Atualidades: Primeiro Semestre 2013 Rosemari Rodrigues

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Atualidades: Primeiro Semestre 2013 Rosemari Rodrigues"

Transcrição

1 Atualidades: Primeiro Semestre 2013 Rosemari Rodrigues 1. (Uepg 2013) A Síria tem apresentado manifestações políticas por parte de rebeldes e repressões sangrentas por parte do governo sírio, ao longo dos anos de 2011 e de Sobre esse país do Oriente Médio, assinale o que for correto. 01) Os curdos, que habitam parte de seu território, são a maioria étnica do país, que tem nos árabes sírios a sua segunda etnia em número representativo. 02) Tendo como capital a cidade de Damasco, é banhada pelo Mar Mediterrâneo na sua porção oeste e possui desertos em seu território. 04) A República Árabe Síria, na guerra com o seu vizinho Israel, teve as Colinas de Golã, no sudoeste do país, ocupadas por esse país. 08) A Síria é uma república islâmica teocrática semelhante ao Irã, de quem recebe ajuda financeira e militar. 2. (Ufpr 2013) Rússia e China se opuseram a intervenções militares na Síria ao longo dos 17 meses de um conflito sangrento entre rebeldes e as tropas leais ao presidente sírio, Bashar al-assad. Os dois países vetaram três resoluções defendidas por Estados árabes e potências ocidentais no Conselho de Segurança da ONU, que aumentariam a pressão sobre Damasco para encerrar a violência. (Fonte: Acesso em 05 set.2012.) Sobre os conflitos recentes do Oriente Médio, é correto afirmar: a) Tais conflitos resultam do acomodamento de tensões geopolíticas que deram origem ao mundo bipolar, representado pelo socialismo e pelo capitalismo, liberados pela União Soviética e pelos Estados Unidos, respectivamente. b) As manifestações que têm, sucessivamente, ocorrido no mundo árabe podem ser explicadas notadamente como conflitos de ordem econômica, haja vista a dimensão que o petróleo possui para a economia daqueles países. c) O movimento conhecido como primavera árabe tem derrubado muitos governos no Oriente Médio, mas não tem implicado mudanças na organização política desses países. d) Após o término da Guerra Fria, conflitos internos, isto é, que ocorrem dentro de cada Estado-Nação, passaram a ter efeitos regionais, motivo pelo qual Rússia e China vetaram as resoluções da ONU, que envolviam potências ocidentais. e) Os interesses e as estratégias geopolíticas globais de potências ocidentais e orientais dependem do equilíbrio regional que se estabelece no Oriente Médio. 3. (UEL 2013) Recentemente, o mundo assistiu a uma série de revoltas populares nos países árabes. A imprensa internacional destacou o papel das redes sociais nessas mobilizações contra os ditadores e a repressão dos governos sobre a população civil. Sobre esses conflitos, assinale a alternativa correta. a) A Jordânia viu seu rei ser deposto devido ao apoio dos países ocidentais e de Israel aos movimentos revoltosos. b) Na Tunísia, o processo revoltoso de setores populares foi sufocado por empréstimos vultosos da União Europeia. c) No Marrocos, a permanência da violência deve-se aos conflitos entre cristãos, muçulmanos e membros de religiões tribais. d) O Egito manteve Hosni Mubarak no poder devido à intervenção da Liga Árabe, com apoio norte-americano. e) O governo da Síria, apesar dos protestos internacionais, atacou os revoltosos com a anuência do Irã, da Rússia e da China. 4. (Upe 2013) Sobre o contexto geopolítico, apresentado na figura a seguir, é CORRETO afirmar que.

2 a) os Estados Unidos da América pretendem reforçar o regime absolutista da Turquia, país que está situado no limite entre a Europa e a Ásia e vem enfrentando uma série de críticas do MERCOSUL sobre a falta de respeito às liberdades públicas. b) Israel, Arábia Saudita, Síria, Jordânia e Turquia são países aliados militares dos Estados Unidos e promovem, em conjunto, uma geopolítica de enfrentamento ao território Curdo que briga pelo uso das águas dos rios Tigre e Eufrates. c) os países, literalmente referidos na figura, localizam-se no Oriente Médio e possuem grande importância econômica e geoestratégica. Essa região é de grande interesse de potências mundiais, além de apresentar, de forma geral, conflitos religiosos, sociais e territoriais. d) Israel, Arábia Saudita, Síria, Jordânia e Turquia concentram parte das reservas mundiais de petróleo e também de gás natural, razões pelas quais esses países de tradição islamita se unem politicamente contra os Estados Unidos. e) a Jordânia é o único país do Oriente Médio onde a água é foco de disputas e, até, de conflitos militares. Com o crescimento econômico e a expansão da agricultura, esse país vem recebendo apoio incondicional dos Estados Unidos. 5. (Fgvrj 2013) No dia 15 de agosto de 2012, a Organização de Cooperação Islâmica (OCI) suspendeu a participação da República Árabe da Síria de seus quadros, em resposta à violência com a qual o ditador Bashar Assad reage à revolta que ocorre no país há 17 meses. Um país membro da organização rejeitou publicamente a decisão. Qual foi ele? a) Arábia Saudita b) Jordânia c) Turquia d) Irã e) Egito 6. (UFRGS 2012) Considere as seguintes afirmações sobre acordos econômicos firmados na América Latina. I. O principal acordo em volume de negócios e superfície territorial na América Latina é o MERCOSUL. II. A Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América é composta por Cuba, Bolívia, Equador e Venezuela. III. Chile, Peru e Colômbia firmaram o Tratado de Livre Comércio com os Estados Unidos. Quais estão corretas? a) Apenas I.

3 b) Apenas II. c) Apenas I e II. d) Apenas II e III. e) I, II e III. 7. (Espm 2012) Observe o texto: Quase sempre o que move uma guerra civil é o ódio étnico, religioso ou ideológico. E a Síria parece caminhar para isso. Os distúrbios têm uma origem sectária: o país apresenta um nebuloso mosaico cultural. Fonte: Carta Escola, março de No caso do país em questão, tal assertiva procede por que. a) a Síria apresenta forte pluralidade étnica com a divisão entre persas, árabes, judeus e turcos, agravada pela disputa entre socialistas e liberais, o que dificulta uma convivência harmoniosa. b) Apesar da homogeneidade étnica árabe, o país apresenta forte diversidade de religiões e o poder é concentrado em mãos da minoria alauita. c) O país apresenta heterogeneidade étnica e religiosa, com o poder concentrado nas mãos dos árabes sunitas. d) O sectarismo sírio tem uma matriz linguística, já que a maioria árabe não aceita a concentração do poder em mãos da minoria que fala o francês, a língua do colonizador. e) A minoria xiita síria rebela-se contra o poder concentrado em mãos de muçulmanos sunitas. 8. (FGV 2012) O Conselho de Segurança da ONU aprovou nesta quarta-feira [3 de agosto] uma resolução condenando o presidente Bashar al-assad pela violenta repressão às manifestações pró-democracia no país. Disponível em: jhtm Sobre a crise da Síria, iniciada em março de 2011, e suas repercussões, assinale a alternativa correta: a) A França não integra o Conselho de Segurança da ONU e, portanto, não assinou a resolução citada na reportagem. b) Assim como ocorreu no Egito, às manifestações na Síria contam com o apoio de parcela importante das forças armadas. c) As manifestações pró-democracia contam com o apoio do partido nacionalista Baath, único movimento oposicionista legalizado na Síria. d) As manifestações visam pôr um fim ao regime da família Assad, no poder desde e) A Liga Árabe classifica as manifestações da Síria como atos de vandalismo e condena qualquer forma de ingerência internacional na crise enfrentada pelo país. 9. (Uftm 2012) Observe o mapa.

4 Assinale a alternativa que identifica o país, em destaque no mapa, e a causa do conflito atual existente em seu território. a) República da Turquia, onde a minoria curda pleiteia maior liberdade política e a criação de um Estado independente na região próxima à Síria e ao Iraque. b) Síria, onde a população luta por um estado mais democrático e contra o governo do ditador Bashar Al Assad. c) República da Turquia, onde as forças armadas da ONU combatem os soldados do governo ditador de Bashar Al Assad. d) Síria, onde o regime democrático não conseguiu ser implantado após a queda do governo ditador de Bashar Al Assad. e) República da Turquia, onde a luta por poços de petróleo vem desencadeando guerras civis por toda a nação. 10. Desde o final de 2010, vários países com maioria de muçulmanos do norte da África e do Oriente Médio são caracterizados pela Primavera Árabe. O mapa e o esquema a seguir destacam os principais países e a duração dos regimes autoritários. A partir de seus conhecimentos e da análise do mapa e do esquema, é possível afirmar que. a) a Primavera Árabe atinge países da África Meridional e do Oriente Médio, a exemplo do Iêmen (5) e Barein (6). b) na Tunísia (1), país banhado pelo Mar Vermelho, a Primavera Árabe provocou a deposição do presidente Ben Ali. c) na Líbia (2), a Primavera Árabe não obteve êxito e permanece no poder o ditador Muamar Cadafi. d) no Egito (3), banhado pelo Golfo Pérsico e Mar Mediterrâneo, permanecem os conflitos entre a maioria cristã copta e a minoria muçulmana. e) na Síria (4), país banhado pelo Mar Mediterrâneo, atravessa uma guerra civil entre o governo de Bachar Al Assad e opositores da maioria sunita. 11. (Ucs 2012) A Primavera Árabe, onda de movimentos populares contra ditadores no Oriente Médio e no norte da África, mudou o mapa de alianças, apoios e rixas na região.

