LISTA DE EXERCÍCIOS 2

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LISTA DE EXERCÍCIOS 2"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES 1. TIPOS COMPOSTOS DE DADOS LISTA DE EXERCÍCIOS 2 1. Considerando as declarações abaixo, responda dizendo qual o tipo da informação que deve ser armazenada na variável: enum trave LEsq, LDir, CantoEsq, CantoDir, Centro union jogador char nome[25]; int numero; struct gol jogador jog; float x,y,z; trave local; float velo; float acel; // identificação do jogador // posição da bola nas coordenadas // onde a bola entrou // velocidade da bola // aceleração da bola gol * estatistica = new gol[10]; // estatísticas para até 10 gols a) estatistica b) estatistica[4] c) estatistica[1].jog d) estatistica->jog.numero e) (estatistica + 9)->local f) estatistica[2].velo g) (estatistica + 1)->jog.nome[0] h) estatistica[6].acel 2. Crie um registro para descrever uma data. O registro deve ser capaz de armazenar o dia, o mês (em formato numérico) e o ano (no formato numérico AAAA). Em seguida faça um programa que receba a data de nascimento de uma pessoa e a data atual. Calcule e mostre quantos dias de vida ela tem. Use o novo tipo criado para armazenar as datas e uma função para calcular o número de dias de vida. A função deve receber dois registros do tipo data e retornar um numero inteiro referente ao número de dias. Considere que todos os meses têm 31 dias, e desconsidere os anos bissextos Não utilize instruções de decisão (if) Digite sua data de nascimento: Digite a data de hoje: Você tem 7604 dias de vida.

2 3. Considerando o registro gol definido abaixo, crie um programa que pergunte ao usuário quantos gols ele quer cadastrar e crie um vetor dinâmico com o tamanho apropriado. Em seguida leia e armazene no vetor dinâmico apenas o nome do jogador que marcou o gol (os demais campos do registro não precisam receber valores). union jogador char nome[25]; int numero; struct gol jogador jog; int hora, min; // nome do jogador // numero da camisa do jogador // identificação do jogador // hora e minuto em que o gol foi marcado Quantos gols você vai cadastrar? 3 Jogador: Bebeto Jogador: Zico Jogador: Pele 4. A prefeitura de Mossoró elabora mensalmente um caderno com a programação cultural da cidade. Ela deseja ter um programa que permita construir uma lista de eventos. O programa deve cadastrar as seguintes informações de um evento: a. Data (um registro que possui três valores inteiros dia, mês e ano) b. Horário (um registro que possui dois valores inteiros hora e minuto) c. Descrição (uma string com no máximo 18 caracteres) Os eventos devem ser registros inseridos em um vetor dinâmico. Pergunte ao usuário quantos eventos ele quer cadastrar e use um loop for para ler as informações dos eventos. Em seguida imprima um resumo mostrando todos os eventos cadastrados. Quantos eventos deseja cadastrar? 2 #1 Data: Hora: Desc: Musica ao Vivo #2 Data: Hora: Desc: Show de Dança Eventos Cadastrados 26/10/ :00 Musica ao Vivo 26/10/ :00 Show de Dança

3 5. Analise o uso de enumeração no código abaixo: #include <iostream> using namespace std; enum mes JAN, FEV, MAR, ABR, MAI, JUN, JUL, AGO, SET, OUT, NOV, DEZ int main() char meses[12][10] = "Janeiro", "Fevereiro", "Marco", "Abril", "Maio", "Junho", "Julho", "Agosto", "Setembro", "Outubro", "Novembro", "Dezembro" for (mes ind = JAN; ind <= DEZ; ind = mes(ind + 1)) cout << meses[ind] << endl; } system("pause"); return 0; Refaça o programa de forma que ele imprima os dias da semana. 2. PONTEIROS E ALOCAÇÃO DINÂMICA 1. As instruções abaixo resultam em um código válido? Explique o porquê. float peso; peso = 30; cout << peso; delete peso; 2. Construa um programa que leia o nome de um jogador de futebol e seu respectivo time para um vetor de caracteres, como no exemplo abaixo. O nome do jogador e o nome do time sempre estarão separados por uma barra e sem espaços. Localize a posição do caractere '/' dentro do vetor e coloque um ponteiro apontando para o caractere seguinte. Mostre a quantidade de letras que tem o nome do jogador e, usando o ponteiro, mostre o nome do time. Digite jogador/time: Pele/Santos O nome do jogador tem 4 letras. O seu time é o Santos. 3. Faça um programa que leia quatro palavras pelo teclado e armazene-as em vetores de caracteres distintos. Em seguida calcule o tamanho de um vetor de caracteres capaz de conter as quatro palavras juntas, aloque dinamicamente a memória para esta nova string e copie todas as palavras lidas para essa única string. Por fim apresente esta string única na tela.

4 Digite 4 palavras: Ontem Hoje Amanha Sempre Concatenando as palavras obtem-se: OntemHojeAmanhaSempre 4. Verifique o programa abaixo e modifique-o para que ele mostre o número 10 na tela usando o ponteiro q. #include <iostream> using namespace std; int main() int x, *p, **q; p = &x; q = &p; x = 10; cout << q; // não está mostrando o número 10 cout << endl; } system("pause"); return 0; 5. Sendo um vetor de inteiros A = 46, 78, 40, 96, 74, 58, 32, 56, 91, 6}, utilize dois ponteiros em conjunto com um laço for para imprimir na tela os pares de números: [46,78] [40,96] [74,58] [32,56] [91,6] 3. LAÇOS DE REPETIÇÃ O 1. Explique em uma frase o que o trecho de código abaixo faz. int x, soma = 0; cout << "Digite um valor: "; for (cin >> x; x ; soma+=x, cin >> x) cout << "Digite outro valor: "; cout << soma << endl; 2. Faça um programa que receba 10 valores inteiros do teclado, crie um vetor para armazenar os cinco primeiros e outro para armazenar os cinco últimos. Gere e exiba um terceiro vetor do mesmo tamanho cujos elementos sejam a soma dos respectivos elementos dos dois primeiros vetores.

