TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO PIRAJÁ

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO PIRAJÁ"

Transcrição

1 TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO PIRAJÁ Teresina (PI), Março/2015 PIRAJÁ 0 Março/2015

2 PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA Firmino da Silveira Soares Filho VICE PREFEITO Ronney Wellington Marques Lustosa SECRETÁRIO MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E COORDENAÇÃO Washington de Sousa Bonfim SECRETARIA EXECUTIVA DE ORÇAMENTO E GESTÃO Roberto Albuquerque Moita COORDENADOR DE CONTROLE DA GESTÃO Domingos Pereira da Silva Júnior EQUIPE TÉCNICA: Gena Borges do Nascimento Amália Borges Soares Madeira Epifânia Rodrigues dos Santos Neide Maria Santos Regina Célia Carvalho Rufino Ribeiro Adriana Muniz Morgado Alípio Ribeiro de Paiva Filho Ana Gabriella Dias de Andrade Antônio César Almeida de Olieveira Aurélia Alves de Araújo Diego Lima Iglesias Cabral Joelma Lessa de Sousa Sobrinho Markus Frederico Chaves Tajra COORDENADORA GERAL DO ORÇAMENTO Elizabeth Soares Freitas EQUIPE TÉCNICA: Katiara Araújo Moura Domingos Sávio Oliveira Furtado Rita das Graças da S. Miranda Ana Priscilla Dias de Andrade Isvongo Gonçalves Cunha Maria Ester Paiva de Vasconcelos Dantas Hayla Francisca de Nazareth e Silva Valcilene da Silva Bezerra Contato para sugestões: PIRAJÁ 1 Março/2015

3 PIRAJÁ CARACTERÍSTICAS GERAIS Região Superintendência Área Área Densidade Demográfica (IBGE) (SDU) (km 2 ) (Hectares) (hab/hectare) Centro Centro Norte 0, ,2 Limites Norte Sul Leste Oeste Acarape Matinha Vila Operária / Aeroporto Rio Parnaíba O bairro Pirajá compreende a área contida no seguinte perímetro: partindo do alinhamento da Rua Espírito Santo, no eixo do Rio Parnaíba, segue, em direção leste, até a Rua Parnaguá; daí, continua até a Rua Sergipe e, por esta, até a Av. Santos Dumont; atingindo o cruzamento com a Rua Ceará, prossegue, em direção oeste, pela citada rua, até o eixo do Rio Parnaíba, de onde retorna ao ponto de partida. Fonte: Prefeitura de Teresina HISTÓRIA O bairro desenvolveu-se em torno da Estação Experimental da Pirajá, pertencente ao Ministério da Agricultura. O nome Pirajá significa aguaceiro rápido e súbito comum nos trópicos. Fonte: Prefeitura de Teresina POPULAÇÃO Em 2010 a população do bairro Pirajá representava 0,38% da cidade de Teresina e ocupava a 82ª posição. Na última década, a população do bairro diminuiu 3,1% Feminino 56% Masculino 44% Ano 1991 Ano 1996 Ano 2000 Ano 2007 Ano 2010 Gráfico 1: População residente 1991 a 2010 Gráfico 2: População residente por gênero a % 6% 5% 4% 7% 5 a 9 10 a % 4% 15 a a % 15% 25 a a 49 19% 50 a a 69 0 a 4 5 a 9 10 a a a a a a a ou + 70 ou + Gráfico 3: População por faixa etária, quantidade - ano 2010 Fonte: IBGE Gráfico 4: População por faixa etária, percentual - ano 2010 PIRAJÁ 2 Março/2015

4 HABITAÇÃO Ano 2000 Ano 2010 Número de domicílios Média Morador Número de domicílios Média Morador 694 4, , % 7% Próprio % 58% Alugado Cedido Outros 0 15 Casa Casa Vila/Condomínio Apartamentos Cortiços Gráfico 5: Número de domicílios ocupados por tipo de habitação ano 2010 Gráfico 6: Número de domicílios ocupados por condição de habitação ano % 4% 2% 1% Rede Geral 100% Poço na Propriedade Outras 93% Rede de Esgoto Fossa Séptica Fossa Rudimentar Não Tinha Banheiro Gráfico 7: Número de domicílios ocupados por formas de abastecimento de água ano 2010 Gráfico 8: Número de domicílios ocupados por tipo de esgotamento sanitário ano % 0% 100% Sim Não 100% Coletado Não Coletado Gráfico 9: Número de domicílios ocupados por fornecimento de energia elétrica - ano 2010 Gráfico 10: Número de domicílios ocupados por serviço de coleta de lixo ano 2010 Fonte: IBGE Aglomerados Subnormais (IBGE) Identificação do Aglomerado Nº Domicílios Nº de Pessoas Média Morador Fonte: IBGE / Censo Demográfico - Ano 2010 PIRAJÁ 3 Março/2015

5 Vilas e Favelas (PMT) Fonte: Prefeitura de Teresina Conjuntos Habitacionais Fonte: Prefeitura de Teresina SAÚDE, EDUCAÇÃO E ASSISTÊNCIA SOCIAL Unidades de Saúde Estadual Municipal Privado Fonte: Ministério da Saúde / Prefeitura de Teresina / SEBRAE Unidades de Assistência Social Fonte: Ministério do Desenvolvimento Social / Prefeitura de Teresina Estabelecimentos de Ensino Rede de Ensino Estabelecimento de Ensino Nível Nº de Alunos Estadual UESPI Universidade Estadual do Piauí Superior Estadual U. E. Governador Miguel Rosa 113 Fonte: Prefeitura de Teresina /SEMEC ; SEDUC/PI ; SEBRAE/PI Tota de Pessoas com 10 ou mais de Idade: ,5% 96,3% 76,2% 99,1% Feminino 56% Masculino 44% Teresina Pirajá Menor Taxa Maior Taxa Gráfico 11: Percentual da população com 10 ou mais de Idade alfabetizada por gênero - ano 2010 Fonte: IBGE Gráfico 12: Taxa de alfabetização da população com 10 ou mais de Idade, Teresina, Bairro Pirajá, a menor e maior taxa dos bairros de Teresina ano 2010 Espaços Históricos, Culturais e de Interesse Turístico Espaços Esportivos Parques Ambientais Praças Públicas TURISMO, CULTURA E LAZER MEIO AMBIENTE PIRAJÁ 4 Março/2015

