ALMADA FICHA TÉCNICA. Título Território e População Retrato de Almada segundo os Censos 2011

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ALMADA FICHA TÉCNICA. Título Território e População Retrato de Almada segundo os Censos 2011"

Transcrição

1

2 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA FICHA TÉCNICA Título Território e População Retrato de Almada segundo os Censos 2011 Serviço Divisão de Estudos e Planeamento Departamento de Planeamento Urbanístico Direção Municipal de Planeamento e Administração do Território e Obras Câmara Municipal de Almada Data Fevereiro 2014

3 ÍNDICE NOTA INTRODUTÓRIA... 6 RESUMO... 7 DADOS GERAIS... 8 POPULAÇÃO ESTRUTURA ETÁRIA INDICADORES DE ESTRUTURA OUTROS INDICADORES DEMOGRÁFICOS NÍVEL DE INSTRUÇÃO DESEMPREGO REFORMADOS E SEM ATIVIDADE ECONÓMICA EMPREGO MOVIMENTOS PENDULARES POPULAÇÃO DE NACIONALIDADE ESTRANGEIRA FAMÍLIAS EDIFÍCIOS ALOJAMENTOS

4 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA ÍNDICE DE FIGURAS E TABELAS Figura 1 Evolução da População Residente, Famílias, Alojamentos e Edifícios Concelho de Almada 2001 e Figura 2 População Residente por Freguesia 2001 e Figura 3 Taxa de Variação ( ) da População Residente Freguesias Figura 4 Famílias por Freguesia 2001 e Figura 5 Taxa de Variação ( ) do Número de Famílias Freguesias Figura 6 Alojamentos por Freguesia 2001 e Figura 7 Taxa de Variação ( ) dos Alojamentos Freguesias Figura 8 Edifícios por Freguesia 2001 e Figura 9 - Taxa de Variação ( ) dos Edifícios Freguesias Figura 10 População Residente, segundo Grupos Etários Concelho de Almada 2001 e Figura 11 Percentagem de População Residente segundo os Grupos Etários Concelho de Almada 2001 e Figura 12 Pirâmide Etária do Concelho de Almada Figura 13 - Pirâmide Etária do Concelho de Almada Figura 14 Pirâmide Etária da Freguesia de Almada Figura 15 Pirâmide Etária da Freguesia da Caparica Figura 16 - Pirâmide Etária da Freguesia da Costa da Caparica Figura 17 - Pirâmide Etária da Freguesia da Cova da Piedade Figura 18 - Pirâmide Etária da Freguesia da Trafaria Figura 19 - Pirâmide Etária da Freguesia da Cacilhas Figura 20 - Pirâmide Etária da Freguesia do Pragal Figura 21 - Pirâmide Etária da Freguesia da Sobreda Figura 22 - Pirâmide Etária da Freguesia da Charneca de Caparica Figura 23 - Pirâmide Etária da Freguesia do Laranjeiro Figura 24 - Pirâmide Etária da Freguesia do Feijó Figura 25 - Proporção de População Jovem (0-14 anos) Figura 26 - Proporção de População Idosa (65 ou mais anos) Figura 27 Índice de Dependência de Jovens 2001 e Figura 28 Índice de Dependência de Idosos 2001 e Figura 29 Índice de Dependência Total 2001 e Figura 30 - Índice de Envelhecimento 2001 e Figura 31 - Índice de Sustentabilidade Potencial 2001 e Figura 32 - Índice de Masculinidade 2001 e Figura 33 Densidade Populacional 2001 e Figura 34 Percentagem de População Residente segundo o Estado Civil Concelho e Freguesias Figura 35 População Residente segundo o Nível de Instrução Mais Elevado Completo Concelho de Almada 2001 e Figura 36 - População Residente segundo o Nível de Instrução Mais Elevado Completo Freguesias Figura 37 Peso da População com Ensino Superior Freguesias Figura 38 Taxa de Analfabetismo Freguesias 2001 e Figura 39 Taxa de Desemprego Freguesias 2001 e Figura 40 Taxa de Variação ( ) da Taxa de Desemprego Freguesias Figura 41 Taxa de Variação ( ) de Indivíduos Pensionistas e Reformados Freguesias Figura 42 Taxa de Variação ( ) de Indivíduos Sem Atividade Económica Freguesias Figura 43 Taxa de Atividade Figura 44 - Taxa de Emprego da População em Idade Ativa Figura 45 População Ativa e População Empregada em relação à População Residente Figura 46 Indivíduos Residentes Empregados Figura 47 Indivíduos Residentes Empregados Figura 48 - Indivíduos Residentes Empregados Figura 49 - Movimentos Pendulares Taxa de variação de 2001 e Figura 50 - Movimentos Pendulares População Empregada Taxa de variação de 2001 e

5 Figura 51 - Movimentos Pendulares População Estudante Taxa de variação de 2001 e Figura 52 População residente que vive no alojamento a maior parte do ano (Concelho de Almada), estudante, segundo o concelho de estudo Figura 53 - População residente que vive no alojamento a maior parte do ano (Concelho de Almada), a exercer profissão, segundo o concelho de trabalho Figura 54 - População residente noutros concelhos, estudante no concelho de Almada Figura 55 - População residente noutros concelhos, a exercer profissão no concelho de Almada Figura 56 - População residente que vive no alojamento a maior parte do ano (Concelho de Almada), a exercer uma profissão, segundo a duração do trajeto residência/ local de trabalho - Concelho Figura 57 - População residente que vive no alojamento a maior parte do ano (Concelho de Almada), estudantes, segundo a duração do trajeto residência/ local estudo Concelho Figura 58 - População residente que vive no alojamento a maior parte do ano, a exercer uma profissão, segundo a duração do trajeto residência/ local de trabalho Freguesias Figura 59 - População residente que vive no alojamento a maior parte do ano, estudantes, segundo a duração do trajeto residência/ local estudo Freguesias Figura 60 - População residente (%) que vive no alojamento a maior parte do ano (Concelho de Almada), a exercer uma profissão, segundo o principal meio de transporte utilizado nos trajetos residência/local de trabalho Concelho Figura 61 - População residente (%) que vive no alojamento a maior parte do ano (Concelho de Almada), estudante, segundo o principal meio de transporte utilizado nos trajetos residência/local de trabalho Concelho Figura 62 - População residente que vive no alojamento a maior parte do ano, a exercer uma profissão, segundo o principal meio de transporte utilizado nos trajetos residência/local de trabalho Freguesias Figura 63 - População residente que vive no alojamento a maior parte do ano (Concelho de Almada), estudante, segundo o principal meio de transporte utilizado nos trajetos residência/local de trabalho Freguesias Figura 64 Peso da População Residente com Nacionalidade Estrangeira Freguesias Figura 65 Pirâmide Etária da População Residente com Nacionalidade Estrangeira Concelho Figura 66 População Residente com Nacionalidade Estrangeira segundo País de Origem Concelho Figura 67 Famílias Clássicas segundo a Sua Dimensão Concelho de Almada Figura 68 Famílias Clássicas segundo a sua Dimensão Freguesias Figura 69 Dimensão Média das Famílias 2001 e Figura 70 Percentagem de Famílias Clássicas Freguesias 2001 e Figura 71 Proporção (%) de famílias com pessoas com 14 ou menos anos Figura 72 - Proporção (%) de famílias com pessoas com 65 ou mais anos Figura 73 Taxa de Variação do Número de Edifícios Clássicos Figura 74 Número de Alojamentos por Edifício Freguesias Figura 75 Edifícios Segundo o Tipo de Utilização Freguesias Figura 76 Edifícios Segundo o Número de Pisos Freguesias Figura 77 Edifícios Segundo a Época de Construção Freguesias Figura 78 Edifícios Segundo a Época de Construção Freguesias Figura 79 Proporção (%) de Edifícios mais Antigos (Construídos antes de 1960) Figura 80 Proporção (%) de Edifícios Mais Recentes (Construídos depois de 2001) Figura 81 Índice de Envelhecimento dos Edifícios Figura 82- Edifícios Segundo o Estado de Conservação (%) Freguesias Figura 83 Edifícios com Necessidades de Reparação (%) Freguesias Figura 84 Edifícios Muito Degradados (%) Freguesias Figura 85 Edifícios Segundo a Recolha de Resíduos Urbanos (%) Freguesias Figura 86 Densidade de Alojamentos Clássicos Freguesias Figura 87 Alojamentos Clássicos por Edifício Clássico Freguesias Figura 88 Alojamentos Segundo a Forma de Ocupação (%) Freguesias Figura 89 Taxa de Variação ( ) dos Alojamentos de Residência Secundária Freguesias Figura 90 Taxa de Variação ( ) dos Alojamentos Vagos Freguesias Figura 91 - Alojamentos Familiares de Residência Habitual Segundo a Área Útil (%) Freguesias Figura 92 - Alojamentos Familiares de Residência Habitual Segundo o Número de Divisões Freguesias Figura 93 - Alojamentos Familiares de Residência Habitual Segundo as Condições de Ocupação Freguesias Figura 94 - Encargos Médios Mensais por Aquisição de Habitação Própria ( ) Freguesias Figura 95 - Valor Médio Mensal das Rendas dos Alojamentos Familiares Clássicos Arrendados ( ) Freguesias

