PROGRAMA ALÉM DOS MUROS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA ALÉM DOS MUROS"

Transcrição

1 PROGRAMA ALÉM DOS MUROS Regulamento para inscrição de projetos O Instituto Positivo (IP) é uma organização sem fins lucrativos, que tem o objetivo de gerenciar as atividades de investimento social do Grupo Positivo, por meio de projetos sociais e ambientais de interesse público. Lançado em 2012, o IP atua em sinergia com as unidades do grupo, empregando conhecimento, tecnologia, aliados ao talento de seus colaboradores, alunos e parceiros em benefício da sociedade. O Programa Além dos Muros é uma das iniciativas do IP e tem o propósito de aproximar ainda mais as escolas da comunidade. Acredita-se que a escola pode se tornar protagonista na busca contínua de um território mais evoluído, com pessoas mais conscientes, onde a convivência comunitária faça parte do dia a dia. Num mundo tão cheio de conflitos e com uma dinâmica social tão excludente, as escolas que optam por atuar além dos seus muros aumentam a contribuição do desenvolvimento social. Faça parte da Rede Além dos Muros. Inscreva seu projeto. 1.Apresentação do Programa Além dos Muros A escola não está desassociada da comunidade; ela, assim como associações, empresas, instituições religiosas, moradores, está integrada a um mesmo espaço de convivência. Na maioria das vezes, é nessa comunidade que os alunos residem, se relacionam, transitam e é nela que os pais participam ativamente. O envolvimento da escola com seu entorno, engajando partes interessadas, pode ser visto como uma oportunidade para o desenvolvimento social. A escola é um espaço estratégico para a concretização da participação coletiva, pois apresenta alto potencial para fortalecer o crescimento da sociedade, já que uma de suas funções é desenvolver a socialização do conhecimento. Propor projetos sociais baseados nas demandas púbicas e nas possibilidades humanas do entorno é uma das virtudes da gestão escolar organizada e participativa. Por acreditar neste contexto, o Instituto Positivo, em parceria com a Editora Positivo e ao segmento de Tecnologia Educacional da Positivo Informática, criou o Programa Além dos Muros, que tem o propósito de incentivar escolas parceiras do Grupo Positivo a identificarem, por meio do diálogo com a comunidade, oportunidades de projetos sociais baseados nas necessidades reais do público-alvo e posteriormente colocar em prática todas essas boas ideias. Anualmente as escolas poderão inscrever projetos sociais. Os projetos melhores pontuados serão selecionados para receber um apoio financeiro do Instituto Positivo, com o objetivo de concretizar a iniciativa comunitária proposta. Além de fortalecer nas escolas parceiras a cultura de responsabilidade social, o programa tem o potencial de promover também o envolvimento de professores e alunos voluntários, estimulando, assim, a criação de uma rede de mobilizadores, o desenvolvimento da cidadania e a vontade de cooperar.

2 2. Inscrição do projeto 2.1 Poderão se inscrever no Programa Além dos Muros as escolas particulares, conveniadas ao Sistema Positivo de Ensino e as plugadas ao Portal Educacional da Positivo Informática, em todo o território nacional. 2.2 Cada escola poderá inscrever apenas 1 projeto por ano. Para realizar a inscrição do seu projeto acesse: 14.docx 3. Financiamento 3.1 Serão selecionados os 15 (quinze) projetos melhores pontuados. 3.2 Cada projeto selecionado está limitado a receber o valor de R$ ,00 (vinte e cinco mil reais). 4. Premissas do projeto 4.1 O projeto não poderá apresentar apenas caráter assistencialista ou voltado exclusivamente para doação. É necessário oferecer ações que busquem transformar a realidade do público beneficiado ou da comunidade atendida. 4.2 Não poderão ter foco político ou religioso. A organização beneficiada pode ter caráter religioso ou partidário, porém, o projeto não. Exemplo: Não serão financiados materiais para ensino religioso, catequese, grupos de oração, formações de grupos partidários, frentes jovens, entre outros. 4.3 O projeto inscrito deverá ter relevância frente ao contexto do público identificado. Para isso, recomenda-se que, antes mesmo do momento da inscrição do projeto, a escola realize um diagnóstico junto às organizações que irá atuar de forma a identificar demandas específicas e iniciativas relevantes e que atendam necessidades concretas. 4.4 O projeto deverá apresentar como foco principal de atuação a comunidade externa. Exemplo: escolas públicas, hospitais, associações de moradores, casas lares, casas de idosos, casas de passagem, centros de atendimento social/saúde públicos, entre outros. 4.5 O projeto deverá ser realizado em uma organização oficialmente constituída e que esteja com a sua documentação regular. 4.6 O projeto deverá respeitar a individualidade e as regras e políticas da organização beneficiada, bem como seus funcionários e voluntários. 4.7 O projeto deverá ter prazo de realização definido, a ser descrito no cronograma do Formulário de Inscrição de Projetos do Programa Além dos Muros. 4.8 Poderão ser organizados movimentos de voluntariado, conforme descrito abaixo: -articulação com movimentos de voluntariado entre professores, alunos e pais de alunos, -articulação de outros parceiros na comunidade.

3 5. Elaboração do projeto O projeto deverá ser elaborado seguindo os tópicos do Formulário de Inscrição de Projetos do Programa Além dos Muros, enviado no MKT de divulgação e disponível no site do IP. 6. Prazo para entrega dos projetos 6.1 O formulário padrão, descrito no item 5, deverá ter todos os seus campos preenchidos completamente e ser enviado para o até às 23h59 (horário de Brasília) do dia 30 de outubro de Os s encaminhados deverão receber, obrigatoriamente, uma mensagem acusando a inscrição do projeto até dia 03 de novembro de O não recebimento dessa mensagem de retorno equivale a não efetivação da inscrição. 6.3 O não atendimentos dos prazos descritos no tópico 6.2 invalidará automaticamente a inscrição do projeto. 6.4 A utilização de outros formulários diferentes do citado no item 5 desclassificará automaticamente a inscrição. 6.5 O não preenchimento de um dos tópicos do Formulário de Inscrição de Projetos do Programa Além dos Muros, incluindo a apresentação de orçamento do projeto, desclassificará automaticamente a inscrição. 7. Comissão que realizará a seleção dos projetos Para a seleção dos projetos será formada uma Comissão de Seleção, composta por profissionais com expertise em investimento social privado do Instituto Positivo e de Institutos de Investimento Social externos, não cabendo qualquer recurso por parte das escolas inscritas na seleção. 8. Etapas da avaliação de projetos 8.1 1º Etapa: administrativa (eliminatória) Utilização do formulário correto Ser uma escola particular conveniada ou plugada Valor solicitado atende ao limite de R$ ,00 Entrega do projeto até a data fixada Projeto laico (não apresentar viés religioso)

