DUAS OBRAS GIGANTESCAS E PRIORITÁRIAS DE PAULO DUARTE PARA CORUMBÁ

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DUAS OBRAS GIGANTESCAS E PRIORITÁRIAS DE PAULO DUARTE PARA CORUMBÁ"

Transcrição

1 ESTE ESPAÇO ESTÁ RESERVADO PARA SUA EMPRESA. ANUNCIE AQUI! R Jornalistas têm razão de ser se sabem exercer a fiscalização do poder, se têm espírito 55 crítico. Mino Carta Nº2747 FUNDADO EM 03 DE SETEMBRO DE 1960 CORUMBÁ-MS, 12 a 18 de Setembro de ANOS ESTE ESPAÇO ESTÁ RESERVADO PARA SUA EMPRESA. ANUNCIE AQUI! DUAS OBRAS GIGANTESCAS E PRIORITÁRIAS DE PAULO DUARTE PARA CORUMBÁ UPA 24 Horas no Bairro Guatós e a Praça CEU no Jardim dos Estados Confira na próxima edição a 2ª Consulta Popular do Jornal Correio de Corumbá Coisas que Acontecem Leia em FACE BOCA DO NELSÃO MILAGRE DO VOTO ASAS LONGAS CAUSA E CONSEQUÊNCIA A VOZ DO POVO TÁXI COM PREÇO DE LIMOUSINE C M A P

2 Por Rosildo Barcellos* Neste canto, o lindo encanto da Poesia Charles Chaplin, com sua genialidade nos ensinava que as melhores e as mais lindas coisas do mundo não se podem ver nem tocar. Elas devem ser sentidas com o coração. Não devemos ter medo dos confrontos. Até os planetas se chocam, e do caos nascem as estrelas. Não se mede o valor de um homem pelas suas roupas ou pelos bens que possui, o verdadeiro valor do homem é o seu caráter, suas ideias e a nobreza dos seus ideais. E aqui no nosso hebdomadário preferido da Fronteira com a Bolívia, além da opinião e da boa informação, falamos de música, pessoas e hoje chegou a vez da poesia, sempre pensando em dar valor ao que é nosso. Dar valor a quem te dá valor. Falar de amor sem perder a cor. E por falar em poesia, apresento esta semana a poetisa Eva Vilma, que trabalha com Educação Especial e provavelmente deste dom de educar vem toda sua singeleza quando responde: o que é poesia? Se você diz que é uma questão de palavras, eu lhe digo que um bom poeta vai além das palavras. Se você diz que é uma questão de significado, eu lhe digo que um bom poeta vai além do significado. e assim, a poetisa Eva se apresenta em homenagem ao aniversário das cidades de Corumbá e Ladário, cheias de encantamento e beleza... desnudando mistérios : Desnudou seu mistério mais profundo, Pouco a pouco. A identidade, como negativos de uma velha máquina de fotografias, Ganhando tons e nitidez, No ato de uma revelação perfeita e única... Viera sujeito encantado das matas! Sua própria fecundação, Dada sob os olhos esbugalhados e extasiados, De mil filhas de um Ipê amarelo. Constituiu-se desde sempre, Ser das paixões animalescas, Dos amores floreiros, E da amizade pura e simples com o natural. O perfume de céu que do corpo exalava, Sempre dera conta de algum doce toque surreal que circundava sua existência. Do cheiro dos cabelos? Um dia contou sem rodeios sobre limpezas naturais, No contato com pó de asas de borboletas e seiva de árvores. Nascera com sina única, o sujeito! A alma prometida ao encantamento. (Eva Vilma da série: Presentes do Moleque Danado) EXPEDIENTE Pág.02 PONTO DO JORNAL CORREIO DE CORUMBÁ Encontre seu exemplar semanalmente no BAR DO BARACAT situado na Av. Rio Branco nº 308 esquina com a Rua Barão de Melgaço no Centro. Jornal Correio de Corumbá: Periodicidade e tiragem comprovadas. Fotos: Eva Vilma Fundado em Razão Social: Farid Yunes Solominy - CNPJ / Redação e Parque Gráfico: Rua 7 de Setembro, Centro - Corumbá-MS Tel: (67) CEP Diretor Responsável: Farid Yunes Solominy DRT -105/MS Diagramação: Alle Yunes DRT - 84/MS Reportagem: Swellen Freitas Agostini Colaboradores: Rosildo Barcellos, Eneo da Nobrega, Dilson Fonseca, Roberto Maciel, Amanda Sabino Ferreira, Patricia Fonseca, Nathalia Claro e Alfredo de Sartory. Vicente Bezerra Neto Patrono do Jornal Correio de Corumbá Tiragem: 2000 exemplares Chefe do Parque Gráfico: Cleberson Calonga (Juninho) *** A Redação não se responsabiliza por artigos assinados ou de origem definida.

3 Pág.03 Relacione as coisas uteis feitas pela sociedade que você já fez ou teria feito? Não incentive o incêndio, você está ai como suplente. Você deve alguma coisa ao povo. Não deixe sua revolta pessoal ser a sua linguagem. Você representa o povo e tem que fazer ao povo benefícios por cada um real que você recebe do seu salário. Causa e consequência Muita gente pensa que a imprensa faz milagre em uma administração. Ela faz mais estragos que você possa imaginar. Construir um castelo de areia demora horas, para você destruir 10 minutos. Em uma cidade pequena ou média você anda e passa por um dos problemas, não adianta achar que está tudo certo. Milagre do voto Só Deus para olhar por Corumbá. Dizem que na última eleição legislativa municipal, aconteceram alguns milagres inacreditáveis. Disse uma pessoa envolvida com o setor de Oncologia do Hospital, a época, o órgão teve ajudando um candidato que seria seu amigo a se eleger e com excelente votação e foi o que aconteceu. Asas longas Só com promessas de construir um hospital em Corumbá, uma maternidade em Ladário, o Governador do PSDB, Reinaldo Azambuja que não responde se irá construir ou não, seu asseclas estão aproveitando a onda e tentando controlar até a central de regulação de vagas hospitalar em Mato Grosso do Sul. Alguns dias atrás um empresário corumbaense teve princípio de enfarte e precisava ser transportado para Campo Grande. Ficou esperando que fosse aberta vaga no hospital na Capital. As vagas são controladas pela Central de Regulação de Vagas, controlada pelo Governo do Estado. A solicitação de emergência para transferência foi feita pelos médicos de Corumbá. Dois dias de espera e um telefonema de Campo Grande, vindo de um Deputado Estadual do PSDB ofereceu a ele um jeito de conseguir a vaga. O corumbaense que recebeu o telefonema ficou surpreso com a atitude do deputado de Campo Grande oferecendo um jeito de conseguir a vaga hospitalar. Pelo jeito a solicitação de emergência feita pelos médicos tem menos valor do que a feita pelo deputado. A política é que está determinando a urgência na central de regulação de vagas no MS. A central de regulação de vagas deveria se eximir de questões políticas e ao governador um alerta: alguns estão tentando atrapalhar o bom trabalho do hospital local: ou é mágica ou é trapaça de alguns de Campo Grande ligar para liberar vagas hospitalares? Romildo O vereador Romildo de Ladário também só anda procurando defeitos em poderes, em colegas, em tudo. Tudo que faz leva em conta o poder que pertence. As vezes quem ganha bem faz muito mais de quem ganha menos. Por exemplo: o que você construiu neste tempo todo na política? Manifestação? Incitação? Traindo seus pares, fazendo revelações manuscritas e desnecessárias. Então se acha que seus pares ganha muito, renuncie ao seu salário que é igual ao dos outros. As vezes o salário baixo sai mais caro do que o salário alto. Por um acaso você já recusou a receber seu salário por ser alto demais? Face boca do Nelson Com diversos anúncios feitos em seu Face, Nelson Fernandes teve seu meio de comunicação retirado do ar. Um dos motivos foi a publicação do consignado ocorrido a quase três anos no Governo Ruiter Cunha de Oliveira. Dizem que é segredo de justiça, eu não entendo se tem cento e cinquenta pessoas envolvidas, o lava jato que aconteceu bem depois, é divulgado pela imprensa, já tem gente condenada. É isso aí. A quem interessar possa Já se comenta em pequenas e grandes rodas, as eleições municipais de 2016, para vereador muitos procuram empregos (salários), mas para Prefeito falam-se em pré candidaturas, mas muitos já falam em palanques. O mais curioso é que alguns ouvem propostas indecorosas. Explico: é que tem pré candidato endividado e que já estaria fazendo leilão de sua pré-candidatura, pra ver se encontra interessado. Tanta imbecilidade Apostando na ignorância popular, tem vereador que se acha acima de tudo e de todos, também com salário, diária, verba indenizatória, tem que estar por cima. Alguns merecem isso e muito mais. Além de tudo isso o inventor das maravilhas que só se preocupa com o deserto do Saara, a paz no Afeganistão, com o exército islâmico. Em Corumbá: a falta d água, segurança, asfalto etc. A Voz z do povo Mães reclamam a falta de berçário na creche Almirante Tamandaré. Enquanto as mães trabalham elas sentem a falta de berçários, um outro fator de reclamação é a falta de ponto de ônibus na parte alta da cidade, principalmente no bairro Guató. Fazendo chuva ou sol, as pessoas ficam ao relento, só é possível proteção onde tem árvores. Táxi com preço de Limousine Uma senhora faz hemodiálise aqui na Clínica Renal Med, localizada nas dependências do Hospital de Corumbá, todas as sessões precisa se deslocar da fronteira até o hospital e isso numa sequência de três vezes na semana. Pois é, uma certa vez na vinda da fronteira ela pagou ao taxista o valor de R$ 25,00 (vinte e cinco reais) e na volta precisou pegar um outro taxista do hospital até a fronteira, sabe quanto ela pagou? R$ 50,00 (cinquenta reais). Isso mesmo, o dobro do que pagou logo cedo. As pessoas já tão debilitadas pelo problema de saúde, ainda precisam passar por isso. É inadmissível, tem taxista que desonra a classe.

4 IDEIAS, SUGESTÕES E RECLAMAÇÕES Por Eneo da Nóbrega LEI: LEI MARIA DA PENHA 1 o As medidas protetivas de urgência poderão ser concedidas de imediato, independentemente de audiência das partes e de manifestação do Ministério Público, devendo este ser prontamente comunicado. 2 o As medidas protetivas de urgência serão aplicadas isolada ou cumulativamente, e poderão ser substituídas a qualquer tempo por outras de maior eficácia, sempre que os direitos reconhecidos nesta Lei forem ameaçados ou violados. 3 o Poderá o juiz, a requerimento do Ministério Público ou a pedido da ofendida, conceder novas medidas protetivas de urgência ou rever aquelas já concedidas, se entender necessário à proteção da ofendida, de seus familiares e de seu patrimônio, ouvido o Ministério Público. Art. 20. Em qualquer fase do inquérito policial ou da instrução criminal, caberá a prisão preventiva do agressor, decretada pelo juiz, de ofício, a requerimento do Ministério Público ou mediante representação da autoridade policial. Parágrafo único. O juiz poderá revogar a prisão preventiva se, no curso do processo, verificar a falta de motivo para que subsista, bem como de novo decretá-la, se sobrevierem razões que a justifiquem. Art. 21. A ofendida deverá ser notificada dos atos processuais relativos ao agressor, especialmente dos pertinentes ao ingresso e à saída da prisão, sem prejuízo da intimação do advogado constituído ou do defensor público. Parágrafo único. A ofendida não poderá entregar intimação ou notificação ao agressor. Seção II Das Medidas Protetivas de Urgência que Obrigam o Agressor Art. 22. Constatada a prática de violência doméstica e familiar contra a mulher, nos termos desta Lei, o juiz poderá aplicar, de imediato, ao agressor, em conjunto ou separadamente, as seguintes medidas protetivas de urgência, entre outras: I - suspensão da posse ou restrição do porte de armas, com comunicação ao órgão competente, nos termos da Lei n o , de 22 de dezembro de 2003; II - afastamento do lar, domicílio ou local de convivência com a ofendida; III - proibição de determinadas condutas, entre as quais: a) aproximação da ofendida, de seus familiares e das testemunhas, fixando o limite mínimo de distância entre estes e o agressor; b) contato com a ofendida, seus familiares e testemunhas por qualquer meio de comunicação; c) freqüentação de determinados lugares a fim de preservar a integridade física e psicológica da ofendida; IV - restrição ou suspensão de visitas aos dependentes menores, ouvida a equipe de atendimento multidisciplinar ou serviço similar; V - prestação de alimentos provisionais ou provisórios. 1 o As medidas referidas neste artigo não impedem a aplicação de outras previstas na legislação em vigor, sempre que a segurança da ofendida ou as circunstâncias o exigirem, devendo a providência ser comunicada ao Ministério Público. 2 o Na hipótese de aplicação do inciso I, encontrando-se o agressor nas condições mencionadas no caput e incisos do art. 6 o da Lei n o , de 22 de dezembro de 2003, o juiz comunicará ao respectivo órgão, corporação ou instituição as medidas protetivas de urgência concedidas e determinará a restrição do porte de armas, ficando o superior imediato do agressor responsável pelo cumprimento da determinação judicial, sob pena de incorrer nos crimes de prevaricação ou de desobediência, conforme o caso. 3 o Para garantir a efetividade das medidas protetivas de urgência, poderá o juiz requisitar, a qualquer momento, auxílio da força policial. Continua na próxima edição ===================================================== CORUMBÁ: UMA CIDADE PERIGOSA! O município de Corumbá, que já sustentou Mato Grosso Integrado por muitos e muitos anos, que é considerado a Capital da Cultura de hoje Mato Grosso do Sul, com quase cem mil habitantes, fronteira com a República da Bolívia, hoje é uma cidade perigosa, com assaltos e mais assaltos, roubos e mais roubos, homicídios e mais homicídios. Pág.04 Tudo acontece porque a fronteira continua aberta - para todos os tipos de facínoras, estrangeiros, bandidos e maus elementos. Os roubos e furtos acontecem quase todos os dias, são motocicletas, bicicletas e automóveis de passeio. De vez enquanto passa uma jamanta. Por incrível que pareça, até carroças estão levando de Corumbá para o país vizinho chamado de Bolívia, um dos países mais pobres do mundo. Parece que só perde para o Haiti! A Policia Militar trabalha com reduzido efetivo que é de uma Companhia, mas para o Governo do Estado, é o 6 Batalhão. Todas as cidades fronteiriças sofrem com o abandono tanto dos governos estaduais como da união. O Ministério da Justiça deveria criar a Secretaria Especial para assuntos de segurança pública nos municípios de fronteiras. O Governo Federal está mais preocupado com secretarias das etnias, da bolsa família, do que da segurança publica nas cidades fronteiriças. No período dos governos militares as fronteiras eram mais fiscalizadas pelo Exército. É preciso mudar a Constituição Federal no seu Capítulo II- DAS FORÇAS ARMADAS, acrescentar mais um parágrafo no Artigo 143. As Forças Armadas têm de participar mais na vida dos brasileiros, a exemplo do que está acontecendo na cidade do Rio de Janeiro. Nos países europeus, as Forças Armadas têm mais participação, como nas enchentes, catástrofes, terremotos, maremotos e outros acidentes, em beneficio dos habitantes. =========================================================== BREVEMENTE CORUMBÁ TERÁ O CONSELHO DOS DIREITOS HUMANOS PARA DEFENDER AS VÍTIMAS E SEUS FAMILIARES =========================================================== QUERO SER GESTOR MUNICIPAL POR APENAS 30 DIAS! Gostaria de ser gestor municipal por apenas 30 dias. Determinaria que se instalassem semáforos nos seguintes locais: Esquina das ruas Tiradentes com a Porto Carrero; Rua Ladário com a Dom Aquino Correa. Determinaria a colocação de Guardas Municipais 24 horas nas Escolas Municipais, nos CRAS e demais repartições municipais. Determinaria o recolhimento das viaturas no pátio municipal com porteiro para anotar o número da Placa da Viatura, Secretaria e Nome do Motorista; determinaria que pintassem as faixas de segurança em todos os estabelecimentos de ensino de branco e da cor amarelo; Exoneraria o Comandante da Guarda Municipal e convidaria o Azambuja comandante da Guarda Municipal de Campo Grande que deverá ser exonerado no governo do Alcides Bernal; determinaria que ficassem 24 horas Agentes de Trânsito em frente do Pronto Socorro Municipal; Determinaria que o RH pagasse na Folha de Pagamento o Piso de R$ 1.014,00 mais produtividade para os agentes de saúde e endemias, aqueles que trabalham de sol a sol e muitas vezes são incompreendidos por moradores ignorantes que não deixam visitar suas casas. Só gostaria de ficar no poder por apenas 30 dias. Quem não cumprisse MINHA DETERMINAÇÃO seria exonerado no dia seguinte. Mas independente disso, determinaria que pintassem o 0800 em todas as viaturas, para se evitar que circulassem nos sábados, domingos e feriados, para denunciar os motoristas folgados que abusam do serviço público e gastam combustível que o contribuinte paga. É preciso moralizar o serviço público municipal. Quem quiser passear com a família que compre automóvel particular, que pague em 500 parcelas! O cidadão que sabe exercer a cidadania denuncia todas as irregularidades que acontecem no serviço público. No último caso, o Ministério Público é acionado.

