São resultado desses encontros as notas que a seguir partilhamos.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "São resultado desses encontros as notas que a seguir partilhamos."

Transcrição

1 Nas quintas-feiras do mês de Maio, decorreram na Igreja de Oliveira de Azemeis, encontros de formação litúrgica, organizados pela vigararia sul da Diocese do Porto e orientados pelo P. Frei Bernardino Costa, irmão Beneditino, e professor universitário. Estes encontros destinaram-se a uma maior e melhor formação dos leitores das diversas paróquias da vigararia sul tendo havido uma enorme adesão dos mesmos, que enchia a Igreja, e pensamos terem sido atingidos os objectivos, pela satisfação e alegria de todos os presentes. São resultado desses encontros as notas que a seguir partilhamos. Foi com o Concílio Vaticano II ( 1959/64) que se efectuou toda uma revisão à Liturgia, decidindo-se dar mais Palavra de Deus ao povo cristão, rever a colocação dos textos. A 30 de Novembro de 1969 começaram as novas leituras e a partir de 1970 iniciou-se a missa em português. A 1ª parte da missa é a Liturgia da Palavra, a 2ª parte a Liturgia Eucarística A 1ª parte é o Texto, a 2ª parte o Pão e o Vinho. Somos chamados a reconhecer Cristo quer nos textos, quer no pão e no vinho. A Bíblia foi escrita para ser usada no culto, nas celebrações. As leituras são proclamadas do ambão, que é o local onde se proclama a Acção Salvífica de Jesus. Existe sempre relação entre as leituras A estruturação da Liturgia da Palavra é a seguinte: 1ª leitura do Antigo Testamento, Salmo Responsorial, 2º leitura do Novo Testamento, Aclamação, Evangelho, Homilia, Profissão de fé, Oração dos fieis O Evangelho é o ponto principal da Liturgia da Palavra. Para o interpretar é necessária a 1ª leitura, e verificamos que tudo o que tinha sido anunciado no Antigo Testamento é realizado, é revelado por Jesus. A 2ª leitura nos tempos fortes está sempre de acordo com a 1ª leitura e no tempo comum é sempre um capítulo de S.Paulo. A Homilia é a explicação da relação entre as leituras, transmite de uma forma simples o que a Igreja pretende através das leituras A Liturgia é tudo o que é celebração, e na Liturgia celebramos acontecimentos da vida de Jesus.

2 As Leituras estão agrupadas em 3 anos: Ano A temos o evangelista S. Mateus; ano B temos o evangelista S. Marcos completado nos tempos fortes pelo evangelista S. João; ano C temos o evangelista S. Lucas. Em cada ano celebramos cinco tempos: Advento, Natal, Quaresma, Pascoa, chamados tempos fortes e o Tempo Comum. Vamos debruçar-nos sobre a Quaresma. No ano A, a Quaresma tem um carácter baptismal, no ano B, um carácter cristológico, e no ano C, um carácter penitencial. Em todos os anos o 1º e 2º domingos da Quaresma são sempre iguais, com os mesmos temas: no 1º domingo as tentações, no 2º domingo a transfiguração. No ano A, baptismal, no 3º domingo celebramos o episódio da Samaritana, no 4º domingo o cego de nascença e no 5º domingo Lázaro. É sempre aconselhável haver baptismos na Vigília Pascal. Nesta vigília fazemos a nossa renovação baptismal. O dia mais importante da nossa vida é o dia do baptismo. Na Quaresma, o ano A tem a primazia sobre todos os outros. No ano B, cristológico, no 3º domingo temos a expulsão dos vendilhões, no 4º domingo Nicodemos, no 5º domingo Cristo No Ano B celebramos a Nova Aliança e o Mistério Pascal de Cristo Com a expulsão dos vendilhões aprofundamos Cristo; em Nicodemos renascemos de novo e aprendemos o caminho da salvação; Em Jesus Cristo temos a ressurreição e a vida. Três significa a morte de Cristo e a Sua Ressurreição. Na quinta-feira Santa Missa da Ceia do Senhor - a 1ª leitura, do Livro do Êxodo, Antigo Testamento, fala-nos da Pascoa que os Judeus eram chamados a celebrar. Neste texto temos um Banquete mais a Acção Salvífica de Deus;

3 No ano seguinte os judeus voltam a comer a Pascoa banquete e a acção de Deus está na narração dos acontecimentos. E assim sucessivamente por todos os anos: Banquete mais Narração da Acção de Deus O Mistério Pascal de Cristo significa falar de toda a vida de Cristo. Inicia com o anúncio do nascimento e vida de Jesus e termina em Pentecostes. Em Jesus Cristo celebramos a Ceia do Senhor mais a Morte e Ressurreição. Em 5ª feira Santa os doze apóstolos nada tinham compreendido. Entenderam mais tarde com a vinda do Espírito, com a morte e Ressurreição de Jesus. E como passa para a Eucaristia? A Narração são as leituras ---- Liturgia da Palavra A Ceia é a Liturgia Eucaristica No ano C, penitencial, no 3º domingo temos a figueira estéril, no 4º domingo O filho pródigo no 5º domingo a mulher adultera O Cristianismo é um tesouro muito grande. Neste ano C o tema da Misericórdia está sempre presente A consciência do pecado é muito importante para nós. Primeiro, pecamos, em consequência temos o castigo, depois vem o arrependimento, de seguida a confissão, e finalmente o perdão. Quanto mais pecadores somos, mais Deus olha para nós com misericórdia. Nós cristãos, os exemplos que temos são sempre de Um Deus que salva. A nossa história é sempre uma história de salvação. Misericórdia é amor. Misericórdia é uma atitude de Deus, como vemos no amor misericordioso do Pai pelo filho pródigo, e ainda com mais intensidade no episódio da mulher adultera. A Palavra da escritura é para ser escutada, para ser escutada do ouvido para o coração, e por isso deve ser bem proclamada. É importante que entendam o que é proclamado. O mais importante da Liturgia da Palavra é o escutar

