(In)Segurança em Aplicações Web. Marcelo Mendes Marinho Thiago Canozzo Lahr

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "(In)Segurança em Aplicações Web. Marcelo Mendes Marinho mmarinho@br.ibm.com Thiago Canozzo Lahr tclahr@br.ibm.com"

Transcrição

1 (In)Segurança em Aplicações Web Marcelo Mendes Marinho Thiago Canozzo Lahr

2 Agenda Introdução Porque segurança em aplicações é prioridade? Principais causas de vulnerabilidades O Mito: Nosso site está seguro? Arquitetura básica de segurança Proteções para o ambiente web A Realidade: Segurança e gastos estão desequilibrados Demonstrações Cross Site Scripting (XSS) SQL Injection (Injection Flaws) Cross Site Request Forgery (CSRF) IBM Rational AppScan Segurança: parte do Ciclo de Vida do Software Como funciona o IBM Rational AppScan Menos Custo, Mais Cobertura

3 Porque segurança de aplicações é prioridade? Aplicações web são o foco número 1 dos hackers: 75% dos ataques acontecem na camada da aplicação (Gartner) A maior parte das páginas web estão vulneráveis: 90% dos sites são vulneráveis à ataques na aplicação (Watchfire) 78% das vulnerabilidades facilmente exploráveis afetam aplicações Web (Symantec) 80% das organizações irão experimentar um incidente em segurança de aplicações até 2010 (Gartner) Aplicações web são alvos de alto valor para hackers: Dados de clientes, cartão de crédito, roubo de identidade, fraude, etc. No Brasil 13% das empresas que sofreram ataques tiveram prejuízos que ultrapassam R$ 1 Milhão (Módulo) Estudo realizado com 200 empresas brasileiras afirma que 67,5% sofreram algum tipo de ataque nos últimos 12 meses (ISS) Instituições financeiras nacionais têm sofrido até 100 ataques frustrados por dia

4 Principais causas de vulnerabilidades Principal problema de segurança Usuários podem submeter dados de entrada arbitrários Principais sinais de problemas: Imaturidade em segurança Desenvolvimento in-house Percepção de simplicidade Restrições de recursos e tempo Mau uso de tecnologias

5 O Mito: Nosso site está seguro? Nós temos firewalls Nós fazemos auditoria de segurança 1 vez por semestre Nós utilizamos network scanners

6 Arquitetura básica de segurança Desktop Transporte Rede Aplicações Web Firewall e Antivirus Criptografia SSL Firewall IDS / IPS Firewall Firewallde de Aplicação Aplicação

7 Proteções para o ambiente web Sistema Operacional Scanners de host Servidores Web Scanners de rede Nenhum deles olha para a lógica da aplicação Banco de Dados Scanners de banco / rede Aplicações Web Scanners de aplicações web (caixa preta) Scanners de código fonte (caixa branca)

8 A Realidade: Segurança e gastos estão desequilibrados Segurança Gastos % de Ataques % (US$ Dollars) Aplicações Web 10% 75% 90% 90% 25% 25% Rede Servidor 75% 2/3 de todos os ataques são direcionados à camada de aplicação web de todas as aplicações web estão vulneráveis

9 É assim que uma aplicação parece para um hacker X-Site Scripting Malicious File Execution Injection Flaws Insecure Direct Object Reference Cross Site Request Forgery

10 Demonstrações

11 #1 Cross Site Scripting (XSS) O que é? Script malicioso ecoado de volta, embutido no código HTML retornado de um site confiável Quais são as implicações? Sequestro de sessões Atacantes podem executar scripts no navegador da vítima Conteúdo da pagina comprometido Introduzir worms

12 #1 Cross Site Scripting (XSS) evilsite.com (meu notebook) 1) O Link para o altoromutual.com é enviado ao usuário por ou HTTP 5) evilsite.com utiliza as Informações de sessão para fingir ser o usuário usuário (linux vmware) 4) O script envia informações de sessão e cookies sem que o usuário perceba 2) O usuário envia o script como dados 3) O script é executado pelo browser altoromutual.com (outro notebook)

13 #2 SQL Injection (Injection Flaws) O que é? Entrada do usuário inserida em comandos SQL Informação maliciosa fornecida pelo atacante engana o interpretador Buscar os detalhes do produto por ID: select * from products where id= $REQUEST[ id ] ; Hacker: envia o parâmetro id com o valor or 1 = 1 Como é executado o comando no servidor: select * from products where id= or 1 = 1 Quais são os resultados? Todos os produtos são exibidos

14 #3 Cross Site Request Forgery (CSRF) O que é? Transmite e executa comandos maliciosos entre sites sem que o usuário perceba Quais são as implicações? Roubo de informações do usuário, como cookies e sessões Possibilidade de executar transações entre sites os quais o usuário esteja autenticado Risco se agrava quando o tempo de expiração de sessão é muito longo

15 IBM Rational AppScan

16 Pergunte-se... O que os desenvolvedores e testadores da minha organização sabem sobre segurança da informação? Eles têm meios de prevenir vulnerabilidades? Apesar de nosso investimento em segurança de rede, será que realmente estamos seguros? Ainda que esteja seguro hoje, tenho como garantir que não haverá falhas de segurança no futuro?

