Catálogo de Equipamentos de Proteção e Segurança do Trabalho

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Catálogo de Equipamentos de Proteção e Segurança do Trabalho"

Transcrição

1 Tipo de Documento Procedimento Institucional EPI PI-Costsa-004 Título do Documento Catálogo de Equipamentos de Proteção e Elaborado por Adalberto do N. Bastos Júnior / Laércio Teixeira dos Santos Área Relacionada Saúde e Segurança do Trabalhador Processo ESTRUTURAÇÃO DA SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL INDICE Altura (cinto eletricista/pára-quedista, talabartes, corda de nylon, trava-queda, mosquetão).03 Auditiva (abafador e plug)...16 Calçados (bota pvc, botina com e sem bico sapato)...18 Capacete...22 Creme de proteção...23 Luvas...25 Respiratória (respirador semifacial/facial com manutenção e respirador descartável)...37 Óculos Protetor facial...44 Solda (máscara de solda)...45 Vestimenta (aventais, eletricista, impermeável, mangotes e descartáveis)...46 Tapete para cabine elétrica...59 Introdução Este catálogo tem o objetivo de contribuir para a indicação, aquisição e o fornecimento de Equipamentos de Proteção Individual (EPI s) mais adequados, de acordo com PI-Costsa- 001, a Norma Regulamentadora 06 e demais normas técnicas, considerando ainda que todo o equipamento de proteção deve possuir o Certificado de Aprovação (CA), regulamentado pelo Ministério do Trabalho e Emprego - MTE. Procedimento Institucional EPI s 1

2 Desta maneira, através do memorial descritivo do EPI, que inclui suas características e especificações técnicas principais, busca-se a padronização e a qualidade dos itens a serem adquiridos pela UNESP em todas as suas unidades. Destaca-se que durante o processo de aquisição destes itens, as Seções Técnicas de Materiais - STM de cada unidade, avaliará os EPI s apresentados como amostra, assim como na entrega dos mesmos de maneira aleatória por lote, verificando-se os padrões mínimos exigidos por este catálogo. Os EPI s com manutenção, obrigatoriamente terão suas peças de reposição adquiridas do mesmo fabricante do Equipamento em uso na Unidade, conforme seu respectivo Certificado de Aprovação. Procedimento Institucional EPI s 2

3 Trabalho em altura CINTO DE SEGURANÇA PARAQUEDISTA (CODIGO BEC: ) Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Cinturão de segurança; confeccionado em cadarço de material sintético (poliamida de alta densidade); do tipo pára-quedista; segurança de usuário em trabalhos em escadas,andaimes, plataformas de serviço, cobertura, telhado, energia elétrica e espaço confinado; com cinco argolas em "d" de aço estampado; duas argolas fixas na correia de cintura através de costura dupla; uma argola posicionada nas costas na altura dos ombros,regulável ao cinto através de passante plástico; duas argolas posicionada na correia frontal na altura do peito; cinco fivelas duplas sem pino p/ ajuste; duas correias de cintura; duas correias nas pernas; uma tira de ajuste frontal; reforço lombar e regulagem rápida em todos os lados. Tam. M/G/EG Com certificação do Ministério do Trabalho e Emprego CINTO ABDOMINAL ELETRICISTA EM COURO (CÓDIGO BEC: ) Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Cinturão de segurança confeccionado em couro natural,com correia de cintura do mesmo material; do tipo abdominal; segurança de usuário em trabalhos em poste e estruturas de eletricidade e telecomunicação; com duas argolas em "d" de aço forjado; fixas ao cinto por meio de chapa de aço e rebites de cobre; uma fivela com pino de aço forjado para ajuste de tamanho fixada por rebite e costura; equipado com porta ferramentas fixados através de rebites. Tamanho único. Com certificação Ministério do Trabalho e Emprego. Procedimento Institucional EPI s 3

4 Trabalho em altura CINTO ABDOMINAL ELETRICISTA EM NYLON Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Cinturão de segurança confeccionado em nylon, com correia de cintura do mesmo material; do tipo abdominal; segurança de usuário em trabalhos em poste e estruturas de eletricidade e telecomunicação; com duas argolas em "d" de aço forjado; fixas ao cinto por meio de chapa de aço e rebites de cobre; uma fivela com pino de aço forjado para ajuste de tamanho fixada por rebite e costura; equipado com porta ferramentas fixados através de rebites. Tamanho único. Com certificação Ministério do Trabalho e Emprego. TALABARTE EM Y COM ABSORVEDOR DE ENERGIA (CÓDIGO BEC: ) Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Talabarte de segurança confeccionado em cadarço de material sintético (poliamida de alta resistência), do tipo em "y"; medindo 46mm de largura x 1,60m de comprimento; com absorvedor de energia 100% poliamida,com 60mm de largura e 150mm de comprimento; contendo fita elástica e mosquetão com dupla trava de segurança com abertura de 55mm em ambas extremidades; atende trabalhos em escadas,andaimes,plataformas, serviço,coberturas energia elétrica. Com certificação Ministério do Trabalho e Emprego. Procedimento Institucional EPI s 4

5 Trabalho em altura TALABARTE SIMPLES COM E SEM ABSORVEDOR DE ENERGIA (CÓDIGO BEC: ) Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Talabarte de segurança; confeccionado em fita de poliamida de alta resistência, do tipo fita simples com absorvedor de energia e 2 conectores de segurança confeccionados em aço; medindo 20 mm de largura x 800 mm de comprimento; contendo absorvedor de energia incorporado a fita de forma a não ser removido; contendo 1 conector de aço na extremidade c/ absorvedor com trava de segurança automática; e 1 conector na extremidade sem absorvedor com abertura mínima de 56 mm c/ trava de segurança dupla; com carga de ruptura de no mínimo 20 kn; os conectores de segurança deverão ser fixados deforma a não serem removidos. Com certificação Ministério do Trabalho e Emprego. TALABARTE SIMPLES DE CORDA COM DOIS MOSQUETÕES (CÓDIGO BEC: ) Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Talabarte de segurança confeccionado em corda de poliamida trancada; do tipo simples com corda tipo espia; medindo 90cm de comprimento com 12mm de diâmetro; contendo mosquetão do tipo gancho de aço forjado com dupla trava de segurança, abertura de no mínimo 16mm; com resistência de no mínimo 2500kgf e na outra extremidade olhal entrelaçado na própria corda; com carga de ruptura de no mínimo 15kn. Procedimento Institucional EPI s 5

6 Trabalho em altura TALABARTE SIMPLES DE CABO DE AÇO REVESTIDO, COM DOIS MOSQUETÕES Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Talabarte de cabo de aço revestido com pvc com 90cm de comprimento, um mosquetão de 55mm em uma extremidade e um mosquetão de 19mm dupla trava em outra extremidade. TALABARTE DE POSICIONAMENTO EM NYLON COM DOIS MOSQUETÕES Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Talabarte em poliéster (nylon) revestido com borracha, com faixa interna vermelha para avisar quando dever ser descartado, ajustável com fivelas e mosquetões de aço forjado 19mm dupla trava. Comprimento operacional de 1,8m. Procedimento Institucional EPI s 6

7 Trabalho em altura TALABARTE DE POSICIONAMENTO EM POLIAMIDA Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Talabarte de posicionamento em corda poliamida de 16mm de diâmetro e 2m de comprimento operacional, com sistema autoblocante de regulagem em aço inox e liga de alumínio, com empunhadura e protetor de corda contra cantos vivos, com mosquetão oval trava rosca no sistema blocante e um mosquetão de 19mm dupla trava em outra extremidade. CORDA TRANÇADA EM POLIAMIDA DE 12 mm, USO EM TRAVA QUEDAS (CÓDIGO BEC: ) Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Corda de fibra, com traçado externo e interno em multifilamentos em poliamida; alma central torcida em multifilamentos em poliamida, na cor amarela; bitola de 12mm; carga de ruptura de 20kn = 2038 kgf. Procedimento Institucional EPI s 7

8 Trabalho em altura CABO DE AÇO (CÓDIGO BEC: ) Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Cabo de aço de uso geral; tipo warrington, acabamento galvanizado; bitola 3/8"; carga de ruptura mínima de 4805 kgf; com alma de fibra; torção regular a direita; contendo 6 pernas com 37 fios; acondicionado em rolo. MOSQUETÃO EM AÇO FORJADO TRAVA ROSCA (CÓDIGO BEC: ) Conexão de equipamentos ou sistemas no cinto cadeirinha; Mosquetão para salvamento, confeccionado em aço forjado de alta resistência, no formato em D com resistência de longitudinal 50 kn, transversal 10 kn, com trava do tipo automática de abertura rápida, peso de 150 grama aproximadamente. Procedimento Institucional EPI s 8

9 Trabalho em altura TRAVA-QUEDAS PARA CORDA CORDA 12mm (CÓDIGO BEC: ) Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Trava quedas do tipo pára-quedista com dispositivo trava-quedas automático; matéria prima da carcaça em aço inox; sustentação do tipo dobradiça com pino para colocação/fechamento na "linha da vida" por parafuso e trava de segurança; com espessura de no Maximo 12mm; comprimento de no Maximo 240mm; carga de resistência de no mínimo 1500kg; conector de ancoragem do tipo mosquetão de aço galvanizado formato oval, com dupla trava de segurança; abertura total de 17,5mm a 25mm; resistência a tração 2200kgf; fixação por olhal/entrelaçamento da trama da própria corda; com sistema interno de travamento. Obs O trava-quedas acompanha automaticamente a subida ou descida do usuário. TRAVA-QUEDAS PARA CABO DE AÇO 3/8 Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Trava quedas do tipo pára-quedista com dispositivo trava-quedas automático, matéria prima da carcaça em aço inox, sustentação do tipo dobradiça com pino para colocação/fechamento na "linha da vida" por parafuso e trava de segurança, com espessura de 8mm, comprimento de no máximo 240mm, carga de resistência de no mínimo 1500kg. Conector de ancoragem do tipo mosquetão de aço galvanizado formato oval, com dupla trava de segurança, abertura total de 17,5mm a 25mm, resistência a tração 2200kgf, fixação por olhal/entrelaçamento da trama do próprio cabo de aço, com sistema interno de travamento. Obs O trava-quedas acompanha automaticamente a subida ou descida do usuário. Procedimento Institucional EPI s 9

10 Trabalho em altura TRAVA-QUEDAS RETRATIL DE 10METROS Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Trava quedas retrátil com sistema de travamento instantâneo, com cabo de aço galvanizado de 4,8mm de diâmetro, comprimento de 10 metros, com mosquetão-destorcedor e dupla trava para maior durabilidade do cabo e indicador de queda (indica necessidade de revisão). TRAVA-QUEDAS RETRATIL DE 20 METROS Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Trava quedas retrátil com sistema de travamento instantâneo, com cabo de aço galvanizado de 4,8mm de diâmetro, comprimento de 20 metros, com mosquetão-destorcedor e dupla trava para maior durabilidade do cabo e indicador de queda (indica necessidade de revisão). Procedimento Institucional EPI s 10

11 Trabalho em altura CINTA DE ANCORAGEM ANEL DE 1,0 METRO Proteção do usuário contra riscos de queda de nível, criar ponto de ancoragem Fita confeccionada em poliéster de alta tenacidade de 45 mm de largura, com 1 anel de aço em forma D e 01 anel em fita. Costuras feitas com linha de poliéster de alta tenacidade em cores contrastantes às da fita para melhor visualização durante a inspeção visual. Tamanho: 1,0m. CINTA DE ANCORAGEM ANEL DE 1,50 METRO Proteção do usuário contra riscos de queda de nível, criar ponto de ancoragem Fita confeccionada em poliéster de alta tenacidade de 45 mm de largura, com 1 anel de aço em forma D e 01 anel em fita. Costuras feitas com linha de poliéster de alta tenacidade em cores contrastantes às da fita para melhor visualização durante a inspeção visual. Tamanho: 1,50m. Procedimento Institucional EPI s 11