4 O Mistério de Deus está condensado nas leituras. É sempre Deus que fala ao seu povo. Quem lê tem de se preocupar que os outros escutem. A importância dos sentidos na Liturgia: - A Porta da Igreja não é uma porta qualquer, é a porta que faz a separação entre o mundo dos homens e o mundo de Deus. Este lugar é sagrado, porque aqui revela-se Deus. Mostra-Se aos nossos sentidos. - O Altar ao ser beijado torna-se o centro, é o local de comunhão, de união, sacrifício, banquete. - O Pão é o símbolo da união dos cristãos. - A Água purifica as mãos do sacerdote e significa a união do povo de Deus com o seu Pastor, quando misturada no vinho. - O Vinho é o símbolo do sangue de Cristo - O Óleo, a sua unção significa bênção. As Cores : Branco -- cor por excelência, significa pureza, usado nas solenidades Vermelho -- cor do martírio, sangue derramado pelos mártires, usado na celebração de um mártir, na sexta-feira da paixão, no Pentecostes e no funeral do Papa. Roxo --cor da penitência, usado nas diversas passagens dos tempos litúrgicos Verde -- cor da esperança, cor por natureza das primeiras comunidades cristãs, usada no Tempo Comum. Dourado É a cor celeste O grupo de leitores da paróquia de S. João da Madeira

5

MISSA - A COMUNIDADE SE REÚNE PARA CELEBRAR A VIDA

MISSA - A COMUNIDADE SE REÚNE PARA CELEBRAR A VIDA MISSA - A COMUNIDADE SE REÚNE PARA CELEBRAR A VIDA A Eucaristia é o sacramento que atualiza e faz a memória do sacrifício de Jesus: em cada Eucaristia temos a presença do Cristo que pela sua morte e ressurreição

Leia mais

Crisma 2010/2011 Encontro 29 Tempo Liturgico e Quaresma 10/02/2011. Crisma 2010/2011. Encontro 29 Tempo Liturgico e Quaresma

Crisma 2010/2011 Encontro 29 Tempo Liturgico e Quaresma 10/02/2011. Crisma 2010/2011. Encontro 29 Tempo Liturgico e Quaresma Crisma 2010/2011 Encontro 29 Tempo Liturgico e Quaresma O Ano litúrgico é o período de doze meses, divididos em tempos litúrgicos, onde se celebram como memorial, os mistérios de Cristo, assim como a memória

Leia mais

Catedral Diocesana de Campina Grande. II Domingo da Páscoa Ano C Domingo da Divina Misericórdia. ANO DA FÉ Rito Inicial

Catedral Diocesana de Campina Grande. II Domingo da Páscoa Ano C Domingo da Divina Misericórdia. ANO DA FÉ Rito Inicial Catedral Diocesana de Campina Grande Paróquia nossa Senhora da Conceição II Domingo da Páscoa Ano C Domingo da Divina Misericórdia Por suas chagas fomos curados, felizes aqueles que crêem sem terem visto.

Leia mais

O ANO LITÚRGICO. Quando se inicia o Ano Litúrgico?

O ANO LITÚRGICO. Quando se inicia o Ano Litúrgico? O ANO LITÚRGICO Chama-se Ano Litúrgico o tempo em que a Igreja celebra todos os feitos salvíficos operados por Deus em Jesus Cristo. "Através do ciclo anual, a Igreja comemora o mistério de Cristo, desde

Leia mais

Ano Litúrgico Ano C

Ano Litúrgico Ano C Ano Litúrgico 2009-2010 Ano C TEMPO DO ADVENTO 29/11 1º Domingo do Advento A redenção está próxima. Jeremias 33,14-16; Salmo 25(24); 1 Tessalonicenses 3,12-4,2; Lucas 21,25-28. 34-36 6/12 2º Domingo do

Leia mais

CALENDÁRIO /01/15 JAN 15/01/15 29/01/15. Aniversario PE Elisandro

CALENDÁRIO /01/15 JAN 15/01/15 29/01/15. Aniversario PE Elisandro CALENDÁRIO - 2015 Mês JAN Mês Dia 01/01/15 02/01/15 03/01/15 04/01/15 11/01/15 15/01/15 24/01/15 25/01/15 28/01/15 29/01/15 Dia 01/02/15 SEMANA quinta-feira Sexta-feira sábado quinta-feira sábado quarta-feira

Leia mais

CELEBRAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS ANDRÉA ALMEIDA DE GÓES ANDRÉ LUIZ DE GÓES NUNES VITOR NUNES ROSA

CELEBRAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS ANDRÉA ALMEIDA DE GÓES ANDRÉ LUIZ DE GÓES NUNES VITOR NUNES ROSA CELEBRAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS ANDRÉA ALMEIDA DE GÓES ANDRÉ LUIZ DE GÓES NUNES VITOR NUNES ROSA 1 2 ORIENTAÇÕES PARA A CELEBRAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS DOCUMENTO DA CNBB - 52 3 SENTIDO LITÚRGICO DA CELEBRAÇÃO

Leia mais

CELEBRAR A MISERICÓRDIA CONSELHO PONTIFÍCIO PARA A PROMOÇÃO DA NOVA EVANGELIZAÇÃO SUBSÍDIO LITÚRGICO

CELEBRAR A MISERICÓRDIA CONSELHO PONTIFÍCIO PARA A PROMOÇÃO DA NOVA EVANGELIZAÇÃO SUBSÍDIO LITÚRGICO CELEBRAR A MISERICÓRDIA CONSELHO PONTIFÍCIO PARA A PROMOÇÃO DA NOVA EVANGELIZAÇÃO SUBSÍDIO LITÚRGICO Síntese elaborada por Ir. Jeane B. Aguiar, SJBP. É preciso contemplar o mistério da misericórdia! Contemplar

Leia mais

O MISSAL ROMANO. Missale Romanum

O MISSAL ROMANO. Missale Romanum O MISSAL ROMANO A reforma da Liturgia latina, decidida pelo Concílio Vaticano II, encontra a sua expressão concreta nos livros litúrgicos ou rituais. Os livros são oficialmente publicados pela Congregação

Leia mais

COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO. ENSINO RELIGIOSO REVISÃO GERAL III TRIMESTRE 7ºs ANOS

COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO. ENSINO RELIGIOSO REVISÃO GERAL III TRIMESTRE 7ºs ANOS COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO. ENSINO RELIGIOSO REVISÃO GERAL III TRIMESTRE 7ºs ANOS Tema: Deus se mostra as pessoas: o simbolismo nas religiões. CAPÍTULOS 9 AO 12 DO LIVRO DIDÁTICO (RSE). Professor: Roberto

Leia mais

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO Copyright 2005 - Libreria Editrice Vaticana «Motu Proprio» Introdução PRIMEIRA PARTE - A PROFISSÃO DA FÉ Primeira Secção: «Eu

Leia mais

ITINERÁRIO CATEQUÉTICO. Iniciação à vida cristã: Um processo de inspiração catecumenal

ITINERÁRIO CATEQUÉTICO. Iniciação à vida cristã: Um processo de inspiração catecumenal ITINERÁRIO CATEQUÉTICO Iniciação à vida cristã: Um processo de inspiração catecumenal COMO É PROPOSTO O PROCESSO CATEQUÉTICO NO ITINERÁRIO? O Itinerário orienta a construção do processo catequético conforme

Leia mais

Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20.

Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20. Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20. Objetivo do encontro: Despertar amor a Eucaristia e a participação da santa missa, onde o sacramento é oferecido. Texto: Ë o sacramento pelo qual participamos,

Leia mais

A Liturgia como comunicação do Amor de Deus

A Liturgia como comunicação do Amor de Deus A Liturgia como comunicação do Amor de Deus A Liturgia - O Que é a Liturgia - Quem se comunica pela Liturgia. Como comunicação do amor de Deus - Como se deu essa comunicação de Amor. - Como ela se realiza.

Leia mais

Catálogo. de Publicações. Secretariado Nacional de Liturgia

Catálogo. de Publicações. Secretariado Nacional de Liturgia Catálogo de Publicações Secretariado Nacional de Liturgia Todos os preços indicados incluem IVA à taxa legal em vigor. Fátima, Janeiro de 2013 missais missal romano Formato: 175X255 mm 1.408 páginas Dourado

Leia mais

Celebração tirada do livro Eucaristia com Crianças Tempos Fortes Pedrosa Ferreira Edições Salesianas. ocantinhodasao.com.pt/public_html.

Celebração tirada do livro Eucaristia com Crianças Tempos Fortes Pedrosa Ferreira Edições Salesianas. ocantinhodasao.com.pt/public_html. Celebração tirada do livro Eucaristia com Crianças Tempos Fortes Pedrosa Ferreira Edições Salesianas ocantinhodasao.com.pt/public_html 12 Ano B ocantinhodasao.com.pt/public_html 1 RITOS INICIAIS Hoje,

Leia mais

MARÇO Convívio na Capela: 09h45

MARÇO Convívio na Capela: 09h45 MARÇO 2017 Dia 01 (Quarta Feira) - QUARTA FEIRA DE CINZAS (JEJUM) - Eucaristias: 09h00 / 19h30 Dia 02 (Quinta Feira) - Doentes: 11h00 / 15h30 (Paróquia) Dia 03 (Sexta Feira) - S. José (Belas): 10h 12h

Leia mais

Jesus Cristo é o rosto visível de Deus. Conhecer Jesus e viver ao jeito de Jesus é uma das melhores formas de sentir a misericórdia de Deus

Jesus Cristo é o rosto visível de Deus. Conhecer Jesus e viver ao jeito de Jesus é uma das melhores formas de sentir a misericórdia de Deus CAMINHADA QUARESMA PÁSCOA 2016 Estamos a viver a Quaresma - tempo favorável de conversão - em pleno Ano da Misericórdia. Na Bula de proclamação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, o Papa Francisco

Leia mais

1 º A N O /

1 º A N O / SETEM OUTUBRO 1 º A N O 2 0 1 2 / 2 0 1 3 1ª ETAPA - A MINHA FAMÍLIA É ACOLHIDA E ACOLHE Celebrar Data Pais Data filhos Semana celebrar Pais Tema filhos 17-24-30 1-7 8-14. 15-21 22-28. Mc 9, 30-37 Mc 9,38-43.45.47-48

Leia mais

Capela Nª Sª Das Graças

Capela Nª Sª Das Graças Capela Nª Sª Das Graças Santa Missa Dominical 1-Saudação I PR: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. AS: Amém. PR: A vós, irmãos e irmãs, paz e fé da parte de Deus, o Pai, e do Senhor Jesus Cristo.

Leia mais

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 Senhor Jesus, Tu tens palavras de vida eterna e Tu revelas-te a nós como Pão da vida

Leia mais

Orientações para Leitores. Paróquia Nossa Senhora Rosa Mística - Montes Claros / MG

Orientações para Leitores. Paróquia Nossa Senhora Rosa Mística - Montes Claros / MG Orientações para Leitores Importância da Missa Estrutura, elementos e partes da Missa Documentos Instrução Geral do Missal Romano Documento 43 CNBB - Animação da vida litúrgica no Brasil 388. As adaptações

Leia mais

(ANÁMNESIS) ATUALIZAÇÃO DA GRAÇA - SETENÁRIO SACRAMENTAL

(ANÁMNESIS) ATUALIZAÇÃO DA GRAÇA - SETENÁRIO SACRAMENTAL SACRAMENTOS - III (ANÁMNESIS) ATUALIZAÇÃO DA GRAÇA - SETENÁRIO SACRAMENTAL - 1 COMO OS SACRAMENTOS ATUALIZAM A GRAÇA NAS DIVERSAS SITUAÇÕES DA VIDA 2 1. O QUE ACONTECE NO BATISMO? 3 NO BATISMO, A PESSOA

Leia mais

Grupo Pastoral Contacto Telemóvel/Telf.

Grupo Pastoral Contacto Telemóvel/Telf. Grupo Pastoral Contacto Telemóvel/Telf. E-mail Setembro 2015 Dia Data Hora Ação qui 03-09-2015 9:30 Adoração ao Santíssimo das 09:30 às 19:00 21:30 Reunião do Grupo Bíblico sex 04-09-2015 21:15 Reunião

Leia mais

Gestos e atitudes corporais

Gestos e atitudes corporais Gestos e atitudes corporais A postura de um acólito não deve ser rígida e fria como uma estátua, nem por outro lado deve ser descuidada. A forma de estar deve permitir que o acólito esteja ao mesmo tempo

Leia mais

Semana. Santa. De 09 a 16 de abril - PROGRAMAÇÃO -

Semana. Santa. De 09 a 16 de abril - PROGRAMAÇÃO - Semana Santa 2017 De 09 a 16 de abril - PROGRAMAÇÃO - Sábado Dia 08 06:30h - Celebração Eucarística (Catedral) 19:00h - Celebração Penitencial com jovens e adolescentes e confissão individual A Semana

Leia mais

Domingo, dia do Senhor

Domingo, dia do Senhor Domingo, dia do Senhor Como está o domingo hoje? Atualmente o Domingo não está mais sendo o centro da vida cristã, mas está relegando para segundo plano, a gratuidade, o dia do serviço ao Senhor, o Culto,