5 Associe os países, listados na Coluna A, às informações sobre eles fornecidas, na Coluna B. COLUNA A 1. Turquia 2. Síria 3. Irã COLUNA B ( ) A ditadura de Bashar al-assad, um alauíta (corrente xiita), está ameaçada por protestos organizados em grande parte por sunitas, maioria no país. A repressão brutal levou o exilado Hamas a apoiar os manifestantes. ( ) O governo de Teerã vem conseguindo sufocar as pressões populares. Com o intuito de destruir Israel, os aiatolás xiitas financiam até o Hamas. Seu avançado programa nuclear pode ser alvo de um ataque militar israelense. ( ) Berço do Império Otomano, voltou a ter relevância na região, graças à economia forte e à ativa diplomacia do Premiê Recep Erdogan. Apoiou os novos governos do norte da África e tem ajudado os rebeldes contra al- Assad. Assinale a alternativa que preenche corretamente os parênteses, de cima para baixo. a) b) c) d) e) (Uern 2012) Leia. Alguma coisa está fora da ordem Fora da nova ordem mundial Alguma coisa está fora da ordem Fora da nova ordem mundial. (Caetano Veloso) A música Fora da ordem foi composta por Caetano Veloso e lançada no disco Circuladô (1991), já fazendo uma previsão de alguns acontecimentos internacionais, não estando de acordo com a ordem mundial vigente. Dentre as coisas que estão fora da ordem, está a) a criação de blocos econômicos. b) a unificação das Alemanhas. c) a guerra do Iraque. d) o fortalecimento do capitalismo. 13. (Espm 2012) Observe os textos: A Coreia do Norte concordou em suspender os testes nucleares, enriquecimento de urânio e lançamento de mísseis de longo alcance e permitirá que inspetores nucleares visitem seu complexo nuclear Yongbyon para verificar se a moratória foi colocada em prática. O anúncio feito simultaneamente pelo Departamento de Estado dos EUA e pela Agência de Notícias Norte- Coreana abre caminho para uma possível retomada das negociações de desarmamento. Fonte: (Acesso: 29/02/2012) Pouco mais de duas semanas depois de anunciar moratória dos seus testes nucleares, a Coreia do Norte informou que lançará um foguete de longo alcance em abril. Mesmo o governo norte-coreano declarando que a intenção é pacífica por um satélite em órbita o anúncio gerou reação imediata da Coreia do Sul e dos EUA, que consideram o lançamento um teste de mísseis disfarçado para driblar sanções e ameaçam sustar acordo estabelecido no último dia de fevereiro.

6 Fonte: (acesso: 16/03/2012). O acordo com a Coreia do Norte, que o governo dos EUA ameaça sustar, previa: a) a desativação de foguetes nucleares norte-americanos instalados na Coreia do Sul; b) o apoio dos Estados Unidos para pesquisas na Coreia do Norte visando ao uso da energia nuclear para fins pacíficos; c) o estabelecimento de um raio de alcance máximo, para os mísseis da Coreia do Norte de 500 km; d) a desativação de todas as bombas atômicas do arsenal da Coreia do Norte; e) o fornecimento de 240 mil toneladas de comida que seriam enviadas para a Coreia do Norte por Washington. 14. (Ufsj 2012) Observe a charge abaixo. Assinale a alternativa que apresenta um fato da geopolítica mundial que pode ser associado à reação americana aos atentados terroristas sofridos em 11 de setembro de a) Formação da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), reunindo países aliados dos Estados Unidos no combate ao terrorismo. b) Ocupação militar no Afeganistão e no Iraque e deposição dos governos desses países. c) Envio de tropas para o norte da África e deposição de governos pró Al-Quaeda, como os governos da Líbia e do Egito. d) Intervenção nos programas nucleares dos países do Oriente Médio, como Irã, Cazaquistão e Iraque. 15. (Unimontes adaptada-2013) A América Latina não é homogênea. As transformações territoriais importadas pela globalização atingem, de forma diferenciada, cada um dos países. Sobre essas transformações advindas da globalização na América Latina, podemos afirmar que a) o Brasil, principal interlocutor para intermediar os conflitos na América Latina, perdeu espaço para o Peru. b) a Colômbia fortaleceu suas relações diplomáticas com o Equador, pois ambos produzem e exportam petróleo em grande escala. c) a Venezuela, com a eleição de Nicolas Maduro, se firmou como oposição à internacionalização da economia latino-americana. d) a economia cubana cresceu devido ao aumento das relações comerciais com os outros países da América Central. 16. (Eewb 2011) Considere as organizações I e II para assinalar a alternativa correta: I. Organização Fundamentalista criada na década de 80, para lutar contra o domínio Soviético no Afeganistão. II. Grupo Islâmico no Combate a Israel apoiado por outros países, como Síria e Irã.

7 Os nomes das organizações I e II com respectivos países e/ou regiões em que elas tem maior expressão correspondem a: a) Jihad, no Afeganistão e Hamas, no Líbano. b) Hezbollad, no Iraque e OLP, na Palestina. c) Hamas, na Palestina, e OLP, em Gaza. d) Al Qaeda, no Afeganistão, e Hezbollad, no Líbano. 17. (UNESP 2011) Observe a figura: É o mapa mais antigo que sobreviveu até hoje, foi encontrado na região da Mesopotâmia e representa o mapa de Ga-Sur. Desenhado por volta de a.c., em um tablete de argila cozida, medindo 7 centímetros, tão pequeno que cabe na palma da mão, ele representa o rio Eufrates cercado por montanhas. (Ceurio de Oliveira. Cartografia Histórica, Adaptado.). A indicação do mapa e o texto demonstram que essa região histórica e geográfica está, hoje, localizada. a) no Egito. b) no Iraque. c) na Arábia Saudita. d) no Nepal. e) no Irã. 18. (Ufg adaptada 2013) A geopolítica no continente americano sofreu mudanças consideráveis na década atual, modificando projetos institucionais que visavam maior influência econômica dos Estados Unidos. Como contraponto a essas iniciativas, o governo da Venezuela criou um novo bloco. Esse bloco, que conta atualmente com a adesão de vários países, é. a) o MERCOSUL, que visa estreitar as relações com os países do Cone Sul. b) o Nafta, que busca aproximar os países da América do Norte e Central. c) o Pacto Andino, que surge do chamado Acordo de Cartagena, com objetivo de integração econômica. d) a Unasul, que objetiva criar mecanismos de proteção aos países da América do Sul. e) a Alba, que propõe a unificação política e econômica entre os países da América do Sul e da América Central. 19. (UNESP adaptada 2013) A Coreia do Norte e a Coreia do Sul foram delimitadas após a 2.ª Guerra Mundial, quando soviéticos e americanos dividiram a península da Coreia no paralelo 38 N. Durante o período da Guerra Fria a reunificação se tornou inviável, surgindo em 1948 as duas Coreias. Nos últimos 60 anos as duas Coreias se

8 mantiveram em estado de guerra. A tensão nesta área se torna crítica em 2013, devido ao fato de a Coreia do Norte ter realizado testes nucleares. (Cláudia Trevisan, O Estado de S.Paulo. Coreia do Norte deixa armistício e ameaça Seul com ataque militar. Adaptado.). Ao fazer uma retrospectiva deste período histórico é possível afirmar que: a) As tensões permaneceram restritas a tiroteios na fronteira entre as duas Coreias até que a Revolução Chinesa, em 1929, encorajou a Coreia do Norte a tentar unificar a península sob a bandeira do comunismo. b) Em junho de 1914, tropas norte-coreanas invadiram a Coreia do Sul, sendo que os EUA usaram a ONU para legitimar uma intervenção internacional e expulsaram os comunistas, ultrapassaram o paralelo 38ºN, chegando até a fronteira com a China. c) Em nenhum momento histórico Mao Tse-tung apoiou a Coreia do Norte, que, desta maneira, não conseguiu empurrar os americanos para o paralelo 38ºN e delimitar seu território. d) Os dois lados negociaram só um cessar-fogo, em 1983, o que manteve as duas Coreias em estado de guerra. e) A Coreia do Norte ameaçou, mais uma vez, em 2013, atacar militarmente a Coreia do Sul e rompeu o acordo de armistício de (UNESP 2010) Nunca na história da humanidade houve tão grande concentração de poder nuns poucos lugares nem tamanha separação e diferença no interior da comunidade humana. Formou-se um mundo quase totalmente integrado um sistema mundo evidentemente controlado a partir de alguns centros de poderes econômicos e políticos. (Olivier Dollfus, Adaptado.). Neste sistema mundo contemporâneo pode-se identificar que a) as maiores potências nucleares do século XXI são: Estados Unidos, França, Canadá, Japão, Alemanha, Índia e Paquistão. b) o Ocidente não tem medo da proliferação de armas nucleares principalmente em regimes hostis aos Estados Unidos. c) o Irã, a Síria e o Mianmar formam um grupo de países que abriram mão de seus projetos voltados à proliferação da tecnologia de armas nucleares. d) a Coreia do Norte tem grande dependência da China, por ser esta a maior exportadora de alimentos e energia aos norte-coreanos. e) a paz entre os palestinos e Israel depende apenas de acordos com os EUA. 21. (Ufg) Leia o texto a seguir. O que domina o mundo hoje é o confronto entre grupos islâmicos prontos a tudo, inclusive ao suicídio, e o império americano, que possui as armas mais poderosas, mas não consegue controlar totalmente o Afeganistão, o Iraque e os outros países do Oriente Médio. TOURAINE, Alain. "Um novo paradigma para compreender o mundo hoje". Petrópolis, RJ: Vozes, p. 76. Considerando o confronto entre os grupos mencionados no texto, apresente e explique uma das razões do interesse estadunidense no Oriente Médio. 22. (Ufpel adaptado em 2013)