6 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Tabela 1 População Residente, Famílias, Alojamentos e Edifícios Freguesias Tabela 2 - População Residente, segundo Grupos Etários e Sexo Freguesias Tabela 3 - Índice de Dependência de Jovens Tabela 4- Índice de Dependência de Idosos Tabela 5 - Índice de Dependência Total Tabela 6 - Índice de Envelhecimento Tabela 7 - Índice de Sustentabilidade Potencial Tabela 8 - Relação de Masculinidade Tabela 9 - Densidade Populacional Tabela 10 - População Residente segundo o Estado Civil Legal e o Sexo Tabela 11 - População Residente segundo o Nível de Instrução Mais Elevado Completo e Sexo Tabela 12 - Taxa de Analfabetismo Freguesias 2001 e Tabela 13 - Indivíduos Residentes Desempregados Freguesias Tabela 14 - Taxa de Desemprego Freguesias Tabela 15 - Indivíduos Pensionistas e Reformados e Sem Atividade Económica Freguesias 2001 e Tabela 16 Indivíduos Residentes Empregados por Sector de Atividade Freguesias (2011) Tabela 17 Indivíduos que Trabalham ou Estudam no Município que Residem Freguesias 2001 e Tabela 18 Indivíduos que Trabalham ou Estudam num Município Diferente do que Residem Freguesias 2001 e Tabela 19 População residente que vive no alojamento a maior parte do ano, a exercer uma profissão, e estudantes, segundo a duração do trajeto residência/ local de trabalho ou estudo Freguesias Tabela 20 - População residente que vive no alojamento a maior parte do ano, a exercer uma profissão, e estudantes, segundo o principal meio de transporte utilizado nos trajetos residência/local de trabalho ou estudo Freguesias Tabela 21 - População residente (%) que vive no alojamento a maior parte do ano, a exercer uma profissão, segundo o local de trabalho e o principal meio de transporte utilizado nos trajetos residência/local de trabalho Tabela 22 - População residente (%) que vive no alojamento a maior parte do ano, estudante, segundo o local de estudo e o principal meio de transporte utilizado nos trajetos residência/local de estudo Tabela 23 População Residente em Almada com Nacionalidade Estrangeira Freguesias 2001 e Tabela 24 - Famílias Clássicas segundo a Sua Dimensão Freguesias Tabela 25 Famílias Clássicas Segundo a Estrutura Freguesias Tabela 26 Famílias Clássicas Segundo o Desemprego Freguesias Tabela 27 Edifícios Segundo o Número de Alojamentos Freguesias Tabela 28 Edifícios Segundo o Tipo de Utilização e o Número de Pisos Freguesias Tabela 29 Edifícios Segundo a Estrutura de Construção Freguesias Tabela 30 Edifícios Segundo o Estado de Conservação Freguesias Tabela 31 Edifícios Segundo a Recolha de Resíduos Urbanos Freguesias Tabela 32 Alojamentos Segundo o Tipo de Alojamento Freguesias Tabela 33 Alojamentos Segundo a Forma de Ocupação dos Alojamentos Familiares Freguesias Tabela 34 Alojamentos Familiares de Residência Habitual Segundo a Existência de Infraestruturas e Estacionamento Freguesias Tabela 35 Alojamentos Familiares de Residência Habitual Segundo a Área Útil Freguesias Tabela 36 - Alojamentos Familiares de Residência Habitual Segundo o Número de Divisões e as Condições de Ocupação Freguesias Tabela 37 Alojamentos Familiares Clássicos de Residência Habitual por Encargos com Aquisição de Habitação Própria Freguesias Tabela 38 - Encargos Médios Mensais por Aquisição de Habitação Própria ( ) Freguesias 2001 e Tabela 39 - Valor Médio Mensal das Rendas dos Alojamentos Familiares Clássicos Arrendados ( ) Freguesias 2001 e

7 NOTA INTRODUTÓRIA O presente documento procura compilar e sistematizar os principais dados e indicadores resultantes da operação censitária de 2011 no Concelho de Almada. Assim, para a sua elaboração foram utilizados os dados do Instituto Nacional de Estatística, disponíveis no seu sítio eletrónico (www.ine.pt), referentes aos Censos de 2011, bem como alguns dados dos Censos 2001, de forma a ser possível uma análise da evolução temporal registada nas Freguesias e Concelho de Almada. Pelo que, todas as tabelas, gráficos e mapas apresentados, apesar de tratados e produzidos pela Câmara Municipal de Almada, têm como fonte de informação o Instituto Nacional de Estatística (INE). 6

8 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA RESUMO Os resultados definitivos dos Censos 2011, da responsabilidade do Instituto Nacional de Estatística (INE), referenciados ao dia 21 de Março de 2011, indicam que a população residente em Almada é de indivíduos, dos quais são homens e são mulheres. A percentagem de jovens aumentou de 14,1% em 2001 para 14,7% em 2011, mas a de idosos aumentou também e de forma mais expressiva de 16,8% para 20,5%. Consequência direta da estrutura demográfica do concelho, o índice de envelhecimento subiu de 118,8 em 2001, para 140,7 em O número de famílias clássicas aumentou de para 71901, mas diminui o número médio de pessoas por família de 2,64 para 2,42. Na educação, o concelho, tal como o País, progrediu muito nas últimas décadas. A proporção da população com ensino superior é de 14,5%, quando em 2001 era 9,1%. Paralelamente, de 2001 para 2011, a taxa de analfabetismo passou de 6,06% para 3,27%. No mercado de trabalho, as atividades dos serviços, concentram 84% da população empregada, a indústria 15,3% e a agricultura 0,7%. A população nascida no estrangeiro residente em Almada é de cidadãos. A maior comunidade estrangeira é a de nacionalidade brasileira, cerca de 40,9%. O parque habitacional continuou a crescer na última década e o número de alojamentos para habitação é de Cerca de 70,5% dos alojamentos estão ocupados pelo proprietário e 29,5% são arrendados.

9 DADOS GERAIS 8

10 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Tabela 1 População Residente, Famílias, Alojamentos e Edifícios Freguesias 2011 Zona População residente Famílias Alojamentos familiares Alojamentos Geográfica HM 1 H 2 M 3 Clássicas Institucionais Total Clássicos Outros coletivos Edifícios Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó Figura 1 Evolução da População Residente, Famílias, Alojamentos e Edifícios Concelho de Almada 2001 e 2011 Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística TAXAS DE VARIAÇÃO ( ) CONCELHO DE ALMADA POPULAÇÃO RESIDENTE 8,2% ALOJAMENTOS 9,9% FAMÍLIAS 18,0% EDIFÍCIOS 13,8% 1 HM Homens e Mulheres, Total da População 2 H - Homens 3 M - Mulheres

11 Figura 2 População Residente por Freguesia 2001 e Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 3 Taxa de Variação ( ) da População Residente Freguesias FREGUESIAS COM TAXA DE VARIAÇÃO POSITIVA Charneca da Caparica Sobreda Feijó Costa da Caparica Caparica 45,8% 40,2% 17,5% 14,6% 5,8% FREGUESIAS COM TAXA DE VARIAÇÃO NEGATIVA Almada Cacilhas Pragal Cova da Piedade Trafaria Laranjeiro -15,0% -13,7% -7,3% -5,9% -4,2% -0,9% Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística

12 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 4 Famílias por Freguesia 2001 e 2011 Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 5 Taxa de Variação ( ) do Número de Famílias Freguesias FREGUESIAS COM TAXA DE VARIAÇÃO POSITIVA Sobreda Charneca da Caparica Feijó Costa da Caparica Caparica Laranjeiro Pragal Cova da Piedade Trafaria 51,6% 50,1% 29,3% 27,3% 18,8% 10,1% 5,6% 5,1% 3,9% FREGUESIAS COM TAXA DE VARIAÇÃO NEGATIVA Cacilhas -4,5% Almada -4,0% Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística

13 Figura 6 Alojamentos por Freguesia 2001 e Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 7 Taxa de Variação ( ) dos Alojamentos Freguesias FREGUESIAS COM TAXA DE VARIAÇÃO POSITIVA Sobreda Charneca da Caparica Feijó Caparica Laranjeiro Costa da Caparica Cova da Piedade Pragal Cacilhas Almada 40,6% 24,7% 13,7% 9,5% 7,4% 3,9% 2,5% 1,8% 1,4% 0,5% FREGUESIAS COM TAXA DE VARIAÇÃO NEGATIVA Trafaria -2,8% Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística

14 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 8 Edifícios por Freguesia 2001 e 2011 Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 9 - Taxa de Variação ( ) dos Edifícios Freguesias FREGUESIAS COM TAXA DE VARIAÇÃO POSITIVA Sobreda Charneca da Caparica Laranjeiro Feijó Caparica Costa da Caparica Pragal Cacilhas 39,6% 23,1% 11,0% 7,9% 7,8% 5,4% 2,9% 1,6% FREGUESIAS COM TAXA DE VARIAÇÃO NEGATIVA Almada Cova da Piedade Trafaria -7,6% -1,7% -0,6% Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística

15 POPULAÇÃO 14

16 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA ESTRUTURA ETÁRIA Figura 10 População Residente, segundo Grupos Etários Concelho de Almada 2001 e 2011 Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Zona Geográfica Almada (Concelho) Tabela 2 - População Residente, segundo Grupos Etários e Sexo Freguesias aos 4 anos 5 aos 9 anos 10 aos 13 anos 14 aos 19 anos 20 aos 24 anos 25 aos 64 anos 65 ou mais anos HM H M HM H M HM H M HM H M HM H M HM H M HM H M Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó TAXAS DE VARIAÇÃO ( ) POR GRUPO ETÁRIO CONCELHO DE ALMADA 0 aos 4 anos 8,3% 20 aos 24 anos -27,0% 5 aos 9 anos 17,0% 25 aos 64 anos 6,1% 10 aos 13 anos 16,0% 65 ou mais anos 33,0% 14 aos 19 anos -5,8%

17 Figura 11 Percentagem de População Residente segundo os Grupos Etários Concelho de Almada 2001 e Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 12 Pirâmide Etária do Concelho de Almada a 4 5 a 9 10 a a a a a a 39 Grupos Etários (Anos) 40 a 44 Total H M a a a 59 Fonte: Censos 2001, Instituto Nacional de Estatística 60 a a a a a a ou +

18 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 13 - Pirâmide Etária do Concelho de Almada a 4 5 a 9 10 a a a a a a 39 Grupos Etários (Anos) 40 a 44 Total H M a a a a a a a a a ou + Figura 14 Pirâmide Etária da Freguesia de Almada a 4 5 a 9 10 a a a a a a 39 Grupos Etários (Anos) 40 a 44 Total H M a a a a a a a a a ou +

19 Figura 15 Pirâmide Etária da Freguesia da Caparica a 4 5 a 9 10 a a a a a a 39 Grupos Etários (Anos) 40 a 44 Total H M a a a a a a a a a ou + Figura 16 - Pirâmide Etária da Freguesia da Costa da Caparica a 4 5 a 9 10 a a a a a a 39 Grupos Etários (Anos) 40 a 44 Total H M a a a a a a a a a ou +

20 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 17 - Pirâmide Etária da Freguesia da Cova da Piedade a 4 5 a 9 10 a a a a a a 39 Grupos Etários (Anos) 40 a 44 Total H M a a a a a a a a a ou + Figura 18 - Pirâmide Etária da Freguesia da Trafaria a 4 5 a 9 10 a a a a a a 39 Grupos Etários (Anos) 40 a 44 Total H M a a a a a a a a a ou +

21 Figura 19 - Pirâmide Etária da Freguesia da Cacilhas a 4 5 a 9 10 a a a a a a 39 Grupos Etários (Anos) 40 a 44 Total H M a a a a a a a a a ou + Figura 20 - Pirâmide Etária da Freguesia do Pragal a 4 5 a 9 10 a a a a a a 39 Grupos Etários (Anos) 40 a 44 Total H M a a a a a a a a a ou +

22 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 21 - Pirâmide Etária da Freguesia da Sobreda a 4 5 a 9 10 a a a a a a 39 Grupos Etários (Anos) 40 a 44 Total H M a a a a a a a a a ou + Figura 22 - Pirâmide Etária da Freguesia da Charneca de Caparica a 4 5 a 9 10 a a a a a a 39 Grupos Etários (Anos) 40 a 44 Total H M a a a a a a a a a ou +