17 Introduzindo IBM Rational AppScan Soluções para testes de vulnerabilidade e conformidade de aplicações Web ajuda a empresa a reduzir riscos e custos associados à falhas de segurança e inconformidades Security Privacy Quality Standards Compliance Segurança, Qualidade e Conformidade de Aplicações WEB

18 Segurança: Parte do Cliclo de Vida SDLC Código Build QA Segurança Produção Developers Guiar a o desenvolvimento para garantir a segurança Developers Garantir que as vulnerabilidades foram sanadas Developers Prover os testadores e desenvolvedores com habilidade de detectar e remediar falhas

19 O que o AppScan testa? Web Applications AppScan Third-party Components Web Server Configuration Web Server Database Applications Operating System Network

20 Demonstração

21 Menos Custo, Mais Cobertura Segurança Externa Custo por Aplicação Testada Internal Tática Operacionalizada Estrategicamente 0% 25% 50% 75% Cobertura das Aplicações 100%

22 Muito Obrigado! SEGURANÇA NÃO É UM EVENTO ÚNICO OWASP: How to build, design and test the security of web applications and web services. Watchfire Web Site: referências, white-papers, demonstrações e trials ISS Internet Security Systems

Segurança em aplicações web: pequenas ideias, grandes resultados Prof. Alex Camargo alexcamargoweb@gmail.com

Segurança em aplicações web: pequenas ideias, grandes resultados Prof. Alex Camargo alexcamargoweb@gmail.com UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS BAGÉ ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO Segurança em aplicações web: pequenas ideias, grandes resultados alexcamargoweb@gmail.com Sobre o professor Formação acadêmica: Bacharel

Leia mais

Top Ten OWASP. Fausto Levandoski 1. Curso Tecnólogo em Segurança da Informação Av. Unisinos, 950 93.022-000 São Leopoldo RS Brasil. farole@gmail.

Top Ten OWASP. Fausto Levandoski 1. Curso Tecnólogo em Segurança da Informação Av. Unisinos, 950 93.022-000 São Leopoldo RS Brasil. farole@gmail. Top Ten OWASP Fausto Levandoski 1 1 Universidade do Vale do Rios dos Sinos (UNISINOS) Curso Tecnólogo em Segurança da Informação Av. Unisinos, 950 93.022-000 São Leopoldo RS Brasil farole@gmail.com Abstract.

Leia mais

Desenvolvimento e disponibilização de Conteúdos para a Internet

Desenvolvimento e disponibilização de Conteúdos para a Internet Desenvolvimento e disponibilização de Conteúdos para a Internet Por Matheus Orion OWASP A Open Web Application Security Project (OWASP) é uma entidade sem fins lucrativos e de reconhecimento internacional,

Leia mais

Vulnerabilidades em Aplicações Web

Vulnerabilidades em Aplicações Web Luiz F Callado Senior Deployment Specialist/Mentor IBM Rational Latin America callado@br.ibm.com 19 de Maio de 2009 Agenda Introdução Ameaças na Web Porque segurança em aplicações web é prioridade? Ataques

Leia mais

Proposta de pentest. O pentest realizado vai desde ataques aos servidores até testes na programação das aplicações com tentativas reais de invasão;

Proposta de pentest. O pentest realizado vai desde ataques aos servidores até testes na programação das aplicações com tentativas reais de invasão; initsec Proposta de pentest 1. O que é? Pentest (Penetration Test) é uma avaliação de maneira realista da segurança empregada em aplicações web e infraestruturas de TI no geral. O Pentest constitui da

Leia mais

Análise de Vulnerabilidades em Aplicações WEB

Análise de Vulnerabilidades em Aplicações WEB Análise de Vulnerabilidades em Aplicações WEB Apresentação Luiz Vieira Construtor 4Linux Analista e Consultor de Segurança 15 anos de experiência em TI Pen-Tester Articulista sobre Segurança de vários

Leia mais

Fonte: http://www.online-security-solution.com/ - Illustration by Gaich Muramatsu

Fonte: http://www.online-security-solution.com/ - Illustration by Gaich Muramatsu Fonte: http://www.online-security-solution.com/ - Illustration by Gaich Muramatsu Prof. Hederson Velasco Ramos Uma boa maneira de analisar ameaças no nível dos aplicativo é organiza las por categoria de

Leia mais

segurança em aplicações web

segurança em aplicações web segurança em aplicações web myke hamada mykesh gmail 1 whoami ciência da computação segurança da informação ruby rails c# vbscript opensource microsoft ethical hacking 2 agenda introdução ontem e

Leia mais

Tecnologias WEB Web 2.0

Tecnologias WEB Web 2.0 Tecnologias WEB Web 2.0 Prof. José Maurício S. Pinheiro UniFOA 2009-2 Conceitos A Web 2.0 marca uma tendência que reforça o conceito de troca de informações e colaboração entre seres humanos, sites e serviços

Leia mais

Utilizando a análise estática e dinâmica para aumentar a segurança em aplicações web

Utilizando a análise estática e dinâmica para aumentar a segurança em aplicações web Utilizando a análise estática e dinâmica para aumentar a segurança em aplicações web Thiago Canozzo Lahr Security & Privacy Consultant IBM Security Services tclahr@br.ibm.com Luis Fernando M. Callado Senior

Leia mais

Expandindo a Prática de Teste: Análise de Vulnerabilidade em Aplicativos Web

Expandindo a Prática de Teste: Análise de Vulnerabilidade em Aplicativos Web IBM Software Group Expandindo a Prática de Teste: Análise de Vulnerabilidade em Aplicativos Web 2007 IBM Corporation Verdades Alarmantes Approximately 100 million Americans have been informed that they

Leia mais

As doze maiores ameaças do mercado intermediário: evitando ataques maliciosos comuns em nível de aplicativo.