6 SEGURANÇA PÚBLICA Distrito Policial de Abrangência 2 DISTRITO POLICIAL Endereço: Rua 19 de Novembro, 1981, Primavera - Telefone: (86) Circunscrição: Vila Operária, Matinha, Marquês, Porenquanto, Mafuá, Água Mineral, Real Copagre, Aeroporto, Cabral, Morro da Esperança, Primavera I, Primavera II, Pirajá e Memorare. POLÍCIA COMUNITÁRIA - RONDA CIDADÃO Área 11 Telefone: Cabral, Vila Operária, Mafuá, Morro da Esperança, Porequanto, Acarape, Matinha, e Pirajá. Fonte: Secretaria Estadual de Segurança RENDA O valor do rendimento nominal mediano mensal dos domicílios particulares permanentes em 2010 do bairro é de R$ 1.663,00, acima da média da zona Urbana do município de R$ 1.200,00 e ocupava a 34ª no ranking dos bairros % 7% 1% Sem Rendimentos Até % 14% 35% Entre 1 a 2 Entre 2 a % Entre 5 a Entre 10 a 20 Sem Rendimentos Até 1 Entre 1 a 2 Entre 2 a 5 Entre 5 a 10 Entre 10 a 20 Acima 20 Acima 20 Gráfico 13: Pessoas de 10 ou mais de idade, por classes de rendimento nominal mensal, em salários mínimos quantidade - ano 2010 Gráfico 14: Pessoas de 10 ou mais de idade, por classes de rendimento nominal mensal, em salários mínimos Percentual - ano % 2% % 11% 13% 17% Sem Rendimentos Até 1 Entre 1 a % Entre 2 a 5 Entre 5 a Entre 10 a 20 Acima 20 Sem Rendimentos Até 1 Entre 1 a 2 Entre 2 a 5 Entre 5 a 10 Entre 10 a 20 Acima 20 Gráfico 15: Domicílios por classe de rendimento nominal mensal, em salários mínimos quantidade - ano 2010 Fonte: IBGE, Censo/2010 Gráfico 16: Domicílios por classe de rendimento nominal mensal, em salários mínimos percentual - ano 2010 PIRAJÁ 5 Março/2015

7 ATIVIDADES EMPRESARIAIS Equipamentos Públicos (Mercado, Centros de Produção, Hortas Comunitárias e Lavanderias) Descrição Observações Fonte: Prefeitura de Teresina Principais Ruas e Avenidas Avenida Maranhão / Rua Rui Barbosa / / Avenida Santos Dumont / Rua João Cabral Numero de empresas Nº de Empresa: % 15% 4% Agropecuária 36% Indústria Construção Civil 27 45% Comércio Serviços 1 7 Agropecuária Indústria Construção Civil Comércio Serviços Gráfico 17: Numero de empresas formais por Setor ano 2012 Gráfico 18: Percentual de empresas formais por Setor ano % 1% 8% 3% 35% MEI Micro EPP Média 52% Grande 14 Não Informado MEI Micro EPP Média Grande Não Informado Gráfico 19: Numero de empresas formais por porte ano 2012 Fonte: SEBRAE/PI, ano Gráfico 20: Percentual de empresas formais por porte - ano 2012 PIRAJÁ 6 Março/2015

8 Atividades Econômicas EPP GdE MdE ME MEI Não informado Total Total Geral Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios Cabeleireiros Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios - minimercados, mercearias e armazéns 7 7 Fotocópias Confecção de peças do vestuário, exceto roupas íntimas e as confeccionadas sob medida Construção de edifícios Representantes comerciais e agentes do comércio de mercadorias em geral não especializado 6 6 Bares e outros estabelecimentos especializados em servir bebidas Comércio a varejo de peças e acessórios novos para veículos automotores Comércio varejista especializado de equipamentos e suprimentos de informática 4 4 Reparação e manutenção de equipamentos eletroeletrônicos de uso pessoal e doméstico Serviços de manutenção e reparação mecânica de veículos automotores Comércio varejista de artigos de papelaria 3 3 Comércio varejista de carnes - açougues Fabricação de móveis com predominância de metal Lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares 3 3 Restaurantes e similares Atividade médica ambulatorial restrita a consultas 2 2 Atividades de contabilidade 2 2 Atividades de fisioterapia 2 2 Comercio varejista de artigos de armarinho Comércio varejista de artigos de óptica Comércio varejista de bebidas 2 2 Comércio varejista de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal Comércio varejista de produtos alimentícios em geral ou especializado em produtos alimentícios não especificados anteriormente Imunização e controle de pragas urbanas Manutenção e reparação de equipamentos e produtos não especificados anteriormente 2 2 Manutenção e reparação de máquinas e aparelhos de refrigeração e ventilação para uso industrial e comercial Outras atividades de ensino não especificadas anteriormente Outras atividades de tratamento de beleza 2 2 Outros representantes comerciais e agentes do comércio especializado em produtos não especificados anteriormente 2 2 PIRAJÁ 7 Março/2015

9 Promoção de vendas 2 2 Reparação e manutenção de computadores e de equipamentos periféricos 2 2 Representantes comerciais e agentes do comércio de têxteis, vestuário, calçados e artigos de viagem 2 2 Aluguel de equipamentos recreativos e esportivos 1 1 Aluguel de máquinas e equipamentos para construção sem operador, exceto andaimes 1 1 Aluguel de outras máquinas e equipamentos comerciais e industriais não especificados anteriormente, sem operador 1 1 Aluguel de palcos, coberturas e outras estruturas de uso temporário, exceto andaimes 1 1 Atividades de apoio à aqüicultura em água doce 1 1 Atividades de cobrança e informações cadastrais 1 1 Atividades de condicionamento físico 1 1 Atividades de organizações religiosas 1 1 Atividades de pós-produção cinematográfica, de vídeos e de programas de televisão não especificadas anteriormente 1 1 Atividades de produção de fotografias, exceto aérea e submarina 1 1 Atividades de profissionais da área de saúde não especificadas anteriormente 1 1 Coleta de resíduos não-perigosos 1 1 Comércio atacadista de açúcar 1 1 Comércio atacadista de bebidas não especificadas anteriormente 1 1 Comércio atacadista de ferragens e ferramentas 1 1 Comércio atacadista de madeira e produtos derivados 1 1 Comércio varejista de artigos esportivos 1 1 Comércio varejista de artigos médicos e ortopédicos 1 1 Comércio varejista de materiais de construção em geral 1 1 Comércio varejista de materiais de construção não especificados anteriormente 1 1 Comércio varejista de material elétrico 1 1 Comércio varejista de outros artigos de uso doméstico não especificados anteriormente 1 1 Comércio varejista de outros artigos usados 1 1 Comércio varejista de produtos farmacêuticos, sem manipulação de fórmulas 1 1 Comércio varejista de tintas e materiais para pintura 1 1 Comércio varejista especializado de equipamentos de telefonia e comunicação 1 1 Educação profissional de nível técnico 1 1 Fabricação de artigos de metal para uso doméstico e pessoal 1 1 Fabricação de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal 1 1 Fabricação de escovas, pincéis e vassouras 1 1 Fabricação de especiarias, molhos, temperos e condimentos 1 1 Fabricação de esquadrias de metal 1 1 Fabricação de móveis com predominância de madeira 1 1 PIRAJÁ 8 Março/2015

