PADI Plataformas para Aplicações Distribuídas na Internet

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PADI Plataformas para Aplicações Distribuídas na Internet"

Transcrição

1 PADI Plataformas para Aplicações Distribuídas na Internet Apresentação Prof. Luís Veiga IST/INESC-ID https://fenix.ist.utl.pt/lerci-pb/disciplinas/padi pb/disciplinas/padi https://fenix.ist.utl.pt/leic-taguspark taguspark-pb/disciplinas/pdipb/disciplinas/pdi Luís Veiga - IST/INESC 1 Objectivo Corpo docente Programa Bibliografia Avaliação Datas importantes Índice 2

2 Objectivos Objectivos Gerais: Perceber os problemas subjacentes à concepção e desenvolvimento de aplicações em redes de grandes escala, i.e. na Internet. Conhecer as soluções existentes no âmbito das plataformas de suporte à execução das aplicações antes referidas (i.e. middleware) com ênfase na arquitectura, protocolos de comunicação, escalabilidade, desempenho e segurança. Objectivos Operacionais: Especificar, conceber, analisar e implementar aplicações distribuídas em redes de grande escala (i.e. Internet) assim como as respectivas plataformas de suporte à sua execução (i.e. middleware). Analisar e conceber protocolos, algoritmos e mecanismos de segurança das aplicações e das plataformas antes referidas 3 Prof. Luís Veiga Sala 2N5.1 Ext: 5132 Corpo Docente cadeira Identificação aluno/curso/turno 4

3 Programa (resumido) Parte I - Introdução e Fundamentos introdução aos sistemas distribuídos de grande escala, apresentação de problemas/desafios, requisitos não funcionais, e fundamentos teóricos (necessários para a restante matéria). Parte II - Requisitos, Modelos e Soluções modelos (aplicacional, de objectos, de comunicação, de sincronização, de nomes, de faltas e de segurança) e arquitecturas (cliente-servidor, publish-subscribe, P2P e GRID) tendo em conta requisitos não funcionais. Parte III Arquitecturas estudo de cada uma das arquitecturas antes referidas em maior detalhe (clienteservidor, publish-subscribe, P2P e GRID) com destaque para o cliente-servidor no âmbito da qual se abordam especificamente os sistemas de ficheiros, sistemas de objectos distribuídos, a replicação e o clustering. Parte IV - Casos de Estudo apresentação dos sistemas actuais mais representativos como exemplo das matérias acima referidas (de facto, esta parte acaba por ser dada ao longo do semestre de modo a ilustrar de imediato a matéria à medida que for sendo leccionada). 5 Programa Parte I - Introdução e Fundamentos Introdução: sistemas distribuídos de grande escala, exemplos motivadores, desafios e dificuldades, requisitos não funcionais. vertentes e efeitos da escalabilidade (robustez, carga, desempenho, administração, heterogeneidade) Fundamentos: sistemas síncronos e assíncronos, tempo lógico, relógios lógicos (Lamport), relógio vectoriais, causalidade, gestão de grupos, ordenação de mensagens Parte II - Requisitos, Modelos e Soluções: análise dos requisitos não funcionais (escalabilidade, disponibilidade, desempenho, consistência, durabilidade, localização, nomeação) modelos aplicacional, de objectos, de comunicação, de sincronização, de nomes, de faltas e de segurança function-shipping (RMI), data-shipping (replicação), código móvel, eventos aproximação pessimista e optimista, consistência fraca e forte, divergência de réplicas, conflitos e resolução. cliente-servidor, P2P, GRID, organização em camadas (n-tier) 6

4 Programa (cont.) Parte III - Arquitecturas: cliente-servidor: sistemas de ficheiros distribuídos, sistemas de objectos distribuídos, replicação, clustering, exemplos (AFS, Coda, Bayou, Gossip) publish-subscribe: serviço de eventos (organização, interacção), exemplos P2P: localização de objectos, encaminhamento de pedidos, Naspter, Gnutella GRID: localização de recursos, distribuição de pedidos, exemplos Parte IV - Casos de estudo: Java vista geral, arquitectura, máquina virtual, componentes, interoperabilidade (RMI, SOAP), acesso a bases de dados (JDBC, JDO), transacções, segurança, EJBs, session beans, entity beans, beanmanaged persistence, container-managed persistence..net - vista geral, arquitectura, CLR, componentes, interoperabilidade (SOAP, web services), acesso a bases de dados (ADO), transacções. 7 Bibliografia Capítulos do livro Distributed Systems, concepts and design, George Coulouris, Jean Dollimore, Tim Kindberg 3 rd / 4 th Edition, Addison-Wesley: system models (2/2) distributed objects and remote invocation (5/5) time and global states (10/11) coordination and agreement (11/12) replication (14/15) distributed file systems (8/8) peer-to-peer systems (-/10) Artigos seleccionados (disponibilizados na página em PDF) 8

