Óleo & Gás. Produtos e serviços relacionados

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Óleo & Gás. Produtos e serviços relacionados"

Transcrição

1 Óleo & Gás Produtos e serviços relacionados

2 Da exploração ao refino Líder nas atividades de Engenharia Geotécnica, o Grupo Brasfond extende a aplicação de seu know-how tecnológico para o mercado de Óleo & Gás. A partir das atividades de fundação e infraestrutura até o desenvolvimento de equipamentos próprios, a cultura de inovação do Grupo Brasfond permite desenvolver soluções que superam todos os desafios encontrados, com recordes de desempenho e rigorosos padrões de qualidade e segurança. SONDA DE PERFURAÇÃO ONSHORE BRASBAUER PR110T1 P. 20 INSTALAÇÃO DE DUTOS PARA TRANSPORTE DE GÁS, PETRÓLEO E DERIVADOS FUNDAÇÕES ESPECIAIS OFFSHORE PARA PLATAFORMAS DE EXPLORAÇÃO GEOTECNIA AMBIENTAL FABRICAÇÃO DE SONDAS DE PERFURAÇÃO EXECUÇÃO DE ESTACAS DE GRANDE DIÂMETRO OFFSHORE P. 14 CRAVAÇÃO DE ESTACAS SUBMERSAS PARA JAQUETAS P. 16

3 EXECUÇÃO DE SHAFTS PROFUNDOS P. 8 PIPELINE INSERTION SYSTEM P. 4 ESCAVAÇÃO MECANIZADA DE TÚNEIS COM TBMs P. 10 PERFURAÇÃO DIRECIONAL DE GRANDE DIÂMETRO (HDD) P. 12 GEOTECNIA AMBIENTAL P. 18

4 INSTALAÇÃO DE DUTOS PARA TRANSPORTE DE GÁS, PETRÓLEO E DERIVADOS PIPELINE INSERTION SYSTEM Seguindo a filosofia de sempre apresentar a solução ideal para qualquer desafio enfrentado na engenharia do subsolo, a Brasfond desenvolveu e patenteou uma nova tecnologia de inserção de tubos, composta de um equipamento pipeline inserter, com sistema de suporte da tubulação e solda automatizada. O PIPELINE INSERTION SYSTEM tem patente mundial US 8,727,666 B2. Os dutos normalmente se estendem em grandes extensões, cujos comprimentos contínuos podem chegar até 9 km. Podem ainda ser instalados concomitantemente a escavação do túnel. Em casos de túneis de seções pequenas (mini túneis) a tubulação é inserida sem a necessidade da presença de mão de obra. Vantagens da Tecnologia Sistema automatizado que permite o controle da qualidade da tubulação e monitoramento em qualquer lugar; Utilização de raio laser para manter a precisão correta do posicionamento e alinhamento durante a execução; Sensores de controle da verticalidade e horizontalidade; Inserção de colunas de dutos contínuos dentro de túneis de grandes e pequenos diâmetros (mini-túneis); Inserção em valas subterrâneas (obras especiais) em obras de Pipeline; Adaptabilidade das colunas de dutos em função da geometria do túnel; Possibilidade de retirada da coluna de dutos do túnel para manutenção preventiva; Inserção em extensões contínuas de coluna com até 9km e 42 ; Os suportes metálicos fixados ao longo do túnel permitem absorver a flexibilidade da tubulação a ser inserida, como também as curvas e deflexões (desvios) ocorridas durante a fase construtiva do túnel; Em caso de tuneis escavados pela técnica Drill and Blast, a região de fixação dos suportes é previamente regularizada através da aplicação de argamassa. 4

5 5

6 INSTALAÇÃO DE DUTOS PARA TRANSPORTE DE GÁS, PETRÓLEO E DERIVADOS - pipeline insertion system Metodologia de inserção de dutos em túneis e galerias subterrâneas de grandes extensões: 1. Instalação de gabaritos metálicos a cada 12 metros, com utilização de perfuratrizes pneumáticas, sem o uso de eletricidade. 2. A coluna de dutos é preparada e soldada na parte externa do túnel com sistema automático. 3. Inicia-se o processo de inserção da coluna de dutos. 4. A coluna de dutos desliza sobre roldanas. Sistema monitorado. 5. O processo de inserção é monitorado eletronicamente com parâmetros em tempo real. 6. Coluna de dutos sendo inserida. 6

7 Metodologia de lançamento de dutos em valas a céu aberto: 1. Preparação e soldagem da coluna com sistema automático. 2. Instalação da coluna de dutos sobre roldanas e cavaletes externos. 3. Lançamento da coluna em vala, em etapas, com utilização de side boom. 4. Soldagem das sequências de colunas em valas preparadas (tie-in). Metodologia de travessia de dutos em pântanos/ ÁREAS ALAGADAS: 1. Instalação de coluna com apoio de tambores para flutuação. 3. Retirada dos tambores e consequente lançamento da coluna no fundo da vala. 2. Travessia da coluna de dutos até o ponto desejado. 7

8 INSTALAÇÃO DE DUTOS PARA TRANSPORTE DE GÁS, PETRÓLEO E DERIVADOS Execução de shafts profundos A Brasfond introduziu recentemete no Brasil uma tecnologia inédita de perfuração de Shafts Profundos denominado Blind Shaft. Este método, ao contrario do processo Raise Boring, executa o alargamento do Furo Piloto a partir da superfície, ou seja, de cima para baixo, o que dispensa a existência prévia de túnel ou de galeria no extremo inferior da perfuração, propiciando numa diminuição significativa do prazo da obra. Rápido e Seguro, o Blind Shaft atinge profundidades superiores à 800 metros e diâmetros até 8,00 metros, alargados em uma única fase. A utilização de motores de fundo (Rotary Vertical Drilling System) de ultima geração na perfuração do Furo Piloto, confere ao processo uma capacidade única na manutenção da verticalidade do furo, obtendo resultados inferiores à 0,10% de desvio vertical. A execução do Shaft pelo processo de circulação reversa (air-lift) utiliza apenas água como fluido de perfuração, o que elimina qualquer transgressão ao meio ambiente, uma vez que o material proveniente da escavação poderá ser utilizado como agregado ou mesmo descartado em locais próximos à praça de trabalho. Metodologia executiva A primeira etapa da execução da obra é a consolidação do maciço rochoso no entorno do eixo a ser perfurado, através da injeção de cimento sob alta pressão, cujo objetivo é o de diminuir as falhas ou fraturas da rocha, para que não haja perda de eficiência do processo de circulação reversa (air-lift). A execução do Shaft segue com a perfuração de um Furo Piloto até a profundidade de projeto e em seguida este furo é alargado para o diâmetro desejado, através do uso de brocas especiais, acopladas a uma sonda de alta capacidade de torque e de içamento (350 toneladas). Vista da obra 8

9 CASO DE OBRA: GASTAU / GasodutoTaubaté-Caraguatatuba Cliente: Petrobras Localização: Paraibuna / SP Características: Construção dos poços com 540 metros de profundidade e 1,70 metro de diâmetro e montagem de dutos e poço de ventilação. Escavação da perfuração até o topo rochoso Descida da coluna de dutos Execução do furo piloto Detalhe da broca especial Içamento da sonda de alta capacidade Nichos de conexão entre shaft/ túnel 9

10 INSTALAÇÃO DE DUTOS PARA TRANSPORTE DE GÁS, PETRÓLEO E DERIVADOS Escavação mecanizada de túneis com TBMs A BTC, empresa do Grupo Brasfond, executa escavação de túneis de até 4 metros de diâmetro em solo e rocha para obras de saneamento básico (interceptores e coletores-tronco), geração de energia (adução), túneis Rodoferroviários, Metroviários, mercado de O&G, entre outros. A redução dos prazos de construção das obras de túneis através do emprego de Tuneladoras e a consequente diminuição dos custos, iniciam uma nova fase na construção civil brasileira. Os processos e técnicas construtivas anteriormente utilizadas, como Drill and Blast, abrem espaço de forma definitiva para o processo Não Destrutivo Mecanizado - processo limpo e sem nenhuma agressão ou impacto ao Meio Ambiente. O método Tunnel Boring Machine hoje mundialmente utilizado tornou-se obrigatório em vários países europeus em vista das inúmeras vantagens, principalmente quanto à segurança e a integridade dos trabalhadores. Isso sem contar o fato de viabilizar a implantação de túneis em quaisquer tipos de litologia seja rocha branda ou as mais duras existentes na natureza. Vista esquemática da tuneladora Vista da tuneladora no site Sistema pipe-jacking 10