12 Trabalho em altura CINTA DE ANCORAGEM ANEL DE 2,0 METROS Proteção do usuário contra riscos de queda de nível, criar ponto de ancoragem Fita confeccionada em poliéster de alta tenacidade de 45 mm de largura, com 1 anel de aço em forma D e 01 anel em fita. Costuras feitas com linha de poliéster de alta tenacidade em cores contrastantes às da fita para melhor visualização durante a inspeção visual. Tamanho: 2,0m. ESTICADOR PARA CORDA DE 12mm Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Esticador de aço com catraca e alavanca para tencionar a corda de 12mm. Procedimento Institucional EPI s 12

13 Trabalho em altura ESTICADOR PARA CABO DE AÇO 3/8 Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Esticado para cabo de aço 3/8, tipo manilha x manilha, forjado, galvanizado a fogo, com travas anti-rotacionais para evitar desregulagem acidental da tensão da linha. VARA TELESCÓPICA DE PARA ANCORAGEM Proteção do usuário contra riscos de queda de nível, para instalação de uma linha de segurança vertical a partir do solo. Vara para ancoragem de6m sistema de ancoragem remoto com poste de 6m, bolsa de transporte, mosquetão com abertura de 110mm, adaptador para mecanismo de ancoragem e ferramenta para instalação/remoção de mosquetão automático para conectores.. Procedimento Institucional EPI s 13

14 Trabalho em altura TROLE PARA CABO DE AÇO 3/8 Proteção do usuário contra riscos de queda de nível. Produzido em aço galvanizado, imediata colocação e retirada da linha horizontal por simples acionamento de botão, sistema protegido contra abertura acidental por dupla trava de segurança. Movimenta os trava-quedas retráteis de 10 e 20 metros, nos serviços em telhados. PASSARELA PARA TELHADO COM DEGRAUS Proteção do usuário contra riscos de queda de nível, para instalação de uma linha de segurança vertical a partir do solo. Passarela de alumínio para telhado, confeccionada em chapa de duralumínio, superfície antiderrapante em pecas modulares medindo 2500 x 420 mm (comprimento x largura), borda lateral reforçada permitindo boa distribuição de carga sobre a mesma, com no mínimo 3mm de espessura, engate rápido que permita fácil montagem das peças para fixação de uma base segura, cinco degraus, indicada para trabalho em telhados com inclinação superior a 20 graus, pesando aproximadamente 15 kg. Conforme NR 18 MTE Procedimento Institucional EPI s 14

15 Trabalho em altura PASSARELA PARA TELHADO SEM DEGRAU (código BEC: ) Proteção do usuário contra riscos de queda de nível, para instalação de uma linha de segurança vertical a partir do solo. Passarela de alumínio para telhado, confeccionada em chapa de duralumínio, superfície antiderrapante, plana, em peças modulares medindo 2500 x 420 mm (comprimento x largura), borda lateral reforçada, permitindo boa distribuição de carga sobre passarela, com no mínimo 3mm espessura, dispositivo com engate rápido, permitindo fácil montagem das pecas para fixação de uma base segura, sem degraus, pesando no máximo 15 kg. Conforme NR 18 MTE. SUPORTE PARA ANCORAGEM Proteção do usuário contra riscos de queda de nível, para instalação de uma linha de segurança horizontal. Suporte fixo para ancoragem em aço inoxidável, placa com dois ou três furos. Procedimento Institucional EPI s 15

16 Trabalho em altura CLIPS GALVANIZADO PARA CABO DE AÇO 3/8 Fixação do cabo de aço. Clips galvanizada para cabo de aço 3/8. Proteção auditiva PROTETOR AUDITIVO TIPO CONHA (protetor auricular tipo concha) (CÓDIGO BEC: ) Trabalhos realizados em locais onde os níveis de ruído sejam superiores aos limites de tolerância estabelecidos pela NR-15 (Atividades e Operações Insalubres). Protetor auditivo; do tipo concha, composto de plástico abs bege; com nível de proteção de 20db,na freqüência de 2000hz 35,9db; com borda de proteção em plástico abs de cor bege, resistente a choques mecânicos; almofada preenchida com espuma, revestida com filme pvc e anéis preenchidos com fluido amortecedor; com espessura de 15mm; interligados através de haste em aço mole almofadada. Procedimento Institucional EPI s 16

17 Proteção auditiva PROTETOR AUDITIVO TIPO CONHA COM HASTE ACOPLÁVEL NO CAPACETE (ver o modelo e o fabricante do capacete) Trabalhos realizados em locais onde os níveis de ruído sejam superiores aos limites de tolerância estabelecidos pela NR-15 (Atividades e Operações Insalubres). Protetor auditivo, tipo concha com parte externa em abs, encaixe para capacete de segurança, haste de sustentação em aço inoxidável, espuma anti-ruído, almofada desmontável com bolsa interna em gel líquido para um perfeito conforto, ajuste e vedação, atenuação de NRRsf 21 db. PROTETOR AUDITIVO TIPO PLUG (MOLDADO) - (Protetor auricular tipo plug de inserção) (CÓDIGO BEC: ) Trabalhos realizados em locais onde os níveis de ruído sejam superiores aos limites de tolerância estabelecidos pela NR-15 (Atividades e Operações Insalubres). Protetor auditivo do tipo plug, no formato de pinos, composto de silicone farmacêutico, com nível de proteção de no mínimo 16db. Interligados através de cordão de algodão ou sintético. Procedimento Institucional EPI s 17

18 Calçado de segurança BOTA DE PVC CANO LONGO (bota de pvc) Proteção dos membros inferiores contra umidade e produtos químicos. Bota de segurança confeccionada em pvc, cor preta/branca, solado antiderrapante na cor creme ou branco, acabamento interno com meia (forro) de poliéster na cor branca e cano longo (32cm) ou curto (25cm). BOTINA DE SEGURANÇA COM BIQUEIRA DE COMPOSITE) Nº 36 código na BEC Nº 37 código na BEC Nº 38 código na BEC Nº 39 código na BEC Nº 40 código na BEC Nº 41 código na BEC Nº 42 código na BEC não há código na BEC Nº 43 código na BEC Nº 44 código na BEC Nº 45 código na BEC Proteção dos pés e tornozelos contra escoriações provocadas por agentes externos, proteção contra queda de objetos pesados e impactos frontais. Botina de proteção, em vaqueta lisa e curtida ao cromo; sem componentes metálicos; com espessura de aproximadamente 2.0 mm; na cor preta; modelo unissex; com solado em poliuretano bidensidade bicolor: cinza/preto, injetado direto ao cabedal; com biqueira em composite; sem cadarço; com palmilha de montagem em couro natural fixada pelo sistema strobel; com palmilha higiênica anti-bacteriana; contraforte reforçado, c/sistema de absorção de impacto/choque; botina forrada com dorso acolchoado; com costura dupla em linha nylon 40. Obs: tamanho a definir. Procedimento Institucional EPI s 18

19 Calçado de segurança COTURNO ANTICORTE OPERADOR DE MOTOSERRA (COM BIQUEIRA DE AÇO) Proteção dos pés contra riscos de queda de objetos sobre os artelhos e em atividades que envolvam grande influência de umidade. Indicado para operadores de motosserra, atividades industriais e agrícolas em geral. Calçado de segurança do tipo coturno,confeccionado em vaqueta hidrofugada (não absorve umidade), lingüeta acolchoada, possui quatro camadas de fibra 100% poliéster de alta tenacidade, palmilha em couro anatômica e com tratamento higiênico anti-bacteriana, com sistema de amortecimento, cadarço em tecido, ilhós e arrebites metálicos. Solado em PU (poliuretano) bidensidade, antiderrapante, com biqueira de aço. Cor preta com detalhes na cor laranja no bico e calcanhar. BOTA TÉRMICA EM PVC Proteção para os pés do usuário contra agentes térmicos (câmaras frias até - 35 c). Calçado de segurança para câmara fria, confeccionado em pvc, cano curto (240 mm), cor branca, com solado de poliuretano antiderrapante branco, forro interno de lã sintética, sem biqueira de aço. Procedimento Institucional EPI s 19

20 Calçado de segurança SAPATO DE SEGURANÇA PRETO Nº 36 código na BEC Nº 37 código na BEC Nº 38 código na BEC Nº 39 código na BEC Nº 40 código na BEC Nº 41 código na BEC Nº 42 código na BEC Nº 43 código na BEC Nº 44 código na BEC Nº 45 código na BEC - não há código na BEC Serviços em áreas que, em geral, apresentem riscos de natureza leve, uniformizando e garantindo conforto e proteção aos pés do usuário. Sapato de proteção em vaqueta lisa hidrofugada, sem biqueira, almofadado, tipo unissex, na cor preta, fechamento com elástico lateral, solado em poliuretano bidensidade monocolor, solado fixado através de injeção diretamente no cabedal, salto em poliuretano, com sistema de absorção de impacto no salto e planta do pé, palmilha de montagem em couro, fixado ao cabedal pelo sistema strobel; palmilha de limpeza em espuma com tratamento anti-bacteriano. Obs. Tamanho a definir. SAPATO DE SEGURANÇA BRANCA Nº 36 código na BEC Nº 37 código na BEC Nº 38 código na BEC Nº 39 código na BEC Nº 40 código na BEC Nº 41 código na BEC Nº 42 código na BEC Nº 43 código na BEC Nº 44 código na BEC não há código na BEC Nº 45 código na BEC Serviços em áreas que, em geral, apresentem riscos de natureza leve, uniformizando e garantindo conforto e proteção aos pés do usuário. Sapato de proteção, em vaqueta lisa hidrofugada, tipo unissex, na cor branca, fechamento com elástico lateral, solado em poliuretano bidensidade monocolor, solado fixado através de colagem, salto em poliuretano com sistema de absorção de impacto no salto e planta do pé, palmilha de montagem em couro medindo aproximadamente 2mm de espessura, fixado ao cabedal pelo sistema strobel, palmilha de limpeza em couro com tratamento antimicrobiano, sapato acondicionado em saco plástico; Obs. Tamanho a definir. Procedimento Institucional EPI s 20

21 Calçado de segurança SAPATO FEMINIO Serviços em áreas que, em geral, apresentem riscos de natureza leve, uniformizando e garantindo conforto e proteção aos pés do usuário. Sapato Feminino de amarrar sem biqueira de aço, confeccionada em couro soft de alta qualidade com curtimento atravessado, 1,4/1,6 mm linhas de espessura, hidrofugado, forro em tecido antimicrobiano com alta respirabilidade, palmilha montada sistema convencional junto ao cabedal, sobre-palmilha antimicrobiana termoconformada em EVA, solado PU bidensidade. Obs. Tamanho a definir. Cor: preto. CALÇADO DE SEGURANÇA TIPO TAMANCO Proteção dos pés do usuário contra riscos de natureza leve e contra agentes abrasivos e escoriantes. Calçado ocupacional tipo tamanco, cor branca, confeccionado em EVA e solado de borracha antiderrapante, resistente ao escorregamento em piso cerâmico com solução SLC (detergente) e em piso de aço com solução de glicerol. Obs. Tamanho e cor a definir. Procedimento Institucional EPI s 21

22 Capacete de segurança CAPACETE DE SEGURANÇA ABA FRONTAL CLASSE B Proteção da cabeça do usuário contra impactos provenientes de queda ou projeção de objetos e riscos elétricos. Capacete de segurança, com aba frontal classe B (capacete para uso geral, inclusive para trabalhos com energia elétrica) injetado em plástico (polietileno), com duas nervuras e dois orifícios retangulares nas laterais do casco (para acoplagem do kit abafador de ruído), suspensão com três tiras de tecido cruzados fixos ao casco através de seis pontos de encaixe, jugular, tira absorvente de suor removível de material sintético e ajustado por meio de catraca. Cores: branco, amarelo, vermelho, laranja, cinza alumínio e azul. CAPACETE DE SEGURANÇA ABA TOTAL CLASSE B Proteção da cabeça do usuário contra impactos provenientes de queda ou projeção de objetos e riscos elétricos. Capacete de segurança aba total, classe B (uso para trabalhos com energia elétrica), injetado em plástico (polietileno), suspensão com duas tiras de tecido cruzados fixos ao casco através de quatro pontos de encaixe, jugular, tira absorvente de suor removível de material sintético e ajustado por meio de catraca. Opcional: Suporte para fixação da lanterna posicionada na parte frontal do casco do capacete e prendedor do cabo da bateria preso na parte traseira do casco. Cor: branco, amarelo, vermelho, laranja, cinza alumínio e azul Procedimento Institucional EPI s 22

