1. Normas e Procedimentos para Registro de Atleta Do Contrato Padrão Para o Atleta Profissional... 02

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1. Normas e Procedimentos para Registro de Atleta... 02. 2. Do Contrato Padrão Para o Atleta Profissional... 02"

Transcrição

1 Í N D I C E 1. Normas e Procedimentos para Registro de Atleta Do Contrato Padrão Para o Atleta Profissional Documentos Para o Primeiro Contrato Contrato de Atleta Profissional Estrangeiro Preenchimento do Contrato Preenchimento do Contrato (Continuação) Contrato de Trabalho de Jogador Cláusula Extra Transferências Nacionais Transferências Internacionais Exterior/Brasil Transferências Internacionais Brasil/Exterior Termo de rescisão de Contrato Termo Aditivo Contratual Modelo Declaração de Vínculo Modelo Declaração Financeira Documentos Para Registro de Atletas Amadores (Juniores/Juvenil/Infantil) Registro de Atleta Amador Estrangeiro Modelo de Pedido de Reversão de Categoria Federação Modelo de Pedido de Reversão de Categoria CBF

2 NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA REGISTRO DE ATLETAS Toda a documentação deverá vir DATILOGRAFADA e SEM RASURAS, sendo que se assim não for a mesma (documentação) será devolvida. Todos os documentos tem um prazo de 30(trinta) dias, a contar da data da assinatura, para serem protocolados na CBF. DO CONTRATO PADRÃO PARA O ATLETA PROFISSIONAL O Contrato de trabalho de atleta profissional de Futebol será celebrado em formulário fornecido pela Confederação Brasileira de Futebol, em quatro vias, (via.amarela CBF., via.branca JOGADOR, via azul CLUBE, via verde FEDERAÇÃO). Nenhum atleta poderá celebrar contrato de trabalho sem comprovar. I - Que é alfabetizado; II - Que possui Carteira de Trabalho e Previdência Social; III - Que está com sua situação Militar regularizada; IV - Que tem boa saúde física e mental, atestado no próprio formulário contento o número do CRM, e assinatura do Médico. Ao menor de 16(dezesseis) anos é vedada a celebração de contrato de trabalho. Permitida, porém, ao menor após 16(dezesseis) anos, mediante prévio consentimento escrito de seu representante legal. Na hipótese de atleta menor de 18 (dezoito) anos, no contrato deverá constar a assinatura do pai ou representante legal, que deverá ser acompanhado da Carteira de identidade ou Termo Judicial de Tutela, delegação do Pátrio Poder ou Guarda. Os Contratos dos Jogadores menores de 18 (dezoito) anos, terão a duração máxima de 03 (três) anos. 2

3 DOCUMENTOS PARA O PRIMEIRO CONTRATO 01- Contrato formulário da CBF. 4 vias (devidamente preenchidos) 02- Cláusula Penal formulário CBF. 4 vias (devidamente preenchidos) 03- Ficha de Identificação do Jogador formulário CBF. (devidamente preenchido) 04- Cartão de Identidade do Atleta Profissional (devidamente preenchido e com foto 3x4 colada.) 05- Xerox Autenticada dos seguintes documentos: Carteira de identidade; CPF; Carteira de Identidade do responsável (quando menor de 18 anos). Certidão de Nascimento ou Casamento; Carteira de Trabalho e Previdência Social. Certificado Militar (Certidão de alistamento, de adiamento de convocação ou quitação do serviço militar). Atestado de escolaridade. CONTRATO DE ATLETA PROFISISONAL ESTRANGEIRO Todos os documentos para o primeiro contrato; Xerox autenticada dos seguintes documentos; Passaporte; Visto de Permanência (de acordo com as datas de início e término do contrato); Autorização de Trabalho Emitida pelo Ministério do Trabalho; Cópia do Diário Oficial referente a autorização de Trabalho; Carteira de Trabalho e Previdência Social. 3

4 PREENCHIMENTO DO CONTRATO Campos 1 Contrato definitivo 2 Contrato de empréstimo 3 Cláusula extra 4 Contrato origem nº(se for empréstimo) 5 Numero de inscrição do atleta na CBF (primeiro contrato deixa em branco). 6 Nome completo do atleta. 7 Apelido. 8 Nome do clube 9 Federação FEDERAÇÃO ALAGOANA DE FUTEBOL 10 N.º do clube na CBF. 11 CNPJ do clube 12 Carteira Profissional e série. 13 CPF número do CPF. 14 Data de Nascimento dia,mês,ano. 15 Início do contrato 16 Término do contrato. Prazo mínimo do Contrato (3) meses Prazo máximo do contrato (5) anos. 17 Salário (não pode ser inferior ao salário mínimo) 18 Clausula Penal valor em R$ para o Brasil: para o Exterior OBS: Informamos que nos contratos de trabalho deverá constar OBRIGATORIAMENTE o valor da CLÁUSULA PENAL, previsto no art.28 e seus parágrafos, da Lei 9.615/98. A cláusula penal deverá ser fixada em valor até 100(cem) vezes o montante anual do contrato. 4

5 PREENCHIMENTO DO CONTRATO (continuação) 19 Intermediário sim ou não. 20 Agente de Jogador ou Advogado nome (se for o caso) 21 Inscrição CBF OU OAB. 22 CRM do Médico 23- CPF do Médico 24 Data 25- Assinatura do Médico Atestante Autorização do Responsável 26 Assinatura do Pai ou Responsável (quando menor de 18(dezoito) anos). OBS. 1 A autorização deve ser assinada pelo pai. 2 Na falta do pai podem assinar a mãe, o tutor, a pessoa que tenha obtido a delegação judicial do pátrio poder ou pessoa a quem tenha sido, judicialmente, confiada a guarda. 27 CPF. 28 LOCAL E DATA Deverá ser preenchido de próprio punho pelo atleta (A data da assinatura deverá ser a mesma do inicio do contrato). 29 Assinatura do Atleta. 30 Assinatura do Presidente da Associação (deverá ser assinado somente pelo presidente da associação). Não serão registrados contratos, que forem encaminhados a FEDERAÇÃO após 20 dias da data da assinatura. 5

