Eficiência Energética e Geração de Energia. Proposta de Colaboradores

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Eficiência Energética e Geração de Energia. Proposta de Colaboradores"

Transcrição

1 Eficiência Energética e Geração de Energia Proposta de Colaboradores

2 SUMÁRIO EXECUTIVO Oferta de Serviços Fundamentação da proposta Descontos

3 MUNDO SUSTENTÁVEL CONCEITO Apresentar aos clientes Lar doce Lar a possibilidade de acederem a serviços de eficiência energética e de geração de energia contribuindo para uma Portugal mais sustentável. ao seu dispôr uma equipa de profissionais qualificados que o ajudarão na melhor escolha face ás suas Auditoria Energética Fiscalização da Obra Manutenção do Equipamento.

4 MUNDO SUSTENTÁVEL FUNDAMENTAÇÃO Mercado emergente na procura de redução de custos na factura energética ou aumento da rentabilidade mensal através da geração de energia. OPERACIONALIZAÇÃO Propomos a divulgação dos serviços renováveis de forma permanente no site Lar doce Lar. Os serviços propostos são: Eficiência Energética (Diagnóstico Energético e Solar Térmico) Geração de Energia (Microgeração e Minigeração)

5 MICROGERAÇÃO MUNDO SUSTENTÁVEL Soluções domésticas de venda de energia eléctrica a uma taxa bonificada de 0,326 /kwh. Todas as empresas ou particulares que tenham um CONCEITO contador eléctrico de baixa tensão (BTE ou BTN), poderão produzir energia e vender à rede Apresentar aos clientes Lar doce Lar a possibilidade usufruindo de acederem de uma a serviços tarifa bonificada de eficiência durante energética 15 e de anos. geração de energia contribuindo para uma Portugal mais sustentável. Uma excelente rentabilidade anual Uma fonte de receitas mensal Um investimento diário num ambiente mais limpo Nos ao seu primeiros dispôr anos uma o equipa valor de de venda profissionais estimada qualificados que o ajudarão na melhor escolha face ás suas ronda os 2500, sendo possível recuperar o investimento efectuado entre 5 e 7 anos. Tarifa Auditoria Bonificada Energética O valor da tarifa é de 0,326 kwh durante os primeiros 8 anos e 0,185 kwh nos restantes 7 anos, Fiscalização perfazendo da um Obra total de 15 anos. Manutenção do Equipamento.

6 MICROGERAÇÃO MUNDO SUSTENTÁVEL As soluções propostas oferecem rentabilidades muito atractivas: YUNIT Receitas anuais RENOVÁVEIS até aos CONCEITO Taxa de rentabilidade até 16% Apresentar Investimento aos clientes Lar recuperável doce Lar a até possibilidade 7 anos de acederem a serviços de eficiência energética e de CUSTO Unidade de Microgeração - Sistema Fixo geração de energia contribuindo para uma Portugal mais sustentável. Destinatários Potência mínima contratada 6,9 kva 10,35 kva 10,35 kva Potência total de painéis ao seu dispôr uma equipa 3,68 de kw profissionais 4,14 kw qualificados 4,60 kw (potência aproximada) que o ajudarão na melhor escolha face ás suas Potência de Ligação 3,45 kw OU 3,68 kw 3,68 kw 3,68 Kw (Inversor) Quadro Eléctrico Contador de produção Auditoria Energética Portinhola Kit 3,68 kwp Clientes particulares e empresas Estrutura de suporte Kit 3,68 kwp Plus Clientes particulares e empresas Kit 3,68 kwp Premium Clientes particulares e empresas Quadro Eléctrico com disjuntor e interruptor diferencial Contador de produção bidireccional e caixa correspondente Portinhola PC/P Estrutura de Suporte em telhado ou solo Cabo Solar Até 50 metros Cabo Solar 6mm 2 Cabo Eléctrico AC 6mm 2 Até 60 metros Cabo Eléctrico AC 6mm 2 Preços s/ IVA , , ,00 A produção prevista foi calculada utilizando um software certificado (PVSYST) Foram Fiscalização assumidas condições da óptimas Obra (30º de inclinação e orientação a Sul) As receitas esperadas foram calculadas de acordo com a produção prevista de um sistema instalado em Lisboa Considerou-se um decréscimo de produção de 0,8% por Manutenção do Equipamento. ano Não se consideraram benefícios fiscais Considerou-se um aumento da tarifa da electricidade em 4% ao ano que tem influência no modelo a partir do 15º ano uma vez que o Cliente passará para o regime geral. Os preços apresentados não incluem manutenção do equipamento

7 SOLAR TÉRMICO Soluções de aproveitamento da energia solar para aquecimento de águas sanitárias Qualquer cliente que pretenda reduzir os seus custos energéticos poderá optar por uma solução de solar térmico para aquecimento das águas sanitárias e/ou piscinas Para usufruir do regime bonificado na microgeração, o cliente terá de instalar um equipamento solar térmico. CUSTO DO EQUIPAMENTO SOLAR TÉRMICO** Butano /kwh 0,22 Produção Anual 1782 W Poupança anual 392,04 Preço (S/IVA) 2000 Retorno de investimento 5,1 anos ** Os valores de investimento tem por base um termossifão de 200lts.

8 POUPE DINHEIRO, POUPE ENERGIA E VALORIZE O SEU IMÓVEL MUNDO SUSTENTÁVEL CERTIFICADO ENERGÉTICO Desde Janeiro de 2009 tornou-se obrigatório para quem quer vender ou arrendar, ter o certificado energético da habitação (DL 78/2006). Para clientes que: Querem valorizar a sua casa Conhecer o desempenho energético da sua habitação; A classificação energética é influenciada: pelas características construtivas do imóvel - orientação, paredes, coberturas, envidraçados, etc., pela existência ou não de aproveitamento de energias renováveis, pela forma e sistemas de ventilação (natural ou mecânica), e pela eficiência e combustíveis usados nos sistemas de climatização e de produção de águas quentes sanitárias (AQS). CONCEITO Apresentar energia aos clientes identificação nas Lar doce instalações Lar de a possibilidade medidas e de acederem proposta a serviços eficiência energética e de geração de energia de contribuindo melhoria de medidas de para uma Portugal mais sustentável. melhoria ao seu dispôr uma equipa de profissionais qualificados que o ajudarão na melhor escolha face ás suas Levantamento das Levantamento condições das de utilização condições de energia de utilização e de Auditoria Energética Fiscalização da Obra Manutenção do Equipamento.

