Google Web Toolkit* Clério Damasceno Soares, Daniel da Silva Filgueiras e Fábio Figueiredo da Silva

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Google Web Toolkit* Clério Damasceno Soares, Daniel da Silva Filgueiras e Fábio Figueiredo da Silva"

Transcrição

1 Google Web Toolkit* Clério Damasceno Soares, Daniel da Silva Filgueiras e Fábio Figueiredo da Silva Universidade Federal de Juiz de Fora UFJF-MG Campo Universitário Bairro Marmelos Juiz de Fora MG Brasil 1. Introdução O framework GWT que vêm do acrônimo Google Web Toolkit, é uma ferramenta para construção de interfaces web mais amigáveis e rápidas. O GWT foi feito para facilitar e agilizar o processo de desenvolvimento das interfaces de aplicações web utilizando AJAX (Asynchronous Javascript And XML). O desenvolvimento de aplicações que utilizam o conjunto de tecnologias que hoje são chamadas de AJAX já é lugar comum, mas todo esse movimento trouxe novos problemas, como o aumento considerável da quantidade de código JavaScript em aplicações web. Essa volta do JavaScript a tona no mercado trouxe problemas da não tão distante guerra dos navegadores web, onde cada fornecedor (na época a Microsoft e a Netscape) implementavam a linguagem JavaScript de uma forma diferente[geary, 2009]. Isso terminou por gerar problemas, principalmente para os desenvolvedores, que tinham reescrever partes intera das aplicações para garantir a compatibilidade entre os diversos navegadores. A implementação diferenciada do AJAX pelos navegadores atuais trouxe mais uma vez o fantasma da incompatibilidade do JavaScript para a vida dos desenvolvedores. Hoje, com o grande apelo dessa nova tecnologia, surgiram diversos frameworks que prometem simplificar o desenvolvimento de aplicações utilizando AJAX e um destes frameworks é o GWT, desenvolvido dentro do Google e liberado pelos seus desenvolvedores como software livre [DINIZ, 2009]. Diferentemente de outros frameworks, que normalmente fazem com que você ainda tenha que escrever ganchos em JavaScript para a sua aplicação utilizar as facilidades do AJAX, o GWT deixa com que você escreva o código da aplicação completamente em Java, para que você possa ter todas as facilidades que o desenvolvimento Java provê. Como ambientes de desenvolvimento integrados de alta qualidade, tipagem estática e debug nativo [DINIZ, 2009]. Depois de escrita a aplicação, um compilador especial transforma o código Java em código JavaScript nativo, para que ele possa executar no navegador cliente. E como imaginado, os desenvolvedores do projeto se preocuparam com a compatibilidade e fizeram com que o código gerado fosse garantidadamente compatível com os navegadores mais utilizados da atualidade [DINIZ, 2009]. A abordagem to GWT, entretanto, tem uma desvantagem, pois como o código Java é transformado em código JavaScript para executar no navegador, apenas algumas classes do Java estão disponíveis para uso (em sua maioria classes dos pacotes java.lang e java.util ) e funcionalidades avançadas da linguagem (como acesso a bancos de dados) tem que ser feitos utilizando o suporte a invocação remota de métodos do GWT, que faz a ponte entre a aplicação no navegador e o código Java no servidor [JUNIOR, 2009]. 2. O que é GWT O GWT é o framework AJAX da Google. Na prática AJAX proporciona aos usuários umas experiências mais ricas, semelhantes à interatividade atingida nos sistemas desktop. Um bom exemplo de aplicação AJAX é o Google Maps. Uma aplicação escrita em GWT é basicamente dividida em duas partes: Cliente Servidor 1

2 Cliente é onde a mágica acontece é o local onde o compilador traduz o código Java para Javascript. Nesse local ocorrem as maiores limitações. Dispõe-se apenas de algumas classes da API Java como, por exemplo, os tipos básicos da linguagem, seus respectivos wrappers. Algumas classes do Collections Framework. A maior parte do código escrito no lado do cliente é derivada dos componentes, Widgets, fornecidos pela API. As classes disponibilizadas no pacote com.google.gwt.user.client.ui este pacote contém os componentes gráficos. Servidor a liberdade é total, inclusive para usar as novas funcionalidades da API 6.0 de Java. Toda a estrutura de acesso à banco de dados e qualquer outra tecnologia devem permanecer no servidor. Funcionamento do GWT 2.1. Por que o GWT? Fazer um sistema de informação em Java envolve muito mais tarefas do que simplesmente a codificação do sistema. Atualmente até mesmo a tarefa de escolher as tecnologias que serão utilizadas em cada camada da aplicação não é das mais simples. O GWT, por exemplo, é só mais um framework para a camada de apresentação de uma aplicação. 2

3 A grande diferença destas novas opções é que o seu resultado é muito mais bonito que uma página HTML tradicional (e isto é obtido com muito menos esforço). Porém, o bom e velho HTML ainda é (e será por muito tempo) útil, pois seja em desktops quanto em dispositivos móveis, qualquer coisa que tem conexão com a web possui automaticamente alguma forma de mostrar conteúdo HTML. Sendo assim, GWT é a opção para quem quer publicar suas aplicações web, porém prefere codificar em Java do quê em Javascript. Características: Compilador que transforma código Java em JavaScript; Gera apenas código utilizado (Economia de espaço); Cria versões da aplicação para cada tipo de browser; Dividida em Cliente e Servidor; Usa os famosos princípios de Remote Procedure Call (RPC). Vantagens: Evita incompatibilidades entre browsers e plataformas; Erros encontrados em tempo de compilação; Suporte o teste Unitário com Junit; Elimina trechos de código não utilizados; Disponível para Windows, Linux e Mac; Projeto Open-Source da Google; Não é necessário saber Java-Script; Economia de Espaço; Processo de download diferenciado; É possível utilizar qualquer debugger Java com o GWT; O código gerado é compatível com a maioria dos navegadores; Suporte especial ao botão voltar do navegador; Integração completa com o JUnit; Suporte a internacionalização padrão do Java; Controle total sobre a aplicação e possibilidade de extensão utilizando a JSNI (JavaScriptNativeInterface); (Quase) todo o código escrito é Java, nada de absurdos de JavaScript; Muitos componentes; Desvantagens: Nem todas as classes da biblioteca padrão de Java são emuladas; Há menor controle sobre o código do cliente no aplicativo. Não é possível utilizar todas as classes do Java, apenas um conjunto delas; 3