10 Fabricação de outros produtos alimentícios não especificados anteriormente 1 1 Fabricação de produtos de padaria e confeitaria com predominância de produção própria 1 1 Fabricação de produtos diversos não especificados anteriormente 1 1 Fabricação de produtos do arroz 1 1 Impressão de material para outros usos 1 1 Lavanderias 1 1 Outras atividades de serviços prestados principalmente às empresas não especificadas anteriormente 1 1 Outros serviços de acabamento em fios, tecidos, artefatos têxteis e peças do vestuário 1 1 Preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo não especificados anteriormente 1 1 Representantes comerciais e agentes do comércio de produtos alimentícios, bebidas e fumo 1 1 Serviços combinados de escritório e apoio administrativo 1 1 Serviços de lanternagem ou funilaria e pintura de veículos automotores 1 1 Serviços de malote não realizados pelo Correio Nacional 1 1 Serviços de organização de feiras, congressos, exposições e festas 1 1 Serviços de pintura de edifícios em geral 1 1 Serviços de tradução, interpretação e similares 1 1 Treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial 1 1 Fonte: SEBRAE/PI, ano PIRAJÁ 9 Março/2015

11 Figura 1: Vista aérea de parte das zonas centro, norte e leste da cidade de Teresina, em destaque o bairro Pirajá. Fonte: Google Earth. Data: 07/2013 PIRAJÁ 10 Março/2015

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO JACINTA ANDRADE

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO JACINTA ANDRADE TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO JACINTA ANDRADE Teresina (PI), Março/2015 JACINTA ANDRADE 0 Março/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA Firmino

Leia mais

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO PARQUE BRASIL

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO PARQUE BRASIL TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO PARQUE BRASIL Teresina (PI), Março/2015 PARQUE BRASIL 0 Março/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA Firmino

Leia mais

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO VILA SÃO FRANCISCO

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO VILA SÃO FRANCISCO TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO VILA SÃO FRANCISCO Teresina (PI), Março/2015 VILA SÃO FRANCISCO 0 Março/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA

Leia mais

TERESINA MERCADO DE TRABALHO

TERESINA MERCADO DE TRABALHO TERESINA MERCADO DE TRABALHO Teresina (PI), Novembro 2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA Firmino da Silveira Soares Filho VICE PREFEITO Ronney Wellington Marques Lustosa

Leia mais

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO MAFUÁ

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO MAFUÁ TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO MAFUÁ Teresina (PI), Março/2015 MAFUÁ 0 Março/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA Firmino da Silveira Soares

Leia mais

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO BUENOS AIRES

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO BUENOS AIRES TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO BUENOS AIRES Teresina (PI), Março/2014 BUENOS AIRES 0 Março/2014 EXPEDIENTE PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA

Leia mais

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU SUDESTE BAIRRO GURUPI

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU SUDESTE BAIRRO GURUPI TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU SUDESTE BAIRRO GURUPI Teresina (PI), Agosto/2014 GURUPI 0 Agosto/2014 EXPEDIENTE PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA Firmino da

Leia mais

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU LESTE BAIRRO VALE QUEM TEM

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU LESTE BAIRRO VALE QUEM TEM TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU LESTE BAIRRO VALE QUEM TEM Teresina (PI), Fevereiro/2014 VALE QUEM TEM 1 Fevereiro/2014 EXPEDIENTE PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA

Leia mais

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU SUL BAIRRO ANGELIM

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU SUL BAIRRO ANGELIM TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU SUL BAIRRO ANGELIM Teresina (PI), Agosto/2014 ANGELIM 0 Agosto/2014 EXPEDIENTE PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA Firmino da Silveira

Leia mais

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU LESTE BAIRRO SATÉLITE

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU LESTE BAIRRO SATÉLITE TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU LESTE BAIRRO SATÉLITE Teresina (PI), Fevereiro/2014 SATÉLITE 0 Fevereiro/2014 EXPEDIENTE PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA Firmino

Leia mais

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO PRIMAVERA

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO PRIMAVERA TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO PRIMAVERA Teresina (PI), Março/2015 PRIMAVERA 1 Março/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA Firmino da Silveira

Leia mais

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU LESTE BAIRRO RECANTO DAS PALMEIRAS

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU LESTE BAIRRO RECANTO DAS PALMEIRAS Prefeitura Municipal de Teresina Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação - SEMPLAN TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU LESTE BAIRRO RECANTO DAS PALMEIRAS Teresina (PI), Julho/2016 RECANTO

Leia mais

ESTABELECIMENTOS NO MUNICÍPIO DE PIRACICABA POR SUBSETOR DO COMÉRCIO VAREJISTA - 2000

ESTABELECIMENTOS NO MUNICÍPIO DE PIRACICABA POR SUBSETOR DO COMÉRCIO VAREJISTA - 2000 ESTABELECIMENTOS NO MUNICÍPIO DE PIRACICABA POR SUBSETOR DO COMÉRCIO VAREJISTA - 2000 Comércio Varejista 2000 Comércio a Varejo e por Atacado de VeículosAutomotores 50 Manutenção e Reparação de VeículosAutomotores

Leia mais

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO SÃO JOAQUIM

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO SÃO JOAQUIM TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU CENTRO NORTE BAIRRO SÃO JOAQUIM Teresina (PI), Março/2014 SÃO JOAQUIM 0 Março/2014 EXPEDIENTE PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA

Leia mais

Rafael de Farias Costa Moreira (Sebrae)

Rafael de Farias Costa Moreira (Sebrae) Rafael de Farias Costa Moreira (Sebrae) Metodologia Entrevistas por telefone com 9.657 Microempreendedores Individuais feitas em abril de 2015. Análise da base de dados do Microempreendedor Individual

Leia mais

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU SUL BAIRRO PORTAL DA ALEGRIA

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU SUL BAIRRO PORTAL DA ALEGRIA Prefeitura de Teresina Secretaria de Planejamento e Coordenação - SEMPLAN TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU SUL BAIRRO PORTAL DA ALEGRIA Teresina (PI), Julho/2016 PORTAL DA ALEGRIA 0 Julho/2016

Leia mais

Perfil Econômico Municipal

Perfil Econômico Municipal indústria Extração de carvão mineral Extração de petróleo e gás natural Extração de minerais metálicos Extração de minerais não-metálicos Fabricação de alimentos e bebidas Fabricação de produtos do fumo

Leia mais

QUANTITATIVO - EMPRESAS ATIVAS MINAS GERAIS 2010. Leonardo Faria Lima

QUANTITATIVO - EMPRESAS ATIVAS MINAS GERAIS 2010. Leonardo Faria Lima QUANTITATIVO - EMPRESAS ATIVAS MINAS GERAIS 2010 Leonardo Faria Lima Belo Horizonte 2010 2 O Estado de Minas Gerais encerrou o ano de 2010 com o total de 756.273 1 empresas ativas segundo os dados estáticos

Leia mais

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU LESTE BAIRRO SÃO JOÃO

TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU LESTE BAIRRO SÃO JOÃO TERESINA - PERFIL DOS BAIRROS - REGIONAL SDU LESTE BAIRRO SÃO JOÃO Teresina (PI), Março/2014 SÃO JOÃO 0 Março/2014 EXPEDIENTE PREFEITURA MUNICIPAL DE TERESINA PREFEITO MUNICIPAL DE TERESINA Firmino da

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral Contribuinte, Confira os dados de Identificação da Pessoa Jurídica e, se houver qualquer divergência, providencie junto à RFB a sua atualização cadastral.

