!!"#$%&'(! ')$'*'+!%!*,-./'*%&'!+!(%*+%#*(! 0+(*(!#!)'12(!#1*,*2!$!*3

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "!!"#$%&'(! ')$'*'+!%!*,-./'*%&'!+!(%*+%#*(! 0+(*(!#!)'12(!#1*,*2!$!*3"

Transcrição

1 !!"#$%&'(! ')$'*'+!%!*,-./'*%&'!+!(%*+%#*(! 0+(*(!#!)'12(!#1*,*2!$!*3!3#!)'120!%+'4$#!'('&-'& ) ' /&'&')*'('*)''4!+'12#!* '4'!+*&'*&'$-* 4!'(* %+!% ( #1 '#5* 6.%* 4$#!* *2!+%'(* #*+!%!+!'+'60*(!) '!'!+'&-' '('(!&'1' /'!3 #!)'12 0!'$%7'(' '+'60* ( 6%!+ (! +'12 (! ) ' /&', & #% %( ' &-' &')*'( *!)!*!%$-'!+!+%'(' (* &'*&'$-* 4!'(* 0!'$%7'(''+'60*(/ /!% (! $)%( (! #!)'12 '+'60* (* +)/* (! #!)'12 8)!!+' #!$!*#'1!+! ')$' (' &$)' (! #!)'12! #1 #!)'(!9' )!*8)! ''%4)': "#$! 0+(#!&)**%6%#%!% 0+()+%$%7'(#'''#!)'12(! #1* '%(;*+%'(#!+5$! #'+%(! <, 8)'(('#!)'12(

2 #%!%#1#!$ 0+(+'+%6,!*+! 0+(#'**)4'('+%6'!+!'*! #'(2'%(;*+%',*!()+%$%7'('*#!)'1=!*'+)'%* 0+( +'+%6&*%*+!! "! # $ % & " $!! %4)':> *+') '%$)*+'12(!) #1*!(#!)'(#!$'!'!+' % & Curso Prático & Objetivo ('! *%+!3 -++#3BBCCC-'$$%/)+& B#)/$%&B**B&+!+*B'+'D-!!+*BC!/B?E#(F %4)':>3$)*+'12(!) #1*!(#!)'(

3 ' (() #!'12(!#!)'12(!#1*0!'$%7'('#*('*(!#!)'12, 8)!#**)! #!*+)+)'*8)!! &9)+!'$%7' ''+%6%('(!(! #!)'12(!#1*!*) %('!+!'*('(!#!)'12(!6!#**)%!8)%#'!+*)!*+)+)'*&'#'7!*(!3 '7!'*+)/*(!#!)'12'*!! )+%$%7'(*G $!6'!#*%&%'!*+!*+)/*(!#!)'12G %4)' :H *+' ) ' %$)*+'12 (! ) ' *(' (! #!)'12, %!$%7!+! * +! *!*+2! %4$I*(!6%( J +!(' >KF ) '+'()12.#%('+! *3 &( & &( &!%&L '*+ )(#) #* M /'*(!$' ' '6!$%4/$&L '+'%' )(#%+* '8)!*(!$' ' C/$&L M$&(!&'!+ 4%!* +!* +'N+'/$!!*'+'+%6' %$$/%+ M&'(!#!)'12 *!*+)+)'*('*('8)!#! %+! (!*!6$6%!+('#!)'12 (*#1*#(! *!(%6%(%('*! *%*+! '*!(!+!!$!*+! *3 ' %*+! '(!)*+!+'12(!'4'* / %*+! '(!6%!+'12(!'4'* & %*+! '(!+'12 ( %*+! '(!%&)$'12(!$)%(*! %*+! '(!%+'!+ %*+! '(!!4)'1'(!)#!A&%! 4 %*+! '(!!'12(!!4%' '

4 %4)':H3$)*+'12(!) '*('(!#!)'12 ' ()" &$)'(!#!)'12 0& #*+'#!$' 9)12(! 6.%* +)/*(! #!)'12,+!(! *)'!"+! %('(!'/&'*+!*+)/*(!#!)'12 '#!*!+' '%*(!L4F,!& '&$)'0& #*+'# (!7!'*)&!+!'*(!*+!*+)/*,#!*'*!*)#+'(8)'(('(!*&%(' )!+%'('(!) '&$)'(!#!)'120!!)12(*%*+! '(! *)*+!+'12(!&'4'*0*)#+'!+'*!%+('*'*&'4'*'*!! %1'('* ()'+!'#!)'12 (

5 *%*+! '(!*)*+!+'12(!&'4'*0& #*+!*) %('!+!#!$* *!4)%+!*!8)%#'!+*3 ' * 3 )*+!+' #!* ('* &$)'* (! #!)'12! (!!6!*+%!+,!&!(+' /0 ) ' '$+)' *)%&%!+! #'' ')*!% (* +)/* %1'(* )'+!'* '/'* >,'&$)'!+%'(', 8)! *!. (!*&%(' #*+!%!+!#1,0'#%'(' '*+('*(',! ) $&'$ &-' '( (!?, & )&%.% 8)! +'/'$-'!*+! $&'$ 0 &-' '( (! +%*+', 0 & ) &-' '?(!!*'( +%*+' '*+('*('#(! *!/*!6'('%4)''$'( / +3O!*#*.6!$#'#%' '*+!!&!/!'**)'* &'4'* *)/!*+)+)' (!6! #! %+% )!*#'1'!+!+! ' *)#!A&%!!'!*'+'+%6',#''8)!#**'*!%*+'$'(*%*+! ' (!*!4)'1'(!*)#!A&%! ' %4)' :#(! * 6!#'+!(' *)#!%('*)/!*+)+)'(!*2&!&+'(**+)/*,'&'('* '*&$)'*,!+!)+'*'+%6%('(!*,!%,(!*2!'$%7'(*/' #'+!(*+'/'$-**)&%.%*8)!(!*! #!-'!*+'*+'!'* *2&-' '(*(!#$'+' %*+'* &, 3 *#'1(' $&'12!*!6'(#''' '7!' * +)/*' *!! )+%$%7'(* )*)/*+%+)A(*()'+!'#!)'12(#1 * +)/*!*+'$!%'(*%&' */!6%4'*#''#! %+%*!)%1'!+ #'''.!'( '*+ Curso Prático & Objetivo %4)':3'*+('(' > #!'12!'$%7'('8)'('&$)'(!#!)'120!+%'('(#1!0(!*&%('! *!4)%(',& &'*(!*)/*+%+)%12(!/&'* )

6 '' (! ()" )'+!#&!**(!#!)'120!&!**.%8)!,J!(%('8)!' /&''#)(' ' '12, * +)/* 8)! ''&$)'(!#!)'12 +' /0 +!-' (!*! 6%!+',!*+!&'*#''/'%" *%+)'1=!*(!!+%'('('&$)'(!#!)'12,#''!+%'('('/&'#!"! #$,0!&!**.%8)!-'9') *%*+! '&'#'7(! 6%!+'!*+'&$)' #''&% '*%*+! '(! 6%!+'12(!&'4'*#**)%!"'+'!+!!*+' )12,)*!9',*!&'#'7(! (! '%*'&!**5%*8)!!!&!**.%*F,!0& #*+#!$**!4)%+!* & #!+!*3 Curso Prático & Objetivo '. 3 '/(!'1 +'1'(#!*' 4)%&-! ) '!"+! %('(!!#!*') &'!+!$&+!(&'/6! )+' O &'/(!#!)'12 8)!*!.!$'( )(!*!$'( #''#! %+%' 6%!+'12(*!8)%#'!+* 56!%* / / 04)%&-0!*#*.6!$#!$')(!*!$'&'/ (!#!)'124)%&-'#!*!+'+' /0 ) *%*+! '(!!%* 8)! #! %+! &+$' ' 6!$&%('(! & 8)! *! *+'&'/(!#!)'12!$'( 4)%&-*+!)&%.%8)!'#'!&!'%4)'0&-' '((! *('(,!!*#*.6!$#&+$'*#'P!+*(!#!)'12, 6%!+''&'+'%',&(!' * +'/'$-*(*#$'+' %*+'*, %+'*(%6!***%*+! '*!6'%.6!%*,!+!)+'*'+%6%('(!* %4)':3)%&-,&'/(!#!)'12!*('( -

7 & 2 3/$&(!&'!+%&'%"'#'+! *)#!%( '*+!0 '(#) &9)+(!#$%'*#(! #'**' &'/ (! #!)'12 %4)' :Q *+' /$& (! &'!+ ( 3!*#*.6!$#*)*+!+'(%!+'!+! * +)/*'*!! (!*&%(*#1!#! %+%' 6%!+'12#''&% '!#''/'%" '*+&'+'%'+' /0 0& #*+'#) *%*+! '(!#$%'*, #0 20%"'! $)4''$4),*!(*)*+!+'('#!$&'/(! #!)'12 8)!#'**'!+!*)'*#$%'* %4)' :K *+'' &'+'%'! / 3'7'$%4'12('*&'4'*'*!! *)*#!*'*J&'+'%', +!( ' )12 (! '/*6!!6!+)'%* &-8)!* 8)! #**' '&+!&! O & ) ' &'+'%'! 4'&- '! ) *5 &9)+,!'**% *+'+'! *('8)% #(%'+!&-' '(:* '#!'*(!&'+'%' +33 *%*+! ' (! 6%!+'12 (! &'4'* *C%6!$ 0 Curso Prático & Objetivo!*#*.6!$# '7!' $%4'12!+!'&'+'%'! R* +)/*(! #!)'12S8)!*2(!*&%(*#1%4)':E *+'*C%6!$ %4)':Q3M$&(!'!+ 1

8 %4)':K3'+'%' %4)':E3C%6!$ +! 8)!'*%4)'*2!*+2'!* '!*&'$','**%,'&'+'%' (!6!#**)%&!&'(!>,!+*(!'$+)'!*C%6!$&!&'(!,<!+* *+'* %4)'* '!+%'('* (' '#!*!+'12 (!4!-!% ('!+/'*!'+'*'! #'$!*+'#!%'J! $%'5#$%*! (! '4*+ (! >, (%*#A6!$ ' %+!!+!(!!13 -++#3BBCCC#!+$!)*&/B#'$!*+'*B>DED#(, '&!**'(! BHB>K '* ( +'12'/&'0!&%(''+'60*(*%*+! '(!+'12*%*+! ' )*)'$(!+'* %+%+'12J/&','**('*(!+!' *!+2 *%*+! '(!+'12'+'60*('!*'+'+%6'!! *!4)%('6!! *8)'%*'* )+'* '*(!+'* %+%+'12J/&'**%,!*+!*%*+! '0& #*+ #!$**!4)%+!*!8)%#'!+* ' *5 3O!8)%#'!+!*#*.6!$#4!' 6%!+ +'+%6, +'* %+%(: RJ&$)'(!#!)'12S $0 (! 4!'' +'12,'!*' +'+%6'(!6!#! %+%'*)' $%6! 6%!+'12(' 4

9 R&$)'(!#!)'12S#''(!*&%(')!+%'('(!+)/*!*' +'+%6'#(!*!6%*)'$%7'(''%4)':< / 783! 6!%%&' * ' %4)' :< 6!! * 8)! R' &$)' (! Curso Prático & Objetivo #!)'12S#'**'#(!+('!*'+'+%6',!&!/!(*!) 6%!+ (! +'12, 8)! *!. +'* %+%( '+0 ' /&' +)%+%6'!+!*'/! *8)!*!%' '%*.&%$4%') +)/*!*)' *!12**!8)'('(','%60*(!&%&)$'+)/T!$$N#**)%!*+! '+,+'+':*!(!) +)/& *!128)'('(')-!"'4'$8)!!&!/!' +'12('!*' +'+%6'! +'* %+!#'' * +)/*(! #!)'12'%4)':<,8)!6! *#'**'(#!$'!*'+'+%6' ' 6!('(! 0 +)/ T!$$N,! 2 ' &$)' (! #!)'12 ##%'!+!(%+',#%**'*'*#'*&!1('!"#$%&'12 %4)':<3!*'+'+%6'!+)/T!$$N & +33*C%6!$!*+.$%4'((%!+'!+!'L!$$N! *)'#'+! %!%!,& 6% **%*+! '(!*)*+!+'12(!&'4'*,+' /0!*+. $%4'( J&'+'%'! *)'#'+!*)#!% *C%6!$ 0!+2!*#*.6!$+' /0 #'7!'$%4'12!+!*!$!!+*4%'+!* )+' '(! +'*!% +'12 J&$)'(!#!)'12 0')+%$%7'12 (!)!8)%#'!+&-' '((! #%6!0 /'*%&'!+!) +&'#'7(!4!''+'12,%&'(#*%&%'('/'%" (*C%6!$&6!&%'$''*)#+'+8)!!'&%'$('+'12('&$)' 6