23 Creme de proteção BLOQUEADOR SOLAR FPS 30 Proteção da pele contra radiação UVA e UVB. Bloqueador solar UVA/UVB com fator de proteção FPS 30, livre de óleo, ou seja, não oleoso, hipoalergênico, testado dermatologicamente e resistente a água. CREME DE PROTEÇÃO GRUPO I Ajudar na remoção de impurezas da pele, formando uma proteção nas mãos. Creme grupo I, proteção para a pele, água e óleo resistente, ajuda a remover as impurezas, com uma simples lavagem da pele. Procedimento Institucional EPI s 23

24 Creme de proteção CREME DE PROTEÇÃO GRUPO II (Código da BEC ) Ajudar na remoção de impurezas da pele, formando uma proteção nas mãos. Creme protetor de segurança para uso industrial, proteção das mãos e pele contra: óleo, graxa, tintas, solventes, colas, pó de,cimento seco; grupo II óleo; composição do grupo II sem silicone e abrasivos, sem conter qualquer componente prejudicial à saúde; devera ser resistente a óleo, embalagem em bisnaga de 200 gramas; creme homogêneo de cor branca, odor característico de ph "in natura" a 20 graus Celsius igual a 7,7; com validade de 24 meses. CREME DE PROTEÇÃO GRUPO III (Código da BEC ) Impedir a proliferação de microorganismos sobre a pele. Creme para proteção das mãos e pele contra agentes biológicos, possuindo ação bacteriostática; grupo III, impede a proliferação de microorganismos, proporciona proteção contra demais agentes químicos; devera ser resistente a água e óleo; embalagem em condições apropriadas, sem corante, sem perfume e sem qualquer componente prejudicial a saúde; creme homogêneo de cor branca, odor característico de ph in natura a 20 Celsius igual a 7,7; com validade de 24 meses. Procedimento Institucional EPI s 24

25 Luva de proteção LUVA TRICOTADA 4 FIOS (luva de algodão) Tamanho M não há código na BEC Tamanho G código BEC Proteção das mãos do usuário contra agentes mecânicos. Luva de segurança em algodão, tricotada em 4 fios, na cor cru; para proteção contra riscos mecânicos; cano curto, com punho de malha, dorso pigmentada em pvc, palma pigmentada em pvc, forro em algodão. Obs. Tamanho a definir. LUVA MALHA DE AÇO Tamanho M código da BEC Tamanho G código da BEC Proteção das mãos do usuário contra riscos perfurocortantes. Luva de segurança em malha de aço, cinco dedos com pulseira em aço, na cor aço; para proteção de usuário de procedimentos de cortes e desossa de carnes e outros produtos alimentícios; cano curto, com punho em aço, dorso em aço, palma em aço, sem forro, fechada através de trava e fecho voltado para a palma da mão, confeccionado em aço na altura do punho. Obs. Tamanho a definir (p, m, g ou gg). Procedimento Institucional EPI s 25

26 Luva de proteção LUVA MALHA DE AÇO Proteção das mãos do usuário contra agentes abrasivos, escoriantes, cortantes e perfurantes, Luva de segurança tricotada em fios multifilamentados de polipropileno ou polipropileno e poliéster, com dois ou quatro fios de aço em sua alma encapados por multifilamentos de poliamida. Ambidestra com revestimento em polímero bicomponente, forro com espuma e tecido de algodão, acabamento em overloque. Cor: a definir. Obs. Tamanho a definir (p, m, g ou gg). LUVA DE RASPA COM REFORÇO P20 (luva de raspa) (Código da BEC ) Proteção das mãos contra riscos mecânicos. Luva de segurança em raspa, espessura de 1,5mm, tamanho 9 1/2 polegadas, na cor cinza, para proteção de usuário de agentes abrasivos e escoriantes, cano longo com comprimento de 20cm aproximadamente, com punho do mesmo material da luva com reforço interno e costura em algodão, dorso normal, palma lisa, sem forro, com reforço externo entre o polegar e o indicador. Tamanho único. Procedimento Institucional EPI s 26

27 Luva de proteção LUVA DE VAQUETA PUNHO CURTO (Código da BEC: ) Proteção das mãos contra riscos mecânicos. Luva de segurança em vaqueta (modelo petroleira), no tamanho único, na cor cinza, para proteção de usuário de serviços gerais; cano curto, com punho de elástico, dorso normal, palma reforçada, sem forro, com tira de reforço entre o polegar e o indicador, acabamento com costuras reforçadas. Tamanho único. LUVA DE VAQUETA PUNHO 20 CM (Código BEC ) Proteção das mãos contra riscos mecânicos. Luva de segurança em vaqueta no tamanho único, na cor bege e cinza; para proteção de usuário de agentes abrasivos; cano longo de aproximadamente 20cm, com punho em raspa, dorso normal, palma lisa, forro em algodão, com reforço externo em vaqueta entre os dedos. Tamanho único. Procedimento Institucional EPI s 27

28 Luva de proteção LUVA OPERADOR DE MOTOSSERRA EM VAQUETA/NYLON TRÊS DEDOS (não há codigo na BEC) Proteção das mãos contra riscos mecânicos. Luva de segurança para operador de motosserra confeccionada em vaqueta na cor natural, com reforço externo em couro de vaqueta na cor natural, reforço interno nas pontas dos dedos em couro de raspa, com dorso e punho em nylon na cor laranja. Possui mão direita com três dedos (polegar, indicador e demais juntos) e mão esquerda com dois dedos (polegar e demais juntos) para facilitar o uso com motosserras. Punho com 9 cm de comprimento com elástico para melhor fixação e fechamento com velcro de 5 cm. LUVA OPERADOR DE MOTOSSERRA EM VAQUETA/NYLON CINCO DEDOS Proteção das mãos contra riscos mecânicos. Luva de segurança para operador de motosserra confeccionada em vaqueta na cor natural, com reforço externo em couro de vaqueta na cor natural, reforço interno nas pontas dos dedos em couro de raspa, com dorso e punho em nylon na cor laranja. Possui cinco dedos., punho com 9 cm de comprimento com elástico para melhor fixação e fechamento com velcro de 5 cm. Procedimento Institucional EPI s 28

29 Luva de proteção LUVA TRICOTADA COM FIOS DE POLIÉSTER E ALGODÃO - PUNHO CURTO Tamanho M código na BEC Tamanho G não há código na BEC Proteção das mãos contra riscos mecânicos. Luva de segurança em poliéster e poliamida (tricotada) para proteção de usuário de agentes escoriantes (construção civil); cano curto, com punho do mesmo material da luva, dorso normal, palma revestida com borracha natural, forro em algodão, com reforço entre o polegar e o indicador. Obs. Definir tamanho. LUVA DE LÁTEX PUNHO 20 CM (luva de látex) Proteção das mãos contra riscos químicos e biológicos. Luva de látex de borracha natural, anatômica, espessura 0,60 mm, com ou sem revestimento interno (flocos), superfície externa antiderrapante (na palma e nos dedos), cor amarela e verde, acondicionada em uma embalagem plástica individual. Obs. Com ou sem talco. Tamanho p/m/g/eg. Procedimento Institucional EPI s 29

30 Luva de proteção LUVA PARA PROCEDIMENTOS NÃO ESTÉRIL (luva de procedimento) Proteção das mãos contra riscos químicos e biológicos. Luva de segurança confeccionada em látex, sem pó bio-absorvível, não esterilizada, espessura 0,21 mm, ambidestra e punho curto. Tamanho p/m/g/eg. LUVA CIRÚRGICA ESTERELIZADA Proteção das mãos contra riscos químicos e biológicos. Luva de segurança, confeccionada em látex de borracha natural, esterilizada, sem pó bio-absorvível, espessura 0,21 mm, superfície lisa ou antiderrapante. Tamanho p/m/g/eg. Procedimento Institucional EPI s 30

31 Luva de proteção LUVA DE VINIL Proteção das mãos contra riscos químicos ideal para o manuseio de alimentos. Luva de segurança, confeccionada em vinil leitoso, ambidestra, atóxica, com ou sem pó, superfície lisa ou antiderrapante, punho curto. Cor: azul ou trasparente. Tamanho p/m/g/eg. LUVA DE NEOPRENE PUNHO 20 CM Proteção das mãos contra riscos químicos. Luva com tripla camada de neoprene (policloropreno), punho 20 cm, espessura 0,60 mm, forma anatômica, sem revestimento interno (flocos de algodão), antiderrapante na face palmar, dedos e dorso. Tamanho p/m/g. Procedimento Institucional EPI s 31

32 Luva de proteção LUVA NITRÍLICA P20 CM Proteção das mãos do usuário contra riscos químicos. Luva de segurança confeccionada em borracha nitrílica, sem forro de algodão, punho 20 cm, espessura de 0,60 mm, antiderrapante na palma, face palmar dos dedos e ponta dos dedos. Tamanho p/m/g. LUVA NITRÍLICA P46 CM Tamanho M código na BEC Tamanho G código na BEC Proteção das mãos do usuário contra riscos químicos. Luva de segurança em borracha nitrílica, espessura mínima de 0,55mm, na cor verde, para proteção de usuário de agentes químicos, objetos abrasivos e/ou perfurantes; cano longo, comprimento total de 46cm, com punho do mesmo material da luva, dorso normal, palma antiderrapante, sem forro, acabamento clorinado, interior liso. Obs. Tamanho a definir ( p/m/g). Procedimento Institucional EPI s 32

33 Luva de proteção LUVA NITRÍLICA PARA PROCEDIMENTOS Proteção das mãos do usuário contra riscos químicos. Luva de segurança confeccionada em látex nitrílico, punho curto, palma antideslizante, espessura 0,21 mm, interior liso sem flocos de algodão. Tamanho p/m/g. LUVA PVC P20 (luvas de pvc) (Código da BEC ) Proteção das mãos do usuário contra riscos químicos. Luva de segurança em pvc, cor verde, para proteção de usuário de produtos químicos, cano longo com + ou - 36cm de comprimento, punho do mesmo material da luva, dorso áspero e antiderrapante, palma áspera e antiderrapante, forro em algodão, acabamento áspero nos dedos. Obs. Tamanho único. Procedimento Institucional EPI s 33

34 Luva de proteção LUVA PVC P45 CM (Código da BEC ) Proteção das mãos do usuário contra riscos químicos. Luva de segurança em pvc, no tamanho padrão, na cor verde, para proteção de usuário de produtos químicos, cano longo com + ou - 56 cm de comprimento, com punho do mesmo material da luva, dorso áspero antiderrapante, palma áspera antiderrapante, forro em algodão e acabamento áspero nos dedos. Obs. Tamanho único. LUVA PARA ALTA TEMPERATURA 5 DEDOS (luvas para alta temperatura) Proteção das mãos do usuário contra agentes térmicos temperatura até 400ºc. Luva de segurança modelo 5 dedos, confeccionada em kourion, forrada com lã e revestida com suedine, cano forrado com lona flanela, acabamento com viés, resistente a temperaturas de até 400 c. Punho 20cm, 36cm e 45cm. Procedimento Institucional EPI s 34

35 Luva de proteção LUVA PARA ALTA TEMPERATURA MÃO DE GATO Proteção das mãos do usuário contra agentes térmicos temperatura até 200cº. Luva mão de gato, punho 20cm, confeccionada em protex k, impermeável, camada externa retardante a chamas, higienizável, com forração descartável, resistente a temperatura de até 200ºc. Tamanho: Único. LUVA PARA ALTA TEMPERATURA EM SILICONE - Proteção das mãos do usuário contra agentes térmicos temperatura até 250cº. confeccionada 100% em silicone, com antiderrapante na palma, totalmente impermeável, ambidestra e com punho reto. Possui 35cm de comprimento total. Fornece proteção às mãos do usuário em temperaturas de até 250ºC em operações intermitentes. Tamanho: Único. Procedimento Institucional EPI s 35