4 8.2 2º Etapa: análise técnica (com pontuação) A Comissão de Seleção avaliará e pontuará o projeto considerando os seguintes critérios: Público-alvo principal pertencente à comunidade externa; Atendimento às premissas estabelecidas no tópico 4; Capacidade de engajar outros parceiros locais, como outras ONGs, universidades, prefeituras, conselhos municipais, etc.; Apresentação dos objetivos bem definidos; Orçamento compatível com o propósito do projeto; Inovação; Apresentação de continuidade do projeto após a conclusão. 9. Pontuação para seleção Para cada critério descrito no item 8.2, será atribuída uma pontuação de valoração, sendo: Média: 10 pontos; Alta: 20 pontos; Muito alta: 30 pontos. 10. Critério de desempate Como critério de desempate será analisado pela Comissão de Seleção os seguintes tópicos: Capacidade de mobilizar para atividades voluntárias os pais de alunos, alunos, professores e/ou profissionais da escola; Mobilização de recursos extras, por meio da articulação de outros parceiros. 11. Divulgação dos resultados dos projetos selecionados 11.1 Os resultados serão divulgados oficialmente até dia 30 de novembro de 2014, no website do Instituto Positivo: e, de forma suplementar, por oficial enviado às escolas selecionadas O IP não fornecerá feedback aos projetos que não forem selecionados, não cabendo neste caso, nenhum recurso por parte das escolas.

5 12. Prazo para execução do projeto Os projetos selecionados terão até 20 de dezembro de 2015 para apresentarem seus cronogramas de atividades concluídos. 13. Disponibilização dos recursos financeiros 13.1 Será firmado um Contrato de Doação Para Implantação de Iniciativa Social, entre escola e IP, proposto pelo próprio IP 13.2 É obrigatória a assinatura do Contrato, bem como do Recibo, em que o voluntário se responsabiliza pela aplicação do recurso exclusivamente no projeto aprovado O recurso financeiro será depositado na conta corrente da escola selecionada após a assinatura e envio do Contrato e Rebico, até 31 de dezembro de 2014, podendo ocorrer antes Caso a escola selecionada desista da execução do projeto, ou ainda, não apresente a documentação completa para oficializar o termo de parceria, caberá a Direção do IP, decidir pela substituição, respeitando a classificação de projetos. 14. Acompanhamento do projeto 14.1 Os projetos selecionados serão monitorados por meio de dois Relatórios de Acompanhamento, os quais deverão ser entregues ao Instituto Positivo por nas seguintes datas: 30 de maio de 2015 e 30 de setembro de Nos Relatórios de Acompanhamento deverão ser anexadas até 3 (três) fotos do projeto que será desenvolvido De forma suplementar, os projetos poderão ser acompanhados por , conferências telefônicas, visita dos profissionais do Grupo Positivo ao projeto. 15. Conclusão do projeto 15.1 Os projetos deverão ser concluídos até 20 de dezembro de Os projetos apoiados deverão apresentar Relatório de Conclusão do Projeto, o qual será composto por dois formulários: Formulário de conclusão das ações desenvolvidas (contendo fotos, listas de presença, etc.); Formulário financeiro de prestação de contas (contendo documentos fiscais originais) 15.3 O Relatório de Conclusão do Projeto deve ser entregue ao Instituto Positivo por , impreterivelmente, até dia 15 de janeiro de A prestação de contas financeiras, contendo as notas fiscais originais, deve ocorrer conforme Manual Orientador do IP, disponibilizado após o depósito do recurso. 16. Comunicação

6 Ao se inscrever no processo seletivo, a escola concorda automaticamente que o IP possa utilizar gratuitamente o seu nome e imagem para divulgação em seu website ou qualquer meio de comunicação eletrônica ou de imprensa. Dúvidas com relação à inscrição de projetos podem ser esclarecidas, única e exclusivamente, pelo Casos omissos Os casos omissos neste regulamento serão resolvidos exclusivamente pelo Instituto Positivo, não cabendo nenhum tipo de recurso por parte das escolas que inscreverem projetos. 18. Publicação Este regulamento entrará em vigor na data de sua publicação. Curitiba, 11 de julho de Instituto Positivo

Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância

Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância Edital n 014/2010 DEAD / IFMA Seleção Simplificada

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE POLITICAS SOBRE DROGAS - COMAD REGULAMENTO

CONSELHO MUNICIPAL DE POLITICAS SOBRE DROGAS - COMAD REGULAMENTO EDITAL Nº 01 / 2014 - DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DO CONCURSO PARA ESCOLHA DA LOGOMARCA DO. REGULAMENTO O Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas do município de Santos convida os universitários

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016

PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016 PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA VOLUNTÁRIO PIC DIREITO/UniCEUB EDITAL DE 2016 O reitor do Centro Universitário de Brasília UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna público que

Leia mais

CONCURSO DE IDEIAS 2014-2015 JOVENS CRIATIVOS, EMPREENDEDORES PARA O SÉCULO XXI

CONCURSO DE IDEIAS 2014-2015 JOVENS CRIATIVOS, EMPREENDEDORES PARA O SÉCULO XXI 0 REGULAMENTO DO CONCURSO DE IDEIAS 2014-2015 1. OBJETIVOS Através de um concurso de ideias, a iniciativa INOVA! visa: Estimular o espírito empreendedor, criativo e inovador das crianças e dos jovens;

Leia mais

EDITAL. PARA INVESTIMENTO NAS ASSOCIAÇÕES METODISTAS DE AÇÃO SOCIAL AMAS e MINISTÉRIOS DE AÇÃO SOCIAL (MAS)

EDITAL. PARA INVESTIMENTO NAS ASSOCIAÇÕES METODISTAS DE AÇÃO SOCIAL AMAS e MINISTÉRIOS DE AÇÃO SOCIAL (MAS) EDITAL PARA INVESTIMENTO NAS ASSOCIAÇÕES METODISTAS DE AÇÃO SOCIAL AMAS e MINISTÉRIOS DE AÇÃO SOCIAL (MAS) A Câmara de Ação Social da 3ª Região Eclesiástica, visando a aplicação de recursos destinados

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA PRÉ-ACELERAÇÃO EDITAL 2016/01 HOTMILK

PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA PRÉ-ACELERAÇÃO EDITAL 2016/01 HOTMILK PROCESSO DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA PRÉ-ACELERAÇÃO EDITAL 2016/01 HOTMILK 1) - APRESENTAÇÃO A Aceleradora HotMilk torna pública a abertura das inscrições para seleção de projetos de empreendimentos de

Leia mais

POLÍTICA ENGAJAMENTO DE STAKEHOLDERS ÍNDICE. 1. Objetivo...2. 2. Abrangência...2. 3. Definições...2. 4. Diretrizes...3. 5. Materialidade...