10 (!#!)'12, # %6!(!*$%7'*/!(%* +%$-* %"'(*' '*+(' *(',&!#(!*!/*!6'('%4)': ' +'12 4!'(' #!$ + 0 +'*!%(' (%!+'!+!'#'+!*)#!%(' &$)'(!#!)'12,#(! * )+%$%7' '/'%" ( + (%!+'!+! * +)/* (! #!)'12 **%, # %6! (%*#!*' ' )+%$%7'12 ('!*' +'+%6'!(T!$$N,'$0 (!)+!8)%#'!+ 2!&%'( '+!%!+!&-' '((!/)&-' (T!$$N '4'(!6'+'4! ( # %6! 0 8)!, ' *!!&!**.%'(%&%' '%*+)/* ' &$)' (! #!)'12, #(! *'(%&%'+I*+)/*(! ) '*56!7,(%!!+!!+!(' #!)'12 &!*' +'+%6' 8)'+ #(! * '(%&%' '#!'* ) +)/ (! &'(' 6!7 *+ +' ' #!)'12 '%*.#%(' )+'6'+'4! ( #%6!0'#**%/%$%('(!(!!+%'(!*&!' &$)'(!#!)'12+'&%'('&$)')&%&)$'($)%((!#!)'12 ()'+! '/'*#!"! #$ *+ 2!'#**A6!$)+%$%7'('!*' +'+%6',! 0 )('!+'$ #'' &'** (! #1* '$+'!+! %&$%'(* ) -%7+'%* Curso Prático & Objetivo %4)' :: %*+! ' # %6!'#%'(#!$' &'+'%'!*C%6!$&6!&%'%* #(! */*!6',')+%$%7'12( #%6!+'74'-*#''' #!)'12,! & &*!8UI&%', *('*!8)%#'('* & # %6! '#!*!+' +'"'* (%.%'* '%*!$!6'('* 8)'+ 8)! ) ' *(' (! #!)'12 +!!*+!)+%$%7'(!*' +'+%6'#(!&)*+'! +(! VB(%',) '*('& #%6!&)*+'! +(!HVB(%' 9:

11 )+'/*!6'128)!!!&!*!!%+'08)!,'#!*'(! #%6!+! (!*! #!-*)#!%J!*'+'+%6',*('*!8)%#'('*& #%6! '#!*!+' +' /0 '!*'+'+%6'& *%*+! '(!/'&L)#'*-'9' '$4) '!&!**%('(! (! +'&%' ' &$)',! # %6! 2!*+!9' (%*#A6!$,)+%$%7':*!'!*'+'+%6' 0+( +'+%6(!#!)'12,&!'#!*!+'( &!1 (!*+!%+!,&*+'! '#$%&'+'12J/&',#''8)!!*+''4!+!' &-'*(%* 0+(*'#!*!+'(*'+0'4',!*'+'+%6'!+#(%6!,' +'12!''#$%&'(' J&$)'(!#!)'12!!*+' +'* %+%'' +'12 J /&' "%*+! *%+)'1=!*! 8)!*!(!*!9'8)!'#!'*'/&'4%!,%&'(' &$)'(!#!)'12*)/!+%(''#!'*' 6%!+(!*)/%('!(!*&%('!' ) ' +'12 A% '!&!**.%' J #!)'12, (% %)%( /'*+'+! *!) (!*4'*+!*+!/9!+%60&*!4)%('+'60*(')+%$%7'12(!)!8)%#'!+ &-' '( +(!)( &$&'( '&% ' (' /&', *!( /'*%&'!+! ) + -%(.)$%& 8)!!&! +'12 ' #'+% (' #'**'4! ( $)%( (! #!)'12 #!$ *!) %+!% %4)' : *+' +(!)( '&#$'( ' /&'! *%*+! '(!!$'*+W!* 8)! 4!' ' 6%!+ +'+%6 ' *! %4)':3+(!)(!*%*+! '(!!$'*+W!* '+'6!**'( #!$ $)%( (! #!)'12 *+' %4)'!*+. (%*#A6!$! 3 -++#3BBCCC)#!4)/B(C$'(*B(!8HKB#'$!*+'D(D$)&%'D#%!%'D#' +!#( 99

12 '# ( ++ 0+( +'+%6,'! 12(*&'*&'$-* 4!'(* %+!%( #1(!6%(J#!)'12!'4!+'12('&-'0!%+'9)+'!+!&!+ ( $)%( (! #!)'12, & )!+! &-' '( (! $' ', 8)! 0 / /!'(#!$%+!%('&$)'(!#!)'12 * $)%(*(!#!)'12*2' '7!'(* * +'8)!*(! $' '! / /!'(*'+'60*('*/ /'*(!$' ''%(('/ /'(!#!)'12*! (!*$&' #+)/)$'1=!*'+0!+''&$)'(!#!)'12'+'60*(*C%6!$,! *)'#'+!*)#!%8)!24%' *C%6!$!*+.&!&+'('T!$$N,!*+!$)%((!#!)'12!+''&$)'(!#!)'12!#'**''*!(!*$&' #!$*!)%+!%,*'%(#!$'/&'!!+'(#!$!*#'1!"%*+!+!!+! #1#!)'(!'&$)'(!#!)'12,!+'(J*)#!A&%! *& #!+!*(*%*+! '(!&%&)$'12(!$)%(**2!+23 ;! <0!*#*.6!%* # ' '7!' $)%( (! #!)'128)!*!.%9!+'('&$)'(!#!)'12 / 2 ' '3!*#*.6!%*#/ /!'$)%((!#!)'12 ; 23 *C%6!$!*+. $&'$%7'( '*+('*('! ) ''$+)'!$!6'(',0!&!**.%8)!'+)/)$'128)!*'%(' / /'(!$' '$!6!$)%((!#!)'12'+0!*+''$+)'+)/ /!4'$' 0 ) +)/ (%*#*+ ' 6!+%&'$ 8)! $!6' $)%( (! #!)'12'+0''$+)'( '*+('*(' +33 6% *,*C%6!$0+' /0!*#*.6!$##! %+%' %9!12(' $' ' '&$)'(!#!)'12'+'60*(!) '!+'(' (%*#A6!$! *)'$'+!'$%"',&-' '((!4*!!&L )/*%*+! '(!+'+'!+3#5*!+'! #!$!*#'1')$' &$)'(!#!)'12#1'/!+,'$' '(!#!)'12(!6!*! +'+'('#''#(!*!6'!+!!%9!+'('#5$*)/*%*+! ' (! +'+'!+ 0!*#*.6!$# +'+' * $)%(* 8)!!+' ( #1 %*+)'(*& *&'*&'$-*#!)'(**+!*)/*%*+! '0 & #*+ # #!!%' 6%/'+5%',!8)%#'!+* (!! 12 (! *!(%!+*,!&!+A)4'* *%*+! '(!&%&)$'12(!$)%(*#(!*!'& #'-'('%4)': >,+' /0 /+%(''+'60*('#'$!*+'(!4!-!%!'+'*',&%+'(' '+!%!+! 9

13 %4)':>3%*+! '(!%&)$'12(!$)%(* 9'

14 ', () () *%*+! '(! %+'!+0 '(/'*%&'!+!#!$ *+!#'%!$'#!*!+'% '1=!*'!*#!%+(*#'P!+*(! #!)'12& 3#!**/!'/&',('!*'+'+%6',+8)!*,#!**2 (!/ /!%,6'72('*/ /'*,!+&%4)':H *+') '#'+!(#'%!$ (*('( Curso Prático & Objetivo %4)':H3'%!$(*('( '- (") *%*+! ' (! *!4)'1' (! #1 +! ' %'$%('(! (! #+!4! ' *)#!A&%!(!!6!+)'%*!)#1=!*8)!#**' &!()'+!'#!)'12( #1*%*+! '(!*!4)'1'(!#10& #*+/'*%&'!+!#(%* &9)+*,*2!$!*3. 0 6!! *! %+!*#*+!%!*,'#!)'12 (!) #1(!#!+5$!0!'$%7'('! (%6!*'*'*!*,8)'(*2 (!*&%('*'*&$)'*(!!6!*+%!+#'+!*)#!%(#1,$4 '&% ' (' *)#!A&%!, 0 & #*+' # (%6!**!8)%#'!+*!*#*.6!%* #!$' '&'4!! 6!('12 ('* &$)'* (!!6!*+%!+ (! *)#!A&%!, *2 '* &-' '('* &'/!1'* (! 9(

15 !6!*+%!+! &'/!1' (! #()12 *+!* %+!* *!2!$- '#!*!+'(*8)'(!*+)(' *'#'+!(!& #$!+'12(!#1* 2.%2 3.&0M0)!8)%#'!+)('!+'$ #''*%*+! '(!*!4)'1'(!*)#!A&%!)'%'$%('(!0#! %+%!&-'!+(#1! *%+)'1=!*(!!!4I&%'& L%&L*) /$C)+* '. (%)"!!4%'!&!**.%' #'' )&%'!+ (! /' #'+! (!*+!*!8)%#'!+*0!&%(''+'60*(*%*+! '(!4!'12(!!!4%'*+'!!4%',4!'$!+!,0!&%(''+'60*(! +!*'(%!*!$(!&!,! &'*(!*('*+!!*+!*,('!!4%'*!!&%(''+'60*('!(!!$0+%&' $&'$ * +) &$)'(!#!)'12 0 '('#!$&9)+/&'! +)/*(! #!)'12 *)'!"+! %('(!*)#!%$%4':*!'+)/T!$$N&'*(' )+%$%7'12('!*'+'+%6',)' +(*%*+! ' #%6!&'*!*+!!*+!9' *!()+%$%7'( &$)'(!#!)'12,'$0 (!*!!*#*.6!$(%!+'!+!#!$' #!)'12(#1,'+'60*('/&',!&!+' /0!%#''8)!$)%( (!#!)'12*!9'%9!+'(!$'12 J**)'*&''&+!A*+%&'*'&$)'(!#!)'12(!6! +!!*%*+I&%'*)%&%!+!#''*)#+'!$!6'('**$%&%+'1=!*,'#!*!+'&!+ #!*#''8)!#**'*!'#$%&'(*/!'/&'(! ''')"%$%' #&!**(!#!)'12!,'$0 (%*+,#!&%*'#**)%&!+'$!"%/%$%('(!#'' &'*('*#!)'1=!*(%!&%'%* ''(!*! #!-'!*+'*)1=!*!#**)%!*+'*&''&+!A*+%&'*,* +)/*(!#!)'12)'*/&'*2*2+(*%4)'%*,&!6!! ** %+!**!4)%+!* * &/ M'*%&'!+!+! *+I*+%#*(!+)/*(!#!)'12,8)'%**!9' 9)

16 +I*+%#*(!+)/**2)+%$%7'(*! ) '!* '&$)'(!#!)'12,#%* & 6!! *&'(') (!$!*+! ) ')12!*#!&A%&' *+!* +)/* )+%$%7'(* ' #!)'12 (* #1* (!6! #! %+% '!"%*+I&%'(!) &''$(!$)"! *!)%+!%#''(!*$&'!+(* $)%(*(!#!)'12)'*&!"=!*(!6! *!.&!%*(!*!!!'$%7'('*, #0 (!6! '#!*!+'!*%*+I&%'*!!$-'+!'&#(+)/#''2*! &*+%+)A! #+* '&* '&$)' **%,*!9' 8)'$ +%#(! +)/ )+%$%7'(,+(*(!6! +!!*+'*&''&+!A*+%&'* *& '('/&'2 +)/*/'*+'+!#!*'(*!*)'#%&%#'$)1209)*+'!+!!&!#!*' &$)'(!#!)'12#''8)!#**'*!'#$%&'(#!**/!'/&'!8)!%( 0+( *& '(**2+)/*(! '%(%P!+8)!*(! '%*,'/%&'(*! '+!%'$+' /0 '%*!*%*+!+!!)&#0$%*!2'#!*!+' *'$%I&%'* '* &!"=!* +!(I&%' '+)'$ 0 ' )+%$%7'12 (! & '(*!*#%'$'(*8)!'&%$%+' $)"(!$)%(*!*#'1')$'& '(:#1 '/!+! %% %7'%*&(!#%*2(!&$)'#(%!!&%'$(!#!**2 %4)': *+') '%$)*+'12(!*+!*+)/* &% '(*& '(**2)+%$%7'(**+)/*#!*'(*,)-!'6NC!%4-+ (%$$#%#!**+!*+)/*'#!*!+' ) (%P!+%!%'*& '(*, '* &!"=!**!!$-'+!*,)*!9',) '!"+! %('(!#%,!')+'&'%"' (!+'$-!(*+)/*?X0!1/'*+'+!& ) #!*!+!!%(+)/ ') '+'*%12(! %4%(!7 '&$)'(!#!)'12!+! *& '(*! *(%$$#%#!* 8)!*2 &!&+'(*$4'&% '(!$!* %4)': *+''%$)*+'12(!*+!*+)/* *(%$$#%#!**2!*#*.6!%*#& #$!+''&$)'(!#!)'12 #%#!**2+)/*&!%4%(!78)!*(! '%*!'#!*!+' &!"=!* *!!$-'+!*'*(! 9-