5 Método de Avaliação Avaliação tem as seguintes componentes: Exame (40%) Quem entregar apenas um exame tem 1 valor de bonificação na nota desse exame Nota mínima: 7 valores (sem bonificação) Apresentação tema/artigo na aula teórica (10%) Grupos de 3 alunos - Obrigatória Participação nas aulas (10%) Projecto (40%) Grupos de 3 alunos Nota mínima: 7 valores Checkpoint intermédio: semana 30 de Abril. Nota do projecto inclui discussão e checkpoint apenas melhora nota. Inscrição obrigatória para laboratórios, apresentações, e exames. 9 Datas de Avaliação e Horário Datas : 1º Exame: 30 de Junho (sábado 9h) 2º Exame: 21 de Julho (sábado 9h) Projecto: Entrega do projecto a 28 de Maio Visualizações e discussões nas semanas seguintes Horário: aulas teóricas: segunda-feira: 16h00-17h30 (A2) sexta-feira: 16h00-17h30 (A2) aulas de laboratório: sexta-feira: 10h00-12h00 e 17h30-19h30 inscrições (via web) durante a primeira semana de aulas Grupos de 3 alunos! 10

6 TPC Inscrição grupos laboratório/projecto Fénix, inscrições já abertas Grupos de 3 alunos completos Alunos sem grupo devem contactar colegas No final serão incluídos automaticamente em grupos. Inscrição grupos apresentação aula teórica Fénix, inscrições já abertas Grupos de 3 alunos completos Alunos sem grupo devem contactar colegas No final serão incluídos automaticamente em grupos. Lista de aulas e papers será afixada. Escolher lugar +/- fixo para aulas teóricas 11

Prof. Luís Veiga IST / INESC-ID Lisboa

Prof. Luís Veiga IST / INESC-ID Lisboa PADI Plataformas para Aplicações Distribuídas na Internet Apresentação Prof. Luís Veiga IST / INESC-ID Lisboa https://fenix.ist.utl.pt/disciplinas/padi12/2011-2012/2 2012/2-semestre 2011-12 LAV INESC-ID/IST

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS SISTEMAS DISTRIBUÍDOS Nuno Preguiça (nuno.preguica_at_di.fct.unl.pt) http://asc.di.fct.unl.pt/sd1 Material de suporte às aulas de Sistemas Distribuídos de Nuno Preguiça Copyright DI FCT/ UNL / 1 OBJECTIVOS

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUIDOS E PARALELOS 2014/2015 1º SEMESTRE

SISTEMAS DISTRIBUIDOS E PARALELOS 2014/2015 1º SEMESTRE SISTEMAS DISTRIBUIDOS E PARALELOS 2014/2015 1º SEMESTRE Objectivos da Disciplina Desenvolver competências técnicas e científicas na área dos sistemas distribuídos e paralelos. Compreender o conceito de

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular SISTEMAS DISTRIBUÍDOS Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular SISTEMAS DISTRIBUÍDOS Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular SISTEMAS DISTRIBUÍDOS Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Informática 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

GUIA DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE CURRICULAR

GUIA DE FUNCIONAMENTO DA UNIDADE CURRICULAR Curso Engenharia Informática Ano letivo 2012/2013 Unidade Curricular Sistemas Distribuídos ECTS 6 Regime Obrigatório Ano 3º Semestre 2º sem Horas de trabalho globais Docente (s) Rui Pedro Marques Pereira

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS SISTEMAS DISTRIBUÍDOS Capítulo 1 Introdução Material de suporte às aulas de Sistemas Distribuídos de Nuno Preguiça Copyright DI FCT/ UNL / 1 NOTA PRÉVIA A apresentação utiliza algumas das figuras do livro

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS (1. CICLO)

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS (1. CICLO) SISTEMAS DISTRIBUÍDOS (1. CICLO) Capítulo 1 Introdução Material de suporte às aulas de Sistemas Distribuídos de Nuno Preguiça Copyright DI FCT/ UNL / 1 NOTA PRÉVIA A apresentação utiliza algumas das figuras

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular SISTEMAS DISTRIBUIDOS Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular SISTEMAS DISTRIBUIDOS Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular SISTEMAS DISTRIBUIDOS Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Engenharia Informática 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Carlos Ferraz cagf@cin.ufpe.br Tópicos da Aula Apresentação do curso Introdução Definição de sistemas distribuídos Exemplo Vantagens e desvantagens Convergência digital Desafios Visão

Leia mais

Capítulo II Modelos de Programação Distribuída (parte 2)

Capítulo II Modelos de Programação Distribuída (parte 2) Capítulo II Modelos de Programação Distribuída (parte 2) From: Coulouris, Dollimore and Kindberg Distributed Systems: Concepts and Design Edition 3, Addison-Wesley From: Cardoso, Jorge, Programação de

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos I Capítulo 6 Replicação - 2011 - DI/FCT/UNL Replicação... O que é? Replicação: Definição e Objectivos A replicação de dados consiste na manutenção de múltiplas cópias da mesma informação em dispositivos

Leia mais

Engenharia de Software Sistemas Distribuídos. 2º Semestre, 2007/2008. Departamento Engenharia Informática. Enunciado do projecto: Loja Virtual

Engenharia de Software Sistemas Distribuídos. 2º Semestre, 2007/2008. Departamento Engenharia Informática. Enunciado do projecto: Loja Virtual Engenharia de Software Sistemas Distribuídos 2º Semestre, 2007/2008 Departamento Engenharia Informática Enunciado do projecto: Loja Virtual Fevereiro de 2008 Índice Índice...2 Índice de Figuras...3 1 Introdução...4

Leia mais

Introdução. Sistemas Distribuídos. Mas, o que é um sistema distribuído? Seriamente. Professor: Paulo Jorge Marques. Professora Práticas: Pinki Meggi