6 CONTRATO DE TRABALHO DE JOGADOR CLÁUSULAS EXTRAS (Formulário da CBF). Nenhum instrumento de Cláusula Extra será recebido pela CBF, se enviado após a remessa do contrato, ou quando suscetível de modificar, restringir ou ampliar qualquer Cláusula do Contrato padrão regularmente aprovado. 1 N. de inscrição do atleta na CBF 2 Nome do atleta 3 Apelido 4 N. do contrato (cedente) 5 N. do contrato cessionário (em caso de empréstimo) 6 Cláusulas extras ou esclarecimentos das existentes Autorização do Responsável 7 Assinatura do Pai ou Responsável (quando menor de 18(dezoito) anos). Obs. 1 A autorização deve ser assinada pelo pai 2 Na falta do pai podem assinar a mãe, o tutor, a pessoa que tenha obtido a delegação judicial do pátrio ou pessoa a quem tenha sido, judicialmente, confiada a guarda. 8 CPF. 9 Local e Data Deverá ser preenchido de próprio punho pelo atleta (A data da assinatura deverá ser a mesma do inicio do contrato). 10 Assinatura do Atleta. 11 Assinatura do Presidente da Associação (deverá ser assinado somente pelo presidente da associação e/ou Representante Legal) 12 Assinatura do Clube Cessionário (em caso de empréstimo). Não serão registrados contratos, que forem encaminhados a FEDERAÇÃO após 20 dias da assinatura. Este documento é parte integrante do contrato. E por estarem justas e contratadas, fazem o presente em 4 vias. A 2ª via será entregue ao jogador no ato da assinatura. 6

7 1) - TRANSFERÊNCIAS NACIONAIS a) Contrato de trabalho b) Termo de empréstimo (quando for o caso) c) Rescisão do clube de origem (quando for o caso) d) Rescisão do clube cessionário anterior (quando for o caso) e) Liberação da Federação de origem e TJD (indicar no caso de transferência em definitivo, a data da rescisão). Somente serão permitidas a cada jogador profissional ou não profissional, duas transferências interestaduais entre definitivas e temporárias. A referida temporada está fixada entre as datas de 15/02/2006 e 03/12/2006 (RDP nº03/2005) 2) - TRANSFERÊNCIAS INTERNACIONAIS EXTERIOR BRASIL a) Conforme RDP n.º 02/2005, Os jogadores profissionais oriundos do exterior só poderão inscrever-se, ressalvadas as exceções prevista no 1.º do artigo 6 do Regulamento sobre o estatuto e a Transferência de Jogadores da FIFA, se o clube apresentar a respectiva solicitação à CBF, Durante um dos períodos de inscrição; b) A solicitação de inscrição deverá ser apresentada e intuída com o contrato de trabalho do jogador profissional e demais documentos necessários à efetivação de seu registro na CBF; c) Contrato de trabalho (somente será registrado, após recebimento do Certificado Internacional CIT, pela CBF). d) Visto de Trabalho Temporário (para estrangeiro) e) Cópia do Diário Oficial (para estrangeiro) f) Declaração de ônus para o Banco Central, Lei nº2574, de 29/04/98, artigos 42,43 e respectivos parágrafos (na declaração deve constar o nº do CPF e RG da pessoa que assinar a declaração, poderá ser feita pelo atleta ou pelo Clube). 7

8 3) - TRANSFERÊNCIAS INTERNACIONAIS BRASIL - EXTERIOR a) Conforme RDP n.º 02/2005, a CBf fixou o primeiro período para inscrição e registro de jogadores profissionais transferidos para o Brasil de 2 de Janeiro à 25 de Março de cada ano, e o segundo período de 03 à 31 de agosto de cada ano; b) Declaração de ônus para o Banco Central, Lei nº2574, de 29/04/98, artigos 42,43 e respectivos parágrafos (na declaração deve constar o n.º do CPF. E RG. da pessoa que assinar a declaração, poderá ser feita pelo atleta ou pelo Clube). Transcorridos 30(trinta) dias sem o pronunciamento do clube de origem, após consulta da Federação, o atleta será transferido à revelia, conforme regulamento da FIFA. O atleta menor de 18(dezoito) anos não pode ser transferido para o exterior. 8

9 TERMO DE RESCISÃO DE CONTRATO É Facultado as partes, a qualquer tempo, rescindir o contrato, mediante a documento escrito. FORMULÁRIO CBF. TERMO DE RESCISÃO DE CONTRATO. O documento, elaborado em 05(cinco) vias. Não serão registradas as rescisões, que estiverem em desacordo com as prescrições legais, que forem encaminhadas a Federação depois de 20 dias da assinatura. Campos 1- Se for contrato definitivo; 2- Se for contrato de empréstimo; 3- Número de inscrição na CBF;. 4- Nome do Atleta nome completo do atleta;. 5- Apelido; 6- Federação Federação Alagoana de Futebol; 7- Associação nome completo da Associação; 8- N.º do Clube na CBF; 9- Presidente do Clube nome do presidente da Associação; 10- Resolvem de comum acordo, rescindir o contrato número do contrato; 11- de:...12 a...; Autorizo o menor, qualificado como JOGADOR, a rescindir o presente contrato de trabalho; 13- Assinatura do Pai ou Responsável 14-CPF. 15- Local e Data local e data da rescisão(preenchido do próprio punho do jogador no ato da assinatura); 16- Atleta assinatura do Atleta; 17- Presidente da Associação assinatura do Presidente da Associação; 18- Concordância Clube de Origem assinatura do Presidente (em caso de empréstimo); A 2º VIA SERÁ ENTREGUE AO JOGADOR NO ATO DA ASSINATURA 9

10 TERMO ADITIVO CONTRATUAL É facultado as partes, alterar, prorrogar o contrato, mediante documentos escritos. Somente será admitido um termo aditivo contratual que objetive prorrogação do prazo contratual desde que: a) Seja firmado após o decurso de metade do prazo contratual (RDP nº02/2006). b) Tenha a data colocada de próprio punho do jogador c) O prazo de prorrogação não ultrapasse um ano. A restrição contida no item anterior quanto ao período de prorrogação, não se aplica ao jogador menor, quando atinja 18 (dezoito) anos de idade, hipótese em que a prorrogação poderá ser por período que complete 05 (cinco) anos de contrato (RDP Nº03/2005). Não serão admitidas: prorrogação inferior a 30 (trinta) dias. As alterações, prorrogações de contratos só terão validades depois de registradas na CBF e na FEDERAÇÃO. Não serão registradas as alterações, prorrogações, que estiverem em desacordo com as prescrições legais, que forem encaminhadas a Federação depois de 20 (vinte) dias da assinatura. 10

11 MODELO DECLARAÇÃO DE VÍNCULO PRIMEIRO CONTRATO (profissional) ou INSCRIÇÃO (amador) PAPEL OFÍCIO, COM TIMBRE DO CLUBE Exmo. Sr. Gustavo Dantas Feijó DD.Presidente da Federação Alagoana de Futebol Eu,...., nascido aos... de... de..., na cidade de..., Estado de...filho de... e de... declaro isentar o clube..., de qualquer responsabilidade ou sanções que possam ocorrer devido a omissão de acordo anteriormente por mim firmados. Sem mais para o momento, Atenciosamente, Ass. Do Atleta 11