POLÍTICA ENGAJAMENTO DE STAKEHOLDERS ÍNDICE. 1. Objetivo...2. 2. Abrangência...2. 3. Definições...2. 4. Diretrizes...3. 5. Materialidade... ENGAJAMENTO DE STAKEHOLDERS Folha 1/8 ÍNDICE 1. Objetivo...2 2. Abrangência...2 3. Definições...2 4. Diretrizes...3 5. Materialidade...7 Folha 2/8 1. Objetivos 1. Estabelecer as diretrizes que devem orientar

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA MESTRADO 2016 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (UNIFEI)

EDITAL DE SELEÇÃO PARA MESTRADO 2016 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (UNIFEI) 1 EDITAL DE SELEÇÃO PARA MESTRADO 2016 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (UNIFEI) O Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção (PPGEP) da Universidade Federal

Leia mais

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO ACESSIBILIDADE CULTURAL: ARTICULAÇÕES E REFLEXÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES Edital

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO ACESSIBILIDADE CULTURAL: ARTICULAÇÕES E REFLEXÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES Edital CURSO DE APERFEIÇOAMENTO ACESSIBILIDADE CULTURAL: ARTICULAÇÕES E REFLEXÕES NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES Edital O grupo de pesquisa Núcleo de Estudos em Formação Docente, Tecnologias e Inclusão (NEFTI) torna

Leia mais

PROGRAMA DE VOLUNTÁRIOS DO FMDH MANUAL DO CANDIDATO

PROGRAMA DE VOLUNTÁRIOS DO FMDH MANUAL DO CANDIDATO PROGRAMA DE VOLUNTÁRIOS DO FMDH MANUAL DO CANDIDATO O Programa de Voluntários do FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS FMDH lhe da às boas vindas! Apresentamos, a seguir, orientações aos interessados em atuar

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE EMPREENDEDORISMO DE IMPACTO EDITAL I - 2016 LIBRIA

PROCESSO DE SELEÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE EMPREENDEDORISMO DE IMPACTO EDITAL I - 2016 LIBRIA 1) - APRESENTAÇÃO PROCESSO DE SELEÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE EMPREENDEDORISMO DE IMPACTO EDITAL I - 2016 LIBRIA A Aceleradora Libria (www.projetolibria.com.br) abre o seu segundo edital de inscrições

Leia mais

ANEXO II PROJETO DE MELHORIA DO ENSINO MÉDIO NOTURNO REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

ANEXO II PROJETO DE MELHORIA DO ENSINO MÉDIO NOTURNO REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA Esplanada dos Ministérios, Bloco L 70047-902 Brasília DF ANEXO II PROJETO DE MELHORIA DO ENSINO MÉDIO NOTURNO REGULAMENTO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art.

Leia mais

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- VITÓRIA 003/2016 ALTERADO EM 14/06/2016

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- VITÓRIA 003/2016 ALTERADO EM 14/06/2016 EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- VITÓRIA 003/2016 ALTERADO EM 14/06/2016 Chamada para submissão de Projetos de Iniciação Científica e Tecnológica A Direção Geral da FACULDADE

Leia mais

Programa Gulbenkian de Língua e Cultura Portuguesas REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A CONGRESSOS NOS DOMÍNIOS DA LÍNGUA E DA CULTURA PORTUGUESAS

Programa Gulbenkian de Língua e Cultura Portuguesas REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A CONGRESSOS NOS DOMÍNIOS DA LÍNGUA E DA CULTURA PORTUGUESAS REGULAMENTO DO CONCURSO DE APOIO A CONGRESSOS NOS DOMÍNIOS DA LÍNGUA E DA CULTURA PORTUGUESAS 2014 Enquadramento A Fundação Calouste Gulbenkian (Fundação), através de concurso, vai conceder apoio à organização

Leia mais

Programa de Reconhecimento de Responsabilidade Socioambiental FENABB. Regulamento

Programa de Reconhecimento de Responsabilidade Socioambiental FENABB. Regulamento Programa de Reconhecimento de Responsabilidade Socioambiental FENABB 1. Finalidade Regulamento O Programa de Reconhecimento de Responsabilidade Socioambiental FENABB tem como finalidade estimular, disseminar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 01/2015/PROEN-PROEX/UFCA PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO DE ENSINO E EXTENSÃO PEEX As Pró Reitorias de Ensino e Extensão da

Leia mais

CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS

CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA FACULDADE ARTHUR THOMAS CAPÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS Art. 1º. Este Regulamento estabelece as políticas básicas das

Leia mais

EDITAL N 034/2016 Referente ao Aviso N 046/2016, publicado no D.O.E. de 15/04/2016.

EDITAL N 034/2016 Referente ao Aviso N 046/2016, publicado no D.O.E. de 15/04/2016. EDITAL N 034/2016 Referente ao Aviso N 046/2016, publicado no D.O.E. de 15/04/2016. O REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, em conformidade

Leia mais

PROGRAMA TALENTOS DA EDUCAÇÃO 2016

PROGRAMA TALENTOS DA EDUCAÇÃO 2016 PROGRAMA TALENTOS DA EDUCAÇÃO 2016 O programa Talentos da Educação é uma iniciativa da Fundação Lemann para apoiar pessoas talentosas e comprometidas com a melhoria da educação no Brasil. A proposta é

Leia mais

2.2 Estruturar ação de oficina de integração com gestores, trabalhadores, usuários e familiares da RAPS, redes de saúde e rede intersetorial.

