Tema: Salvaguardas ao Irã

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tema: Salvaguardas ao Irã"

Transcrição

1 Tema: Salvaguardas ao Irã Comitê: Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) País: República Bolivariana da Venezuela Não queremos guerra, mas alertamos sobre as consequências nefastas que uma agressão ao Irã, já planejada pelos EUA, traria para o mundo. Hugo Chávez A República Bolivariana da Venezuela (superfície: Km²), com capital situada em Caracas, possui trinta e um dialetos indígenas além do castelhano como idioma oficial. Adquiriu sua independência em 19 de abril de 1810 e possui população estimada de habitantes (2004). Representa uma das principais economias da América do Sul, com PIB de milhões e renda per capita de dólares estadunidenses. Localiza-se no continente americano, ao norte da América do Sul, na costa do mar caribenho. A constituição venezuelana estabelece o regime democrático participativo descentralizado. Possui como atual presidente o integrante do partido socialista unido venezuelano, Hugo Rafael Chávez Frías (vice: Elías Jaua). O tema da produção energética do Irã e a aprovação de salvaguardas a ele aplicadas pela Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) constituem um assunto que deve ser discutido com cautela para que injustiças não sejam cometidas. O programa nuclear iraniano teve início em 1950 e previa a instalação de reatores nucleares realizada por uma empresa estadunidense em seu território. O apoio estadunidense permaneceu intacto até a Revolução Islâmica (1979) quando o governo aliado foi derrubado por líderes religiosos islâmicos. A partir do estabelecimento da República Islâmica do Irã as obras foram abandonadas. Em 1995 após um acordo realizado com a Rússia, a construção dos reatores, que tinha prazo de entrega para 2009, foi reiniciada, mas o prazo não foi cumprido. Desde tais polêmicas, o programa nuclear iraniano tem sido acusado de ter como objetivo a produção de armas nucleares. Em resposta, o Irã

2 alega que cumpre o Tratado de Não Proliferação Nuclear (TNP), do qual é signatário e que seu programa nuclear tem como objetivo o aumento da capacidade de geração de energia elétrica. A produção energética do Irã possui capacidade instalada de MW e tem como principais fontes o petróleo e o gás natural que fornecem 83% da produção energética do país. Os outros 17% são fornecidos por usinas à base de carvão, hidrelétricas e outros. Porém a produção energética por tais meios tornou-se muito cara e sua demanda tem aumentado consideravelmente. Nas últimas décadas a população iraniana quase dobrou e o consumo de energia aumentou seis vezes, porém o aumento da produção de eletricidade não ocorreu igualmente. Portanto a produção de energia nuclear é uma alternativa à produção por parte de combustíveis fósseis e caros, e possui como principal objetivo aumentar a capacidade instalada de produção energética do país, além de servir para fins de pesquisa e científicos. A produção de energia nuclear ocorre a partir do enriquecimento de urânio (U308). Pelo acordo realizado com Brasil e Turquia, o Irã deve exportar para o segundo 1200 kg de urânio levemente enriquecido, por volta de 3,5%, e recebe 120 kg de urânio enriquecido a 20% desse mesmo país. Por fim, deve-se ressaltar que dentro do Estado Iraniano existem leis que regulamentam a produção de energia nuclear, e essas leis defendem o uso pacífico e focado em pesquisas e serviços do material nuclear produzido. Demasiadas salvaguardas e sanções foram aplicadas ao Irã, porém este processo não tem ocorrido de maneira igualitária em relação a outros países com programas nucleares, tais como Brasil e Turquia, sendo que ambos os realizaram um acordo com o Irã. Isso leva o governo venezuelano a questionar se as razões para essas decisões sejam apenas científicas dentro do campo da produção energética. A Venezuela, ao longo dos últimos anos, assinou diversos acordos bilaterais de cooperação com a República Islâmica do Irã. Entre eles a criação de um banco binacional, o estabelecimento de campanha conjunta para a exploração de petróleo, a construção de uma fábrica de automóveis em território venezuelano para produzir veículos acessíveis para consumidores de países em desenvolvimentos, entre outros. Tais ações têm como principal objetivo fortalecer as trocas comerciais entre os países e fortalecer ações política de ambos durante a próxima década. As relações entre Venezuela e Irã são sólidas e muito profundas. Hugo Chávez Também, realizou tratados bilaterais com a Rússia, que visam à construção de uma central atômica, além de um banco binacional e a criação de um convênio para a construção de sete mil

3 casas. Porém, após o acidente nas usinas nucleares de Fukushima, situadas no Japão, os planos de desenvolvimento nuclear foram congelados. A Venezuela entra no caminho da energia nuclear. Sobra dizer, mas eu vou dizer: com fins pacíficos, obviamente. Hugo Chávez A partir da análise de tais fatos o governo da República Bolivariana da Venezuela posiciona-se ao lado do Irã na luta contra os imperialismos estadunidense e europeu. Logo, posiciona-se contra as salvaguardas ao Irã em virtude do caráter discriminatório das mesmas. Entretanto algumas ressalvas são imprescindíveis: 1 - O governo venezuelano considera que é um direito do Estado iraniano produzir sua própria tecnologia nuclear com fins pacíficos 2 - O Irã, no ano de 2004, entregou a AIEA um relatório com documentação detalhada sobre seu programa nuclear para refutar as acusações de produção de armas nucleares. Além disso, não há nada que prove a existência de armas nucleares em solo iraniano ou que a produção de energia nuclear tenha tais fins. Logo, o Irã não representa ameaça alguma ao mundo. Se algum país oferece risco à paz mundial, este país é o que possui armas nucleares, como: Estados Unidos, Rússia, China, Reino Unido, França, entre outros que são os principais críticos do programa nuclear iraniano. O governo venezuelano mantém a convicção na força ética do povo e do governo do Irã. Agência Bolivariana de Notícias O governo bolivariano reafirma seu apoio incondicional para as legítimas aspirações do povo do Irã à energia nuclear para fins pacíficos e condena esse novo ato [as sanções impostas pelo Conselho de Segurança] que visa a impedir a marcha [do Irã] rumo ao desenvolvimento e bem-estar. Agência Bolivariana de Notícias 3 - O acordo estabelecido entre Irã, Turquia e Brasil gerou polêmicas e mais acusações de que o Irã estaria produzindo armas nucleares, entretanto não foi levado em consideração o fato de que o urânio deve estar enriquecido a ao menos 95% para ser utilizado em armas nucleares, ou seja, o nível de enriquecimento de urânio iraniano é um quinto do valor necessário. Ademais, o Irã é signatário do TNP, caso estivesse produzindo armas nucleares teria se retirado do tratado, assim como outros Estados fizeram e como o próprio Irã fez diante do protocolo adicional do TNP.