9 O Iraque, no Oriente Médio, conta com uma população de cerca de 30 milhões de habitantes e é dono de uma das maiores reservas de petróleo do planeta e de um dos mais ricos patrimônios arqueológicos do mundo. Mergulhado em um conflito que se arrasta desde a ocupação militar ocorrida em março de 2003, a população vive um dia de atentados terroristas, mortes e violência que parece não ter fim. Leia as afirmativas seguintes. I. Dentre os fatos que geram maior insegurança no Iraque na atualidade, estão os constantes atentados. O alvo desses ataques é sempre a população islâmica sunita, que é a maioria e vive sob a perseguição da minoria xiita. Os xiitas estão no poder desde que o Iraque foi criado pelo Império Britânico. II. Um dos motivos para o agravamento constante da situação no Iraque é que a presença de forças de ocupação estrangeiras reforça o nacionalismo e acirra a ação dos fundamentalistas contra o invasor. III. O medo de que a Revolução Islâmica se alastrasse para outras nações do Oriente Médio fez com que os EUA apoiassem Saddam Hussein na invasão ao Irã, em A condenação de Saddam, em 2006, ocorreu por crimes que cometeu quando era importante aliado estadunidense. IV. Nos EUA, o alto custo da guerra não inibe o déficit orçamentário do país, entretanto a eleição para o Congresso demonstrou a rejeição ao Partido Democrata, do presidente Bush. O resultado foi influenciado pela insatisfação do eleitorado com a permanência das tropas na guerra. Estão corretas apenas as alternativas a) I e II. b) III e IV. c) I e III. d) II e IV. e) II e III. 23. (Ufpel mod. 2013) Sem a aprovação da ONU e sob a reprovação da maior parte da comunidade internacional, forças norte-americanas (dos EUA) e britânicas atacaram o Iraque, em 20 de março de Levando em conta o texto e seus conhecimentos, é INCORRETO afirmar que. a) a população iraquiana é, em sua maioria, árabe e segue a religião islâmica; apesar disso, aceitou a presença das tropas ocidentais, após o anúncio do final da guerra pelo governo dos EUA. b) os EUA, ao atacarem o Iraque - país situado no Oriente Médio, no vale dos rios Tigre e Eufrates - usaram como argumento a alegação de que o governo de Saddam Hussein detinha armas de destruição em massa, proibidas pela ONU. c) o Iraque, localizado no Oriente Médio, na Península Arábica, possui ricas reservas de petróleo, o que tem sido apontado pela mídia como um dos motivos da ocupação desse país pelas tropas da coalizão. d) os EUA, apesar de terem realizado a ocupação do Iraque - país islâmico, localizado na antiga Mesopotâmia -, têm, entre os seus principais aliados, outros países também islâmicos, como a Arábia Saudita e o Kuwait. e) as forças de segurança iraquianas ficaram sob controle de um novo governo que tem tido dificuldades de garantir a ordem e fazer diminuir os atentados terroristas que ameaçam a estabilidade da nação e minam a economia. 24. (FUVEST) O aumento do número de mortes de soldados das forças de ocupação do Iraque, mesmo após o

10 anúncio do final da guerra pelo governo dos Estados Unidos, deve-se à. a) participação tardia da Rússia, que procurou salvaguardar seus interesses geopolíticos na região. b) reação da população iraquiana, que não aceita a presença de estrangeiros no país. c) redução do efetivo militar norte-americano para cortar as despesas com a ocupação. d) ação da inteligência norte-americana, que conseguiu isolar os dirigentes procurados, sem destruir as cidades. e) maior vulnerabilidade da população em função da ausência de governo local. 25. (FGV) Após os acontecimentos no World Trade Center, que fizeram do 11/09/01 um marco na geopolítica contemporânea, os Estados Unidos estão dando sinais cada vez mais fortes de que o Iraque, após o Afeganistão, vai ser a próxima vítima do que Washington chama de "guerra contra o terrorismo". Num famoso discurso, George W. Bush incluiu, além do Iraque, outros países integrantes do "eixo do mal". Um deles alinhava-se com a URSS, durante o período da Guerra Fria. Trata-se da: a) Coreia do Norte, país de regime fechado que possui capacidade de produzir e exportar armas nucleares. b) Colômbia, que possui grande parte de seu território controlado por narcotraficantes associados à guerrilha. c) Índia, por não respeitar acordos internacionais como os da OMC e violar as normas da ONU para os direitos humanos. d) Arábia Saudita, por seu apoio financeiro a organizações terroristas internacionais, como o Hamas e o Al Qaeda. e) Rússia, que tem graves conflitos separatistas internos e é detentora do segundo maior arsenal bélico mundial. 26. (Unicamp adaptada em 2013) A Venezuela tem sido presença constante na imprensa nos últimos meses, primeiro pelo governo de Chávez, agora pelas eleições de Maduro. O Governo Hugo Chávez, eleito por uma frente de coalizão de esquerda, encontrou grandes dificuldades para executar o seu programa de governo baseado, segundo ele, nos ideais de Simon Bolívar. Chávez foi crítico ao chamado neoliberalismo selvagem que vê disseminado por toda a América Latina, numa guinada anti-eua e pró-américa Latina, sendo que o Brasil é prioridade na diplomacia venezuelana. a) Quais seriam as possíveis consequências econômicas para a Venezuela se fosse efetivado um rompimento com os EUA? Justifique sua resposta. b) Por que o Brasil é prioridade na diplomacia venezuelana? 27. (Ufpel) Teoria Neoliberal - O subdesenvolvimento como fase "Surgidos após a década de 30, os neoliberais mantiveram a mesma base lógica do liberalismo: crescimento e progresso. (...) Assim, diante da crescente concentração de capital, os neoliberais relativizaram a possibilidade de crescimento constante e ilimitado e introduziram a ideia de que o desenvolvimento é um processo gradual, que obedece a diferentes etapas e estratégias." Seus defensores definem o subdesenvolvimento como um estágio ou fase anterior ao desenvolvimento. (Scalzaretto Reinaldo - "Geografia Geral - Nova Geopolítica" - Editora Scipione SP) De acordo com o conhecimento que você acumulou a respeito desse assunto, a teoria acima está correta? a) Sim, porque subdesenvolvimento significa um estágio essencial de um processo evolutivo que culminará necessariamente num quadro de desenvolvimento. b) Não, porque subdesenvolvimento não é um estágio essencial de um processo evolutivo que culminará necessariamente num quadro de desenvolvimento. c) Não, porque há contradição entre a realidade do desenvolvimento e a do subdesenvolvimento. O país subdesenvolvido é o oposto do desenvolvido. d) Não, porque toda humanidade, no passado, foi subdesenvolvida, e o desenvolvimento ou "processo" é uma coisa normal, que acontece naturalmente com o passar do tempo. e) Sim, porque toda a humanidade, no passado, foi subdesenvolvida, e o desenvolvimento ou "processo" é uma coisa normal, que acontece naturalmente com o passar do tempo. 28. (Ufg 2012) As ilhas Malvinas, como as chamam os argentinos, passaram à soberania britânica em Nos anos 1980, a queda da ditadura argentina esteve associada a uma incursão militar malsucedida nessas ilhas. Atualmente, a presidente Cristina Kirchner retomou o tema que coloca seu país em desacordo com a Inglaterra. A permanência do tema na vida política argentina demonstra a a) existência de uma cultura política endógena, contrária aos acordos diplomáticos internacionais. b) utilização política de uma memória nacional de espoliação que remonta aos tempos do colonialismo. c) importância militar do território no cenário político internacional.

11 d) necessidade de controlar a região em virtude de sua função de entreposto comercial. e) pressão da população residente nas ilhas por autonomia política. 29. (UFBA) Países com arsenais nucleares Países com programa de armamento nuclear Estados Unidos Rússia China França Inglaterra Paquistão Índia Israel Coreia do Norte Irã Número de ogivas Gastos militares anuais (em bilhões de dólares) Signatário do Tratado de Não Proliferação Nuclear Menos de , ,6 Sim Sim Sim Sim Sim Não Não Não Não Sim 0 A análise dos dados da tabela e os conhecimentos sobre a política nuclear do mundo pós-segunda Guerra Mundial permitem afirmar: 01) O número de ogivas nucleares registrados na Rússia, apoiado numa forte economia estatizada, confere àquele país, nos dias atuais, hegemonia política e o papel de maior potência nuclear do planeta. 02) O número de ogivas e os gastos militares apresentados pela Coreia do Norte, comparados com os mesmos dados da China, indicam que os norte-coreanos são menos ameaçadores para a paz mundial que os chineses. 04) O Tratado de Não Proliferação Nuclear, assinado em 1968, constituiu um dos parâmetros políticos e militares que evitariam confrontos entre nações nucleares rivais, mesmo durante o período conhecido como Guerra Fria. 08) Os gastos militares, comparados com o número de ogivas disponíveis pelos Estados Unidos, sugerem que outros armamentos, que não os atômicos, ocupam as estratégias militares desse país na sua participação em conflitos políticos de diversas regiões do planeta. 16) Signatário do Tratado de Não Proliferação Nuclear e não dispondo ainda de nenhuma ogiva, o Irã, por questões políticas e ideológicas, torna-se uma ameaça para o equilíbrio nuclear mundial. 32) Índia e Paquistão, embora dispondo conjuntamente de um número menor de ogivas e de menor volume de gastos militares, por questões políticas e culturais, tornam-se mais vulneráveis a um conflito armado atômico que países europeus, outros países asiáticos e os Estados Unidos, como está demonstrado na tabela. SOMA 30. (Udesc) Os EUA sempre foram tomados, ao lado da Inglaterra, como um dos principais representantes e difusores das ideias neoliberais. Porém as medidas emergenciais tomadas pelo governo dos EUA para conter a grave crise financeira que atinge sua economia de certa forma colocam em xeque justamente as ideias que sustentam o neoliberalismo; estima-se que o socorro governamental poderá se configurar como a maior intervenção do Estado norte-americano no setor financeiro ao longo da história. Por que as medidas tomadas pelo governo dos EUA colocariam em "xeque as ideias que sustentam o neoliberalismo"? Gabarito: Resposta da questão 1: = 06.