4 3. Preparando o Ambiente É necessário que você faça o download do arquivo que contém o framework, ele está disponível em (infelizmente só existem versões das ferramentas de desenvolvimento para Windows, Linux e Mac, mas as aplicações geradas executam na maioria dos navegadores): Além do framework, é interessante que você utilize um ambiente de desenvolvimento (como o Eclipse ou NetBeans) e tenha também o Ant instalado na sua máquina. O Ant está disponível em: Após fazer o download do arquivo do framework, você deve colocar a pasta descompactada no PATH do seu sistema operacional, para que as ferramentas de linha de comando possam ser executadas com facilidade. Ao instalar o Ant, lembre se de definir a variável de ambiente JAVA_HOME apontando pro diretório onde foi instalado o seu Java Development Kit (JDK) e de colocar a pasta bin da instalação do Ant também no PATH do seu sistema operacional, para poder executar as chamadas ao Ant pela linha de comando. Veja no link abaixo um vídeo de instalação do GWT com eclipse: Observação: O Ant é uma ferramenta para a automação de builds no seu projeto, por exemplo, atualiza o classpath, compila o código separando os.java e os.class em diretórios distintos, gera javadoc do projeto, configura e executa a aplicação. Entre suas maiores virtudes o fato de ser independente de sistema operacional, pois é feito em Java. Por que usar Ant se meu IDE favorito faz muitas dessas funções? Porque Ant além de ser independente de sistema operacional, também é independente de IDE além das principais IDEs do mercado já trabalharem com o Ant hoje. Primeiro passo: O Ant é um projeto open source, produzido pelo grupo Jakarta da Fundação Apache. Para trabalhar com o Ant você precisa de: J2SDK instalado, pois o Ant é uma aplicação Java Ant (lógico). Lembre-se: muitas IDEs já vem com o Ant embutido (jedit, eclipse, etc..). Para aprender como tudo funciona é recomendado, instalar o Ant você mesmo! Você deve baixar o Ant aqui: Rodando uma aplicação Na pasta samples, dentro da pasta de instalação do GWT, existem alguns exemplos prontos para serem executados. Para isto, entre em alguma pasta dentro de samples e execute o arquivo: <nome programa>-shell.cmd (hosted mode) OU <nome programa>-compile. cmd (Web Mode) Após a compilação (Web Mode), deve-se executar o arquivo html de mesmo nome da aplicação, contido na pasta www/<caminho da aplicação> A Figura 2 mostra a execução em Hosted Mode do exemplo Mail contido na pasta samples. Neste caso, para executar a aplicação em Web Mode, deve-se executar: 4

5 Mail-compile.cmd Em seguida, deve-se abrir o seguinte arquivo no navegador: WWW/com.google.Gwt.Sample.Mail.Mail/Mail.html Figura 2 - Rodando uma aplicação GWT 3.2. Criando Aplicações O GWT provê um módulo (applicationcreator.cmd) para criação de aplicações por linha de comando, sem a necessidade de qualquer IDE. Na pasta de instalação do GWT, execute: applicationcreator.cmd org.ufscar.client.helloworld (para criar a aplicação no diretório atual) OU applicationcreator.cmd out <diretório de saída> org.ufscar.client.helloworld (para especificar outro diretório de criação da aplicação) A última pasta do caminho deve ser sempre client. Agora, execute: HelloWorld-shell.cmd (Hosted mode) OU HelloWorld-compile.cmd (Web mode) 5

6 3.3. Criando Aplicações com Eclipse O Google Web Toolkit possui um módulo (projectcreator.cmd) responsável pela criação de projetos Eclipse. A sintaxe de execução é a seguinte: projectcreator.cmd eclipse <nome projeto> applicationcreator.cmd eclipse <nome projeto> <nome aplicação> Depois, basta abrir o projeto usando o Eclipse Criando Aplicações com NetBeans Para a criação de aplicações para o NetBeans, pode-se usar o plugin gwt4nb disponível em https://gwt4nb.dev.java.net/. O uso do IDE NetBeans será o foco deste artigo. Crie uma nova aplicação Web, escolhendo o Framework Google Web Toolkit (figura 3). Figura 3 - Criação de Uma Aplicação GWT no NetBeans Antes de rodar a aplicação, certifique-se de que as bibliotecas gwt-dev-windows.jar, gwtservlet.jar e gwt-user.jar estão inseridas no projeto. Caso elas não tenham sido inseridas automaticamente, insira-as manualmente (Propriedades de Projeto -> Bibliotecas -> Adicionar JAR/Pasta) (veja Figura 4). Elas estão contidas na pasta de instalação do GWT. 6

7 Figura 4 - Adicionando as bibliotecas necessárias do GWT Criando a primeira aplicação (NetBeans) Crie uma nova aplicação Web, de nome ExemploGWT, escolhendo o Framework Google Web Toolkit (Figura 2). O nome do módulo GWT pode ser qualquer um. Vamos usar org.ufscar.helloworld. Será criado o projeto ExemploGWT contendo nos pacotes de código fonte o arquivo HelloWorldEntryPoint.java (a classe principal) e o arquivo HelloWorld.gwt.xml (o arquivo que contém informações sobre o projeto). Toda aplicação GWT inicia-se por uma classe específica, que implementa um EntryPoint que, para nós é a classe HelloWorldEntryPoint.java. O primeiro método que é executado chama-se onmoduleload(). Certifique-se de que o projeto contenha as bibliotecas necessárias do GWT. São elas gwt-dev-windows.jar, gwt-servlet.jar e gwt-user.jar. Caso as bibliotecas não foram inseridas automaticamente, insira-as manualmente (Propriedades de Projeto -> Bibliotecas -> Adicionar JAR/Pasta) (veja Figura 3). Elas estão contidas na pasta de instalação do GWT. A figura 5 mostra a execução do projeto neste ponto. Obs.: A execução em IDEs sempre cria a versão web da aplicação. Figura 5 - Hello World com GWT 7

