INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO SÃO JUDAS TADEU ISESJT. RESOLUÇÃO CONSUP Nº 03/2014 Floriano, 10 de janeiro de 2014.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO SÃO JUDAS TADEU ISESJT. RESOLUÇÃO CONSUP Nº 03/2014 Floriano, 10 de janeiro de 2014."

Transcrição

1 INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO SÃO JUDAS TADEU ISESJT RESOLUÇÃO CONSUP Nº 03/2014 Floriano, 10 de janeiro de Fixa normas para o Programa de Iniciação Científica, no Instituto Superior de Educação São Judas Tadeu. A Diretora e Presidente do Conselho Superior do Instituto Superior de Educação São Judas Tadeu no uso de suas atribuições legais, considerando o disposto no Regimento Interno, Plano de Desenvolvimento Institucional e Projeto Pedagógico desta IES. RESOLVE Art. 1 Aprovar o Programa de Iniciação Científica (PIC) do Instituto Superior de Educação São Judas Tadeu (ISESJT) visando oportunizar aos discentes da graduação a ampliação da experiência acadêmica, por meio de ações que visem o desenvolvimento da pesquisa científica e a produção do conhecimento. Art. 2º A atividade de iniciação científica será exercida por aluno regularmente matriculado no(s) curso(s) de graduação do ISESJT, com a supervisão de um Professor Orientador, de acordo com as normas contidas nesta resolução. Art. 3º A coordenação, supervisão e acompanhamento dos projetos de pesquisa desenvolvidos no âmbito do PIC ficaram a cargo da respectiva Coordenação de Curso. DOS OBJETIVOS Art. 4º São objetivos do Programa de Iniciação Científica do ISESJT:

2 I - Estimular a participação dos graduandos na pesquisa científica, contribuindo para a formação de recursos humanos capacitados e engajados em atividades de pesquisa e produção de conhecimento; II - Proporcionar ao graduando, orientado por pesquisador com titulação mínima de Especialista, a aprendizagem de técnicas e métodos científicos; III - Estimular o desenvolvimento do pensar cientificamente e da criatividade, decorrente das condições criadas pelo confronto direto dos problemas de pesquisa; IV - Possibilitar a qualificação profissional e a inserção dos graduandos a programas de pósgraduação stricto sensu; V - Incentivar a consolidação de uma política de pesquisa para a iniciação científica nos cursos de graduação do ISESJT, possibilitando a integração entre graduação e pós-graduação, por meio da qualificação do corpo discente para o ingresso na pós-graduação stricto sensu; VI - Estimular docentes pesquisadores a envolverem os graduandos nas atividades de pesquisa; VII - Incentivar a criação e fortalecimento de grupos de pesquisa no ISESJT, visando aumentar a produtividade intelectual qualificada dos docentes da instituição; VIII - Promover a avaliação do processo de formação científica dos graduandos envolvidos no PIC. DAS MODALIDADES Art. 5º O Programa de Iniciação Científica está estruturado em duas modalidades: I - Iniciação Científica Remunerada; II - Iniciação Científica Voluntária. 1º A Iniciação Científica Remunerada é aquela em que o aluno pesquisador recebe uma Bolsa de Iniciação Científica, expressa através de um desconto, com percentual a ser definido em edital de seleção, sobre as mensalidades durante a vigência do Programa, por um período de 12 meses, sendo condicionada à comprovação do cumprimento das atividades propostas no plano de trabalho constante no Projeto de Pesquisa, bem como ao não acúmulo com outras modalidades de bolsas que porventura sejam ofertadas pelo ISESJT.

3 2º A Iniciação Científica Voluntária é aquela em que o discente exerce a atividade de Aluno Pesquisador sem receber nenhuma remuneração a qualquer título. DAS VAGAS E CARGA-HORÁRIA Art. 6º A quantidade e o valor da Bolsa de Iniciação Científica Remunerada será determinada anualmente pelo Conselho Superior do ISESJT, de acordo com sua dotação orçamentária. Art. 7º A Iniciação Científica Voluntária não terá limite de vagas. 1º Os projetos de pesquisa executados na modalidade de Iniciação Científica Voluntária deverão ser submetidos ao mesmo processo de seleção da Iniciação Científica Remunerada para fins de registro, acompanhamento e avaliação junto à Coordenação de Curso. Art. 8º O aluno pesquisador bolsista indicado pelo Professor Orientador deverá cumprir uma jornada de 8 (oito) a 12 (doze) horas semanais de atividades, segundo o plano de trabalho apresentado no projeto de pesquisa. Art. 9º Cada professor poderá orientar até um projeto de pesquisa. 1º A critério do Professor Orientador, poderão ser indicados até 2 (dois) alunos colaboradores, na condição de voluntários, em cada projeto. DOS REQUISITOS Art. 10. São requisitos para o exercício da função de Professor Orientador: I - Possuir currículo cadastrado na Plataforma Lattes do CNPq; II - Possuir titulação mínima de Especialista; III - Estar em pleno exercício das atividades docentes no ISESJT. IV - Não apresentar pendência junto à Coordenação em relação a projetos de pesquisa anteriores. Art. 11. São requisitos para o exercício da função de Professor Coorientador:

4 I - Possuir currículo cadastrado na Plataforma Lattes do CNPq; II - Possuir titulação mínima de Especialista; III - Estar em pleno exercício das atividades docentes no ISESJT; IV - Não apresentar pendência junto à Coordenação em relação a projetos de pesquisa anteriores. Art. 12. São requisitos para o exercício da função de Aluno Pesquisador, bolsista ou voluntário: I - Estar regularmente matriculado em curso de graduação no ISESJT, tendo cursado pelo menos 2 (dois) semestres letivos; II - Possuir currículo cadastrado na Plataforma Lattes do CNPq; III - Ter sido indicado por apenas um Professor Orientador; IV - Ter disponibilidade de 8 (oito) a 12 (doze) horas semanais para o exercício das atividades propostas. V - Não apresentar pendência junto à Coordenação em relação a projetos de pesquisa anteriores. Art. 13. São requisitos para o Projeto de Pesquisa: I - Conter planos de trabalho específicos para o aluno pesquisador candidato à bolsa e para os alunos colaboradores; II - Refletir originalidade, coerência teórico-metodológica, relevância e viabilidade técnica e financeira; III - Conter todos os elementos necessários para a sua análise, conforme modelo disponível no respectivo edital de seleção. DA INSCRIÇÃO E SELEÇÃO NO PROGRAMA Art. 14. A convocação para inscrição no processo seletivo do Programa de Iniciação Científica dar-se-á através de edital expedido pela Direção do ISESJT conforme Calendário Acadêmico contendo, obrigatoriamente, os seguintes itens: a) Dia, local e hora de abertura da inscrição;