36 Luva de proteção LUVA PARA BAIXA TEMPERATURA EM VAQUETA Proteção das mãos do usuário contra baixas temperaturas até -45ºC. Luva em vaqueta, modelo frigorífica, com tratamento hidrofugado, forração em lã sintética, acabamento e punho em malha, 27 cm de comprimento, proteção para até -45ºC à uma exposição de até 30 minutos. Tamanho: Único. LUVA DE COBERTURA CLASSE II Proteção da luva de alta e baixa tensão. Luva de cobertura em vaqueta, reforço externo do mesmo material na cava do polegar e na região inferior do pulso, com tira e fivela plástica no dorso para ajuste e punho em raspa curtido ao cromo. Tamanho: Único. Procedimento Institucional EPI s 36

37 Luva de proteção LUVA PARA ALTA TENSÃO CLASSE II (Código na BEC ) Destinado a proteger as mãos e punhos contra as lesões de acidentes provenientes de descarga elétrica com tensão inferior a V Luva de segurança em borracha, cor preta, para proteção de usuário de eletricidade, cano longo, com punho do mesmo material da luva com acabamento na extremidade por adensamento ou enrolamento, dorso normal;, palma lisa, sem forro. Devera resistir a tensão de teste de 20 kv, classe II, acabamento rotulo indelével na cor amarela c/ nome de fabricante, tamanho, classe e tensão de trabalho. Tamanho G. Proteção respiratória RESPIRADOR FACIAL (COM MANUTENÇÃO) (máscara panorâmica) Proteção das vias respiratórias para evitar contaminação por agentes biológicos e químicos (aerodispersóides). Respirador purificador de ar peça facial inteira, nos tamanhos pequeno, médio e grande, corpo moldado em silicone e abas duplas, tirante de cabeça com suporte plástico, seis pontos de ajuste e presilhas para ajuste rápido, copa nasal (mascarilha) de silicone líquido, válvula de inalação (02) e exalação (01), diafragma de voz, lente ampla em policarbonato anti-risco e revestimento especial para maior resistência à sujeira, manchas e impregnação de névoas de tintas facilitando a limpeza (opção para encaixe de filtro de luz de escurecimento automático com tonalidade variável de 9 a 12), opção para encaixe de armação de lentes corretivas de óculos convencionais dentro da peça facial, encaixe tipo baioneta e anel de borracha onde são fixados os filtros. Procedimento Institucional EPI s 37

38 Proteção respiratória RESPIRADOR SEMIFALCIAL (COM MANUTENÇÃO) (máscara respiratória com filtro) Proteção das vias respiratórias para evitar contaminação por agentes biológicos e químicos (aerodispersóides). Respirador purificador de ar, peça semifacial, nos tamanhos pequeno, médio e grande, com corpo moldado, em silicone. O corpo da peça possui duas aberturas laterais, uma de cada lado, e uma abertura frontal, através das quais se encaixa internamente um suporte de base para válvulas (inalação e exalação respectivamente), confeccionado em material plástico rígido. Este suporte apresenta na região das aberturas laterais da peça, duas válvulas de inalação em sua parte traseira e dois encaixes tipo baioneta em sua parte dianteira, onde são fixados diretamente os filtros químicos, combinados e mecânicos com encaixe tipo baioneta. A parte externa do corpo da peça possui um dispositivo de material plástico rígido, que atua como cobertura (tampa) da válvula de exalação. Nas laterais deste dispositivo existem dois sistemas de trilhos, um de cada lado do dispositivo, através dos quais passam dois tirantes elásticos. Os tirantes (elásticos) são dotados de presilhas plásticas em suas pontas, sendo que o tirante superior possui preso ás suas presilhas, um suporte para cabeça regulável. RESPIRADOR SEMIFALCIAL (SEM MANUTENÇÃO E SEM VALVULA) PFF-2) (código na BEC ) Proteção das vias respiratórias para evitar contaminação por agentes biológicos e químicos (aerodispersóides). Respirador semifacial peca facial filtrante, confeccionado em camadas filtrantes de fibras sintéticas tratadas eletrostaticamente, no tamanho único ajuste automático a face do usuário com clips nasal, na cor azul; do tipo dobrável, classe PFF2, sem válvula de exalação, indicado para poeiras,nevoas tóxicas e fumos, com 02 tirantes em látex e 04 pontos de fixação, com acabamento soldado eletronicamente. Procedimento Institucional EPI s 38

39 Proteção respiratória RESPIRADOR SEMIFALCIAL (SEM MANUTENÇÃO E COM VALVULA) PFF-2/PFF-2 (código na BEC ) Proteção das vias respiratórias para evitar contaminação por agentes químicos (aerodispersóides). Respirador semifacial peca facial filtrante, confeccionado em fibra sintética na parte interna e microfibra carregada com carvão ativado na parte externa, no tamanho único, do tipo concha, classe pff2/vo, com válvula de exalação, indicado para vapores orgânicos e partículas. Com 2 tirantes em látex revestido, com 4 pontos de fixação e com acabamento soldado eletronicamente. FILTRO MECÂNICO P2 (Ver o modelo do respirador) Proteção das vias respiratórias para evitar contaminação por poeira (aerodispersóides). Filtro mecânico para poeiras, névoas e fumos (classe P2). Procedimento Institucional EPI s 39

40 Proteção respiratória FILTRO COMBINADO P2 (ver o modelo do respirador) Proteção das vias respiratórias para evitar contaminação por agentes químicos/poeira (aerodispersóides). Filtro combinado para proteção contra poeiras, névoas e fumos (P2) e baixas concentrações de Vapores Orgânicos (VO) e Gases Ácidos (GA). FILTRO MECÂNICO P3 (ver o modelo do respirador) Proteção das vias respiratórias para evitar contaminação por poeira (aerodispersóides). Filtro mecânico de alta eficiência (P3) para poeiras, névoas, fumos, radionuclídeos e particulados altamente tóxico. Procedimento Institucional EPI s 40

41 Proteção respiratória FILTRO COMBINADO P3 (ver o modelo do respirador) Proteção das vias respiratórias para evitar contaminação por agentes químicos/poeira (aerodispersóides). Filtro combinado de alta eficiência (P3) para poeiras, névoas, fumos, radionuclídeos, particulados altamente tóxico e baixa concentrações de Vapores Orgânicos (VO) e Ozônio (OZ). FILTRO CARTUCHOS QUÍMICOS MULTIGASES/FILTRO DE ALTA EFICIÊNCIA CONTRA PARTICULADOS (ver o modelo do respirador) Proteção das vias respiratórias para evitar contaminação por agentes químicos/particulados (aerodispersóides). Filtro multigases para vapores orgânicos, cloro, ácido clorídrico, dióxido de cloro, dióxido de enxofre, formaldeído e fluoreto de hidrogênio. Procedimento Institucional EPI s 41

42 Óculos de Segurança ÓCULOS DE SEGURANÇA (óculos de segurança) Proteção dos olhos contra impactos de partículas volantes multi-direcionais. Óculos de segurança, constituído de um visor e uma única peça de policarbonato anti-embaçante e anti-risco, nas cores incolor, amarelo, marrom claro, cinza, marrom espelhado verde. Haste regulável e dispositivo que apóia o óculos no septo nasal. Cores: incolor, fume, verde e amarelo. ÓCULOS DE SEGURANÇA (óculos de segurança) Proteção dos olhos contra impactos de partículas volantes multi-direcionais. Óculos de segurança, constituído de armação e visor em uma única peça de policarbonato incolor, antiembaçante e anti-risco, hastes sem regulagem, tipo espátula do mesmo material com seis fendas para ventilação. Procedimento Institucional EPI s 42

43 Óculos de Segurança ÓCULOS DE SEGURANÇA AMPLA VISÃO (óculos de ampla visão) Proteção dos olhos contra partículas volantes leves multi-direcionais, respingos de produtos químicos e poeiras. Óculos de Segurança ampla-visão, armação em uma única peça de pvc transparente com sistema de ventilação indireta, composto de fendas na parte superior e inferior, visor de policarbonato incolor com tratamento antiembaçante e anti-risco, tirante elástico para ajuste. ÓCULOS DE SEGURANÇA VT5 (SOLDA E OXICORTE) (Cod. BEC ) Proteção dos olhos contra partículas volantes multi-direcionais e radiações provenientes de soldagem oxiacetilênica. Óculos de proteção destinado para solda, composto de visor em peca única em policarbonato, arco e haste, com armação em arco plástico preto com 03 pinos e uma fenda em cada extremidade e borda superior com meia proteção. Hastes em plástico preto compostas de 02 pecas uma semi-haste vazada com uma das extremidades, que permite o ajuste do tamanho através de quatro estágios, possui protetor lateral injetada do mesmo material, com ponte e apoio nasal. A lente devera ser anti-risco, resistente a impactos de partículas volantes multi-direcionais e contra luminosidade intensa (tonalidade 5 ) na cor verde. Procedimento Institucional EPI s 43

44 Protetor Facial PROTETOR FACIAL TIPO BOLHA (INCOLOR E VERDE) Proteção da face do usuário contra impactos de partículas volantes multi-direcionais e luminosidade intensa, no caso dos visores verdes. Protetor facial de segurança, constituído de coroa e carneira de material plástico, com regulagem de tamanho através de ajuste simples ou com catraca e visor de material plástico (policarbonato) incolor e verde claro, tamanho 8 e 10. PROTETOR FACIAL (INCOLOR E VERDE) Lente incolor código na BEC Lente verde não há código na BEC Proteção da face do usuário contra impactos de partículas volantes multi-direcionais e luminosidade intensa, no caso dos visores verdes. Protetor facial constituído de coroa e carneira de plástico, regulagem de tamanho através de ajuste simples, visor em plástico esférico incolor, lente do visor com espessura de 1 mm, visor medindo aproximadamente 195mm de largura e 200 mm de altura, bordas sem cobertura, protetor no formato convencional, visor e coroa fixados através de dois rebites metálicos e carneira presa a coroa através de dois parafusos plásticos. Obs. Definir cor (verde ou incolor) Procedimento Institucional EPI s 44

45 Protetor Facial KIT PROTETOR FACIAL PARA CAPACETE (INCOLOR E VERDE) (ver o fabricante do capacete) Proteção da face do usuário contra impactos de partículas volantes multi-direcionais e luminosidade intensa, no caso dos visores verdes. Kit protetor facial para capacete, com sistema de encaixe no slot do capacete e lente de policarbonato nas cores incolor e verde, tamanho de 190 mm altura e 395mm de largura. Proteção para serviços com solda MÁSCARA DE SOLDA (Cod. BEC ) Proteção dos olhos e face do usuário contra radiação e impactos de partículas volantes multi-direcionais provenientes de atividades de soldagem. Máscara de proteção para solda, tipo mecânica, composta de escudo em celeron e carneira em material plástico p/ fixação da cabeça, com regulagem de tamanho através de ajuste, modelo com visor fixo e sem catraca, carneira presa ao escudo por meio de parafusos, filtro de luz confeccionado em vidro nas tonalidades 10 ou 12, placa de cobertura, confeccionada em vidro transparente. Procedimento Institucional EPI s 45