Leia mais

ANEXO I - Obrigatoriedade da NFS-e a partir de 01/09/2009 CÓDIGO DE ATIVIDADE CNAE 2.0

ANEXO I - Obrigatoriedade da NFS-e a partir de 01/09/2009 CÓDIGO DE ATIVIDADE CNAE 2.0 ANEXO I - Obrigatoriedade da NFS-e a partir de 01/09/2009 CÓDIGO DE ATIVIDADE CNAE 2.0 Código Descrição 1830-0/03-00 REPRODUCAO DE SOFTWARE EM QUALQUER SUPORTE 6190-6/01-00 PROVEDORES DE ACESSO AS REDES

Leia mais

Setor produtivo G07 - Gráfica e Edição Visual/ Papel, Papelão e Cortiça. Contém 953505 estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE 0121-1/01 Horticultura,

Setor produtivo G07 - Gráfica e Edição Visual/ Papel, Papelão e Cortiça. Contém 953505 estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE 0121-1/01 Horticultura, Setor produtivo G07 - Gráfica e Edição Visual/ Papel, Papelão e Cortiça. Contém 953505 estabelecimentos. CNAE DESCRIÇÃO DO CNAE 0121-1/01 Horticultura, exceto morango 0122-9/00 Cultivo de flores e plantas

Leia mais

Conceitos. Empreendedor M E T O D O L O G I A. Atividade Empreendedora. Empreendedorismo. * Fonte: OCDE

Conceitos. Empreendedor M E T O D O L O G I A. Atividade Empreendedora. Empreendedorismo. * Fonte: OCDE METODOLOGIA M E T O D O L O G I A Conceitos Empreendedor Atividade Empreendedora Empreendedorismo * Fonte: OCDE M E T O D O L O G I A Conceitos Empreendedor Indivíduo que tenciona gerar valor através da

Leia mais

Fabricação de artigos do vestuário, produzidos em malharias e tricotagens, exceto meias

Fabricação de artigos do vestuário, produzidos em malharias e tricotagens, exceto meias CNAE Grupo CNAE Descrição CNAE Grau de risco 4.-8 4 Confecção de roupas íntimas 4.-6 4 Confecção de peças do vestuário, exceto roupas íntimas 4.3-4 4 Confecção de roupas profissionais 4.4-4 Fabricação

Leia mais

ANEXO III AUTORIZAÇÃO PARA GERAÇÃO DA NFSE A PARTIR DE 01/02/2015. Descrição do Código CNAE 2.0

ANEXO III AUTORIZAÇÃO PARA GERAÇÃO DA NFSE A PARTIR DE 01/02/2015. Descrição do Código CNAE 2.0 7740-3/00 Gestão de ativos intangíveis não-financeiros 03.02 9311-5/00 Gestão de instalações de esportes 03.03 8211-3/00 Serviços combinados de escritório e apoio administrativo 03.03 8230-0/02 Casas de

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0015, DE 13 DE AGOSTO DE 2012

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0015, DE 13 DE AGOSTO DE 2012 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0015, DE 13 DE AGOSTO DE 2012 Publicada no DOE(Pa) de 14.08.12. Vide IN 16/12, que trata do registro eletrônico de documentos fiscais. Alterada pelas IN 17/12, 03/14, 23/14. Vide

Leia mais

Unidade de Gestão Estratégica. Perfil Socioeconômico. Regional Centro

Unidade de Gestão Estratégica. Perfil Socioeconômico. Regional Centro Unidade de Gestão Estratégica Perfil Socioeconômico Regional Centro Sebrae em Conselho Deliberativo Pedro Alves de Oliveira Presidente Diretoria Executiva Igor Montenegro Diretor Superintendente Wanderson

Leia mais

ANEXO 11 Usos e Atividades

ANEXO 11 Usos e Atividades Usos e s omércio varejista de mercado- 52.13-2 omércio varejista de mercadorias em geral, com rias em geral com predominância predominância de produtos alimentícios, com área de de produtos alimentícios.

Leia mais

LAJES PINTADAS 1 DADOS GERAIS 2 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS

LAJES PINTADAS 1 DADOS GERAIS 2 PERFIL DOS EMPREENDIMENTOS 1 DADOS GERAIS - Data de emancipação: 31/12/1958 - Distância da capital: 128 km - Área: 130 Km 2 - Localização Mesorregião: Agreste Potiguar Microrregião: Borborema Potiguar - População: 4.217 (IBGE/2007)

Leia mais

RESOLUÇÃO SMAC nº 577 de 02 de dezembro de 2014*

RESOLUÇÃO SMAC nº 577 de 02 de dezembro de 2014* RESOLUÇÃO SMAC nº 577 de 02 de dezembro de 2014* Estabelece parâmetros para o Licenciamento Ambiental das atividades de comércio atacadista e de confecção e fabricação de produtos têxteis. O SECRETÁRIO

Leia mais

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio Nº 46 - Julho/2015 1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio O volume de vendas do comércio varejista restrito do estado do Rio de Janeiro registrou, em abril de 2015, queda de 3,9% em relação ao mesmo

Leia mais

Anexo 1. Listagem das actividades do sector terciário que responderam ao inquérito municipal. nº

Anexo 1. Listagem das actividades do sector terciário que responderam ao inquérito municipal. nº Anexo 1 Listagem das actividades do sector terciário que responderam ao inquérito municipal. nº empresas C.A.E. Sector terciário 46 41200 Construção de edifícios (residenciais e não residenciais). 37 56301

Leia mais

Comércio em Números. Brasil. meses.