5 b) Os documentos necessários, sendo obrigatória a apresentação de cópia do RG e CPF, bem como cópia do currículo cadastrado na Plataforma Lattes atualizado de todos os docentes e discentes que comporão a equipe de pesquisa; c) Número de vagas para a Iniciação Científica Remunerada; d) Critérios de seleção; e) Modelo de projeto de pesquisa, Ficha de Avaliação do Currículo do Professor e Ficha de Avaliação do Projeto de Pesquisa. Art. 15. Os projetos selecionados serão classificados em ordem decrescente de notas, mediante pontuação atribuída ao currículo do Professor Orientador e ao projeto de pesquisa, conforme proposto em edital próprio de seleção. Art. 16. Em caso de empate, os projetos serão classificados mediante os seguintes critérios: I - Professor Orientador com titulação mais elevada; II - Professor Orientador com mais tempo de atividade docente no ISESJT. DOS PARTICIPANTES E SUAS ATRIBUIÇÕES Art. 17. Compete à Coordenação de Curso no âmbito do PIC: I - Elaborar o Edital de Seleção do Programa de Iniciação Científica, de acordo com o disposto no Art. 12, para publicação pela Direção Geral; II - Nomear os membros que comporão a Banca Examinadora de seleção dos projetos de pesquisa; III - Nomear os membros que comporão a Banca Examinadora de avaliação dos resultados das pesquisas apresentados em Evento de Iniciação Científica realizado pelos ISESJT; IV - Acompanhar e supervisionar a execução dos projetos de pesquisa; V - Definir prazos para recebimento dos relatórios parciais e finais das pesquisas; VI - Encaminhar o Resultado da Seleção à Direção Geral para homologação e publicação. Art. 18. Compete à Secretaria Acadêmica:

6 I - Realizar as inscrições no processo seletivo do Programa de Iniciação Científica, conforme cronograma definido no respectivo edital. II - Emitir certificados aos discentes que concluírem com êxito o Programa de Iniciação Científica. Art. 19. Compete ao Professor Orientador: I - Selecionar e indicar, para Aluno Pesquisador, discente com perfil e desempenho acadêmico compatíveis com as atividades previstas e orientá-lo nas distintas fases do plano de trabalho; II - Acompanhar o aluno nas distintas fases do trabalho a ser desenvolvido, incluindo a elaboração de relatórios parcial e final, assim como na apresentação do trabalho final em Evento de Iniciação Científica promovido pelo ISESJT; III Encaminhar em colaboração com o aluno os resultados preliminares alcançados, juntamente com a avaliação parcial do discente, na forma de relatório parcial, de acordo conforme Calendário Acadêmico; IV Encaminhar em colaboração com o aluno o relatório final da pesquisa, conforme o Calendário Acadêmico; V - Solicitar, com justificativa, a substituição de um bolsista, podendo indicar novo aluno para a vaga desde que a pesquisa não tenha excedido o prazo de 6 (seis) meses de execução. VI - Incluir o nome do(s) aluno(s) envolvido(s) nos trabalhos e publicações cujos resultados tenham contado com sua participação efetiva e derivado diretamente de seu plano de trabalho. VII - Emitir pareceres em processos relacionados ao Programa de Iniciação Científica e atender, sem qualquer contrapartida financeira, às solicitações para participar de comissões de avaliação do Programa, inclusive dos trabalhos finais a serem apresentados em Evento de Iniciação Científica promovido pelo ISESJT. VIII - Participar de todas as atividades relacionadas ao Programa de Iniciação Científica. Art. 20. Compete ao Professor Coorientador: I Auxiliar o Professor Orientador no acompanhamento do aluno nas distintas fases do trabalho a ser desenvolvido, incluindo a elaboração de relatórios parcial e final, assim como na apresentação do trabalho final em Evento de Iniciação Científica promovido pelo ISESJT;

7 II - Juntamente com o aluno e o Professor Orientador apresentar resultados preliminares alcançados, na forma de relatório parcial, de acordo com o cronograma proposto pelo Calendário Acadêmico. III - Juntamente com o aluno e o Professor Orientador encaminhar relatório final da pesquisa, conforme o cronograma proposto pelo Calendário Acadêmico. IV - Emitir pareceres em processos relacionados ao Programa de Iniciação Científica e atender, sem qualquer contrapartida financeira, às solicitações para participar de comissões de avaliação do Programa, inclusive dos trabalhos finais a serem apresentados em Evento de Iniciação Científica promovido pelo ISESJT. V - Participar de todas as atividades relacionadas ao Programa de Iniciação Científica. Art. 21. Compete ao Aluno Pesquisador, bolsista ou voluntário: I - Dedicar-se com zelo às atividades acadêmicas e de pesquisa. II - Executar o plano de trabalho aprovado com a supervisão do Professor Orientador. III - Apresentar resultados preliminares alcançados na forma de relatório parcial e resultados conclusivos em relatório final, conforme cronograma previsto pelo Calendário Acadêmico. IV - Apresentar os resultados da pesquisa em Evento de Iniciação Científica promovido pelo ISESJT. V - Fazer referência à sua condição de bolsista de Iniciação Científica ou voluntário do Programa de Iniciação Científica do ISESJT em todas as publicações e trabalhos decorrentes da pesquisa. VI - Devolver ao ISESJT, os valores atualizados referentes ao desconto recebido como bolsista, em caso do não cumprimento dos compromissos estabelecidos. Art. 22. Compete ao Aluno Colaborador: I - Dedicar-se com zelo às atividades acadêmicas e de pesquisa. II - Executar o plano de trabalho aprovado com a supervisão do Professor Orientador. III - Participar na elaboração dos relatórios parcial e final do projeto de pesquisa, bem como dos trabalhos que venham a ser publicados em decorrência da pesquisa desenvolvida no âmbito do Programa de Iniciação Científica do ISESJT.