As doze maiores ameaças do mercado intermediário: evitando ataques maliciosos comuns em nível de aplicativo. Gerenciamento de segurança on-line White paper Dezembro de 2007 As doze maiores ameaças do mercado intermediário: evitando ataques maliciosos comuns Página 2 Conteúdo 2 Introdução 3 Compreendendo ataques

Leia mais

Nomes: Questão 1 Vulnerabilidade: SQL Injection (Injeção de SQL):

Nomes: Questão 1 Vulnerabilidade: SQL Injection (Injeção de SQL): Nomes: Questão 1 Vulnerabilidade: SQL Injection (Injeção de SQL): Nos últimos anos uma das vulnerabilidades mais exploradas por usuários mal-intencionados é a injeção de SQL, onde o atacante realiza uma

Leia mais

Boas Práticas de Desenvolvimento Seguro

Boas Práticas de Desenvolvimento Seguro Boas Práticas de Desenvolvimento Seguro Julho / 2.012 Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 29/07/2012 1.0 Versão inicial Ricardo Kiyoshi Página 2 de 11 Conteúdo 1. SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

Leia mais

Instituto de Inovação com TIC. [Junho/ 2009]

Instituto de Inovação com TIC. [Junho/ 2009] Instituto de Inovação com TIC [Junho/ 2009] Segurança em aplicações WEB: A nova fronteira rodrigo.assad@cesar.org.br Redes de Computadores (Histórico) Segurança de Redes (Histórico) Robert Tappan

Leia mais

Aula 03 Malware (Parte 01) Visão Geral. Prof. Paulo A. Neukamp

Aula 03 Malware (Parte 01) Visão Geral. Prof. Paulo A. Neukamp Aula 03 Malware (Parte 01) Visão Geral Prof. Paulo A. Neukamp Mallware (Parte 01) Objetivo: Descrever de maneira introdutória o funcionamento de códigos maliciosos e os seus respectivos impactos. Agenda

Leia mais

Aula 11 Integrando Segurança ao Processo de Desenvolvimento de Software. Prof. Leonardo Lemes Fagundes

Aula 11 Integrando Segurança ao Processo de Desenvolvimento de Software. Prof. Leonardo Lemes Fagundes Aula 11 Integrando Segurança ao Processo de Desenvolvimento de Software Prof. Leonardo Lemes Fagundes A educação faz com que as pessoas sejam fáceis de guiar, mas difíceis de arrastar; fáceis de governar,

Leia mais

O Selo Website Protegido

O Selo Website Protegido Slide Show nº 3 O Selo Website Protegido Uma serviço da N-Stalker auditando a Segurança das Aplicações Web Autor: Eduardo Lanna rev. 11/jan/11 Selos de percepção de Segurança Pesquisa: Comportamento do

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS PROMOVE DE BRASÍLIA PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

FACULDADES INTEGRADAS PROMOVE DE BRASÍLIA PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADES INTEGRADAS PROMOVE DE BRASÍLIA PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA SOLUÇÃO SISTÊMICA BASEADA EM CÓDIGO ABERTO PARA DEFESA E MITIGAÇÃO DE ATAQUES À APLICAÇÕES WEB. DANIEL ALMEIDA DE PAULA BRASÍLIA

Leia mais

Segurança da Internet. Ricardo Terra (rterrabh [at] gmail.com) Segurança da Internet Outubro, 2013 2012 1

Segurança da Internet. Ricardo Terra (rterrabh [at] gmail.com) Segurança da Internet Outubro, 2013 2012 1 Segurança da Internet Ricardo Terra rterrabh [at] gmail.com Outubro, 2013 2012 1 CV Nome: Ricardo Terra Email: rterrabh [at] gmail.com www: ricardoterra.com.br Twitter: rterrabh Lattes: lattes.cnpq.br/

Leia mais

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1

Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW. Free Powerpoint Templates Page 1 Segurança na Web Capítulo 9: Segurança em Aplicações Web Prof. Roberto Franciscatto 4º Semestre - TSI - CAFW Page 1 Introdução Quando se fala em segurança na WEB é preciso pensar inicialmente em duas frentes:

Leia mais

Como gerenciar o risco de aplicativos desenvolvidos na empresa ou adquiridos no mercado

Como gerenciar o risco de aplicativos desenvolvidos na empresa ou adquiridos no mercado Como gerenciar o risco de aplicativos desenvolvidos na empresa ou adquiridos no mercado Como gerenciar o risco de aplicativos desenvolvidos na empresa ou adquiridos no mercado Segurança não é um produto

Leia mais

O atacante pode roubar a sessão de um usuário legítimo do sistema, que esteja previamente autenticado e realizar operações que o mesmo poderia.