Leia mais

Liturgia Eucarística

Liturgia Eucarística Liturgia Eucarística Na última Ceia, Cristo instituiu o sacrifício e banquete pascal, por meio do qual, todas as vezes que o sacerdote, representando a Cristo Senhor, faz o mesmo que o Senhor fez e mandou

Leia mais

A Quaresma é uma caminhada para a Páscoa em três tempos, fases ou momentos:

A Quaresma é uma caminhada para a Páscoa em três tempos, fases ou momentos: O tempo da Quaresma A Quaresma é uma caminhada para a Páscoa em três tempos, fases ou momentos:.: O primeiro tempo vai da Quarta-feira de Cinzas até ao fim da segunda semana e expõe o sentido global da

Leia mais

Pe. Ronaldo Sabino de Pádua, CSsR

Pe. Ronaldo Sabino de Pádua, CSsR 38 9 - OS LECIONÁRIOS, O MISSAL ROMANO E A EUCARISTIA 1 - A AÇÃO DO MESC A PARTIR DE JESUS CRISTO Toda ação litúrgica da Igreja deve ser a expressão do Cristo cabeça da Igreja. Assim, os leigos são admiravelmente

Leia mais

Alfaias: São todos os objetos usados nos exercícios da liturgia como, por, exemplo, os vasos litúrgicos e os paramentos dos ministros.

Alfaias: São todos os objetos usados nos exercícios da liturgia como, por, exemplo, os vasos litúrgicos e os paramentos dos ministros. Oração inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20. Objetivo do Encontro: Explicar a missa parte por parte e levar os catequizandos a amar a eucaristia e a serem fiéis na partição desse sacramento. Texto: Objetos

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A CELEBRAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS

ORIENTAÇÕES PARA A CELEBRAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS 1 ORIENTAÇÕES PARA A CELEBRAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Orientações para a Celebração da Palavra de Deus. 16ªed. São Paulo: Paulinas, 2004 (Documentos da CNBB,

Leia mais

6 ENCONTRO DIOCESANO

6 ENCONTRO DIOCESANO DIOCESE DE AMPARO-SP. 6 ENCONTRO DIOCESANO DE CANTO LITÚRGICO - CANTANDO A PARTIR DOS TEMPOS LITÚRGICOS - CANTOS NA CELEBRAÇÃO DA PALAVRA - LIVRO DE CANTOS DA DIOCESE DE AMPARO OUTUBRO 2016 SUMÁRIO 1.

Leia mais

Catequista: Crianças: Festa do Acolhimento

Catequista: Crianças: Festa do Acolhimento Catequista: Crianças: Festa do Acolhimento 14 1 INTRODUÇÃO CÂNTICO DE COMUNHÃO É o Meu Corpo Possivelmente estamos habituados a procurar Deus nas grandes coisas da vida, boas ou menos boas, e esquecemo-nos

Leia mais

Encontro para pais de Crianças da Primeira Comunhão

Encontro para pais de Crianças da Primeira Comunhão SECRETARIADO DIOCESANO DE CATEQUESE DA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA SANTARÉM Encontro para pais de Crianças da Primeira Comunhão Tema: A EUCARISTIA (Também se pode recorrer ao power point sobre a Eucaristia)

Leia mais

Gr.Bíblico. Evangelho de. Nossa Senhora Conceição

Gr.Bíblico. Evangelho de. Nossa Senhora Conceição Evangelho de São Lucas Ano litúrgico C O Terceiro Envangelho O TEMPO DE JESUS E O TEMPO DA IGREJA Este evangelho põe em relevo as etapas da obra de Deus na História. Mais do que Mateus e Marcos, ao falar

Leia mais

Referindo-se ao Sacramento da Eucaristia, diz o Catecismo da Igreja Católica :

Referindo-se ao Sacramento da Eucaristia, diz o Catecismo da Igreja Católica : Referindo-se ao Sacramento da Eucaristia, diz o Catecismo da Igreja Católica : 1323. - O nosso Salvador Instituiu na Última Ceia, na noite em que foi entregue, o Sacrifício Eucarístico do seu Corpo e Sangue,

Leia mais

Objetos e Paramentos Litúrgicos

Objetos e Paramentos Litúrgicos 1 Objetos e Paramentos Litúrgicos Objetos Litúrgicos: não são apenas coisas concretas, são sinais, por isso transmitem mensagem, não só pela presença deles, mas pelo modo como são utilizados ou conservados.

Leia mais

Sacramentos. Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Sacramentos. Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Sacramentos Aula 23/03/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Sacramentos O que são os sacramentos? Sacramento é derivado do latim sacramentum, era utilizado no meio militar correspondendo a juramento

Leia mais

A Liturgia da Paixão do Senhor não tem a celebração da Eucaristia, mas apenas a distribuição da comunhão. Além de uma introdução e conclusão

A Liturgia da Paixão do Senhor não tem a celebração da Eucaristia, mas apenas a distribuição da comunhão. Além de uma introdução e conclusão A Liturgia da Paixão do Senhor não tem a celebração da Eucaristia, mas apenas a distribuição da comunhão. Além de uma introdução e conclusão silenciosa, a Liturgia tem quatro momentos distintos: 1. A Liturgia

Leia mais

TRÍDUO PASCAL DA PAIXÃO E MORTE, SEPULTURA E RESSURREIÇÃO DE JESUS. Quinta-Feira Santa, 21h30 Missa da Ceia do Senhor, com rito do lava-pés

TRÍDUO PASCAL DA PAIXÃO E MORTE, SEPULTURA E RESSURREIÇÃO DE JESUS. Quinta-Feira Santa, 21h30 Missa da Ceia do Senhor, com rito do lava-pés Como Paulo e com Cristo, subamos a Jerusalém!...Gal.1,18; Mc.10,33 Semana Santa 2009 na Paróquia de Nossa Senhora da Hora DOMINGO DE RAMOS 09h45 (Bênção dos Ramos) e Missa (10h00) na Igreja Paroquial 11h00

Leia mais

ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO CALENDÁRIO ARQUIDIOCESANO DE PASTORAL 2017

ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO CALENDÁRIO ARQUIDIOCESANO DE PASTORAL 2017 ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO CALENDÁRIO ARQUIDIOCESANO DE PASTORAL 2017 Consulte sempre o site da Arquidiocese, pois irão sendo registradas as alterações e complementações que ocorrerem. DIA/SEM 20.01.2017