17 %4)': *+') '+(!*+!*+)/*,!'+'/!$': *+')!"! #$(!) '&$)'(!#!)'12/*!6!8)!!*+'+'/!$'2!*+2 (!*&%+**(%$$#%#!*,#%**!*)/!+!(!8)!!*+!*!*+2&!&+'(*'&% ' (*-!'6NC!%4-+!62'+0'*)#!A&%! %4)':3 '(*, )/*!*'(*!%$$%#!*,!*#!&+%6'!+! '/!$':3"! #$(!) '& #*%12(!&$)'(!#!)'12 0 1() 1 (1 2(3 4?YX??YX?,E Z Z E,EE >E H M M,EH,K Q M[ M[ M,QE K,H> M M \,H 91

18 *' 5!!"#$%&'('+!%!+!,'&$)'(!#!)'12'#!*!+'! *)'!"+! %('(!'/&'/&'&')*'''4!+'12('&-'(!6%( ' 6%!++'+%68)!$-!0+'*!%( $)%((!#!)'12(!6!*!/ /!'(#!$%+!%('&$)' (!#!)'12,!*+!$)%((!6!#'**'#!$'/&'#''*!4)%*!)&' %- #''!*#'1')$'**%,'*/&'*,'$0 (!#**)A!! *!)&#'!*+)+)'&+'+!,'#!*!+' +' /0 9'+*,! 4!'$! ;!(!+I*,# (!$)%((!#!)'12*'%. '$4)*+%#*(!/&','%60*(! +! *9'+*,+! *8)!'/&'06'7'('!'#!*!+'&' %-*#!!!&%'%*! *!)&##''!*&'!+($)%((!#!)'12 '('*&$'**%%&'1=!*('*/&'*)+%$%7'&%+0%(' /%$%('(!(! *)'*#'+!*,'**%,+! */&'**! #'+!* 56!%*!/&'*& #'+!* 56!%* 5(1(6! */&'**! #'+!* 56!%*!4$/' '*/&'*%+!4'%*(!$P %' (!'1,#'+%&'!+!2 '%*)+%$%7'('*'#!)'12(!#1*(!#!+5$!, '*/&'*(!(%' '+!*'+)'%*!/&'*(!(%' '+!*'+%%&%'%*,&-' '('* (!/&'* */&'*(!(%' '+!*'+)'%*' %+()7%('*'%(;*+%'(! #!+5$!#''#!)' '1=!* '%*()'*,*!('%(')+%$%7'('*! /&'*!*#!&%'%*#''+!*+! )-'4! */&'* ' %+()7%('* '%(;*+%'& ) ''$+!'+%6' #'' ' #!)'12 (! &-'* '%* $!*, '+%4%(!$!6'('* +'"'* (! #!!+'12!!"&!$!+!6%(';+%$ %4)': *+'+*(!*+!*+%#*(!&-'!*+'%4)'#(! * /*!6'*&''%*(!$)"'/&'(!(%' '+!'+)'$!/%&(!) (* 9'+*('/&' 5(1(6! * /&'* & #'+!* 56!%* *2 '('* 4!'$!+! # ) '!*+)+)'(!+I*&!*8)!4%'! +(!)!%"#5#%,*!(#%** & )!+!&-' '('*(!/&'*+%&W%&'**+'*/&'**2!+2 '('* #*)'!*+)+)'&+'+!!#*!)*$'!+* 94

19 %4)':3M&'(!(%' '+!'+)'$!/&',!*#!&+%6'!+!!$'12.!*+)+)'&+'+!,!*+'*/&'*#(! #**)%(!+!*(! '1,)*!9',*'$%I&%'*8)!(!*! #!-' &+! $('(*#5#%&!, )#(! #**)%%*!+*(!&'/)!+(!+)4*+I%%*+'$'(*!*+!*&!* **% & '*/&'*(!(%' '+!*,'!*+)+)'&+'+!(!+! %'' '#$%&'12('/&',*!9'#'' '1=!* '%*()'*,)*!9'#'' '1=!* '%* $!* %4)':Q *+') (!+'$-!(!*+'*/&'*(!(!+!*(!'1!(! %*!+(!+)4*+I%,!*#!&+%6'!+! *+'*+*' /+%('*'+'60*(**%+!*(*'/%&'+!*(!/&'* %+-! -%*+!*! (!, &)9*!(!!1* ' %+!!+ *23 CCC* %+-/%+*&!CCC(!& / 51 $4) '*/&'**2(!*!-'('*#''%'$%('(!*!*#!&%'%*,& #!"! #$,/&'*#''+!*+! &'*('#%!%'/&'*)'%'$%('(!0&+''&-'(! ('&*!4)% 96

20 Curso Prático & Objetivo!+%') '' *+'#'''*)#!A&%!Z.*'$'4'(!**2)+%$%7'(*8)'( *!(!*!9'')!+'(%P!+(!) ''*!9.#!)'(' %4)':Q3M&'*(!(!+!*(!'1!(!%*!+(!+)4*+I%,!*#!&+%6'!+! %4)':K3M&'*(!+!*+! )-!/&''$'4'(',!*#!&+%6'!+! :

21 (! *6!%%&'8)!'!*&$-'('/&'&!+'#''*!#!)' ) #1(!#!(!('%'$%('(!8)!*!(!*!9''8)!$!+!&-#!)'(,/! & +%#(! '128)!*!(!*!9'#!)' /*!6!8)!()'+!'#!)'12(!) #1,6.%*+%#*(!/&' *2)+%$%7'(*,+'+#!$'6'%'12('* '1=!*#!)'('*& (%P!+ * '%*'(%'+!8)!) #10#!)'(! 6.%* (%P!+*F # + #)7+ Z.6% *8)! 0+(+'+%6&*+'('#!)'12('*&-'*'+'60* (' +'12 (! ) ' /&' */! '* *)'* *)#!A&%!*,!*!%$-'(:'*! '4!+'(:'*,*!(!*+!*&'*&'$-*4!'(*$!6'(*J*)#!A&%!9)+ &!+(!) $)%((!#!)'12/ /!'('+'60*('&$)'(! #!)'12 #'+% (!*+'!"#$%&'12 *).%' ( 0+( +'+%6 9. #(! * 6!%%&') '('*)1=!*(*$)%(*(!#!)'12,8)'$*!9'3R = S '$%*'('%('!*+!#&!** +'+%6(!#!)'12, 6! * 8)! ()'+!!*!%$-'!+('&-'#'+!('!!4%'(%**%#'('#!$'/&'0 &6!+%('! &'$ '**!9')+%$%7'(''!*' +'+%6' ) +#(%6!#'' $!6''+'* %+%+'12J/&',!*+'(%**%#'12(!!!4%'&!'%('! +(''!"+!*2('&$)'(!#!)'12(!6%('*!)'+%+!''*+! '* #'!(!*(#1 '' %% %7'!*+!!!%+,! /'(8)!*$)%(*#!*!+!**#*('*&-'*'+'6!**'('*!*+2*/!'$+'#!**2,&-' '('(!#!**2(!#*,!8)!'#!)' * #1&%' *) &' %-!+!!*+'*&-'*!'*)#!A&%!,+! *8)!' +!(I&%'(!*+!*$)%(*#!*!+!*'*&-'*0(!*!(!*$&'! #''(!+ (#1! %4'! #'''*)#!A&%!*+'*%+)'12*52%.&!&'*' #!**2(!+(#1*!9'*)#!%'#!**2(!#*,!!*+'0)+')12 (* $)%(*(!#!)'12" > #? 9

22 # % #+'+! &&!%+ % '#!*!+'( #'.4' '+!% A 3 #!*' (! 2 *!! (!*!9'(*, ' &I&%' (! L%&L* 0!$'+%6'!+!!8U!+! '#!)'12(!#1*,#%&%#'$!+!! #1*!"#$'+5%* +'%'!+!,'*%+)'12!"+! '(/$C)+20+2!8U!+!!#(!+! &*!8UI&%'*&'+'*+5%&'* #'8 + ''8)!*$)%(*(!#!)'12,& )!+!&-' '(*'%(;*+%' (#!+5$!(!$' '*(!#!)'12,(!*!6$6' '*)1=!*&%+'('*'&% '! )+'*)1=!*(!*!9'('**2!&!**.%'*(!+! %'('*&''&+!A*+%&'*,'**% $)%((!#!)'12(!6!,!+!)+'*&%*'*3!/ /!.6!$G > **)%&'#'&%('(!(! '+!*&'*&'$-*! *)*#!*2!* 8)'(/ /!'!+*)*#!*G H *+'/%$%7''*#'!(!*(#1G 2&')*'!'1=!*'* '1=!*'+'6!**'('*,)('*J* &-'*#()+'*G #!*!+' #''(!+(#1G Q 2&')*'&*2'*!8)%#'!+*G K! %+%'*!#''12!'%+!#!+'12(*&'&'$-*!+'(* J *)#!A&%! / /!'/%$%('(!0!8)%*%+/.*%&#''$)%((!#!)'12,6%*+ 8)! 0 *!) $)"&+A)'+'60*('&$)'(!#!)'12!!+#!$ ')$'&$)'(!#!)'12"#18)!'7& 8)!#'+!('*)1=!*&%+'('* %+! '+!%*!9' #**A6!%* *!4)('&''&+!A*+%&''#!*!+'('0(!)('!+'$% #+P&%' #''#**!4)%!+('#!)'12(*#1*! &'*(!#''('*(! / /!% '4%! 8)!!*+'**%+)'1=!*,&'*$)%((!#!)'122

23 +%6!**!&'#'&%('(!(! '+!*&'*&'$-**)*#!**,-'6!%') '.#%(' (!#*%12(!*+!*&'*&'$-**/!'/&',!! /'#'+!('&$)'(! #!)'12*+&!+'!+!&')*'%'*0%*#/$! '*#'''!+%'('(!*+' &$)',#(!(&')*''+0!* '#!('(#1!$'12J!*+'/%$%7'12('*#'!(!*(#1,!*+!0)+!8)%*%+ #''#**!4)%'#!)'12,6%*+8)!,&'*-'9'(!* '!+('* #'!(!*(#1*/!'&$)'(!#!)'12!/&',#(!. &!' *%+)'12(!*&%+'#'.4''+!%,)*!9','% #**%/%$%('(!(!!+%'' &$)'(!#!)'12(#1!&*!8)!+!!+!'#!('(!*+! '1=!*F *2'+'6!**'('*$)%((!#!)'12,'!+'! &+'+&!*+'* '1=!*(!6!!'4% A% #**A6!$&!*+'*&-'*"! #$%%&'(,0 & ) '#!*!1'(!'4%$'*8)!,&'*$)%((!#!)'122*!9'/! (%!*%'(,#(! %&-'! *)'#!*!1'*+!!W!&-' '((! %&-'!+(!'4%$'0)!"! #$(!!'+%6%('(!2(!*!9'('()'+!' #!)'12(*#1*,!#''8)!2&''(%&%' :*!'$)%('(%+%6* %%/%(!* (! %&-'!+ $0 ('!'+%6%('(! & '* '1=!* '+'6!**'('*,0(!*!9'(8)!$)%(2&+' %!'* '1=!*#()+'*, )*!9','* '1=!*#+'('*(!-%(&'/!+*,'% (!2&')*' '**'!*#!&A%&'F0!&!**.%8)!*!) 6'$*!9'*)%&%!+!#'',''+'6!**''* '1=!*,&')*!) (%!!&%'$(! #!**2#*%+%6*!+%(#1 '12"! #$%%&'(#(! *'(+' *!4)%+!!"! *#!)'() #1'>!+*(! #)(%('(!!&)9'#!**2(!#*(' '12!*+'#)(%('(!*!9'(! >#*%,#(! *&'$&)$'' '**'!*#!&A%&' A% '($)%((!#!)'12 #''8)!'#!**2(!+(#1*!9'*)#!%'#!**2(!#*,'**% +! *3 ρ ρ = ρ '

