Armazenamento de Dados

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Armazenamento de Dados"

Transcrição

1 Persistência...

2 Armazenamento de Dados Diversas opções para armazenar dados da aplicação. A escolha de acordo com a necessidade: dados privados ou públicos, quantidade de espaço necessário, etc. 2

3 Armazenamento de Dados Shared Preferences Armazena dados primitivos em um conjunto de pares do tipo chave valor; Internal Storage Armazena dados privados na memória do dispositivo; External Storage Armazena dados públicos na mídia externa de armazenamento; SQLite Databases Armazena dados estruturados em um banco de dados privado; Network Connection Armazena dados na web com o seu próprio servidor de rede. 3

4 Shared Preferences Provê um framework para salvar e recuperar pares de dados primitivos do tipo chave-valor. Dados armazenados mesmo quando a aplicação é finalizada. obter instância de SharedPreferences: getsharedpreferences() se precisar de múltiplos arquivos de preferências identificados por um nome que é passado como parâmetro; getpreferences() se precisar de um único arquivo de preferências para a Activity. Como se trata de um único arquivo, não é necessário fornecer um nome. 4

5 Shared Preferences 5

6 Utilizando o SharedPreferences para ler informações Uma string, nome, que será a chave para indicar o SharedPreferences SharedPreferences prefs = getsharedpreferences (nome, modo ); modo: indica a permissão 0 - modo privado. É possível utilizar vários SharedPreferences por aplicação Para ler os dados chamar o método get correspondente ao tipo de informação que você quer. Em SharedPreferences você só pode armazenar informações de tipo primitivo e Strings. String somestring = prefs.getstring (chave, null ); int someint = prefs.getint ( outrachave, 0); O segundo parâmetro indica um valor padrão caso a chave não seja encontrada. 6

7 Utilizando o SharedPreferences para gravar informações Para salvar os dados no SharedPreferences é necessário usar um editor. SharedPreferences prefs = getsharedpreferences (nome, modo ); Editor editor = prefs. edit (); editor.putstring ("curso", android"); editor.commit (); É necessário chamar o método commit() no final, senão as alterações não serão salvas. 7

8 ShardPreferences Métodos boolean contains(string key) boolean getboolean(string key, boolean) float getfloat(string key, float) int getint(string key, int) long getlong(string key, long) String getstring(string key, String) SharedPreferences.Edit edit() Retorna true caso a chave key exista. Retorna o valor de uma chave. O segundo parâmetro indica o valor default que deve ser retornado caso a chave não exista. Note que é necessário que o desenvolvedor saiba o tipo do dado armazenado na chave. Caso a chave exista mas o tipo seja diferente do especificado no método será lançado um ClassCastException. Retorna um editor para as preferências que permite editar e salvar informações. 8

9 SharedPreferences.Editor Usada para editar as preferências boolean commit() Salva as preferências no objeto SharedPreferences associado e em disco. Operação síncrona, ou seja, só retorna após ter salvo em disco retornando true em caso de sucesso, ou false senão. void apply() Aplica os novos valores das preferências ao objeto em memória e retorna. O armazenamento em disco será feito de forma assíncrona, ou seja, não é possível saber se houve algum error durante o armazenamento. clear() putboolean(string key, boolean) putfloat(string key, float) putint(string key, int) putlong(string key, long) putstring(string key, String) remove(string key) Remove todos os valores de preferências do objeto. Adiciona ou altera o valor de uma chave. O nome do método e o segundo parâmetro indicam o tipo do valor da chave. Remove a chave definida por key e consequentemente o seu valor. 9

10 Exemplo //Restaura as preferencias gravadas SharedPreferences settings = getsharedpreferences(prefs_name, 0); etusuario.settext(settings.getstring("prefusuario", "")); /**Chamado quando a Activity é protected void onstop(){ super.onstop(); //Caso o checkbox esteja marcado gravamos o usuário CheckBox chksalvar = (CheckBox)findViewById(R.id.chkSalvar); if (chksalvar.ischecked()){ SharedPreferences settings = getsharedpreferences(prefs_name, 0); SharedPreferences.Editor editor = settings.edit(); editor.putstring("prefusuario", etusuario.gettext().tostring()); } } //Confirma a gravação dos dados editor.commit();

11 Internal Storage Para criar e escrever em um arquivo privado para a memória interna, chama-se o método openfileoutput() com o nome do arquivo e o tipo de operação, obtendo-se um FileOutputStream. Em seguida, basta escrever com o write() e finalizar com close(). Para ler um arquivo da memória interna, chama-se o método openfileinput() passando o nome do arquivo a ser lido como parâmetro. Esse método retorna um FileInputStream. Assim, basta ler com read() e finalizar com close(). 11

12 Internal Storage É possível armazenar arquivos como cache, usando o método getcachedir() para obter uma instância de File na qual sua aplicação possa salvar arquivos temporários de cache. Quando o dispositivo está com pouca memória, o Android pode excluir os arquivos de cache para recuperar espaço. Contudo, é responsabilidade do desenvolvedor manter seus arquivos de cache e usar apenas um espaço razoável com os mesmos, como 1MB. A o desinstalar o aplicativo, os arquivos de cache do mesmo são removidos. 12

13 Internal Storage Outros métodos interessantes: getfilesdir() retorna o caminho absoluto dos arquivos salvos; getdir() Cria ou abre um diretório para armazenamento interno; deletefile() Exclui um arquivo; filelist() Lista de arquivos atualmente salvos por sua aplicação. 13

14 External Storage Todo dispositivo Android suporta uma mídia externa de armazenamento: cartão removível (como SD Card) ou espaço de armazenamento interno (não removível). Em ambos os casos, os arquivos podem ser lidos e modificados por outras aplicações ou pelo usuário quando se conecta o dispositivo via USB para transferência de dados. 14

15 External Storage Antes de se trabalhar com o armazenamento externo, deve-se chamar o método getexternalstoragestate() para verificar se a mídia está disponível: 15

16 Acessando arquivos em um External Storage API Level 8 (Android 2.2) ou superior, usa-se o método getexternalfilesdir() para obter um File que representa o diretório da mídia externa em que se deve salvar seus arquivos. Esse método recebe como parâmetro o tipo de subdiretório desejado, tais como DIRECTORY_MUSIC ou DIRECTORY_RINGTONES. Caso se deseje armazenar na raiz, passa-se null como parâmetro. API Level 7 (Android 2.1) ou inferior, usa-se o getexternalstoragedirectory(). Os dados serão armazenados em /Android/data/nome_do_pacote/files/. O nome do pacote é no estilo Java, por exemplo: com.example.android.app. Caso o usuário desinstale a aplicação, esse diretório e todo o seu conteúdo será excluído. 16