12 01) INCORRETO. Embora os curdos ocupem parte do território sírio, compõe-se como minoria étnica. 02) CORRETO. O país apresenta seu pequeno litoral banhado pelo Mediterrâneo e tem a presença de extensos desertos. 04) CORRETO. Na Guerra dos Seis Dias, ocorrida em 1967, as Colinas de Golã foram anexadas por Israel sem a perspectiva de acordos para sua devolução até o momento. 08) INCORRETO. A Síria é uma república presidencialista. Resposta da questão 2: [E] [A] INCORRETO A causa dos conflitos é a manutenção de governos de ordem secular associado à forte recessão que atingiu os países nos últimos anos, resultando em elevada inflação e desemprego. [B] INCORRETO Embora o petróleo represente grande importância econômica para os países da região, este não se constitui como a causa dos conflitos. [C] INCORRETO Nos países árabes onde ocorreu a queda de governos, têm sido adotados novos arranjos políticos. [D] INCORRETO As reverberações dos conflitos em nível regional ou mundial decorrem independentes do termino da guerra fria. [E] CORRETO O Oriente Médio, área de maior concentração de jazidas de petróleo, configura-se como uma região de extrema importância econômica e geopolítica. Resposta da questão 3: [E] Como mencionado corretamente na alternativa [E], as tentativas de deposição do presidente sírio Bashar Al Assad têm resultado em massacres de civis e revolucionários com o explícito apoio do Irã; contudo, as tentativas de aprovação de sanções contra o país são vetadas pela China e Rússia, membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU. Estão incorretas as alternativas: [A], porque não ocorreu a deposição do rei jordaniano; [B], porque a Tunísia foi o primeiro país da sucessão de conflitos do mundo árabe, denominada Primavera Árabe que resultou na deposição do presidente Zine El Abidine Bem Ali; [C], porque os conflitos no Marrocos têm como causa a insatisfação popular perante governos ditatoriais seculares e à recessão econômica que atingiu o país; [D], porque ocorreu a queda do presidente Hosni Mubarak em 2011 e sua morte em Resposta da questão 4: [C] A charge refere-se ao quadro de tensão no Oriente Médio, bastante comum na região nas últimas décadas. O Oriente Médio é uma região estratégica do ponto de vista econômico e geopolítico visto que apresenta grandes reservas de petróleo exportadas para países desenvolvidos e emergentes. Também apresenta expressiva complexidade devido às constantes intervenções de grandes potências (a exemplo das invasões dos EUA no Afeganistão em 2001 e no Iraque em 2003), mudanças políticas (Primavera Árabe: Tunísia, Egito, Líbia, Iêmen, Barein e Síria), ao crescimento do fundamentalismo islâmico e as tensões étnicas, religiosas e territoriais, a exemplo do conflito entre palestinos e israelenses. Resposta da questão 5: [D] Como mencionado corretamente na alternativa [D], o Irã pronunciou-se contra qualquer tipo de sancionamento à Síria, haja vista ser seu principal aliado no Oriente Médio. Resposta da questão 6:[C] I. VERDADEIRO. O MERCOSUL é o bloco econômico de maior expressão da América Latina, compondo-se por Brasil, Argentina, Uruguai, Venezuela e Paraguai (em suspensão a partir de 2012) como membros permanentes; Bolívia, Chile, Equador e Colômbia como membros associados; e México como membro observador, além de contar com o Tratado de Livre Comércio com o Egito e Israel. II. VERDADEIRO. A Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América ou Tratado de Comércio dos Povos é na atualidade a antiga ALBA. É uma plataforma de cooperação internacional composta por Cuba, Bolívia, Equador e Venezuela. III. FALSO. O Tratado de Livre Comércio dos Estados Unidos ocorre em uma parceria com o Canadá e México. O Chile é associado.

13 Resposta da questão 7: [B] INCORRETA. Embora a Síria apresente diversidade étnico-religiosa, estas são representadas por sunitas, alauítas, ortodoxos e drusos. CORRETA. Ocorre o predomínio da população árabe, entretanto, dividida em sunitas (74%), e alauítas (12%), que, embora seja a minoria, dominam o poder no país. INCORRETA. O poder é controlado pelos alauítas. INCORRETA. Os alauítas são árabes muçulmanos. INCORRETA. O conflito na Síria se dá pela oposição da maioria sunita contra a minoria alauíta. Resposta da questão 8: [D] Na Síria, os rebeldes da Primavera Árabe, oriundos principalmente da maioria sunita, lutam contra o regime autoritário que governa o país desde a década de O governo é liderado pelo presidente Bachar Al Assad, pertencente a um clã (grupo familiar) oriundo da minoria alauita (ramificação dos xiitas) que detém poder militar e parte do poder econômico. O regime é apoiado também por parte da elite econômica sunita do país. Em 2012, a Síria encontrava-se em guerra civil entre o governo e os rebeldes, muitos organizados por meio do ELS (Exército Livre da Síria). Resposta da questão 9: [B] A Primavera Árabe é um movimento por democracia contra regimes autoritários no Oriente Médio e Norte da África que se originou no final de Na Síria, o movimento luta contra o governo autoritário de Bachar Al Assad, pertencente aos alauitas (ramificação dos xiitas), grupo religioso que detém grande poder econômico e militar no país. A oposição é composta principalmente pelos sunitas, grupo que perfaz a maioria da população. O principal grupo armado contra o governo é o ELS (Exército Livre da Síria). Resposta da questão 10: [E] A Primavera Árabe constitui um movimento por democracia contra regimes autoritários do norte da África e do Oriente Médio: Tunísia, Líbia, Egito, Síria, Barein e Iêmen. Resposta da questão 11: [E] A Síria (2) atravessa uma guerra civil entre o governo autoritário de Bachar Al Assad (oriundo da minoria alauíta) e rebeldes (em sua maioria oriundos da maioria sunita e integrantes do ELS Exército Livre da Síria) da Primavera Árabe que lutam por democracia. O Irã (3) é um país teocrático, ou seja, a região influencia a política. A maioria da população é muçulmana xiita e o país apresenta um polêmico programa nuclear, que para o governo do país tem finalidade pacífica, mas que para os inimigos geopolíticos (EUA, Israel e algumas nações europeias) apresenta objetivos bélicos. A Turquia (3) é um país emergente que teve expressivo desempenho econômico a partir da década de 2000, apresenta maioria muçulmana sunita e é um país laico. Com a rejeição de parte da Europa a sua entrada na União Europeia, a Turquia tem se aproximado cada vez mais dos países do Oriente Médio e de outras nações emergentes. Resposta da questão 12: [C] Fazendo a inferência que a música trata do período iniciado na década de 1990 com a dissolução do socialismo denominado de ordem do mundo multipolar, cujo sistema de poder se assenta na capacidade tecnológica e financeira das potencias mundiais, as alternativas [A], [B] e [D] correspondem a eventos característicos do período. Como mencionado corretamente na alternativa [C], a Guerra do Iraque traduz a militarização típica da Guerra Fria, sistema de poder internacional encerrado na década de 1980/90 e, portanto, corresponde ao que está fora da ordem. Resposta da questão 13: [E] Como mencionado corretamente na alternativa [E], os Estados Unidos e a Coreia do Norte iniciaram, em fevereiro de 2012, uma aproximação diplomática que resultou em um acordo em que o governo estadunidense envia um

14 pacote de ajuda alimentar em troca da suspensão do lançamento de mísseis de longo alcance, dos testes nucleares e do programa de enriquecimento de urânio. O objetivo era a desnuclearização da península. Resposta da questão 14: [B] Como mencionado corretamente na alternativa [B], após os ataques de 11/09, os Estados Unidos adotaram a Doutrina Bush ou Doutrina de Segurança Nacional, que resultou na invasão do Afeganistão em 2001 e do Iraque em Estão incorretas as alternativas: [A], porque a formação da OTAN ocorreu no contexto da Guerra Fria, em 1949; [C], porque a deposição dos governos líbio e egípcio ocorreu no contexto da Primavera Árabe em 2011; [D], porque, dos países citados, o Irã é o único que investe sistematicamente no desenvolvimento de tecnologia nuclear, sem estar, à época dos ataques, associado à rede terrorista. Resposta da questão 15: [C] Apesar da democratização da região após a década de 1970, a América Latina continua mostrando variados graus de dependência econômica e financeira em relação aos países mais desenvolvidos. Com exceção do Brasil, mais destacado, México e Argentina, considerados emergentes, os demais países que apresentam essas dependências com maior intensidade sofrem no comércio externo com economias primárias que acabam acarretando subdesenvolvimento capaz de fomentar distúrbios socioeconômicos. A Bolívia com Evo Morales, o Equador com Correa e a Venezuela de Hugo Chaves, são exemplos de governos populistas. A alternativa [A] é falsa, o Brasil é o principal interlocutor da América Latina. O México tem sofrido instabilidade interna devido a conflitos com narcotraficantes. A alternativa [B] é falsa, a Colômbia não é produtora de petróleo. A alternativa [D] é falsa, a economia cubana tem baixo ritmo de crescimento e depende de investimentos do Canadá, Espanha, Brasil entre outros países. Resposta da questão 16: [D] Com a invasão soviética surgiu o movimento de resistência ao invasor formado por muejaidins, a Al Qaeda (A Base) liderada por Osama Bin Laden. O Hezbollad é um movimento extremista com representatividade parlamentar no Líbano, mantido principalmente pelo Irã. Resposta da questão 17: [B] A indicação da localização (região Mesopotâmia) e a representação do rio Eufrates, representa a área do Oriente Médio onde hoje se encontra o Iraque. Região drenada pelo rio Eufrates e também o Tigre que juntam formam a importante região da Mesopotâmia, terras que abrigaram uma importante civilização há aproximadamente anos atrás. Resposta da questão 18: [E] A Venezuela atravessa um momento crítico. País detentor de enormes reservas de petróleo tem um governo com forte viés autoritário. O presidente Hugo Chaves promoveu nos últimos anos inúmeras mudanças constitucionais que expressam uma tendência de controle sobre a população e suas instituições. Apesar da riqueza natural, o país enfrenta crises de produção agrícola, geração e distribuição de energia e falta d água. No entanto uma das metas do governo venezuelano é aumentar sua influência regional. A criação da Alba é uma dessas expressões, propondo a unificação política e econômica entre países sul-americanos e centro-americanos, também com a intenção de afrontar a política norte-americana para essa região. A alternativa [A] é falsa, o MERCOSUL é hoje em dia, um bloco com área de influência maior do que o cone sul, tendo a própria Venezuela como membro. A alternativa [B] é falsa, o Nafta (North American Free Trade Agriment), bloco de livre comércio norte-americano, não se articula com a América Central. A alternativa [C] é falsa, a Venezuela não se articula com países do bloco andino a não ser os governados por líderes de discurso socialista como Evo Morales da Bolívia e Rafael Correa do Equador, por interesses geopolíticos.

