MARTA SUPLICY, Prefeita do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei,

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MARTA SUPLICY, Prefeita do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei,"

Transcrição

1 DECRETO No , 26 DE FEVEREIRO DE 2002 Ano 47 - Número 37 - São Paulo, quarta-feira, 27 de fevereiro de 2002 Diário Oficial do Município de São Paulo Regulamenta a Lei no , de 9 de janeiro de 2002, que institui o novo Programa Especial de Parcelamento - PEP, no Município de São Paulo, e dá outras providências. MARTA SUPLICY, Prefeita do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei, CONSIDERANDO o grande número de imóveis e contribuintes que poderão ser incluídos no Programa de Parcelamento Especial instituído pela Lei no , de 9 de janeiro de 2002, abrangendo aproximadamente (trezentos mil) beneficiários; CONSIDERANDO a adequação da infra-estrutura técnico-operacional dos órgãos responsáveis pelo atendimento aos contribuintes; CONSIDERANDO, finalmente, a disposição contida no parágrafo único do artigo 5o. da Lei no , de 9 de janeiro de 2002, D E C R E T A: Art. 1o. - Farão jus aos benefícios do novo Programa de Parcelamento Especial- PEP, instituído pela Lei no , de 9 de janeiro de 2002, unicamente os imóveis construídos, utilizados exclusiva ou predominantemente como residência, dos padrões A, B ou C, dos tipos 1 e 2 da Tabela V, anexa à Lei no , de 16 de dezembro de 1986 e cujo valor venal, em 1o. de janeiro de 2002, seja igual ou inferior a R$ ,00 (cento e vinte mil reais), que possuam débitos oriundos dos Impostos Predial e Territorial Urbano, da Taxa de Conservação de Vias e Logradouros Públicos, da Taxa de Limpeza Pública e da Taxa de Combate a Sinistros, com fatos geradores ocorridos até 31 de dezembro de 2001, inscritos ou não na Dívida Ativa do Município, parcelados ou não. 1o. - Não farão jus aos benefícios do Programa os débitos objeto de decisão judicial transitada em julgado em favor do Município de São Paulo. 2o. - Os débitos sob discussão judicial, inclusive por meio de embargos à execução fiscal, poderão ser incluídos no Programa desde que o interessado desista, nos autos judiciais respectivos, da ação ou dos embargos à execução, inclusive recursos pendentes de apreciação, com renúncia do direito sobre o qual se fundam. 3o. - Os depósitos judiciais efetivados em garantia do juízo não poderão ser oferecidos para antecipar os pagamentos das parcelas do débito incluído no Programa Especial de Parcelamento - PEP.

2 Art. 2o. - Os contribuintes interessados na obtenção dos benefícios concedidos pela Lei no , de 9 de janeiro de 2002, deverão observar os procedimentos definidos neste decreto. Parágrafo único - O prazo para ingresso no Programa, estabelecido no artigo 5o. da Lei no , de 9 de janeiro de 2002, fica prorrogado nos termos do artigo 5o. deste decreto. Art. 3o. - Os débitos de cada imóvel do optante, determinados pela legislação vigente à época dos respectivos fatos geradores, relativos ao período referido no artigo 1o., serão consolidados, em 2 de janeiro de 2002,na seguinte conformidade: I - principal, multa, juros e atualização monetária; II - custas processuais e despesas judiciais integrais e honorários advocatícios de 5% (cinco por cento) sobre o montante do débito. Art. 4o. - O débito consolidado na forma do inciso I do artigo 3o. poderá ser pago em até 19 (dezenove) parcelas mensais e sucessivas, com vencimento no último dia útil de cada mês, observado o valor mínimo de R$ 20,00 (vinte reais) por parcela, distribuído na seguinte conformidade: I - 80% (oitenta por cento) do débito consolidado será dividido em até 18 (dezoito) parcelas iguais; II - 20% (vinte por cento) do débito consolidado será representado pela última parcela. 1o. - A última parcela ficará automaticamente quitada, com a conseqüente remissão da dívida por ela representada, para todos os fins e efeitos de direito, em benefício do devedor, no caso de pagamento regular de todas as anteriores, observadas as disposições do artigo 172 do Código Tributário Nacional. 2o. - Será concedido desconto de 25% (vinte e cinco por cento) sobre o débito consolidado que for pago de uma só vez, até o vencimento normal da primeira parcela. Art. 5o. - O ingresso no Programa Especial de Parcelamento - PEP dar-se-á por opção do contribuinte, nos prazos a seguir discriminados, pelo pagamento da parcela única ou da primeira parcela, relativa à notificação enviada pelo correio, para o endereço de entrega constante do cadastro fiscal: I - até o dia 31 de maio de 2002: para os que receberem a notificação e documentos de arrecadação para pagamento no mês de maio, bem como para os que receberem a convocação de comparecimento no Departamento Fiscal ou no posto de atendimento indicado na respectiva correspondência, no mês de maio de 2002;

3 II - até o dia 28 de junho de 2002: para os que receberem a notificação e documentos de arrecadação para pagamento no mês de junho, bem como para os que receberem a convocação de comparecimento no Departamento Fiscal ou no posto de atendimento indicado na respectiva correspondência, no mês de junho de 2002; III- até o dia 31 de julho de 2002: para os que receberem a notificação e documentos de arrecadação para pagamento no mês de julho, bem como para os que receberem a convocação de comparecimento no Departamento Fiscal ou no posto de atendimento indicado na respectiva correspondência, no mês de julho de 2002; IV - até o dia 10 de agosto de 2002: para os que não receberem a notificação e documentos de arrecadação até o dia 31 de julho de o. - Na hipótese de o interessado desejar realizar o pagamento do débito em número menor de parcelas, diverso daquelas enviadas ao endereço de entrega, deverá comparecer ao posto de atendimento situado à Avenida Liberdade no. 103, térreo, onde se localiza atualmente o Telecentro Sé, quando serão emitidas, a seu pedido, as guias de arrecadação respectivas. 2o. - Na hipótese de o interessado desejar realizar o pagamento do débito antes do recebimento da notificação ou da convocação que será enviada pelo correio, deverá comparecer ao posto de atendimento situado à Avenida Liberdade no. 103, térreo, onde se localiza atualmente o Telecentro Sé, quando serão emitidas, a seu pedido, as guias de arrecadação respectivas. Art. 6o. - Os imóveis beneficiários e respectivas dívidas serão identificados pelo Departamento de Rendas Imobiliárias, da Secretaria de Finanças e Desenvolvimento Econômico e pelo Departamento Fiscal, da Procuradoria Geral do Município, na seguinte conformidade: I - débitos inscritos na Dívida Ativa, relativos a fatos geradores ocorridos até 31 de dezembro de 2001, para os quais conste dívida inscrita no Sistema da Dívida Ativa - SDA e no Sistema Convencional do Departamento Fiscal, bem como para os quais conste parcelamento em andamento; II - débitos inscritos na Dívida Ativa, relativos a fatos geradores ocorridos até 31 de dezembro de 2001, para os quais conste, ainda que com relação a apenas um exercício, débito sob discussão judicial; III - débitos inscritos na Dívida Ativa, relativos a fatos geradores ocorridos até 31 de dezembro de 2001, cujo valor consolidado do débito seja inferior a R$ 300,00 (trezentos reais), inclusive; IV - débitos inscritos na Dívida Ativa, relativos a fatos geradores ocorridos até 31 de dezembro de 2001, que não se enquadrem em nenhuma das situações descritas nos incisos anteriores.