8 DO DESLIGAMENTO DO PROGRAMA Art. 23. O desligamento dar-se-á nos seguintes casos: I - A critério da Coordenação de Curso, por não cumprimento das atividades programadas para o exercício do Programa de Iniciação Científica; II - Afastamento ou desligamento do docente da IES; III - A pedido do Professor Orientador, mediante justificativa. DA CERTIFICAÇÃO Art. 24. Ao término do período de vigência do Programa de Iniciação Científica o aluno pesquisador, bolsista ou voluntário, e o aluno colaborador deverão apresentar relatório final à Coordenação de Curso, para efeito de avaliação mediante apreciação do Professor Orientador. Art. 25. Terá direito à certificação o aluno pesquisador, bolsista ou voluntário, e o aluno colaborador que tiver concluído o Programa de Iniciação Científica com aprovação do relatório final. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 25. Os casos omissos serão resolvidos pelo Conselho Superior, que poderá baixar normas complementares a esta Resolução. Art. 26. Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. COMUNIQUE-SE, PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE. IRISNALDA QUIRINO FARIAS Presidente do Conselho Superior

Programa de Iniciação Científica da Faculdade Processus.

Programa de Iniciação Científica da Faculdade Processus. Programa de Iniciação Científica da Faculdade Processus. CAPÍTULO I OBJETIVOS Art. 1º O Programa de Iniciação Científica PIC da Faculdade Processus, constitui-se em um conjunto de ações destinadas a propiciar

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 60 DE 01/02/ CAS

RESOLUÇÃO N o 60 DE 01/02/ CAS RESOLUÇÃO N o 60 DE 01/02/2013 - CAS Estabelece as normas do Programa de Iniciação Científica (PIC) da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior,

Leia mais

EDITAL PIBIC/UPE/CNPq 2009/2010

EDITAL PIBIC/UPE/CNPq 2009/2010 OBJETIVOS PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL PIBIC/UPE/CNPq 2009/2010 Promover o interesse pela pesquisa no campo da Ciência e Tecnologia, despertando a vocação científica

Leia mais

Programa de Incentivo à Pesquisa Acadêmica PIPA

Programa de Incentivo à Pesquisa Acadêmica PIPA Programa de Incentivo à Pesquisa Acadêmica PIPA ` REGULAMENTO União da Vitória, PR 2014 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INCENTIVO À PESQUISA ACADÊMICA PIPA, DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE UNIÃO DA VITÓRIA DOS PRINCÍPIOS

Leia mais

UNIVERSIDADE POSITIVO

UNIVERSIDADE POSITIVO UNIVERSIDADE POSITIVO CHAMADA DE PROJETOS PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PIC) CICLO 2012-2013 EDITAL N o 117 de 03/04/2012 Art. 1 o A Reitoria da Universidade Positivo (UP) torna público o presente

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GASTRONOMIA

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GASTRONOMIA EDITAL Nº01/2017 DESELEÇÃO INTERNA DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE CHAMADA PARA O PROCESSO DE INSCRIÇÃO 2017 DO PROGRAMA

Leia mais

Programa de Incentivo à Pesquisa Acadêmica PIPA

Programa de Incentivo à Pesquisa Acadêmica PIPA Programa de Incentivo à Pesquisa Acadêmica PIPA REGULAMENTO UNIÃO DA VITÓRIA 2016 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INCENTIVO À PESQUISA ACADÊMICA PIPA CAPÍTULO I Dos Princípios Gerais Art. 1º O Programa de Incentivo

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENADORIA GERAL DE PESQUISA

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO COORDENADORIA GERAL DE PESQUISA A Iniciação Científica Junior (PIBIC-EM) são atividades que possibilitam o contato direto do aluno de ensino médio com a atividade científica da Universidade, incentivando a formação de novos pesquisadores

Leia mais

Edital do Programa de Iniciação Científica da Estácio- Fap no Curso de Direito- n.001/2013

Edital do Programa de Iniciação Científica da Estácio- Fap no Curso de Direito- n.001/2013 Edital do Programa de Iniciação Científica da Estácio- Fap no Curso de Direito- n.001/2013 PROIC/Estácio-Fap 2013/II A Faculdade Estácio-Fap, por intermédio da Direção geral e da Coordenação do Curso de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA-PROPIT DIRETORIA DE PESQUISA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA-PROPIT DIRETORIA DE PESQUISA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA-PROPIT DIRETORIA DE PESQUISA EDITAL 01/2010 PIBIC/UFOPA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE

Leia mais

EDITAL PIBIC O PROGRAMA CONFERE

EDITAL PIBIC O PROGRAMA CONFERE EDITAL PIBIC 2018 O Instituto de Ensino Superior Múltiplo IESM, através da Coordenação de Pesquisa e Extensão torna pública a abertura das inscrições para o seu Programa de Iniciação Científica e convoca

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PROPEP Fone: (82)

ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PROPEP Fone: (82) ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PROPEP Fone: (82) 3521-3379. E-mail: propep@uneal.edu.br PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

PRÓ-REITORIA ADJUNTA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO - PROPG PROGRAMA SEMENTE MESTRADO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA-PSIC EDITAL 2016

PRÓ-REITORIA ADJUNTA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO - PROPG PROGRAMA SEMENTE MESTRADO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA-PSIC EDITAL 2016 PRÓ-REITORIA ADJUNTA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO - PROPG PROGRAMA SEMENTE MESTRADO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA-PSIC EDITAL 2016 O Reitor e o Vice-Reitor do Centro Universitário CESMAC, no uso de suas atribuições,

Leia mais

RESOLUÇÃO CEPEX Nº 015/2011 Teresina, 13 de maio de 2011.