11 Fabricação de TBM sob encomenda Túnel realizado 11

12 INSTALAÇÃO DE DUTOS PARA TRANSPORTE DE GÁS, PETRÓLEO E DERIVADOS Perfuração direcional de grande diâmetro (HDD) A Perfuração Direcional de Grande Diâmetro (HDD) é o processo no qual atravessam-se dutos ou cabos sob grandes áreas (construídas ou não) sem a necessidade de abrir-se valas, sendo um processo não destrutivo. Como principais vantagens de sua utilização destacam-se a precisão na execução da obra e o baixo índice de impacto ambiental. Metodologia executiva A metodologia executiva da HDD é baseada em três principais etapas: 1. Execução do furo piloto Detalhe da broca de perfuração O furo piloto é executado através de um equipamento hidrostático de alta pressão que possui uma broca de perfuração dotada de sistema com direcionamento monitorado por sensores eletromagnéticos. Durante toda a perfuração utiliza-se lama bentonítica, tendo como finalidade manter a perfuração estável enquanto é feita a remoção do material perfurado por circulação reversa. 2. Alargamento do furo Detalhe da broca alargadora (reamer) Após a execução do furo piloto, troca-se o conjunto de perfuração por uma broca alargadora (reamer), que retorna no mesmo furo em sentido contrário, alargando-o até o diâmetro pré-determinado. O alargamento do furo é realizado gradativamente, em etapas. A lama bentonítica é constantemente bombeada para reduzir o atrito e garantir a estabilização da perfuração. Devem ser utilizados centralizadores à frente e após o reamer, a fim de garantir seu alinhamento no furo. 3. Instalação da coluna (pullback) Detalhe da conexão da tubulação A coluna a ser puxada deve ser montada previamente sobre roletes, em espaço livre linear de distância equivalente à distância perfurada. Nesta etapa é utilizado um dispositivo chamado swivel, situado entre a tubulação e o alargado, conectado às hastes de perfuração. O swivel tem como finalidade evitar a rotação da tubulação durante o processo de puxamento. 12

13 CASO DE OBRA: Instalação do Gasoduto Urucu-Manaus Cliente: Consórcio Gasoduto Amazônia/ Tomador final: Petrobras Localização: Manacapuru/ AM Características da obra: Execução de perfurações dirigidas com diâmetro até 36 para travessia de tubulação de Perfuratriz executando o furo piloto Saída do furo piloto Perfuração durante o alargamento Broca alargadora Início do puxamento da tubulação Tubulação a ser instalada Instalação da tubulação 13

14 FUNDAÇÕES ESPECIAIS OFFSHORE PARA PLATAFORMAS DE EXPLORAÇÃO Execução de estacas de grande diâmetro O Grupo Brasfond executa fundações especiais para portos, pontes e terminais offshore, utilizando estacas escavadas de grande diâmetro, com camisas metálicas perdidas ou recuperadas, e equipamentos embarcados ou não. O uso desse tipo de estacas se difundiu largamente pela facilidade e rapidez de execução e pela adaptabilidade a diversos tipos de terreno, bem como o imediato conhecimento visual do material escavado. As estacas escavadas podem atingir profundidades acima de 100 metros, em solo e rocha. Metodologia executiva Cada projeto desenvolvido requer soluções específicas para desafios propostos, porém a metodologia básica de execução de uma estaca escavada offshore segue a ordem abaixo: 1. Cravação de camisa metálica com utilização de martelo hidráulico ou vibratório; 2. Escavação do solo com perfuratriz hidráulica dotada de sistema de circulação reversa; 3. Limpeza da escavação com air-lift; 4. Instalação de armadura; 5. Concretagem submersa da estaca. 14

15 CASO DE OBRA: Terminal Flexível de GNL Local: Rio de Janeiro/ RJ Cliente: Carioca Christiani Nielsen Engenharia S/A Característica da Obra: Execução de estacas escavadas em solo e rocha com D=800mm. Instalação da perfuratriz hidráulica Perfuratriz hidráulica escavando em rocha Perfuratriz escavando e preparação da próxima estaca a ser escavada Vista aérea da obra 15

16 FUNDAÇÕES ESPECIAIS OFFSHORE PARA PLATAFORMAS DE EXPLORAÇÃO Cravação de estacas submersas para jaquetas O Grupo Brasfond executa cravação de estacas offshore com utilização de martelo hidráulico IHC, adequado para todos os tipos de estacas, sejam de concreto ou metálicas, para jaquetas de plataforma de exploração de petróleo e gás. Esse serviço é executado pela Brasfix Fundações Especiais, empresa do Grupo Brasfond. CASO DE OBRA: Plataforma de exploração de gás natural - Campo de Peroá Local: São Roque de Paraguaçu/ BA Cliente: Petrobras - Petróleo Brasileiro S/A Característica da Obra: Cravação de estacas de 89,00m de comprimento para jaqueta de plataforma. Posicionamento da jaqueta 16

17 Instalação da estaca metálica Martelo hidráulico IHC Cravação da estaca em andamento CARACTERÍSTICAS do martelo hidráulico IHC S-280: A utilização do martelo hidráulico permite execução confiável, eficiente e segura da cravação de estacas onshore e offshore. Eficiência e Monitoramento em tempo real Todas as funções do martelo hidráulico IHC S-280 são controladas e monitorados eletronicamente em tempo real. Isto permite definir a energia de impacto ideal para cada projeto. Ambientalmente responsável O martelo hidráulico S-280 pode operar utilizando óleo biodegradável e sua redução de ruído é otimizada. Dados operacionais Energia máxima de golpe na estaca Energia mínima de golpe na estaca Taxa de golpes com a máxima energia Pesos Soquete Martelo completo Dimensões Comprimento do martelo Dados hidráulicos Fluxo de óleo 280 knm 28 knm 45 bl/min 13.6 ton 30.5 ton mm 800 l/min 17

18 TRATAMENTO E PROTEÇÃO DO ECOSSISTEMA GEOTECNIA AMBIENTAL Os países industrializados possuem um legado ambiental de contaminação, reconhecidos atualmente como passivos ambientais, necessitando de ações que resgatem uma área contaminada, a uma condição ambientalmente segura à saúde humana e ao ecossistema. Diversas tecnologias foram desenvolvidas para recuperação de áreas contaminadas, sendo amplamente difundidas pelo mundo para a minimização dos passivos ambientais. A Geotecnia Ambiental é entendida como o ramo da Geotecnia que trata da proteção ao meio ambiente contra impactos antrópicos. Em busca de oferecer trabalhos com a mais alta qualidade e tecnologia, a Brasfond firmou acordo de cooperação técnica com a GeoSolutions, empresa americana reconhecida e detentora de know-how na aplicação de geotecnia de subsolo para áreas contaminadas. TECNOLOGIAS: Cutter Soil Mixing Hidrofresa Parede Diafragma Plástica Jet Grouting APLICAÇÕES: Contenção hidráulica de plumas de contaminação Geoconfinamento de áreas contaminadas Estabilização/solidificação in situ de áreas contaminadas Barreiras Reativas Funnel and Gate VANTAGENS: Rapidez na instalação Geração mínima de resíduos Profundidades elevadas de instalação Controle de qualidade on line Perfuração em solos resistentes e rocha As principais técnicas para atendimento de problemas de descolamento de fluidos são as seguintes: Contenção Hidráulica A contenção hidráulica é realizada através da construção de paredes impermeáveis verticais, cujo objetivo é conter o deslocamento das águas subterrâneas, seja a montante ou a jusante da área contaminada, evitando desta forma o espalhamento da contaminação. Imagens de propriedade da Brasfond. Todos os direitos reservados. 18