4 Parágrafo único - Os débitos apurados serão consolidados, na forma do artigo 3o. deste decreto, após a inscrição de todas as dívidas. Art. 7o. - O Departamento Fiscal apresentará à Procuradoria Geral do Município, que a aprovará, programação para remessa da notificação e convocação dos contribuintes nos meses fixados no artigo 5o. deste decreto, observado o seguinte: I - para os contribuintes nas situações descritas nos incisos I e II do artigo 6o., será remetida convocação para comparecimento no setor de atendimento do Departamento Fiscal, na Rua Maria Paula no. 136, térreo, quando serão emitidas, a pedido do interessado, as guias de arrecadação respectivas; II - para os contribuintes na situação descrita nos incisos III do artigo 6o., será remetida convocação para comparecimento no posto de atendimento situado à Avenida Liberdade no. 103, térreo, onde se localiza atualmente o Telecentro Sé, quando serão emitidas, a pedido do interessado, as guias de arrecadação respectivas; III - para os contribuintes na situação descrita no inciso IV do artigo 6o., serão enviadas, para o endereço de entrega constante do Cadastro Fiscal, as notificações e guias de arrecadação, com vencimento no último dia útil de cada mês, para pagamento à vista e parcelado, observados os percentuais fixados no artigo 4o., o valor mínimo de R$ 20,00 (vinte reais) por parcela e o máximo de 18 (dezoito) parcelas mensais e sucessivas. 1o.- Na remessa a que alude o inciso III deste artigo, serão encaminhadas as três primeiras parcelas e, após o pagamento da primeira, se for o caso, serão remetidas as demais. 2o. - O contribuinte na situação descrita no inciso II do artigo 6o. deverá apresentar cópia da petição protocolada de desistência da ação ou dos embargos à execução, inclusive recursos pendentes de apreciação, com renúncia do direito sobre o qual se fundam, nos autos judiciais respectivos, sob pena do contribuinte ser excluído do Programa, independentemente de ter sido ou não objeto da notificação ou da convocação ao que se refere o artigo 5o. deste decreto. Art. 8o. - A opção pelo Programa de Parcelamento Especial- PEP sujeita o contribuinte ao pagamento regular das parcelas do débito. 1o. - O atraso, por 3 (três) meses consecutivos ou não, acarretará a automática exclusão do Programa, tornando-se exigível o montante devido, com os acréscimos legais previstos na legislação municipal à época dos respectivos fatos geradores, com a conseqüente cobrança judicial, prosseguindo-se a execução fiscal eventualmente sustada em razão do parcelamento, pela diferença. 2o. - O valor referente às parcelas pagas até a ocorrência de uma das hipóteses do parágrafo anterior será abatido, observada a regra contida no artigo 163 do Código Tributário Nacional.

5 Art. 9o. - Não serão restituídas, no todo ou em parte, quaisquer importâncias recolhidas anteriormente à vigência da Lei no , de 9 de janeiro de Art Não serão restituídas, no todo ou em parte, quaisquer importâncias eventualmente recolhidas por contribuintes que não façam jus aos benefícios do Programa de Parcelamento Especial. Parágrafo único - O valor referente aos pagamentos eventualmente efetuados por contribuintes que não façam jus ao Programa será abatido nos termos da legislação em vigor. Art Para pagamento dos débitos de que trata este decreto será implantado documento de arrecadação único. Parágrafo único - Os Departamentos Fiscal e do Tesouro ficam responsáveis pela viabilização do documento a que se refere este artigo, cujo modelo será aprovado pela Procuradoria Geral do Município. Art Este decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO, aos 26 de fevereiro de 2002, 449o. da fundação de São Paulo. MARTA SUPLICY, PREFEITA ANNA EMÍLIA CORDELLI ALVES, Secretária dos Negócios Jurídicos JOÃO SAYAD, Secretário das Finanças e Desenvolvimento Econômico Publicado na Secretaria do Governo Municipal, em 26 de fevereiro de RUI GOETHE DA COSTA FALCÃO, Secretário do Governo Municipal Diário Oficial do Município de São Paulo Ano 47 - Número 39 - São Paulo, sexta-feira, 1o. de março de 2002 Retificação da publicação do dia 27 de fevereiro de 2002 DECRETO No , 26 DE FEVEREIRO DE 2002 No Art. 5o. - Leia-se como segue e não como constou:... 1o. - Na hipótese de o interessado desejar realizar o pagamento do débito em número menor de parcelas, diverso daquelas enviadas ao endereço de entrega, deverá comparecer ao posto de atendimento do Departamento Fiscal, que será instalado à Avenida Liberdade no. 103, térreo, quando serão emitidas, a seu pedido, as guias de arrecadação respectivas.

6 2o. - A partir de 1o. de maio de 2002, o interessado que desejar realizar o pagamento do débito antes do recebimento da notificação ou da convocação que será enviada pelo correio, deverá comparecer ao posto de atendimento do Departamento Fiscal, que será instalado à Avenida Liberdade no. 103, térreo, quando serão emitidas, a seu pedido, as guias de arrecadação respectivas.... No Art. 7o. - Leia-se como segue e não como constou:... II - para os contribuintes na situação descrita nos incisos III do artigo 6o., será remetida convocação para comparecimento no posto de atendimento do Departamento Fiscal, que será instalado à Avenida Liberdade no. 103, térreo, quando serão emitidas, a pedido do interessado, as guias de arrecadação respectivas;...

60% 60% 75% 75% - 40% 40% 50% 50% 0,64% 40% 40% 50% 50% 0,80% 40% 40% 50% 50% 1%

60% 60% 75% 75% - 40% 40% 50% 50% 0,64% 40% 40% 50% 50% 0,80% 40% 40% 50% 50% 1% TRIBUTÁRIO 14/05/2014 ICMS - Regulamentação do Programa Especial de Parcelamento do Estado de São Paulo PEP Reduções Com base na autorização do Convênio ICMS 24/14, de 21 de março de 2014, hoje (14 de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PAULO AFONSO ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PAULO AFONSO ESTADO DA BAHIA Lei n o. 1154 de 22 de maio 2009. Concede Anistia, Remissão e Redução nos pagamentos de Débitos Fiscais nos prazos e condições que menciona. O PREFEITO MUNICIPAL DE PAULO AFONSO aprovou e ou sanciono a

Leia mais

DOE-ES de Institui o Programa de Parcelamento Incentivado de Débitos Fiscais, nas condições que especifica.