Leia mais

Missas e procissões celebram a Semana Santa em Maceió

Missas e procissões celebram a Semana Santa em Maceió Alagoas 24 Horas - Maceió - AL 11/04/2014-15:42 Missas e procissões celebram a Semana Santa em Maceió DITEAL DITEAL A Arquidiocese de Maceió preparou uma vasta programação para as celebrações da Semana

Leia mais

Nº 23 A - Domingo II da Páscoa

Nº 23 A - Domingo II da Páscoa Nº 23 A - Domingo II da Páscoa - 27.4.2014 Felizes os que acreditam sem terem visto. Felizes os que O vêem com os olhos da fé na Palavra que é escutada e saboreada. Felizes os que O vêem com os olhos da

Leia mais

Quaresma. Quarenta dias de preparação para a Páscoa

Quaresma. Quarenta dias de preparação para a Páscoa Quaresma Quarenta dias de preparação para a Páscoa Deus nos leva a lembrar os quarenta anos do povo de Deus no deserto. A quaresma nos leva a reviver os quarenta dias que Jesus passou no deserto, preparando-se

Leia mais

Índice Introdução... 13 Abreviaturas... 17 1. Natureza da liturgia cristã... 21 1.1. O termo liturgia... 21 1.1.1. No helenismo... 22 1.1.2. No Antigo Testamento... 22 1.1.3. No Novo Testamento... 23 1.1.4.

Leia mais

DOMINGO II DO TEMPO COMUM Ano A

DOMINGO II DO TEMPO COMUM Ano A EIS O CORDEIRO DE DEUS QUE TIRA O PECADO DO MUNDO DOMINGO II DO TEMPO COMUM Ano A EUCARISTIA 19H DINAMIZAÇÃO DO 10º ANO DE CATEQUESE IGREJA MATRIZ DE VILA DO CONDE Cântico Inicial: Filho de Deus 1. Somos

Leia mais

Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar.

Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. Desenhar. YOUCAT crisma material de trabalho unidade 1 Jogo de Adivinhas r r r r r r r r r r r r r r r r r Reverso da página página 1 YOUCAT crisma material de trabalho unidade 1 Jogo de Adivinhas r Bispo Báculo

Leia mais

Advento é uma palavra latina, ad-venio,

Advento é uma palavra latina, ad-venio, Advento -Tempo de preparação para o Natal - Advento é uma palavra latina, ad-venio, que significa aproximar-se, vir chegando aos poucos. Durante as quatro semanas do Advento preparamo-nos para o Natal.

Leia mais

As celebrações serão presididas pelo Emmo. E Revmo. Sr. Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo.

As celebrações serão presididas pelo Emmo. E Revmo. Sr. Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo. As celebrações serão presididas pelo Emmo. E Revmo. Sr. Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo. A Semana Santa comemora e revive todo o Mistério Pascal, isto é, o mistério da redenção

Leia mais

A Igreja é a nossa casa! Paróquia São Pedro de Aradas Ano Pastoral

A Igreja é a nossa casa! Paróquia São Pedro de Aradas Ano Pastoral Domingo de Ramos Vespertina 19 de Março de 2015 às 19:00 Indicações para a celebração EL : 1º Leitura Ema Amorim 2º Leitura Francisco Maio Recolha das Ofertas 9º ano Narração da Paixão do Senhor Povo (Coro)

Leia mais

DOMINGO V DA QUARESMA

DOMINGO V DA QUARESMA DOMINGO V DA QUARESMA LEITURA I Ez 37, 12-14 «Infundirei em vós o meu espírito e revivereis» Leitura da Profecia de Ezequiel Assim fala o Senhor Deus: «Vou abrir os vossos túmulos e deles vos farei ressuscitar,

Leia mais

1.1 Recuperar a comunidade (Base do Antigo Israel); 1.2 A nova experiência de Deus: o Abbá (Oração e escuta comunitária da Palavra);

1.1 Recuperar a comunidade (Base do Antigo Israel); 1.2 A nova experiência de Deus: o Abbá (Oração e escuta comunitária da Palavra); Uma nova paróquia Introdução DA: Conversão Pastoral Escolha de outro caminho; Transformar a estrutura paroquial retorno a raiz evangélica; Jesus: modelo (vida e prática); Metodologia: Nele, com Ele e a

Leia mais

Planificação Anual 10º ano da catequese

Planificação Anual 10º ano da catequese Finalidade: Descobrir-se Cristão : Participar na eucaristia Concretizar projecto comunitário (partilha fraterna) Planificação Anual 10º ano da 1º Creio em Conhecer Confrontar com valores de caridade, amor,

Leia mais

COMUM DOS SANTOS E DAS SANTAS

COMUM DOS SANTOS E DAS SANTAS 279 I rmãs e irmãos: Ao celebrar a solenidade de São N. (de Santa N.), nosso irmão (nossa irmã) na fé e no Baptismo, oremos a Deus Pai todo-poderoso, dizendo (ou: cantando): R. Deus, fonte de toda a santidade,

Leia mais

MISSA COM A CATEQUESE - XXVIII DOMINGO COMUM C

MISSA COM A CATEQUESE - XXVIII DOMINGO COMUM C MISSA COM A CATEQUESE - XXVIII DOMINGO COMUM C Cântico de Entrada Participação especial da Catequese do 3º ano Saudação e Monição Inicial: P- Reunimo-nos, uma vez mais, em Eucaristia. A palavra «Eucaristia»

Leia mais

Módulo III O que anuncia a Catequese?

Módulo III O que anuncia a Catequese? Módulo III O que anuncia a Catequese? Diocese de Aveiro Objectivos Tomar consciência da realidade complexa do ser humano a quem levamos, hoje, uma Boa Nova. Compreender a importância da Sagrada Escritura

Leia mais

Formação para leitores e comentaristas. O Serviço da Palavra na Liturgia

Formação para leitores e comentaristas. O Serviço da Palavra na Liturgia Formação para leitores e comentaristas O Serviço da Palavra na Liturgia Os encontros oferecem um quadro geral do valor e importância da Palavra de Deus na liturgia. Elaboram indicações e sugestões de como

Leia mais

Igreja é lugar de recolhimento, de oração. Jesus ia ao Templo com seus pais e apóstolos.

Igreja é lugar de recolhimento, de oração. Jesus ia ao Templo com seus pais e apóstolos. POR QUE IR À IGREJA? Certo dia, Jesus contou a seguinte parábola a alguns que se consideravam justos e desprezavam os outros."dois homens foram ao Templo para orar. Um era fariseu e o outro, publicano.