12 MODELO DECLARAÇÃO FINANCEIRA Transferências Internacionais PAPEL OFÍCIO COM TIMBRE DO CLUBE À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL RIO DE JANEIRO RJ Prezados Senhores, O, devidamente cadastrado no CNPJ/MF:, com sede na Cidade de, declara que, NÃO TEVE ÔNUS NEM COMPENSAÇÃO FINANCEIRA, referente à transferência do atleta, do filiado a FEDERAÇÃO, para o. Sem mais para o momento, subscrevemo-nos. Atenciosamente, Ass. Atleta R.G.: CPF.: Ass. Presidente da Associação R.G.: CPF.: 12

13 DOCUMENTOS PARA REGISTRO DE ATLETAS AMADORES: JUNIORES (para atletas de 17 à 20 anos): 01- Formulário FAF (cor Verde, devidamente preenchido e com uma foto 3x4 colada), devidamente assinado pelo Presidente do clube e o atleta; 02- Cartão de Identidade de Atleta Junior (cor Verde devidamente preenchido e com foto 3x4 colada); 03- Certidão de Nascimento, Original e Xérox; 04- Alistamento Militar e/ou Certificado de dispensa; 05- Atestado de Saúde; 06- Carteira de identidade do atleta original e xérox; 07- Declaração Escolar, de que está matriculado e cursando, em estabelecimento de ensino, com firma reconhecida em cartório da assinatura do diretor; Fotos 3x4, atualizadas e iguais. JUVENIL (para atletas de 15 à 17 anos) 01- Formulário FAF (cor Amarelo, devidamente preenchido e com uma foto 3x4 colada), devidamente assinado pelo Presidente do clube, o atleta e o Pai (e/ou responsável legal), com assinatura reconhecida firma em cartório. 02- Cartão de Identidade de Atleta Junior (cor Amarela devidamente preenchida e com uma foto 3x4 colada); 03- Certidão de Nascimento, Original e Xérox; 04- Atestado de Saúde; 05- Carteira de identidade do atleta original e xérox; 06- Certeira de identidade do Genitor/Responsável legal, original e xérox; 07- Declaração Escolar, de que está matriculado e cursando, em estabelecimento de ensino, com firma reconhecida em cartório da assinatura do diretor; Fotos 3x4, atualizadas e iguais. INFANTIL (para atletas de 13 à 15 anos) 01- Formulário FAF (cor Rosa, devidamente preenchido e com uma foto 3x4 colada), devidamente assinado pelo Presidente do clube, o atleta e o Pai (e/ou responsável legal), com assinatura reconhecida firma em cartório. 02- Cartão de Identidade de Atleta Junior (cor Rosa devidamente preenchida e com uma foto 3x4 colada); 03- Certidão de Nascimento, Original e Xérox; 04- Atestado de Saúde; 05- Carteira de identidade do atleta original e xérox; 06- Certeira de identidade do Genitor/Responsável legal, original e xérox; 13

14 07- Declaração Escolar, de que está matriculado e cursando, em estabelecimento de ensino, com firma reconhecida em cartório da assinatura do diretor; Fotos 3x4, atualizadas e iguais. REGISTRO DE ATLETA AMADOR ESTRANGEIRO 01- Formulário FAF., para atletas (modelos N.ºs 17 ou 18) de acordo com a idade. (devidamente preenchido e com foto 3x4 colada). 02- Cartão de Identidade de Atleta (devidamente preenchido e com foto 3x4 colada). 03- Xerox Autenticada dos seguintes Documentos: Passaporte; Visto Temporário; Certidão de Nascimento Original C/ Tradução; Procuração do Pai ou Mãe para Responsável no Brasil (com tradução); Documento do Responsável. 14

15 REVERSÃO DE CATEGORIA O Atleta profissional cujo contrato tenha terminado, por decurso de prazo ou por rescisão, poderá reverter a classe amador, com ou sem transferência. Na reversão o atleta só terá condição de jogo na nova classe depois de decorridos 30 dias, contados da última partida. (parecer normativo DJU nº 26/ /10/2006 CBF). Pedidos de reversão dar entrada em Pedido de Reversão, conforme modelo abaixo, em 02(duas) vias. O Pedido de Reversão deverá ser apresentado em ofício da Liga pelo atleta à ser inscrito. MODELO DE PEDIDO DE REVERSÃO (Federação) Maceió,... de... de... Ilmo Sr. Gustavo Dantas Feijó Presidente da FERAÇÃO ALAGOANA DE FUTEBOL Maceió AL Eu,... nascido no dia.../.../... em..., Estado de..., filho de... e de..., Tendo sido atleta profissional, com meu último contrato pelo Clube..., filiado a Federação Alagoana de Futebol, com início em... e término em..., vem mui respeitosamente solicitar minha reversão para categoria amadora. Atenciosamente, Ass. do Atleta 15

16 MODELO DE PEDIDO DE REVERSÃO (CBF) Maceió,... de... de... Ilmo Sr. Presidente da CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL Rio de Janeiro RJ Eu,... nascido no dia.../.../... em..., Estado de..., filho de... e de..., tendo sido atleta profissional, com meu último contrato pelo Clube..., filiado a Federação Alagoana de Futebol, com início em... e término em..., vem mui respeitosamente solicitar minha reversão para categoria amadora. Atenciosamente, Ass. do Atleta 16

DEPARTAMENTO DE REGISTROS E TRANSFERÊNCIAS Manual de Procedimentos - Temporada 2015

DEPARTAMENTO DE REGISTROS E TRANSFERÊNCIAS Manual de Procedimentos - Temporada 2015 MANUAL DE PROCEDIMENTOS DO DEPARTAMENTO DE REGISTROS E TRANSFERÊNCIAS FEDERAÇÃO PARANAENSE DE FUTEBOL 2015 O procedimento para o protocolo do pedido de registro de atleta seguirá a seguinte tramitação:

Leia mais

FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL Fundada em 31 de Março de 1995 Filiada a Confederação Brasileira de Basketball

FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL Fundada em 31 de Março de 1995 Filiada a Confederação Brasileira de Basketball RESOLUÇÃO DE DIRETORIA RD 007/2010 A Diretoria da Federação Catarinense de Basketball, reunida em 19 de Janeiro de 2010, por proposta do Departamento de Registros e Documentação, e no uso de suas atribuições,

Leia mais

MANUAL PARA INSCRIÇÃO E REGISTRO DE ATLETAS AMADORES

MANUAL PARA INSCRIÇÃO E REGISTRO DE ATLETAS AMADORES MANUAL PARA INSCRIÇÃO E REGISTRO DE ATLETAS AMADORES Preenchendo a Ficha de Inscrição 1) No ato da inscrição, o Clube deve protocolar junto à secretaria da FES uma relação com os nomes de todos os atletas