17 Salvando arquivos que devem ser compartilhados Caso se queira salvar arquivos que não são específicos da aplicação e devem permanecer mesmo após a aplicação ser desinstalada, basta salvá-los em diretórios de armazenamento públicos, tais como Music/, Pictures/, Ringtones/ e outros. API Level 8 ou superior, usa-se getexternalstoragepublicdirectory() passando como parâmetro o tipo de diretório público que se deseja, tais como: DIRECTORY_MUSIC, DIRECTORY_PICTURES, etc. API Level 7 ou inferior, usa-se o getexternalstoragedirectory(). Em seguida, salva-se os arquivos compartilhados em algum desses diretórios: Music/, Podcasts/, Ringtones/, Alarms/, Notifications/, Pictures/, Movies/ e Download/. 17

18 Salvando arquivos externos de cache Na API Level 8 ou superior, usa-se getexternalcachedir(). API Level 7 ou inferior, usa-se o getexternalstoragedirectory(). salva-se os dados de cache no seguinte diretório: /Android/data/nome_do_pacote/cache/ O nome do pacote é no estilo Java. Por exemplo: com.example.android.app. 18

19 Resumindo a Classe Environment 19

20 Banco de Dados SQLite Android provê suporte completo a bancos de dados SQLite. Os bancos criados serão acessíveis pelo nome para qualquer classe da aplicação, mas não poderão ser acessados externamente. 20

21 Criando um banco de dados Para se criar um banco de dados, pode-se usar o método openorcreatedatabase() do contexto. É recomendado criar uma subclasse de SQLiteOpenHelper e sobrescrever o método oncreate() para a criação das tabelas. 21

22 SQLiteOpenHelper O construtor de SQLiteOpenHelper recebe quatro parâmetros. context Usado para abrir ou criar banco de dados name nome do database; null para database na memória factory usado para criar cursores, or null para o padrão version Número da versão do database (começando de 1); A versão do banco de dados é muito útil para o caso de o banco já existir e precisar ser atualizado (através da adição de novas tabelas e/ou colunas, por exemplo). 22

23 SQLiteOpenHelper Com uma instância dessa subclasse obtida por meio do construtor criado, tem-se acesso a dois métodos que retornam um SQLiteDatabase: getwritabledatabase() inserção, edição e remoção de dados, e getreadabledatabase() consulta de dados. 23

24 Consultas Pode-se executar consultas no SQLite usando o método query() de SQLiteDatabase que permite a passagem de diversos parâmetros, tais como: tabela a ser consultada, projeção, seleção, colunas, agrupamento e outros. Para consultas complexas, pode-se usar uma instância de SQLiteQueryBuilder. Cada consulta retorna um objeto Cursor que aponta para todos os registros encontrados pela query. Por meio do objeto Cursor que se navega entre os resultados. Usam-se os métodos insert() e delete() de SQLiteDatabase para inserção e remoção de registros, respectivamente. 24

25 SQLiteDatabase - query() As consultas com query() retornam um Cursor para navegação e recebem diversos parâmetros, cada qual com sua utilidade para a consulta. 25

26 SQL - Structured Query Language Linguagem padrão para consulta a bancos de dados Construções básicas SELECT Campo1, Campo2,... FROM Tabela1, Tabela2 WHERE <condição> ORDERBY CampoX; INSERT INTO Tabela(Campo1, Campo2,...) VALUES (Valor1, Valor2,...); DELETE FROM Tabela WHERE <condição>; UPDATE Tabela SET Campo1 = <expressao1>, Campo2 = <expressao2> WHERE <condição>; Criação e exclusão de tabelas CREATE TABLE Tabela ( id INTEGER PRIMARY KEY AUTOINCREMENT, Campo1 Tipo1 [[UNIQUE] NOT NULL], Campo2 Tipo2 [NOT] NULL,...); []=opcional DROP TABLE IF EXISTS Tabela 26

27 SQL Exemplos de <expressão> Preço Taxas LENGTH(Tabela.Nome) Tabela.Idade IS [NOT] NULL Exemplos de <condição> (Nome = Maria OR Nome = João ) AND Idade <= 40 AND Idade >= 18 LENGTH(Nome) > 4 Preço Taxas > 10.0 Tipos INTEGER, REAL, TEXT 27

28 Criação do banco de dados API do Android (executar SQL) Adotado aqui pois permite criar pela aplicação Cliente gráfico do SQLite SQLite Expert Personal (gratuito) Usando SQL via linha de comando Programa na pasta do SDK do Android <pasta_android>\android-sdk-windows\tools\sqlite3.exe Nos 2 últimos, após criar, é preciso mover o arquivo para a pasta /data/data/<pacote>/databases do emulator No eclipse (com emulador aberto): Window > Show view > Other... > FileExplorer 28

29 Resumo da Classe SQLiteOpenHelper Auxilia abertura e criação de um banco de dados SQLiteOpenHelper(Context, String name, SQLiteDatabase.CursorFactory, int version) SQLiteDatabase getreadabledatabase() Cria um objeto para auxiliar no gerenciamento da base de dados. Cria ou abre um banco de dados apenas para leitura. SQLiteDatabase getwritabledatabase() Cria ou abre um banco de dados para leitura e escrita. void oncreate(sqlitedatabase db) void onopen(sqlitedatabase db) void onupgrade(sqlitedatabase db, int oldversion, int newversion) Chamado quando o banco de dados precisa ser criado, ou seja, não existe. Chamado quando o banco de dados é aberto. Chamado quando a versão do banco de dados sendo aberto é diferente da versão existente. 29

30 Resumo da Classe SQLiteDatabase Representa o banco de dados e executa operações de consulta, inclusão, alteração e exclusão de registros static SQLiteDatabase opendatabase(string path, CursorFactory factory, flags) Abre banco de dados de acordo com os flags: OPEN_READWRITE, OPEN_READONLY, CREATE_IF_NECESSARY, NO_LOCALIZED_COLLATORS. static SQLiteDatabase openorcreatedatabase(string path, CursorFactory factory) static SQLiteDatabase openorcreatedatabase(file file, CursorFactory factory) Abre ou cria banco de dados. Equivalente a usar opendatabase( ) com flags = CREATE_IF_NECESSARY boolean isopen() Verifica se está aberto void close() void execsql(string sql) Fecha banco de dados Executa script SQL que não seja SELECT. Exemplo: CREATE TABLE, INSERT, UPDATE, etc. 30

