Projeto do Laboratório de Pesquisa 2013

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projeto do Laboratório de Pesquisa 2013"

Transcrição

1 Projeto do Laboratório de Pesquisa 2013 Descrição O Laboratório de Pesquisa consiste em um grupo de estudos/pesquisa voltado para os alunos da graduação em Direito da Escola de Direito de Brasília-IDP. O grupo busca retomar sob nova perspectiva as atividades do Laboratório de pesquisa já existente na EDB. Objetivo Geral O objetivo do grupo é, especialmente, acompanhar a atividade de pesquisa dos alunos em suas respetivas áreas de interesse. Ao mesmo tempo, incentivar os alunos da EDB à pesquisa científica no âmbito do Direito e proporcionar um contato mais aprofundado do corpo discente com os assuntos e temas que são de seu interesse. Área de Pesquisa O Laboratório de Pesquisa não tem uma área de pesquisa definida e única. A ideia é promover ao corpo discente suporte para elaboração e realização de pesquisa acadêmica e proporcionar um contato mais direto e aprofundado com a área de seu interesse para pesquisa. Consiste num grupo de estudos multidisciplinar e interdisciplinar que incentiva e propicia ao aluno uma abordagem metodologicamente orientada para a área de seu interesse.

2 Embora seja multi e interdisciplinar, as atividades do grupo pautar-se-ão por temáticas típicas das seguintes áreas de conhecimento. Dessa forma, sugerem-se alguns temas para pesquisa: - Direito Constitucional e Democracia; - Sociologia Jurídica; - Filosofia do Direito - Direito e Economia; - Teoria Geral do Processo; - Processo Civil; - Criminologia; Objetivo Específico A produção acadêmico-científica é a principal tarefa do grupo de estudo. Dessa maneira, os estudos praticados no âmbito do grupo servirão de base para a produção de artigos científicos sobre os temas de interesse dos alunos. Pretende-se com esses artigos, que deverão ser elaborados até o final de cada semestre letivo, a publicação no Jornal do Cepes, já no primeiro semestre; bem como a apresentação do mesmo no Seminário de Iniciação Científica da EDB que deverá ser realizado no mês de dezembro. Além disso, busca-se a preparação dos textos escritos pelos alunos para eventual publicação em outros meios disponibilizados pela Instituição.

3 Requisitos para participação Poderão participar do grupo de estudo os alunos da graduação e da pós-graduação da EDB (lato ou stricto sensu). Metodologia de trabalho Os trabalhos desenvolvidos no Laboratório funcionarão da seguinte maneira: uma reunião mensal grupal e uma reunião individual. As reuniões grupais tem o objetivo, dentre outro, de reunir os alunos participantes do Laboratório para discussão de textos e projetos de artigos. Já as reuniões individuais tem a finalidade de orientação de pesquisa e confecção de artigos. As reuniões grupais e individuais serão realizadas, neste primeiro semestre, nas datas designadas posteriormente para os meses de abril a julho. Já as reuniões do segundo semestre ocorrerão nos meses de agosto a dezembro, com as datas e horários futuramente agendadas. Ao final do primeiro semestre, o aluno participante das atividades do Laboratório deverá entregar um pequeno artigo correspondente a sua pesquisa para publicação no Jornal do Cepes. Somente mediante a participação na metade dos encontros grupais que ocorrerão semestralmente e com a entrega do artigo para publicação no Jornal do Cepes que o aluno terá direito ao certificado de extensão equivalente a 10 (dez) horas atividades.

4 Já no segundo semestre o aluno deverá entregar a versão final de seu artigo, caso já participe das atividades do Laboratório desde o início do ano, ou de uma versão preliminar do artigo, caso tenha iniciado as atividades de pesquisa no segundo semestre; bem como apresentá-lo no II Seminário de Iniciação Científica. Assim, no segundo semestre, haverá a necessidade de participação dos alunos na metade das reuniões grupais ocorridas; além da entrega da versão final ou preliminar do artigo relacionada à pesquisa desenvolvida, com a devida apresentação no Seminário de Iniciação Científica para obtenção de certificado de extensão no Laboratório correspondente a 10 (dez) horas atividades. Periodicidade das reuniões As atividades do laboratório serão realizadas mensalmente mediante a realização de uma reunião mensal grupal e uma reunião mensal individual. As reuniões grupais ocorrerão uma vez por mês, de acordo com calendário estabelecido e fornecido para os alunos no início dos trabalhos do Laboratório de cada semestre. As reuniões individuais de orientação serão realizadas uma vez por mês, nas instalações do IDP/CEPES, com horário previamente agendado com o Orientador designado. Em caso de impossibilidade de comparecimento, o aluno deverá comunicar antecipadamente o Orientador e a Coordenação do Laboratório de Pesquisa. Poderão ocorrer reuniões em grupos menores ou individuais para fins de orientação de assuntos específicos.

