MANTENHA OS SEUS CUSTOS DE IMPRESSÃO CONTROLADOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANTENHA OS SEUS CUSTOS DE IMPRESSÃO CONTROLADOS"

Transcrição

1 MANTENHA OS SEUS CUSTOS DE IMPRESSÃO CONTROLADOS

2 SAIBA EXACTAMENTE QUANTO CUSTA A IMPRESSÃO NA SUA EMPRESA. COMECE A POUPAR AGORA MESMO, COM SOLUÇÕES PERSONALIZADAS. As empresas procuram constantemente formas de reduzir os seus custos, o que implica frequentemente tomar decisões difíceis. Existem porém ocasiões em que a solução está mais perto do que imaginamos. Equipamentos, consumíveis e serviços relacionados, consomem uma parte significativa das suas receitas. Basta mudar a forma como gerimos o papel para obter poupanças significativas. OS TRÊS ELOS FRACOS DO SISTEMA DE IMPRESSÃO EQUIPAMENTOS INADEQUADOS Se as suas impressoras são sobre ou subdimensionadas para o trabalho em vista, vão acabar por tornar-se numa fonte de custos excessivos, e por vezes, também com muitos tempos de avaria. Esta é uma realidade com que nos deparamos diariamente e que prejudica as empresas mais do que estas imaginam. IMPRESSÕES DESNECESSÁRIAS A quantidade de impressões que nunca é recolhida dos tabuleiros dos equipamentos representa mais um desperdício muito significativo de papel, toner, energia, e naturalmente, contribui negativamente para o meio ambiente.? COMPORTAMENTO DO UTILIZADOR Raramente os utilizadores têm consciência da diferença de custos que representa imprimir grandes trabalhos de impressão na primeira impressora de jacto de tinta que se encontra, em vez de recorrer ao multifuncional departamental. A Kyocera desenvolveu um conjunto de soluções que lhe permitirão recuperar o controlo dos custos do seu sistema de impressão. À MEDIDA Através da identificação precisa dos seus requisitos em matéria de gestão documental, poderemos conceber uma solução individual que não só reduza os seus custos de impressão, mas que ainda lhe permita baixar drasticamente o impacto ambiental. O tamanho importa: Em conjunto, analisaremos o seu actual dispositivo e encontraremos a solução mais adequada para atender aos seus requisitos exactos. Consumíveis sempre que necessitar: Tudo o que precisar, ser-lhe-á entregue automaticamente quando e onde quiser, racionalizando a gestão de toners e reduzindo espaço de armazenagem. Formação in loco: Para garantir que tem os meios necessários para optimizar a utilização das nossas soluções, um técnico especializado encarregar-se-á de formar devidamente o seu pessoal. PERSONALIZAÇÃO Ao requerer que cada utilizador disponha de um cartão de identificação para aceder ao sistema, estará a garantir a segurança da sua informação, bem como a limitar a utilização dos equipamentos apenas a utilizadores autorizados. Saberá assim com rigor quanto estará a gastar com cópias e impressões e quem está na origem dos custos gerados. Uma aposta segura: Segurar os seus equipamentos contra utilização não autorizada, aumenta o grau de segurança da sua informação, mas permite reduzir ainda os custos associados. Impressão personalizadas: Os trabalhos de impressão serão produzidos apenas quando o utilizador se identificar perante o sistema. Acabarão assim as impressões esquecidas nos tabuleiros dos equipamentos. Manter o controlo: A utilização das nossas soluções ajudá-lo-á a alocar custos de acordo com os centros de origem ou projectos que deram origem aos trabalhos de impressão, obtendo assim um controlo rigoroso. POLITÍCAS DE IMPRESSÃO As nossas soluções ajudá-lo-ão a implementar políticas específicas de impressão e a influenciar o comportamento dos utilizadores, que se tornarão mais conscientes dos custos que representam imprimir. Duplex por defeito: Ao definir o modo de impressão duplex em todos os equipamentos, os seus custos com papel e o impacto ambiental, serão reduzidos para metade. Encaminhamento eficaz: Poupe tempo e dinheiro ao encaminhar os seus trabalhos de impressão, automaticamente, para o equipamento com melhor relação custo/ eficácia disponível. Por exemplo encaminhar grandes trabalhos de impressão para equipamentos departamentais. Direitos de utilização: Poderá definir quotas de utilização e determinar exactamente quem está autorizado a imprimir ou copiar o quê, cores, A3, etc.

