivo: 2015/1 Dias/semana: terça-feira Horários: Local(ais) DZ, s.417 Professor regente: Jerri Teixeira Zanusso SIAPE: Professores colaboradores: Débora Cristina Nichelle Lopes Palestrante convidado: eventualmente, conforme disponibilidade um palestrante do setor produtivo (fábrica de rações) ou ligado à pesquisa (EMBRAPA) realiza palestra técnica. 2- EMENTA: Introdução à nutrição animal, importância nos sistemas de criação, conceitos gerais. Alimentos. Processamento de alimentos. Qualidade dos ingredientes e análises. Rações, fábrica de rações, equipamentos, legislação, premix, rotulagem, BPP e controle de resíduos e de efluentes. Aditivos. Teorias do consumo. Fisiologia da digestão. Avanços no manejo nutricional. 3- OBJETIVOS: GERAIS Apresentar aos acadêmicos do curso de zootecnia os principais conceitos e vocabulário utilizado nesta ciência. Apresentar a legislação vigente quanto às instalações e aos ingredientes. Os discentes deverão conhecer os parâmetros de qualidade dos ingredientes e conhecer os processos fisiológicos da digestão. 4- CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: (PRÁTICO E TEÓRICO) 1. Introdução à nutrição animal: importância nos sistemas de criação, conceitos gerais. 2. Alimentos: classificação em energéticos e protéicos, concentrados ou volumosos. Tabelas de composição bromatológica e seu uso na formulação de rações.

2 3. Processamento de alimentos: peletização, extrusão, micronização, floculação. 4. Qualidade dos ingredientes e análises. Amostragem. 5. Rações, fábrica de rações, equipamentos, legislação, premix, rotulagem, Boas práticas de produção (BPP) e controle de resíduos e de efluentes. 6. Aditivos. Tipos e usos na nutrição animal. 7. Teorias do consumo: termostática, aminostática, lipostática, ionostática. 8. Fisiologia da digestão. 9. Avanços no manejo nutricional. 5- METODOLOGIA UTILIZADA: As aulas teóricas serão ministradas utilizando-se o material de apoio (diapositivos) disponibilizados através do site wp.ufpel.edu.br/nutricaoanimal, fazendo-se uso deste material através de projetor multimídia. Complementando as atividades em sala de aula, será realizada uma visita técnica à fabrica de ração do setor de experimentação do DZ-FAEM. Parte dos conteúdos desenvolvidos em sala de aula serão construídos com a participação dos discentes, na busca de material bibliográfico para estudo em sala de aula, de forma lúdica e interativa. 6- CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO: O discente deverá atender os requisitos previstos no Regimento da Universidade Federal de Pelotas, incluindo média igual ou superior a 7,0, ao final do semestre ou em exame média igual ou superior a 5,0. Ainda, deverá apresentar 75% de frequencia para ter direito ao exame, quando for o caso. A frequencia será aferida oralmente (nas aulas teóricas) ou por folha com assinaturas (nas aulas práticas). Será facultado ao(s) discente(s) que não comparecerem a uma das verificações, por razões devidamente justificadas ao Colegiado de Zootecnia, na forma da legislação vigente, a realização de uma avaliação de recuperação que será realizada ao final do semestre. Esta avaliação será de caráter teórico e acumulativo. 7- INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO A média final será composta por 02 notas, correspondendo à duas avaliações escritas em formato dissertativo. Em comum acordo com os discentes é facultado que em cada avaliação escrita a nota seja composta da seguinte forma: Avaliação (peso 80%) + estudo dirigido ou trabalhos de consulta a ser entregue por escrito (peso 20%), totalizando nota máxima 10,0.

3 A média do semestre é calculada conforme a fórmula: Média semestre = (Av. 1 + Av.2)/2 8- BIBLIOGRAFIAS: 8.1. BÁSICA: ANDRIGUETTO, J.M. et al. Normas e padrões de nutrição e alimentação animal, Nobel. São Paulo, 146 p. MAIER, J.C. PEIXOTO, R.R. NUNES, J.K. Nutrição e alimentação animal. 3ª ed. UFPEL p COMPLEMENTAR: LEESON, S and SUMMERS, J.D. Nutrition of the chicken, 4 ed. Guelph: University Books, 2001, 590p. LUCCI, C.S. Nutrição e manejo de bovinos leiteiros. 1a Ed. São Paulo, SP: Editora Manole, p. MILLER, E.R., DUANE, E.U., LEWIS, A.J. Swine nutrition, Boston: Butterworth- Heinemann, 1991, 673p. NATIONAL RESEARCH COUNCIL. Nutrient requeriments of poultry. 8 a. ed. Washington:National Academic Press, 577p., Artigos de revistas especializadas, por exemplo RBZ, avicultura industrial, informes técnicos da EMBRAPA/CNPSA e periódicos disponíveis no portal da CAPES ( 9- CRONOGRAMA DE ATIVIDADES Aulas Teóricas Aulas Práticas Data Assunto Data Assunto 1 Introdução à nutrição animal, importância sócio-econômica e contextualização com a produção agrícola Conceitos e termos técnicos empregados em nutrição e alimentação animal Alimentos: classificação em energéticos e protéicos, concentrados ou volumosos. Tabelas de composição bromatológica e seu uso na