5 Vamos falar sobre a Ferrovia, escrever sobre fatos históricos e curiosidades. Sou o Professor Dílson Antonio Morais da Fonseca, Pós Graduado em Gestão Educacional, Formado em Geografia e professor há mais de 18 anos, além disso, neto e filho de ferroviário. A Estrada de Ferros foi sem dúvida nenhuma o grande amor de muitas pessoas que passaram por ela. Pessoas que as vidas entrelaçaram com a ferrovia. Vamos relembrar o nome de alguns ferroviários que já faleceram mas deixaram a sua marca na vida de ferroviário. É importante salientar que não serão lembrados todos, e desde já pedimos desculpas aos familiares daqueles que sem dúvida nenhuma foram importantes para a ferrovia, mas que não foram citados nessa reportagem. - Modesto Vieira feitor que trabalhou por muitos anos na RFFSA e que gostava tanto dessa vida que mesmo depois de aposentado, mudou para uma casa que estava localizada entre os trilhos, coisa de ferroviário. - Melquiades Pauliquevis, ferroviário de tamanha sensatez que até hoje é lembrado com muito carinho, que teve a sua vida ligada a ferrovia. - Zacarias da Conceição. Mestre de linha que perdeu a sua vida no trecho trabalhando, mas que sem dúvida nenhuma deixou o seu legado como ferroviário. Nos Trilhos da Vida Por Dilson Fonseca UM LEGADO AOS FERROVIÁRIOS - João Trindade mestre de linha que deixou o seu legado na ferrovia além de ter sido um excelente sanfoneiro, que muitas vezes alegrava as festas da família ferroviária. - Delso Lourenço da Fonseca Mestre de Linha que viveu a sua vida na ferrovia onde criou os filhos e morou por muitos anos na beira do trilho da vida. - Maurilio Ferreira Gomes mecânico ferroviário que viveu intensamente a sua vida de ferroviário. - Militão da Fonseca Moraes, ferroviário que se aposentou e que se manteve por muitos anos na ferrovia. Precisaríamos de muito mais espaço para falar de todos os ferroviários que já nos deixaram, mas que foram responsáveis pelo desenvolvimento da ferrovia e que muitos participaram do progresso e viram a destruição da ferrovia imposta pelo governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso que acima de tudo foi o grande responsável pelo declínio do transporte ferroviário, entregando a RFFSA ao setor privado que acabou de enterrar os sonhos dos ferroviários. É muito importante ressaltar que todas as conquistas que os ferroviários tiveram a presença dos familiares foram fundamentais, pois quem conseguiria viver no Pantanal sem a presença da esposa e dos filhos? A família sem dúvida nenhuma é o braço direito de todo o ser humano e na ferrovia não era diferente. A vida em família nas turmas era muito difícil, as compras poderiam ser feitas só no dia de pagamento, pois era quase impossível sair das turmas para virem para a cidade, com isso se fazia malabarismo para passar o mês. As pessoas viviam completamente isoladas, pois as casas foram construídas na beira dos trilhos e em lugar isolado, e ali tinha os mais diferentes animais, até mesmo onças que em muitas localidade apareciam. Quando era verificado um problema de saúde a única forma de locomoção era o trem de passageiro ou na eventualidade um trem cargueiro que passava e com isso trazia as pessoas para a cidade. Era uma vida difícil, mas feliz, pois muitos aproveitavam o espaço que tinha nos quintais para plantar e até mesmo muitos jovens aproveitavam na hora que o trem estava passando para vender os seus produtos, como manga, limão, peixe, queijo, enfim tudo para ajudar no sustento da família. Pág.05 Enfim as casas eram muito boa, grande tinha espaço a vontade, mas que infelizmente hoje em dia o que se percebe nessas turmas é o abandono, as casas caindo ao pedaço. A turma que se encontra em melhores condições são aquelas que estão localizadas mais próximas das cidades, um exemplo temos essa turma nas proximidades do ferro ligas, na BR, e lá as casas estão em excelente condições e o moradores estão lá, cuidando e vivendo em boas condições. Umas das maiores tristezas para muito ferroviários foi o fato de não conseguirem comprar as casas que eles moraram por muitos anos, onde criaram os seus filhos e toda a sua família. Mas a forma que foi feito o chamado leilão tirou muitos ferroviários das casas e colocando pessoas que não tem nenhuma ligação com a ferrovia, isso sem dúvida nenhuma uma das maiores injustiças contra muitos ferroviários de todo o Brasil. Sem esquecer que RFFSA está devendo muitos benefícios que os ferroviários tinham direito, e se encontram criando filhos na justiça e que nunca chega ao fim. Quando na verdade o que deveria ter sido feito era ter chegado a um acordo entre o RFFSA (Governo Federal) e os ferroviários e repassado para eles as casas, pelo menos não ficariam esperando até os dias atuais por uma decisão judicial e o pior muitos vivendo sem casas. Isso deveria ser um legado para os ferroviários do Brasil. Pois a História se perde de todas as maneiras, com a destruição que se encontra a RFFSA, onde olhamos para a nossa estação de trem e deparamos com a destruição o descaso, onde sua localização está estrategicamente e praticamente no centro da nossa cidade. E outra perda histórica é permitir que pessoas que não têm nenhuma ligação com a ferrovia more e usufruam de toda a estrutura montada pelos ferroviários, que perderam dias e dias construindo essas casas e que muito nem podem entrar mais nelas, pelo fato de não ter tido condições de comprá-las, pobre país que joga no lixo a História de um povo.

6 Na Boca do Túnel Por Reginaldo Coutinho EM UMA CIDADEZINHA... Do Interior, reza a lenda que um personagem fuçava mais que porco e fazia buraco igual tatu, certa vez os réis estavam difíceis e o Portu (mistura de Porco com tatu) recebeu uma importância considerável, o que não justificava em termos de moralidade e pelas circunstâncias em que a cidadezinha vivia. O certo é que o Portu, ficou conhecido pelas artimanhas de trapaças, sendo que um dia, um morador foi comprar salgados perto de uma casa de materiais de construção e o nome do Portu foi lembrado, a dona da birosca pronunciou-se dizendo: Ele não sai daqui, vive enfurnado ali em cima, gastando os 27 mil réis que o deixou fofo para aplicar em que? Bom, geralmente nessas cidades do Interior surgem esses espertos, como também reza a lenda de que o povo aumenta, mais não inventa, acabou por confirmar que O Portu estava metendo a mão mesmo, sem nenhum receio de que o Povo da Cidadezinha está falando a respeito dele em todos os sentidos. Mas espera ai!!! Ouvindo os moradores da cidadezinha, realmente são vários os comentários a respeito do Portu, pois ele continua fuçando e deixando alguns buracos que a Cidadezinha vai ter que colocar o nome em uma rua para lembrar-se do Portu, uma lenda que não é um causo, mas uma realidade esdrúxula e estupenda, robusta para uma averiguação mais apurada, pois o rastro de pólvora está por toda a parte da cidadezinha do Interior, tudo por conta dos 27 mil réis recebidos pelo Portu. Pág.06 anos para ter a sua idoneidade preservada, vê esse valor construído com suor e lágrimas preste a ir por água abaixo. Avisar, eu avisei... TEM COELHO... Nesse mato, em relação a arbitragem, recebi uma importante informação que o Floquinho de fato está sendo e muito prestigiado a mando do todo poderoso, como o Ex não tem como barrar a vontade que vem de cima, o Novo esta plainando igual Asa Delta, como diz o ditado: deitando e rolando, tem um bom salário injustificável, que é completado com as seguidas escalas, segundo tomei conhecimento, os outros já estão com ciúmes, até porque são pessoas que sempre tiveram uma distribuição do bolo, agora está tudo centralizado, como há medo de represália por parte do mão de ferro que derrete ao ver a dama de vermelho flamejante, estão esperando uma oportunidade para fazerem alguns questionamentos a respeito desse privilégios do Floquinho, que é um dos piores do quadro, creio que querem colocá-lo em condições daqui a cem anos para estar arbitrando na Série A do Brasileiro, como sonhar não custa nada, vai ai o Floquinho atuando como o segundo homem da hierarquia, é o que blinda a fera ferida. CORINTHIANS FAZ PENEIRA EM DOURADOS NO PRÓXIMO MÊS Com o objetivo de buscar futuros talentos para o futebol, o Sport Club Corinthians Paulista realiza avaliações técnicas para jovens nascidos entre 1998 a A peneirada do Timão será na Leda Liga Esportiva Douradense de Amadores, dias 22 e 23 de outubro, a partir das 8h30. A exemplo da avaliação promovida recentemente pelo Fluminense do Rio de Janeiro, não haverá cobrança de inscrições. Em menos de dois meses, dois clubes de renome nacional e internacional concentram atenção em Dourados, atraindo garotos de vários municípios do Estado que sonham em um dia se tornar jogador de futebol profissional. Porém, para os promotores o importante é mexer positivamente com o intelecto de crianças e jovens, para que, caso não alcance sucesso na bola, possam se tornar destaque na sociedade em outros segmentos. Peneirada é melhor que festival de pipas... Nos últimos três anos não vi peneirada, mas vi garimpagem do vil metal. + E O MEU AMIGO... O velho do Rio que está vendo os dias passarem lentamente frente aos seus olhos, como que um filme vai passando em sua cabeça, tipo: Que merda fiz?, poderia estar em casa descansando, embaixo de um edredom, quando o vento SUR chegar, mas me meteram em uma enrascada que tudo que plantei, estou perdendo por absoluta armação maquiavélica que impuseram para cima de mim... É uma longa história para contar, ou melhor dá para escrever um livro de terror, pois é isso que vai ter daqui para frente com novas revelações nesta coluna, até invoco o Estatuto do Idoso para proteger o Velho do Rio, pois nada, mas nada me tira da cabeça que ele, na sua inocência, foi induzido ao erro, ganha uma migalha para favorecer o maestro das armações, tido como um expoente da sabedoria do tipo, um para lá e quatro para cá. Tive conhecimento que esta revoltado com este colunista, mas vou defender o meu amigo o Velho do Rio, vou fazer uma alegação de que realmente foi usado para fins que ele próprio desconhecia as finalidades, ainda que tentei de todas as formas explicar que não era uma boa pegar essa bucha de canhão, mas fizeram-lhe uma lavagem cerebral que ele ficou com o seu ego massageado, porém, agora é sentar em uma cadeira e contar carneirinhos para que os dias passem mais rápidos, arrume um passaporte e vaze do País, pois quando chegar o vento SUR ou a época da colheita dos pepinos, já não vai estar tão certo de que o que lhe impuseram era o melhor, prepararam o terreno e fizeram-no uma massa de manobra, mas se o Velho do Rio vier a ter problemas nos próximos dias, ainda pode entrar com uma Dilação Premiada, isso em razão de que não pode alegar ignorância das suas assinaturas naqueles papel que vira dinheiro na boca do caixa, então, como o tempo é o senhor da razão, o Velho do Rio depois de trabalhar NOVOPERÁRIO EMPATA COM CORUMBAENSE E TORCE POR UM TROPEÇO DO GUAICURUS PARA CHEGAR À FINAL Novoperário e Corumbaense empataram por 1 a 1 no jogo que abriu a sexta e última rodada da 1ª fase do Estadual sub-19. Euller abriu o placar para o Novoperário aos 22 minutos da etapa final. O Carijó da avenida empatou com Thiago Alexandre aos 36 minutos do 2º tempo. Com o resultado, o Corumbaense está eliminado do Estadual sub-19. Já o Novoperário, torce por um tropeço do Guaicurus diante do União/ABC logo mais às 16Hs, para chegar pela primeira vez à decisão. E lembrar que os meninos viajaram um domingo as 7 da manhã para jogar as 16 horas em Campo Grande, isso que é falta de respeito com a categoria de base e com o Claudio Mineiro e Sabia. Resultado da irresponsabilidade do Floquinho: Corumbaense Sub-19 ELIMINADO DO ESTADUAL EM QUE ASPIRAVA IR PARA A COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JUNIOR. APARELHO RESPIRATÓRIO DOENÇAS PULMONARES DR. FERNANDO M. ALMEIDA UNIMED CASSEMS Rua Luis Feitosa, 886 Tel MANHÃS

7 REPORTAGEM ESPECIAL COM DILSON FONSECA Na maioria das casas que recebe o carteiro ou o leitura da empresa de energia elétrica são os filhos, que logo que recebem já gritam: mamãe chegou a conta luz. E quando olha a mãe diz: socorro. E assim vai, estamos passando por um grave problema que segundo consta é pela falta d água que nos reservatórios das hidrelétricas e com isso a energia REPORTAGEM ESPECIAL COM DÍLSON FONSECA Mamãe chegou a conta de luz elétrica está cada vez mais cara no Brasil. Famílias que anteriormente pagavam R$ 80,00 (oitenta reais) e hoje pagam 300,00, 400,00, 500,00 reais e assim vai. Ai eu pergunto como pagar esses valores absurdos? E as explicações são mais as mais descabidas do mundo. Mas a verdade é que não estamos conseguindo pagar as contas de luz, que é uma necessidade, mas que infelizmente está cada vez mais difícil manter em dia. É preciso que se tome providência pois está muito difícil essa situação. Estamos próximos de voltar ao passado e usar a luz de vela, pois sem dúvida nenhuma é mais barato. Pág.07 Mas uma das alternativas seria a utilização da luz solar, porém os equipamentos são caros e a população ainda não tem acesso, pois aqui para nós a mão de obra é abundante pois sol faz de besta aqui na nossa região. A todo momento ouvimos reclamações das contas altíssimas da luz, mas que também não tem ficado muito atrás é a famigerada conta da água, em virtude da cobrança do esgoto. Um absurdo pois temos aqui dentro do nosso município o Rio Paraguai que é caudaloso e que nos oferece água de graça. E o pior de tudo que a água é uma concessão pública e que não deveria ser esse preço. E vou mais além a exploração da água é de responsabilidade da prefeitura que foi repassado pelos governos anteriores para que o Estado fizesse a exploração. Não estaria na época da prefeitura através de uma ação da Câmara Municipal retomar esse serviço? Pois a população não aguenta mais pagar esses valores absurdos. Onde vamos parar? Com a alta taxa de luz, de água e também que fica pra trás o telefone. Nós precisamos viver mas com essas contas está sendo impossível.