24 4%&'!+!,& 20(!*!9'(8)!-'9''&I&%'(!L%&L*, #&)':*!#!)'& ) ' '4! (!*!4)'1',&*%(!'('**% #'' #!* A% ($)%() '#!**2*)#!%'#!**2(!#*!*#!'('(' '12 #*1 + ''8)!*$)%(*(!*!6$6' '*)1=!*!8)!%('*,'#!*!+'( '*&''&+!A*+%&'*(!*!9'('*,0)('!+'$8)!*)'*##%!('(!*A*%&'*! 8)A %&'**!9''9)*+'('*?.6.%'*##%!('(!*(*$)%(*(!#!)'12 % #+'+!*#'''#!)'12(!#1*,**!*+)((!*+'&'! *3 '**'!*#!&A%&',!$4%'!1'4!$,!#'P!+*(!%$+'12 18!6% **&.$&)$*(%+! '+!%,' '**'!*#!&A%&'0 % #+'+!#''% #!(%'&I&%'(!$)"%(!*!9'((!$)%(*#''(!+ (#1 '**'!*#!&A%&'($)%((!#!)'120(!%%('& *!(' '**'($)%(#)%('(!(!6$)!,4!'$!+!!"#!**'! *!) 6'$ (!6!!*+' (!+ (! &!+ %+!6'$, *!(! 6'$ (!+! %'(#!$'#!**2(!#*!*#!'(',% #!(%('**% '&I&%'(! L%&L*,& 6% *'+!%!+! '%6'$#''' '**'!*#!&A%&'($)%((!#!)'12+' /0 0 (!%%(! )12('*##%!('(!*('* '1=!*'*!! '+'6!**'('*!*+!&'*'#!**28)!6'%$% %+'6'$(' '**'!*#!&A%&'0'#!**2 (!'+)'(' '12#!**2(!'+)'0(!%%('& *!('#!**2 8)!&')*' #%!+('&-','+)'(:'!*+' ','&'$&)$' *#!* ($)%( 8)! %! * )+%$%7', &*%(!' *8)!*!)6'$(!6!.*!'$+*)%&%!+!#''% #!(%' '#!**2(!#*F,#0 (!6!%&' '/'%"(6'$8)!&')*'''+)'(' ' #!**2(!'+)'F ])'(*!(!*!9'')!+'#!*(!) $)%((!#!)'12)+%$%7':*! /'%+%',) ''4%$'(!!$!6'(' (

25 *!(!*!9'(% %)%#!*,(%$)%:*!$)%((!#!)'12'(%&%'( '%*' '*!$A8)%(' +" %+!$4%'(!) $)%(!*+.!$'&%'('& *!)& #+'!+ 8)'(!!#)*! 6%!+'12!"! #$,$)%(*(%+*!C+%'*, & '.4)','#!*!+' '!* '!*%*+I&%''$)"%(!#!(!+!(!!*+'!!#)*)! 6%!+,!'%('%(!#!(!+!!+!('6!$&%('(! (!*+! 6%!+ **%, (%7! * 8)! * $)%(*!C+%'* ' *)' 6%*&*%('(!0&*+'+!,!*+'('6%*&*%('(!'**&%'(''!*%*+I&%'(!) $)%(' 6%!+!*+' ',#(! *(%7!8)!'.4)''#!*!+'!!*%*+I&%'' 6%!+(8)!) 4!$(!&'/!$,#!"! #$ $)%((!& #$!+'12(!6!'#!*!+') & #+'!+/'*+'+! #!&)$%' ])'( $)%(!*+%6!! 6%!+, 0 %+!!**'+! 8)!!$! '#!*!+!'!!*%*+I&%''$)"#**A6!$,#''8)!#**' *!"%4%!*('***'*/ /'*,*!!$-'+!..4)'(**!"! #$0, 8)'($)%(!*+%6!#''(,0%+!!**'+!8)!!$!'#!*!+!' '%!*%*+I&%' ' $)" #**A6!$ #'' 8)! * &'*&'$-* 8)!!$! &'!4' #! '!1'! *)*#!*2!2*!(!#*%+! */!'/&'!'!((' &$)'(!#!)'12,*!!$-'+!'4!$(**!"! #$ **%,(!'&(&!"! #$%%&'(#'.4''+!%,$)%((! #!)'12 2#(!'#!*!+'& #+'!+*!!$-'+!'* $)%(*(%+*!C+%'*,8)!'#!*!+'!* & #+'!+!!#)*)! 6%!+!*+' ', *#'P!+*!$54%&*( $)%((!#!)'12 (!6! #! %+%8)!!$!*!& #+!&!*#!'(**%,*$)%(*(! #!)'12*2(%+*+%"+5#%&*,)*!9',*!$%8)!'7! 8)'(! 6%!+!!+' '!*+'(8)'*!A4%(8)'(!!#)*,*!(!*+!#'P!+!$'&%'(& '1'4!$ ''')!+')(% %)%'6%*&*%('(!(!) $)%((!#!)'12 )+%$%7':*!) '(%+%6&-' +%#(!'4%$'F'*(!*!9! (% %)%*!)6'$)+%$%7':*!'(%+%6*8)!'/*6! '*#'+A&)$'*(!/!+%+'!8)%$%/'($)%( Curso Prático & Objetivo )

26 9( +!6%('(%!!&%'$#*%+%6(!#!**2)+%$%7'( '#!)'12 *!+%(#1 '12,!+' /0 (!6%(J(%!!1'(!&&!+'12(! (!+! %'(**'%*,-.&*+'+!#&!**(!%$+'12(!$)%(#''%+!% ('* '1=!* **5$%(*! *)*#!*2#!*!+!*$)%((!#!)'12,(!'&( & *!)* (%P!+*, +! %' # 2 &*!4)%!+' ' '12, '() '%'&' '('(!*5$%('#'!(!(#1,&-' '('(!!/& '12 (!/& (% %)% ' 6!$&%('(! (!*+' %$+'12, &+%/)%( +' /0 #'''!*+'/%$%('(!('*#'!(!*(#1!$'12 J#'&!$' $A8)%('( $)%((!#!)'12 8)!#!!+' ' '12,&-' '('(!%$+'(,!*+'#(!&')*'('*J '12,(% %)%( '*)'#!!'/%$%('(!,/*+)%(**!)*#*!'$+!'('*)'&'#'&%('(! (!#()12 '*' '12*!9'*!*A6!$.!*+! %$+'(,#(!-'6!!W!(!%&-'!+(*$-!$-*-%('+.6!%*,&')*'(!()12( #%*2('&$)'(! #!)'12,8)!4!'#!('(!+! #!! &'*!"+! '#!('(#1!*+' ',*#'P!+*(!%$+'12(!6! *!&+$'(*,!-. +!*+!*!*#!&A%&*#''(!+! %'*!)*6'$!*!& #+'!+($)%( 8)'+J%$+'12 ##+ + * $)%(* (! #!)'12 *2 & #*+* # ) ' '*! $)%((! #!)'120!%+'(!'&(& +%#(!'*!$A8)%(','**%,(!) ' ' 4!'$+! *$)%(*/'*!.4)')$)%(*/'*!5$! *$)%(*/'*!5$!,(!6%('&)*+%%&%'$!%*&(!#$)%12,*2!* )+%$%7'(* ' %(;*+%', '#!*' (' &!*&!+! )+%$%7'12 (! $)%(* *%+0+%&* -

27 '' ' /+!12 ('* &''&+!A*+%&'* (!*!9'('* #'' * $)%(* (! #!)'12'(%&%' :*!'!*+''*!(%*#!*'+!*'(%+%6**5$%(*)$A8)%(* *+!*'(%+%6**5$%(*&*+%+)! ''*!(%*#!*',! () )'+!'#!)'12(!#1*'+'6!**' *6.%'* '1=!*,!& 6% *%+! '+!%,$)%((!#!)'12(!6!*!(%!*%'((!'&( & '*&''&+!A*+%&'*('* '1=!*8)!!$!!+'! &+'+**%,#(! &!8)!) $)%((%!*%'(#'''* '1=!*#!)'('*2'+!(' *!8)%*%+*(!) '6'7''*!#!)'(',!2#**'*! (%%&'(! )12('*7'*9.'+'6!**'('*+2,8)!'7!!*+'**%+)'1=!*^ *%+)'1=!* &!*+', 0!&!**.% #+!4! '* '1=!* 9. '+'6!**'('*#''8)!$)%(#**'*! (%%&'(!' '%*!+!! &+'+&!$'*'''+%4% *!*+!/9!+%6'7! *8)!*!&-' '(!!6!*+%#1 *+)/*(!!6!*+%!+*2+)/*(!'1!*#!&%'$,(!(%P!+ 6'%'(& )!+!!+!HS!_S,& & #%!+(!&!&'(!<'!+*!!*#!**)'('#'!(!6'%'(!+!`S!S*+!*+)/*#(! *! &!&+'(*)*'*)+*'+'60*(!*&'*,*$('*)!&'%"!,*!(!*+'* ()'*;$+% '*&!"=!* '%*& )*! +)/*(! '%(%P!+O'&!"2 (!*+!*+)/*8)! '.'&$)'(!!6!*+%!+!&!**.%'#''!6!*+% #1#!)'(,*!('8)'+%('(!(!+)/*)+%$%7'(*6'%'((!'&( & & #%!+%'$('&$)'(!!6!*+%!+'*!(!*&%(' #5* ' (!*&%(' (' &$)' (!!6!*+%!+, ) ' 6'!+'#' 0!&!**.%'#''8)!*!9'4''+%(%*$'!+('* '1=!*'*!! #+!4%('**+'!+'#'0'&%!+'12,!&*+'(!#!!&-!!*#'1')$' &$)'(!!6!*+%!+#1'/!+& #'*+'(!&%!+,8)!'#5*!()!&%( '.) '/'!%',9)+'!+!&!6!*+%!+,#+!4!( +!&-#!)'( Curso Prático & Objetivo!#%*(!!6!*+%(!&%!+'('#'+!(#1&)9'* '1=!* (!6! *!#+!4%('*,#(! * 6$+''#!)')+%$%7'( 6 $)%( (%!*%'(,#!"! #$'*+!-' *8)!6'!+!#+!4!'*6'* 1

28 '1=!*!"#*+'*,!6!*+% *!&%!+' *'#'+!8)!#!)' * '**% #**!4)% *'+0'+%4%'#)(%('(!(!%+!!**! *! #! (!*&! * ) ' /&' %+!% (!6!*+%!+ '+!%!+!(!*&%(*,+! *8)!) #10#!)'(! 6.%*(%P!+*,!6.%*!6!*+%!+**2(!*&%(*!*+!*6.%*(%P!+*8)!#!)' * &-' ' *(!'*!!!6!*+%!+('*'*!*#!)'('*#(!+!'%(''* *!4)%+!*)1=!*3. 3, # # $# 3. B B 3 +! 3!$'12 J *)'* &''&+!A*+%&'*, *!6!*+%!+* (!6! #%%+'%'!+!*)#+' *!*1*'+)'+!*,*!!*%*+!+!'&*2! J '/'*2!+!(%!*=!*& #'+A6!%*& &%+0%*+0&%&*!!&W %&* +! 8)!'%'$('#!)'12(#1,!*+!*!.& #*+# (%6!*'*&$)'*(!!6!*+%!+,!%*+*!.#1)*!9',*!6!*+%!+* (!6! *!/! (%!*%'(*,#%*!$!*&*+%+)%2'&!**('*)#!A&%! '!*!6'+5%,*!(%"*!(!%%+%6*! +(''6%('(#1%4)':E *+' )!*8)! ' (! ) #1 #!)'(, *+'( (%P!+! #)(%('(!(#1'/!+!(%P!+!#)(%('(!(!6!*+%!+ (!*&%(!*+!&'*,+! *) '$P %'(a.4)'(!>!+*,*('(* /+%(*(!*+'%4)'*23 ) 2(3 / Curso Prático & Objetivo 9( 5 ) 2(3! () 9( : : Q HS > ><, K_S >EQ HHBES H H>>H, >`S H<, <BES HEE, E_S HE, KS 4

29 *%(!'('(! (!(!*&%('('&$)'(!!6!*+%!+,!'*)' )12,#(! *&$'**%%&'*!6!*+%!+*! 8)'++%#*3&()+,(! *)#!A&%!,%+!!(%.%!(!#()12 %4)':E3*8)! '(!!6!*+%!+*(!) #1(!#!+5$!!6!*+%!+&()+0#%!%!6!*+%!+(!*&%(#1,*)' )120&+!**!(%!+*(!*)#!A&%!!*+' ',*)'R#)(%('(! (!'**!+'!+S0&!&'(!>'!+*,!*!)(%P!+6'%'!+!Hbb! 6