Leia mais

Itinerários e catequese Itinerário de conversão e de crescimento

Itinerários e catequese Itinerário de conversão e de crescimento Itinerários e catequese Itinerário de conversão e de crescimento Imersão progressiva na onda do Espírito, acompanhada por testemunhas feita de escuta, encontros e experiências no coração do REINO/COMUNIDADE

Leia mais

LITURGIA FEVEREIRO DATA HORAS EQUIPE 02 - QUINTA (BÊNÇÃO DAS VELAS - SÃO BRÁZ) 20H CAMINHO DA FÉ 03-1ª SEXTA (SÃO BRÁZ - BÊNÇÃO DA GARGANTA) 20H

LITURGIA FEVEREIRO DATA HORAS EQUIPE 02 - QUINTA (BÊNÇÃO DAS VELAS - SÃO BRÁZ) 20H CAMINHO DA FÉ 03-1ª SEXTA (SÃO BRÁZ - BÊNÇÃO DA GARGANTA) 20H LITURGIA FEVEREIRO 02 - QUINTA (BÊNÇÃO DAS VELAS - SÃO BRÁZ) 20H CAMINHO DA FÉ 03-1ª SEXTA (SÃO BRÁZ - BÊNÇÃO DA GARGANTA) 20H APOSTOLADO DA ORAÇÃO 04 - SÁBADO 19H30 ROSA MÍSTICA 05 - DOMINGO 8H PASTORAL

Leia mais

Planificação de Religião do 1º Ciclo

Planificação de Religião do 1º Ciclo Planificação de Religião do 1º Ciclo CONSIDERAÇÕES GERAIS No Colégio dos Navegantes, a disciplina de Religião tem como grande objectivo ajudar cada aluno a descobrir o que é ser cristão e viver como cristão.

Leia mais

COM MARIA, vamos juntos construir a Casa da Fé e do Evangelho. Estruturas / Participantes / destinatários:

COM MARIA, vamos juntos construir a Casa da Fé e do Evangelho. Estruturas / Participantes / destinatários: Motivações e Acontecimentos: ANO da FÉ, Início a 11 de outubro de 2012 e conclusão a 24 de novembro de 2013. E assinala os 50 anos da abertura do Concílio Vaticano II e o 20.º aniversário da publicação

Leia mais

telefone fax

telefone fax CALENDARIZAÇÃO PASTORAL 2013-2014 Pe. Fausto 968 895 944 Pe. José António 963 548 403 secretaria segunda a sexta-feira: 10h30 às 12h e 14h30 às 19h00 sábado: 09h30 às 12h00 sacristia segunda a sábado:

Leia mais

O BATISMO NÃO TEM FINALIDADE EM SI MESMO. (Proposição 38 do Sínodo)

O BATISMO NÃO TEM FINALIDADE EM SI MESMO. (Proposição 38 do Sínodo) I - OS SACRAMENTOS DE INICIAÇÃO CRISTÃ O que se realiza nos sacramentos da iniciação com o ser humano se dá pela graça de Deus Diante destas constatações podemos dizer que a teologia dos sacramentos de

Leia mais

PUBLICAÇÃO MENSAL # ABRIL 2013 # Nº. 220 OLHAR EDIÇÃO ESPECIAL HISTÓRIA DO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA

PUBLICAÇÃO MENSAL # ABRIL 2013 # Nº. 220 OLHAR EDIÇÃO ESPECIAL HISTÓRIA DO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA PUBLICAÇÃO MENSAL # ABRIL 2013 # Nº. 220 OLHAR PAROQUIA DE ALJUBARROTA EDIÇÃO ESPECIAL A Porta da Fé HISTÓRIA DO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA Depois do Papa João Paulo I I convocar o Sínodo dos Bispos

Leia mais

2ºano de catequese 1. DESCOBRIR O AMOR DE DEUS NA ESCUTA DA SUA PALAVRA. Paróquia de Forjães 26 de Fevereiro de 2005

2ºano de catequese 1. DESCOBRIR O AMOR DE DEUS NA ESCUTA DA SUA PALAVRA. Paróquia de Forjães 26 de Fevereiro de 2005 Tu tens um amigo que te ama: Nós temos um amigo que nos ama, Que nos ama, que nos ama. Nós temos um amigo que nos ama: 1. DESCOBRIR O AMOR DE DEUS NA ESCUTA DA SUA PALAVRA Presidente: Em nome do Pai e

Leia mais

aróquia São João Batista e aróquia São José Barão de Cocais - Arquidiocese de Mariana

aróquia São João Batista e aróquia São José Barão de Cocais - Arquidiocese de Mariana S EMANA S 2017 ANTA P P aróquia São João Batista e aróquia São José Barão de Cocais - Arquidiocese de Mariana Apresentação Programação Mutirão de Confissões: Dia 28 de março 18h Igreja Matriz de São José

Leia mais

CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA - SANTA ROSA 2014

CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA - SANTA ROSA 2014 CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA - SANTA ROSA 2014 CANTO DE ENTRADA: E B7 Dentro de mim existe uma luz/ Que me mostra por onde deverei andar F#m B7 E Dentro de mim também mora Jesus/ que me ensina buscar

Leia mais

Tudo é possível a quem crê! A história de um adolescente em caminhada

Tudo é possível a quem crê! A história de um adolescente em caminhada Caminhada na Quaresma Páscoa 2010 Tudo é possível a quem crê! A história de um adolescente em caminhada semana I 21.02.2010 a 27.02.2010 desafio: eu confio! proposta: procura na Internet textos sobre a

Leia mais

Ide e farei de vós pescadores de Homens. S. Martinho de Covelas 10 de Junho de 2012

Ide e farei de vós pescadores de Homens. S. Martinho de Covelas 10 de Junho de 2012 Ide e farei de vós pescadores de Homens. S. Martinho de Covelas 10 de Junho de 2012 Entrada: Procissão com todos os adolescentes, cada um trazendo um símbolo dos anos de catequese: 1.º Pai Nosso 2.º Espiga

Leia mais

SOLENIDADE DO SANTÍSSIMO CORPO E SANGUE DE CRISTO A Eucaristia e a Família

SOLENIDADE DO SANTÍSSIMO CORPO E SANGUE DE CRISTO A Eucaristia e a Família SOLENIDADE DO SANTÍSSIMO CORPO E SANGUE DE CRISTO A Eucaristia e a Família Canto ambiental página 173 nº 05 Canto de entrada página 98 nº 15 Sentido da Celebração A solenidade do Corpo e Sangue de Cristo,que