8 4. Conclusão Observamos que para quem já desenvolve para web o GWT é um modo de trabalho que veio para ficar, pois além de utilizar Frameworks facilita muito na criação aplicações em AJAX, além do que o resultado final é muito mais agradável. Todavia novos Frameworks ainda estão surgindo para resolver outros problemas, entretanto o código produzido por GWT é compatível com os browsers mais utilizados no mercado. E fazer como que o código HTML + CSS + Javascript gerado por um código Java funcionar bem em todos os browsers não é uma tarefa das mais triviais. O Google Web Toolkit é uma plataforma muito interessante e sem dúvida será cada vez mais requisitada na medida em que esta utiliza uma linguagem muito popular, o Java. Embora alguns dos seus componentes ainda tenham alguns bugs, está constantemente a ser corrigida e aperfeiçoada, tornando-se cada vez melhor a cada versão disponibilizada. 5. Referências FERNADES, Paulo. Iniciando com GWT. Disponível em: <http://www.phpaulo.com.br/tag/gwt/> Acesso em: 10 dez DINIZ, Vinícius. GWT Visão Geral. Disponível em: <http://loogica.wordpress.com/2007/01/04/gwtparte-1-visao-geral/> Acesso em: 10 dez FREE, Java. GWT. Disponível em: <http://javafree.uol.com.br/artigo/874221/iniciando-com-o- GWT.Html/> Acesso em: 10 dez GEARY, David. Criando locais com o Google Web Toolkit. Disponível em: <http://www.ibm.com/developerworks/br/library/j-gwtfu1/index.html/> Acesso em: 10 dez PROGRAMAR, Revista. A revista portuguesa de programação. Google Web Toolkit, Portugal, n. 19, p. 4-9, abril PROGRAMAR, Revista. A revista portuguesa de programação. Google Web Toolkit Parte-2, Portugal, n. 20, p , junho CHAT, Ciclo. Chat application based on google Web Toolkit. Disponível em: < Acesso em: 10 dez JUNIOR, Maurício Linhares de Aragão. Ajax em Java com Google Web Toolkit. Disponível em: <http://www.guj.com.br/article.list.logic > Acesso em: 07 dez *Trabalho da disciplina Plataformas de Linguagem Java, do curso de pós-graduação em Desenvolvimento de Sistemas com Tecnologia Java. 8

Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação Ciência da Computação. alyssonfm@lcc.ufcg.edu.br

Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação Ciência da Computação. alyssonfm@lcc.ufcg.edu.br Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação Ciência da Computação alyssonfm@lcc.ufcg.edu.br Maio - 2010 Agenda GWT Vantagens Desvantagens Exemplificação de códigos GWT

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP Aprenda a criar Websites dinâmicos e interativos com PHP e bancos de dados Juliano Niederauer 19 Capítulo 1 O que é o PHP? O PHP é uma das linguagens mais utilizadas na Web.

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas Linguagem de Programação JAVA Professora Michelle Nery Nomeclaturas Conteúdo Programático Nomeclaturas JDK JRE JEE JSE JME JVM Toolkits Swing AWT/SWT JDBC EJB JNI JSP Conteúdo Programático Nomenclatures

Leia mais

DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO

DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO Links importantes http://www.android.com/ Site oficial de toda a documentação, downloads e informações sobre a plataforma. http://developer.android.com/

Leia mais

Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK

Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK Trabalho de Programação para Dispositivos Móveis Turma: 1011 Camila Botelho camilacunhabotelho@gmail.com Manual de instalação e configuração da Ferramenta Android SDK Introdução O Android é uma ferramenta

Leia mais

Instalando o J2SE 5.0 JDK no Windows 2000/XP

Instalando o J2SE 5.0 JDK no Windows 2000/XP Instalando o J2SE 5.0 JDK no Windows 2000/XP Fabricio Leonard Leopoldino Descreve o processo de download, instalação e configuração do J2SE 5.0 JDK, no Windows 2000 e no Windows XP. 1 - Introdução Para

Leia mais

Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina

Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Programação para Internet Rica 1 Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Objetivo: Identificar as principais características de uma Aplicação Internet Rica.

Leia mais

Testes de Software. Anne Caroline O. Rocha TesterCertified BSTQB NTI UFPB. Anne Caroline O. Rocha Tester Certified BSTQB NTI UFPB

Testes de Software. Anne Caroline O. Rocha TesterCertified BSTQB NTI UFPB. Anne Caroline O. Rocha Tester Certified BSTQB NTI UFPB Testes de Software 1 AULA 04 FERRAMENTAS DE AUTOMAÇÃO DE TESTES FUNCIONAIS Anne Caroline O. Rocha TesterCertified BSTQB NTI UFPB Conteúdo Programático Aula 04 Automação de testes funcionais Ferramentas

Leia mais

Lógica de Programação

Lógica de Programação Lógica de Programação Unidade 4 Ambiente de desenvolvimento Java QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática SUMÁRIO A LINGUAGEM JAVA... 3 JVM, JRE, JDK... 3 BYTECODE... 3 PREPARANDO O AMBIENTE

Leia mais

marcio@dsc.ufcg.edu.br priscillakmv@gmail.com

marcio@dsc.ufcg.edu.br priscillakmv@gmail.com DSC/CEEI/UFCG marcio@dsc.ufcg.edu.br priscillakmv@gmail.com 1 Realiza atividades com ênfase em Ensino, Pesquisa e Extensão (Ensino) 2 Configurando o projeto Adicionando código ao arquivo com o código-fonte

Leia mais

Introdução. à Linguagem JAVA. Prof. Dr. Jesus, Edison O. Instituto de Matemática e Computação. Laboratório de Visão Computacional

Introdução. à Linguagem JAVA. Prof. Dr. Jesus, Edison O. Instituto de Matemática e Computação. Laboratório de Visão Computacional Introdução à Linguagem JAVA Prof. Dr. Jesus, Edison O. Instituto de Matemática e Computação Laboratório de Visão Computacional Vantagens do Java Independência de plataforma; Sintaxe semelhante às linguagens

Leia mais

Desenvolvimento para Android Prá9ca 1. Prof. Markus Endler

Desenvolvimento para Android Prá9ca 1. Prof. Markus Endler Desenvolvimento para Android Prá9ca 1 Prof. Markus Endler Pré- requisitos Para desenvolver para plataforma Android, é necessário fazer o download e instalar: Android SDK Tools: necessário para gerenciamento

Leia mais

2. O AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO EM C

2. O AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO EM C 2. O AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO EM C Este capítulo trata de colocar a linguagem C para funcionar em um ambiente de programação, concentrando-se no compilador GNU Compiler Collection (gcc). Mas qualquer outro