8 CASAMENTO PRECOCE A definição da palavra precoce é que acontece muito cedo para os padrões normais; prematuro, antecipado, extemporâneo. Não poderia ser outra a palavra que salta a mente quando nos deparamos com uma jovem casada, sem perspectiva de futuro ou sonhos a realizar. Uma pesquisa recente trouxe dados alarmantes: o Brasil tem cerca de 90 mil crianças de 10 (sim, dez!) a 14 anos casadas. O casamento de crianças e adolescentes brasileiros é o tema da pesquisa Ela vai no meu barco, realizada pelo Instituto Promundo, ONG que desde 1997 estuda questões de gênero. De acordo com o Censo 2010, pelo menos 88 mil meninos e meninas com idades de 10 a 14 anos estavam casados em todo o Brasil. Na faixa etária de 15 a 17 anos, são 567 mil. A partir dos dados do Censo, a equipe de pesquisadores - financiada pela Fundação Ford, com apoio da Plan International e da Universidade Federal do Pará (UFPA) - foi ao Pará e ao Maranhão, Estados onde o fenômeno do casamento infanto-juvenil é mais comum, e mergulhou no universo das adolescentes que tão cedo têm que se transformar em adultas. Numa pesquisa qualitativa, foram entrevistadas 60 pessoas, entre garotas de 12 a 18 anos, seus maridos (todos com mais de 20 anos), seus parentes e funcionários da rede de proteção à infância e adolescência no Brasil. A idade média das jovens entrevistadas foi de 15 anos. Seus maridos são, em média, nove anos mais velhos. Num apelo inteligente, a divulgação do estudo expõe a situação da seguinte maneira: Imagine que sua filha vai se casar. Engravidou do primeiro namorado, um rapaz mais velho que ela conheceu na vizinhança. Vai deixar de estudar por causa da gravidez e do marido. O jovem casal vai morar na casa dos pais dele. No entanto, ela só tem 12 anos. Quando um problema social ocorre longe da nossa realidade, fica difícil ter noção de seu tamanho e até mesmo se importar com as pessoas envolvidas naquela situação. Mas colocar a questão de uma maneira que pareça próxima pode dar uma ideia do que é e do motivo de a situação não poder ser ignorada. Em muitos países africanos e asiáticos, os casamentos envolvendo crianças e adolescentes se dão por arranjos ritualísticos, com jovens noivas prometidas pelas famílias em casamentos arranjados pelos parentes ou até mesmo forçados. Já o que acontece no Brasil é bem diferente. As uniões no Brasil são marcadas pela informalidade, pela pobreza e pela repressão da sexualidade e da vontade femininas. Entre os motivos para os casamentos, a coordenadora do levantamento, Alice Taylor, pesquisadora do Instituto Promundo, destaca a falta de perspectiva das jovens e o desejo de deixar a casa dos pais como forma de encontrar uma vida melhor. Muitas fogem de abusos, escapam de ter de se prostituir e convivem de perto com a miséria e o uso de drogas. As entrevistas das jovens, transcritas no relatório final da pesquisa sob condição de anonimato, mostram um pouco do que elas enfrentam. Um jovem retrata como os maltrato sofridos em casa, por parte do padrasto, a fizeram considerar uma união estável como opção: Porque eu tava entrando na minha adolescência, eu queria sair, eu queria curtir, queria andar ( ). Eu me relacionei com ele, namorei com ele três meses, ele me convidou pra morar na casa dele, aí eu fui pra casa dele. Não gostava muito dele, eu só fui mesmo pelo fato de o meu padrasto (me maltratar), aí na convivência nossa ele (o marido) me fez aprender a gostar dele, e hoje eu sou louca por ele. A jovem casou-se aos 12 anos, grávida, com um homem de 19. No relatório, os pesquisadores afirmam que ela relatou ser abusada pelo padrasto, mas não fica claro o tipo de abuso. Outra jovem relatou que casou grávida aos 15 anos já que a mãe achou por bem a gente se casar logo, pra não haver esses falatórios que ia haver realmente. O rapaz era cinco anos mais velho. E essas não são situações incomuns. Nas periferias de Corumbá e Ladário há casos extremamente parecidos. Foi um jovem de São Luís, uma das meninas mais novas a serem entrevistadas, que ilustrou verdadeiramente a falta de perspectiva e como esse é um fator fundamental para a decisão, ao dizer o que poderia acontecer caso não estivesse casada: Acho que eu estaria quase no mesmo caminho que a minha irmã, que a minha irmã tá quase no caminho da prostituição. A menina se casou aos 13 com um homem de 36 anos. A coordenadora da pesquisa de campo em Belém, Maria Lúcia Chaves Lima, professora da UFPA, disse que as entrevistadas falaram de modo natural sobre suas uniões conjugais, mesmo sendo tão precoces. É uma realidade naturalizada e pouco problematizada na nossa região, afirma. Ela esclarece que a gravidez ainda é a grande motivadora do casamento na adolescência, e a união é vista como uma forma de controlar a sexualidade das meninas. A lógica é: melhor ser de só um do que de vários. O casamento também aparece como forma de escapar de uma vida de limitações, seja econômica ou de liberdade. O casamento infantil, reconhecido internacionalmente como uma violação aos direitos humanos, é definido pela Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança (CRC) que o Brasil assinou e ratificou em 1990 como uma união envolvendo pelo menos um cônjuge abaixo dos 18 anos. No Brasil, acontece mais frequentemente a partir dos 12 anos, o que faz com que os pesquisadores definam o fenômeno como casamento na infância e na adolescência. Segundo a pesquisa, estimativa do UNICEF com dados de 2011 aponta que o Brasil ocupa o quarto lugar no mundo em números absolutos de mulheres casadas antes dos 15 anos: seriam 877 mil mulheres com idades entre 20 e 24 anos que disseram ter se casado antes dos 15 anos. Os pesquisadores alertam para a falta de discussão sobre o tema no Brasil e a necessidade de mudanças na legislação. No Brasil, a idade legal para o casamento é estabelecida como 18 anos para homens e mulheres, com várias exceções listadas no Código Civil. A primeira exceção (compartilhada por quase todos os países do mundo) permite o casamento com o consentimento de ambos os pais (ou com a autorização dos representantes legais) a partir dos 16 anos. Outra exceção é que a menor pode se casar antes dos 16 anos em caso de gravidez. E a última, prevista no Código Civil, é que o casamento antes dos 16 anos também é permitido a fim de evitar a imposição de pena criminal em casos de estupro. Na prática, essa exceção permite que um estuprador evite a punição ao se casar com a vítima, por mais absurdo que isso pareça. De acordo com as entrevistas e a análise dos pesquisadores, o que acontece, na maioria das vezes, é que, em vez de serem controladas pelos pais, as garotas passam a ser controladas pelos maridos. Qualquer sonho de escola ou trabalho envelhece cedo, na rotina de criar os filhos e se adequar às exigências do cônjuge. O título da pesquisa, Ela vai no meu barco, vem de uma frase de um dos maridos entrevistados, de 19 anos, afirmando que a jovem mulher, de 14 anos, grávida à época do casamento, tinha de seguir sua orientação: Ela vai no sonho que eu pretendo pra mim, né? Ela vai seguindo Acho que é uma desvantagem de a pessoa não ser bem estruturada, né? Geralmente cada um leva as suas escolhas, né? Mas por ela ser mais nova e eu ser mais velho, tipo assim, ela vai no meu barco, resume ele. Casadas, as jovens muitas vezes enfraquecem seus laços de amizade, sua vida social e passam a se dedicar apenas ao marido e aos filhos. São alvo do controle e do ciúme dos maridos, e algumas relataram casos de violência. Em resumo, as cinco principais razões de casamento infanto-juventil no Brasil são: Gravidez indesejada; Controle dos pais Pág.08 sobre a sexualidade das filhas, com a ideia de que, se começou a ter relação sexual, é melhor casar logo ; Pobreza da família e necessidade de um provedor financeiro; Falta de perspectiva de vida das jovens, sem interesse especial pela escola e sem futuro profissional, o que amplia a vontade de sair da casa dos pais; Desejo expresso dos maridos de se casarem com garotas mais jovens e mais obedientes a eles. Tudo isso parece muito atrasado, mas faz parte da realidade de hoje. Numa região ainda com comunidades isoladas, como as ribeirinhas e zonas rurais, o casamento cedo é quase como que o único destino dos jovens. Não existe perspectiva de estudos, instruções sobre os mais variados assuntos, inclusive sexualidade, e sequer sonhos chegam a esses lugares. Casamento é quase como a única opção. O fato de esses jovens não pertencerem as nossas famílias não significa que toda a questão não seja problema nosso. Como membros da sociedade não podemos achar aceitável que instrução e educação não cheguem adequadamente às zonas rurais mais afastadas e que as informações não sejam suficientes para que crianças e adolescentes as compreendam nas áreas urbanas. Se continua a acontecer, algo está errado e deve ser imediatamente revisto. Nos resta começar por aqueles que conhecemos, ensinando, talvez, que sonhos são viciantes e a busca por realizálos deve ser uma prioridade. Não importa a origem, mas o destino. O local onde se nasce, a falta de perspectiva e de apoio deve ser um obstáculo a ser superado e não os freios. Saindo de qualquer lugar ou ambiente pode-se chegar a qualquer lugar, desde que não se tenha que adiar os sonhos para formar uma família precocemente. Tudo tem hora certa ou um momento mais aconselhável, inclusive casamento. Amanda Sabino Ferreira

9 Pág.09 o repórter José Hamilton Ribeiro, antes repórter da Revista Realidade, que perdeu uma perna com a explosão de uma mina (terrestre) no Vietnã. Eu o conheci em Ribeirão Preto com Sidney Quartier, também jornalista do Estado de São Paulo e colega de República. Saiu José Hamilton e foi para a TV Globo apresentar o Globo Rural onde está até hoje. E a dúvida continua... Ruiter conquistou duas vitórias expressivas para prefeito de Corumbá, se bem que contra adversários inexpressivos eleitoralmente. Na terceira disputa onde colheu uma derrota decepcionante para deputado estadual, aí já fora do poder, parece ter culpado o partido que antes tinha lhe dado duas vitórias, o PT, e imediatamente pulou para o PSDB. Aceito, foi nomeado representante do governador em Corumbá e Ladário. E foi autorizado a se instalar no terceiro andar da AGENFA com seu escritório eleitoral? Pois é do conhecimento de todos que Ruiter pretende voltar a ocupar o cargo de Prefeito, onde no PT não teria como, com Paulo Duarte pré-candidato a reeleição. Não seria uma ocupação com objetivos eleitorais? O movimento ali é grande e dizem que ele estaria autorizado pelo Governo Estadual a proceder e contratar serviços de publicidade, coisa que nunca aconteceu no prédio da AGENFA. Dizem que com tanta procura atualmente, o prédio corre o risco de DESABAR... Outro político E tem aquele outro político que gosta de jogar confete e correr embaixo. É o tipo do foguete feliz. Todos os casos bons contados por ele, ele o cita como exemplo. Diz que fez o bem para todo mundo com dinheiro público. Vive esculhambando partidos, achase o melhor preparado vou parar por aqui. É bom os políticos saberem que eles são frágeis, dependendo do tamanho do rabo!!! Cultura Global A Globo com a queda na audiência, procura cada vez mais apelações: crime, sexo, homossexualismo, Jornal da Dilma, Lula, enfim, todos inimigos globais. Daqui a pouco, os fanáticos globais, vão ver e achar cultura homem com homem fazendo 69 ou 11, aqueles cabeludos aveadados ou sapatões esquizofrênicos desviados, verdadeiros sapatões. E o mundo aplaudindo pelos consumidores de cracks, cocaína, maconha, LSD e outras cositas mais. Depois assistem desenhos animados. Honestidade Eu me lembro em maio dos anos 80, eu era Repórter da Rádio Clube de Corumbá e andávamos na vermelhinha, o motorista era o Alberto Roberto. Lembro que naquele dia encontramos com Sidney Quartier e José Hamilton Ribeiro Naquele dia Corumbá amanheceu triste com a morte das mulheres na rua Joaquim Murtinho: as três degoladas, uma delas mãe de um amigo meu. Fizemos essa matéria recentemente e segundo alguns, os três assassinos na época de menores também já morreram. A Delegacia de Polícia Civil na época era na Rua Tiradentes e lá tinha um delegado do interior paulista que veio para o nosso Estado transferido para Corumbá. Simplório, humilde, honesto: Arnaldo Nardon que andava de sandálias Havaiana. Ele quando soube do crime saiu junto com a sua equipe. Eu o perseguia, insistia para que ele desvendasse o crime e assim a sua equipe desvendou o crime e quem descobriu teria sido o agente Expedito, corajoso, destemido e arrojado. Um dos maiores arrependimentos jornalísticos meu, foi ter colocado dúvidas em suas capacidades de solução do problema, que mesmo em condições precárias, na madrugada escura, a polícia com o Dr. Arnaldo, Expedito, Benjamin, Kill e outros, desvendaram o maior crime ocorrido em Corumbá. Esse foi uma das maiores injustiças cometidas por este repórter em toda a minha carreira, contra Arnaldo, Expedito e outros. Outra Injustiça Também no início da década de 80 na Rádio Clube e na Vermelhinha eu e Alberto Roberto saímos perseguindo notícias em todos os cantos de Corumbá. A falta d água era o tema rotineiro, naquela época imperava o crime da pele de jacaré, cocaína, carro roubado, o golpe do seguro, era notícia. Apegamos mais na falta d água pois a parte alta não era tão populosa. Pegamos no pé da SANESUL que era coordenada por um homem muito honesto, responsável e humilde: Erasmo Quintiliano da Cruz. Andava ele e seu velho fusca, era do diálogo, respeitava as pessoas e dava total atenção. Sempre atendeu cada reclamante com respeito e apresentava soluções. Muitas vezes não dependia dele e sim do Governo do Estado. Erasmo Quintiliano da Cruz, cometemos injustiças em fazer cobranças que não era da sua responsabilidade. Quero aqui deixar as minhas escusas pelos erros que cometi. Homem público como você não mais se vê, nem se ouve.