Introdução. Sistemas Distribuídos. Mas, o que é um sistema distribuído? Seriamente. Professor: Paulo Jorge Marques. Professora Práticas: Pinki Meggi Introdução Sistemas Distribuídos Professor: Paulo Jorge Marques Email: pmarques@dei.uc.pt Universidade de Coimbra, Portugal Área de Sistemas Distribuídos Curso de Eng. Informática ISCTEM, Julho 2007 Professora

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Modelos e arquitecturas 14/15 Sistemas Distribuídos 1 Modelos arquitecturais 14/15 Sistemas Distribuídos 2 Camadas de Software: o Middleware Aplicações Middleware Sistema Operativo

Leia mais

Camadas de Software - o Middleware. Sistemas Distribuídos Capítulo 2: Modelos e Arquitecturas. Aplicações. Middleware.

Camadas de Software - o Middleware. Sistemas Distribuídos Capítulo 2: Modelos e Arquitecturas. Aplicações. Middleware. Camadas de Software - o Middleware Sistemas Distribuídos Capítulo 2: Modelos e Arquitecturas Modelos de Arquitecturas para sistemas distribuidos Interfaces e Objectos Requerimentos para Arquitecturas Distribuídas

Leia mais

Sistemas Operacionais Abertos. Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com

Sistemas Operacionais Abertos. Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Sistemas Operacionais Abertos Prof. MSc. André Yoshimi Kusumoto andrekusumoto.unip@gmail.com Caracterização de Sistemas Distribuídos Coulouris, Dollimore and Kindberg. Distributed Systems: Concepts and

Leia mais

Modelos Arquiteturais

Modelos Arquiteturais Modelos Arquiteturais Carlos Ferraz cagf@cin.ufpe.br Tópicos da Aula Modelos arquiteturais e-servidor Objetos distribuídos 2 O que é um modelo arquitetural? Estrutura em termos de componentes especificados

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Email: teóricas: artur.arsenio@ist.utl.pt práticas: joao.barreto@ist.utl.pt 2012-2013 1º semestre Sistemas Distribuídos Objectivos e Programa Estudar as técnicas fundamentais para

Leia mais

Arquitetura de um sistema é a especificação de sua estrutura e de seus componentes

Arquitetura de um sistema é a especificação de sua estrutura e de seus componentes Arquiteturas e Modelos de sistemas Arquitetura Arquitetura de um sistema é a especificação de sua estrutura e de seus componentes Localização dos componentes e relação entre eles Objetivo: garantir que

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUIDOS

SISTEMAS DISTRIBUIDOS 1 2 Caracterização de Sistemas Distribuídos: Os sistemas distribuídos estão em toda parte. A Internet permite que usuários de todo o mundo acessem seus serviços onde quer que possam estar. Cada organização

Leia mais

Nota prévia. Sistemas distribuídos I. Organização do capítulo. Definição de sistema distribuído. Exemplo: serviços em intranets

Nota prévia. Sistemas distribuídos I. Organização do capítulo. Definição de sistema distribuído. Exemplo: serviços em intranets Nota prévia A estrutura da apresentação é semelhante e utiliza algumas das figuras do livro de base do curso Sistemas distribuídos I Capítulo I Introdução G. Coulouris, J. Dollimore and T. Kindberg, Distributed

Leia mais

Sistemas Distribuídos (DCC/UFRJ)

Sistemas Distribuídos (DCC/UFRJ) Sistemas Distribuídos (DCC/UFRJ) Aula 1: 4 de abril de 2016 1 Conceitos básicos sobre sistemas distribuídos 2 Computação distribuída Computação distribuída A computação distribuída envolve o projeto, implementação

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos (Re)Introdução 1 Organização Definição Características essenciais dos sistemas distribuídos Desafios principais 2 Definição Um sistema distribuído é... um conjunto de componentes

Leia mais

Programação Sistemas Computacionais

Programação Sistemas Computacionais Programação Sistemas Computacionais LEE - 2013/14 Os acetatos foram escritos de acordo com a ortografia antiga Programação de Sistemas Introdução : 1/22 Enquadramento Disciplina no semestre de primavera

Leia mais

OurDocs. Sistemas Distribuídos Engenharia de Software. Sistema de gestão documental. ic-sod@mega.ist.utl.pt ic-es@mega.ist.utl.pt

OurDocs. Sistemas Distribuídos Engenharia de Software. Sistema de gestão documental. ic-sod@mega.ist.utl.pt ic-es@mega.ist.utl.pt Sistemas Distribuídos Engenharia de Software 2º Semestre, 2006/2007 Departamento Engenharia Informática Enunciado do projecto: OurDocs Sistema de gestão documental ic-sod@mega.ist.utl.pt ic-es@mega.ist.utl.pt

Leia mais

Infra-estrutura de Software

Infra-estrutura de Software Infra-estrutura de Software Apresentação Ciência da Computação Professor: Carlos Ferraz Monitoria: em formação Horários: Quartas e Sextas, 08-10h (D-005) Laboratório: G4, normalmente URL: http://www.cin.ufpe.br/~cagf/if677/2013-1