Leia mais

NORMAS DO SETOR DE REGISTROS DE ATLETAS 2013 - RESUMO

NORMAS DO SETOR DE REGISTROS DE ATLETAS 2013 - RESUMO Federação Paranaense de Futebol de Salão ====================================================================================== Rua Marechal Deodoro, 869-15º Andar - Conjs. 1505/06 - CEP.: 80.060-010 Fone/Fax:

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE PESSOA JURÍDICA

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE PESSOA JURÍDICA DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE PESSOA JURÍDICA (Cópias e originais ou cópias autenticadas) 1- Requerimento; 2- Contrato Social + Aditivos (se tiver, todos); 3- CNPJ (atualizado); 4- Indicação

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 003/ 2009-FNF

RESOLUÇÃO Nº 003/ 2009-FNF FEDERAÇÃO NORTE-RIOGRANDENSE DE FUTEBOL FILIADA À CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL Av. Hermes da Fonseca, 687 Anexo Estádio Juvenal Lamartine Tirol - Natal/RN CEP: 59015-001 - C.G.C. 11.941.077/0001-82

Leia mais

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em Cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação do CREA. Documentos obrigatórios

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS PESSOA FÍSICA

PERGUNTAS E RESPOSTAS PESSOA FÍSICA PERGUNTAS E RESPOSTAS PESSOA FÍSICA 01 O que é preciso para me registrar no CRC-CE? Realizar o exame de suficiência e ser aprovado, fazer o pré-registro no site do CRC-CE, efetuar o pagamento das taxas

Leia mais

Montes Claros/MG, / / 2015. Assinatura (por extenso) do Atleta

Montes Claros/MG, / / 2015. Assinatura (por extenso) do Atleta FICHA DE INSCRIÇÃO DE ATLETA NOME DO ATLETA: Assinatura (por extenso) do Atleta Autorizo meu filho menor a se inscrever e participar da Iª COPA DE FUTEBOL DE CAMPO/MIRIM DESPORTISTA JOSÉ MARIA MELO VERSÃO

Leia mais

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em Cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação do CREA. Documentos obrigatórios

Leia mais

PORTARIA DETRO/PRES. Nº 1088 DE 17 DE SETEMBRO DE 2012.

PORTARIA DETRO/PRES. Nº 1088 DE 17 DE SETEMBRO DE 2012. PORTARIA DETRO/PRES. Nº 1088 DE 17 DE SETEMBRO DE 2012. Dispõe sobre os procedimentos a serem observados e aplicados no parcelamento/reparcelamento de débitos referente a multas e taxa de vistoria e fiscalização

Leia mais

Hospedagem de Crianças e Adolescentes

Hospedagem de Crianças e Adolescentes Hospedagem de Crianças e Adolescentes Principais Documentos de Identificação RG; RNE (Registro Nacional de Estrangeiros); Passaporte; CNH (Carteira Nacional de Habilitação); Carteira de Trabalho; Carteira

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS Formulário de Requerimento de Averbação e Registro

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS Formulário de Requerimento de Averbação e Registro Formulário de Requerimento de Averbação e Registro Formulário de Requerimento de Averbação e Registro de Contratos e Faturas, em três vias, devidamente preenchido (datilografado, digitado ou manuscrito

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE EMPRESA. (Cópias e originais ou cópias autenticadas)

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE EMPRESA. (Cópias e originais ou cópias autenticadas) 1- Requerimento DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA REGISTRO DE EMPRESA 2- Contrato Social e seus aditivos E CNPJ (Cópias e originais ou cópias autenticadas) 3- Indicação de responsável (eis) técnico (s) para

Leia mais

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia CRTR 10ª REGIÃO/PR Serviço Público Federal

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia CRTR 10ª REGIÃO/PR Serviço Público Federal ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO DE PESSOA FÍSICA VIA CORREIO 1. Solicitar os boletos para recolhimento da taxa de inscrição de pessoa física, da taxa de expedição da habilitação e da anuidade (proporcional),

Leia mais

A proposta de adesão é preenchida pelo beneficiário principal, nos campos listados abaixo:

A proposta de adesão é preenchida pelo beneficiário principal, nos campos listados abaixo: Movimentações Cadastrais: Inclusões: TIPOS: Imediata: Movimentações recebidas fora do prazo de 25 a 30 dias antes do vencimento serão processadas, com aplicação de cobrança proporcional em fatura do mês

Leia mais

DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS

DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS Formulário cadastral contendo assinatura do estudante e foto 3x4 recente colada na parte indicada Cópia legível do documento de identificação oficial do estudante frente e verso

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES RESOLUÇÃO CFC N.º 1.166/09 Dispõe sobre o Registro Cadastral das Organizações Contábeis. regimentais, O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e RESOLVE: CAPÍTULO I

Leia mais

Obrigações Eleitorais

Obrigações Eleitorais Obrigações Eleitorais Votação no Catar Inscrição eleitoral para residentes no Catar Documentação necessária para inscrição eleitoral no Catar Transferência do título de eleitor para o Catar Documentação

Leia mais

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA INSCRIÇÃO DE TÉCNICO (A) / TECNÓLOGO (A) EM RADIOLOGIA 3 fotos coloridas 3x4 para documento; Cópia da cédula de Identidade (RG); Cópia da cédula do CPF; Cópia do Título de Eleitor;

Leia mais

Edital do Processo Seletivo de Transferência entre Faculdades 2014/1

Edital do Processo Seletivo de Transferência entre Faculdades 2014/1 Edital do Processo Seletivo de Transferência entre Faculdades 2014/1 A Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) de São Paulo, sob a responsabilidade do diretor-geral de graduação, professor Luiz

Leia mais

Formulários rios Eletrônicos. FORM-e

Formulários rios Eletrônicos. FORM-e FORM-e O Formulário Eletrônico (Form-e) chega para substituir os antigos formulários de contrato que são registrados nas Federações Estaduais e será utilizado exclusivamente por Clubes e Federações; O

Leia mais

[CONFIDENCIAL] Manual para Formalização Consignado INSS. Outubro/14

[CONFIDENCIAL] Manual para Formalização Consignado INSS. Outubro/14 1 [CONFIDENCIAL] Manual para Formalização Consignado INSS Outubro/14 Sumário 1. Ficha Cadastral... 3 2. CCB Cédula de Crédito Bancário... 3 3. Identificação Civil (RG)... 4 4. Identificação Financeira