10 Cantinho do Betão nº71 O gostoso de ser articulista de um jornal é ter a oportunidade de mostrar aos leitores seus dotes com a caneta. Procurando sempre variar o assunto, dependendo do estado de espírito Roberto Maciel (Betão) e da inspiração. (Membro da União Brasileira de Escritores) CAUSOS DE BOTECO XX O boteco anda meio insosso por causa da crise. O movimento diminuiu e os causos rarearam-se mas, esmiuça daqui, esmiuça dali, a gente sempre acaba batendo na boca certa, principalmente quando a dita cuja é a do velho Artie (cara prá enfeitar uma história, não há melhor!) Eu sempre digo que os causos que conto, 10% deles é venéreo e os 90% restantes, eu e o Velho Artie inventamos. A DENTADURA DO CABRAL Deste, eu fui testemunha ocular de, pelo menos, 50%, mas, segundo o Velho Artie, a coisa remonta de dias anteriores e dois causos se entrelaçam, envolvendo até prática ilegal de medicina. Segundo o Velho Artie, Sabará sofre de hipotermia óssea, uma doença crônica que vai, aos poucos congelando os ossos da pessoa e o único placebo para o caso é uma poção de ervas manipuladas pelo fitoterapeuta Militino raizeiro que, de vez em quando aparece no boteco para bater um taco. Sabará, velho teimoso, não aceitou a medicação, preferindo continuar com seu gorozinho manerado no boteco. O único jeito foi apelar para meu amigo Joni, o dono do boteco que, para não perder os dois reais diários das doses (dois, por dia, em 30 dias, dá 60 paus!) aceitou o encargo de tratar do paciente, mesmo sabendo tratar-se de exercício ilegal de medicina. Sem saber, Sabará aplacebava seu mal com as 3 gotinhas da infusão milagrosa acrescentada em suas cachacinhas diária e noturna. Medicamento de alto impacto, personalisado, dosagem milimetradamente controlada, com efeito colateral fulminante para doses altas ou baixas, principalmente ao não paciente. Naquela noite, movimento intenso no boteco, o meu Xará, em término de obra, levou os peões para comemorar e, entre eles estava o Cabral, um sessentão parrudinho, metido a encrenqueiro quando encachaçado. No balcão, Joni, meio enrolado com os pedidos, preparava o remédio do Sabará quando o Cabral entrou para pegar um aperitivo. Joni no sufoco, acabou trocando os copos e o medicamento foi parar com o Cabral. Daí a pouco o remédio fez efeito e o não paciente começou a invocar com o Biro-Biro, brancão sarará, trabalhador em sítio, que já, meio mamado, tentava esquivar-se das provocações. Em certo momento, Biro-Biro levou a mão direita no detrás da cintura para coçar a picadura de um pernilongo, o que Cabral levando o gesto como um sacar de arma tirou a camisa, bateu no peito numa atitude de desafio: - Atira, seu fedepê, mas se você errar, te encho de porrada... e, para se precaver, tirou da boca a dentadura, deixando-a sobre a mesa (tinha custado caro e ele sempre fazia isso quando se metia em encrenca). Percebendo que o pau iria comer, Joni saiu catando as garrafas vazias das mesas e, quando chegou na de Cabral, a dentadura, talvez afetada pelo efeito colateral do medicamento, tentou morder sua mão. Num gesto defensivo, enquanto o bate-boca rolava, Joni jogou a dentadura no chão. Inácio, o cachorro da vizinha que dormia placidamente, cagando e andando com a confusão, levou uma mordida no rabo e ela, moda piranha, saiu atacando a todos até que alguém lhe deu uma pisada, quebrando-a em 32 dentes. VAI MORDER QUEM? O Tonhão vocês já conhecem de vários artigos, tais como Causos de Boteco V (28 a 6 de março); Causos de Boteco XVII (09 a 15 de maio); Causos de Boteco XIX (o6 a 12 de junho). Sei de tudo isso graças ao meu amigo Êneo da Nóbrega que me envia todas as semanas um exemplar deste jornal e eu os arquivo caprichosamente (obrigado, Nobilíssimo!). O Tonhão, camarada simplório, tem o defeito do pavio curto. Qualquer chiste já o deixa cabreiro e por causa disso, é o alvo predileto dos gozadores, principalmente do Negão. Certo dia, chegou ao boteco meio nervoso pois havia discutido com algum vizinho. Sentou-se perto do Negão e desabafou, dizendo estar tão pedavida que havia até esquecido a perereca em casa. Negão, aproveitando a deixa, lançou o veneno: - O Senhor pretendia morder alguém, Seu Antonio? Tonhão, já emputecido, logo mandou o Negão para aquele lugar e saiu bufando do boteco, sempre no velho jargão do Não volto nunca mais aqui... A GAMBIARRA Tonhão deu um sumiço do boteco desde o perrengue com o Negão. Gabava-se de ter casa própria com o muro mais bonito da quadra; câmeras registrando os passantes, observados na telinha do computador; TV colorida e microondas, além do velho Fusca que pretendia transformar num possante, melhor que um Camaro. Naquele dia, após o sumiço, ele passou em frente ao boteco com um maço de velas na mão e, a galera, curiosa, logo o chamou para saber o porquê. Ele, puto da vida, explicou que seu vizinho o acordara às 9 da manhã para avisar que a gambiarra que ele fizera, ligando um longo fio no relógio do vizinho, fora descoberto pelo pessoal da Energisa e que Pág.10 havia levado com eles, o fio. Desabafou, dizendo que o vizinho era um dedo-duro e o pior, é que o havia acordado em plena madrugada. O FUSCA DO TONHÃO Tonhão ganhou um velho fusca em troca de serviços em uma chácara. Mesmo sem bateria, sem alternador e sem um montão de coisas que nosso herói, aos poucos, ia conseguindo e, mesmo antes do carro andar, pintou as chapas, os velhos pneus carecas, emendou fios soltos, até que comprou uma bateria de 2ª mão. Carro abastecido com 10 paus de gasosa, só faltou queima de fogos prá grande largada. Tonhão, um largo sorriso estampado na brancura da perereca, parou o fusca em frente ao boteco, falando aos presentes das benfeitorias que iria fazer no carro e, cerveja vai, cerveja vem o tempo passou e, sem o alternador, a bateria foi pro pau. Resultado: o Fusca só pegou na base do empurrão. Certa vez tentaram sequestrar o possante que estava na porta da garagem, Empurraram o carro até a Via Morena e, quando foram fazer a ligação direta, nada. A gasolina estava no zero e a bateria, descarregada. Deixaram o fusca atravessado na Avenida, atrapalhando o trânsito. Uma boa empreitada rendeu bateria e alternador novos, deixando nosso herói, mais faceiro ainda e diante de tanta ostentação e propaganda, fumaram a bateria nova. Certa noite, quando cheguei no boteco, a mesa onde estava o Velho Artie era só novidade e o assunto rolando de boca em boca era o incêndio no carro do Tonhão, enfeitados pela língua preta do Velho Artie. Quando os bombeiros chegaram só havia fumaça dentro do carro. O homem do fogo que chegou primeiro, pediu para os presentes tomarem distância. - Tem um corpo carbonizado no banco dianteiro, afastem-se. Não tá carbonizado não. É o Tonhão tentando fazer o carro funcionar. O bombeiro que pegou o lado oposto, abriu a porta e, no meio da fumaça, saiu com alguma coisa nas mãos. Consegui pegar o passageiro, disse ele, mas, pelo jeito nada se pode fazer. Ele foi totalmente carbonizado. Era o estepe do carro que estava no banco traseiro. Eita, fusquinha, complicado sô!

11 Vereadores discutem sinalização e asfaltamento em sessão ordinária Carlos Alberto Machado Requereu ao secretário de infraestrutura a manutenção e iluminação na quadra de esportes do bairro Cervejaria; operação tapa-buraco na alameda Alcides Santos Mauro, na Nova Corumbá e na rua Amazonas, no bairro Aeroporto; estudo de asfalto na rua Pará, no Jardinzinho. Por fim, pediu ao diretor da Agetrat uma faixa de pedestre em frente à escola Prof. Djalma Sampaio, no bairro Aeroporto. Pág.11 CEI Hélia Reis completou dois anos atendendo suas crianças com qualidade Luciano Costa Pediu à secretaria de infraestrutura: o patrolamento da alameda João Afonso no bairro Popular Velha; o reparo do lajotamento na alameda 17ºBC, no bairro Centro América e a reforma na quadra do bairro Arthur Marinho. À Agetrat, solicitou a readequação do tráfego na rua Delamare, em frente à Praça da República. Ordem do dia Foram ainda aprovados os projetos de lei: o primeiro autoriza a criação do programa municipal de conscientização e conservação para reuso da água proveniente de aparelhos de ar condicionado da rede municipal; e o segundo proíbe a interrupção de programas, projetos ou ações administrativas. Os alunos e a comunidade escolar do Centro Municipal de Educação Infantil Professora Hélia da Costa Reis estão em festa. Ontem, 11 de setembro, a instituição completou dois anos de funcionamento, atendendo com qualidade cerca de 200 alunos, de 0 a 5 anos. Primeiro Centro de Educação Infantil inaugurado na gestão do Prefeito Paulo Duarte, a instituição, assim como as demais da Reme, segue priorizando por uma educação de qualidade, principalmente para as crianças pequenas, que são a base de todo o processo educacional. Pensada e planejada por uma equipe de profissionais, considerando todas as etapas do desenvolvimento da criança até os 5 anos de idade, o CEI Professora Hélia da Costa Reis foi um marco na história do bairro Nova Corumbá e bairros de entorno, pois no local não possuía Centro de Educação Infantil. A instituição é composta por oito salas preparadas para atender as crianças, além de sala de informática e de leitura, um refeitório e uma ampla área de lazer, permitindo um cuidar de forma integrada, contribuindo para os primeiros conhecimentos da realidade social e cultural dos alunos. De acordo com a secretaria de Educação, toda a instituição atende a lei da acessibilidade. De acordo com a secretária de Educação, Roseane Limoeiro, a Educação Infantil é a fase de maior poder de crescimento, com significado próprio e um valor em si, é considerado um período que estabelece as bases para o desenvolvimento integral da criança, mas é também a fase que demanda maior cuidado e proteção, pois é a mais vulnerável. Se cuidarmos e educarmos com excelência a criança hoje, com certeza colheremos bons frutos na formação de uma sociedade mais justa e produtiva, destacou a responsável pela pasta.

12 Pág.12 Advogado ladarense, Dr. Dejailton Assad, assume a presidência do PDT municipal via provisória Dejailton Henrique Assad, advogado, Pós Graduado em Direito Público pela Uniderp-Campo Grande, assume a presidência do partido PDT em Ladário. Neto do saudoso Henrique Jorge Assad Pelado, filho do Fuzileiro Naval Sgt. Assad e da enfermeira Eloisa Assad, ambos aposentados da Marinha do Brasil, retorna a Pérola do Pantanal devido ao desafio do então Deputado Federal Dagoberto Nogueira (PDT), presidente do Diretório Regional no Mato Grosso do Sul, para estruturar o partido municipal. Dejailton que deixou a Pérola do Pantanal em busca de realização, hoje está de volta. Passados onze anos morando na Capital, hoje com a sua vinda, se depara com algumas pessoas perguntando, está de volta? Numa resposta saudável, sempre brinca... um bom filho sempre retorna a casa, risos. Dejailton nos garantiu que com a vinda dele para o PDT, será lançado um candidato a Prefeito pela sigla e que hoje há uma boa articulação com o empresário Ruso que pela quinta vez disputara a eleição de O presidente acredita na boa vontade do Ruso em administrar a cidade, por isso vem somando esforços para a filiação do mesmo. Dejailton, por ser cristão, nos fala que esta entrada dele para a vida política, nada mais é do que um pedido do pontífice Papa Francisco, quando se refere a política e aos jovens, sempre fala que: Envolver-se na política é uma obrigação para um cristão, nós não podemos fazer como Pilatos e lavar as mãos, não podemos. Devemos participar na vida política porque a política é uma das formas mais altas da caridade, porque busca o bem comum. E os leigos cristãos devem trabalhar na política. E deixa o convite a todos os Ladarenses para fazerem parte da mais nova família PDT. Carlos Brum (Tesoureiro do PDT no Estado), Deputado Federal Dagoberto Nogueira (Presidente do Diretório Estadual) e Dejailton Assad (Presidente do Diretório de Ladário).

13 Pág.13 Corumbaenses fazem uma viagem ao tempo e conhecem um pouco mais da cidade Um grupo de 40 pessoas do Centro de Convivência de Idosos (CCI) mantido pela Prefeitura de Corumbá, viveu uma manhã diferente esta semana. Todos trocaram as atividades que realizam na sede da instituição, localizada no Jardim dos Estados, e viajaram no tempo, contemplaram e reviveram momentos históricos já vividos por muitos deles que, um dia, ajudaram a construir nossa cidade. Tudo isso foi possível graças à visita que eles fizeram ao centro histórico da cidade, na região do Porto Geral, no mês em que Corumbá completa seus 237 anos. O passeio integra um projeto de sensibilização turística desenvolvido pela Prefeitura, por meio da Fundação de Turismo do Pantanal, o Corumbá a Pé, que está oferecendo uma perspectiva para que o cidadão corumbaense descubra o Porto Geral, o cartão postal da cidade. A Secretaria de Assistência Social e Cidadania aproveitou o programa para proporcionar às pessoas que frequentam o CCI, a oportunidade de participar das atividades disponibilizadas pelo Corumbá a Pé. E atingiu as expectativas. Uma das integrantes do grupo, Tereza da Costa, que há mais de 20 anos não visitava o Porto Geral, logo no início do passeio, já tinha certeza que seria marcante. Ah, isso tudo aqui é maravilhoso e eu já estava com saudades, admirou a idosa. Tenho certeza que eu nunca mais vou esquecer esse passeio. Foi a oportunidade de reviver cada pedacinho da história da minha vida e da minha família, agradeceu. Em um micro-ônibus, o grupo desembarcou no Sesc Corumbá, onde a viagem começou. Lá, eles assistiram através do grande telão do Cine SESC, o vídeo promocional de Corumbá. Esta é uma oportunidade de desenvolver com a turma da melhor idade, um programa de sensibilização turística, que é o Corumbá a Pé, explicou a diretora-presidente da Fundação de Turismo do Pantanal, Hélènemarie Dias Fernandes. Ainda segundo ela, o programa consiste em uma caminhada interpretativa pelo Porto Geral com visitas aos principais pontos turísticos da Orla Portuária. A proposta da Prefeitura é estimular que a população se aproprie da cidade, comentou, acrescentando que esta ação com o grupo do Conviver, foi desenvolvida juntamente com a Secretaria de Assistência Social e Cidadania. Após a visita ao Sesc Corumbá, o grupo caminhou até o Muphan, onde os integrantes conheceram um pouco da história da ocupação humana do Pantanal. Às vezes eu visito o Porto, mas não conhecia esse museu, comentou Silvério Ribeiro, de 78 anos, interessado nos acervos sobre a Guerra do Paraguai contra Tríplice Aliança. Atento, ele não tirava os olhos da guia que monitorava a visita pelo museu, prestando atenção em tudo que ela falava. Tenho tudo guardado na minha memória, comentava sempre ao ouvir um relato histórico. Durante o percurso por toda a extensão do museu, eles chegaram aos tempos atuais com o Trem do Pantanal. Fizeram questão de embarcar e viajar no tempo. Que gostoso ficar aqui. Nem tenho vontade de descer, relatou João Martins, de 80 anos, cearense, mas corumbaense por amor e opção há mais de oito anos. Isso tudo aqui é uma riqueza sem tamanho. As pessoas precisam conhecer esse tesouro que é esta cidade, declarou. E assim foi. Caminhando pelo Porto Geral, o grupo conheceu cada pedacinho da Orla que teve uma profunda transformação no século 21. Muitos não conheciam. Outros se surpreenderam com a transformação e com os equipamentos atuais. Ao término do passeio, o microônibus já à espera deles, o POSTO RIO AZUL Rua Dom Aquino Centro Corumbá, MS (67) sentimento era único: saudade. Vontade de voltar e fazer tudo de novo, disse Lídia Duram, de 61 anos. A gente tem vontade de viajar para tantos lugares do Brasil, e esquece que aqui em Corumbá é o melhor lugar para viver e conhecer, destacou. Quero conhecer ainda mais da minha cidade antes de sair daqui, finalizou. Novos grupos A secretária de Assistência Social e Cidadania, Mabel Sahib Aguilar, informou que este foi o primeiro grupo. Explicou que a intenção é levar todos os idosos atendidos pelos programas sociais do CCI, dos Centros de Referência de Assistência Social, do Condomínio dos Idosos e do Asilo São José. O intuito é promover uma viagem para contemplar, conhecer ou reviver momentos históricos vividos por nossos idosos que trabalharam para construir a exuberante Corumbá de nossos dias, seu patrimônio histórico e artístico da área do Porto Geral de Corumbá, explicou. Por isso formamos esta parceria com a Fundação de Turismo, para atender a turma da melhor idade, continuou. O cronograma será cumprido até o mês de outubro. Iniciamos pelo Centro de Convivência dos Idosos e, em seguida, vamos levar os idosos do Asilo São José e dos Centros de Referência da Assistência Social e do Condomínio dos Idosos, disse Mabel, adiantando que, nesta primeira etapa serão atendidos 270 idosos, sendo 40 participantes por passeio acompanhados por monitores e guias turísticos. Foi montada toda uma estrutura para os passeios, como locação de ônibus adequados para o embarque dos idosos, café da manhã na saída, além de um kit composto por frutas, suco e água. E a secretaria já está preparando para outubro, o início do Projeto Anos em Dias, também para os idosos. Serão passeios turísticos importantes para a recuperação da memória dos idosos, já que vivenciaram muitos dos acontecimentos que serão contados durante o trajeto. Será também uma oportunidade para combater o tempo ocioso, auxiliando na superação de dificuldades físicas e psíquicas, promovendo o bem-estar, desligando-os do isolamento e consequentemente, melhorando sua qualidade de vida. Por meio desse projeto serão visitados o Cristo Rei do Pantanal, no Morro do Cruzeiro; a Cacimba da Saúde; a Casa de Cultura Luiz de Albuquerque; Casa do Artesão; Casa de Escultura Artizu, além de passeios de barco pelo Rio Paraguai e pela Estrada Parque, culminando com uma visita a um balneário da cidade. As atividades integram as celebrações do Dia do Idoso, que acontece em 1º de outubro. Foto: Renê Marcio Carneiro/PMC