9 CERTIFICADO ENERGÉTICO Edifícios de Serviços Tipologia (No âmbito do RCCTE - potência até 25 kw)* MUNDO SUSTENTÁVEL Preço Venda c/iva Edifícios serviços/escritórios até 75 m2 691,06 Edifícios serviços/escritórios 75 a 200 m2 744,64 Edifícios serviços/escritórios 200 a 500 m2 819,18 (No âmbito do RSECE - potência superior a 25 kw)* Edifícios serviços até 300 m ,92 Edifícios serviços de 300 m2 a 500 m ,72 Edifícios serviços de 500 m2 a m ,52 Edifícios serviços de m2 a m ,12 Edifícios serviços de m2 a m ,52 Edifícios serviços de m2 a m ,92 Edifícios serviços de m2 a m ,72 Edifícios serviços superiores a m ,52 CONCEITO Apresentar aos clientes identificação Lar doce Lar de a possibilidade medidas de acederem a serviços de eficiência energética e de geração de energia de contribuindo melhoria Residencial para uma Portugal mais sustentável. Apartamentos T0 e T1 290,92 Apartamentos T2 e T3 317,49 ao seu dispôr uma equipa de profissionais qualificados que o Apartamentos ajudarão T4 na até melhor 300 m2 escolha face ás 391,88 suas Auditoria Energética Fiscalização da Obra CUSTO CERTIFICADO Levantamento das ENERGÉTICO condições de utilização de energia e Tipologia Preço Venda c/iva Moradia até 200 m2 357,34 Moradia 200 a 500 m2 e outros AP 437,04 Moradia superiores a 500 m2 556,60 Ruína 197,93 *O que distingue o RCCTE do RSECE é a potência do sistema de climatização (caldeira, ar condicionado, bomba de calor, etc.). Se o cliente não saber qual a potência do seu sistema, deverá submeter pedido no âmbito do RCCTE. Caso o perito qualificado Manutenção verifique que o processo do entra Equipamento. no âmbito do RSECE, será enviado um link ao cliente para pagamento da diferença.

10 POUPE DINHEIRO, POUPE ENERGIA E VALORIZE O SEU IMÓVEL MUNDO SUSTENTÁVEL DIAGNÓSTICO ENERGÉTICO Para clientes que: Querem poupar efectivamente na factura energética Usufruir de benefícios fiscais Aumentar o conforto e o bem-estar na sua casa/fracção Redução das emissões de CO 2 Levantamento das Levantamento condições das de utilização condições de energia de utilização e de CONCEITO Apresentar energia aos clientes identificação nas Lar doce instalações Lar de a possibilidade medidas e de acederem proposta a serviços eficiência energética e de geração de energia de contribuindo melhoria de medidas de para uma Portugal mais sustentável. melhoria A realização do Diagnóstico energético prevê o levantamento das condições de utilização de energia nas instalações, permitindo identificar medidas de Utilização Racional de Energia Eléctrica (UREE) e oportunidades de melhoria do desempenho energético das instalações. A implementação de um plano de racionalização, constitui um serviço que visa reduzir a factura energética, através da identificação e apresentação de medidas com viabilidade técnico-económica ao seu dispôr uma equipa de profissionais qualificados que o ajudarão na melhor escolha face ás suas Auditoria Energética Fiscalização da Obra Manutenção do Equipamento.

11 DIAGNÓSTICO ENERGÉTICO Edifícios de Serviços Tipologia MUNDO SUSTENTÁVEL Preço Venda c/iva Edifícios serviços até 300m² Edifícios serviços de 300m² a 500m² Edifícios serviços de 500m² a 1.000m² Edifícios serviços de 1.000m² a 2.500m² 1, Edifícios serviços de 2.500m² a 5.000m² 1, Edifícios serviços de 5.000m² a m² 1, Edifícios serviços superiores a m² 2, CONCEITO Apresentar aos clientes identificação Lar doce Lar de a possibilidade medidas de acederem a serviços de eficiência energética e de geração de energia de contribuindo melhoria para uma Portugal mais sustentável. Residencial Apartamentos T0 e T Apartamentos T2 e T ao seu dispôr uma equipa de profissionais qualificados que o Apartamentos ajudarão na T4 até melhor 300m² escolha face ás suas Auditoria Energética Levantamento das ENERGÉTICO condições de utilização de energia e Tipologia Fiscalização da Obra Manutenção do Equipamento. CUSTO DIAGNÓSTICO Preço Venda c/iva Apartamentos T4 superior a 300m² Moradias até 200m² Moradias de 200m² a 500m² Moradias superiores a 500m²

12 Descontos colaborador PT Para todos os colaboradores PT o desconto é de 10% sobre os preços de tabela da Yunit Renováveis. *Caso o cliente adjudique um orçamento para intervenção com vista à melhoria do desempenho energético, de valor igual ou superior a 1000, a YUNIT oferece o equipamento de monitorização de consumo de energia Medidr de Consumo Energético, que permitirá medir os gastos energéticos da casa/fracção. O produto apresentado está limitado ao stock existente. Em caso de ruptura, este poderá ser substituído por um produto semelhante em função e valor.

13 Juntos continuaremos a contribuir para o sucesso das energias renováveis em Portugal.

ENERGIA SOLAR E AQUECIMENTO EM EDIFÍCIOS

ENERGIA SOLAR E AQUECIMENTO EM EDIFÍCIOS ENERGIA SOLAR E AQUECIMENTO EM EDIFÍCIOS Maio de 2006 enquadramento legal / regulamentar publicada recentemente nova legislação há muito aguardada enquadramento legal / regulamentar... SCE Dec. Lei nº

Leia mais

Desconto de 10% nos produtos e serviços abaixo indicados, sobre o preço em vigor em cada momento.

Desconto de 10% nos produtos e serviços abaixo indicados, sobre o preço em vigor em cada momento. Desconto de 10% nos produtos e serviços abaixo indicados, sobre o preço em vigor em cada momento. Os preços apresentados já incluem 10% de desconto para as instituições; Aos preços indicados acresce IVA

Leia mais

Curso de Certificação de Projetista de Térmica- REH

Curso de Certificação de Projetista de Térmica- REH Nome: TODAS AS RESPOSTAS DEVERÃO SER JUSTIFICADAS Grupo 1 (7,5 valores) Considere as peças desenhadas anexas correspondentes ao projeto de uma moradia a construir no concelho de Alcochete, a uma altitude

Leia mais

A Nova Regulamentação dos Edifícios e o Sistema de Certificação Energética

A Nova Regulamentação dos Edifícios e o Sistema de Certificação Energética A Nova Regulamentação dos Edifícios e o Sistema de Certificação Energética 14 de Março o 2007 Consumo energia final Residencial 16% Seviços 13% Agricultura 2% Transportes 36% Contexto nacional energético