Comércio em Números. Brasil. meses. Belo Horizonte MG Abril de 2015 O Comércio em Números é um acompanhamento sistemático das estatísticas econômicas. Trata-se de um estudo que busca acompanhar o comportamento das variáveis de desempenho

Leia mais

Setor produtivo G01 - Alimentação/ Bebidas/ Massas. Contém 1120204 estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE 0111-3/99 Cultivo de outros cereais não

Setor produtivo G01 - Alimentação/ Bebidas/ Massas. Contém 1120204 estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE 0111-3/99 Cultivo de outros cereais não Setor produtivo G01 - Alimentação/ Bebidas/ Massas. Contém 1120204 estabelecimentos. CNAE DESCRIÇÃO DO CNAE 0111-3/99 Cultivo de outros cereais não especificados anteriormente 0116-4/99 Cultivo de outras

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul O emprego formal na Indústria sul-mato-grossense encerrou mais um mês com redução liquida de postos de trabalho. Em maio, o conjunto das

Leia mais

A MULHER NO MERCADO DE TRABALHO PARANAENSE

A MULHER NO MERCADO DE TRABALHO PARANAENSE 1 Março 2008 A MULHER NO MERCADO DE TRABALHO PARANAENSE Ângela da Matta Silveira Martins * Esta nota técnica apresenta algumas considerações sobre a inserção da mão-de-obra feminina no mercado de trabalho

Leia mais

P A L N A O N O D E D E E X E P X A P N A S N Ã S O Ã O I II

P A L N A O N O D E D E E X E P X A P N A S N Ã S O Ã O I II PLANO DE EXPANSÃO III (2011 2014) ESTUDO DE VIABILIDADE Equipe Técnica Responsável: Prof. Dr. Jimmy de Almeida Léllis - Coordenador Prof. Dr. Ridelson Farias de Sousa - Coordenador Prof. M.Sc. Thiago José

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos COMÉRCIO VAREJISTA NOVEMBRO DE 2015 PRODUTOS O COMÉRCIO RESPONDE POR 12,7% DO PIB BRASILEIRO O COMÉRCIO VAREJISTA É RESPONSÁVEL POR 42% DO COMÉRCIO

Leia mais

SUMÁRIO EMPRESÔMETRO CENSO DAS EMPRESAS E ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS BRASILEIRAS. 3 QUANTIDADE DE EMPREENDIMENTOS EM ATIVIDADE NO BRASIL...

SUMÁRIO EMPRESÔMETRO CENSO DAS EMPRESAS E ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS BRASILEIRAS. 3 QUANTIDADE DE EMPREENDIMENTOS EM ATIVIDADE NO BRASIL... 1 SUMÁRIO EMPRESÔMETRO CENSO DAS EMPRESAS E ENTIDADES PÚBLICAS E PRIVADAS BRASILEIRAS. 3 QUANTIDADE DE EMPREENDIMENTOS EM ATIVIDADE NO BRASIL... 4 QUANTIDADE DE EMPREENDIMENTOS POR ESTADO... 4 QUANTIDADE

Leia mais

ANEXO 96 ATIVIDADES COM FORMA DE PAGAMENTO EM FUNÇÃO DA RECEITA BRUTA (a que se refere o 1º do art. 118)

ANEXO 96 ATIVIDADES COM FORMA DE PAGAMENTO EM FUNÇÃO DA RECEITA BRUTA (a que se refere o 1º do art. 118) ANEXO 96 ATIVIDADES COM FORMA DE PAGAMENTO EM FUNÇÃO DA RECEITA BRUTA (a que se refere o 1º do art. 118) Nota: A redação atual do Anexo 96 foi dada pela Alteração nº 84 (Decreto nº 10.223, de 02/02/07,

Leia mais

ANEXO 1 COMPOSIÇÃO DAS SEÇÕES DE ATIVIDADE DA CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE ATIVIDADES ECONÔMICAS DOMICILIAR 2.0 - CNAE- DOMICILIAR 2.

ANEXO 1 COMPOSIÇÃO DAS SEÇÕES DE ATIVIDADE DA CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE ATIVIDADES ECONÔMICAS DOMICILIAR 2.0 - CNAE- DOMICILIAR 2. ANEXO 1 COMPOSIÇÃO DAS SEÇÕES DE ATIVIDADE DA CLASSIFICAÇÃO NACIONAL DE ATIVIDADES ECONÔMICAS DOMICILIAR 2.0 - CNAE- DOMICILIAR 2.0 AGRICULTURA, PECUÁRIA, PRODUÇÃO FLORESTAL, PESCA E AQUICULTURA AGRICULTURA,

Leia mais

ANEXO II PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO AMBIENTAL DE CAPÃO DA CANOA GRUPOS DE ATIVIDADES.

ANEXO II PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO AMBIENTAL DE CAPÃO DA CANOA GRUPOS DE ATIVIDADES. 1 ANEXO II PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO AMBIENTAL DE CAPÃO DA CANOA GRUPOS DE ATIVIDADES. 1.HABITAÇÃO 2.MEIOS DE HOSPEDAGEM 3.COMÉRCIO VAREJISTA I 4.COMÉRCIO VAREJISTA II 5.COMÉRCIO VAREJISTA

Leia mais

APOIO: AGRADECIMENTOS:

APOIO: AGRADECIMENTOS: RELATÓRIO ANUAL - 2013 APOIO: AGRADECIMENTOS: BOLETIM DO COMÉRCIO Relatório Anual - 2013 Pág. 2 RELATÓRIO ANUAL - 2013 Prezados Comerciantes, Esse boletim é uma edição especial sobre o comportamento do

Leia mais

Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais.

Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais. Maio/2014 OBJETIVO Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais. Permitir ainda, uma análise comparativa da evolução

Leia mais

P U B L I C A Ç Õ E S A P E D I D O

P U B L I C A Ç Õ E S A P E D I D O PÁGINA 12 - sexta-feira, 11 de abril de 2014 PARTE IV P U B L I C A Ç Õ E S A P E D I D O HANNAH ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO LTDA. torna público que recebeu da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento

Leia mais

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005

Dados gerais referentes às empresas do setor industrial, por grupo de atividades - 2005 Total... 147 358 6 443 364 1 255 903 923 1 233 256 750 157 359 927 105 804 733 1 192 717 909 681 401 937 511 315 972 C Indústrias extrativas... 3 019 126 018 38 315 470 32 463 760 4 145 236 2 657 977 35

Leia mais

Tabelas anexas Capítulo 7

Tabelas anexas Capítulo 7 Tabelas anexas Capítulo 7 Tabela anexa 7.1 Indicadores selecionados de inovação tecnológica, segundo setores das indústrias extrativa e de transformação e setores de serviços selecionados e Estado de São

Leia mais

Panorama Municipal. Município: Aliança / PE. Aspectos sociodemográficos. Demografia

Panorama Municipal. Município: Aliança / PE. Aspectos sociodemográficos. Demografia Município: Aliança / PE Aspectos sociodemográficos Demografia A população do município ampliou, entre os Censos Demográficos de 2000 e 2010, à taxa de 0,06% ao ano, passando de 37.188 para 37.415 habitantes.