46 Proteção para serviços com solda MÁSCARA DE SOLDA C/ AUTO-ESCURECIMENTO Proteção dos olhos e face do usuário contra radiação e impactos de partículas volantes multi-direcionais provenientes de atividades de soldagem. Máscara de solda de escurecimento automático para solda de uso não intensivo, área de visão de 73 x107mm, cartucho de cristal líquido e ajuste manual para cinco níveis de tonalidades de escurecimento (modo ligado escuro) de 8 a 12, e tonalidade 3 no modo ligado claro, opção de 3 ajustes de sensibilidade, barra de sensor de luz que permite abertura do ângulo de 60º para 120º, funciona a bateria solar selada, escudo confeccionado em termo plástico leve e super resistente ao calor, suporte de cabeça (carneira) em polietileno com aparador de suor e sistema de ajuste múltiplo através de catraca. Vestimentas TOUCA DESCARTÁVEL (TNT) Proteção da queda de cabelo no manuseio de alimentos e evita o contato do cabelo com máquinas que possam colocar em perigo a vida do servidor. Touca descartável, confeccionada em TNT (tecido não tecido), redonda com elástico em toda volta, hipoalergênico, anatômica (de fácil ajuste) e cor branca. Procedimento Institucional EPI s 46

47 Vestimentas AVENTAL DE PVC (Cod. BEC ) Proteção frontal do usuário contra riscos químicos, biológicos e físicos. Avental de proteção em pvc com forro em tecido de poliéster; medindo aproximadamente 1,20m de comprimento por 70cm de largura, sem gola, fechamento através de tiras do mesmo material do avental, soldadas eletronicamente ou p/ ilhoses p/ ajuste cintura/pescoço. Obs. avental na cor preta. AVENTAL DE VINIL (Cod. BEC ) Proteção do usuário em trabalhos onde haja umidade e manuseio de alimentos. Ideal para trabalhos com açougues, pescados, cozinha industrial, etc. Avental de proteção confeccionado vinil transparente, comprimento 1,20m, largura 0,70m, com cordões para ajuste no pescoço e cintura. Procedimento Institucional EPI s 47

48 Vestimentas AVENTAL TÉRMICO Proteção frontal do usuário contra riscos químicos, biológicos e físicos. Avental de segurança confeccionado em tecido Protex 300 k, 100% algodão com tratamento retardante a chamas, impermeável e atóxico. Desenvolvido para uso em cozinhas industriais, proporciona elevado conforto e proteção contra o calor convectivo, respingos de líquidos quentes e de vapores. Com certificado de aprovação do Ministério do Trabalho e Emprego. AVENTAL DE RASPA SEM MANGOTE (avental de raspa) Cod. BEC Proteção dos membros superiores e tronco contra riscos provenientes dos trabalhos com soldagem e trabalho a quente em geral. Avental de proteção em raspa de couro de primeira qualidade curtida ao cromo, medindo aproximadamente 1,20m de comprimento x 60cm de largura, sem manga, sem gola, fechamento através de tiras em raspa,no pescoço e na cintura com fivela de trava automática em latão niquelado presas por meio de arrebites e costuras com linha de algodão nº 40/3. Procedimento Institucional EPI s 48

49 Vestimentas AVENTAL DE RASPA COM MANGOTE (TIPO BARBEIRO) Cod. BEC Proteção dos membros superiores e tronco contra riscos provenientes dos trabalhos com soldagem e trabalho a quente em geral. Avental de proteção em raspa de couro medindo aproximadamente 1,20m de comprimento por 0,60m de largura, com manga comprida tipo barbeiro, sem gola, fechamento através de tiras de ajuste na cintura. CONJUNTO PARA BAIXAS TEMPERATURAS (JAPONA COM CAPUZ, CALÇA E COLETE) (Código na BEC ) Proteção dos membros inferiores do usuário contra agentes térmicos (câmaras frias de até - 35 C). Conjunto para proteção e segurança, composto por japona com capuz, calca e colete térmico para ate-35 graus em 100% poliamida/poliéster; calca,japona e colete c/forracao interna em costura tipo matelasse c/manta em 100%poliéster 240gr/m2; japona e colete com fechamento por botões de pressão metálicos e/ou velcro; japona com dois bolsos, punho em malha e capuz como mesmo material; calca com elástico e cordão na cintura; no tamanho gg para a calca e japona, único para o colete. Tamanho: p,m, g, gg e xg. Procedimento Institucional EPI s 49

50 Vestimentas CALÇA (BAIXAS TEMPERATURAS) Proteção dos membros inferiores do usuário contra agentes térmicos (câmaras frias de até - 35 C). Calça confeccionada em tecido 100% poliamida com resina, forrada com manta térmica e acolchoada, fechamento através de velcro e alinhado por botão guia, para baixas temperaturas de até -35 C. Cor: azul e branca. Tamanho: p,m, g, gg e xg. Obs. Há um código na BEC ( ) para o conjunto (japona com capuz, calça e colete para 35 ºC), as características desse código podem ser utilizadas para aquisição da calça. JAPONA (BAIXAS TEMPERATURAS) (Não há código na BEC) Proteção do tronco e membros superiores do usuário contra agentes térmicos (câmaras frias de até - 35 C). Japona confeccionada em tecido 100% poliamida com resina, forrada com manta térmica e acolchoada. Possuir bolsos embutidos nas laterais, capuz conjugado, fechamento frontal até o pescoço através de velcro alinhado por botão guia e barra lisa, para baixas temperaturas de até -35 C. Cor: azul e branca. Tamanho: p, m, g, gg e xg. Obs. Há um código na BEC ( ) para o conjunto (japona com capuz, calça e colete para 35 ºC), as características desse código podem ser utilizadas para aquisição da japona. Procedimento Institucional EPI s 50

Catálogo de Equipamentos de Proteção e Segurança do Trabalho

Catálogo de Equipamentos de Proteção e Segurança do Trabalho Tipo de Documento Procedimento Institucional EPI PI-Costsa-004 Título do Documento Catálogo de Equipamentos de Proteção e Elaborado por Adalberto do N. Bastos Júnior / Laércio Teixeira dos Santos Área

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO 1 Aquisição de Equipamentos de Proteção Individual - PLANTEQ/2012

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO 1 Aquisição de Equipamentos de Proteção Individual - PLANTEQ/2012 TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO 1 Aquisição de Equipamentos de Proteção Individual - PLANTEQ/2012 1. JUSTIFICATIVA A presente aquisição justifica-se pela necessidade de atender a demanda do Projeto PLANTEQ /2012,

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL (SRP) Nº 56/2013

PREGÃO PRESENCIAL (SRP) Nº 56/2013 1 2 AVENTAL EM RASPA INTEIRO Avental de proteção confeccionado em raspa de couro, com emendas, com altura de 1,00m e largura de 0,60m. AVENTAL IMPERMEÁVEL Avental de segurança tipo frontal, em Trevira,

Leia mais

EPIS Segurança do Jatista

EPIS Segurança do Jatista EPIS Segurança do Jatista Capacete de Proteção do Jatista - Fibra Azul 200.370.00992 PC 28642 Branco 200.370.00107 PC Capacete de proteção do Jatista fabricado em fibra com visor de vidro temperado e saída

Leia mais

Venda Proibida - Gratuito

Venda Proibida - Gratuito NR 6 - Equipamento de Proteção Individual - EPI 6.1. Para os fins de aplicação desta Norma Regulamentadora - NR, considerase Equipamento de Proteção Individual - EPI todo dispositivo de uso individual,

Leia mais

DIVISÃO DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO DVSMT PROTEÇÃO DA CABEÇA, FACE E OLHOS

DIVISÃO DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO DVSMT PROTEÇÃO DA CABEÇA, FACE E OLHOS PROTEÇÃO DA CABEÇA, FACE E OLHOS CAPACETE DE SEGURANÇA CAP1 Proteção da cabeça do usuário contra impactos provenientes de queda ou projeção de objetos. a) Casco: deve ser confeccionado em polietileno de

Leia mais

Proposta de Preços ANEXO I

Proposta de Preços ANEXO I PREGÃO PRESENCIAL Nº 088 / 2011 Proposta de Preços ANEXO I Processo 14.793 / 2011 Razão Social do Licitante: CNPJ: Insc. Estadual: Endereço: Cidade: Estado: Telefone : Fax : e-mail : INFORMACÕES PARA PAGAMENTOS

Leia mais

Catálogo de Equipamentos de Proteção e Segurança do Trabalho

Catálogo de Equipamentos de Proteção e Segurança do Trabalho Tipo de Documento Procedimento Institucional EPI PI-Costsa-004 Título do Documento Catálogo de Equipamentos de Proteção e Elaborado por Adalberto do N. Bastos Júnior / Laércio Teixeira dos Santos Área

Leia mais

Consulte Certificações, mais informações técnicas, medidas e embalagens no site industriasimples.com.br

Consulte Certificações, mais informações técnicas, medidas e embalagens no site industriasimples.com.br Vestimentas de Proteção Vestimentas de Proteção Cinto Ergonômico Confeccionado em TNT e elástico de compressão. As alças são trançadas em X nas costas para maior conforto do usuário e ajustáveis por passadores.

Leia mais

SURG Cia. de Serviços de Urbanização de Guarapuava Rua Afonso Botelho, 63 Bairro Trianon CNPJ 75.646.273/0001-07 COMUNICADO

SURG Cia. de Serviços de Urbanização de Guarapuava Rua Afonso Botelho, 63 Bairro Trianon CNPJ 75.646.273/0001-07 COMUNICADO SURG Cia. de Serviços de Urbanização de Guarapuava Rua Afonso Botelho, 63 Bairro Trianon CNPJ 75.646.273/0001-07 REF., PREGÃO PRESENCIAL Nº 059/2014 COMUNICADO ABERTURA / DATA: 11/08/2014 Objeto: Contratação

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL (SRP) Nº 56/2013

PREGÃO PRESENCIAL (SRP) Nº 56/2013 39 40 LUVA NITRÍLICA 30 Luva de segurança confeccionada em borracha nitrílica, na cor verde, palma antiderrapante em alto relevo, interior em algodão flocado, espessura mínima de 0,35mm, comprimento não

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00033/2015 (SRP)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana. Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00033/2015 (SRP) Pregão Eletrônico MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal da Integração Latino Americana Termo de Adjudicação do Pregão Eletrônico Nº 00033/2015 (SRP) Às 16:06 horas do dia 20 de novembro de 2015,

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE ÓCULOS DE SEGURANÇA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE ÓCULOS DE SEGURANÇA ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE ÓCULOS DE SEGURANÇA DAST nº 01/2001 R3 3ª Revisão: 06/06/2007 1. OBJETIVO Determinar a sistemática para aquisição de óculos de segurança e definir as características técnicas dos

Leia mais

LOTE 1 - SISTEMA ANTIFURTO

LOTE 1 - SISTEMA ANTIFURTO QUANTIDADE ITEM PRODUTO ESPECIFICAÇÃO IMAGEM ILUSTRATIVA MAFRA BRUSQUE VIDEIRA TOTAL VALOR UNIT. VALOR TOTAL DO ITEM VALOR TOTAL DO LOTE LOTE 1 - SISTEMA ANTIFURTO 1.1 EQUIPAMENTO ELETROMAGNÉTICO DE REATIVAÇÃO/

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA TR 20150835

TERMO DE REFERÊNCIA TR 20150835 TERMO DE REFERÊNCIA TR 20150835 1. DA JUSTIFICATIVA: Dispensa de licitação, via cotação eletrônica, nos termos do decreto estadual Nº 28.397, de 21 de setembro de 2006 para atender SC 014256 P/ GESUP 2.

Leia mais

NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS AOS EPI

NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS AOS EPI ANEXO II NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS AOS EPI Equipamento de Proteção Individual EPI Enquadramento NR 06 Anexo I A PROTEÇÃO DA CABEÇA Proteção da cabeça contra: A.1.1. Impactos de objetos sobre o crânio;

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA EMBRAPA

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA EMBRAPA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA EMBRAPA COTAÇÃO ELETRÔNICA N.º 10003/2015 Embrapa SEDE TERMO DE REFERÊNCIA

Leia mais

LABORATÓRIO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

LABORATÓRIO DE SEGURANÇA DO TRABALHO LABORATÓRIO DE SEGURANÇA DO TRABALHO 1. Descrição Física Neste laboratório serão realizadas aulas práticas de primeiros socorros, avaliação ambiental, equipamento de proteção individual e técnicas de combate

Leia mais

Catálogo Eletrônico. Email: montich@ Contato: (11) 2356-6456 / (11) 99857-9813 2013

Catálogo Eletrônico. Email: montich@ Contato: (11) 2356-6456 / (11) 99857-9813 2013 Catálogo Eletrônico Email: montich@ 2013 APRESENTAÇÃO A MONTICH ENGENHARIA, fundada em julho de 2013, com sede própria, hoje é especializada diretamente no seguimento de Fabricação, Projetos e Instalações

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE CAPACETES DE SEGURANÇA, SUSPENSÃO E JUGULAR

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE CAPACETES DE SEGURANÇA, SUSPENSÃO E JUGULAR ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE CAPACETES DE SEGURANÇA, SUSPENSÃO E JUGULAR DAST nº 04/2001 R3 3ª Revisão: 08/02/2010 1. OBJETIVO Determinar a sistemática para aquisição de capacete de segurança e suspensão

Leia mais

RELAÇÃO DO MATERIAL/SERVIÇO.