31 Resumo da Classe SQLiteDatabase Cursor query(string table, String[] columns, String selection, String[] selectionargs, String groupby, String having, String orderby) Cursor query(table, columns, selection, selectionargs, groupby, having, orderby, limit) Cursor query(boolean distinct, table, columns, selection, selectionargs, groupby, having, orderby, String limit) long insert(table, null, ContentValues values) int update(table, ContentValues values, whereclause, whereargs) Mostra e executa um SQL de consulta na forma: SELECT <distinct> <columns> FROM <table> WHERE <selection+selectionargs> GROUP BY <groupby> HAVING <having> ORDER BY <orderby> LIMIT <limit> Insere um registro e retorna o id. INSERT INTO <table> (values) VALUES (values) Altera registro(s) e retorna quantidade de linhas modificadas. UPDATE <table> SET <values> WHERE <whereclause+whereargs> int delete(table, whereclause, whereargs) Deleta registro(s) e retorna quantidade de linhas modificadas. DELETE FROM <table> WHERE <whereclause+whereargs> 31

32 Classes ContentValues e Cursor ContentValues Usado para armazenar o conteúdo de um registro para uma operação Equivalente a um HashMap Cursor put(string key, valor) Equivalente a um ResultSet no JDBC Lista de resultados de uma consulta no banco 32

33 Usando o SQLite Para utilizar o SQLite, é necessário que você crie uma subclasse de SQLiteOpenHelper. Em seguida é necessário sobrescrever os métodos OnCreate() e OnUpgrade(). O primeiro é chamado quando ainda não existe um banco de dados, nele você deve incluir os comandos para criar tabelas e inicializar qualquer tipo de dados, se preciso. O segundo é chamado quando a versão da base de dados é alterada, e nele você deve incluir quaisquer comandos relacionados à alteração do esquema, como alterações em tabelas e colunas. 33

34 Exemplo public class CustomSQLiteOpenHelper extends SQLiteOpenHelper { public static final String TABLE_NOTES = " notes "; public static final String COLUMN_ID = " _id "; public static final String COLUMN_NOTES = " note "; private static final String DATABASE_NAME = " notes.db"; private static final int DATABASE_VERSION = 1; // Database creation sql statement private static final String DATABASE_CREATE = " create table " + TABLE_NOTES + "(" + COLUMN_ID + " integer primary key autoincrement, +COLUMN_NOTES + " text not null );"; public CustomSQLiteOpenHelper ( Context context ) { super ( context, DATABASE_NAME, null, DATABASE_VERSION ); } 34

35 public void oncreate ( SQLiteDatabase database ) { database. execsql ( DATABASE_CREATE ); public void onupgrade ( SQLiteDatabase db, int oldversion, int newversion ) { db. execsql (" DROP TABLE IF EXISTS " + TABLE_NOTES ); oncreate (db); } } 35

36 Usando DAO (encapsular acesso ao DB) public class NotesDao { private SQLiteDatabase database ; private String [] columns = { CustomSQLiteOpenHelper. COLUMN_ID, CustomSQLiteOpenHelper. COLUMN_NOTES }; private CustomSQLiteOpenHelper sqliteopenhelper ; public NotesDao ( Context context ) { sqliteopenhelper = new CustomSQLiteOpenHelper ( context ); } public void open () throws SQLException { database = sqliteopenhelper. getwritabledatabase (); } public void close () { sqliteopenhelper. close (); } 36

37 Usando DAO public Note create ( String note ) { ContentValues values = new ContentValues (); // inserindo na tabela values. put ( CustomSQLiteOpenHelper. COLUMN_NOTES, note ); long insertid = database. insert ( CustomSQLiteOpenHelper. TABLE_NOTES, null, values ); // realizando leitura da nota inserida Cursor cursor = database. query ( CustomSQLiteOpenHelper. TABLE_NOTES, columns, CustomSQLiteOpenHelper. COLUMN_ID + " = " + insertid, null, null, null, null ); cursor. movetofirst (); } // criando uma Note para retornar Note newnote = new Note (); newnote. setid ( cursor. getlong (0) ); newnote. setnote ( cursor. getstring (1) ); cursor. close (); return newnote ; 37

38 Usando DAO public void delete ( Note note ) { long id = note. getid (); database. delete ( CustomSQLiteOpenHelper. TABLE_NOTES, CustomSQLiteOpenHelper.COLUMN_ID + " = " + id, null ); } public List <Note > getall () { List <Note > notes = new ArrayList <Note >() ; Cursor cursor = database. query ( CustomSQLiteOpenHelper.TABLE_NOTES, columns, null, null, null, null, null ); cursor. movetofirst (); while (! cursor. isafterlast ()) { Note note = new Note (); note. setid ( cursor. getlong (0) ); note. setnote ( cursor. getstring (1) ); notes. add ( note ); cursor. movetonext (); } cursor. close (); return notes ; } } 38

39 Network Connection Há, ainda, uma quinta forma de persistência em Android: o armazenamento remoto. Pode-se usar uma rede (quando disponível) para armazenar e recuperar dados de seus serviços baseados na Web. Para realizar operações na rede, usam-se classes dos seguintes pacotes: java.net; android.net. 39

Android e Bancos de Dados

Android e Bancos de Dados (Usando o SQLite) Programação de Dispositivos Móveis Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do

Leia mais

Android #4. antonio deusany de carvalho junior dj@ime.usp.br

Android #4. antonio deusany de carvalho junior dj@ime.usp.br Android #4 antonio deusany de carvalho junior dj@ime.usp.br Preferências compartilhadas Memória interna Memória externa SQLite Databases Network Connection Preferências compartilhadas Utiliza um framework

Leia mais

Android Banco de Dados. Ivan Nicoli

Android Banco de Dados. Ivan Nicoli Android Banco de Dados Ivan Nicoli SQLite O Android tem suporte ao SQLite (http://www.sqlite.org), um leve e poderoso banco de dados. Cada aplicação pode criar um ou mais banco de dados, que ficam localizados

Leia mais

persistência de dados

persistência de dados _sqlite Transparecendo a persistência de dados em Android com MVC Conhecendo o funcionamento do SQLite e aplicando as práticas do modelo MVC no desenvolvimento da camada DAO. Douglas Cavalheiro douglas.cavalheiro.br@gmail.com

Leia mais

Programação para Android. Aula 08: Persistência de dados SQL

Programação para Android. Aula 08: Persistência de dados SQL Programação para Android Aula 08: Persistência de dados SQL Persistência de dados Na maioria das aplicações precisamos ter algum tipo de persistência de dados. Para guardar informações de forma persistente

Leia mais

Programação para Android. Aula 07: Persistência de dados Shared Preferences, Internal e External Storage

Programação para Android. Aula 07: Persistência de dados Shared Preferences, Internal e External Storage Programação para Android Aula 07: Persistência de dados Shared Preferences, Internal e External Storage Persistência de dados Na maioria das aplicações precisamos ter algum tipo de persistência de dados.

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS Persistência de dados com Android Professor: Danilo Giacobo OBJETIVOS DA AULA Apresentar novas técnicas de persistência em Android. Utilizar a classe SharedPreferences.