Leia mais

Perfil das Micros e Pequenas Empresas no Município de Manaus. Termo de Contrato Nº. 005/2011 SEMTRAD e DIEESE

Perfil das Micros e Pequenas Empresas no Município de Manaus. Termo de Contrato Nº. 005/2011 SEMTRAD e DIEESE Perfil das Micros e Pequenas Empresas no Município de Manaus Termo de Contrato Nº. 005/2011 SEMTRAD e DIEESE NOVEMBRO DE 2011 SECRETARIA MUNICIPAL DE TRABALHO E DESENVOLVIMENTO SOCIAL - SEMTRAD Prefeito

Leia mais

COMÉRCIO; REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS 45 COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS

COMÉRCIO; REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS 45 COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS Código CNAE 2.0 Seção Divisão Grupo Classe Subclasse G Denominação COMÉRCIO; REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS 45 COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS 45.1 Comércio

Leia mais

Filiais ativas por Atividade Econômica

Filiais ativas por Atividade Econômica Os números exibidos abaixo foram atualizados em 28/01/2014. Filiais ativas por Atividade Econômica Atividade Econômica 2012 VARIAÇÃO 2012-2013 Empresas ativas até 2013 VARIAÇÃO 2013-2014 28/01/2014 REPRESENTAÇÃO

Leia mais

COMENTÁRIOS TABELA 1 INDICADORES DE RECEITA NOMINAL DO SETOR DE SERVIÇOS, SEGUNDO GRUPOS DE ATIVIDADES BRASIL - MAIO 2015

COMENTÁRIOS TABELA 1 INDICADORES DE RECEITA NOMINAL DO SETOR DE SERVIÇOS, SEGUNDO GRUPOS DE ATIVIDADES BRASIL - MAIO 2015 COMENTÁRIOS O setor de serviços registrou no Brasil, no mês de maio de 2015, um crescimento nominal de 1,1%, na comparação com igual mês do ano anterior, inferior às taxas de abril (1,7%) e março (6,1%),

Leia mais

Inovações organizacionais e de marketing

Inovações organizacionais e de marketing e de marketing Pesquisa de Inovação 2011 Tabela 1.1.22 -, total e as que não implementaram produto ou processo e sem projetos, com indicação das inovações e gás - Brasil - período 2009-2011 (continua)

Leia mais

Censo Demográfico 2010 Retratos do Brasil e do Piauí

Censo Demográfico 2010 Retratos do Brasil e do Piauí Censo Demográfico 2010 Retratos do Brasil e do Piauí Eduardo Pereira Nunes Presidente do IBGE Teresina, 12 de Agosto de 2011 Brasil Todos os domicílios residenciais particulares foram recenseados A coleta

Leia mais

BRASÍLIA - PATRIMÔNIO CULTURAL DA HUMANIDADE

BRASÍLIA - PATRIMÔNIO CULTURAL DA HUMANIDADE GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO COORDENADORIA DAS CIDADES ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO SUDOESTE/OCTOGONAL Alvarás Emitidos 30/10/2013 00409/2013 302.000.475/2013 Nova Indeterminado

Leia mais

Diretoria de Pesquisa Coordenação de Serviços e Comércio. Pesquisa Anual de Serviços PAS 2009 25/08/2011

Diretoria de Pesquisa Coordenação de Serviços e Comércio. Pesquisa Anual de Serviços PAS 2009 25/08/2011 Diretoria de Pesquisa Coordenação de Serviços e Comércio Pesquisa Anual de Serviços PAS 2009 25/08/2011 Objetivos da PAS 1 - Reunir um conjunto de informações econômicofinanceiras que permitam estimar

Leia mais

Diretoria de Pesquisa. Serviços 25/08/2010

Diretoria de Pesquisa. Serviços 25/08/2010 Diretoria de Pesquisa Coordenação de Serviços e Comércio Pesquisa Anual de Serviços PAS 2008 25/08/2010 Objetivos da PAS 1 - Reunir um conjunto de informações econômicofinanceiras que permitam estimar

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ Secretaria de Estado de Meio Ambiente

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ Secretaria de Estado de Meio Ambiente GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ Secretaria de Estado de Meio Ambiente Anexo I a que se refere o Art. 2º, da Resolução do COEMA nº 107, de 08 de março de 2013. TIPOLOGIA SUB-TIPOLOGIA CONDIÇÃO ENERGIA ELÉTRICA

Leia mais

Pesquisa de Orçamento Doméstico

Pesquisa de Orçamento Doméstico Fonte: Sistema Fecomércio MG EE A Pesquisa de Orçamento Doméstico de Belo Horizonte é um balizador do comportamento das famílias, relativo aos seus compromissos correntes e financeiros. A falta de planejamento,

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS 1 LEI Nº 142/ 82. DE 20 DE 12 DE 1982. DISPÕE SOBRE O ZONEAMENTO DE USOS DO SOLO URBANO. A CÂMARA MUNICIPAL DE PIRENÓPOLIS aprovou e eu PREFEITO MUNICIPAL, sanciono a seguinte Lei: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES

Leia mais

Relatório IPCA e INPC - IBGE

Relatório IPCA e INPC - IBGE O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE elabora sistematicamente índices de preços ao consumidor por meio do Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor SNIPC, com o objetivo de

Leia mais

ANEXO VII Relação das atividades dispensadas de licenciamento ambiental. Dispensada de Licenciamento

ANEXO VII Relação das atividades dispensadas de licenciamento ambiental. Dispensada de Licenciamento ANEXO VII Relação das atividades dispensadas de licenciamento ambiental Atividades Dispensada de Licenciamento Indústrias Diversas, estocagem, alimentos, serviços e obras Academias da Ginástica e Fisioterapia.

Leia mais

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Brasil Novo

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Brasil Novo SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Brasil Novo DEMOGRAFIA População Total 15.690 População por Gênero Masculino 8.314 Participação % 52,99 Feminino 7.376

Leia mais

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Breves

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Breves SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Breves DEMOGRAFIA População Total 92.860 População por Gênero Masculino 47.788 Participação % 51,46 Feminino 45.072 Participação

Leia mais

Setor produtivo G05 - Construção Civil/ Cerâmica. Contém 1286246 estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE 0810-0/02 Extração de granito e beneficiamento

Setor produtivo G05 - Construção Civil/ Cerâmica. Contém 1286246 estabelecimentos. DESCRIÇÃO DO CNAE 0810-0/02 Extração de granito e beneficiamento Setor produtivo G05 - Construção Civil/ Cerâmica. Contém 1286246 estabelecimentos. CNAE DESCRIÇÃO DO CNAE 0810-0/02 Extração de granito e beneficiamento associado 0810-0/03 Extração de mármore e beneficiamento

Leia mais

INDICADORES DEMOGRÁFICOS E NORDESTE

INDICADORES DEMOGRÁFICOS E NORDESTE INDICADORES DEMOGRÁFICOS E SOCIAIS E ECONÔMICOS DO NORDESTE Verônica Maria Miranda Brasileiro Consultora Legislativa da Área XI Meio Ambiente e Direito Ambiental, Organização Territorial, Desenvolvimento