5 Informações complementares A participação dos alunos no grupo de pesquisa poderá ser aproveitada como horas complementares. A participação dos alunos nas reuniões de grupo correspondem a 2(duas) horas de atividades complemetares. A obtenção dos certificados de extensão de 10 horas será condicionada aos requisitos expostos no item de metodologia de trabalho. Hector Luís C. Vieira Janete Ricken Lopes de Barros Larissa Tenfen Silva Docentes e Pesquisadores do CEPES - Centro de Pesquisa da EDB - Escola de Direito de Brasília (61)

REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP

REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP TEXTO COMPILADO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as

Leia mais

PROJETO CBEC ELEITORAL

PROJETO CBEC ELEITORAL PROJETO CBEC ELEITORAL AGOSTO DE 2016 1. DEFINIÇÃO DO CBEC ELEITORAL O CBEC Eleitoral integrará o Centro Brasileiro de Estudos Constitucionais CBEC, compondo-se de 02 (dois) Coordenadores Assistentes,

Leia mais

Brasília tem por objetivo despertar a vocação para a pesquisa científica,

Brasília tem por objetivo despertar a vocação para a pesquisa científica, POLÍTICA DE ESTÍMULO À DIFUSÃO DE PRODUÇÕES ACADÊMICAS Estabelece a política de estímulo à difusão das produções acadêmicas Considerando a necessidade de normatizar o estímulo à difusão das produções acadêmicas

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DA VITORIA DE SANTO ANTÃO NUCLEO DE PESQUISA (NUPEQ) REGULAMENTO PARA CRIAÇÃO DOS GRUPOS DE PESQUISA.

FACULDADES INTEGRADAS DA VITORIA DE SANTO ANTÃO NUCLEO DE PESQUISA (NUPEQ) REGULAMENTO PARA CRIAÇÃO DOS GRUPOS DE PESQUISA. FACULDADES INTEGRADAS DA VITORIA DE SANTO ANTÃO NUCLEO DE PESQUISA (NUPEQ) REGULAMENTO PARA CRIAÇÃO DOS GRUPOS DE PESQUISA Regulamenta a criação dos GRUPOS DE PESQUISA Institucionais das Faculdades Integradas

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENADORIA GERAL DE PESQUISA

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENADORIA GERAL DE PESQUISA A Iniciação Científica Junior (PIBIC-EM) são atividades que possibilitam o contato direto do aluno de ensino médio com a atividade científica da Universidade, incentivando a formação de novos pesquisadores

Leia mais

FACULDADE FAUC/AUM CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

FACULDADE FAUC/AUM CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) 1 FACULDADE FAUC/AUM CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) 1 DEFINIÇÕES GERAIS 1.1 De acordo com o regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do Projeto

Leia mais

Instituto Brasiliense de Direito Público - IDP Escola de Direito de Brasília Centro de Pesquisa - CEPES

Instituto Brasiliense de Direito Público - IDP Escola de Direito de Brasília Centro de Pesquisa - CEPES - PROJETO PEDAGÓGICO - CURSO DE FORMAÇÃO EM TEORIA GERAL DO DIREITO PÚBLICO BRASÍLIA 2014 SUMÁRIO 1 NOME DO CURSO E ÁREA DO CONHECIMENTO...3 2 JUSTIFICATIVA...3 3 OBJETIVOS...3 4 CONCEPÇÃO DO PROGRAMA...4

Leia mais

V SEMINÁRIO LUSO-BRASILEIRO DE DIREITO do Instituto Brasiliense de Direito Público - IDP

V SEMINÁRIO LUSO-BRASILEIRO DE DIREITO do Instituto Brasiliense de Direito Público - IDP V SEMINÁRIO LUSO-BRASILEIRO DE DIREITO do Instituto Brasiliense de Direito Público - IDP EDITAL DE SUBMISSÃO DE ARTIGOS 1. GRUPO DE TRABALHO (GT) O grupo de trabalho (GT) do V SEMINÁRIO LUSO-BRASILEIRO

Leia mais

Programa Próprio de Iniciação Tecnológica Industrial PPITI

Programa Próprio de Iniciação Tecnológica Industrial PPITI Programa Próprio de Iniciação Tecnológica Industrial PPITI Anápolis 2011 Programa Próprio de Iniciação Tecnológica Industrial - PPITI 1. Justificativa A inovação tecnológica é a introdução no mercado de

Leia mais

CENTRO DE PESQUISA CEPES e GERÊNCIA DE COMUNICAÇÃO - GECOM

CENTRO DE PESQUISA CEPES e GERÊNCIA DE COMUNICAÇÃO - GECOM CENTRO DE PESQUISA CEPES e GERÊNCIA DE COMUNICAÇÃO - GECOM PROJETO DICAS JURÍDICAS AGOSTO - 2016 1 NOME DO PROJETO E ÁREA DO CONHECIMENTO Nome do Projeto: Dicas jurídicas Área de conhecimento: Conhecimentos

Leia mais

TCC Trabalho de Conclusão de Curso Engenharia Civil Coordenação: Profa. Tatiana Jucá

TCC Trabalho de Conclusão de Curso Engenharia Civil Coordenação: Profa. Tatiana Jucá TCC Trabalho de Conclusão de Curso Engenharia Civil 2016-1 Coordenação: Profa. Tatiana Jucá 2/54 Pauta de hoje Apresentação da equipe de coordenação de TCC Datas importantes e documentação válida para

Leia mais

CURSO DE DIREITO Centro de Pesquisas Jurídicas C.P.J. EDITAL N.º 02/2014 Convocação para a segunda turma do Observatório Jurídico

CURSO DE DIREITO Centro de Pesquisas Jurídicas C.P.J. EDITAL N.º 02/2014 Convocação para a segunda turma do Observatório Jurídico CURSO DE DIREITO Centro de Pesquisas Jurídicas C.P.J. EDITAL N.º 02/2014 Convocação para a segunda turma do Observatório Jurídico 1. DO OBJETO: O presente edital se destina a disciplinar a convocação para