14 Pág.14 Justiça Itinerante atenderá população da comarca ca de Corumbá Nos dias 3 e 4 de outubro, uma das unidades móveis da Justiça Itinerante estará em Corumbá para atender a população. Para quem não conhece, a Justiça Itinerante está se mostrando uma caminho eficiente para a solução de problemas da população que necessita do judiciário sul-matogrossense. Criado em 2001 em Campo Grande, o serviço foi disponibilizado na Comarca de Dourados em 2013 e, desde março, o ônibus da Itinerante vem percorrendo as comarcas do interior. O ônibus já se deslocou para Coxim, Ponta Porã, Paranaíba, Três Lagoas e Nova Andradina. Por ser um serviço rápido e não gerar custos, a Justiça Itinerante atrai a população pela facilidade e por oferecer serviços jurídicos de modo ágil e de qualidade, pois tem competência para conciliar, processar e julgar causas cíveis de menor complexidade cujo valor não exceda 40 salários mínimos, bem como as causas relativas a direito de família. Entre os serviços mais procurados estão conversões de união estável em casamento, divórcio direto, alimentos, cobrança, conversão de separação em divórcio, execuções de alimentos, reconhecimento de paternidade, guarda, dissolução de união estável, exoneração de alimentos, investigação de paternidade, entre outros. Apesar de ser uma das mais rápidas formas de distribuir justiça, se a população que pretende utilizar os serviços já estiver com a documentação nas mãos, os resultados dos atendimentos podem ser ainda mais eficazes. Você sabe quais documentos deve levar? Sabe em que casos vai precisar de testemunha? Então fique atento para as orientações: a) reconhecimento de união estável ou conversão em casamento: - solteiros devem levar certidão de nascimento; - divorciados precisam da certidão de casamento, com averbação do divórcio; - viúvos podem levar certidão de casamento e certidão de óbito do (a) esposo (a) falecido (a), e a cópia do inventário ou formal de partilha; - documentos pessoais (RG e CPF) do casal e certidão de nascimento dos filhos; - duas testemunhas com documento (RG, Carteira de Trabalho ou CNH) que tenham conhecimento da convivência do casal e não sejam parentes. b) pensão alimentícia: - certidão de nascimento da (s) criança (s); endereço de quem vai se pedir os alimentos; documentos pessoais (RG e CPF); nome e endereço de três testemunhas. c) execução de alimentos: sentença que fixou os alimentos; certidão de nascimento da (s) criança (s); endereço do devedor da pensão alimentícia; documentos pessoais (RG e CPF) do interessado. d) conversão de separação judicial em divórcio: certidão de casamento com averbação da separação judicial; endereço do cônjuge, caso não seja consensual; documentos pessoais (RG e CPF) do requerente ou do casal para consensual; documentação de bens imóveis e móveis do casal, se ainda não houver sido feito a partilha na separação judicial. e) divórcio: certidão de casamento; endereço do cônjuge, caso não seja consensual; documentos pessoais (RG e CPF) do requerente ou do casal em caso consensual; certidão de nascimento dos filhos; documentação de bens imóveis e móveis do casal; nome e endereço de três testemunhas. f) reconhecimento de paternidade: certidão de nascimento da criança ou da pessoa a ser reconhecida; documentos pessoais dos pais (RG e CPF). g) investigação de maternidade: certidão de nascimento da criança; endereço do suposto pai; documentos pessoais (RG e CPF) do interessado; nome e endereço de três testemunhas. h) guarda: certidão de nascimento da crianças; endereço do pai ou da mãe de quem se vai pedir a guarda; documentos pessoais (RG e CPF) do requerente; nome e endereço de três testemunhas. Além dessas modalidades de ação, os corumbaense podem também pedir informações e esclarecimentos ou buscar outros serviços disponibilizados pelo Poder Judiciário. Importante esclarecer ainda que os que desejam se casar não precisam agendar, basta chegar cedo ao local de atendimento. No ônibus da Justiça Itinerante só podem casar pessoas a partir de 16 anos, mas devem estar acompanhados do pai e da mãe obrigatoriamente para autorizar o casamento do menor. E não se pode esquecer que para o reconhecimento de união estável e sua conversão em casamento, o casal já deve morar junto como se casados fossem. Preparado? Então aproveite a oportunidade em que a justiça vai até o cidadão.

15 Pág.15 Prefeito vai ao Ministério da Fazenda e trata de projetos de infraestrutura O prefeito Paulo Duarte se encontrou na quinta-feira, 10, com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, com quem tratou de projetos importantes para a cidade, principalmente na área de infraestrutura, tais como drenagem e pavimentação asfáltica. Paulo, que estava acompanhado do senador Delcídio do Amaral, informou, que a audiência com o ministro foi altamente positiva. Aproveitamos para apresentar não só ao ministro, mas aos técnicos do Tesouro Nacional, projetos extremamente importantes para a nossa cidade, em especial para a região sul, parte alta de Corumbá, inclusive em áreas de risco e de mobilidade urbana, disse. Detalhamos cada um dos projetos e o ministro mostrou-se bastante receptivo, elogiando a forma minuciosa com que os projetos foram desenvolvidos, continuou. Agora, vamos acompanhar de perto o andamento desses projetos que, além de importantes, possuem um caráter transformador para a região onde deverão ser desenvolvidos, continuou. O prefeito esteve em Brasília na quarta-feira, 09, cumprindo uma agenda, em busca de aprovação de projetos e viabilização de recursos para obras que vão contribuir para o desenvolvimento da cidade. O Chefe do Executivo corumbaense retornou sexta-feira, 11, a Corumbá.

16 POLICIAL Apenas 20 minutos: Após receber alvará de soltura, homem furta dois celulares e é detido pela PM Pág.16 Surpreendendo até mesmo os policiais militares, um homem foi detido em flagrante na noite de quinta-feira (10) no Centro de Corumbá, após o furto de dois celulares. Ao encaminhá-lo para a Delegacia de Polícia Civil, foi constato pela plantonista que o sujeito, pasmem, havia recebido o alvará de soltura a apenas 20 minutos. Ele saiu precisamente às 19h53 e detido às 20h10 do mesmo dia. O meliante foi detido no dia anterior, quarta-feira (09) às 9h51, por furto de forma tentada (não conseguiu efetuar a ação). O fato ocorreu em uma academia de musculação na rua 7 de Setembro esquina com a rua Cabral. Ao chegar ao local, os policiais encontraram o meliante já detido pelas vítimas que fizeram o relato dos fatos. Segundo relatos, o autor entrou na academia e furtou dois celulares que se encontravam na recepção em cima do balcão, aproveitando o momento de distração da vítima que foi chamar um aluno no interior do estabelecimento. Ao retornar a vítima deu falta dos aparelhos e viu o autor se retirando do local, ao virar a esquina o mesmo o abordou e perguntou se ele havia pego os celulares, o autor negou mas com a chegada da guarnição, o autor confessou ter furtado os dois aparelhos e os escondeu embaixo de um veículo que ali estava estacionado. Esse é um fato que surpreende mesmo, mas a constante de prender e soltar é mais comum do que se imagina, fato que constrange os próprios policias que veem todo os esforço praticamente por nada. Por sorte esse debochado não feriu alguém nessa noite. Nem igreja é poupada: Cadeiras, bicicleta e capacete foram roubados por menor Durante uma ronda pelos bairros Cristo Redentor, NªSª de Fátima e Popular Nova, a Guarnição de Força Tática da Polícia Militar foi acionada via 190 para se deslocar à rua Pedro II esquina com à rua Firmo de Matos. De acordo com a denúncia anônima, indivíduos estariam furtando uma igreja, a guarnição, ao averiguar o terreno próximo, encontrou um indivíduo de 15 anos escondido no meio de uma moita e portava uma bicicleta da marca Caloi na cor branca com rosa e, bem próximo ao mesmo estariam 12 cadeiras de plástico. O menor, após ser interrogado, relatou que todos os objetos foram furtados por ele e um comparsa de 37 anos, relatou também que os objetos, incluindo um capacete na cor branca eram da residência na rua Dom Pedro II. Após obter as informações necessárias, a guarnição entrou contatou o proprietário da casa surrupiada, onde o mesmo, confirmou a ação criminosa. A PM conseguiu recuperar as 12 cadeiras de plástico e a bicicleta Caloi, porém o capacete levado pelo comparsa de 37 anos não foi encontrado naquele momento, mas o indivíduo foi identificado pela polícia e, ao realizarem diligências, o autor (37) foi encontrado e, juntamente com ele, o capacete. A vítima e o menor foram encaminhados para a delegacia da Polícia civil, afim de que todas as providências sejam tomadas. O fato ocorreu às duas horas da manhã deste sábado (12). Por Swellen Freitas Agostini Foto: Divulgação/PM Fotos: Divulgação/PM

17 Pág.17 A cultura educativa adoeceu precisamos abraçá-la. Hannah Arendt, influente filósofa judia do século XX, lembrava que tempos de crise instigam a reflexão humana a buscar por respostas para sua nova realidade. Esta mesma filósofa em seu trabalho Entre o passado e o futuro (Ed. Perspectiva, a. 2000) atentava sobre a banalidade da cultura em tempos de crise que, para ela, desgastada para consumo, artificializada para ser enfileirada numa prateleira, só se tornava atrativa ao Estado quando lucrativa ao Mercado. Impunha-se um preço em cima do objeto cultural e instantaneamente o objeto se propagava a nível midiático. Logo, a cultura educativa não tem mesmo valor que a cultura utilitária. E isto nos parece cada vez mais tangível ao vermos que os setores da Educação e da Cultura a educativa, não a industrial são os primeiros a ruírem diante uma crise. Atualmente, a palavra crise tornou-se um mantra. Mas será que é somente a tal crise econômica a culpada deste distanciamento entre a população e a cultura educativa? Trabalhei longos 12 meses no Museu de História do Pantanal, no Porto Geral de Corumbá. Lembro-me que, depois do primeiro dia de trabalho, ao chegar na faculdade e divulgar a notícia entre meus colegas, muitos me olharam impressionados e indagaram: Há um museu em Corumbá?!. Seria compressível a surpresa se o Muhpan houvesse inaugurado no ano de 2014 ah, é algo recente, tudo bem. Mas não, não era uma instituição recente. O Muhpan, aberto em 2008, já possuía mais de meia década de inauguração. Ah, deve ser caro, nem todo mundo tem dinheiro para ir em um lugar desses. Não, não era caro, pois ele era gratuito. Sim, total free. Ah, sua localização não é boa. Oras, o Porto Geral não é o lugar mais visitado de Corumbá? Nunca encontrei uma boa resposta para esse desconhecimento e desinteresse para com o museu. Interativo, refrigerado, 3 andares com coleções de acervos que remontam a Pré- História no Pantanal até a atualidade, monitorado, organizado e com boa recepção. Mesmo assim, a grande parte do público era de estrangeiros. Quando não eram estrangeiros, eram acadêmicos ou estudantes de ensino regular com visitadas agendadas. Mas sabe aqueles curiosos da própria cidade que entram no museu sem compromisso somente pelo desejo de conhecer? Eram raros. Pelo contrário, a maioria quando convidada a entrar torcia o nariz. O olhar exprimia: Ah, não, é chato. Vamos em outro lugar. Certa vez, lembro-me de um grupo da USP no Muhpan. USP! Das maiores universidades do Brasil. Senti aquele frio na barriga de guiar tais estudantes que, ao meu ver, deveriam ser dos mais exigentes e intelectuais que eu iria me deparar. Preparei-me junto aos meus melhores livros, treinei minha voz, minha postura, minha retórica. Ah, ledo engano! Se havia dois ou três alunos me questionando, era muito. A grande maioria, munida de seus iphones, tablets e paus de selfie, só desejou saber a senha do WiFi e se eu poderia tirar boas fotos enquanto eles posavam ao lado de acervos que não fizeram questão de conhecer a história. O acervo histórico com seus mais de 3000 anos de história estático ao lado do estudante, como um boneco colorido que enfeita um posto de gasolina. O museu, assim como outras instituições culturais tradicionais, parece ter sido legado ao passado fruto de uma época quando a tecnologia não havia nos corrompido. Acervos históricos? Posso ver isto no Google com dois cliques, pensa-se agora. Além do elitismo que sempre espreitou a cultura erudita museu é para gente letrada, bem vestida, et cetera. Foi, para tanto, que o Muhpan pretendeu desfigurar estas barreiras e se tornar inclusivo: sem preço e dinâmico. Mas então, amigos... parece que não foi suficiente. Com o tempo, eu passei a notar que grande parte desta cultura/educação que adoece não é simplesmente pela crise econômica. É uma crise humana, ouso dizer que é a crise da nova geração. Neste ano de 2015, o Moinho Cultural, instituição reconhecida pelos seus trabalhos artísticos e gratuitos a comunidade corumbaense, ladarense e boliviana, esteve falindo. O convênio com a Vale não ia bem a Vale estava em crise e o efeito cascata atingiu seus patrocínios. Tive a oportunidade de dar aulas de Educação Patrimonial durante algumas semanas no Moinho Cultural. Foram poucas semanas, mas ver de perto aquele trabalho magnifico, de crianças terem contato com instrumentos musicais como piano, cello e violino, engradeceu meus olhos e meu coração. Eu facilmente visitaria a instituição somente para observar aquele amontoado de crianças eufóricas e humildes, serem educadas com amor através das artes. Tenho em mente de que a fórmula certa da Educação não jaz no Ensino Superior, mas está lá embaixo, logo na infância. É de pequeno que se torce o pepino. As crianças, ainda pequenas, que são educadas dignamente, tornam-se jovens questionadores e sensíveis a vida. De todo modo, a instituição se mantém através da campanha Abrace o Moinho. Eu sinceramente não sei se todos abraçaram e se todos abraçariam o Moinho. Alguém me disse no ponto de ônibus: Vou pagar pro filho dos outros fazer balé. Quanto egoísmo, eu pensei. Não é o filho dos outros, é a semente que plantamos, é a nossa próxima geração, devemos abraçar. Mas que utilidade nos tem a cultura educativa neste mundo mecânico? O Museu de História do Pantanal não está bem, adoeceu. Seus convênios Por Nathalia Claro Moreira. seguem o abismo que o próprio Moinho abarcou. Quantas pessoas abraçariam o Muhpan? Eu realmente não tenho bom pressentimento. Uma divina intervenção do Estado é tão utópica quanto, espontaneamente, toda a população, do dia para a noite, tomar consciência de que deve se sensibilizar mais para a cultura educativa que lhe cerca. Não é uma questão somente de visitar um museu ou ir à um concerto de música clássica do Moinho Cultural. É uma questão de não se apegar somente ao produto descartável. É uma questão de se deixar consumir pela cultura educativa, de se fazer parte dela. Não esperemos que todas as instituições culturais de Corumbá desabem à falência para sentirmos falta. Visitemnas, abracem-nas, façam valer a pena os investimentos feitos em nossa cidade. O Museu de História do Pantanal está aberto da quarta-feira ao sábado das 13h00 ás 17h30, e aos domingos das 8h00 às 12h00. Endereço: R. Manoel Cavassa, Centro, Corumbá - MS, Telefone: (67)