Leia mais

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento HOME O QUE É TOUR MÓDULOS POR QUE SOMOS DIFERENTES METODOLOGIA CLIENTES DÚVIDAS PREÇOS FALE CONOSCO Suporte Sou Cliente Onde sua empresa quer chegar? Sistemas de gestão precisam ajudar sua empresa a atingir

Leia mais

Nome N Série: Ferramentas

Nome N Série: Ferramentas Nome N Série: Ferramentas Competências: Identificar e utilizar técnicas de modelagem de dados; Habilidades: Utilizar ferramentas de apoio ao desenvolvimento de software; Bases Tecnológicas: Metodologias

Leia mais

Adobe Flex. Cainã Fuck dos Santos Thiago Vieira Puluceno Jonathan Kuntz Fornari Gustavo Nascimento Costa

Adobe Flex. Cainã Fuck dos Santos Thiago Vieira Puluceno Jonathan Kuntz Fornari Gustavo Nascimento Costa Adobe Flex Cainã Fuck dos Santos Thiago Vieira Puluceno Jonathan Kuntz Fornari Gustavo Nascimento Costa O que é Flex? Estrutura de Código aberto para a criação de aplicativos Web Utiliza o runtime do Adobe

Leia mais

AJAX em Java com o Google Web Toolkit

AJAX em Java com o Google Web Toolkit AJAX em Java com o Google Web Toolkit Maurício Linhares de Aragão Junior AJAX rápido, fácil e puro Java com o Google Web Toolkit Introdução O desenvolvimento de aplicações que utilizam o conjunto de tecnologias

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP 2ª Edição Juliano Niederauer Novatec Copyright 2009, 2011 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução

Leia mais

INTRODUÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO PRIMEFACES MOBILE EM APLICAÇÕES JSF

INTRODUÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO PRIMEFACES MOBILE EM APLICAÇÕES JSF INTRODUÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO PRIMEFACES MOBILE EM APLICAÇÕES JSF Guilherme Macedo, Jaime Willian Dias Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil guilhermemacedo28@gmail.com, jaime@unipar.br Resumo.

Leia mais

Ambientação JAVA. Versão 0.1 MICHEL CORDEIRO ANALISTA DE NEGÓCIO (NTI 2014) 1 UNIVERSIDADE CEUMA 08/01/2014

Ambientação JAVA. Versão 0.1 MICHEL CORDEIRO ANALISTA DE NEGÓCIO (NTI 2014) 1 UNIVERSIDADE CEUMA 08/01/2014 UNIVERSIDADE CEUMA Ambientação JAVA Versão 0.1 08/01/2014 Este é um modelo de configuração para desenvolvimento no ambiente Java. MICHEL CORDEIRO ANALISTA DE NEGÓCIO (NTI 2014) 1 Sumário Sumário... 2 1

Leia mais

Introdução à Linguagem Java. Departamento de Informática Prof. Anselmo C. de Paiva

Introdução à Linguagem Java. Departamento de Informática Prof. Anselmo C. de Paiva Introdução à Linguagem Java Departamento de Informática Prof. Anselmo C. de Paiva Breve Histórico Sun Microsystems, 90/91: projeto de uma linguagem de programação pequena que pudesse ser usada em dispositivos

Leia mais

Java Server Pages: Apresentação e Instalação

Java Server Pages: Apresentação e Instalação 1 Java Server Pages: Apresentação e Instalação Prof. Autor: Daniel Morais dos Reis e-tec Brasil Programação Avançada Para Web Página1 Meta Apresentar a tecnologia Java Server Pages; Instalar e configurar

Leia mais

Desenvolvimento de um aplicativo básico usando o Google Android

Desenvolvimento de um aplicativo básico usando o Google Android Desenvolvimento de um aplicativo básico usando o Google Android (Organização do Ambiente) Programação de Dispositivos Móveis Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus

Leia mais

O melhor do PHP. Por que PHP? CAPÍTULO 1. Uma Pequena História do PHP

O melhor do PHP. Por que PHP? CAPÍTULO 1. Uma Pequena História do PHP CAPÍTULO 1 O melhor do PHP Este livro levou bastante tempo para ser feito. Venho usando agora o PHP por muitos anos e o meu amor por ele aumenta cada vez mais por sua abordagem simplista, sua flexibilidade

Leia mais

Aplicações Desktop: Swing/SubMacroForms. Carlos Renato Alves Gouveia Novembro/2008 cgouveia@fes.br

Aplicações Desktop: Swing/SubMacroForms. Carlos Renato Alves Gouveia Novembro/2008 cgouveia@fes.br Aplicações Desktop: Swing/SubMacroForms Carlos Renato Alves Gouveia Novembro/2008 cgouveia@fes.br Carlos Renato Alves Gouveia Especialista em Engenharia de Web Sites pela UFMS; Professor Universitário

Leia mais

Dispositivos móveis e o mercado Android Open Handset Alliance Informações sobre Android Arquitetura

Dispositivos móveis e o mercado Android Open Handset Alliance Informações sobre Android Arquitetura Dispositivos móveis e o mercado Android Open Handset Alliance Informações sobre Android Arquitetura Dispositivos móveis e o mercado Mercado cresce a cada ano Muitos recursos Múltiplas plataforma Symbian

Leia mais

O nome ANT é uma sigla para another neat tool (mais uma ferramenta organizada), segundo seu autor James Duncan Davidson.

O nome ANT é uma sigla para another neat tool (mais uma ferramenta organizada), segundo seu autor James Duncan Davidson. 1- Introdução 1.1- Visão Geral O ANT é uma ferramenta destinada a construção (build) de programas JAVA. É semelhante a ferramentas como make, nmake, jam mas com o diferencial de ser multi-plataforma, pois

Leia mais

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7)

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7) SafeNet Authentication Client 8.2 SP1 (Para MAC OS 10.7) 2/28 Sumário 1 Introdução... 3 2 Pré-Requisitos Para Instalação... 3 3 Ambientes Homologados... 4 4 Tokens Homologados... 4 5 Instruções de Instalação...