19 Barreiras Reativas Trata-se de uma técnica in situ de remediação passiva de destruição de massa contaminante, composta de uma trincheira drenante preenchida por material reativo. Esta tecnologia já foi aplicada com sucesso em diversas áreas industriais. No mercado norte americano é uma das tecnologias de maior preferência em função do seu custo operacional reduzido e alta eficiência na remediação de áreas contaminadas. Imagens de propriedade da Brasfond. Todos os direitos reservados. FUNNEL AND GATE Combinação das técnicas de contenção hidráulica e de barreiras reativas, caracteriza-se por direcionar a pluma de contaminantes presentes na água subterrânea para uma zona reativa que realizará a destruição da massa contaminante. Imagens de propriedade da Brasfond. Todos os direitos reservados. 19

20 FABRICAÇÃO DE SONDAS DE PERFURAÇÃO sonda de perfuração ONSHORE Brasbauer PR 110 T1 A Brasbauer, empresa do Grupo Brasfond criada a partir de joint venture da Brasfond com a alemã Bauer, oferece a seus clientes do setor de óleo & gás soluções inovadoras e customizadas, conforme especificações requeridas. A sonda PR 110 T1 é totalmente produzida no Brasil, em fábrica localizada em Guarulhos/SP, atendendo a política de conteúdo local. É montada sobre semi-reboque exclusivo acionado hidraulicamente, super single range III, de movimentação rápida. Seu desenvolvimento e produção seguem os princípios de segurança, proteção ambiental, eficiência, confiabilidade e qualidade. Vantagens DO EQUIPAMENTO: Maior disponibilidade da sonda, excelente atendimento técnico local e disponibilidade de peças garantida aumentam a eficiência da sonda e da equipe de operação. Eliminação de trabalhos em altura (não há torrista e os sistemas são auto-eleváveis), operações hands-off, sistemas anti-colisão e equipe de operação reduzida proporcionam o mais alto nível de segurança. INFORMAÇÕES TÉCNICAS: Prof. máx. perfuração (aprox.): m Carga máx. no gancho: 110 tn Altura total: 26 m Mastro telescópico e subestrutura sobre rodas 20

21 21

22 22

23 O Grupo Brasfond tem mais de 50 anos de experiência em desenvolvimento e aplicação das mais modernas e inovadoras tecnologias para qualquer tipo de obra de engenharia geotécnica. O grupo apresenta uma extensa variedade de técnicas e metodologias especializadas, além da capacidade de identificar soluções inovadoras, proporcionando aos clientes um atendimento diferenciado e eficaz, focado em critérios rigorosos de qualidade e segurança. Estacas escavadas de grande diâmetro em solo e rocha Parede diafragma Estaca barrete Estaca hélice contínua Serviços: Estaca raiz Jet grouting Estacas Tratamento escavadas de maciços de para grande execução diâmetro de túneis em solo e rocha Parede Tirantesdiafragma Estaca Melhoramento barretede solos Estaca Drenos verticais hélice contínua Estaca Vibrocompactação raiz Jet Colunas grouting de brita Tratamento de maciços para execução de túneis Tirantes Melhoramento de solos Drenos verticais Vibrocompactação Colunas de brita Mistura de solo in situ (CSM) Prova de carga estática e instrumentada sobre estacas Hidrofresa Geotecnia ambiental Estacas escavadas offshore de grande diâmetro para pontes, portos e piers Cravação de estacas de concreto ou metálicas com martelo hidráulico ou vibratório Cravação de estacas submersas para jaquetas de plataforma de petróleo Mistura de solo in situ (CSM) Prova de carga estática e instrumentada sobre estacas Hidrofresa Geotecnia ambiental Estacas escavadas offshore para pontes, portos e piers Cravação de estacas de concreto ou metálicas Cravação de estacas submersas para jaquetas de plataforma Cravação de estacas prancha Perfuração direcional de grande diâmetro (HDD) Escavação mecanizada de túneis com TBMs em solo e rocha Execução de shafts profundos até Ø 7,00m e C 1.000m Pesquisa Mineral Cravação de estacas prancha Perfuração direcional de grande diâmetro (HDD) Escavação mecanizada de túneis com TBMs em solo e rocha Execução de shafts profundos até Ø 7,00m e C 1.000m Pesquisa Mineral certificações: CERTIFICAÇÃO ISO 9001 CERTIFICAÇÃO OHSAS CERTIFICAÇÃO ISO

24 Rua Olimpiadas, 194-2º/8º/9º/13º Andares Vila Olímpia - São Paulo / SP - Brasil CEP Phone: Fax:

Fundações Indiretas. Tipos de Fundações. Fundações Indiretas. Tipos de fundações

Fundações Indiretas. Tipos de Fundações. Fundações Indiretas. Tipos de fundações Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Engenharia Civil Tecnologia da Construção Civil I Tipos de fundações Profa. Geilma Lima Vieira geilma.vieira@gmail.com Tipos de

Leia mais

Costa Fortuna Fundações e Construções

Costa Fortuna Fundações e Construções Apresentação 1 2 Costa Fortuna Costa Fortuna Fundações e Construções A Costa Fortuna Fundações e Construções Ltda opera no mercado de fundações e contenções e tem por filosofia o desenvolvimento empresarial

Leia mais

EXECUÇÃO DE INFRA ESTRUTURA PARA UNIDADE DE RECUPERAÇÃO DE ENXOFRE NA PETRÓLEO BRASILEIRO S.A PETROBRAS UNIDADE PAULÍNIA

EXECUÇÃO DE INFRA ESTRUTURA PARA UNIDADE DE RECUPERAÇÃO DE ENXOFRE NA PETRÓLEO BRASILEIRO S.A PETROBRAS UNIDADE PAULÍNIA EXECUÇÃO DE INFRA ESTRUTURA PARA UNIDADE DE RECUPERAÇÃO DE ENXOFRE NA PETRÓLEO BRASILEIRO S.A PETROBRAS UNIDADE PAULÍNIA Marcelo Telles Kalybatas LOGOTIP DA EMPRESA 1 A Silcon Drilling foi fundada com

Leia mais

TEC 159 TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES I

TEC 159 TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES I TEC 159 TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES I Aula 9 Fundações Cristóvão C. C. Cordeiro Fundações usuais em relação ao porte dos edifícios Pequenos edifícios (casas e sobrados) pequenas cargas Rasas Blocos e alicerces,

Leia mais

BELO HORIZONTE MINAS GERAIS BRASIL SÃO PAULO SÃO PAULO BRASIL SAVANNAH GEORGIA USA SAVANNAH GEORGIA USA

BELO HORIZONTE MINAS GERAIS BRASIL SÃO PAULO SÃO PAULO BRASIL SAVANNAH GEORGIA USA SAVANNAH GEORGIA USA EK180ES BELO HORIZONTE MINAS GERAIS BRASIL SÃO PAULO SÃO PAULO BRASIL SAVANNAH GEORGIA USA SAVANNAH GEORGIA USA A EMPRESA A CZM tem 40 anos de experiência na fabricação de equipamentos para fundação com

Leia mais

Paredes Diafragma moldadas in loco

Paredes Diafragma moldadas in loco Paredes Diafragma moldadas in loco Breve descrição das etapas executivas Introdução A parede diafragma moldada in loco é um elemento de fundação e/ou contenção moldada no solo, realizando no subsolo um

Leia mais

Métodos Não- Destrutivos TT

Métodos Não- Destrutivos TT Planejamento e instalação de tubulações com Métodos Não- Destrutivos TT O seu parceiro em instalação de tubulações por métodos não-destrutivos TRACTO-TECHNIK GRUNDOMAT- Perfuratriz pneumática (mole) Para

Leia mais

FUNDAÇÕES PROFUNDAS. 1 semestre/2012

FUNDAÇÕES PROFUNDAS. 1 semestre/2012 CENTRO TECNOLÓGICO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL FUNDAÇÃO TEORIA EC8P30/EC9P30 FUNDAÇÕES PROFUNDAS 1 semestre/2012 1. ESTACAS DE DESLOCAMENTO São aquelas introduzidas no terreno através de algum processo

Leia mais

17:44. Departamento de Construção Civil FUNDAÇÕES INDIRETAS MOLDADAS IN LOCO (PARTE 1)

17:44. Departamento de Construção Civil FUNDAÇÕES INDIRETAS MOLDADAS IN LOCO (PARTE 1) FUNDAÇÕES INDIRETAS MOLDADAS IN LOCO (PARTE 1) Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção Versão 2013 1 Fundações indiretas profundas 1.Pré-moldadas 2.Moldadasin loco Prof. Dr. Marcelo

Leia mais

Construção Civil I Execução de Fundações Indiretas

Construção Civil I Execução de Fundações Indiretas Construção Civil I Execução de Fundações Indiretas Estaca a Trado Rotativo O trado é cravado no solo por meio de um torque; Quando o trado está cheio, é sacado e retirado o solo; Quando a cota de assentamento

Leia mais

O MELHOR PROJETO DE FUNDAÇÕES?