Leia mais

Sistemas Distribuídos e Paralelos

Sistemas Distribuídos e Paralelos Sistemas Distribuídos e Paralelos Sistemas peer-to-peer Ricardo Mendão Silva Universidade Autónoma de Lisboa r.m.silva@ieee.org December 3, 2014 Ricardo Mendão Silva (UAL) Sistemas Distribuídos e Paralelos

Leia mais

Distributed Systems Concepts and Design

Distributed Systems Concepts and Design Distributed Systems, Cap 2, Coulouris Pag. 1 de 1 Distributed Systems Concepts and Design 2 Modelos de Sistemas Modelos de arquitetura de sistemas distribuídos, estão relacionado com o local onde estão

Leia mais

Carlos Ferraz cagf@cin.ufpe.br

Carlos Ferraz cagf@cin.ufpe.br Modelos Arquiteturais Carlos Ferraz cagf@cin.ufpe.br Tópicos da Aula! Cliente-servidor! Peer processes (P2P)! Objetos distribuídos 2003 Carlos A. G. Ferraz 2 O que é um modelo arquitetural?! Estrutura

Leia mais

Enunciado do Projecto

Enunciado do Projecto C O M P U T A Ç Ã O M Ó V E L 2 0 0 7 / 2 0 0 8 Enunciado do Projecto 17 de Março de 2008 1. Objectivos Desenvolver uma aplicação num domínio aplicacional específico que envolva replicação e sincronização

Leia mais

Modelos Fundamentais. Carlos Ferraz. cagf@cin.ufpe.br

Modelos Fundamentais. Carlos Ferraz. cagf@cin.ufpe.br Modelos Fundamentais Carlos Ferraz cagf@cin.ufpe.br O que vimos até agora (I) História Anos 60-70: sistemas centralizados (caros!) Anos 80: computadores pessoais (acessórios caros e pouco aproveitáveis!

Leia mais

Sistemas Distribuídos. Introdução. Edeyson Andrade Gomes. www.edeyson.com.br

Sistemas Distribuídos. Introdução. Edeyson Andrade Gomes. www.edeyson.com.br Sistemas Distribuídos Introdução Edeyson Andrade Gomes www.edeyson.com.br SUMÁRIO Definições Características Desafios Vantagens Desvantagens 2 Definições DEFINIÇÕES Um sistema distribuído é uma coleção

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Bacharelado em Sistemas de Informação FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( X) bacharelado ( ) licenciatura

Leia mais

Capítulo I Introdução aos Sistemas Distribuídos

Capítulo I Introdução aos Sistemas Distribuídos Capítulo I Introdução aos Sistemas Distribuídos From: Wolfgang Emmerich Engineering Distributed Objects John Wiley & Sons, Ltd 2000 From: Coulouris, Dollimore and Kindberg Distributed Systems: Concepts

Leia mais

Introdução aos Sistemas Distribuídos

Introdução aos Sistemas Distribuídos Material baseado no livro Distributed Systems: Concepts and Design, Edition 3, Addison-Wesley 2001. Introdução aos Sistemas Distribuídos Copyright George Coulouris, Jean Dollimore, Tim Kindberg 2001 email:

Leia mais

Introdução à Programação B 2007/08

Introdução à Programação B 2007/08 Introdução à Programação B 2007/08 Descrição e objectivos Bibliografia Descrição A disciplina visa introduzir os conceitos fundamentais de programação. Pretende-se o desenvolvimento dos processos mentais

Leia mais

Características Básicas de Sistemas Distribuídos

Características Básicas de Sistemas Distribuídos Motivação Crescente dependência dos usuários aos sistemas: necessidade de partilhar dados e recursos entre utilizadores; porque os recursos estão naturalmente em máquinas diferentes. Demanda computacional

Leia mais

Camadas de Serviço de Hardware e Software em Sistemas Distribuídos. Introdução. Um Serviço Provido por Múltiplos Servidores

Camadas de Serviço de Hardware e Software em Sistemas Distribuídos. Introdução. Um Serviço Provido por Múltiplos Servidores Camadas de Serviço de Hardware e Software em Sistemas Distribuídos Arquiteutra de Sistemas Distribuídos Introdução Applications, services Adaptação do conjunto de slides do livro Distributed Systems, Tanembaum,

Leia mais

Capítulo VI CORBA. Common Object Request Broker Architecture. [Cardoso2008] Programação de Sistemas Distribuídos em Java, Jorge Cardoso, FCA, 2008.

Capítulo VI CORBA. Common Object Request Broker Architecture. [Cardoso2008] Programação de Sistemas Distribuídos em Java, Jorge Cardoso, FCA, 2008. Common Object Request Broker Architecture [Cardoso2008] Programação de Sistemas Distribuídos em Java, Jorge Cardoso, FCA, 2008. From: Fintan Bolton Pure CORBA SAMS, 2001 From: Coulouris, Dollimore and

Leia mais

Sumário. Introdução aos Sistemas Distribuídos. Comunicação Via Mensagens. Aplicação Distribuída. Definição. Exemplos. Vantagens Potenciais

Sumário. Introdução aos Sistemas Distribuídos. Comunicação Via Mensagens. Aplicação Distribuída. Definição. Exemplos. Vantagens Potenciais Sumário Introdução aos Sistemas Distribuídos Definição Exemplos September 21, 2008 Vantagens Potenciais Objectivos Aplicação Distribuída O que é? É uma aplicação que consiste em 2 ou mais processos que