3 TODA A GENTE GOSTA DE POUPAR. E ISTO É SÓ O PRINCÍPIO. Para além de lhe permitir obter poupanças substanciais, a linha de soluções KYOCERA será para si uma lufada de ar fresco, ao alterar a forma como se relaciona com o sistema de impressão na sua empresa. Para além de que estará a reduzir significativamente o impacto ambiental do seu parque de impressão. Veja o que dizem alguns utilizadores KYOCERA: A forma inteligente como foram combinados os produtos KYOCERA, a utilização do software MyQ para optimização do trabalho, permitiram-nos reduzir substancialmente os nossos custos de impressão, consumo eléctrico e pegada ambiental. Malte Wolters, IT Director Globus, Rússia Foi uma mudança positiva, tanto em termos de poupança, como no que concerne ao modo como trabalhamos. Agora, apenas imprimimos o que realmente precisamos e quase que eliminamos as impressões esquecidas nos tabuleiros das impressoras. Observámos uma poupança significativa nos custos de impressão, consumo de papel, electricidade, ao mesmo tempo que conseguimos reduzir o número de equipamentos Marta Lozano, Head of Purchasing and General Services Toyota Spain, S.L.U., Spain Aqui na Sparkasse, os nosso custos já baixaram cerca de 40% e as nossas despesas administrativas com o sistema de impressão estão a caminhar para zero. Os nossos utilizadores corresponderam muito bem aos requisitos do novo sistema. Frank Hummel, Head of Organisation/IT Sparkasse, Zwickau, Germany Rua do Centro Cultural (Alvalade), Nº Lisboa Tel Fax KYOCERA Document Solutions Inc. 2 28, 1-Chome Tamatsukuri Chuo-Ku Osaka Japan A KYOCERA não garante que todas as especificações mencionadas estejam isentas de erro. Estas estão sujeitas a alterações sem pré-aviso. A informação está correcta à data da sua impressão. Todas as outras marcas ou nomes de produtos podem ser marcas registadas dos seus respectivos detentores, do que aqui se dá e toma conhecimento.

Iluminação exterior. IntelligentCity. Solução IntelligentCity Dê vida à sua cidade com. connected lighting

Iluminação exterior. IntelligentCity. Solução IntelligentCity Dê vida à sua cidade com. connected lighting Iluminação exterior IntelligentCity Solução IntelligentCity Dê vida à sua cidade com connected lighting Dê vida à sua cidade Facilidade de utilização Eficiência e flexibilidade Capacidade de expansão futura

Leia mais

4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente

4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente 4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente Saiba como melhorar a gestão financeira da sua empresa e manter o fluxo de caixa sob controle Ciclo Financeiro Introdução Uma boa gestão financeira é um dos

Leia mais

O QUE É CERTIFICAÇÃO DIGITAL?

O QUE É CERTIFICAÇÃO DIGITAL? O QUE É CERTIFICAÇÃO DIGITAL? Os computadores e a Internet são largamente utilizados para o processamento de dados e para a troca de mensagens e documentos entre cidadãos, governo e empresas. No entanto,

Leia mais

Manual Prático de Avaliação do Desempenho

Manual Prático de Avaliação do Desempenho Tendo em conta o planeamento das actividades do serviço, deve ser acordado conjuntamente entre o superior hierárquico e o trabalhador, o plano individual e os objectivos definidos para o período em avaliação.

Leia mais

ISAE/FGV MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS

ISAE/FGV MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS ISAE/FGV MBA EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS ACYR TEDESCHI CASSIANO RODRIGUES DA CRUZ DANIEL REZENDE FRANCISCO FIRMINO ROBSON VIDO UMA SISTEMÁTICA PARA A RECUPERAÇÃO DE PROJETOS PROBLEMÁTICOS CURITIBA 2013

Leia mais

INTRODUÇÃO À SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO

INTRODUÇÃO À SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO A SUA SAÚDE : UMA COLECÇÃO DE MÓDULOS E SEGURANÇA NO TRABALHO BUREAU PARA AS ACTIVIDADES DOS TRABALHADORES BUREAU INTERNACIONAL DO TRABALHO A sua saúde e segurança no trabalho: uma ColeCçÃo de MÓdulos

Leia mais

CLÍNICA VETERINÁRIA São Paulo 2ª Edição - 2005

CLÍNICA VETERINÁRIA São Paulo 2ª Edição - 2005 CLÍNICA VETERINÁRIA São Paulo 2ª Edição - 2005 ÍNDICE UM ALERTA AO EMPREENDEDOR... 7 PARA NÃO FRACASSAR... 8 SOBRE OPORTUNIDADE... 10 PLANO DE NEGÓCIO: O QUE É? COMO ELABORAR?... 11 O QUE CONSIDERAR NUM