23 Figura 23 - Pirâmide Etária da Freguesia do Laranjeiro a 4 5 a 9 10 a a a a a a 39 Grupos Etários (Anos) 40 a 44 Total H M a a a a a a a a a ou + Figura 24 - Pirâmide Etária da Freguesia do Feijó a 4 5 a 9 10 a a a a a a 39 Grupos Etários (Anos) 40 a 44 Total H M a a a a a a a a a ou +

24 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Média concelhia da proporção de indivíduos dos 0 aos 14 anos 14,7% Média concelhia da proporção de indivíduos com mais de 65 anos 20,5% Figura 25 - Proporção de População Jovem (0-14 anos) 2011 Figura 26 - Proporção de População Idosa (65 ou mais anos) 2011 Freguesias mais jovens (0 14 anos) Charneca da Caparica (18,2%) Caparica (16,5%) Feijó (16,1%) Sobreda (16,0%) Trafaria (15,7%) Freguesias mais envelhecidas (mais de 65 anos) Cacilhas (32,7%) Almada (32,5%) Cova da Piedade (27,3%) Trafaria (22,1%)

25 INDICADORES DE ESTRUTURA Tabela 3 - Índice de Dependência de Jovens 4 Unidade Territorial Nº 2011 Nº Portugal 23,6 22,6 Lisboa (NUT II) 21,3 23,5 Península de Setúbal (NUT III) 21,8 24,1 Almada (Concelho) 20,3 22,7 Almada 16,1 16,6 Caparica 23,9 24,3 Costa da Caparica 20,3 20,6 Cova da Piedade 15,0 19,2 Trafaria 24,1 25,3 Cacilhas 14,0 16,6 Pragal 24,9 20,1 Sobreda 21,2 23,9 Charneca de Caparica 22,5 27,6 Laranjeiro 21,3 22,3 Feijó 21,7 24,3 24 Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 27 Índice de Dependência de Jovens 2001 e Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística 4 Relação entre a população jovem e a população em idade ativa, definida habitualmente como o quociente entre o número de pessoas com idades compreendidas entre os 0 e os 14 anos e o número de pessoas com idades compreendidas entre os 15 e os 64 anos (expressa habitualmente por 100 (10^2 ) pessoas com anos).

26 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Tabela 4- Índice de Dependência de Idosos 5 Unidade Territorial Nº 2011 Nº Portugal 24,1 29,0 Lisboa (NUT II) 22 27,8 Península de Setúbal (NUT III) 20,3 27,5 Almada (Concelho) 24,2 31,7 Almada 44,4 56,2 Caparica 16,5 23,2 Costa da Caparica 21,2 29,3 Cova da Piedade 30,4 44,7 Trafaria 27,1 35,5 Cacilhas 39,7 56,7 Pragal 15,6 24,8 Sobreda 17,4 25,3 Charneca de Caparica 18,9 24,1 Laranjeiro 20,7 28,8 Feijó 19,0 26,3 Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 28 Índice de Dependência de Idosos 2001 e Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística 5 Relação entre a população idosa e a população em idade ativa, definida habitualmente como o quociente entre o número de pessoas com 65 ou mais anos e o número de pessoas com idades compreendidas entre os 15 e os 64 anos (expressa habitualmente por 100 (10^2 ) pessoas com anos).

27 Tabela 5 - Índice de Dependência Total 6 Unidade Territorial Nº 2011 Nº Portugal 47,8 51,6 Lisboa (NUT II) 43,5 51,2 Península de Setúbal (NUT III) 42,2 51,5 Almada (Concelho) 44,6 54,4 Almada 60,6 72,8 Caparica 40,5 47,5 Costa da Caparica 41,6 49,9 Cova da Piedade 45,5 63,8 Trafaria 51,4 60,8 Cacilhas 53,7 73,3 Pragal 40,6 44,9 Sobreda 38,7 49,2 Charneca de Caparica 41,4 51,7 Laranjeiro 42,2 51,1 Feijó 40,9 50,6 26 Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 29 Índice de Dependência Total 2001 e Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística 6 Relação entre a população jovem e idosa e a população em idade ativa, definida habitualmente como o quociente entre o número de pessoas com idades compreendidas entre os 0 e os 14 anos conjuntamente com as pessoas com 65 ou mais anos e o número de pessoas com idades compreendidas entre os 15 e os 64 anos (expressa habitualmente por 100 (10^2) pessoas com anos).

28 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Tabela 6 - Índice de Envelhecimento 7 Unidade Territorial Nº 2011 Nº Portugal 102,2 128,6 Lisboa (NUT II) 103,4 118,3 Península de Setúbal (NUT III) 93,4 114,1 Almada (Concelho) 118,8 139,6 Almada 274,9 339,4 Caparica 69,1 95,5 Costa da Caparica 104,3 141,9 Cova da Piedade 202,1 233,0 Trafaria 112,4 140,6 Cacilhas 283,6 341,8 Pragal 62,9 122,9 Sobreda 81,9 106,0 Charneca de Caparica 84 87,4 Laranjeiro 97,1 129,4 Feijó 87,4 108,5 Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 30 - Índice de Envelhecimento 2001 e Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística 7 Relação entre a população idosa e a população jovem, definida habitualmente como o quociente entre o número de pessoas com 65 ou mais anos e o número de pessoas com idades compreendidas entre os 0 e os 14 anos (expressa habitualmente por 100 (10^2) pessoas dos 0 aos 14 anos).

29 Tabela 7 - Índice de Sustentabilidade Potencial 8 Unidade Territorial Nº 2011 Nº Portugal 4,1 3,4 Lisboa (NUT II) 4,5 3,6 Península de Setúbal (NUT III) 4,9 3,6 Almada (Concelho) 4,1 3,2 Almada 2,3 1,8 Caparica 6,0 4,3 Costa da Caparica 4,7 3,4 Cova da Piedade 3,3 2,2 Trafaria 3,7 2,8 Cacilhas 2,5 1,8 Pragal 6,4 4,0 Sobreda 5,7 3,9 Charneca de Caparica 5,3 4,1 Laranjeiro 4,8 3,5 Feijó 5,3 3,8 28 Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 31 - Índice de Sustentabilidade Potencial 2001 e Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística 8 Relação entre a população em idade ativa e a população idosa, definida habitualmente como o quociente entre o número de pessoas com idades compreendidas entre os 15 e os 64 anos e o número de pessoas com 65 ou mais anos (expressa habitualmente por cada pessoa (10^2) com 65 ou mais anos).

30 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA OUTROS INDICADORES DEMOGRÁFICOS Tabela 8 - Relação de Masculinidade 9 Unidade Territorial Nº 2011 Nº Portugal 93,4 91,5 Lisboa (NUT II) 92,0 89,8 Península de Setúbal (NUT III) 95,1 92,1 Almada (Concelho) 93,7 90,1 Almada 85,2 82,2 Caparica 99,1 92,8 Costa da Caparica 98,2 90,8 Cova da Piedade 88,3 83,9 Trafaria 95,3 94,9 Cacilhas 86,8 80,5 Pragal 94,1 90,2 Sobreda 95,3 92,5 Charneca de Caparica 100,3 96,9 Laranjeiro 94,6 90,0 Feijó 94,7 90,6 Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 32 - Índice de Masculinidade 2001 e Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística 9 Quociente entre os efetivos populacionais do sexo masculino e os do sexo feminino (habitualmente expresso por 100 (10^2) mulheres).

31 Tabela 9 - Densidade Populacional 10 Nº/Km 2 Unidade Territorial Portugal 112,38 114,5 Lisboa (NUT II) 898,48 940,0 Península de Setúbal (NUT III) 451,98 479,6 Almada (Concelho) 2289, ,8 Almada 14235, ,9 Caparica 1755, ,5 Costa da Caparica 1114, ,3 Cova da Piedade 14395, ,0 Trafaria 1039,83 993,4 Cacilhas 6342, ,2 Pragal 3398, ,3 Sobreda 1830, ,8 Charneca de Caparica 886, ,1 Laranjeiro 5454, ,2 Feijó 4064, ,6 30 Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 33 Densidade Populacional 2001 e Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística 10 Intensidade do povoamento expressa pela relação entre o número de habitantes de uma área territorial determinada e a superfície desse território (habitualmente expressa em número de habitantes por quilómetro quadrado).

32 Direção Municipal de Planeamento e Administração do Território e Obras Departamento de Planeamento Urbanístico Divisão de Estudos e Planeamento Tabela 10 - População Residente segundo o Estado Civil Legal e o Sexo 2011 Total Solteiro Casado Divorciado Viúvo Zona Geográfica HM H M HM H M HM H M HM H M HM H M Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó Figura 34 Percentagem de População Residente segundo o Estado Civil Concelho e Freguesias 2011

33 NÍVEL DE INSTRUÇÃO Tabela 11 - População Residente segundo o Nível de Instrução Mais Elevado Completo e Sexo 2011 Zona Geográfica Total Nenhum Básico - 1.º ciclo Básico - 2.º ciclo Básico - 3.º ciclo Secundário Pós-secundário Superior HM H M HM H M HM H M HM H M HM H M HM H M HM H M HM H M Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó

34 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 35 População Residente segundo o Nível de Instrução Mais Elevado Completo Concelho de Almada 2001 e Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 36 - População Residente segundo o Nível de Instrução Mais Elevado Completo Freguesias

35 Figura 37 Peso da População com Ensino Superior Freguesias 2011 Freguesias com valores acima da média concelhia (14,5%) Pragal (19,3%) Charneca da Caparica (18,9%) Cacilhas (17,8%) Costa de Caparica (16,5%) Almada (16,2%) Sobreda (16,2%) Cova da Piedade (15,8%) 34 Freguesias com valores abaixo da média concelhia (14,5%) Trafaria (5,0%) Caparica (9,1%) Laranjeiro (9,4%) Feijó (13,6%) Tabela 12 - Taxa de Analfabetismo Freguesias 2001 e 2011 HM HM H M 2001 (%) 2011 (%) 2011 (%) 2011 (%) Almada (Concelho) 6,08 3,27 1,82 4,56 Almada 5,61 3,03 1,05 4,61 Caparica 8,60 5,21 3,01 7,23 Costa da Caparica 5,91 2,66 2,14 3,12 Cova da Piedade 5,27 2,9 1,26 4,26 Trafaria 8,18 5,04 3,28 6,68 Cacilhas 5,16 2,61 1,08 3,81 Pragal 4,37 2,94 1,2 4,49 Sobreda 5,91 3,1 1,67 4,41 Charneca de Caparica 6,07 2,22 1,44 2,98 Laranjeiro 6,53 4,05 2,44 5,46 Feijó 4,89 2,95 1,61 4,15 Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística

36 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 38 Taxa de Analfabetismo Freguesias 2001 e Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística

37 DESEMPREGO Tabela 13 - Indivíduos Residentes Desempregados Freguesias Indivíduos Residentes Desempregados Procura do 1º Emprego Procura de Novo Emprego Nº % Nº % Almada (Concelho) Almada 199 8, ,9 Caparica , ,6 Costa da Caparica 164 7, ,0 Cova da Piedade 218 9, ,2 Trafaria 73 3, ,2 Cacilhas 69 3, ,8 Pragal 128 5, ,4 Sobreda 183 8, ,6 Charneca de Caparica , ,6 Laranjeiro , ,5 Feijó 228 9, ,1 36 Tabela 14 - Taxa de Desemprego Freguesias 2011 HM H M 2011 (%) 2011 (%) 2011 (%) Almada (Concelho) 14,33 15,19 13,49 Almada 14,91 15,56 14,28 Caparica 18,37 20,48 16,24 Costa da Caparica 13,91 14,33 13,47 Cova da Piedade 13,41 14,07 12,79 Trafaria 20,27 22,43 17,9 Cacilhas 13,17 13,62 12,74 Pragal 15,8 18,31 13,43 Sobreda 12 11,78 12,22 Charneca de Caparica 10,83 11,17 10,48 Laranjeiro 18,1 20,03 16,22 Feijó 12,57 12,42 12,72

38 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 39 Taxa de Desemprego Freguesias 2001 e 2011 Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 40 Taxa de Variação ( ) da Taxa de Desemprego Freguesias Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística

39 REFORMADOS E SEM ATIVIDADE ECONÓMICA Tabela 15 - Indivíduos Pensionistas e Reformados e Sem Atividade Económica Freguesias 2001 e 2011 Pensionistas e Reformados Sem Atividade Económica Nº % Nº % Nº % Nº % Almada (Concelho) , , , ,8 Almada , , , ,1 Caparica , , , ,5 Costa da Caparica , , , ,4 Cova da Piedade , , , ,6 Trafaria , , , ,9 Cacilhas , , , ,5 Pragal , , , ,4 Sobreda , , , ,0 Charneca de , , , ,8 Caparica Laranjeiro , , , ,7 Feijó , , , ,7 38 Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 41 Taxa de Variação ( ) de Indivíduos Pensionistas e Reformados Freguesias Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística

40 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 42 Taxa de Variação ( ) de Indivíduos Sem Atividade Económica Freguesias Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística

41 EMPREGO Figura 43 Taxa de Atividade Figura 44 - Taxa de Emprego da População em Idade Ativa (População ativa/população residente) * (População empregada/população com 15 ou mais anos) * 100

42 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 45 População Ativa 13 e População Empregada em relação à População Residente Tabela 16 Indivíduos Residentes Empregados por Sector de Atividade Freguesias (2011) Empregados Empregados no Sector Primário Empregados no Sector Secundário Empregados no Sector Terciário Nº % Nº % Nº % Almada (Concelho) , , ,0 Almada , , ,1 Caparica , , ,0 Costa da Caparica , , ,3 Cova da Piedade , , ,9 Trafaria , , ,9 Cacilhas , , ,5 Pragal , , ,1 Sobreda , , ,2 Charneca de Caparica , , ,2 Laranjeiro , , ,8 Feijó , , ,8 13 População Ativa corresponde ao conjunto de indivíduos com idade mínima de 15 anos que, no período de referência, constituíam a mão-de-obra disponível para a produção de bens e serviços que entram no circuito económico (empregados e desempregados em sentido restrito).

43 Figura 46 Indivíduos Residentes Empregados 2001 Figura 47 Indivíduos Residentes Empregados Fonte: Censos 2001, Instituto Nacional de Estatística Figura 48 - Indivíduos Residentes Empregados 2011

44 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA MOVIMENTOS PENDULARES Tabela 17 Indivíduos que Trabalham ou Estudam no Município que Residem Freguesias 2001 e 2011 Trabalham no Município que Estudam no Município que Residem Residem Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Tabela 18 Indivíduos que Trabalham ou Estudam num Município Diferente do que Residem Freguesias 2001 e 2011 Trabalham num Município Diferente do que Residem Estudam num Município diferente do que Residem Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística

45 Figura 49 - Movimentos Pendulares Taxa de variação de 2001 e : : ,6% 2001: : ,7% : : ,1% Fonte: Censos 2001 e 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 50 - Movimentos Pendulares População Empregada Taxa de variação de 2001 e : : ,7% 2001: : ,0% 2001: : ,1% Fonte: Censos 2001 e 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 51 - Movimentos Pendulares População Estudante Taxa de variação de 2001 e : : ,6% 2001: : ,9% 2001: : ,4% Fonte: Censos 2001 e 2011, Instituto Nacional de Estatística

46 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 52 População residente que vive no alojamento a maior parte do ano (Concelho de Almada), estudante, segundo o concelho de estudo Figura 53 - População residente que vive no alojamento a maior parte do ano (Concelho de Almada), a exercer profissão, segundo o concelho de trabalho Indivíduos residentes em Almada: 3224 estudam em Lisboa 788 estudam no Seixal 244 estudam em Setúbal Indivíduos residentes em Almada: trabalham em Lisboa 3243 trabalham no Seixal 1956 trabalham em Oeiras

47 Figura 54 - População residente noutros concelhos, estudante no concelho de Almada Figura 55 - População residente noutros concelhos, a exercer profissão no concelho de Almada Indivíduos que estudam em Almada e residem noutros concelhos 3006 residem no Seixal 816 residem em Lisboa Indivíduos que trabalham em Almada e residem noutros concelhos 9152 residem no Seixal 1959 residem em Lisboa 1049 residem em Sesimbra

48 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Tabela 19 População residente que vive no alojamento a maior parte do ano, a exercer uma profissão, e estudantes, segundo a duração do trajeto residência/ local de trabalho ou estudo Freguesias Zona Geográfica de residência Total Até 15 minutos População a exercer profissão De 16 a 30 minutos De 31 a 60 minutos De 61 a 90 minutos + de 90 minutos Até 15 minutos De 16 a 30 minutos Estudantes De 31 a 60 minutos De 61 a 90 minutos + de 90 minutos Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó Figura 56 - População residente que vive no alojamento a maior parte do ano (Concelho de Almada), a exercer uma profissão, segundo a duração do trajeto residência/ local de trabalho - Concelho 2011 Figura 57 - População residente que vive no alojamento a maior parte do ano (Concelho de Almada), estudantes, segundo a duração do trajeto residência/ local estudo Concelho 2011

49 Figura 58 - População residente que vive no alojamento a maior parte do ano, a exercer uma profissão, segundo a duração do trajeto residência/ local de trabalho Freguesias

50 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 59 - População residente que vive no alojamento a maior parte do ano, estudantes, segundo a duração do trajeto residência/ local estudo Freguesias 2011 Tabela 20 - População residente que vive no alojamento a maior parte do ano, a exercer uma profissão, e estudantes, segundo o principal meio de transporte utilizado nos trajetos residência/local de trabalho ou estudo Freguesias Zona Geográfica de residência A pé População a exercer profissão Automóvel/ Transportes Motociclo Coletivos Bicicleta Outro A pé Automóvel/ Motociclo Estudantes Transportes Coletivos Bicicleta Outro Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó

51 População que reside e estuda População que reside e trabalha Figura 60 - População residente (%) que vive no alojamento a maior parte do ano (Concelho de Almada), a exercer uma profissão, segundo o principal meio de transporte utilizado nos trajetos residência/local de trabalho Concelho Figura 61 - População residente (%) que vive no alojamento a maior parte do ano (Concelho de Almada), estudante, segundo o principal meio de transporte utilizado nos trajetos residência/local de trabalho Concelho Tabela 21 - População residente (%) que vive no alojamento a maior parte do ano, a exercer uma profissão, segundo o local de trabalho e o principal meio de transporte utilizado nos trajetos residência/local de trabalho Total de população que reside em Almada e trabalha como passageiro empresa ou escola M C 10,0 48,4 4,5 18,7 1,3 3,4 9,6 1,1 0,3 2,4 0,4 No município de residência 20,3 51,4 4,9 16,5 0,8 3,4 0,9 0,7 0,5 0,1 0,5 Na freguesia onde reside 42,4 37,9 4,1 11,2 0,7 1,5 0,4 0,6 0,8 0,1 0,3 Noutra freguesia do município onde reside 5,7 60,2 5,3 20,0 0,9 4,7 1,2 0,8 0,3 0,2 0,6 Total de população que reside em Almada e trabalha noutro município 0,6 45,7 4,1 20,7 1,7 3,4 17,5 1,5 0,1 4,5 0,3 Outros Tabela 22 - População residente (%) que vive no alojamento a maior parte do ano, estudante, segundo o local de estudo e o principal meio de transporte utilizado nos trajetos residência/local de estudo Total de população que reside em Almada e estuda como passageiro empresa ou escola M C 29,4 5,5 36,4 17,1 1,5 4,4 4,0 0,2 0,1 0,7 0,5 No município de residência 34,2 4,7 39,0 14,9 1,5 4,3 0,4 0,1 0,1 0,0 0,6 Na freguesia onde reside 47,0 2,9 36,6 9,6 1,3 1,8 0,1 0,1 0,2 0,0 0,3 Noutra freguesia do município onde reside 10,9 8,0 43,5 24,6 1,9 8,9 0,8 0,2 0,1 0,1 1,1 Total de população que reside em Almada e estuda noutro município 2,7 10,1 21,8 29,0 1,7 5,1 24,2 0,4 0,0 4,6 0,3 Outros

52 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 62 - População residente que vive no alojamento a maior parte do ano, a exercer uma profissão, segundo o principal meio de transporte utilizado nos trajetos residência/local de trabalho Freguesias 2011

53 Figura 63 - População residente que vive no alojamento a maior parte do ano (Concelho de Almada), estudante, segundo o principal meio de transporte utilizado nos trajetos residência/local de trabalho Freguesias

54 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA POPULAÇÃO DE NACIONALIDADE ESTRANGEIRA Tabela 23 População Residente em Almada com Nacionalidade Estrangeira Freguesias 2001 e 2011 Total Homens Mulheres % em relação ao total população residente Taxa de variação Almada (Concelho) ,2 6,1 55,7 Almada ,9 4,7 113,8 Caparica ,1 7,8 15,9 Costa da Caparica ,1 11,9 12,5 Cova da Piedade ,1 5,0 119,9 Trafaria ,9 8,7 41,6 Cacilhas ,3 5,7 111,7 Pragal ,6 3,4 24,2 Sobreda ,3 3,1 85,2 Charneca de Caparica ,7 4,1 120,0 Laranjeiro ,0 8,5 68,7 Feijó ,8 5,7 73,7 Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 64 Peso da População Residente com Nacionalidade Estrangeira Freguesias 2011

55 Figura 65 Pirâmide Etária da População Residente com Nacionalidade Estrangeira Concelho Figura 66 População Residente com Nacionalidade Estrangeira segundo País de Origem Concelho