4 4 - A aplicação de salvaguardas sem aviso prévio violaria um dos principais artigos do TNP, que defende o respeito perante o direito de soberania dos Estados signatários. Por fim, espera-se que tais conflitos sejam resolvidos justa e pacificamente por meio da nova rodada de negociações proposta pelo Irã, a ser realizada na Turquia, ou por meio de outras ferramentas diplomáticas.

5 REFERÊNCIAS: AGENCE FRANCE-PRESSE. Brasil, Irã e Turquia assinam acordo nuclear; entenda. Uol, Disponível em: < AGENCE FRANCE-PRESSE. Entenda o processo de extração de urânio para fabricação de bomba atômica. Uol, Disponível em: < AGENCE FRANCE-PRESSE. Saiba mais sobre o atual estoque mundial de armas nucleares. Uol, Disponível em: < Chávez fecha acordo com a Rússia para construção de usina nuclear. Estadão, 15 out Disponível em: < Em Teerã, Chávez se reúne com Ahmadinejad e diz que relações com o Irã são profundas. O Globo, 19 out Disponível em: < Acesso em: 26 abr IAEA. IAEA and Iran: Iran Nuclear Power Profile. Março de Disponível em: < Acesso em: 26 abr Irã e Venezuela assinam 29 acordos de cooperação. BBC Brasil, 18 set Disponível em: < Acesso em: 26 abr Irã e Venezuela assinam acordo para os próximos dez anos. Estadão, 04 abr Disponível em < Acesso em: 26 abr. Irã e Venezuela ratificam aliança e luta contra opressão dos EUA. Uol, 18 set Disponível em: < Irã e Venezuela vão ampliar aliança contra os EUA. R7 Notícias, 20 out Disponível em: < html>. MINISTERIO DEL PODER POPULAR DEL DESPACHO DA LA PRESIDENCIA (GOBIERNO BOLIVARIANO DE VENEZUELA). Datos oficiales. Disponível em: < UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA. Guia siem Disponível em: <

6 Venezuela suspende programa atômico após catástrofe japonesa. Carta Capital, 16 mar Disponível em: < Chávez condena sanções do Conselho de Segurança da ONU ao Irã. Clica Brasília, 10 jun Acesso em: < Acesso em: 26 abr

PROCESSO SELETIVO NOVO CURSO 2011

PROCESSO SELETIVO NOVO CURSO 2011 ª Questão As imagens abaixo ilustram o intenso processo de URBANIZAÇÃO e INDUSTRIALIZAÇÃO ocorrido na região da Grande Vitória nas últimas décadas. Camburi (Década de 0 e 00) Mapa Estrutura Portuária e

Leia mais

O Acordo Nuclear do Irã: consequências para o Brasil e Argentina?

O Acordo Nuclear do Irã: consequências para o Brasil e Argentina? O Acordo Nuclear do Irã: consequências para o Brasil e Argentina? Por Leonam Guimarães Dia 14 de julho de 2015, o grupo de potências mundiais E3/UE+3 (China,EUA e Rússia, juntamente com três membros da

Leia mais

PAÍSES ARGENTINA. Legenda: NV não-vigente / V vigente / T em tramitação / SP sem prazo definido / N/A não aplicável

PAÍSES ARGENTINA. Legenda: NV não-vigente / V vigente / T em tramitação / SP sem prazo definido / N/A não aplicável ACORDOS BILATERAIS DE COOPERAÇÃO NUCLEAR DO BRASIL COM A AMÉRICA LATINA (Atualização: Outubro 2015) (inclui não só os acordos referentes especificamente à agenda nuclear, mas também acordos-quadro de cooperação

Leia mais

Decreto Legislativo No. 67, de 25.08.1999

Decreto Legislativo No. 67, de 25.08.1999 Decreto Legislativo No. 67, de 25.08.1999 Aprova o texto do Acordo de Cooperação sobre os Usos Pacíficos da Energia Nuclear, celebrado entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo dos

Leia mais

Divulgado relatório do Pentágono sobre as capacidades militares da China

Divulgado relatório do Pentágono sobre as capacidades militares da China Divulgado relatório do Pentágono sobre as capacidades militares da China Análise Segurança Cândida Cavanelas Mares 22 de junho de 2006 Divulgado relatório do Pentágono sobre as capacidades militares da

Leia mais

COREIA DO NORTE, DE NOVO NO NEGÓCIO DE OBTENÇÃO DE AJUDAS

COREIA DO NORTE, DE NOVO NO NEGÓCIO DE OBTENÇÃO DE AJUDAS 2012/03/10 COREIA DO NORTE, DE NOVO NO NEGÓCIO DE OBTENÇÃO DE AJUDAS A história repete-se. A Coreia do Norte vai receber 265000 toneladas de ajuda alimentar (sob a forma de suplementos nutritivos) contra

Leia mais

(O senhor Simplício Mário PT/PI pronuncia o seguinte discurso) Senhor presidente, senhoras e senhores deputados: O resultado deste ano no desfile das

(O senhor Simplício Mário PT/PI pronuncia o seguinte discurso) Senhor presidente, senhoras e senhores deputados: O resultado deste ano no desfile das (O senhor Simplício Mário PT/PI pronuncia o seguinte discurso) Senhor presidente, senhoras e senhores deputados: O resultado deste ano no desfile das escolas de samba do Carnaval Carioca tem um significado

Leia mais

ÉTICA E CIDADANIA 1º ano Atividade de classe Beto Candelori 06/04/10. "Insanidade" pede reforma na ONU, diz Lula

ÉTICA E CIDADANIA 1º ano Atividade de classe Beto Candelori 06/04/10. Insanidade pede reforma na ONU, diz Lula ÉTICA E CIDADANIA 1º ano Atividade de classe Beto Candelori 06/04/10 Questão 1 "Insanidade" pede reforma na ONU, diz Lula FABIANO MAISONNAVE / Enviado especial a Caracas /Folha de São Paulo, 17 de janeiro

Leia mais

ENERGIA. Matrizes, Ofertas e Tendências

ENERGIA. Matrizes, Ofertas e Tendências ENERGIA Matrizes, Ofertas e Tendências Consumo Energético Global 5% 6%1% 34% Petróleo Carvão Mineral Gás Natural Termonuclear Hidreletricidade Combustíveis Renováveis 24% 30% Fonte: BP. Statistical Review

Leia mais

Quatro grandes temas nos convocaram a este Encontro, na busca de uma nova etapa de integração latino-americana e caribenha.