O MELHOR PROJETO DE FUNDAÇÕES? O MELHOR PROJETO DE FUNDAÇÕES? Sob a ótica do... Projetista estrutural Consultor de fundações Executor das fundações Equipe de obra Gerenciador da obra Proprietário da obra Empreendedor/investidor Órgãos

Leia mais

Costa Fortuna Fundações e Construções

Costa Fortuna Fundações e Construções Portfólio 1 2 Costa Fortuna Costa Fortuna Fundações e Construções A Costa Fortuna Fundações e Construções Ltda opera no mercado de fundações e contenções e tem por filosofia o desenvolvimento empresarial

Leia mais

AULA 5. NBR 6122- Projeto e Execução de Fundações Métodos Empíricos. Relação entre Tensão Admissível do Solo com o número de golpes (N) SPT

AULA 5. NBR 6122- Projeto e Execução de Fundações Métodos Empíricos. Relação entre Tensão Admissível do Solo com o número de golpes (N) SPT AULA 5 NBR 6122- Projeto e Execução de Fundações Métodos Empíricos Relação entre Tensão Admissível do Solo com o número de golpes (N) SPT março 2014 Disciplina - Fundações Zeide Nogueira Furtado Relação

Leia mais

ASC. Prof. Danilo Toledo Ramos

ASC. Prof. Danilo Toledo Ramos ASC Prof. Danilo Toledo Ramos Fundações Profundas (Indiretas) Segundo a NBR 6122/1996: Elementos de fundação que transmitem a carga ao terreno pela base (resistência de ponta), por sua superfície lateral

Leia mais

Aula 11 Geologia aplicada às fundações de estruturas

Aula 11 Geologia aplicada às fundações de estruturas Aula 11 Geologia aplicada às fundações de estruturas a decisão de qual fundação se comporta melhor envolve a análise técnica, logística e econômica. Tipos de fundações D B 2,5 D B 2,5 e D 3m Tipos de fundações

Leia mais

PERFURATRIZES DIRECIONAIS (HDD) FERRAMENTAS PARA HDD

PERFURATRIZES DIRECIONAIS (HDD) FERRAMENTAS PARA HDD MND Shopping PERFURATRIZES DIRECIONAIS (HDD) Completa linha de perfuratrizes direcionais Tracto-Technik e Prime Drilling com capacidades de 4 a 500 toneladas de força de tração com ou sem martelo percussivo.

Leia mais

Rebaixamento do Lençol Freático

Rebaixamento do Lençol Freático Rebaixamento do Lençol Freático Índice 1. Rebaixamento por Poços 2. Bombas Submersas 3. Rebaixamento à Vácuo 4. Norma 5. Método construtivo 6. Equipe de trabalho 1. Rebaixamento Por Poços Rebaixamento

Leia mais

APRESENTAÇÃO 2014 VISÃO CORPORATIVA PETROENGE PETRÓLEO ENGENHARIA LTDA. - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

APRESENTAÇÃO 2014 VISÃO CORPORATIVA PETROENGE PETRÓLEO ENGENHARIA LTDA. - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS VISÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO 2014 PETROENGE PETRÓLEO ENGENHARIA LTDA. - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS EMPRESA Presente no mercado desde 1999, a PETROENGE é uma empresa de engenharia focada na maximização

Leia mais

Considerações Preliminares

Considerações Preliminares UniSALESIANO Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium Curso de Engenharia Civil Construção Civil I Fundações Prof. Dr. André Luís Gamino Professor Considerações Preliminares Para se optar por uma

Leia mais

17:46. Departamento de Construção Civil FUNDAÇÕES INDIRETAS MOLDADAS IN LOCO (PARTE 2)

17:46. Departamento de Construção Civil FUNDAÇÕES INDIRETAS MOLDADAS IN LOCO (PARTE 2) FUNDAÇÕES INDIRETAS MOLDADAS IN LOCO (PARTE 2) Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção Versão 2013 1 Fundações indiretas profundas 1. Pré-moldadas 2. Moldadas in loco Prof. Dr. Marcelo

Leia mais

Métodos Não Destru.vos em Projetos de Dutos da Petrobras

Métodos Não Destru.vos em Projetos de Dutos da Petrobras Métodos Não Destru.vos em Projetos de Dutos da Petrobras Ana Cecília Soares Engenharia de Dutos da Petrobras Normalização Técnica Normas Internacionais ASME B31.4 ASME B31.8 Normas Brasileiras NBR 15.280-1

Leia mais

REBAIXAMENTO DO LENÇOL FREÁTICO

REBAIXAMENTO DO LENÇOL FREÁTICO Índice 1 Rebaixamento por Poços Injetores e Bombas Submersas 2 Método construtivo 3 Rebaixamento à Vácuo 4 Norma 5 Método construtivo 6 Equipe de trabalho 1 Rebaixamento Por Poços Rebaixamento por poços

Leia mais

Professor Douglas Constancio. 1 Elementos especiais de fundação. 2 Escolha do tipo de fundação

Professor Douglas Constancio. 1 Elementos especiais de fundação. 2 Escolha do tipo de fundação Professor Douglas Constancio 1 Elementos especiais de fundação 2 Escolha do tipo de fundação Americana, junho de 2005 0 Professor Douglas Constancio 1 Elementos especiais de fundação Americana, junho de

Leia mais

Estaca Strauss CONCEITO

Estaca Strauss CONCEITO CONCEITO A estaca Strauss é uma fundação de concreto (simples ou armado), moldada no local e executada com revestimento metálico recuperável. Pode ser empregada em locais confinados ou terrenos acidentados,

Leia mais

ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS. Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES

ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS. Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES 1 ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES 2 ÍNDICE: 1) Estacas Hélice Continua 2) Provas de Carga Estática 3) Ensaios Dinâmicos

Leia mais

ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS. Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES

ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS. Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES 1 ESTACAS HÉLICE CONTÍNUA, PROVAS DE CARGA ESTÁTICA e ENSAIOS DINÂMICOS Eng. Marcio Abreu de Freitas GEOFIX FUNDAÇÕES 2 ÍNDICE: 1) Estacas Hélice Continua 2) Provas de Carga Estática 3) Ensaios Dinâmicos

Leia mais

- EDUARDO JOSÉ PORTELLA DA COSTA

- EDUARDO JOSÉ PORTELLA DA COSTA - EDUARDO JOSÉ PORTELLA DA COSTA Engenheiro Civil, formado em 1976 pela Escola de Engenharia da Universidade Mackenzie SP. Professor de Mecânica dos Solos e Fundações na Escola de Engenharia e na Faculdade

Leia mais

ENGENHARIA DE PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO EM POÇOS DE PETRÓLEO

ENGENHARIA DE PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO EM POÇOS DE PETRÓLEO ENGENHARIA DE PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO EM POÇOS DE PETRÓLEO Renato Brandão Mansano Eng. de Petróleo PETROBRAS/UN-ES/ATP-JUB-CHT/IP ENGENHARIA DE PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO DE POÇOS -Histórico; - Sistemas

Leia mais

Obras Marítimas e Fluviais

Obras Marítimas e Fluviais Obras Marítimas e Fluviais 1 Costa Fortuna Fundações e Construções A Costa Fortuna Fundações e Construções Ltda opera no mercado de fundações e contenções e tem por filosofia o desenvolvimento empresarial