18 Pág.18 Corumbaense de coração, há 70 anos argentino vende de tudo na Casa Katurchi Bairrista mesmo, filho de sírio e nascido na Argentina, os olhos apaixonados com que ele vê a Cidade Branca são os mesmos do menino Jorge José que chegou a Corumbá de navio, aos 6 anos de idade. Ainda pequeno, o pai já aguardava a família no cais e a lembrança que ficou não foi nem do abraço paterno, mas dos animais à beira do rio, no Pantanal. Numa visita a Corumbá, a gente que é de fora se pergunta quem são os personagens que contam a história da cidade. Há 80 anos uma das famílias é a Katurchi, seu José e dona Amélia, que estabeleceram comércio, vida e trabalho ainda nos tempos de ouro da região, em Batemos à porta de um antigo escritório, no cruzamento das ruas Frei Mariano e Dom Aquino Corrêa. Os dizeres da fachada já anunciam que ali encontraríamos o menino apaixonado, Jorge José Katurchi, hoje com 88 anos. Ao entramos, ele pede um pouco mais de tempo, precisa fechar o caixa que não está batendo. A mesa do escritório tem um telefone ainda do passado, calculadora e a mente de seu Katurchi a contabilizar. Ele pede que a gente então se sente para ouvi-lo, mas de antemão avisa que não gosta de falar de si. Modesto, porque tem grande responsabilidade pela história que a Cidade Branca protagonizou. Já teve vários títulos e posições, só não ocupou cadeiras políticas - como ele mesmo diz - porque não quis. Corumbá, em outras épocas, foi importante, tinha o maior terceiro porto fluvial do Brasil, mas isso há anos atrás, diz como quem quer apresentar uma velha Corumbá. Nascido na Argentina, filho de um imigrante sírio, até os 18 anos de idade ele torceu para times argentinos, mas quando teve de fazer o serviço militar é que quis consolidar o coração corumbaense. Foi até a cidade natal, mas conseguiu ser dispensado. Eu sou bairrista mesmo, eu sinto um amor que você não tem ideia. Quando pedimos a ele que então descreva, seu Katurchi busca na memória o que despertou tanta paixão. Nós chegamos de navio, eu tinha 5 anos de idade e eu nunca me esqueço, meu pai estava ns esperando no cais do porto. Aqui era terra prometida, ele saiu da Síria, foi para a Argentina e veio para cá. Minha primeira impressão que me atraiu muito, aquela maravilha, o Pantanal e principalmente o calor humano que é o corumbaense, você não me leve a mal..., brinca. Ele se desculpa por dar a entender que perto de Corumbá, o campo-grandense não tenha a mesma receptividade e ele está certo, mais uma vez. A descrição não para durante toda a conversa: a natureza, o cenário, os animais na beira do rio... Terminamos fazendo grandes amizades aqui que não cabe a mim citar. Criamos um amor muito grande pela cidade, meu pai tinha comércio na parte alta, trouxe o primeiro supermercado de Corumbá e nós fomos o mais antigo distribuidor de fermente Fleischmann do Brasil, conta. Há sete décadas, a Casa Katurchi ocupa exatamente as esquinas do Centro onde está o escritório. O local já vendeu de tudo: milho, feijão, galinha, a melhor laranja do mundo. De cereais a arames farpados, passando eletrodomésticos. Precursores de tudo, dona Amélia e seu José Katurchi, pais de Jorge. Corumbá devolveu o amor que seu Katurchi sentia pela cidade. Eu vi minha mulher pela primeira vez no Porto de Corumbá. O andar mais bonito do mundo, é nessa que eu vou, eu vou casar com ela. E casou. Nas memórias, além da vida inteira vivida ali, o bilhete do primeiro Trem do Pantanal ainda segue intacto na gaveta, ele apanhou sem destino, apenas para fazer e ser história. Ao final da entrevista, se lembra de mudar as folhinhas que carregam data e dizeres de inspiração e não é que o virar da página resume o que ele tem a dizer? Cada pessoa cria seu próprio destino. E ele criou ali, em Corumbá. Paula Maciulevicius Campo Grande News Fotos: Marcos Ermínio/CGNews

19 Pág.19 GUERRA NA SÍRIA X IMPRENSA GOLPISTA A imprensa internacional está distorcendo tudo o que está acontecendo na Síria, um dos países mais antigos do planeta, o qual nunca teve um refugiado sírio na história dela antes do dia 15 de março de Por que esta mídia golpista não noticia a verdade? Que os governos dos EUA, da União Europeia, em especial França, Inglaterra, Alemanha e Bélgica; além do Canadá, Turquia, Austrália, aliados a 23 países árabes criminosos, principalmente a família real saudita, Qatar, Emirados Árabes, Kuait, Bahren, Jordânia, Israel, Líbano que enviaram pra Síria terroristas do Estado Islâmico, da Al Qaida, da Al Jihad, todos fabricados pelos EUA. Estes terroristas têm bases nos países que fazem fronteira com a Síria: 15 bases na Turquia, 8 no Líbano, 12 na Jordânia, 10 no Norte do Iraque, além de todo território de Israel que é usado como base de treino para os terroristas! Os terroristas são treinados pela CIA dos EUA e também por especialistas de Israel, Alemanha, França e Inglaterra! Ao total, são aproximadamente 500 mil terroristas vindos de 83 diferentes países, treinando nestas bases! E todas as despesas com este treinamento é financiado pelos países do PetroDólar: Arábia Saudita, Qatar, Emirados Árabes, Kwait, Bahrem e Oman; países criminosos que gastam bilhões de dólares para pagar os salários de quem treina os terroristas, para comprar as armas que eles usam para destruir o povo da Síria! 80% da imprensa brasileira divulga na TV, nos meios de comunicação impressos, na internet e nas rádios, em especial a Globo e a Editora Abril, grandes aliados de Israel. Desde o início da guerra, a Globo Sionista Golpista divulga que quem mata o povo da Síria é o governo e que estes terroristas que destroem o país são da oposição do governo! Que oposição é essa? Como assim? Mercenários vindos da Chechênia, do Paquistão, do Afeganistão, da União Europeia são oposição? Agora os EUA e seus aliados perderam o controle sobre os fanáticos do Estado Islâmico! E o mundo assiste a todo tipo de atrocidade contra vidas humanas e contra patrimônios históricos sem fazer nada! Mais de 250 mil civis e militares mortos, dentre eles, 40% são crianças e jovens de 0 a 15 anos! Até quando isso vai durar? E pra piorar tudo, agora eles divulgam uma quantidade de refugiados que não existe! Realmente, há milhares de sírios refugiados no mundo desde que a guerra começou! Mas, se a Síria tem 24 milhões de habitantes, como pode ter 12 milhões de refugiados como foi divulgado no Jornal Hoje da Globo, SINDICATO RURAL DE CORUMBÁ Valorizando a classe! Mantendo as tradições! Pecuarista de nossa região: A união faz a força. Torne-se um filiado. Avenida General Rondon, entre as ruas Frei Mariano e 15 de Novembro. Fones: (67) no dia 04 de setembro? Isto é uma calúnia! Mais uma mentira absurda desta mídia golpista e sionista! Imagens de pessoas de outros países, de outras raças migrando pra Europa foram usadas como imagens de sírios se refugiando! A Síria e o seu povo quer a sua paz de volta! Este é o meu apelo! Chega de calúnia! Vamos fazer algo por este país que clama por justiça! Que Deus nos proteja! Por Ali Seher

20 Pág.20 "Atenção Moradores para a Coleta de Galhos Setorizada esta semana nas ruas!" 4ª Semana Setembro 21 a 26 4ª SEMANA - DOM BOSCO, GENEROSO E ARTHUR MARINHO SENTIDO NORTE/SUL -RUA GABRIEL VANDONI DE BARROS ENTRE RUA DELAMARE E RUA DOM AQUINO CORREA. -RUA REPÚBLICA DO PARAGUAI ENTRE RUA TREZE DE JUNHO E RUA AMÉRICA. -ALAMEDA NOSSA SENHORA DE APARECIDA ENTRE RUA DOM AQUINO CORREA E RUA CUIABÁ. -ALAMEDA ANTONIO AMARAL ENTRE RUA CUIABÁ E RUA AMÉRICA. -RUA REPÚBLICA DA BOLIVIA ENTRE AVENIDA GENERAL RONDON E RUA AMÉRICA. -ALAN KARDEC ENTRE ALAMEDA MAUA E ALAMEDA ANA ROSA. -ALAMEDA BRASIL ENTRE AVENIDA GENERAL RONDON E RUA DELAMARE. -ALAMEDA LARANJEIRA ENTRE ALAMEDA MAUA E RUA TREZE DE JUNHO. -RUA MARECHAL FLORIANO ENTRE ALAMEDA CORDOLINA E RUA AMÉRICA. -RUA MARECHAL DEODORO ENTRE RUA JOSÉ SABINO E RUA AMÉRICA. -ALAMEDA MILITAR ENTRE RUA AMÉRICA E RUA CUIABÁ. -RUA JOSÉ FRAGELLI ENTRE JOSÉ SABINO E RUA AMÉRICA. -ALAMEDA LUIS AUGUSTO ENTRE RUA CUIABÁ E RUA AMÉRICA. -RUA CIRIACO DE TOLEDO ENTRE RUA JOSÉ SABINO E RUA AMÉRICA. -EDU ROCHA ENTRE ALAMEDA RIO DE JANEIRO E RUA AMÉRICA. -RUA VINTE E UM DE SETEMBRO ENTRE ALAMEDA DO CORTONO E RUA AMÉRICA. -ALAMEDA ELESBÃO ENTRE ALAMEDA JOSÉ SABINO E ALAMEDA PERIMETRAL. 4ª SEMANA - DOM BOSCO, GENEROSO E ARTHUR MARINHO SENTIDO LESTE/OESTE -ALAMEDA MAUA ENTRE RUA ALAN KARDEC E RUA MARECHAL FLORIANO. -ALAMEDA CORDOLINA ENTRE RUAMARECHAL FLORIANO E RUA MARECHAL DEODORO. -RUA JOSÉ SABINO ENTRE RUA MARECHAL DEODORO E RUA CIRÍACO DE TOLEDO. -ALAMEDA FLORIANO ENTRE RUA MARECHAL FLORIANO E RUA MARECHAL DEODORO. -ALAMEDA SÃ ENTRE RUA MARECHAL FLORIANO E RUA MARECHAL DEODORO. -ALAMEDA ODILON ENTRE RUA MARECHAL FLORIANO E RUA JOSÉ FRAGELLI. -ALAMEDA PERIMETRAL ENTRE JOSÉ FRAGELLI E RUA CIRÍACO DE TOLEDO. -AVENIDA GENERAL RONDON ENTRE RUA GABRIEL VANDONI DE BARROS E RUA JOSÉ FRAGELLI. -ALAMEDA PAIAGUAIS ENTRE RUA MARECHAL FLORIANO E RUA MARECHAL DEODORO. -DELAMARE ENTRE RUA GABRIEL VANDONI DE BARROS E RUA 21 DE SETEMBRO. -ALAMEDA CHILE ENTRE RUA GABRIEL VANDONI DE BARROS E RUA REPUBLICA DA BOLIVIA. -ALAMEDA ARGENTINA ENTRE RUA GABRIEL VANDONI DE BARROS E RUA REPÚBLICA DA BOLÍVIA. -ALAMEDA TAQUARI ENTRE RUA MARECHAL FLORIANO E RUA MARECHAL DEODORO. -TREZE DE JUNHO ENTRE RUA GABRIEL VANDONI DE BARROS ERUA LUIS FEITOSA RODRIGUES. -ALAMEDA RENER ENTRE RUA REPÚBLICA DO PARAGUAI E RUA ALLAN KARDEC. -ALAMEDA NHE COLANDIA UM ENTRE RUA MARECHAL FLORIANO E RUA MARECHAL DEODORO. -DOM AQUINO CORREA ENTRE RUA REPÚBLICA DO PARAGUAI E RUA LUIS FEITOSA RODRIGUES. -ALAMEDA NHE COLANDIA ENTRE RUA REPÚBLICA DA BOLÍVIA E RUA ALLAN KARDEC. -ALAMEDA ILZA ENTRE RUA ALLAN KARDEC E RUA MARECHAL FLORIANO. -RUA CUIABÁ ENTRE RUA REPÚBLICA DO PARAGUAI E RUA LUIS FEITOSA RODRIGUES. -ALAMEDA ANA ROSA ENTRE RUA REPÚBLICA DA BOLIVIA E RUA MARECHAL FLORIANO. -ALAMEDA JOAQUIM PEREIRA ENTRE RUA EDU ROCHA E RUA LUIS FEITOSA RODRIGUES. -RUA AMÉRICA ENTRE RUA REPÚBLICA DO PARAGUAI E RUA LUIS FEITOSA RODRIGUES. DICAS DE BELEZA E PROTEÇÃO DA PELE COM PATRICIA FONSECA MAQUIAGEM CASEIRA - Usar produtos em creme antes de usar o pó pois o produto cremoso proporciona uma maquiagem duradoura. - Delinear os lábios e usar pincel ao aplicar o batom, isso evita que o batom escorra. - Usar pó translúcido para fixar a maquiagem ajuda a criar um efeito aveludado e sequinho no rosto. - Esfumar a sombra em direção à sobrancelha para levantar e aumentar o olhar. - Passar o blush no osso da bochecha e esfumar para as têmporas. - Fazer contorno facial, essa técnica usa o jogo do claro e escuro para afinar e dar forma a face. - Reforçar e pentear as sobrancelhas. - Passar uma camada generosa de pó sob os olhos quando for aplicar sombra. - Aplicar corretivo com os dedos. - Aplicar a base também no pescoço. - Usar iluminador, pois ela deixa a maquiagem com cara de modernidade. - Tirar o excesso de produto do pincel batendo no dorso da mão - Depositar bastante rímel na raiz dos cílios. - Marcar o côncavo dos olhos. Patrícia da Conceição Santos Fonseca é Esteticista e Maquiadora Profissional. PRODUTOS ORTOPÉDICOS EM GERAL.