RELAÇÃO DO MATERIAL/SERVIÇO. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA Av. Araújo Pinho, nº 39, Canela - CEP: 40.110-150 - SSA/BA. Tel.: (071) 2102-0435 CNPJ nº: 10.764.307.0001-12 Inscrição: nº 70.244.376 Fax: (071) 3235-4563

Leia mais

CATÁLOGO DE EPI S. www.mssegmed.com.br Tel: (11) 2851-9391. Rua Potengi, 1225 Jd. Rio das Pedras Cotia/SP

CATÁLOGO DE EPI S. www.mssegmed.com.br Tel: (11) 2851-9391. Rua Potengi, 1225 Jd. Rio das Pedras Cotia/SP CATÁLOGO DE EPI S www.mssegmed.com.br Tel: (11) 2851-9391 Rua Potengi, 1225 Jd. Rio das Pedras Cotia/SP Proteção para Solda Autoescurecimento Óculos Celeron / Polipropileno 109 s de Solda Speedglass Série

Leia mais

Definir critérios de Segurança e Medicina do Trabalho. a serem exigidas das prestadoras de serviços.

Definir critérios de Segurança e Medicina do Trabalho. a serem exigidas das prestadoras de serviços. 1/7 I FINALIDADE Definir critérios de Segurança e Medicina do Trabalho. a serem exigidas das prestadoras de serviços. II ABRANGÊNCIA Todas Prestadoras de Serviços contratadas pela CERON. III PROCEDIMENTOS

Leia mais

CAPACETE PROTECÇÃO COLETE ALTA VISIBILIDADE JOELHEIRAS LADRILHADOR. CONE SINALIZAÇÃO PVC «MAN» 50cm CAPACETES / MÁSCARAS / SINALIZAÇÃO

CAPACETE PROTECÇÃO COLETE ALTA VISIBILIDADE JOELHEIRAS LADRILHADOR. CONE SINALIZAÇÃO PVC «MAN» 50cm CAPACETES / MÁSCARAS / SINALIZAÇÃO MÁSCARA ANTI-PÓ Ref. 1839001A Ref. 1839008 - Máscara filtrante de um só uso; - Não é um E.P.I.; Caixas.: 50 Un. MÁSCARA PARA PÓ COM VÁLVULA - Máscara tipo FFP2 (nível médio de protecção); - Máximo nível

Leia mais

CONDIÇÕES MINÍMAS DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO.PARA. PRESTADORAS DE SERVIÇOS. MANUTENÇÃO E OPERAÇÃO DE USINA

CONDIÇÕES MINÍMAS DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO.PARA. PRESTADORAS DE SERVIÇOS. MANUTENÇÃO E OPERAÇÃO DE USINA 1/7 I FINALIDADE Definir critérios de Segurança e Medicina do Trabalho. a serem exigidas das prestadoras de serviços. II ABRANGÊNCIA Todas Prestadoras de Serviços contratadas pela CERON. III PROCEDIMENTOS

Leia mais

A STEELFLEX, nova marca da BSB, chega ao mercado de EPIs com um portifólio de produtos diferenciados, de alta performance e design arrojado.

A STEELFLEX, nova marca da BSB, chega ao mercado de EPIs com um portifólio de produtos diferenciados, de alta performance e design arrojado. A STEELFLEX, nova marca da BSB, chega ao mercado de EPIs com um portifólio de produtos diferenciados, de alta performance e design arrojado. Com o objetivo de oferecer soluções cada vez mais eficazes para

Leia mais

Cuidando da segurança individual dos trabalhadores

Cuidando da segurança individual dos trabalhadores A Destra Brasil EPI Indústria e Comércio Meritocracia Acreditamos nas pessoas. Reconhecemos e recompensamos sua contribuição com isenção e imparcialidade, para que possam crescer e fazer nossa organização

Leia mais

Impermeáveis Resistência e Qualidade em Impermeáveis

Impermeáveis Resistência e Qualidade em Impermeáveis Impermeáveis Resistência e Qualidade em Impermeáveis Impermeáveis fabricados com matéria prima de alta qualidade, soldados eletronicamente, muito resistentes e disponíveis em diversos modelos que se adequam

Leia mais

EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL- EPI

EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL- EPI EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL- EPI Conforme Norma Regulamentadora nº.6, Equipamento de Proteção Individual EPI é todo dispositivo de uso individual utilizado pelo empregado, destinado à proteção de

Leia mais

Lista de Materiais para a Arena Desenho da estrutura

Lista de Materiais para a Arena Desenho da estrutura Lista de Materiais para a Arena Desenho da estrutura Desenho da estrutura (detalhes) Lista de materiais para Arena V RODEIO NACIONALDE ELETRICISTAS Lista de Materias para Arena Item Descrição Quantidade

Leia mais

DESCRIÇÃO UNIFORMES DA DEFESA CIVIL PARA AS COORDENADORIAS DISTRITAIS DE DEFESA CIVIL DAS SUBPREFEITURAS

DESCRIÇÃO UNIFORMES DA DEFESA CIVIL PARA AS COORDENADORIAS DISTRITAIS DE DEFESA CIVIL DAS SUBPREFEITURAS DESCRIÇÃO UNIFORMES DA DEFESA CIVIL PARA AS COORDENADORIAS DISTRITAIS DE DEFESA CIVIL DAS SUBPREFEITURAS 1- COLETE : - Azul marinho; - 02 (duas) faixas refletivas, na direção horizontal, na cor laranja;

Leia mais

Definir critérios de Segurança e Medicina do Trabalho a serem exigidas das prestadoras de serviços.

Definir critérios de Segurança e Medicina do Trabalho a serem exigidas das prestadoras de serviços. 1/9 0I FINALIDADE Definir critérios de Segurança e Medicina do Trabalho a serem exigidas das prestadoras de serviços. II ABRANGÊNCIA Todas Prestadoras de Serviços contratadas pela CERON. III PROCEDIMENTOS

Leia mais

Manual para trabalhos em altura.

Manual para trabalhos em altura. Manual para trabalhos em altura. Montagem de andaimes. O trabalho de montagem de andaimes possui características peculiares, pois em geral, os pontos de ancoragem são o próprio andaime, o que requer uma

Leia mais

Ata Parcial. Item 0001

Ata Parcial. Item 0001 Ata Parcial Às 09:05 horas do dia 08 de setembro de 2011, reuniu-se o Pregoeiro Oficial da Prefeitura Municipal de Uruguaiana e respectivos membros da Equipe de apoio, designados pela portaria 004/2011

Leia mais

Capacetes de Segurança 3M H-700

Capacetes de Segurança 3M H-700 Capacetes de Segurança 3M H-700 CA 29.637 (versão c/ ventilação) CA 29.638 (versão s/ ventilação) DESCRIÇÃO GERAL: O capacete de segurança 3M H-700 é composto de: Casco ventilado ou sem ventilação (ambos

Leia mais

ANEXO AO COMUNICADO: INCLUSÃO DE ITENS NA LISTA DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI)

ANEXO AO COMUNICADO: INCLUSÃO DE ITENS NA LISTA DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI) ANEXO AO COMUNICADO: INCLUSÃO DE ITENS NA LISTA DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EPI) Abrangência: empresas obrigadas a fornecer EPI aos trabalhadores. Conteúdo: lista completa de EPI s. Vigência:

Leia mais

CONDIÇÕES MINÍMAS DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO.PARA. PRESTADORAS DE SERVIÇOS.

CONDIÇÕES MINÍMAS DE SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO.PARA. PRESTADORAS DE SERVIÇOS. 1/7 I FINALIDADE Definir critérios de Segurança e Medicina do Trabalho. a serem exigidas das prestadoras de serviços. II ABRANGÊNCIA Todas Prestadoras de Serviços contratadas pela CERON. III PROCEDIMENTOS

Leia mais

Capacetes de Segurança H-700

Capacetes de Segurança H-700 Dados Técnicos Página 1 de 8 Capacetes de Segurança H-700 DESCRIÇÃO GERAL: O capacete de segurança H-700 é composto de: Casco ventilado (com ou sem tira refletiva) ou sem ventilação (com ou sem tira refletiva),

Leia mais

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78

NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 NR 6 EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL - EPI Publicação D.O.U. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 Alterações/Atualizações D.O.U. Portaria SSMT n.º 05, de 07 de maio de 1982 17/05/82

Leia mais

EPI. Índice a a 273. Botas e Calçados Luvas Óculos Segurança e Proteção

EPI. Índice a a 273. Botas e Calçados Luvas Óculos Segurança e Proteção Índice Botas e Calçados Óculos Segurança e Proteção 266 267 a 269 270 271 a 273 Químicos e Impermeabilizantes Ferramentas Elétricas Ferramentas Ferragem Agronegócio Hidráulica Pag 19 Pag 43 Pag 133 Pag

Leia mais

webcomm.com.br CATÁLOGO DE PRODUTOS Rua Redenção, 176 Belém São Paulo SP Brasil +55 11 2692 4735 allprot@allprot.com.br www.allprot.com.

webcomm.com.br CATÁLOGO DE PRODUTOS Rua Redenção, 176 Belém São Paulo SP Brasil +55 11 2692 4735 allprot@allprot.com.br www.allprot.com. webcomm.com.br CATÁLOGO DE PRODUTOS Rua Redenção, 176 Belém São Paulo SP Brasil +55 11 2692 4735 allprot@allprot.com.br www.allprot.com.br Linha PARA LENTES PLANAS E GRADUADAS Desde 1996 a Allprot se preocupa

Leia mais

Pregão Eletrônico Nº 00007/2015 RESULTADO POR FORNECEDOR. Valor Item Descrição

Pregão Eletrônico Nº 00007/2015 RESULTADO POR FORNECEDOR. Valor Item Descrição PREGÃO ELETRÔNICO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria Executiva Subsecretaria de Planejamento e Orçamento INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIENCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ Campus Abaetetuba Pregão Eletrônico Nº

Leia mais

SISTEMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA PARA SOLDA 3M SPEEDGLAS 9100 COM LINHA DE AR CA: 32.225

SISTEMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA PARA SOLDA 3M SPEEDGLAS 9100 COM LINHA DE AR CA: 32.225 SISTEMA DE PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA PARA SOLDA 3M SPEEDGLAS 9100 COM LINHA DE AR CA: 32.225 DESCRIÇÃO DO PRODUTO O sistema de proteção respiratória 3M com Linha de Ar Comprimido para a máscara de solda Speedglas

Leia mais

VESTIMENTAS DE SEGURANÇA E IMPERMEÁVEIS

VESTIMENTAS DE SEGURANÇA E IMPERMEÁVEIS PROTEÇÃO RESPIRATÓRIA PROTEÇÃO DOS OLHOS PROTEÇÃO AUDITIVA PROTEÇÃO DO CRÂNIO PROTEÇÃO FACIAL PROTEÇÃO DAS MÃOS ACESSÓRIOS PARA SOLDA EQUIPAMENTOS DE SINALIZAÇÃO VESTIMENTAS DE SEGURANÇA E IMPERMEÁVEIS

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS

CATÁLOGO DE PRODUTOS CATÁLOGO DE PRODUTOS PROTEÇÃO CABEÇA E FACE CAPACETE PLASTCOR Ref: 200 CAPACETE - 3M Ref: 202 CAPACETE FOCUS TIPO III CLASSE A - MONTANA Ref: 204 CAPACETE COM ABAFADOR Ref: 205 ABAFADOR PROTEX - ZAPA Ref:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARLOS BARBOSA SECRETARIA MUNICIPAL DE PROJETOS E OBRAS PÚBLICAS MEMORIAL DESCRITIVO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARLOS BARBOSA SECRETARIA MUNICIPAL DE PROJETOS E OBRAS PÚBLICAS MEMORIAL DESCRITIVO MEMORIAL DESCRITIVO OBRA: MÓVEIS PARA SECRETARIA DE PROJETOS E OBRAS PÚBLICAS RUA ASSIS BRASIL, 11, CENTRO CARLOS BARBOSA GENERALIDADES O presente documento tem por objetivo: Instruir as condições que

Leia mais

MIG. Arame MIG Inox ER 316 LSI ø 0,90 mm 15 kg Fluxometro em Acrilico 1 Unid.