5 3. Escreva um programa que utilize laços for aninhados para calcular e mostrar a soma das colunas de um vetor bidimensional 4x4, como mostrado no exemplo abaixo. A matriz deve ser inicializada no momento da sua declaração A soma das colunas é: O que o código abaixo iria imprimir se ele fosse parte de um programa válido? int i = 0; while (++i < 4) cout << "Oi! "; do cout << "Tchau! "; while (i++ <= 8); 5. Escreva um programa que utilize um laço de repetição while ou do while para ler números inteiros até que o número zero seja lido. Uma vez finalizada a entrada, o programa deve mostrar a quantidade de números lidos, a soma e a média dos números. Digite números inteiros (0 para finalizar): Foram lidos 4 números A soma dos números é 21 A média é 5.25

Fundamentos de Programação

Fundamentos de Programação Fundamentos de Programação Linguagem C++: arrays - aula I Bruno Emerson Gurgel Gomes 1 1 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RN (IFRN) 2012 Bruno Gomes (IFRN) Fundamentos de Programação

Leia mais

1ª Lista de Exercícios

1ª Lista de Exercícios Universidade Federal do Rio de Janeiro Data: 26/04/05 Disciplina: Computação I 1ª Lista de Exercícios 1) Faça um programa, em pseudo-código, que peça ao usuário que informe n números reais e então calcule

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++

INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ Profª ª Danielle Casillo LAÇOS Laços são comandos da linguagem

Leia mais

Computação L2. Linguagem C++ Observação: Material Baseado na Disciplina Computação Eletrônica.

Computação L2. Linguagem C++ Observação: Material Baseado na Disciplina Computação Eletrônica. Computação L2 Linguagem C++ ovsj@cin.ufpe.br Observação: Material Baseado na Disciplina Computação Eletrônica. Alfabeto São os símbolos ( caracteres ) permitidos na linguagem: Letras (maiúsculas e minúsculas);

Leia mais

Linguagem C++ Estruturas de controle Parte II Estruturas de repetição

Linguagem C++ Estruturas de controle Parte II Estruturas de repetição Fundamentos de Programação Linguagem C++ Estruturas de controle Parte II Estruturas de repetição Prof. Bruno E. G. Gomes IFRN 1 Estruturas de Controle Permitem o controle da sequência de execução de um

Leia mais

Fábio da Fontoura Beltrão Felipe Augusto Chies Lucas Fialho Zawacki Marcos Vinicius Cavinato Matheus de Carvalho Proença

Fábio da Fontoura Beltrão Felipe Augusto Chies Lucas Fialho Zawacki Marcos Vinicius Cavinato Matheus de Carvalho Proença C++ Fábio da Fontoura Beltrão Felipe Augusto Chies Lucas Fialho Zawacki Marcos Vinicius Cavinato Matheus de Carvalho Proença Primeiro Programa //Primeiro Programa C++ #include int main() { std::cout

Leia mais

C++ - Matrizes. Observ.: C++ não avisa quando o limite de uma matriz foi excedido. Providenciar a verificação é responsabilidade do programador.

C++ - Matrizes. Observ.: C++ não avisa quando o limite de uma matriz foi excedido. Providenciar a verificação é responsabilidade do programador. C++ - Matrizes É um conjunto de variáveis, do mesmo tipo, referenciadas por um único nome, onde cada variável é diferenciada por meio de um número entre colchetes chamado índice. Declaração : tipo nome

Leia mais

Disciplina de Algoritmos e Programação

Disciplina de Algoritmos e Programação Disciplina de Algoritmos e Programação Aula Passada Prática com declaração e inicialização de variáveis Capacidade de representação (estouro de representação) Tamanho ocupado pela variável na memória (comando

Leia mais

BAC004 Informática Teórica T2 Professora: Fabiana Costa Guedes Lista 05 Vetores e Matrizes Vetores

BAC004 Informática Teórica T2 Professora: Fabiana Costa Guedes Lista 05 Vetores e Matrizes Vetores BAC004 Informática Teórica T2 Professora: Fabiana Costa Guedes Lista 05 Vetores e Matrizes Vetores 1- Faça um programa que preencha um vetor com seis elementos numéricos inteiros, calcule e mostre: a.

Leia mais

Curso Básico de Programação Aula 11. Revisão Aula Anterior Laços de Repetição While; Do-While; For.

Curso Básico de Programação Aula 11. Revisão Aula Anterior Laços de Repetição While; Do-While; For. Curso Básico de Programação Aula 11 Revisão Aula Anterior Laços de Repetição While; Do-While; For. Introdução à Linguagem C Laços de Repetição While Do-While For while () { } do {

Leia mais

Centro Universitário Franciscano Curso de Sistemas de Informação Disciplina de algoritmos e programação II. Ponteiros

Centro Universitário Franciscano Curso de Sistemas de Informação Disciplina de algoritmos e programação II. Ponteiros Centro Universitário Franciscano Curso de Sistemas de Informação Disciplina de algoritmos e programação II Ponteiros Profa.: Simone Ceolin Slides (Prof.Tiago Rios da Rocha) Primeiro Semestre 2011 Sumário