Leia mais

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM 003/2016

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM 003/2016 EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM 003/2016 Chamada para submissão de Projetos de Iniciação Científica e Tecnológica A Direção Geral da FACULDADE

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO OMETTO UNIARARAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPESQ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À PESQUISA

CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO OMETTO UNIARARAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPESQ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À PESQUISA CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO OMETTO UNIARARAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPESQ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À PESQUISA PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Artigo 1º - O Programa

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP ANEXO II REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP CAPÍTULO I DA FINALIDADE E OBJETIVOS Art. 1º

Leia mais

Licenciatura em Ciências Exatas Revisão 3 REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO

Licenciatura em Ciências Exatas Revisão 3 REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO O Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Ciências Exatas do Setor Palotina da UFPR prevê a realização de estágios nas modalidades de estágio obrigatório e

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n 011/2012-CEPE Dispõe sobre as Normas da Disciplina Trabalho de Conclusão de Curso dos Cursos de Graduação oferecidos pela UFRR. A REITORA DA, PRESIDENTE DO, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

EDITAL DO GRUPO DE ESTUDOS TRANSDISCIPLINAR EM SOCIOLOGIA E TRANSMÍDIA CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

EDITAL DO GRUPO DE ESTUDOS TRANSDISCIPLINAR EM SOCIOLOGIA E TRANSMÍDIA CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES FACULDADE 7 DE SETEMBRO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL EDITAL DO GRUPO DE ESTUDOS TRANSDISCIPLINAR EM SOCIOLOGIA E TRANSMÍDIA CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. O presente edital disciplina

Leia mais

CAPÍTULO I. Dos Objetivos da Pesquisa

CAPÍTULO I. Dos Objetivos da Pesquisa RESOLUÇÃO Nº 01/2014 DISPÕE SOBRE O REGIMENTO DO GRUPO DE INICIAÇÃO À PESQUISA CIENTÍFICA DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR FACULDADE CASA DO ESTUDANTE. A Direção Geral da IES

Leia mais

NORMAS E CRITÉRIOS PARA APROVEITAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

NORMAS E CRITÉRIOS PARA APROVEITAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS E CRITÉRIOS PARA APROVEITAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES (Aprovadas pelo Colegiado do Curso em 13/06/2014. Ata nº. 05/2014) 1. PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS: b) Cópia do certificado de participação.

Leia mais

NORMAS DAS COMPONENTES CURRICULARES GEO A75 (TFG-I) E GEO A76 (TFG-II) TRABALHO FINAL DE GRADUAÇÃO

NORMAS DAS COMPONENTES CURRICULARES GEO A75 (TFG-I) E GEO A76 (TFG-II) TRABALHO FINAL DE GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO DE GEOLOGIA NORMAS DAS COMPONENTES CURRICULARES GEO A75 (TFG-I) E GEO A76 (TFG-II) TRABALHO FINAL DE GRADUAÇÃO Setembro

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO SÃO JUDAS TADEU ISESJT. RESOLUÇÃO CONSUP Nº 03/2014 Floriano, 10 de janeiro de 2014.

INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO SÃO JUDAS TADEU ISESJT. RESOLUÇÃO CONSUP Nº 03/2014 Floriano, 10 de janeiro de 2014. INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO SÃO JUDAS TADEU ISESJT RESOLUÇÃO CONSUP Nº 03/2014 Floriano, 10 de janeiro de 2014. Fixa normas para o Programa de Iniciação Científica, no Instituto Superior de Educação

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este regulamento visa orientar os alunos referente aos objetivos, critérios, procedimentos e mecanismos de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS Comissão de Graduação do Curso de Ciências Biológicas COMGRAD/BIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS Comissão de Graduação do Curso de Ciências Biológicas COMGRAD/BIO DECISÃO 03/2015 - Altera: Decisão n o 03/2013 ESTÁGIO SUPERVISIONADO A, reunida em 18 de novembro de 2015, no uso de suas atribuições, DECIDE Regulamentar a atividade de Ensino de Estágio Supervisionado,

Leia mais

DIRETRIZES DA FCS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE FINAL DO CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS

DIRETRIZES DA FCS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE FINAL DO CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DIRETRIZES DA FCS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE FINAL DO CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS CAPÍTULO I DO TFC 1. O Trabalho Final de Curso (TFC) visa ampliar as condições de formação profissional do aluno por

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Ouro Preto Escola de Minas REGULAMENTO. TRABALHO FINAL DE GRADUAÇÃO [ TFG ]

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Ouro Preto Escola de Minas REGULAMENTO. TRABALHO FINAL DE GRADUAÇÃO [ TFG ] REGULAMENTO. TRABALHO FINAL DE GRADUAÇÃO [ TFG ] 1. BASES 1.1. O Trabalho de Curso deve seguir o disposto na RESOLUÇÃO Nº 2, DE 17 DE JUNHO DE 2010, do Ministério da Educação/ Conselho Nacional de Educação/

Leia mais

ESTÁGIO PROFISSIONAL EM TREINAMENTO ESPORTIVO A

ESTÁGIO PROFISSIONAL EM TREINAMENTO ESPORTIVO A ESTÁGIO PROFISSIONAL EM TREINAMENTO ESPORTIVO A É ofertado no 7º semestre, compreende uma carga horária de 120 horas, totalizando 8 créditos, conforme as normas específicas para a realização do referido