Leia mais

Construção Sustentável

Construção Sustentável Construção Sustentável O Sistema de Certificação Energética e o seu Impacto Jornadas Certiel 2010, 16 Abril Sistema de Certificação Energética e de QAI Regulamentação dos edifícios Certificados Energéticos

Leia mais

Sistemas de Cogeração Aplicação em Edifícios. (2007-2008) L. Roriz

Sistemas de Cogeração Aplicação em Edifícios. (2007-2008) L. Roriz Sistemas de Cogeração Aplicação em Edifícios (2007-2008) L. Roriz Necessidades energéticas As necessidades energéticas variam com o tipo de edifício, e dentro dos edifícios de serviços podem apresentar

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AVENIDA ENGENHEIRO TAVARES DA SILVA, 107, 3º DTO POS Localidade ANADIA

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AVENIDA ENGENHEIRO TAVARES DA SILVA, 107, 3º DTO POS Localidade ANADIA Válido até 14/09/2025 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada AVENIDA ENGENHEIRO TAVARES DA SILVA, 107, 3º DTO POS Localidade ANADIA Freguesia ARCOS Concelho ANADIA GPS 40.437279, -8.438974 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

PROGRAMA DE MODERNIZAÇÃO DAS ESCOLAS COM ENSINO SECUND EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NOS ESTABELECIMENTOS DE ENSINO

PROGRAMA DE MODERNIZAÇÃO DAS ESCOLAS COM ENSINO SECUND EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NOS ESTABELECIMENTOS DE ENSINO PROGRAMA DE MODERNIZAÇÃO DAS ESCOLAS COM ENSINO SECUND EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NOS ESTABELECIMENTOS DE ENSINO ENQUADRAMENTO DO PROGRAMA CARACTERIZAÇÃO DOS EDIFÍCIOS ESCOLARES COM ENSINO SECUNDÁRIO Fase 1

Leia mais

PREPARATIVOS PARA A NOVA LEGISLAÇÃO SOBRE EFICIÊNCIA E ROTULAGEM ENERGÉTICAS

PREPARATIVOS PARA A NOVA LEGISLAÇÃO SOBRE EFICIÊNCIA E ROTULAGEM ENERGÉTICAS PREPARATIVOS PARA A NOVA LEGISLAÇÃO SOBRE EFICIÊNCIA E ROTULAGEM ENERGÉTICAS ATLANTIC E A NOVA NORMATIVA ENERGÉTICA Há mais de 40 anos que a Atlantic investiga e desenvolve, diariamente, soluções para

Leia mais

Produza a sua Energia!

Produza a sua Energia! Produza a sua Energia! AUTOCONSUMO FOTOVOLTAICO Produza Energia em sua casa. A solução ideal para reduzir os seus custos com a energia. O QUE É O AUTOCONSUMO FOTOVOLTAICO? Compreende-se Autoconsumo Fotovoltaico

Leia mais

Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos

Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos SECÇÃO 3 Apoio à eficiência energética, à gestão inteligente da energia e à utilização das energias renováveis nas infraestruturas públicas da Administração Central Objetivos Específicos: Os apoios têm

Leia mais

Sistema de Certificação Energética e da QAI (SCE)

Sistema de Certificação Energética e da QAI (SCE) Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Seminário : Inovação na Construção, Técnicas e Materiais de Construção sustentável Auditório da Associação

Leia mais

Quem Somos. 1998 -A Globalterrafez uma incursão a outros produtos de representação, nomeadamente na importação de automóveis a nível nacional.

Quem Somos. 1998 -A Globalterrafez uma incursão a outros produtos de representação, nomeadamente na importação de automóveis a nível nacional. Quem Somos 1993- Fundação da empresa Globalterra Importação e Exportação Lda., com sede no concelho de Loulé. Dedicado quase exclusivamente à importação de artigosdiversos, provenientes dos Estados Unidos.

Leia mais

Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE)

Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Energia Geotérmica Aplicada na Indústria Batalha, 13 de Janeiro de 2009 Sistema de Certificação Energética

Leia mais

Já conhece o ciclo de Eficiência Energética nos edifícios?

Já conhece o ciclo de Eficiência Energética nos edifícios? Já conhece o ciclo de Eficiência Energética nos edifícios? Encontramo-nos perante o dilema da energia, em que temos de reduzir para metade as emissões de CO2, de modo a evitar o aquecimento global do planeta,

Leia mais

Apresentação do relatório da Bolsa de iniciação de investigação. Leonor Trovão, Novembro 2010 Orientador: Prof. Humberto Jorge

Apresentação do relatório da Bolsa de iniciação de investigação. Leonor Trovão, Novembro 2010 Orientador: Prof. Humberto Jorge Apresentação do relatório da Bolsa de iniciação de investigação Leonor Trovão, Novembro Orientador: Prof. Humberto Jorge Problemas ambientais com os transportes Introdução de veículos eléctricos Utilização

Leia mais

Comunicado Imprensa ERSE Disponibiliza Simulador de Potência a Contratar www.erse.pt

Comunicado Imprensa ERSE Disponibiliza Simulador de Potência a Contratar www.erse.pt Comunicado Imprensa Disponibiliza Simulador de Potência a Contratar www.erse.pt No âmbito das comemorações do Dia Mundial da Energia (29 de Maio), a vai disponibilizar na sua página da Internet, um novo

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada URBANIZAÇÃO GOLFEMAR, LOTE 47, A Localidade CARVOEIRO LGA

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada URBANIZAÇÃO GOLFEMAR, LOTE 47, A Localidade CARVOEIRO LGA Válido até 09/10/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada URBANIZAÇÃO GOLFEMAR, LOTE 47, A Localidade CARVOEIRO LGA Freguesia LAGOA E CARVOEIRO Concelho LAGOA (ALGARVE) GPS 37.096648, -8.446075 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

MEDIDAS DE MELHORIA EDIFÍCIOS RESIDENCIAIS EXISTENTES

MEDIDAS DE MELHORIA EDIFÍCIOS RESIDENCIAIS EXISTENTES MEDIDAS DE MELHORIA EDIFÍCIOS RESIDENCIAIS EXISTENTES VASCO PEIXOTO DE FREITAS ANA GUIMARÃES CLÁUDIA FERREIRA SANDRO ALVES Faculdade Engenharia Universidade do Porto Laboratório de Física das Construções

Leia mais

Evento REABILITAÇÃO ENERGETICAMENTE EFICIENTE DE EDIFÍCIOS URBANOS AUDITORIAS ENERGÉTICAS. Inspecção, Debilidades e Optimização de Desempenho