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS Uso do SQLite no Android Professor: Danilo Giacobo OBJETIVOS DA AULA Aprender a persistir dados utilizando o banco de dados SQLite. Conhecer e utilizar a classe SQLiteOpenHelper.

Leia mais

Programação para a Plataforma Android Aula 11. Banco de Dados

Programação para a Plataforma Android Aula 11. Banco de Dados Programação para a Plataforma Android Aula 11 Banco de Dados Introdução a linguagem SQL O banco de dados SQLite Como criar e manipular um banco de dados em Android Como apresentar dados na tela do aparelho

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza ROTEIRO Introdução App de exemplo Implementação do exemplo Testes realizados

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza ROTEIRO Introdução App de exemplo Implementação do exemplo Testes realizados

Leia mais

Manipulação de Banco de Dados com Java. Ms. Bruno Crestani Calegaro (bruno.calegaro@ifsc.edu.br) Maio/ 2015

Manipulação de Banco de Dados com Java. Ms. Bruno Crestani Calegaro (bruno.calegaro@ifsc.edu.br) Maio/ 2015 Manipulação de Banco de Dados com Java Ms. Bruno Crestani Calegaro (bruno.calegaro@ifsc.edu.br) Maio/ 2015 Acesso a um SGBD Em sistemas mais simples o uso de arquivos pode ser usado mas para aplicações

Leia mais

Comandos de Manipulação

Comandos de Manipulação SQL - Avançado Inserção de dados; Atualização de dados; Remoção de dados; Projeção; Seleção; Junções; Operadores: aritméticos, de comparação,de agregação e lógicos; Outros comandos relacionados. SQL SQL

Leia mais

Java na WEB Banco de Dados

Java na WEB Banco de Dados 1 Java na WEB Banco de Dados Objetivo: Ao final da aula o aluno será capaz de: Criar aplicações JSP com acesso ao Banco de Dados MySql Configurar o TomCat para acessar o MySql. Não é Objetivo: Ao final

Leia mais

Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 4 O Componente Trabalhando com conexão ao banco de dados MySQL no Lazarus Ano: 03/2011

Leia mais

Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@gmail.com

Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@gmail.com Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@gmail.com O Que é JDBC? API de acesso a banco de dados relacional do Java Faz uso do driver provido pelo banco de dados Roda SQL (create, insert, update, etc.) no

Leia mais

INTRODUÇÃO. No entanto, o que pode ser considerado um produto (resultado) da criação de BDs?

INTRODUÇÃO. No entanto, o que pode ser considerado um produto (resultado) da criação de BDs? BANCO DE DADOS Universidade do Estado de Santa Catarina Centro de Ciências Tecnológicas Departamento de Ciência da Computação Prof. Alexandre Veloso de Matos alexandre.matos@udesc.br INTRODUÇÃO Um Banco

Leia mais

Computação II Orientação a Objetos

Computação II Orientação a Objetos Computação II Orientação a Objetos Fabio Mascarenhas - 2014.1 http://www.dcc.ufrj.br/~fabiom/java Editor de Figuras Vamos usar nosso modelo de editor de figuras para fazer uma versão Android dele Ao invés

Leia mais

JDBC. Siga as instruções para instalar o banco de dados H2 e criar a tabela Alunos.

JDBC. Siga as instruções para instalar o banco de dados H2 e criar a tabela Alunos. JDBC CRIANDO O BANCO DE DADOS: Siga as instruções para instalar o banco de dados H2 e criar a tabela Alunos. CRIANDO O PROJETO JAVA PARA DESKTOP: Crie um projeto Java chamado Prograd Crie um pacote chamado

Leia mais

Persistência de Classes em Tabelas de Banco de Dados

Persistência de Classes em Tabelas de Banco de Dados UTFPR DAELN - Disciplina de Fundamentos de Programação II ( IF62C ). 1 Persistência de Classes em Tabelas de Banco de Dados 1) Introdução! Em algumas situações, pode ser necessário preservar os objetos

Leia mais

Python Acessando o Banco de Dados MySQL

Python Acessando o Banco de Dados MySQL Python Acessando o Banco de Dados MySQL ANTONIO SÉRGIO NOGUEIRA PRESIDENTE PRUDENTE SP 2009 1 Sumário 1. Introdução...3 2. Interface MySQL...3 3.Instalando o MySQLdb...3 4.Verificando se o MySQL está instalado...4

Leia mais

Introdução à Engenharia da Computação. Banco de Dados Professor Machado

Introdução à Engenharia da Computação. Banco de Dados Professor Machado Introdução à Engenharia da Computação Banco de Dados Professor Machado 1 Sistemas isolados Produção Vendas Compras Banco de Dados Produtos... Banco de Dados Produtos... Banco de Dados Produtos... Desvantagens:

Leia mais

Programação Orientada a Objetos JDBC Java Database Connectivity

Programação Orientada a Objetos JDBC Java Database Connectivity Especialização em Engenharia de Software Programação Orientada a Objetos JDBC Java Database Connectivity Sérgio Soares scbs@cin.ufpe.br Objetivos Apresentar os conceitos básicos da especificação de Java

Leia mais

Prof. Carlos Majer Aplicações Corporativas UNICID

Prof. Carlos Majer Aplicações Corporativas UNICID Este material pertence a Carlos A. Majer, Professor da Unidade Curricular: Aplicações Corporativas da Universidade Cidade de São Paulo UNICID Licença de Uso Este trabalho está licenciado sob uma Licença

Leia mais

Introdução à linguagem SQL

Introdução à linguagem SQL Introdução à linguagem SQL 1 Histórico A linguagem de consulta estruturada (SQL - Structured Query Language) foi desenvolvida pela empresa IBM, no final dos anos 70. O primeiro banco de dados comercial

Leia mais

Integrando Java com Banco de Dados

Integrando Java com Banco de Dados Especialização em Engenharia de Software Programação Orientada a Objetos JDBC Java Database Connectivity Sérgio Soares scbs@cin.ufpe.br Objetivos Apresentar os conceitos básicos da especificação de Java

Leia mais

Drive MySql de conexão para Eclipse

Drive MySql de conexão para Eclipse Drive MySql de conexão para Eclipse de Setembro de 0 Olá, neste artigo iremos focar em como utilizar o drive de conexão do Mysql na IDE eclipse. Veremos passo-a-passo como instalar, o que é uma coisa muito

Leia mais

Listando itens em ComboBox e gravando os dados no Banco de Dados MySQL.