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA O ENSINO MÉDIO EDITAL PIBIC-EM

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA O ENSINO MÉDIO EDITAL PIBIC-EM PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA O ENSINO MÉDIO EDITAL PIBIC-EM 2016-2017 O da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós- Graduação (PROPEP) abre as inscrições para solicitações de Bolsas do PROGRAMA

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS, PESQUISA E EXTENSÃO: VIOLÊNCIA E SERVIÇO SOCIAL DA FAPSS SP

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS, PESQUISA E EXTENSÃO: VIOLÊNCIA E SERVIÇO SOCIAL DA FAPSS SP REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS, PESQUISA E EXTENSÃO: VIOLÊNCIA E SERVIÇO SOCIAL DA FAPSS SP 1 REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS, PESQUISA E EXTENSÃO: VIOLÊNCIA E SERVIÇO SOCIAL DA FAPSS SP CAPÍTULO 1

Leia mais

REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DE APTIDÃO FÍSICA E PERFORMANCE HUMANA LAFIPE CAPITULO I DO OBJETO

REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DE APTIDÃO FÍSICA E PERFORMANCE HUMANA LAFIPE CAPITULO I DO OBJETO REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DE APTIDÃO FÍSICA E PERFORMANCE HUMANA LAFIPE CAPITULO I DO OBJETO Art. 1º- O Laboratório de Aptidão Física e Performance Humana LAFIPE do curso de Educação Física da Universidade

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC O Trabalho de Conclusão de Curso está estruturado sob a forma de elaboração de artigo científico, sendo este resultado de um trabalho integrado entre as disciplinas de

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FISIOTERAPIA CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FISIOTERAPIA CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FISIOTERAPIA CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art.1º O presente Regulamento disciplina a oferta, o funcionamento e o registro acadêmico das

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO FLEXÍVEL DO CURRÍCULO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO (ATIVIDADES COMPLEMENTARES)

FACULDADE DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO FLEXÍVEL DO CURRÍCULO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO (ATIVIDADES COMPLEMENTARES) REGULAMENTO DO NÚCLEO FLEXÍVEL DO CURRÍCULO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO (ATIVIDADES COMPLEMENTARES) O presente Regulamento normatiza o oferecimento, a matrícula, o aproveitamento e a validação das

Leia mais

REGULAMENTO PARA REALIZAÇÃO DE AULAS PRÁTICAS CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO

REGULAMENTO PARA REALIZAÇÃO DE AULAS PRÁTICAS CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE TURISMO Curso de Turismo REGULAMENTO PARA REALIZAÇÃO DE AULAS PRÁTICAS CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO Art. 1º - De acordo com a Resolução

Leia mais

REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO O presente regulamento tem por finalidade normalizar as atividades relacionadas ao Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do curso de Licenciatura em História das

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAUDE COLEGIADO DE FARMACIA. INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 01/2011

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAUDE COLEGIADO DE FARMACIA. INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 01/2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAUDE COLEGIADO DE FARMACIA INSTRUÇÃO NORMATIVA N o 01/2011 Revoga a resolução 03/2007 e estabelece as normas referentes ao Trabalho de Conclusão

Leia mais

Regulamento das Unidades Curriculares Monografia I e Monografia II do curso de Ciências Econômicas. (aprovado em 24/11/2015) Monografia I

Regulamento das Unidades Curriculares Monografia I e Monografia II do curso de Ciências Econômicas. (aprovado em 24/11/2015) Monografia I Regulamento das Unidades Curriculares Monografia I e Monografia II do curso de Ciências Econômicas (aprovado em 24/11/2015) Monografia I Capítulo I Dos objetivos e da carga horária de Monografia I Art.

Leia mais

Dispõe sobre as atividades complementares a serem cumpridas pelos alunos do Curso de Direito, como requisito para a graduação.

Dispõe sobre as atividades complementares a serem cumpridas pelos alunos do Curso de Direito, como requisito para a graduação. 1 COORDENAÇÃO DO CURSO DE DIREITO RESOLUÇÃO Nº 02 DE 14 DE MARÇO DE 2005. Dispõe sobre as atividades complementares a serem cumpridas pelos alunos do Curso de Direito, como requisito para a graduação.

Leia mais

DIRETRIZES GERAIS DO PROJETO INTERDISCIPLINAR DO CURSO DE DIREITO

DIRETRIZES GERAIS DO PROJETO INTERDISCIPLINAR DO CURSO DE DIREITO DIRETRIZES GERAIS DO PROJETO INTERDISCIPLINAR DO CURSO DE DIREITO Aprovado pelo Colegiado do Curso através da Resolução nº 03 de 13 de agosto de 2010 DIRETRIZES GERAIS DO PROJETO INTERDISCIPLINAR DO CURSO

Leia mais

GUIA ORIENTADOR DAS ATIVIDADES DE TGI

GUIA ORIENTADOR DAS ATIVIDADES DE TGI GUIA ORIENTADOR DAS ATIVIDADES DE TGI O Trabalho de Graduação Interdisciplinar (TGI) é uma atividade obrigatória que consiste em uma pesquisa individual orientada, relatada sob a forma de uma Monografia

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO AUTÔNOMO DO BRASIL - UNIBRASIL ESCOLA DE SAÚDE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I E II

CENTRO UNIVERSITÁRIO AUTÔNOMO DO BRASIL - UNIBRASIL ESCOLA DE SAÚDE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I E II CENTRO UNIVERSITÁRIO AUTÔNOMO DO BRASIL - UNIBRASIL ESCOLA DE SAÚDE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I E II CURITIBA 2017 CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art.