Evento REABILITAÇÃO ENERGETICAMENTE EFICIENTE DE EDIFÍCIOS URBANOS AUDITORIAS ENERGÉTICAS. Inspecção, Debilidades e Optimização de Desempenho Evento REABILITAÇÃO ENERGETICAMENTE EFICIENTE DE EDIFÍCIOS URBANOS Inspecção, Debilidades e Optimização de Desempenho Paulo Santos www.itecons.uc.pt Objetivos Missão das auditorias energéticas no projeto

Leia mais

Mestrado em Engenharia Electrotécnica e Computadores Perfil Energias Renováveis Energia Solar. Energia Solar

Mestrado em Engenharia Electrotécnica e Computadores Perfil Energias Renováveis Energia Solar. Energia Solar Energia Solar Aspectos Técnicos e Económicos Relativos à Integração de Sistemas Fotovoltaicos em Redes Eléctricas J. A. Peças Lopes Introdução Aumento da Produção de origem Fotovoltaica: Integração na

Leia mais

2016 Formação CERTIEL

2016 Formação CERTIEL 2016 Formação CERTIEL Formação CERTIEL Em 2016, a CERTIEL continua a aposta na sua oferta formativa, a qual continuará a incidir na atualização e reforço das competências dos técnicos responsáveis pela

Leia mais

scolha para renovações DAIKIN ALTHERMA ALTA TEMPERATURA AQUECIMENTO E ÁGUA QUENTE SANITÁRIA

scolha para renovações DAIKIN ALTHERMA ALTA TEMPERATURA AQUECIMENTO E ÁGUA QUENTE SANITÁRIA A 9 scolha para renovações DAIKIN ALTHERMA ALTA TEMPERATURA AQUECIMENTO E ÁGUA QUENTE SANITÁRIA 4 A solução perfeita para renovações O sistema de alta temperatura Daikin Altherma proporciona aquecimento

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA GENERAL SILVA FREIRE, Nº43, RC ESQ Localidade LISBOA.

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA GENERAL SILVA FREIRE, Nº43, RC ESQ Localidade LISBOA. Válido até 14/04/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA GENERAL SILVA FREIRE, Nº43, RC ESQ Localidade LISBOA Freguesia OLIVAIS Concelho LISBOA GPS 38.775300, -9.116600 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL Conservatória

Leia mais

Esse futuro é hoje com a mobilidade elétrica.

Esse futuro é hoje com a mobilidade elétrica. Imagine um futuro para a sua empresa, em que as deslocações são feitas de forma inovadora, económica, sem emissões e totalmente adequada às suas necessidades. Esse futuro é hoje com a mobilidade elétrica.

Leia mais

O exemplo prático das Energias Renováveis como solução na Gestão de Energia e Eficiência Energética.

O exemplo prático das Energias Renováveis como solução na Gestão de Energia e Eficiência Energética. SERVIÇOS E EQUIPAMENTOS DE ENERGIAS RENOVÁVEIS Workshop Gestão de Energia e Eficiência Energética nas Empresas PAINEL II O exemplo prático das Energias Renováveis como solução na Gestão de Energia e Eficiência

Leia mais

Betão de baixo carbono

Betão de baixo carbono Betão de baixo carbono 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 Betão de baixo carbono O betão é o material de construção

Leia mais

maior lucro menores custos

maior lucro menores custos maior lucro menores custos aumente os lucros da sua empresa através da eficiência energética O setor industrial é responsável por 43% do consumo anual de energia em nosso país. Dentro deste setor, onde

Leia mais

Certificado Energético Pequeno Edifício de Comércio e Servicos IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA CARLOS CONDE, Nº 1, CAVE - LOJA 3 Localidade LISBOA

Certificado Energético Pequeno Edifício de Comércio e Servicos IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA CARLOS CONDE, Nº 1, CAVE - LOJA 3 Localidade LISBOA Válido até 04/11/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA CARLOS CONDE, Nº 1, CAVE - LOJA 3 Localidade LISBOA Freguesia CAMPOLIDE Concelho LISBOA GPS 38.729579, -9.172565 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL Conservatória

Leia mais

CALDEIRAS SOLARES HIBRIDAS

CALDEIRAS SOLARES HIBRIDAS Caldeiras Solares Hibridas (Solar - Gás) A caldeira combina num só produto, o aproveitamento da energia solar com a energia proveniente da combustão do gás. Esta caldeira faz o aproveitamento da radiação

Leia mais

Certificação Energética em Edifícios Existentes

Certificação Energética em Edifícios Existentes Certificação Energética em Edifícios Existentes DATAS A definir (assim que seja atingido o número mínimo de inscrições) HORÁRIO Sábado, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 (inclui visita a um imóvel

Leia mais

Energia Solar em Portugal. Perspectivas e situação actual

Energia Solar em Portugal. Perspectivas e situação actual ALSOLAR, Energia Solar em Portugal Perspectivas e situação actual Condições geral Maior radiação solar de Europa Indústria de Energia Solar com tradição Enorma dependência de importação de energia Um país

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DR. JOÃO BAPTISTA JACQUET, LOTE 25,, Localidade PAREDE

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DR. JOÃO BAPTISTA JACQUET, LOTE 25,, Localidade PAREDE Válido até 23/02/2026 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA DR. JOÃO BAPTISTA JACQUET, LOTE 25,, Localidade PAREDE Freguesia CARCAVELOS E PAREDE Concelho CASCAIS GPS 38.688815, -9.341953 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

Esta importância reflete-se no elevado peso do Ar Comprimido nos custos energéticos das empresas.

Esta importância reflete-se no elevado peso do Ar Comprimido nos custos energéticos das empresas. O ar comprimido apresenta uma elevada importância na indústria, sendo utilizado num conjunto alargado de setores industriais com diversos tipos de aplicações. Esta importância reflete-se no elevado peso

Leia mais

Eficiência Energética e Certificação de Edifícios

Eficiência Energética e Certificação de Edifícios Eficiência Energética e Certificação de Edifícios DIA DA ENERGIA Energias Renováveis e Eficiência Energética nos Edifícios Instituto Universitário da Maia 29 de Maio de 2015 FRANCISCO PASSOS DIREÇÃO DE

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada QUINTA DAS ÁRVORES, SALICOS,, Localidade CARVOEIRO LGA. Freguesia CARVOEIRO

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada QUINTA DAS ÁRVORES, SALICOS,, Localidade CARVOEIRO LGA. Freguesia CARVOEIRO Válido até 23/03/2026 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada QUINTA DAS ÁRVORES, SALICOS,, Localidade CARVOEIRO LGA Freguesia CARVOEIRO Concelho LAGOA (ALGARVE) GPS 37.108505, -8.446889 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