56 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA FAMÍLIAS

57 Tabela 24 - Famílias Clássicas segundo a Sua Dimensão Freguesias Total 1 ou 2 Pessoas 3 ou 4 Pessoas 5 ou Mais Pessoas Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó Figura 67 Famílias Clássicas segundo a Sua Dimensão Concelho de Almada 2011 Figura 68 Famílias Clássicas segundo a sua Dimensão Freguesias 2011

58 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA DIMENSÃO MÉDIA DAS FAMÍLIAS CONCELHO ,64 Indivíduos / família ,42 Indivíduos / família Figura 69 Dimensão Média das Famílias 2001 e Fonte: Censos 2001 e 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 70 Percentagem de Famílias Clássicas Freguesias 2001 e 2011 Fonte: Censos 2001 e 2011, Instituto Nacional de Estatística

59 Tabela 25 Famílias Clássicas Segundo a Estrutura Freguesias Com pessoas com 14 ou menos anos Com pessoas com 65 ou mais anos Nº % Nº % Almada (Concelho) , ,9 Almada , ,3 Caparica , ,2 Costa da Caparica , ,1 Cova da Piedade , ,7 Trafaria , ,3 Cacilhas , ,5 Pragal , ,4 Sobreda , ,4 Charneca de Caparica , ,7 Laranjeiro , ,7 Feijó , ,5 58 Figura 71 Proporção (%) de famílias com pessoas com 14 ou menos anos 2011 Figura 72 - Proporção (%) de famílias com pessoas com 65 ou mais anos 2011

60 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Tabela 26 Famílias Clássicas Segundo o Desemprego Freguesias Sem Desempregados Com 1 desempregado Com 2 desempregados Nº % Nº % Nº % Almada (Concelho) , , ,9 Almada , , ,4 Caparica , , ,4 Costa da Caparica , ,3 84 1,4 Cova da Piedade , , ,3 Trafaria , ,1 59 2,5 Cacilhas , ,4 32 1,1 Pragal , ,9 83 2,9 Sobreda , ,5 96 1,7 Charneca de Caparica , , ,5 Laranjeiro , , ,8 Feijó , , ,6

61 EDIFÍCIOS 60

62 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Edifícios Clássicos Tabela 27 Edifícios Segundo o Número de Alojamentos Freguesias Edifícios Clássicos com 1 ou 2 Alojamentos Familiares Total Isolado Geminado Em Banda Edifícios Clássicos com 3 ou mais alojamentos familiares Edifícios Clássicos de outro tipo Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó Figura 73 Taxa de Variação do Número de Edifícios Clássicos Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística

63 Figura 74 Número de Alojamentos por Edifício Freguesias Tabela 28 Edifícios Segundo o Tipo de Utilização e o Número de Pisos Freguesias Tipo de Utilização Número de Pisos Exclusivamente Principalmente Principalmente Não 1 ou 2 3 ou 4 5 ou mais Residenciais Residenciais Residenciais Pisos pisos pisos Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó

64 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 75 Edifícios Segundo o Tipo de Utilização Freguesias Figura 76 Edifícios Segundo o Número de Pisos Freguesias

65 Tabela 29 Edifícios Segundo a Estrutura de Construção Freguesias Betão armado Alvenaria Alvenaria Adobe ou alvenaria com placa sem placa de pedra solta Outra Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó Antes 1919 Figura 77 Edifícios Segundo a Época de Construção Freguesias De 1919 a 1945 De 1946 a 1960 De 1961 a 1970 Época de construção dos edifícios De 1971 a 1980 De 1981 a 1990 De 1991 a 1995 De 1996 a 2000 De 2001 a 2005 De 2006 a 2011 Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó

66 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 78 Edifícios Segundo a Época de Construção Freguesias Figura 79 Proporção (%) de Edifícios mais Antigos (Construídos antes de 1960) Figura 80 Proporção (%) de Edifícios Mais Recentes (Construídos depois de 2001)

67 Figura 81 Índice de Envelhecimento dos Edifícios Unidade Territorial 2011 Nº Portugal 1,9 Lisboa (NUT II) 2,0 Península de Setúbal (NUT III) 1,4 Almada (Concelho) 2,4 Almada 63,8 Caparica 3,8 Costa da Caparica 15,3 Cova da Piedade 24,9 Trafaria 36,6 Cacilhas 35,0 Pragal 17,1 Sobreda 0,6 Charneca de Caparica 0,5 Laranjeiro 8,7 Feijó 2,0 66 Tabela 30 Edifícios Segundo o Estado de Conservação Freguesias Sem necessidade de reparação Com necessidade de reparação Pequenas reparações Reparações médias Grandes reparações Muito degradado N.º N.º N.º N.º N.º N.º Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó (Edifícios construídos até 1960/ Edifícios construídos após 2001)*100

68 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 82- Edifícios Segundo o Estado de Conservação (%) Freguesias Figura 83 Edifícios com Necessidades de Reparação (%) Freguesias Figura 84 Edifícios Muito Degradados (%) Freguesias

69 Tabela 31 Edifícios Segundo a Recolha de Resíduos Urbanos Freguesias Total Com recolha de resíduos urbanos Sem recolha de resíduos urbanos N.º N.º N.º Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó Figura 85 Edifícios Segundo a Recolha de Resíduos Urbanos (%) Freguesias

70 Direção Municipal de Planeamento e Administração do Território e Obras Departamento de Planeamento Urbanístico Divisão de Estudos e Planeamento ALOJAMENTOS

71 Tabela 32 Alojamentos Segundo o Tipo de Alojamento Freguesias Alojamentos Alojamentos Familiares Total Clássicos Não Clássicos Alojamentos Coletivos Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó Figura 86 Densidade de Alojamentos Clássicos Freguesias

72 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 87 Alojamentos Clássicos por Edifício Clássico Freguesias Tabela 33 Alojamentos Segundo a Forma de Ocupação dos Alojamentos Familiares Freguesias Alojamentos Residenciais Habituais Total Clássicos Não Clássicos Residência Secundária Alojamentos Vagos Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó

73 Figura 88 Alojamentos Segundo a Forma de Ocupação (%) Freguesias Fonte: Censos 2001 e 2011, Instituto Nacional de Estatística Figura 89 Taxa de Variação ( ) dos Alojamentos de Residência Secundária Freguesias Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística

74 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Figura 90 Taxa de Variação ( ) dos Alojamentos Vagos Freguesias Fonte: Censos 2001 e Censos 2011, Instituto Nacional de Estatística Tabela 34 Alojamentos Familiares de Residência Habitual Segundo a Existência de Infraestruturas e Estacionamento Freguesias Alojamentos Residenciais Habituais Alojamentos com estacionamento Com Água Com Retrete Com Esgotos Com Banho 1 lugar 2 lugares 3 lugares Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó

75 Tabela 35 Alojamentos Familiares de Residência Habitual Segundo a Área Útil Freguesias Área útil do alojamento de residência habitual Menos de 50 m 2 De 50 a 100 m 2 De 100 a 200 m m 2 ou mais Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó Figura 91 - Alojamentos Familiares de Residência Habitual Segundo a Área Útil (%) Freguesias 2011

76 DMPATO DPU Divisão de Estudos e Planeamento A ALMADA Tabela 36 - Alojamentos Familiares de Residência Habitual Segundo o Número de Divisões e as Condições de Ocupação Freguesias 2011 Número de divisões Condições de ocupação 1 a 2 Divisões 3 a 4 Divisões Proprietário Arrendatário Almada (Concelho) Almada Caparica Costa da Caparica Cova da Piedade Trafaria Cacilhas Pragal Sobreda Charneca de Caparica Laranjeiro Feijó Figura 92 - Alojamentos Familiares de Residência Habitual Segundo o Número de Divisões Freguesias 2011

Taxa de variação da população residente ( ) (%) por Local de residência

Taxa de variação da população residente ( ) (%) por Local de residência Taxa de variação da população residente (1991-2001) (%) Taxa de variação da população residente (1991-2001) (%) por Local de residência [(População residente 2001 - População residente 1991)/ População

Leia mais

Índice. Indicadores Demográficos

Índice. Indicadores Demográficos NUT III Península de Índice Densidade Populacional... 3 Esperança de Vida à Nascença... 3 Estrutura Etária da População dos 0 aos 14 anos... 4 Estrutura Etária da População dos 15 aos 24 anos... 4 Estrutura

Leia mais

Censos 2011 revelam o maior excedente de alojamentos em Portugal

Censos 2011 revelam o maior excedente de alojamentos em Portugal Parque Habitacional em Portugal: Evolução na última década 2001-2011 07 de dezembro de 2012 Censos 2011 revelam o maior excedente de alojamentos em Portugal Em 2011, o número de alojamentos em Portugal

Leia mais

AS CIDADES EM NÚMEROS

AS CIDADES EM NÚMEROS CD-ROM As Cidades em Números 2000-2002 17 de Junho de 2004 AS CIDADES EM NÚMEROS Caracterizar e quantificar o conhecimento sobre as actuais 141 cidades portuguesas, espaços que, cada vez mais, concentram

Leia mais

(112,47) ^^encia a 413,36

(112,47) ^^encia a 413,36 (112,47) ^^encia a 413,36 Este documento pretende proceder a uma análise sintética das principais variáveis sociais, económicas e demográficas do Distrito de Évora salientando os aspetos que se afiguram

Leia mais

A taxa de desemprego estimada para o 1º trimestre de 2014 foi 15,1%

A taxa de desemprego estimada para o 1º trimestre de 2014 foi 15,1% 09 de maio de 2014 Estatísticas do Emprego 1º trimestre de 2014 A taxa de desemprego estimada para o 1º trimestre de 2014 foi 15,1 A taxa de desemprego estimada para o 1º trimestre de 2014 foi 15,1. Este

Leia mais

ESTATÍSTICAS DEMOGRÁFICAS DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 2015

ESTATÍSTICAS DEMOGRÁFICAS DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 2015 11 de outubro 2016 ESTATÍSTICAS DEMOGRÁFICAS DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 2015 População residente Em 31 de dezembro de 2015, a população residente na Região Autónoma da Madeira (RAM) foi estimada em

Leia mais

A População Estrangeira em Portugal 2011 População estrangeira cresceu cerca de 70% na última década

A População Estrangeira em Portugal 2011 População estrangeira cresceu cerca de 70% na última década 17 de dezembro de 2012 (Destaque ad-hoc) A População Estrangeira em Portugal 2011 População estrangeira cresceu cerca de 70% na última década Segundo os Censos 2011, à data de 21 de Março em Portugal residiam

Leia mais

Autoras: Anabela Delgado INE, GC Gabinete dos Censos Paula Paulino INE, GC Gabinete dos Censos 2021

Autoras: Anabela Delgado INE, GC Gabinete dos Censos Paula Paulino INE, GC Gabinete dos Censos 2021 Artigo 3º_ página 77 A população de nacionalidade chinesa a residir em Portugal: uma caracterização com base nos Censos 211 Autoras: Anabela Delgado INE, GC Gabinete dos Censos 221 anabela.delgado@ine.pt

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO REDE SOCIAL MIRANDELA SISTEMA DE INFORMAÇÃO

SISTEMA DE INFORMAÇÃO REDE SOCIAL MIRANDELA SISTEMA DE INFORMAÇÃO SISTEMA DE INFORMAÇÃO 1 TERRITÓRIO Número de Freguesias Tipologia das Freguesias (urbano, rural, semi urbano) Área Total das Freguesias Cidades Estatísticas Total (2001, 2008, 2009) Freguesias Área Média

Leia mais

A RAA em números. Geografia

A RAA em números. Geografia 09 Foto: Espectro A RAA em números Geografia O arquipélago dos Açores é constituído por nove ilhas dispersas no Atlântico Norte ao longo de 600 km, segundo uma orientação noroeste-sudeste e enquadrado

Leia mais

MUNICÍPIO DE OLIVEIRA DE AZEMÉIS

MUNICÍPIO DE OLIVEIRA DE AZEMÉIS REDE SOCIAL MUNICÍPIO DE OLIVEIRA DE AZEMÉIS Diagnóstico Social Freguesia: S. Roque CARACTERIZAÇÃO GEOGRÁFICA DA FREGUESIA INDICADORES FREGUESIA S. Roque Km2 6,8 Lugares 5 480 Vias de unicação EN 227,

Leia mais

Habitação em Portugal: evolução e tendências.