Leia mais

Comentários gerais. desta publicação. 5 O âmbito de atividades da pesquisa está descrito com maior detalhamento nas Notas técnicas

Comentários gerais. desta publicação. 5 O âmbito de atividades da pesquisa está descrito com maior detalhamento nas Notas técnicas Comentários gerais Pesquisa Anual de Comércio - PAC investiga a estrutura produtiva do A segmento empresarial do comércio brasileiro, sendo os resultados referentes a 2012 divulgados neste volume. A pesquisa

Leia mais

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Palestina do Pará

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Palestina do Pará SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Palestina do Pará DEMOGRAFIA População Total 7.475 População por Gênero Masculino 3.879 Participação % 51,89 Feminino

Leia mais

EDUCAÇÃO. SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Salvaterra

EDUCAÇÃO. SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Salvaterra SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Salvaterra DEMOGRAFIA População Total 20.183 População por Gênero Masculino 10.292 Participação % 50,99 Feminino 9.891

Leia mais

Rendimento Médio Populacional (R$) Total 311,58 Urbana 347,47 Rural 168,26

Rendimento Médio Populacional (R$) Total 311,58 Urbana 347,47 Rural 168,26 SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Marabá DEMOGRAFIA População Total 233.669 População por Gênero Masculino 118.196 Participação % 50,58 Feminino 115.473

Leia mais

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Itaituba

SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Itaituba SIIS - Sistema de Informações de Indicadores Sociais do Estado do Pará Abrangência: Itaituba DEMOGRAFIA População Total 97.493 População por Gênero Masculino 49.681 Participação % 50,96 Feminino 47.812

Leia mais

ANEXO II Autorização para geração da NFS-e a partir de 05/01/2015. Descrição do Código CNAE 2.0

ANEXO II Autorização para geração da NFS-e a partir de 05/01/2015. Descrição do Código CNAE 2.0 6201-5/00 Desenvolvimento de programas de computador sob encomenda 01.01 6201-5/00 Desenvolvimento de programas de computador sob encomenda 01.02 6190-6/01 Provedores de acesso às redes de comunicações

Leia mais

RELAÇÃO DAS TABELAS EIA TOMO I

RELAÇÃO DAS TABELAS EIA TOMO I RELAÇÃO DAS TABELAS EIA TOMO I Capitulo 2 TABELA 2.1. Linhas que Operam Atualmente 2.8 TABELA 2.2. Nº de Linhas, Frotas e Movimentação de Passageiros 2.8 TABELA 2.3. Tarifas do Sistema Coletivo de São

Leia mais

TABELA 1 RESI D4 (?) ICM S³ (?) ISS² (?) SEQ SUBCLASSE CNAE 2.0 DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES¹

TABELA 1 RESI D4 (?) ICM S³ (?) ISS² (?) SEQ SUBCLASSE CNAE 2.0 DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES¹ TABELA 1 SEQ SUBCLASSE CNAE 2.0 DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES¹ 1 0161-0/02 Serviço de poda de árvores para lavouras 2 0161-0/03 Serviço de preparação de terreno, cultivo e colheita 3 0162-8/02 Serviço de tosquiamento

Leia mais

Estado do Paraná Secretaria de Estado da Fazenda Coordenação da Receita do Estado

Estado do Paraná Secretaria de Estado da Fazenda Coordenação da Receita do Estado RESOLUÇÃO SEFA Nº 145/2015 Publicada no DOE 9428 de 09.04.2015 O SECRETÁRIO DE ESTADO DA FAZENDA, com fundamento nos Ajustes SINIEF 1/2013, 22/2013 e 5/2014; no inciso XIV do art. 45 da Lei n. 8.485, de

Leia mais

TERESINA - DINÂMICA POPULACIONAL -

TERESINA - DINÂMICA POPULACIONAL - TERESINA - DINÂMICA POPULACIONAL - Teresina (PI), Setembro 2014 População Residente 1 - DINÂMICA POPULACIONAL 1.1 EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO Tabela 1: Teresina População residente por zona e a densidade demográfica

Leia mais

ANEXO I ATIVIDADES PERMITIDAS AO MEI DISPENSADAS DA LICENÇA DE FUNCIONAMENTO;

ANEXO I ATIVIDADES PERMITIDAS AO MEI DISPENSADAS DA LICENÇA DE FUNCIONAMENTO; ANEXO I ATIVIDADES PERMITIDAS AO MEI DISPENSADAS DA LICENÇA DE FUNCIONAMENTO; Subclasse CNAE 2.0 Denominação 0161-0/02 Serviço de poda de árvores para lavouras 0161-0/03 Serviço de preparação de terreno,

Leia mais

Evolução demográfica 1950-2010

Evolução demográfica 1950-2010 Evolução demográfica 195-1 37 A estrutura etária da população brasileira em 1 reflete as mudanças ocorridas nos parâmetros demográficos a partir da segunda metade do século XX. Houve declínio rápido dos

Leia mais

Unidade de Gestão Estratégica. Perfil Socioeconômico. Regional Noroeste

Unidade de Gestão Estratégica. Perfil Socioeconômico. Regional Noroeste Unidade de Gestão Estratégica Perfil Socioeconômico Regional Noroeste Sebrae em Goiás Conselho Deliberativo Pedro Alves de Oliveira Presidente Diretoria Executiva Igor Montenegro Diretor Superintendente

Leia mais

NOSSO BAIRRO/JARDIM SOCIAL

NOSSO BAIRRO/JARDIM SOCIAL N População 5.698 W S E Domicílios 1.983 Regional Matriz DADOS INTERNACIONAIS DE CATALOGAÇÃO NA PUBLICAÇÃO IPPUC - SETOR DE DOCUMENTAÇÃO Ângela M. Silvia Küster Cherobim CRB/ 9ªr - 601 I59 Instituto de

Leia mais

Tabela de Códigos de Atividades Econômicas - CAE (Título I, Capítulo X, 2.2.2.7, "d", da IN/DRP nº 045/98)

Tabela de Códigos de Atividades Econômicas - CAE (Título I, Capítulo X, 2.2.2.7, d, da IN/DRP nº 045/98) Tabela de Códigos de Atividades Econômicas - CAE (Título I, Capítulo X, 2.2.2.7, "d", da IN/DRP nº 045/98) A) COMÉRCIO VAREJISTA: C A E DESCRIÇÃO DO C A E 801000000 AÇOUGUES E PEIXARIAS 801010000 Açougues

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - JULHO/2015 1. Geração de Empregos no Brasil - Mercado de Trabalho Segue Demitindo