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance Sobre o autor: Meu nome é Rodrigo Marroni. Sou apaixonado por empreendedorismo e vivo desta forma há quase 5 anos. Há mais de 9 anos já possuía negócios paralelos ao meu trabalho e há um pouco mais de

Leia mais

Lei Maria da Penha Lei 11.340/06

Lei Maria da Penha Lei 11.340/06 Legislação Penal Especial Aula 02 Professor Sandro Caldeira Lei Maria da Penha Lei 11.340/06 Art. 1 o Esta Lei cria mecanismos para coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher, nos

Leia mais

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você!

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Este Livro Digital (Ebook) é fruto de uma observação que eu faço no mínimo há dez anos nas Redes Sociais, e até pessoalmente na convivência

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem.

MARIANA: Fátima? Você tem certeza que seu pai vai gostar? Ele é meio careta, apesar de que é uma linda homenagem. Pais e filhos 1º cena: música ambiente (início da música pais e filhos legião urbana - duas pessoas entram com um mural e começam a confeccionar com frases para o aniversário do pai de uma delas (Fátima),

Leia mais

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível).

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível). , Luiz Inácio Lula da Silva, durante a inauguração da República Terapêutica e do Consultório de Rua para Dependentes Químicos e outras ações relacionadas ao Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack São

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1

LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1 LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1 TESOUREIRO 41 ANOS DE TRABALHO Empresa Horizonte Nascido em Itapipoca, Ceará Idade: 76 anos Esposa: Maria Pinto de Oliveira Praciano Filhos: Lucineide Eu entrei na Empresa

Leia mais

www.rockstarsocial.com.br

www.rockstarsocial.com.br 1 1 Todos os Direitos Reservados 2013 Todas As Fotos Usadas Aqui São Apenas Para Descrição. A Cópia Ou Distribuição Do Contéudo Deste Livro É Totalmente Proibida Sem Autorização Prévia Do Autor. AUTOR

Leia mais

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA

DESENGANO CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA DESENGANO FADE IN: CENA 01 - CASA DA GAROTA - INT. QUARTO DIA Celular modelo jovial e colorido, escovas, batons e objetos para prender os cabelos sobre móvel de madeira. A GAROTA tem 19 anos, magra, não

Leia mais

12/02/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República

12/02/2010. Presidência da República Secretaria de Imprensa Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da Escola Municipal Jornalista Jaime Câmara e alusiva à visita às unidades habitacionais do PAC - Pró-Moradia no Jardim do Cerrado e Jardim Mundo

Leia mais

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes All You Zombies Wendel Coelho Mendes Versão Portuguesa, Brasil Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959 Esse conto é minha versão sobre a verdadeira história de All You Zombies,

Leia mais

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento.

P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. museudapessoa.net P/1 Seu Ivo, eu queria que o senhor começasse falando seu nome completo, onde o senhor nasceu e a data do seu nascimento. R Eu nasci em Piúma, em primeiro lugar meu nome é Ivo, nasci

Leia mais

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país Brasil Você sabia que... A pobreza e a desigualdade causam a fome e a malnutrição. Os alimentos e outros bens e serviços básicos que afetam a segurança dos alimentos, a saúde e a nutrição água potável,

Leia mais

Tucano nega plano para 2014 e atribui rejeição à ideia, explorada por adversários, de que deixaria prefeitura

Tucano nega plano para 2014 e atribui rejeição à ideia, explorada por adversários, de que deixaria prefeitura Fonte: O Globo 'Ficam dizendo que vou sair de novo' Tucano nega plano para 2014 e atribui rejeição à ideia, explorada por adversários, de que deixaria prefeitura Fernanda da Escóssia, Germano Oliveira,

Leia mais

Historinhas para ler durante a audiência dos pais. Pio Giovani Dresch

Historinhas para ler durante a audiência dos pais. Pio Giovani Dresch Historinhas para ler durante a audiência dos pais Pio Giovani Dresch Historinhas para ler durante a audiência dos pais Pio Giovani Dresch Ilustrações: Santiago Arte: www.espartadesign.com.br Contatos

Leia mais

Assim nasce uma empresa.

Assim nasce uma empresa. Assim nasce uma empresa. Uma história para você que tem, ou pensa em, um dia, ter seu próprio negócio. 1 "Non nobis, Domine, non nobis, sed nomini Tuo da gloriam" (Sl 115,1) 2 Sem o ar Torna-te aquilo

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM Roteiro para curta-metragem Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM SINOPSE José é viciado em drogas tornando sua mãe infeliz. O vício torna José violento, até que

Leia mais

FUGA de Beatriz Berbert

FUGA de Beatriz Berbert FUGA de Beatriz Berbert Copyright Beatriz Berbert Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 FUGA FADE IN: CENA 1 PISCINA DO CONDOMÍNIO ENTARDECER Menina caminha sobre a borda

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

Lei Maria da Penha. Pelo fim da violência. ulher. contra a

Lei Maria da Penha. Pelo fim da violência. ulher. contra a Lei Maria da Penha Pelo fim da violência ulher contra a Ligação gratuita, 24 horas, para informações sobre a Lei Maria da Penha e os serviços para o atendimento às mulheres em situação de violência. Lei

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

As 12 Vitimas do Medo.

As 12 Vitimas do Medo. As 12 Vitimas do Medo. Em 1980 no interior de São Paulo, em um pequeno sítio nasceu Willyan de Sousa Filho. Filho único de Dionizia de Sousa Millito e Willian de Sousa. Sempre rodeado de toda atenção por

Leia mais

Pronunciamento à nação do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de posse Palácio do Planalto, 1º de janeiro de 2007

Pronunciamento à nação do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de posse Palácio do Planalto, 1º de janeiro de 2007 Pronunciamento à nação do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de posse Palácio do Planalto, 1º de janeiro de 2007 Meus queridos brasileiros e brasileiras, É com muita emoção

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila São Pedro

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila São Pedro , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila São Pedro São Bernardo do Campo-SP, 29 de dezembro de 2009 Nós vamos ganhar um pouco de tempo aqui.

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Marcos Tolentino revela como se tornou o presidente da Rede Brasil de Televisão - RBTV

Marcos Tolentino revela como se tornou o presidente da Rede Brasil de Televisão - RBTV DINO - Divulgador de Notícias Marcos Tolentino revela como se tornou o presidente da Rede Brasil de Televisão - RBTV Marcos Tolentino conta sua trajetória e revela como o filho de um vendedor de carros

Leia mais

USUÁRIO É CONDENADO POR DROGAS DE TERCEIROS

USUÁRIO É CONDENADO POR DROGAS DE TERCEIROS NOME DEFENSOR: DAWIDSON PAULA DA JESUS ESTADO: SÃO PAULO DESCRIÇÃO DO CASO QUALIFICAÇÃO NOME: SEXO: ROGERIO ALMEIDA BARBOSA MASCULINO IDADE: 18-21 COR: PARDO GRAU DE INSTRUÇÃO: RELIGIÃO: CATÓLICA FUNDAMENTAL

Leia mais

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 1 JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 ENTREGADOR DE CARGAS 32 ANOS DE TRABALHO Transportadora Fácil Idade: 53 anos, nascido em Quixadá, Ceará Esposa: Raimunda Cruz de Castro Filhos: Marcílio, Liana e Luciana Durante

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG

VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG Um cacique kaingang, meu amigo, me escreveu pedindo sugestões para desenvolver, no Dia do Índio, o seguinte tema em uma palestra: "Os Valores Culturais da Etnia Kaingáng".

Leia mais

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência 43 5 ADOLESCÊNCIA O termo adolescência, tão utilizado pelas classes médias e altas, não costumam fazer parte do vocabulário das mulheres entrevistadas. Seu emprego ocorre mais entre aquelas que por trabalhar

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher Palácio do Planalto, 12 de março de 2003 Minha cara ministra Emília Fernandes, Minha cara companheira Benedita da

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Escola Municipal de Ensino Fundamental David Canabarro Florianópolis, 3892 Mathias Velho/Canoas Fone: 34561876/emef.davidcanabarro@gmail.com DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Nome: Stefani do Prado Guimarães Ano

Leia mais

Escrito por WEBMASTER Douglas Ter, 25 de Setembro de 2012 10:07 - Última atualização Ter, 25 de Setembro de 2012 10:09

Escrito por WEBMASTER Douglas Ter, 25 de Setembro de 2012 10:07 - Última atualização Ter, 25 de Setembro de 2012 10:09 BÃO OCÊ QUERIA O QUE, SALÁRIO PRESIDIARIO R$ 960,00 REAIS PROS BANDIDO, TRAFICANTE, ESTRUPADOR E ASSASINOS E UM PAI DE FAMILIA TRABALHADOR UM SALARIO MINIMO DE R$ 622,00 REAIS, AI JA É MAIS DA CONTA, ACHO

Leia mais

Lei MARIA DA PENHA 3 anos depois

Lei MARIA DA PENHA 3 anos depois Lei MARIA DA PENHA 3 anos depois Três anos depois, lei Maria da Penha diversifica perfil de mulheres que procuram ajuda contra violência doméstica. Quais são os resultados trazidos pela lei Maria da Penha?

Leia mais

"ATIROU PARA MATAR" Um roteiro de. Nuno Balducci (6º TRATAMENTO)

ATIROU PARA MATAR Um roteiro de. Nuno Balducci (6º TRATAMENTO) "ATIROU PARA MATAR" Um roteiro de Nuno Balducci (6º TRATAMENTO) Copyright 2013 de Nuno Balducci Todos os direitos reservados. balducci.vu@gmail.com (82) 96669831 1 INT. DIA. LANCHONETE CHINESA Uma GAROTA

Leia mais

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)?

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)? Entrevista concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após cerimônia de apresentação dos resultados das ações governamentais para o setor sucroenergético no período 2003-2010 Ribeirão

Leia mais

Escola de Português Verão de 2015 Ano 13 Nível 2 Exercícios Semana 1 Parte 2 Revisão Verbos irregulares no pretérito perfeito do indicativo:

Escola de Português Verão de 2015 Ano 13 Nível 2 Exercícios Semana 1 Parte 2 Revisão Verbos irregulares no pretérito perfeito do indicativo: Escola de Português Verão de 2015 Ano 13 Nível 2 Exercícios Semana 1 Parte 2 Revisão Verbos irregulares no pretérito perfeito do indicativo: 1) Complete as frases abaixo com o pretérito perfeito dos seguintes

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

OS 3 PASSOAS PARA O SUCESSO NA SEGURANÇA PATRIMONIAL

OS 3 PASSOAS PARA O SUCESSO NA SEGURANÇA PATRIMONIAL WWW.SUPERVISORPATRIMONIAL.COM.BR SUPERVISOR PATRIMONIAL ELITE 1 OS 3 PASSOS PARA O SUCESSO NA CARREIRA DA SEGURANÇA PATRIMONIAL Olá, companheiro(a) QAP TOTAL. Muito prazer, meu nome e Vinicius Balbino,

Leia mais

Rio de Janeiro-RJ, 07 de março de 2007

Rio de Janeiro-RJ, 07 de março de 2007 Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração dos condomínios do Programa de Arrendamento Residencial em Santa Cruz Rio de Janeiro-RJ, 07 de março de 2007

Leia mais

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS. São Geraldo/Barnabé

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS. São Geraldo/Barnabé Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS São Geraldo/Barnabé Data: 29/04/2015 Nomes: Nícolas Christmann João Marcelo Paulo Francisco Matheus Valadares

Leia mais

Uma Prostituta Carioca Foi (de Novo) Sequestrada e Ameaçada pela Polícia

Uma Prostituta Carioca Foi (de Novo) Sequestrada e Ameaçada pela Polícia 1 2015 VICE Media LLC Uma Prostituta Carioca Foi (de Novo) Sequestrada e Ameaçada pela Polícia março 19, 2015 Por Matias Maxx Repórter Foto por Matias Max. No ano passado, poucas semanas antes do início

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

coleção Conversas #10 - junho 2014 - Respostas que podem estar sendo feitas para algumas perguntas Garoto de Programa por um.

coleção Conversas #10 - junho 2014 - Respostas que podem estar sendo feitas para algumas perguntas Garoto de Programa por um. coleção Conversas #10 - junho 2014 - Eu sou Estou garoto num de programa. caminho errado? Respostas para algumas perguntas que podem estar sendo feitas Garoto de Programa por um. A Coleção CONVERSAS da

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita às obras da usina hidrelétrica de Jirau

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita às obras da usina hidrelétrica de Jirau , Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita às obras da usina hidrelétrica de Jirau Porto Velho-RO, 12 de março de 2009 Gente, uma palavra apenas, de agradecimento. Uma obra dessa envergadura não poderia

Leia mais

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque Fantasmas da noite Uma peça de Hayaldo Copque Peça encenada dentro de um automóvel na Praça Roosevelt, em São Paulo-SP, nos dias 11 e 12 de novembro de 2011, no projeto AutoPeças, das Satyrianas. Direção:

Leia mais

MEMPORIAS DOS APOSENTADOS JOSÉ CARLOS ORTIZ PROMOTOR DE JUSTIÇA APOSENTADO ENTRÂNCIA ESPECIAL INÍCIO E SAÍDA DO MPSP: 01/12/1978 A 08/08/1997

MEMPORIAS DOS APOSENTADOS JOSÉ CARLOS ORTIZ PROMOTOR DE JUSTIÇA APOSENTADO ENTRÂNCIA ESPECIAL INÍCIO E SAÍDA DO MPSP: 01/12/1978 A 08/08/1997 MEMPORIAS DOS APOSENTADOS JOSÉ CARLOS ORTIZ PROMOTOR DE JUSTIÇA APOSENTADO ENTRÂNCIA ESPECIAL INÍCIO E SAÍDA DO MPSP: 01/12/1978 A 08/08/1997 APMP: Como surgiu a ideia de prestar concurso para o MP? Desde

Leia mais

A criança preocupada. Claudia Mascarenhas Fernandes

A criança preocupada. Claudia Mascarenhas Fernandes A criança preocupada Claudia Mascarenhas Fernandes Em sua época Freud se perguntou o que queria uma mulher, devido ao enigma que essa posição subjetiva suscitava. Outras perguntas sempre fizeram da psicanálise

Leia mais

MULHER DIREITOS. Conheça os seus. www.pedrokemp.com.br

MULHER DIREITOS. Conheça os seus. www.pedrokemp.com.br MULHER Conheça os seus DIREITOS www.pedrokemp.com.br www.pedrokemp.com.br Vive dentro de mim a mulher do povo. Bem proletária. Bem linguaruda, desabusada, sem preconceitos... Cora Coralina 2 GUIA DE DIREITOS

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral Abril 2013 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Presidente Desembargadora Letícia De Faria Sardas Corregedor

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Parceria Apoio InfoReggae - Edição 83 Papo Reto com José Junior 12 de junho de 2015 O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 37 Discurso na cerimónia de retomada

Leia mais

coleção Conversas #26 Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça.

coleção Conversas #26 Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. Saí da prisão volto coleção Conversas #26 - setembro 2015 - e estou ou não desempregado, para o crime? Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS, da

Leia mais

Marcos Leôncio suka02@uol.com.br 1 VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio. Elenco: Olga Barroso. Renato Beserra dos Reis