15 A alternativa [D] é falsa, a Unasul é um megabloco com a participação de todo o continente, não se caracterizando como área de influência do governo venezuelano. Resposta da questão 19: [E] O conflito entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul é considerado um dos últimos vestígios da guerra fria. É interessante salientar o recente rompimento de relações entre os dois países em abril de 2010, instabilizando ainda mais a situação. A alternativa [A] é falsa, a Revolução Chinesa é de A alternativa [B] é falsa, o conflito iniciou-se em 1950 e apesar dos EUA pressionarem os norte-coreanos até próximo à fronteira chinesa, a entrada de tropas chinesas em auxílio à Coreia do Norte levou os combates até o paralelo 38ºN, onde se encerrou o conflito após armistício em 1953 com a Coreia dividida. A alternativa [C] é falsa, Mao Tse-tung apoiou a Coreia do Norte em todo o conflito por interesses geopolíticos de expansão dos chineses no campo comunista. A alternativa [D] é falsa, os dois estados continuam em estado de guerra. Resposta da questão 20: [D] O avanço tecnológico nas comunicações, informática e nos transportes provocou um encolhimento das distâncias e favoreceu uma enorme conexão entre praticamente todas as regiões do globo. A globalização atingiu quase todo o mundo e provocou forte concentração de renda e exclusão social. Os países capitalistas centrais foram os que mais se valeram desse momento e praticamente dominam o sistema financeiro, econômico e industrial e exercem grande influência. É preciso notar a presença de novos atores no cenário internacional, como a China, Índia e Brasil, potências emergentes e o declino ou desaparecimento dos antigos Impérios. A alternativa [A] é falsa, Índia e Paquistão não estão entre as maiores potencias nucleares no século XXI. A alternativa [B] é falsa, o Ocidente tem medo da proliferação de armas nucleares. A alternativa [C] é falsa, o Irã não abre mão de seu projeto nuclear. A alternativa [E] é falsa, cada vez mais a paz no Oriente Médio depende de ações conjuntas entre nações direta ou indiretamente envolvidas. Resposta da questão 21: Uma razão do interesse estadunidense no Oriente Médio, das apresentadas a seguir, entre outras: - ampliar e manter a hegemonia e a política americana junto aos países árabes: O oriente Médio é uma área de disputa entre os polos ou centros importantes do mundo (Estados Unidos, União Europeia, Japão e China). No momento atual, a hegemonia é dos Estados Unidos, todavia, pode ser alterada pelas disputas dos diferentes focos de interesse ou pela união dos povos e estados islâmicos. Essa hegemonia foi alcançada por meio de ações unilaterais, invasões, ocupações e embargos econômicos por parte dos Estados Unidos; - controlar a produção e a comercialização de petróleo e gás natural: As empresas estadunidenses são as principais exploradoras do petróleo extraído no Oriente Médio, e os Estados Unidos são os maiores consumidores mundiais de petróleo; - apoiar a manutenção do Estado de Israel: Os Estados Unidos apoiam o Estado de Israel na luta contra os palestinos em defesa (política e econômica) da colônia judaica internacional em virtude de Israel constituir-se em ponto de apoio para a defesa dos interesses estadunidenses no petróleo do Oriente Médio; - combater os grupos terroristas Islâmicos: Os grupos terroristas islâmicos surgiram na década de 1980 objetivando combater o estado de Israel e a implantação de um estado palestino islâmico. Como os Estados Unidos apoiam o Estado de Israel ao mesmo tempo em que defendem os seus interesses no petróleo, a ação desses grupos terroristas passou a ter também como objetivo atingir os Estados Unidos. Resposta da questão 22: [E] Resposta da questão 23: [A]

16 Resposta da questão 24: [B] Resposta da questão 25: [A] Resposta da questão 26: a) Repercussão negativa com perda do principal comprador dos produtos venezuelanos, notadamente do petróleo. Isolamento no cenário econômico mundial. b) O Brasil é a principal economia latino-americana, o maior país, o maior produtor industrial, além de sua projeção geopolítica. Demanda energética - petróleo e hidroelétrica nos rios venezuelanos. Resposta da questão 27: [B] Resposta da questão 28: [B] A questão chama a atenção para o histórico problema das ilhas Malvinas (ou Falkland, como preferem os britânicos) para a Argentina. O tema, como diz o próprio enunciado, está sempre presente na agenda argentina que não esquece o enclave a 70 km de sua costa. O atual governo de Cristina Kirchner utiliza de mecanismos nacionalistas e/ou populistas para a mobilização do povo. O controle da mídia, a soberania argentina, os embates com os ruralistas são temas do governo atual para recuperar a popularidade e autoestima do povo argentino. Resposta da questão 29: = 60 A economia russa atual é de mercado e segundo o Tratado de Moscou, de maio de 2002 (o Tratado de Reduções Ofensivas), assinado pelos EUA e pela Federação Russa, os dois países comprometeram-se a reduzir seu arsenal operacional para algo entre e ogivas nucleares até Apesar de a Coreia do Norte apresentar um número menor de ogivas e de gastos militares em relação à China, pela postura de rivalidade do governo norte coreano com a vizinha Coreia do Sul, o país constitui uma ameaça para a paz mundial. Resposta da questão 30: A partir da década de 1970, neoliberalismo passou a significar a doutrina econômica que defende a absoluta liberdade de mercado e a restrição da intervenção estatal sobre a economia, só devendo esta ocorrer em setores imprescindíveis e ainda assim num grau mínimo (Estado Mínimo). É nesse segundo sentido que o termo é mais usado hoje em dia.

Oriente Médio. Geografia Monitor: Renata Carvalho e Eduardo Nogueira 21, 24 e 25/10/2014. Material de Apoio para Monitoria

Oriente Médio. Geografia Monitor: Renata Carvalho e Eduardo Nogueira 21, 24 e 25/10/2014. Material de Apoio para Monitoria Oriente Médio 1.(VEST - RIO) A Guerra do Líbano, o conflito Irã/ Iraque, a questão Palestina, a Guerra do Golfo, são alguns dos conflitos que marcam ou marcaram o Oriente Médio. Das alternativas abaixo,

Leia mais

Geografia. Questão 1. Questão 2. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor:

Geografia. Questão 1. Questão 2. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Geografia Questão 1 Em 1967, por ocasião da Guerra dos Seis Dias, Israel ocupou de seus vizinhos árabes uma série de territórios, entre eles a Península do

Leia mais

ATUDALIDADES - Conflitos na Atualidade

ATUDALIDADES - Conflitos na Atualidade ATUDALIDADES - Conflitos na Atualidade Origem dos povos ORIENTE MÉDIO: Conflitos árabes-israelenses: 1948 Independência de Israel 1949 Guerras da Independência 1956 Crise de Suez 1964 Criação da OLP` 1967

Leia mais

ATUALIDADES -GABARITO

ATUALIDADES -GABARITO ATUALIDADES -GABARITO Profª Rose IMERSÃO Atualidades: Primeiro Semestre 213 Rosemari Rodrigues 1. (Uepg 213) A Síria tem apresentado manifestações políticas por parte de rebeldes e repressões sangrentas

Leia mais

Exercícios sobre Israel e Palestina

Exercícios sobre Israel e Palestina Exercícios sobre Israel e Palestina Material de apoio do Extensivo 1. Observe o mapa a seguir, que representa uma área do Oriente Médio, onde ocorrem grandes tensões geopolíticas. MAGNOLI, Demétrio; ARAÚJO,

Leia mais

ATIVIDADES EXTRAS. Data: Entrega:

ATIVIDADES EXTRAS. Data: Entrega: Geografia ATIVIDADES EXTRAS Tema: Data: Entrega: Valor: Nota: AVALIAÇÕES Conteúdo: Data: Valor: Nota: A Geopolítica no Oriente Médio Atlas National Geographic Visitante contempla a vista de um restaurante

Leia mais

Capítulo 12 Oriente Médio: zona de tensões

Capítulo 12 Oriente Médio: zona de tensões Capítulo 12 Oriente Médio: zona de tensões Aspectos Físicos Área: 6,8 milhões de km² porção continental e peninsular. Relevo: - Domínio de terras altas: planaltos. - Planície da Mesopotâmia Predomínio

Leia mais

Unidade III. Aula 16.1 Conteúdo Aspectos políticos. A criação dos Estados nas regiões; os conflitos árabe-israelenses. Cidadania e Movimento

Unidade III. Aula 16.1 Conteúdo Aspectos políticos. A criação dos Estados nas regiões; os conflitos árabe-israelenses. Cidadania e Movimento CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade III Cidadania e Movimento Aula 16.1 Conteúdo Aspectos políticos. A criação dos Estados nas regiões; os conflitos árabe-israelenses. 2

Leia mais

Guerra fria (o espaço mundial)

Guerra fria (o espaço mundial) Guerra fria (o espaço mundial) Com a queda dos impérios coloniais, duas grandes potências se originavam deixando o mundo com uma nova ordem tanto na parte política quanto na econômica, era os Estados Unidos

Leia mais

ATIVIDADES ONLINE 9º ANO

ATIVIDADES ONLINE 9º ANO ATIVIDADES ONLINE 9º ANO 1) (UFV) Das alternativas, aquela que corresponde à causa do acordo entre Israel e a Organização para Libertação da Palestina (OLP) é: a) o fortalecimento do grupo liderado por

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS 11) China, Japão e Índia são três dos principais países asiáticos. Sobre sua História, cultura e relações com o Ocidente, analise as afirmações a seguir. l A China passou por um forte processo de modernização

Leia mais

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA Causas da Hegemonia atual dos EUA Hegemonia dos EUA Influência Cultural: músicas, alimentações, vestuários e língua Poderio Econômico: 20% do PIB global Capacidade Militar sem

Leia mais

A resolução 1559 e o assassinato do ex- Primeiro Ministro Rafic Al Hariri e seus impactos para o equilíbrio regional de poder no Oriente Médio

A resolução 1559 e o assassinato do ex- Primeiro Ministro Rafic Al Hariri e seus impactos para o equilíbrio regional de poder no Oriente Médio A resolução 1559 e o assassinato do ex- Primeiro Ministro Rafic Al Hariri e seus impactos para o equilíbrio regional de poder no Oriente Médio Análise Segurança Prof. Danny Zahreddine 25 de fevereiro de

Leia mais

Disputa pela hegemonia mundial entre Estados Unidos e URSS após a II Guerra Mundial. É uma intensa guerra econômica, diplomática e tecnológica pela conquista de zonas de influência. Ela divide o mundo

Leia mais

Século XXI. Sobre a cultura islâmica após os atentados de 11 de setembro. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito.