O atacante pode roubar a sessão de um usuário legítimo do sistema, que esteja previamente autenticado e realizar operações que o mesmo poderia. Explorando e tratando a falha de Cross-site-scripting (XSS) 1 D E D E Z E M B R O D E 2 0 1 5 Muito pouco falada e com alto nível crítico dentro das vulnerabilidades relatadas, o Cross-site-scripting (XSS)

Leia mais

Segurança na WEB Ambiente WEB estático

Segurança na WEB Ambiente WEB estático Segurança de Redes Segurança na WEB Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com Servidor IIS Apache Cliente Browser IE FireFox Ambiente WEB estático 1 Ambiente Web Dinâmico Servidor Web Cliente Navegadores

Leia mais

Segurança em Web Aula 1

Segurança em Web Aula 1 Open Web Application Security Project Segurança em Web Aula 1 Maycon Maia Vitali ( 0ut0fBound ) maycon@hacknroll.com Hack n Roll Centro Universitário Vila Velha Agenda Sobre o Instrutor Objetivos do Curso

Leia mais

2015 Check Point Software Technologies Ltd. 1

2015 Check Point Software Technologies Ltd. 1 2015 Check Point Software Technologies Ltd. 1 Fontes de informação do 2015 Security Report: Mais de 16.000 Organizações 1.300 Relatórios Security Checkup 3.000 Gateways de segurança monitorados 1 Milhão

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação Professor: Cleber Schroeder Fonseca cleberfonseca@charqueadas.ifsul.edu.br 8 1 SEGURANÇA EM REDES DE COMPUTADORES 2 Segurança em redes de computadores Consiste na provisão de políticas

Leia mais

Segurança no Desenvolvimento de Aplicações Web. Security in Web Applications Development

Segurança no Desenvolvimento de Aplicações Web. Security in Web Applications Development Segurança no Desenvolvimento de Aplicações Web Security in Web Applications Development Jonas Alves de Oliveira 1 Leonardo Luiz Teodoro Campos 2 Cristiano Antônio Rocha Silveira Diniz 3 Resumo: Este artigo

Leia mais

Ameaças, riscos e vulnerabilidades Cont. Objetivos

Ameaças, riscos e vulnerabilidades Cont. Objetivos Ameaças, riscos e vulnerabilidades Cont. Prof. Esp. Anderson Maia E-mail: tecnologo.maia@gmail.com Objetivos entender a definição dos termos hacker, cracker e engenharia social; compreender a anatomia

Leia mais

Enterprise Security. Palestrante: Rafael Santos da Rosa

Enterprise Security. Palestrante: Rafael Santos da Rosa Enterprise Security Palestrante: Rafael Santos da Rosa Sobre a Netsul Inovação na segurança é necessária? Segurança de Aplicações na Internet Segurança dos seus usuários Segurança dos seus Bancos de Dados

Leia mais

Hackers. Seus dados podem ser inúteis, mas seu computador em si pode ainda ser um recurso valioso.

Hackers. Seus dados podem ser inúteis, mas seu computador em si pode ainda ser um recurso valioso. Firewalls Hackers Gostam de alvos fáceis. Podem não estar interessados nas suas informações. Podem invadir seu computador apenas por diversão. Para treinar um ataque a uma máquina relativamente segura.

Leia mais

Segurança em Sistemas Web. Addson A. Costa

Segurança em Sistemas Web. Addson A. Costa Segurança em Sistemas Web Addson A. Costa Spoofing de formulários Spoofing consiste em falsificação, por exemplo, na área de redes um computador pode roubar o IP de outro e assim fazer-se passar por ele.

Leia mais

Quem tem medo de XSS? William Costa

Quem tem medo de XSS? William Costa Quem tem medo de XSS? William Costa Composição do XSS. Os XSS s normalmente são divididos em 3 categorias Reflected XSS Stored XSS DOM Based XSS Reflected XSS Quando o usuário envia uma requisição durante

Leia mais

Segurança na Rede Local Redes de Computadores

Segurança na Rede Local Redes de Computadores Ciência da Computação Segurança na Rede Local Redes de Computadores Disciplina de Desenvolvimento de Sotware para Web Professor: Danilo Vido Leonardo Siqueira 20130474 São Paulo 2011 Sumário 1.Introdução...3

Leia mais

Segurança em computadores e em redes de computadores

Segurança em computadores e em redes de computadores Segurança em computadores e em redes de computadores Uma introdução IC.UNICAMP Matheus Mota matheus@lis.ic.unicamp.br @matheusmota Computador/rede segura Confiável Integro Disponível Não vulnerável 2 Porque

Leia mais

Campus Party 2016 São Paulo, SP 27 de janeiro de 2016

Campus Party 2016 São Paulo, SP 27 de janeiro de 2016 Campus Party 2016 São Paulo, SP 27 de janeiro de 2016 WORKSHOP: Programação segura para WEB Dionathan Nakamura nakamura@cert.br Agenda 14:15 16:00 10-20 min: configuração inicial 30-45 min: parte teórica

Leia mais

Conceitos de Segurança Física e Segurança Lógica. Segurança Computacional Redes de Computadores. Professor: Airton Ribeiro Fevereiro de 2016-1

Conceitos de Segurança Física e Segurança Lógica. Segurança Computacional Redes de Computadores. Professor: Airton Ribeiro Fevereiro de 2016-1 Segurança Computacional Redes de Computadores Professor: Airton Ribeiro Fevereiro de 2016-1 1 2 Compreende os mecanismos de proteção baseados em softwares Senhas Listas de controle de acesso - ACL Criptografia

Leia mais

Nettion Security & Net View. Mais que um software, gestão em Internet.