Leia mais

Puca Huachi Vaz Penna / José Américo T. Messias

Puca Huachi Vaz Penna / José Américo T. Messias BCC201 Introdução à Computação Turmas 61, 62, 63, 64, 65 e 66 Puca Huachi Vaz Penna / José Américo T. Messias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto http://www.decom.ufop.br/puca

Leia mais

Aula 10 Alocação Dinâmica de Memória Listas Encadeadas. prof Leticia Winkler

Aula 10 Alocação Dinâmica de Memória Listas Encadeadas. prof Leticia Winkler Aula 10 Alocação Dinâmica de Memória Listas Encadeadas prof Leticia Winkler 1 Prof. Leticia Winkler 2 Alocação de Memória Reservar na memória (principal), o espaço para guardar a informação através da

Leia mais

//conteúdo do arquivo Matriz.h class Matriz { private: int *elementos; int numerodelinhas; int numerodecolunas; void setnumerodelinhas(int); void

//conteúdo do arquivo Matriz.h class Matriz { private: int *elementos; int numerodelinhas; int numerodecolunas; void setnumerodelinhas(int); void //conteúdo do arquivo Matriz.h class Matriz private: int *elementos; int numerodelinhas; int numerodecolunas; void setnumerodelinhas(int); void setnumerodecolunas(int); int getnumerodelinhas(); int getnumerodecolunas();

Leia mais

Vetores. e o programa deverá ler os valores separadamente:

Vetores. e o programa deverá ler os valores separadamente: Vetores Vetor é um tipo de dado usado para representar uma certa quantidade de variáveis de valores homogêneos (do mesmo tipo). Imagine o seguinte problema: calcular a média das notas da prova de 5 alunos.

Leia mais

Programação: Vetores

Programação: Vetores Programação de Computadores I Aula 09 Programação: Vetores José Romildo Malaquias Departamento de Computação Universidade Federal de Ouro Preto 2011-1 1/62 Motivação Problema Faça um programa que leia

Leia mais

Exercícios: Arquivos

Exercícios: Arquivos Universidade Federal de Uberlândia - UFU Faculdade de Computação - FACOM Lista de exercícios de programação em linguagem C Exercícios: Arquivos 1. Escreva um programa que: (a) Crie/abra um arquivo texto

Leia mais

ITENS FUNDAMENTAIS Programando em C++

ITENS FUNDAMENTAIS Programando em C++ INFORMÁTICA E COMPUTAÇÃO - CMP 1060 AULA 3 ITENS FUNDAMENTAIS Programando em C++ 1. Constantes São valores que são mantidos fixos pelo compilador. Tipo de Dado Exemplos de Constantes char b \n \0 int 2

Leia mais

Aula 25: Funções com Arrays

Aula 25: Funções com Arrays CI208 - Programação de Computadores Aula 25: Funções com Arrays Prof. MSc. Diego Roberto Antunes diegor@inf.ufpr.br www.inf.ufpr.br/diegor Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Exatas Departamento

Leia mais

Fundação Universidade de Rondônia Estrutura de Dados 1º semestre/2010 LISTA DE EXERCÍCIOS

Fundação Universidade de Rondônia Estrutura de Dados 1º semestre/2010 LISTA DE EXERCÍCIOS Fundação Universidade de Rondônia Estrutura de Dados 1º semestre/2010 LISTA DE EXERCÍCIOS Exercícios retirados da apostila Curso de Linguagem C (http://ultradownloads.com.br/download/curso-de-linguagem-c/)

Leia mais

Vetores(Arrays) Olimpíadas de Informática. Aulas preparatórias Introdução a Programação em C.

Vetores(Arrays) Olimpíadas de Informática. Aulas preparatórias Introdução a Programação em C. Olimpíadas de Informática Aulas preparatórias Introdução a Programação em C. Vetores(Arrays) Prof. Gemilson George gemilson@colegiogeo.com.br Blog: informaticageo.wordpress.com GEO.OBI Aula 05 Definição:

Leia mais

Aula 14: Funções Passagem de Parâmetros por Referência

Aula 14: Funções Passagem de Parâmetros por Referência CI208 - Programação de Computadores Aula 14: Funções Passagem de Parâmetros por Referência Prof. MSc. Diego Roberto Antunes diegor@inf.ufpr.br www.inf.ufpr.br/diegor Universidade Federal do Paraná Setor

Leia mais

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 15. Revisão Vetores e Matrizes Trabalho

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 15. Revisão Vetores e Matrizes Trabalho CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 15 Revisão Vetores e Matrizes Trabalho Definição: Introdução a Linguagem C Vetores Estrutura que permite armazenar um conjunto de dados do mesmo tipo na mesma variável;

Leia mais

Vetores(Arrays) Olimpíadas de Informática. Aulas preparatórias Introdução a Programação em C.

Vetores(Arrays) Olimpíadas de Informática. Aulas preparatórias Introdução a Programação em C. Olimpíadas de Informática Aulas preparatórias Introdução a Programação em C. Vetores(Arrays) Prof. Gemilson George gemilson@colegiogeo.com.br Blog: informaticageo.wordpress.com GEO.OBI Aula 05 Vetores

Leia mais

Sumário. Introdução à Ciência da Computação. Ponteiros em C. Introdução. Definição. Por quê ponteiros são importantes?