O NOVO RCCTE ESTRATÉGIAS E MEDIDAS PARA A SUA VERIFICAÇÃO

O NOVO RCCTE ESTRATÉGIAS E MEDIDAS PARA A SUA VERIFICAÇÃO O NOVO RCCTE ESTRATÉGIAS E MEDIDAS PARA A SUA VERIFICAÇÃO Helder Gonçalves, Cristina Horta, Susana Camelo, João Graça e Álvaro Ramalho Novo Enquadramento Legislativo 4/Abril 2006 RCCTE (Dec.Lei 80/2006)

Leia mais

Termoacumuladores e caldeiras elétricas

Termoacumuladores e caldeiras elétricas Termoacumuladores e caldeiras elétricas TERMOACUMULADORES ELÉTRICOS Série 2 (instalação vertical) Série 5 (instalação horizontal) 54 54 CALDEIRAS ELÉTRICAS PACKS DE ALTA EFICIÊNCIA Série 5 (instalação

Leia mais

Argamassas Térmicas Sustentáveis: O Contributo dos Materiais de Mudança de Fase

Argamassas Térmicas Sustentáveis: O Contributo dos Materiais de Mudança de Fase Argamassas Térmicas Sustentáveis: O Contributo dos Materiais de Mudança de Fase Sandra R. Cunha, Vítor H. Alves, José B. Aguiar, Victor M. Ferreira 4º Congresso Português de Argamassas e ETICS 29 e 30

Leia mais

O que é energia solar?

O que é energia solar? ENERGIA SOLAR Renováveis O sol, o vento, a água e a biomassa são as fontes mais promissoras de energia hoje. O mundo não precisa investir em mais usinas a carvão e deve investir em alternativas para os

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AVENIDA BRASILIA, 46, 3º ESQ Localidade APELAÇÃO

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AVENIDA BRASILIA, 46, 3º ESQ Localidade APELAÇÃO Válido até 05/02/2025 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada AVENIDA BRASILIA, 46, 3º ESQ Localidade APELAÇÃO Freguesia CAMARATE, UNHOS E APELAÇÃO Concelho LOURES GPS 38.816247, -9.130431 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

soluções +eficientes de reabilitação de edifícios sistemas de renovação +sustentáveis sistemas energéticos +verdes Um edifício +sustentável.

soluções +eficientes de reabilitação de edifícios sistemas de renovação +sustentáveis sistemas energéticos +verdes Um edifício +sustentável. APRESENTAÇÃO A Reabilitação Sustentável é um serviço que agrega o know-how, os recursos, e a experiência das diversas áreas de atividade da Sotecnisol. A Sotecisol apresenta ao mercado uma oferta inovadora

Leia mais

GUIA PARA A REABILITAÇÃO CLIMATIZAÇÃO. PROJETO Cooperar para Reabilitar da InovaDomus

GUIA PARA A REABILITAÇÃO CLIMATIZAÇÃO. PROJETO Cooperar para Reabilitar da InovaDomus GUIA PARA A REABILITAÇÃO CLIMATIZAÇÃO PROJETO Cooperar para Reabilitar da InovaDomus Autoria do Relatório Consultoria Oliveira & Irmão, S.A. Índice 0. Preâmbulo 5 1. Anomalias no Funcionamento do Sistema

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AVENIDA RIO DE JANEIRO, 38, 3º ESQ. Localidade LISBOA. Freguesia ALVALADE

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AVENIDA RIO DE JANEIRO, 38, 3º ESQ. Localidade LISBOA. Freguesia ALVALADE Válido até 15/10/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada AVENIDA RIO DE JANEIRO, 38, 3º ESQ. Localidade LISBOA Freguesia ALVALADE Concelho LISBOA GPS 38.754048, -9.138450 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL Conservatória

Leia mais

Gestão de energia: 2008/2009

Gestão de energia: 2008/2009 Gestão de energia: 2008/2009 Aula # T06 Preços da energia - electricidade Prof. Miguel Águas miguel.aguas@ist.utl.pt Objectivos da aula RESUMO TEMAS NÃO AGENDADOS MATÉRIA DA AULA: Preços da energia eléctrica

Leia mais

Financiamento do BNDES à Eficiência Energética

Financiamento do BNDES à Eficiência Energética Financiamento do BNDES à Eficiência Energética Congresso Brasileiro de Eficiência Energética (COBEE) São Paulo, 25 e 26 de Agosto de 2015 José Guilherme Cardoso Chefe de Departamento Área de Meio Ambiente

Leia mais

Perito Qualificado, uma responsabilidade individual num bem colectivo.

Perito Qualificado, uma responsabilidade individual num bem colectivo. Perito Qualificado, uma responsabilidade individual num bem colectivo. Publicado na Revista Qualidade da APQ, nº 1, Primavera 2009 Independentemente do concreto do articulado da Legislação que instituiu

Leia mais

NET ZERO ENERGY BUILDING Adeilton Hilário Júnior

NET ZERO ENERGY BUILDING Adeilton Hilário Júnior NET ZERO ENERGY BUILDING Adeilton Hilário Júnior 1 - PREOCUPAÇÃO AMBIENTAL MUNDIAL O aquecimento global é um dos mais graves problemas com que se depara o Planeta Terra. Aumento da concentração de gases

Leia mais

O enquadramento legal do apoio à eficiência energética na Administração Local: financiamento das operações e regime de contratação pública

O enquadramento legal do apoio à eficiência energética na Administração Local: financiamento das operações e regime de contratação pública O enquadramento legal do apoio à eficiência energética na Administração Local: financiamento das operações e regime de contratação pública Novembro 2015 João Amaral e Almeida Complexo quadro normativo:

Leia mais

Enquadramento Energético do Sector Residencial Português

Enquadramento Energético do Sector Residencial Português M. Almeida, L. Bragança, P. Silva, S. Silva, R. Mateus, J. Barbosa, C. Araújo (Eds.) 2012 Os Autores e os Editores. Todos os direitos reservados. Enquadramento Energético do Sector Residencial Português

Leia mais

Sustentabilidade e Ambiente em Masterplan Communities Gilberto Jordan CEO Grupo André Jordan

Sustentabilidade e Ambiente em Masterplan Communities Gilberto Jordan CEO Grupo André Jordan Sustentabilidade e Ambiente em Masterplan Communities Gilberto Jordan CEO Grupo André Jordan Building Energy Symposium 24 e 25 de Novembro de 2015 Fundação Oriente, Lisboa Missão, Visão e Valores Missão

Leia mais

A gestão da água no TROIA GOLF

A gestão da água no TROIA GOLF A gestão da água no TROIA GOLF A gestão da água no TROIA GOLF O TROIA RESORT é um espaço de lazer privilegiado, situado na península de Tróia, a 45 minutos de Lisboa. Foi inaugurado em setembro de 2008,

Leia mais

Agência Regional da Energia e Ambiente da Região Autónoma dos Açores.