Leia mais

UNIVERSIDADE DO CEUMA UniCEUMA Curso de Direito Núcleo de Atividades Complementares NAC

UNIVERSIDADE DO CEUMA UniCEUMA Curso de Direito Núcleo de Atividades Complementares NAC 1 NÚCLEO DE ESTUDOS URBANOS E ASSESSORIA JURÍDICA UNIVERSITÁRIA POPULAR NEAJUP CEUMA Programa de Iniciação Científica EDITAL NAC DE SELEÇÃO nº03/2017 A Coordenação do, através de seu Núcleo de Atividades

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GEOGRAFIA

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE GEOGRAFIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE INTERDISCIPLINAR EM HUMANIDADES Licenciatura em Geografia REGULAMENTO ESPECÍFICO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

Leia mais

REGIMENTO DE TCC DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DO CAMPUS JOINVILLE

REGIMENTO DE TCC DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DO CAMPUS JOINVILLE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS JOINVILLE DEPARTAMENTO DO DESENVOLVIMENTO DO ENSINO

Leia mais

MANUAL DO REGIME DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

MANUAL DO REGIME DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA UNIVERSIDADE SÃO JUDAS TADEU Centro de Pesquisa Regime de Iniciação Científica RIC Rua Taquari, 546 Mooca - São Paulo SP CEP 03166-000 Tel. (0XX11) 2799-1946 FAX: 2694-2513 www.usjt.br MANUAL DO REGIME

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSUN 2/2008 APROVA O REGULAMENTO DO INSTITUTO DE FILOSOFIA SÃO BOA VENTURA IFSB DO CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO DO PARANÁ UNIFAE.

RESOLUÇÃO CONSUN 2/2008 APROVA O REGULAMENTO DO INSTITUTO DE FILOSOFIA SÃO BOA VENTURA IFSB DO CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO DO PARANÁ UNIFAE. RESOLUÇÃO CONSUN 2/2008 APROVA O REGULAMENTO DO INSTITUTO DE FILOSOFIA SÃO BOA VENTURA IFSB DO CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO DO PARANÁ UNIFAE. O Presidente do Conselho Universitário CONSUN, no uso das

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA MULTIVIX-SERRA DOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS

EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA MULTIVIX-SERRA DOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA MULTIVIX-SERRA DOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS Antes do preenchimento do Formulário de Cadastramento da Inscrição recomenda-se

Leia mais

Programa de Incentivo à Pesquisa Acadêmica PIPA

Programa de Incentivo à Pesquisa Acadêmica PIPA Programa de Incentivo à Pesquisa Acadêmica PIPA ` REGULAMENTO União da Vitória, PR 2014 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INCENTIVO À PESQUISA ACADÊMICA PIPA, DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE UNIÃO DA VITÓRIA DOS PRINCÍPIOS

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (MONOGRAFIA E PLANO DE CURSO)

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (MONOGRAFIA E PLANO DE CURSO) UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CURSO DE GRADUAÇÃO: LICENCIATURA EM FILOSFIA, MODALIDADE PRESENCIAL REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (MONOGRAFIA E PLANO DE CURSO)

Leia mais

RESOLUÇÃO N 14/2016/CONSUNI, DE 22 DE JULHO DE 2016.

RESOLUÇÃO N 14/2016/CONSUNI, DE 22 DE JULHO DE 2016. RESOLUÇÃO N 14/2016/CONSUNI, DE 22 DE JULHO DE 2016. Estabelece as normas gerais para a elaboração dos Trabalhos de Conclusão de Curso para graduação na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia

Leia mais

UNIVERSIDADE DO CEUMA UniCEUMA. Curso de Direito. Núcleo de Atividades Complementares NAC

UNIVERSIDADE DO CEUMA UniCEUMA. Curso de Direito. Núcleo de Atividades Complementares NAC 1 EDITAL NAC nº01/2016 NÚCLEO DE ESTUDOS EM VIOLÊNCIA E CIDADANIA NEVIC PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC A Coordenação do, através de seu Núcleo de Atividades Complementares

Leia mais

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA FACULDADE DE ARACRUZ

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA FACULDADE DE ARACRUZ FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA FACULDADE DE ARACRUZ ARACRUZ 2010 INTRODUÇÃO A Iniciação Científica, segundo o Conselho Nacional

Leia mais

EDITAL 010/2017 Câmpus Araraquara SELEÇÃO DE BOLSISTAS - BOLSA EXTENSÃO

EDITAL 010/2017 Câmpus Araraquara SELEÇÃO DE BOLSISTAS - BOLSA EXTENSÃO EDITAL 010/2017 Câmpus Araraquara SELEÇÃO DE BOLSISTAS - BOLSA EXTENSÃO ABERTURA O Diretor Geral do Câmpus Araraquara do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, torna pública,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAÚDE - CAMPUS ANÍSIO TEIXEIRA COLEGIADO DE NUTRIÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA 01/2010

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAÚDE - CAMPUS ANÍSIO TEIXEIRA COLEGIADO DE NUTRIÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA 01/2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAÚDE - CAMPUS ANÍSIO TEIXEIRA COLEGIADO DE NUTRIÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA 01/2010 Revoga a Instrução Normativa 02/2008 e estabelece as normas

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC/FANESE

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC/FANESE EDITAL nº 04/2014 Edital de abertura de seleção de alunos para Iniciação Científica da Faculdade de Administração e Negócios de Sergipe FANESE para os Cursos de Administração, Direito e Engenharia de Produção.