Quatro grandes temas nos convocaram a este Encontro, na busca de uma nova etapa de integração latino-americana e caribenha. Declaração final do XIII Encontro De 12 a 14 de janeiro de 2007, em San Salvador, El Salvador, com a Frente Farabundo Martí para a Libertação Nacional (FMLN) como anfitriã, desenvolveu-se o XIII Encontro

Leia mais

http://tools.folha.com.br/print?site=emcimadahora&url=http://www1.folha.uol.com.br...

http://tools.folha.com.br/print?site=emcimadahora&url=http://www1.folha.uol.com.br... Página 1 de 5 17/03/2011-09h09 Japão tenta conter desastre nuclear; país corre risco de blecaute DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS O Japão luta nesta quinta-feira para tentar resfriar os reatores da central nuclear

Leia mais

Energia e Mudança Climática. Elétrica

Energia e Mudança Climática. Elétrica Energia e Mudança Climática Fatos e Tendências Horizonte 2050 Papel da Geração Elétrica Nuclear Leonam dos Santos Guimarães São Paulo, 20 de maio de 2011 1 Três desafios ECONÔMICO SOCIAL 1 Garantir a disponibilidade

Leia mais

Ministro Timerman, Ministro Patriota, Secretário Geral Marcuzzo, distintos. A Agência Brasileiro-Argentina de Contabilidade e Controle de Materiais

Ministro Timerman, Ministro Patriota, Secretário Geral Marcuzzo, distintos. A Agência Brasileiro-Argentina de Contabilidade e Controle de Materiais TRADUÇÃO (Fornecida pela DIGAN-MRECIC) Ministro Timerman, Ministro Patriota, Secretário Geral Marcuzzo, distintos convidados, senhoras e senhores: É para mim uma grande honra dirigir-me, hoje, aos senhores.

Leia mais

Da legalidade estrita; e da utilização pacífica da energia nuclear.

Da legalidade estrita; e da utilização pacífica da energia nuclear. DIREITO NUCLEAR Constituição Federal(art. 21, XXVIII- resumo histórico) O Brasil na Ordem Internacional Nuclear Alguns instrumentos bilaterais e multilaterais. Abrangência do Direito Nuclear Pátrio ( protagonistas)

Leia mais

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em conjunto com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, com perguntas respondidas pelo presidente Lula Manaus-AM,

Leia mais

DECRETO Nº 1.211, DE 3 DE AGOSTO DE 1994.

DECRETO Nº 1.211, DE 3 DE AGOSTO DE 1994. DECRETO Nº 1.211, DE 3 DE AGOSTO DE 1994. Promulga o Tratado Geral de Cooperação e Amizade e o Acordo Econômico Integrante do Tratado Geral de Cooperação e Amizade, entre a República Federativa do Brasil

Leia mais

SEGURO SIMPLES ESTÁVEL RENTÁVEL ALTA LIQUIDEZ

SEGURO SIMPLES ESTÁVEL RENTÁVEL ALTA LIQUIDEZ Slide 1 INVESTIMENTO SEGURO SIMPLES ESTÁVEL RENTÁVEL ALTA LIQUIDEZ Iniciar O objetivo da apresentação é demonstrar que o investimento em PCH s é uma oportunidade muito interessante de negócio. A primeira

Leia mais

Status da Energia Nuclear no mundo Presente e Futuro. Ruth Alves - 29/11/2013 ABEN Associação Brasileira de Energia Nuclear

Status da Energia Nuclear no mundo Presente e Futuro. Ruth Alves - 29/11/2013 ABEN Associação Brasileira de Energia Nuclear Status da Energia Nuclear no mundo Presente e Futuro Ruth Alves - 29/11/2013 ABEN Associação Brasileira de Energia Nuclear Usinas em Operação Geração de energia elétrica Usinas em Construção Idade dos

Leia mais

Nova parceria entre China e Rússia

Nova parceria entre China e Rússia Nova parceria entre China e Rússia Análise Segurança / Integração Regional Economia e Comério Carolina Dantas Nogueira 24 de março de 2006 Nova Parceria entre China e Rússia Análise Segurança / Economia

Leia mais

CURSO DE ATUALIDADES Prof. Orlando Aula dia 27.05.2010 Nome:... Turma...

CURSO DE ATUALIDADES Prof. Orlando Aula dia 27.05.2010 Nome:... Turma... CURSO DE ATUALIDADES Prof. Orlando Aula dia 27.05.2010 Nome:... Turma... Acordo Nuclear IRÃ BRASIL TURQUIA No último 17.05, foi assinado um ACORDO entre IRÃ- BRASIL-TURQUIA acerca do Programa Nuclear Iraniano,

Leia mais

Sample text here. O Sistema Político e o Direito Internacional: da Guerra dos Trinta Anos às Críticas da Contemporaneidade

Sample text here. O Sistema Político e o Direito Internacional: da Guerra dos Trinta Anos às Críticas da Contemporaneidade O Sistema Político e o Direito Internacional: da Guerra dos Trinta Anos às Críticas da Contemporaneidade Apresentação cedida, organizada e editada pelos profs. Rodrigo Teixeira e Rafael Ávila Objetivo:

Leia mais

FAMUN 2015. Power and National Autonomy. REGRAS ESPECIAIS DE PROCEDIMENTO PARA A CRISE CONJUNTA SINO-SOVIÉTICA (Crise Sino-Sov)

FAMUN 2015. Power and National Autonomy. REGRAS ESPECIAIS DE PROCEDIMENTO PARA A CRISE CONJUNTA SINO-SOVIÉTICA (Crise Sino-Sov) FAMUN 2015 REGRAS ESPECIAIS DE PROCEDIMENTO PARA A CRISE CONJUNTA SINO-SOVIÉTICA (Crise Sino-Sov) 1 REGRAS ESPECIAIS DO POLITBURO SOVIÉTICO 1. Idioma O idioma oficial do comitê é o português. Não será