DOE-ES de Institui o Programa de Parcelamento Incentivado de Débitos Fiscais, nas condições que especifica. DOE-ES de 09.06.15 LEI Nº 10.376 Institui o Programa de Parcelamento Incentivado de Débitos Fiscais, nas condições que especifica. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Faço saber que a Assembleia Legislativa

Leia mais

Maiores informações pelo fone Alcidinir Vanderlinde Fiscal de Tributos

Maiores informações pelo fone Alcidinir Vanderlinde Fiscal de Tributos Rio do Oeste Contribuintes já podem regularizar dívidas pelo Revigoramento Econômico A Administração Municipal de Rio do Oeste informa a todos os contribuintes com débitos junto ao município, que está

Leia mais

Prefeitura Municipal de Sidrolândia ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL

Prefeitura Municipal de Sidrolândia ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL LEI COMPLEMENTAR N 32/2007. S Ú M U L A Institui e Autoriza o programa de Reabilitação Fiscal Municipal REFIM de débitos tributários e não tributários e dá outras providências O Prefeito Municipal de Sidrolândia,

Leia mais

DECRETO Nº , DE 10 DE MARÇO DE 2016.

DECRETO Nº , DE 10 DE MARÇO DE 2016. DECRETO Nº 19.332, DE 10 DE MARÇO DE 2016. Regulamenta a Lei nº 12.005, de 11 de fevereiro de 2016, que permite às instituições conveniadas com o Município ou mantidas pelo Estado e cadastradas como beneficiárias

Leia mais

Lei Complementar nº 4.284, de 22 de setembro de 2015.

Lei Complementar nº 4.284, de 22 de setembro de 2015. Lei Complementar nº 4.284, de 22 de setembro de 2015. Institui o Programa de Recuperação Fiscal REFIS do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Taquaritinga SAAET, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

N o 8.949, DE 26 DE AGOSTO DE D E C R E T A: Seção I Das Disposições Gerais

N o 8.949, DE 26 DE AGOSTO DE D E C R E T A: Seção I Das Disposições Gerais D E C R E T O N o 8.949, DE 26 DE AGOSTO DE 2013 DISCIPLINA O PARCELAMENTO DOS CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS E NÃO TRIBUTÁRIOS, INSCRITOS OU NÃO EM DÍVIDA ATIVA, DO MUNICÍPIO DE ANGRA DOS REIS, DE SUAS AUTARQUIAS

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 819, DE 12 DE SETEMBRO DE 2017.

LEI COMPLEMENTAR Nº 819, DE 12 DE SETEMBRO DE 2017. LEI COMPLEMENTAR Nº 819, DE 12 DE SETEMBRO DE 2017. Institui o Programa de Recuperação Fiscal 2017 (Refispoa 2017) e inclui 4º no art. 68 da Lei Complementar nº 7, de 7 de dezembro de 1973 que institui

Leia mais

DECRETO N , DE 31 DE JULHO DE O Prefeito de Ituiutaba, no uso de suas atribuições, e de conformidade com a legislação em vigor,

DECRETO N , DE 31 DE JULHO DE O Prefeito de Ituiutaba, no uso de suas atribuições, e de conformidade com a legislação em vigor, DECRETO N. 7.672, DE 31 DE JULHO DE 2014 Disciplina o sistema de parcelamento de débito fiscal e dá ouras providências. O Prefeito de Ituiutaba, no uso de suas atribuições, e de conformidade com a legislação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO PARANÁ LEI Nº 2.389/2012 EMENTA: Institui o Programa Municipal de Recuperação Fiscal (REFIS) ampliando sua abrangência. A CÂMARA MUNICIPAL DE ALTO PARANÁ, ESTADO DO PARANÁ, APROVOU E EU, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA Subsecretaria da Receita Estadual PROGRAMA DE PARCELAMENTO ESPECIAL II

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA Subsecretaria da Receita Estadual PROGRAMA DE PARCELAMENTO ESPECIAL II SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA Subsecretaria da Receita Estadual PROGRAMA DE PARCELAMENTO ESPECIAL II PPE II CONDIÇÕES DO DÉBITOD O débito pode estar: Formalizado ou não; Inscrito ou não em dívida ativa;

Leia mais

DOE: 10/03/2017 LEI Nº , 09 DE MARÇO DE Institui o Programa de Parcelamento Incentivado de Débitos Fiscais, nas condições que especifica.

DOE: 10/03/2017 LEI Nº , 09 DE MARÇO DE Institui o Programa de Parcelamento Incentivado de Débitos Fiscais, nas condições que especifica. 1 de 8 11/09/2017 15:25 DOE: 10/03/2017 LEI Nº 10.628, 09 DE MARÇO DE 2017 * Alterada pela Lei n.º 10.713, de 25 de julho de 2017, DOE 26/07/17. Institui o Programa de Parcelamento Incentivado de Débitos

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 773, DE 8 DE OUTUBRO DE 2015.

LEI COMPLEMENTAR Nº 773, DE 8 DE OUTUBRO DE 2015. LEI COMPLEMENTAR Nº 773, DE 8 DE OUTUBRO DE 2015. Institui o Programa de Recuperação Fiscal Refispoa 2015 e revoga a Lei nº 11.428, de 30 de abril de 2013. O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Faço saber

Leia mais

REFAZ 2015 POSSIBILITA PARCELAMENTO DE DÍVIDAS DE ICMS COM REDUÇÕES DE JUROS E MULTA E PAGAMENTO EM ATÉ 120 PARCELAS

REFAZ 2015 POSSIBILITA PARCELAMENTO DE DÍVIDAS DE ICMS COM REDUÇÕES DE JUROS E MULTA E PAGAMENTO EM ATÉ 120 PARCELAS REFAZ 2015 POSSIBILITA PARCELAMENTO DE DÍVIDAS DE ICMS COM REDUÇÕES DE JUROS E MULTA E PAGAMENTO EM ATÉ 120 PARCELAS O PROGRAMA DE PARCELAMENTO No dia 1º de setembro último, o Estado do Rio Grande do Sul

Leia mais

Prefeitura Municipal de São José dos Campos - Estado de São Paulo - LEI COMPLEMENTAR N. 548, DE 2 DE JULHO DE 2014.

Prefeitura Municipal de São José dos Campos - Estado de São Paulo - LEI COMPLEMENTAR N. 548, DE 2 DE JULHO DE 2014. LEI COMPLEMENTAR N. 548, DE 2 DE JULHO DE 2014. PUBLICADO (A) NO JORNAL BOL ETIM DO MUNI CIPI O tr.!.9.:5. de.?./... J.?I... J../.4.. Institui o Programa de Pagamento Incentivado para os débitos tributários

Leia mais

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL

CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL 1 LEI Nº 5.211, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2013 (Autoria do Projeto: Poder Executivo) Institui a segunda fase do Programa de Recuperação de Créditos Tributários do Distrito Federal RECUPERA-DF e dá outras providências.