Leia mais

PÓS GRADUAÇÃO EM PETRÓLEO E GÁS PARTE II PRODUÇÃO ONSHORE E OFFSHORE

PÓS GRADUAÇÃO EM PETRÓLEO E GÁS PARTE II PRODUÇÃO ONSHORE E OFFSHORE PÓS GRADUAÇÃO EM PETRÓLEO E GÁS PARTE II PRODUÇÃO ONSHORE E OFFSHORE PERFURAÇÃO BREVE RESUMO A perfuração de um poço de petróleo é realizada através de uma sonda, uma grande estrutura que contém diversos

Leia mais

Tecnologia Offshore Trabalho pesado em águas turbulentas

Tecnologia Offshore Trabalho pesado em águas turbulentas Tecnologia Offshore Trabalho pesado em águas turbulentas 3 Tecnologia Offshore - Trabalho pesado em águas turbulentas Trabalho pesado em águas turbulentas. A quem você recorre quando necessita de soluções

Leia mais

PROSPECÇÃO GEOTÉCNICA

PROSPECÇÃO GEOTÉCNICA PROSPECÇÃO GEOTÉCNICA A PROSPECÇÃO GEOTÉCNICA define-se como: Um conjunto de operações com vista a averiguar a constituição, características mecânicas e outras propriedades do solo e do substrato do ou

Leia mais

EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS

EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS PROCESSOS INDUSTRIAIS ORGÂNICOS EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS PERFURAÇÃO - INTRODUÇÃO A perfuração de um poço de petróleo é realizada através de uma sonda, conforme ilustrado nas figuras

Leia mais

e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br

e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br Centro de Ensino Superior do Amapá-CEAP Assunto: Fundações Indiretas Prof. Ederaldo Azevedo Aula 7 e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br Centro de Ensino Superior do Amapá-CEAP Classificação: Fundações

Leia mais

TEC 159 TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES I

TEC 159 TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES I TEC 159 TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES I Aula 9 Fundações Parte 1 Cristóvão C. C. Cordeiro O que são? São elementos estruturais cuja função é a transferência de cargas da estrutura para a camada resistente

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 10 Introdução às Fundações Profundas, 227. Capítulo 11 Principais Tipos de Fundações Profundas, 235

SUMÁRIO. Capítulo 10 Introdução às Fundações Profundas, 227. Capítulo 11 Principais Tipos de Fundações Profundas, 235 SUMÁRIO Capítulo 10 Introdução às Fundações Profundas, 227 10.1 conceitos e definições............................................................... 227 10.2 breve histórico......................................................................

Leia mais

MÉTODO/TÉCNICA CONSTRUTIVA

MÉTODO/TÉCNICA CONSTRUTIVA CONCEITO É uma estaca de pequeno diâmetro concretada in loco, cuja perfuração é realizada por rotação ou roto-percussão (no caso de rochas), em direção vertical ou inclinada. Utilizada para reforço de

Leia mais

Alpha Sigma Towers: com o intuito de suportar cargas superiores, o empreendimento empregará 114 estacas barrete cada uma com 32 m de profundidade

Alpha Sigma Towers: com o intuito de suportar cargas superiores, o empreendimento empregará 114 estacas barrete cada uma com 32 m de profundidade Revista FUNDAÇÕES & OBRAS GEOTÉCNICAS www.rudders.com.br Ano 4 Nº 46 Julho de 2014 Ano 4 Nº 46 R$ 27,00 Julho de 2014 www.rudders.com.br Alpha Sigma Towers: com o intuito de suportar cargas superiores,

Leia mais

Geotigre 1. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS: Função: Exploração de águas subterrâneas em poços tubulares profundos;

Geotigre 1. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS: Função: Exploração de águas subterrâneas em poços tubulares profundos; Geotigre Localização no Website Tigre: Obra Predial Poços GEOTIGRE Função: Exploração de águas subterrâneas em poços tubulares profundos; Aplicações: Completação de poços tubulares totalmente ou parcialmente

Leia mais

GeoTigre. Características Técnicas. Função e Aplicação. Benefícios. Irrigação GeoTigre

GeoTigre. Características Técnicas. Função e Aplicação. Benefícios. Irrigação GeoTigre Seguindo sua tradição de suprir os setores de recursos hídricos e saneamento com soluções técnicas e econômicas, a TIGRE disponibiliza no mercado a linha, filtros e tubos de revestimento para poços tubulares

Leia mais

Soluções para Execução Pouco Intrusiva de Caves. Alexandre Pinto apinto@jetsj.pt

Soluções para Execução Pouco Intrusiva de Caves. Alexandre Pinto apinto@jetsj.pt Soluções para Execução Pouco Intrusiva de Caves Alexandre Pinto apinto@jetsj.pt Tipos de Fundações Técnicas de Reforço Técnicas de Execução de Caves Casos Práticos Considerações Finais Tipos de Fundações

Leia mais

Marinho, F. Mecânica dos Solos e Fundações USP (2008)

Marinho, F. Mecânica dos Solos e Fundações USP (2008) Marinho, F. Mecânica dos Solos e Fundações USP (2008) 5. 1. 3 - Estacas Escavadas - Sem Deslocamento Estacas Escavadas Assim se denomina a estaca em que, com auxílio de lama bentonítica (se for o caso),

Leia mais

O uso de blocos de concreto pré-moldados para a face da contenção em solo grampeado

O uso de blocos de concreto pré-moldados para a face da contenção em solo grampeado O uso de blocos de concreto pré-moldados para a face da contenção em solo grampeado Ferreira Jr, J. A., Mendonça, M. B. e Saramago, R. P. Terrae Engenharia, Rio de Janeiro, RJ, Brasil RESUMO: A participação

Leia mais

Nota à imprensa 1 / 5

Nota à imprensa 1 / 5 Nota à imprensa A máquina perfuratriz rotativa de grande porte LB 44-510 Liebherr em sua primeira operação na construção de um acelerador de partículas na cidade de Darmstadt Outubro 2013 As primeiras

Leia mais

Alta qualidade em Instrumentos de Monitoramento Águas Superficiais e Subterrâneas. www.agsolve.com.br www.solinst.com

Alta qualidade em Instrumentos de Monitoramento Águas Superficiais e Subterrâneas. www.agsolve.com.br www.solinst.com Alta qualidade em Instrumentos de Monitoramento Águas Superficiais e Subterrâneas www.agsolve.com.br www.solinst.com Vantagens do Sistema Multinível Oferece todos os benefícios da tecnologia de poços multinível

Leia mais

FUNDAÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I

FUNDAÇÃO. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I FUNDAÇÃO Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I O QUE SÃO FUNDAÇÕES? São elementos estruturais cuja função é a transferência de cargas

Leia mais

0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br. Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná

0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br. Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná 0800 709 8000 - www.brasifmaquinas.com.br Distribuidor exclusivo: Distrito Federal. Espírito Santo. Goiás. Minas Gerais. Paraná Santa Catarina. São Paulo. Rio Grande do Sul. Tocantins ÍNDICE Confiança

Leia mais

PROJETOS REALIZADOS: Projeto NOVAS TÉCNICAS de ESCAVAÇÃO E REVESTIMENTO em TÚNEIS ou ESCAVAÇÕES SINGULARES

PROJETOS REALIZADOS: Projeto NOVAS TÉCNICAS de ESCAVAÇÃO E REVESTIMENTO em TÚNEIS ou ESCAVAÇÕES SINGULARES Desde 1952 até hoje, pioneiros na nossa atividade PROJETOS REALIZADOS: Projeto NOVAS TÉCNICAS de ESCAVAÇÃO E REVESTIMENTO em TÚNEIS ou ESCAVAÇÕES SINGULARES De forma geral, a empresa OSSA pretende inovar

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇO

ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇO ESPECIFICAÇÃO DE SERVIÇO TUBULÕES A CÉU ABERTO Grupo de Serviço OBRAS D ARTE ESPECIAIS Código DERBA-ES-OAE-06/01 1. OBJETIVO Esta especificação de serviço define os critérios que orientam a cravação e

Leia mais

5 Considerações sobre Fundações Profundas

5 Considerações sobre Fundações Profundas 5 Considerações sobre Fundações Profundas No estudo das fundações profundas são aqui adotados os conceitos, apresentados em páginas anteriores, para: Estacas, Tubulões, Caixão Estaca cravada por: percussão,

Leia mais

IMPORTÂNCIA ECONÔMICA. Objetivo: O que são? Fundações. O que são? FUNDAÇÕES. Classificação

IMPORTÂNCIA ECONÔMICA. Objetivo: O que são? Fundações. O que são? FUNDAÇÕES. Classificação PCC-2435 ecnologia da Construção de Edifícios I FUNDAÇÕES AULAS 5 e 6 DEPARAMENO DE ENGENHARIA DE CONSRUÇÃO CIVIL PCC 2435 - ecnologia da Construção de Edifícios I Profs. Luiz Sergio Franco, Mercia M.