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - JULHO/2015 1. Geração de Empregos no Brasil - Mercado de Trabalho Segue Demitindo GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - JULHO/215 1. Geração de Empregos no Brasil - Mercado de Trabalho Segue Demitindo O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) divulgou os dados do Cadastro Geral de Empregados

Leia mais

Pesquisas de Orçamentos Familiares POF:

Pesquisas de Orçamentos Familiares POF: Número 107 Fevereiro de 2012 Pesquisas de Orçamentos Familiares POF: A necessária atualização e as mudanças de pesos em um índice de preços Pesquisas de Orçamentos Familiares - POF: a necessária atualização

Leia mais

Mensal. Produto Interno Bruto. Produto Interno Bruto. Mensal. Metodologia

Mensal. Produto Interno Bruto. Produto Interno Bruto. Mensal. Metodologia Metodologia 1 SEADE Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados Considerações gerais O PIB mensal é um índice de acompanhamento da economia paulista e tem como propósito principal oferecer uma visão

Leia mais

CONTAS REGIONAIS DO AMAZONAS 2009 PRODUTO INTERNO BRUTO DO ESTADO DO AMAZONAS

CONTAS REGIONAIS DO AMAZONAS 2009 PRODUTO INTERNO BRUTO DO ESTADO DO AMAZONAS CONTAS REGIONAIS DO AMAZONAS 2009 PRODUTO INTERNO BRUTO DO ESTADO DO AMAZONAS APRESENTAÇÃO A Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico SEPLAN em parceria com a SUFRAMA e sob a coordenação

Leia mais

Importância da Lei Geral e do Simples Nacional para o Desenvolvimento. SEBRAE. Curitiba, 24 de janeiro de 2012. 0800 570 0800 / www.sebrae.com.

Importância da Lei Geral e do Simples Nacional para o Desenvolvimento. SEBRAE. Curitiba, 24 de janeiro de 2012. 0800 570 0800 / www.sebrae.com. Importância da Lei Geral e do Simples Nacional para o Desenvolvimento. Curitiba, 24 de janeiro de 2012 REPRESENTATIVIDADE DOS PEQUENOS NEGÓCIOS NO BRASIL 7 milhões de negócios formais (99%) e 10 milhões

Leia mais

Análise dos resultados Panorama geral

Análise dos resultados Panorama geral Análise dos resultados Panorama geral Durante o período de 2005 a 2008, o Produto Interno Bruto - PIB brasileiro passou de cerca de R$ 2,2 trilhões para R$ 3,0 trilhões, a valores correntes, com uma taxa

Leia mais

taxa Indicadores IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Abril 2015 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE

taxa Indicadores IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Abril 2015 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE taxa Indicadores IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Abril 2015 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Presidenta da República Dilma Rousseff Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Nelson

Leia mais

Censo Demográfico 2010. Características Gerais dos Indígenas: Resultados do Universo

Censo Demográfico 2010. Características Gerais dos Indígenas: Resultados do Universo Censo Demográfico 2010 Características Gerais dos Indígenas: Resultados do Universo Rio de Janeiro, 10 de agosto de 2012 Identificação da população indígena nos Censos Demográficos do Brasil 1991 e 2000

Leia mais

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: GOIÁS

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: GOIÁS MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: GOIÁS O número de empregos formais no estado alcançou 1,514 milhão em dezembro de 2014, representando

Leia mais

NOSSO BAIRRO/ÁGUA VERDE

NOSSO BAIRRO/ÁGUA VERDE N População 51.425 W S E Domicílios 22.232 Regional Portão DADOS INTERNACIONAIS DE CATALOGAÇÃO NA PUBLICAÇÃO IPPUC - SETOR DE DOCUMENTAÇÃO Ângela M. Silvia Küster Cherobim CRB/ 9ªr - 601 I59 Instituto

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL Campinas 2 o trimestre de 2015 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado de São Paulo,

Leia mais

IPCA setembro 2014 Data 08/10/2014

IPCA setembro 2014 Data 08/10/2014 Diretoria de Pesquisas Coordenação de Índices de Preços - COINP Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor SNIPC IPCA setembro 2014 Data 08/10/2014 IPCA Setembro 0,57 % Agosto 0,25 % IPCA Regiões

Leia mais

Caracterização do Meio Sócio-econômico - propriedades Local e data Nome do chefe da família

Caracterização do Meio Sócio-econômico - propriedades Local e data Nome do chefe da família Caracterização do Meio Sócio-econômico - propriedades Local e data Nome do chefe da família Naturalidade Data de nascimento Telefone Endereço Nome do cônjuge ou companheiro Naturalidade Data de nascimento

Leia mais

Lei Municipal 3.263/99: ANEXO 3 - CLASSIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES QUADRO 1. COMÉRCIO VAREJISTA - CONDIÇÕES PARA INSTALAÇÃO

Lei Municipal 3.263/99: ANEXO 3 - CLASSIFICAÇÃO DAS ATIVIDADES QUADRO 1. COMÉRCIO VAREJISTA - CONDIÇÕES PARA INSTALAÇÃO NA BACIA DE CONTRIBUIÇÃO INDIRETA CÓD. ATIVIDADES EM ÁREA COM IMPLANTADO EM ÁREA SEM COMÉRCIO VAREJISTA DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS 10101 AÇOUGUE E PEIXARIA 10102 BOMBONIÈRE E CONFEITARIA 10103 CONDIMENTOS

Leia mais

Desoneração da Folha de Pagamento Estimativa de Renúncia e Metodologia de Cálculo.

Desoneração da Folha de Pagamento Estimativa de Renúncia e Metodologia de Cálculo. SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL Carlos Alberto Freitas Barreto CHEFE DO CENTRO DE ESTUDOS TRIBUTÁRIOS E ADUANEIROS Claudemir Rodrigues Malaquias COORDENADOR DE PREVISÃO E ANÁLISE Raimundo Eloi

Leia mais

SONDAGEM DE VENDAS DIA DAS CRIANÇAS

SONDAGEM DE VENDAS DIA DAS CRIANÇAS SONDAGEM DE VENDAS DIA DAS CRIANÇAS OUTUBRO/2013 FECOMERCIO/TO Hugo de Carvalho Presidente Anselmo da Silva Moraes Vice Presidente Silmara Lustosa Ribeiro Superintendente INSTITUTO FECOMÉRCIO/TO Hugo de

Leia mais

Nº 75 Março 2014 Análise da Evolução das Vendas do Varejo Cearense - 2007 a 2013

Nº 75 Março 2014 Análise da Evolução das Vendas do Varejo Cearense - 2007 a 2013 Nº 75 Março 2014 Análise da Evolução das Vendas do Varejo Cearense - 2007 a 2013 GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Cid Ferreira Gomes Governador Domingos Gomes de Aguiar Filho Vice Governador SECRETARIO DO PLANEJAMENTO

Leia mais