Listando itens em ComboBox e gravando os dados no Banco de Dados MySQL. Listando itens em ComboBox e gravando os dados no Banco de Dados MySQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2012 Edição 7 Listando e Gravando Listando itens em ComboBox e gravando os dados no

Leia mais

Desenvolvimento Mobile com Android

Desenvolvimento Mobile com Android TREINAMENTOS Desenvolvimento Mobile com Android Android 8 de outubro de 2012 Sumário i Sobre a K19 1 Seguro Treinamento 2 Termo de Uso 3 Cursos 4 1 Introdução à plataforma Android 1 1.1 O que é o Android?........................................

Leia mais

SQL Structured Query Language

SQL Structured Query Language Janai Maciel SQL Structured Query Language (Banco de Dados) Conceitos de Linguagens de Programação 2013.2 Structured Query Language ( Linguagem de Consulta Estruturada ) Conceito: É a linguagem de pesquisa

Leia mais

Java & Bancos de Dados Adaptado de Slides da Universidade Salgado de Oliveira Goiânia

Java & Bancos de Dados Adaptado de Slides da Universidade Salgado de Oliveira Goiânia Java & Bancos de Dados Adaptado de Slides da Universidade Salgado de Oliveira Goiânia Sistemas de Informação Ling.Prog.V Prof. Roberto Couto Lima Fonte: Curso Java Prof. Fabricio Leonard Leopoldino (Universo)

Leia mais

Manipulação de Banco de Dados com Java 1. Objetivos

Manipulação de Banco de Dados com Java 1. Objetivos Manipulação de Banco de Dados com Java 1. Objetivos Demonstrar os fundamentos básicos para a manipulação de banco de dados com Java; Apresentar a sintaxe de comandos SQL usados em Java. 2. Definições A

Leia mais

Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063)

Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063) Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063) Aula 9 JDBC (Java Database Connectivity) Universidade Federal de Santa Maria Colégio Agrícola de Frederico Westphalen Curso Superior de Tecnologia em Sistemas

Leia mais

JDBC. Prof. Márcio Bueno (poonoite@marciobueno.com)

JDBC. Prof. Márcio Bueno (poonoite@marciobueno.com) JDBC Prof. Márcio Bueno (poonoite@marciobueno.com) JBDC Java Database Connectivity ou JDBC é um conjunto de classes e interfaces (API) escritas em Java que faz o envio de instruções SQL para qualquer banco

Leia mais

Provedores de Conteúdo

Provedores de Conteúdo Programação para a Plataforma Android Aula 12 Provedores de Conteúdo O que são provedores de conteúdo? Como ler dados de outras aplicações? Como iden@ficar recursos de forma única? Como deixar dados disponíveis

Leia mais

Capítulo 04: Persistência com SQLite

Capítulo 04: Persistência com SQLite Capítulo 04: Persistência com SQLite Instrutor Programador desde 2000 Aluno de doutorado Mestre em informática pelo ICOMP/UFAM Especialista em aplicações WEB FUCAPI marcio.palheta@gmail.com sites.google.com/site/marcio

Leia mais

Android Core. Felipe Silveira felipesilveira.com.br. Aula 6

Android Core. Felipe Silveira felipesilveira.com.br. Aula 6 Android Core Felipe Silveira felipesilveira.com.br Aula 6 Aplicações I Desenvolvimento de Aplicações Android SDK SDK https://developer.android.com/sdk Android SDK Android SDK: Eclipse + ADT plugin + Android

Leia mais

Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML

Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML INTRODUÇÃO A SQL - Structured Query Language, foi desenvolvido pela IBM em meados dos anos 70 como uma linguagem de manipulação de dados (DML - Data Manipulation

Leia mais

SQL comando SELECT. SELECT [DISTINCT] FROM [condição] [ ; ] Paulo Damico - MDK Informática Ltda.

SQL comando SELECT. SELECT [DISTINCT] <campos> FROM <tabela> [condição] [ ; ] Paulo Damico - MDK Informática Ltda. SQL comando SELECT Uma das tarefas mais requisitadas em qualquer banco de dados é obter uma listagem de registros armazenados. Estas tarefas são executadas pelo comando SELECT Sintaxe: SELECT [DISTINCT]

Leia mais

DSS 08/09. Camada de Dados - JDBC. Aula 1. António Nestor Ribeiro /António Ramires Fernandes/ José Creissac Campos {anr,arf,jfc}@di.uminho.

DSS 08/09. Camada de Dados - JDBC. Aula 1. António Nestor Ribeiro /António Ramires Fernandes/ José Creissac Campos {anr,arf,jfc}@di.uminho. Universidade do Minho Departamento de Informática Camada de Dados - JDBC Aula 1 António Nestor Ribeiro /António Ramires Fernandes/ José Creissac Campos {anr,arf,jfc}@di.uminho.pt 2 Camada de Dados A camada

Leia mais

PadrãoIX. Módulo II JAVA. Marcio de Carvalho Victorino. JDBC - Java Database Connectivity A,L,F,M

PadrãoIX. Módulo II JAVA. Marcio de Carvalho Victorino. JDBC - Java Database Connectivity A,L,F,M JAVA Marcio de Carvalho Victorino 1 JDBC - Java Database Connectivity 2 1 JDBC conceito JDBC é uma API (Application Program Interface) para acesso a SGBD s (Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados) relacionais

Leia mais

Apresentação de um Processo Cria4vo de Desenvolvimento de uma App Android. Realização de Dinâmica Hands- On para Construção de uma App Android

Apresentação de um Processo Cria4vo de Desenvolvimento de uma App Android. Realização de Dinâmica Hands- On para Construção de uma App Android Apresentação de um Processo Cria4vo de Desenvolvimento de uma App Android Realização de Dinâmica Hands- On para Construção de uma App Android Dr. Eduardo Manuel de Freitas Jorge, PMP Realização de Dinâmica

Leia mais

Classes de Entidades Persistentes JDB

Classes de Entidades Persistentes JDB Classes de Entidades Persistentes JDB Brasil, Natal-RN, 07 de setembro de 2011 Welbson Siqueira Costa www.jdbframework.com Nota de Retificação: em 11/12/2011 a Listagem 3 desse tutorial sofreu uma pequena

Leia mais

Laboratório de Banco de Dados Aula 1 Acesso a Banco de Dados. Prof. Josenildo Silva jcsilva@ifma.edu.br

Laboratório de Banco de Dados Aula 1 Acesso a Banco de Dados. Prof. Josenildo Silva jcsilva@ifma.edu.br Laboratório de Banco de Dados Aula 1 Acesso a Banco de Dados Prof. Josenildo Silva jcsilva@ifma.edu.br Introdução O JDBC (Java Database Connectivity) foi criado com o intuito de fornecer aos programadores

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE VARIAÁ VEL Antes de iniciarmos os comandos referentes a Banco de Dados, precisamos de uma breve descrição técnica sobre Variáveis que serão uma constante em programação seja qual for sua forma de leitura.