2.2 Estruturar ação de oficina de integração com gestores, trabalhadores, usuários e familiares da RAPS, redes de saúde e rede intersetorial. Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas Coordenação Geral de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas. II Chamada para Seleção de Redes Visitantes

Leia mais

1º CONCURSO FOTOGRÁFICO IFG LUZIÂNIA

1º CONCURSO FOTOGRÁFICO IFG LUZIÂNIA 1º CONCURSO FOTOGRÁFICO IFG LUZIÂNIA Urbano Fotografia Organizado (por): Marise Takano, Heloiza Bonilla Proposto (por): Curso Técnico Integrado de Edificações Regulamento 1 I CONCURSO DE FOTOGRAFIA IFG

Leia mais

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS NO III CURSO DE EXTENSÃO SOBRE O TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL NA EDUCAÇÃO DO IFMG

EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS NO III CURSO DE EXTENSÃO SOBRE O TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL NA EDUCAÇÃO DO IFMG EDITAL PARA INSCRIÇÃO DE TRABALHOS NO III CURSO DE EXTENSÃO SOBRE O TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL NA EDUCAÇÃO DO IFMG 1. DO OBJETIVO Promover concurso de trabalhos a serem apresentados nas formas de pôster

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 02/2014

RESOLUÇÃO Nº 02/2014 RESOLUÇÃO Nº 02/2014 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - CMDCA, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Federal 8.069/1990, da Lei Municipal 1.261 de 16/03/2005 - com as

Leia mais

Jornal O País Concurso Repórter por 1 dia. Regulamento

Jornal O País Concurso Repórter por 1 dia. Regulamento Jornal O País Concurso Repórter por 1 dia Regulamento 1. Promoção 1.1 O Repórter por um Dia é promovido pelo Jornal OPAÍS como parte integrante do Projeto de promoção e lançamento d OPAÍS diário. Os principais

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE SGPTI HOSPITAL UNIVERSITÁRIO EDITAL Nº. 01, DE 20 DE JUNHO DE 2016

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE SGPTI HOSPITAL UNIVERSITÁRIO EDITAL Nº. 01, DE 20 DE JUNHO DE 2016 EDITAL Nº. 01, DE 20 DE JUNHO DE 2016 PROCESSO SELETIVO O Setor de Gestão de Processos e Tecnologia da Informação (SGPTI) do Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe comunica que estarão

Leia mais

OBJETIVO REGULAMENTO. 1. Da Participação

OBJETIVO REGULAMENTO. 1. Da Participação OBJETIVO O Prêmio mantra Brasil Design de Interiores tem por objetivo oferecer aos participantes o reconhecimento aos seus trabalhos e destaque no mercado. Com esta iniciativa queremos divulgar a diversidade

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE EDITAL Nº. 05, DE 21 DE Junho DE 2016 PROCESSO SELETIVO O NTI da Universidade Federal de Sergipe comunica que estarão abertas inscrições para a seleção de estudantes para atuar como bolsistas do Programa

Leia mais

Crianças e adolescentes inscritos no Programa Segundo Tempo.

Crianças e adolescentes inscritos no Programa Segundo Tempo. Manual de Procedimentos APRESENTAÇÃO Oportunizar aos beneficiados do Programa Segundo Tempo eventos e programações diferenciadas ao longo do ano é uma das ações estratégicas desta Secretaria Nacional.

Leia mais

1º Concurso - Universidades Jornalismo e Publicidade - Maio Amarelo 2016

1º Concurso - Universidades Jornalismo e Publicidade - Maio Amarelo 2016 1º Concurso - Universidades Jornalismo e Publicidade - Maio Amarelo 2016 Justificativa O Movimento Maio Amarelo nasceu com uma só proposta: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e

Leia mais

SUBGERÊNCIA DE GESTÃO DE DESEMPENHO

SUBGERÊNCIA DE GESTÃO DE DESEMPENHO GERÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS GDP SUBGERÊNCIA DE GESTÃO DE DESEMPENHO REITOR Prof. Lourisvaldo Valentim da Silva VICE-REITORA Profa. Adriana dos Santos Marmori Lima PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

A APAE Barueri é uma organização da sociedade civil. Sem fins lucrativos, voltada à pessoa com deficiência.

A APAE Barueri é uma organização da sociedade civil. Sem fins lucrativos, voltada à pessoa com deficiência. DOAR É UM ATO DE AMOR - APAE BARUERI A APAE Barueri é uma organização da sociedade civil. Sem fins lucrativos, voltada à pessoa com deficiência. Fundada em 1996, integra uma federação de entidades similares,

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 2º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 2º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 2º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as

Leia mais

I MOSTRA ARTE E SUSTENTABILIDADE

I MOSTRA ARTE E SUSTENTABILIDADE EDITAL nº 01/2015 1. ORGANIZAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO I MOSTRA ARTE E SUSTENTABILIDADE A I Mostra Arte e Sustentabilidade é uma exposição de trabalhos artísticos, sem fins lucrativos, produzida e dirigida

Leia mais

EDITAL N 001/2016 DG

EDITAL N 001/2016 DG EDITAL N 001/2016 DG A FAMETRO convida os interessados em desenvolver projetos de pesquisa a participarem do processo seletivo de candidatos a bolsa de doutorado, nos termos abaixo especificados. 1. Disposições

Leia mais

REGULAMENTO DA GINCANA RELACIONAMENTO UNIFEOB 2016

REGULAMENTO DA GINCANA RELACIONAMENTO UNIFEOB 2016 REGULAMENTO DA GINCANA RELACIONAMENTO UNIFEOB 2016 1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS 1.1. Este Regulamento dispõe sobre a organização da GINCANA RELACIONAMENTO UNIFEOB entre as Escolas de Ensino Médio de São João

Leia mais

CONEXÃO VERDE IASEA REDE NACIONAL DE ENSINO SOCIOAMBIENTAL INSTITUTO PARA APRENDIZAGEM SOCIAL, EMOCIONAL E AMBIENTAL

CONEXÃO VERDE IASEA REDE NACIONAL DE ENSINO SOCIOAMBIENTAL INSTITUTO PARA APRENDIZAGEM SOCIAL, EMOCIONAL E AMBIENTAL CONEXÃO VERDE REDE NACIONAL DE ENSINO SOCIOAMBIENTAL IASEA INSTITUTO PARA APRENDIZAGEM SOCIAL, EMOCIONAL E AMBIENTAL 1. APRESENTAÇÃO Conexão Verde é uma rede de aprendizagem e colaboração que envolve jovens

Leia mais

Concurso de fotografia Somos todos peões REGULAMENTO 1. ENQUADRAMENTO

Concurso de fotografia Somos todos peões REGULAMENTO 1. ENQUADRAMENTO Concurso de fotografia Somos todos peões REGULAMENTO 1. ENQUADRAMENTO O concurso de fotografia Somos todos peões decorre por ocasião da Segunda Semana Mundial de Segurança Rodoviária, promovida pelas Nações

Leia mais

PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA PMCMV Fundo de Arrendamento Residencial - FAR PROJETO BÁSICO

PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA PMCMV Fundo de Arrendamento Residencial - FAR PROJETO BÁSICO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA PMCMV Fundo de Arrendamento Residencial - FAR PROJETO BÁSICO CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA EXECUÇÃO DO PROJETO DE TRABALHO TÉCNICO SOCIAL EMPREENDIMENTO RESIDENCIAL: ALPHA.