Leia mais

FUNDAÇÕES REALIDADE ATUAL

FUNDAÇÕES REALIDADE ATUAL SEFE 7 Seminário de Engenharia de Fundações Especiais e Geotecnia FUNDAÇÕES REALIDADE ATUAL Antônio Sérgio Damasco Penna FUNDAÇÕES REALIDADE ATUAL As conquistas do período, o avanço tecnológico, a fartura

Leia mais

Perspectivas e modificações previstas no âmbito da NR-18. Sinduscon-SP 06 de Fevereiro de 2009

Perspectivas e modificações previstas no âmbito da NR-18. Sinduscon-SP 06 de Fevereiro de 2009 Perspectivas e modificações previstas no âmbito da NR-18 Sinduscon-SP 06 de Fevereiro de 2009 Cestos aéreosa GT- Cesto Aéreo(em discussão no CPN) É proibido a utilização de equipamentos de guindar

Leia mais

Rebaixamento de lençol freático

Rebaixamento de lençol freático Rebaixamento de lençol freático Profa. Andrea Sell Dyminski UFPR Necessidade do Controle da Água Subterrânea Interceptação da água percolada que emerge nos taludes e fundo de escavações Aumentar a estabilidade

Leia mais

UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO DO SUL PARECER DE GEOTECNIA

UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO DO SUL PARECER DE GEOTECNIA UNIVERSIDADE MUNICIPAL DE SÃO CAETANO DO SUL PARECER DE GEOTECNIA Rua Macéio, s/n Bairro Barcelona São Caetano do Sul /SP PAR 15026 Março/2015 Revisão 0 CPOI Engenharia e Projetos Ltda Índice 1. INTRODUÇÃO...3

Leia mais

PONTE ESTAIADA SOBRE O RIO NEGRO

PONTE ESTAIADA SOBRE O RIO NEGRO SRMM Secretaria de Desenvolvimento Sustentável da Região Metropolitana de Manaus UGPSUL Unidade Gestora do Programa de Desenvolvimento e Integração da Região Sul da Cidade de Manaus PONTE ESTAIADA SOBRE

Leia mais

OS DEZ MANDAMENTOS PARA O PROJETO, A CONSTRUÇÃO E A OPERAÇÃO DE DUTOS SEGUROS

OS DEZ MANDAMENTOS PARA O PROJETO, A CONSTRUÇÃO E A OPERAÇÃO DE DUTOS SEGUROS OS DEZ MANDAMENTOS PARA O PROJETO, A CONSTRUÇÃO E A OPERAÇÃO DE DUTOS SEGUROS Luiz Paulo Gomes Diretor da IEC-Instalações e Engenharia de Corrosão Ltda. LPgomes@iecengenharia.com.br www.iecengenharia.com.br

Leia mais

Qualidade e Segurança em Locação de Equipamentos. Geradores l Compactadores l Plataformas Aéreas l Balancins l Andaimes. www.plmaquinas.com.

Qualidade e Segurança em Locação de Equipamentos. Geradores l Compactadores l Plataformas Aéreas l Balancins l Andaimes. www.plmaquinas.com. Qualidade e Segurança em Locação de Equipamentos Geradores l Compactadores l Plataformas Aéreas l Balancins l Andaimes www.plmaquinas.com.br Andaime Tubular Equipamento leve e econômico que destina-se

Leia mais

Definições. Armação. Armação ou Armadura? Armação: conjunto de atividades relativas à preparação e posicionamento do aço na estrutura.

Definições. Armação. Armação ou Armadura? Armação: conjunto de atividades relativas à preparação e posicionamento do aço na estrutura. Definições Armação ou Armadura? Armação: conjunto de atividades relativas à preparação e posicionamento do aço na estrutura. Armadura: associação das diversas peças de aço, formando um conjunto para um

Leia mais

ESGOTAMENTO ESPECIFICAÇÕES OBJETIVO... 2 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 2 CONSIDERAÇÕES ESPECÍFICAS... 2

ESGOTAMENTO ESPECIFICAÇÕES OBJETIVO... 2 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 2 CONSIDERAÇÕES ESPECÍFICAS... 2 1/7 SUMÁRIO OBJETIVO... 2 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 2 CONSIDERAÇÕES ESPECÍFICAS... 2 01 ESGOTAMENTO COM BOMBAS... 3 02 REBAIXAMENTO DE LENÇOL FREÁTICO COM PONTEIRAS FILTRANTES... 3 03 REBAIXAMENTO DE LENÇOL

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA NA VILA CARÁS NO MUNICIPIO DE FARIAS BRITO-CE

MEMORIAL DESCRITIVO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA NA VILA CARÁS NO MUNICIPIO DE FARIAS BRITO-CE MEMORIAL DESCRITIVO OBJETIVO: SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA NA VILA CARÁS NO MUNICIPIO DE FARIAS BRITO-CE RESERVATÓRIO ELEVADO Estrutura - Toda a estrutura do reservatório será em concreto armado utilizando

Leia mais

1. INTRODUÇÃO CRAVADAS ESTACAS CRAVADAS ESTACAS CAP. XV. Processos de Construção Licenciatura em Engenharia Civil

1. INTRODUÇÃO CRAVADAS ESTACAS CRAVADAS ESTACAS CAP. XV. Processos de Construção Licenciatura em Engenharia Civil CAP. XV ESTACAS CRAVADAS 1/47 1. INTRODUÇÃO 2/47 1 1. INTRODUÇÃO Pré-fabricadas Estacas cravadas Fundações indirectas (profundas) Alternativa às estacas moldadas 3/47 1. INTRODUÇÃO Processo pouco utilizado

Leia mais

TECNICAS CONSTRUTIVAS I

TECNICAS CONSTRUTIVAS I Curso Superior de Tecnologia em Construção de Edifícios TECNICAS CONSTRUTIVAS I Prof. Leandro Candido de Lemos Pinheiro leandro.pinheiro@riogrande.ifrs.edu.br FUNDAÇÕES Fundações em superfície: Rasa, Direta

Leia mais

!!"#$%&'(! ')$'*'+!%!*,-./'*%&'!+!(%*+%#*(! 0+(*(!#!)'12(!#1*,*2!$!*3

!!#$%&'(! ')$'*'+!%!*,-./'*%&'!+!(%*+%#*(! 0+(*(!#!)'12(!#1*,*2!$!*3 !!"#$%&'(! ')$'*'+!%!*,-./'*%&'!+!(%*+%#*(! 0+(*(!#!)'12(!#1*,*2!$!*3!3#!)'120!%+'4$#!'('&-'& ) ' /&'&')*'('*)''4!+'12#!* '4'!+*&'*&'$-* 4!'(* %+!% ( #1 '#5* 6.%* 4$#!* *2!+%'(* #*+!%!+!'+'60*(!) '!'!+'&-'

Leia mais

Casa de steel frame - instalações (parte 4)

Casa de steel frame - instalações (parte 4) Página 1 de 6 Casa de steel frame - instalações (parte 4) As instalações elétricas e hidráulicas para edificações com sistema construtivo steel frame são as mesmas utilizadas em edificações convencionais

Leia mais

TechCon - Engenharia e Consultoria Ltda.