Leia mais

Taxas: Certidão R$ 36,89 ART R$ 60,00

Taxas: Certidão R$ 36,89 ART R$ 60,00 DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA IDICAÇÃO DE RESPONSÁVEL TÉCNICO (Cópias e originais ou cópias autenticadas) 1- Requerimento; 2- Indicação de responsável (eis) técnico (s) para atividades técnicas da Empresa

Leia mais

CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE

CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE No ato de entrega dos documentos o candidato deve apresentar os originais e as cópias para conferência. 1.Documentos Diversos a) Cópia de documento de identificação (ou certidão de nascimento, quando menor

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO A SER APRESENTADA PARA EMISSÃO DE CERTIDÃO DE ACERVO TÉCNICO:

DOCUMENTAÇÃO A SER APRESENTADA PARA EMISSÃO DE CERTIDÃO DE ACERVO TÉCNICO: O QUE É ACERVO TÉCNICO? O Acervo Técnico é o conjunto das atividades desenvolvidas ao longo da vida do profissional, compatíveis com suas atribuições desde que registradas no Crea-ES por meio de ARTS -Anotações

Leia mais

Confederação Brasileira de Futsal

Confederação Brasileira de Futsal CONSOLIDAÇÃO DAS NORMAS DE TRANSFERÊNCIAS DE ATLETAS DE FUTSAL N 01/2013 A Presidência da Confederação Brasileira de Futebol de Salão - CBFS, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo disposto

Leia mais

REGISTROS. Certidão de nascimento ou casamento (cópia autenticada em cartório); Titulo eleitoral (cópia autenticada em cartório);

REGISTROS. Certidão de nascimento ou casamento (cópia autenticada em cartório); Titulo eleitoral (cópia autenticada em cartório); REGISTROS Registro Provisório: Para os bibliotecários que ainda não receberam o diploma. Declaração da Escola atualizada (uma dos últimos 02 meses), informando que o diploma encontra-se em fase de registro

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA POSSE NO CARGO PÚBLICO

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA POSSE NO CARGO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE OLHO D ÁGUA DAS FLORES CNPJ: nº 12.251.468/0001-38 Avenida 02 de Dezembro, nº 426 - Centro. Fone/Fax: (82) 3623.1280 e-mail: prefeituraoaflores@ig.com.br DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Leia mais

Coordenadoria de Residência Médica

Coordenadoria de Residência Médica EDITAL 02/2015 DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA Ano 2015. Atenção: Recomenda-se a leitura atenta de todo o Edital antes de realizar a inscrição. A Comissão de Residência Médica da Associação

Leia mais

Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação do CREA.

Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação do CREA. SERVIÇOS Registro de Pessoa Física Serviços Relacionados à Pessoa Física Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO N.º 02/2016 EDITAL Nº 001- ABERTURA DO PROCESSO

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO N.º 02/2016 EDITAL Nº 001- ABERTURA DO PROCESSO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO N.º 02/2016 EDITAL Nº 001- ABERTURA DO PROCESSO Edital de Processo Seletivo Simplificado para contratação por prazo determinado para atividades necessárias e imprescindíveis.

Leia mais

Vagas reservadas - Lei nº 12.711/2012

Vagas reservadas - Lei nº 12.711/2012 Vagas reservadas - Lei nº 12.711/2012 Candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente

Leia mais

ROTEIRO DE INSTRUÇÕES PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE T.T.I.

ROTEIRO DE INSTRUÇÕES PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE T.T.I. ROTEIRO DE INSTRUÇÕES PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE T.T.I. ou CURSO SUPERIOR EM CIÊNCIAS IMOBILIÁRIAS Uma das condições para o recebimento do título de Técnico em Transações Imobiliárias ou diploma de

Leia mais

Coordenadoria de Residência Médica Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus - OSS. Hospital Regional de Presidente Prudente, SP.

Coordenadoria de Residência Médica Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus - OSS. Hospital Regional de Presidente Prudente, SP. EDITAL RM. Nº 01/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DE ACESSO DIRETO NAS ÁREAS DE PEDIATRIA, OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA E INFECTOLOGIA DA ASSOCIAÇÃO LAR SÃO FRANCISCO DE ASSIS NA

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES RESOLUÇÃO CFC N.º 1.390/12 Dispõe sobre o Registro Cadastral das Organizações Contábeis. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE: CAPÍTULO I

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE:

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade.

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade. RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE:

Leia mais

INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE O SEGURO DESEMPREGO

INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE O SEGURO DESEMPREGO INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE O SEGURO DESEMPREGO Benefício temporário concedido ao trabalhador desempregado dispensado sem justa causa é composto por 3 a 5 parcelas mensais, pagas em dinheiro, de valores

Leia mais

Prefeitura de São Luís. Secretaria Municipal de Meio Ambiente SEMMAM

Prefeitura de São Luís. Secretaria Municipal de Meio Ambiente SEMMAM Prefeitura de São Luís Secretaria Municipal de Meio Ambiente SEMMAM A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de São Luís SEMMAM, considerando o disposto na Lei Federal nº. 8.745/93 e suas alterações, na

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 1.371/11 Dispõe sobre o Registro das Entidades Empresariais de Contabilidade. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE: CAPÍTULO

Leia mais

Documentos necessários para emissão do Certificado e-cnpj:

Documentos necessários para emissão do Certificado e-cnpj: Documentos necessários para emissão do Certificado e-cnpj: Para emissão do e - CNPJ é obrigatório que o representante legal apresente pessoalmente os seguintes documentos (originais e cópias): Referentes

Leia mais

Associação de Futebol de Viseu

Associação de Futebol de Viseu Associação de Futebol de Viseu ANEXOS ANEXO 1 BOLETIM DE FILIAÇÃO O Clube: (Nome completo) Com Sede na: Freguesia de: Concelho de: Código - Contribuinte nº: Email: Em cumprimento do disposto no Estatuto

Leia mais

B - Programa de Inclusão, Capacitação para Filhos, Dependentes Legais e Estudantes

B - Programa de Inclusão, Capacitação para Filhos, Dependentes Legais e Estudantes Bolsas de estudo A - Programa de Capacitação do PROFESSOR/AUXILIAR Todo PROFESSOR/AUXILIAR tem direito a bolsa de estudo integral, incluindo matrícula, em cursos de graduação, sequenciais e pós-graduação

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 510, DE 22 DE JANEIRO DE 2015.

SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 510, DE 22 DE JANEIRO DE 2015. SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR SUSEP N.º 510, DE 22 DE JANEIRO DE 2015. Dispõe sobre o registro de corretor de seguros, de capitalização e de previdência, pessoa física e pessoa jurídica,

Leia mais

Sumário 1. INTRODUÇÃO

Sumário 1. INTRODUÇÃO Registro profissional dos contabilistas Em face da publicação da Resolução CFC nº 1.461/2014 - DOU 1 de 17.02.2014, este procedimento foi atualizado. Tópico atualizado: 1.1 Sujeição e aprovação em exame

Leia mais

EDITAL N.º 219/2012 TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA - 2º SEMESTRE/2012

EDITAL N.º 219/2012 TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA - 2º SEMESTRE/2012 EDITAL N.º 219/2012 TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA - 2º SEMESTRE/2012 O VICE-REITOR da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), no uso de suas atribuições legais e estatutárias, nos termos da

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 O Município de Vale do Sol, RS, através do Prefeito Municipal. Sr. Clécio Halmenschlager, comunica aos interessados que está procedendo ao CREDENCIAMENTO de pessoas

Leia mais

FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA - EDITAL Nº 02/2016, de 29 de janeiro de 2016.

FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA - EDITAL Nº 02/2016, de 29 de janeiro de 2016. FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA - EDITAL Nº 02/2016, de 29 de janeiro de 2016. NORMAS DO PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NA FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA EM 2016. A Faculdade Cesumar de Curitiba torna públicas

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA MAA N 14, DE 29 DE OUTUBRO DE 1999

INSTRUÇÃO NORMATIVA MAA N 14, DE 29 DE OUTUBRO DE 1999 REVOGADA PELA IN SEAP N 03/2004 INSTRUÇÃO NORMATIVA MAA N 14, DE 29 DE OUTUBRO DE 1999 O Ministro de Estado da Agricultura e do Abastecimento, no uso da atribuição que lhe confere o art. 87, parágrafo

Leia mais

EDITAL DE MATRÍCULA Nº 01/2015 PROEN

EDITAL DE MATRÍCULA Nº 01/2015 PROEN MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROCESSO SELETIVO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS OCIOSAS 2014 PS-PVO 2014 EDITAL DE MATRÍCULA Nº 01/2015

Leia mais

Parágrafo único. O prazo de validade do CA objeto de pedido de alteração será o mesmo do CA anteriormente concedido.

Parágrafo único. O prazo de validade do CA objeto de pedido de alteração será o mesmo do CA anteriormente concedido. MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO PORTARIA N.º 162, DE 12 DE MAIO DE 2006 (DOU de 16/05/06 Seção 1) Estabelece procedimentos para o cadastro de empresas e para a emissão

Leia mais

A) MATRÍCULA CONSULAR - (PELA PRIMEIRA VEZ, RENOVAR OU ALTERAR DADOS) GRÁTIS.

A) MATRÍCULA CONSULAR - (PELA PRIMEIRA VEZ, RENOVAR OU ALTERAR DADOS) GRÁTIS. A) MATRÍCULA CONSULAR - (PELA PRIMEIRA VEZ, RENOVAR OU ALTERAR DADOS) GRÁTIS. SOMENTE para brasileiros, de qualquer idade e que resida na área de jurisdição do Consulado. A Matrícula Consular NÃO substitui

Leia mais

Prefeitura do Município de Foz do Iguaçu Foz Previdência

Prefeitura do Município de Foz do Iguaçu Foz Previdência INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 05/2015 FOZPREV DATA: 18 de dezembro de 2015 SÚMULA: Estabelece a forma e os procedimentos para o Recadastramento Anual, na modalidade Prova de Vida, dos pensionistas vinculados

Leia mais

PORTARIA SECDES/SEAP/PR N 20, DE 6 DE JUNHO DE 2005.

PORTARIA SECDES/SEAP/PR N 20, DE 6 DE JUNHO DE 2005. PORTARIA SECDES/SEAP/PR N 20, DE 6 DE JUNHO DE 2005. O SUBSECRETÁRIO DE DESENVOLVIMENTO DA AQÜICULTURA E PESCA DA SECRETARIA ESPECIAL DE AQUICULTURA E PESCA DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição

Leia mais

SERVIÇOS. Serviços Relacionados à Pessoa Física

SERVIÇOS. Serviços Relacionados à Pessoa Física SERVIÇOS Serviços Relacionados à Pessoa Física Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação do CREA. Documentos

Leia mais

Edital de Chamamento Público nº 001/2016 Protocolo nº 020/2015

Edital de Chamamento Público nº 001/2016 Protocolo nº 020/2015 Edital de Chamamento Público nº 001/2016 Protocolo nº 020/2015 Credenciamento de instituições financeiras interessadas na concessão de empréstimos consignados em folha de pagamento aos empregados desta

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N 127, de 13 de abril de 2000

CIRCULAR SUSEP N 127, de 13 de abril de 2000 MINISTÉRIO DA FAZENDA Superintendência de Seguros Privados CIRCULAR SUSEP N 127, de 13 de abril de 2000 Dispõe sobre a atividade de corretor de seguros, e dá outras providências. O SUPERINTENDENTE DA SUPERINTENDÊNCIA

Leia mais

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO

SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde Edital 001/2015 PROCESSO SELETIVO A Direção da SOBRESP - Faculdade de Ciências da Saúde torna públicas as normas a seguir, que regem o Processo Seletivo Vestibular

Leia mais

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL 1. DA ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO 1.1. Os interessados em se inscrever e/ou renovar o Registro Cadastral junto ao GRB deverão encaminhar a documentação a seguir estabelecida,

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA UTILIZAÇÃO DO FGTS (Check list) Modalidade: AQUISIÇÃO À VISTA (DAMP 1)

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA UTILIZAÇÃO DO FGTS (Check list) Modalidade: AQUISIÇÃO À VISTA (DAMP 1) (I) DO COMPRADOR ( ) Ficha Cadastral do Proponente (Original, preenchida, datada e assinada) ( ) Documento de Identidade de todos os compradores e seus respectivos cônjuges, se for o caso ( ) CPF de todos

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 O Município de Boa Vista do Buricá, comunica aos interessados

Leia mais

REGULAMENTO NACIONAL DE REGISTRO E TRANSFERÊNCIA DE ATLETAS DE FUTEBOL

REGULAMENTO NACIONAL DE REGISTRO E TRANSFERÊNCIA DE ATLETAS DE FUTEBOL REGULAMENTO NACIONAL DE REGISTRO E TRANSFERÊNCIA DE ATLETAS DE FUTEBOL REGULAMENTO NACIONAL DE REGISTRO E TRANSFERÊNCIA DE ATLETAS DE FUTEBOL 1 SUMÁRIO Título Página CAPÍTULO I Categorias de Atletas...

Leia mais

NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA MATRÍCULA PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE

NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA MATRÍCULA PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA MATRÍCULA PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE 1. DO PROGRAMA 1.1 Os cursos gratuitos do Programa Senac de Gratuidade (PSG) destinam-se a pessoas de baixa renda, na condição de alunos

Leia mais

O correto preenchimento de todos os campos deste formulário é de crucial importância para nossa empresa.