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 48/2015, DE 9 DE NOVEMBRO DE 2015. TÍTULO I Projeto de Pesquisa - Caracterização

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 48/2015, DE 9 DE NOVEMBRO DE 2015. TÍTULO I Projeto de Pesquisa - Caracterização MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO SUPERIOR Avenida Rio Branco, 50 Santa Lúcia 29056-255 Vitória ES 27 3227-5564 3235-1741 ramal 2003 RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº

Leia mais

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO (A) EDITAL 024.2015 PSICOLOGIA - GDHS/HCU - UFU

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO (A) EDITAL 024.2015 PSICOLOGIA - GDHS/HCU - UFU 1 ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO (A) EDITAL 024.2015 PSICOLOGIA - GDHS/HCU - UFU O PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO DE ASSISTÊNCIA, ESTUDO E PESQUISA DE UBERLÂNDIA - FAEPU, no uso

Leia mais

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFBA PROGRAMA DE ASSITÊNCIA E APOIO AO ESTUDANTE PAAE EDITAL Nº 007/2015

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFBA PROGRAMA DE ASSITÊNCIA E APOIO AO ESTUDANTE PAAE EDITAL Nº 007/2015 Loteamento Espaço Alpha (BA522) Bairro: Limoeiro- CEP 42.808-590 Camaçari-BA Telefax: (71) 3649-8600 E-mail: camacari@ifba.edu.br Site: www.camacari.ifba.edu.br POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFBA

Leia mais

Estadual ou Municipal (Territórios de Abrangência - Conceição do Coité,

Estadual ou Municipal (Territórios de Abrangência - Conceição do Coité, UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO DEDC I PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE OBSERVATÓRIO DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO TERRITÓRIO DO SISAL - BA 1.0 Apresentação:

Leia mais

Política de investimentos sociais 3M

Política de investimentos sociais 3M Política de investimentos sociais 3M 1. Objetivos A presente política tem por finalidade estabelecer os critérios para investimento em projetos sociais com recursos próprios visando: Estabelecer os princípios

Leia mais

CONCURSO ESCOLAS SUSTENTÁVEIS TEMA

CONCURSO ESCOLAS SUSTENTÁVEIS TEMA CONCURSO ESCOLAS SUSTENTÁVEIS TEMA Sustentabilidade um interesse de todos INSCRIÇÕES: 16 de junho a 31 de agosto 2016 DÚVIDAS E INFORMAÇÕES:. suc.seduc.ma@gmail.com 3218-2320/3218-2323. emir.sucsueb@gmail.com

Leia mais

REGULAMENTO. 1. DO TEMA 1.1. O tema a ser desenvolvido é Proteja nossas crianças e adolescentes.

REGULAMENTO. 1. DO TEMA 1.1. O tema a ser desenvolvido é Proteja nossas crianças e adolescentes. 3º CONCURSO CULTURAL 18 DE MAIO O 3º Concurso Cultural 18 de Maio promovido pela Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social, por meio do CREAS Centro de Referência Especializado de Assistência

Leia mais

REGIMENTO DA REVISTA DIÁLOGO EDUCACIONAL

REGIMENTO DA REVISTA DIÁLOGO EDUCACIONAL REGIMENTO DA REVISTA DIÁLOGO EDUCACIONAL Capítulo I Da Revista e sua Sede Art. 1º - A Revista Diálogo Educacional, criada em 2000, é uma publicação periódica do da Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

Leia mais

REGULAMENTO DE MONITORIA. Capítulo I Das Disposições Gerais

REGULAMENTO DE MONITORIA. Capítulo I Das Disposições Gerais REGULAMENTO DE MONITORIA Dispõe sobre a regulamentação da Monitoria Capítulo I Das Disposições Gerais Art. 1 O presente regulamento estabelece normas para o processo seletivo de monitoria da Faculdade

Leia mais

EDITAL Nº 14/2012 TRANSFERÊNCIA INTERNA E EXTERNA E APROVEITAMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO

EDITAL Nº 14/2012 TRANSFERÊNCIA INTERNA E EXTERNA E APROVEITAMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 14/2012 TRANSFERÊNCIA INTERNA E EXTERNA E APROVEITAMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO O PRÓ-REITOR DE ENSINO DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ (IFPR), no uso de suas atribuições legais e estatutárias,

Leia mais

Programa de Mobilidade Estudantil na Fatih University. Edital GCUB nº 001/2016. Acerca das iniciativas da Fatih e do GCUB

Programa de Mobilidade Estudantil na Fatih University. Edital GCUB nº 001/2016. Acerca das iniciativas da Fatih e do GCUB Programa de Mobilidade Estudantil na Fatih University Edital GCUB nº 001/2016 A Fatih University (Fatih) e o Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras (GCUB), no âmbito do Protocolo de Cooperação Internacional

Leia mais

Orçamento Participativo de Vila Nova de Cerveira

Orçamento Participativo de Vila Nova de Cerveira Orçamento Participativo de Vila Nova de Cerveira PREÂMBULO Os Orçamentos Participativos são símbolos de importância da participação dos cidadãos na sociedade democrática, neste sentido a Câmara Municipal

Leia mais

Relatório Investimento Social - 2013

Relatório Investimento Social - 2013 Relatório Investimento Social - 2013 Divisão de Promoção da Cidadania Empresarial e Projetos com a Sociedade - PCSC Departamento de Responsabilidade Social e Projetos com a Sociedade PCS Sumário Projetos

Leia mais

EDITAL INTERNO Nº 05/2015 PROGRAMA PUBLIQUE INCENTIVO À PUBLICAÇÃO NO EXTERIOR

EDITAL INTERNO Nº 05/2015 PROGRAMA PUBLIQUE INCENTIVO À PUBLICAÇÃO NO EXTERIOR EDITAL INTERNO Nº 05/2015 PROGRAMA PUBLIQUE INCENTIVO À PUBLICAÇÃO NO EXTERIOR A Pró-Reitora de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (PROPPI) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio

Leia mais

REGULAMENTO 2ª EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA COLETIVA DE IMBITUBA

REGULAMENTO 2ª EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA COLETIVA DE IMBITUBA REGULAMENTO 2ª EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA COLETIVA DE IMBITUBA A Superintendência de Cultura (SECULT), no uso de suas atribuições, torna público o Regulamento da 2ª Exposição Fotográfica Coletiva de Imbituba,

Leia mais

POLITICADERESPONSABILIDADESOCIALDATHYSSENKRUPPELEVADORESBRASIL

POLITICADERESPONSABILIDADESOCIALDATHYSSENKRUPPELEVADORESBRASIL POLITICADERESPONSABILIDADESOCIALDATHYSSENKRUPPELEVADORESBRASIL 1. PoliticadoGrupoThyssenKrupp Esta política trata-se de um complemento à Politica «Group Policy on Corporate Citizenship Activities,MembershipsandTicketsPurchases(últimamodificaçãoJaneiro2013)».