RESOLUÇÃO CEPEX Nº 015/2011 Teresina, 13 de maio de 2011. RESOLUÇÃO CEPEX Nº 015/2011 Teresina, 13 de maio de 2011. Revoga a Resolução CEPEX 002/2010 e fixa normas para o Programa de Monitoria na graduação, da Universidade Estadual do Piauí. O Reitor e Presidente

Leia mais

Regulamento do Programa de Iniciação Científica do Curso de Psicologia

Regulamento do Programa de Iniciação Científica do Curso de Psicologia Regulamento do Programa de Iniciação Científica do Curso de Psicologia CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1. O Programa de Iniciação Científica do Curso de Psicologia tem por objetivo geral o desenvolvimento

Leia mais

Regulamento Interno PRINCÍPIOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Regulamento Interno PRINCÍPIOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Regulamento Interno Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá I. CONSIDERAÇÕES GERAIS ART. 1º - Este regulamento tem por objetivo orientar

Leia mais

LIGA DE ENSINO DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO UNIVERSITÁRIO DO RIO GRANDE DO NORTE

LIGA DE ENSINO DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO UNIVERSITÁRIO DO RIO GRANDE DO NORTE LIGA DE ENSINO DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO UNIVERSITÁRIO DO RIO GRANDE DO NORTE EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS E DISTRIBUIÇÃO DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROCESSO SELETIVO 2017 O Reitor do Centro

Leia mais

EDITAL CA nº 01/2013 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC

EDITAL CA nº 01/2013 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC EDITAL CA nº 01/2013 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/NOVAUNESC A Diretoria da Faculdade São Gabriel e as Coordenações de Cursos comunicam aos interessados que estarão abertas

Leia mais

EDITAL PIBIC / CNPq/ MAST PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL PIBIC / CNPq/ MAST PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL PIBIC / CNPq/ MAST 2014-2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA A Coordenação do PIBIC/CNPq/MCTI/MAST comunica aos interessados que estão abertas as inscrições para a obtenção

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE ISRAELITA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE ALBERT EINSTEIN

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE ISRAELITA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE ALBERT EINSTEIN REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE ISRAELITA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE ALBERT EINSTEIN CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS 1. O Programa de Iniciação Científica (Programa) da Faculdade Israelita

Leia mais

3 - DOS REQUISITOS 3.1 Para o Acadêmico Estar regularmente matriculado em curso de graduação da FARES

3 - DOS REQUISITOS 3.1 Para o Acadêmico Estar regularmente matriculado em curso de graduação da FARES EDITAL 01/2013/FARES PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA FARES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (VIGÊNCIA: ABRIL DE 2013 A ABRIL/2014) O Coordenador do Núcleo de Pesquisa da Faculdade Roraimense - FARES, no uso de suas

Leia mais

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM 003/2016

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM 003/2016 EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM 003/2016 Chamada para submissão de Projetos de Iniciação Científica e Tecnológica A Direção Geral da FACULDADE

Leia mais

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação BIT/UFRGS /2014

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação BIT/UFRGS /2014 Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação BIT/UFRGS - 2013/2014 A Universidade Federal do Rio Grande do Sul, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACCAMP

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACCAMP PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACCAMP A iniciação científica é a integração das atividades de graduação e pós-graduação da Instituição que permite a iniciação do acadêmico de graduação na pesquisa científica.

Leia mais

OBJETIVOS UNIDADES PARTICIPANTES. Todas as Unidades da UPE. REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO ORIENTADORES:

OBJETIVOS UNIDADES PARTICIPANTES. Todas as Unidades da UPE. REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO ORIENTADORES: PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA COORDENAÇÃO GERAL DE PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UPE EDITAL IC PFAUPE 2015 OBJETIVOS Promover o interesse pela pesquisa

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS DA BAHIA FATEC/BA COORDENAÇÃO DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS DA BAHIA FATEC/BA COORDENAÇÃO DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 0 FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS DA BAHIA FATEC/BA COORDENAÇÃO DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FATEC/BA ALAGOINHAS 2014 1 SUMÁRIO DO PROGRAMA E

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA O ENSINO MÉDIO EDITAL PIBIC-EM

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA O ENSINO MÉDIO EDITAL PIBIC-EM PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA O ENSINO MÉDIO EDITAL PIBIC-EM 2016-2017 O da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós- Graduação (PROPEP) abre as inscrições para solicitações de Bolsas do PROGRAMA

Leia mais

UNIVERSIDADE DE CRUZ ALTA

UNIVERSIDADE DE CRUZ ALTA UNIVERSIDADE DE CRUZ ALTA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROBIC/FAPERGS/UNICRUZ EDITAL Nº 15/2015 A Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Universidade de Cruz

Leia mais

FACULDADE PADRÃO REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE PADRÃO

FACULDADE PADRÃO REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE PADRÃO REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE PADRÃO É finalidade do presente Regulamento normatizar as atividades de Iniciação Científica da Faculdade Padrão. CAPÍTULO I DA

Leia mais

Faculdade Adventista da Bahia. Regulamento de Monitoria Acadêmica Fisioterapia

Faculdade Adventista da Bahia. Regulamento de Monitoria Acadêmica Fisioterapia Faculdade Adventista da Bahia Regulamento de Monitoria Acadêmica Fisioterapia Cachoeira BA Abril de 2011 Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento disciplina o Programa de Monitoria

Leia mais

Faculdade de Saúde e Desenvolvimento Humano Santo Agostinho FS Coordenadoria de Pesquisa e Extensão COPEX Curso de Graduação em Enfermagem

Faculdade de Saúde e Desenvolvimento Humano Santo Agostinho FS Coordenadoria de Pesquisa e Extensão COPEX Curso de Graduação em Enfermagem GRUPO DE PESQUISA EM ENFERMAGEM - GPEn PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE ENFERMAGEM PIC-ENF ICV MODALIDADE: INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIA EDITAL 001/2017 O Instituto Educacional Santo Agostinho

Leia mais

Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Pesquisa

Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Pesquisa Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Pesquisa NORMAS E PROCEDIMENTOS DO PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA

Leia mais

Ivete Alves do Sacramento Presidente do CONSEPE

Ivete Alves do Sacramento Presidente do CONSEPE 1 UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA- UNEB CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO - CONSEPE RESOLUÇÃO N.º 508/2002 Aprova o Regulamento do Programa de Iniciação Científica PICIN da UNEB e dá outras

Leia mais

Art. 1º APROVAR o Programa de Bolsas de Extensão do IFFluminense, constante no Anexo I desta Resolução.