O correto preenchimento de todos os campos deste formulário é de crucial importância para nossa empresa. FORMULÁRIO DE CADASTRO DE TRABALHADOR PARA O e - Social Nº de Controle Prezado Colaborador; O correto preenchimento de todos os campos deste formulário é de crucial importância para nossa empresa. Deste

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS SUBCOORDENADORIA DE INF. ECONÔMICO-FISCAIS GERÊNCIA DE CADASTRO

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS SUBCOORDENADORIA DE INF. ECONÔMICO-FISCAIS GERÊNCIA DE CADASTRO FIRMA EMPRESARIAL INSCRIÇÃO 1 - PREENCHER A FICHA DE ATUALIZAÇÃO CADASTRAL" (FAC), EM DUAS VIAS, ASSINADO PELO RESPONSÁVEL (TITULAR) - adquirir nas tipografias 2 - DECLARAÇÃO DE FIRMA INDIVIDUAL REGISTRADO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO REIS EDITAL Nº 001/ 2014

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO REIS EDITAL Nº 001/ 2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO REIS EDITAL Nº 001/ 2014 SORTEIO PARA ADMISSÃO DE ALUNOS AO COLÉGIO UNIVERSITÁRIO GERALDO

Leia mais

ADENDO AO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO ESPM RIO 2015-2 VAGAS REMANESCENTES

ADENDO AO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO ESPM RIO 2015-2 VAGAS REMANESCENTES ADENDO AO EDITAL DO PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO ESPM RIO 2015-2 VAGAS REMANESCENTES A Diretora Geral da ESPM Unidade Rio de Janeiro, em consonância com o regimento da instituição, torna públicas

Leia mais

Relação de Documentos Exigidos Para Inscrição Pessoa Jurídica

Relação de Documentos Exigidos Para Inscrição Pessoa Jurídica Relação de Documentos Exigidos Para Inscrição Pessoa Jurídica AS CÓPIAS DOS DOCUMENTOS APRESENTADOS DEVERÃO ESTAR AUTENTICADAS OU ACOMPANHADAS DOS ORIGINAIS. 1. Preencher o requerimento, que deverá ser

Leia mais

EDITAL N.º 183/2015 EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA REALIZAÇÃO DE TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA ESPANHOLA/2015

EDITAL N.º 183/2015 EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA REALIZAÇÃO DE TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA ESPANHOLA/2015 EDITAL N.º 183/2015 EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA REALIZAÇÃO DE TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA ESPANHOLA/2015 A REITORA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA no uso de suas atribuições legais e estatutárias, e

Leia mais

EDITAL N.º 138/2012 TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA - 1º SEMESTRE/2012

EDITAL N.º 138/2012 TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA - 1º SEMESTRE/2012 EDITAL N.º 138/2012 TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA - 1º SEMESTRE/2012 A REITORA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias torna público para conhecimento

Leia mais

EDITAL RM. Nº 03/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÕES NA ÁREA DE CLÍNICA MÉDICA.

EDITAL RM. Nº 03/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÕES NA ÁREA DE CLÍNICA MÉDICA. EDITAL RM. Nº 03/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÕES NA ÁREA DE CLÍNICA MÉDICA. A Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da Unoeste, faz saber que

Leia mais

0504 - PROCEDIMENTOS PARA HABILITAÇÃO

0504 - PROCEDIMENTOS PARA HABILITAÇÃO CAPÍTULO 5 HABILITAÇÃO DA CATEGORIA DE AMADORES 0501 - APLICAÇÃO Este capítulo estabelece as categorias de amadores, sua correspondência com categorias profissionais, dos procedimentos para habilitação,

Leia mais

SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIOS

SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIOS NÍVEL SUPERIOR REALIZAÇÃO: Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas U F S C a r EDITAL Nº 011/2012 O Pró-Reitor de Gestão de Pessoas da Universidade

Leia mais

Relação de Documentos OBRIGATÓRIOS a ser encaminhado pela UTE ao Agente Financeiro UTE CÓDIGO DA PROPOSTA - -

Relação de Documentos OBRIGATÓRIOS a ser encaminhado pela UTE ao Agente Financeiro UTE CÓDIGO DA PROPOSTA - - UTE INFORMAÇÕES PARA CONTATO: NOME: TELEFONE: ( ) EMAIL: AGENTE FINANCEIRO DE ENCAMINHAMENTO DA PROPOSTA: ( ) BANCO DO BRASIL ( ) BANCO DO NORDESTE ( ) CAIXA ECONÔMICA FEDERAL LINHA DE FINANCIAMENTO: (

Leia mais

ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL

ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL ORIENTAÇÕES SOBRE A ATUALIZAÇÃO CADASTRAL DO SERVIDOR MUNICIPAL Apresentação A Prefeitura Municipal de Goiânia realizará a atualização cadastral dos Servidores

Leia mais

PROCESSO LICITATÓRIO Nº 0052/2010, INEXIGIBILIDADE Nº 0006/2010 EDITAL DE CREDENCIAMENTO UNIVERSAL

PROCESSO LICITATÓRIO Nº 0052/2010, INEXIGIBILIDADE Nº 0006/2010 EDITAL DE CREDENCIAMENTO UNIVERSAL 1 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 0052/2010, INEXIGIBILIDADE Nº 0006/2010 Inex 006 Credenc Medico Saude EDITAL DE CREDENCIAMENTO UNIVERSAL A Prefeitura Municipal de Xanxerê, estado de Santa Catarina, através do

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006 ! " TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006 PROCESSO Nº 1.825/2005 Regime Jurídico: Lei nº 8.666/93, alterações e normas complementares Tipo de Licitação: MENOR PREÇO Modalidade: TOMADA DE PREÇOS O CONSELHO REGIONAL

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho ATENDIMENTO IT. 14 13 1 / 20 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para o atendimento realizado pelo Crea GO ao profissional, empresa e público em geral. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA Lei n 5.194 24 de dezembro

Leia mais

Nele também são averbados atos como o reconhecimento de paternidade, a separação, o divórcio, entre outros, além de serem expedidas certidões.