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO TRABALHO INTEGRADO INTERDISCIPLINAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO

REGULAMENTO GERAL DO TRABALHO INTEGRADO INTERDISCIPLINAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO 1 REGULAMENTO GERAL DO TRABALHO INTEGRADO INTERDISCIPLINAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO (TIID) Capítulo I Dos Princípios Gerais Artigo 1º- O presente regulamento rege as atividades do Trabalho Integrado

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC REGULAMENTO

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC REGULAMENTO Texto Aprovado CONSU Nº 2010-08 - Data: 10/06/10 PRÓ-REITORIA ACADÊMICA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC REGULAMENTO 1. O programa se destina a apoiar os discentes do UNASP

Leia mais

Manual de Atividades Complementares (1º semestre letivo de 2017) Administração Geral e Comércio Exterior

Manual de Atividades Complementares (1º semestre letivo de 2017) Administração Geral e Comércio Exterior Manual de Atividades Complementares (1º semestre letivo de 2017) Administração Geral e Comércio Exterior 4º ao 8ºperíodo. EGD Escola de Gestão e Direito Sumário: 1. Ementa... 3 2. Objetivo... 3 3. Definições...

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTIFICA - PIC

REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTIFICA - PIC REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTIFICA - PIC CAPÍTULO I DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Art. 1º - O programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia SENAC em Minas foi criado para

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 30/2016

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 30/2016 RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 30/2016 A Presidente do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão CONSEPE da Universidade Estadual de Santa Cruz UESC, no uso de suas atribuições, considerando o deliberado

Leia mais

REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º. A análise e registro das atividades complementares serão realizados pelo Núcleo de Extensão e Apoio à Cultura NEAC,

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO -TCC

REGULAMENTO GERAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO -TCC REGULAMENTO GERAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO -TCC TÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º. A Faculdade Guarapuava FG, tendo em vista o disposto no Artigo 101 do Regimento, e em atendimento às exigências

Leia mais

NORMAS PARA DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

NORMAS PARA DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 1 Universidade Metodista de São Paulo CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS / LICENCIATURA NORMAS PARA DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I. Disposições gerais sobre o TCC no curso de Ciências Sociais/

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE FARMÁCIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA ALUNOS INGRESSANTES A PARTIR DE 1S/2009

FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE FARMÁCIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA ALUNOS INGRESSANTES A PARTIR DE 1S/2009 FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE FARMÁCIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA ALUNOS INGRESSANTES A PARTIR DE 1S/2009 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O Regimento Geral da Unimep,

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS DE DIAMANTINO. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses.

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS DE DIAMANTINO. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. 12 (doze) meses. FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADAS DE DIAMANTINO 3.1.1.1. Organização Didático-Pedagógica (3) (4) (5) previsão de alunos por turma em disciplina teórica de, no máximo, 80. relação aluno por docente,

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO O Projeto Pedagógico do Curso de Enfermagem do Centro Universitário do Cerrado - Patrocínio (UNICERP) fundamenta a ação pedagógica, a ser desenvolvida junto aos alunos, na

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 11/2017

RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 11/2017 RESOLUÇÃO CONSEPE Nº 11/2017 Aprova o Curso de Mestrado Profissional em Química em Rede Nacional - PROFQUI A Presidente Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso de suas atribuições,

Leia mais

EDITAL 05/2017 PROGRAMA DE MONITORIA DISCENTE DE ENFERMAGEM DA FACULDADE FACTUM

EDITAL 05/2017 PROGRAMA DE MONITORIA DISCENTE DE ENFERMAGEM DA FACULDADE FACTUM EDITAL 05/2017 PROGRAMA DE MONITORIA DISCENTE DE ENFERMAGEM DA FACULDADE FACTUM A Direção de Ensino da Faculdade FACTUM, no uso de suas atribuições legais, torna público o presente edital, em que estão

Leia mais

Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA

Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA 1. Quais são os requisitos para obtenção de bolsa monitoria? a) o discente deve estar regularmente matriculado no período letivo em

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA CENTRO DE FORMAÇÃO DA UFGD

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA CENTRO DE FORMAÇÃO DA UFGD REGULAMENTO DO 1 DEFINIÇÃO/OBJETIVO O Projeto de Extensão Centro de Formação da UFGD está sob a coordenação da Pró- Reitoria de Extensão e Cultura e objetiva oferecer à comunidade cursos de extensão de

Leia mais

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA FINAL DO CURSO DE DIREITO. Título I Do Núcleo de Monografia

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA FINAL DO CURSO DE DIREITO. Título I Do Núcleo de Monografia REGULAMENTO DA MONOGRAFIA FINAL DO CURSO DE DIREITO Este regulamento destina-se a normatizar as atividades relacionadas com o Projeto de Monografia e a Monografia de Conclusão do Curso de Graduação em