Leia mais

PEP PROGRAMA ESPECIAL DE PARCELAMENTO DÉBITOS DE ICMS COM REFERÊNCIA ATÉ JULHO/2012

PEP PROGRAMA ESPECIAL DE PARCELAMENTO DÉBITOS DE ICMS COM REFERÊNCIA ATÉ JULHO/2012 CIRCULAR Nº 45/2012 São Paulo, 28 de Dezembro de 2012. PEP PROGRAMA ESPECIAL DE PARCELAMENTO DÉBITOS DE ICMS COM REFERÊNCIA ATÉ JULHO/2012 Prezado Cliente, No dia 28/12/2012, o Governo do Estado de São

Leia mais

LEI Nº. 886, DE 22 DE MARÇO DE 2011

LEI Nº. 886, DE 22 DE MARÇO DE 2011 LEI Nº. 886, DE 22 DE MARÇO DE 2011 Dispõe sobre o Parcelamento de Débitos Tributários e Não Tributários inscritos ou não em Dívida Ativa, concede remissão da multa e juros decorrentes de dívida ativa,

Leia mais

DECRETO Nº , DE 7 DE JANEIRO DE 2015 (DOC de 08/01/2015)

DECRETO Nº , DE 7 DE JANEIRO DE 2015 (DOC de 08/01/2015) DECRETO Nº 55.828, DE 7 DE JANEIRO DE 2015 (DOC de 08/01/2015) Regulamenta o Programa de Parcelamento Incentivado de 2014 PPI 2014, instituído pela Lei nº 16.097, de 29 de dezembro de 2014, e o artigo

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 388, DE 26 DE AGOSTO DE 2011.

LEI COMPLEMENTAR Nº 388, DE 26 DE AGOSTO DE 2011. LEI COMPLEMENTAR Nº 388, DE 26 DE AGOSTO DE 2011. Institui o Programa de Recuperação Fiscal Quatro de Caxias do Sul (REFIS IV Caxias), para pessoas físicas e jurídicas, e dá outras providências. O PREFEITO

Leia mais

Procuradoria da Dívida Ativa - PG-05

Procuradoria da Dívida Ativa - PG-05 Procuradoria da Dívida Ativa - PG-05 Ano UFIR-RJ* 2006 67.495.595,72 2007 50.486.636,57 2008 65.476.580,85 2009 231.174.347,46 2010 421.467.819,04 2011 144.707.862,62 2012 357.340.649,83 2013 367.528.368,78

Leia mais

Dispõe sobre o Sistema de Parcelamento de Dívidas de Santana de Parnaíba.

Dispõe sobre o Sistema de Parcelamento de Dívidas de Santana de Parnaíba. 1/6 LEI Nº 3631, DE 21 DE JUNHO DE 2017 Dispõe sobre o Sistema de Parcelamento de Dívidas de Santana de Parnaíba. ELVIS LEONARDO CEZAR, Prefeito do Município de Santana de Parnaíba, Estado de São Paulo,

Leia mais

Art. 2º - Os débitos de que trata o artigo anterior, existente para com a Fazenda Municipal, poderão ser pagos de acordo com os seguintes critérios:

Art. 2º - Os débitos de que trata o artigo anterior, existente para com a Fazenda Municipal, poderão ser pagos de acordo com os seguintes critérios: LEI MUNICIPAL N.º 3.993/2015 INSTITUI PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO FISCAL (REFIS) E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. RENATO GEMELLI BONADIMAN, Prefeito Municipal, Seberi, Estado do Rio Grande do sul, no uso de suas

Leia mais

Diário Oficial do Estado de SP Volume Número São Paulo, sexta-feira, 5 de dezembro de 2003 SECRETARIA DA FAZENDA GABINETE DO SECRETÁRIO

Diário Oficial do Estado de SP Volume Número São Paulo, sexta-feira, 5 de dezembro de 2003 SECRETARIA DA FAZENDA GABINETE DO SECRETÁRIO São Paulo, 11 de Dezembro de 2.003. DE: PARA: ASSESSORIA JURÍDICA ASSOCIADOS CIRCULAR Nº 052/2003 Resolução Conjunta Secretária da Fazenda / Procuradoria Geral do Estado de 4 de Dezembro de 2003 Diário

Leia mais

V&G News Extra - Nº Refis - RJ. Refis - RJ REFIS RJ LEI DE 28/12/2011 ESTADO DO RIO DE JANEIRO

V&G News Extra - Nº Refis - RJ. Refis - RJ REFIS RJ LEI DE 28/12/2011 ESTADO DO RIO DE JANEIRO Velloza Girotto De: Velloza & Girotto Enviado em: quarta-feira, 4 de janeiro de 2012 11:08 Para: Velloza & Girotto Assunto: V&G News Extra - Nº 150 - Refis - RJ V&G News - Extra nº 150 04 de janeiro de

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 780, DE 19 DE MAIO DE 2017.

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 780, DE 19 DE MAIO DE 2017. MEDIDA PROVISÓRIA Nº 780, DE 19 DE MAIO DE 2017. Institui o Programa de Regularização de Débitos não Tributários junto às autarquias e fundações públicas federais e à Procuradoria-Geral Federal e dá outras

Leia mais

PRINCIPAIS ASPECTOS JURÍDICOS DO PROGRAMA ESPECIAL DE REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA PERT MP 783/2017

PRINCIPAIS ASPECTOS JURÍDICOS DO PROGRAMA ESPECIAL DE REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA PERT MP 783/2017 PRINCIPAIS ASPECTOS JURÍDICOS DO PROGRAMA ESPECIAL DE REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA PERT MP 783/2017 1) INSTRUMENTOS LEGAIS Instituído pela Medida Provisória nº 783, de 31.05.2017, e regulamentado pela Instrução

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62 da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de lei:

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62 da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de lei: MEDIDA PROVISÓRIA Nº 780 DE 19/05/2017 (DOU 22/05/2017) Institui o Programa de Regularização de Débitos não Tributários junto às autarquias e fundações públicas federais e à Procuradoria-Geral Federal

Leia mais

DECRETO Nº. 922 DE 07DE MAIO DE A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE SAQUAREMA, no uso de suas atribuições legais, nos termos da Lei, e

DECRETO Nº. 922 DE 07DE MAIO DE A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE SAQUAREMA, no uso de suas atribuições legais, nos termos da Lei, e DECRETO Nº. 922 DE 07DE MAIO DE 2010. Dispõe sobre os critérios para o parcelamento dos créditos tributários ou não, inscritos ou não em Dívida Ativa, e dá outras providências. A PREFEITA DO MUNICÍPIO

Leia mais

ENTENDA O. São Paulo, 1 de agosto de 2017

ENTENDA O. São Paulo, 1 de agosto de 2017 ENTENDA O São Paulo, 1 de agosto de 2017 ESTIMATIVAS INFORMAÇÕES GERAIS No âmbito da PGFN, as adesões serão realizadas exclusivamente pelo e-cac da PGFN e serão consolidadas na data da adesão. O sistema

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL Seção do Estado da Bahia

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL Seção do Estado da Bahia RESOLUÇÃO Nº 002/2016 - CP Programa de Regularização Financeira da Ordem dos Advogados Brasil Seccional Bahia. CONSELHO PLENO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SECCIONAL DO ESTADO DA BAHIA, reunido em 16

Leia mais

DECRETO N.º DE 07 DE MAIO DE 2014

DECRETO N.º DE 07 DE MAIO DE 2014 Decreto Publicado no D.O.E. de 08.05.2014, pág. 02 Este texto não substitui o publicado no D.O.E Índice Remissivo: Letra I - ICMS. DECRETO N.º 44.780 DE 07 DE MAIO DE 2014 Dispõe sobre o parcelamento e