Agência Regional da Energia e Ambiente da Região Autónoma dos Açores. Agência Regional da Energia e Ambiente da Região Autónoma dos Açores www.arena.com.pt arena@arena.com.pt População:241.000 habitantes Área:2.322 km 2 PIB: 1,7% de Portugal PIB per capita: 8.100 (70% de

Leia mais

Sector Bancário Processo Dinamização

Sector Bancário Processo Dinamização Sector Bancário Processo Dinamização Enquadramento Processo Casos Práticos Vantagens Sector Bancário PRECAVER SITUAÇÕES DE RISCO Evitar imediatismos, Apostar na Sustentabilidade, Não viver acima das nossas

Leia mais

Tarifário de venda de. Gestão de Energia

Tarifário de venda de. Gestão de Energia Tarifário de venda de energia Gestão de Energia Tarifário de venda de EE Legenda: Uc tensão composta (tensão entre duas fases de alimentação) Alta Tensão (AT) 45 kv < U c 110 kv Muito Alta Tensão (MAT)

Leia mais

Escola SENAI Alfried Krupp CFP 568

Escola SENAI Alfried Krupp CFP 568 Escola SENAI Alfried Krupp CFP 568 Programa de Redução de Consumo de Recursos Naturais - Água Sumário 1. Objetivo: Descrição completa do objeto a ser executado --------------------------------- 3 2. Meta

Leia mais

Relatório Síntese janeiro de 2014

Relatório Síntese janeiro de 2014 Relatório Síntese janeiro de 2014 Índice I II III IV V VI Caracterização dos Registos Efetuados Impacto Energético Impacto expectável com a Isenção de ISP Registos de Técnicos e Entidades Reconhecidas

Leia mais

Aspetos principais Julho 2016

Aspetos principais Julho 2016 Tarifa Social na Eletricidade Aspetos principais Julho 2016 1. Em que consiste a tarifa social no fornecimento de eletricidade? A tarifa social resulta da aplicação de um desconto na tarifa de acesso às

Leia mais

O Impacto das Energias Limpas no Ambiente

O Impacto das Energias Limpas no Ambiente República de Angola Ministério do Ambiente Seminário Energias Limpas em Angola: Ministério da Energia e das Águas O Impacto das Energias Limpas no Ambiente Direcção Nacional de Tecnologias Ambientais 7

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO Entre: - RNAE Associação das Agências de Energia e Ambiente - Rede Nacional, pessoa coletiva n.º 509 206 379, com sede na Rua dos Mourões, n.º 476, sala 23, em São Félix da Marinha,

Leia mais

AVISO 20 EDIFÍCIOS EFICIENTES

AVISO 20 EDIFÍCIOS EFICIENTES AVISO 20 EDIFÍCIOS EFICIENTES JUNHO 2016 APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS AO FUNDO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PLANO NACIONAL DE AÇÃO PARA A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA FUNDO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA Índice 1 Fundo

Leia mais

Propostas na área da Habitação

Propostas na área da Habitação Propostas na área da Habitação PROPOSTA DE ADITAMENTO PROPOSTA DE LEI N.º103/XII ORÇAMENTO DO ESTADO PARA 2013 O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda apresenta a seguinte proposta de aditamento de um

Leia mais

Painel I A Importância das Energias Renováveis no Contexto das Mudanças Climáticas

Painel I A Importância das Energias Renováveis no Contexto das Mudanças Climáticas Painel I A Importância das Energias Renováveis no Contexto das Mudanças Climáticas Professora Suzana Kahn Professora da COPPE-UFRJ; Vice Presidente do Grupo de Trabalho III do IPCC; Coordenadora Executiva

Leia mais

ESTRUTURA TARIFÁRIA DA CAGECE

ESTRUTURA TARIFÁRIA DA CAGECE ESTRUTURA TARIFÁRIA DA CAGECE O modelo tarifário da Cagece leva em consideração os custos dos serviços de água e esgoto e uma parcela destinada a investimentos. Estes custos são representados pelas despesas

Leia mais

Mesa Redonda sobre Energia Eólica

Mesa Redonda sobre Energia Eólica Mesa Redonda sobre Energia Eólica Informação de Enquadramento 10 de Fevereiro de 2010 Tópicos para apresentação Produção e consumo de electricidade em Portugal Produção em regime especial Produção eólica

Leia mais

Edifício Solar XXI e Casa Termicamente Optimizada: a Arquitectura Solar Passiva no LNEG. António Rocha e Silva

Edifício Solar XXI e Casa Termicamente Optimizada: a Arquitectura Solar Passiva no LNEG. António Rocha e Silva Edifício Solar XXI e Casa Termicamente Optimizada: a Arquitectura Solar Passiva no LNEG António Rocha e Silva ISMAI, 29 de Maio de 2015 Casa Termicamente Optimizada (1983) Rua de Salazares, 842 Porto (Ramalde)

Leia mais

Título da Pesquisa: Palavras-chave: Campus: Tipo Bolsa Financiador Bolsista (as): Professor Orientador: Área de Conhecimento: Resumo

Título da Pesquisa:  Palavras-chave: Campus: Tipo Bolsa Financiador Bolsista (as): Professor Orientador: Área de Conhecimento: Resumo Título da Pesquisa: Estudo Sobre energia solar e suas aplicações á inclusão social da população de baixa renda e ao programa Luz Para Todos. Palavras-chave: Energia solar, Aquecedor solar, Painel fotovoltaico

Leia mais

A Casa da Cultura António Bentes Museu do Trajo

A Casa da Cultura António Bentes Museu do Trajo A Casa da Cultura António Bentes Museu do Trajo Apresentação O Museu do Trajo de São Brás de Alportel, seguidor dos princípios da Museologia Social, constitui-se como um pólo de desenvolvimento local com

Leia mais

Instalações Elétricas de BT I. Odailson Cavalcante de Oliveira

Instalações Elétricas de BT I. Odailson Cavalcante de Oliveira Instalações Elétricas de BT I Odailson Cavalcante de Oliveira Componentes das instalações Componente: podem ser materiais, acessórios, dispositivos, instrumentos, equipamentos, máquinas, conjuntos, partes

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS PARA EXPLORAÇÃO DE CENTRO DE CÓPIAS