4 4 5 formulação de rações. Processamento de alimentos: peletização, extrusão, micronização, floculação Qualidade dos ingredientes e análises. Amostragem Fábrica de rações, equipamentos, legislação, premix, rotulagem, Boas práticas de produção (BPP) e controle de resíduos e de efluentes Visita à fábrica de rações 9 FERIADO ª Avaliação escrita Aditivos. Tipos e usos na nutrição animal Teorias do consumo: termostática, aminostática Fisiologia da digestão Avanços no manejo nutricional Palestra técnica 2ª Avaliação escrita Encerramento do semestre. Avaliação da disciplina, revisão para exame Casos especiais As atividades práticas envolvem riscos inerentes ao exercício da atividade profissional, como contato com animais peçonhentos à campo (por exemplo: cobras, escorpiões, aranhas e vespas), além das próprias abelhas. Caso não dispormos de transporte, a visita técnica estará, automaticamente, cancelada e os alunos assinarão manifesto a ser entregue no setor responsável. 11. Casos omissos Casos omissos neste Plano de ensino que não possam ser resolvidos entre os discentes e o professor regente da disciplina, serão encaminhados para o Colegiado do Curso de Zootecnia, respeitando a partir desta etapa, os trâmites previstos no

5 Regimento e Estatuto da Universidade Federal de Pelotas e na Legislação Federal atinente ao tema. Pelotas, 05 de março de 2015 Prof. Jerri Teixeira Zanusso Responsável pela apresentação do plano Aprovado em reunião do Departamento de Zootecnia em 19/03/2015, conforme ATA n. 001/2015. Prof. Otoniel Geter Lauz Ferreira Chefe do Departamento de Zootecnia

Produção Animal. Prof. Eduardo Brum Schwengber

Produção Animal. Prof. Eduardo Brum Schwengber Produção Animal Prof. Eduardo Brum Schwengber I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso Superior de Tecnologia em Agronegócio Carga Horária Teórica: 60 II EMENTA Noções básicas sobre produção de bovinos de corte.

Leia mais

PROGRAMA ANALÍTICO E EMENTA DE DISCIPLINA DA PÓS GRADUAÇÃO

PROGRAMA ANALÍTICO E EMENTA DE DISCIPLINA DA PÓS GRADUAÇÃO PROGRAMA ANALÍTICO E EMENTA DE DISCIPLINA DA PÓS GRADUAÇÃO Rodrigo Rizzi IDENTIFICAÇÃO Disciplina Seminários I de Engenharia Rural Professor Responsável pela Disciplina Outros Professores Envolvidos Código

Leia mais

TEÓRICA PRÁTICA TOTAL CRÉDITOS

TEÓRICA PRÁTICA TOTAL CRÉDITOS SEMESTRE / ANO PLANO DE ENSINO 2º / 2010 Unidade: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ (UFPA) / EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL / UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA (UFRA). Curso: PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA ANIMAL

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre Letivo 2015 2 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Legislação e Ética Profissional 1.2 Unidade:

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO MANTENEDORA: COMPLEXO DE ENSINO SUPERIOR DE CACHOEIRINHA MANTIDA: FACULDADE INEDI Cachoeirinha Rio Grande do Sul REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 009/98 DA CONGREGAÇÃO DA ESCOLA DE FARMÁCIA E ODONTOLOGIA DE ALFENAS

RESOLUÇÃO Nº 009/98 DA CONGREGAÇÃO DA ESCOLA DE FARMÁCIA E ODONTOLOGIA DE ALFENAS RESOLUÇÃO Nº 009/98 DA CONGREGAÇÃO DA ESCOLA DE FARMÁCIA E ODONTOLOGIA DE ALFENAS A Congregação da Escola de Farmácia e Odontologia de Alfenas, no uso de suas atribuições regimentais e tendo em vista o

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC DE MANEJO DE PASTAGENS EM BOVINOCULTURA DE LEITE. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC DE MANEJO DE PASTAGENS EM BOVINOCULTURA DE LEITE. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

EDITAL Nº 88/2015 PROGRAD SELEÇÃO DE MONITORES PIMI 2015/2

EDITAL Nº 88/2015 PROGRAD SELEÇÃO DE MONITORES PIMI 2015/2 UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROGRAMAS ESPECIAIS EM EDUCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA Av. NS 15, 109 Norte, sala 219, Bloco IV 77001-090 Palmas/TO

Leia mais

MELHORAMENTO ANIMAL II Código: DP0034. Prof. Eduardo Brum Schwengber

MELHORAMENTO ANIMAL II Código: DP0034. Prof. Eduardo Brum Schwengber MELHORAMENTO ANIMAL II Código: DP0034 Prof. Eduardo Brum Schwengber I EMENTA Principais programas de melhoramento genético utilizados nas diferentes criações de animais domésticos: Melhoramento de bovinos

Leia mais

1 DA FINALIDADE E DO PÚBLICO ALVO

1 DA FINALIDADE E DO PÚBLICO ALVO A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências torna público as Normas Complementares do Processo Seletivo Ano Letivo 2015, aos candidatos a discente do Programa de Pós-Graduação em Ensino