Leia mais

Capítulo I Introdução aos Sistemas Distribuídos

Capítulo I Introdução aos Sistemas Distribuídos Capítulo I Introdução aos Sistemas Distribuídos From: Wolfgang Emmerich Engineering Distributed Objects John Wiley & Sons, Ltd 2000 From: Coulouris, Dollimore and Kindberg Distributed Systems: Concepts

Leia mais

INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE. Kellen Kristine Perazzoli 1, Manassés Ribeiro 2 RESUMO

INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE. Kellen Kristine Perazzoli 1, Manassés Ribeiro 2 RESUMO INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE Kellen Kristine Perazzoli, Manassés Ribeiro RESUMO O grande avanço tecnológico vivenciado nos últimos anos, os web services vem sendo utilizados trazendo

Leia mais

TRABALHO #1 Sistemas de Informação Distribuídos: Reflexão sobre a segurança

TRABALHO #1 Sistemas de Informação Distribuídos: Reflexão sobre a segurança DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INFORMÁTICA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Negócio Electrónico, 2006/2007 TRABALHO #1 Sistemas de Informação Distribuídos: Reflexão sobre a segurança

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Computação Aula 01-02: Introdução 2o. Semestre / 2014 Prof. Jesus Agenda da Apresentação Definição e surgimento de Sistemas Distribuídos Principais aspectos de Sistemas Distribuídos

Leia mais

Web Technologies. Tópicos da apresentação

Web Technologies. Tópicos da apresentação Web Technologies Tecnologias de Middleware 2004/2005 Hugo Simões hsimoes@di.fc.ul.pt 1 A Web Tópicos da apresentação Tecnologias Web para suporte a clientes remotos (Applets,CGI,Servlets) Servidores Aplicacionais

Leia mais

Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Exatas e da Terra - Campus I

Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Exatas e da Terra - Campus I Projeto Avançado de Sistemas/CPD029 Conceito de padrão de projeto. Padrões de projeto para software orientado a objetos. Mapeamento objetorelacional baseado em padrões. Padrões de arquitetura de software.

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Introdução Frederico Madeira LPIC 1, LPIC 2, CCNA fred@madeira.eng.br www.madeira.eng.br Referências - Coulouris, G.;Dollimore, J.; Kindberg, T.; SISTEMAS DISTRIBUIDOS CONCEITOS E

Leia mais

Middleware. Camada Intermediária de Suporte a Sistemas Distribuídos

Middleware. Camada Intermediária de Suporte a Sistemas Distribuídos Middleware Camada Intermediária de Suporte a Sistemas Distribuídos Alternativas de comunicação entre processos (IPC) Mecanismos de IPC tradicionais (ou de baixo nível) Memória compartilhada, filas de mensagens,

Leia mais

Introdução. Definição de um Sistema Distribuído (1) Definição de um Sistema Distribuído(2) Metas de Sistemas Distribuídos (2)

Introdução. Definição de um Sistema Distribuído (1) Definição de um Sistema Distribuído(2) Metas de Sistemas Distribuídos (2) Definição de um Sistema Distribuído (1) Introdução Um sistema distribuído é: Uma coleção de computadores independentes que aparecem para o usuário como um único sistema coerente. Definição de um Sistema

Leia mais

Sistemas Distribuídos. Introdução

Sistemas Distribuídos. Introdução Sistemas Distribuídos Introdução Definição Processos Um sistema distribuído é um conjunto de computadores independentes, interligados por uma rede de conexão, executando um software distribuído. Executados

Leia mais

Departamento de Engenharia Informática Engenharia de Software, Sistemas Distribuídos. Requisitos para a 3ª entrega do projecto.

Departamento de Engenharia Informática Engenharia de Software, Sistemas Distribuídos. Requisitos para a 3ª entrega do projecto. Departamento de Engenharia Informática Engenharia de Software, Sistemas Distribuídos Requisitos para a 3ª entrega do projecto Loja Virtual 5 de Maio de 2008 Índice Índice...2 1 Sumário...3 2 Requisitos...3

Leia mais

Modelos de Arquiteturas. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com

Modelos de Arquiteturas. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com Modelos de Arquiteturas Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com Agenda Introdução Arquitetura de Sistemas Distribuídos Clientes e Servidores Peer-to-Peer Variações Vários Servidores Proxy Código Móvel

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS SISTEMAS DISTRIBUÍDOS Capítulo 2 Arquiteturas e Modelos de Sistemas Distribuídos Material de suporte às aulas de Sistemas Distribuídos de Nuno Preguiça Copyright DI FCT/ UNL / 1 NOTA PRÉVIA A estrutura

Leia mais

EDITAL Nº 204/2014-PROG/UEMA

EDITAL Nº 204/2014-PROG/UEMA EDITAL Nº 204/2014-PROG/UEMA A Universidade Estadual do Maranhão, por meio da PROG, torna público, para conhecimento dos interessados, que, no período de 15/12/2014 a 13/02/2015, estarão abertas as inscrições

Leia mais

Arquitecturas Tolerantes a faltas em Sistemas Distribuídos

Arquitecturas Tolerantes a faltas em Sistemas Distribuídos Arquitecturas Tolerantes a faltas em Sistemas Distribuídos Replicação de Servidores Transacções Atómicas Protocolos de Replicação Replicação passiva vs. activa Replicação de máquinas de estados vs. Replicação