Habitação em Portugal: evolução e tendências. Habitação em Portugal: evolução e tendências João Branco Lisboa http://portugalfotografiaaerea.blogspot.pt/search/label/arcos%20de%20valdevez Sumário Introdução 1. Publicação 2. Estrutura e conteúdo da

Leia mais

A taxa de desemprego estimada foi 13,5%

A taxa de desemprego estimada foi 13,5% 4 de fevereiro de 2015 Estatísticas do Emprego 4º trimestre de 2014 A taxa de desemprego estimada foi 13,5 A taxa de desemprego estimada para o 4º trimestre de 2014 foi 13,5. Este valor é superior em 0,4

Leia mais

UNIDADE DE EXECUÇÃO BORRAGEIROS

UNIDADE DE EXECUÇÃO BORRAGEIROS UNIDADE DE EXECUÇÃO BORRAGEIROS [ESTUDO TERRITORIAL] NOVEMBRO 2016 DGOU- DPUPE SPDM DEPARTAMENTO DE GESTÃO E ORDENAMENTO URBANÍSTICO DIVISÃO DE PLANEAMENTO URBANÍSTICO E PROJETOS ESTRUTURANTES SECTOR DO

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Vila Rica, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 7468,7 km² IDHM 2010 0,688 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 21382 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Guarujá, SP 30/07/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 143,71 km² IDHM 2010 0,751 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 290752 hab. Densidade

Leia mais

Retrato Estatístico do Funchal

Retrato Estatístico do Funchal Retrato Estatístico do Funchal Resultados Definitivos dos Censos 2011 EDUCAÇÃO POPULAÇÃO JUVENTUDE E ENVELHECIMENTO MOVIMENTOS POPULACIONAIS PARQUE HABITACIONAL ECONOMIA E EMPREGO CONDIÇÕES DE HABITABILIDADE

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Esperança, PB 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 166,54 km² IDHM 2010 0,623 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 31095 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Patos, PB 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 515,74 km² IDHM 2010 0,701 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 100674 hab. Densidade demográfica

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Sinop, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 3204,92 km² IDHM 2010 0,754 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 113099 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Guarabira, PB 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 166,77 km² IDHM 2010 0,673 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 55326 hab. Densidade

Leia mais

Portugal subiu nove lugares no ranking do desemprego com o Governo PS/ Sócrates. Desemprego aumentou desde que o Governo PS/Sócrates tomou posse

Portugal subiu nove lugares no ranking do desemprego com o Governo PS/ Sócrates. Desemprego aumentou desde que o Governo PS/Sócrates tomou posse Portugal subiu nove lugares no ranking do desemprego com o Governo PS/ Sócrates Desemprego aumentou desde que o Governo PS/Sócrates tomou posse Portugal passou do 14º para o 5º lugar do ranking do desemprego

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Rondonópolis, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 4181,58 km² IDHM 2010 0,755 Faixa do IDHM Alto (IDHM entre 0,700 e 0,799) (Censo 2010) 195476 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Porto Real do Colégio, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 240,46 km² IDHM 2010 0,551 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Pirpirituba, PB 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 79,64 km² IDHM 2010 0,595 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 10326 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização Sócio-Económica da Freguesia de Santo Condestável

Caracterização Sócio-Económica da Freguesia de Santo Condestável Instituto Superior Técnico Geografia Humana Caracterização Sócio-Económica da Freguesia de Santo Condestável Subsecção 11063504802 Ana Mestre 54720 - Djamilo Cravid 51660 - Luísa Videira 54746 - Júlio

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Taperoá, PB 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 664,9 km² IDHM 2010 0,578 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 14936 hab. Densidade demográfica

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Mãe D'Água, PB 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 243,65 km² IDHM 2010 0,542 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 4019 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Palmeira dos Índios, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 462,76 km² IDHM 2010 0,638 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de São Félix do Araguaia, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 16915,81 km² IDHM 2010 0,668 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 10625

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Boca da Mata, AL 13/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 187,11 km² IDHM 2010 0,604 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010)

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Belém, AL 13/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 48,36 km² IDHM 2010 0,593 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 4551 hab.

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Casserengue, PB 01/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 202,67 km² IDHM 2010 0,514 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo 2010) 7058 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de São José do Xingu, MT 02/08/2013 - Pág 1 de 14 Caracterização do território Área 7493,63 km² IDHM 2010 0,657 Faixa do IDHM Médio (IDHM entre 0,6 e 0,699) (Censo 2010) 5240 hab. Densidade

Leia mais

Caracterização do território

Caracterização do território Perfil do Município de Olho D'Água das Flores, AL 14/01/2014 - Pág 1 de 14 Report a map error Caracterização do território Área 183,96 km² IDHM 2010 0,565 Faixa do IDHM Baixo (IDHM entre 0,5 e 0,599) (Censo

Leia mais

Estimativas de População Residente, Portugal, NUTS II, NUTS III e Municípios

Estimativas de População Residente, Portugal, NUTS II, NUTS III e Municípios Estimativas de População Residente 09 de Junho 2010 Estimativas de População Residente, Portugal, NUTS II, NUTS III e Municípios A evolução demográfica em caracteriza-se por um ligeiro crescimento da população

Leia mais

Condição perante a atividade económica dos Jovens Jovens Inativos A população inativa corresponde ao conjunto de indivíduos que, na semana de referência no momento censitário, não são considerados economicamente

Leia mais

O Perfil do Pai que vive com os filhos

O Perfil do Pai que vive com os filhos 19 de março: Dia do Pai 18 de março 2013 O Perfil do Pai que vive com os filhos Em Portugal, 1 631 376 Pais vivem com filhos/as. A idade média dos Pais é de 47,1 anos. Na sua maioria são casados e vivem,

Leia mais

Observatório Luta Contra a Pobreza na Cidade de Lisboa

Observatório Luta Contra a Pobreza na Cidade de Lisboa Observatório Luta Contra a Pobreza na Cidade de Lisboa Apresentação realizada para a Rede Social de Lisboa Plataforma para a Área do Envelhecimento Zona Centro Ocidental (Alvalade, Campo Grande, S. João

Leia mais

RESULTADOS DEFINITIVOS

RESULTADOS DEFINITIVOS CENSOS 20 XV recenseamento geral da população V recenseamento geral da habitação RESULTADOS DEFINITIVOS LISBOA Instituto Nacional de Estatística Statistics Portugal FICA TÉCNICA Título Censos 20 Resultados

Leia mais

Dia Internacional da Família 15 de maio

Dia Internacional da Família 15 de maio Dia Internacional da Família 15 de maio 14 de maio de 14 (versão corrigida às 16.3H) Na 1ª página, 5º parágrafo, 3ª linha, onde se lia 15-65 anos deve ler-se 15-64 anos Famílias em Portugal As famílias

Leia mais

POPULAÇÃO BRASILEIRA

POPULAÇÃO BRASILEIRA POPULAÇÃO BRASILEIRA População Brasileira 2014: atingiu o número de 204 milhões de habitantes. Formada a partir de três grandes grupos étnicos: índios, brancos e negros. A maioria da população é branca

Leia mais

Emprego. População Empregada, por Sexo Anos de 2001 e 2011

Emprego. População Empregada, por Sexo Anos de 2001 e 2011 População Empregada, por Sexo Anos de 2001 e 2011 População Empregada, por Sexo Total Masculino Feminino 2001 2011 2001 2011 2001 2011 Portugal 4 650 947 4 361 187 2 599 088 2 275 974 2 051 859 2 085 213

Leia mais

05 de maio: Dia da Mãe

05 de maio: Dia da Mãe 03 de maio 2013 05 de maio: Dia da Mãe O retrato da Mãe que vive com os filhos A idade das Mães ao nascimento do primeiro filho tem vindo a aumentar. Em 2001 era-se Mãe pela primeira vez aos 26,8 anos.

Leia mais

Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico

Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico Barlavento Algarvio Fase 1: Caracterização e Diagnóstico Enquadramento Territórios distintos em termos de povoamento, demografia, economia e orografia: Municípios de cariz mais rural e com problemas de

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CONCELHO DE PONTA DELGADA

APRESENTAÇÃO DO CONCELHO DE PONTA DELGADA APRESENTAÇÃO DO CONCELHO DE PONTA DELGADA GEOGRAFIA O concelho Ponta Delgada está situado no extremo sudoeste da maior ilha do arquipélago dos Açores (S. Miguel). A sua área é 231,89 Km 2 que se encontram

Leia mais

Diversidade Demográfica

Diversidade Demográfica Municípios de Borda D Água do Tejo Diversidade Demográfica Exposição de Trabalhos 1º Ano, Turma G 2 a 6 de novembro/215 Diversidade demográfica dos municípios borda d água do Tejo Azambuja e Almada Municipio

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE SINES DEMOGRAFIA E INDICADORES DEMOGRÁFICOS

SISTEMA DE INFORMAÇÃO CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE SINES DEMOGRAFIA E INDICADORES DEMOGRÁFICOS DEMOGRAFIA E INDICADORES DEMOGRÁFICOS 1 INDICADOR: População residente e taxa de variação, 1991 e 2001 População Variação 1991 2001 Portugal 9867147 10356117 5,0 Alentejo 782331 776585-0,7 Alentejo Litoral

Leia mais

DESTAQUE ELEMENTOS DE CARACTERIZAÇÃO ELEMENTOS AUXILIARES PONTOS FORTES PONTOS FRACOS

DESTAQUE ELEMENTOS DE CARACTERIZAÇÃO ELEMENTOS AUXILIARES PONTOS FORTES PONTOS FRACOS INDICADORES GLOBAIS DA EVOLUÇÃO DA ACTIVIDADE ECONÓMICA 7,4% 20,4% 11,1% 25,9% 16,7% 13,0% 5,6% Indicador de Confiança dos Consumidores da região do (3º trimestre de 2003): - 41 Variação homologa do Índice