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2015 - DENDC

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2015 - DENDC INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2015 - DENDC Dispõe sobre procedimentos a serem adotados para a operacionalização do plano de ensino no Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas - SIGAA. 1. DA DEFINIÇÃO

Leia mais

SEMESTRE LETIVO. 2015 Segundo. 1. Identificação Código. 1.2. Unidade: Programa de Pós Graduação em Odontologia

SEMESTRE LETIVO. 2015 Segundo. 1. Identificação Código. 1.2. Unidade: Programa de Pós Graduação em Odontologia ANO SEMESTRE LETIVO 2015 Segundo 1. Identificação Código 1.1. Disciplina: Seminários de Pesquisa 1.2. Unidade: Programa de Pós Graduação em Odontologia 1.3. Departamento Responsável: Departamento de Odontologia

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA O ESTÁGIO DE DOCÊNCIA DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM SERVIÇO SOCIAL/PPGSS MESTRADO

ORIENTAÇÃO PARA O ESTÁGIO DE DOCÊNCIA DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM SERVIÇO SOCIAL/PPGSS MESTRADO 1 ORIENTAÇÃO PARA O ESTÁGIO DE DOCÊNCIA DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM SERVIÇO SOCIAL/PPGSS MESTRADO Considerando a Portaria nº 76 de 14 abril 2010 CAPES (Artigo 18); Considerando a Resolução

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2015 2 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Eletrotécnica 0570098 1.2 Unidade: Centro

Leia mais

FACULDADE IBMEC-MG COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA REGIMENTO INTERNO

FACULDADE IBMEC-MG COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA REGIMENTO INTERNO FACULDADE IBMEC-MG COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. A Comissão Própria de Avaliação da Faculdade Ibmec-MG é o órgão responsável pela

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 01/2015

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 01/2015 RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 01/2015 A Presidente do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão CONSEPE da Universidade Estadual de Santa Cruz UESC, no uso de suas atribuições, considerando o deliberado

Leia mais

Minuta do Regimento Geral de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da Universidade Federal de São Carlos

Minuta do Regimento Geral de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da Universidade Federal de São Carlos Minuta do Regimento Geral de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da Universidade Federal de São Carlos CapítuloI Dos Objetivos Art.1º - Os cursos de pós-graduação lato sensu da Universidade Federal de São

Leia mais

10/04/2015 regeral_133_146

10/04/2015 regeral_133_146 Seção VI Da Transferência Art. 96. A UNIR aceita transferência de discentes oriundos de outras instituições de educação superior, de cursos devidamente autorizados, para cursos afins, na hipótese de existência

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2015 02 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Simulações Computacionais no Ensino

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO DA FAG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO DA FAG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO DA FAG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento tem por finalidade normatizar

Leia mais

EDITAL DIREÇÃO N.º 01 /2014

EDITAL DIREÇÃO N.º 01 /2014 EDITAL DIREÇÃO N.º 01 /2014 DISPÕE SOBRE PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE PROJETOS DE GRUPOS DE ESTUDOS DOS DOCENTES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO BACHARELADO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE FLÓRIANÓPOLIS.

Leia mais

Curso de Serviço social

Curso de Serviço social 3 1 TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC O objetivo geral do Trabalho de Conclusão de Curso - TCC é servir de instrumento estimulador à aplicação, no campo prático, de conhecimentos adquiridos no decorrer

Leia mais

NORMAS COMPLEMENTARES AO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO NO SEMESTRE LETIVO 2015-2

NORMAS COMPLEMENTARES AO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO NO SEMESTRE LETIVO 2015-2 NORMAS COMPLEMENTARES AO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO NO SEMESTRE LETIVO 2015-2 1) DAS INSCRIÇÕES 1.1. O período, procedimento e local das inscrições no processo seletivo do Programa de Pós-

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre Letivo 2015 2 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Sistemas Urbanos de Água e Esgoto 1630013

Leia mais

FACULDADES UNIDAS DO VALE DO ARAGUAIA

FACULDADES UNIDAS DO VALE DO ARAGUAIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC O Trabalho de Conclusão de Curso está estruturado sob a forma de elaboração de um artigo científico, sendo este resultado de um trabalho integrado entre as disciplinas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS. Programa de Pós-Graduação em Química Área de Concentração: Química Níveis Mestrado e Doutorado REGIMENTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS. Programa de Pós-Graduação em Química Área de Concentração: Química Níveis Mestrado e Doutorado REGIMENTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS Programa de Pós-Graduação em Química Área de Concentração: Química Níveis Mestrado e Doutorado REGIMENTO 2010 2 Os artigos que seguem neste Regimento referem-se ao Programa

Leia mais

FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Caracterização A elaboração do Trabalho de Curso fundamenta-se nas Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Nutrição,

Leia mais

2 DA ETAPA DE SELEÇÃO DOS ORIENTADORES

2 DA ETAPA DE SELEÇÃO DOS ORIENTADORES EDITAL 2014 Estabelece inscrições para o Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia Intensiva FATECI. O Diretor Geral da Faculdade de Tecnologia Intensiva FATECI, Prof. Clauder Ciarlini