Sumário. Introdução à Ciência da Computação. Ponteiros em C. Introdução. Definição. Por quê ponteiros são importantes? Introdução à Ciência da Computação Ponteiros em C Prof. Ricardo J. G. B. Campello Sumário Introdução Definição de Ponteiros Declaração de Ponteiros em C Manipulação de Ponteiros em C Operações Ponteiros

Leia mais

Programação Básica. Estrutura de um algoritmo

Programação Básica. Estrutura de um algoritmo Programação Básica Estrutura de um algoritmo Código-fonte Como vimos na aula anterior um algoritmo pode ser representado usando um fluxograma Um algoritmo pode também ser representado usando texto Esse

Leia mais

Working 05 : Modularização

Working 05 : Modularização Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnólogico Working 05 : Modularização Objetivos: Entender como é estruturada uma função em C e lembrar como é feita a comunicação entre funções; Praticar

Leia mais

Arrays (Vetores) Arrays (Vetores) 28/04/ Índices. profs. } Ex1: Se eu preciso manipular 100 nomes de pessoas ao mesmo tempo... é melhor...

Arrays (Vetores) Arrays (Vetores) 28/04/ Índices. profs. } Ex1: Se eu preciso manipular 100 nomes de pessoas ao mesmo tempo... é melhor... Arrays (Vetores) Ex1: Se eu preciso manipular 100 nomes de pessoas ao mesmo tempo... é melhor... Declarar 100 variáveis (1 para cada pessoa)... ou Declarar apenas 1 variável(um vetor com 100 nomes)? Ex2:

Leia mais

Computação para Informática - Prof. Adriano Joaquim de Oliveira Cruz Terceira Aula Prática - 10 de setembro de 2010

Computação para Informática - Prof. Adriano Joaquim de Oliveira Cruz Terceira Aula Prática - 10 de setembro de 2010 Computação para Informática - Prof. Adriano Joaquim de Oliveira Cruz Terceira Aula Prática - 10 de setembro de 2010 1 O comando while Para fazer os exercícios desta aula prática você irá precisar de um

Leia mais

Capítulo 6: Arquivos

Capítulo 6: Arquivos Capítulo 6: Arquivos Waldemar Celes e Roberto Ierusalimschy 29 de Fevereiro de 2012 1 Funções de entrada e saída em arquivos Nos capítulos anteriores, desenvolvemos programas que capturam seus dados de

Leia mais

4ª Lista de Exercícios de Programação I

4ª Lista de Exercícios de Programação I 4ª Lista de Exercícios de Programação I Instrução As questões devem ser implementadas em C. 1. Faça um algoritmo que leia 10 valores inteiros armazenando-os em um vetor e depois calcule a soma dos valores

Leia mais

Técnicas de Programação:

Técnicas de Programação: Técnicas de Programação: Programação Orientada a Objeto PROF. PROTÁSIO DEE-UFPB Classes e Objetos Classe É uma estrutura de dados que pode conter: Objeto Dados, e Funções. É uma instância de uma classe.

Leia mais

Exercícios Repetição. 8.3 Exercícios

Exercícios Repetição. 8.3 Exercícios Curso de Graduação em Ciência da Computação Disciplina: Algoritmos Professor: Marcelo Cendron Exercícios Repetição 8.3 Exercícios 1. Faça um programa utilizando o comando while, que fica lendo números

Leia mais

Aula 2 Listas Lineares Sequenciais. prof Leticia Winkler

Aula 2 Listas Lineares Sequenciais. prof Leticia Winkler Aula 2 Listas Lineares Sequenciais prof Leticia Winkler 1 Conteúdo Revisão de Vetor Definição Declaração Acesso dos Elementos Inicialização dos Elementos Exemplo Vetor e Função Lista Linear Operações com

Leia mais

Programação Aplicada à Engenharia

Programação Aplicada à Engenharia Universidade Federal Rural do Semi-Árido Departamento de Ciências Ambientais Programação Aplicada à Engenharia Aula 06: Introdução a C++ Silvio Fernandes 2009.1 1 História de C e C++ C++ é uma evolução

Leia mais

Exercícios: Vetores e Matrizes

Exercícios: Vetores e Matrizes Universidade Federal de Uberlândia - UFU Faculdade de Computação - FACOM Lista de exercícios de programação em linguagem C Exercícios: Vetores e Matrizes 1 Vetores 1. Faça um programa que possua um vetor

Leia mais

Estruturas de Repetição WHILE e DO- WHILE

Estruturas de Repetição WHILE e DO- WHILE Universidade Federal do Pampa UNIPAMPA Campus Itaqui RS Engenharia de Agrimensura Introdução à Programação (prof. Dr. Rogério Vargas) Lista 2 (entrega: 1 de junho de 2015) Instruções: Trabalhos iguais

Leia mais

Linguagem C: Introdução

Linguagem C: Introdução Linguagem C: Introdução Linguagem C É uma Linguagem de programação genérica que é utilizada para a criação de programas diversos como: Processadores de texto Planilhas eletrônicas Sistemas operacionais

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 03 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++

INFORMÁTICA APLICADA AULA 03 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 03 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ Profª ª Danielle Casillo OPERADORES Um operador é um símbolo

Leia mais

Capítulo 7 Matriz. Roteiro

Capítulo 7 Matriz. Roteiro Capítulo 7 Matriz Licenciatura em Computação Fundamentos de Lógica para Programação Prof. Nícolas Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.br http://professor.ifsertao-pe.edu.br/nicolas.trigo Roteiro Definição

Leia mais

Introdução à Computação II (Noturno) BCC Unesp Rio Claro/SP 2015 em PDF via Moodle: Escolha apenas 5 exercícios para entrega Exercício 01 (Pilhas)

Introdução à Computação II (Noturno) BCC Unesp Rio Claro/SP 2015 em PDF via Moodle: Escolha apenas 5 exercícios para entrega Exercício 01 (Pilhas) Introdução à Computação II (Noturno) BCC Unesp Rio Claro/SP 2015 Lista Obrigatória 02 - Prof. Rafael Oliveira (Deve ser entregue em PDF via Moodle: Escolha apenas 5 exercícios para entrega) Exercício 01