Leia mais

A Madeira no Feminino

A Madeira no Feminino A Madeira no Feminino 2000-2014 ELABORAÇÃO: Direção de Serviços de Estatísticas do Trabalho Direção Regional do Trabalho 2 de março 2015 1 A MADEIRA NO FEMININO (indicadores de evolução 2000-2014) População

Leia mais

ATENUA-SE TENDÊNCIA DECRESCENTE DO NÚMERO DE EDIFÍCIOS LICENCIADOS

ATENUA-SE TENDÊNCIA DECRESCENTE DO NÚMERO DE EDIFÍCIOS LICENCIADOS Licenciamento de Obras Dezembro de 2005 1 09 de Fevereiro de 2006 ATENUA-SE TENDÊNCIA DECRESCENTE DO NÚMERO DE EDIFÍCIOS LICENCIADOS Em Dezembro de 2005, atenuou-se a tendência decrescente da variação

Leia mais

Pesquisa Mensal de Emprego Maio 2004

Pesquisa Mensal de Emprego Maio 2004 Pesquisa Mensal de Emprego Maio 2004 Região Metropolitana do Rio de Janeiro Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE 1 PESQUISA MENSAL DE EMPREGO ESTIMATIVAS PARA O MÊS DE MAIO DE 2004 REGIÃO

Leia mais

Diretoria de Pesquisas - DPE Coordenação de População e Indicadores Sociais - COPIS Gerência de Indicadores Sociais - GEISO 17/12/2014

Diretoria de Pesquisas - DPE Coordenação de População e Indicadores Sociais - COPIS Gerência de Indicadores Sociais - GEISO 17/12/2014 2014 Diretoria de Pesquisas - DPE Coordenação de População e Indicadores Sociais - COPIS Gerência de Indicadores Sociais - GEISO 17/12/2014 Indicadores Sociais Construção baseada em observações geralmente

Leia mais

EM 2009, 39 MUNICÍPIOS APRESENTAVAM UM PODER DE COMPRA PER CAPITA ACIMA DA MÉDIA NACIONAL

EM 2009, 39 MUNICÍPIOS APRESENTAVAM UM PODER DE COMPRA PER CAPITA ACIMA DA MÉDIA NACIONAL EM 2009, 39 MUNICÍPIOS APRESENTAVAM UM PODER DE COMPRA PER CAPITA ACIMA DA MÉDIA NACIONAL Estudo sobre o Poder de Compra Concelhio 2009 Em 2009, dos 308 municípios portugueses, 39 apresentavam, relativamente

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ODIVELAS

CÂMARA MUNICIPAL DE ODIVELAS CÂMARA MUNICIPAL DE ODIVELAS Departamento de Planeamento Estratégico Divisão do Plano Director Municipal CARACTERIZAÇÃO PRELIMINAR DAS EMPRESAS E DO EMPREGO NO CONCELHO DE ODIVELAS Novembro 2003 CÂMARA

Leia mais

A inserção das mulheres no mercado de trabalho do Distrito Federal

A inserção das mulheres no mercado de trabalho do Distrito Federal A INSERÇÃO DA MULHER NO MERCADO DE TRABALHO DO DISTRITO FEDERAL MARÇO - 2014 MARÇO - 2012 A inserção das mulheres no mercado de trabalho do Inúmeras têm sido as abordagens sobre a crescente presença feminina

Leia mais

Resultados definitivos. Anabela Delgado INE, Gabinete dos Censos 20 de novembro 2012

Resultados definitivos. Anabela Delgado INE, Gabinete dos Censos 20 de novembro 2012 Resultados definitivos Anabela Delgado INE, Gabinete dos Censos 20 de novembro 2012 Temas em Análise População Família Parque Habitacional 1 População 2 População Residente À data do momento censitário

Leia mais

AS CRIANÇAS EM PORTUGAL - ALGUNS DADOS ESTATÍSTICOS

AS CRIANÇAS EM PORTUGAL - ALGUNS DADOS ESTATÍSTICOS Dia Mundial da Criança 1 de Junho 30 de Maio de 2005 AS CRIANÇAS EM PORTUGAL - ALGUNS DADOS ESTATÍSTICOS O conteúdo do presente Destaque está alterado na página 2, relativamente ao divulgado em 30-05-2005.

Leia mais

UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PELAS FAMÍLIAS 2001

UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PELAS FAMÍLIAS 2001 Informação à Comunicação Social 15 de Março de 22 UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PELAS FAMÍLIAS 21 No terceiro trimestre de 21, cerca de um quarto das famílias portuguesas - 24%

Leia mais

AULA 2 - Assíncrona Conteúdo:

AULA 2 - Assíncrona Conteúdo: 2 - Assíncrona Conteúdo: Crescimento da População Mundial Distribuição Geográfica 1.1 Habilidades: Compreender a estrutura atual da população mundial por faixa etária e por sexo, utilizando as pirâmides

Leia mais

Portugal. Turismo Interno. Mercados em Números. Rodapé

Portugal. Turismo Interno. Mercados em Números. Rodapé Turismo Interno Mercados em Números 1 Rodapé Designação oficial: República Portuguesa Capital: Lisboa Localização: Sudoeste da Europa Fronteiras terrestres: Espanha (1.241 km) Fronteiras marítimas: Madeira(1076,6

Leia mais

Evolução dos edifícios por ilha e município nos Açores

Evolução dos edifícios por ilha e município nos Açores Evolução dos edifícios por ilha e município nos Açores análise aos dados do Recenseamento Geral da Habitação 1981, 1991, 2001 & 2011 Vasco Silva Lisboa, 1 Dezembro 2014 1 RESUMO Com base nos dados recolhidos

Leia mais

Portugal : Retrato Económico e Social em gráficos

Portugal : Retrato Económico e Social em gráficos Portugal 198-1: Retrato Económico e Social em gráficos E.E.F. Mercados Financeiros Setembro 15 Perante o processo de ajustamento efectuado nos últimos quatro anos, é nosso propósito mostrar e realçar que

Leia mais

Breve enquadramento no Sistema Estatístico Nacional. - O INE, Serviços disponíveis, Ligações, Contacte-nos

Breve enquadramento no Sistema Estatístico Nacional. - O INE, Serviços disponíveis, Ligações, Contacte-nos Serviço de Difusão Portal do INE CENSOS 2011 (ao abrigo do projeto RIIBES) Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior dezembro 2012 Itinerário Breve enquadramento no Sistema Estatístico

Leia mais

Portugal. Turismo Interno. Mercado em Números. Rodapé

Portugal. Turismo Interno. Mercado em Números. Rodapé Turismo Interno Mercado em Números 1 Rodapé Designação oficial: República Portuguesa Capital: Lisboa Localização: Sudoeste da Europa Fronteiras terrestres: Espanha (1.241 km) Fronteiras marítimas: Madeira(1076,6

Leia mais

CURITIBA - PR habitantes habitantes ,84 hab/km². 76,30 anos. População : Estimativa populacional - 2.

CURITIBA - PR habitantes habitantes ,84 hab/km². 76,30 anos. População : Estimativa populacional - 2. CURITIBA - PR População - 2.010: 1.751.907 habitantes Estimativa populacional - 2.016: 1.893.997 habitantes Crescimento anual da população - 2000-2010: 0,99% Densidade demográfica - 2.010: 4.024,84 hab/km²

Leia mais

Caracterização do ACES LISBOA NORTE

Caracterização do ACES LISBOA NORTE Caracterização do ACES LISBOA NORTE 2013 ACES Lisboa Norte Quem somos e onde estamos Missão Prestar Cuidados de Saúde Primários de qualidade, com eficiência e eficácia, à população da sua área geográfica

Leia mais

Perfil da presença feminina no tecido empresarial português. 8 de Março 2012

Perfil da presença feminina no tecido empresarial português. 8 de Março 2012 Perfil da presença feminina no tecido empresarial português Sumário executivo Em Portugal : 54,9% das empresas têm pelo menos uma mulher nos seus cargos de gestão e direcção: 44,8% têm uma equipa mista,

Leia mais

Resultados sob embargo até divulgação pelo JN, DN, RTP e Antena 1 no dia 5 de Março à 01h00

Resultados sob embargo até divulgação pelo JN, DN, RTP e Antena 1 no dia 5 de Março à 01h00 SONDAGEM SOBRE CRISE ECONÓMICA E REFORMA DO ESTADO CESOP/UCP PARA ANTENA 1, RTP, JN E DN Resultados sob embargo até divulgação pelo JN, DN, RTP e Antena 1 no dia 5 de Março à 01h00 0. Ficha técnica Ficha

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE EMPREGO

PESQUISA MENSAL DE EMPREGO PESQUISA MENSAL DE EMPREGO ESTIMATIVAS PARA O MÊS DE J ANE I R O DE 2004 REGIÕES METROPOLITANAS DE: RECIFE, SALVADOR, BELO HORIZONTE, RIO DE JANEIRO, SÃO PAULO e PORTO ALEGRE I) INTRODUÇÃO Para o primeiro

Leia mais

Faça uma pergunta em goo.gl/slides/jtrgc2. Ocupação do território, emprego e demografia

Faça uma pergunta em goo.gl/slides/jtrgc2. Ocupação do território, emprego e demografia Centro Algarvio Faça uma pergunta em goo.gl/slides/jtrgc2 Ocupação do território, emprego e demografia Tendências Demográficas População Residente Em 2011 residiam 258.235 hab. (+15% face a 2001). Maiores

Leia mais

NOTÍCIAS ETENE 04 DE MAIO DE 2011 RESULTADOS DO CENSO 2010

NOTÍCIAS ETENE 04 DE MAIO DE 2011 RESULTADOS DO CENSO 2010 NOTÍCIAS ETENE 04 DE MAIO DE 2011 RESULTADOS DO CENSO 2010 População brasileira cresce quase 20 vezes desde 1872 A população do Brasil alcançou a marca de 190.755.799 habitantes na data de referência do

Leia mais

Professor Thiago Espindula - Geografia

Professor Thiago Espindula - Geografia Estrutura da População - A estrutura da população trata do estudo dos diferentes tipos de pessoas que existem em um local. Os tipos são classificados por sexo, idade, ocupação etc; e essas classificações

Leia mais

A ECONOMIA E O TRABALHO EM LISBOA

A ECONOMIA E O TRABALHO EM LISBOA A ECONOMIA E O TRABALHO EM LISBOA Contributos para o debate sobre a economia, o trabalho, a condições e qualidade de vida no Município de Lisboa O PRESENTE E O FUTURO EUGÉNIO ROSA Economista edr2@netcabo.pt

Leia mais

BAHIA. Previdenciária. ria PNAD BRASÍLIA, MAIO DE 2011

BAHIA. Previdenciária. ria PNAD BRASÍLIA, MAIO DE 2011 BAHIA Proteção Previdenciária ria - Perfil dos socialmente desprotegidos segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD 2009 - BRASÍLIA, MAIO DE 2011 1 1. Indicadores de Cobertura Social Cobertura

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA

REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA SECRETARIA REGIONAL DO PLANO E FINANÇAS DIREÇÃO REGIONAL DE ESTATÍSTICA ESTATÍSTICAS DEMOGRÁFICAS DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 2012 Catalogação Recomendada Estatísticas Demográficas

Leia mais

QUEM QUER SER UM ENTENDIDO EM ESTATÍSTICA? JOGO 1 - (para treino).