Nettion Security & Net View. Mais que um software, gestão em Internet. Nettion Security & Net View Mais que um software, gestão em Internet. Net View & Nettion Security Mais que um software, gestão em Internet. A Net View e a Nettion Security Software se uniram para suprir

Leia mais

Sobre o Symantec Internet Security Threat Report

Sobre o Symantec Internet Security Threat Report Sobre o Symantec Internet Security Threat Report O Symantec Internet Security Threat Report apresenta uma atualização semestral das atividades das ameaças na Internet. Nele se incluem as análises dos ataques

Leia mais

Aplicação web protegida

Aplicação web protegida Sua aplicação web é segura? SEGURANÇA Aplicação web protegida Aplicações web oferecem grandes riscos à segurança. Aprenda a proteger todos os elementos dessa complexa equação. por Celio de Jesus Santos

Leia mais

Sistemas para Internet 06 Ataques na Internet

Sistemas para Internet 06 Ataques na Internet Sistemas para Internet 06 Ataques na Internet Uma visão geral dos ataques listados na Cartilha de Segurança para Internet do CGI Comitê Gestor da Internet Componente Curricular: Bases da Internet Professor:

Leia mais

Pensamento do Dia! Bruce Schneier http://www.schneier.com

Pensamento do Dia! Bruce Schneier http://www.schneier.com »»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»««Segurança Preventiva Agenda Estado Actual da Segurança na Internet Abordagem Reactiva vs Abordagem Preventiva Ferramentas de Análise e Diagnóstico Sistemas de Monitorização de

Leia mais

A Segurança da informação está relacionada a diferentes aspectos que são referentes à integridade, confiabilidade e disponibilidade das informações.

A Segurança da informação está relacionada a diferentes aspectos que são referentes à integridade, confiabilidade e disponibilidade das informações. Módulo 5 Segurança da Informação 2.1 Segurança da Informação A Segurança da informação está relacionada a diferentes aspectos que são referentes à integridade, confiabilidade e disponibilidade das informações.

Leia mais

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO ::

1 de 5 Firewall-Proxy-V4 :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: 1 de 5 Firewall-Proxy-V4 D O C U M E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L FIREWALL, PROXY, MSN :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: Se o foco do seu negócio não é tecnologia, instalar e manter por conta própria

Leia mais

Web Application Firewall

Web Application Firewall Web Application Firewall SonicWALL Secure Remote Access Appliances Junho 2012 Edilson Cantadore Dell SonicWALL Brasil +55-11-7200-5833 Edilson_Cantadore@Dell.com Aplicações Web Cada vez mais objetos de

Leia mais

XSS - CROSS-SITE SCRIPTING

XSS - CROSS-SITE SCRIPTING Segurança XSS - CROSS-SITE SCRIPTING XSS - CROSS-SITE SCRIPTING Vamos supor a seguinte situação: O site ingenuo.com tem um fórum As pessoas escrevem comentários nesse fórum e eles são salvos diretamente

Leia mais

Nomes: João Lucas Baltazar, Lucas Correa, Wellintom Borges e Willian Roque. CAPITULO 4- Segurança de Aplicações.

Nomes: João Lucas Baltazar, Lucas Correa, Wellintom Borges e Willian Roque. CAPITULO 4- Segurança de Aplicações. Nomes: João Lucas Baltazar, Lucas Correa, Wellintom Borges e Willian Roque CAPITULO 4- Segurança de Aplicações. Fragilidades na camada de aplicação Hoje em dia existe um número de aplicativos imenso, então

Leia mais

Descrição de Ataques XSS em servidores Web

Descrição de Ataques XSS em servidores Web ABSTRACT Descrição de Ataques XSS em servidores Web Leonardo Santos Silva São Paulo, Brasil Com a proliferação de sítios web e a incapacidade dos desenvolvedores em manter um código atualizado contra os

Leia mais

O Processo de Gerenciamento de Vulnerabilidades em Aplicações Web

O Processo de Gerenciamento de Vulnerabilidades em Aplicações Web Slide Show nº 2 O Processo de Gerenciamento de Vulnerabilidades em Aplicações Web Autor: Eduardo Lanna rev. 05/jan/11 Segurança de Aplicações Web Função do risco de ataque a um Sistema e suas variáveis??

Leia mais

Segurança em Web Aula 2

Segurança em Web Aula 2 Open Web Application Security Project Segurança em Web Aula 2 Maycon Maia Vitali ( 0ut0fBound ) maycon@hacknroll.com Hack n Roll Centro Universitário Vila Velha Agenda Revisão da Última Aula SQL Injection

Leia mais

VULNERABILIDADES WEB v.2.2

VULNERABILIDADES WEB v.2.2 VULNERABILIDADES WEB v.2.2 $ whoami Sgt NILSON Sangy Computer Hacking Forensic Investigator Analista de Segurança da Informação Guerreiro Cibernético $ ls -l /etc 1. Contextualização 2. OWASP 2.1. Injeção

Leia mais

Aula 13 Mecanismos de Proteção. Fernando José Karl, AMBCI, CISSP, CISM, ITIL

Aula 13 Mecanismos de Proteção. Fernando José Karl, AMBCI, CISSP, CISM, ITIL Aula 13 Mecanismos de Proteção Fernando José Karl, AMBCI, CISSP, CISM, ITIL Agenda ü Mecanismos de Proteção ü Antivírus ü Antimalware ü Antivírus ü Um sistema de sistema de antivírus detecta códigos maliciosos

Leia mais

Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais

Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais Serviços de Servidor TCP/IP Fabricio Breve Internet Information Services (IIS) Conjunto de serviços baseados em TCP/IP executados em um mesmo

Leia mais

Segurança e Insegurança em Aplicações Internet Java EE. Fernando Lozano Consultor 4Linux lozano@4linux.com.br