30 HHBEbb +!',!*+!!6!*+%!+&()+04!'$!+!&'6'(*$,! '0'**!+'(#9'+!'!+!6!*+%!+(!*)#!A&%!,*!4)%+!'!6!*+%!+&()+,+! & #%!+6'%'(!+!!K!+*,0!6!*+%!+*!4)%+!' &()+! +! ' )12(!&+!'* '1=!*%&*$%('('*,#+!4! '8UA!*,!*!6%& *)*+!+'12#''*(! '%*!6!*+%!+*(!*&%(* #1,&!6!! *'#'+!(!& #$!+'12*+!!6!*+%!+(!6! *!&%!+'('+0'*)#!A&%!!*!)*(%P!+*6'%'!+!>bb!<BEbb!6!*+%!+(!#()120'8)!$!8)!'7'$%4'12('*)#!A&%!'+0 '* '1=!*#+'('*(!-%(&'/!+*,#! %+%( 8)! #1#()7' (! '*!4)''#5*!8)%#'(''*!(!#()12)'#)(%('(!(! '**!+'!+6'%'(!'&(& '#)(%('(!('7'#()+',!*!)* (%P!+*+A#%&*!*+2!+!<BEbb!_bb!6!*+%!+%+!!(%.%0(!*&%(*! #!8)!0!&!**.%#+!4! '$4) '7'%+!!(%.%',*!9'#&(%1=!*(!#!**2,#!*!1'(!$)%(* '4!**%6*,!&!**%('(!(! (%%&'12($)%((!#!)'12,!+!)+'* &(%1=!* *+!!6!*+%!+ 0(!*&%(,#+'+,!+!!6!*+%!+(! *)#!A&%!!!6!*+%!+(!#()12,#(!(!!*!"%*+%&'*+'%* &(%1=!*(!*&%+'*2&'!)*(%P!+*6'%'!+!HBEbb!Kbb &'*(!*8)! '('%4)':E+! **!4)%+!!*8)! '(!!6!*+%!+3 - () & 1 0(! () ) 2(3 9( ()+ Q HS )#!A&%! >EQ HHBES +!!(%.% H<, <BES ()12 HE, KS )(%('(!('3>!+* &%!+'12(!6!*+%!+(!*&%(0!&!**.%'#''8)!-'9' %*$'!+!+!!*#'1')$'#1'/!+!6!*+%!+(! '' ':

31 4''+%'#+!12(!*!9'('#'''* '1=!*!% #!(%(!*$&'!+(! $)%(*#!*+!!*#'1 &%!+'12&*+'(/ /!%(!) '#'*+'(!&%!+#!$'#5#%' &$)'(!!6!*+%!+,*!(!*+'(!*$&'('#''!*#'1')$''+0' '#!)'12(!) '6''*!,&'**!9'!&!**.%' &%!+ )+%$%7'( ' %(;*+%' ( &%!+ 0 &%!+ +$'(, *!!$-'+! ' )+%$%7'( ' &*+)12 &%6%$, #0 & &''&+!A*+%&'*!*#!&%'%* #'' ' %'$%('(! (!*!9'(', ' /%!+!! 8)! *!. )+%$%7'(! *$%&%+'1=!*J8)!*!.*)/!+%(!*+!&%!+,()'+!''/%&'12(' #'*+' 8)! *!. / /!'(' #'' #1, *2 '(%&%'(* '(%+%6* & %'$%('(!*!*#!&A%&'*, & '&!$!'(!* )!+'('(!* (! #!4', '(!*'+!*,(%*#!*'+!*)&+$'(!*(!%$+'(!$'12'*'*#!&+*#!'&%'%*,'#!*'(&%!+*!/ /!'( (%!+'!+!'+'60*('&$)'(!!6!*+%!+,(!6!*! + '('$4)* &)%('(**!+%((!!6%+''&+' %'12('#'*+'(!&%!+#$)%((! #!)'12,#!*!+!#1'#5*'(!*&%('('&$)'(!!6!*+%!+,! 4''+% #!!&-%!+ #%%+'%'!+! (!*#'1 ')$' &$)' (!!6!*+%!+#1'/!+,(!%"'( A%!&!**.%(!&%!+(!+ ('&$)'(!!6!*+%!+''8)!!*+!*/9!+%6**!9' '+%4%(*,)+%$%7' : *!'$4)*'&!**5%*'&$)'(!!6!*+%!+#''')"%$%''&%!+'12!*+' ', ''$%*'! * #%!%'!+!!*+!* '&!**5%*! #*+!%!+!6!! *& *!#&!**''&%!+'12(!) #1, 6 () ''**!*+)(,*#%&%#'%*'&!**5%*)+%$%7'(*'&%!+'12*23 *'#'+',&$'!+' #=!*!! */!6!!+!')12(!&'(') (!*+!* '&!**5%*,$&'$%7'(:*'&$)'(!!6!*+%!+,!! *!4)%('&%+'! * )+*'&!**5%*)+%$%7'(* *'#'+' 0 &$&'(' '!"+! %('(! (' &$)' (!!6!*+%!+, *!!$-'+!'#*%12('/&' '&$)'(!#!)'12 )' )12 0*!6% (! 4)%' #''!6!*+%!+ 8)! *!. (!*&%(, '/*6!( * &-8)!* '9

32 #6!%!+!*(!*+'(!*&%('*'#'+'0!%+'4!'$!+!(! '+!%'$!*!*%*+!+!,#%**!.&+'('()'+!'#!)'12(''*!*!4)%+!*+' *'#'+'#(!#**)%) '6.$6)$'(!!+!12&)9')120% #!(%$)"(! $)%(**!+%('*&!(!+! &$'0#*%&%'(&!&'(!(%*+)/*'&% '('*'#'+'!+! ')12 (!!+!*+' #=!*8)!*!2(!*$&'(*()'+!/ /!%('#'*+'(! &%!+**% & '*'+'#',#(!#**)%) '6.$6)$'8)!% #!(!$)" *!+%('*&!(!+!,*!(&-' '((!&$'$)+)'+! *+' #=!**2&%$%(*(!/'&-'& (%P!+%4)'$J&$)'(!!6!*+%!+(!*&%(')'+!'&%!+'12)+%$%7' :*!(%*+' +' #2(!)(,6'7'(! *!)%+!%, '*!&-'('#'+!*)#!%! #2(!+#,A4%(! +(''*)'!"+!*2 *(! '%*'&!**5%**2&!+'$%7'(!*(!!6!*+%!+,''-'(!* #''! 6!!/&! /+)'(!*!"+!*(!!6!*+%!+,)+%$%7'(* 8)'(*!(!*!9''7!) '&%!+'12! 6.%*!*+.4%*,' 0:;) 1 )+ () *!8UI&%' #!'&%'$ (! ) ' &%!+'12 #%.%' &*%*+! /'*%&'!+!(/ +' #=!*!9' *!*) %('!+!!*% #$%%&'('!+!& *!#&!**'3 M /!%':*!%%&%'$!+!) 6$)!(!$)%(& /9!+%6(! $% #'!6!*+%!+! ')"%$%' '! 12 (!/&!$-'( ' '(!I&%' ( &%!+ *+! 6$)! (! $)%( &-' ':*!&$&-2(!$'6'4! > #5*/ /!%(&$&-2(!$'6'4! $'1':*!+' #2(! )( H M /!%':*!! *!4)%(' ' #'*+' (! &%!+, & 6$)! &'$&)$'(#''!6!*+%!*#'1')$'!6!*+%!+ #1 '/!+'+0''$+)'(!*!9'(' '1':*!! *!4)%('+' #2(!+# '

33 Curso Prático & Objetivo!*$&':*!!*+! +' #2,! &*!8)!+!!+! ' #'*+' (! &%!+,+' #2(!+#!&$&-2(!$'6'4!,& $)%( (!(!*$&'!+,8)!#(!*!$)%((!#!)'12 '$%*'( ' (%*#*%12 (!*+!* $)%(* '&$)', +!! *'*%+)'12 '#!*!+'(' ' %4)' *,(! /'%"#''&% *-!F, #2(! #$)4F, $)%( (! **% ' #'*+' (! &%!+ 0 (!*$&'('!+!*+' #=!*'+0' +' #2(!)(+#'&$' '&0*&% (!#!**2 #!'#'+! *)#!%! %!% (!*+! +' #2 #! %+%('#'**'4! ('#'*+'(! &%!+,8)!#'**''*!(!*$&'#'' ')$''+0'&-!4'('(+' #2(! +#])'(!*+!+#'(+' #2(! )(,-.'&0*&% ('#!**2' / /',%(%&'(%'$('#!'12!*+!!+,'#'*+'/ /!'('*! (!*$&)#'' ')$'! %+!%(!6!*+%!+!*+.#'+%&'!+!&-!% (!$)%((!#!)'12 M'*+''4''#!'*'4)'('!()!&%!+ ( &%!+ #'' #**!4)%'*#!'1=!* %4)':<3*8)! '('%!+'12 ''

34 PRODUÇÃO ONSHORE E OFFSHORE PERFURAÇÃO ( BREVE RESUMO ) A perfuração de um poço de petróleo é realizada através de uma sonda, uma grande estrutura que contém diversos equipamentos responsáveis pela elevação do petróleo. Na perfuração rotativa, as rochas são perfuradas pela ação da rotação e peso aplicados a uma broca existente na extremidade de uma coluna de perfuração. Os fragmentos da rocha são removidos continuamente através de um fluido de perfuração ou lama. O fluido é injetado por bombas para o interior da coluna de perfuração através da cabeça de injeção, ou swivel, e retorna à superfície através do espaço anular formado pelas paredes do poço e a coluna. Ao atingir determinada profundidade, a coluna de perfuração é retirada do poço. O anular entre os tubos do revestimento e as paredes do poço é cimentado com a finalidade de isolar as rochas atravessadas pela broca, permitindo então o avanço da perfuração com segurança. Após a operação de cimentação, a coluna de perfuração é novamente descida no poço, tendo na sua extremidade uma nova broca de diâmetro menor do que a do revestimento para o prosseguimento da perfuração. Do exposto, percebe-se que o poço é perfurado em diversas fases, caracterizadas pelos diferentes diâmetros das brocas. PERFURAÇÃO ( BREVE RESUMO ) Após a operação de cimentação, a coluna de perfuração é novamente descida no poço, tendo na sua extremidade uma nova broca de diâmetro menor do que a do revestimento para o prosseguimento da perfuração. Do exposto, percebe-se que o poço é perfurado em diversas fases, caracterizadas pelos diferentes diâmetros das brocas. SISTEMAS DE PRODUÇÃO Produção em Terra (ONSHORE): primeiro sistema a ser desenvolvido, com custos menores e engenharia menos complexa em relação à exploração submarina. Produção no Mar (OFFSHORE): custos elevados, com tecnologia sendo um limitante para águas ultra-profundas. 34

PÓS GRADUAÇÃO EM PETRÓLEO E GÁS PARTE II PRODUÇÃO ONSHORE E OFFSHORE

PÓS GRADUAÇÃO EM PETRÓLEO E GÁS PARTE II PRODUÇÃO ONSHORE E OFFSHORE PÓS GRADUAÇÃO EM PETRÓLEO E GÁS PARTE II PRODUÇÃO ONSHORE E OFFSHORE PERFURAÇÃO BREVE RESUMO A perfuração de um poço de petróleo é realizada através de uma sonda, uma grande estrutura que contém diversos

Leia mais

EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS

EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS PROCESSOS INDUSTRIAIS ORGÂNICOS EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS PERFURAÇÃO - INTRODUÇÃO A perfuração de um poço de petróleo é realizada através de uma sonda, conforme ilustrado nas figuras

Leia mais

PC Prof. Del Gomes. Petrocenter

PC Prof. Del Gomes. Petrocenter Sistema de Movimentação de Cargas SWIVEL elemento que liga as partes girantes às fixas, permitindo livre rotação da coluna; por um tubo na sua lateral (gooseneck) permite a injeção de fluido no interior

Leia mais

PC PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO

PC PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO PC PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO Introdução: As atividades de perfuração de poços de petróleo são do seguimento upstream, que consiste em métodos que visam a segurança e a produtividade do poço. Para tais operações

Leia mais

ENGENHARIA DE PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO EM POÇOS DE PETRÓLEO

ENGENHARIA DE PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO EM POÇOS DE PETRÓLEO ENGENHARIA DE PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO EM POÇOS DE PETRÓLEO Renato Brandão Mansano Eng. de Petróleo PETROBRAS/UN-ES/ATP-JUB-CHT/IP ENGENHARIA DE PERFURAÇÃO E COMPLETAÇÃO DE POÇOS -Histórico; - Sistemas

Leia mais

Completação. Prof. Delmárcio Gomes

Completação. Prof. Delmárcio Gomes Completação Prof. Delmárcio Gomes Ao final desse capítulo, o treinando poderá: Explicar o conceito de completação; Diferenciar os tipos de completação; Identificar as etapas de uma intervenção de completação;

Leia mais

ANEXO II.7-1 - ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS - APP

ANEXO II.7-1 - ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS - APP ANEXO II.7-1 - ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS Pág. 1/19 ANÁLISE PRELIMINAR DE PERIGOS CLIENTE PETROBRAS REV. 00 DATA Out/2010 FOLHA 1/19 INSTALAÇÃO Unidade Marítima de Perfuração NS-21 (Ocean Clipper)

Leia mais

Petróleo e Meio Ambiente

Petróleo e Meio Ambiente Instituto Superior de Tecnologia de Paracambi Petróleo e Meio Ambiente Curso:Tecnólogo em Gestão Ambiental Professora: Raquel Simas Pereira Maio de 2012 Completação Objetivo da Completação Deixar o poço

Leia mais

Sistemas Marítimos. Hélio Y. Kubota Sala DE303 RiserProd e-mail: kubota@dep.fem.unicamp.br

Sistemas Marítimos. Hélio Y. Kubota Sala DE303 RiserProd e-mail: kubota@dep.fem.unicamp.br Sistemas Marítimos Hélio Y. Kubota Sala DE303 RiserProd e-mail: kubota@dep.fem.unicamp.br Visão Geral de um Sistema Marítimo Unidades de Perfuração / Produção Facilidades de Superfície / Fundo Riser, Flow

Leia mais

Estrutura da Indústria do

Estrutura da Indústria do Estrutura da Indústria do Petróleo e Gás Professora Elaine Ribeiro EMENTA Noções de exploração e produção de petróleo e gás natural. PETRÓLEO EXPLORAÇÃO Art. 6º - lei 9478 de 1997 XV - Pesquisa ou Exploração:

Leia mais

ANEXO II. Análise Preliminar de Perigos APP

ANEXO II. Análise Preliminar de Perigos APP ANEXO II Análise Preliminar de Perigos APP Sistema: Torre Subsistema: Top Drive Data: 05/05/5 Perigo Causas Mo de Corrosão da torre Desgaste por exposição tempo de operabilidade (corrosão) -Desabamento

Leia mais

Assunto: 13ª Rodada de Licitações de Blocos e de Campos Marginais - Alterações no Conteúdo Local para sondas.