Art. 1º APROVAR o Programa de Bolsas de Extensão do IFFluminense, constante no Anexo I desta Resolução. RESOLUÇÃO Nº 036/2016 Campos dos Goytacazes, 11 de março de 2016 O Presidente do Conselho Superior do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Fluminense, no uso das atribuições que lhe foram

Leia mais

COMISSÃO DE PESQUISA CENTRO UNIVERSITÁRIO REDENTOR EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

COMISSÃO DE PESQUISA CENTRO UNIVERSITÁRIO REDENTOR EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA COMISSÃO DE PESQUISA CENTRO UNIVERSITÁRIO REDENTOR EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Pelo presente edital ficam estabelecidos os critérios e as vagas relativas ao processo de seleção

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO PROGRAMA DE MONITORIA. CAPÍTULO I Do Conceito de Monitoria

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO PROGRAMA DE MONITORIA. CAPÍTULO I Do Conceito de Monitoria REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO PROGRAMA DE MONITORIA CAPÍTULO I Do Conceito de Monitoria Art. 1º - Entende-se por Monitoria, uma modalidade de ensino e aprendizagem que contribui para a formação integrada

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-graduação - PROPEP Fone: (82)

ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-graduação - PROPEP Fone: (82) ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-graduação - PROPEP Fone: (82) 3521-3379. E-mail: propep@uneal.edu.br PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI VICE-REITORIA DE ENSINO E PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL PIBIC/CNPQ-2012

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI VICE-REITORIA DE ENSINO E PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL PIBIC/CNPQ-2012 CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI VICE-REITORIA DE ENSINO E PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL PIBIC/CNPQ-2012 A Vice-Reitoria de Ensino e Pesquisa do Centro Universitário

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA ESTÁCIO DE CURITIBA PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIC COORDENAÇÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL nº 001/2015

FACULDADE DE TECNOLOGIA ESTÁCIO DE CURITIBA PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIC COORDENAÇÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL nº 001/2015 1 FACULDADE DE TECNOLOGIA ESTÁCIO DE CURITIBA PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIC COORDENAÇÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL nº 001/2015 Curitiba, 25 de março de 2015. A COORDENAÇÃO DA INICIAÇÃO CIENTÍFICA,

Leia mais

Regulamento do Programa de Iniciação Científica da UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga - PIC/UNIFEV

Regulamento do Programa de Iniciação Científica da UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga - PIC/UNIFEV Regulamento do Programa de Iniciação Científica da UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga - PIC/UNIFEV Capítulo I Das Disposições Preliminares Art. 1º - O Programa de Iniciação Científica da UNIFEV

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC AÇÕES AFIRMATIVAS

PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC AÇÕES AFIRMATIVAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC AÇÕES AFIRMATIVAS EDITAL PIBIC-AF/ CNPq/UPE 2012-2013 APRESENTAÇÃO O programa PIBIC nas Ações Afirmativas resulta

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO (PIBITI) Fundação Araucária Institutos Lactec EDITAL 2017/2018

PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO (PIBITI) Fundação Araucária Institutos Lactec EDITAL 2017/2018 PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO (PIBITI) Fundação Araucária Institutos Lactec EDITAL 2017/2018 O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico

Leia mais

REGULAMENTO DA MONITORIA

REGULAMENTO DA MONITORIA REGULAMENTO DA MONITORIA REGULAMENTO DA MONITORIA Art. 1º. O presente regulamento estabelece as regras para o exercício da Monitoria nos Cursos de Graduação do Centro Universitário de União da Vitória

Leia mais

SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO DE CULTURA DE GOIANIA LTDA FACULDADE PADRÃO SUMÁRIO

SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO DE CULTURA DE GOIANIA LTDA FACULDADE PADRÃO SUMÁRIO SUMÁRIO CAPÍTULO I 2 DA DEFINIÇÃO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2 CAPÍTULO II 3 DOS OBJETIVOS 3 CAPÍTULO III 4 DAS MODALIDADES 4 CAPÍTULO IV 5 DA INDICAÇÃO DOS CANDIDATOS À PARTICIPAÇÃO NO PIC 5 CAPÍTULO V 6

Leia mais

Instrução Normativa PROPPI nº 007, de 20 de novembro de Retificada em 08 de julho de 2016.

Instrução Normativa PROPPI nº 007, de 20 de novembro de Retificada em 08 de julho de 2016. Instrução Normativa PROPPI nº 007, de 20 de novembro de 2014. Retificada em 08 de julho de 2016. Regulamenta o Programa Institucional de Iniciação Científica e Tecnológica Voluntário. Art. 1º O Programa

Leia mais

CAPÍTLULO I OBJETIVOS DO PAIC

CAPÍTLULO I OBJETIVOS DO PAIC RESOLUÇÃO CEPE N 02/2017 O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão CEPE, no uso da atribuição que lhe confere o inciso X do artigo 13 do Estatuto, conforme Processo CEPE 02/2017, baixa a

Leia mais

EDITAL PIBIC / CNPq/ MAST 2013/2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROPOSTA DE EDITAL

EDITAL PIBIC / CNPq/ MAST 2013/2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROPOSTA DE EDITAL EDITAL PIBIC / CNPq/ MAST 2013/2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROPOSTA DE EDITAL A Coordenação do PIBIC/CNPq/MCTI/MAST comunica aos interessados que estão abertas as inscrições

Leia mais

EDITAL PIBIC 2015/2016

EDITAL PIBIC 2015/2016 INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR MÚLTIPLO Credenciado pela Portaria n 2.535 de 19/08/04 - MEC CNPJ 05.379.062/0001-70 Avenida Boa Vista nº700 - Bairro: São Francisco CEP: 65631-350 Timon/MA Fone: 99 3212-2185

Leia mais

EDITAL Nº 79/2017 PROJETO DE APOIO SOCIAL E PEDAGÓGICO DA UNIPAMPA PASP

EDITAL Nº 79/2017 PROJETO DE APOIO SOCIAL E PEDAGÓGICO DA UNIPAMPA PASP EDITAL Nº 79/2017 PROJETO DE APOIO SOCIAL E PEDAGÓGICO DA UNIPAMPA PASP O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna público que estão abertas as inscrições

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DA VITORIA DE SANTO ANTÃO NUCLEO DE PESQUISA (NUPEQ) REGULAMENTO PARA CRIAÇÃO DOS GRUPOS DE PESQUISA.