Leia mais

Sistemas Distribuídos Comunicação entre Processos em Sistemas Distribuídos: Middleware de comunicação Aula II Prof. Rosemary Silveira F. Melo Comunicação em sistemas distribuídos é um ponto fundamental

Leia mais

Guia do Mestrado em Informática Sistemas e Redes & Ciência de Computadores

Guia do Mestrado em Informática Sistemas e Redes & Ciência de Computadores Guia do Mestrado em Informática Sistemas e Redes & Ciência de Computadores Faculdade de Ciências, Universidade do Porto Faculdade de Ciências da Universidade do Porto 2006-2008 http://www.dcc.fc.up.pt/mi

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Introdução Aplicações em rede de computadores As redes de computadores atualmente estão em todos os lugares. Ex.: Internet, redes de telefones móveis, redes corporativas, em fábricas,

Leia mais

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO. Licenciatura em Engenharia Informática e Computadores Alameda e Taguspark

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO. Licenciatura em Engenharia Informática e Computadores Alameda e Taguspark UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO Licenciatura em Engenharia Informática e Computadores Alameda e Taguspark Sistemas Distribuídos e Engenharia de Software Projecto de 2010/2011

Leia mais

WebSphere MQ. Bruno Miguel de Sousa Gonçalves

WebSphere MQ. Bruno Miguel de Sousa Gonçalves WebSphere MQ Bruno Miguel de Sousa Gonçalves 1.Introdução ao WebSphere Os produtos WebSphere providenciam comunicação entre programas através da interligação entre componentes heterogéneos, processadores,

Leia mais

Sistemas Distribuídos. Introdução. Edeyson Andrade Gomes. www.edeyson.com.br

Sistemas Distribuídos. Introdução. Edeyson Andrade Gomes. www.edeyson.com.br Sistemas Distribuídos Introdução Edeyson Andrade Gomes www.edeyson.com.br Agenda Definição de Sistemas Distribuídos Evolução Histórica Exemplos Comparação com Sistemas Centralizados Conclusão 2 Definição

Leia mais

Projecto de Engenharia de Software e Sistemas Distribuídos 2009-10. Requisitos para a 3ª entrega do projecto. FeaRSe.

Projecto de Engenharia de Software e Sistemas Distribuídos 2009-10. Requisitos para a 3ª entrega do projecto. FeaRSe. Departamento de Engenharia Informática Engenharia de Software, Sistemas Distribuídos Requisitos para a 3ª entrega do projecto FeaRSe 6 de Maio de 2010 Índice Índice... 1 1 Sumário... 2 2 Requisitos...

Leia mais

Enunciado de apresentação do projecto

Enunciado de apresentação do projecto Engenharia de Software Sistemas Distribuídos 2 o Semestre de 2009/2010 Enunciado de apresentação do projecto FEARSe Índice 1 Introdução... 2 2 Cenário de Enquadramento... 2 2.1 Requisitos funcionais...

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Referências Caracterização de Sistemas Distribuídos Sistemas operacionais modernos Andrew S. TANENBAUM Prentice-Hall, 1995 Capítulo 9 Seções 9.1 a 9.3 Distributed Systems: concept

Leia mais

Licenciatura em Engenharia Informática Sistemas Distribuídos I 2ª chamada, 6 de Julho de 2005 2º Semestre, 2004/2005

Licenciatura em Engenharia Informática Sistemas Distribuídos I 2ª chamada, 6 de Julho de 2005 2º Semestre, 2004/2005 Departamento de Informática Faculdade de Ciências e Tecnologia UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Licenciatura em Engenharia Informática Sistemas Distribuídos I 2ª chamada, 6 de Julho de 2005 2º Semestre, 2004/2005

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO DE E-TUTOR e-learning. Público-Alvo

CURSO DE FORMAÇÃO DE E-TUTOR e-learning. Público-Alvo CURSO DE FORMAÇÃO DE E-TUTOR e-learning Público-Alvo Profissionais que pretendam adquirir competências de base para monitorizar formação na modalidade e-learning ou b-learning que sejam possuidores do

Leia mais

Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas Manual de Escolha de Turmas

Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas Manual de Escolha de Turmas Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas Manual de Escolha de Turmas 1. Informações gerais A escolha de turmas é realizada através da Secretaria Virtual (Link: https://ff.academicos.ul.pt). O acesso

Leia mais

Projecto de Modelação, Engenharia de Software e Sistemas Distribuídos 2008-09. Requisitos para a 3ª entrega do projecto.

Projecto de Modelação, Engenharia de Software e Sistemas Distribuídos 2008-09. Requisitos para a 3ª entrega do projecto. Departamento de Engenharia Informática Modelação, Engenharia de Software, Sistemas Distribuídos Requisitos para a 3ª entrega do projecto Test O Matic 10 de Maio de 2009 1 Índice 1 Índice... 1 2 Sumário...