Leia mais

DESENVOLVIMENTO EM DISPOSITIVOS MÓVEIS UTILIZANDO BANCO DE DADOS

DESENVOLVIMENTO EM DISPOSITIVOS MÓVEIS UTILIZANDO BANCO DE DADOS DESENVOLVIMENTO EM DISPOSITIVOS MÓVEIS UTILIZANDO BANCO DE DADOS Leandro Guilherme Gouvea 1, João Paulo Rodrigues 1, Wyllian Fressatti 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil leandrog.gouvea@gmail.com,

Leia mais

II Semana TI. Curso ASP.NET AJAX. Raphael Zanon Rodrigues zanonr@gmail.com. UNIVEM - Prof. Elvis Fusco

II Semana TI. Curso ASP.NET AJAX. Raphael Zanon Rodrigues zanonr@gmail.com. UNIVEM - Prof. Elvis Fusco II Semana TI Curso ASP.NET AJAX Raphael Zanon Rodrigues zanonr@gmail.com UNIVEM - Prof. Elvis Fusco Apresentação O que é o AJAX? AJAX e o desenvolvedor AJAX para ASP.NET AJAX prático O que é AJAX? AJAX

Leia mais

Instalando e configurando o Java Development Kit (JDK)

Instalando e configurando o Java Development Kit (JDK) Tutorial elaborado pelo professor José Gonçalo dos Santos Contato: jose.goncalo.santos@gmail.com Instalando e configurando o Java Development Kit (JDK) 1.1 Obtendo o JDK + JRE Para obter o JDK e o JRE

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA INTERNET RICA RICH INTERNET APPLICATIONS

PROGRAMAÇÃO PARA INTERNET RICA RICH INTERNET APPLICATIONS PROGRAMAÇÃO PARA INTERNET RICA RICH INTERNET APPLICATIONS Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Apresentar o que é uma Aplicação Rica para Internet Contextualizar tais aplicações na Web e os desafios

Leia mais

1 de 7 11/04/2011 10:35

1 de 7 11/04/2011 10:35 1 de 7 11/04/2011 10:35 2 de 7 11/04/2011 10:35 QUARTA-FEIRA, 10 DE FEVEREIRO DE 2010 JAVA_HOME, CLASSPATH e PATH. O que são, para que servem e como configura-los Algumas vezes quando estamos iniciando

Leia mais

Orientação a Objetos com Java

Orientação a Objetos com Java Orientação a Objetos com Java Julio Cesar Nardi julionardi@yahoo.com.br 2011/2 Aula 01: Começando com Java Objetivos: Compreender o que é Java, OO e suas vantagens; Entender os procedimentos para criação

Leia mais

LICENCIAMENTO V14 USANDO REPRISE LICENSE MANAGER

LICENCIAMENTO V14 USANDO REPRISE LICENSE MANAGER LICENCIAMENTO V14 USANDO REPRISE LICENSE MANAGER V14 de BricsCAD vem com um novo sistema de licenciamento, com base na tecnologia de licenciamento de Reprise Software. Este novo sistema oferece um ambiente

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel A linguagem JAVA A linguagem Java O inicio: A Sun Microsystems, em 1991, deu inicio ao Green Project chefiado por James Gosling. Projeto que apostava

Leia mais

Android Básico Hello World!

Android Básico Hello World! Android Básico Hello World! Instrutor Programador desde 2000 Aluno de doutorado Mestre em informática pelo ICOMP/UFAM Especialista em aplicações WEB FUCAPI marcio.palheta@gmail.com sites.google.com/site/marcio

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX. Vinícius Barreto de Sousa Neto

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX. Vinícius Barreto de Sousa Neto INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX Vinícius Barreto de Sousa Neto Libgdx é um framework multi plataforma de visualização e desenvolvimento de jogos. Atualmente ele suporta Windows, Linux,

Leia mais

Receita de bolo para instalar MinGW-GCC e Netbeans em Windows

Receita de bolo para instalar MinGW-GCC e Netbeans em Windows Receita de bolo para instalar MinGW-GCC e Netbeans em Windows Hae Yong Kim 13/08/2014 Este documento explica como fiz para instalar compilador MinGW-GCC e ambiente de desenvolvimento Netbeans em Windows.

Leia mais

JADE Java Agent DEvelopment Framework

JADE Java Agent DEvelopment Framework JADE Java Agent DEvelopment Framework Ricardo J. Rabelo rabelo@das.ufsc.br Saulo Popov Zambiasi popov@gsigma.ufsc.br Sumário Parte 1 Introdução Pré-requisitos Download Instalação e Configuração Interface

Leia mais

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração O livro

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração O livro Desenvolvimento em PHP usando Frameworks Elton Luís Minetto Agenda Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração O livro Ambiente Web É o ambiente

Leia mais

Programação WEB. Prof. André Gustavo Duarte de Almeida andre.almeida@ifrn.edu.br docente.ifrn.edu.br/andrealmeida. Aula III Introdução PHP

Programação WEB. Prof. André Gustavo Duarte de Almeida andre.almeida@ifrn.edu.br docente.ifrn.edu.br/andrealmeida. Aula III Introdução PHP Programação WEB Prof. André Gustavo Duarte de Almeida andre.almeida@ifrn.edu.br docente.ifrn.edu.br/andrealmeida Aula III Introdução PHP Introdução PHP PHP=Hypertext Pre-Processor Linguagem de script open

Leia mais

Trabalho de Sistema de Informações. Instalação e configuração aplicativo Ocomon

Trabalho de Sistema de Informações. Instalação e configuração aplicativo Ocomon Trabalho de Sistema de Informações Aluno: Paulo Roberto Carvalho da Silva Instalação e configuração aplicativo Ocomon O trabalho tem como objetivo o estudo de caso,a instalação, configuração e funcionamento

Leia mais

Desenvolvimento para Android

Desenvolvimento para Android Desenvolvimento para Android Instruções de Instalação Prof. Markus Endler Pré- requisitos Para desenvolver para plataforma Android, é necessário fazer o download e instalar: Android SDK Tools: necessário

Leia mais

Lógica de Programação

Lógica de Programação Lógica de Programação Softblue Logic IDE Guia de Instalação www.softblue.com.br Sumário 1 O Ensino da Lógica de Programação... 1 2 A Ferramenta... 1 3 Funcionalidades... 2 4 Instalação... 3 4.1 Windows...