Leia mais

ZOOTECNIA - SEQUÊNCIA IDEAL DO CURSO E PRÉ-REQUISITOS

ZOOTECNIA - SEQUÊNCIA IDEAL DO CURSO E PRÉ-REQUISITOS ZOOTECNIA - SEQUÊNCIA IDEAL DO CURSO E PRÉ-REQUISITOS 1º PERÍODO Obrigatória ou Carga Horária Anatomia dos Animais Domésticos Obrigatória 60 - Biologia geral animal Obrigatória 60 - Biologia geral vegetal

Leia mais

Instituto de Economia. Curso de Graduação Bacharelado em Relações Internacionais. Regulamento para Monografia

Instituto de Economia. Curso de Graduação Bacharelado em Relações Internacionais. Regulamento para Monografia CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento visa normatizar as atividades relacionadas a Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) de Graduação - Bacharelado em Relações Internacionais

Leia mais

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS PRINCÍPIOS DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS PRINCÍPIOS DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS PRINCÍPIOS DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ARTIGO 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) tem os seguintes princípios: 1.1 Consolidar o ISEAT na

Leia mais

REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE SÃO LOURENÇO

REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE SÃO LOURENÇO REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE SÃO LOURENÇO SÃO LOURENÇO/2014 CAPÍTULO l DOS OBJETIVOS Artigo 1º - As presentes normas têm por objetivo organizar e disciplinar a monitoria,

Leia mais

NORMAS E DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO COMITÊ DE ÉTICA NO USO CIENTÍFICO DE ANIMAIS (CEUA-UNISANTA) CAPÍTULO I DO OBJETO E FINALIDADES

NORMAS E DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO COMITÊ DE ÉTICA NO USO CIENTÍFICO DE ANIMAIS (CEUA-UNISANTA) CAPÍTULO I DO OBJETO E FINALIDADES NORMAS E DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO COMITÊ DE ÉTICA NO USO CIENTÍFICO DE ANIMAIS (CEUA-UNISANTA) CAPÍTULO I DO OBJETO E FINALIDADES Artigo 1º - O Comitê de Ética em Pesquisa no Uso Científico de Animais,

Leia mais

ORIENTAÇÃO DE TCC CURSO: PROF(A):

ORIENTAÇÃO DE TCC CURSO: PROF(A): ORIENTAÇÃO DE TCC CURSO: PROF(A): MATRÍCUL A ALUNO (A) REUNI ÃO ORIENTAÇ ÕES TCC Entregue Corrigida Nota Assinatura do Orientador: Data: / / Assinatura do Orientador: Data: / / Assinatura do Orientador:

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA

PROGRAMA DA DISCIPLINA Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias Departamento de Zootecnia Código da Disciplina: ZOO 05453 Disciplina: Bovinocultura de Leite PROGRAMA DA DISCIPLINA CAMPUS: Alegre CURSO:

Leia mais

Orientações para Preenchimento do Plano de Ensino

Orientações para Preenchimento do Plano de Ensino Orientações para Preenchimento do Plano de Ensino Este documento tem como objetivo orientar os docentes da UFCSPA na elaboração do Plano de Ensino de disciplinas no formato adequado ao Sistema de Registro

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2014

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 2014 Etec Dr. José Luiz Viana Coutinho Código: 073 Município: Jales - SP EE: Eixo Tecnológico: Recursos Naturais Habilitação

Leia mais

CONSIDERANDO que este Conselho compete normatizar esse procedimento; R E S O L V E:

CONSIDERANDO que este Conselho compete normatizar esse procedimento; R E S O L V E: RESOLUÇÃO N o 03/90, CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Aprova as Normas para elaboração de Projetos de Cursos de Especialização (Pós-Graduação lato sensu ). O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

Leia mais

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA - UNIPAMPA. Capítulo I - Dos Objetivos e Prazos

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA - UNIPAMPA. Capítulo I - Dos Objetivos e Prazos REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA - UNIPAMPA Capítulo I - Dos Objetivos e Prazos Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica (PPGEE) da Universidade Federal

Leia mais

REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO, APRESENTAÇÃO E AVALIAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO, APRESENTAÇÃO E AVALIAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO, APRESENTAÇÃO E AVALIAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O Trabalho de Conclusão de Curso TCC constitui-se atividade

Leia mais

O COORDENADOR DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL, no uso de suas atribuições legais e regimentais, e:

O COORDENADOR DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL, no uso de suas atribuições legais e regimentais, e: Resoluçãonº01de209 Regulamenta o Estágio de Docência para os alunos do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil O COORDENADOR DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL, no uso de suas atribuições

Leia mais

Capítulo II Da Banca

Capítulo II Da Banca A Comissão de Avaliação de Projetos do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, em reunião realizada em 19/10/2011, aprovou as normas para Defesa de Projeto de Pesquisa, nos seguintes termos:

Leia mais

EDITAL Nº 03 01 de Junho de 2015

EDITAL Nº 03 01 de Junho de 2015 FACULDADE EVANGÉLICA DO PIAUÍ CREDENCIADA PELO MEC-PORTARIA Nº 2.858-13/09/2004 C.N.P.J 03.873.844/0001-35 EDITAL Nº 03 01 de Junho de 2015 A Coordenação do Curso de Bacharelado em Serviço Social da Faculdade

Leia mais

Edital 09/2011. 1. Local, período, documentação e pagamento de taxa

Edital 09/2011. 1. Local, período, documentação e pagamento de taxa Edital 09/2011 A Coordenação do Curso de Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos desta Universidade, ouvido o Colegiado, TORNA PÚBLICA a divulgação do cronograma do processo de recrutamento, seleção

Leia mais

REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA

REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA Faculdade de Tecnologia de Americana Curso Superior de Tecnologia em Logística REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA Americana, SP 2015 SUMÁRIO 1 SOBRE O TRABALHO

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA E BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA E BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - UFOP CENTRO DESPORTIVO DA UFOP - CEDUFOP LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA COMISSÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO NORMAS PARA ELABORAÇÃO

Leia mais

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TÍTULO I CAPÍTULO I DO OBJETIVO, DA NATUREZA E DA FINALIDADE

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TÍTULO I CAPÍTULO I DO OBJETIVO, DA NATUREZA E DA FINALIDADE FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TÍTULO I CAPÍTULO I DO OBJETIVO, DA NATUREZA E DA FINALIDADE SEÇÃO I DO OBJETIVO Art. 1º O presente Regulamento tem por

Leia mais

REGULAMENTO DOS COLEGIADOS DOS CURSOS SUPERIORES DO IF BAIANO CAMPUS SANTA INÊS

REGULAMENTO DOS COLEGIADOS DOS CURSOS SUPERIORES DO IF BAIANO CAMPUS SANTA INÊS REGULAMENTO DOS COLEGIADOS DOS CURSOS SUPERIORES DO IF BAIANO CAMPUS SANTA INÊS Aprovado pelo Colegiado do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas em 26/03/2014. Aprovado pelo Colegiado do Curso de

Leia mais

MINUTA DO EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORES VOLUNTÁRIOS OU REMUNERADOS

MINUTA DO EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORES VOLUNTÁRIOS OU REMUNERADOS MINUTA DO EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORES VOLUNTÁRIOS OU REMUNERADOS O IESUR/FAAr torna público o presente Edital de Seleção de Monitores Voluntários ou Remunerados para o anos de, em conformidade com o

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO COLEGIADO DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO COLEGIADO DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO COLEGIADO DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO DIRETRIZES TRABALHO FINAL DE GRADUAÇÃO O Colegiado do

Leia mais

Parágrafo Único Nos casos de matrícula por disciplina, o TC só será apresentado no ciclo de conclusão do Curso.

Parágrafo Único Nos casos de matrícula por disciplina, o TC só será apresentado no ciclo de conclusão do Curso. 1 Estabelece procedimentos para a realização do Trabalho de Conclusão TC II, no âmbito da graduação, bacharelados e licenciaturas, para fins de conclusão de curso, nos termos regimentais. Art. 1º. Os alunos

Leia mais

EDITAL 02/2014 - SELEÇÃO PARA INGRESSO NO MESTRADO 2014

EDITAL 02/2014 - SELEÇÃO PARA INGRESSO NO MESTRADO 2014 EDITAL 02/2014 - SELEÇÃO PARA INGRESSO NO MESTRADO 2014 A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, no uso de suas atribuições, torna pública e estabelece as normas do processo de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2015 1º 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Microeconomia III 760.223 1.2 Unidade:

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO (MONOGRAFIA) TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO (MONOGRAFIA) TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO (MONOGRAFIA) TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este regulamento normatiza as atividades relativas ao Trabalho de Curso do currículo

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º Este Regulamento estabelece a normatização das disciplinas

Leia mais

Art. 1º - A concessão de bolsas de estudo para os alunos regularmente matriculados no PPgCO terá a vigência de doze (12) meses.

Art. 1º - A concessão de bolsas de estudo para os alunos regularmente matriculados no PPgCO terá a vigência de doze (12) meses. RESOLUÇÃO N O 01/201 PPgCO Regulamenta a distribuição de bolsas de estudo no Programa de Pós-Graduação em Clínica Odontológica, quanto à concessão, manutenção, duração e cancelamento da bolsa. O Colegiado

Leia mais

UNIMEP Universidade Metodista de Piracicaba

UNIMEP Universidade Metodista de Piracicaba EDITAL ESPECÍFICO 2S/2014 EDITA NORMAS PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA OS CURSOS DE MESTRADO E DOUTORADO NO PPGEP O da FEAU - UNIMEP, por meio deste edital, regulamenta o processo de seleção

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 03/2009, DE 5 DE JANEIRO DE 2009

RESOLUÇÃO Nº 03/2009, DE 5 DE JANEIRO DE 2009 RESOLUÇÃO Nº 03/2009, DE 5 DE JANEIRO DE 2009 Altera o Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso - TCC do Curso de Economia, na forma do Anexo. O Reitor da Universidade Regional de Blumenau, no uso