MIG. Arame MIG Inox ER 316 LSI ø 0,90 mm 15 kg Fluxometro em Acrilico 1 Unid. MIG Descrição Embal. Descrição Embal. Tubo M6 X 25 MM ø 0,6-0,8-0,9-1,0-1,2 MM - (COBRE) Tubo M6 X 27 MM ø 0,6-0,8-0,9-1,0-1,2 MM - (CuCrZr) Tubo M6 X 32 MM ø 0,6-0,8-0,9-1,0-1,2 MM - (COBRE Tubo M6 X

Leia mais

Este Termo de Referência foi elaborado em cumprimento ao disposto na legislação federal e municipal correspondente.

Este Termo de Referência foi elaborado em cumprimento ao disposto na legislação federal e municipal correspondente. INTRODUÇÃO ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA Este Termo de Referência foi elaborado em cumprimento ao disposto na legislação federal e municipal correspondente. DO OBJETO REGISTRO DE PREÇOS PARA AQUISIÇÃO DE

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DESCRITIVA - EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO. BOLSA PARA EPIs. -2 alças de mão com 30mm de largura em polipropileno de 60cm de comprimento.

ESPECIFICAÇÃO DESCRITIVA - EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO. BOLSA PARA EPIs. -2 alças de mão com 30mm de largura em polipropileno de 60cm de comprimento. UNIDADE: COORDENAÇÃO DE LOGÍSTICA - COLOG (GESUS) 1 de 58 BOLSA PARA EPIs Descrição técnica: -Bolsa para transporte e armazenagem de EPIs. -Confeccionada em Nylon 600, cor azul marinho. -Costuras em linha

Leia mais

CONFORMIDADE LEVADA A SÉRIO.

CONFORMIDADE LEVADA A SÉRIO. CONFORMIDADE LEVADA A SÉRIO. CATÁLOGO DE PRODUTOS 2015 ALTISEG, A PRIMEIRA EMPRESA BRASILEIRA DE SEGURANÇA EM ALTURA A POSSUIR O SELO DE CONFORMIDADE INMETRO. CUSTON custon pro 1180147-1 (P-M) 1180149-2

Leia mais

Kits para Proteção Facial MSA

Kits para Proteção Facial MSA 06-00-02 Imagens Ilustrativas Kits para Proteção Facial MSA [Uma linha completa para atender as necessidades do usuário com muito estilo.] Quando o assunto é Proteção Facial, a MSA é a marca mais forte

Leia mais

UNID QUANT UNID QUANT UNID QUANT LOTE 01 AVENTAL BARBEIRO PARA PROTEÇÃO FRONTAL

UNID QUANT UNID QUANT UNID QUANT LOTE 01 AVENTAL BARBEIRO PARA PROTEÇÃO FRONTAL TERMO DE ADESÃO Termo de Adesão que entre si celebram a MINAS GERAIS ADMINSTRAÇÃO E SERVIÇO S/A, na qualidade de Órgão Gestor e o (a), como Órgão Participante, para fins de participação no Registro de

Leia mais

CAPACETE DE SEGURANÇA 2000/2010

CAPACETE DE SEGURANÇA 2000/2010 CAPACETE DE SEGURANÇA 2000/2010 DESCRIÇÃO GERAL: O capacete de segurança 2000/2010 é composto de: Casco (com ou sem tira refletiva), Suspensão (com ajuste simples ou com catraca), Tira de absorção de suor,

Leia mais

Equipamentos de Proteção Individual (EPI)

Equipamentos de Proteção Individual (EPI) Equipamentos de Proteção Individual (EPI) SEGURANÇA NA SOLDAGEM Segurança na Soldagem 1.1 - Principais riscos para um soldador 1.1.1 - Poluição por fumos de soldagem 1.1.2 - Radiações visíveis e invisíveis

Leia mais

NR 6 A - EPI PARA PROTEÇÃO DA CABEÇA. A.1 - Capacete. a) capacete de segurança para proteção contra impactos de objetos sobre o crânio;

NR 6 A - EPI PARA PROTEÇÃO DA CABEÇA. A.1 - Capacete. a) capacete de segurança para proteção contra impactos de objetos sobre o crânio; NR 6 A - EPI PARA PROTEÇÃO DA CABEÇA A.1 - Capacete a) capacete de segurança para proteção contra impactos de objetos sobre o crânio; b) capacete de segurança para proteção contra choques elétricos; c)

Leia mais

Definir critérios de Segurança e Medicina do Trabalho. a serem exigidas das prestadoras de serviços.

Definir critérios de Segurança e Medicina do Trabalho. a serem exigidas das prestadoras de serviços. 1/6 I FINALIDADE Definir critérios de Segurança e Medicina do Trabalho. a serem exigidas das prestadoras de serviços. II ABRANGÊNCIA Todas Prestadoras de Serviços contratadas pela CERON. III PROCEDIMENTOS

Leia mais

Para que possam oferecer a protecção adequada os produtos deverão ser:

Para que possam oferecer a protecção adequada os produtos deverão ser: proteção facial Proteção Facial Porquê o uso de viseiras? As viseiras são concebidas para proteger os olhos e o rosto. A protecção pode ser conferida através de uma rede metálica de malha fina ou em material

Leia mais

Índice. Instruções Gerais. EPI s (Equipamentos de Proteção Individual) Luvas Isolantes de Borracha. Mangas Isolantes de Borracha

Índice. Instruções Gerais. EPI s (Equipamentos de Proteção Individual) Luvas Isolantes de Borracha. Mangas Isolantes de Borracha Isolantes de Índice Instruções Gerais EPI s (Equipamentos de Proteção Individual) 5 8 Luvas Isolantes de Borracha 10 Mangas Isolantes de Borracha 12 EPC s (Equipamentos de Proteção Coletiva) 14 Manta Isolante

Leia mais

Equipamento de Protecção e Segurança

Equipamento de Protecção e Segurança Catálogo Geral N 03-09 Equipamento de Protecção e Segurança 40.0074337 SAPATO DE SEGURANÇA NOBUK Nº37 1 PAR 40.0074338 SAPATO DE SEGURANÇA NOBUK Nº38 1 PAR 40.0074339 SAPATO DE SEGURANÇA NOBUK Nº39 1

Leia mais

Equipamentos de Proteção Individual EPI.

Equipamentos de Proteção Individual EPI. Equipamentos de Proteção Individual EPI. Considera-se EPI todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO - MG. Resultado do Processo Licitatório nº 20298.000061/2014-08 Pregão Presencial SRP n 41/2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO - MG. Resultado do Processo Licitatório nº 20298.000061/2014-08 Pregão Presencial SRP n 41/2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO - MG Resultado do Processo Licitatório nº 20298.000061/2014-08 Pregão Presencial SRP n 41/2014 Objeto: Aquisição de EPI - Equipamentos de proteção Individual e EPC-Equipamento

Leia mais

catálogo de produtos

catálogo de produtos catálogo de produtos O Mercado de EPIs ganhou uma nova marca de luvas profissionais: a MUCAMBO PROFISSIONAL. Criada a partir da expansão do portfólio de produtos da Mucambo, esta nova marca soma a tradição

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 21, DE 19 DE MARÇO DE 2009. ANEXO 02. Padrões de desempenho e de acabamento de elementos de ocupação predial

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 21, DE 19 DE MARÇO DE 2009. ANEXO 02. Padrões de desempenho e de acabamento de elementos de ocupação predial INSTRUÇÃO NORMATIVA N 21, DE 19 DE MARÇO DE 2009. ANEXO 02 Padrões de desempenho e de acabamento de elementos de ocupação predial 1. ARMÁRIO ALTO Armário com duas portas, revestido com laminado melamínico

Leia mais

ANEXO II NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS AOS EPI. objetos sobre o crânio; Choques elétricos. Proteção do crânio e pescoço contra: ISO 11612:2008

ANEXO II NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS AOS EPI. objetos sobre o crânio; Choques elétricos. Proteção do crânio e pescoço contra: ISO 11612:2008 Equipamento de Proteção Individual EPI A PROTEÇÃO DA CABEÇA A.1. CAPACETE A.2. CAPUZ ou BALACLAVA ANEXO II NORMAS TÉCNICAS APLICÁVEIS AOS EPI Enquadramento NR 06 Anexo I Proteção da cabeça contra: A.1.1.

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS v 1.5

CATÁLOGO DE PRODUTOS v 1.5 CATÁLOGO DE PRODUTOS v 1.5 LEIA O MANUAL COM ATENÇÃO A Bonier é uma empresa especializada no desenvolvimento de equipamentos de segurança e resgate. Temos como princípio a qualidade dos produtos, o design,

Leia mais

Higiene e Segurança no Trabalho

Higiene e Segurança no Trabalho Curso Técnico em Mecânica Integrado ao Ensino Médio. Higiene e Segurança no Trabalho EPI & EPC Joinville, outubro de 2014 Medidas de Proteção no Trabalho Quando se fala em Segurança e Saúde no Trabalho

Leia mais

U N I V E R S I D A D E D E S Ã O P A U L O

U N I V E R S I D A D E D E S Ã O P A U L O PROTEÇÃO DA CABEÇA Capacetes de segurança utilizados para proteção da cabeça contra agentes meteorológicos (trabalho a céu aberto) e trabalhos em locais confinados, impactos provenientes de queda ou projeção

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS GERAIS

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS GERAIS Armários Construídos em madeira compensada laminada do tipo virola naval de 15 mm de espessura, revestido internamente laminado melamínico liso e externamente em laminado melamínico texturizado. Os que

Leia mais

TRABALHO EM ESTRUTURAS ESPACIAIS

TRABALHO EM ESTRUTURAS ESPACIAIS TRABALHO EM ESTRUTURAS ESPACIAIS INTRODUÇÃO: O crescente desenvolvimento das técnicas de montagem das estruturas espaciais torna, a cada dia, mais rápida a colocação das colunas e vigas, porém, os atuais

Leia mais

03/01/2015. Sumário. Trabalho em altura. Trabalho em altura; EPI s para trabalho em altura; EPC s; Aplicação do conjunto x trabalho Conclusão.

03/01/2015. Sumário. Trabalho em altura. Trabalho em altura; EPI s para trabalho em altura; EPC s; Aplicação do conjunto x trabalho Conclusão. Andre Cavalcanti Santos Téc. em saúde e segurança do trabalho E-mail: cavalcanti_sst@hotmail.com Sumário Trabalho em altura; EPI s para trabalho em altura; EPC s; Aplicação do conjunto x trabalho Conclusão.