Leia mais

Organização Mundial de Saúde

Organização Mundial de Saúde Organização Mundial de Saúde A saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não consiste apenas na ausência de doença ou de enfermidade. Gozar do melhor estado de saúde que é possível

Leia mais

A nova lei anti-secessão e as relações entre a China e Taiwan. Análise Segurança

A nova lei anti-secessão e as relações entre a China e Taiwan. Análise Segurança A nova lei anti-secessão e as relações entre a China e Taiwan Análise Segurança Bernardo Hoffman Versieux 15 de abril de 2005 A nova lei anti-secessão e as relações entre a China e Taiwan Análise Segurança

Leia mais

AMÉRICA LATINA Professor: Gelson Alves Pereira

AMÉRICA LATINA Professor: Gelson Alves Pereira Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio AMÉRICA LATINA Professor: Gelson Alves Pereira 1- INTRODUÇÃO Divisão do continente americano por critério físico por critérios culturais Área da América Latina:

Leia mais

PESQUISA OPERACIONAL E AVALIAÇÃO DE CUSTOS COMPLETOS: APLICAÇÕES EM PROBLEMAS AMBIENTAIS

PESQUISA OPERACIONAL E AVALIAÇÃO DE CUSTOS COMPLETOS: APLICAÇÕES EM PROBLEMAS AMBIENTAIS PESQUISA OPERACIONAL E AVALIAÇÃO DE CUSTOS COMPLETOS: APLICAÇÕES EM PROBLEMAS AMBIENTAIS Carolina Baron Faculdade de Engenharia de Produção CEATEC carolina.b2@puccamp.edu.br Denise Helena Lombardo Ferreira

Leia mais

DECLARAÇÃO CONJUNTA SOBRE OS RESULTADOS DAS CONVERSAÇÕES OFICIAIS ENTRE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA, E O PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO DA RÚSSIA, VLADIMIR V. PUTIN

Leia mais

Policy Brief. Os BRICS e a Segurança Internacional

Policy Brief. Os BRICS e a Segurança Internacional Policy Brief Outubro de 2011 Núcleo de Política Internacional e Agenda Multilateral BRICS Policy Center / Centro de Estudos e Pesquisa BRICS Policy Brief Outubro de 2011 Núcleo de Política Internacional

Leia mais

Discurso de Luiz Inácio Lula da Silva Seminário do Prêmio Global de Alimentação Des Moines, Estados Unidos 14 de outubro de 2011

Discurso de Luiz Inácio Lula da Silva Seminário do Prêmio Global de Alimentação Des Moines, Estados Unidos 14 de outubro de 2011 Discurso de Luiz Inácio Lula da Silva Seminário do Prêmio Global de Alimentação Des Moines, Estados Unidos 14 de outubro de 2011 Estou muito honrado com o convite para participar deste encontro, que conta

Leia mais

Frente contra as guerras e intervenções imperialistas

Frente contra as guerras e intervenções imperialistas Pelo Socialismo Questões político-ideológicas com atualidade http://www.pelosocialismo.net Publicado em: http://inter.kke.gr/news/news2011/2011-05-04-eliseo-artho Tradução do inglês de MF Colocado em linha

Leia mais

Empresas podem usar detector de mentiras, decide Justiça. Quarta, 21 de setembro de 2005, 14h44 Fonte: INVERTIA notícias portal terra

Empresas podem usar detector de mentiras, decide Justiça. Quarta, 21 de setembro de 2005, 14h44 Fonte: INVERTIA notícias portal terra Empresas podem usar detector de mentiras, decide Justiça. Quarta, 21 de setembro de 2005, 14h44 Fonte: INVERTIA notícias portal terra Décio Guimarães Júnior Acadêmico do 6ºperíodo do curso de graduação

Leia mais

não-convencionais e expressam seu propósito de intensificar as ações tendentes a lograr aquele fim.

não-convencionais e expressam seu propósito de intensificar as ações tendentes a lograr aquele fim. COMUNICADO CONJUNTO O Senhor Ministro das Relações Exteriores da República Oriental do Uruguai, Dom Adolfo Folle Martinez, atendendo a convite oficial que lhe formulou o Senhor Ministro das Relações Exteriores

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS 11) China, Japão e Índia são três dos principais países asiáticos. Sobre sua História, cultura e relações com o Ocidente, analise as afirmações a seguir. l A China passou por um forte processo de modernização

Leia mais

O autor. Embaixador Sergio Duarte - Alto Comissário da ONU para Assuntos de Desarmamento. Thesaurus Editora 2011

O autor. Embaixador Sergio Duarte - Alto Comissário da ONU para Assuntos de Desarmamento. Thesaurus Editora 2011 Thesaurus Editora 2011 O autor Embaixador Sergio Duarte - Alto Comissário da ONU para Assuntos de Desarmamento Coordenação, editoração, arte, impressão e acabamento: Thesaurus Editora de Brasília SIG Quadra

Leia mais

MERCADO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS E GERAÇÃO DISTRIBUÍDA. Jurandir Picanço

MERCADO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS E GERAÇÃO DISTRIBUÍDA. Jurandir Picanço MERCADO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS E GERAÇÃO DISTRIBUÍDA Jurandir Picanço Novembro/2015 Cenários de Longo Prazo União Européia 2050 100% Renovável para eletricidade Consumo em TWh Fonte: WEC Word Energy Council

Leia mais

A política externa do governo Lula: entre a ideologia e o pragmatismo

A política externa do governo Lula: entre a ideologia e o pragmatismo A política externa do governo Lula: entre a ideologia e o pragmatismo Análise Desenvolvimento Daniel Peluso Rodrigues da Silva 15 de Abril de 2010 A política externa do governo Lula: entre a ideologia

Leia mais

Relações Internacionais

Relações Internacionais Relações Internacionais Padrão de Resposta O estudante deve redigir texto dissertativo, abordando os seguintes tópicos: A A ideia de que desenvolvimento sustentável pode ser entendido como proposta ou

Leia mais

CONFLITO ARMADO NA UCRÂNIA: Legalidade da Intervenção na Ucrânia

CONFLITO ARMADO NA UCRÂNIA: Legalidade da Intervenção na Ucrânia CONFLITO ARMADO NA UCRÂNIA: Legalidade da Intervenção na Ucrânia Gabriela Paulino de Paula. E-mail: g.paulinodepaula@gmail.com Orientador: João Irineu de Resende Miranda Universidade Estadual de Ponta