TechCon - Engenharia e Consultoria Ltda. Projetos e Consultoria em Estruturas Offshore Elaboração de Projetos de Içamento Offshore e Cursos conforme API A TechCon Engenharia e Consultoria elabora projetos e consultoria em içamento offshore para

Leia mais

CAPÍTULO 12 OBRAS ESPECIAIS REVESTIDAS COM GEOMEMBRANA

CAPÍTULO 12 OBRAS ESPECIAIS REVESTIDAS COM GEOMEMBRANA 147 CAPÍTULO 12 OBRAS ESPECIAIS REVESTIDAS COM GEOMEMBRANA Revestimento de Túneis e Galerias 1. Generalidades A construção de túneis é uma das áreas mais complexas da engenharia civil, devido a exigência

Leia mais

AULA 11 FUNDAÇÕES PROFUNDAS Avaliação da Capacidade de carga- Estacas. Métodos Dinâmicos

AULA 11 FUNDAÇÕES PROFUNDAS Avaliação da Capacidade de carga- Estacas. Métodos Dinâmicos AULA 11 FUNDAÇÕES PROFUNDAS Avaliação da Capacidade de carga- Estacas Métodos Dinâmicos maio/ 2014 Disciplina - Fundações Zeide Nogueira Furtado Avaliação da capacidade de carga de estacas Método - Fórmulas

Leia mais

Figura 4.4 Exemplo de escoramento com atirantamento.

Figura 4.4 Exemplo de escoramento com atirantamento. Figura 4.4 Exemplo de escoramento com atirantamento. 36 37 Figura 4.5 Exemplo da seqüência executiva de tirantes. Figura 4.6 Sistema de atirantamento por rosqueamento 38 Figura 4.7 Execução da perfuração.

Leia mais

Cartilha de Conteúdo Local do Prominp. Rio de Janeiro Julho 2008

Cartilha de Conteúdo Local do Prominp. Rio de Janeiro Julho 2008 Cartilha de Conteúdo Local do Prominp Rio de Janeiro Julho 2008 Necessidades Uniformidade; Simplicidade; Confiabilidade. Benefícios Padronização; Acompanhamento da evolução do CL; Oportunidades de Nacionalização;

Leia mais

FORMATO DA REDE. Basicamente existem dois formatos de rede: aberto ou em circuito fechado (anel). Formato Aberto: Formato Fechado:

FORMATO DA REDE. Basicamente existem dois formatos de rede: aberto ou em circuito fechado (anel). Formato Aberto: Formato Fechado: FORMATO DA REDE Basicamente existem dois formatos de rede: aberto ou em circuito fechado (anel). Formato Aberto: Quando não justifica fazer um anel, pode-se levar uma rede única que alimente os pontos

Leia mais

GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300. Capacidade de Elevação 130t

GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300. Capacidade de Elevação 130t GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300 Capacidade de Elevação 130t PÁGINA 01 GUINDASTE SOBRE CAMINHÃO STC1300 Comprimento da extensão total da lança principal de 60m, perfil U, placa de aço WELDOX de alta resistência.

Leia mais

PRS Mediterranean Ltd. Estabilizando um mundo instável Sistema de confinamento celular Neoweb

PRS Mediterranean Ltd. Estabilizando um mundo instável Sistema de confinamento celular Neoweb PRS Mediterranean Ltd. Estabilizando um mundo instável Sistema de confinamento celular Neoweb PRS Mediterranean Ltd. A abordagem da PRS PRS enfrenta os desafios da estabilização de solos com um enfoque

Leia mais

OBRAS DE TERRA MUROS DE ARRIMO OU DE CONTENÇÃO

OBRAS DE TERRA MUROS DE ARRIMO OU DE CONTENÇÃO OBRAS DE TERRA MUROS DE ARRIMO OU DE CONTENÇÃO CURSO: Engenharia Civil SÉRIE: 10º Semestre DISCIPLINA: Obras de Terra CARGA HORÁRIA SEMANAL: 02 aulas-hora CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 40 aulas-hora 1.DEFINIÇÕES

Leia mais

Transformando aço, conduzindo soluções. Lajes Mistas Nervuradas

Transformando aço, conduzindo soluções. Lajes Mistas Nervuradas Transformando aço, conduzindo soluções. Lajes Mistas Nervuradas TUPER Mais de 40 anos transformando aço e conduzindo soluções. A Tuper tem alta capacidade de transformar o aço em soluções para inúmeras

Leia mais

mk indústria & comércio boletim técnico de produtos

mk indústria & comércio boletim técnico de produtos mk indústria & comércio boletim técnico de produtos BOLETIM TÉCNICO DE PRODUTOS W W W. M K - C O M E R C I O. C O M índice APRESENTAÇÃO argila mk bentonita mk MAXI MUD AG100 MAXI MUD AL45 maxi mud cl40

Leia mais

Neste capítulo abordaremos alguns métodos de elevação artificial de petróleo, seu funcionamento, suas características e suas propriedades.

Neste capítulo abordaremos alguns métodos de elevação artificial de petróleo, seu funcionamento, suas características e suas propriedades. CAPÍTULO 3 MÉTODOS DE ELEVAÇÃO ARTIFICIAL DE PETRÓLEO. Neste capítulo abordaremos alguns métodos de elevação artificial de petróleo, seu funcionamento, suas características e suas propriedades. BOMBEIO

Leia mais

VÁLVULAS VÁLVULAS DE BLOQUEIO

VÁLVULAS VÁLVULAS DE BLOQUEIO VÁLVULAS VÁLVULAS DE BLOQUEIO Gaveta Esfera VÁLVULAS DE REGULAGEM Globo Agulha Borboleta Diafragma VÁLVULAS QUE PERMITEM O FLUXO EM UM SÓ SENTIDO Retenção VÁLVULAS CONTROLE PRESSÃO DE MONTANTE Segurança

Leia mais

* Não precisa de elementos auxiliares para a sua sustentação.

* Não precisa de elementos auxiliares para a sua sustentação. INTRODUÇÃO RYLBRUN é a tubulação flexível, fabricada a base de materiais de alta qualidade e resistência, e cujas características construtivas, fazem dela a tubulação ideal para a instalação de bombas

Leia mais

TÍTULO: ANÁLISE DO COMPORTAMENTO E CARACTERÍSTICAS DOS SISTEMAS DE ANCORAGEM CONVENCIONAL E TAUT-LEG EM FUNÇÃO DOS TIPOS DE ÂNCORAS APLICADAS

TÍTULO: ANÁLISE DO COMPORTAMENTO E CARACTERÍSTICAS DOS SISTEMAS DE ANCORAGEM CONVENCIONAL E TAUT-LEG EM FUNÇÃO DOS TIPOS DE ÂNCORAS APLICADAS TÍTULO: ANÁLISE DO COMPORTAMENTO E CARACTERÍSTICAS DOS SISTEMAS DE ANCORAGEM CONVENCIONAL E TAUT-LEG EM FUNÇÃO DOS TIPOS DE ÂNCORAS APLICADAS CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA:

Leia mais

POLIMERO ADICIONADO À LAMA QUE DIMINUI O TEMPO DE PERFURAÇÃO

POLIMERO ADICIONADO À LAMA QUE DIMINUI O TEMPO DE PERFURAÇÃO POLIMERO ADICIONADO À LAMA QUE DIMINUI O TEMPO DE PERFURAÇÃO Guillermo Ruperto Martín-Cortés 1,2 ; Fabio José Esper 1,3 ; Jofer Miziara Nogueira 1 ; Francisco Rolando Valenzuela-Díaz 1. 1 PMT-EPUSP - Departamento

Leia mais

O sistema para fundações ventiladas em forma de galeria de 70 a 250 cm. www.geoplast.it

O sistema para fundações ventiladas em forma de galeria de 70 a 250 cm. www.geoplast.it O sistema para fundações ventiladas em forma de galeria de 7 a 25 cm www.geoplast.it ELEVETOR O sistema para fundações ventiladas em forma de galeria de 7 a 25 cm ELEVETOR é um sistema combinado de cofragens

Leia mais

mini grua metax.com.br

mini grua metax.com.br mini grua metax.com.br mini grua metax (guincho de elevação) A Mini Grua Metax é útil nas mais variadas situações. Desde obras civis de todos os portes, indústrias, cargas e descargas, o equipamento possui