Leia mais

Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu, Paulo César Silva, Prefeito Municipal, sanciono e promulgo a seguinte lei:

Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu, Paulo César Silva, Prefeito Municipal, sanciono e promulgo a seguinte lei: Institui o Programa Temporário de Pagamento Incentivado de Débitos para com a Fazenda Pública do Município de Poços de Caldas- POÇOS EM DIA II e dá outras providências. Faço saber que a Câmara Municipal

Leia mais

O CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL DA 21ª REGIÃO/MS, no uso de suas atribuições legais e regimentais e,

O CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL DA 21ª REGIÃO/MS, no uso de suas atribuições legais e regimentais e, RESOLUÇÃO Nº 554, DE 20 DE AGOSTO DE 2015. EMENTA: Institui regras para aplicação dos instrumentos normativos de cobrança utilizados no combate ao inadimplemento e procedimentos a serem adotados nas conciliações

Leia mais

ARTIGO 65 DA LEI Nº , DE 11 DE JUNHO DE Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial ARTIGO 65

ARTIGO 65 DA LEI Nº , DE 11 DE JUNHO DE Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial ARTIGO 65 ARTIGO 65 LEI Nº 12.249, DE 11 DE JUNHO DE 2010 Art. 65. Poderão ser pagos ou parcelados, em até 180 (cento e oitenta) meses, nas condições desta Lei, os débitos administrados pelas autarquias e fundações

Leia mais

*LEI Nº , DE 21 DE SETEMBRO DE 2016.

*LEI Nº , DE 21 DE SETEMBRO DE 2016. RIO GRANDE DO NORTE *LEI Nº 10.112, DE 21 DE SETEMBRO DE 2016. Institui programa de recuperação de créditos tributários do ICM, ICMS, IPVA e ITCD, nas condições que especifica, e dá outras providências.

Leia mais

O QUE PODE SER PARCELADO? (art. 1º, 1º e 2º)

O QUE PODE SER PARCELADO? (art. 1º, 1º e 2º) O QUE PODE SER PARCELADO? (art. 1º, 1º e 2º) Débitos na Fazenda Estadual e suas autarquias, tributários ou não, vencidos até 31/12/2008, constituídos ou não; inscritos ou não em dívida ativa; ajuizados

Leia mais

E S T A D O D O M A T O G R O S S O Prefeitura Municipal de Jaciara

E S T A D O D O M A T O G R O S S O Prefeitura Municipal de Jaciara INSTRUÇÃO NORMATIVA STB SISTEMA DE TRIBUTOS / DIVIDA ATIVA Nº. 002/2010 Versão: 01 Aprovação em: 23/12/2010 Ato de aprovação: Decreto n.º 2895/2010 Unidade Responsável: Secretaria Municipal de Finanças/

Leia mais

DECRETO Nº , DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015.

DECRETO Nº , DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015. DECRETO Nº 19.269, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015. Estabelece o Calendário Fiscal de Arrecadação dos Tributos Municipais, o valor da Unidade Financeira Municipal (UFM) e os preços do metro quadrado de terrenos

Leia mais

TRIBUTÁRIO Nº 651/14 - ASPECTOS RELACIONADOS AO REFIS

TRIBUTÁRIO Nº 651/14 - ASPECTOS RELACIONADOS AO REFIS TRIBUTÁRIO 17/11/2014 LEI 13.043/14 - CONVERSÃO DA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 651/14 - ASPECTOS RELACIONADOS AO REFIS No dia 14 de novembro de 2014 foi publicada a Lei nº 13.043/2014, resultado da conversão

Leia mais

SENADO FEDERAL. PROJETO DE LEI DA CÂMARA Nº 164, DE 2017 (Complementar)

SENADO FEDERAL. PROJETO DE LEI DA CÂMARA Nº 164, DE 2017 (Complementar) SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DA CÂMARA Nº 164, DE 2017 (Complementar) Institui o Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte optantes pelo Simples Nacional

Leia mais

Diário Oficial da União Seção 1 - Nº 125, terça-feira, 2 de julho de 2013 MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL

Diário Oficial da União Seção 1 - Nº 125, terça-feira, 2 de julho de 2013 MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL Diário Oficial da União Seção 1 - Nº 125, terça-feira, 2 de julho de 2013 MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL PORTARIA Nº 1.495, DE 28 DE JUNHO DE 2013 Dispõe sobre procedimentos

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL. Esse município. temautonomia. Índice do diário. Publicações de Atos Oficiais. Câmara Municipal de Miguel Calmon.

DIÁRIO OFICIAL. Esse município. temautonomia. Índice do diário. Publicações de Atos Oficiais. Câmara Municipal de Miguel Calmon. Câmara Municipal de Miguel Calmon Páginas: 06 Segunda-Feira Índice do diário Atos Oficiais Lei - Nº 569/2017 Lei - Nº 570/2017 Esse município temautonomia Diário Oficial Publicações de Atos Oficiais Página

Leia mais

Referência: Decreto Estadual-RJ nº /14 - ICM e ICMS - Parcelamento - Redução de multas e acréscimos legais Disposições.

Referência: Decreto Estadual-RJ nº /14 - ICM e ICMS - Parcelamento - Redução de multas e acréscimos legais Disposições. Rio de Janeiro, 08 de maio de 2014 Of. Circ. Nº 134/14 Referência: Decreto Estadual-RJ nº 44.780/14 - ICM e ICMS - Parcelamento - Redução de multas e acréscimos legais Disposições. Senhor Presidente, Fazendo

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº

RESOLUÇÃO CFM Nº RESOLUÇÃO CFM Nº. 2.052 (Publicada no D.O.U. de 25 de setembro de 2013, Seção I, p. 188) (Retificação publicada no D.O.U. 26 de setembro, Seção I, p.138) (Retificação publicada no D.O.U. 27 de setembro,

Leia mais

Portaria PGFN Nº 967 DE 13/10/2016

Portaria PGFN Nº 967 DE 13/10/2016 Portaria PGFN Nº 967 DE 13/10/2016 Publicado no DO em 14 out 2016 Regulamenta as medidas de estímulo à liquidação de dívidas originárias de operações de crédito rural inscritas em dívida ativa da União,

Leia mais

Art. 1º O Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana - IPTU, a Taxa de Limpeza Pública - TLP,

Art. 1º O Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana - IPTU, a Taxa de Limpeza Pública - TLP, DECRETO nº 311, de 03 de fevereiro de 2006 Dispõe sobre o lançamento e a cobrança do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana IPTU, da Taxa de Limpeza Pública TLP, da Taxa de Conservação

Leia mais

1) do termo final do período de apuração;

1) do termo final do período de apuração; RESOLUÇÃO NO 2.554, DE 17 DE AGOSTO DE 1994 (MG de 18 e ret. em 25) REVOGADA PELA RESOLUÇÃO Nº 2.880/97 Trata da atualização monetária dos créditos tributários do Estado, da cobrança de juros de mora,

Leia mais

LEI , DE 24 DE OUTUBRO DE 2017 INSTITUI O PROGRAMA ESPECIAL DE REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA PERT.