Leia mais

País: Alemanha. Comitê: Organização Mundial da Saúde (OMS) Tópico: Protegendo a saúde frente às mudanças climáticas

País: Alemanha. Comitê: Organização Mundial da Saúde (OMS) Tópico: Protegendo a saúde frente às mudanças climáticas País: Alemanha Comitê: Organização Mundial da Saúde (OMS) Tópico: Protegendo a saúde frente às mudanças climáticas As atuais catástrofes naturais vêm alertando os países que o modelo de desenvolvimento

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org CLIPPING FSM 2009 AMAZÔNIA Jornal: CARTA MAIOR Data: 30/01/09 http://www.cartamaior.com.br/templates/materiamostrar.cfm?materia_id=15547

Leia mais

SISTEMA DE SANÇÕES DA ONU - a real eficácia e as consequências destas sanções em uma sociedade. Paula Caúla Infante Gomes RESUMO

SISTEMA DE SANÇÕES DA ONU - a real eficácia e as consequências destas sanções em uma sociedade. Paula Caúla Infante Gomes RESUMO 68 SISTEMA DE SANÇÕES DA ONU - a real eficácia e as consequências destas sanções em uma sociedade. Paula Caúla Infante Gomes RESUMO O artigo apresenta uma reflexão sobre o Sistema de Sanções da Organização

Leia mais

Universidade Cidade de São Paulo UNICID. Curso Superior de Tecnologia em Produção Publicitária. Módulo: Produção Publicitária e Propaganda

Universidade Cidade de São Paulo UNICID. Curso Superior de Tecnologia em Produção Publicitária. Módulo: Produção Publicitária e Propaganda Universidade Cidade de São Paulo UNICID Curso Superior de Tecnologia em Produção Publicitária Módulo: Produção Publicitária e Propaganda Briefing sobre a montadora Chery Nome Completo CA Fabiana Lima 23655500

Leia mais

15/12/2009 A visita de Shimon Peres ao Brasil e a relação brasileira com o Oriente Médio...p.01

15/12/2009 A visita de Shimon Peres ao Brasil e a relação brasileira com o Oriente Médio...p.01 ano 6 nº 9 13 a 26/12/09 ISSN1809-6182 Análises 15/12/2009 A visita de Shimon Peres ao Brasil e a relação brasileira com o Oriente Médio...p.01 Após muito tempo, o Brasil aprofunda as relações com países

Leia mais

A GERAÇÃO DE ENERGIA E O DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO DAS REGIÕES NORTE E NORDESTE

A GERAÇÃO DE ENERGIA E O DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO DAS REGIÕES NORTE E NORDESTE A GERAÇÃO DE ENERGIA E O DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO DAS REGIÕES NORTE E NORDESTE MISSÃO DO IPEA: "Aprimorar as políticas públicas essenciais ao desenvolvimento brasileiro, por meio da produção e disseminação

Leia mais

Cenários da América Latina 2030

Cenários da América Latina 2030 Cenários da América Latina 2030 1. INTRODUÇÃO Entre 2010 e 2030, a maioria dos países da América Latina está comemorando 200 anos de independência em vários bicentenários da região. Como esses países olharam

Leia mais

CONVENÇÃO COMPLEMENTAR À CONVENÇÃO DE PARIS DE 29 DE JULHO DE 1960 SOBRE A RESPONSABILIDADE CIVIL NO DOMÍNIO DA ENERGIA NUCLEAR.

CONVENÇÃO COMPLEMENTAR À CONVENÇÃO DE PARIS DE 29 DE JULHO DE 1960 SOBRE A RESPONSABILIDADE CIVIL NO DOMÍNIO DA ENERGIA NUCLEAR. Decreto do Governo n.º 24/84 Convenção de 31 de Janeiro de 1963 Complementar da Convenção de Paris de 29 de Julho de 1960 sobre Responsabilidade Civil no Domínio da Energia Nuclear O Governo decreta, nos

Leia mais

Kosovo declara independência da Sérvia

Kosovo declara independência da Sérvia Kosovo declara independência da Sérvia Resenha Segurança Ana Caroline Medeiros Maia 24 de fevereiro de 2008 Kosovo declara independência da Sérvia Resenha Segurança Ana Caroline Medeiros Maia 24 de fevereiro

Leia mais

Os vetos de China e Rússia no caso da Síria: Interesses humanitários ou políticos?

Os vetos de China e Rússia no caso da Síria: Interesses humanitários ou políticos? Os vetos de China e Rússia no caso da Síria: Interesses humanitários ou políticos? Análise Ásia Luciana Leal Resende Paiva Márcia de Paiva Fernandes 31 de Março de 2012 Os vetos de China e Rússia no caso

Leia mais

A atual situação do Egito e as perspectivas para a reconstrução do país

A atual situação do Egito e as perspectivas para a reconstrução do país A atual situação do Egito e as perspectivas para a reconstrução do país Análise Oriente Médio e Magreb Pedro Casas 14 de Março de 2011 A atual situação do Egito e as perspectivas para a reconstrução do

Leia mais

Morte de Chávez deixa Venezuela à mercê de outra revolução: a volta da autonomia petrolífera dos EUA

Morte de Chávez deixa Venezuela à mercê de outra revolução: a volta da autonomia petrolífera dos EUA Morte de Chávez deixa Venezuela à mercê de outra revolução: a volta da autonomia petrolífera dos EUA Com a 2ª maior reserva de petróleo do mundo, a produção venezuelana caiu 30% nos 14 anos de chavismo

Leia mais

PROTOCOLO FACULTATIVO À CONVENÇÃO SOBRE OS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA. Artigo 1

PROTOCOLO FACULTATIVO À CONVENÇÃO SOBRE OS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA. Artigo 1 PROTOCOLO FACULTATIVO À CONVENÇÃO SOBRE OS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA Os Estados Partes do presente Protocolo acordaram o seguinte: Artigo 1 1. Qualquer Estado Parte do presente Protocolo ( Estado

Leia mais

GABARITO DAS REVISÕES DE AULA

GABARITO DAS REVISÕES DE AULA GABARITO DAS REVISÕES DE AULA REVISÃO DE AULA 1 Baseado nas páginas 09 a 11 e de 20 a 21 do Livro Didático, na aula e nos 1. Países considerados do norte, apesar de estar no hemisfério sul: ( ) China e