Leia mais

JDBC Acessando Banco de Dados

JDBC Acessando Banco de Dados Acessando Banco de Dados Objetivos Entender o que são Drivers. Diferenciar ODBC, JDBC e DRIVERMANAGER. Desenvolver uma aplicação Java para conexão com Banco de Dados. Criar um objeto a partir da classe

Leia mais

Aula 1 Acesso a Banco de Dados

Aula 1 Acesso a Banco de Dados Laboratório de Banco de Dados Aula 1 Acesso a Banco de Dados Prof. Josenildo Silva jcsilva@ifma.edu.br Introdução O JDBC (Java Database Connectivity) foi criado com o intuito de fornecer aos programadores

Leia mais

SQL Linguagem de Definição de Dados. Banco de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri

SQL Linguagem de Definição de Dados. Banco de Dados Profa. Dra. Cristina Dutra de Aguiar Ciferri SQL Linguagem de Definição de Dados Banco de Dados SQL Structured Query Language Uma das mais importantes linguagens relacionais (se não a mais importante) Exemplos de SGBD que utilizam SQL Oracle Informix

Leia mais

DSS 09/10. DSS 09/10 Que métodos é que fazem parte de cada camada? Aplicações Multi-camada JDBC. Aula 3 DSS 09/10

DSS 09/10. DSS 09/10 Que métodos é que fazem parte de cada camada? Aplicações Multi-camada JDBC. Aula 3 DSS 09/10 Universidade do Minho Departamento de Informática Aplicações Multi-camada JDBC Aula 3 António Nestor Ribeiro /António Ramires Fernandes/ José Creissac Campos {anr,arf,jose.campos@di.uminho.pt 2 Programação

Leia mais

Persistência de Objetos no SGBD PostgreSQL, Utilizando as APIs: JDBC, JDK, Swing e Design Patteners DAO.

Persistência de Objetos no SGBD PostgreSQL, Utilizando as APIs: JDBC, JDK, Swing e Design Patteners DAO. Persistência de Objetos no SGBD PostgreSQL, Utilizando as APIs: JDBC, JDK, Swing e Design Patteners DAO. Robson Adão Fagundes http://robsonfagundes.blogspot.com/ Mini curso Desenvolvimento de aplicação

Leia mais

SQL TGD/JMB 1. Projecto de Bases de Dados. Linguagem SQL

SQL TGD/JMB 1. Projecto de Bases de Dados. Linguagem SQL SQL TGD/JMB 1 Projecto de Bases de Dados Linguagem SQL SQL TGD/JMB 2 O que é o SQL? SQL ("ess-que-el") significa Structured Query Language. É uma linguagem standard (universal) para comunicação com sistemas

Leia mais

Programação WEB (JSP + Banco Dados) Eng. Computação Prof. Rodrigo Rocha http://www.materialdeaula.com.br

Programação WEB (JSP + Banco Dados) Eng. Computação Prof. Rodrigo Rocha http://www.materialdeaula.com.br Programação WEB (JSP + Banco Dados) Eng. Computação Prof. Rodrigo Rocha http://www.materialdeaula.com.br JSP (Java Server Pages) - JavaServer Pages (JSP) - Tecnologia de programação serverside - Permite

Leia mais

JDBC (Java Database Connectivity) Padrão de Projeto DAO (Data Access Object) Roteiro para instalação do banco de dados e do driver JDBC

JDBC (Java Database Connectivity) Padrão de Projeto DAO (Data Access Object) Roteiro para instalação do banco de dados e do driver JDBC JDBC (Java Database Connectivity) Padrão de Projeto DAO (Data Access Object) Roteiro para instalação do banco de dados e do driver JDBC Java Database Connectivity Provê acesso SQL ao banco de dados Principais

Leia mais

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1 INTRODUÇÃO PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1 Leonardo Pereira leonardo@estudandoti.com.br Facebook: leongamerti http://www.estudandoti.com.br Informações que precisam ser manipuladas com mais segurança

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE VARIAÁ VEL Antes de iniciarmos os comandos referentes a Banco de Dados, precisamos de uma breve descrição técnica sobre Variáveis que serão uma constante em programação seja qual for sua forma de leitura.

Leia mais

BD SQL Server. Licenciatura em Engenharia Informática e Computação. Bases de Dados 2003/04

BD SQL Server. Licenciatura em Engenharia Informática e Computação. Bases de Dados 2003/04 BD SQL Server SGBD SQL Server Licenciatura em Engenharia Informática e Computação Bases de Dados 2003/04 BD SQL Server Criação da Ligação ao SGBD Entrar no Microsoft SQL Server / Enterprise Manager Criar

Leia mais

Faculdade Pitágoras 16/08/2011. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet

Faculdade Pitágoras 16/08/2011. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Faculdade Pitágoras Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL A linguagem SQL é responsável por garantir um bom nível

Leia mais

Faculdade Pitágoras. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL

Faculdade Pitágoras. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL Faculdade Pitágoras Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL A linguagem SQL é responsável por garantir um bom nível de independência do

Leia mais

Acesso a Bancos de Dados em Java (JDBC)

Acesso a Bancos de Dados em Java (JDBC) Acesso a Bancos de Dados em Java (JDBC) Jomi Fred Hübner Universidade Regional de Blumenau Departamento de Sistemas e Computação Roteiro Introdução Objetivo da JDBC Vantagens Visão geral do acesso a SGBDs

Leia mais

AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS

AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS POSTGRESQL O PostgreSQL é um sistema gerenciador de banco de dados dos mais robustos e avançados do mundo. Seu código é aberto e é totalmente gratuito,

Leia mais

LINGUAGEM SQL. SQL Server 2008 Comandos iniciais

LINGUAGEM SQL. SQL Server 2008 Comandos iniciais 1 LINGUAGEM SQL SQL Server 2008 Comandos iniciais SQL - STRUCTURED QUERY LANGUAGE Quando os Bancos de Dados Relacionais estavam sendo desenvolvidos, foram criadas linguagens destinadas à sua manipulação.