LEI , DE 24 DE OUTUBRO DE 2017 INSTITUI O PROGRAMA ESPECIAL DE REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA PERT. INFORME JURÍDICO OUTUBRO/2017 LEI 13.496, DE 24 DE OUTUBRO DE 2017 INSTITUI O PROGRAMA ESPECIAL DE REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA PERT. Prezado Cliente, São Paulo, 25 de outubro de 2017. Foi publicada hoje,

Leia mais

PORTARIA Nº 44-N DE 14 DE MAIO DE 1997

PORTARIA Nº 44-N DE 14 DE MAIO DE 1997 PORTARIA Nº 44-N DE 14 DE MAIO DE 1997 O PRESIDENTE DO INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS E RENOVÁVEIS IBAMA, no uso das atribuições que lhe conferem o Art. 24, do anexo I, da

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL DA 17ª REGIÃO/ES RESOLUÇÃO CRESS/ES Nº 147, DE 30 DE OUTUBRO DE 2017.

CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL DA 17ª REGIÃO/ES RESOLUÇÃO CRESS/ES Nº 147, DE 30 DE OUTUBRO DE 2017. CONSELHO REGIONAL DE SERVIÇO SOCIAL DA 17ª REGIÃO/ES RESOLUÇÃO CRESS/ES Nº 147, DE 30 DE OUTUBRO DE 2017. Ementa: Estabelece o valor da anuidade e das taxas cobradas pelo CRESS/ES para o exercício de 2018.

Leia mais

(PROJETO DE LEI Nº 711/13, DO EXECUTIVO, APROVADO NA FORMA DE SUBSTITUTIVO DO LEGISLATIVO)

(PROJETO DE LEI Nº 711/13, DO EXECUTIVO, APROVADO NA FORMA DE SUBSTITUTIVO DO LEGISLATIVO) LEI Nº 15.889, DE 5 DE NOVEMBRO DE 2013 (PROJETO DE LEI Nº 711/13, DO EXECUTIVO, APROVADO NA FORMA DE SUBSTITUTIVO DO LEGISLATIVO) Atualiza os valores unitários de metro quadrado de construção e de terreno

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 793, DE 31 DE JULHO DE 2017.

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 793, DE 31 DE JULHO DE 2017. MEDIDA PROVISÓRIA Nº 793, DE 31 DE JULHO DE 2017. Institui o Programa de Regularização Tributária Rural junto à Secretaria da Receita Federal do Brasil e à Procuradoria- Geral da Fazenda Nacional. O PRESIDENTE

Leia mais

Art. 5º A Secretaria Municipal de Fazenda baixará os atos que julgar necessários à disciplina de qualquer determinação constante deste Decreto.

Art. 5º A Secretaria Municipal de Fazenda baixará os atos que julgar necessários à disciplina de qualquer determinação constante deste Decreto. DECRETO RIO Nº 44028 DE 7 DE DEZEMBRO DE 2017 Dispõe sobre o Calendário de Pagamentos (CATRIM) do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana e da Taxa de Coleta Domiciliar do Lixo, para a

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA nº 783, de 31/05/2017. Instrução Normativa RFB nº 1711, de 16/06/2017.

MEDIDA PROVISÓRIA nº 783, de 31/05/2017. Instrução Normativa RFB nº 1711, de 16/06/2017. MEDIDA PROVISÓRIA nº 783, de 31/05/2017. Instrução Normativa RFB nº 1711, de 16/06/2017. MAPA ETÉCNICO FISCAL - www.etecnico.com.br - facebook/mapaetecnicofiscal 1 INTRODUÇÃO A MP 783/2017, institui o

Leia mais

Capítulo V - DO PARCELAMENTO DE DÉBITO FISCAL

Capítulo V - DO PARCELAMENTO DE DÉBITO FISCAL Page 1 of 9 RICMS 2000 - Atualizado até o Decreto 56.019, de 16-07-2010. CAPÍTULO V - DO PARCELAMENTO DE DÉBITO FISCAL (Redação dada ao Capítulo pelo Decreto 46.529, de 04-02-2002; DOE 05-02-2002; efeitos

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSUNI Nº 004/2017

DELIBERAÇÃO CONSUNI Nº 004/2017 DELIBERAÇÃO CONSUNI Nº 004/2017 Aprova o Anteprojeto de Lei que Institui o Programa de Recuperação de Créditos (PRC) de natureza não tributária (anuidades e semestralidades) dos débitos que se encontram

Leia mais

Lei de Compensação do Estado de Goiás

Lei de Compensação do Estado de Goiás Lei de Compensação do Estado de Goiás Lei Ass. Leg. - GO 15.316/05 - Lei ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE GOIÁS nº 15.316 de 05.08.2005 DOE-GO: 11.08.2005 Revoga a Lei nº 13.646/00, que dispõe sobre

Leia mais

"CAPÍTULO XXXI DO PAGAMENTO DE CRÉDITOS DA FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL COM OS BENEFÍCIOS DO DECRETO Nº /17 - "REFAZ 2017"

CAPÍTULO XXXI DO PAGAMENTO DE CRÉDITOS DA FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL COM OS BENEFÍCIOS DO DECRETO Nº /17 - REFAZ 2017 Instrução Normativa RE nº 10, de 31.01.2017 - DOE RS de 03.02.2017 Introduz alterações na Instrução Normativa DRP nº 45/1998, de 26.10.1998. O Subsecretário da Receita Estadual, no uso de atribuição que

Leia mais

Conselho Regional de Educação Física da 11ª Região Mato Grosso do Sul

Conselho Regional de Educação Física da 11ª Região Mato Grosso do Sul Resolução CREF11/MS nº 155/2015 Campo Grande, 01 de dezembro de 2015. Dispõe sobre valores e formas de pagamentos das anuidades do CREF11/MS para o Exercício de 2016 e dá outras providencias. O PRESIDENTE

Leia mais

Prefeitura Municipal De Belém Gabinete do Prefeito

Prefeitura Municipal De Belém Gabinete do Prefeito LEI N.º 7.243, DE 28 DE DEZEMBRO DE 1983 Altera disposições das Leis n.ºs 7.056, de 30 de dezembro de 1977, 7.188, de 11 de dezembro de 1981, 7.192, de 21 de dezembro de 1981, e dá outras providências.

Leia mais

PÓS GRADUAÇÃO DIREITO E PROCESSO TRIBUTÁRIO

PÓS GRADUAÇÃO DIREITO E PROCESSO TRIBUTÁRIO PÓS GRADUAÇÃO DIREITO E PROCESSO TRIBUTÁRIO CONCEITO DE TRIBUTO Caso... Flávio Roberto, realizou um contrato de compra e venda com Felipe em Agosto de 2015, cujo objeto seria um veículo automotor de propriedade

Leia mais

RESOLUÇÃO CCFGTS N 765, DE 09 DE DEZEMBRO DE (DOU de )

RESOLUÇÃO CCFGTS N 765, DE 09 DE DEZEMBRO DE (DOU de ) RESOLUÇÃO CCFGTS N 765, DE 09 DE DEZEMBRO DE 2014 (DOU de 10.12.2014) Estabelece normas para parcelamento de débito de contribuições devidas ao FGTS e modelo de apresentação de informações da carteira

Leia mais

Autor: Poder Executivo Institui o Programa de Recuperação de Créditos do Estado de Mato Grosso Programa REFIS MT, e dá outras providências.