Marcos Leôncio suka02@uol.com.br 1 VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio. Elenco: Olga Barroso. Renato Beserra dos Reis VOTO VENDIDO, CONSCIÊNCIA PERDIDA. Escrita por: Marcos Leôncio Elenco: Olga Barroso Renato Beserra dos Reis Zilânia Filgueiras Sérgio Francatti Dodi Reis Preparação de Atores e Direção: Dodi Reis Coordenação

Leia mais

João Evangelista dos Santos Gestor da GPAC/SDS

João Evangelista dos Santos Gestor da GPAC/SDS A SDS através da Gerência de Prevenção e Articulação Comunitária GPAC/UPP, apresenta a mensagem informativa, por meio de Literatura popular sobre a lei 11.340/06, Lei Mª. da Penha. Parabenizamos o NUPREV-Sertão

Leia mais

Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 17/03/2013 A QUEDA. Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI)

Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 17/03/2013 A QUEDA. Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI) Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 17/03/2013 A QUEDA Versículos para Decorar (Estamos usando a Bíblia na Nova Versão Internacional NVI) 1 - Sei que sou pecador desde que nasci, sim, desde

Leia mais

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento

Meninas Nhe nhe. Eu Aff Chegando lá. Eu Gente estou com um mau pressentimento Eu e umas amigas íamos viajar. Um dia antes dessa viagem convidei minhas amigas para dormir na minha casa. Nós íamos para uma floresta que aparentava ser a floresta do Slender-Man mas ninguém acreditava

Leia mais

JANEIRO DE 2013,SEXTA FEIRA DIA 11. escrito por: Antפnio Carlos Calixto. Filho. Personagens: Dana de. Oliveira uma moça. simples ingênua morena

JANEIRO DE 2013,SEXTA FEIRA DIA 11. escrito por: Antפnio Carlos Calixto. Filho. Personagens: Dana de. Oliveira uma moça. simples ingênua morena OSUTERBOS DE 2013,SEXTA FEIRA DIA 11. JANEIRO escrito por: Antפnio Carlos Calixto Filho Personagens: Dana de Oliveira uma moça simples ingênua morena olhos pretos como jabuticaba,1.70a,sarad a cabelos

Leia mais

Projeto Gráfico e Editoração Coordenadoria de Comunicação Social. Revisão gramatical Lucia Anilda Miguel

Projeto Gráfico e Editoração Coordenadoria de Comunicação Social. Revisão gramatical Lucia Anilda Miguel Elaboração Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude e Coordenadoria de Comunicação Social do Ministério Público do Estado de Santa Catarina. Contato Rua Bocaiúva, 1.750, 4º andar - Centro -

Leia mais

O que deve fazer uma mulher vítima de agressão?

O que deve fazer uma mulher vítima de agressão? PERGUNTAS FREQUENTES O que deve fazer uma mulher vítima de agressão? A mulher em situação de violência doméstica poderá comparecer a uma delegacia de Defesa da Mulher mais próxima à sua casa para registrar

Leia mais

A qualidade de vida. Vou responder para vocês, é só ler está história que vou contar.

A qualidade de vida. Vou responder para vocês, é só ler está história que vou contar. A qualidade de vida Dentre as prioridades da maioria das instituições de ensino está a qualidade da alimentação oferecida aos seus alunos, isso por desempenhar um papel primordial no ciclo de vida e principalmente

Leia mais

O QUE MAIS ESTRESSA O CARIOCA? FEVEREIRO

O QUE MAIS ESTRESSA O CARIOCA? FEVEREIRO Enquete Algumas reportagens e matérias dão conta que o Brasil é o segundo país mais estressado do mundo e o trabalho é apontado como uma das principais causas desse mal. Porém, nem só de trabalho vive

Leia mais

Do meio das árvores secas da floresta escura emer giu o maníaco com a máscara de pele humana. Motosserra em mãos, desceu-a entre as pernas do pobre

Do meio das árvores secas da floresta escura emer giu o maníaco com a máscara de pele humana. Motosserra em mãos, desceu-a entre as pernas do pobre 1 Do meio das árvores secas da floresta escura emer giu o maníaco com a máscara de pele humana. Motosserra em mãos, desceu-a entre as pernas do pobre paraplégico, cortando-o ao meio, assim como a sua cadeira

Leia mais

Trabalho Interdisciplinar: Desafios e possibilidades para uma vida melhor. Bairro São Geraldo

Trabalho Interdisciplinar: Desafios e possibilidades para uma vida melhor. Bairro São Geraldo CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE COLEGIO CENECISTA NOSSA SENHORA DOS ANJOS GRAVATAÍ - RS Trabalho Interdisciplinar: Desafios e possibilidades para uma vida melhor Bairro São Geraldo Nomes: Ana,

Leia mais

A POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA E INFRAESTRUTURA (LIGADA AO QUESITO DE SEGURANÇA) DESENVOLVIDA EM BARÃO GERALDO

A POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA E INFRAESTRUTURA (LIGADA AO QUESITO DE SEGURANÇA) DESENVOLVIDA EM BARÃO GERALDO BE_310 CIÊNCIAS DO AMBIENTE UNICAMP ESTUDO (Turma 2012) Disponível em: http://www.ib.unicamp.br/dep_biologia_animal/be310 A POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA E INFRAESTRUTURA (LIGADA AO QUESITO DE SEGURANÇA)

Leia mais

70% 500.000. De acordo com a nova lei, são crianças e adolescentes. 1. de estupro

70% 500.000. De acordo com a nova lei, são crianças e adolescentes. 1. de estupro O QUE É VIOLÊNCIA SEXUAL Todos os anos, estima-se que 500.000 70% Mulheres das vítimas sejam vítimas de estupro no Brasil, e que outros tantos milhões sofram com abusos e violências sexuais. de estupro

Leia mais

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido.

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Assim que ela entrou, eu era qual um menino, tão alegre. bilhete, eu não estaria aqui. Demorei a vida toda para encontrá-lo. Se não fosse o

Leia mais

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO.

PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. Roteiro de Telenovela Brasileira Central de Produção CAPÍTULO 007 O BEM OU O MAL? Uma novela de MHS. PERSONAGENS DESTE CAPÍTULO. AGENOR ALBERTO FERNANDO GABRIELE JORGE MARIA CLARA MARIA CAMILLA MARÍLIA

Leia mais

A oficina contou com 26 participantes, representando 11 diferentes entidades da sociedade civil local.

A oficina contou com 26 participantes, representando 11 diferentes entidades da sociedade civil local. Relatoria da Oficina de Praia Grande 12 de junho de 2012 A Oficina Desafios para o Desenvolvimento Sustentável de Praia Grande, realizada no dia 12 de julho de 2012, na Associação Comercial de Praia Grande,

Leia mais

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Terça-feira, 11 de março de 2014 Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Nádia Junqueira Goiânia - Dalila tem 15 anos, estuda o 2º ano no Colégio

Leia mais

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA LENDA DA COBRA GRANDE Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA CRUZEIRO DO SUL, ACRE, 30 DE ABRIL DE 2012. OUTLINE Cena 1 Externa;

Leia mais

por futebol profissional ou amador?

por futebol profissional ou amador? Tabela 3 - Síntese das entrevistas com torcedores I O que é o futebol pra você? Uma paixão. É um esporte que eu pratico, que gosto. O meu time de futebol é a razão do meu viver. Você se interessa mais

Leia mais

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Autora: Tell Aragão Personagens: Carol (faz só uma participação rápida no começo e no final da peça) Mãe - (só uma voz ela não aparece) Gigi personagem

Leia mais

Conversando com os pais

Conversando com os pais Conversando com os pais Motivos para falar sobre esse assunto, em casa, com os filhos 1. A criança mais informada, e de forma correta, terá mais chances de saber lidar com sua sexualidade e, no futuro,

Leia mais

PACIENTE DO OUTRO MUNDO

PACIENTE DO OUTRO MUNDO PACIENTE DO OUTRO MUNDO Os dois médicos conversavam e um queria ser mais importante que o outro. Diz o primeiro: O colega há de ouvir que eu sou realmente um grande cirurgião. Só pra você ter uma idéia,

Leia mais

A vez e a voz das crianças

A vez e a voz das crianças 119 outubro de 2010-ESPECIAL CRIANÇA PARA LER NO AR A vez e a voz das crianças Às vésperas de 12 de outubro, Dia das Crianças, eu convido você, ouvinte, a refletir sobre os direitos das meninas e meninos

Leia mais

Alguma vez você já se viu em alguma situação assim embaraçosa?

Alguma vez você já se viu em alguma situação assim embaraçosa? Primeiro eu gostaria de saber.. eh se você tem namorado? Namorado, tenho não. Já tive muito mais agora faz treis meses que eu moro com um rapaz é um argentino qui qui primeiro quando eu conheci estava

Leia mais

SEGURANÇA PÚBLICA ASSUNTO DE TODOS

SEGURANÇA PÚBLICA ASSUNTO DE TODOS SEGURANÇA PÚBLICA ASSUNTO DE TODOS Minhas áreas de atuação são, pela ordem de número de eventos: Gestão de Projetos; Gestão de Ativos; Gestão de Segurança Industrial e Gestão Estratégica de empresas. Considero-me,

Leia mais

QUERIDO(A) ALUNO(A),

QUERIDO(A) ALUNO(A), LANÇADA EM 15 MAIO DE 2008, A CAMPANHA PROTEJA NOSSAS CRIANÇAS É UMA DAS MAIORES MOBILIZAÇÕES PERMANENTES JÁ REALIZADAS NO PAÍS, COM FOCO NO COMBATE À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS

Leia mais

Quais eram os seus brinquedos? Ah... quando eu era bem pequeninim, sempre gostava de jogá bola, carrinho. Né?

Quais eram os seus brinquedos? Ah... quando eu era bem pequeninim, sempre gostava de jogá bola, carrinho. Né? Você vive há muito tempo aqui? Eu vivo aqui há quinze anos. Desde que você nasceu. Né? Isso. Como foi a sua infância? Ah... minha infância foi boa, foi muito divertida. Eu fiz de tudo. Sempre tive liberdade

Leia mais

O Renal é um ser humano como todos e tem seu direito de ser respeitado e não ter vergonha de ser renal. Jaderson

O Renal é um ser humano como todos e tem seu direito de ser respeitado e não ter vergonha de ser renal. Jaderson Jaderson é um garoto de 11 anos, portador de insuficiência renal crônica, paciente do Serviço de Hemodiálise Pediátrica do Hospital Roberto Santos em Salvador-BA. É uma criança muito inteligente e talentosa,

Leia mais

Acidentes de trânsito causam transtorno no feriado

Acidentes de trânsito causam transtorno no feriado Editoria: Noticia www.acritica.com.br Coluna: -- Acidentes de trânsito causam transtorno no feriado Acidentes de trânsito causam transtorno no feriado -- Acidentes na capital e no interior marcam o feriado

Leia mais

INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA

INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA Carolina e, acompanhados de, estão na biblioteca, no mesmo lugar em que o segundo episódio se encerrou.os jovens estão atrás do balcão da biblioteca,

Leia mais

Entendendo o que é Gênero

Entendendo o que é Gênero Entendendo o que é Gênero Sandra Unbehaum 1 Vila de Nossa Senhora da Piedade, 03 de outubro de 2002 2. Cara Professora, Hoje acordei decidida a escrever-lhe esta carta, para pedir-lhe ajuda e trocar umas

Leia mais

Onde você vai encontrar as suas futuras iniciadas?????

Onde você vai encontrar as suas futuras iniciadas????? Há 16 anos quando entrou na MK, a consagrada Diretora Nacional, Gloria Mayfield, não sabia como chegar ao topo, hoje ela dá o seguinte conselho. As lições que eu aprendi na Mary Kay para me tornar uma

Leia mais

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor Curso: Nome do (a) Aluno (a): Ano: 3º Componente Curricular: Língua Portuguesa Professor

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 65 Discurso na solenidade do Dia

Leia mais

Datas das próximas viagens da UFMG. Visitas às casas dos moradores de Lagedo e Riacho

Datas das próximas viagens da UFMG. Visitas às casas dos moradores de Lagedo e Riacho Ano 2 Lagedo, Domingo, 25 de janeiro de 2015 N o 8 Datas das próximas viagens da UFMG Data Casa 8 23 a 25 de janeiro de 2015 Lúcia 9 27 de fevereiro a 1 de março de 2015 Irene/Paulo 10 27 de março a 29

Leia mais

BOLA NA CESTA. Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares

BOLA NA CESTA. Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares BOLA NA CESTA Roteiro para curta-metragem de Marcele Linhares 25/04/2012 SINOPSE Essa é a história de Marlon Almeida. Um adolescente que tem um pai envolvido com a criminalidade. Sua salvação está no esporte.

Leia mais

As Medidas Protetivas na Lei de Violência Doméstica do Paraguai e o caso brasileiro.

As Medidas Protetivas na Lei de Violência Doméstica do Paraguai e o caso brasileiro. 1 As Medidas Protetivas na Lei de Violência Doméstica do Paraguai e o caso brasileiro. Francisco de Salles Almeida Mafra Filho. 1 Sumário: Introdução. Artigo 1º. Alcance e bens protegidos. Art. 2º. Medidas

Leia mais

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos

LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos Lição 3: Alegria LIÇÃO 8 MANSIDÃO: Agir com mansidão com todos RESUMO BÍBLICO Gálatas 5:23; Gálatas 6:1; 2 Timóteo 2:25; Tito 3; 1 Pedro 3:16 Como seres humanos estamos sempre à mercê de situações sobre

Leia mais

JANELA SOBRE O SONHO

JANELA SOBRE O SONHO JANELA SOBRE O SONHO um roteiro de Rodrigo Robleño Copyright by Rodrigo Robleño Todos os direitos reservados E-mail: rodrigo@robleno.eu PERSONAGENS (Por ordem de aparição) Alice (já idosa). Alice menina(com

Leia mais

se formaram, viveram, fizeram e o pouco que aprenderam ou muito foi dentro daquele órgão confuso, terrível, que talvez não seja o melhor para

se formaram, viveram, fizeram e o pouco que aprenderam ou muito foi dentro daquele órgão confuso, terrível, que talvez não seja o melhor para Sidnei Possuelo Eu em primeiro lugar queria agradecer a universidade por propiciar esse espaço hoje muito importante, muito importante, porque vivemos realmente uma crise, e esse espaço aqui é um espaço

Leia mais

Ata da terceira sessão extraordinária. Aos doze dias do mês de abril do ano de dois mil e treze, às dez horas, no Plenário Rui Afonso de Almeida da

Ata da terceira sessão extraordinária. Aos doze dias do mês de abril do ano de dois mil e treze, às dez horas, no Plenário Rui Afonso de Almeida da Ata da terceira sessão extraordinária. Aos doze dias do mês de abril do ano de dois mil e treze, às dez horas, no Plenário Rui Afonso de Almeida da Câmara Municipal de Perdizes, Estado de Minas Gerais

Leia mais

Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira. Texto Naraiany Almeida

Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira. Texto Naraiany Almeida Capa e Diagramação Jordane Mendes Nicole Ferreira Texto Naraiany Almeida Nicole Ferreira Ilustrações Davi Vinícius dos Santos Gomes Ítalo Gabriel Pimenta Italon Antunes Barreto Jéssica Pâmela de Souza

Leia mais

Terça-feira, 07.12.10

Terça-feira, 07.12.10 Terça-feira, 07.12.10 Pensamento do dia Não basta conquistar a sabedoria: é preciso saber usá-la. Cícero EM BENEFÍCIO DE ou CONTRA? A frase é: A campanha é em benefício da criminalidade infantil. O adequado

Leia mais