Leia mais

A visita de Shimon Peres ao Brasil e a relação brasileira com o Oriente Médio

A visita de Shimon Peres ao Brasil e a relação brasileira com o Oriente Médio A visita de Shimon Peres ao Brasil e a relação brasileira com o Oriente Médio Análise Desenvolvimento Jéssica Silva Fernandes 15 de dezembro de 2009 A visita de Shimon Peres ao Brasil e a relação brasileira

Leia mais

GOIÂNIA, / / 2015. ALUNO(a):

GOIÂNIA, / / 2015. ALUNO(a): GOIÂNIA, / / 2015 No Anhanguera você é PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES DISCIPLINA: GEOGRAFIA SÉRIE:9º ALUNO(a): Lista de atividades P1 Bimestre III Leia com atenção a matéria da revista Ciência Hoje e

Leia mais

&RPpUFLR,QWHUQDFLRQDO±&RQIOLWRV

&RPpUFLR,QWHUQDFLRQDO±&RQIOLWRV &RPpUFLR,QWHUQDFLRQDO±&RQIOLWRV 3RU 'HQLV &RUWL] GD 6LOYD $QGHUVRQ 1RYDHV 9LHLUD 5RGROIR )DUDK 9DOHQWH )LOKR 'DQLHO5XGUD)HUQDQGHV,QWURGXomR A criação da OMC (Organização Mundial do Comércio) foi um grandioso

Leia mais

O BRASIL NO MUNDO PÓS-CRISE #

O BRASIL NO MUNDO PÓS-CRISE # O BRASIL NO MUNDO PÓS-CRISE # José Augusto Guilhon Albuquerque * O título desta apresentação deveria ser: missão impossível. Falar sobre o Brasil no mundo pós-crise em 12 minutos implicaria falar sobre

Leia mais

COMITÊ INTERAMERICANO CONTRA O TERRORISMO (CICTE)

COMITÊ INTERAMERICANO CONTRA O TERRORISMO (CICTE) COMITÊ INTERAMERICANO CONTRA O TERRORISMO (CICTE) DÉCIMO PERÍODO ORDINÁRIO DE SESSÕES OEA/Ser.L/X.2.10 17 a 19 de março de 2010 CICTE/DEC.1/10 Washington, D.C. 19 março 2010 Original: inglês DECLARAÇÃO

Leia mais

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR-LESTE. Parlamento nacional RESOLUÇÃO DO PARLAMENTO NACIONAL N. O 16/2002 DE 14 DE NOVEMBRO

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR-LESTE. Parlamento nacional RESOLUÇÃO DO PARLAMENTO NACIONAL N. O 16/2002 DE 14 DE NOVEMBRO REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE TIMOR-LESTE Parlamento nacional RESOLUÇÃO DO PARLAMENTO NACIONAL N. O 16/2002 DE 14 DE NOVEMBRO RATIFICA A CONVENÇÃO SOBRE A PROIBIÇÃO DO DESENVOLVIMENTO DA PRODUÇÃO E DO ARMAZENAMENTO

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais CEFET/MG. Prof.: Alexandre Alvarenga - Trabalho de Recuperação - Turma: Aluno: Nota:

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais CEFET/MG. Prof.: Alexandre Alvarenga - Trabalho de Recuperação - Turma: Aluno: Nota: Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais CEFET/MG Disciplina: Geografia - 2º ano - Valor: 20 pontos Prof.: Alexandre Alvarenga - Trabalho de Recuperação - Turma: Aluno: Nota: 1. Determine

Leia mais

ATUALIDADES. Top Atualidades Semanal DESTAQUE PROFESSOR MARCOS JOSÉ. Governo Dilma é o 1º a ter contas reprovadas. SEMANA DE 06 a 12 DE OUTUBRO

ATUALIDADES. Top Atualidades Semanal DESTAQUE PROFESSOR MARCOS JOSÉ. Governo Dilma é o 1º a ter contas reprovadas. SEMANA DE 06 a 12 DE OUTUBRO Governo Dilma é o 1º. a ter contas reprovadas no TCU desde Getúlio Obama pede desculpas por ataque a hospital Alckmin impõe sigilo e só vai expor falhas no metrô de SP após 25 anos ATUALIDADES PROFESSOR

Leia mais

Referência: Acordo Nuclear Brasil Alemanha e outros acordos nucleares bem como apoios estatais a exportações nucleares

Referência: Acordo Nuclear Brasil Alemanha e outros acordos nucleares bem como apoios estatais a exportações nucleares Ministério Federal de Economia e Energia Senhor Prof. Dr. Norbert Lammert, MdB Presidente do Parlamento Federal Platz der Republik 1 11011 Berlim Brigitte Zypries MdB Secretário de Estado Parlamentar Coordenadora

Leia mais

Os BRICS no capitalismo transnacional

Os BRICS no capitalismo transnacional Os BRICS no capitalismo transnacional William Robinson O s BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) são países considerados, pelos sistemas mundiais e por vários analistas, como estados ou

Leia mais

Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares

Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares Direito Internacional Aplicado Tratados e Convenções Manutenção da Paz Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares Conclusão e assinatura: 01 de julho de 1968 Entrada em vigor: No Brasil: Aprovação:

Leia mais

Para entender o que acontece entre Cuba e Estados Unidos Roberto Moll

Para entender o que acontece entre Cuba e Estados Unidos Roberto Moll Para entender o que acontece entre Cuba e Estados Unidos Roberto Moll Tão perto dos demônios e tão longe dos deuses. Dizem que é possível ver as luzes de Miami dos pontos mais altos da ilha de Cuba. No

Leia mais

Energia Eólica Setembro de 2015

Energia Eólica Setembro de 2015 Energia Eólica Setembro de 2015 Quem somos? Fundada em 2002, a ABEEólica é uma instituição sem fins lucrativos que congrega e representa o setor de energia eólica no País. A ABEEólica contribui, desde

Leia mais

10º Congresso ABAG Paradigma da Energia Barata

10º Congresso ABAG Paradigma da Energia Barata 10º Congresso ABAG Paradigma da Energia Barata São Paulo, 08 de agosto de 2011 Vantagens do Etanol de Cana-de-Açúcar vs. Outras Culturas Matéria-Prima País Brasil EUA União Européia União Européia Redução

Leia mais

http://www.allemar.prof.ufu.br DIREITO & RELAÇÕES INTERNACIONAIS

http://www.allemar.prof.ufu.br DIREITO & RELAÇÕES INTERNACIONAIS http://www.allemar.prof.ufu.br DIREITO & RELAÇÕES INTERNACIONAIS DECLARAÇÃO DE ESTOCOLMO "A Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente reuniu-se em Estocolmo entre os dia 05 e 16 de junho de 1972