FACULDADES INTEGRADAS DA VITORIA DE SANTO ANTÃO NUCLEO DE PESQUISA (NUPEQ) REGULAMENTO PARA CRIAÇÃO DOS GRUPOS DE PESQUISA. FACULDADES INTEGRADAS DA VITORIA DE SANTO ANTÃO NUCLEO DE PESQUISA (NUPEQ) REGULAMENTO PARA CRIAÇÃO DOS GRUPOS DE PESQUISA Regulamenta a criação dos GRUPOS DE PESQUISA Institucionais das Faculdades Integradas

Leia mais

EMBRAPA SOJA ANO 2015/2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO

EMBRAPA SOJA ANO 2015/2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO EDITAL PIBIC-PIBITI/CNPq DA EMBRAPA SOJA ANO 2015/2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIBIC-PIBITI/CNPq DA EMBRAPA SOJA 1. DEFINIÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JÚNIOR PIBIC Jr/IFAP

REGULAMENTO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JÚNIOR PIBIC Jr/IFAP PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO REGULAMENTO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JÚNIOR PIBIC Jr/IFAP Julho/2012 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JÚNIOR

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROIC EDITAL PROIC BOLSA

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROIC EDITAL PROIC BOLSA PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROIC EDITAL PROIC BOLSA 2015-2016 O Centro de Pesquisa convida professores orientadores com títulos (reconhecidos pela CAPES/MEC) de especialista, mestrado e doutorado

Leia mais

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE. Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica EDITAL

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE. Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica EDITAL HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica EDITAL 2016-2017 1. Finalidade O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do Hospital de Clínicas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MINEIROS- UNIFIMES NORMATIVA DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIC

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MINEIROS- UNIFIMES NORMATIVA DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIC MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MINEIROS- UNIFIMES NORMATIVA DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIC 1. Conceituação O Programa de Iniciação Científica - PIC, é um programa

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO-BRASILEIRA (UNILAB)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO-BRASILEIRA (UNILAB) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO-BRASILEIRA (UNILAB) Termo Aditivo Referente ao Edital PROPPG N o 08/2014 Seleção de Projetos para o Programa Institucional

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 280/2006 CONSUNI (Alterada pela Resolução nº 24/2015-CONSUNI)

RESOLUÇÃO Nº 280/2006 CONSUNI (Alterada pela Resolução nº 24/2015-CONSUNI) RESOLUÇÃO Nº 280/2006 CONSUNI (Alterada pela Resolução nº 24/2015-CONSUNI) Dispõe sobre o Programa de Bolsas de Monitoria de Pós-Graduação PROMOP, da UDESC. O Presidente do Conselho Universitário - CONSUNI,

Leia mais

EDITAL n. 02/2016 DIREÇÃO ACADÊMICA

EDITAL n. 02/2016 DIREÇÃO ACADÊMICA EDITAL n. 02/2016 DIREÇÃO ACADÊMICA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VAGA PARA PESQUISADOR VOLUNTÁRIO NO NÚCLEO DE PESQUISA, PÓS- GRADUAÇÃO E EXTENSÃO A Faculdade La Salle de Lucas do Rio

Leia mais

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA FACULDADE DE ARACRUZ

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA FACULDADE DE ARACRUZ FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA FACULDADE DE ARACRUZ ARACRUZ 2010 INTRODUÇÃO A Iniciação Científica, segundo o Conselho Nacional

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA OU DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO PIBIC&T-UCB. Exercício: setembro 2011 a agosto 2012

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA OU DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO PIBIC&T-UCB. Exercício: setembro 2011 a agosto 2012 EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA OU DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DO PIBIC&T-UCB Exercício: setembro 2011 a agosto 2012 O Vice-Reitor de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão da Universidade Castelo

Leia mais

REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP

REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP TEXTO COMPILADO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as

Leia mais

FACULDADE EVANGÉLICA DO PIAUI FAEPI NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO NUGEPE COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO (CPEX)

FACULDADE EVANGÉLICA DO PIAUI FAEPI NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO NUGEPE COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO (CPEX) FACULDADE EVANGÉLICA DO PIAUI FAEPI NÚCLEO DE APOIO PEDAGÓGICO NUGEPE COORDENAÇÃO DE PESQUISA E EXTENSÃO (CPEX) E-mail: faepipesquisa@gmail.com EDITAL N o 02/2016 02 de Setembro de 2016 Programa de Iniciação

Leia mais

EDITAL INICIAÇÃO CIENTÍFICA - UPE 2009

EDITAL INICIAÇÃO CIENTÍFICA - UPE 2009 EDITAL INICIAÇÃO CIENTÍFICA - UPE 2009 OBJETIVOS Promover o interesse pela pesquisa no campo da Ciência e Tecnologia, despertando a vocação científica e incentivando talentos entre estudantes de graduação,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL Secretaria Executiva dos Conselhos Superiores SECS/UFAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL Secretaria Executiva dos Conselhos Superiores SECS/UFAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL Secretaria Executiva dos Conselhos Superiores SECS/UFAL RESOLUÇÃO Nº 55/2008-CONSUNI/UFAL, de 10 de novembro de 2008. APROVA NORMAS QUE DISCIPLINAM O PROGRAMA DE MONITORIA

Leia mais

EDITAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA FAMINAS-BH 2016

EDITAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA FAMINAS-BH 2016 EDITAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA FAMINAS-BH 2016 CHAMADA PARA O PROCESSO DE INSCRIÇÃO 2016 DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA FAMINAS BH DETALHAMENTO

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROEC EDITAL BOLSAS DE EXTENSÃO E CULTURA 2009

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROEC EDITAL BOLSAS DE EXTENSÃO E CULTURA 2009 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROEC EDITAL BOLSAS DE EXTENSÃO E CULTURA 2009 No período de 02 a 16 de fevereiro de 2009, estarão abertas as inscrições para bolsas de Extensão e Cultura, cujos resultados

Leia mais

EDITAL PIBIC / CNPq/ MAST /2018 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL PIBIC / CNPq/ MAST /2018 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL PIBIC / CNPq/ MAST - 2017/2018 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA A Coordenação do PIBIC/CNPq/MCTIC/MAST comunica aos interessados que estão abertas as inscrições para a obtenção