QUEM QUER SER UM ENTENDIDO EM ESTATÍSTICA? JOGO 1 - (para treino). Este jogo contém uma lista de referências em português, com termos que deverá analisar a fim de se preparar para responder às questões. O jogo a realizar em Portugal apresentará questões diferentes, mas

Leia mais

Valor médio de avaliação bancária acentuou tendência crescente

Valor médio de avaliação bancária acentuou tendência crescente Dez-14 Jan-15 Fev-15 Mar-15 Abr-15 Mai-15 Jun-15 Jul-15 Ago-15 Set-15 Out-15 Nov-15 Dez-15 Inquérito à Avaliação Bancária na Dezembro de 2015 25 de janeiro de 2016 Valor médio de avaliação bancária acentuou

Leia mais

IMPACTOS DA EDUCAÇÃO NA POBREZA E NA PRIVAÇÃO MATERIAL DAS FAMÍLIAS EM PORTUGAL, 2010

IMPACTOS DA EDUCAÇÃO NA POBREZA E NA PRIVAÇÃO MATERIAL DAS FAMÍLIAS EM PORTUGAL, 2010 DISSERTAÇÃO MESTRADO EM ECONOMIA E POLÍTICAS PÚBLICAS IMPACTOS DA EDUCAÇÃO NA POBREZA E NA PRIVAÇÃO MATERIAL DAS FAMÍLIAS EM PORTUGAL, 2010 Por: SUSANA PAULA P. F. NEVES INSTITUTO NACIONAL DE ESTATÍSTICA

Leia mais

Presença feminina nas empresas em Portugal

Presença feminina nas empresas em Portugal Presença feminina nas empresas em Portugal 4ª Edição, Março 2014 ESTUDO INFORMA D&B A Informa D&B, como especialista no conhecimento da informação sobre o tecido empresarial, tem vindo a acompanhar esta

Leia mais

O TRABALHO DAS MULHERES NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO EM 2013: MUDANÇAS E PERMANÊNCIAS

O TRABALHO DAS MULHERES NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO EM 2013: MUDANÇAS E PERMANÊNCIAS A INSERÇÃO DA MULHER NO MERCADO DE TRABALHO DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO MARÇO - 2012 MARÇO - 2012 MARÇO 2013 O TRABALHO DAS MULHERES NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO EM 2013: MUDANÇAS E PERMANÊNCIAS

Leia mais

FORMULÁRIO DE CANDIDATURA AO APOIO AO ARRENDAMENTO HABITACIONAL. DOCUMENTAÇÃO OBRIGATÓRIA para instrução da candidatura

FORMULÁRIO DE CANDIDATURA AO APOIO AO ARRENDAMENTO HABITACIONAL. DOCUMENTAÇÃO OBRIGATÓRIA para instrução da candidatura FORMULÁRIO DE CANDIDATURA AO APOIO AO ARRENDAMENTO HABITACIONAL DOCUMENTAÇÃO OBRIGATÓRIA para instrução da candidatura (APRESENTAR ORIGINAIS E ENTREGAR FOTOCÓPIAS DE TODOS OS DOCUMENTOS) B.I./ C.C./Cédula

Leia mais

PED PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO. Evolução da População Metropolitana de São Paulo

PED PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO. Evolução da População Metropolitana de São Paulo PESQUISA DE EMPREGO E DESEMPREGO NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO Agosto de 2003 Nota Técnica Nº 9: Atualização dos Valores Absolutos das Séries Divulgadas pela Com a divulgação dos dados definitivos

Leia mais

Evolução das Estruturas Domésticas em Portugal: de 1960 a 2011

Evolução das Estruturas Domésticas em Portugal: de 1960 a 2011 1 Evolução das Estruturas Domésticas em Portugal: de 1960 a 2011 Karin Wall, Vanessa Cunha, Vasco Ramos OFAP/ICS-ULisboa 2 Em análise: 4 grandes questões 1) Tipos de família em Portugal hoje e como mudaram

Leia mais

COMPILAÇÃO DE INDICADORES SOCIAIS

COMPILAÇÃO DE INDICADORES SOCIAIS COMPILAÇÃO DE INDICADORES SOCIAIS PNAD Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Última atualização: 2014 1 DOMICÍLIOS ACESSO A SERVIÇOS PÚBLICOS 2 Água EVOLUÇÃO DO PERCENTUAL DE DOMICÍLIOS COM ACESSO

Leia mais

Residentes em Portugal realizaram 15,4 milhões de viagens turísticas em 2010

Residentes em Portugal realizaram 15,4 milhões de viagens turísticas em 2010 PROCURA TURÍSTICA DOS RESIDENTES Janeiro a Dezembro de 2010 30 de Maio de 2011 Residentes em Portugal realizaram 15,4 milhões de viagens turísticas em 2010 Em 2010 foram realizadas cerca de 15,4 milhões

Leia mais

Obras licenciadas atenuaram decréscimo

Obras licenciadas atenuaram decréscimo Construção: Obras licenciadas e concluídas 1º Trimestre de 2014- Dados preliminares 12 de junho de 2014 Obras licenciadas atenuaram decréscimo No 1º trimestre de 2014 os edifícios licenciados diminuíram

Leia mais

MEIOS DE TRANSPORTE E DURAÇÕES DOS PERCURSOS CASA-TRABALHO

MEIOS DE TRANSPORTE E DURAÇÕES DOS PERCURSOS CASA-TRABALHO Meios de Transporte e Durações dos Percursos Casa - Trabalho MEIOS DE TRANSPORTE E DURAÇÕES DOS PERCURSOS CASA-TRABALHO Deslocações pendulares de activos empregados residentes na Região Norte EDUARDO PEREIRA

Leia mais

Taxa de risco de pobreza foi de 18%

Taxa de risco de pobreza foi de 18% Rendimento e Condições de Vida 2011 (Dados Provisórios) 13 de julho de 2012 Taxa de risco de pobreza foi de 18% A população residente em risco de pobreza foi de 18,0% em 2010, segundo os resultados do

Leia mais

3,11% 3,03% 2,82% 2,76% 2,56% 1,92% 1,62% 1,52% 1,48% 0,00% 1,00% 2,00% 3,00% 4,00% 5,00% 6,00%

3,11% 3,03% 2,82% 2,76% 2,56% 1,92% 1,62% 1,52% 1,48% 0,00% 1,00% 2,00% 3,00% 4,00% 5,00% 6,00% Problemáticas Especificas e Respostas Sociais Famílias e comunidade Rendimento Social de Inserção População Beneficiária de RSI (%) Barreiro Montijo Almada Setúbal Peninsula de Setúbal Portugal Continental

Leia mais

Fortaleza. 5ª cidade em população: 2,45 milhões 9ª colocada em PIB 18ª capital em rendimento mensal total domiciliar per capita nominal (R$ 701,00)

Fortaleza. 5ª cidade em população: 2,45 milhões 9ª colocada em PIB 18ª capital em rendimento mensal total domiciliar per capita nominal (R$ 701,00) 5ª cidade em população: 2,45 milhões 9ª colocada em PIB 18ª capital em rendimento mensal total domiciliar per capita nominal (R$ 701,00) Classificação por renda domiciliar per capita Renda Domiciliar Per

Leia mais

QUESTIONÁRIO INDIVIDUAL

QUESTIONÁRIO INDIVIDUAL PI-1. Nº DA PESSOA PI-2. NOME E APELIDO PI-3. RELAÇÃO PARENTESCO CARACTERÍSTICAS DEMOGRÁFICAS - PARA TODAS AS PESSOAS RESIDENTES PI-4. SEXO 1 Masculino 2 Feminino PI-5. SITUAÇÃO NA RESDIDÊNCIA 1 Residente

Leia mais

AMADORA XXI POPULAÇÃO 2011

AMADORA XXI POPULAÇÃO 2011 AMADORA XXI POPULAÇÃO 2011 Nota Introdutória Amadora XXI O Município da Amadora disponibiliza informação censitária de 2011 dirigida aos residentes, estudantes, empresários e interessados em conhecer a

Leia mais

Rita Nicolau Ausenda Machado José Marinho Falcão. Departamento de Epidemiologia

Rita Nicolau Ausenda Machado José Marinho Falcão. Departamento de Epidemiologia Distribuição da Mortalidade e dos Internamentos Hospitalares por Doenças do Aparelho Circulatório em Portugal Continental: Agregação Geográfica e Determinantes Rita Nicolau Ausenda Machado José Marinho

Leia mais

MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE

MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE Setembro/2013 registra a sua menor taxa de desemprego 1. Conforme as informações captadas pela Pesquisa de Emprego e Desemprego para os residentes em, a taxa

Leia mais

Liberalização do Aborto em Portugal, 4 anos depois

Liberalização do Aborto em Portugal, 4 anos depois Liberalização do Aborto em Portugal, 4 anos depois Gabinete de Estudos da F.P.V. Coordenação Francisco Vilhena da Cunha (De)crescimento populacional 110 000 108 000 106 000 104 000 1º ano em que o número

Leia mais

Índice. Indicadores Emprego

Índice. Indicadores Emprego NUT III Península de Índice População Residente Empregada Setor Primário (%)... 3 População Residente Empregada Setor Secundário (%)... 3 População Residente Empregada Setor Terciário (%)... 4 População

Leia mais

MOVIMENTOS PENDULARES NA ÁREA METROPOLITANA DE LISBOA 1991-2001

MOVIMENTOS PENDULARES NA ÁREA METROPOLITANA DE LISBOA 1991-2001 Informação à Comunicação Social 25 de Fevereiro de 2003 MOVIMENTOS PENDULARES NA ÁREA METROPOLITANA DE LISBOA 1991-2001 Deslocações entre o local de residência e o local de trabalho / estudo PORTUGAL MINISTÉRIO

Leia mais

Estratégia de Especialização Inteligente para a Região de Lisboa

Estratégia de Especialização Inteligente para a Região de Lisboa Workshop O Sistema Nacional de Investigação e Inovação - Desafios, forças e fraquezas rumo a 2020 Estratégia de Especialização Inteligente para a Região de Lisboa Eduardo Brito Henriques, PhD Presidente

Leia mais