Autor: Poder Executivo Institui o Programa de Recuperação de Créditos do Estado de Mato Grosso Programa REFIS MT, e dá outras providências. Diário Oficial Número: 26865 Data: 20/09/2016 Título: LEI 10433 Categoria:» PODER EXECUTIVO» LEI Link permanente: https://www.iomat.mt.gov.br/portal/visualizacoes/html/14630/#e:14630/#m:865981 LEI Nº 10.433,

Leia mais

Brasília - DF, quarta-feira, 20 de agosto de 2014 página 26 MINISTÉRIO DA FAZENDA

Brasília - DF, quarta-feira, 20 de agosto de 2014 página 26 MINISTÉRIO DA FAZENDA Brasília - DF, quarta-feira, 20 de agosto de 2014 página 26 MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1.491, DE 19 DE AGOSTO DE 2014 Dispõe sobre os débitos a

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSUNI Nº 069/2015

DELIBERAÇÃO CONSUNI Nº 069/2015 DELIBERAÇÃO CONSUNI Nº 069/2015 Aprova o Anteprojeto de Lei que Institui o Programa de Recuperação de Créditos - PRC, de natureza não tributária, consistentes em anuidades, semestralidades, cheques e parcelas,

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 1106/09, de 29 de dezembro de 2009.

LEI MUNICIPAL Nº 1106/09, de 29 de dezembro de 2009. LEI MUNICIPAL Nº 1106/09, de 29 de dezembro de 2009. Altera a Lei Complementar nº 001/06 de 13 de fevereiro de 2006, Código Tributário Municipal de Camocim e determina outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

- o que estabelece o Decreto nº , publicado em 02 de agosto de 2007;

- o que estabelece o Decreto nº , publicado em 02 de agosto de 2007; ATO DO PRESIDENTE PORTARIA DETRO/PRES. Nº 1087 de 17 de setembro de 2012. DISPÕE SOBRE OS PROCEDIMENTOS A SEREM OBSERVADOS E APLICADOS NO PARCELAMENTO/ REPARCELAMENTO DE DÉBITOS REFERENTE A MULTAS E TAXA

Leia mais

CAPÍTULO I DO PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO DE CRÉDITOS FISCAIS REFIS

CAPÍTULO I DO PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO DE CRÉDITOS FISCAIS REFIS LEI Nº 2.945, DE 23 DE ABRIL DE 2015. Publicada no Diário Oficial nº 4.362 Institui o Programa de Recuperação de Créditos Fiscais REFIS e adota outras providências. O Governador do Estado do Tocantins

Leia mais

ATO NORMATIVO Nº 11/03

ATO NORMATIVO Nº 11/03 ATO NORMATIVO Nº 11/03 Dispõe sobre os valores das anuidades de pessoas jurídicas a serem pagas ao Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Estado do Espírito Santo Crea ES para o exercício

Leia mais

São Paulo, 05 de Dezembro de ASSESSORIA JURÍDICA CIRCULAR Nº 025/2007 ICMS / PARCELAMENTO

São Paulo, 05 de Dezembro de ASSESSORIA JURÍDICA CIRCULAR Nº 025/2007 ICMS / PARCELAMENTO São Paulo, 05 de Dezembro de 2.007. DE: PARA: ASSESSORIA JURÍDICA ASSOCIADOS CIRCULAR Nº 025/2007 ICMS / PARCELAMENTO Atendendo ao pleito da FECOMERCIO, a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo reabriu

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 15/2013

RESOLUÇÃO Nº 15/2013 RESOLUÇÃO Nº 15/2013 Altera o Programa de Recuperação de Receitas das anuidades e demais créditos inadimplidos até 31/12/2012, regulamentando a sua execução e dando outras providências. O CONSELHO SECCIONAL

Leia mais

CRESS / 7ª Região Conselho Regional de Serviço Social RJ

CRESS / 7ª Região Conselho Regional de Serviço Social RJ RESOLUÇÃO CRESS Nº 151, DE 29 DE SETEMBRO DE 2017. EMENTA: Estabelece anuidades de pessoa física e de pessoa jurídica, no âmbito do CRESS - 7ª Região e determina outras providências. A Presidenta do Conselho

Leia mais

CRESS / 7ª Região Conselho Regional de Serviço Social RJ

CRESS / 7ª Região Conselho Regional de Serviço Social RJ RESOLUÇÃO CRESS Nº 151, DE 28 DE SETEMBRO DE 2017. EMENTA: Estabelece as anuidades de pessoa física e de pessoa jurídica, no âmbito do CRESS - 7ª Região e determina outras providências. A Presidenta do

Leia mais

Tributos e Contribuições Federais Previdenciária - PGFN regulamenta o Programa Especial de Regularização Tributária Pert

Tributos e Contribuições Federais Previdenciária - PGFN regulamenta o Programa Especial de Regularização Tributária Pert Publicada em 30.06.2017-09:21 Tributos e Contribuições Federais Previdenciária - PGFN regulamenta o Programa Especial de Regularização Tributária Pert O Programa Especial de Regularização Tributária (Pert),

Leia mais

Programa Especial de Regularização Tributária (PERT)

Programa Especial de Regularização Tributária (PERT) Ref.: nº 23/2017 1. Programa Especial de De acordo com a Medida Provisória n 783/2017, fica aberto, até 31 de agosto de 2017, o prazo para adesão ao Programa de. O Programa tem por objetivo regularizar

Leia mais

Decreto n /2017 REFAZ 2017

Decreto n /2017 REFAZ 2017 Ref.: nº 06/2017 1. Programa REFAZ De acordo com o Decreto n 53.417/2017, fica aberto, de 31 de janeiro a 26 de abril de 2017, o prazo para adesão ao programa REFAZ, que tem por objetivo regularizar os

Leia mais

DECRETO Nº , DE 4 DE MAIO DE 2004 Regulamenta a outorga onerosa de potencial construtivo adicional, nos termos dos artigos 209 a 216 da Lei nº

DECRETO Nº , DE 4 DE MAIO DE 2004 Regulamenta a outorga onerosa de potencial construtivo adicional, nos termos dos artigos 209 a 216 da Lei nº 1 DECRETO Nº 44.703, DE 4 DE MAIO DE 2004 Regulamenta a outorga onerosa de potencial construtivo adicional, nos termos dos artigos 209 a 216 da Lei nº 13.430, de 13 de setembro de 2002, que aprovou o Plano

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE (Do Sr. Jorge Boeira) O Congresso Nacional decreta:

PROJETO DE LEI Nº, DE (Do Sr. Jorge Boeira) O Congresso Nacional decreta: PROJETO DE LEI Nº, DE 2005 (Do Sr. Jorge Boeira) Dispõe sobre parcelamento para empresas em recuperação judicial de débitos com a Secretaria da Receita Federal, a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional

Leia mais

Refis da Copa Eliminação dos honorários sobre os débitos previdenciários

Refis da Copa Eliminação dos honorários sobre os débitos previdenciários Refis da Copa Eliminação dos honorários sobre os débitos previdenciários Marcelo Alvares Vicente Mestre em Direito Tributário pela PUC/SP, advogado especialista em administração do passivo fiscal, professor

Leia mais

TRIBUTÁRIO. Destacamos abaixo as informações consideradas por nós como as mais importantes relativas ao PERT: 1. INFORMAÇÕES GERAIS. 1.