Leia mais

Programação WEB II. PHP e Banco de Dados. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza

Programação WEB II. PHP e Banco de Dados. progweb2@thiagomiranda.net. Thiago Miranda dos Santos Souza PHP e Banco de Dados progweb2@thiagomiranda.net Conteúdos Os materiais de aula, apostilas e outras informações estarão disponíveis em: www.thiagomiranda.net PHP e Banco de Dados É praticamente impossível

Leia mais

JDBC Java Database Connectivity

JDBC Java Database Connectivity 5 JDBC Java Database Connectivity Prof. Autor: Daniel Morais dos Reis e-tec Brasil Programação Avançada Para Web Página1 Meta Trabalhar com bancos de dados em aplicações web em JSP através das classes

Leia mais

2008.1. A linguagem SQL

2008.1. A linguagem SQL SQL 2008.1 A linguagem SQL SQL - Structured Query Language. Foi definida nos laboratórios de pesquisa da IBM em San Jose, California, em 1974. Teve seus fundamentos no modelo relacional Sua primeira versão

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS

ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS ARTEFATO 02 AT02 Diversos I 1 Indice ESQUEMAS NO BANCO DE DADOS... 3 CRIANDO SCHEMA... 3 CRIANDO TABELA EM DETERMINADO ESQUEMA... 4 NOÇÕES BÁSICAS SOBRE CRIAÇÃO E MODIFICAÇÃO

Leia mais

TRANSAÇÕES. Considerando que estes comandos fazem parte de uma TRANSAÇÃO (veremos como indicar isso):

TRANSAÇÕES. Considerando que estes comandos fazem parte de uma TRANSAÇÃO (veremos como indicar isso): TRANSAÇÕES 1. Visão Geral Uma transação é uma unidade lógica de trabalho (processamento) formada por um conjunto de comandos SQL cujo objetivo é preservar a integridade e a consistência dos dados. Ao final

Leia mais

Programação com Acesso a Banco de Dados

Programação com Acesso a Banco de Dados Campus Ipanguaçu Curso: Técnico em Informática Programação com Acesso a Banco de Dados AULA 17 ACESSO A BANCO DE DADOS COM JDBC PROF.: CLAYTON M. COSTA 2 011.2 Introdução Aplicação + Banco de Dados: Funcionalidade

Leia mais

BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS. Prof. Patrícia Lucas 3º Trimestre

BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS. Prof. Patrícia Lucas 3º Trimestre BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS Prof. Patrícia Lucas 3º Trimestre ROTEIRO PARA O 3º TRIMESTRE 1. O MySQL DDL SQL 1. Como funciona o MySQL 2. Como criar um banco de dados no MySQL 3. Como criar tabelas: comandos

Leia mais

Java JDBC Aplicação Java com Acesso a um SGBD. Ricardo Terra (rterrabh [at] gmail.com) Java JDBC Maio, 2010

Java JDBC Aplicação Java com Acesso a um SGBD. Ricardo Terra (rterrabh [at] gmail.com) Java JDBC Maio, 2010 Java JDBC Aplicação Java com Acesso a um SGBD Ricardo Terra rterrabh [at] gmail.com Ricardo Terra (rterrabh [at] gmail.com) Java JDBC Maio, 2010 1 CV Nome: Ricardo Terra Email: rterrabh [at] gmail.com

Leia mais

SQL. SQL (Structured Query Language) Comando CREATE TABLE. SQL é uma linguagem de consulta que possibilita:

SQL. SQL (Structured Query Language) Comando CREATE TABLE. SQL é uma linguagem de consulta que possibilita: SQL Tópicos Especiais Modelagem de Dados Prof. Guilherme Tavares de Assis Universidade Federal de Ouro Preto UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas ICEB Mestrado Profissional em Ensino de Ciências

Leia mais

SQL é uma linguagem de consulta que implementa as operações da álgebra relacional de forma bem amigável.

SQL é uma linguagem de consulta que implementa as operações da álgebra relacional de forma bem amigável. SQL (Structured Query Language) SQL é uma linguagem de consulta que implementa as operações da álgebra relacional de forma bem amigável. Além de permitir a realização de consultas, SQL possibilita: definição

Leia mais

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Índice Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter............... 1 Sobre a Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter................ 1 Requisitos de

Leia mais

Nesta atividade de laboratório você irá criar aplicações Java que acessam bancos de dados.

Nesta atividade de laboratório você irá criar aplicações Java que acessam bancos de dados. Atividade de Laboratório - JDBC Nesta atividade de laboratório você irá criar aplicações Java que acessam bancos de dados. A Base de Dados de Exemplo Nos exemplos que serão apresentados será usado um esquema

Leia mais

2008.1 SQL. Autor: Renata Viegas

2008.1 SQL. Autor: Renata Viegas SQL Autor: Renata Viegas A linguagem SQL SQL - Structured Query Language. Foi definida nos laboratórios de pesquisa da IBM em San Jose, California, em 1974. Teve seus fundamentos no modelo relacional Sua

Leia mais

CONCORRÊNCIA. 1. Introdução. Recursos exclusivos. Não necessita controle. Abundância de recursos compartilhados. Controle necessário mas mínimo

CONCORRÊNCIA. 1. Introdução. Recursos exclusivos. Não necessita controle. Abundância de recursos compartilhados. Controle necessário mas mínimo CONCORRÊNCIA 1. Introdução Recursos exclusivos Não necessita controle Abundância de recursos compartilhados Controle necessário mas mínimo Harmonia, provavelmente não haverá conflito Recursos disputados

Leia mais

Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011

Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL. Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL Prof. Vitor H. Migoto de Gouvêa Colégio IDESA 2011 Edição 2 Pedreiros da Informação Criando Banco de Dados, Tabelas e Campos através do HeidiSQL

Leia mais

4.6. SQL - Structured Query Language

4.6. SQL - Structured Query Language 4.6. SQL - Structured Query Language SQL é um conjunto de declarações que é utilizado para acessar os dados utilizando gerenciadores de banco de dados. Nem todos os gerenciadores utilizam SQL. SQL não

Leia mais

PL/pgSQL por Diversão e Lucro

PL/pgSQL por Diversão e Lucro PL/pgSQL por Diversão e Lucro Roberto Mello 3a. Conferência Brasileira de PostgreSQL - PGCon-BR Campinas - 2009 1 Objetivos Apresentar as partes principais do PL/pgSQL Apresentar casos de uso comum do

Leia mais

C# - Conexão com MySQL

C# - Conexão com MySQL E S T A A P R E S E N T A Ç Ã O F O I E L A B O R A D A COMO M A T E R I A L DE A P O I O À A U L A DO P R O F E S S O R L E O L A R B A C K A O S A L U N O S DA E S C O L A T É C N I C A P O L I M I G.