CADERNO DE ENCARGOS PARA EXPLORAÇÃO DE CENTRO DE CÓPIAS Tel/Fax: 21 743 46 24 CADERNO DE ENCARGOS PARA OBJECTO DA CESSÃO: Exploração do Centro de Cópias na Faculdade de Direito de Lisboa, cedido à Associação Académica da Faculdade de Direito de Lisboa (AAFDL)

Leia mais

Porque fazer um seguro de Condomínio? Quem poderá contratar o Produto Condomínio:

Porque fazer um seguro de Condomínio? Quem poderá contratar o Produto Condomínio: Perguntas Frequentes Porque fazer um seguro de Condomínio? O seguro do condomínio, é uma exigência estabelecida na Lei nº 4.591/1964 (Lei do Condomínio - em edificações e incorporações imobiliárias), e

Leia mais

As diretivas europeias da estratégia 2020 e os edifícios de necessidades quase-nulas (nzeb)

As diretivas europeias da estratégia 2020 e os edifícios de necessidades quase-nulas (nzeb) As diretivas europeias da estratégia 2020 e os edifícios de necessidades quase-nulas (nzeb) IV Congresso ATEPH Energia e Ambiente no Edifícios Hospitalar 4/5 junho 2015 RUI FRAGOSO DIRETOR DO DEPARTAMENTO

Leia mais

Ar de combustão. Água condensada. Balanço da energia. Câmara de mistura. Convecção. Combustível. Curva de aquecimento

Ar de combustão. Água condensada. Balanço da energia. Câmara de mistura. Convecção. Combustível. Curva de aquecimento Ar de combustão O ar de combustão contém 21% de oxigênio, que é necessário para qualquer combustão. Além disso, 78% de nitrogênio está incorporado no ar. São requeridos aproximadamente 10 metros cúbicos

Leia mais

A Demanda Controlada de Ventilação

A Demanda Controlada de Ventilação A S&P apresenta um novo conceito A Demanda Controlada de Ventilação Poupança do consumo energético até 55% Redução de emissões de CO 2 Melhoria do meio ambiente Sistemas de Ventilação Eficientes 65 A energia

Leia mais

EMPRESA DE ORIGEM ITALIANA ESPECIALISTA NA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA DE FORMA LIMPA E SUSTENTÁVEL!

EMPRESA DE ORIGEM ITALIANA ESPECIALISTA NA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA DE FORMA LIMPA E SUSTENTÁVEL! EMPRESA DE ORIGEM ITALIANA ESPECIALISTA NA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA DE FORMA LIMPA E SUSTENTÁVEL! Nosso objetivo: Diminuir ao máximo o seu CUSTO com Energia Elétrica. REPRESENTANTE COMERCIAL Empresa

Leia mais

PRODUÇÃO DE ENERGIA A PARTIR DE FONTES

PRODUÇÃO DE ENERGIA A PARTIR DE FONTES PRODUÇÃO DE ENERGIA A PARTIR DE FONTES RENOVÁVEIS A produção de energia, a partir de fontes renováveis, tem múltiplas vantagens, existindo fortes incentivos para a construção dessas Centrais de Micro Geração

Leia mais

ARGAMASSAS MAIS SUSTENTÁVEIS LISBOA 02.07.2015

ARGAMASSAS MAIS SUSTENTÁVEIS LISBOA 02.07.2015 ARGAMASSAS MAIS SUSTENTÁVEIS LISBOA 02.07.2015 ÍNDICE ARGAMASSAS SUSTENTÁVEIS Sobre a Secil Argamassas Gama ecocork ETICS em harmonia com a construção sustentável André Correia 2 SOBRE A SECIL ARGAMASSAS

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA CONDE SABUGOSA, 27, 7º ESQ. Localidade LISBOA. Freguesia ALVALADE

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA CONDE SABUGOSA, 27, 7º ESQ. Localidade LISBOA. Freguesia ALVALADE Válido até 15/10/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA CONDE SABUGOSA, 27, 7º ESQ. Localidade LISBOA Freguesia ALVALADE Concelho LISBOA GPS 38.748515, -9.140355 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL Conservatória

Leia mais

PARQUE FOTOVOLTAICO DE SERPA

PARQUE FOTOVOLTAICO DE SERPA PARQUE FOTOVOLTAICO DE SERPA 9 de Novembro de 2007 1. LOCALIZAÇÃO 1. LOCALIZAÇÃO A zona de implantação de 64 ha do Parque está localizada no Distrito de Beja, Concelho de Serpa, Freguesia de Brinches.

Leia mais

M ADEIRA. Seqüência de montagem. Montagem de piso. Montagem de telhado

M ADEIRA. Seqüência de montagem. Montagem de piso. Montagem de telhado Casa SmartHOME Brasil construída para a Feira Technohab/FEHAB 2003 Autor: Guilherme Corrêa Stamato arquitetura e engenharia Esta casa é um protótipo de residência utilizando as mais modernas tecnologias

Leia mais

O PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS: ALTERNATIVA PARA DINAMIZAÇÃO DA EFICIENCIA ENERGETICA NO BRASIL PROF. ILDO SAUER, IEE/USP.

O PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS: ALTERNATIVA PARA DINAMIZAÇÃO DA EFICIENCIA ENERGETICA NO BRASIL PROF. ILDO SAUER, IEE/USP. O PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS: ALTERNATIVA PARA DINAMIZAÇÃO DA EFICIENCIA ENERGETICA NO BRASIL PROF. ILDO SAUER, IEE/USP. SÃO PAULO, 25 DE AGOSTO DE 2015 INTRODUÇÃO Há três iniciativas simultâneas

Leia mais

PARLAMENTO EUROPEU. Comissão da Indústria, da Investigação e da Energia. 15.11.2007 PE396.799v01-00

PARLAMENTO EUROPEU. Comissão da Indústria, da Investigação e da Energia. 15.11.2007 PE396.799v01-00 PARLAMENTO EUROPEU 2004 2009 Comissão da Indústria, da Investigação e da Energia 15.11.2007 PE396.799v01-00 ALTERAÇÕES 1-18 Projecto de relatório Claude Turmes Fundo Mundial para a Eficiência Energética

Leia mais

Utilização de Colectores Solares para

Utilização de Colectores Solares para Água Quente Solar para Portugal Esta brochura é editada no âmbito da Iniciativa Pública "Água Quente Solar para Portugal", promovida pela DGE para criar um mercado sustentável de colectores solares com

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES Usuário Versão 1.1 BEBEDOUROS TROPICAL. Bebedouros Tropical www.bebedourostropical.com.br. Produtos com Certificação Inmetro

MANUAL DE INSTRUÇÕES Usuário Versão 1.1 BEBEDOUROS TROPICAL. Bebedouros Tropical www.bebedourostropical.com.br. Produtos com Certificação Inmetro MANUAL DE INSTRUÇÕES Usuário Versão 1.1 Bebedouros Tropical www.bebedourostropical.com.br BEBEDOUROS TROPICAL LEIA E SIGA TODAS AS REGRAS DE SEGURANÇA E INSTRUÇÕES OPERACIONAIS ANTES DE USAR. sac@bebedourostropical.com.br

Leia mais

Incentivar o segmento da construção civil, incorporação imobiliária. Amparar os legítimos interesses dos associados.