Leia mais

NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA

NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS NORMATIZAÇÃO DE ESTÁGIO DOS CURSOS DE LICENCIATURA outubro/2010

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS SANTANDER UNIVERSIDADES/ UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2016

REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS SANTANDER UNIVERSIDADES/ UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2016 REGULAMENTO DO CONCURSO DE BOLSAS SANTANDER UNIVERSIDADES/ UNIVERSIDADE DE COIMBRA 2016 Este concurso visa reforçar a cooperação existente entre a Universidade de Coimbra (UC) e as instituições suas parceiras,

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE CAMPINAS EDITAL DE TRANSFERÊNCIA Nº 01 / 2016.

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE CAMPINAS EDITAL DE TRANSFERÊNCIA Nº 01 / 2016. FACULDADE DE TECNOLOGIA DE CAMPINAS EDITAL DE TRANSFERÊNCIA Nº 01 / 2016. A Diretora da, no uso de suas atribuições legais, torna pública a realização do Processo Seletivo e faz saber o número de VAGAS

Leia mais

EDITAL SELEÇÃO DE ESCOLAS DA REDE PÚBLICA PARA PARTICIPAÇÃO NO PROJETO CULTURA NA ESCOLA

EDITAL SELEÇÃO DE ESCOLAS DA REDE PÚBLICA PARA PARTICIPAÇÃO NO PROJETO CULTURA NA ESCOLA EDITAL SELEÇÃO DE ESCOLAS DA REDE PÚBLICA PARA PARTICIPAÇÃO NO PROJETO CULTURA NA ESCOLA A FUNDAÇÃO ANDRÉ E LUCIA MAGGI - FALM, por meio do projeto Cultura na Escola, deseja possibilitar aos alunos das

Leia mais

CHAMADA MCT / FINEP ENERGIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS COM TECNOLOGIA INOVADORA NA ÁREA DE

CHAMADA MCT / FINEP ENERGIA DE PRODUTOS E SERVIÇOS COM TECNOLOGIA INOVADORA NA ÁREA DE CHAMADA MCT / FINEP Ministério da Ciência e Tecnologia / Financiadora de Estudos e Projetos IDENTIFICAÇÃO DE PRODUTOS E SERVIÇOS COM TECNOLOGIA INOVADORA NA ÁREA DE ENERGIA O Ministério da Ciência e Tecnologia

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO PARA PROGRAMA DE VOLUNTARIADO

REGULAMENTO INTERNO PARA PROGRAMA DE VOLUNTARIADO 2012 REGULAMENTO INTERNO PARA PROGRAMA DE VOLUNTARIADO 2 de 1 Índice 1. Enquadramento... 3 2. Definição... 3 3. Princípios... 4 4. Objetivos... 4 5. Direitos... 4 6. Deveres... 5 7. Inscrição... 7 8. Candidatura...

Leia mais

Edital para seleção de orientadores e bolsistas de iniciação tecnológica e inovação para o período de 2016-2017

Edital para seleção de orientadores e bolsistas de iniciação tecnológica e inovação para o período de 2016-2017 Edital para seleção de orientadores e bolsistas de iniciação tecnológica e inovação para o período de 2016-2017 O Comitê Institucional dos Programas de Iniciação Científica (CIPIC) da Universidade Federal

Leia mais

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES E NÃO CURRICULARES DOS CURSOS DIURNO E NOTURNO DE ODONTOLOGIA. CAPÍTULO I Da caracterização

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES E NÃO CURRICULARES DOS CURSOS DIURNO E NOTURNO DE ODONTOLOGIA. CAPÍTULO I Da caracterização REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES E NÃO CURRICULARES DOS CURSOS DIURNO E NOTURNO DE ODONTOLOGIA. CAPÍTULO I Da caracterização Art. 1º Estágio curricular obrigatório é aquele definido como tal no projeto

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA Pró-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação

Leia mais

REGULAMENTO DA CAMPANHA DE INCENTIVO À CONTRATAÇÃO DE CARTÕES DE CRÉDITO PROMOÇÃO BMG CARD CASH BACK

REGULAMENTO DA CAMPANHA DE INCENTIVO À CONTRATAÇÃO DE CARTÕES DE CRÉDITO PROMOÇÃO BMG CARD CASH BACK REGULAMENTO DA CAMPANHA DE INCENTIVO À CONTRATAÇÃO DE CARTÕES DE CRÉDITO PROMOÇÃO BMG CARD CASH BACK É instituída a campanha Promoção BMG Card Cash Back como forma de incentivar os servidores efetivos

Leia mais

EDITAL Nº 21, DE 27 DE ABRIL DE 2016.

EDITAL Nº 21, DE 27 DE ABRIL DE 2016. EDITAL Nº 21, DE 27 DE ABRIL DE 2016. O PRÓ-REITOR DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO da, no uso de suas atribuições, torna público o presente Edital para abertura das inscrições, visando à seleção

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CAMPUS CABO DE SANTO AGOSTINHO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CAMPUS CABO DE SANTO AGOSTINHO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CAMPUS CABO DE SANTO AGOSTINHO EDITAL Nº 012/2016 CONCURSO DE FOTOGRAFIA II SEMANA DE MEIO

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTO V.WEISS & CIA LTDA PROCEDIMENTO PADRÃO PARA VIAGEM A SERVIÇO ATUALIZADO: JULHO/2015 V.WEISS & CIA LTDA

MANUAL DE PROCEDIMENTO V.WEISS & CIA LTDA PROCEDIMENTO PADRÃO PARA VIAGEM A SERVIÇO ATUALIZADO: JULHO/2015 V.WEISS & CIA LTDA Julho/2015 Índice Sumário 1. Envolvidos... 3 2. Formulários Envolvidos... 3 2.1. Relatório de Solicitação de Viagem (anexo 02).... 3 2.2. Relatório de Prestação de Contas (anexo 03).... 3 3. Procedimentos...