Assunto: 13ª Rodada de Licitações de Blocos e de Campos Marginais - Alterações no Conteúdo Local para sondas. 48380.001019/2015-00 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA Secretaria de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis Departamento de Política de Exploração e Produção de Petróleo e Gás Natural NOTA TÉCNICA

Leia mais

perfurações DE poços DE petróleo: métodos E EQUIpAmENToS UTIlIZADoS

perfurações DE poços DE petróleo: métodos E EQUIpAmENToS UTIlIZADoS perfurações DE poços DE petróleo: métodos E EQUIpAmENToS UTIlIZADoS Brayon Victor 1 Felipe Cerqueira 1 Fellipe C. Rodrigues 1 Marcone Carvalho 1 Marcus Vinicius 1 Pedro Henrique 1 Yuri Matheus 1 Michelle

Leia mais

2 A Construção de Poços Off Shore

2 A Construção de Poços Off Shore 2 A Construção de Poços Off Shore A área de construção de poços evoluiu significativamente nas últimas décadas, principalmente, em função das dificuldades encontradas na execução de projetos cada vez mais

Leia mais

MATRIZ DE GERENCIAMENTO DE RISCOS

MATRIZ DE GERENCIAMENTO DE RISCOS UNIDADE MARÍTIMA Unidade Marítima de Perfuração Alaskan Star REV. 00 DATA Ago/2008 FOLHA 1 / 14 M1 Seguir programa de inspeção e manutenção dos equipamentos e linhas. Inspeções Periódicas e Programas de

Leia mais

Estrutura da Indústria do Petróleo e Gás

Estrutura da Indústria do Petróleo e Gás Estrutura da Indústria do Petróleo e Gás Professora Elaine Ribeiro EMENTA Noções de exploração e produção de petróleo e gás natural Parte 2 UPSTREAM BROCAS DE PERFURAÇÃO 1 BROCAS DE PERFURAÇÃO PERFURAÇÃO

Leia mais

CAPÍTULO 4 ESCOAMENTO DA PRODUÇÃO ESCOAMENTO

CAPÍTULO 4 ESCOAMENTO DA PRODUÇÃO ESCOAMENTO CAPÍTULO 4 ESCOAMENTO DA PRODUÇÃO ESCOAMENTO O escoamento das plataformas é feito através de dutos que podem ser denominados dutos rígidos ou dutos flexíveis, de acordo com o material de que são constituidos.

Leia mais

de dutos em base terrestre e em alto mar (offshore), operações de perfuração e produção.

de dutos em base terrestre e em alto mar (offshore), operações de perfuração e produção. A solução para uma manutenção segura e confiável, serviços de restauração e construção de dutos em base terrestre e em alto mar (offshore), operações de perfuração e produção. SERVIÇOS Testes em BOP

Leia mais

RAPHAEL N. MOURA SUPERINTENDENTE DE SEGURANÇA OPERACIONAL E MEIO AMBIENTE AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS

RAPHAEL N. MOURA SUPERINTENDENTE DE SEGURANÇA OPERACIONAL E MEIO AMBIENTE AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS Processos administrativos relativos aos vazamentos de petróleo no Campo de Frade RAPHAEL N. MOURA SUPERINTENDENTE DE SEGURANÇA OPERACIONAL E MEIO AMBIENTE AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS

Leia mais

MÉTODO/TÉCNICA CONSTRUTIVA

MÉTODO/TÉCNICA CONSTRUTIVA CONCEITO É uma estaca de pequeno diâmetro concretada in loco, cuja perfuração é realizada por rotação ou roto-percussão (no caso de rochas), em direção vertical ou inclinada. Utilizada para reforço de

Leia mais

INTRODUÇÃO. Tradução: fora da terra. Mais empregado como a área da plataforma continental até uma lâmina d água de 2000 metros, no caso do Brasil.

INTRODUÇÃO. Tradução: fora da terra. Mais empregado como a área da plataforma continental até uma lâmina d água de 2000 metros, no caso do Brasil. INTRODUÇÃO 1. OFF-SHORE Tradução: fora da terra. Mais empregado como a área da plataforma continental até uma lâmina d água de 2000 metros, no caso do Brasil. 2. O MEIO AMBIENTE Vento Age nas partes expostas

Leia mais

Tipos de Poços. escavação..

Tipos de Poços. escavação.. O que é um poço Tubular Chamamos de poço toda perfuração através da qual obtemos água de um aqüífero e há muitas formas de classificá-los. Usaremos aqui uma classificação baseada em sua profundidade e

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA. Assunto: Procedimentos para Tamponamento de Poços

INSTRUÇÃO NORMATIVA. Assunto: Procedimentos para Tamponamento de Poços IN-2/06 Outubro/26 1/6 1. OBJETIVO Esta Instrução Normativa em sua primeira versão visa definir procedimentos genéricos para desativação de poços tubulares que tenham sido abandonados por qualquer motivo

Leia mais

17:46. Departamento de Construção Civil FUNDAÇÕES INDIRETAS MOLDADAS IN LOCO (PARTE 2)

17:46. Departamento de Construção Civil FUNDAÇÕES INDIRETAS MOLDADAS IN LOCO (PARTE 2) FUNDAÇÕES INDIRETAS MOLDADAS IN LOCO (PARTE 2) Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção Versão 2013 1 Fundações indiretas profundas 1. Pré-moldadas 2. Moldadas in loco Prof. Dr. Marcelo

Leia mais

Manual PORTA PLACAS. Rev 00-12/07/2012 pág - 1 de 21

Manual PORTA PLACAS. Rev 00-12/07/2012 pág - 1 de 21 Rev 00-12/07/2012 pág - 1 de 21 Manual PORTA PLACAS Rev 00-12/07/2012 pág - 2 de 21 Índice CERTIFICADO ISO 9001:2008 DESENHO DE OPERAÇÃO MANUAL DE OPERAÇÃO DESENHO DE CONJUNTO TABELAS DIMENSIONAIS Histórico

Leia mais

ÍNDICE II.13 - GLOSSÁRIO... 1. 2388-00-EIA-RL-0001-00 dezembro de 2009 Rev. nº 00

ÍNDICE II.13 - GLOSSÁRIO... 1. 2388-00-EIA-RL-0001-00 dezembro de 2009 Rev. nº 00 2388-00-EIA-RL-0001-00 dezembro de 2009 Rev. nº 00 ATIVIDADE DE PERFURAÇÃO MARÍTIMA NA ÁREA GEOGRÁFICA DOS BLOCOS BM-ES-37, 38, 39, 40 E 41 ÍNDICE II.13 - GLOSSÁRIO... 1 II.13 Glossário 1/1 2388-00-EIA-RL-0001-00

Leia mais

Fundamentos de Automação. Hidráulica 01/06/2015. Hidráulica. Hidráulica. Hidráulica. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

Fundamentos de Automação. Hidráulica 01/06/2015. Hidráulica. Hidráulica. Hidráulica. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Fundamentos de Automação CURSO

Leia mais

Cartilha de Conteúdo Local do Prominp. Rio de Janeiro Julho 2008

Cartilha de Conteúdo Local do Prominp. Rio de Janeiro Julho 2008 Cartilha de Conteúdo Local do Prominp Rio de Janeiro Julho 2008 Necessidades Uniformidade; Simplicidade; Confiabilidade. Benefícios Padronização; Acompanhamento da evolução do CL; Oportunidades de Nacionalização;

Leia mais

SEPREMIUM 5. Separador água oleo 08/12

SEPREMIUM 5. Separador água oleo 08/12 Instruções de montagem e manutenção SEPREMIUM 5 Separador água oleo 08/12 OPERACÃO GERAL A gama de separadores água/oleo SEPREMIUM, separa o óleo dos condensados gerados pelos sistemas de ar comprimido.

Leia mais

Operações - PETRA. Belo Horizonte Julho 2012

Operações - PETRA. Belo Horizonte Julho 2012 Operações - PETRA Belo Horizonte Julho 2012 Petra Bacia do São Francisco 72.000 km2 Programa Exploratório 24 blocos 14 poços iniciados 9 poços concluídos 2 Operação PRINCIPAIS DESAFIOS: Disponibilidade

Leia mais

II.3. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES

II.3. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES II.3. DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES II.3.1. DESCRIÇÃO GERAL DO PROCESSO DE PERFURAÇÃO A. Caracterização das Etapas do Processo de Perfuração O processo de perfuração e suas etapas serão aqui descritos com base

Leia mais

Neste capítulo abordaremos alguns métodos de elevação artificial de petróleo, seu funcionamento, suas características e suas propriedades.

Neste capítulo abordaremos alguns métodos de elevação artificial de petróleo, seu funcionamento, suas características e suas propriedades. CAPÍTULO 3 MÉTODOS DE ELEVAÇÃO ARTIFICIAL DE PETRÓLEO. Neste capítulo abordaremos alguns métodos de elevação artificial de petróleo, seu funcionamento, suas características e suas propriedades. BOMBEIO

Leia mais

Petróleo e Meio Ambiente

Petróleo e Meio Ambiente Instituto Superior de Tecnologia de Paracambi Petróleo e Meio Ambiente Curso:Tecnólogo em Gestão Ambiental Professora: Raquel Simas Pereira Teixeira Acidentes na Indústria de Petróleo Acidentes com Plataformas

Leia mais

2.2. Antes de iniciar uma perfuração examine se não há instalações elétricas e hidráulicas embutidas ou fontes inflamáveis.