Segurança e Insegurança em Aplicações Internet Java EE. Fernando Lozano Consultor 4Linux lozano@4linux.com.br Segurança e Insegurança em Aplicações Internet Java EE Fernando Lozano Consultor 4Linux lozano@4linux.com.br 2/33 3/33 Sua Rede Está Segura? Seus servidores e desktops estão seguros: Firewall, anti-vírus,

Leia mais

Prof. Demétrios Coutinho

Prof. Demétrios Coutinho Prof. Demétrios Coutinho Hoje em dia a informação é o bem mais valioso de uma empresa/cliente. A segurança da informação é um conjunto de medidas que se constituem basicamente de controles e política de

Leia mais

Políticas de segurança e informações

Políticas de segurança e informações Whitepaper Políticas de segurança e informações VISÃO GERAL Este documento fornece uma visão de alto nível das políticas de segurança da New Relic, além de uma descrição geral dos recursos e das funcionalidades

Leia mais

Introdução... O que é SSL... Quais são os tipos de SSL... Por que ter... Como contratar... Como é feita a manutenção...

Introdução... O que é SSL... Quais são os tipos de SSL... Por que ter... Como contratar... Como é feita a manutenção... Conteúdo do Ebook Introdução... O que é SSL... Quais são os tipos de SSL... Por que ter... Como contratar... Como é feita a manutenção... Quais foram as últimas falhas... Conclusão... 03 04 05 06 06 07

Leia mais

Segurança da Informação. Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha

Segurança da Informação. Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha Segurança da Informação Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha Cenário Atual Era da Informação e da Globalização: Avanços da Tecnologia da Informação; Avanços

Leia mais

Indústria de Cartão de Pagamento (PCI)

Indústria de Cartão de Pagamento (PCI) Indústria de Cartão de Pagamento (PCI) Procedimentos para Scanning de Segurança Administração de Risco Região América Latina e Caribe Indústria de Cartão de Pagamento Procedimentos para Scanning de Segurança

Leia mais

II Semana de Informática - CEUNSP. Segurança da Informação Novembro/2005

II Semana de Informática - CEUNSP. Segurança da Informação Novembro/2005 II Semana de Informática - CEUNSP Segurança da Informação Novembro/2005 1 Objetivo Apresentar os principais conceitos sobre Segurança da Informação Foco não é técnico Indicar onde conseguir informações

Leia mais

PROJETO RUMOS DA INDÚSTRIA PAULISTA

PROJETO RUMOS DA INDÚSTRIA PAULISTA PROJETO RUMOS DA INDÚSTRIA PAULISTA SEGURANÇA CIBERNÉTICA Fevereiro/2015 SOBRE A PESQUISA Esta pesquisa tem como objetivo entender o nível de maturidade em que as indústrias paulistas se encontram em relação

Leia mais

Attacking Session Management

Attacking Session Management Attacking Session Management Alexandre Villas (alequimico) Janeiro de 2012 SUMÁRIO 1. Introdução 2. Classes de ataques ao gerenciamento de sessão 1. Session Fixation 2. Predição 3. Interceptação 4. Força

Leia mais

World Wide Web e Aplicações

World Wide Web e Aplicações World Wide Web e Aplicações Módulo H O que é a WWW Permite a criação, manipulação e recuperação de informações Padrão de fato para navegação, publicação de informações e execução de transações na Internet

Leia mais

Por que os hackers amam o seu banco de dados? Renato Bognar Principal System Engineer

Por que os hackers amam o seu banco de dados? Renato Bognar Principal System Engineer Por que os hackers amam o seu banco de dados? Renato Bognar Principal System Engineer O que iremos ver Por que seus bancos de dados são tão atrativos? Quais os pontos de atenção? Quem são os hackers afinal?

Leia mais

3 SERVIÇOS IP. 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança

3 SERVIÇOS IP. 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança 3 SERVIÇOS IP 3.1 Serviços IP e alguns aspectos de segurança Os serviços IP's são suscetíveis a uma variedade de possíveis ataques, desde ataques passivos (como espionagem) até ataques ativos (como a impossibilidade

Leia mais

Patrocinadores. Microsoft TechDays 2007 - Lisboa. DEV013 0wn3d: Hacking ainda mais fácil em AJAX Web Sites

Patrocinadores. Microsoft TechDays 2007 - Lisboa. DEV013 0wn3d: Hacking ainda mais fácil em AJAX Web Sites DEV013 0wn3d: Hacking ainda mais fácil em AJAX Web Sites Rui Quintino rui.quintino@devscope.net Arquitecto Software, DevScope Patrocinadores DEV013 0wn3d: Hacking ainda mais fácil em AJAX Web Sites? Rui

Leia mais

Segurança de Redes de Computadores

Segurança de Redes de Computadores Segurança de Redes de Computadores Aula 1 Apresentação da Disciplina Critérios de Avaliação Bibliografia Prof. Ricardo M. Marcacini ricardo.marcacini@ufms.br Curso: Sistemas de Informação 1º Semestre /

Leia mais

Roubo de dados e de dinheiro ou o bloqueio da infra-estrutura TI: os principais alvos dos ciberataques empresariais em 2013

Roubo de dados e de dinheiro ou o bloqueio da infra-estrutura TI: os principais alvos dos ciberataques empresariais em 2013 Roubo de dados e de dinheiro ou o bloqueio da infra-estrutura TI: os principais alvos dos ciberataques empresariais em 2013 RELATÓRIO CIBERAMEAÇAS B2B 2O13 Lisboa, 18 de Dezembro de 2013 O uso alargado