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Faculdade de Tecnologia SENAI Conde José Vicente de Azevedo REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2014 Faculdade

Leia mais

Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA

Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA Universidade Federal do Oeste do Pará PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA 1. Quais são os requisitos para obtenção de bolsa monitoria? a) o discente deve estar regularmente matriculado no período letivo em

Leia mais

OBJETIVOS UNIDADES PARTICIPANTES. Todas as Unidades da UPE. REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO ORIENTADORES:

OBJETIVOS UNIDADES PARTICIPANTES. Todas as Unidades da UPE. REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO ORIENTADORES: PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO PESQUISA E INOVAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DE PESQUISA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UPE EDITAL IC UPE 2017 OBJETIVOS Promover o interesse pela pesquisa no

Leia mais

EDITAL SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/CNPq/UNIARA 2015/2016

EDITAL SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/CNPq/UNIARA 2015/2016 EDITAL SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/CNPq/UNIARA 2015/2016 O Centro Integrado de Estudos e Pesquisa da UNIARA torna público o presente Edital

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA UNIVERSIDADE DA AMAZONIA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA UNIVERSIDADE DA AMAZONIA 29/02/26 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE AMAZONIA Belém 26 29/02/26 Dispõe sobre normas de Monitoria da Universidade da Amazônia. CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º Adotar e estimular a Monitoria Acadêmica, que

Leia mais

EDITAL PIC ISEPRO Nº. 001/2015 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PIC ISEPRO) SELEÇÃO

EDITAL PIC ISEPRO Nº. 001/2015 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PIC ISEPRO) SELEÇÃO EDITAL PIC ISEPRO Nº. 001/2015 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PIC ISEPRO) SELEÇÃO 2015.1 1. O INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO PROGRAMUS ISEPRO, torna pública a abertura de inscrições para o preenchimento

Leia mais

EDITAL 2014/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL 2014/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL 2014/2015 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Em atendimento às diretrizes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO OMETTO UNIARARAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPESQ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À PESQUISA

CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO OMETTO UNIARARAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPESQ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À PESQUISA CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO OMETTO UNIARARAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPESQ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À PESQUISA PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Artigo 1º - O Programa

Leia mais

EDITAL DE BOLSAS DE PRÉ-INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (PIBIC-EM) 2016/2017

EDITAL DE BOLSAS DE PRÉ-INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (PIBIC-EM) 2016/2017 EDITAL PIBIC-EM USP 2016/2017 A Pró-Reitoria de Pesquisa e o Comitê Institucional do Programa de Iniciação Científica e de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação da Universidade de São Paulo,

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE ALDETE MARIA ALVES PIC/FAMA. RESOLUÇÃO NORMATIVA N o 02/2007

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE ALDETE MARIA ALVES PIC/FAMA. RESOLUÇÃO NORMATIVA N o 02/2007 1 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE ALDETE MARIA ALVES PIC/FAMA RESOLUÇÃO NORMATIVA N o 02/2007 Normatiza o Programa Institucional de Iniciação Científica (PIC) da Faculdade Aldete

Leia mais

EDITAL 01/2016 ABERTURA DE SELEÇÃO INTERNA PARA MONITOR-BOLSISTA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (GTI) I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

EDITAL 01/2016 ABERTURA DE SELEÇÃO INTERNA PARA MONITOR-BOLSISTA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (GTI) I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES EDITAL 01/2016 ABERTURA DE SELEÇÃO INTERNA PARA MONITOR-BOLSISTA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (GTI) I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES A FAI Faculdades de Itapiranga/SC, no uso de suas atribuições

Leia mais

Universidade Federal de Pelotas Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. EDITAL PRPPG N.º 012/2014 (PBIP-DA UFPel)

Universidade Federal de Pelotas Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. EDITAL PRPPG N.º 012/2014 (PBIP-DA UFPel) Universidade Federal de Pelotas Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação EDITAL PRPPG N.º 012/2014 (PBIP-DA UFPel) A Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal de Pelotas torna público

Leia mais

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica PROBIC/FAPERGS/UFRGS /2018

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica PROBIC/FAPERGS/UFRGS /2018 Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica PROBIC/FAPERGS/UFRGS - 2017/2018 A Universidade Federal do Rio Grande do Sul, por intermédio da Pró-Reitoria de Pesquisa (PROPESQ), torna

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 11, DE 22 DE MARÇO DE 2017

RESOLUÇÃO N.º 11, DE 22 DE MARÇO DE 2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO- CONSEPE Secretaria dos Órgãos Colegiados Superiores (Socs) Bloco IV, Segundo Andar, Câmpus de Palmas (63) 3232-8067 (63) 3232-8238

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC ARQUITETURA E URBANISMO/UniCEUB EDITAL DE 2017

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC ARQUITETURA E URBANISMO/UniCEUB EDITAL DE 2017 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC ARQUITETURA E URBANISMO/UniCEUB EDITAL DE 2017 O reitor do Centro Universitário de Brasília UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC FACULDADE DAS AMÉRICAS EDITAL 2016/2

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC FACULDADE DAS AMÉRICAS EDITAL 2016/2 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIC FACULDADE DAS AMÉRICAS EDITAL 2016/2 Abertura do Processo Seletivo para o Programa de Iniciação Científica da Faculdade das Américas Artigo 1 o A Diretoria

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIBITI/CNPq-UEM

REGULAMENTO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIBITI/CNPq-UEM REGULAMENTO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIBITI/CNPq-UEM Capítulo I - FINALIDADES E OBJETIVOS Art. 1º - As normas que seguem visam orientar

Leia mais

EDITAL 01/ PIBIC/CNPq/UNIVAP

EDITAL 01/ PIBIC/CNPq/UNIVAP EDITAL 01/2013 - PIBIC/CNPq/UNIVAP A Coordenadoria de Iniciação Científica da UNIVAP está acolhendo inscrições de candidatos a bolsas de iniciação científica do CNPq, dentro do Programa Institucional de

Leia mais

Norma CNEN para. Concessão de Bolsas no País

Norma CNEN para. Concessão de Bolsas no País Norma CNEN para Concessão de Bolsas no País NORMA CNEN PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO NO PAÍS SUMÁRIO ITEM PÁGINA 1. Da Finalidade, Campo de Aplicação e Conceitos Gerais 2 1.1 Da Finalidade 2 1.2 Do