Leia mais

manual básico de Mídia

manual básico de Mídia manual básico de Mídia Manual Básico de Mídia Índice 4 6 8 Alcance e Frequência Amostras Audiência de TV 10 Concentração e Distribuição 12 Custo Por Mil 14 Definição de Verbas 18 Demanda Controlada 20

Leia mais

(Texto relevante para efeitos do EEE)

(Texto relevante para efeitos do EEE) 9.8.2008 Jornal Oficial da União Europeia L 214/3 REGULAMENTO (CE) N. o 800/2008 DA COMISSÃO de 6 de Agosto de 2008 que declara certas categorias de auxílios compatíveis com o mercado comum, em aplicação

Leia mais

21 CFR Part11. Introdução. O que quer dizer. Glossário. Roney Rietschel

21 CFR Part11. Introdução. O que quer dizer. Glossário. Roney Rietschel 21 CFR Part11 Autor: Eng. Roney Ritschel, diretor técnico da Microblau Contato: roney.rts@microblau.com.br Roney Rietschel Introdução Recentemente entrou em vigor a nova RDC 17/2010 da ANVISA que substitui

Leia mais

EDIÇÃO ONLINE GRATUITA

EDIÇÃO ONLINE GRATUITA EDIÇÃO ONLINE GRATUITA Feito para você Cortesia da Este livro é distribuído gratuitamente no portal InfoQ.com. Se você recebeu este livro de qualquer outra fonte, por favor, suporte o autor e o editor

Leia mais

COMO CRIAR UMA EMPRESA DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE EVENTOS

COMO CRIAR UMA EMPRESA DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE EVENTOS PORTUGAL EMPREENDEDOR GUIA PRÁTICO SECTORIAL DE EMPREENDEDORISMO E DA PROMOÇÃO DA COMPETITIVIDADE COMO CRIAR UMA EMPRESA DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DE EVENTOS ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 TESTEMUNHO DE EMPRESÁRIO

Leia mais

COMO ELABORAR UM CV APELATIVO

COMO ELABORAR UM CV APELATIVO COMO ELABORAR UM CV APELATIVO QUAL TEM SIDO O SEU PERCURSO DE VIDA? Apesar de uma crescente tendência para evidenciar competências junto de potenciais empregadores recorrendo a outros meios, nomeadamente

Leia mais

Guia AGENDA 21 Local

Guia AGENDA 21 Local MANUAL Guia AGENDA 21 Local Um desafio para todos GUIA AGENDA 21 LOCAL UM DESAFIO PARA TODOS Manual Novembro de 2007 Título: Guia Agenda 21 Local Um desafio para todos Autoria: Equipa da TTerra Auditoria,

Leia mais

Eficiência energética nos edifícios residenciais

Eficiência energética nos edifícios residenciais Manual do Consumidor 1 Eficiência energética nos edifícios residenciais Textos Pieraldo Isolani Membros do Grupo de Trabalho Transnacional que colaboraram: Riccardo Comini - Adiconsum, Itália Florence

Leia mais

DICAS PRÁTICAS PARA QUEM PENSA EM INVESTIR NUMA FRANQUIA

DICAS PRÁTICAS PARA QUEM PENSA EM INVESTIR NUMA FRANQUIA Marcelo Cherto PRESIDENTE DO GRUPO CHERTO www.cherto.com.br www.franchisestore.com.br DICAS PRÁTICAS PARA QUEM PENSA EM INVESTIR NUMA FRANQUIA O emprego é um animal em extinção Some-se à Globalização

Leia mais

Como planificar e gerir um serviço de referência

Como planificar e gerir um serviço de referência No.28, Abr Jun. 2007 Como planificar e gerir um serviço de referência Sérgio Filipe Agostinho Mangas Bibliotecário responsável pela Biblioteca Municipal de Figueiró dos Vinhos, Portugal sergiomangas@gmail.com

Leia mais

Seu manual do usuário SHARP MX-2300N/2700N http://pt.yourpdfguides.com/dref/1289710

Seu manual do usuário SHARP MX-2300N/2700N http://pt.yourpdfguides.com/dref/1289710 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para SHARP MX-2300N/2700N. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual

Leia mais

650+ dlan. The Network Innovation

650+ dlan. The Network Innovation 650+ dlan The Network Innovation devolo dlan 650+ 2013 devolo AG Aquisgrão (Alemanha) Todos os dados nesta documentação foram reunidos após uma verificação cuidadosa, não sendo, no entanto, válidos como

Leia mais

Gestão por Competências Uma Questão de Sobrevivência em um Ambiente Empresarial Incerto

Gestão por Competências Uma Questão de Sobrevivência em um Ambiente Empresarial Incerto Gestão por Competências Uma Questão de Sobrevivência em um Ambiente Empresarial Incerto Andrea Vieira Soares Coordenadora de Qualidade do RAC MBA em Recursos Humanos FGV-RJ Administradora George Albin