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIAS 1º Semestre 2007/2008

UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIAS 1º Semestre 2007/2008 UNIVERSIDADE LUSÓFONA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIAS 1º Semestre 2007/2008 Introdução à Programação em C 28/01/2008 Leia com atenção as perguntas e justifique cuidadosamente todas as respostas 1. Descreva,

Leia mais

Manipulação de Arquivos Binários

Manipulação de Arquivos Binários Introdução à Computação I Departamento de Física e Matemática FFCLRP-USP Prof. Dr. José Augusto Baranauskas IBm1006 1º Semestre/2006 Notas de Aula Manipulação de Arquivos Binários Até agora vimos como

Leia mais

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Lista de Exercícios 2

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Lista de Exercícios 2 Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Facom - Faculdade de Computação Programação de Computadores I - Engenharia Ambiental Lista de Exercícios 2 Exercícios usando if 1. Escreva um programa que leia

Leia mais

Fundamentos de Programação

Fundamentos de Programação Fundamentos de Programação Linguagem C++: arrays de caracteres (strings) Bruno Emerson Gurgel Gomes 1 1 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RN (IFRN) 2011 Bruno Gomes (IFRN) Fundamentos

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS - ro. 04

LISTA DE EXERCÍCIOS - ro. 04 USP ICMC SSC SSC0100 - Introdução à Ciência da Computação I (Prática) Professor responsável: Fernando Santos Osório Semestre: 2009/1 Horário: Terça 14h20 (Turma A2) E-mail: fosorio.at. icmc.usp.br fosorio.at.

Leia mais

5COP088. Aula 2 Linguagem Estruturada Prof. Dr. Sylvio Barbon Junior. Laboratório de Programação. Aula 2 Linguagem Estruturada

5COP088. Aula 2 Linguagem Estruturada Prof. Dr. Sylvio Barbon Junior. Laboratório de Programação. Aula 2 Linguagem Estruturada 5COP088 Laboratório de Programação Aula 2 Linguagem Estruturada Prof. Dr. Sylvio Barbon Junior 1 Sumário 1) Exercícios - Laços 2) Ponteiros 3) Funções 4) Procedimentos 5) Recursividade 2 Exercícios sobre

Leia mais

LINGUAGEM C: ARRAY: VETORES E MATRIZES

LINGUAGEM C: ARRAY: VETORES E MATRIZES LINGUAGEM C: ARRAY: VETORES E MATRIZES Prof. André Backes POR QUE USAR ARRAY? As variáveis declaradas até agora são capazes de armazenar um único valor por vez. Sempre que tentamos armazenar um novo valor

Leia mais

PROGRAMAS BÁSICOS EM C++ Disciplina: Introdução à Ciência da Computação Prof. Modesto Antonio Chaves Universidade estadual do Sudoeste da Bahia

PROGRAMAS BÁSICOS EM C++ Disciplina: Introdução à Ciência da Computação Prof. Modesto Antonio Chaves Universidade estadual do Sudoeste da Bahia PROGRAMAS BÁSICOS EM C++ Disciplina: Introdução à Ciência da Computação Prof. Modesto Antonio Chaves Universidade estadual do Sudoeste da Bahia Calculo da área de um triângulo Algoritmo Área Var base,

Leia mais

ESTRUTURAS COMPOSTAS. Variáveis Compostas Unidimensionais VETOR. Baseado nos slides de Rosely Sanches e Simone Senger de Souza

ESTRUTURAS COMPOSTAS. Variáveis Compostas Unidimensionais VETOR. Baseado nos slides de Rosely Sanches e Simone Senger de Souza ESTRUTURAS COMPOSTAS Variáveis Compostas Unidimensionais VETOR Baseado nos slides de Rosely Sanches e Simone Senger de Souza 2 ESTRUTURAS COMPOSTAS Pode-se organizar os dados dos tipos simples em tipos

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

Exercícios Repetição

Exercícios Repetição Curso de Engenharia de Controle e Automação Disciplina: Informática para a Automação Professor: Marcelo Cendron Exercícios Repetição 1.1 8.3 Exercícios 1. Faça um programa utilizando o comando while, que

Leia mais

4ª Lista de Exercícios de Programação I

4ª Lista de Exercícios de Programação I 4ª Lista de Exercícios de Programação I Instrução As questões devem ser implementadas em C. 1. Faça um algoritmo que leia 10 valores inteiros armazenando-os em um vetor e depois calcule a soma dos valores

Leia mais

PCS Laboratório de Programação Orientada a Objetos 1a. Prova. 02 de Setembro de 2015

PCS Laboratório de Programação Orientada a Objetos 1a. Prova. 02 de Setembro de 2015 PCS - 3111 Laboratório de Programação Orientada a Objetos 1a. Prova 02 de Setembro de 2015 Questão 1 (2,6) Deseja-se implementar um programa que recebe um mês e um dia atual de um ano e o mês e o dia de

Leia mais

Registros, Vetores e Matrizes

Registros, Vetores e Matrizes Registros, Vetores e Matrizes Lista de Exercícios - 05 Algoritmos e Linguagens de Programação Professor: Edwar Saliba Júnior 1) Elabore um algoritmo que leia 10 números inteiros digitados pelo usuário

Leia mais

Lista de Exercícios STRING LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO PROF. EDUARDO SILVESTRI.