Leia mais

Roteiro 9 - SQL Básico: chave estrangeira, operadores de comparação e operadores booleanos

Roteiro 9 - SQL Básico: chave estrangeira, operadores de comparação e operadores booleanos Roteiro 9 - SQL Básico: chave estrangeira, operadores de comparação e operadores booleanos Objetivos: Criar restrições para atributos, chaves primárias e estrangeiras; Explorar consultas SQL com uso de

Leia mais

SQL. Prof. Márcio Bueno. {bd2tarde,bd2noite}@marciobueno.com

SQL. Prof. Márcio Bueno. {bd2tarde,bd2noite}@marciobueno.com SQL Prof. Márcio Bueno {bd2tarde,bd2noite}@marciobueno.com Material dos professores Ana Carolina Salgado, Fernando Foncesa e Valéria Times (CIn/UFPE) SQL SQL - Structured Query Language Linguagem de Consulta

Leia mais

Banco de Dados. Prof. Antonio

Banco de Dados. Prof. Antonio Banco de Dados Prof. Antonio SQL - Structured Query Language O que é SQL? A linguagem SQL (Structure query Language - Linguagem de Consulta Estruturada) é a linguagem padrão ANSI (American National Standards

Leia mais

Banco de Dados I. Aula 12 - Prof. Bruno Moreno 04/10/2011

Banco de Dados I. Aula 12 - Prof. Bruno Moreno 04/10/2011 Banco de Dados I Aula 12 - Prof. Bruno Moreno 04/10/2011 Plano de Aula SQL Definição Histórico SQL e sublinguagens Definição de dados (DDL) CREATE Restrições básicas em SQL ALTER DROP 08:20 Definição de

Leia mais

MySQL. Prof. César Melo. com a ajuda de vários

MySQL. Prof. César Melo. com a ajuda de vários MySQL Prof. César Melo com a ajuda de vários Banco de dados e Sistema de gerenciamento; Um banco de dados é uma coleção de dados. Em um banco de dados relacional, os dados são organizados em tabelas. matricula

Leia mais

Básico da Linguagem SQL. Definição de Esquemas em SQL. SQL(Structured Query Language)

Básico da Linguagem SQL. Definição de Esquemas em SQL. SQL(Structured Query Language) Básico da Linguagem SQL Definição de Esquemas em SQL SQL(Structured Query Language) Desenvolvida como a linguagem de consulta do protótipo de SGBD Sistema R (IBM, 1976). Adotada como linguagem padrão de

Leia mais

Fernando Freitas Costa. Pós-Graduando em Gestão e Docência Universitária. blog.fimes.edu.br/fernando nando@fimes.edu.br

Fernando Freitas Costa. Pós-Graduando em Gestão e Docência Universitária. blog.fimes.edu.br/fernando nando@fimes.edu.br JavaServerFaces JSF Fernando Freitas Costa Bacharel em Sistemas de Informação Pós-Graduando em Gestão e Docência Universitária blog.fimes.edu.br/fernando nando@fimes.edu.br JavaServerFaces e Banco de Dados

Leia mais

Structured Query Language (SQL) Ambiente Simplificado de um SGBD

Structured Query Language (SQL) Ambiente Simplificado de um SGBD Structured Query Language (SQL) Ambiente Simplificado de um SGBD 2 1 Características dos SGBDs Natureza auto-contida de um sistema de banco de dados: metadados armazenados num catálogo ou dicionário de

Leia mais

Projeto de Banco de Dados: Empresa X

Projeto de Banco de Dados: Empresa X Projeto de Banco de Dados: Empresa X Modelo de negócio: Empresa X Competências: Analisar e aplicar o resultado da modelagem de dados; Habilidades: Implementar as estruturas modeladas usando banco de dados;

Leia mais

SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela

SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela Certamente você já ouviu falar muito sobre triggers. Mas o quê são triggers? Quando e como utilizá-las?

Leia mais

AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS

AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS POSTGRESQL O PostgreSQL é um sistema gerenciador de banco de dados dos mais robustos e avançados do mundo. Seu código é aberto e é totalmente gratuito,

Leia mais

Introdução à Banco de Dados. Nathalia Sautchuk Patrício

Introdução à Banco de Dados. Nathalia Sautchuk Patrício Introdução à Banco de Dados Nathalia Sautchuk Patrício Histórico Início da computação: dados guardados em arquivos de texto Problemas nesse modelo: redundância não-controlada de dados aplicações devem

Leia mais

BANCO DE DADOS II Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

BANCO DE DADOS II Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula 10 - PROCEDIMENTOS ARMAZENADOS - STORED PROCEDURES 1. INTRODUÇÃO Em muitas situações será necessário armazenar procedimentos escritos com a finalidade de se utilizar recursos como loop, estruturas

Leia mais

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br BANCO DE DADOS info 3º ano Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br Na última aula estudamos Unidade 4 - Projeto Lógico Normalização; Dicionário de Dados. Arquitetura

Leia mais

Structured Query Language (SQL)

Structured Query Language (SQL) SQL Histórico Structured Query Language (SQL) Foi desenvolvido pela IBM em meados dos anos 70 como uma linguagem de manipulação de dados (DML - Data Manipulation Language) para suas primeiras tentativas

Leia mais

Unidade 9: Middleware JDBC para Criação de Beans

Unidade 9: Middleware JDBC para Criação de Beans Programação Servidor para Sistemas Web 1 Unidade 9: Middleware JDBC para Criação de Beans Implementando MVC Nível 1 Prof. Daniel Caetano Objetivo: Preparar o aluno para construir classes de entidade com

Leia mais

Desenvolvimento Web com Struts

Desenvolvimento Web com Struts TREINAMENTOS Desenvolvimento Web com Struts Desenvolvimento Web com Struts2 e JPA2 14 de junho de 2015 As apostilas atualizadas estão disponíveis em www.k19.com.br Sumário i Sobre a K19 1 Seguro Treinamento

Leia mais

Linguagem SQL. Comandos Básicos

Linguagem SQL. Comandos Básicos Linguagem SQL Comandos Básicos Caetano Traina Júnior Grupo de Bases de Dados e Imagens Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação Universidade de São Paulo - São Carlos caetano@icmc.sc.usp.br Comando

Leia mais

Banco de Dados. StructuredQuery Language- SQL. Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.

Banco de Dados. StructuredQuery Language- SQL. Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo. Banco de Dados StructuredQuery Language- SQL Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2015 A Origem Em 1970, Ted Codd (pesquisador da IBM) publicou o primeiro

Leia mais

JAVA JDBC Java Database Connectivity

JAVA JDBC Java Database Connectivity JAVA JDBC Java Database Connectivity Permite o acesso a banco de dados Uma das formas de acesso é utilizando o driver JDBC-ODBC que permite a conexão através de um DRIVER ODBC O ODBC (Open Database Connectivity)

Leia mais

Mini-Tutorial. Como criar relatórios Java para Web com JasperReports e ireport por Roberto J. Furutani 20/07/2005 www.furutani.eti.

Mini-Tutorial. Como criar relatórios Java para Web com JasperReports e ireport por Roberto J. Furutani 20/07/2005 www.furutani.eti. Mini-Tutorial Como criar relatórios Java para Web com JasperReports e ireport por Roberto J. Furutani 20/07/2005 www.furutani.eti.br 1. Introdução O objetivo deste trabalho é mostrar de forma prática como

Leia mais