Século XXI. Sobre a cultura islâmica após os atentados de 11 de setembro. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito. Século XXI Oficialmente, o século XXI, inicia-se cronologicamente no final do ano 2000. Historicamente podemos destacar que os eventos que aconteceram um ano após a entrada do novo milênio marcam a chegada

Leia mais

Conflitos no Oriente Médio. Prof a Maria Fernanda Scelza

Conflitos no Oriente Médio. Prof a Maria Fernanda Scelza Conflitos no Oriente Médio Prof a Maria Fernanda Scelza Revolução Iraniana 1953: o Xá (rei) Mohamed Reza Pahlevi passou a governar autoritariamente o Irã; Seu objetivo era ocidentalizar o país, tornando-o

Leia mais

Para saber mais! Nações sem Território IDH. 8ºANO Expedição 1 Professora Bruna Andrade

Para saber mais! Nações sem Território IDH. 8ºANO Expedição 1 Professora Bruna Andrade Para saber mais! Nações sem Território IDH 8ºANO Expedição 1 Professora Bruna Andrade 1. Nações sem Território ma NAÇÃO é formada por um grupo de indivíduos que apresenta características históricas, culturais,

Leia mais

AMÉRICA: PROJETOS DE INTEGRAÇÃO GEOGRAFIA 8ºANO PRFª BRUNA ANDRADE

AMÉRICA: PROJETOS DE INTEGRAÇÃO GEOGRAFIA 8ºANO PRFª BRUNA ANDRADE AMÉRICA: PROJETOS DE INTEGRAÇÃO GEOGRAFIA 8ºANO PRFª BRUNA ANDRADE A FORMAÇÃO DOS ESTADOS LATINO- AMERICANOS OS PAÍSES DA AMÉRICA LATINA FORMARAM-SE A PARTIR DA INDEPENDÊNCIA DA ESPANHA E PORTUGAL. AMÉRICA

Leia mais

Oriente Médio Oceania

Oriente Médio Oceania 1 Fonte: Para viver juntos: Geografia, 9º ano: ensino fundamental. São Paulo: Edições SM, 2008, p. 206. O mapa acima nos mostra uma região que tem sido motivo de disputas e conflitos entre os europeus

Leia mais

A nova lei anti-secessão e as relações entre a China e Taiwan. Análise Segurança

A nova lei anti-secessão e as relações entre a China e Taiwan. Análise Segurança A nova lei anti-secessão e as relações entre a China e Taiwan Análise Segurança Bernardo Hoffman Versieux 15 de abril de 2005 A nova lei anti-secessão e as relações entre a China e Taiwan Análise Segurança

Leia mais

O mundo árabe-muçulmano após a Primavera. Prof. Alan Carlos Ghedini

O mundo árabe-muçulmano após a Primavera. Prof. Alan Carlos Ghedini O mundo árabe-muçulmano após a Primavera Prof. Alan Carlos Ghedini Entre as causas da Primavera Árabe podemos citar: Altos índices de desemprego na região Crise econômica Pouca ou nenhuma representação

Leia mais

DATA: VALOR: 20 PONTOS NOME COMPLETO:

DATA: VALOR: 20 PONTOS NOME COMPLETO: DISCIPLINA: Geografia PROFESSOR(A): Rodrigo/Saulo DATA: VALOR: 20 PONTOS NOTA: NOME COMPLETO: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2ªEM TURMA: Nº: 01. RELAÇÃO DO CONTEÚDO Demografia (Transição

Leia mais

Organizações internacionais Regionais

Organizações internacionais Regionais Organizações internacionais Regionais Percurso 4 Geografia 9ºANO Profª Bruna Andrade e Elaine Camargo Os países fazem uniões a partir de interesses comuns. Esses interesses devem trazer benefícios aos

Leia mais

Ensino Fundamental II

Ensino Fundamental II Ensino Fundamental II Valor do trabalho: 2.0 Nota: Data: /dezembro/2014 Professora: Angela Disciplina: Geografia Nome: n o : Ano: 8º Trabalho de Recuperação Final de Geografia ORIENTAÇÕES: Leia atentamente

Leia mais

A formação do Estado de Israel

A formação do Estado de Israel A formação do Estado de Israel 1946: 500 mil judeus na Palestina querem a independência de Israel do domínio britânico Aumento da tensão entre israelenses e ingleses: centenas de ataques de judeus a britânicos

Leia mais

Os vetos de China e Rússia no caso da Síria: Interesses humanitários ou políticos?

Os vetos de China e Rússia no caso da Síria: Interesses humanitários ou políticos? Os vetos de China e Rússia no caso da Síria: Interesses humanitários ou políticos? Análise Ásia Luciana Leal Resende Paiva Márcia de Paiva Fernandes 31 de Março de 2012 Os vetos de China e Rússia no caso

Leia mais

ORIENTE MÉDIO CAPÍTULO 10 GRUPO 07

ORIENTE MÉDIO CAPÍTULO 10 GRUPO 07 ORIENTE MÉDIO CAPÍTULO 10 GRUPO 07 LOCALIZAÇÃO Compreende a região que se estende do Mar Vermelho e Canal de Suez, no Egito, até o Afeganistão, a leste. Também fazem parte do Oriente Médio a Ilha de Chipre,

Leia mais

Descolonização e Lutas de Independência no Século XX

Descolonização e Lutas de Independência no Século XX Descolonização e Lutas de Independência no Século XX A Independência da Índia (1947) - Antecedentes: Partido do Congresso (hindu) Liga Muçulmana Longa luta contra a Metrópole inglesa - Desobediência pacífica

Leia mais

Resolução de Questões- Tropa de Elite ATUALIDADES Questões- AULA 1-4 NILTON MATOS

Resolução de Questões- Tropa de Elite ATUALIDADES Questões- AULA 1-4 NILTON MATOS Resolução de Questões- Tropa de Elite ATUALIDADES Questões- AULA 1-4 NILTON MATOS 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. OBS: EM NEGRITO OS ENUNCIADOS, EM AZUL AS

Leia mais

01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio.

01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio. 01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio. Sobre essa questão, leia atentamente as afirmativas abaixo: I. Em 11 de setembro de 2001, os EUA sofreram um violento

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 3ª Etapa 2014 Disciplina: Geografia Série: 1ª Professor : Carlos Alexandre Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Professora Erlani. Capítulo 3 Apostila 4

Professora Erlani. Capítulo 3 Apostila 4 Capítulo 3 Apostila 4 Aspectos cruciais para a compreensão do Oriente Médio e de suas relações internacionais petróleo e terrorismo. Petróleo indispensável como fonte de energia. Terrorismo desencadeia

Leia mais

Colégio Jardim São Paulo 2012 9 os Anos. ORIENTE MÉDIO 2. prof. Marcelo Duílio profa. Mônica Moraes

Colégio Jardim São Paulo 2012 9 os Anos. ORIENTE MÉDIO 2. prof. Marcelo Duílio profa. Mônica Moraes Colégio Jardim São Paulo 2012 9 os Anos. ORIENTE MÉDIO 2 prof. Marcelo Duílio profa. Mônica Moraes 1 ORIENTE MÉDIO Quadro político e socioeconômico Essa região divide se politicamente em uma porção continental:

Leia mais

GEOGRAFIA O mapa a seguir deverá ser usado como base para responder as questões 01 e 02.

GEOGRAFIA O mapa a seguir deverá ser usado como base para responder as questões 01 e 02. GEOGRAFIA O mapa a seguir deverá ser usado como base para responder as questões 01 e 02. (MORAES, P. R. Geografia geral e do Brasil.. ed. São Paulo: HARBRA, 2005. p. 11.) 01 Ao se cruzarem, os paralelos

Leia mais

E.E. Dr. João Thienne Geografia

E.E. Dr. João Thienne Geografia E.E. Dr. João Thienne Geografia INTRODUÇÃO O presente trabalho é sobre conflitos no Cáucaso, mais concretamente o caso da Chechênia. São objetivos deste trabalho adquirir conhecimentos sobre o assunto,

Leia mais

07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se:

07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se: + + = = = + = = = = = = 07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se: (1) PP'A: 4 = cos60º = 1 = () PABC é regular P' é baricentro y = y = () ABC é equilátero + y =

Leia mais

RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS DAS

RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS DAS 1 RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS DAS QUESTÕES ( ) I Unidade ( ) II Unidade ( x ) III Unidade FÍSICA E GEOGRAFIA Curso: Ensino Fundamental Ano: 9.º Turma: ABCDEF Data: / / 1 11 009 Física Prof. s Fernandes e

Leia mais

PROVA GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010

PROVA GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010 PROVA GEOGRAFIA 1 o TRIMESTRE DE 2010 PROF. FERNANDO NOME N o 8 o ANO A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta.

Leia mais

ORIENTE MÉDIO. Col. Santa Clara Prof. Marcos

ORIENTE MÉDIO. Col. Santa Clara Prof. Marcos ORIENTE MÉDIO Col. Santa Clara Prof. Marcos DÉFICIT HÍDRICO NO ORIENTE MÉDIO ONU: escassez de água = menos de 1.000 m³ por ano, por pessoa. Oriente Médio = 700 m³/pessoa ao ano CRESCENTE FÉRTIL - Rios

Leia mais

O Complexo Jogo dos Espaços Mundiais

O Complexo Jogo dos Espaços Mundiais O Complexo Jogo dos Espaços Mundiais O Mundo está fragmentado em centenas de países, mas ao mesmo tempo, os países se agrupam a partir de interesses em comum. Esses agrupamentos, embora não deixem de refletir

Leia mais

EUA: Expansão Territorial

EUA: Expansão Territorial EUA: Expansão Territorial Atividades: Ler Livro didático págs. 29, 30 e 81 a 86 e em seguida responda: 1) Qual era a abrangência do território dos Estados Unidos no final da guerra de independência? 2)

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 3C

CADERNO DE EXERCÍCIOS 3C CADERNO DE EXERCÍCIOS 3C Ensino Fundamental Ciências Humanas Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 1 África: Colonização e Descolonização H40 2 Terrorismo H46 3 Economia da China H23 4 Privatizações

Leia mais

2º ano Alessandro Gorgulho GEOGRAFIA

2º ano Alessandro Gorgulho GEOGRAFIA 2º ano Alessandro Gorgulho GEOGRAFIA 1) (FEEVALE) Na Ásia, ocorre um conflito histórico, resultante da independência da Índia (antiga colônia britânica) em 1947, entre muçulmanos e hindus. A região pertence

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org CLIPPING FSM 2009 AMAZÔNIA Jornal: CARTA MAIOR Data: 30/01/09 http://www.cartamaior.com.br/templates/materiamostrar.cfm?materia_id=15547

Leia mais

GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 56 ORIENTE MÉDIO: CARACTERÍSTICAS GERAIS

GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 56 ORIENTE MÉDIO: CARACTERÍSTICAS GERAIS GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 56 ORIENTE MÉDIO: CARACTERÍSTICAS GERAIS Como pode cair no enem A Geografia, enquanto descrição metodológica dos espaços, tanto sob os aspectos que se convencionou chamar de

Leia mais

1) Caracterize a economia e a história recente da região insular da América Central.