Nele também são averbados atos como o reconhecimento de paternidade, a separação, o divórcio, entre outros, além de serem expedidas certidões. No Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais são regis- trados os atos mais importantes da vida de uma pessoa, como o nascimento, o casamento e o óbito, além da emancipação, da interdição, da ausência

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DE FORMULÁRIOS DISPONÍVEIS NA INTERNET

INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DE FORMULÁRIOS DISPONÍVEIS NA INTERNET 0 SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGÓCIOS DA SEGURANÇA PÚBLICA DIRETORIA DE PESSOAL - DIVISÃO DE SELEÇÃO E ALISTAMENTO CONCURSO PÚBLICO SD PM 2ª CLASSE INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO DE FORMULÁRIOS DISPONÍVEIS

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 6.996, DE 7 DE JUNHO MAIO DE 1982. Dispõe sobre a utilização de processamento eletrônico de dados nos serviços eleitorais e

Leia mais

AVISO DE SINISTRO MORTE NATURAL - CÔNJUGE INCLUSÃO FACULTATIVA

AVISO DE SINISTRO MORTE NATURAL - CÔNJUGE INCLUSÃO FACULTATIVA AVISO DE SINISTRO MORTE NATURAL - CÔNJUGE INCLUSÃO FACULTATIVA A liquidação do sinistro começa com o AVISO DO SINISTRO à Seguradora. No caso de Evento(s) que possa(m) acarretar responsabilidade à Sociedade

Leia mais

RESPOSTAS A PERGUNTAS MAIS FREQUENTES DA SOCIEDADE (inciso VI do art. 8º da Lei nº 12.527/2011) SUMÁRIO. 1. Registro Profissional...

RESPOSTAS A PERGUNTAS MAIS FREQUENTES DA SOCIEDADE (inciso VI do art. 8º da Lei nº 12.527/2011) SUMÁRIO. 1. Registro Profissional... SUMÁRIO 1. Registro Profissional... 2 2. Isenção de Anuidade... 3 3. Transferência de Regional... 4 4. Cancelamento de Registro (Pessoa Física)... 5 5. Reativação de Registro Profissional... 6 6. Parcelamento

Leia mais

FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA EDITAL Nº 01/2016, de 15 de janeiro de 2016.

FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA EDITAL Nº 01/2016, de 15 de janeiro de 2016. FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA EDITAL Nº 01/2016, de 15 de janeiro de 2016. NORMAS DO PROCESSO SELETIVO AGENDADO PARA INGRESSO NA FACULDADE CESUMAR DE CURITIBA EM 2016. A Direção da Faculdade Cesumar de

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 01/2014 - PMP

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 01/2014 - PMP EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 01/2014 - PMP Edital de Processo Seletivo Simplificado para contratação por prazo determinado. O Prefeito Municipal de Penha, no uso de suas atribuições, visando

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES CONFIDENCIAIS

FICHA DE INFORMAÇÕES CONFIDENCIAIS Página 1 de 14 SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA E DEFESA SOCIAL SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E GESTÃO DO ESTADO DO CEARÁ POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO CEARÁ ACADEMIA ESTADUAL DE SEGURANÇA PÚBLICA CONCURSO

Leia mais

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA

DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS AO PROCESSO DE SELEÇÃO E MATRÍCULA A Ficha Socioeconômica deve ser preenchida, sem rasuras, assinada pelo (a) candidato(a) ou pelo(a) pai, mãe e/ou responsável legal e, apresentada

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA PORTARIA N 1370/2004 PGJ.

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA PORTARIA N 1370/2004 PGJ. MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA PORTARIA N 1370/2004 PGJ. O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

R E S O L V E: I - DA TRANSFERÊNCIA EXTERNA FACULTATIVA

R E S O L V E: I - DA TRANSFERÊNCIA EXTERNA FACULTATIVA AEDA Nº. 053/REITORIA/2014 1/9 TRANSFERÊNCIA EXTERNA FACULTATIVA, TRANSFERÊNCIA INTERNA E APROVEITAMENTO DE ESTUDOS PARA O PRIMEIRO E SEGUNDO SEMESTRES LETIVOS DE 2015. O REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO

Leia mais

Relação de Documentos Exigidos Para Inscrição de Pessoa Física

Relação de Documentos Exigidos Para Inscrição de Pessoa Física Relação de Documentos Exigidos Para Inscrição de Pessoa Física AS CÓPIAS DOS DOCUMENTOS APRESENTADOS DEVERÃO ESTAR AUTENTICADAS OU ACOMPANHADAS DOS ORIGINAIS. Preencher o requerimento, que deverá ser entregue

Leia mais

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia CRTR 10ª REGIÃO/PR Serviço Público Federal

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia CRTR 10ª REGIÃO/PR Serviço Público Federal ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Solicitar os boletos para recolhimento da taxa de inscrição de pessoa física, da taxa de expedição da habilitação e da anuidade (proporcional), pelo e-mail:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ EDITAL Nº 001/2015, DE 05 DE MAIO DE 2015 CAMPUS AVANÇADO DIRCEU ARCOVERDE/IFPI Dispõe processo seletivo de candidatos para ingresso nos cursos de formação inicial e continuada (FIC) em Cadista para a

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO OBRIGATÓRIA PARA O EMBARQUE - ORIENTAÇÕES

DOCUMENTAÇÃO OBRIGATÓRIA PARA O EMBARQUE - ORIENTAÇÕES DOCUMENTAÇÃO OBRIGATÓRIA PARA O EMBARQUE - ORIENTAÇÕES Os documentos aqui mencionados deverão ser apresentados em suas vias originais, não sendo aceitas quaisquer reproduções, mesmo que autenticadas! I)

Leia mais

EDITAL N.º 192/2013 EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA REALIZAÇÃO DE TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA 2º SEMESTRE/2013

EDITAL N.º 192/2013 EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA REALIZAÇÃO DE TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA 2º SEMESTRE/2013 EDITAL N.º 192/2013 EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA REALIZAÇÃO DE TESTE DE PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA INGLESA 2º SEMESTRE/2013 A REITORA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias

Leia mais

16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador

16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador 16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador De Março a Julho de 2013 Organização: Prof. José Medeiros LIGA FARROUPILHA REGULAMENTO GERAL 1) Da fórmula de disputa: a) A competição contará com dezoito (18) equipes;

Leia mais

Anexo III - Requisição de Documentos

Anexo III - Requisição de Documentos Anexo III - Requisição de Documentos I - Identificação Documentos de identificação do candidato/aluno e dos membros de seu grupo familiar: 1. Documento de Identidade fornecida pelos órgãos de segurança

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO REGULAMENTO DO ESTATUTO

ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO REGULAMENTO DO ESTATUTO ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO REGULAMENTO DO ESTATUTO TÍTULO I DOS ASSOCIADOS Art.1º. Os associados distribuem-se pelas seguintes categorias: I - fundadores:

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA CULTURA Gabinete do Secretário

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA CULTURA Gabinete do Secretário EDITAL CONCURSO: PRÊMIO SÃO PAULO DE LITERATURA 2016 O Secretário da Cultura, Marcelo Mattos Araujo, torna público que, por um período de 45 (quarenta e cinco) dias, compreendido e entre 29 de março de

Leia mais