2.2. Antes de iniciar uma perfuração examine se não há instalações elétricas e hidráulicas embutidas ou fontes inflamáveis. 1. Normas de segurança: Aviso! Quando utilizar ferramentas leia atentamente as instruções de segurança. 2. Instruções de segurança: 2.1. Aterramento: Aviso! Verifique se a tomada de força à ser utilizada

Leia mais

Perspectivas da Produção de Óleo e Gás pelo Método de Fraturamento Hidráulico

Perspectivas da Produção de Óleo e Gás pelo Método de Fraturamento Hidráulico UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO ESCOLA DE MINAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE MINAS Perspectivas da Produção de Óleo e Gás pelo Método de Fraturamento Hidráulico Wilson Trigueiro de Sousa Carlos Mouallem

Leia mais

Comandos Eletro-eletrônicos SENSORES

Comandos Eletro-eletrônicos SENSORES Comandos Eletro-eletrônicos SENSORES Prof. Roberto Leal Sensores Dispositivo capaz de detectar sinais ou de receber estímulos de natureza física (tais como calor, pressão, vibração, velocidade, etc.),

Leia mais

PLATAFORMAS MARÍTIMAS Desenvolvimento das estruturas offshore Plataformas Fixas Parte 1

PLATAFORMAS MARÍTIMAS Desenvolvimento das estruturas offshore Plataformas Fixas Parte 1 PLATAFORMAS MARÍTIMAS Desenvolvimento das estruturas offshore Plataformas Fixas Parte 1 INTRODUÇÃO Com o declínio das reservas onshore e offshore em águas rasas, a exploração e produção em águas profundas

Leia mais

Jáder Bezerra Xavier (1) Pedro Paulo Leite Alvarez (2) Alex Murteira Célem (3)

Jáder Bezerra Xavier (1) Pedro Paulo Leite Alvarez (2) Alex Murteira Célem (3) DISPOSITIVO QUE PERMITE SOLDAGEM EM TUBULAÇÕES INDUSTRIAIS CONTAMINADAS COM FLUIDOS INFLAMÁVEIS, SEM O PROCESSO DE INERTIZAÇÃO CONVENCIONAL INERT INFLA Pedro Paulo Leite Alvarez (2) Alex Murteira Célem

Leia mais

MENSAGEM DA ADMINISTRAÇÃO A QGEP Participações iniciou o ano de 2011 com uma sólida posição financeira. Concluímos com sucesso a nossa oferta pública inicial de ações em fevereiro, com uma captação líquida

Leia mais

Usinagem Fluido de Corte

Usinagem Fluido de Corte 1 Funções do fluido de corte: Caráter Funcional Redução do atrito entre ferramenta e cavaco Expulsão dos cavacos gerados (principalmente em furações profundas) Refrigeração da ferramenta Refrigeração da

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO. Modelo: BALANCIM INDIVIDUAL GUINCHO DE CABO PASSANTE

MANUAL DE OPERAÇÃO. Modelo: BALANCIM INDIVIDUAL GUINCHO DE CABO PASSANTE MANUAL DE OPERAÇÃO Balancim Individual do Tipo Cadeirinha Mecânica Cabo Passante O Balancim Individual Manual AeroAndaimes é um equipamento para movimentações verticais realizadas através do guincho de

Leia mais

Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás

Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás Certificação de Conteúdo Local Serviços de Petróleo e Gás O que é? Conteúdo Local é a relação entre o valor dos bens produzidos e serviços prestados no país para executar o contrato e o valor total dos

Leia mais

2 Sistemas de Produção Offshore

2 Sistemas de Produção Offshore 2 Sistemas de Produção Offshore 2.1. Introdução O conjunto de equipamentos utilizados para a prospecção e exploração marinha de petróleo é conhecido como Sistema Offshore e compreende basicamente quatro

Leia mais

Demandas para nanotecnologia na exploração e produção de petróleo offshore. Alan Zaragoza Labes alan.labes@fmcti.com

Demandas para nanotecnologia na exploração e produção de petróleo offshore. Alan Zaragoza Labes alan.labes@fmcti.com Demandas para nanotecnologia na exploração e produção de petróleo offshore Alan Zaragoza Labes alan.labes@fmcti.com Cadeia de valor do EP offshore PERFURAÇÃO / COMPLETAÇÃO PROSPECÇÃO PRODUÇAO RESERVATÓRIO

Leia mais

Gas-Lift - Vantagens

Gas-Lift - Vantagens Gas-Lift - Vantagens Método relativamente simples para operar O equipamento necessário é relativamente barato e é flexível Podem ser produzidos baixos ou altos volumes É efetivo sob condições adversas

Leia mais

Andrea Gallo Xavier Coordenadora do Grupo de Acompanhamento de Questões Ambientais da ANP

Andrea Gallo Xavier Coordenadora do Grupo de Acompanhamento de Questões Ambientais da ANP AÇÕES E PROJETOS DA ANP RELACIONADOS AO MEIO AMBIENTE NA ÁREA DE E&P Andrea Gallo Xavier Coordenadora do Grupo de Acompanhamento de Questões Ambientais da ANP ARCABOUÇO LEGAL Art. 8, inciso IX da Lei do

Leia mais

LUPATECH S.A Unidade Metalúrgica Ipê

LUPATECH S.A Unidade Metalúrgica Ipê CAVITAÇÃO 1. Descrição: Para melhor entendimeto iremos descrever o fenomeno Cavitação Cavitação é o nome que se dá ao fenômeno de vaporização de um líquido pela redução da pressão, durante seu movimento.

Leia mais

EMTV MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DESDE 1956

EMTV MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DESDE 1956 EMTV Elevador de manutenção telescópico vertical MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO ZELOSO DESDE 1956 PREFÁCIO APLICAÇÃO: Este manual contém informações para a operação e manutenção, bem como uma lista ilustrada

Leia mais

Ar de Alta Qualidade, da Geração à Utilização

Ar de Alta Qualidade, da Geração à Utilização Ar de Alta Qualidade, da Geração à Utilização A qualidade do ar em um sistema de ar comprimido tem variações e todas elas estão contempladas no leque de opções de produtos que a hb ar comprimido oferece.

Leia mais

O MERCADO DE APOIO OFFSHORE

O MERCADO DE APOIO OFFSHORE O MERCADO DE APOIO OFFSHORE MARÇO / 2010 Histórico da atividade de Apoio Marítimo Título do no Brasil Slide 120 100 80 60 40 20 0 13 1968 a 1975 Implantação As primeiras descobertas de petróleo em mar

Leia mais

Verano. guarda-sóis manual de troca de corda

Verano. guarda-sóis manual de troca de corda Verano guarda-sóis manual de troca de corda Verano guarda-sóis manual de troca de corda Instruções gerais e de segurança Leia as instruções de montagem Apesar dos produtos Stobag serem de fácil montagem,

Leia mais

II.10 - CONCLUSÃO. RCA - Relatório de Controle Ambiental Atividade de Perfuração Marítima no Bloco BM-PAMA-8, Bacia do Pará-Maranhão

II.10 - CONCLUSÃO. RCA - Relatório de Controle Ambiental Atividade de Perfuração Marítima no Bloco BM-PAMA-8, Bacia do Pará-Maranhão II.10 - CONCLUSÃO II.10 - Conclusão Pág. 1/5 II.10 - CONCLUSÃO O presente estudo foi desenvolvido com o objetivo de fornecer as informações necessárias para subsidiar o licenciamento ambiental da Atividade

Leia mais

Lubrificação III. Após a visita de um vendedor de lubrificante. Outros dispositivos de lubrificação

Lubrificação III. Após a visita de um vendedor de lubrificante. Outros dispositivos de lubrificação A U A UL LA Lubrificação III Introdução Após a visita de um vendedor de lubrificante ao setor de manutenção de uma indústria, o pessoal da empresa constatou que ainda não conhecia todos os dispositivos

Leia mais

ORIGAMI Manual de conservação

ORIGAMI Manual de conservação R e s p e i t a r o s l i m i t e s d e p e s o. T r a n s p o r t a r c o m c u i d a d o. TECIDO S LIMPE SEMANALMENTE A POEIRA DEPOSITADA SOBRE O TECIDO COM UM ASPIRADOR DE PÓ E REALIZE UMA ESCOVAÇÃO

Leia mais

A manutenção preventiva é de suma importância para prolongar a vida útil da máquina e suas partes. Abaixo, algumas dicas de manutenção preventiva:

A manutenção preventiva é de suma importância para prolongar a vida útil da máquina e suas partes. Abaixo, algumas dicas de manutenção preventiva: Manutenção Preventiva e Corretiva de Rosqueadeiras Manual de Manutenção: Preventivo / Corretivo Preventivo: Toda máquina exige cuidados e manutenção preventiva. Sugerimos aos nossos clientes que treinem

Leia mais

Módulo VII - 1ª Lei da Termodinâmica Aplicada a Volume de Controle: Princípio de Conservação da Massa. Regime Permanente.

Módulo VII - 1ª Lei da Termodinâmica Aplicada a Volume de Controle: Princípio de Conservação da Massa. Regime Permanente. Módulo VII - 1ª Lei da Termodinâmica Aplicada a Volume de Controle: Princípio de Conservação da Massa. Regime Permanente. Conservação da Massa A massa, assim como a energia, é uma propriedade que se conserva,

Leia mais

Sistema de Proporcionamento Bomba dosadora de LGE Fire Dos

Sistema de Proporcionamento Bomba dosadora de LGE Fire Dos Sistema de Proporcionamento Bomba dosadora de LGE Fire Dos Descrição A bomba dosadora de LGE FIRE DOS é o mais versátil sistema de proporcionamento existente no mercado. Este revolucionário sistema de

Leia mais

Rebaixamento do Lençol Freático

Rebaixamento do Lençol Freático Rebaixamento do Lençol Freático Índice 1. Rebaixamento por Poços 2. Bombas Submersas 3. Rebaixamento à Vácuo 4. Norma 5. Método construtivo 6. Equipe de trabalho 1. Rebaixamento Por Poços Rebaixamento

Leia mais

Solares. guarda-sóis manual de troca de corda

Solares. guarda-sóis manual de troca de corda Solares guarda-sóis manual de troca de corda Solares guarda-sóis manual de troca de corda Instruções gerais e de segurança Leia as instruções de montagem Apesar dos produtos Stobag serem de fácil montagem,

Leia mais

Linha de Pavimentadoras SD Dynapac

Linha de Pavimentadoras SD Dynapac Linha de Pavimentadoras SD Dynapac Dynapac SD2500C / SD2500CS - Esteiras Dynapac SD2500W / SD2500WS - Rodas Nova linha de pavimentadoras D inovação e alta performance a se necessidades de sua obra. IMPACTO

Leia mais

Construção Civil I Execução de Fundações Indiretas

Construção Civil I Execução de Fundações Indiretas Construção Civil I Execução de Fundações Indiretas Estaca a Trado Rotativo O trado é cravado no solo por meio de um torque; Quando o trado está cheio, é sacado e retirado o solo; Quando a cota de assentamento

Leia mais

MANUAL DE MONTAGEM. Revisão 10 MONTAGEM DO DISCO SOLAR PARA AQUECIMENTO DE ÁGUA

MANUAL DE MONTAGEM. Revisão 10 MONTAGEM DO DISCO SOLAR PARA AQUECIMENTO DE ÁGUA MANUAL DE MONTAGEM Revisão 10 MONTAGEM DO DISCO SOLAR PARA AQUECIMENTO DE ÁGUA Parabéns por adquirir um dos mais tecnológicos meios de aquecimento de água existentes no mercado. O Disco Solar é por sua

Leia mais

Programa Plataformas Tecnológicas PLATEC ONSHORE. Workshop Tecnológico Sondas de Perfuração Onshore FIEBE Salvador/BA 31 de julho de 2012

Programa Plataformas Tecnológicas PLATEC ONSHORE. Workshop Tecnológico Sondas de Perfuração Onshore FIEBE Salvador/BA 31 de julho de 2012 Programa Plataformas Tecnológicas PLATEC ONSHORE Workshop Tecnológico Sondas de Perfuração Onshore FIEBE Salvador/BA 31 de julho de 2012 PLATEC - CONCEITUAL Plataformas Tecnológicas É uma base de conhecimentos

Leia mais

Brocas para Concreto. Conjuntos de Brocas para Concreto Conjuntos Combinados Brocas para Furar Vidro Brocas SDS Max Brocas SDS Plus - Speedhammer

Brocas para Concreto. Conjuntos de Brocas para Concreto Conjuntos Combinados Brocas para Furar Vidro Brocas SDS Max Brocas SDS Plus - Speedhammer Conjuntos de Brocas para Concreto Conjuntos Combinados Brocas para Furar Vidro Brocas SDS Max Brocas SDS Plus Speedhammer 37 39 41 41 42 Brocas para Concreto Brocas para furação de paredes de concreto,

Leia mais

Oportunidades para a cadeia de suprimentos em E&P

Oportunidades para a cadeia de suprimentos em E&P Oportunidades para a cadeia de suprimentos em E&P Seminário BNDES: Desenvolvimento da cadeia de fornecedores de petróleo e gás Guilherme Estrella Diretor de E&P Rio Rio de de Janeiro, 1º 1º de de setembro

Leia mais

O MOLDES DE CONCRETO

O MOLDES DE CONCRETO O MOLDES DE CONCRETO Obrigado por escolher a visitar o nosso website Desculpem a qualidade da tradução, que foi conduzido com a internet Somos fabricantes e inventores de molde balaústre, corrimão, pilares,

Leia mais

Completação Inteligente

Completação Inteligente Petróleo Orientador: Profº Robson Dourado Completação Inteligente Grupo de trabalho: Bruno Luiz Dias dos Santos José Maria Soares Luis Carlos Laranjeira Petroleum - petra = pedra - oleium = óleo Resultado

Leia mais

1ª Lista de exercícios de Física 2 ( Fluidos)

1ª Lista de exercícios de Física 2 ( Fluidos) Unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Campus de Sorocaba Engenharia Ambiental Profa. Maria Lúcia Antunes 1ª Lista de exercícios de Física 2 ( Fluidos) 1) Encontre o aumento de pressão de um fluido em uma

Leia mais

Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público

Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público nº 345 novembro 2014 Odebrecht Mobilidade: mais investimentos em transporte público Odebrecht 70 anos: histórico e perspectivas em Óleo e Gás Foz Saneatins passa a se chamar Odebrecht Ambiental Saneatins

Leia mais

II.7.6. PROJETO DE DESATIVAÇÃO. 1. Justificativa

II.7.6. PROJETO DE DESATIVAÇÃO. 1. Justificativa II.7.6. PROJETO DE DESATIVAÇÃO 1. Justificativa A desativação de um campo de produção de petróleo contempla uma série de procedimentos que devem ser adotados, com vista à proteção e à manutenção da qualidade

Leia mais

Linha de TANQUES Data da publicação: 2015 - nº 0703050 Ciber Equipamentos Rodoviários Ltda.