TRIBUTÁRIO. Destacamos abaixo as informações consideradas por nós como as mais importantes relativas ao PERT: 1. INFORMAÇÕES GERAIS. 1. TRIBUTÁRIO 1/6/2017 Programa Especial de Regularização Tributária (PERT) Informamos que ontem, dia 31 de maio de 2017, foi publicada na Edição Extra do Diário Oficial da União, a Medida Provisória nº 783

Leia mais

Tributos e Contribuições Federais - Instituído novo parcelamento especial

Tributos e Contribuições Federais - Instituído novo parcelamento especial Tributos e Contribuições Federais - Instituído novo parcelamento especial Tributos e Contribuições Federais/Previdenciária - Instituído novo parcelamento especial Publicada em 01.06.2017-10:21 O Governo

Leia mais

CAPÍTULO DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES São Paulo/SP - Programa de Parcelamento Incentivado - PPI - Regulamentação Foram regulamentadas as disposições do Programa de Parcelamento Incentivado - PPI, instituído pela Lei nº 14.129, de 11 de janeiro

Leia mais

Resolução CRESS 19ª Região GO nº 22, de 21 de novembro de 2013.

Resolução CRESS 19ª Região GO nº 22, de 21 de novembro de 2013. Resolução CRESS 19ª Região GO nº 22, de 21 de novembro de 2013. EMENTA: Dispõe sobre o valor da anuidade para o exercício de dois mil e quatorze (2014), de Pessoas Física e Jurídica, no âmbito do Conselho

Leia mais

ATO NORMATIVO Nº. 32/09

ATO NORMATIVO Nº. 32/09 ATO NORMATIVO Nº. 32/09 Dispõe sobre os valores das anuidades de pessoas físicas a serem pagas ao Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Estado do Espírito Santo - Crea-ES para o exercício

Leia mais

DECRETO Nº 1.832, DE 30 DE ABRIL DE 2008.

DECRETO Nº 1.832, DE 30 DE ABRIL DE 2008. DECRETO Nº 1.832, DE 30 DE ABRIL DE 2008. Regulamenta a Lei nº 1.160, de 20 de dezembro de 2006, alterada pela Lei n 1.308, de 11 de abril de 2008, que dispõe sobre Benefícios Fiscais Seletivos às entidades

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SMF Nº 01, DE 08 DE FEVEREIRO DE 2013.

INSTRUÇÃO NORMATIVA SMF Nº 01, DE 08 DE FEVEREIRO DE 2013. INSTRUÇÃO NORMATIVA SMF Nº 01, DE 08 DE FEVEREIRO DE 2013. Estabelece procedimentos a serem adotados pelos estabelecimentos bancários quanto à arrecadação de tributos e demais receitas do município. CAPÍTULO

Leia mais

Atos do Poder Legislativo MEDIDA PROVISÓRIA Nº 783, DE 31 DE MAIO DE 2017

Atos do Poder Legislativo MEDIDA PROVISÓRIA Nº 783, DE 31 DE MAIO DE 2017 Atos do Poder Legislativo MEDIDA PROVISÓRIA Nº 783, DE 31 DE MAIO DE 2017 Institui o Programa Especial de Regularização Tributária junto à Secretaria da Receita Federal do Brasil e à Procuradoria Geral

Leia mais

DECRETO RIO Nº DE 09 DE JULHO DE O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais,

DECRETO RIO Nº DE 09 DE JULHO DE O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, DECRETO RIO Nº 40354 DE 09 DE JULHO DE 2015 Regulamenta a Lei nº 5.854, de 27 de abril de 2015, que institui o Programa Concilia Rio. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições

Leia mais

Programa Especial de Regularização Tributária (Pert)

Programa Especial de Regularização Tributária (Pert) Programa Especial de Regularização Tributária (Pert) Uma oportunidade para pessoas físicas e jurídicas refinanciarem suas dívidas com o Governo Federal Programa Es pec i al de Regul ari zaç ão Tri butári

Leia mais

PROGRAMA DE PARCELAMENTO ESPECIAL. Lei nº

PROGRAMA DE PARCELAMENTO ESPECIAL. Lei nº PROGRAMA DE PARCELAMENTO ESPECIAL Lei nº. 17.247 BASE LEGAL Convênio 51/07 Lei nº. 17.247/07 DEC. 44.695/07 DEC. 44.704/08 O que é: Programa que concede descontos para pagamento de débitos relativos a:

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 766, DE 4 DE JANEIRO DE 2017.

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 766, DE 4 DE JANEIRO DE 2017. MEDIDA PROVISÓRIA Nº 766, DE 4 DE JANEIRO DE 2017. Institui o Programa de Regularização Tributária junto à Secretaria da Receita Federal do Brasil e à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. O PRESIDENTE

Leia mais

Disciplina o pagamento de tributos e contribuições federais nas condições estabelecidas nos arts. 13 e 14 da Lei nº , de 2002.

Disciplina o pagamento de tributos e contribuições federais nas condições estabelecidas nos arts. 13 e 14 da Lei nº , de 2002. Portaria Conjunta SRF/PGFN nº 07, de 8 de janeiro de 2003 DOU de 10.1.2003 Disciplina o pagamento de tributos e contribuições federais nas condições estabelecidas nos arts. 13 e 14 da Lei nº 10.637, de

Leia mais

Liquidação de débitos de crédito rural assumidos até 2014

Liquidação de débitos de crédito rural assumidos até 2014 INFORME TÉCNICO APROSOJA Nº 127/2016 15 de julho de 2016 Liquidação de débitos de crédito rural assumidos até 2014 A Aprosoja informa a seus associados que, com a edição da Medida Provisória nº 733/2016,

Leia mais

Pert - Programa Especial de Regularização Tributária. Informações Básicas e Esclarecimentos

Pert - Programa Especial de Regularização Tributária. Informações Básicas e Esclarecimentos Atendimento na RFB Pert - Programa Especial de Regularização Tributária Informações Básicas e Esclarecimentos 3 Pert Informações Básicas e Esclarecimentos Legislação Aplicada Medida Provisória nº 783,

Leia mais

Programa Regularize. Novo prazo para utilização de crédito acumulado

Programa Regularize. Novo prazo para utilização de crédito acumulado Programa Regularize Novo prazo para utilização de crédito acumulado Decreto 47.020/2016 O que é o Programa Regularize? O estado de Minas Gerais publicou o Decreto n.º 46.817/2015, instituindo o Programa

Leia mais

Prefeitura Municipal de Jacobina publica:

Prefeitura Municipal de Jacobina publica: Prefeitura Municipal de Jacobina 1 Quarta-feira Ano IX Nº 847 Prefeitura Municipal de Jacobina publica: Lei Nº 1.236 de 14 de Abril de 2014 - Autoriza o município de jacobina a doar ao ministério público

Leia mais