Leia mais

As disposições da UE em matéria de segurança social

As disposições da UE em matéria de segurança social Actualização 2010 As disposições da UE em matéria de segurança social Os seus direitos quando se desloca no interior da União Europeia Comissão Europeia As disposições da UE em matéria de segurança social

Leia mais

Direitos e deveres no trabalho

Direitos e deveres no trabalho 1 Direitos e deveres no trabalho doméstico gami Grupo de Apoio às Mulheres Imigrantes 2 FICHA TÉCNICA Equipa Solidariedade Imigrante - Associação para a Defesa dos Direitos dos/as Imigrantes; DINÂMIA CET-IUL

Leia mais

GUIA DE GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

GUIA DE GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS GUIA DE GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS 1 Inspire-se, acredite em você e... sucesso! 2 G UIA DE GESTÃO FINANCEIRA PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS Ninguém entra em um jogo para perder, certo?

Leia mais

COMO CRIAR UM RESTAURANTE

COMO CRIAR UM RESTAURANTE PORTUGAL EMPREENDEDOR GUIA PRÁTICO SECTORIAL DE EMPREENDEDORISMO E DA PROMOÇÃO DA COMPETITIVIDADE COMO CRIAR UM RESTAURANTE ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 TESTEMUNHO DE EMPRESÁRIO 4 LICENCIAMENTO 7 LEGISLAÇÃO 7

Leia mais

PRODUTOS QUÍMICOS NO TRABALHO

PRODUTOS QUÍMICOS NO TRABALHO A SEGURANÇA E A SAÚDE NA UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS QUÍMICOS NO TRABALHO Dia Mundial da segurança e saúde no trabalho 28 de abril de 2014 SafeDay A SEGURANÇA E A SAÚDE NA UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS QUÍMICOS NO

Leia mais

DIRETRIZES PARA COMBATER O CONLUIO ENTRE CONCORRENTES EM CONTRATAÇÕES PÚBLICAS ORGANIZAÇÃO PARA COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - OCDE

DIRETRIZES PARA COMBATER O CONLUIO ENTRE CONCORRENTES EM CONTRATAÇÕES PÚBLICAS ORGANIZAÇÃO PARA COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - OCDE DIRETRIZES PARA COMBATER O CONLUIO ENTRE CONCORRENTES EM CONTRATAÇÕES PÚBLICAS ORGANIZAÇÃO PARA COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - OCDE FEVEREIRO DE 2009 1 DIRETRIZES PARA COMBATER O CONLUIO ENTRE

Leia mais

Como Elaborar um Plano de Negócios: O SEU GUIA PARA UM PROJECTO DE SUCESSO

Como Elaborar um Plano de Negócios: O SEU GUIA PARA UM PROJECTO DE SUCESSO Como Elaborar um Plano de Negócios: O SEU GUIA PARA UM PROJECTO DE SUCESSO Como Elaborar um Plano de Negócios Ao pensar em procurar um parceiro de Capital de Risco, um empreendedor necessita de estruturar

Leia mais

aos serviços bancários Bruno Dias Elisa Silva Rahul Kumar Tiago Ralha

aos serviços bancários Bruno Dias Elisa Silva Rahul Kumar Tiago Ralha ACEsso Dos imigrantes aos serviços bancários EM PorTugal Bruno Dias Elisa Silva Rahul Kumar Tiago Ralha Biblioteca Nacional Catalogação na Publicação Dias, Bruno e outros Acesso dos imigrantes aos serviços

Leia mais

Uma Abordagem ao Problema de Caminho Mais Curto Multiobjectivo Aplicação ao Problema de Encaminhamento em Redes Integradas de Comunicações

Uma Abordagem ao Problema de Caminho Mais Curto Multiobjectivo Aplicação ao Problema de Encaminhamento em Redes Integradas de Comunicações Carlos Manuel Chorro Simões Barrico (Universidade da Beira Interior) Uma Abordagem ao Problema de Caminho Mais Curto Multiobjectivo Aplicação ao Problema de Encaminhamento em Redes Integradas de Comunicações

Leia mais

HUILA: PROVINCIA SEM DEFECAÇÃO AO AR LIVRE

HUILA: PROVINCIA SEM DEFECAÇÃO AO AR LIVRE República de Angola Governo da Província da Huíla HUILA: PROVINCIA SEM DEFECAÇÃO AO AR LIVRE PLANO DE ACÇÃO Lubango 2008 Índice 1 Contexto Historico... 3 2 Resumo... 5 3 Lógica de intervenção... 6 3.1

Leia mais