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 6 DE JULHO PALÁCIO DO ITAMARATY BRASÍLIA-DF

Leia mais

ACORDO ECONÔMICO ENTRE A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O REINO DA ESPANHA, INTEGRANTE DO TRATADO GERAL DE COOPERAÇÃO E AMIZADE BRASIL-ESPANHA

ACORDO ECONÔMICO ENTRE A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O REINO DA ESPANHA, INTEGRANTE DO TRATADO GERAL DE COOPERAÇÃO E AMIZADE BRASIL-ESPANHA ACORDO ECONÔMICO ENTRE A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O REINO DA ESPANHA, INTEGRANTE DO TRATADO GERAL DE COOPERAÇÃO E AMIZADE BRASIL-ESPANHA A República Federativa do Brasil e O Reino da Espanha, (doravante

Leia mais

ATUALIDADES. Top Atualidades Semanal DESTAQUE PROFESSOR MARCOS JOSÉ SEMANA 25 A 31 DE AGOSTO SEMANA 25 A 31 DE AGOSTO

ATUALIDADES. Top Atualidades Semanal DESTAQUE PROFESSOR MARCOS JOSÉ SEMANA 25 A 31 DE AGOSTO SEMANA 25 A 31 DE AGOSTO ONG registra aumento no desmatamento Guatemala pede saída de presidente às vésperas de pleito ATUALIDADES PROFESSOR MARCOS JOSÉ Tropeço da China eleva apostas de que EUA adiarão aumento nos juros ONG registra

Leia mais

Mecanismos para a Não Proliferação de Armas Nucleares

Mecanismos para a Não Proliferação de Armas Nucleares 8 o Seminário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Ministério da Defesa Mecanismos para a Não Proliferação de Armas Nucleares por: Major QEM Vinícius Correa Damaso vinicius.damaso@defesa.gov.br ÍNDICE

Leia mais

Rússia vende sistema antimíssil para o Irã

Rússia vende sistema antimíssil para o Irã Rússia vende sistema antimíssil para o Irã Resenha Segurança Raphael Rezende Esteves 09 de março de 2007 1 Rússia vende sistema antimíssil para o Irã Resenha Segurança Raphael Rezende Esteves 09 de março

Leia mais

As relações Rússia e China na primeira década do século XXI 1

As relações Rússia e China na primeira década do século XXI 1 Universidade do Vale do Itajaí Curso de Relações Internacionais LARI Laboratório de Análise de Relações Internacionais Região de Monitoramento: Rússia LARI Fact Sheet Agosto/Setembro de 2010 As relações

Leia mais

Decreto Nº 5.705, de 16.02.2006

Decreto Nº 5.705, de 16.02.2006 Decreto Nº 5.705, de 16.02.2006 Promulga o Protocolo de Cartagena sobre Biossegurança da Convenção sobre Diversidade Biológica. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84,

Leia mais

Rússia e Ucrânia podem entrar em guerra?

Rússia e Ucrânia podem entrar em guerra? Rússia e Ucrânia podem entrar em guerra? Soldados russos cercaram diversas bases ucranianas na Crimeia A situação não poderia ser mais séria. No sábado, o presidente Vladimir Putin conseguiu a autorização

Leia mais

Conflito do Tibete. Resenha Segurança

Conflito do Tibete. Resenha Segurança Conflito do Tibete Resenha Segurança Ana Caroline Medeiros Maia 1 de abril de 2008 Conflito do Tibete Resenha Segurança Ana Caroline Medeiros Maia 1 de abril de 2008 O Tibete voltou a ser palco de conflitos

Leia mais

Desenvolvimento Econômico e Energia Nuclear

Desenvolvimento Econômico e Energia Nuclear Desenvolvimento Econômico e Energia Nuclear Carlos Henrique Mariz Seminário Tecnologia Tropical - Energia Pernambuco PE Brasil 31 de agosto de 2012 Energia Elétrica - Visão do Mundo 15 Maiores geradores

Leia mais

CARREIRAS DIPLOMÁTICAS Disciplina: Política Internacional Prof. Diego Araujo Campos Tratado Sobre a Não Proliferação de Armas Nucleares

CARREIRAS DIPLOMÁTICAS Disciplina: Política Internacional Prof. Diego Araujo Campos Tratado Sobre a Não Proliferação de Armas Nucleares CARREIRAS DIPLOMÁTICAS Disciplina: Política Internacional Prof. Diego Araujo Campos Tratado Sobre a Não Proliferação de Armas Nucleares MATERIAL DE APOIO MONITORIA Tratado Sobre a Não Proliferação de Armas

Leia mais

Organizações internacionais Regionais

Organizações internacionais Regionais Organizações internacionais Regionais Percurso 4 Geografia 9ºANO Profª Bruna Andrade e Elaine Camargo Os países fazem uniões a partir de interesses comuns. Esses interesses devem trazer benefícios aos

Leia mais

PETRÓLEO E GÁS NATURAL

PETRÓLEO E GÁS NATURAL PANORAMA DOS MERCADOS DE PETRÓLEO E GÁS NATURAL NO BRASIL E NO MUNDO* Ivan Magalhães Júnior** * Novembro de 2004. ** Engenheiro da Área de Planejamento do BNDES. PETRÓLEO E GÁS NATURAL Resumo O objetivo

Leia mais

Estimados companheiros e companheiras do Conselho da Paz do Nepal Estimados companheiros e companheiras do Secretariado do Conselho Mundial da Paz

Estimados companheiros e companheiras do Conselho da Paz do Nepal Estimados companheiros e companheiras do Secretariado do Conselho Mundial da Paz Em pronunciamento proferido nesta quinta-feira (18), na Reunião do Secretariado do Conselho Mundial da Paz, a brasileira Socorro Gomes, presidente da entidade, alertou para o atual quadro de agravamento

Leia mais

COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL. MENSAGEM N o 479, DE 2008

COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL. MENSAGEM N o 479, DE 2008 COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL MENSAGEM N o 479, DE 2008 Submete à consideração do Congresso Nacional o texto do Tratado de Extradição entre a República Federativa do Brasil e o Governo