Incentivar o segmento da construção civil, incorporação imobiliária. Amparar os legítimos interesses dos associados. Fundada em agosto de 1975, por 13 empresas, a ADEMI-BA completa em 2015, 40 anos de existência sempre optando por projetos alinhados às necessidades da população, colocando em primeiro plano as exigências

Leia mais

(54) Epígrafe: PROCESSO PARA COLOCAÇÃO DE PAINÉIS SOLARES TÉRMICOS

(54) Epígrafe: PROCESSO PARA COLOCAÇÃO DE PAINÉIS SOLARES TÉRMICOS (11) Número de Publicação: PT 10588 T (51) Classificação Internacional: F24J 2/04 (2006.01) (12) FASCÍCULO DE MODELO DE UTILIDADE (22) Data de pedido: 2010.06.14 (30) Prioridade(s): (43) Data de publicação

Leia mais

A sua melhor escolha

A sua melhor escolha A sua melhor escolha Porquê recomendar GRUNDFOS? Gama completa de soluções Garantia de qualidade Apoio técnico eficiente 2 A empresa está muito bem organizada e a qualidade dos produtos é extraordinária.

Leia mais

CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR

CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR Nº CER CE67537937 CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR TIPO DE FRACÇÃO/EDIFÍCIO: EDIFÍCIO DE HABITAÇÃO SEM SISTEMA(S) DE CLIMATIZAÇÃO (EXISTENTE) Morada / Localização Rua

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DE GONDARÉM, 822, 2.º Localidade PORTO

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DE GONDARÉM, 822, 2.º Localidade PORTO Válido até 30/09/2025 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA DE GONDARÉM, 822, 2.º Localidade PORTO Freguesia ALDOAR, FOZ DO DOURO E NEVOGILDE Concelho PORTO GPS 41.159819, -8.682735 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

An2-B CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA N.º 1. DESIGNAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO

An2-B CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA N.º 1. DESIGNAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DA FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJECTO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS Formulário de preenchimento obrigatório,

Leia mais

Chegou a vez das Empresas - Mini Geração -

Chegou a vez das Empresas - Mini Geração - www.hemeraenergy.com Chegou a vez das Empresas - Mini Geração - As coberturas agora passam a valer dinheiro! Pense no Futuro do seu negócio e compreenda o impacto no Aumento de Receitas que os seus telhados/cobertas

Leia mais

BOMBAS DE CALOR PARA AQUECIMENTO

BOMBAS DE CALOR PARA AQUECIMENTO BOMBAS DE CALOR PARA AQUECIMENTO ATLANTIC EM AQUECIMENTO ALFÉA EXCELLIA ALFÉA EXTENSA + ALFÉA EXCELLIA DUO ALFÉA EXTENSA DUO + ALFÉA HYBRID DUO PANAMÁ ACCESS ARC 7 BOMBAS DE CALOR PARA AQUECIMENTO AEROTERMIA

Leia mais

REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO

REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO REFERENCIAL DE ANÁLISE DE MÉRITO DO PROJETO PRIORIDADE DE INVESTIMENTO: INVESTIMENTO NA SAÚDE E NAS INFRAESTRUTURAS SOCIAIS QUE CONTRIBUAM PARA O DESENVOLVIMENTO NACIONAL, REGIONAL E LOCAL, PARA A REDUÇÃO

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE LÂMPADAS FLUORESCENTES E LED APLICADO NO IFC CAMPUS LUZERNA

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE LÂMPADAS FLUORESCENTES E LED APLICADO NO IFC CAMPUS LUZERNA ESTUDO COMPARATIVO ENTRE LÂMPADAS FLUORESCENTES E LED APLICADO NO IFC CAMPUS LUZERNA Autores: Marina PADILHA, Felipe JUNG, Ernande RODRIGUES Identificação autores: Estudante de Graduação de Engenharia

Leia mais

Aula 16 assíncrona Conteúdo:

Aula 16 assíncrona Conteúdo: Aula 16 assíncrona Conteúdo: Fontes alternativas de energia: eólica e nuclear. Fontes alternativas de energia: Solar e biogás Habilidade: Valorizar os progressos da química e suas aplicações como agentes

Leia mais

Certificação do Controlo da Produção das Centrais de Betão

Certificação do Controlo da Produção das Centrais de Betão Seminário Evolução da marcação Certificação do Controlo da Produção das Centrais de Betão João André Produção e controlo do betão Marcos históricos principais RBLH Anos 70, 80 e 90 (até 1996, formalmente);

Leia mais

Componentes opcionais PLATINUM COMPACT. 1.1.2. Gama Platinum PLUS. Mista instantânea. Tecnologia GAS INVERTER. Combustão estanque. Baixo NOx, Classe 5

Componentes opcionais PLATINUM COMPACT. 1.1.2. Gama Platinum PLUS. Mista instantânea. Tecnologia GAS INVERTER. Combustão estanque. Baixo NOx, Classe 5 1.1. Caldeiras murais a gás de condensação 1.1.1. Gama Platinum Compact Caldeiras murais de condensação PLATINUM COMPACT Mista instantânea. Tecnologia GAS INVERTER. Combustão estanque. Baixo NOx, Classe

Leia mais

CLIMATIZADOR EVAPORATIVO MANUAL DO USUÁRIO

CLIMATIZADOR EVAPORATIVO MANUAL DO USUÁRIO CLIMATIZADOR EVAPORATIVO MANUAL DO USUÁRIO INTRODUÇÃO Parabéns por adquirir um ótimo equipamento. Os climatizadores evaporativos Climat são a melhor alternativa para deixar o ambiente com um ar mais puro

Leia mais

Distribuição Eng. Norton Brandão 20 de Maio 2005

Distribuição Eng. Norton Brandão 20 de Maio 2005 Distribuição Eng. Norton Brandão Audição pública para discussão da proposta da ERSE sobre a revisão dos regulamentos do sector eléctrico 20 de Maio 2005 Questões a abordar - Comentários à proposta da revisão

Leia mais