Leia mais

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica PIBIC nas Ações Afirmativas PIBIC-AF/CNPq 2017/2018

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica PIBIC nas Ações Afirmativas PIBIC-AF/CNPq 2017/2018 Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica PIBIC nas Ações Afirmativas PIBIC-AF/CNPq 2017/2018 (Resolução Normativa 017/2006-CNPq) A Universidade Federal do Rio Grande do Sul, por

Leia mais

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica. PIBIC/CNPq/UFRGS /2018

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica. PIBIC/CNPq/UFRGS /2018 Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica PIBIC/CNPq/UFRGS - 2017/2018 A Universidade Federal do Rio Grande do Sul, por intermédio da Pró-Reitoria de Pesquisa (PROPESQ), torna

Leia mais

EDITAL 01/ PIBIC/CNPq/UNIVAP

EDITAL 01/ PIBIC/CNPq/UNIVAP EDITAL 01/2012 - PIBIC/CNPq/UNIVAP A Coordenadoria de Iniciação Científica da UNIVAP está acolhendo inscrições de candidatos a bolsas de iniciação científica do CNPq, dentro do Programa Institucional de

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE SÃO SEBASTIÃO - FASS EDITAL 2017/1

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE SÃO SEBASTIÃO - FASS EDITAL 2017/1 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACULDADE SÃO SEBASTIÃO - FASS EDITAL 2017/1 Abertura de Processo Seletivo para o Programa Institucional de Iniciação Científica da Faculdade São Sebastião

Leia mais

b) possuir carga horária disponível para a realização das atividades do Programa; c) ser professor da disciplina no período vigente das monitorias.

b) possuir carga horária disponível para a realização das atividades do Programa; c) ser professor da disciplina no período vigente das monitorias. EDITAL Nº 03/2016 - CONSEPE A Direção da Faculdade Herrero torna públicos os procedimentos e normas para inscrição e seleção de Monitores 2016/2. Este Edital está em conformidade com a RESOLUÇÃO Nº 11/2010

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTIFICA - PIC

REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTIFICA - PIC REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTIFICA - PIC CAPÍTULO I DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Art. 1º - O programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia SENAC em Minas foi criado para

Leia mais

EDITAL Nº 20/2016 EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS À BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC e PEIC/ FAESF

EDITAL Nº 20/2016 EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS À BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC e PEIC/ FAESF EDITAL Nº 20/2016 EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS À BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC e PEIC/ FAESF A Direção Acadêmica da Faculdade de Educação São Francisco - FAESF, por meio da Coordenação

Leia mais

NÚCLEO DE APOIO À PESQUISA E EXTENSÃO - NAP PROGRAMA SEMENTE DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA-PSIC AGRESTE EDITAL 2017

NÚCLEO DE APOIO À PESQUISA E EXTENSÃO - NAP PROGRAMA SEMENTE DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA-PSIC AGRESTE EDITAL 2017 NÚCLEO DE APOIO À PESQUISA E EXTENSÃO - NAP PROGRAMA SEMENTE DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA-PSIC AGRESTE EDITAL 2017 O Presidente e o Vice-Presidente da Fundação Educacional Jayme de Altavilla (FEJAL), no uso

Leia mais

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. PIBITI/FUNTELL Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação/FUNTELL/CNPq

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. PIBITI/FUNTELL Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação/FUNTELL/CNPq Edital nº 004/2014 de Pré-seleção de alunos para o CNPq CRONOGRAMA DATA HORA EVENTO 06/10/2014 17h LANÇAMENTO DO EDITAL De 06/10/2014 até 17 horas de RECEBIMENTO DE INSCRIÇÕES 14/10/2014 17/10/2014 17h

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DA VITÓRIA DE SANTO ANTÃO - FAINTVISA NÚCLEO DE PESQUISA - NUPEQ EDITAL Nº 01/2017 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

FACULDADES INTEGRADAS DA VITÓRIA DE SANTO ANTÃO - FAINTVISA NÚCLEO DE PESQUISA - NUPEQ EDITAL Nº 01/2017 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADES INTEGRADAS DA VITÓRIA DE SANTO ANTÃO - FAINTVISA NÚCLEO DE PESQUISA - NUPEQ EDITAL Nº 01/2017 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 1 - APRESENTAÇÃO As Faculdades Integradas da Vitória

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO SEBASTIÃO COMITÊ DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL 01/2017 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA/FATEC-SS

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO SEBASTIÃO COMITÊ DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL 01/2017 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA/FATEC-SS 1 FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO SEBASTIÃO COMITÊ DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL 01/2017 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA/FATEC-SS A Faculdade de Tecnologia de São Sebastião, por intermédio

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS COORDENAÇÃO GERAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS COORDENAÇÃO GERAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PETRÓPOLIS COORDENAÇÃO GERAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 1. Apresentação O Programa de Iniciação Científica PIC/ UCP foi instituído,

Leia mais

Centro Universitário Estácio Juiz de Fora Pró-reitoria de Graduação Pró-reitoria de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão

Centro Universitário Estácio Juiz de Fora Pró-reitoria de Graduação Pró-reitoria de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão Centro Universitário Estácio Juiz de Fora Pró-reitoria de Graduação Pró-reitoria de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão Edital de Concurso para Seleção de Projetos de Extensão Acadêmica PEA Período agosto

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA PARA CADASTRO DE RESERVAS DE BOLSISTAS CNPq/PIBIC E CNPq/PIBITI NA COTA DA EMBRAPA COCAIS 2016

EDITAL DE ABERTURA PARA CADASTRO DE RESERVAS DE BOLSISTAS CNPq/PIBIC E CNPq/PIBITI NA COTA DA EMBRAPA COCAIS 2016 EDITAL DE ABERTURA PARA CADASTRO DE RESERVAS DE BOLSISTAS CNPq/PIBIC E CNPq/PIBITI NA COTA DA EMBRAPA COCAIS 2016 O Chefe-Geral da Embrapa Cocais, em conformidade com a Resolução Normativa nº 017/2006

Leia mais