1) Caracterize a economia e a história recente da região insular da América Central. 1) Caracterize a economia e a história recente da região insular da América Central. 2) Considere a tabela para responder à questão: TAXA DE CRESCIMENTO URBANO (em %) África 4,3 Ásia 3,2 América Lat./Caribe

Leia mais

África. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito. Blaise Pascal 30. www1.folha.uol.com.br

África. Palavras amáveis não custam nada e conseguem muito. Blaise Pascal 30. www1.folha.uol.com.br África Acredita-se que a situação atual da África seja resultado da maneira em que foi colonizado pelos Europeus. Por meio de colônia de exploração de recursos mineiras, separação dos territórios tribais

Leia mais

RESOLUÇÃO: O QUE É GEOGRAFIA

RESOLUÇÃO: O QUE É GEOGRAFIA O QUE É GEOGRAFIA 01. (Ufpe) Vamos supor que um determinado pesquisador escreveu o seguinte texto sobre a Amazônia brasileira. "A Amazônia brasileira, uma das principais regiões do País, está fadada ao

Leia mais

Capítulo 03 Mercados regionais

Capítulo 03 Mercados regionais Capítulo 03 Mercados regionais As organizações decidem atuar no mercado global quando sabem que o crescimento externo será maior do que o interno. Nesse sentido, a China é um dos mercados para onde as

Leia mais

Em resumo: Geopolítica é o estudo das relações entre os Estados na disputa pelo controle do poder e a capacidade de exercê-lo sobre os demais países.

Em resumo: Geopolítica é o estudo das relações entre os Estados na disputa pelo controle do poder e a capacidade de exercê-lo sobre os demais países. 21/10/2014 Em resumo: Geopolítica é o estudo das relações entre os Estados na disputa pelo controle do poder e a capacidade de exercê-lo sobre os demais países. O NASCIMENTO DA DISCIPLINA: Ratzel, no contexto

Leia mais

A ascensão dos subdesenvolvidos. Geografia Professor Daniel Nogueira

A ascensão dos subdesenvolvidos. Geografia Professor Daniel Nogueira GE GRAFIA A ascensão dos subdesenvolvidos Geografia Professor Daniel Nogueira Os grupos econômicos são grupos de países com comportamento econômico específico. Geralmente economias com aspectos semelhantes.

Leia mais

A América Central continental Guatemala, Costa Rica, Honduras, Nicarágua e El Salvador já foram parte do

A América Central continental Guatemala, Costa Rica, Honduras, Nicarágua e El Salvador já foram parte do p. 110 A América Central continental Guatemala, Costa Rica, Honduras, Nicarágua e El Salvador já foram parte do México até sua independência a partir de 1823; Em 1839 tornam-se independentes fracasso da

Leia mais

Unidade III. Aula 17.1 Conteúdo Países árabes; Turquia. Cidadania e Movimento FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES

Unidade III. Aula 17.1 Conteúdo Países árabes; Turquia. Cidadania e Movimento FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade III Cidadania e Movimento Aula 17.1 Conteúdo Países árabes; Turquia. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Habilidade:

Leia mais

Exercícios de Oriente Médio

Exercícios de Oriente Médio Exercícios de Oriente Médio 1. (Cesgranrio) Quanto aos conflitos entre árabes e israelenses, podemos dizer que: I - se aceleram com a partilha da Palestina realizada pela ONU em 1947, que deu origem ao

Leia mais

Região de conflitos 1) Irã x Iraque: 2) Guerra do Golfo ou Iraque x Kuwait 3) Guerra no Afeganistão: 4) Guerra no Iraque ou Iraque x EUA:

Região de conflitos 1) Irã x Iraque: 2) Guerra do Golfo ou Iraque x Kuwait 3) Guerra no Afeganistão: 4) Guerra no Iraque ou Iraque x EUA: AVALIAÇÃO MENSAL DE GEOGRAFIA 1º Bim./2012 GABARITO Professor(a): Marcelo Duílio / Mônica Moraes Curso: Fund. II 9º ano Data: 08 / 03 / 2012 Tarde versão 2 Nome: BOA PROVA!!! Nº.: Instruções gerais Para

Leia mais

Guerra por domínio territorial e econômico.

Guerra por domínio territorial e econômico. Guerra da Crimeia Quando: De 1853 até 1856 Guerra por domínio territorial e econômico. Cerca de 595 mil mortos Por que começou: A Rússia invocou o direito de proteger os lugares santos dos cristãos em

Leia mais

As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial

As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial As instituições internacionais e a reorganização do espaço geográfico mundial ONU A ONU (Organização das Nações Unidas) foi fundada no dia 24 de outubro de 1945, em São Francisco, Estados Unidos. O encontro

Leia mais

É o estudo do processo de produção, distribuição, circulação e consumo dos bens e serviços (riqueza).

É o estudo do processo de produção, distribuição, circulação e consumo dos bens e serviços (riqueza). GEOGRAFIA 7ª Série/Turma 75 Ensino Fundamental Prof. José Gusmão Nome: MATERIAL DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL A GEOGRAFIA DO MUNDO SUBDESENVOLVIDO A diferença entre os países que mais chama a atenção é

Leia mais

China e seu Sistemas

China e seu Sistemas China e seu Sistemas Em 1949, logo depois da revolução chinesa, a China possuía 540 milhões de habitantes, e se caracterizava por ser predominantemente rural, neste período o timoneiro Mao Tsetung, enfatizava

Leia mais

O Cebrapaz é uma expressão organizada do sentimento da sociedade brasileira contra as guerras e em solidariedade aos povos em luta no mundo.

O Cebrapaz é uma expressão organizada do sentimento da sociedade brasileira contra as guerras e em solidariedade aos povos em luta no mundo. O Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz) aprovou na Assembleia Nacional encerrada sábado (9), uma Declaração em que renova as convicções dos ativistas brasileiros pela

Leia mais

SOCIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 05 O MODELO CAPITALISTA BRASILEIRO E A NOVA ORDEM INTERNACIONAL

SOCIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 05 O MODELO CAPITALISTA BRASILEIRO E A NOVA ORDEM INTERNACIONAL SOCIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 05 O MODELO CAPITALISTA BRASILEIRO E A NOVA ORDEM INTERNACIONAL Como pode cair no enem Leia o trecho abaixo e responda: A propriedade do rei suas terras e seus tesouros se

Leia mais

8º ANO ATIVIDADES ONLINE

8º ANO ATIVIDADES ONLINE 8º ANO ATIVIDADES ONLINE 1) Analise a tabela e responda. a) Entre os países andinos, qual apresenta maior desenvolvimento, de acordo com o IDH? E menor desenvolvimento? b)que tipo de produto predomina

Leia mais

GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 58 A RÚSSIA ATUAL

GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 58 A RÚSSIA ATUAL GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 58 A RÚSSIA ATUAL Como pode cair no enem (UFG) A geopolítica é uma disciplina que estuda os conflitos dos Estados nações e procura compreender, no mundo contemporâneo, a diversidade

Leia mais

China e seu Sistemas

China e seu Sistemas China e seu Sistemas Em 1949, logo depois da revolução chinesa, a China possuía 540 milhões de habitantes, e se caracterizava por ser predominantemente rural, neste período o timoneiro Mao Tsetung, enfatizava

Leia mais

Uma Primavera dos Povos Árabes?

Uma Primavera dos Povos Árabes? Uma Primavera dos Povos Árabes? Documento de Trabalho Oriente Médio e Magreb Danny Zahreddine 18 de Junho de 2011 Uma Primavera dos Povos Árabes? Documento de Trabalho Oriente Médio e Magreb Danny Zahreddine

Leia mais

Exercícios Reorganização Política Internacional

Exercícios Reorganização Política Internacional Exercícios Reorganização Política Internacional 1. (Ufg 2013) Analise a charge a seguir. A charge refere-se a dois temas: o papel do Estado na economia e as relações de trabalho. A respeito desses temas,

Leia mais

AMÉRICA LATINA Professor: Gelson Alves Pereira

AMÉRICA LATINA Professor: Gelson Alves Pereira Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio AMÉRICA LATINA Professor: Gelson Alves Pereira 1- INTRODUÇÃO Divisão do continente americano por critério físico por critérios culturais Área da América Latina:

Leia mais

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE Conceitos Diversos Estado É uma organização políticoadministrativa da sociedade. Estado-nação - Quando um território delimitado é composto de um governo e uma população

Leia mais

Israel e o mundo Árabe

Israel e o mundo Árabe Israel e o mundo Árabe Leonardo Herms Maia¹ Regina Cohen Barros² Para uma compreensão espacial e econômica deste assunto, irei abordar temas principais que nos mostram como Israel se tornou uma grande

Leia mais

ESTADO ISLÂMICO: ORIGENS, SITUAÇÃO ATUAL E DESDOBRAMENTOS NO SI. Alexandre Fuccille (UNESP)

ESTADO ISLÂMICO: ORIGENS, SITUAÇÃO ATUAL E DESDOBRAMENTOS NO SI. Alexandre Fuccille (UNESP) ORIGENS, SITUAÇÃO ATUAL E DESDOBRAMENTOS NO SI Alexandre Fuccille (UNESP) O OVO DA SERPENTE O OVO DA SERPENTE O OVO DA SERPENTE Fim da 1º Guerra Mundial (1918): desagregação do Império Otomano e partilha

Leia mais

CRISE DO ANTIGO SISTEMA COLONIAL

CRISE DO ANTIGO SISTEMA COLONIAL CRISE DO ANTIGO SISTEMA COLONIAL BASES COMUNS DO SISTEMA COLONIAL PACTO-COLONIAL Dominação Política Monopólio Comercial Sistema de Produção Escravista ESTRUTURA SOCIAL DAS COLONIAS ESPANHOLAS Chapetones

Leia mais

O IMPERIALISMO EM CHARGES. Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com. 1ª Edição (2011)

O IMPERIALISMO EM CHARGES. Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com. 1ª Edição (2011) O IMPERIALISMO EM CHARGES 1ª Edição (2011) Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com Imperialismo é a ação das grandes potências mundiais (Inglaterra, França, Alemanha, Itália, EUA, Rússia

Leia mais

GEOGRAFIA. INSTRUÇÃO: Responder à questão 18 com base nas afirmações referentes à água potável no mundo.