Leia mais

Serviços Web: Introdução

Serviços Web: Introdução Sistemas Distribuídos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão Objetivos Nesta aula

Leia mais

Aula 03-04: Modelos de Sistemas Distribuídos

Aula 03-04: Modelos de Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Computação Aula 03-04: Modelos de Sistemas Distribuídos 2o. Semestre / 2014 Prof. Jesus Principais questões no projeto de um sistema distribuído (SD) Questão de acesso (como sist. será acessado)

Leia mais

Comunicação Inter-Processos. Prof. Adriano Fiorese. Conceitos Iniciais

Comunicação Inter-Processos. Prof. Adriano Fiorese. Conceitos Iniciais Comunicação Inter-Processos Conceitos Iniciais 1 Características para Comunicação Inter-Processos. Passagem de Mensagem pode ser suportada por duas operações de comunicação (send e receive). A comunicação

Leia mais

Capítulo II Modelos de Programação Distribuída (parte 2)

Capítulo II Modelos de Programação Distribuída (parte 2) Capítulo II Modelos de Programação Distribuída (parte 2) From: Coulouris, Dollimore and Kindberg Distributed Systems: Concepts and Design Edition 3, Addison-Wesley 2001 From: Cardoso, Jorge, Programação

Leia mais

GESTÃO DE SISTEMAS E REDES DOMAIN NAME SYSTEM

GESTÃO DE SISTEMAS E REDES DOMAIN NAME SYSTEM GESTÃO DE SISTEMAS E REDES DOMAIN NAME SYSTEM OUTLINE DOMAIN NAME SYSTEM NOMES DE DOMINIO CONSULTAS DNS SERVIDORES DE NOMES NAVEGAÇÃO E CONSULTA REGISTO DE RECURSOS O DNS é um serviço de nomes, normalizado

Leia mais

OBJETOS DISTRIBUÍDOS E INVOCAÇÃO REMOTA

OBJETOS DISTRIBUÍDOS E INVOCAÇÃO REMOTA OBJETOS DISTRIBUÍDOS E INVOCAÇÃO REMOTA SUMÁRIO Introdução Comunicação entre objetos distribuídos Eventos e Notificações 1.INTRODUÇÃO Middleware oferece: Transparência de localização Independência de protocolos

Leia mais

Definição São sistemas distribuídos compostos de nós interconectados, aptos a se auto-organizar em topologias de rede, com o intuito de compartilhar

Definição São sistemas distribuídos compostos de nós interconectados, aptos a se auto-organizar em topologias de rede, com o intuito de compartilhar Redes Peer-to-Peer Redes Peer-to to-peer Arquitetura de Redes P2P Integridade e Proteção Redes Peer-to-Peer (P2P) São sistemas distribuídos nos quais os membros da rede são equivalentes em funcionalidade

Leia mais

Definição São sistemas distribuídos compostos de nós interconectados, aptos a se auto-organizar em topologias de rede, com o intuito de compartilhar

Definição São sistemas distribuídos compostos de nós interconectados, aptos a se auto-organizar em topologias de rede, com o intuito de compartilhar Redes Peer- Redes Peer- (P2P) São sistemas distribuídos nos quais os membros da rede são equivalentes em funcionalidade Permitem que os pares compartilhem recursos diretamente, sem envolver intermediários

Leia mais

Projeto de Sistemas Distribuídos. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com

Projeto de Sistemas Distribuídos. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com Projeto de Sistemas Distribuídos Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com Agenda Introdução Exemplos de Sistemas Distribuídos Compartilhamento de Recursos e a Web Principais Desafios para a Implementação

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS SISTEMAS DISTRIBUÍDOS Capítulo 8 Gestão de ficheiros distribuídos e introdução às técnicas de replicação Material de suporte às aulas de Sistemas Distribuídos de Nuno Preguiça Copyright DI FCT/ UNL / 1

Leia mais

MODELOS DE SISTEMAS DISTRIBUÍDOS

MODELOS DE SISTEMAS DISTRIBUÍDOS MODELOS DE SISTEMAS DISTRIBUÍDOS Edeyson Andrade Gomes www.edeyson.com.br Agenda Visão geral Modelos de Arquitetura de Sistemas Distribuídos MASD Camadas de softwares Arquiteturas de sistema Variações

Leia mais

4 - Padrões da Camada de Integração. Introdução

4 - Padrões da Camada de Integração. Introdução Padrões de Projeto J2EE J931 Padrões da Camada de Integração Helder da Rocha (helder@acm.org) argonavis.com.br Introdução A camada de integração encapsula a lógica relacionada com a integração do sistema

Leia mais

Projeto de Sistemas Distribuídos. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com

Projeto de Sistemas Distribuídos. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com Projeto de Sistemas Distribuídos Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com Exemplos de SD Quais podem ser? Ex. de SD: Internet Internet é um conjunto de redes de computadores, de muitos tipos diferentes,

Leia mais

Desenvolvimento Cliente-Servidor 1

Desenvolvimento Cliente-Servidor 1 Desenvolvimento Cliente- 1 Ambiienttes de Desenvollviimentto Avançados Engenharia Informática Instituto Superior de Engenharia do Porto Alexandre Bragança 1998/99 Ambientes de Desenvolvimento Avançados

Leia mais

Princípios de Sistemas Distribuídos. Tecnologias utilizadas em sistemas distribuídos Aula 5

Princípios de Sistemas Distribuídos. Tecnologias utilizadas em sistemas distribuídos Aula 5 Princípios de Sistemas Distribuídos Tecnologias utilizadas em sistemas distribuídos Aula 5 Conceitos de comunicação entre processos Interprocess Communication (IPC) Sistemas distribuídos são construídos

Leia mais

Sistemas Distribuídos Arquitetura de Sistemas Distribuídos Aula II Prof. Rosemary Silveira F. Melo Arquitetura de Sistemas Distribuídos Conceito de Arquitetura de Software Principais elementos arquiteturais

Leia mais

Infra-estrutura de Software. Apresentação!