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel Ambiente de Desenvolvimento Ambiente Para desenvolver aplicativos utilizando a linguagem JAVA precisamos preparar nosso ambiente realizando a

Leia mais

Desenvolvendo aplicações desktop em Java: presente e futuro

Desenvolvendo aplicações desktop em Java: presente e futuro Desenvolvendo aplicações desktop em Java: presente e futuro Michael Nascimento Santos Conexão Java 2006 Michael Nascimento Santos 7 anos de experiência com Java Expert nas JSRs 207, 250, 270 (Java 6),

Leia mais

Desenvolvendo com Bootstrap 3: um framework front-end que vale a pena!

Desenvolvendo com Bootstrap 3: um framework front-end que vale a pena! Desenvolvendo com Bootstrap 3: um framework front-end que vale a pena! É engraçado como temos receio do novo. Me acostumei a desenvolver sites do zero, desde a primeira linha de código. Achava estranho

Leia mais

GEPLANES GESTÃO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO MANUAL DE INSTALAÇÃO DO GEPLANES EM UM AMBIENTE WINDOWS

GEPLANES GESTÃO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO MANUAL DE INSTALAÇÃO DO GEPLANES EM UM AMBIENTE WINDOWS GEPLANES GESTÃO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO MANUAL DE INSTALAÇÃO DO GEPLANES EM UM AMBIENTE WINDOWS JANEIRO 2015 1 Sumário 1. Introdução...3 2. Pré-Requisitos...4 2.1. Instalação do Java Development Kit

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural

Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural Sobre entidades externas ao sistema Quais sistemas externos devem ser acessados? Como serão acessados? Há integração com o legado a ser feita?

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Guia de transmissão IPTV 2012 (Nova versão do IPTV)

Guia de transmissão IPTV 2012 (Nova versão do IPTV) Guia de transmissão IPTV 2012 (Nova versão do IPTV) Versão: 1.1 Data: 02/10/2012 Site do IPTV: http://www.iptv.usp.br Sumário: 1. Introdução 2. Instalação do Flash Media Encoder 3. Criando uma transmissão

Leia mais

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração Desenvolvimento em PHP usando Frameworks Elton Luís Minetto Agenda Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração Ambiente Web É o ambiente formado

Leia mais

Implementação de Web Services em Projetos de LabVIEW

Implementação de Web Services em Projetos de LabVIEW 1 Implementação de Web Services em Projetos de LabVIEW Alisson Kokot Engenheiro de Vendas Osvaldo Santos Engenheiro de Sistemas 2 Aplicações Web surgem como soluções viáveis profissionalmente 3 Aplicações

Leia mais

Um pouco do Java. Prof. Eduardo

Um pouco do Java. Prof. Eduardo Um pouco do Java Prof. Eduardo Introdução A tecnologia JAVA é composta pela linguagem de programação JAVA e pela plataforma de desenvolvimento JAVA. Os programas são escritos em arquivos-texto com a extensão.java.

Leia mais

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 2007 2012 FileMaker Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

Tutorial de instalação do Java 7 no Windows 7.

Tutorial de instalação do Java 7 no Windows 7. Tutorial de instalação do Java 7 no Windows 7. Neste tutorial vamos instalar um ambiente de desenvolvimento Java JDK 7 no Windows 7. Quando falamos em ambiente Java, estamos nos referindo ao conjunto de

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO. Motor Periférico Versão 8.0

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO. Motor Periférico Versão 8.0 MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO Motor Periférico Versão 8.0 1. Apresentação... 3 2. Instalação do Java... 3 2.1 Download e Instalação... 3 2.2 Verificar Instalação... 3 3. Download do Motor Periférico...

Leia mais

ZEND F r a m e w o r k

ZEND F r a m e w o r k LOGO ZEND F r a m e w o r k Alexsander Muraro FRAMEWORK O que é? Um framework nada mais é do que uma arquitetura padrão que fornece várias ferramentas comuns a todo tipo de projeto; Utilizam os mais variados

Leia mais

Atualizaça o do Maker

Atualizaça o do Maker Atualizaça o do Maker Prezados Clientes, Nós da Playlist Software Solutions empresa líder de mercado no desenvolvimento de software para automação de rádios - primamos pela qualidade de nossos produtos,

Leia mais

Computação II Orientação a Objetos

Computação II Orientação a Objetos Computação II Orientação a Objetos Fabio Mascarenhas - 2014.1 http://www.dcc.ufrj.br/~fabiom/java Android Android é um sistema operacional para dispositivos móveis Kernel Linux, drivers e bibliotecas do

Leia mais

ABORDAGEM DE FRAMEWORKS PARA JSF QUE AUXILIAM O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

ABORDAGEM DE FRAMEWORKS PARA JSF QUE AUXILIAM O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE ABORDAGEM DE FRAMEWORKS PARA JSF QUE AUXILIAM O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE Amarildo Aparecido Ferreira Junior 1, Ricardo Ribeiro Rufino 1 ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil aapfjr@gmail.com

Leia mais

Web Services. Autor: Rômulo Rosa Furtado

Web Services. Autor: Rômulo Rosa Furtado Web Services Autor: Rômulo Rosa Furtado Sumário O que é um Web Service. Qual a finalidade de um Web Service. Como funciona o serviço. Motivação para o uso. Como construir um. Referências. Seção: O que

Leia mais

Introdução ao Veridis Biometrics SDK VERIDIS

Introdução ao Veridis Biometrics SDK VERIDIS Introdução ao Veridis Biometrics SDK Versão do SDK: 5.0 2013 Veridis Biometrics VERIDIS BIOMETRICS Versão do Documento Versão Data Modificações 1 2 3 4 5 23/mar/2011 17/mai/2011 29/jul/2011 3/out/2011

Leia mais

Linguagem de Programação Visual

Linguagem de Programação Visual Linguagem de Programação Visual Unidade 1 Ambiente de desenvolvimento Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 SOBRE O JAVA... 3 AMBIENTE DE DESENVOLVIMENTO... 5 RECURSOS DA FERRAMENTA NETBEANS...