Leia mais

Ataques a Aplicações Web

Ataques a Aplicações Web Ataques a Aplicações Web - Uma visão prática - Carlos Nilton A. Corrêa http://www.carlosnilton.com.br/ ccorrea@unimedrj.com.br @cnacorrea Agenda 1. Panorama da (in)segurança web 2. Google hacking 3. SQL

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação Segurança e Vulnerabilidades em Aplicações Web jobona@terra.com.br Definição: Segurança Segundo o dicionário da Wikipédia, o termo segurança significa: 1. Condição ou estado de

Leia mais

Treinamento. "Contra defesa cibernética Teoria e Prática" Preparado por: Eduardo Bernuy Lopes Consultor Sênior red.safe ISO 27001 Lead Auditor

Treinamento. Contra defesa cibernética Teoria e Prática Preparado por: Eduardo Bernuy Lopes Consultor Sênior red.safe ISO 27001 Lead Auditor Treinamento "Contra defesa cibernética Teoria e Prática" Preparado por: Eduardo Bernuy Lopes Consultor Sênior red.safe ISO 27001 Lead Auditor 1 Informações do Curso Data: A definir (Em breve); Material

Leia mais

Para cada questão responda se a afirmativa está certa ou errada, JUSTIFICANDO:

Para cada questão responda se a afirmativa está certa ou errada, JUSTIFICANDO: Exercícios de Segurança de Informação Ameaças lógicas Para cada questão responda se a afirmativa está certa ou errada, JUSTIFICANDO: 1) Vírus de macro infectam arquivos criados por softwares que utilizam

Leia mais

Diretoria Executiva de Controles Internos e Risco Operacional

Diretoria Executiva de Controles Internos e Risco Operacional Diretoria Executiva de Controles Internos e Risco Operacional Seminário de Segurança da Informação 2014 Painel "A dinâmica do cenário de ameaças à rede interna frente a um contexto GRC e às novas ferramentas

Leia mais

(In)Segurança Virtual. Técnicas de Ataque e Defesa

(In)Segurança Virtual. Técnicas de Ataque e Defesa (In)Segurança Virtual Técnicas de Ataque e Defesa Expotec 2009 IFRN- Campus Mossoró Nícholas André - nicholasandreoliveira9@gmail.com www.iotecnologia.com.br Mossoró-RN Setembro-2009 O que é preciso! Engenharia

Leia mais

Avaliação de Vulnerabilidades. O que eu preciso saber?

Avaliação de Vulnerabilidades. O que eu preciso saber? Avaliação de Vulnerabilidades O que eu preciso saber? Mito 1 Estamos protegidos, já possuímos um bom firewall e também sistemas IDS/IPS. Realidade A implementação dessas ferramentas muitas vezes levam

Leia mais

Monitoramento & Auditoria no

Monitoramento & Auditoria no Monitoramento & Auditoria no Ambiente de Mainframe Solução de auditoria e monitoração agressiva e abrangente, direcionada ao negócio. A segurança do ambiente corporativo exige a captura e o armazenamento

Leia mais

Aula 14 Mecanismos de Proteção. Fernando José Karl, AMBCI, CISSP, CISM, ITIL

Aula 14 Mecanismos de Proteção. Fernando José Karl, AMBCI, CISSP, CISM, ITIL Aula 14 Mecanismos de Proteção Fernando José Karl, AMBCI, CISSP, CISM, ITIL Agenda ü Mecanismos de Proteção ü Antivírus ü Antimalware ü Antivírus ü Um sistema de sistema de antivírus detecta códigos maliciosos

Leia mais

SEGURANÇA E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SEGURANÇA E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SEGURANÇA E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1 OBJETIVOS 1. Por que sistemas de informação são tão vulneráveis a destruição, erro, uso indevido e problemas de qualidade de sistemas? 2. Que tipos de controles

Leia mais

Penetration Testing Workshop

Penetration Testing Workshop Penetration Testing Workshop Information Security FCUL 9 Maio 2013 Workshop FCUL Marco Vaz, CISSP, CISA, ISO27001LA, ITILv3 Expert Consultant Partner (mv@integrity.pt) Herman Duarte, OSCP, Associate CISSP,

Leia mais

Segurança em Internet Banking. <Nome> <Instituição> <e-mail>

Segurança em Internet Banking. <Nome> <Instituição> <e-mail> Segurança em Internet Banking Agenda Internet Banking Riscos principais Cuidados a serem tomados Créditos Internet Banking (1/4) Permite: realizar ações disponíveis nas agências

Leia mais

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com /

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com / Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com / andre.belini@ifsp.edu.br MATÉRIA: SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Aula N : 15 Tema:

Leia mais

10 maiores riscos em aplicações Web

10 maiores riscos em aplicações Web 10 maiores riscos em aplicações Web Leandro Silva dos Santos Thiago Stuckert leandrosantos@inbrax.com thiago.melo.stuckert@gmail.com.br Novembro - 2010 1 Open Web Application Security Project (OWASP) Organização

Leia mais

Algumas Leis da Segurança

Algumas Leis da Segurança Algumas Leis da Segurança Marcos Aurelio Pchek Laureano laureano@ppgia.pucpr.br Roteiro Leis Fundamentais Leis Imutáveis Seus significados Sua Importância 2 Algumas Leis da Segurança As leis Fundamentais

Leia mais

FIREWALL, PROXY & VPN

FIREWALL, PROXY & VPN 1 de 5 Firewall-Proxy D O C U M E N T A Ç Ã O C O M E R C I A L FIREWALL, PROXY & VPN :: MANTENDO O FOCO NO SEU NEGÓCIO :: Se o foco do seu negócio não é tecnologia, instalar e manter por conta própria

Leia mais

Privacidade na Web. Cristine Hoepers cristine@cert.br!