Lista de Exercícios STRING LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO PROF. EDUARDO SILVESTRI. Lista de Exercícios STRING LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO PROF. EDUARDO SILVESTRI. ATUALIZADO EM: 29/10/2007 1. Faça um programa que inverta uma string: leia a string com gets e armazene-a invertida em outra

Leia mais

Introdução à Programação. Introdução a Linguagem C. Prof. José Honorato F. Nunes

Introdução à Programação. Introdução a Linguagem C. Prof. José Honorato F. Nunes Introdução à Programação Introdução a Linguagem C Prof. José Honorato F. Nunes honorato.nunes@ifbaiano.bonfim.edu.br Resumo da aula Introdução Variáveis Tipos de dados Operadores e Expressões: Operadores

Leia mais

Estruturas II UFOP 1/35

Estruturas II UFOP 1/35 BCC 201 - Introdução à Programação I Estruturas II Guillermo Cámara-Chávez UFOP 1/35 Conceito de struct I Vetores e matrizes Estruturas de dados homegêneas Armazenam vários valores, mas todos de um mesmo

Leia mais

INF 1620 P1-04/10/03 Questão 1 Nome:

INF 1620 P1-04/10/03 Questão 1 Nome: INF 1620 P1-04/10/03 Questão 1 a) Implemente uma função para calcular as raízes de uma equação do segundo grau do tipo ax 2 +bx+c=0. O protótipo dessa função deve ser: void raizes (float a, float b, float

Leia mais

Vetores Unimensionais

Vetores Unimensionais Vetores Unimensionais Objetivos Entender a importância e a necessidade do uso de Vetores Definição de Manipulação de Vetores Inserir elementos em um vetor (usando laços ou não) Imprimir elementos de um

Leia mais

Legibilidade do código fonte

Legibilidade do código fonte Sumário Legibilidade do código fonte Exemplos Normas Instrução switch Sintaxe e Semântica Exemplo Tipos enumerados Exemplo Programação 2007/2008 DEEC-IST 1 Legibilidade do código fonte Exemplo: Considere

Leia mais

4ª Série de Exercícios Variáveis Compostas Homogêneas 1. Faça um algoritmo que leia, via teclado, 10 valores do tipo inteiro e os guarde na memória.

4ª Série de Exercícios Variáveis Compostas Homogêneas 1. Faça um algoritmo que leia, via teclado, 10 valores do tipo inteiro e os guarde na memória. 4ª Série de Exercícios Variáveis Compostas Homogêneas 1. Faça um algoritmo que leia, via teclado, 10 valores do tipo inteiro e os guarde na memória. 2. Amplie o exercício anterior emitindo um relatório

Leia mais

Estruturas da linguagem C. 1. Identificadores, tipos primitivos, variáveis e constantes, operadores e expressões.

Estruturas da linguagem C. 1. Identificadores, tipos primitivos, variáveis e constantes, operadores e expressões. 1 Estruturas da linguagem C 1. Identificadores, tipos primitivos, variáveis e constantes, operadores e expressões. Identificadores Os identificadores seguem a duas regras: 1. Devem ser começados por letras

Leia mais

Variáveis, Tipos de Dados e Operadores

Variáveis, Tipos de Dados e Operadores ! Variáveis, Tipos de Dados e Operadores Engenharias Informática Aplicada 2.o sem/2013 Profa Suely (e-mail: smaoki@yahoo.com) VARIÁVEL VARIÁVEL É um local lógico, ligado a um endereço físico da memória

Leia mais

ponteiros INF Programação I Prof. Roberto Azevedo

ponteiros INF Programação I Prof. Roberto Azevedo ponteiros INF1005 -- Programação I -- 2016.1 Prof. Roberto Azevedo razevedo@inf.puc-rio.br ponteiros tópicos o que são ponteiros operadores usados com ponteiros passagem de ponteiros para funções referência

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

Unidade 12: Estrutura de Repetição Simples Prof. Daniel Caetano

Unidade 12: Estrutura de Repetição Simples Prof. Daniel Caetano Lógica de Programação 1 Unidade 12: Estrutura de Repetição Simples Prof. Daniel Caetano Objetivo: Realizando decisões de repetição simples no código de programação. Bibliografia: ASCENCIO, 2007; MEDINA,

Leia mais

LP II Estrutura de Dados

LP II Estrutura de Dados LP II Estrutura de Dados Linguagem C Seleção e Repetição Prof. José Honorato F. Nunes honorato.nunes@ifbaiano.bonfim.edu.br Resumo da aula Estruturas de Seleção Simples Composta Aninhada Estruturas de

Leia mais

Matrizes em C. Lucas Ferrari de Oliveira Professor Adjunto. Universidade Federal do Paraná

Matrizes em C. Lucas Ferrari de Oliveira Professor Adjunto. Universidade Federal do Paraná em C Lucas Ferrari de Oliveira Professor Adjunto Universidade Federal do Paraná Uma matriz é uma coleção de variáveis do mesmo tipo que é referenciada por um nome comum; Em C todas as matrizes consistem

Leia mais

Matrizes. DCC 119 Algoritmos

Matrizes. DCC 119 Algoritmos Matrizes DCC 119 Algoritmos Matrizes: vetores multidimensionais Assim como os vetores, as matrizes são estruturas de dados homogêneas. Podem ser construídas dos diversos tipos básicos primitivos (real,

Leia mais

Estrutura de Seleção Múltipla Switch

Estrutura de Seleção Múltipla Switch Estrutura de Seleção Múltipla Switch Disciplina: Algoritmos e Programação Luciano Moraes Da Luz Brum Universidade Federal do Pampa Unipampa Campus Bagé Email: lucianobrum18@gmail.com Horários de atendimento:

Leia mais

69) Acrescentar uma mensagem de VALOR INVÁLIDO no exercício [68], caso o segundo valor informado seja ZERO.