Leia mais

FACULDADE DO GUARUJÁ

FACULDADE DO GUARUJÁ FACULDADE DO GUARUJÁ INSTRUÇÃO NORMATIVA N.º 01/2011 REGULAMENTO DE TCC TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO NORMAS GERAIS Artigo 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso TCC constitui-se em pré-requisito para

Leia mais

INSTITUTO DE PÓS-GRADUAÇÃO & GRADUAÇÃO DIRETORIA DE GRADUAÇÃO E EXTENSÃO COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PROJETO DE MONITORIA

INSTITUTO DE PÓS-GRADUAÇÃO & GRADUAÇÃO DIRETORIA DE GRADUAÇÃO E EXTENSÃO COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PROJETO DE MONITORIA PROJETO DE MONITORIA Goiânia GO 2013 IP5p Instituto de Pós-Graduação e Graduação IPOG 2014 Projeto de monitoria /Instituto de Pós-Graduação e Graduação IPOG: Organizadora: Silvana de Brito Arrais Dias.

Leia mais

TURMAS ESPECIAIS (DEPENDÊNCIAS/ADAPTAÇÕES)

TURMAS ESPECIAIS (DEPENDÊNCIAS/ADAPTAÇÕES) FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL DIREÇÃO ACADÊMICA REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE TURMAS ESPECIAIS (DEPENDÊNCIAS/ADAPTAÇÕES) CACOAL 2014 CAPÍTULO I DOS CONCEITOS E DEFINIÇÕES Art. 1º - O presente

Leia mais

Resolução PPGECM nº 01/06 (Modificada, para atender a Resolução COLAC nº 001 de 13/02/07, DOERJ 12/03/08 nº 048, Parte I)

Resolução PPGECM nº 01/06 (Modificada, para atender a Resolução COLAC nº 001 de 13/02/07, DOERJ 12/03/08 nº 048, Parte I) Resolução PPGECM nº 01/06 (Modificada, para atender a Resolução COLAC nº 001 de 13/02/07, DOERJ 12/03/08 nº 048, Parte I) Assunto: Normas de credenciamento para atuar no Programa de Pós- Graduação em Engenharia

Leia mais

Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas

Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 08/2010-PPGCF/UNICENTRO - UEPG Regulamentar o Estágio de Docência de alunos de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas matriculados na UNICENTRO. Considerando

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés

Fundação Presidente Antônio Carlos - FUPAC Faculdade Presidente Antônio Carlos de Aimorés REGULAMENTO DOS PROJETOS DE SOFTWARE DA FACULDADE PRESIDENTE ANTONIO CARLOS DE AIMORÉS Regulamenta o desenvolvimento dos Projetos de Software do Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Leia mais

RESOLUÇÃO CONJUNTA nº 01/2011 Conselho Setorial / Colegiado do Curso

RESOLUÇÃO CONJUNTA nº 01/2011 Conselho Setorial / Colegiado do Curso UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ FACULDADE DE DIREITO RESOLUÇÃO CONJUNTA nº 01/2011 Conselho Setorial / Colegiado do Curso Regulamenta a elaboração e a defesa de Trabalho de Conclusão de Curso - TCC. O Colegiado

Leia mais

FDG FACULDADE DE DIREITO DE GARANHUNS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

FDG FACULDADE DE DIREITO DE GARANHUNS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 1 FDG FACULDADE DE DIREITO DE GARANHUNS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO, SEUS OBJETIVOS E ESTRUTURA Art. 1º Por Trabalho de Conclusão do Curso

Leia mais

Universidade Federal de Rondônia. Núcleo de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História e Estudos Culturais

Universidade Federal de Rondônia. Núcleo de Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História e Estudos Culturais Universidade Federal de Rondônia Núcleo de Ciências Humanas Programa de Pós-Graduação em História e Estudos Culturais EDITAL Nº 03/2012 CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO O Colegiado do Mestrado em História

Leia mais

GERAL DOS CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃO PROPe

GERAL DOS CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃO PROPe REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS GRADUAÇÃO PROPe Sumário Título I Dos Cursos de Pós Graduação e suas finalidades...1 Título II Dos Cursos de Pós Graduação em Sentido Lato...1 Título III Dos Cursos de

Leia mais

Unicamp Universidade Estadual de Campinas. Normas para o Trabalho de Conclusão de Curso

Unicamp Universidade Estadual de Campinas. Normas para o Trabalho de Conclusão de Curso Unicamp Universidade Estadual de Campinas FT - Faculdade de Tecnologia Limeira - SP Normas para o Trabalho de Conclusão de Curso Revisão 2012 I Objetivo Artigo 1. O objetivo do Trabalho de Conclusão de

Leia mais

Instrução Normativa nº 5 de 02 de março de 2015.