Linha de TANQUES Data da publicação: 2015 - nº 0703050 Ciber Equipamentos Rodoviários Ltda. Linha de Todas as fotos, ilustrações e especificações estão baseadas em informações vigentes na data da aprovação desta publicação. A Ciber Equipamentos Rodoviários Ltda. se reserva ao direito de alterar

Leia mais

TÍTULO: SIMULAÇÃO EM LABORATÓRIO DO EFEITO DO BLOWOUT NO PROCESSO DE EXTRAÇÃO DE HIDROCARBONETOS

TÍTULO: SIMULAÇÃO EM LABORATÓRIO DO EFEITO DO BLOWOUT NO PROCESSO DE EXTRAÇÃO DE HIDROCARBONETOS TÍTULO: SIMULAÇÃO EM LABORATÓRIO DO EFEITO DO BLOWOUT NO PROCESSO DE EXTRAÇÃO DE HIDROCARBONETOS CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO

Leia mais

Experiência n 1 1 - Desmontagem e Montagem de bomba hidráulica

Experiência n 1 1 - Desmontagem e Montagem de bomba hidráulica 1 Experiência n 1 1 - Desmontagem e Montagem de bomba hidráulica 1. Objetivo: Fazer com que o aluno se familiarize com os componentes da bomba hidráulica semelhante a utilizada na bancada do laboratório.

Leia mais

mk indústria & comércio boletim técnico de produtos

mk indústria & comércio boletim técnico de produtos mk indústria & comércio boletim técnico de produtos BOLETIM TÉCNICO DE PRODUTOS W W W. M K - C O M E R C I O. C O M índice APRESENTAÇÃO argila mk bentonita mk MAXI MUD AG100 MAXI MUD AL45 maxi mud cl40

Leia mais

SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA TANQUES

SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA TANQUES SOLUÇÕES FORTLEV PARA CUIDAR DA ÁGUA TANQUES MUITO MAIS TECNOLOGIA E VERSATILIDADE PARA CUIDAR DA ÁGUA A FORTLEV é a maior empresa produtora de soluções para armazenamento de água do Brasil. Campeã em

Leia mais

Segurança dos Pneus. Data de validade

Segurança dos Pneus. Data de validade Segurança dos Pneus Dirigimos diariamente e quase nunca prestamos atenção a uma das partes mais importantes do automóvel, O PNEU. Veja a seguir como ler e entender a fabricação e o uso correto de um pneu.

Leia mais

TECNOLOGIA DE BROCAS DE PERFURAÇÃO Msc. Rafael Castro PETROBRAS - Engenheiro de Petróleo Pleno UFS (Universidade Federal de Sergipe) Professor Assistente UNICAMP Mestre em Ciências e Engenharia de Petróleo

Leia mais

Exploração e Produção Offshore e Onshore. Soluções integradas para o mercado de óleo e gás

Exploração e Produção Offshore e Onshore. Soluções integradas para o mercado de óleo e gás Exploração e Produção Offshore e Onshore Soluções integradas para o mercado óleo e gás Exploração e Produção: Offshore e Onshore A presença da Parker no mercado Óleo e Gás garante a mais completa gama

Leia mais

Conteúdo Local na Construção Naval e Offshore Brasileira: O papel da ANP

Conteúdo Local na Construção Naval e Offshore Brasileira: O papel da ANP Conteúdo Local na Construção Naval e Offshore Brasileira: O papel da ANP Coordenadoria de Conteúdo Local Marintec South America / 12ª Navalshore, 12/08/15 A Política de Conteúdo Local Definição: Política

Leia mais

Gerenciamento e Tratamento de Águas Residuárias - GTAR

Gerenciamento e Tratamento de Águas Residuárias - GTAR Gerenciamento e Tratamento de Águas Residuárias - GTAR Segunda 15 às 17h IC III sala 16 Turma: 2015/1 Profª. Larissa Bertoldi larabertoldi@gmail.com Aula de hoje.. Tratamento Primário Coagulação/Floculação

Leia mais

RESOLUÇÃO ANP Nº 39, DE 13.11.2007

RESOLUÇÃO ANP Nº 39, DE 13.11.2007 AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS RESOLUÇÃO ANP Nº 39, DE 13.11.2007 O DIRETOR-GERAL da AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GAS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS ANP, no uso de suas atribuições

Leia mais

Sistemas para Estacionamento e Vagas de Garagem DUPLIKAR. Projetamos e desenvolvemos inúmeras soluções para estacionamentos.

Sistemas para Estacionamento e Vagas de Garagem DUPLIKAR. Projetamos e desenvolvemos inúmeras soluções para estacionamentos. A Empresa A Duplikar é representante autorizado da marca Engecass, queremos apresentar uma solução caso tenha necessidades de aumentar suas vagas de garagem. A Engecass é uma indústria Brasileira, fabricante

Leia mais

Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais

Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais OPERAÇÕES ESPECIAIS DE PERFURAÇÃO Disciplina: Engenharia de Poço Professora:

Leia mais

Peneira de Tambor Rotativo ROTAMAT Ro 2

Peneira de Tambor Rotativo ROTAMAT Ro 2 WASTE WATER Solutions Peneira de Tambor Rotativo ROTAMAT Ro 2 Peneira fina cilíndrica rotativa lavagem de resíduos integrada prensa de resíduos integrada proteção contra congelamentos (opcional) milhares

Leia mais

INTRODUÇÃO À INDÚSTRIA DO PETRÓLEO

INTRODUÇÃO À INDÚSTRIA DO PETRÓLEO INTRODUÇÃO À INDÚSTRIA DO PETRÓLEO 1-1 - INTRODUÇÃO À INDÚSTRIA DO PETRÓLEO 2 PETROBRAS Petróleo Brasileiro S.A. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610, de 19.2.1998. É proibida a reprodução

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS ANA MARIA GARCIA DOS REIS PRINCIPAIS PROCESSOS EM UMA PLATAFORMA MARINHA OFFSHORE POÇOS DE CALDAS/MG 2015 ANA MARIA GARCIA DOS REIS TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO : PRINCIPAIS

Leia mais

Regulamentação e Licenciamento Ambiental. Oscar Graça Couto Lobo & Ibeas

Regulamentação e Licenciamento Ambiental. Oscar Graça Couto Lobo & Ibeas Regulamentação e Licenciamento Ambiental Oscar Graça Couto Lobo & Ibeas Matriz Constitucional "Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia

Leia mais

RET Relatório Técnico de Encerramento Título do Teste TESTE DE HIDROVARIADOR DE VELOCIDADE HENFEL MODELO HFPM2500

RET Relatório Técnico de Encerramento Título do Teste TESTE DE HIDROVARIADOR DE VELOCIDADE HENFEL MODELO HFPM2500 RET Relatório Técnico de Encerramento Título do Teste TESTE DE HIDROVARIADOR DE VELOCIDADE HENFEL MODELO HFPM2500 APLICADO EM ACIONAMENTO DE TRANSPORTADORES DE CORREIA TMPM SÃO LUÍS - MA SAT 1260 Localidade,

Leia mais

Estaca Strauss CONCEITO

Estaca Strauss CONCEITO CONCEITO A estaca Strauss é uma fundação de concreto (simples ou armado), moldada no local e executada com revestimento metálico recuperável. Pode ser empregada em locais confinados ou terrenos acidentados,

Leia mais

Recomendações para aumento da confiabilidade de junta de expansão de fole com purga de vapor

Recomendações para aumento da confiabilidade de junta de expansão de fole com purga de vapor Recomendações para aumento da confiabilidade de junta de expansão de fole com purga de vapor 1. Junta de expansão de fole com purga de vapor d água Em juntas de expansão com purga da camisa interna, para

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UMA FERRAMENTA COMPUTACIONAL PARA DIMENSIONAMENTO E PROJETO DE SISTEMAS OPERANDO POR GAS LIFT

DESENVOLVIMENTO DE UMA FERRAMENTA COMPUTACIONAL PARA DIMENSIONAMENTO E PROJETO DE SISTEMAS OPERANDO POR GAS LIFT DESENVOLVIMENTO DE UMA FERRAMENTA COMPUTACIONAL PARA DIMENSIONAMENTO E PROJETO DE SISTEMAS OPERANDO POR GAS LIFT Rafael Soares da Silva 1 ; Hícaro Hita Souza Rocha 2 ; Gabriel Bessa de Freitas Fuezi Oliva

Leia mais

Descrever o princípio de funcionamento dos motores Ciclo Otto Identificar os componentes básicos do motor.

Descrever o princípio de funcionamento dos motores Ciclo Otto Identificar os componentes básicos do motor. Objetivos Descrever o princípio de funcionamento dos motores Ciclo Otto Identificar os componentes básicos do motor. Descrição Neste módulo são abordados os princípios de funcionamento do motor Ciclo Otto,

Leia mais

Numa fossa séptica não ocorre a decomposição aeróbia e somente ocorre a decomposição anaeróbia devido a ausência quase total de oxigênio.

Numa fossa séptica não ocorre a decomposição aeróbia e somente ocorre a decomposição anaeróbia devido a ausência quase total de oxigênio. As fossas sépticas são unidades de tratamento primário de esgoto doméstico nas quais são feitas a separação e a transformação físico-química da matéria sólida contida no esgoto. É uma maneira simples e

Leia mais

Cupins Subterrâneos: Métodos de Controle

Cupins Subterrâneos: Métodos de Controle Cupins Subterrâneos: Métodos de Controle Introdução As principais estratégias de controle de cupins serão apresentadas a seguir. É interessante frisar, neste momento, que os dados apresentados a seguir

Leia mais

Pulverizador Agrícola Manual - PR 20

Pulverizador Agrícola Manual - PR 20 R Pulverizador Agrícola Manual - PR 20 Indústria Mecânica Knapik Ltda. EPP CNPJ: 01.744.271/0001-14 Rua Prefeito Alfredo Metzler, 480 - CEP 89400-000 - Porto União - SC Site: www.knapik.com.br vendas@knapik.com.br

Leia mais

14 ASPECTOS BÁSICOS PARA SELEÇÃO E ESPECIFICAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE PROCESSO

14 ASPECTOS BÁSICOS PARA SELEÇÃO E ESPECIFICAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE PROCESSO 14 ASPECTOS BÁSICOS PARA SELEÇÃO E ESPECIFICAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE PROCESSO Há certos parâmetros que são desejados em todos os tipos de equipamentos de processo, como: FUNCIONALIDADE EFICÁCIA CONFIABILIDADE

Leia mais

SUSTENTÁVEL POR NATUREZA. Manual de Instalação para Ecofossas de 1000 e 1500 litros.

SUSTENTÁVEL POR NATUREZA. Manual de Instalação para Ecofossas de 1000 e 1500 litros. SUSTENTÁVEL POR NATUREZA Manual de Instalação para Ecofossas de 1000 e 1500 litros. INSTALAÇÃO PASSO A PASSO Reator Anaeróbico PASSO 01 Verifique se a rede de esgoto existente esta de acordo com a figura

Leia mais

REBAIXAMENTO DO LENÇOL FREÁTICO

REBAIXAMENTO DO LENÇOL FREÁTICO Índice 1 Rebaixamento por Poços Injetores e Bombas Submersas 2 Método construtivo 3 Rebaixamento à Vácuo 4 Norma 5 Método construtivo 6 Equipe de trabalho 1 Rebaixamento Por Poços Rebaixamento por poços

Leia mais

PRINCIPAIS PARTES COMPONENTES DOS GERADORES DE VAPOR

PRINCIPAIS PARTES COMPONENTES DOS GERADORES DE VAPOR Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Industrial Madeireira MÁQUINAS TÉRMICAS AT-056 M.Sc. Alan Sulato de Andrade alansulato@ufpr.br 1 INTRODUÇÃO: Apesar de existir um grande número de tipos

Leia mais

MANUAL DE MONTAGEM. Revisão 17 MONTAGEM DO DISCO SOLAR PARA AQUECIMENTO DE ÁGUA

MANUAL DE MONTAGEM. Revisão 17 MONTAGEM DO DISCO SOLAR PARA AQUECIMENTO DE ÁGUA MANUAL DE MONTAGEM Revisão 17 MONTAGEM DO DISCO SOLAR PARA AQUECIMENTO DE ÁGUA Parabéns por adquirir um dos mais tecnológicos meios de aquecimento de água existentes no mercado. O Disco Solar é por sua

Leia mais