Leia mais

ANEXO I PREGÃO ELETRÔNICO SUPRIMENTOS N.º 18/2014 CREDENCIAMENTO

ANEXO I PREGÃO ELETRÔNICO SUPRIMENTOS N.º 18/2014 CREDENCIAMENTO ANEXO I PREGÃO ELETRÔNICO SUPRIMENTOS N.º 18/2014 CREDENCIAMENTO XXXXX, inscrita no CNPJ n. XXXXX CREDENCIA o(a) Sr(a). XXXXX, portador(a) da Carteira de Identidade n. XXXXX e do CPF n. XXXXX, para representar

Leia mais

A EMPRESA GARANTIA DA QUALIDADE CARBOGRAFITE

A EMPRESA GARANTIA DA QUALIDADE CARBOGRAFITE A EMPRESA A Carbografite Industrial de Soldas Ltda é uma empresa brasileira com sede na cidade de Petrópolis RJ, na qual seus principais negócios estão concentrados na fabricação e distribuição de produtos

Leia mais

CATALOGO DE PEÇAS 2012 2

CATALOGO DE PEÇAS 2012 2 CATALOGO DE PEÇAS 2012 2 Capotaria Náutica Conexões de capota 100 UNIDADES BASE FRONTAL ESTAMPADO Cód. 6697-1 unidade Cód. 6877-100 unidades Peça de aço inox com parafusos e porca de aço BASE LATERAL ESTAMPADO

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. DO OBJETO 1.1. Contratação de empresa especializada para eventual fornecimento, montagem e instalação de mobiliário, para a Procuradoria Regional do Trabalho da 2a Região

Leia mais

Segurança. Sinalização &

Segurança. Sinalização & Placas Indicativas e Orientativas Produtos Refletivos Proteção e Isolamento de Áreas EPIs - Equipamentos para Proteção Individual Fitas Adesivas e Adesivos Sinalização & Segurança PERFIL EMPRESARIAL (11)

Leia mais

PERFUROCORTANTES RÍGIDO

PERFUROCORTANTES RÍGIDO COLETOR PARA RESÍDUOS TÓXICOS Fabricado com plástico rígido proporcionando segurança e fácil limpeza Sistema de fechamento que garante a vedação da tampa evitando o escape do resíduo Translúcido, permite

Leia mais

Respirador de Adução de Ar tipo Linha de Ar Comprimido de Fluxo Contínuo Série-S Peça Semi Facial C.A. 27480

Respirador de Adução de Ar tipo Linha de Ar Comprimido de Fluxo Contínuo Série-S Peça Semi Facial C.A. 27480 Respirador de Adução de Ar tipo Linha de Ar Comprimido de Fluxo Contínuo Série-S Peça Semi Facial C.A. 27480 DESCRIÇÃO Respirador de adução de ar tipo linha de ar comprimido de fluxo contínuo, composto

Leia mais

Seja bem Vindo! NR 8 Edificações. Carga horária: 30hs

Seja bem Vindo! NR 8 Edificações. Carga horária: 30hs Seja bem Vindo! Curso NR 8 Edificações CursosOnlineSP.com.br Carga horária: 30hs Conteúdo programático: Introdução Circulação Atividades em Edificações com Risco de Queda Cuidados Extras na Circulação

Leia mais

Descritivo Técnico - Mòveis Linha Home

Descritivo Técnico - Mòveis Linha Home Descritivo Técnico - Mòveis Linha Home Produto Código Descrição ARS 01 BD 01 BD 02 Suporte de descanço de braço Braçadeira de apoio de piso para suporte de braço e aplicação de injeção. Altura regulável

Leia mais

BARRACA BÁSICA ESPECIFICAÇÃO

BARRACA BÁSICA ESPECIFICAÇÃO INSTRUÇÁO NORMATIVA / DIRETORIA DE ABASTECIMENTO BARRACA BÁSICA ESPECIFICAÇÃO IN / D Abst / C1 II no 0041 201 1 SUMÁRIO 1. OBJETIVO... I 2. NORMAS CONIPLENIENTARES... I 3. CARACTER~STICAS GERAIS... 2 4.

Leia mais

Marca Unid Quant PANGUE UNID 5

Marca Unid Quant PANGUE UNID 5 Item 2 4 5 Especificação Antena esportiva oficial para voleibol modelo aferida ou seja, aprovada e federação paulista de voleibol (FPV) e ou confederação brasileira de voleibol (CBV), para jogos competitivos,

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO PORTARIA N.º 194 DE 07 DE DEZEMBRO DE 2010 (DOU de 08/12/10 Seção 1 Pág. 85) Altera a Norma

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 56/2012 PROCESSO: 23066.040825/12-97 UASG: 153038 Vigência: 17/04/2013 até 17/04/2014

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 56/2012 PROCESSO: 23066.040825/12-97 UASG: 153038 Vigência: 17/04/2013 até 17/04/2014 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 56/2012 PROCESSO: 23066.040825/12-97 UASG: 153038 Vigência: 17/04/2013 até 17/04/2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA DIVISÃO DE MATERIAL DIM Maria Edite Jesus Brandão DIVISÃO DE MATERIAL

Leia mais

Material Marca Modelo Referência CA VALIDADE CA

Material Marca Modelo Referência CA VALIDADE CA 1017946 BOTA BORRACHA S/FORRO CANO LONGO N.39 ALPARGATAS TRATOR 737 29/8/2013 1017953 BOTA BORRACHA S/FORRO CANO LONGO N.40/41 ALPARGATAS TRATOR 737 29/8/2013 1017979 BOTA BORRACHA S/FORRO CANO LONGO N.42

Leia mais

Nosso negócio é criar soluções para ambientes

Nosso negócio é criar soluções para ambientes COMPONENTES Nosso negócio é criar soluções para ambientes Há 14 anos atuando no mercado, a Base home solutions é uma das principais empresas especializadas em criar, desenvolver e fabricar componentes

Leia mais

Principais atualizações nas normas de EPI para o trabalho em altura

Principais atualizações nas normas de EPI para o trabalho em altura Principais atualizações nas normas de EPI para o trabalho em altura Estrutura antes da atualização NBR 11370:2001 Cinturão e talabarte de segurança NBR 14626:2000 Trava queda guiado em linha flexível NBR

Leia mais

LINHA DE RESPIRADORES SEM MANUTENÇÃO

LINHA DE RESPIRADORES SEM MANUTENÇÃO LINHA DE RESPIRADORES SEM MANUTENÇÃO CÓDIGO CLASSE CA INDICAÇÃO 8720 PFF - 1 445 Cimento, Carvão Mineral 8812 PFF - 1 5658 Cimento, Carvão mineral LINHA DE RESPIRADORES SEM MANUTENÇÃO CÓDIGO CLASSE CA

Leia mais

LUVAS E VESTIMENTAS PARA ALTA TEMPERATURA ALUMINIZADOS

LUVAS E VESTIMENTAS PARA ALTA TEMPERATURA ALUMINIZADOS LUVAS E VESTIMENTAS PARA ALTA TEMPERATURA EMPRESA Há mais de 10 anos no mercado a Suprema Luvas se destacou na fabricação de luvas para diversos segmentos, como construção civil, metalúrgicas, siderúrgicas.

Leia mais

NR 35 TRABALHO EM ALTURA

NR 35 TRABALHO EM ALTURA Márcio F Batista Bombeiro e Tecnólogo de Segurança NR 35 TRABALHO EM ALTURA Objetivos Estabelecer os procedimentos necessários para a realização de trabalhos em altura, visando garantir segurança e integridade

Leia mais

Soluções Inteligentes para o dia a dia

Soluções Inteligentes para o dia a dia Soluções Inteligentes para o dia a dia TELHAS TRANSLÚCIDAS 70 % transmissão de luz =$ Alta durabilidade; Não solta fibras; Melhor custo/benefício; Leveza e flexibilidade; Proteção contra raios UV (economia

Leia mais

Curso Técnico em Química Disciplina: Higiene e Segurança do Trabalho Prof. Naila Borba NORMAS REGULAMENTADORAS

Curso Técnico em Química Disciplina: Higiene e Segurança do Trabalho Prof. Naila Borba NORMAS REGULAMENTADORAS Curso Técnico em Química Disciplina: Higiene e Segurança do Trabalho Prof. Naila Borba NORMAS REGULAMENTADORAS EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (EP I) - NR 6 Em muitos servicos, o trabalhador precisa

Leia mais

Crescendo com Você. Montagem de Sistemas

Crescendo com Você. Montagem de Sistemas Crescendo com Você Montagem de Sistemas Estocagem Armazene as chapas em local seco e abrigado. Transporte as chapas de duas em duas. Transporte as chapas na posição vertical. Os calços devem ter 5 cm de

Leia mais

Orientações Básicas. para. Trabalhos em Telhados

Orientações Básicas. para. Trabalhos em Telhados Orientações Básicas para Trabalhos em Telhados Caderno de Prevenção 1 2 TRABALHO EM TELHADOS O objetivo deste estudo é apenas apresentar os procedimentos de segurança a serem observados na realização de

Leia mais

CONSIDERANDO que cabe às OS o fornecimento dos insumos e equipamentos para as Unidades de Saúde sob contrato de Gestão com a SMSDC;

CONSIDERANDO que cabe às OS o fornecimento dos insumos e equipamentos para as Unidades de Saúde sob contrato de Gestão com a SMSDC; Circular S/SUBPAV/SAP n.º 08/2011. Rio de Janeiro, 09 de maio de 2011. Aos Coordenadores das A.P.s com vistas às Organizações Sociais e às Unidades Primárias de Saúde Assunto: Uniformes para as Equipes

Leia mais

Catálogo de Equipamentos de Proteção Individual CLADU EQUIPAMENTOS LTDA

Catálogo de Equipamentos de Proteção Individual CLADU EQUIPAMENTOS LTDA Catálogo de Equipamentos de Proteção Individual CLADU EQUIPAMENTOS LTDA CINTO DE SEGURANÇA PARAQUEDISTA Cinturão de segurança tipo paraquedista, confeccionado em cadarço de poliamida (nylon) e poliéster

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS ESTADO DO PARÁ

TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS ESTADO DO PARÁ 1. Dados Gerais da Licitação Número do Processo Licitatório PA 031/2016 Exercício 2016 Modalidade Tipo Objeto Registro de Preços Originário de Pregão Presencial Menor Preço Status Publicada Contratação

Leia mais

1. ESPECIFICAÇÕES PARA AQUISIÇÃO DE CADEIRAS. 1.1 CADEIRA ALTA PARA OPERADOR DE CAIXA(Tipo Tesoureiro)

1. ESPECIFICAÇÕES PARA AQUISIÇÃO DE CADEIRAS. 1.1 CADEIRA ALTA PARA OPERADOR DE CAIXA(Tipo Tesoureiro) 1. ESPECIFICAÇÕES PARA AQUISIÇÃO DE CADEIRAS 1.1 CADEIRA ALTA PARA OPERADOR DE CAIXA(Tipo Tesoureiro) BASE - Estrutura em aço SAE 1010/1020, com 5(cinco) patas de aço, em tira relaminada com 1,9mm espessura

Leia mais

EPI EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL

EPI EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL Definição Conforme a NR 06: EPI EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL Item 6.1 - Para os fins de aplicação desta Norma Regulamentadora NR 6, considera-se Equipamento de Proteção Individual - EPI, todo dispositivo

Leia mais

QUANDO O ASSUNTO É PROTEÇÃO NINGUÉM FAZ MELHOR.

QUANDO O ASSUNTO É PROTEÇÃO NINGUÉM FAZ MELHOR. QUANDO O ASSUNTO É PROTEÇÃO NINGUÉM FAZ MELHOR. ALTISEG, A PRIMEIRA EMPRESA BRASILEIRA DE SEGURANÇA EM ALTURA A POSSUIR O SELO DE CONFORMIDADE INMETRO. Fundada em 1987, a Altiseg é uma marca líder em seu

Leia mais

Sistema de Proteção Respiratória para Solda 3M Speedglas TM Série 9002 com Motorizado Adflo

Sistema de Proteção Respiratória para Solda 3M Speedglas TM Série 9002 com Motorizado Adflo Sistema de Proteção Respiratória para Solda 3M Speedglas TM Série 9002 com Motorizado Adflo DESCRIÇÃO O sistema respiratório 3M Adflo é um equipamento combinado de proteção facial com filtro de luz e proteção

Leia mais