Instrução Normativa nº 5 de 02 de março de 2015. Instrução Normativa nº 5 de 02 de março de 2015. Dispõe sobre as diretrizes para as disciplinas Seminários I e Seminários II do Programa de Pós- Graduação em Tecnologias para o Desenvolvimento Sustentável

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO CAPITULO I DAS FINALIDADES Art. 1º - Os cursos de pós-graduação da UNIABEU são regidos pela Lei Federal 9394/96 Lei de Diretrizes

Leia mais

Titulação: Mestre em Química com área de concentração em Química Analítica UESB PLANO DE CURSO

Titulação: Mestre em Química com área de concentração em Química Analítica UESB PLANO DE CURSO CURSO DE FARMÁCIA Reconhecido pela Portaria MEC nº 220 de 01.11.12, DOU de 06.11.12 Componente Curricular: Controle de Qualidade de Água Código: FAR 207 Pré-requisito: - Nenhum Período Letivo: 2014.1 Professor:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA EM SAÚDE CURSO DE NUTRIÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA EM SAÚDE CURSO DE NUTRIÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA EM SAÚDE CURSO DE NUTRIÇÃO NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - NUTRIÇÃO/ CCS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE AGRONOMIA, MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE AGRONOMIA, MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Edital de Abertura de Inscrição para o Processo de Seleção de Candidatos ao Programa de Pós-graduação em Ciências Veterinárias Níveis: mestrado e doutorado SELEÇÃO PARA ANO LETIVO 2014 (Publicado em 22/08/2013)

Leia mais

REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 - O presente regulamento tem por finalidade estatuir a elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), do Curso

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COMISSÃO DE MONITORIA INSTRUÇÃO DE SERVIÇO N.º 03 DE 10 DE NOVEMBRO DE 2014

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COMISSÃO DE MONITORIA INSTRUÇÃO DE SERVIÇO N.º 03 DE 10 DE NOVEMBRO DE 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COMISSÃO DE MONITORIA INSTRUÇÃO DE SERVIÇO N.º 03 DE 10 DE NOVEMBRO DE 2014 EMENTA: Estabelece critérios para a operacionalização do Programa de

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Estabelece normas para o andamento das disciplinas de Trabalho de Graduação I e II referentes ao trabalho de conclusão de curso. Aprovado em reunião de colegiado

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DAS LIGAS ACADÊMICAS CURSO DE MEDICINA UNIFENAS BH? ATIVIDADES COMPLEMENTARES

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DAS LIGAS ACADÊMICAS CURSO DE MEDICINA UNIFENAS BH? ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL DE ORIENTAÇÃO DAS LIGAS ACADÊMICAS CURSO DE MEDICINA UNIFENAS BH ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1- O QUE É UMA LIGA ACADÊMICA? As Ligas Acadêmicas são entidades sem fins lucrativos. As Ligas Acadêmicas

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO EURÍPIDES DE MARÍLIA UNIVEM Mantido pela Fundação de Ensino Eurípides Soares Da Rocha

CENTRO UNIVERSITÁRIO EURÍPIDES DE MARÍLIA UNIVEM Mantido pela Fundação de Ensino Eurípides Soares Da Rocha REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO Art. 1º - Este regulamento fixa as normas para o Trabalho de Curso (TC) do Curso de Graduação em Direito do Centro Universitário Eurípides de Marília

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 052/2014, DE 12 DE AGOSTO DE 2014

RESOLUÇÃO Nº 052/2014, DE 12 DE AGOSTO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS Conselho Superior Rua Ciomara Amaral de Paula, 167 Bairro Medicina 37550-000 - Pouso Alegre/MG Fone: (35)

Leia mais

CENTRO TECNOLÓGICO UFES COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS PARA O PROJETO DE GRADUAÇÃO

CENTRO TECNOLÓGICO UFES COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS PARA O PROJETO DE GRADUAÇÃO CENTRO TECNOLÓGICO UFES COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NORMAS PARA O PROJETO DE GRADUAÇÃO O Colegiado do Curso de Engenharia Ambiental, em reunião de 26 de agosto de 2011, RESOLVE: Aprovar

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NA SEGUNDA FASE DO CURSO DE FORMAÇÃO PARA CERTIFICAÇÃO DE CAPITAL HUMANO EM LÍNGUA INGLESA

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NA SEGUNDA FASE DO CURSO DE FORMAÇÃO PARA CERTIFICAÇÃO DE CAPITAL HUMANO EM LÍNGUA INGLESA REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NA SEGUNDA FASE DO CURSO DE FORMAÇÃO PARA CERTIFICAÇÃO DE CAPITAL HUMANO EM LÍNGUA INGLESA 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: AMBIENTE E SAÚDE Habilitação Profissional: TÉCNICO EM ENFERMAGEM Qualificação:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMIÁRIDO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRODUÇÃO ANIMAL EDITAL N 01/2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMIÁRIDO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRODUÇÃO ANIMAL EDITAL N 01/2015 EDITAL N 01/2015 PPGPA O coordenador Geral do Programa de Pós-Graduação em Produção Animal - Universidade Federal do Rio Grande do Norte (), em associação ampla com a Universidade Federal Rural do Semiárido

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO DE DOCÊNCIA DE ALUNOS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA URBANA DA UEM

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO DE DOCÊNCIA DE ALUNOS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA URBANA DA UEM REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO DE DOCÊNCIA DE ALUNOS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA URBANA DA UEM Art. 1º O Estágio de Docência no Ensino de Graduação tem como objetivos: I - instrumentalizar o

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS REGULAMENTO DAS DISCIPLINAS DE PESQUISA E ANÁLISE EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS, PROJETO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO E TRABALHO