Leia mais

ENSINO RELIGIOSO REVISÃO GERAL III TRIMESTRE 6ºs ANOS

ENSINO RELIGIOSO REVISÃO GERAL III TRIMESTRE 6ºs ANOS COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO. ENSINO RELIGIOSO REVISÃO GERAL III TRIMESTRE 6ºs ANOS TEMA: OS RITOS E OS RITUAIS : OS SETE SACRAMENTOS DA IGREJA. CAPÍTULOS 9 AO 12 DO LIVRO DIDÁTICO (RSE). Professor: Roberto

Leia mais

Metas/Objetivos Descritores de Desempenho/Conteúdos Estratégias/Metodologias Avaliação

Metas/Objetivos Descritores de Desempenho/Conteúdos Estratégias/Metodologias Avaliação Domínio Religião e experiência religiosa Cultura cristã e visão cristã da vida Ética e moral cristã DEPARTAMENTO DE PASTORAL DISCIPLINA: EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA PLANIFICAÇÃO DE 5º ANO Calendarização:

Leia mais

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DESATADORA DOS NÓS E SÃO JOSÉ DE ANCHIETA. Discípulos missionários a partir do Evangelho de João - Mês da Bíblia 2015

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DESATADORA DOS NÓS E SÃO JOSÉ DE ANCHIETA. Discípulos missionários a partir do Evangelho de João - Mês da Bíblia 2015 1 PARÓQUIA NOSSA SENHORA DESATADORA DOS NÓS E SÃO JOSÉ DE ANCHIETA Discípulos missionários a partir do Evangelho de João - Mês da Bíblia 2015 Permanecei no meu amor, para dar muitos frutos (Jo 15,8-9)

Leia mais

Linguagem dos sinos São João DelDel-Rei. Este material é parte de um estudo produzido por Aluízio José Viegas, em 1990

Linguagem dos sinos São João DelDel-Rei. Este material é parte de um estudo produzido por Aluízio José Viegas, em 1990 Linguagem dos sinos São João DelDel-Rei Este material é parte de um estudo produzido por Aluízio José Viegas, em 1990 Modalidades de toque Dobre simples O sino gira pelo lado em que está encostado o badalo,

Leia mais

Tenho o poder de dar a minha vida e recebê-la novamente

Tenho o poder de dar a minha vida e recebê-la novamente CELEBRAÇÃO DO 4º DOMINGO DA PÁSCOA 26 de abril de 2015 Tenho o poder de dar a minha vida e recebê-la novamente Leituras: Atos 24, 8-12; Salmo 118; Primeira Carta de João 3, 1-2; João 10, 11-18. COR LITÚRGICA:

Leia mais

ADMONIÇÃO INICIAL (ROSA)

ADMONIÇÃO INICIAL (ROSA) ADMONIÇÃO INICIAL (ROSA) Hoje encontramo-nos aqui reunidos para celebrar a Festa das Bem-Aventuranças. Bem Aventurado quer dizer FELIZ e buscar a vontade de Deus é ser Bem-Aventurado. Eis que Jesus, ao

Leia mais

CALENDÁRIO GERAL OBS: As datas aqui definidas poderão ser alteradas durante ano letivo de 2015.

CALENDÁRIO GERAL OBS: As datas aqui definidas poderão ser alteradas durante ano letivo de 2015. CALENDÁRIO GERAL 15 OBS: As datas aqui definidas poderão ser alteradas durante ano letivo de 15. Fevereiro COLÉGIO SERVITA NOSSA SENHORA RAINHA DOS CORAÇÕES CALENDÁRIO GERAL 15 Educar é arte de inclinar,

Leia mais

de Jesus, nos é dada a oportunidade de iluminar as nossas ações.

de Jesus, nos é dada a oportunidade de iluminar as nossas ações. Novena de Natal O tempo do Advento é constituído das quatro semanas que antecedem o Natal do Senhor. É, portanto, tempo de piedosa espera. Ora, esperar uma pessoa querida requer alegre e cuidadosa preparação.

Leia mais

PARTE I O MISTÉRIO, O ESPAÇO E OS MINISTROS I.

PARTE I O MISTÉRIO, O ESPAÇO E OS MINISTROS I. ÍNDICE GERAL Uma palavra do autor... p. 3 Lista de abreviatura... p. 7 PARTE I O MISTÉRIO, O ESPAÇO E OS MINISTROS I. Por amor a Liturgia A importância de se amar a Liturgia... n. 1 Necessidade de deixar

Leia mais

Ano B. Livro de Partituras. Missas da Quaresma Missas de Páscoa Missa de Pentecostes Missa da Santíssima Trindade. Diocese de Oliveira

Ano B. Livro de Partituras. Missas da Quaresma Missas de Páscoa Missa de Pentecostes Missa da Santíssima Trindade. Diocese de Oliveira Ano B Livro de Partituras Missas da Quaresma Missas de Páscoa Missa de Pentecostes Missa da Santíssima Trindade Diocese de Oliveira SUMÁRIO MISSAS DA QUARESMA ENTRADA - Hino Da Campanha Da Fraternidade

Leia mais

Calendário Janeiro. Fevereiro. São Paulo da Cruz - Calvário 20/02 qui 14h00 Equipe Regional de Comunicação Região Sé

Calendário Janeiro. Fevereiro. São Paulo da Cruz - Calvário 20/02 qui 14h00 Equipe Regional de Comunicação Região Sé Calendário 2014 Janeiro 01/01 qua Confraternização Universal 01/01 qua Solenidade da Santa Mãe de Deus 22 a 24 --- Triduo para a Festa de São Paulo Catedral da Sé 25/01 sáb 09h00 Celebração da Festa de

Leia mais

Calendário Paroquial de 2015 JANEIRO FEVEREIRO

Calendário Paroquial de 2015 JANEIRO FEVEREIRO Calendário Paroquial de 2015 JANEIRO 1 qui Solenidade de Maria Mãe de Deus - Missas : 9h30 / 18h30 2 sex Apostolado da Oração - Missa - 15h - Catedral 3 sab Setor Família - Missa - 19h30 - Catedral 5 seg

Leia mais

II Domingo de Advento C 2009 Missa com a Catequese

II Domingo de Advento C 2009 Missa com a Catequese II Domingo de Advento C 2009 Missa com a Catequese Procissão de entrada: Inclui uma mãe, vestida de branco, de olhos vendados, com uma balança e uma espada em cada uma das mãos, a simbolizar a justiça

Leia mais

Festa do Baptismo do Senhor Ano C Missa com a Catequese

Festa do Baptismo do Senhor Ano C Missa com a Catequese Festa do Baptismo do Senhor Ano C 2010 Missa com a Catequese Cântico de Entrada Monição Inicial: Percorremos o nosso caminho, desde o Advento, até chegarmos ao Presépio de Belém, guiados por uma Estrela.