Leia mais

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários ESTATUTO DA LIGA DE MEDICINA ESPORTIVA Capítulo I da Liga e seus fins Art. 1º A Liga de Medicina Esportiva é uma entidade sem fins lucrativos, com duração ilimitada, sob a supervisão da da Universidade

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO FUNDAC Nº 06/2015 XXIV GINCANA DE CONTAGEM 2015

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO FUNDAC Nº 06/2015 XXIV GINCANA DE CONTAGEM 2015 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO FUNDAC Nº 06/2015 XXIV GINCANA DE CONTAGEM 2015 O Presidente Interino da Fundação Cultural do Município de Contagem-Fundac, no uso de suas atribuições que lhe são conferidas

Leia mais

REGULAMENTO III FESTIVAL DE TEATRO REGIONAL - III FESTEJO

REGULAMENTO III FESTIVAL DE TEATRO REGIONAL - III FESTEJO REGULAMENTO III FESTIVAL DE TEATRO REGIONAL - III FESTEJO I - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - Este Regulamento estabelece normas para a participação no III Festival de Teatro Regional, que terá início

Leia mais

EDITAL Nº 01/2013 I CONCURSO DE FOTOGRAFIA AMADORA CLICK NA HISTÓRIA

EDITAL Nº 01/2013 I CONCURSO DE FOTOGRAFIA AMADORA CLICK NA HISTÓRIA EDITAL Nº 01/2013 I CONCURSO DE FOTOGRAFIA AMADORA CLICK NA HISTÓRIA O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia, com a finalidade de estimular a produção fotográfica que envolva pessoas e situações pertinentes

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO FGV LAW PROGRAM

ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV DIREITO RIO FGV LAW PROGRAM ESCOLA DE DIREITO DO RIO DE JANEIRO DA FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS FGV LAW PROGRAM EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 1º semestre / 2014 O FGV Law Program da Escola de Direito

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE DEPARTAMENTO DE SERVIÇO SOCIAL EDITAL Nº. 01, DE 22 DE JUNHO DE 2016

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE DEPARTAMENTO DE SERVIÇO SOCIAL EDITAL Nº. 01, DE 22 DE JUNHO DE 2016 EDITAL Nº. 01, DE 22 DE JUNHO DE 2016 PROCESSO SELETIVO O da Universidade Federal de Sergipe comunica que estarão abertas inscrições para a seleção de estudantes para atuar como bolsistas e/ou voluntários

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - CAPES CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 03/2013

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - CAPES CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 03/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - CAPES CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 03/2013 - Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNIFRA - O Centro Universitário Franciscano, por

Leia mais

EDITAL Nº 33, DE 18 DE MARÇO DE 2015.

EDITAL Nº 33, DE 18 DE MARÇO DE 2015. EDITAL Nº 33, DE 18 DE MARÇO DE 2015. O PRÓ-REITOR DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições, torna público o Edital de Abertura

Leia mais

ENQUADRAMENTO DO VOLUNTARIADO NA UNIVERSIDADE DE AVEIRO

ENQUADRAMENTO DO VOLUNTARIADO NA UNIVERSIDADE DE AVEIRO ENQUADRAMENTO DO VOLUNTARIADO NA UNIVERSIDADE DE AVEIRO Considerando: O relevo formativo, social, cultural e cívico do voluntariado e o papel importante que a Universidade de Aveiro (UA) pode desempenhar

Leia mais

EDITAL Nº 01/ 2014 EDITAL DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE.

EDITAL Nº 01/ 2014 EDITAL DE SELEÇÃO PARA O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CARDIOLOGIA E EPIDEMIOLOGIA. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL (UFRGS) INSTITUTO DE AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIA EM SAÚDE - IATS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NITERÓI SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA FUNDAÇÃO DE ARTE DE NITERÓI

PREFEITURA MUNICIPAL DE NITERÓI SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA FUNDAÇÃO DE ARTE DE NITERÓI PREFEITURA MUNICIPAL DE NITERÓI SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA FUNDAÇÃO DE ARTE DE NITERÓI CHAMADA PÚBLICA Nº 01/2015 Chamada Pública para Publicação de Artigos e Ensaios A Prefeitura Municipal de Niterói,

Leia mais

1.1. O processo seletivo será coordenado pela comissão Coordenadora do CECANE UFV (Centro

1.1. O processo seletivo será coordenado pela comissão Coordenadora do CECANE UFV (Centro UFV PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ASSESSOR TÉCNICO CECANE UFV 1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. O processo seletivo será coordenado pela comissão Coordenadora do CECANE UFV (Centro Colaborador em Alimentação

Leia mais

PROCESSO SELETIVO N 10-2009 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL

PROCESSO SELETIVO N 10-2009 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PROCESSO SELETIVO N 10-009 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL A unidade nacional do Sescoop Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo, personalidade jurídica de direito privado, sem fins lucrativos,

Leia mais

Agosto 2012. Gestão Social Estratégia para Gerar Resultados

Agosto 2012. Gestão Social Estratégia para Gerar Resultados Agosto 2012 Gestão Social Estratégia para Gerar Resultados Objetivo Compartilhar com o grupo uma postura de planejamento positiva para que a regionais da FEMAMA consigam atingir o seu objetivo, e desta

Leia mais

Tenho a honra de acusar o recebimento da Nota B-075, datada de 05 de junho de 1997, cujo teor em português é o seguinte:

Tenho a honra de acusar o recebimento da Nota B-075, datada de 05 de junho de 1997, cujo teor em português é o seguinte: ABC/DCS/DAI/ 01 /ETEC-BRAS-CANA Senhor Encarregado de Negócios a.i., Tenho a honra de acusar o recebimento da Nota B-075, datada de 05 de junho de 1997, cujo teor em português é o seguinte: "Senhor Ministro,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA O Reitor do INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FLUMINENSE - IFFluminense, no uso de suas atribuições legais, torna pública a abertura das inscrições para o Processo Seletivo de Ingresso

Leia mais

POLÍTICAS DE RECURSOS HUMANOS UNIDADE RECURSOS HUMANOS E PROCESSOS GERÊNCIA DE GESTÃO DE PROCESSOS

POLÍTICAS DE RECURSOS HUMANOS UNIDADE RECURSOS HUMANOS E PROCESSOS GERÊNCIA DE GESTÃO DE PROCESSOS POLÍTICAS DE RECURSOS HUMANOS COB UNIDADE RECURSOS HUMANOS E PROCESSOS GERÊNCIA DE GESTÃO DE PROCESSOS POLRH-001 GESTÃO DE CARGOS E SALÁRIOS Revisão: 03 ÁREA RESPONSÁVEL: Recursos Humanos SUMÁRIO CAPÍTULO

Leia mais

GUIA SOBRE A APLICAÇÃO DOS ASPECTOS LINGUÍSTICOS DA CARTILHA DE ADESÃO À AGENCE UNIVERSITAIRE DE LA FRANCOPHONIE

GUIA SOBRE A APLICAÇÃO DOS ASPECTOS LINGUÍSTICOS DA CARTILHA DE ADESÃO À AGENCE UNIVERSITAIRE DE LA FRANCOPHONIE GUIA SOBRE A APLICAÇÃO DOS ASPECTOS LINGUÍSTICOS DA CARTILHA DE ADESÃO À AGENCE UNIVERSITAIRE DE LA FRANCOPHONIE Adotado pelo conselho associativo da Agence universitaire de la Francophonie 13 de setembro