Leia mais

PORTARIA D.FCF/CAr. 12/2015

PORTARIA D.FCF/CAr. 12/2015 TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC PORTARIA D.FCF/CAr. 12/2015 Dispõe sobre o Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso - TCC do Curso de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia da Faculdade de

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PARA ABERTURA DO GRUPO DE TRABALHO (GT) E PESQUISA EM DIREITOS HUMANOS E COMUNIDADES VULNERÁVEIS

EDITAL DE CHAMADA PARA ABERTURA DO GRUPO DE TRABALHO (GT) E PESQUISA EM DIREITOS HUMANOS E COMUNIDADES VULNERÁVEIS Edital.02/ 2016 EDITAL DE CHAMADA PARA ABERTURA DO GRUPO DE TRABALHO (GT) E PESQUISA EM DIREITOS HUMANOS E COMUNIDADES VULNERÁVEIS A Coordenação do Curso de Direito da FANOR Faculdades Nordeste, no uso

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA INSTITUTO DE ENGENHARIAS E GEOCIÊNCIAS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA INSTITUTO DE ENGENHARIAS E GEOCIÊNCIAS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ - UFOPA INSTITUTO DE ENGENHARIAS E GEOCIÊNCIAS CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO RESOLUÇÃO COLEGIADO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 01 / 2014 - DE 10

Leia mais

Macapá-2011 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Macapá-2011 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Macapá-2011 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º As Atividades Complementares

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE FARMÁCIA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE FARMÁCIA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE FARMÁCIA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Port.R-076/12, de 26/04/2012 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º O presente regulamento estabelece as

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO O Estágio Curricular Supervisionado é componente curricular obrigatório dos cursos Superiores da FAC FUNAM, realizado em módulos determinados em seus

Leia mais

Reitoria da Universidade Federal do Ceará, em 24 de setembro de

Reitoria da Universidade Federal do Ceará, em 24 de setembro de UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ RESOLUÇÃO N o 16/CEPE, DE 24 DE SETEMBRO DE 2010. Aprova o Calendário Universitário da Universidade Federal do Ceará para o Ano de 2011. O PRÓ-REITOR DE ADMINISTRAÇÃO, RESPONDENDO

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO INTERNO

MANUAL DE ESTÁGIO INTERNO MANUAL DE ESTÁGIO INTERNO AGOSTO/2016 SUMÁRIO O QUE É ESTÁGIO INTERNO?... 3 INSCRIÇÃO... 3 CRITÉRIOS PARA SELEÇÃO... 3 COMPETÊNCIAS E ATRIBUIÇÕES... 4 Professor orientador:... 4 Estagiário:... 4 É EXPRESSAMENTE

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO GRADUAÇÃO EM DIREITO CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS E DAS CARACTERÍSTICAS

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO GRADUAÇÃO EM DIREITO CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS E DAS CARACTERÍSTICAS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO GRADUAÇÃO EM DIREITO Dispõe sobre a forma de operacionalização do Trabalho de Curso do Curso de Direito da Pontifícia Universidade Católica de Goiás, de acordo com o Regulamento

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE TEOLOGIA APLICADA - INTA PRO-DIRETORIA DE PESQUISA E POS-GRADUAÇAO STRICTO SENSU - PROPESP

INSTITUTO SUPERIOR DE TEOLOGIA APLICADA - INTA PRO-DIRETORIA DE PESQUISA E POS-GRADUAÇAO STRICTO SENSU - PROPESP INSTITUTO SUPERIOR DE TEOLOGIA APLICADA - INTA PRO-DIRETORIA DE PESQUISA E POS-GRADUAÇAO STRICTO SENSU - PROPESP REGULAMENTO DE PESQUISA SOBRAL-CEARÁ 2015 I- POLÍTICA DE PESQUISA Art.1º O Instituto Superior

Leia mais

EDITAL Nº 001/PIC/AU/2016

EDITAL Nº 001/PIC/AU/2016 EDITAL Nº 001/PIC/AU/2016 Estabelece os procedimentos para inscrição de acadêmicos no Programa de Iniciação Científica do Curso de Bacharelado em Arquitetura e Urbanismo da FACC Faculdade Concórdia. A

Leia mais

COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Institui as normas para a realização do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e as condições de aproveitamento,

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTABEIS 2010

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTABEIS 2010 1 REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTABEIS 2010 BARRA DO GARÇAS/2010 2 SUMÁRIO SUMÁRIO... 1 1.0. ATIVIDADES COMPLEMENTARES... 3 1.1. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES...

Leia mais

A Diretora Geral da Escola de Direito de Brasília, no uso de suas atribuições regimentais, resolve:

A Diretora Geral da Escola de Direito de Brasília, no uso de suas atribuições regimentais, resolve: PORTARIA Nº 17, 1º de junho de 2012. Estabelece regras para a correção do trabalho de monografia, requisito para a obtenção do certificado de término dos cursos de pós-graduação lato sensu ministrados

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSUNI nº 54/16

RESOLUÇÃO CONSUNI nº 54/16 Conselho Universitário - CONSUNI RESOLUÇÃO CONSUNI nº 54/16 Aprova o Regulamento do Estágio Curricular Supervisionado do Curso de Engenharia Mecânica. O Vice-Reitor, no exercício da Presidência do Conselho

Leia mais

TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS

TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CAMPUS DE RIO PARANAÍBA COORDENAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Campus Universitário - Caixa Postal 22 - Rio Paranaíba - MG - 38810-000 REGULAMENTO N. 1, DE 8 DE AGOSTO

Leia mais

COORDENADORIA DO CURSO DE DIREITO

COORDENADORIA DO CURSO DE DIREITO COORDENADORIA DO CURSO DE DIREITO NÚCLEO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES - NAC NÚCLEO DE ESTUDOS URBANOS E ASSESSORIA JURÍDICA UNIVERSITÁRIA POPULAR NEAJUP CEUMA EDITAL DE SELEÇÃO nº02/2014 A Coordenação

Leia mais

REGULAMENTO DA MONITORIA. para o exercício da Monitoria nos Cursos de Graduação da Universidade Iguaçu. discentes; magistério superior.