Leia mais

Páscoa do Senhor de 2016 Missa do Dia.

Páscoa do Senhor de 2016 Missa do Dia. Páscoa do Senhor de 2016 Missa do Dia. Caríssimos Irmãos e Irmãs: Ainda temos diante de nossos olhos e ressoando em nossos ouvidos a celebração desta Noite Santa da Páscoa da Ressurreição do Senhor, cuja

Leia mais

O Ano Santo é um tempo de paz, reconciliação e perdão. Ele começa quando o Papa abre a

O Ano Santo é um tempo de paz, reconciliação e perdão. Ele começa quando o Papa abre a Neste mês ocorrerá a abertura do Ano Santo da Misericórdia: O jubileu dedicado à misericórdia de Deus. O rosto da misericórdia é o título da bula pela qual o Santo Padre convoca toda a Igreja para viver

Leia mais

V. Sabendo Jesus que tinha chegado sua hora de passar deste mundo ao Pai, tendo amado os seus que estavam neste mundo, amou-os até o fim. Aleluia.

V. Sabendo Jesus que tinha chegado sua hora de passar deste mundo ao Pai, tendo amado os seus que estavam neste mundo, amou-os até o fim. Aleluia. Memória Facultativa O culto ao Coração Eucarístico de Jesus não difere substancialmente do culto que a Igreja tributa ao Sagrado Coração de Jesus. Ela venera com respeito, amor e gratidão, o símbolo do

Leia mais

A estrutura da Santa Missa

A estrutura da Santa Missa A estrutura da Santa Missa A estrutura da Santa Missa é construída sobre dois grandes pilares: a liturgia da palavra, precedida dos ritos inciais, e a liturgia eucarística, seguida dos ritos finais. O

Leia mais

Planificação de Religião do 1º Ciclo

Planificação de Religião do 1º Ciclo Planificação Anual de Religião 3º ano Planificação de Religião do 1º Ciclo CONSIDERAÇÕES GERAIS No Colégio dos Navegantes, a disciplina de Religião tem como grande objectivo ajudar cada aluno a descobrir

Leia mais

SUMÁRIO MISSAS DE NOSSA SENHORA - ANO C

SUMÁRIO MISSAS DE NOSSA SENHORA - ANO C Ano C Livro de Partituras Missas de Nossa Senhora São Sebastião E São josé Diocese de Oliveira SUMÁRIO MISSAS DE NOSSA SENHORA - ANO C IMACULADA CONCEIÇÃO DE MARIA PROCISSÃO DE ENTRADA - Imaculada, Maria

Leia mais

Formação de GAPRT. Grupo de Acólitos da Paróquia de Rio Tinto

Formação de GAPRT. Grupo de Acólitos da Paróquia de Rio Tinto Formação de Acólitos GAPRT Grupo de Acólitos CORES LITÚRGICAS BRANCO VERMELHO VERDE ROXO ROSA AZUL BRANCO n n n n Tempo Pascal e Natal. Festas e memórias do Senhor (excepto no Domingo de Ramos e a Exaltação

Leia mais

A disposição da igreja. 12 de Abril de 2010 Acólitos São João da Madeira 1

A disposição da igreja. 12 de Abril de 2010 Acólitos São João da Madeira 1 A disposição da igreja 12 de Abril de 2010 Acólitos São João da Madeira 1 A disposição da igreja Este documento foi escrito com base na IGMR Introdução Geral ao Missal Romano. O estudo dos temas abordados

Leia mais

Quais os Sacramentos de iniciação cristã? Batismo Confirmação Eucaristia

Quais os Sacramentos de iniciação cristã? Batismo Confirmação Eucaristia Quais os Sacramentos de iniciação cristã? Batismo Confirmação Eucaristia Batismo O que é o Batismo? O Batismo é o caminho do reino da morte para a Vida, a porta da Igreja e o começo de uma comunhão duradoira

Leia mais

LIÇÃO 3 A SEGUNDA VINDA DE CRISTO O ARREBATAMENTO DA IGREJA. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 3 A SEGUNDA VINDA DE CRISTO O ARREBATAMENTO DA IGREJA. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 3 A SEGUNDA VINDA DE CRISTO O ARREBATAMENTO DA IGREJA Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO O ARREBATAMENTO DA IGREJA O arrebatamento da igreja do Senhor Jesus, será o mais extraordinário

Leia mais

A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa fé, uma luz na caminhada de nossa vida.

A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa fé, uma luz na caminhada de nossa vida. LITURGIA DA PALAVRA A Palavra de Deus proclamada e celebrada - na Missa - nas Celebrações dos Sacramentos (Batismo, Crisma, Matrimônio...) A Bíblia é para nós, cristãos, o ponto de referência de nossa

Leia mais

O Deus de Abraão e de Jesus Cristo 2

O Deus de Abraão e de Jesus Cristo 2 O Deus de Abraão e de Jesus Cristo 2 Deus presente na história e na criação O Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo O conhecimento e a relação com Deus avançam em profundidade ao longo da história da Salvação.

Leia mais

NOVEMBRO 2016 DEZEMBRO 2016

NOVEMBRO 2016 DEZEMBRO 2016 14 Seg Parabéns Patrícia 15 Ter NOVEMBRO 2016 16 Qua 21.30h Reunião da III Vigararia Coordenação da Catequese 17 Qui 1ª sessão da Formação de Adultos 18 Sex 19 Sáb DOCAT DAY Ativid. dos Adolescentes na

Leia mais

CELEBRAÇÃO EXEQUIAL 14 DE SETEMBRO 2010

CELEBRAÇÃO EXEQUIAL 14 DE SETEMBRO 2010 1 CELEBRAÇÃO EXEQUIAL 14 DE SETEMBRO 2010 SIGNAÇÃO : P- Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo: Ass: Àmen. SAUDAÇÃO INICIAL: P- A graça de N.S.J. Cristo, o amor do Pai e a consolação do Espírito

Leia mais