Leia mais

SELENIUM 28/03/2011. Márcio Delamaro Harry Trinta

SELENIUM 28/03/2011. Márcio Delamaro Harry Trinta 1 SELENIUM 28/03/2011 Márcio Delamaro Harry Trinta O que é a Selenium? Selenium é uma ferramenta desenvolvida para a automação de testes em aplicações Web Suporta diversos browsers: Firefox Internet Explorer

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO NComputing Brasil - #110502 Instalando o Oracle Virtualbox 4.0.2 e Criando uma VM Windows Server 2008 no Virtualbox O que é virtualbox? O virtualbox é um aplicativo de virtualização multi-plataforma

Leia mais

Esse update é 10: Novos applets e JavaFX

Esse update é 10: Novos applets e JavaFX Esse update é 10: Novos applets e JavaFX Jorge Diz Instrutor Globalcode Objetivos Objetivos: Mostrar o que vem por ai no desktop/ browsertop Ver se os applets agora vão pegar Onde está JavaFX? Agenda >Applets:

Leia mais

QUESTINAMENTOS AO EDITAL DE CONCORRÊNCIA 01/2013

QUESTINAMENTOS AO EDITAL DE CONCORRÊNCIA 01/2013 QUESTINAMENTOS AO EDITAL DE CONCORRÊNCIA 01/2013 Prezados Senhores da comissão de licitação da UENF, seguem alguns questionamentos acerca do edital de concorrência 01/2013 para esclarecimentos: 1. ANEXO

Leia mais

Banco de Dados de Músicas. Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho

Banco de Dados de Músicas. Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho Banco de Dados de Músicas Andre Lima Rocha Campos Osório Pereira Carvalho Definição Aplicação Web que oferece ao usuário um serviço de busca de músicas e informações relacionadas, como compositor, interprete,

Leia mais

OBJETIVO Criação e execução de um projeto Android dentro da IDE IntelliJ.

OBJETIVO Criação e execução de um projeto Android dentro da IDE IntelliJ. Técnico em Informática Turma 10 Programação para Dispositivos Móveis Roteiro Parcial de Projeto Guilherme Cruz OBJETIVO Criação e execução de um projeto Android dentro da IDE IntelliJ. FERRAMENTA IntelliJ

Leia mais

#Criando Aplicações Web com o Delphi unigui

#Criando Aplicações Web com o Delphi unigui 1 Sumário Apresentação Apresentação do unigui. Instalação Instalação do unigui. Conhecendo os Componentes unigui Apresentação dos componentes das paletas Standard, Additional, Data Controls e Extra do

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Extensão PHP para DarumaFrameWork

STK (Start Kit DARUMA) Extensão PHP para DarumaFrameWork STK (Start Kit DARUMA) Extensão PHP para DarumaFrameWork A DarumaFramework está com suas funções nativas ao programador PHP devido a extensão de aplicativo php_darumaframework. Para usar esta extensão,

Leia mais

2 Requisitos Mínimos... 2. 1 Visão Geral 2 Instalando o SDK... da Sun 3 Instalando o Tomcat... do Apache Jakarta Project 4 Instalando o WebIntegrator

2 Requisitos Mínimos... 2. 1 Visão Geral 2 Instalando o SDK... da Sun 3 Instalando o Tomcat... do Apache Jakarta Project 4 Instalando o WebIntegrator Conteúdo I Conteúdo Part I Introdução 2 1 Apresentação... 2 2 Requisitos Mínimos... 2 Part II Instruções de Instalação 2 1 Visão Geral... 2 2 Instalando o SDK... da Sun 2 3 Instalando o Tomcat... do Apache

Leia mais

Guião de Introdução ao Eclipse IDE Índice

Guião de Introdução ao Eclipse IDE Índice Índice 1. Introdução... 2 1.1. O que é um ambiente de desenvolvimento (IDE)?... 2 1.2. Visão geral sobre o Eclipse IDE... 2 2. Iniciar o Eclipse... 3 2.1. Instalação... 3 2.2. Utilizar o Eclipse... 3 3.

Leia mais

6/06/2012 09h26 - Atualizado em 26/06/2012 12h30 Boot to Gecko: o futuro celular da Mozilla

6/06/2012 09h26 - Atualizado em 26/06/2012 12h30 Boot to Gecko: o futuro celular da Mozilla 6/06/2012 09h26 - Atualizado em 26/06/2012 12h30 Boot to Gecko: o futuro celular da Mozilla O mercado brasileiro de dispositivos móveis em breve ganhará mais uma grande plataforma. Anunciado oficialmente

Leia mais

Clarion 7 Gold Julio Cesar Pedroso

Clarion 7 Gold Julio Cesar Pedroso Clarion 7 Gold Algumas considerações Desde o dia 13 de abril estamos trabalhando e testando a versão Gold do Clarion 7, que foi liberado, de maneira muito cautelosa pela SoftVelocity, sem grandes alardes,

Leia mais

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho

http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Prof. Ricardo César de Carvalho vi http://aurelio.net/vim/vim-basico.txt Entrar neste site/arquivo e estudar esse aplicativo Administração de Redes de Computadores Resumo de Serviços em Rede Linux Controlador de Domínio Servidor DNS

Leia mais

Minicurso introdutório de desenvolvimento para dispositivos Android. Cristiano Costa

Minicurso introdutório de desenvolvimento para dispositivos Android. Cristiano Costa Minicurso introdutório de desenvolvimento para dispositivos Android Cristiano Costa Desenvolvimento da interface estática Sobre mim Graduando em Engenharia Eletrônica - UNIFEI Trabalhou em desenvolvimento

Leia mais

Sistemas operacionais de rede: Windows e Linux

Sistemas operacionais de rede: Windows e Linux Sistemas operacionais de rede: Windows e Linux Introdução Um sistema operacional de rede é simplesmente um sistema operacional com serviços de rede, que chamamos de um modo geral de servidor. Dependendo

Leia mais

FileMaker Pro 14. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14

FileMaker Pro 14. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14 FileMaker Pro 14 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14 2007-2015 FileMaker, Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

Atualizaça o do Playlist Digital

Atualizaça o do Playlist Digital Atualizaça o do Playlist Digital Prezados Clientes, Nós da Playlist Software Solutions empresa líder de mercado no desenvolvimento de software para automação de rádios - primamos pela qualidade de nossos

Leia mais

V1.1 SITE EM UM SITE 11/2015 MINUTOS APRENDA A PROGRAMAR IMAGINE FAZER O SEU PRIMEIRO PROGRAMA EM 180 SEGUNDOS WWW.DESAFIO3MINUTOS.COM.