Leia mais

REGIME TO I TER O DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SE SU EM GESTÃO DA PRODUÇÃO TÍTULO I DOS OBJETIVOS

REGIME TO I TER O DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SE SU EM GESTÃO DA PRODUÇÃO TÍTULO I DOS OBJETIVOS REGIME TO I TER O DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SE SU EM GESTÃO DA PRODUÇÃO TÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º - O presente Regimento Interno regulamenta a organização e o funcionamento do curso de pósgraduação

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE MORRINHOS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIEDADE E AMBIENTE

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE MORRINHOS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIEDADE E AMBIENTE UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE MORRINHOS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SOCIEDADE E AMBIENTE Rua 14, nº 625 Jardim América Morrinhos - GO - CEP 75.650-000 Telefax (064) 3413-1097

Leia mais

NORMAS PARA REALIZAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA.

NORMAS PARA REALIZAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CURSO DE GRADUAÇÃO EM FONOAUDIOLOGIA COORDENAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) NORMAS PARA REALIZAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC ENFERMAGEM Elaboração: Docente Ms. Taísa Guimarães de Souza 2012/1 Revisão: Docente Drº Rogério Alexandre Nunes dos Santos / Docente Esp. Robsom Inácio

Leia mais

Regulamento das Disciplinas: Trabalho de Conclusão de Curso I e Trabalho de Conclusão de Curso II do Curso de Graduação em Geologia da UFPR

Regulamento das Disciplinas: Trabalho de Conclusão de Curso I e Trabalho de Conclusão de Curso II do Curso de Graduação em Geologia da UFPR Regulamento das Disciplinas: Trabalho de Conclusão de Curso I e Trabalho de Conclusão de Curso II do Curso de Graduação em Geologia da UFPR CAPÍTULO I Da Caracterização, Finalidade e Conteúdo. Artigo 1º

Leia mais

REGULAMENTO DO COMPONENTE CURRICULAR TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

REGULAMENTO DO COMPONENTE CURRICULAR TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO REGULAMENTO DO COMPONENTE CURRICULAR TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1. Das Disposições Preliminares Art. 1 o. Este Regulamento tem por finalidade normatizar as atividades

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01 DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 01 DE 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE HUMANIDADES UNIDADE ACADÊMICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS RESOLUÇÃO Nº 01 DE 2011 RESOLUÇÃO Nº 01/2008 que estabelece

Leia mais

MANUAL DE MONITORIA. Agosto de 2010

MANUAL DE MONITORIA. Agosto de 2010 MANUAL DE MONITORIA Agosto de 2010 1 A Faculdade São Francisco de Assis - UNIFIN oferece ao aluno a oportunidade de iniciar-se na função docente através do exercício de monitorias. Apenas será considerado

Leia mais

Art. 1. O presente Regulamento tem por objetivo normatizar o conjunto de atividades relacionadas com o Trabalho de Conclusão Curso (TCC);

Art. 1. O presente Regulamento tem por objetivo normatizar o conjunto de atividades relacionadas com o Trabalho de Conclusão Curso (TCC); Regulamenta o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), fixados no Projeto Pedagógico dos cursos de graduação da Faculdade Sequencial, e dá outras providências: O COLEGIADO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO, no uso

Leia mais

CÂMPUS CAMPOS BELOS. Divulgação do edital 31 de março de 2015

CÂMPUS CAMPOS BELOS. Divulgação do edital 31 de março de 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO EDITAL N 007, DE 31 DE MARÇO 2015 SELEÇÃO INTERNA

Leia mais

- 1 - EDITAL 04/2015 DAS VAGAS

- 1 - EDITAL 04/2015 DAS VAGAS EDITAL 04/2015 Ementa: Edital para seleção de docentes em regime de Tempo Integral 40 horas, para atuar no Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. O Diretor da Faculdade de Engenharia, Arquitetura

Leia mais

NORMAS PARA DEFESA DE PROJETOS DE DISSERTAÇÃO OU TESE

NORMAS PARA DEFESA DE PROJETOS DE DISSERTAÇÃO OU TESE NORMAS PARA DEFESA DE PROJETOS DE DISSERTAÇÃO OU TESE Estabelece os procedimentos relativos à defesa de projeto de pesquisa, a serem desenvolvidos pelos acadêmicos do curso de Pós-Graduação em Ciências

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE UNIRV FACULDADE DE FISIOTERAPIA REGULAMENTO DA DISCIPLINA PESQUISA CIENTÍFICA E TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I E II

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE UNIRV FACULDADE DE FISIOTERAPIA REGULAMENTO DA DISCIPLINA PESQUISA CIENTÍFICA E TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I E II UNIVERSIDADE DE RIO VERDE UNIRV FACULDADE DE FISIOTERAPIA REGULAMENTO DA DISCIPLINA PESQUISA CIENTÍFICA E TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I E II CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS REGIONAL GOIÂNIA ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS REGIONAL GOIÂNIA ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS REGIONAL GOIÂNIA ESCOLA DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Regulamento Específico do Curso de Especialização em Homeopatia Veterinária CAPÍTULO I DAS FINALIDADES

Leia mais