REGULAMENTO DA MONITORIA. para o exercício da Monitoria nos Cursos de Graduação da Universidade Iguaçu. discentes; magistério superior. i.e PRÓ-REITORIA ACADÊMICA REGULAMENTO DA MONITORIA Art. 1º. O presente regulamento estabelece as regras para o exercício da Monitoria nos Cursos de Graduação da Universidade Iguaçu UNIG, por meio de programas

Leia mais

NORMAS COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES

NORMAS COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES NORMAS COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES Art. 1º As Complementares Independentes integram o currículo do curso de graduação de Fonoaudiologia, no sentido da sua flexibilização, sendo

Leia mais

MINUTA DE REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA FCHS TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

MINUTA DE REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA FCHS TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MINUTA DE REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA FCHS Aprovado pela Congregação em 01/03/2011 TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Este regulamento normatiza o cumprimento

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO PORTARIA IGCE/DTA nº 101/2009, de 17 de setembro de 2009. Dispõe sobre o Regulamento da Disciplina Trabalho de Conclusão de Curso, do Curso de Graduação em Geologia. O Diretor do Instituto de Geociências

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE PÓS GRADUAÇÃO REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE PÓS GRADUAÇÃO REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CENTRO UNIVERSITÁRIO DO NORTE REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE PÓS GRADUAÇÃO REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Aprovado pelo CONSUNI Nº15 em 24/05/2016 ÍNDICE CAPITULO I Da Constituição,

Leia mais

CALENDÁRIO ACADÊMICO 2014

CALENDÁRIO ACADÊMICO 2014 CALENDÁRIO ACADÊMICO 2014 FEVEREIRO 24 a 28 10 Matrícula 1 o Semestre 2014. Para todos os estudantes de Mestrado e Doutorado. (horário de atendimento: 14h00 às h00). Período de agendamento (anual) dos

Leia mais

DIRETRIZES DA FCS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE MUSEOLOGIA

DIRETRIZES DA FCS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE MUSEOLOGIA DIRETRIZES DA FCS PARA A ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CAPÍTULO I DO TCC 1. O Trabalho de Conclusão do Curso TCC visa ampliar as condições de formação profissional do aluno por meio da integração

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA-UNILA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO REGIMENTO INTERNO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA-UNILA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO REGIMENTO INTERNO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA-UNILA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO REGIMENTO INTERNO TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regimento disciplina

Leia mais

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO UNISAL UNIDADE AMERICANA CAMPUS MARIA AUXILIADORA

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO UNISAL UNIDADE AMERICANA CAMPUS MARIA AUXILIADORA REGULAMENTO DA MONOGRAFIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO UNISAL UNIDADE AMERICANA CAMPUS MARIA AUXILIADORA Regulamento que disciplina a Monografia para os alunos do Curso de Direito do Centro Universitário

Leia mais

I SEMINARIO DOS PROGRAMAS DE MESTRADO EM DIREITO DA UNIBRASIL, UNOESC E PUCRS (MESTRADO E DOUTORADO) DAS LINHAS DE PESQUISA EM DIREITOS FUNDAMENTAIS

I SEMINARIO DOS PROGRAMAS DE MESTRADO EM DIREITO DA UNIBRASIL, UNOESC E PUCRS (MESTRADO E DOUTORADO) DAS LINHAS DE PESQUISA EM DIREITOS FUNDAMENTAIS I SEMINARIO DOS PROGRAMAS DE MESTRADO EM DIREITO DA UNIBRASIL, UNOESC E PUCRS (MESTRADO E DOUTORADO) DAS LINHAS DE PESQUISA EM DIREITOS FUNDAMENTAIS 1. JUSTIFICATIVA E FINALIDADE DO PROJETO O evento tem

Leia mais

CAMPUS DO PANTANAL REGULAMENTO DISCIPLINA DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO. Capítulo II. Da Natureza e objetivos do Trabalho de Conclusão de Curso

CAMPUS DO PANTANAL REGULAMENTO DISCIPLINA DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO. Capítulo II. Da Natureza e objetivos do Trabalho de Conclusão de Curso CAMPUS DO PANTANAL REGULAMENTO DISCIPLINA DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Capítulo I Da Natureza e objetivos do Trabalho de Conclusão de Curso Art.1º O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do curso de

Leia mais

EDITAL MONITORIA 2017/2

EDITAL MONITORIA 2017/2 EDITAL MONITORIA 2017/2 Edital de Seleção para o Programa de Monitoria Acadêmica do Curso de Serviço Social da Faculdade Metropolitana de Manaus- FAMETRO Nº. 7 de 2017/1. A Direção Geral da Faculdade Metropolitana

Leia mais