Privacidade na Web. Cristine Hoepers cristine@cert.br! Privacidade na Web Cristine Hoepers cristine@cert.br! Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR Comitê Gestor da Internet

Leia mais

Bem Vindos! Palestrante: Rodrigo Ribeiro Montoro. Analista de Segurança da BRconnection

Bem Vindos! Palestrante: Rodrigo Ribeiro Montoro. Analista de Segurança da BRconnection Bem Vindos! Palestrante: Rodrigo Ribeiro Montoro Analista de Segurança da BRconnection POR GENTILEZA, MANTENHAM SEUS CELULARES DESLIGADOS DURANTE A APRESENTAÇÃO. OBRIGADO! Gerenciando Riscos em Comunicação

Leia mais

Introdução à Segurança da Informação. Aécio Costa

Introdução à Segurança da Informação. Aécio Costa Introdução à Segurança da Informação Aécio Costa Porque estamos estudando Segurança da Informação? Ataque virtual usa "BBB 11" para roubar dados http://www1.folha.uol.com.br/tec/869084-ataque-virtual-usa-bbb-11-para-roubardados.shtml

Leia mais

SEGURANÇA A E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SEGURANÇA A E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Capítulo 14 SEGURANÇA A E CONTROLE EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 14.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Por que sistemas de informação são tão vulneráveis veis a destruição, erro, uso indevido e problemas de

Leia mais

DAS6662 - T.E.I. Segurança em Sistemas Distribuídos. Segurança de Sistemas. Segurança de Sistemas

DAS6662 - T.E.I. Segurança em Sistemas Distribuídos. Segurança de Sistemas. Segurança de Sistemas DAS6662 - T.E.I. Segurança em Sistemas Distribuídos 1ª Parte José Eduardo Malta de Sá Brandão Orientação: Joni da Silva Fraga http://www.das.ufsc.br/~jemsb/das6662 jemsb@das.ufsc.br Segurança de Sistemas

Leia mais

Segurança no Plone. Fabiano Weimar dos Santos [Xiru] xiru@xiru.org

Segurança no Plone. Fabiano Weimar dos Santos [Xiru] xiru@xiru.org Segurança no Plone Fabiano Weimar dos Santos [Xiru] xiru@xiru.org Roteiro Um pouco sobre mim... Introdução Como Plone É tão Seguro? Modelo de Segurança OWASP Top 10 Segurança no Plone - Provedor PyTown.com

Leia mais

Firewall. Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales

Firewall. Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales Firewall Alunos: Hélio Cândido Andersson Sales O que é Firewall? Firewall pode ser definido como uma barreira de proteção, que controla o tráfego de dados entre seu computador e a Internet (ou entre a

Leia mais

Segurança de Redes de Computadores

Segurança de Redes de Computadores Segurança de Redes de Computadores Aula 6 Segurança na Camada de Aplicação Obtenção de Acesso não Autorizado via Malwares Vírus, Worms, Trojan e Spyware Prof. Ricardo M. Marcacini ricardo.marcacini@ufms.br

Leia mais

Segurança da Informação na Internet no Brasil: Últimos Estudos do Comitê Gestor da Internet no Brasil e Iniciativas para Aumentar a Segurança

Segurança da Informação na Internet no Brasil: Últimos Estudos do Comitê Gestor da Internet no Brasil e Iniciativas para Aumentar a Segurança Segurança da Informação na Internet no Brasil: Últimos Estudos do Comitê Gestor da Internet no Brasil e Iniciativas para Aumentar a Segurança Cristine Hoepers cristine@cert.br Centro de Estudos, Resposta

Leia mais

AVDS Vulnerability Management System

AVDS Vulnerability Management System DATA: Agosto, 2012 AVDS Vulnerability Management System White Paper Brazil Introdução Beyond Security tem o prazer de apresentar a nossa solução para Gestão Automática de Vulnerabilidade na núvem. Como

Leia mais

Planejando uma política de segurança da informação

Planejando uma política de segurança da informação Planejando uma política de segurança da informação Para que se possa planejar uma política de segurança da informação em uma empresa é necessário levantar os Riscos, as Ameaças e as Vulnerabilidades de

Leia mais

Segurança e Proteção da Informação. Msc. Marcelo Carvalho Tavares marcelo.tavares@unir.br

Segurança e Proteção da Informação. Msc. Marcelo Carvalho Tavares marcelo.tavares@unir.br Segurança e Proteção da Informação Msc. Marcelo Carvalho Tavares marcelo.tavares@unir.br 1 Segurança da Informação A informação é importante para as organizações? Por que surgiu a necessidade de se utilizar

Leia mais

Suporte e Consultoria

Suporte e Consultoria Suporte e Consultoria São Paulo: (11) 2122 4211 - Campo Grande: (67) 4062 0039 - http://kuboit.com Nossos Serviços A KuboIT utiliza seus conhecimentos para fazer com que os sistemas da sua empresa estejam

Leia mais