V1.1 SITE EM UM SITE 11/2015 MINUTOS APRENDA A PROGRAMAR IMAGINE FAZER O SEU PRIMEIRO PROGRAMA EM 180 SEGUNDOS WWW.DESAFIO3MINUTOS.COM. 11/2015 UM SITE SITE EM EM UM 3 APRENDA A PROGRAMAR IMAGINE FAZER O SEU PRIMEIRO PROGRAMA EM 180 SEGUNDOS MINUTOS V1.1 WWW.DESAFIO3MINUTOS.COM.BR ELIELBARONE RUBY ON RAILS O que é? Ruby on Rails é um framework,

Leia mais

Manual do Usuário 2013

Manual do Usuário 2013 Manual do Usuário 2013 MANUAL DO USUÁRIO 2013 Introdução Um ambiente virtual de aprendizagem é um programa para computador que permite que a sala de aula migre para a Internet. Simula muitos dos recursos

Leia mais

Interface gráfica para compiladores gratuitos baseados em linha de comando disponíveis na internet

Interface gráfica para compiladores gratuitos baseados em linha de comando disponíveis na internet 1. Autores Interface gráfica para compiladores gratuitos baseados em linha de comando disponíveis na internet Luciano Eugênio de Castro Barbosa Flavio Barbieri Gonzaga 2. Resumo O custo de licenciamento

Leia mais

WEBDESIGN. Professor: Paulo Marcos Trentin - paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira

WEBDESIGN. Professor: Paulo Marcos Trentin - paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira WEBDESIGN Professor: Paulo Marcos Trentin - paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira Novo projeto com NetBeans A partir de hoje, vamos trabalhar com projetos no NetBeans

Leia mais

Produto: Webscan Relatório II Programas desenvolvidos, testados e documentados

Produto: Webscan Relatório II Programas desenvolvidos, testados e documentados Produto: Webscan Relatório II Programas desenvolvidos, testados e documentados Sérgio Oliveira Campos Contrato N : 2008/000514 Sumário 1 Introdução 1 2 Bibliotecas Utilizadas 2 2.1 Reconhecimento de Texto

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Ponta Grossa 2012 ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Trabalho elaborado pelo

Leia mais

Manual de Instalação e Utilização - Bug Wisard Report

Manual de Instalação e Utilização - Bug Wisard Report FAPEG UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE INFORMÁTICA PAPPE INTEGRAÇÃO Manual de Instalação e Utilização - Bug Wisard Report Goiânia 2013 Esta obra está licenciada sob uma Licença

Leia mais

Inicialização Rápida do Novell Vibe Mobile

Inicialização Rápida do Novell Vibe Mobile Inicialização Rápida do Novell Vibe Mobile Março de 2015 Introdução O acesso móvel ao site do Novell Vibe pode ser desativado por seu administrador do Vibe. Se não conseguir acessar a interface móvel do

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO DO TIPO SECRETÁRIO VIRTUAL PARA A PLATAFORMA ANDROID

DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO DO TIPO SECRETÁRIO VIRTUAL PARA A PLATAFORMA ANDROID DESENVOLVIMENTO DE UM APLICATIVO DO TIPO SECRETÁRIO VIRTUAL PARA A PLATAFORMA ANDROID Maik Olher CHAVES 1 ; Daniela Costa Terra 2. 1 Graduado no curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Leia mais

Relatório do GPES. Descrição dos Programas e Plugins Utilizados. Programas Utilizados:

Relatório do GPES. Descrição dos Programas e Plugins Utilizados. Programas Utilizados: Relatório do GPES Relatório referente à instalação dos programas e plugins que estarão sendo utilizados durante o desenvolvimento dos exemplos e exercícios, sendo esses demonstrados nos próximos relatórios.

Leia mais

NETBEANS IDE UTILIZAÇAO DE RECURSOS PARA DESENVOLVIMENTO DE PROJETO JAVA WEB

NETBEANS IDE UTILIZAÇAO DE RECURSOS PARA DESENVOLVIMENTO DE PROJETO JAVA WEB NETBEANS IDE UTILIZAÇAO DE RECURSOS PARA DESENVOLVIMENTO DE PROJETO JAVA WEB Rodolfo M. Salomao 1, Willian Magalhães 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil rodolfomeneghet@hotmail.com,

Leia mais

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Índice Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter............... 1 Sobre a Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter................ 1 Requisitos de

Leia mais

PROJETO INVENTÁRIO DO PARQUE TECNOLÓGICO PMT (Outubro 2015)

PROJETO INVENTÁRIO DO PARQUE TECNOLÓGICO PMT (Outubro 2015) PROJETO INVENTÁRIO DO PARQUE TECNOLÓGICO PMT (Outubro 2015) PROJETO DE INVENTÁRIO TECNOLÓGICO (O QUE É?) Ao longo de anos de funcionamento, a PRODATER (como toda a PMT) adquiriu diversos equipamentos de

Leia mais

INTERNET HOST CONNECTOR

INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR IHC: INTEGRAÇÃO TOTAL COM PRESERVAÇÃO DE INVESTIMENTOS Ao longo das últimas décadas, as organizações investiram milhões de reais em sistemas e aplicativos

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicativos com ASR para Android

Desenvolvimento de Aplicativos com ASR para Android Desenvolvimento de Aplicativos com ASR para Android Jonathas Trindade e Thiago Sylas Universidade Federal do Pará Instituto de Tecnologia LaPS - Laboratório de Processamento de Sinais. 24/01/2012 1 / 16

Leia mais

O que é? Mas, já não existem outros frameworks? Quais são as vantagens de adotar o AAMO? AAMO quer dizer lua no idioma dos índios Xavantes.

O que é? Mas, já não existem outros frameworks? Quais são as vantagens de adotar o AAMO? AAMO quer dizer lua no idioma dos índios Xavantes. O que é? AAMO quer dizer lua no idioma dos índios Xavantes. Um framework de desenvolvimento de aplicações móveis, voltado para múltiplas plataformas, baseado na linguagem embarcada Lua, criada pela PUC-

Leia mais

DESENVOLVENDO APLICAÇÕES UTILIZANDO JAVASERVER FACES E MVC

DESENVOLVENDO APLICAÇÕES UTILIZANDO JAVASERVER FACES E MVC DESENVOLVENDO APLICAÇÕES UTILIZANDO JAVASERVER FACES E MVC Felipe Moreira Decol Claro 1, Késsia Rita da Costa Marchi 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil felipe4258@hotmail.com, kessia@unipar.br

Leia mais