Leia mais

COMBATE À POBREZA E EXCLUSÃO SOCIAL

COMBATE À POBREZA E EXCLUSÃO SOCIAL COMBATE À POBREZA E EXCLUSÃO SOCIAL Na última década, o número de pessoas em situação de pobreza e exclusão social em Portugal tem vindo a aumentar significativamente. A este facto preocupante, acresce

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental Sulcredi São Miguel

Política de Responsabilidade Socioambiental Sulcredi São Miguel Política de Responsabilidade Socioambiental Sulcredi São Miguel SÃO MIGUEL DO OESTE, JUNHO DE 2015. POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL SULCREDI SÃO MIGUEL 1 ABRANGÊNCIA Esta política orienta o

Leia mais

1º EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS PARA A INCUBADORA DE NEGÓCIOS ESPM 1/2015

1º EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS PARA A INCUBADORA DE NEGÓCIOS ESPM 1/2015 1º EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS PARA A INCUBADORA DE NEGÓCIOS ESPM 1/2015 A Coordenação da INCUBADORA da ESPM no uso de suas atribuições, faz saber que estão abertas as inscrições para o 1º

Leia mais

Investimento Social no Entorno do Cenpes. Edson Cunha - Geólogo (UERJ) Msc. em Sensoriamento Remoto (INPE)

Investimento Social no Entorno do Cenpes. Edson Cunha - Geólogo (UERJ) Msc. em Sensoriamento Remoto (INPE) Investimento Social no Entorno do Cenpes Edson Cunha - Geólogo (UERJ) Msc. em Sensoriamento Remoto (INPE) MBA em Desenvolvimento Sustentável (Universidade Petrobras) Abril / 2010 PETR ROBRAS RESPONSABILIDADE

Leia mais

Art. 205. A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício

Leia mais

EDITAL Nº 72, DE 18 DE JULHO DE 2014

EDITAL Nº 72, DE 18 DE JULHO DE 2014 EDITAL Nº 72, DE 18 DE JULHO DE 2014 CURSO DE CAPACITAÇÃO PARA SERVIDORES PÚBLICOS NA MODALIDADE A DISTÂNCIA O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí, IFPI, torna público o presente

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE RELACIONAMENTO REDE SCB REDE DOS SERVIÇOS DE CRÉDITO DO BRASIL LTDA. PROGRAMA "De Olho no Ponto"

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE RELACIONAMENTO REDE SCB REDE DOS SERVIÇOS DE CRÉDITO DO BRASIL LTDA. PROGRAMA De Olho no Ponto REGULAMENTO DO PROGRAMA DE RELACIONAMENTO REDE SCB REDE DOS SERVIÇOS DE CRÉDITO DO BRASIL LTDA. PROGRAMA "De Olho no Ponto" 1º. Registro nº. 1.372.079, de 21 de setembro de 2012 5º Oficial de Registro

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO PENAL 2º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO PENAL 2º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DIREITO PENAL 2º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para inscrição e matrícula

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento - T&D. Capacitação e formação dos colaboradores do HSC

Treinamento e Desenvolvimento - T&D. Capacitação e formação dos colaboradores do HSC Treinamento e Desenvolvimento - T&D Capacitação e formação dos colaboradores do HSC Políticas de RH As práticas de Recursos Humanos do Hospital Santa Catarina estão de acordo com as diretrizes apresentadas

Leia mais

Regulamento do Núcleo de Apoio à Pesquisa do Curso de Medicina da UNIFENAS-BH

Regulamento do Núcleo de Apoio à Pesquisa do Curso de Medicina da UNIFENAS-BH Regulamento do Núcleo de Apoio à Pesquisa do Curso de Medicina da UNIFENAS-BH CAPÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO Art. 1º O Núcleo de Apoio à Pesquisa do Curso de Medicina da UNIFENAS-BH (NAPMED-BH) foi criado

Leia mais

XII BioCiências: Mostra de Projetos Experimentais de Itumbiara-GO 1 Caracterização da Proposta

XII BioCiências: Mostra de Projetos Experimentais de Itumbiara-GO 1 Caracterização da Proposta XII BioCiências: Mostra de Projetos Experimentais de Itumbiara-GO XII BI CIÊNCIAS 1 Caracterização da Proposta O curso de Ciências Biológicas do ILES/ULBRA Itumbiara-GO, iniciou no ano de 2006 a primeira

Leia mais

OPAS/OMS Representação do Brasil Programa de Cooperação Internacional em Saúde - TC 41 Resumo Executivo de Projeto

OPAS/OMS Representação do Brasil Programa de Cooperação Internacional em Saúde - TC 41 Resumo Executivo de Projeto Identificação do Projeto OPAS/OMS Representação do Brasil Programa de Cooperação Internacional em Saúde - TC 41 Resumo Executivo de Projeto Suporte ao desenvolvimento da Rede Saúde & Diplomacia Seguimento

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO ABRH/MA REGULAMENTO 2016 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / ORGANIZAÇÃO

PRÊMIO SER HUMANO ABRH/MA REGULAMENTO 2016 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / ORGANIZAÇÃO Página 1 A. OBJETIVO A.1. O Prêmio Ser Humano ABRH/MA - Modalidade Gestão de Pessoas - Organização, premia os cases ou projetos implantados em organizações, relativos à gestão ou desenvolvimento dos seres

Leia mais

EDITAL Nr 56-16-DE/CBMSC (Processo Nr 56-16-DE) SELEÇÃO PARA O CURSO AVANÇADO DE ATENDIMENTO DE EMERGÊNCIAS (CAAE) DE ARMAZÉM-SC

EDITAL Nr 56-16-DE/CBMSC (Processo Nr 56-16-DE) SELEÇÃO PARA O CURSO AVANÇADO DE ATENDIMENTO DE EMERGÊNCIAS (CAAE) DE ARMAZÉM-SC SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE ENSINO EDITAL Nr 56-16-DE/CBMSC (Processo Nr 56-16-DE) SELEÇÃO PARA O CURSO AVANÇADO DE ATENDIMENTO DE

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL ESF SORRI BAURU MARÇO 2016

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL ESF SORRI BAURU MARÇO 2016 EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL ESF SORRI BAURU MARÇO 2016 A SORRI BAURU, por meio de sua Diretoria Executiva, convoca os interessados a participar do processo seletivo para a contratação

Leia mais