GEOGRAFIA. INSTRUÇÃO: Responder à questão 18 com base nas afirmações referentes à água potável no mundo. GEOGRAFIA 16) Qual é a hora solar de uma cidade localizada 25º Oeste, sabendo-se que, no centro do fuso na qual está situada, a hora solar corresponde a 18 horas? A) 18 horas. B) 17 horas e 40 minutos.

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org O Movimento Social Palestino rumo ao FME O Fórum Mundial da Educação na Palestina será realizado

Leia mais

A Irlanda do Norte, ou Ulster, e a República da Irlanda, ou Eire, situam-se na Ilha da Irlanda. Na Irlanda do Norte, que integra o Reino Unido, vivem

A Irlanda do Norte, ou Ulster, e a República da Irlanda, ou Eire, situam-se na Ilha da Irlanda. Na Irlanda do Norte, que integra o Reino Unido, vivem QUESTÃO IRLANDESA A Irlanda do Norte, ou Ulster, e a República da Irlanda, ou Eire, situam-se na Ilha da Irlanda. Na Irlanda do Norte, que integra o Reino Unido, vivem cerca de 1,8 milhão de habitantes,

Leia mais

TRÁFICO HUMANO E AS MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS

TRÁFICO HUMANO E AS MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS TRÁFICO HUMANO E AS MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS MOVIMENTOS MIGRATÓRIOS INTERNACIONAIS 1. RAZÕES DAS MIGRAÇÕES FATORES ATRATIVOS X FATORES REPULSIVOS - CONDIÇÕES DE VIDA - OFERTAS DE EMPREGO - SEGURANÇA -

Leia mais

1. Conceito Guerra improvável, paz impossível - a possibilidade da guerra era constante, mas a capacidade militar de ambas potências poderia provocar

1. Conceito Guerra improvável, paz impossível - a possibilidade da guerra era constante, mas a capacidade militar de ambas potências poderia provocar A GUERRA FRIA 1. Conceito Conflito político, econômico, ideológico, cultural, militar entre os EUA e a URSS sem que tenha havido confronto direto entre as duas superpotências. O conflito militar ocorria

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: Geografia Série: 1ª Professor : Carlos Alexandre Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO A prova de História é composta por três questões e vale 10 pontos no total, assim distribuídos: Questão 1 3 pontos (sendo 1 ponto para o subitem A, 1,5

Leia mais

TEMA I A EUROPA E O MUNDO NO LIMIAR DO SÉC. XX

TEMA I A EUROPA E O MUNDO NO LIMIAR DO SÉC. XX TEMA I A EUROPA E O MUNDO NO LIMIAR DO SÉC. XX A supremacia Europeia sobre o Mundo A Europa assumia-se como 1ª potência Mundial DOMÍNIO POLÍTICO Inglaterra, França, Alemanha, Portugal e outras potências

Leia mais

Pressão sobre os recursos nos mercados globais de commodities afeta economia global

Pressão sobre os recursos nos mercados globais de commodities afeta economia global Pressão sobre os recursos nos mercados globais de commodities afeta economia global Conclusão é do novo relatório do Earth Security Group, lançado hoje em São Paulo na sede da Cargill São Paulo, 23 de

Leia mais

ÉTICA E CIDADANIA 1º ano Atividade de classe Beto Candelori 06/04/10. "Insanidade" pede reforma na ONU, diz Lula

ÉTICA E CIDADANIA 1º ano Atividade de classe Beto Candelori 06/04/10. Insanidade pede reforma na ONU, diz Lula ÉTICA E CIDADANIA 1º ano Atividade de classe Beto Candelori 06/04/10 Questão 1 "Insanidade" pede reforma na ONU, diz Lula FABIANO MAISONNAVE / Enviado especial a Caracas /Folha de São Paulo, 17 de janeiro

Leia mais

Geografia/Profª Carol

Geografia/Profª Carol Geografia/Profª Carol Recebe essa denominação porque parte dos territórios dos países platinos que constituem a região é banhada por rios que compõem a bacia hidrográfica do Rio da Prata. Países: Paraguai,

Leia mais

Data: GEOGRAFIA TUTORIAL 5B. Aluno (a): Equipe de Geografia IMAGENS BASE. Fonte: IBGE, 2009.

Data: GEOGRAFIA TUTORIAL 5B. Aluno (a): Equipe de Geografia IMAGENS BASE. Fonte: IBGE, 2009. Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 5B Ensino Médio Equipe de Geografia Data: GEOGRAFIA IMAGENS BASE Fonte: IBGE, 2009. Colégio A. LIESSIN Scholem Aleichem - 1 - NANDA/MAIO/2014-488 TEXTO BASE Os blocos

Leia mais

China: a. Professor Zé Soares. potência do século XXI

China: a. Professor Zé Soares. potência do século XXI China: a Professor Zé Soares potência do século XXI China: o país do espetáculo do crescimento e os problemas atuais Desenvolvimento da nova China; Problemas atuais; Olimpíadas de Pequim; A questão do

Leia mais

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar)

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Somos parte de uma sociedade, que (re)produz, consome e vive em uma determinada porção do planeta, que já passou por muitas transformações, trata-se de seu lugar, relacionando-se

Leia mais

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional CIÊNCIAS HUMANAS (HISTÓRIA/ATUALIDADES/GEOGRAFIA) O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional das sociedades através dos tempos, observando os fatores econômico, histórico,

Leia mais

Conflitos Geopolíticos II. Oriente Médio, África, Índia, Curdistão e Timor Leste

Conflitos Geopolíticos II. Oriente Médio, África, Índia, Curdistão e Timor Leste Conflitos Geopolíticos II Oriente Médio, África, Índia, Curdistão e Timor Leste Oriente Médio Histórico Israel X Palestina 1947 Partilha da Palestina/Israel pela ONU 1948-49 implantação do Estado de Israel

Leia mais

Rússia vende sistema antimíssil para o Irã

Rússia vende sistema antimíssil para o Irã Rússia vende sistema antimíssil para o Irã Resenha Segurança Raphael Rezende Esteves 09 de março de 2007 1 Rússia vende sistema antimíssil para o Irã Resenha Segurança Raphael Rezende Esteves 09 de março

Leia mais

iom haatzmaút 2015 neste ano de 2015 o estado de israel completa 67 anos de independência, do estado palestino judeu e do estado palestino árabe.

iom haatzmaút 2015 neste ano de 2015 o estado de israel completa 67 anos de independência, do estado palestino judeu e do estado palestino árabe. 1 iom haatzmaút 2015 neste ano de 2015 o estado de israel completa 67 anos de independência, decretada no ano de 1948 após uma decisão da assembléia geral da onu de 1947, presidida pelo brasileiro osvaldo

Leia mais

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: A Crise Colonial Espanhola

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: A Crise Colonial Espanhola Conteúdo: A Crise Colonial Espanhola Habilidades: Relacionar as consequências da Revolução Francesa no processo de independência da América Latina Quem foram os Libertadores da América? Influência das

Leia mais

ORIENTE MÉDIO. Prof: Marcio Santos ENEM 2009 Ciências Humanas Aula II. Jerusalém Muro das Lamentações e Cúpula da Rocha

ORIENTE MÉDIO. Prof: Marcio Santos ENEM 2009 Ciências Humanas Aula II. Jerusalém Muro das Lamentações e Cúpula da Rocha Prof: Marcio Santos ENEM 2009 Ciências Humanas Aula II ORIENTE MÉDIO -Região marcada por vários conflitos étnicos, políticos e religiosos. -Costuma-se considerar 18 países como pertencentes ao Oriente

Leia mais

1º ano. Os elementos da Paisagem Natural e Paisagem modificada

1º ano. Os elementos da Paisagem Natural e Paisagem modificada 1º ano Os elementos da Paisagem Natural e Paisagem modificada A origem da Terra; A origem dos continentes; A teoria da deriva dos continentes; A teoria das placas tectônicas; Tempo geológico; A estrutura

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA

PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 9º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== 01- A imagem a

Leia mais

DÉCADA DE 50. Eventos mais marcantes: Revolução Chinesa (1949) Guerra da Coréia (1950-1953) Revolução Cubana (1959) Corrida armamentista

DÉCADA DE 50. Eventos mais marcantes: Revolução Chinesa (1949) Guerra da Coréia (1950-1953) Revolução Cubana (1959) Corrida armamentista Eventos mais marcantes: Revolução Chinesa (1949) Guerra da Coréia (1950-1953) Revolução Cubana (1959) Corrida armamentista Corrida Espacial REVOLUÇÃO CHINESA Após um longo período de divisões e lutas internas,

Leia mais

O processo de abertura comercial da China: impactos e perspectivas

O processo de abertura comercial da China: impactos e perspectivas O processo de abertura comercial da China: impactos e perspectivas Análise Economia e Comércio / Desenvolvimento Carolina Dantas Nogueira 20 de abril de 2006 O processo de abertura comercial da China:

Leia mais

DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS

DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS 7.PROJETO PEDAGÓGICO 1º SEMESTRE DISCIPLINA: INTRODUÇÃO À ECONOMIA EMENTA: Conceitos Fundamentais; Principais Escolas do Pensamento; Sistema Econômico; Noções de Microeconomia; Noções de Macroeconomia;

Leia mais

BRICS e o Mundo Emergente

BRICS e o Mundo Emergente BRICS e o Mundo Emergente 1. Apresente dois argumentos favoráveis à decisão dos países integrantes da Aliança do Pacífico de formarem um bloco regional de comércio. Em seguida, justifique a situação vantajosa

Leia mais

Alguns dados sobre a China

Alguns dados sobre a China CHINA "...de que país a China é colônia? É colônia de cada país com quem firmou um tratado, e todos os países que têm um tratado com a China são seus donos. Assim, a China não é somente escrava de uma

Leia mais

1896 Surgimento do movimento sionista Em 1896, o jornalista judeu Theodor Herzl, autor do livro "O Estado Judeu", criou o movimento sionista.

1896 Surgimento do movimento sionista Em 1896, o jornalista judeu Theodor Herzl, autor do livro O Estado Judeu, criou o movimento sionista. 1896 Surgimento do movimento sionista Em 1896, o jornalista judeu Theodor Herzl, autor do livro "O Estado Judeu", criou o movimento sionista. O objetivo era estabelecer um lar nacional para os judeus na

Leia mais