Leia mais

CHINA e TIGRES ASIÁTICOS

CHINA e TIGRES ASIÁTICOS CHINA e TIGRES ASIÁTICOS Os Tigres Asiáticos Hong kong Os Novos Tigres Asiáticos FAZEM PARTE DOS TIGRES ASIÁTICOS 1º GERAÇÃO ( DÉCADA DE 1970) CINGAPURA, CORÉIA DO SUL, HONG KONG, MALÁSIA E FORMOSA (TAIWAN)

Leia mais

Guia de Estudos. Assembleia Geral das Nações Unidas de Desarmamento e Segurança Internacional. Por : Diretor. Mateus de Almeida Pongelupe

Guia de Estudos. Assembleia Geral das Nações Unidas de Desarmamento e Segurança Internacional. Por : Diretor. Mateus de Almeida Pongelupe Assembleia Geral das Nações Unidas de Desarmamento e Segurança Internacional Guia de Estudos Por : Mateus de Almeida Pongelupe Diretor Guia de Estudos DSI Página 1 1. Apresentação do Tema O homem sempre

Leia mais

Eleições dos EUA: possíveis cenários e impactos mundiais

Eleições dos EUA: possíveis cenários e impactos mundiais Eleições dos EUA: possíveis cenários e impactos mundiais Análise Segurança / Desenvolvimento Vinícius Alvarenga 29 de outubro de 2004 1 Eleições dos EUA: possíveis cenários e impactos mundiais Análise

Leia mais

2 Características do Sistema Interligado Nacional

2 Características do Sistema Interligado Nacional 2 Características do Sistema Interligado Nacional O Sistema Elétrico Brasileiro (SEB) evoluiu bastante ao longo do tempo em termos de complexidade e, consequentemente, necessitando de um melhor planejamento

Leia mais

Região de conflitos 1) Irã x Iraque: 2) Guerra do Golfo ou Iraque x Kuwait 3) Guerra no Afeganistão: 4) Guerra no Iraque ou Iraque x EUA:

Região de conflitos 1) Irã x Iraque: 2) Guerra do Golfo ou Iraque x Kuwait 3) Guerra no Afeganistão: 4) Guerra no Iraque ou Iraque x EUA: AVALIAÇÃO MENSAL DE GEOGRAFIA 1º Bim./2012 GABARITO Professor(a): Marcelo Duílio / Mônica Moraes Curso: Fund. II 9º ano Data: 08 / 03 / 2012 Tarde versão 2 Nome: BOA PROVA!!! Nº.: Instruções gerais Para

Leia mais

CIÊNCIAS PROVA 3º BIMESTRE 9 º ANO

CIÊNCIAS PROVA 3º BIMESTRE 9 º ANO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIAS PROVA 3º BIMESTRE 9 º ANO 2010 QUESTÃO 1 Com a finalidade de diminuir

Leia mais

Pluralidade dos Mundos Habitados. Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF

Pluralidade dos Mundos Habitados. Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF Habitados Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF Jesus referiu-se em algum momento de suas pregações à existência de outros mundos habitados? Qualquer pessoa que pensa, ao

Leia mais

Construção Civil. Identificar as características estruturais do segmento e suas transformações no tempo. Englobam diversos tipos de obras e serviços.

Construção Civil. Identificar as características estruturais do segmento e suas transformações no tempo. Englobam diversos tipos de obras e serviços. Construção Civil Construção Civil Identificar as características estruturais do segmento e suas transformações no tempo. Englobam diversos tipos de obras e serviços. edificações residenciais; edificações

Leia mais

China Ultrapassa Japão como Segunda Maior Economia Mundial

China Ultrapassa Japão como Segunda Maior Economia Mundial BRICS Monitor China Ultrapassa Japão como Segunda Maior Economia Mundial Fevereiro de 2011 Núcleo de Análises de Economia e Política dos Países BRICS BRICS Policy Center / Centro de Estudos e Pesquisa

Leia mais

Global Development Finance: uma perspectiva mais positiva para os países em desenvolvimento

Global Development Finance: uma perspectiva mais positiva para os países em desenvolvimento Global Development Finance: uma perspectiva mais positiva para os países em desenvolvimento Os países em desenvolvimento estão se recuperando da crise recente mais rapidamente do que se esperava, mas o

Leia mais

Relações internacionais

Relações internacionais 45 Relações internacionais Ampliação do Mercosul: a adesão da Venezuela* Sônia Unikowsky Teruchkin** Economista da FEE A adesão da Venezuela ao Mercosul, em julho de 2006, suscitou inúmeras manifestações

Leia mais

Venezuela: Caracas e Lisboa assinaram nove novos acordos de cooperação - RTP Not...

Venezuela: Caracas e Lisboa assinaram nove novos acordos de cooperação - RTP Not... Venezuela: Caracas e Lisboa assinaram nove novos acordos de cooperação - RTP Not... http://ww1.rtp.pt/noticias/?article=362973&visual=26&tema=4 Page 1 of 2 Economia Venezuela: Caracas e Lisboa assinaram

Leia mais

regulamentadores dos negócios internacionais

regulamentadores dos negócios internacionais 1.1 Operações e órgãos regulamentadores dos negócios internacionais DISCIPLINA: Negócios Internacionais FONTES: DIAS, Reinaldo. RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. Atlas. São Paulo:

Leia mais

A EXPANSÃO DA GUERRA FRIA (1947-1989)

A EXPANSÃO DA GUERRA FRIA (1947-1989) A EXPANSÃO DA GUERRA FRIA (1947-1989) RECAPITULANDO -GUERRA FRIA: Disputa pela hegemonia mundial entre duas potências: EUA e URSS. -ACORDOS ECONOMICOS: -Plano Marshall (1947) -Plano Comecon (1949) ACORDOS

Leia mais

Impactos do atual modelo de desenvolvimento econômico sobre as empresas

Impactos do atual modelo de desenvolvimento econômico sobre as empresas Impactos do atual modelo de desenvolvimento econômico sobre as empresas Ilan Goldfajn Economista-chefe e Sócio Itaú Unibanco Dezembro, 2015 1 Roteiro sofre de diversos desequilíbrios e problemas de competitividade.

Leia mais

Entrevista exclusiva concedida por escrito pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, à Agência Interfax, da Rússia

Entrevista exclusiva concedida por escrito pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, à Agência Interfax, da Rússia Entrevista exclusiva concedida por escrito pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, à Agência Interfax, da Rússia Publicada em 13 de julho de 2006 Jornalista: Tradicionalmente os líderes

Leia mais