69) Acrescentar uma mensagem de VALOR INVÁLIDO no exercício [68], caso o segundo valor informado seja ZERO. Exercícios 65 ao 72 - Estrutura de Repetição: Enquanto 65) Escreva um algoritmo para ler um valor entre 1 (inclusive) e 10 (inclusive). Se o valor lido não estiver entre 1 (inclusive) e 10 (inclusive),

Leia mais

Fundamentos de Programação. Linguagem C++ Introdução, identificadores, tipos de dados. Prof. Bruno E. G. Gomes IFRN

Fundamentos de Programação. Linguagem C++ Introdução, identificadores, tipos de dados. Prof. Bruno E. G. Gomes IFRN Fundamentos de Programação Linguagem C++ Introdução, identificadores, tipos de dados Prof. Bruno E. G. Gomes IFRN 1 Linguagem de Programação Constituída por símbolos e por regras para combinar esses símbolos

Leia mais

Lógica de Programação Módulo I Prof.: Ricardo Lokchin. Fazer os exercícios abaixo na Linguagem C ou em ALGORITMOS.

Lógica de Programação Módulo I Prof.: Ricardo Lokchin. Fazer os exercícios abaixo na Linguagem C ou em ALGORITMOS. Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet a Distância Instituto Federal Sul-rio-grandense - IFSUL Sistema Universidade Aberta do Brasil UAB Núcleo de Produção de Tecnologia e Ensino - NPTE

Leia mais

Trabalho Linguagem e Programação de Compiladores

Trabalho Linguagem e Programação de Compiladores Trabalho Linguagem e Programação de Compiladores Responda as questões. Os exercícios deverão ser desenvolvidos utilizando as estruturas apresentadas em aula e adequadas para cada problema. Forma de entrega:

Leia mais

INTRODUÇÃO AO USO DO DEV C++ Disciplina: Introdução à Ciência da Computação Prof. Modesto Antonio Chaves Universidade estadual do Sudoeste da Bahia

INTRODUÇÃO AO USO DO DEV C++ Disciplina: Introdução à Ciência da Computação Prof. Modesto Antonio Chaves Universidade estadual do Sudoeste da Bahia INTRODUÇÃO AO USO DO DEV C++ Disciplina: Introdução à Ciência da Computação Prof. Modesto Antonio Chaves Universidade estadual do Sudoeste da Bahia Tela inicial do Editor de programas do DEV C++ Dicas

Leia mais

Exercícios: Arquivos

Exercícios: Arquivos Universidade Federal de Uberlândia - UFU Faculdade de Computação - FACOM Lista de exercícios de programação em linguagem C Exercícios: Arquivos 1. Codifique, compile e execute um programa que: (a) crie/abra

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados. Prof. Marcos Quinet Universidade Federal Fluminense UFF Pólo Universitário de Rio das Ostras PURO

Algoritmos e Estruturas de Dados. Prof. Marcos Quinet Universidade Federal Fluminense UFF Pólo Universitário de Rio das Ostras PURO Programação de Computadores I Algoritmos e Estruturas de Dados Prof. Marcos Quinet Universidade Federal Fluminense UFF Pólo Universitário de Rio das Ostras PURO Estruturas de dados Vetor (array): trata-se

Leia mais

Aula 9 Oficina de Programação Matrizes. Profa. Elaine Faria UFU

Aula 9 Oficina de Programação Matrizes. Profa. Elaine Faria UFU Aula 9 Oficina de Programação Matrizes Profa. Elaine Faria UFU - 26 Variáveis Compostas Homogêneas O que uma variável composta homogênea? - Conjunto de variáveis do mesmo tipo - É chamada de forma geral

Leia mais

Introdução a Linguagem C (Parte I) UFPA Sistemas de Informação. Roberto Araujo 2013

Introdução a Linguagem C (Parte I) UFPA Sistemas de Informação. Roberto Araujo 2013 Introdução a Linguagem C (Parte I) UFPA Sistemas de Informação Roberto Araujo 2013 Meu primeiro programa em C #include main() { printf( Primeiro Programa \n ); Biblioteca padrão Função principal

Leia mais

INF 1620 P4-06/12/02 Questão 1 Nome:

INF 1620 P4-06/12/02 Questão 1 Nome: INF 1620 P4-06/12/02 Questão 1 (a) Escreva uma função em C que receba como parâmetro um número inteiro não negativo e retorne, como resultado da função, o valor do seu fatorial. O cabeçalho desta função

Leia mais

Lista de Exercícios 06 Revisão para a prova

Lista de Exercícios 06 Revisão para a prova Lista de Exercícios 06 Revisão para a prova Instruções: Essa lista não vale pontos, portanto ela é para aprendizado. Quando ficar com dúvidas não procure conteúdo na internet, faça uma revisão nos códigos,

Leia mais

1 Exercícios com ponteiros

1 Exercícios com ponteiros Computação para Informática Funções e Ponteiros1 EXERCÍCIOS COM PONTEIROS Computação para Informática - Prof. Adriano Joaquim de Oliveira Cruz Aula Prática - Funções e ponteiros O objetivo desta aula prática

Leia mais

Linguagem C Controle do Fluxo de Execução. Lógica de Programação

Linguagem C Controle do Fluxo de Execução. Lógica de Programação Linguagem C Controle do Fluxo de Execução Lógica de Programação Caro(a) aluno(a), Aqui começaremos a escrever os nossos primeiros programas em uma Linguagem de Programação. Divirta-se!!! Estrutura Seqüencial

Leia mais

Vetores são estruturas indexadas utilizadas para armazenar dados de um mesmo tipo: int, char, float ou double. Oexemploaseguirédeumvetordeinteiros:

Vetores são estruturas indexadas utilizadas para armazenar dados de um mesmo tipo: int, char, float ou double. Oexemploaseguirédeumvetordeinteiros: 18 Vetores Ronaldo F. Hashimoto e Carlos H. Morimoto Nessa aula vamos introduzir o tipo vetor. Aofinaldessaaulavocêdeverásaber: Descrever o que são vetores na linguagem C. Declarar vetores. Como acessar

Leia mais

Tratamento de Caracteres

Tratamento de Caracteres Tratamento de Caracteres Notas de Aula Prof. Francisco Rapchan www.geocities.com/chicorapchan A tabela ASCII Se os computadores manipulam apenas números, como eles podem armazenar os caracteres de um nome

Leia mais

Pilhas. Profa Morganna Diniz

Pilhas. Profa Morganna Diniz Pilhas Profa Morganna Diniz Pilhas Geralmente pilhas são úteis em situações em que dados devem ser recuperados em ordem inversa a do armazenamento É uma estrutura de dados linear que permite acesso por

Leia mais

Algoritmos e Introdução à Programação. Lógica e Linguagem de Programação

Algoritmos e Introdução à Programação. Lógica e Linguagem de Programação Algoritmos e Introdução à Programação Lógica e Linguagem de Programação Prof. José Honorato Ferreira Nunes honoratonunes@softwarelivre.org http://softwarelivre.org/zenorato/honoratonunes Linguagem C Prof.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS BAGÉ ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO. Matrizes. Prof. Alex Camargo

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS BAGÉ ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO. Matrizes. Prof. Alex Camargo UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS BAGÉ ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO Matrizes Prof. Alex Camargo alexcamargoweb@gmail.com Definição Matriz é uma variável composta homogênea multidimensional. Conjunto de

Leia mais

Estruturas de Repetição. for() while() do-while() break; continue;

Estruturas de Repetição. for() while() do-while() break; continue; Estruturas de Repetição for() while() do-while() break; continue; 1 Auto-Ajuda (!) Como ajudar a solucionar erros básicos do meu programa? Verificar os ; Verificar se não há comandos em maiúsculas; Verificar

Leia mais

Estruturas de Dados. Introdução Definição de Ponteiros Declaração de Ponteiros em C Manipulação de Ponteiros em C

Estruturas de Dados. Introdução Definição de Ponteiros Declaração de Ponteiros em C Manipulação de Ponteiros em C Estruturas de Dados Revisão de Ponteiros Prof. Ricardo J. G. B. Campello Sumário Introdução Definição de Ponteiros Declaração de Ponteiros em C Manipulação de Ponteiros em C Operações Ponteiros e Arranjos

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES I - BCC Vetores e matrizes

PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES I - BCC Vetores e matrizes PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES I - BCC701-2014-01 Vetores e matrizes Exercício 1 Implemente uma função chama MEDIA que retorne a média dos valores armazenados em um vetor de números. Em seguida implemente

Leia mais

Laboratório de Programação A Exercícios sobre vetores e matrizes

Laboratório de Programação A Exercícios sobre vetores e matrizes Universidade Federal do Amazonas Instituto de Ciências Exatas Departamento de Ciência da Computação Laboratório de Programação A - 2011.1 Exercícios sobre vetores e matrizes Observação Esta lista será

Leia mais

Estrutura de Dados. Cadeia de Caracteres. Roberto Araujo Ago/2013

Estrutura de Dados. Cadeia de Caracteres. Roberto Araujo Ago/2013 Estrutura de Dados Cadeia de Caracteres Roberto Araujo Ago/2013 Estrutura de Dados O que é uma estrutura de dados? É um arranjo pré-definido de um ou mais pedaços de dados Ex: Ex: Os carateres 'u', 'v',

Leia mais

Linguagem C: Ponteiros - Alocação Dinâmica

Linguagem C: Ponteiros - Alocação Dinâmica Prof. Paulo R. S. L. Coelho paulo@facom.ufu.br Faculdade de Computação Universidade Federal de Uberlândia GEQ007 Organização 1 Ponteiros Alocação Dinâmica de Memória 2 3 4 Organização Ponteiros Alocação

Leia mais

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 16. Ordenação Revisão para a prova

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 16. Ordenação Revisão para a prova CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 16 Ordenação Revisão para a prova Algoritmos de Ordenação São algoritmos que organizam uma sequência (por exemplo, os elementos de um vetor) em ordem crescente ou decrescente.

Leia mais

MC102 Algoritmos e Programação de Computadores

MC102 Algoritmos e Programação de Computadores MC102 Algoritmos e Programação de Computadores Instituto de Computação UNICAMP Primeiro Semestre de 2014 Roteiro 1 Maior número 2 Soma de n números 3 Fatorial 4 Máximo Divisor Comum (MDC) 5 Números primos

Leia mais

Ponteiros. Introdução

Ponteiros. Introdução Ponteiros Introdução Conceito Um PONTEIRO ou APONTADOR é uma variável usada para armazenar um endereço de memória. Normalmente, o endereço armazenado em um PONTEIRO é a posição de uma outra variável na

Leia mais

Introdução à Computação (IC) Algoritmos: Comandos de entrada e saída

Introdução à Computação (IC) Algoritmos: Comandos de entrada e saída Introdução à Computação (IC) Algoritmos: Comandos de entrada e saída Prof.ª Dr.ª Symone Gomes Soares Alcalá Universidade Federal de Goiás (UFG) Regional Goiânia (RG) Campus Aparecida de Goiânia (CAP) Faculdade

Leia mais