Leia mais

Faculdade de Engenharia Departamento de Estruturas e Fundações

Faculdade de Engenharia Departamento de Estruturas e Fundações 1. MÉTODOS DIRETOS Os métodos diretos englobam todas as investigações que possibilitam a visualização do perfil e retirada de amostra. Os procedimentos de investigação são bem definidos nas normas ABNT

Leia mais

ESTACAS MOLDADAS. Autora: Eng.ª Raquel Cortez. Coordenação: Prof. F.A. Branco, Prof. Jorge de Brito, Prof. Pedro Vaz Paulo e Prof. João Pedro Correia

ESTACAS MOLDADAS. Autora: Eng.ª Raquel Cortez. Coordenação: Prof. F.A. Branco, Prof. Jorge de Brito, Prof. Pedro Vaz Paulo e Prof. João Pedro Correia ESTACAS MOLDADAS Autora: Eng.ª Raquel Cortez Coordenação: Prof. F.A. Branco, Prof. Jorge de Brito, Prof. Pedro Vaz Paulo e Prof. João Pedro Correia 1/64 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. VANTAGENS E INCONVENIENTES

Leia mais

Mandrilamento. determinado pela operação a ser realizada. A figura a seguir mostra um exemplo de barra de mandrilar, também chamada de mandril.

Mandrilamento. determinado pela operação a ser realizada. A figura a seguir mostra um exemplo de barra de mandrilar, também chamada de mandril. A UU L AL A Mandrilamento Nesta aula, você vai tomar contato com o processo de mandrilamento. Conhecerá os tipos de mandrilamento, as ferramentas de mandrilar e as características e funções das mandriladoras.

Leia mais

warrior PRONTA batalha.

warrior PRONTA batalha. warrior PRONTA para a batalha. Soldadores comuns vão ao trabalho. Mas você não é um soldador comum você é um guerreiro. E guerreiros vão para a batalha. A ESAB traz para você a Warrior o equipamento inovador

Leia mais

PLATAFORMAS MARÍTIMAS Desenvolvimento das estruturas offshore Plataformas Fixas Parte 1

PLATAFORMAS MARÍTIMAS Desenvolvimento das estruturas offshore Plataformas Fixas Parte 1 PLATAFORMAS MARÍTIMAS Desenvolvimento das estruturas offshore Plataformas Fixas Parte 1 INTRODUÇÃO Com o declínio das reservas onshore e offshore em águas rasas, a exploração e produção em águas profundas

Leia mais

DIRETRIZES EXECUTIVAS DE SERVIÇOS PARA

DIRETRIZES EXECUTIVAS DE SERVIÇOS PARA DIRETRIZES EXECUTIVAS DE SERVIÇOS PARA ES-C01 ESTRUTURAS DE ARRIMO 1 DOCUMENTO DE CIRCULAÇÃO EXTERNA ÍNDICE PÁG. 1. OBJETO E OBJETIVO...3 2. S...3 3. CONSIDERAÇÕES INICIAIS...3 4. MUROS DE CONCRETO ARMADO...4

Leia mais

MANUAL TÉCNICO Amanco Ramalfort

MANUAL TÉCNICO Amanco Ramalfort Amanco Ramalfort Desenho e Dimensões Os tubos Amanco Ramalfort foram desenvolvidos para condução de água no trecho compreendido entre o ponto de derivação da rede de distribuição de água e o kit cavalete

Leia mais

302.2D. Miniescavadora hidráulica. Motor Potência bruta (ISO 14396) 17,9 kw 24,3 hp

302.2D. Miniescavadora hidráulica. Motor Potência bruta (ISO 14396) 17,9 kw 24,3 hp 302.2D Miniescavadora hidráulica Motor Potência bruta (ISO 14396) 17,9 kw 24,3 hp Pesos Peso em operação com cabina 2135 kg 4707 lb Peso em operação com tejadilho 2025 kg 4464 lb Flexibilidade e eficiência

Leia mais

Manual de Estruturas. Conceitos. Parâmetros para a escolha. Fundação superficial. Fundação profunda. Características das fundações.

Manual de Estruturas. Conceitos. Parâmetros para a escolha. Fundação superficial. Fundação profunda. Características das fundações. Fundação Conceitos Definição Parâmetros para a escolha da fundação Topografia da área Características do maciço do solo Dados da estrutura Dados sobre as construções vizinhas Aspectos econômicos Fundação

Leia mais

Estação de metrô Marienplatz Munique, ampliação da plataforma de embarque Avanço sob o gelo

Estação de metrô Marienplatz Munique, ampliação da plataforma de embarque Avanço sob o gelo Estação de metrô Marienplatz Munique, ampliação da plataforma de embarque Avanço sob o gelo Estação de metrô Marienplatz Visualização Marienplatz A estação de metrô Marienplatz é com certeza o entroncamento

Leia mais

(51) lnt.ci.: G01 N 17/00 (2009.01) G05D 3/00 (2009.01)

(51) lnt.ci.: G01 N 17/00 (2009.01) G05D 3/00 (2009.01) (21) P0801399-3 A2 11111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111111 * B R P O 8 O 1 3 9 9 A 2 * (22) Data de Depósito: 31/03/2008 (43) Data da Publicação: 17/1112009 (RP 2028)

Leia mais

TSA/TDA DIFUSOR PARA LUMINÁRIA TROFFER

TSA/TDA DIFUSOR PARA LUMINÁRIA TROFFER TSA/TDA DIFUSOR PARA LUMINÁRIA TROFFER TSA/TODA DIFUSORES PARA LUMINÁRIAS O conjunto de difusão de ar completamente embutido, contribui para um visual leve e sem distorções. Sua flexibilidade própria,

Leia mais

069123_RITA CASTRO 9/27/04 7:05 PM Page 1 PESQUISAMOS SOLUÇÕES PARA O SEU CONFORTO.

069123_RITA CASTRO 9/27/04 7:05 PM Page 1 PESQUISAMOS SOLUÇÕES PARA O SEU CONFORTO. 069123_RITA CASTRO 9/27/04 7:05 PM Page 1 S O N D A G E N S E C A P T A Ç Õ E S D E Á G U A S O N D A G E N S B A T A L H A PESQUISAMOS SOLUÇÕES PARA O SEU CONFORTO. 069123_RITA CASTRO 9/27/04 7:05 PM

Leia mais

EXECUÇÃO DE REBAIXAMENTO DO NÍVEL D ÁGUA ATRAVÉS DE POÇOS COM INJETORES

EXECUÇÃO DE REBAIXAMENTO DO NÍVEL D ÁGUA ATRAVÉS DE POÇOS COM INJETORES pág.1 EXECUÇÃO DE REBAIXAMENTO DO NÍVEL D ÁGUA ATRAVÉS DE POÇOS COM INJETORES O presente trabalho vem apresentar metodologia básica a serem empregadas na instalação e operação de sistema de rebaixamento

Leia mais

Centro de Suporte Técnico 0800 015 1500 projetos@valemam.com.br Canaletas de Alumínio - Linha Frog CONTEÚDOS 1. Linha 2. Acessórios de acabamento 3. Acessórios complementares 4. Suporte para Equipamentos

Leia mais

SESI/SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Centro Integrado Hélcio Rezende Dias Técnico em Edificações

SESI/SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Centro Integrado Hélcio Rezende Dias Técnico em Edificações 0 SESI/SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Centro Integrado Hélcio Rezende Dias Técnico em Edificações Fernando Bonisenha Gabriela Ananias Giovani Bonna Hellen Cristina Santos Maíla Araújo

Leia mais

SONDAGENS Escolha de solução para fundação e contenção FUNDAÇÕES Palestrantes

SONDAGENS Escolha de solução para fundação e contenção FUNDAÇÕES Palestrantes SONDAGENS Escolha de solução para fundação e contenção FUNDAÇÕES Palestrantes Engº José Luiz de Paula Eduardo Engº Roberto Nahas I - ESCOLHA DO TIPO DE FUNDAÇÃO I - ESCOLHA DO TIPO DE FUNDAÇÃO 1.Elementos

Leia mais