Infra-estrutura de Software. Apresentação! Apresentação! Ciência da Computação Professor: Carlos Ferraz Monitoria: em formação Horários: Segundas, 13-15h (D- 005), e Quintas, 15-17h (D- 004) Laboratório: G4, normalmente URL: hsp://www.cin.ufpe.br/~cagf/if677/2012-2

Leia mais

FICHA DE CURSO. 1. Designação do Curso: 2. Denominação do Diploma ou Certificado. 3. Objectivos Gerais e Enquadramento: 4.

FICHA DE CURSO. 1. Designação do Curso: 2. Denominação do Diploma ou Certificado. 3. Objectivos Gerais e Enquadramento: 4. 1. Designação do Curso: Curso de Especialização Pós-Graduada em Computação Móvel Aplicada 2. Denominação do Diploma ou Certificado Diploma de Pós-Graduação em Computação Móvel Aplicada 3. Gerais e Enquadramento:

Leia mais

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Sistemas Distribuídos Ciência da Computação Prof. Jesus José de Oliveira Neto Web Services Web Services Existem diferentes tipos de comunicação em um sistema distribuído: Sockets Invocação

Leia mais

Sistemas Distribuídos na WEB (Plataformas para Aplicações Distribuídas) Sumário. Java 2 Enterprise Edition. J2EE (Java 2 Enterprise Edition)

Sistemas Distribuídos na WEB (Plataformas para Aplicações Distribuídas) Sumário. Java 2 Enterprise Edition. J2EE (Java 2 Enterprise Edition) Sistemas Distribuídos na WEB (Plataformas para Aplicações Distribuídas) J2EE () Sumário Introdução J2EE () APIs J2EE Web Container: Servlets e JSP Padrão XML 2 J2EE é Uma especificação para servidores

Leia mais

Universidade Salgado de Oliveira

Universidade Salgado de Oliveira Universida Salgado Oliveira Graduação Tecnológica em Res Computadores PLANO DE ENSINO - 1º Semestre 2013 - Curso: Graduação Tecnológica em Res Computadores. Disciplina: Sistemas Distribuídos Código: 4289

Leia mais

Bases de Dados. Bibliografia. 1. Parte I Componente Teórica. Pedro Quaresma

Bases de Dados. Bibliografia. 1. Parte I Componente Teórica. Pedro Quaresma Índice Bases de Dados Pedro Quaresma Departamento de Matemática Universidade de Coimbra 2010/2011 1. Parte I Componente Teórica 1.1 Introdução 1.2 Modelo ER 1.3 Modelo Relacional 1.4 SQL 1.5 Integridade

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Soquetes Um soquete é formado por um endereço IP concatenado com um número de porta. Em geral, os soquetes utilizam uma arquitetura cliente-servidor. O servidor espera por pedidos

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Aula 4 Msc. Daniele Carvalho Oliveira Doutoranda em Ciência da Computação - UFU Mestre em Ciência da Computação UFU Bacharel em Ciência da Computação - UFJF Migração de Código Em

Leia mais

Arquitectura de um Sistema de Chamadas a Procedimentos Remotos a Servidores Replicados

Arquitectura de um Sistema de Chamadas a Procedimentos Remotos a Servidores Replicados Arquitectura de um Sistema de Chamadas a Procedimentos Remotos a Servidores Replicados Pedro Vicente pedrofrv@di.fc.ul.pt João Martins jmartins@di.fc.ul.pt Abstract O paradigma das chamadas a procedimentos

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Aula 2 Msc. Daniele Carvalho Oliveira Doutoranda em Ciência da Computação - UFU Mestre em Ciência da Computação UFU Bacharel em Ciência da Computação - UFJF Por que definir uma arquitetura?

Leia mais

Sistemas Distribuídos. Coulouris Capítulo 4

Sistemas Distribuídos. Coulouris Capítulo 4 Sistemas Distribuídos Coulouris Capítulo 4 Mensagens Para comunicar-se com outros processos, um processo envia uma MENSAGEM para um DESTINO; um outro processo nesse destino recebe a mensagem. As operações

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Tecnologia em Sistemas para Internet FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Prof. Adriano Avelar Site: www.adrianoavelar.com Email: eam.avelar@gmail.com O que veremos hoje... Evolução Histórica Motivação Conceitos Características

Leia mais

Introdução aos Sistemas Distribuídos

Introdução aos Sistemas Distribuídos Introdução aos Sistemas Distribuídos September 22, 2009 Sumário Definição Exemplos Vantagens Potenciais Objectivos Obstáculos Aplicação Distribuída O que é? É uma aplicação que consiste em 2 ou mais processos

Leia mais

Informática UFRGS. Programação com Objetos Distribuídos (C. Geyer) J2EE EJBs 1

Informática UFRGS. Programação com Objetos Distribuídos (C. Geyer) J2EE EJBs 1 EJB Introdução Versão Atual (maio/06): 3.0 Versão anterior: 2.1 Programação com Objetos Distribuídos (C. Geyer) J2EE EJBs 1 Autores Autores Cláudio Geyer Eduardo Studzinski Estima de Castro Gisele Pinheiro

Leia mais